sexta-feira, julho 11, 2008

Sexta à noite.

Maria,

Comecei a preparar o Curso para Serralves em Outubro. E à medida que tirava notas, pressentia a ressurreição do teu sofá preferido. O sorriso irónico - "Mas meu querido, a reforma ainda não chegou e já assumes outros compromissos? Para onde fugiram o gozar a vida e a escrita preguiçosa?". Conheces tão bem a resposta, querida. Reformado ou não, sou um professor. E Serralves é uma oportunidade única... de aprender:). Sabes que cheguei à História através da Sexualidade, logo, as lacunas são enormes. Basta que um(a) profissional esteja na assistência e poderei preencher algumas, aos 58 já digo "não sei" com uma tranquilidade a meio-caminho entre a sageza e a psicopatia. E depois, é tão bom reler a Ilíada! E angustiante... Temos um novo IPhone e as pessoas fazem bicha para o adquirir, a santificada Ingrid confessa que no lugar do Zidane também teria cabeceado o defesa italiano, a Igreja Católica declara que a ordenação de mulheres para o bispado dificulta o diálogo com os Anglicanos, etc, etc... Perdemos ambição pelo caminho. Desconfio que se cá voltasse, Homero escreveria discursos para autarcas em campanha, salientando as vantagens de mais uma rotunda:(. A gargalhada - "Júlio, tu não existes." E não será em parte por tua culpa, querida?

19 comentários:

thorazine disse...

Tou a ver que perdeu ogrande concerto de TEN YEARS AFTER no cais de Gaia... ;((((((((

cabecinhapensadora disse...

Um professor não é um deus. Mas, como Ele, É. Até ao fim.
Obrigado Professor. E Maria.

A Menina da Lua disse...

Bom dia!

Sempre muito simpáticos e ternurentos estes seus postes à Maria e já agora bem temperados de lucidez como aliás convem.:)

Comungo da sua admiração relativamente a termos um novo IPhone a preços absolutamente astronómicos e as pessoas fazerem fila em todo o mundo para o adquirir.

A perplexidade é de facto a palavra que melhor traduz o que se sente perante este tipo de notícias que diariamente nos inundam neste mundo em permanente mudança. As situações ultrapassam-se a si próprias: passam do caricato para o dramático e do dramático para o ridículo, deixando-nos por vezes um sabor a afronta e desrespeito. Fico sem saber até onde, a que limites deve chegar a nossa flexibilidade mental; se acatar e esperar que passe...ou puchar da criatividade e quem sabe se realmente o "Homero escreveria discursos para autarcas em campanha, salientando as vantagens de mais uma rotunda":).

Bom fim de semana para todos.

A Menina da Lua disse...

Mais uma emenda: desta vez é para puxar e não puchar:(

Su disse...

... uma gargalhada.....a minha:)

jocas maradas

andorinha disse...

Abençoada Maria!:)
Por nos proporcionar estes posts que me deliciam...

"...aos 58 já digo"não sei" com uma tranquilidade a meio-caminho entre a sageza e a pscopatia.":))) Loooooooooool

Não há grande mérito nisso; eu, aos 54, já faço o mesmo:)))))

Agora mais a sério, entendo perfeitamente o que diz em relação ao Curso, o ensinar e o aprender.
Fica sempre o "bichinho"...

Quanto ao resto, IPhones, rotundas e similares tento desligar-me o mais que posso em nome da minha saúde mental:)

Grande jóia disse...

Há coisas, lugares e pessoas que nunca deixamos partir. Regressam quando menos esperamos e ficamos com o coração mais quente e a mente mais certeira.
Lembro-me de outro post seu que aparece normalmente por volta da Páscoa, julgo eu!

yulunga disse...

Ou existe algumas vezes por culpa dela?

Bom dia maralhal

yulunga disse...

Tal como muita gente "normal" de vez em quando se transforma em treinador de bancada quando se fala de futebol, também eu de vez em quando tenho a mania que possuo veia de psicóloga lol.
Como já disse a menina da lua tantas vezes os posts à Maria são ternurentos, doces, meigos, etc., etc. Fazem-me confusão. Sabem-me a doce mas também me sabem a amargo. Acho-os um porto de abrigo, mas depois também me vem à ideia um porto que um dia assim de repente pode ter desaparecido.
Ainda não sei se gosto deles ou não.

Passarinha.Assada disse...

Ó Senhor Doutor... como o compreendo... há bifanitas inesquecíveis, não é verdade? :)

AQUILES disse...

E não é que é sempre por culpa das mulheres. Mesmo que seja só em parte :):):):):):):):):):)

As de serviço vão-me bater..É a vida :):):):):):)

mariam disse...

"abençoada" «Maria», tenho acompanhado essas missivas... ainda bem que nos emprestou mais este bocadinho... :)

também durante bastante tempo, escrevi missivas (de cariz meramente poético/platónico), a alguém "real", embora essas tivessem retorno (de cariz semelhante)...nunca nos quisemos conhecer... muitas vezes fiz o paralelismo, lembrando destas suas a "Maria"...

um sorriso :)

PILAR disse...

Não sei porquê mas imagino uma Maria bem sentadinha, em lugar discreto, a assistir a um certo curso em Serralves...Culpada na alegria de ver o Professor a aprender e a cativar!

Helena disse...

lol

CêTê disse...

Não existe, de facto! ;P


Maria talvez lhe respondesse com ternura e admiraçõ: "Diz antes sabedoria e humildade."

O que não exclui ela achar que sofre de algumas psicopatiazinhas. ;))))

Sandyblue disse...

Hoje formam-se filas interminaveis e aglomerados de genta acampada para comprar a preço absolutamente proibitivo um "brinquedo"...ainda me lembro da minha avó me falar das filas de racionamento e eu horrorizada pensava como eram dificeis esses tempos que eu não vivi mas ela sim...
Tá tudo doido é só o que consigo dizer....

MiauzitaH disse...

Já leio desde o final do primeiro semestre, e por alguma razão continuo a passar por cá.
Fica hoje o comentário para dizer que as saudades das aulas de sociologia são mais que muitas, e para o ano vou com o Joaozinho fazer uma visita ao "Tio" (já que sou mana do João, aproveito a boleia).
De uma aluna que recorda com carinho certas leituras de final de aula e um professor espetacular.
(Reforma? Mas há reforma para a alma?)

=)

Fragmentos Culturais disse...

... pois concordo que um 'professor' é um 'professor', no verdadeiro sentido que lhe foi dado na Grécia antiga!

E faz muito bem continuar a querer aprender! Aprende-se tanto como 'professor'!

Tentarei ser mais atenta a esta nova/continuidade fase de si!

Cleopatra disse...

AI Maria! Que sorte tu tens. Ao menos a ti o Professor escreve de qaundo em vez. :-)