domingo, janeiro 18, 2009

Feliz aniversário, Eugénio!

Os joelhos

Considerai os joelhos com doçura:
vereis a noite arder mas não queimar
a boca onde beijo a beijo foi acesa.

42 comentários:

RAM disse...

Sim, parabéns!

"Cansado de ser homem durante o dia inteiro
chego à noite com os olhos rasos de água.
Posso então deitar-me ao pé do teu retrato,
entrar em ti como num bosque

É a hora de fazer milagres:
posso ressuscitar os mortos e trazê-los
a este quarto branco e despovoado,
onde entro sempre pela primeira vez,
para falarmos das grandes searas de trigo
afogadas na luz do amanhecer.

Posso prometer uma viagem ao paraíso
a quem se estender ao pé de mim,
ou deixar uma lágrima nos meus olhos
ser toda a nostalgia das areias.

É a hora de adormcer na tua boca,
como um marinheiro num barco naufragado
o vento na margem das espigas."

Brancamar disse...

Olá professor,

Encheu-me de alegria chegar aqui e encontrar estes versos que mesmo que não os conhecesse têm um estilo inconfundível. Gostei da ternura com que recordou o nosso querido Eugénio de Andrade, que marcou toda a minha juventude e vida adulta, que quando eu tinha apenas 19 anos respondeu com muita simpatia à minha ousadia de lhe enviar uns poemas, mandando-me de volta um dos seus livros que continha na parte final conselhos a jovens poetas. Nem eu sonhava que mais tarde acabaria por trabalhar na mesma Instituição onde ainda permaneço.
Tenho um orgulho imenso num punhado de grandes homens do Porto, todos de uma enorme imensidão humana e nobreza de carácter.
Deixo aqui com ternura a minha expresão de um Feliz aniversário para o nosso querido Eugénio de Andrade, a fazer coro com a do professor, a ele que foi a mais alta expressão da ternura e do amor.
Bem haja.
Um abraço.
Branca

Brancamar disse...

Voltando ao comentário atràs gostaria de esclarecer que quando digo que tenho um orgulho imenso num punhado de homens do Porto é porque considero o Eugénio de Andrade um deles, apesar de não ter nascido nesta cidade, mas de facto a maior parte da sua vida foi passada entre os portuenses e alguns dos seus versos falam muitas vezes dos sítios que foi percorrendo por esta cidade.
Um enorme beijo de parabéns querido poeta, que chegue daqui até lá onde tu estás e um imenso obrigada pela forma bela como permaneces entre nós.

A Menina da Lua disse...

Hoje de manhã na rádio na antena 2 ao lembrarem Eugénio de Andrade, pensei logo que o Professor não se iria esquecer. Et voilà!:)

Tal como o RAM aqui deixo tambem um belíssimo poema:

"É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer."

Um bom dia para todos!

cabecinhapensadora disse...

Para o Eugénio dos dias todos dos meus dias, "Obrigados mil pelo intransponível de ti".

Vaguíssimo retrato

Levar-te à boca,
beber a água
mais funda do teu ser-

Se a luz é tanta,
como se pode morrer?

CêTê disse...

Enternecedor...



***************************
(Desculpe-me se puder mas...) Não consigo evitar o comentário (de má língua, reconheço)
sendo pública a sua coerente posição profissional de defesa dos homossexuais.
Que pudemos dizer do aceno do Engenheiro sócrates aos homossexuais que querem casar por civil?
Será que vai haver bilhetes do TGV grátis para os casais homossexuais que quiserem casar por civil?
(75% pagos pelo país irmão?)
Tsssstsss! de Espanha nem bons ventos nem boas influências.

Laura disse...

«O meu país sabe as amoras bravas
no verão.
Ninguém ignora que não é grande,
nem inteligente, nem elegante, o meu país.
Mas tem esta voz doce
de quem acorda cedo para cantar nas silvas»

(...)

EA

Laura disse...

CêTê

Eheheh;)
Entretanto, é impossível não reparar que Sócrates fala a torto e a direito do casamento civil de homossexuais
- Então e deveria ser o quê? Casamento canónico?

