segunda-feira, abril 22, 2013

A nostalgia da reconstrução.

Foram Breves e Medonhas as Noites de Amor foram breves e medonhas as noites de amor e regressar do âmago delas esfiapava-lhe o corpo habitado ainda por flutuantes mãos estava nu sem água e sem luz que lhe mostrasse como era ou como poderia construir a perfeição os dias foram-se sumindo cor de chumbo na procura incessante doutra amizade que lhe prolongasse a vida e uma vez acordou caminhou lentamente por cima da idade tão longe quanto pôde onde era possível inventar outra infância que não lhe ferisse o coração Al Berto, “O Medo”

96 comentários:

bea disse...

Hoje não consigo comentar poesia.

Boa noite

andorinha disse...

Digo o mesmo que a Bea.
Talvez amanhã...

Fique/m bem:)

Barbosa João Pedro disse...

We are the World with lyrics

http://www.youtube.com/watch?v=pXqN0YBW_b8

Anfitrite disse...

Acabei de me me expor no andar de baixo. Penso sempre que será a última vez.

Venho aqui e fico mais triste porque não tenho nada de bom para recordar. Nem uma infância consigo recordar, que não seja dolorosa.
Acho que é a dor que faz os poetas, mas eu nem tive essa sorte.

"Quando eu nasci,
ficou tudo como estava,
Nem homens cortaram veias,
nem o Sol escureceu,
nem houve Estrelas a mais...
Somente,
esquecida das dores,
a minha Mãe sorriu e agradeceu.

Quando eu nasci,
não houve nada de novo
senão eu.

As nuvens não se espantaram,
não enlouqueceu ninguém...

P'ra que o dia fosse enorme,
bastava
toda a ternura que olhava
nos olhos de minha Mãe..."

José Régio

Barbosa João Pedro disse...

Anfitrite,

Zeus. Tem limites!

Caidê disse...

Anphy
Tão bem lembrado Régio :)! Obrigada. Hoje sinto-me nesse poema.

Professor
Boa! Ou música ou poema.Saúde precisa-se :(((

Retribuo com música:
http://www.youtube.com/watch?v=xKlOdvNu8uQ

Lembrando tb o cantor :((

Barbosa João Pedro disse...

Este "Postal" remeteu-me para a Rua da Restauração e. PONTO FINAL

Barbosa João Pedro disse...

Como por aqui passou o "José Régio". Na ponte do outro lado da rua onde ele viveu. Sentava-se alguém que no passar das moçoilas, trocava 20 tostões por uma palmada.

Bea!

O blogue é seu. PONTO FINAL

Barbosa João Pedro disse...

E já lá vão 39. Segundo me contam!

1974 - Paulo de Carvalho - E Depois Do Adeus.mp4

http://www.youtube.com/watch?v=MrW6zP161QI

Barbosa João Pedro disse...

Abaixo
A Cultura
Pareceu-me
Que a Terra
Tinha
Nascido
Ontem

http://3.bp.blogspot.com/-Omq3iJ1_s2Q/UXYwKWKgbbI/AAAAAAAAADg/sQyBciB2XP8/s1600/DSC_0046.JPG

Barbosa João Pedro disse...

Não me digam que estão a pensar na crise dos 40?

Isso é que é sofrer por antecipação!

bea disse...

Bom Dia!!!

Andorinha

ainda há sol :) e é manhã. Estamos vivas. Temos um coração humano que ainda sabe o caminho dos sentimentos, uma vontade que fraqueja mas nos pertence. E um mundo nem sempre agradável, mas ainda mundo de viver. Bora à luta :)
Bom Dia :)

E temo-nos. seguramente. uns aos outros.
Vá, sorri, só um bocadinho. Assim. Pronto, está melhor. E agora, voa no sol. Voa.

Anphy

gosto tanto desse poema de José Régio! Encontro-o tão humano, tão dentro da verdade das mães e dos filhos. No coração das mães, o eu que nasce é o tudo de haver.

às vezes, Anphy, é preciso expôr-mo-nos. Custa (se me acontece, estou apenas com vontade de fugir, não penso mais que isto). Nem sempre vale a pena. Mas fica-nos um agir que, pelo menos em algum momento, fez sentido, se necessitava).

Já vou lê-la lá atrás:)

João Pedro

bigada por "We are the World". Há na canção um lado de futuro e união entre os homens que me lembra o natal :); oiço-a como natal humano em que se espera e deseja. Além disso, se a realidade embacia, temos dever de sonhar mais.

(5:36)é uma oferta ou um recado? dás, aconselhas ou divagas?

Caidê

bigada pela música


Barbosa João Pedro disse...

