sábado, outubro 17, 2009

Obrigado malta:).

When I get older losing my hair,
Many years from now,
Will you still be sending me a valentine
Birthday greetings bottle of wine?
If I'd been out till quarter to three
Would you lock the door,Will you still need me,
will you still feed me,When I'm sixty-four?
oo oo oo oo oo oo oo oooo
You'll be older too, (ah ah ah ah ah)
And if you say the word,I could stay with you.
I could be handy mending a fuse
When your lights have gone.
You can knit a sweater by the fireside
Sunday mornings go for a ride.
Doing the garden, digging the weeds,Who could ask for more?
Will you still need me, will you still feed me,When I'm sixty-four?
Every summer we can rent a cottageIn the Isle of Wight,
if it's not too dear
We shall scrimp and save
Grandchildren on your kneeVera, Chuck, and Dave
Send me a postcard, drop me a line,Stating point of view.
Indicate precisely what you mean to say
Yours sincerely, Wasting Away.
Give me your answer, fill in a form
Mine for evermore
Will you still need me, will you still feed me,When I'm sixty-four?
Whoo!

44 comentários:

Mar disse...

Só mais 4 aninhos...carago... é capaz de dar...

noiseformind disse...

Tinha de ser, tinha de ser...

Tao porque e que a pobrezinha aos 64 ainda vai ter de cozinhar? Nao da para lhe dar uma folga, arranjar uma empregada domestica, uma dessas ucranianas demasiado feias para trabalharem em casas de alterne?

Tsc, tsc, tsc, o egoismo dos homens, pff!

Tété disse...

Professor,
Na eventualidade de ter algum problema, certamente que haverá muita gente que assumirá desde já o compromisso de que nada lhe faltará nessa altura.
Pode dormir descansado.
Já agora diga-me: Como é que se sente nessa nova dezena?
Eu gostava de saber porque estou quase a apanhá-lo.
Um abraço

RAM disse...

Querido, ao fim deste tempo todo ainda não encontraste resposta à pergunta final do Maca?
Recebi hoje a tua carta em terras de suas Majestade:

"Não queiras saber de mim
Esta noite não estou cá
Quando a tristeza bate
Pior do que eu não há
Fico fora de combate
Como se chegasse ao fim
Fico abaixo do tapete
Afundado no serrim
Não queiras saber de mim
Porque eu estou que não me entendo
Dança tu que eu fico assim
Hoje não me recomendo
Mas tu pões esse vestido
E voas até ao topo
E fumas do meu cigarro
E bebes do meu copo
Mas nem isso faz sentido
Só agrava o meu estado
Quanto mais brilha a tua luz
Mais eu fico apagado
Dança tu que eu fico assim
Porque eu estou que não me entendo
Não queiras saber de mim
Hoje não me recomendo
Amanhã eu sei já passa
Mas agora estou assim
Hoje perdi toda a graça
Não queiras saber de mim"

Querido, já deverias saber que
"sou a cavaleira andante
Que mora no teu livro de aventuras
Podes vir chorar no meu peito
As mágoas e as desventuras
Sempre que o vento te ralhe
E a chuva de maio te molhe
Sempre que o teu barco encalhe
E a vida passe e não te olhe
Porque sou a cavaleira andante
Que o teu velho medo inventou
Podes vir chorar no meu peito
Pois sabes sempre onde estou
Sempre que a rádio diga
Que a américa roubou a lua
Ou que um louco te persiga
E te chame nomes na rua
Porque sou a que chega e conta
Mentiras que te fazem feliz
E tu vibras com histórias
De viagens que eu nunca fiz
Podes vir chorar no meu peito
Longe de tudo o que é mau
Que eu vou estar sempre ao teu lado
No meu cavalo de pau"

:)))

RAM disse...

Caro Anfitrião,

Carpe Diem!
Aos 64 certamente nada lhe faltará!
Nem depois...

thorazine disse...