Este nosso primeiro tem cá um português técnico....
Tssstssss...

CêTê disse...

(Laura, espermos que a Santa Sé fique quieta e calada.Estes fulanos são autênticos terroristas sociais- estou a referir-me aos ditadorzinhos)

Bom fim de tarde para todos

(Cá para mim já estão a fazer contas aos impostos sobre as cerimónias e as fatiotas cerimoniosas dos que são Drag Queens ;))))

anfitrite disse...

Também tenho um amigo especial, que fez ontem anos. Mas a esse ainda tive o prazer de lhe dar os Parabéns.
É bem verdade que nós só continuaremos vivos enquanto viver a última pessoa que se lembre de nós.

Permita-me um abraço.




P.S.- É uma pena que, num momento de
saudade e sentido de perda, haja alarves que venham logo associar à homossexualidade e a viagens grátis.
Há pessoaas mesmo muito frias e preconceituosas. A amiga delas, no Instituto, foi eleita duas vezes a mulher mais feia do ano. E agora só fala em cemitérios. Pudera! Ela já é um fantasma.
Vamos ter um ano difícil de aturar. Será melhor hibernarmos e cortarmos o contacto com os média, tanta vai ser a asneira.

Mar disse...

E também...

"Respiro o teu corpo:
sabe a lua-de-água
ao amanhecer,
sabe a cal molhada,
sabe a luz mordida,
sabe a brisa nua,
ao sangue dos rios,
sabe a rosa louca,
ao cair da noite
sabe a pedra amarga,
sabe à minha boca."

Princesa Isabel disse...

Escuta, escuta: tenho ainda
uma coisa a dizer.
Não é importante, eu sei, não vai
salvar o mundo,
não mudará
a vida de ninguém - mas quem
é hoje capaz de salvar o mundo
ou apenas mudar o sentido da vida de alguém?
Escuta-me, não te demoro.

EA (O sal da língua)

thorazine disse...

cêtê,
"coerente posição profissional"???? Isso é quase insulto!! Acho que é mesmo de bom senso, o prof não precisa de puxar de curriculum e dos seus 30 anos para este assunto..:)

E se toda a gente cola poemas, eu também vou buscar parte de um:

"(...)

O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

Adeus"

E.A.

PS - É por causa de comentários como esse que o país não anda para a frente.. :)

cabecinhapensadora disse...

Os amigos

Os amigos amei
despido de ternura
fatigada;
uns iam, outros vinham,
a nenhum perguntava
porque partia,
porque ficava;
era pouco o que tinha
pouco o que dava,
mas também só queria
partilhar
a sede de alegria-
por mais amarga.

CêTê disse...

Thora, ;P terás razão seguramente. O prof. faria dele as tuas palavras...;)
(Ainda que eu possa não partilhar a mesma posição. Mas eu não tenho o mesmo "curriculo"- e sou mais catraia ;)))

(Um dia destes hei-de conhecer o poeta Eugénio de Andrade. Não me atrevo a arriscar uma poesia sem o conhecer...)

andorinha disse...

Conheci Eugénio aqui. Até isso devo ao Murcon:)

Feliz aniversário e obrigada por tão belos poemas.

Cêtê,
"Estes fulanos são autênticos terroristas sociais- estou a referir-me aos ditadorzinhos)"

:) Loooooooooooooooooooooooool
Pensei que te estavas a referir aos homossexuais. Ainda bem que clarificaste:)))))))

P.S.Como já te vou conhecendo, achei piada, só isso:)))))))))

Jinhos

Brancamar disse...

A terminar o dia:

SEM TI

E de súbito desaba o silêncio.
É um silÊncio sem ti,
sem álamos,
sem luas.

Só nas minhas mãos
oiço a música das tuas.

Eugénio de Andrade
(De Coraçao do Dia, 1958)

Nuno Guimas disse...

Eugénio? Eugénio?
Olha o teu Porto
Parece-te quase morto?

