sexta-feira, janeiro 08, 2010

Mais um passo.

O debate não foi particularmente estimulante, convenhamos. Dei comigo a recuar 18 anos - credo... - e a recordar um determinado programa do Sexualidades. Dois homossexuais seropositivos de costas para a câmara e eu a pronunciar em on e off palavras proibidas: casal, família... O Diabo feito vaca, dizia-se no meu tempo! - ameaças de morte, insultos, um par de cumprimentos não retribuídos em restaurantes da Invicta. Nada de importante a médio prazo. Que eles não chegaram a viver:(. Hoje lembrei-me dessa tarde. Porque é tão lenta e acidentada a viagem entre a oblíqua tolerância e a fraternal aceitação?

135 comentários:

Fora-de-Lei disse...

"Porque é tão lenta e acidentada a viagem entre a oblíqua tolerância e a fraternal aceitação?"

Porque aqui não se trata de abolir uma discriminação com base na raça ou no género. É algo muito mais complexo para o comum dos cidadãos.

Ter um negro ou uma mulher como presidente ou primeiro-ministro é algo que todos mostram aos filhos com claro orgulho nos avanços civilizacionaias da espécie humana. Agora explicar a um filho porque razão a "mãe" de um seu colega usa bigode, é muito mais complicado...

Bartolomeu disse...

Talvez... porque o homem seja idiossincrático!?
Ou talvez... porque o hetero se sinta inseguro da sua heterosexualidade...
É que... uma coisa, é um gajo acordar e sentir-se confortável recordando-se das palavras doces e ronronantes, que a fêmia ao seu lado lhe dirigiu depois de se amarem e antes de adormacer, outra é ver-se rodeado de um sem número de solicitações que não se enquadram explicitamente nos seus padrões "pré-programados" e às tantas, achar-se a pensar com os seus botões: é pá... e se numa noite de copos, no meio da doideira estimulado pela abstinência não resisto a "fazer a regueifa" a um mariola daqueles que se transformam quando o astro-rei ultrapassa a linha do horizonte?
Os mais optimistas talvez pensem: bom... tudo o que entra, volta a saír, os mais hesitantes talvez pensem: oh diacho-vaca, os que se atreveram a desafiar a fronteira, não voltaram a passar para o lado de cá.
E saem pela rua aos gritos: O meu reino por um escudo anti-gay!
;)))

thorazine disse...

FDL,
"Agora explicar a um filho porque razão a "mãe" de um seu colega usa bigode, é muito mais complicado..."

Não sei se é assim tão complicado. Os filhos das transmontanas lidam com isso aos anos! :)

xapati disse...

aguardava com expectativa o seu post acerca deste assunto! e hoje levantei-me bem-disposta porque sinto este passo como um passo apesar de tudo importante na redução de um certo atraso civilizacional.

Fora-de-Lei disse...

thorazine 6:15 PM

"Não sei se é assim tão complicado. Os filhos das transmontanas lidam com isso aos anos! :)"

Hehehehehehe. Como prémio para a piada, e porque és um apaixonado pela fotografia, deixo-te aqui uma sugestão artística. É de tal modo foleiro que desta vez não há plágio possível... ;-)

Anfitrite disse...

FDL,
De si até um presente é envenenado. Isto só prova que esta mulher também sabe representar de tão inteligente que é, já chegou a isto.
Se conhecesse o seu percurso diria que está a gozar com as mulheres.
É apenas uma questão de valores! Não de sexo, nem de raça.

Bartolo,
Sempre ouvi dizer: Há os que são, os que não são e os que não têm coragem de experimentar.

andorinha disse...

"Porque é tão lenta e acidentada a viagem entre a oblíqua tolerância e a fraternal aceitação?"

Porque há muita gente que é casmurra...:)

Thora,

Looooooooooool Loooooooooooool

Cê_Tê ;) disse...

Boa noite ;P

Não é fácil a defesa das minorias. Em qualquer contexto exige... um grande arcabouço (ia-me escorregando para arcabuço ;)))
E não me acredito que a não retribuição de cumprimentos e as outras reacções de intolerância não lhe tenham criado amolgadelas! Mas fazem parte do pneiro da vida. ;P
Por mim... já estou na onda da "fratenal aceitação" (mas com as reservas de sempre).

FDL, ;)))) eu acho que aquilo também é plágio! ;P
Thora, rapaz, tu és um optimista. lol
Vamos lá a fazer piadas sobre os tamanhos dos pénis. Que mania de fazerem graçolas com o buço das mulheres!;P Por acaso vocês fazem a barba todos os dias?
;P
;))
bjnhs

lu disse...

Também esperei ouvi-lo sobre o assunto mas espantou-me com o toque negativista.

:)

Eu já vi um presidente da America negro e, em Portugal, parece que os gays vão poder casar!

Meu caro, alguma coisa mudou!

Fora-de-Lei disse...

Cê_Tê ;) 8:15 PM

"Vamos lá a fazer piadas sobre os tamanhos dos pénis. Que mania de fazerem graçolas com o buço das mulheres!;P"

«O Luisinho, o Miguelinho e o Nuninho queriam passar a ponte mas o guarda da ponte disse que só seriam autorizados a passar se os pénis deles medissem - todos juntos - 10 cm ou mais. Vai o Luisinho, media 5 cm. Vai o Miguelinho, media 4 cm. Vai o Nuninho, media 1 cm. O guarda deixou-os passar. Mais à frente, o Luisinho disse: "se a minha não medisse 5 cm não passávamos". O Miguelinho afirmou: "se a minha não medisse 4 cm não passávamos". O Nuninho, imperturbável, acrescentou: "e se eu não estivesse de pau feito é que não passávamos mesmo."»

yulunga disse...

LOL
Tadinho tão querido, o Nuninho.

yulunga disse...

Fora da Lei
Achas foleiro porquê?

andorinha disse...

FDL

Looooooooooooooooooooooool

Hoje estou muito parca em palavras, só me rio:)

yulunga disse...

Dr. Murcon
De que debate fala?
Do da homossexualidade?
Se calhar com o paralelismo que fiz, e ao que parece, mal transmitido, fui eu que o matei à nascença.
Olhe, resta-me pedir desculpas se assim foi, mas a intenção não era essa.

andorinha disse...

Yullie,

Ó rapariga, não precisas de ficar com esse peso na consciência:)

Eu acho que o Dr. Murcon está a falar do debate na Assembleia da República, penso eu de que...:)

Fora-de-Lei disse...

yulunga 9:59 PM

"Achas foleiro porquê?"