Já estou a imaginar a festarola que vai por Cantelães..

http://www.youtube.com/watch?v=mBbzcj1t2WY


:D

thorazine disse...

Já estou a imaginar a festarola que vai por Cantelães..

http://www.youtube.com/watch?v=mBbzcj1t2WY


:D

Phenix disse...

Yes, I will!! ;-))

Happy birthday and a happy solar return!!
http://www.youtube.com/watch?v=glNjsOHiBYs
Sweet kiss!
MH

SCAS disse...

(Belated) happy birthday. Wishing you all the best, today, tomorrow, always! I'll be one ogf those who will still nedd you and feed you (even) when you're 64!

A Menina da Lua disse...

Professor

Aos 64, quanto muito pode ter de mudar um bocadinho a pergunta:) em vez de Will you still need me? talvez who still need me? e verá que se arrisca a ser ainda muita gente:))

Dont worry and be happy!:)



RAM:)

Com muita graça! muito oportuno e muito bem metido:)

lobices disse...

...um abraço Profe

andorinha disse...

De nada, Boss:)
Pareço o miúdo...

Subscrevo o Ram, Carpe Diem.
Os 64 são apenas 60 mais 4.

Fique bem:)

Bartolomeu disse...

Here is my birthday present for you, dear friend.
Em que acreditam as crianças...?
;)
http://www.youtube.com/watch?v=b_eUnxDE8YY&feature=PlayList&p=558D1CE7CF2FE1F5&playnext=1&playnext_from=PL&index=1

Bartolomeu disse...

Peço desculpa, enganei-me na prenda... foi a moça da loja que trocou os embrulhos.
;))))))
http://www.youtube.com/watch?v=XjdVOfnYkyA&feature=PlayList&p=558D1CE7CF2FE1F5&index=8

anamar disse...

Caro amigo,
não posso deixar de o festejar neste dia tão redondinho...
Àmanha também estou de festa...
A "balancinha" cá de casa faz 31.... ou seja, o meu rapaz.
Dia feliz com o que tanto o amam...
:))

Sandra disse...

when i'm 64...Beatles...

Apesar da letra da música falar sobre as dúvidas, os medos que todos (ou quase todos) em alguma altura da existência sentimos sobre a sobrevivência de uma relação com o passar do tempo, a música em oposição é alegre, leve e dinâmica.

Muitas vezes dou por mim a pensar isso...será que o meu companheiro de viagem, vai querer continuar estar ao meu lado quando for mais velha e o corpo mostrar o efeito dos anos que passam? Sim, porque a gravidade não perdoa...(quanto à inteligência e outros atributos internos esses continuam, portanto não me assusta perdê-los).
Confesso que um arrepio me invade e a incerteza do futuro me assusta.

Nós mulheres socialmente somos vistas no processo de
envelhecimento, não como o vinho do porto - como os homens- mas mais como uma garrafa de champanhe aberta (desculpem a analogia). Pelo menos é isto que vocês homens nos fazem acreditar, será que é assim que vocês pensam? Será que estou a distorcer a mensagem? Corrijam-me se estiver enganada e digam de vossa justiça...estou curiosa.

Professor:
Parabéns (atrasados porque não sabia e sinceramente mesmo que soubesse, era provável que me esquecesse porque sou uma nulidade para datas) e um brinde a si e muitas felicidades!
:))

moon disse...

Ups...

Deixei passar...
Estou a perder qualidades...:)))

Parabéns!!!
Beijinho

Quanto ao need: sempre!
Se bem que tem andado muito arredado de onde a malta o possa ver, designadamente, da tv.
Nunca recuperei do final abrupto na RTPN.
Aquilo era pura diversão! No estúdio e cá em casa.

Já o feed..., a 'Mindinha' está lá para isso!:)

noiseformind disse...

Porque eles estao ali a tocar na radio Murcon, queria deixar algumas notas:

Os U2 voltam a Portugal, da forma mais democratica possivel, a meio caminho entre Porto e Lisboa, trazendo negocio a um moribundo elefante branco dos tempos do Euro.