É a neblina, a chuva fina e o granito?
Ou é o coração preso num afónico grito?

Que dirás de uma Invicta
Cada vez mais esventrada,
mais esquecida?
E mais calada,
menos forte
e mais aflita?

Estaremos à altura da tua alma de poeta?
Para soltar o sonho,
e não tornar na solidão,
o nosso velho Porto
uma triste ilha deserta?

Com as linhas que escreveste
Ajudas-nos, inspiras-nos,
fazes-nos mais fortes,
valentes como mil ventos
vindos dos distantes Nortes!

O presente mais merecido
te havemos de dar,
um Porto à tua altura
ainda há-de chegar.

Parabéns!

anfitrite disse...

Há pessoas que só muito tarde na vida conhecem gente com valor. E mesmo assim superficialmente. Desde "O Sexo dos Anjos", e já lá perto de vinte anos, que quase não havia programa em que o professor não falasse dele. Nunca as páginas sobre o poeta foram tão visitadas como hoje, como se o mestre não conhecesse já toda a sua obra.

noiseformind disse...

Parabéns tb a Obama. Engraçado que ainda n li um jornal ou vi uma televisão em que dissessem "o primeiro presidente negro dos EUA". É que Obama n é negro, é mestiço. Como que algures no subconsciente colectivo fosse preciso fazer essa separação de todos os que não são 100% brancos. Engraçado, n é?

CêTê disse...

O poema escolhido é um tanto incendiário, não é? ;P (No melhor sentido que qualquer combustão tem ;))Apetece ir por ali fora...;)

Bom fim de noite (sem partículas virais, é o que vos desejo)

(Andorinha fazes bem tomares.me na dose certa ;P)

Fora-de-Lei disse...

Eugénio de Andrade: um grande poeta Lusitano que - “convertido” pelo calor humano tão típico das gentes da “Gallaecia do Sul” - se sentia na Invicta como se continuasse a viver na sua aldeia natal (Póvoa de Atalaia, Fundão). Se calhar é por isto que muita gente costuma dizer que o Porto não passa de uma aldeia com muita casa... ;-)


noiseformind 5:33 PM

”Engraçado que ainda não li um jornal ou vi uma televisão em que dissessem...”

O teu comentário não me parece esclarecedor, mas penso ter interpretado correctamente o espírito que lhe está subjacente.

Sinceramente, não julgo que a Comunicação Social mundial faça alusão ao facto de Obama ser "o primeiro presidente negro dos EUA" só porque ele não é geneticamente branco. Pelo contrário, acho que é uma forma indirecta de insinuar que o american way of life é que é do baril, pois nos states até um negro pode ser eleito como presidente. Mas é mentira porque, na realidade ele não é negro, é mulato.

Aliás, já aqui tive oportunidade de dizer aquilo que agora vou repetir, uma vez mais da forma que muitas "virgens ofendidas" disseram ser politicamente incorrecta: Obama nunca seria eleito pelos camones caso fosse um preto retinto, de nariz achatado e descendente directo dos escravos do Sul.

No fundo, não aconteceu nada de outro mundo: os brancos americanos acabaram por ter tanta dificuldade em eleger um presidente mulato como teriam para eleger um presidente, de fenótipo mediterrânico, com origem portuguesa, espanhola ou italiana. Estes teriam apenas a pequena vantagem de “transportarem” consigo o famigerado R1b...

Gostei da forma de discursar de Obama (quem fala assim não é gago!). Mas acabou por ser algo confrangedor ver um mulato falar de um passado histórico exclusivamente branco, como se fosse um sportinguista a elogiar o passado glorioso do Benfica. Mas compreende-se que não pudesse ser diferente. Mesmo assim, lá conseguiu arranjar maneira de - por uma ou duas vezes - fazer referência a factos que têm realmente a ver com a discriminação a que os negros foram sujeitos ao longo da história dos EUA.