Isto tem algum jeito ?

«A bióloga foi fotografada em momentos íntimos pelo companheiro, Pedro Palma. O resultado está exposto no Centro Cultural de Cascais...[...]...Já para Pedro Palma, há uma foto que lhe é especial: "A Clara quando faz amor abre muito os olhos. Essa é a minha preferida".»

Já agora, porque não uma exposição fotográfica no CCB com os esgares do José Castelo Branco sentado na retrete a arrear o calhau ? O valor artístico seria similar...

Cê_Tê ;) disse...

FDL, ;))))

yulunga disse...

Fora da Lei
Ainda não li nada sobre o trabalho, mas pode ter sido uma apenas simulação.
Como também pode ter sido real. E a ser real, pessoalmente, não acho foleiro nem deixo de achar.
Que achas tu dos filmes porno?

yulunga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
yulunga disse...

Andorinha
Ahhh, Assembleia, pois.
Não sei o que se passou.
Peso, peso na consciência não tenho, mas a ter sido o debate daqui e a eu ter alguma culpa sinto-me, sim, um pouco desconfortável, só isso.

yulunga disse...

Fora da Lei
John Lennon também se fotografou com a Yoko e toda a gente achou o máximo. Duchamp expôs um urinol que é tão famoso e falado no mundo das artes como o Taj Mahal.
Entende-se?

Cê_Tê ;) disse...

yu, não sei se terá sido "toda a gente":P e a yoko também "não plagiava" lá muito bem ;)))

RAM disse...

Cenas dos próximos capítulos: será o Prof. Silva um homem oblíquo ou fraterno?!
Não perca os desenvolvimentos, brevemente num Palácio com vista para o Tejo...

yulunga disse...

Cê-Tê
"Toda a gente" foi uma força de expressão.
Aonde quis chegar foi que a arte deve ser arte por aquilo que representa e não pelo nome que tem por detrás.

yulunga disse...

Em relação à pergunta que fiz ao Fora da Lei sobre os filmes porno, passo já a explicar o porquê da pergunta.
Se a maioria dos homens, regra geral eles são maiores consumidores do que elas, gosta de filmes porno, tenham eles prazer realmente envolvido ou não no sexo que lá é praticado, então porque não gostar também de fotogramas de momentos de sexo? Verdadeiro ou simulado. Não interessa.

Fora-de-Lei disse...

yulunga 11:39 PM

"Fora da Lei, que achas tu dos filmes porno?"

Comme ci comme ça... Ainda por cima, quando vejo um filme desses fico cheio de complexos de inferioridade... ;-)

Agora a sério: no panorama cultural (?) português o rei vai cada vez mais nú.

Fora-de-Lei disse...

RAM 1:18 AM

"Não perca os desenvolvimentos, brevemente num Palácio com vista para o Tejo..."

Cavaco Silva irá mandando a bola para canto até poder... Mais concretamente, até o Papa visitar a Portugal. Os milhões de fiéis que irão sair à rua em Lisboa, Porto e Fátima servirão de suporte à decisão presidencial de não promulgação da lei do casamento entre PMS. Foi esta a "ameaça" que, há umas semanas atrás, a Igreja Católica expressou ao primeiro-ministro aquando do tal encontro secreto entre o Cardeal Patriarca de Lisboa e José Sócrates.

Bartolomeu disse...

Os filmes porno são os que maior capacidade de representação exigem, dos actores.
É que, para alem de exigir que se apresentem despidos, exige-lhes que tenham de memória um guião que mantem por tempo indeterminado (deralmente extenso) uma diálogo que forçosamente objectiva uma apoteose onde os espectadores obrigatóriamente se revêem.
Se assim não fôr, o filme revela-se um fiasco e será uma "desastre de bilheteira".
Já fiz castings para actor, mas a minha coluna não se adaptou às poses de plateau.
E tal...

goncalo disse...

Caro Prof,

Subscrevo na íntegra a dúvida da Yulunga: A que debate se refere????

goncalo disse...

E já agora o JMV deve pensar que somos todos tontos) - o post tresanda a alegria quase incontida...

Lifepassenger disse...

"Porque é tão lenta e acidentada a viagem entre a oblíqua tolerância e a fraternal aceitação?"

Porque ainda há mentalidades que não toleram aceitação... Fruto de um 25 de Abril mal entendido pelos portugueses, será? Liberdade a mais , escondida ou a menos ?

yulunga disse...

LOOOOOOOOOOOL
O Fora da Lei é o Nuninho LOL

fiury disse...

Mais um passo:)
Pena que no fundo de cenário estejam guerras partidárias e "grupos de interesse".
O senhor que se segue: 400 creches.
Pergunto: do MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO? Ou mais dinheiro da segurança Social?
Ou mais IPSS com poucos e mal pagos recursos humanos? Depósitos de crianças?
Areia para os olhos? Marketing?
Esmiuçar, please.

Julio Machado Vaz disse...

Caro Gonçalo,

Eu diria alívio melancólico:(, não me surpreenderia que o diploma fosse declarado inconstitucional. Se isso acontecer, o PS recuará perante o fantasma da adopção e voltaremos à estaca zero durante esta legislatura. Pelo menos...

fiury disse...

E que tal criar condições para criar as crianças de tenra idade em casa?


http://brasilacimadetudo.lpchat.com/index.php?option=com_content&task=view&id=1684&Itemid=222

Anfitrite disse...