E milhares de pessoas acorreram, apesar dos meses que ainda faltam.

E foi com insurpresa placidez que vi milhares de pessoas criticar quem fazia o que bem lhe apetecia com o seu dinheiro.

Ou seja: os mesmo portugueses que permitam todas as barbaridades aos primos do Socrates ou as filhas do DIas Loureiro em dimensao de milhoes vao depois meter-se naquilo que outros cidadaos decidem fazer com o seu dinheiro.

Se nao fosse tao patetico, seria pifio...

E e a essencia do portugues. Come e nao bufa o que o Governo lhe da e depois perde o dia a criticar o que esta no prato do vizinho.

deixo a reflexao... e espero que o camarote inteiro que comprei para os Massive Attack n me seja tirado por uma qualquer "junta para a igualdade socialista do Campo Pequeno" :)

cal disse...

Professor


a minha vénia à continuação dos «enta» .


os FabFour inspiraram-se certamente em Yeats e num dos mais belos ( com o romantismo ajaezado à época...) poemas do mundo:

When you are old and grey and full of sleep,
And nodding by the fire, take down this book,
And slowly read, and dream of the soft look
Your eyes had once, and of their shadows deep;
How many loved your moments of glad grace,
And loved your beauty with love false or true,
But one man loved the pilgrim Soul in you,
And loved the sorrows of your changing face;
And bending down beside the glowing bars,
Murmur, a little sadly, how Love fled
And paced upon the mountains overhead
And hid his face amid a crowd of stars.

deu-me para os clássicos!
enjoy

thorazine disse...

:))

Signs..

http://www.youtube.com/watch?v=uy0HNWto0UY

Eva Gonçalves disse...

Deduzo que seja o seu aniversário Prof, parabéns. Parece que ainda o estou a ver há mais de vinte anos no primeiro curso de sexologia na FCBAS, e depois no Magalhães Lemos, enterrado no seu carrinho.. Ainda há dias o vi na Foz... está na mesma Prof! Se calhar não se lembra de mim ( do ano da Maggi ou Gabriela..). Há quem se lembre de uma certa aula sobre uma alegada meia hora...mas enfim...
Só queria desejar feliz aniversário e muitos mais!!!!

JFR disse...

Olá Andorinha:

Respondendo ao teu comentário no post anterior:

Indisponibilidade pessoal mantiveram-me afastado de comentários, durante algum tempo; o período de vigilância que aqui funcionou (e bem!) durante um certo período, retirou uma característica essencial do Murcon, enquanto espaço de análise e contra-análise, opinião e contra-opinião, tendo como pano de fundo os textos do Professor Júlio; este, por sua vez, diminuiu o número de textos e o conteúdo controverso dos mesmos (terá sido propositado?), ressalvados os de temática e posição política. Talvez por estas razões (ou só algumas, ou outras) diminuiu o arco-íris (sem qualquer ligação a LGBT:)) de "comentaristas", deixando, alguns, pela sua ausência, espaços sem cor.

Agradeço as tuas saudades e prometo uma maior participação.

Retribuo o beijo e o Xi apertado.
JR

Caidê disse...

Pois passe-se a metáfora...

When the night has come
And the land is dark
And the moon is the only light we'll see
No I won't be afraid, No I won't be afraid
Just as long as you stand, stand by me

So darling, darling
Stand by me, oh, stand by me
Oh stand, stand by me,
Stand by me

If the sky that we look upon
Should tumble and fall
Or the mountains should crumble to the sea
I won't cry, I won't cry
No I won't shed a tear
Just as long as you stand, stand by me

Whenever you're in trouble, won't you stand by me
Oh stand by me,
oh won't you stand now?
stand by me

...............

Sixty-four, may be more!
To be eighty I'll pray.
Today, tomorrow, elsewhere
overcoming the age to stay
celebrating another birthday.