Desejo-lhe muita sorte e que - acima de tudo - consiga trazer mais paz ao mundo. Mas não tenho grandes ilusões. A muito breve trecho, vamos assistir ao reforço de tropas no Afeganistão, com a Europa (Portugal incluído) a fazer o tipo de fretes que já não fazia a um Bush caído em desgraça. Bush, um autêntico infelizardo a quem o Hugo Chávez já se dava ao luxo de mandar al carajo e um iraquiano qualquer (?) fazia apontaria com chanatos...

Ou seja, o embrulho mudou. Vamos esperar para ver se também mudou o conteúdo...

cabecinhapensadora disse...

Obama disse uma coisa simples e verdadeira, supôs que o caminho há-de fazer-se agora "com esperança e virtude"; ninguém sabe se cumpre, nem ele mesmo. E a intenção não faz a acção. Mas conta. A contenção do discurso, pareceu, no mínimo, elegante.
E o resto? Vem sempre depois.

LadyAnt disse...

Gosto de si, pelo que nos dá. Tanto...

Eu, confesso, gostava que um dia um grande amor me lavasse os pés, as pernas e simplesmente me beijasse os joelhos ... dizem sempre que peço demais...

cumprimentos, com apreço

Fora-de-Lei disse...

LadyAnt 2:37 AM

"Eu, confesso, gostava que um dia um grande amor me lavasse os pés, as pernas e simplesmente me beijasse os joelhos..."

Com dinheiro tudo se consegue. O meu sonho/fantasia é que me saia o euro-milhões para pôr alguém a roer-me as unhas...

yes! my love! disse...

"Eu, confesso, gostava que um dia um grande amor me lavasse os pés, as pernas e simplesmente me beijasse os joelhos ... dizem sempre que peço demais..." LadyAnt

E eu confesso :) que gostava que um dia um grande amor me levasse a fazer-Lhe tudo isso e muito mais ... mas também acho que peço demais :):)

lobices disse...

...abreijos

Manuel disse...

Exm. Sr. Dr. Júlio Machado Vaz,

O assunto que gostaria de falar consigo não é sobre o blog.

Procurei o seu contacto, mas a única forma que encontrei de contacta-lo foi por este meio.


Estou a fazer um livro sobre o Porto e estou a entrevistar algumas personalidades.
a participação consistirá em responder a uma entrevista enviada por mail.


Se for possível responder-me, eu posteriormente envio-lhe um mail mais pormenorizado sobre o projecto.

Desde já agradeço a sua atenção e fico a aguardar a sua resposta.

Com os melhores cumprimentos,
Manuel Teixeira

tlm: 91 792 04 67

ou 93 257 65 57

e-mail: manu.ft@gmail.com

ou manu.ft3@hotmail.com

Henrique Dória disse...

Eugénio continua vivo nos nossos corações.

LadyAnt disse...

looool e viva o lirismo e a capacidade de sonhar ...

:) gostei de "ver" sorrisos... e isso é mto importante (penso eu de que...)

Raquel disse...

Caro Júlio,
Aqui fica o meu espaço de homenagem ao poeta Eugénio:
www.saldalingua.wordpress.com
Boas leituras.
Cumprimentos,
Raquel

6ºC disse...

Já que estamos em maré de poesia, aqui vai mais uma:

Meu amor, amo-te
Amo-te quando as tuas mãos percorrem os meus braços e ombros,
Amo-te quando acaricias os meus pés,
Amo-te quando beijas as minhas mãos e dizes que são lindas, expressivas, sensuais,
Amo-te quando beijas as minhas coxas,
Amo-te quando dizes que o meu corpo, já gasto e retalhado pela vida, é fresco e límpido,
Amo-te quando me beijas desajeitadamente,
Amo-te quando dizes que a minha pele é linda e brilhante,
Amo-te quando elogias a suavidade das minhas pernas,
Amo-te quando dizes que me desejas e que por mim farias uma loucura,
Enfim, amo-te
Mas não é verdade,
Amo apenas a minha imagem reflectida nos teus olhos, e a ilusão de ser outra que não eu...

anfitrite disse...

Fora-de Lei,

Com o devido respeito, esta é a resposta da grande aldeia para um alfacinha de gema:

"Loja do Norte... Caragooooo!!!!!