Bea,

Ás (5:36), ainda não eras nascida.

Ah! Esqueci-me de ter caído nas hortigas para chegar às amoras no meio das...http://3.bp.blogspot.com/-vrDD-UjBRik/UXZXE3GQPaI/AAAAAAAAADw/yzyH8dLJ4i4/s1600/DSC_0897.JPG

Barbosa João Pedro disse...

Bom Dia!

Tinha uma para contar sobre patins e fardos de palha mas é muito recente.

Boa Noite!

Kiwis da Nova Zelândia,

A ùltima vez que vos vi foi em Oliveira de Azemeis, na Final do Campeonato do Mundo de OK!

Barbosa João Pedro disse...

Já voltei ao meu estado normal.

Boa Tarde!

bea disse...

Vai passear, joão pedro. Senão ainda te aleijas com tanta coisa que só dá mau jeito.

Bem vindo à tua normalidade :) Se me é permitido, cumprimento-a. Boa tarde dona normalidade, muito prazer, Beatriz.

Vou ali apanhar sol. E, quem sabe, umas amoras. Talvez leve as luvas. Por causa das coisas.

E Fiquem BEEEEEM

Barbosa João Pedro disse...

Li agota o "Al Berto",

Gostei, percebi e levou-me para um sonho perdido, lembrado na esperança de o ser.

Isto de mascar 8 Gorilas só dá vontade de esticar e deixar o sol passear.

Barbosa João Pedro disse...

http://3.bp.blogspot.com/-4BaG-oFnHbM/UXau4G4dL3I/AAAAAAAAAFY/znaa_UbTGgg/s1600/DSC_0907.JPG

Barbosa João Pedro disse...

Andorinha!

Vamos só tomar café a outro lado.

Barbosa João Pedro disse...

Does it matter?!

Sabiam que o "20", é o numero do Mar!

Barbosa João Pedro disse...

http://2.bp.blogspot.com/-oNb6VvZmzJg/UXbSlkCxaZI/AAAAAAAAAFo/FjrPfQH2Ik8/s1600/DSC_0913.JPG

Barbosa João Pedro disse...

Somado! Dá dois!

João Pedro disse...

Um robalo quando é pequeno é conhecido por "pinta"!

João Pedro disse...

O "cachote" tem que ter mais de 2Kg. As anchovas, só ficou uma.

João Pedro disse...

Boas Noites!!!

João Pedro disse...

http://imaginary-words.blogspot.pt/

andorinha disse...



"Boa! Ou música ou poema.Saúde precisa-se :((("

Assino por baixo, Caidê:)


Bea,

Hoje já sorri. O sorriso não consegue ficar longe de mim muito tempo:) lol
E voei no sol. Obrigada.

Pedro,

Pode ser. No lado que tu quiseres:)

Inté...

Pedro Barbosa disse...

Telefono-te

rainbow disse...


O post remete-me para um filme de Coppola "Peggy Sue casou-se",cuja mensagem é: se pudéssemos voltar atrás no tempo, faríamos exactamente a mesma coisa, as mesmas escolhas, as mesmas opções.
Sem reconstruções.



Pergunta

Navegando no espaço vazio
Por entre galáxias,
Nos ventos do desconhecido
E da dilacerante certeza da morte,
Pergunto-Te:
Para que nos queres aqui?
Entre mares agitados,
E remoínhos de tudo,
Com sabor a nada.
Alternando arco-íris com nuvens espessas,
Cavalos alados com anjos negros,
Sofrendo na carne, na mente, no coração
Os desaires do quotidiano
Com uma finalidade que não vemos.
Numa tormenta sem fim
Com uma mão na esperança
E outra na dor, infinita, vã.


Anfi

Muito bonito esse poema de José Régio.
Eu tenho boa memória, um dia falou aqui de recordações de infância na praia:)



Um abraço para todos

http://www.youtube.com/watch?v=8agH2gJqimU

Pedro Barbosa disse...

Porque alguém é especial!

Mando um abraço a todas as mulheres do mundo e a todos os homens que estão por elas.

Caidê disse...

Rain
Um tema musical muito lindo que nos sopra para a frente do desencanto de alguns dias.
Quanto ao poema, também me parece que os deserdados da fortuna passam grande parte dos últimos dias das suas vidas a ter de bolinar, mesmo se sabem para onde desejam rumar. E quanto aos destinos a vida desses é como um livro de histórias incompletas e interrompidas por "não poder ser". E excluo irrealistas.

Pedro
Também quero :((! Vá, que o verão já esteve mais atrasado.

Andorinha
Dá-me um bocadinho do teu riso fácil! Ajuda tanto!...Saudades.