Professor,
É mais um pequeno passo dado pela lei, mas um grande passo para a confusão legislativa(os advogados agradecem porque há muitos sem trabalho, por se tratar apenas de mais um curso de lápis e borracha). Mas as mentalidades, como se vê, são bem mais difíceis de moldar. Apesar de tudo já demos muitos passos em poucos anos. Em 1974 o general Galvão de Melo afirmava na TV: "O 25 de Abril não se fez para as prostitutas e os homossexuais reinvindicarem".
Tudo seria bem mais fácil se o Homem apenas vivesse e deixasse viver. Bastava que não prejudicasse terceiros e que se tivesse uma conduta de respeito pelo próximo. Eu não gosto de exibicionismos venham eles de onde vierem. Não gosto de ver um casal hetero a lamber-se na minha frente, como se fossem apenas dois animais.
Se há 18 anos os seus entrevistados não deram a cara, foi porque eles além de homossexuais, tinham outro estigma maior. Tinham uma doença que, na altura, se pegava até com um aperto de mão.
Posso chocar muita gente, mas hoje afirmo que é mais bem gasto o dinheiro do SNS com os doentes de cancro do que com doentes que, conscientemente, contraíram e disseminaram a doença, porque só quiseram gozar e não ter cuidados.
Quanto já custou ao país o tratamento de JMO desde há 25 anos e não só, que se gabava de levar uma vida desbragada e de ser tudo ao molho e fé em deus?
Depois de análises darem positivas continuou mais 3 anos sem ligar, e só quando os sintomas já não o deixavam levar uma vida normal é que começou a tratar-se.
Aqui há dias estive, mais de uma hora ao telefone, com uma amiga da minha Mãe, que tem 87 anos e que está com medo de deixar de ser independente e de ter de ir para o lar, porque no lar há muitas idosas com sida, que o desconheciam, mas que os santos maridos, que gostam da quantidade, lhes pegaram. Tudo isto por causa da reportagem da SIC, o que só prova a falta de informação das pessoas mais idosas e que vivem isoladas em meios mais pequenos. Eu lá estive a tentar esclarecê-la e a aquietar, porque ela apesar de ter um filho, uma nora e 3 netos(um deles professor) ignoram quem lhes deu tudo e nem as compras lhe vão levar.
Hoje ainda há homens que preferem pagar mais a uma prostituta para ter sexo desprotegido. Deviam ser denunciados e ser amputados. Ou então criarem um cadastro e ficarem sem direito a assistência médica. Já agora porque não uma reserva, ou um sanatório, já que há pessoas que não sabem viver com a liberdade, que implica muitos deveres.

E não me venham falar noutras adições porque eu não admito réplicas.

FDL,
É mais difícil explicar a uma criança porque é maltratada ou abandonada pelos pais.

Yu,
É tudo fita.
Não sabe que as mulheres inteligentes sabem simular muito bem?
Segundo ela até é frigida, e até casou de véu e grinalda com um homossexual. Depois foi para os EU atrás de um professor, juntou-se a outro sujeito(como casar em Las vegas) e adoptou 2 rapazes porque não podia ter filhos. Mas sempre se serviu do sexo e da inteligência para subir na vida. Há um director de jornal de que já não o pode confirmar, porque já cá não está que foi vítima disso. Mas há testemunhas. Será que vocês não vêem que o FDL está a tentar divertir-se à custa das Mulheres? Quem defende ideias tão acintosamente(não acérrimamente) é porque tem um grande trauma na sua vida.
E o plágio a que o fdl se refere é em relação aos artigos dela na Visão, em que alguns foram plagiados da Net, por isso deixou de lá colaborar.

Boa noite.

Anfitrite disse...

E que tal a atitude de mrs Robinson, irlandesa, profundamente católica, defensora das moral e dos bons costumes e dos valores da família tradicional?

http://www.youtube.com/watch?v=YRwTj6iXnSI

T disse...

O passo é de facto de assinalar, mas os cuidados cheios de "responsabilidade social" para que a proposta não contemple a adopção, sinceramente enojam-me.
Anfitrite antes de mim tem toda a razão em dizer que é mais difícil explicar a uma criança porque é maltratada ou abandonada pelos pais.
A parentalidade não é definida pela fusão dos gâmetas masculino e feminino. É amor, é atenção, é segurança, é vínculo e aprendizagem conjunta - é construção interessada no desenvolvimento da criança, em todos os seus aspectos. Mas apenas se preocupam com a imagem social. Como se o processo de desenvolvimento de uma criança fosse tão ridiculamente idiota que desse uma importância desmesurada ao facto de os pais serem do mesmo sexo, em detrimento da qualidade parental que estes tenham.

Caidê disse...

A adopção de crianças pelos casais homossexuais está garantida, quer optem por um percurso em linha recta, quer optem por outro mais sinuoso.

Vai-se adoptar a outros países, tão easy como a interrupção da gravidez em Badajós (ou quase). É conhecer se é na Índia, se é elsewhere que se abrem portas.

Aprés, são precisos lugares de infantário ( as escolas são públicas, ué!) É que conheço um caso de um casal hetero adoptante que encontrou bastantes barreiras até estar finda a adopção plena. As IPSS ( com valência de Infantário), por exemplo, não queriam lá inspecções da Segurança Social, pelo que não havia vagas para as duas meninas adoptadas.

Mas creio que será assim: ou integram ou excluem. Se excluem, integram a prazo. É uma questão de conservadorismo ou de iluminismo.

yulunga disse...