Um Tripeiro da Constituição abre uma loja na baixa de Lisboa, em pleno
Rossio e põe na montra o seguinte reclame: ' LOJA DO TEM TUDO '.

Um Alfacinha que passava pela rua, ao ler o que estava escrito no reclame, resolve entrar na loja, chega-se ao balcão e pede:

- Dê-me uma garrafa de vinho do Porto Vintage, de 1930.

O Tripeiro procura nas prateleiras, vai ao armazém e traz a garrafa pretendida.

No dia seguinte, o Lisboeta resolve voltar à loja para tramar o Portuense.

- Bom dia, dê-me 1/2 dúzia de ovos de avestruz.

O Tripeiro vai ao armazém e traz-lhe os seis ovos de avestruz.

O Lisboeta paga, e sai da loja dizendo para si mesmo: Amanhã é que vou tramar este gajo, palavra de Alfacinha.

No dia seguinte lá voltou à loja.

- Bom dia amigo, hoje preciso de 1/2 litro de esperma.

O Tripeiro pensa com os seus botões, **olha, olha este Morcom** e sem se desmanchar, pergunta-lhe:

- O amigo trouxe o Basilhame ou Bai levar no cú...? "


Perdõem o chulé(não tenho quem me lave os pés), mas como não sou virgem, nem ofendível, prefiro um sorriso a um sonho irrealizável...
Por outro lado sou uma mulher para todas as situações.
A propósito: Alguém se lembra do grande filme de Fred Zinnemann "A Man For All Seasons" interpretado por Paul Scofield?! Vale a pena ver ou rever, para nos lembrarmos do que é ter convicções.
Bfs

CêTê disse...

(faço votos que a ausência de posts fresquinhos signifiquem felicidade/produtividade- tipo "escrever para dentro" ;)
Bom trabalho e/ou boa diversão.

Para quando um novo "libraço", hein? ;P

marialuisa disse...

A boca

onde o fogo
de um verão
muito antigo

cintila

a boca espera

(que pode uma boca
esperar
senão outra boca)

espera o ardor
do vento
para ser ave

e cantar. :)

Kita disse...

Que canto eu ,tempo de roxo
De incerteza
Imersa na minha escrita de palavras de dentro
Abafadas no silêncio do grito
Que me vibra e morde
Mas não sai?

Que canto eu , tempo negro
De luto
Encerrada nas cadeias que me prendem
Palavras de dito por não dito
Que me corroem
A transparência?

Que canto é o meu, tempo opaco
De dor
Calada nos olhos abertos ao mundo
Violência gravada nos espelhos
Que me embarga a voz
Verde de liberdade?

jesus terebentina disse...

bom dia Dr. Murcom!
hoje nao ouvi a sua simpatica voz nem as suas sábias opiniões porque o carro do paulo estava na antena 2 e, como estava de chuva um bocadinho por dentro e por fora,deixei ficar.Ja fui ver ao site da antena 2 para ver se encontrava para lhe enviar mas nada encontro.era porque falavam de um assunto daqueles q o prof costuma apelidar de delicioso: era sobre o dia de darwin, que é hoje, e sobre as novas descobertas da evolução. será que ouviu? falavam sobre as novas descobertas nos peixes do lago tanganica (sem duvida nossos antepassados) e das mudanças dos seus espermatozoides derivadas da alta competição visto as femes terem diversos parceiros. depois clro, comparava com a raça humana e la vinha a eterna conversa da infidelidade, femenina tb claro, e dizia que podia ser provocada por uma hormo?na chamada, espere ai, ...estrogenio, não, estradiol?nao me recordo bem, apareceu um carro meio fora de mao mais um tractor e toda a minha a tenção e as minhas hormonas desligaram do radio, perdi-me, apanhei-o quando dizia que elas podiam ser as responsaveis dos nossos comportamentos poligamicos. o auotr era qq coisa como malaquias.enfim, acho que gostaria de ter ouvido, é daquelas que a si de certeza que lhe davam pano para mangas e eu mortinha por ouvir. adeus, dr. Murcom, gosto muito de si
jesus sheriff

Filipe disse...