Professor
Ouvi há pouco, há poucochinho, "O Amor é" do passado domingo. Pronto! Convenceu-me. Outro tema belíssimamente apresentado, embora tenha mudado o canal de comunicação. Boa, de novo!

bea disse...

boa noite

um abraço para vocês todos.

Rain

estás dramática :)
somos mesmo esses seres feitos para perguntar e nos inquietarmos. E não há respostas. Até as tuas estão feitas por ti e de repente não servem :) É misterioso viver.
Um beijinho.

Pedro Barbosa disse...

Caidê...

Não há tempo para realidades ou irrealidades. Contra factos, não há argumentos.

(12:14 AM)

andorinha disse...

Rainbow,

Gostei:)
Da Melanie também...

Caidê, Pedro e Bea,

Qualquer dia juntamo-nos para um café.
Saudades também. Muitas.

Quando quiseres, miúdo do olhar doce:)

www.youtube.com/watch?v=3pk3A_QSINI

Fiquem bem.

bea disse...

Não te chateio mais, Pedro.Prometo.

Dorme bem

Caidê disse...

De Bernardino Machado:
"Obras: Política - I" (2011). A dado passo lê-se o seguinte: "O bem, a felicidade, não é nenhum gozo, nenhum proveito, nenhuma perfeição individual, egoísta, que submissamente imploremos a nenhum grande poderoso, mas a perfeição social, mundial, para que cada um tem de contribuir por si com a sua quota, na esfera, grande ou pequena da sua existência, pelo livre exercício da sua iniciativa e do seu esforço, pelo seu desprendimento e sacrifício. Esta é que é a doutrina que por toda a parte devemos evangelizar. Não nos curvemos perante nenhum poder arbitrário; seja a suprema liberdade, e só ela, o nosso supremo árbitro."

Pedro Barbosa disse...

Bernardino Machado,

As memórias dos outros
Não nos pertencem

Se fossem só as nossas
Estaria de acordo

No coletivo
Abstenho-me

Beijinho, Caidê!

Anfitrite disse...

Rain,

Gomparando com o resto, isso da praia era apenas brincadeira de crianças. Só que também deixou sequelas. Ficou o medo do mar. Sempre fui incapaz de estar numa praia que não tenha uma saida por perto. Sou incapaz de estar num sítio abaixo do nível do mar. Tem de ter sempre uma falésia em frente. E também tenho de morar nun sítio alto. Nunca fui capaz de fazer um cruzeiro. Atravessei, sem pensar, o Canal da Mancha num overcraft veloz e, até para vir do terminal do comboio do Algarve para o Rossio, agoniava. Mas isso também é porque tenho problemas de ouvidos. No entanto adoro andar de avião e gosto de ir ao pé da asa, na janela, para ver as inclinações que ele toma. E quanto mais alto melhor, porque aí não há apelo nem agravo. E quando não se vê um palmo à frente do nariz ainda é mais interessante, porque se vai flutuando no infinito...
Também gosto que acreditem naquilo que digo, porque sai de cá de dentro com muito esforço. Foi por me criticarem que eu passei a calar tudo.

Obrigada pelo poema.

Relaxem!

http://www.youtube.com/watch?v=zuh3WyfVL2M


Anfitrite disse...

Caidê,

Já me estragou a noite! Bem prega frei Tomás. Com papas e bolos se enganam os tolos, sobretudo quando temos a arte da retórica.
Mas se quiser outras obras eu também posso indicar-lhe algumas, de um dos periodos mais triste da nossa História. Apesar de sempre haver vendilhões no Templo e do Templo...

Pedro Barbosa disse...

Fascínios da Matemática

A descoberta da matemática que nos rodeia

Theoni Pappas´

Biologia.Música.Arte.Arquitectura.Filosofia.História

Pag.8

"O paradoxo do comboio"

Este paradoxo pode ser explicado recorrendo à ciclóide alongada - que é a curva descrita por um ponto fixo exterior à roda que se encontra em movimento. A figura mostra que há sempre uma parte do comboio que se move para trás, enquanto o comboio se desloca para a frente.

Pedro Barbosa disse...

Quase tudo é reversivel!http://3.bp.blogspot.com/-GRcWeZItsWA/UXeoZy0qyGI/AAAAAAAAADw/pNbNfNWauPI/s1600/DSC_0915.JPG

Pedro Barbosa disse...

Volta Relvas, estás perdoado!

"A melhor forma de não ter medo é ter confiança"

"http://2.bp.blogspot.com/-KA1nmEDqstQ/UXfmWvOZr0I/AAAAAAAAAEA/Gmj9Pofy7ew/s1600/DSC_0916.JPG"

Pedro Barbosa disse...