- Mãe, vou casar!
- Jura, meu filho ?! Estou tão feliz ! Quem é a moça ?
- Não é moça. Vou casar com um moço. O nome dele é Murilo.
- Você falou Murilo... Ou foi meu cérebro que sofreu um pequeno surto psicótico?
- Eu falei Murilo. Por que, mãe? Tá acontecendo alguma coisa?
- Nada, não.. Só minha visão que está um pouco turva. E meu coração, que talvez dê uma parada. No mais, tá tudo ótimo.
- Se você tiver algum problema em relação a isto, melhor falar logo...
- Problema ? Problema nenhum. Só pensei que algum dia ia ter uma nora... Ou isso.
- Você vai ter uma nora. Só que uma nora... meio macho. Ou um genro meio fêmea. Resumindo: uma nora quase macho, tendendo a um genro quase fêmea...
- E quando eu vou conhecer o meu... a minha... O Murilo ?
- Pode chamar ele de Biscoito. É o apelido.
- Tá ! Biscoito... Já gostei dele... Alguém com esse apelido só pode ser uma pessoa bacana. Quando o Biscoito vem aqui ?
- Por quê ?
- Por nada. Só pra eu poder desacordar seu pai com antecedência.
- Você acha que o Papai não vai aceitar ?
- Claro que vai aceitar! Lógico que vai. Só não sei se ele vai sobreviver... Mas isso também é uma bobagem. Ele morre sabendo que você achou sua cara-metade... E olha que espetáculo: as duas metade com bigode.
- Mãe, que besteira ... Hoje em dia ... Praticamente todos os meus amigos são gays.
- Só espero que tenha sobrado algum que não seja... Pra poder apresentar pra tua irmã.
- A Bel já tá namorando.
- A Bel? Namorando ?! Ela não me falou nada... Quem é?
- Uma tal de Veruska.
- Como ?
- Veruska...
- Ah !, bom! Que susto! Pensei que você tivesse falado Veruska.
- Mãe !!!...
- Tá..., tá..., tudo bem... Se vocês são felizes. Só fico triste porque não vou ter um neto...
- Por que não ? Eu e o Biscoito queremos dois filhos. Eu vou doar os espermatozóides. E a ex-namorada do Biscoito vai doar os óvulos.
- Ex-namorada? O Biscoito tem ex-namorada?
- Quando ele era hétero... A Veruska.
- Que Veruska ?
- Namorada da Bel...
- "Peraí". A ex-namorada do teu atual namorado... E a atual namorada da tua irmã. Que é minha filha também... Que se chama Bel. É isso? Porque eu me perdi um pouco...
- É isso. Pois é... A Veruska doou os óvulos. E nós vamos alugar um útero.
- De quem ?
- Da Bel.
- Mas . Logo da Bel ?! Quer dizer então... Que a Bel vai gerar um filho teu e do Biscoito. Com o teu espermatozóide e com o óvulo da namorada dela, que é a Veruska...
- Isso.
- Essa criança, de uma certa forma, vai ser tua filha, filha do Biscoito, filha da Veruska e filha da Bel.
- Em termos...
- A criança vai ter duas mães : você e o Biscoito.E dois pais: a Veruska e a Bel.
- Por aí...
- Por outro lado, a Bel...,além de mãe, é tia... Ou tio.... Porque é tua irmã.
- Exato. E ano que vem vamos ter um segundo filho. Aí o Biscoito é que entra com o espermatozóide. Que dessa vez vai ser gerado no ventre da Veruska... Com o óvulo da Bel. A gente só vai trocar.
- Só trocar, né ? Agora o óvulo vai ser da Bel. E o ventre da Veruska.
- Exato!
- Agora eu entendi! Agora eu realmente entendi...
- Entendeu o quê?
- Entendi que é uma espécie de swing dos tempos modernos!
- Que swing, mãe?!!....
- É swing, sim! Uma troca de casais... Com os óvulos e os espermatozóides, uma hora no útero de uma, outra hora no útero de outra...
- Mas..
- Mas uns tomates! Isso é um bacanal de última geração! E pior... Com incesto no meio...
- A Bel e a Veruska só vão ajudar na concepção do nosso filho, só isso...
- Sei!!!... E quando elas quiserem ter filhos...
- Nós ajudamos.
- Quer saber? No final das contas não entendi mais nada. Não entendi quem vai ser mãe de quem, quem vai ser pai de quem, de quem vai ser o útero, o espermatozóide... A única coisa que eu entendi é que...
- Que.. ?
- Fazer árvore genealógica daqui pra frente... vai ser f.....!

Luis Fernando Verissimo

:-)

fiury disse...

Anfitrite


o que é que a sua pergunta tem a ver com o "concerto"?

Anfitrite disse...

fiury,
Não percebi a sua pergunta. Se está a referir-se ao Simon & Garfunkel é porque ainda não está a par das notícias que rebentaram na Irlanda, por causa da mulher, de 60 anos, do 1º. ministro Robinson que tinha um amante de 19 anos e que fez várias irregularidades para o ajudar.
O youtube tem estado a gozar com o assunto das mais diversas maneiras, pode lá ver os comentários.

http://www.youtube.com/watch?v=rw0OGjMn1hQ&feature=video_response

Caidê,
Uma ipss não pode impedir a Segurança Social de a fiscalizar. Normalmente é a SS que não se dá ao trabalho de fiscalizar as IPSS que levam o dinheirinho dos acordos e depois metem lá quem quem muito bem lhes apetece. Isso é ilegal, não pode haver discriminação entre crianças adoptadas ou não.
Normalmente até dizem que não têm vagas
para meter os que podem pagar e bem, e guardam as vagas para os conhecidos, ou muitas vezes não está lá ninguém com acordo e continuam a receber, porque a SS continua a pagar mensalmente com base na informação prestada num papelinho a dizer qual o número de frequências de determinado periodo.

Essa de ir adoptar noutro país também não é válida cá, porque não farão o registo se for um casal homossexual.
Como também não é condiderado casado um português que tenha casado na Holanda, por exemplo. Cá enquanto a lei não for aprovada ele não pode pedir para alterar o seu estado civil, mesmo que o conjuge seja holandês.

Professor,
Acho que está a deixar abandalhar o blogue ao responder a quem não merece resposta e ao não intervir em determinadas alturas. E depois sou eu que tenho a fama de ser besta. Mas também não é com censura que o assunto se resolve, porque perde a espontaneidade.
É por mérito próprio.

Júlio Pêgo disse...

Quando o casamento está em decadência, a união livre a crescer e os divórcios a subir, o movimento homossexual alcança mais um objectivo: de ter direito a essa instituição moralmente "respeitável".O direito ao reconhecimento das minorias é uma conquista da Democracia Moderna.O sol deve iluminar todos sem excepção, sendo contudo saudável surgirem novos conceitos de relações afectivas. A questão da monogamia, por exemplo, não estará mais relacionada com a origem e manutenção da propriedade privada... lembrando Engels?

Anfitrite disse...

fiury,
Esqueci-me de dizer que o marido lhe perdoou porque ela tentou se "suicidar" depois do escândalo, e agora vai ser tratada por um psi.
Só que eu fico com mais uma dúvida: para um católico a tentativa de suicídio também é pecado.

fiury disse...

ANFITRITE

Agora já percebi.
Desejo que a Psiquitria a ajude.


"Faça o que puder, com o que tem, onde estiver"
Theodore Roosevelt

Anfitrite disse...

fiury,

Whatever you are, be a good one.
Abraham Lincoln

fiury disse...

A propósito da luta do Júlio e de outros pela causa, que a tomaram pelo Amor entre pessoas do mesmo sexo:

um extracto de uma carta que Lincoln escreveu ao professor do seu filho:
"Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos. Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram. Ensine-o a ouvir a todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho, ensine-o a rir quando esta triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram. Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão. Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço, deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso."

goncalo disse...

Caro JMV,

Estou de acordo consigo. O país não está preparado para casamento e adopção ao mesmo tempo.

Fora-de-Lei disse...

yulunga 9:27 PM

«Um tipo fez análise durante cinco anos, até que descobriu que ele, o pai, o avô e os cinco tios tinham tendências homossexuais.

O psicólogo, estupefacto, perguntou-lhe:

- Mas não há ninguém na sua família que goste de mulheres?