Saudades tuas, amigo Eugénio.

A Menina da Lua disse...

Jesus Terebentina:)

Pois! o Malaquias aparece todos os dias na antena2 a meio do programa Império dos Sentidos com as suas interessantíssimas e exclusivíssimas crónicas.
Esse tema da evolução das espécies é assaz interessante! e a propósito do bicentenário de Darwin decorreu na Gulbenkian na semana passada uma conferencia subordinada ao tema "Porque somos Humanos" ou seja refere-se às evoluções genéticas cerebrais complexas que nos levaram até aquilo que hoje somos...
Bom! isto é partindo do principio duvidoso!:) de que somos realmente humanos...porque, afinal será que somos? :))
Oh Professor será que foi apanhado pelo malvado virus da gripe? Espero que não e pelo contrário que esteja algures a aproveitar bem este rigoroso Inverno!

thorazine disse...

"Estudo britânico publicado este mês
Actividade sexual e masturbação associada ao risco de cancro da próstata
26.01.2009 - 17h53 PÚBLICO
O alerta é dirigido a todos os homens com menos de 40 anos. É que, segundo a equipa de investigadores da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, é nos 20 e 30 anos de idade que uma intensa actividade sexual (relações sexuais e masturbação) poderá estar relacionada com um maior risco de vir a desenvolver um cancro da próstata. Mais de 800 homens foram questionados sobre os seus hábitos sexuais para o estudo publicado na edição deste mês do BJU (British Journal of Urology) International.

“As hormonas parecem ter um papel determinante no cancro da prostata e são muitas vezes usadas em terapias. O desejo sexual também é regulado pelos níveis de hormonas e por isso este estudo quis explorar a eventual relação entre um maior desejo e actividade sexual e um risco mais elevado de cancro da próstata”, justifica Polyxeni Dimitropolou, autor do estudo que recrutou 400 homens com cancro na próstata e 409 sem a doença.

As respostas mostraram que, nos dois grupos de uma forma geral, 59 por cento dos inquiridos afirmaram que tiveram relações sexuais mais de 12 vezes por mês nos seus vinte anos, 48 por cento nos seus 30, 28 por cento nos seus 40 e 13 por cento nos seus 50. As diferenças surgem quando se revela que no grupo dos homens com cancro existiam cerca de 40 por cento que disseram ser sexulamente mais activos (mais de 20 vezes por mês) enquanto que essa fatia era de apenas 32 por cento no grupo de homnes sem a doença. A diferença tornava-se cada vez menos clara com o avançar da idade, sugerindo que a distinção se faz em idades mais jovens.

Sem quantificar, o estudo revela que uma maior actividade sexual intensa quando um homem está nos seus 20 anos pode ser associada a um aumento do risco de cancro da próstata e a relação entre a frequência da masturbação aos 20 e 30 anos de idade e a doença também terá ficado clara. Os investigadores não encontraram ligação entre o sexo e o cancro nos homens a partir dos 40 anos, alegando que a libertação de toxinas durante o acto sexual poderá ter um efeito protector. É preciso investigar mais, admite Dimitropolou. "

Sandyblue disse...

Olá a todos!
Deixo aqui dois links para a minha galeria no site de fotografia "olhares" , as fotos já têm uns aninhos mas são a minha homenagem singela a quem tanto me fez sonhar com as suas belissimas palavras...
http://olhares.aeiou.pt/ve_como_o_verao_foto226179.html

http://olhares.aeiou.pt/escuta_foto137618.html
Obrigada e beijinhos
Sandyblue

LadyAnt disse...

(não tinha percebido que aqui também se falava de sexo ...)

acho este um dos blogs mais inter-activo-divertidos que tenho lido (se calhar tenho lido poucos, não me admira nada)

não entendi mto bem foi o comment da anfitrite... mas confirmo que não foi o unico.
rsrsrs

cumprimentos