A experiência é muito importante!http://1.bp.blogspot.com/-h6X3HAp3IjU/UXgXoZRXciI/AAAAAAAAAEQ/uyw4yDSXPxM/s1600/DSC_0917.JPG

Pedro Barbosa disse...

Quando as galinhas tiverem dentes, ficaremos todos a perceber!http://1.bp.blogspot.com/-sG6cWibPqfE/UXgcebx_GjI/AAAAAAAAAEg/4lhAc_5ubeg/s1600/DSC_0919.JPG

bea disse...

Pessoal

tirei a vez à andorinha e fui galdeirar. E quase posso dizer como uma colega de colégio na redação sobre um piquenique escolar "A malta era porreira e o ambiente bestial" parece que a professora de português tomou como ofensa pessoal; não se entende o porquê. Sinto-me...a modos que gaseificada, levezinha.

E façam o favor de preparar o dia de amanhã, afinar a voz para cantarem pelo menos uma canção de Abril. A minha preferida tem um poema de que só sei este bocadito "é uma onda contra a muralha/ é o grito de quem trabalha/ e por amor não desiste..." Julgava que era a Aldina Duarte a cantá-la, mas só me aparece uma fadista muito actual. Não interessa.

(não falo contigo Pedro Barbosa;
canta a Adriana Calcanhoto, "porrrque eu tou dgi mau". Apetece-me.

té logo mais

Pedro Barbosa disse...

Marisa Monte - Depois ( Oficial )

http://www.youtube.com/watch?v=qU0Q4apYZ70

Caidê disse...

Anfy
Eu sabia que ias implicar.
Mas das 3 Repúblicas, olha que esta 3ª!.... :((( Da 2ª até Soares diz que NÃO FOI! E o adjetivo de "Novo" para qualificar "Estado" foi o António Salazar buscar a Sidónio quando ele de uma maneira ou outra iria "roubar" o poder a Bernardino. E depois havia de vir o Costa mais o bombardio, que fazer?
Tem sido sempre a sociedade civil a dar licença às vozes de "outra senhora" começada por D mas tão oposta a D....

Bea
Sim, claro! Amanhã a rua chama :))) para o mesmo lugar da madrugada de 3 para 4 de outubro de há 103 anos, lugar de Lisboa, 15h no semimeridiano a 9º para W de Greenwich :))

Pedro
Beijinho! :)

Professor
Só para dizer que a conversa também esteve muito bem no programa de hoje:) A insondável mente do agressor - conhecer para prevenir. De como a cultura põe os casos a falar. OK! :)

https://www.youtube.com/watch?v=9Ki99ETljos

Pedro Barbosa disse...

Caidê!

Isto é como no futebol! O empate pode ser o melhor resultado,http://3.bp.blogspot.com/-DN3BkUln1Jo/UXhLJWImyoI/AAAAAAAAAEw/rfzMpjh7DDQ/s1600/DSC_0921.JPG

andorinha disse...

Anfy,

Obrigada pelo Adagio.:)
Estava a precisar...a "canalha" anda endiabrada...

Bea,

Para cantar Abril, tenho a voz sempre afinada.

Pedro,

Mais um beijinho:)


Caidê,

Ontem estava a ouvir O Amor é...de domingo e adormeci a meio!
Não porque o programa não fosse interessante:), mas porque fui vencida pelo cansaço.
Vou ouvir de novo e os curtos também.
Oiço sempre com imenso agrado aqueles dois "malucos":)))))))

Pedro Barbosa disse...

Sam the kid - Viva! - Carlos Paredes - biografia

http://www.youtube.com/watch?v=5V7sdgVKxQQ

Pedro Barbosa disse...

A beleza intimida-me!

"Gwyneth Paltrow considerada a mais bonita do mundo"

rainbow disse...


Boa noite aos amigos distantes

Sôtoras:)

Hoje fui ao Mercado municipal, e no meio das bancadas de frutas e legumes haviam bancadas com livros. Uma feira do livro organizada pela Biblioteca Municipal, no âmbito do Dia do Livro.
E pasmei com os preços. Como o Natal é quando o Homem quiser, desatei a comprar livros para oferecer às colegas. "Os capitães da areia" para uma, "As pontes de Maddison County" para outra, um de Psicologia para outra, um sobre animais para outra, um sobre Educação para outra. E para mim,uma biografia de Einstein. Depois é que vi de quem era o prefácio. Nuno Crato! Voilà.

Bea

Dramática? Talvez. Sobretudo muito cansada.
Mas amanhã é 25 de Abril!
Beijinhos para ti tb.


Andorinha e Caidê

Saudades vossas.