- Claro que há. As minhas quatro irmãs!!!»



goncalo 4:15 PM

Estás enganado. À medida que houver cada vez mais gente com necessidade de "justificar" os seus próprios fracassos, ou seja, mais famílias destruturadas e coisa e tal, maior será o número daqueles que aceitam seja o que for. Por exemplo, para aquele(a)s que já casaram duas ou três vezes, que têm que gramar os seus filhos e os dos outros e que já não sabem a quantas andam, a saída é sempre afirmar - de forma tão "progressista" quanto possível - que hoje existem vários tipos de família e que a tradição já não é aquilo que era. E os anormais são sempre os "certinhos"...

fiury disse...

Gonçalo

Nem é o País, são as crianças, que apesar de muito mais tolerantes e menos resistentes à mudança, merecem um período para desfazer a estranheza ao novo modelo de família.

Caidê disse...

Bom... se não integram e excluem, contornamos como temos feito.
Os que foram capazes, é claro!
Primeiro tem-se uma ligação hetero que deixe filhos. Equivale a: um homossexual pode ter filhos, desde que não venha com cantigas de querer adoptar. Ou seja, desde que se conforme com a ideia de que Pai é homem (ou então, é Deus Pai) e Mãe é mulher. Nossa senhora!...Então, querem pôr em causa uma premissa tão universal, tão natural? Internem-nos!

FDL
"E os anormais são sempre os "certinhos"..."

Eu também quero ser certinha. Diga-me lá como é, o que é.
Você é certinho, suponho. Então, venha de lá essa aula.

Fora-de-Lei disse...

Caidê 4:40 PM

"Eu também quero ser certinha. Diga-me lá como é, o que é. Você é certinho, suponho. Então, venha de lá essa aula."

Isso não se ensina nem se aprende. É como jogar à bola. Nasce com a pessoa.

Anfitrite disse...

Que tristeza!!!!
"O país não está preparado". Onde e quando é que eu já ouvi isto?!
Para quem estiver interessado em saber mais alguma coisa sobre as sinuosidades e interferências da igreja católica portuguesa, até sobre o "milagre" de Fátima(já que me fizeram regressar ao passado), leiam
uma nova edição dum livro antigo, proibido, que saíu há pouco tempo - "Na Cova Dos Leões" de Tomás da Fonseca, edição da Antígona.

Caidé,
não devemos contornar, devemos desbravar caminho e ir a direito.
Há gente que está farta de malabarismos. Você não é dessas e já deve ter batido muitas vezes com a cabeça nos muros que tem encontrado.

Profdessor,
A nossa Constutuição permite o casamento homo. O único problema está na restrição de um direito. Mas há maioria suficiente para o desbloquear. Até mesmo um veto presidencial.
O que não pode haver é um referendo.
Os direitos individuais não se referendam. Não são as maiorias que tiram ou dão direitos às minorias.

E por agora acho que não vale a pena bater mais no ceguinho.

andorinha disse...

Gonçalo (4.15)

"O país não está preparado para casamento e adopção ao mesmo tempo."

Haverá gente que não estará nunca. Se vamos por aí...:(



FDL(4.29)

Claro que existem vários tipos de família. Mas no século XXI ainda há alguém que ponha isso em causa?!
E não é uma questão de se ser ou não "progressista", é uma questão, pura e simplesmente de ver e aceitar a realidade.

"E os anormais são sempre os "certinhos"..."

Que raio de conclusão a tua!
Não se trata de ser ou não "anormal" e "certinho", trata-se de convicções.

Fiury (4.33)

As crianças adaptam-se com imensa facilidade. Não há estranheza porque ainda não foram formatadas como nós, adultos.

A Menina da Lua disse...

Fiury:)

Gostei imenso desse extracto de uma carta que Lincoln escreveu ao professor do seu filho:)

Que belos e sábios conselhos!
Educações assim já pouco ou nada existem... Enfim! Os valores viraram-se todos ao contrário e parece que anda tudo à nora...:(

FDL

Eu compreendo o seu ponto de vista ou seja; um individuo não deve mudar para novos valores só porque são modernos ou progressistas. Acatá-los pura e simplesmente sem os entender ou assumir é uma atitude amorfa e como diz "certinha" mas em contraponto tambem penso que devemos estar sempre suficientemente abertos mentalmente a novas ideias e novos comportamentos porque uma coisa é ser tradicional outra coisa é ser conservador a todo o custo... e quem nunca muda são só as estátuas...:)

Pessoalmente tambem me irritam os chamados cata ventos que andam ao sabor das modas e se viram conforme as marés, onde provavelmente não se aguentam de tanto vazio que sentem.

Quanto a este tema em particular reconheço que faz todo sentido aceitar que a orientação sexual é com cada um... e é igualmente importante que a sociedade permita que haja espaço legal para que isso seja possível.

andorinha disse...

FDL (5.31)

"Isso não se ensina nem se aprende. É como jogar à bola. Nasce com a pessoa."

Agora conseguiste escandalizar-me, mesmo:)
Então é assim? Nascemos assim e pronto????
E toda a aprendizagem que é feita ao longo da vida?
Ai, ai...amigo e companheiro...
:)

T disse...

FDL,
Não se trata de quebrar ou manter tradições, ou dividir entre "normais" e "anormais". É precisamente fazer com que não exista exclusão, ou se quiser, que não exista uma "normalidade" que impeça uma parte da população de viver de acordo com a sua identidade.

fiury
Compreendo o que quer dizer, mas não creio que a resistência face à adopção tenha o nobre propósito de proteger as crianças. Pois se assim fosse, a discussão do assunto teria sido muito mais séria e não simplesmente baseada no senso comum, que apesar de "senso", nem sempre é sensato. O receio e estranheza parte dos adultos, não das crianças - estas apenas reflectem o discurso cultural.

fiury disse...

T

Do mesmo modo que não teve esse propósito não devemos agora esquecer o superior interesse da criança e metê-la em guerras partidárias.
Sou da opinião que temos de dar um tempo para que a nova forma de família se imponha pela paz e pela serenidade, entre adultos e crianças.
Sejamos responsáveis e saibamos respeitar os " timings " das crianças, porque adoptar não é um acto político, nem jurídico nem tão pouco deve ser egoísta.
Tenhamos calma.Caso contrário estamos apenas a pensar nos direitos dos adultos: mais uma vez!

Caidê disse...

FDL
Ser certinho nasce com a pessoa?
Mas você é Rómulo ou Rémulo? (Apresente-me o seu gémeo monozigótico.)
Imagino como vc possa estar chateado com a vida por não ter nascido Ronaldo. É que até o próprio Eusébio gostava de ter nascido Ronaldo.