.........

andorinha disse...

JFR,

:)


Miúdo,

Não sabes que somos um povo de gente invejosa que não pode ver os outros felizes?
E se somos mesquinhos tantas vezes!...
Não generalizando, que nesse erro já não caio:)

Sandra,
Sei que pediste a opinião de um gajo e não de uma gaja, mas não resisto...:)

"será que o meu companheiro de viagem, vai querer continuar estar ao meu lado quando for mais velha e o corpo mostrar o efeito dos anos que passam?"

Que raio de pergunta e preocupações as tuas!
Seria a velha história do fulano que troca uma de 40 por duas de 20?
Ainda há gajos assim? Looool
Isso só demonstraria a pequenez do tipo, mainada:)

O envelhecimento é um processo natural (olha a novidade que estou a dar) :))))) Loooooool e temos apenas que saber cuidar de nós, por nós, porque o devemos a nós próprias e não porque vamos ser "avaliadas" pela bitola de algum imbecil.

Os bibelots é que se mantem iguais pela vida fora e nós não somos, somos gente de carne e osso.
Embora eu ache que cada vez mais abundam as mulheres/bibelot, cheias de plásticas e merdices que nem sonho:))))
Um dia destes realizou-se, penso que na Hungria, o concurso Miss Plásticas 2009, ou algo assim do género.
Vi um bocado e pasmei!:))))
Tipas totalmente formatadas pelos cirurgiões plásticos que exibiam orgulhosamente corpos que não eram os delas.
Os cérebros não existem, claro.
Irritam-me sobremaneira essas mulheres, não se valorizam, não sei...tenho dificuldade em entender...

Mas já me desviei do assunto, sorry!
Voltando ao teu post, vive a vida, miúda:), trata da mente e do corpo e segue em frente...
:)

goncalo disse...

Embora com atraso, um grande abraço de parabéns!

Sandra disse...

Andorinha:
Ela achava que ia ficar ali para sempre e que o tempo também parava porque quando estendia a mão estava tudo como dantes, os cabelos no mesmo sítio, os dentes perfeitos, as pestanas, o nariz arrebitado, ela achava que nada ia mudar, que as estações nem sequer passavam porque os dias se sucediam mas não os tocavam a eles, ela achava que as rugas era apenas cansaço e que o cabelo que escasseava era uma ilusão e que a pele áspera era um truque dele para a baralhar, ela tinha a certeza que nunca ia ser diferente do que era no dia em que se conheceram até que um dia ela abriu os olhos e ele já não estava ali.
Vi esta história repetir-se à minha volta...
Parece uma preocupação fútil...eu sei...tenho medo de a sentir, vi o que aconteceu a quem passou por isso, sem contar...de repente como uma faca que perfura as entranhas.
Ainda pensamos nós que conhecemos as pessoas e quando menos esperamos...voilá!
:)

Cê_Tê ;) disse...

Boa Noite e Boa Semana.;)

Kiky disse...

I wont be "older too" when you are sixty-four ^^
;D

Bartolomeu disse...

Sandra:
O amor não se alimenta somente de uma pele macia e lisa e de cabelos fortes e luzidíos. Alimenta-se de muitos outros ingredientes. Um deles, fortíssimo, cumplicidade.
Um outro, não menos potente, confiança. Um outro tambem poderoso, liberdade. Um mais forte ainda, verdade.
Diz-me:
Se te dispuzeres a fazer um cozinhado em que precises combinar vários ingredientes e te esqueceres, ou não te apetecer colocar um ou dois deles, no final, irá saír do forno aquilo que de início desejaste?
Fidelidade não é algo que se possa exigir de alguem que partilha a vida conosco, mas sim o resultado, o saldo de uma combinação justa e verdadeira dos sentimentos que compõem a receita do amor.
Ou então não e, digo como Galileu Galilei em 1633 perante o tribunal da inquisição « e pur se muove»
;))))

Cê_Tê ;) disse...