Anfi

Isso é que é medo do mar!
Obrigada pela música, linda e relaxante.


25 de Abril sempre

http://www.youtube.com/watch?v=LbZLQjrB0No

Bons sonhos para todos

Tangerina disse...

Olá amigos. Só queria dizer que ainda vou passando por aqui. Beijos a todos e...

25 de Abril SEMPRE!

TanG e riNa

Pedro Barbosa disse...

José Afonso - A morte saiu à rua.

http://www.youtube.com/watch?v=5IAlrXheQ7I

Anfitrite disse...

Tangerina,

Gostei muito de a ver por aqui. Tenho saudades das nossas discussões eleitorais. E de ver uma tangerina tão viçosa nos tempos que correm.


Caidê,

Por acaso estive para não lhe responder. Mas se estava a falar a sério é triste que brinque com os sentimentos das pessoas.
Também deve saber que o estrangeiro, antes da Primeira também serviu a Monarquia e em váris cargos. As pessoas com espinha de plasticina, embora andando hirto e a tirar o chapéu a quem passava, dão-se bem em qualquer lugar. E alguns dos familiares desocupados, outros passando ao lado a assobiar, fazendo que não dão por isso, vão tentando fazer render o peixe.

Aqui está um homem desprendido de politiquices e de bens, mas cheio de ideais, que sempre foi um antifascista, na mais pura expressão do termo e que até uma reforma lhe negaram para ele poder sobreviver, quando a doença o tomou. Teve de ser a Zélia, com a sua força de algarvia lutadora, que teve de levar a vida por diante e alguns amigos, outros aproveitaram a boleia.


http://www.youtube.com/watch?v=8ur7ne3SWwc

Pedro Barbosa disse...

Bom Dia!

Anfitrite;

Salgueiro Maia tinha as suas razões por isso não se querer ter metido noutra guerra. Como a anfitrite deve ter um pouco de Diana (a Deusa da Caça). Nem eu nem você fez algo no caso que refere. O José Afonso, quando foi perciso. o Zé Povinho fez-lhe um manguito. Tiveram que ser os amigos e inimigos das Ditaduras fora de Portugal a darem-lhe pelo menos a esperança.

1966 - Luís Cília - "O desertor"

http://www.youtube.com/watch?v=4-U9WQSmkyM

Pedro Barbosa disse...

Anfitrite,

Não fique com remoesos. Eu também tenho qualquer coisa de Peixe-Cão que só vi na televisão. Já peixe-porco, foram dois no mesmo arpão. E ainda levei um estalo de uma Anfitrite. Porque eles são tão bonitos, mas andavam-me a comer os salmonetes.

Pedro Barbosa disse...

Foi no dia Mundial da Pobreza! As fotografias.

Ana Moura - Leva-me aos Fados

http://www.youtube.com/watch?v=3rUcUSxGYfw

Pedro Barbosa disse...

bea,

Sabes de onde vem o vermelho e o verde? Da rua de Santo António, actual rua 31 de Janeiro. Onde numa das casas havia um grupo organizado.

Cê_Tê ;) disse...

Tão triste essa escrita poética... que postou.;(


Bom 25 de abril para todos. Bjnhs e abraços.

Pedro Barbosa disse...

Cê_Tê ;)

A terra é de quem a trabalha
O mar de quem o conhece

http://4.bp.blogspot.com/-6rk1Ef0aBRY/UXkAF2bcgII/AAAAAAAAAFA/ST5m7r75_ic/s1600/DSC_0922.JPG

bea disse...

Ó doce tangerina :)) que saudade...

Bom Dia a todos. E porque hoje esta senhora faria anos e a voz, felizmente, não lhe morre

http://www.youtube.com/watch?v=KRxS7Q64xUQ
Ella F. Black Coffee

E por ser urgente que Abril

http://www.youtube.com/watch?v=CbVQV1XNOCY
Zeca, Somos Filhos da Madrugada

bea disse...

O que gosto deste adagio, Anphy! Como tudo que se gosta. Sem motivo. Ou, havendo, incapaz da dimensão do gosto. E prefiro a orquestração de Von Karajan. Usam-na, parece, para acompanhar a morte. E a mim me soa a um movimento de alma que se não diz por não ser de dizer.

Um bom dia para si :)está melhor?

http://www.youtube.com/watch?v=BpuWkoYGpSw Andrea Boccelli, Concerto de Aranjuez

Pedro Barbosa disse...

Bea,

O meu pedido de desculpas se ontem, não me fiz entender.

P.S.http://3.bp.blogspot.com/-WOs8BbJzo5Y/UXkHg8670sI/AAAAAAAAAFQ/lI5V2ksuHRw/s1600/DSC_0923.JPG

Pedro Barbosa disse...