Anfi
É verdade que entre "os certinhos" alguns têm asas: se há muros sobrevoam, quer dizer, encontram poucos obstáculos; como atravessam o caminho mais curto, tornam-se os mais rápidos, os mais compensados, os mais competentes. Dos "plus" está o mundo cheio, por isso se fala tanto em sucesso.
Para esses, o mundo que queriam e escolheram para continuar a viver já estava pronto e foi só vestir. Só questionam quando esse mundo ameaça ruir: para eles era sempre para manter - era mesmo a direito (sem muros, quero eu dizer).

Cê_Tê ;) disse...

Boa Tarrrbrbrbrbrbrbde!

Talvez interesse a alguém:

http://www.cienciahoje.pt/30890

FDL, porque há o risco da amostragem ser viciadíssima: coragem!;)))

inté ;)

fiury disse...

Cêtê

a parte das "mulheres sexy no chat" não me interessa. Sou como o outro:
rectrossexual, ou seja, uma hetessexual conservadora, que gosta de passeios no mar de mão dada,ídas ao cinema,etc:)
Refere-se à parte da agropecuária?:)))

T disse...

fiury
Mais uma vez compreendo o que quer dizer, e claro que o bem estar das crianças deve vir em primeiro lugar. Mas não creio que o período de adaptação seja algo que possa ser controlado. Acho que a adaptação é despoletada perante a mudança radical. Se a mudança não nos afecta particularmente, não precisamos de nos adaptar. Até porque a preocupação com a adopção não é por uma questão de adaptação, é mesmo de proibição e exclusão.
Logo, não acredito que, caso a proposta passe, as crianças se adaptem particularmente à "nova realidade", pois creio que esta "tolerância" pode nalguns casos ser apenas um eufemismo para a manutenção da discriminação.
Se formos verdadeiros e sinceros com as crianças, e sobretudo se as tratarmos como pessoas, elas adaptam-se bem melhor que nós adultos, pois elas dependem muito mais do respeito com que as tratamos do que dos modelos sociais vigentes.

fiury disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
fiury disse...

mais duas passagens da carta de Lincoln ao professor do seu filho:
"Caro professor, ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, por cada vilão há um herói, que por cada egoísta, há também um líder dedicado, ensine-lhe po...r favor que por cada inimigo haverá também um amigo, ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada, ensine-o a perder mas também a saber gozar da vitória, afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso, faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros do céu, as flores do campo, os montes e os vales."
E, a finalizar: "Eu sei que estou a pedir muito, mas veja que pode fazer, caro professor."


T,
temos opiniões diferentes.Respeito a sua. Eu coloco-me no lugar de uma criança,uma vez que nunca são ouvidas: facilita a minha compreensão.
Não sou adepta de radicalismos, muito menos quando são envolvidas crianças.

Fora-de-Lei disse...

Caidê 6:40 PM

"É que até o próprio Eusébio gostava de ter nascido Ronaldo."

Ou não estou a ver bem o filme, ou então essa afirmação é, no mínimo, racista...

Cê_Tê ;) disse...

fiury, ????? eu não explorei o link todo mas o que me estava a referir era ao projecto de investigação SexLab que procura voluntários para estudo sobre saúde sexual.
apetecia-me dizer como os "putos" ;))))): dah! ;P

fiury disse...

cêtê


Eu sei, eu percebi. Estava a brincar:)

andorinha disse...

Fiury,

"Eu coloco-me no lugar de uma criança, uma vez que nunca são ouvidas..."

E se fossem o que diriam?
Que prefeririam ter um lar onde tivessem amor e carinho ou viver em instituições ou ao abandono como vivem muitas?
Dois pais, duas mães, um pai ou uma mãe pouco lhes importará...
Como eu disse acima, não haveria estranheza porque ainda não foram formatadas como nós, adultos.

E hoje ninguém me responde; és tu, é o FDL...
Estão zangados????
:)))

Caidê disse...

FDL
Racista não pretendia ser. (logo eu?)Mas se a pudesse pintar era a preto e amarelo, é que o branco anda tão preconceituoso e à rasca que já não realça. Estou a guardá-lo mais para o Verão.
E você volte lá para o seu filme (hoje não é noite de futebol, pois não?)e não se irrite com as minhas bocas, que eu assim farei com as suas.

fiury disse...

Andorinha

primeiro ri-te com isto:
http://www.youtube.com/watch?v=goWYqwM14zU

fiury disse...

Andorinha:

Claro que respondo. O fora-de -lei deve andar no passeio:)

Nesta altura penso que entre um casal homossexual e um hetero as crianças preferiram o casal hetero.
Uma coisa é saberem e aceitarem a homossexualidade, outra é preferir uma realidade que deu agora o primeiro passo.
Isto é como tudo: nos Estados Unidos há pelo menos um Estado em que as crianças de pais juntos é que param no Psi- os outros têm duas casas, dois computadores...
O assunto é delicado, apenas sugiro calma para bem das crianças. Sabes bem que não sou preconceituosa e muito menos a favor da institucionalização das crianças. Não é o tempo certo para elas. Deixa que os adultos se entendam e se aceitem.

andorinha disse...

Fiury,

Loooooooool
Só pela músca vale a pena:)

Fora-de-Lei disse...

Caidê 9:33 PM

"Racista não pretendia ser. (logo eu?) Mas se a pudesse pintar era a preto e amarelo, é que o branco anda tão preconceituoso e à rasca que já não realça. Estou a guardá-lo mais para o Verão."

Desculpe lá, fiz um esforço danado, mas não percebi nada dessa sua (cromática) conversa. Just in case, e para que a Caidê possa concluir que entre Eusébio e Ronaldo as diferenças são menores do que possa imaginar, aqui fica esta notícia (já antiga) para sua informação.


andorinha 9:23 PM

"E hoje ninguém me responde; és tu, é o FDL... Estão zangados???"

Claro que não. Bem... eu falo por mim, como é óbvio.

