domingo, julho 13, 2008

Long may he run!

Um concerto esplendoroso de Neil Young, coroado com uma versão alucinante de A Day in the Life dos Beatles!:). Este homem acompanha-me há quarenta anos e eu faltei a um encontro em Paredes de Coura. Paguei essa dívida e regresso ao Porto com outra maior - duas horas enternecidas por tanta energia eléctrica e doçura unplugged. E um velho verso irrompe nos meus neurónios, ainda a abarrotar de adrenalina - rock'n'roll will never die.

22 comentários:

lobices disse...

...yes...long live the rock

Fora-de-Lei disse...

I see a woman in the night
With a baby in her hand
At an old street light
Near a garbage can
Now she put her kid away,
She's gone to get a hit
She hates her life, and what she's done with it
There's one more kid that will never go to school
Never get to fall in love, never get to be cool.

Keep on rockin' in the free world,
Keep on rockin' in the free world
Keep on rockin' in the free world,
Keep on rockin' in the free world.

cabecinhapensadora disse...

"unplugged". E imperdível.

JPG disse...

Hey Hey My My (live)

Não encontrei "A Day in the Life" (salvo seja), mas há um vídeo do tio Young a tocar o "Imagine" dos Beatles.

Lista completa de faixas e vídeos em imeem.

Para inserir no post, basta copiar o código que lá está (onde diz "embed")

andorinha disse...

Nada como ser psi para ter essa vida de galderice...



...saudável:)

yes! my love! disse...

hmn adrenalina :) a música transforma-nos e faz o tempo parar ~~ quem dera que isso nos pudesse acontecer todos os dias ~~ e não só de vez em quando ~~

non! mon amour! disse...

Que pena :( não nos ter dito que ia :)


http://optimusalive.net/terminou-entre-cantautores-e-incendiarios/#more-31

conceição disse...

linda a musica. a qualidade vence.

PILAR disse...

Viva toda a música que nos toca! Num registo bem diferente também ontem no Jardim do Cerco, um lugar encantado, vivi uma noite mágica!Ana Moura emocionou.
Para minha surpresa cantou " Creio nos Anjos que andam pelo Mundo" de Natália Correia...um presente para mim?!... Enfim uma noite em cheio.Curiosamente, não sei se por inspiração, a conversa que a seguir se alongou até à madrugada, depurou-se e à medida que o tempo foi passando, fomos deixando de lado o que era acessório e o essencial brotou. A Amizade estava lá e saíu reforçada.Vivam os amigos, que adoçam o nosso caminho!

~pi disse...

:)

~pi disse...

:) forever

young ~

yulunga disse...

Não gosto lá muito de Neil Young.
E isso também me acontece com Sérgio Godinho, Jorge Palma, Zeca Afonso por exemplo.
E em relação a estes artistas todos, incluindo o Neil, variadissimas vezes me perguntam: Mas não gostas como? Isso é impossível.
Não sei. Ou não gosto mesmo ou ainda não atingi a maturidade musical necessária para os apreciar. Tanta gente a fazer o tal comentário.

Sexshop Seculo 21 disse...

A música é como o Vinho, quanto mais velho melhor....mas na música quem envelhece somos nós...

Helena disse...

tão bom!... *~;)

CD disse...

Não foi em Paredes de Coura mas sim em Vilar de Mouros

Nelson disse...

Foi memorável! Um dos melhores concertos a que já assisti!
Tinha quase a certeza que o Júlio estaria por ali, mas seria como encontrar uma agulha num palheiro!

As minhas impressões no imaginarioreal.blogspot.com

CêTê disse...

Andorinha, ;)))))
Há para aí gajos (como este;)))))com uma "Bidaça" que me fazem sentir a escrava Isaura!

andorinha disse...

Cêtê (5.24)

Também não sejas tão exagerada, moça:))))))

Jinhos

Filó disse...

Como refere a Pilar a música tem destas coisas..toca-nos e comove-nos quando sentida.
Também fui ao Jardim do Cerco e emocionei-me...juntamente com as amigas que adoçam o meu caminho.....
Que belo concerto o da Ana Moura !!!

teresa disse...

Dr. Machado Vaz
Também estive no concerto de Neil Young..foi mágico! Tb "viveu" comigo. Resolvi deixar este registo pq é bom saber q também gosta de Neil Young, pela admiração que já tinha por si.Estive antes do concerto sentada ao seu lado com a m filha-claro q estive tentada a cumprimentá-lo.

Su disse...

gostei de saber q esse ho o acompanha há mais de 40 anos...ehehehe...conbencidoooo:))

jocas maradas...sempre

Laura disse...

Neil Young... Paredes de Coura?
Abençoados!

Se eu lá tivesse estado, para acompanhar o desvario das boas recordações... na "harvest" também tinha marchado um "moka" da Docelândia, género madalena de Proust! Mmmmm...
(sim, essa confiserie même, que só há em Moldedo e nessa santa terra de festivais:)