No meu antigo 7ºano a História cabava em 74. Só nos eram dadas aulas de éstorias.

andorinha disse...

Bom dia:)

Tangeritaaaaaaaaaaaaaaaa:)

Saudade imensa de te ver por aqui, cachopa:)))

25 de Abril SEMPRE!

Vamos buscá-lo, lá onde ele ficou...

Zeca, o eterno Zeca:

www.youtube.com/watch?v=CbVQV1XNOCY

Pedro Barbosa disse...

CT,

Os melhores, não se fecham em capelas.

P.S. Público.pt

- ‎Há 1 hora-Da equipa eleita em 2009, que já incluía um independente, só o vice-presidente, Nuno Oliveira, se mantém no PS. Joana Felício acompanha Guilherme Pinto na ruptura com o PS

Pedro Barbosa disse...

Não fosse o antigo estádio
Construido
No lugar de um santuário
Em memória dos antepassados

Pedro Barbosa disse...

Sendo o Clube da Região
Sem qualquer religião
Também não é o Clube da Cidade
Religiões só há uma
A que a natureza nos dá

http://4.bp.blogspot.com/-pk-z_5FXKFU/UXltKdqxIyI/AAAAAAAAAFo/B10asafW5ig/s1600/DSC_0924.JPG

Pedro Barbosa disse...

De Dezembro a Abril

Comentador de Estado
Subiu ao pùpito
Para motivar fiéis
No inicio da segunda jornada

Quinta-Feira 25

Pedro Barbosa disse...

"trabalhar para esquecer"

Vá lá! Que amanhã é6ª.

Pedro Barbosa disse...

The Stone Roses - What the World is Waiting For (audio only)

http://www.youtube.com/watch?v=nGOaro9kfS4

Impio Blasfemo disse...

Viva Amigos. Tenho passado por aqui mais a ler que a escrever. Mas hoje lembrei-me que era 25 de Abril. Tão longe que isso vai. Confesso que não tive paciência de ouvir Cavacadas, nem discursadas, nem patacoadas, nem mais frases inacabadas,
Veio-me á memória o Zeca e a Aldeia dos Indios da Meia Praia. Porquê? Pois não sei bem explicar.

Abração para todos. Aqui vai, para que da memória não se nos apague. A memória não paga imposto, por enquanto....nem tem que estar prisioneira dos tempos correntes.

"Os Índios Da Meia-Praia
Zeca Afonso

Aldeia da Meia-Praia
Ali mesmo ao pé de Lagos
Vou fazer-te uma cantiga
Da melhor que sei e faço
De Monte-Gordo vieram
Alguns por seu próprio pé
Um chegou de bicicleta
Outro foi de marcha a ré
Houve até quem estendesse
A mao a mae caridade
Para comprar um bilhete
De paragem para a cidade
Oh mar que tanto forcejas
Pescador de peixe ingrato
Trabalhaste noite e dia
Para ganhares um pataco
Quando os teus olhos tropeçam
No voo duma gaivota
Em vez de peixe vê peças
De ouro caindo na lota
Quem aqui vier morar
Nao traga mesa nem cama
Com sete palmos de terra
Se constrói uma cabana
Uma cabana de colmo
E viva a comunidade
Quando a gente está unida
Tudo se faz de vontade
Tudo se faz de vontade
Mas nao chega a nossa voz
Só do mar tem o proveito
Quem se aproveita de nós
Tu trabalhas todo o ano
Na lota deixam-te mudo
Chupam-te até ao tutano
Chupam-te o couro cab'ludo
Quem dera que a gente tenha
De Agostinho a valentia
Para alimentar a sanha
De esganar a burguesia
Diz o amigo no aperto
Pouco ganho, muita léria
Hei-de fazer uma casa
Feita de pau e de pedra
Adeus disse a Monte-Gordo
(Nada o prende ao mal passado)
Mas nada o prende ao presente
Se só ele é o enganado
Foram "ficando ficando"
Quando um dia um cidadao
Nao sei nem como nem quando
Veio à baila a habitaçao
Mas quem tem calos no rabo
- E isto nao é segredo -
É sempre desconfiado
Poe-se atrás do arvoredo
Oito mil horas contadas
Laboraram a preceito
Até que veio o primeiro
Documento autenticado
Veio um cheque pelo correio
E alguns pedreiros amigos
Disse o pescador consigo
Só quem trabalha é honrado
Quem aqui vier morar
Nao traga mesa nem cama
Com sete palmos de terra
Se constrói uma cabana
Eram mulheres e crianças
Cada um c'o seu tijolo
"Isto aqui era uma orquestra"
Quem diz o contrário é tolo
E toda a gente interessada
Colabarou a preceito
- Vamos trabalhar a eito
Dizia a rapaziada
Nao basta pregar um prego
Para ter um bairro novo
Só "unidos venceremos"
Reza um ditado do Povo
E se a má lingua nao cessa
Eu daqui vivo nao saia
Pois nada apaga a nobreza
Dos índios da Meia-Praia
Quem vê na praia o turista
Para jogar na roleta
Vestir a casaca preta
Do malfrao ** capitalista
Foi sempre a tua figura
Tubarao de mil aparas
Deixar tudo à dependura
Quando na presa reparas
Das eleiçoes acabadas
Do resultado previsto
Saiu o que tendes visto
Muitas obras embargadas
Mas nao por vontade própria
Porque a luta continua
Pois é dele a sua história
E o povo saiu à rua
Mandadores de alta finança
Fazem tudo andar pra trás
Dizem que o mundo só anda
Tendo à frente um capataz
E toca de papelada
No vaivém dos ministérios
Mas hao-de fugir aos berros
Inda a banda vai na estrada
Eram mulheres e crianças
Cada um c'o seu tijolo
"Isto aqui era uma orquestra"
Quem diz o contrário é tolo
"