Anfitrite disse...

fuiry,
afinal ainda cá voltei, porque... enfim, sou tolerante, e procuro fazer o que posso com o que tenho. Até porque fui eu que trouxe o A. L. a colação.
Não se preocupe com o tempo de adptação das crianças, porque com os anos que leva qualquer processo de.., elas até se tornam adultas.
Não use muito essa expressão rectros..., porque dá a sensação que tem um "r" a mais e não um "c".:)

Fdl,
enquanto que eu sou um osso duro de roer, você é intragável, e com uma capacidade incrível de dar respostas retorcidas e desviantes, mas que ficam sempra limitadas ao seu pequeno mundo: sexo e raça.
Já agora perdoe que lhe ponha uma pergunta: como é que uma pessoa que se diz engenheiro, de 52 anos, tem tempo, para ver todas as fofoquices de toda a imprensa e passear por todos os blogues? Será que foi comtemplado com alguma benesse de algum amigo político, mas não o suficiente para o deixar tão amargo, apesar do seu humor negro?
Não vale a pena responder porque já sei qual será o tipo de resposta.
Admirou-me que não tenha contado a anedota, de ontem, no seu original, já com barbas, deve ter sido por pura ignorância, já que se tratava de raças. No original a anedota passava-se entre um negro, um branco e um chinês. Sendo que, neste caso, o chinês se chamava Nuninho. Ou será que não quis dar o privilégio aos negros?


Afinal parece que fui eu que disse ao prof. Marcelo o que ele devia dizer sobre a lei do casamento, no comentário de hoje. Pura modéstia!


Caidê,
Há muros que levam tempo a derrubar.
Veja o se Berlim. Já o da Cisjordânia não sei se virá a ser derrubado ou arrasado, juntamente com toda aquela região.

andorinha disse...

Fiury,

Ia-te dizer que já tinha cumprido a minha parte...mas vi que já respondeste:)

Concordo contigo que a adopção é um assunto delicado, porque tudo o que envolva crianças é delicado.
Mas o caminho faz-se caminhando...

Li um dia destes (e não, não foi no Correio da Manhã):)))))))))
que a guarda de uma criança foi entregue a um tio que vive há muito com um companheiro.
Foi cá em Portugal, não me lembro exactamente onde. Penso que a criança teria cerca de 8/9 anos, também não posso precisar.
Depois de analisado todo o processo, a juíza perguntou-lhe se ela gostaria de ir viver com o tio e ela respondeu afirmativamente.
Já havia passado alguns dias com os dois e para ela não havia nada de estranho no facto de o tio ter um companheiro.
Aliás, referiu também que se dava muito bem com ele.

Cada caso é um caso, eu sei.
E tudo deve ser analisado com muita ponderação, mas isto aplica-se tanto a homo como a heteros.
´
Mas lembro-me de ter ficado satisfeita quando li a notícia.
Esta juíza não ligou a preconceitos, lá está...ligou ao interesse da criança.
E começou a desbravar caminho...

andorinha disse...

FDL (10.05)

Sendo assim, já vou dormir mais descansada:)))))))

Mas podias-me responder...
Ou não tens argumentos?:)

T disse...

fiury
Antes de mais, essa carta do Lincoln é fenomenal! por acaso vem em algum livro?

Segundo, admito que possa ser algo radical, mas creio que apenas tenho muita fé nas crianças. E sinceramente não percebo porque irão preferir um casal heterossexual. Com que base farão essa preferência? Só se for com base na discriminação dos adultos, quando estes lhes dizem que não é "normal". Também as crianças adoptadas por casais heterossexuais se encontram numa situação "estranha", pois provavelmente prefeririam pais biológicos. Mas se os pais adoptivos forem coerentes e transmitirem segurança e carinho, estas aceitam a sua condição e compreendem o que estão a ganhar: uma relação de amor para toda a vida que não depende de padrões sociais. Eu acredito nisto, admitindo que possa ser algo sonhador.

fiury disse...

T

Vou informar-me sobre o texto. (só não concordo com as proporções, outros tempos-:)
Relativamente à adopção evidentemente que o "habitual" tem muito peso numa criança e que sim, tenho receio da discriminação, num País tão atrasado,como é o nosso. Eu reitero que apenas é necessário dar algum tempo às crianças de olharem para uma união homossexual como uma família e isso tem de partir da mentalidade dos adultos, como exemplo.
Andorinha,
A lei prevê a adopção por pessoas solteiras e não é perguntado com quem dormem: é outro assunto. Como sabes dou privilégio aos laços de Amor. Soube dessa decisão da Juíza e também fiquei muito feliz com ela, mas aí a criança já tinha laços. Outra coisa é a criança que está numa Instituição numa lista de espera ser adoptada por um casal homossexual: NESTA ALTURA!
Reitero que acho precoce a criança ser arrastada para uma luta que não é a dela.
Quando for a hora eu aviso:))))))
Que tal mudar o disco para o Orçamento?
Isto já parece uma IPSS: nós, os voluntários esfolámo-nos e o Presidente da Direcção aparece só para dar o mote:))))))

fiury disse...

e tal como disse o Boss ainda há o fantasma da Inconstitucionalidade, que eu não acredito que seja agitado, mas ....o melhor é deixar a adopção para mais tarde.

Cê_Tê ;) disse...

Fiury, mas os homosexuais também querem ser adoptados???????





lol

fiury disse...

Cêtê

Cheira-me a : toma lá que já almoças-te:)))
Que disse eu de desajustado?

fiury disse...

"Nesta altura penso que entre um casal homossexual e um hetero as crianças preferiram o casal hetero":))))
Já percebi o trocadilho.
Infelizmente há muitos casos em que os papeis de pais e filhos se invertem e qual de nós não gostava de ser bem "adoptado"?:)))))))

Cê_Tê ;) disse...

fiury; loool ;P
apeteceu-me retribuir a palermice.


É sorte minha ou o cotonete está mais brazuca do que antes? É bom trabalhar com esta musiquinha sem estar viviada na biblioteca e cdteca(?) ;P pessoal.

boa semana para todos
;*

fiury disse...

cê_ tê

a palermice?????!!!!!!!

LOL

quem é a viviada? é prima do psicalista?

caragueijohermita disse...

Dr. Julio Machado Vaz, Tenho uma teoria: cada "homem/mulher" tem direito a dois "homens/mulheres", uns que dão outros que não dão. E você perguntarme-ia: Qual são os "homens/mulheres" que não lhe dão? Isto daria converssa para outro dia. Por hoje devo ficar por aqui. E há caminhos muito curtos que levam muito tempo a pecorrer, se algum dia lá chegar-mos.

lobices disse...

...chegarmos é tudo pegado...

lobices disse...

...abreijos

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 10:06 PM

"Não vale a pena responder porque já sei qual será o tipo de resposta."

Assim sendo...


andorinha 10:22 PM

"Mas podias-me responder... Ou não tens argumentos?:)"

Fiquei sem argumentos desde a última vez que tentei infligir-te o adequado (e merecido) castigo sado / tejo... ;-)


lobices 12:21 PM

"... chegarmos é tudo pegado..."