(As audiências do "AMOR é..." devem andar ao rubro não? ;))))))))))))))
QQ dia terá/terão mesmo de ficar só pelo "boa noite" com a censura ;)))): valha-nos o riso ;P)

Tangerina disse...

Júlio,


Parabéns! Balancinha, hein? ;-)

---


Thora,

Que vídeo tão saboroso... :-)


Tanger


P.S. - Caaaab!

Caidê disse...

Thor
Your vídeo really fun-tastic!

Anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kiky disse...

Luz do sol
Que a folha traga e traduz
Em verde novo
Em folha, em graça
Em vida, em força, em luz...

Céu azul
Que venha até
Onde os pés
Tocam a terra
E a terra inspira
E exala seus azuis...

Reza, reza o rio
Córrego pro rio
Rio pro mar
Reza correnteza
Roça a beira
Doura a areia...

Marcha o homem
Sobre o chão
Leva no coração
Uma ferida acesa
Dono do sim e do não
Diante da visão
Da infinita beleza...

Finda por ferir com a mão
Essa delicadeza
A coisa mais querida
A glória, da vida...

Alegria irmao: olha o ceu escuro a noite... mas nota as estrelas!!! :D :D :D

\o/

yulunga disse...

Thorazine este video é para ti

thorazine disse...

yulli,
thanks!! Zero 7...upa upas! Acompanhou-me nos momentos depressivos da adolescência, já não ouvia há muito tempo! Foi bom revisitar..obrigado:))

fiury disse...

andorinha,

é uma questão quase meramente biológica:
chamamento a fêmeas fecundas ; a natureza a equilibrar-se:como quando em tempo de guerra aumenta o apetite sexual nas pessoas.a espécie auto promove-se.

Caidê disse...

iol.....
http://www.youtube.com/watch?v=dBHhSVJ_S6A

Laura disse...

Parabéns, Prof:-) E pense só nos livros que vai poder saborear daqui até aos sixty four!
Devíamos poder medir os anos em "unidades-de-prazer"...
(Eram as leituras e outros deleites equiparáveis ;)

Laura disse...

Boa, Noise.
Muito lúcido.
Espero arranjar bilhete para os ir ouvir (ainda nem tentei).
Só não concordo com uma passagem
«É a essência do português. Come e não bufa»
Ai bufa, bufa!!! É mesmo o desporto favorito actual em certos sítios:
- delatar ;)

thorazine disse...

"Lê a bíblia e perde a fé", " [a bíblia] é um catálogo de crueldade, do pior da natureza humana.." "nós (ateus?) somos muito mais piedosos.."

http://videos.publico.pt/Default.aspx?Id=5de792d5-1862-48e1-b8a7-0cc164bc0b3a

"a biblia não é um livro que se possa deixar nas mãos de um adolescente, aquilo só tem maus conselhos pá, assassínios, incesto...aquilo é um desastre..!

http://www.youtube.com/watch?v=QuHARSJW9Ys

Humm..é tão bom quando a idade solta a língua.. :))

thorazine disse...

Humm...não será os ateus, mas humanos! Talvez fosse injusto, acredito que no nosso tempo, a maioria dos cristãos não julgariam de faca e alguidar..

yulunga disse...

Thorazine
O Saramago soltou a língua e os bons dos nossos políticos à pala disso já soltaram disparates.
O PSD deu nas orelhas ao PS por causa do jornal nacional e claro afirmou que o PS estava a "negar" a liberdade de expressão.
Agora vem um político do PSD (não me recordo do nome) dizer ao Saramago que renuncie à nacionalidade. Salta logo a Edite Estrela, do PS, dizer que o PSD está a penalizar alguém por falar livremente.
É tão bonita uma política feita assim, não é?
Mas tal como diz a Bíblia:
Olho por olho, dente por dente.

Caidê disse...

Rosa....choque