Abraços
IMPIO

bea disse...

Boa noite a todos.

Fui a Fátima a pé. Estou um bocadinho cansada, doem-me os péses. Regressei de táxi. Por causa das coisas.

João Pedro

tô dgi mau, esqueceste? :)

nunca te entendo; o que dá mais um dia?

e gostei de Marisa Monte. Que canta bem e verdadeiro. Possivelmente.

Vou dormir que à 6ªtrabalha-se

Bigada pelas músicas da revolução

Ímpio
:)
tb recuso ouvir apelos a consensos

Então o benfica...ora bolas. para a semana o JJ mostra o que vale.Não foi tão mau.

andorinha disse...

Impioooooooooo,

Bem aparecido, rapaz!:)

Tal como tu e a Bea, também não ouvi nada. Tenho mais que fazer...


Bea,

Tu não agoires:)))))
Eu continuo a "ver-me" em Amesterdão.

Fiquem...



...bem:)

Janita disse...

Nem imaginam quanto lamento a ausência sistemática do anfitrião deste blog.
Penso que o João Pedro é uma espécie de assessor ou algo semelhante que vai fazendo com que o blog não se fine, mantendo uma conversação mais ou menos animada com as pessoas que o frequentam, numa constante tertúlia em que o autor dos posts nunca está presente.
Isto tudo vem a propósito deste autor, infelizmente, já desaparecido, e que tive a honra de "conhecer" no blog de um amigo.

"Foram Breves e Medonhas as Noites de Amor" é uma tentativa angustiante de reconstruir uma outra vida recuando no tempo, até chegar à infância tornando-a menos tenebrosa e triste.

"Será que nos resta muito depois disto tudo, destes dias assim, deste não-futuro que a gente vive? (...) Bom, tudo seria mais fácil se eu tivesse um curso, um motorista a conduzir o meu carro, e usasse gravatas sempre. Às vezes uso, mas é diferente usar uma gravata no pescoço e usá-la na cabeça. Tudo aconteceu a partir do momento em que eu perdi a noção dos valores. Todos os valores se me gastaram, mesmo à minha frente. O dinheiro gasta-se, o corpo gasta-se. A memória. (...) Não me atrai ser banqueiro, ter dinheiro. Há pessoas diferentes. Atrai-me o outro lado da vida, o outro lado do mar, alguma coisa perfeita, um dia que tenha uma manhã com muito orvalho, restos de geada… De resto, não tenho grandes projectos. Acho que o planeta está perdido e que, provavelmente, a hipótese de António José Saraiva está certa: é melhor que isto se estrague mais um bocadinho, para ver se as pessoas têm mais tempo para olhar para os outros."

Al Berto, in "Entrevista à revista Ler (1989)"


Porquê esta mórbida ironia?

Oito amos mais tarde Al Berto, perdia o medo e partia prematura e definitivamente.
Que pena e que perda!

Pedro Barbosa disse...

Janita,

Você atirou com a cruz ao vampiro!

Pedro Barbosa disse...

É dificil ler uma página. Mas duas, tinha que ser camaleão.

Pedro Barbosa disse...

Janita,

Tinha um professor de Teoria de Arquitectura que me dizia - Então, você responde em duas linhas e os seus colegas numa página. As suas respostas não podem estar certas.

P.S.http://www.fnac.pt/Da-Organizacao-do-Espaco-Fernando-Tavora/a172668

Pedro Barbosa disse...

Janita,

Num exame de Quimica. Lá acabei por levar um certo! O resultado e raciocinio eram diferentes. Mas não quiz ser mal educado de que o meu resultado era mais preciso uma vez que só tinha um arredondamento

Pedro Barbosa disse...

Houve um ano que foi tão bom que o repeti trêz vezes. O prefessor das teóricas explicava-nos a teoria ao mesmo tempo que falava de Libskind e Hitler. Teve que sair do país em 74. Devia ter um nome muito fascista: Jacob!

Pedro Barbosa disse...

Janita.

Nem Coelho ou Alvares Cabral ou Abrunhosa,

Pedro (Simples-mente)

Simple Minds - Don't You (Forget About Me)

http://www.youtube.com/watch?v=CdqoNKCCt7A

A Anfitrite gostou de ver vestido de Cupido mas a Psique teve ciumes.

Janita,

Amanhã leio com atenção, mesmo já tendo percebido a mensagem.

Pedro Barbosa disse...

Como diz a Bea: "bigada!"

Pedro Barbosa disse...

Janita,

"Durão Barroso" é um nome mais macho!

Pedro Barbosa disse...

Já na altura da Roma Antiga se usava a tripa e não seria uma ideia original. Para quê esperar pela cura se a vacina sempre existiu.

Terra Brasil

- ‎Há 6 horas‎

As autoridades americanas anunciaram nesta quinta-feira a suspensão dos testes clínicos de uma vacina experimental para combater o vírus HIV, causador da Aids, após descobrir que ela não conseguiu interromper a infecção. O programa, iniciado em ...

Pedro Barbosa disse...

Murconics,

Bom Dia!

Pedro Barbosa disse...

As estações de serviço só abrem as portas às 7:00 AM. Vou dar um brilhozinho no Jaguar!

Sergio Godinho - Com Um Brilhozinho Nos Olhos

http://www.youtube.com/watch?v=aMKHMcS7X3g

Pedro Barbosa disse...

Bea,

Neste momento
Não a vejo
Mas para sexta
Não esteve
Nada má

http://3.bp.blogspot.com/-bCJ0MfYN2BI/UXoSk3ICb4I/AAAAAAAAAF4/vWPCfjOIfeM/s1600/DSC_0926.JPG

Cê_Tê ;) disse...



Para entender gostei de ler "Al Berto no salão de espelhos" por Rodrigo da Costa Araujo.

Mas não sei se entendi. Porque cada um entende o que pode e quer. Rui ZinK dizia há tempos, noutro registo que o Medo faz rir ou temer a Deus. A escrita é para mim caminhar sobre o arame...

Pedro Barbosa disse...

Para ficar esclarecido,

A Reconstrução é a parte da Constitução que em vez de descer para o mar. Desce para a Rua Bento Jesus Caraça.

E o Berto. Habituei-me a tratar pot você e será sempre o Sr. Norberto.

Porque aqui também há "Passarinhos da Ribeira"

Pedro Barbosa disse...

Bem me avisou a Anfitrite.

- Cuidado Pedro, estás a escrever num blogue de um sexólogo.

P.S. Falas em alhos e respondem-te em caralhos.

Vou como a Andorinha.

Inté...

Pedro Barbosa disse...

Para o Bem e Para o Mal

Já tinham comçado as aulas e em Fevereiro já tinha descido do Areinho à Ribeira, nos Ribeirenses. A água estava `tempratura ambiente. Só a meio do banho me apercebi que eatava fria.

Na outra margem, num fim-de-semana como outro qualquer, tinhamos mais alguém a aprender. Caíu no esgoto antes de chegar à ponte - Estão-me a morder - Alguém se aproximou - segura-te à proa e agarra o barco. Voltou a subir e á vinda para baixo, já estávamos todos avisados para dar o leme de pois da ponte e longe da margem. A mesma pessoa foi junto á margem deslumbrado com os Rebelos. Ele e o barco passaram por baixo de três. Só paramos quando alguém disse - Está ali!

P.S. Foi de prôa até à margem e alguém levou o barco.

Cê_Tê ;) disse...

Pedro, LOL ;)

Pedro Barbosa disse...

Samuel Barber (1910-1981)

Adagio for Strings, Op. 11

Dez anos depois tinha-me encontrado com o meu segundo avô.

bea disse...

Boa tarde :)

Tanto suei para aqui chega e está o blogue todo desarrumado. Ora bolas. Vou ver ali acima. Com um post tão recente talvez que.
beijinho a todos

Pedro Barbosa disse...

Sade - No Ordinary Love

http://www.youtube.com/watch?v=_WcWHZc8s2I