Já agora, "perguntar-me-ia" é tudo despegado. Eu sei que isto é "converSSa" de xaxa(?) / chacha(?), mas o que é que eu hei-de fazer...

Fora-de-Lei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fora-de-Lei disse...

É a pronúncia do norte / Os tontos chamam-lhe torpe

Tal como muitos médicos e enfermeiros se recusam a "fazer abortos", agora chegou a vez dos funcionários das conservatórias quererem saber se podem ou não alegar objecção de consciência em relação ao casamento entre PMS. «Numa conservatória no Norte do País, já ouvi colegas perguntarem se poderiam recusar-se a fazer este tipo de casamento...»

andorinha disse...

FDL (2.56)

Tá bem, pá. Aceito a tua rendição:)))

Quanto aos funcionários das conservatórias lembram-se de cada uma!
É o que eu digo, o país está a endoidecer por completo:)))

"... os constitucionalistas entendem que não é uma matéria onde se aplica a objecção de consciência. Actualmente a lei só prevê o uso desta opção para os médicos que recusem realizar abortos, e no serviço militar quando é obrigatório."

Não é preciso ser-se constitucionalista para se chegar a essa conclusão.
Qualquer um com um mínimo de inteligência lá chega.
Haja pachorra!
:(

thorazine disse...

Acho que a comunidade já fez um vídeo dedicado aos conservadores conservadores: http://www.youtube.com/watch?v=9gIE6FUUTlA :))


E agora para desenjoar, some good old school rock:

http://www.youtube.com/watch?v=GONH0NKMeIo

:))

Fora-de-Lei disse...

thorazine 6:41 PM

"E agora para desenjoar, some good old school rock: http://www.youtube.com/watch?v=GONH0NKMeIo"

Alvin Lee, virtuoso como poucos. Um verdadeiro Johan Cruyff da guitarra. Mas isso não é música para chavalos da tua idade... ;-)

thorazine disse...

FDL,
tanto é que já os vi ao vivo.. :)))

Sou um consumidor de rockalhada psicadélica dos 60's e 70's, é verdade.. :)

Anfitrite disse...

Lobices,
Há pessoas que t^m dificuldade em se chegar.

CT,
"É bom trabalhar com esta musiquinha sem estar viciada na biblioteca e cdteca(?) ;P pessoal".
Não sabia que também tem o dom da ubiquidade!

Fora-de-Lei disse...

thorazine 9:37 PM

"Sou um consumidor de rockalhada psicadélica dos 60's e 70's, é verdade.. :)"

Louvado Seja Deus... ;-)

Fora-de-Lei disse...

thorazine 9:37 PM

"Sou um consumidor de rockalhada psicadélica dos 60's e 70's, é verdade.. :)"

Lindo Sonho Delirante... ;-)

Fora-de-Lei disse...

thorazine 9:37 PM

"Sou um consumidor de rockalhada psicadélica dos 60's e 70's, é verdade.. :)"

Agora sem LSD, só para atanzanar a cabeça a alguns e algumas...

thorazine disse...

FDL,
Grand funk railroad é muito bom.. :)

E do comandante, gosto mais da versão dos Buena Vista S.C.. E olha que não sei se é sem LSD, na altura da crise dos mísseis acho que a CIA chegou a "minar" o Fidel.. :)

E Sly and the Family Stone? http://www.youtube.com/watch?v=DkP5roFukKY :))

Maralhal,
aqui está a maquina que vos vai tirar as noites de tédio: o primeiro SexRobot!
http://abcnews.go.com/Technology/CES/high-tech-sex-porn-flirts-cutting-edge/story?id=9511040

PS - E podem ver o videozinho, é bom para o mulherio que diz que a industria sexópornográfica não pensa nelas.. :)

Anfitrite disse...

Thora,
Seria uma fender?


http://www.youtube.com/watch?v=KAYXYBlkYxc

thorazine disse...

Anfitrite,
nice fingering. E bonita musica. E do John McLaughlin, apesar ele ter muito bom som com o Paco de Lucia, o que eu mais gosto é do projecto Remember Shakti.

http://www.youtube.com/watch?v=jB95clOd6v0

Anfitrite disse...

thora,

você leva-me por caminhos tortuosos
http://www.youtube.com/watch?v=tzdPsfIsCSg&feature=related

thorazine disse...

:))
Ele teve cá o ano passado, na Casa da Música. 70€ e eu sou estudante. E sempre se vai vendo uns vídeos no utube. Ah..e trata-me por tu.. Eu sou um nick. :)

Anfitrite disse...

thora, voc~e fez-me ir remexer num álbum triplo que eu tenho, em vinil, do festival da ilha de wight que tem só:johnny winter and, Poco, the chambers brothers, the allmans brothers,mountain, sly & the family stone, cactus, david bromberg, ten years after, procul harum, leonard cohen, jimi hendrix, kris kristofferson e miles davis(Call it Anythin). Agora faça a sua pesquisa.

thorazine disse...

Anfitrite,
Por acaso não tenho o vinil mas tenho os vídeos.. :)

E Nina Simone? Boa voz, bom ritmo e bom piano! http://www.youtube.com/watch?v=GEQpipS_qfc :)

lobices disse...

---A ÚLTIMA.
...
...JÁ NÃO É O AQUECIMENTO GLOBAL QUE AÍ VEM, NÃO
...
...CIENTISTAS DIZEM QUE VÊM AÍ 30 ANOS DE ARREFECIMENTO GLOBAL
...
...E ESTA HEIMM????????

Imperator disse...

olá!

vamos lá ver se este primeiro passo vai de facto ser dado, pessoalmente espero que sim.

quanto à fraternal aceitação, em caso da não existência de veto [político] nos próximos anos eu diria para a maior parte da população, religiosamente educada na [cof, cof, cof] moral e bons costumes da santa madre igreja parentes e afins, ainda agarrada ao velho Estado Novo, será quanto muito uma convivência obrigatória, de preferência para muitos a evitar.

Espero que a seu tempo, a aceitação geral acabe por acontecer, mas para já, vamos ver o que vai acontecer, a "procissão" ainda agora começou

Caidê disse...

Anfi e Thora
Uauh!... Mas que grande curte musical.
Revivalismo em hardscore.
http://www.youtube.com/watch?v=eGKlaW_IFZs
Bora lá!...

Fora-de-Lei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fora-de-Lei disse...

Caidê 2:45 PM

"Bora lá!..."

Cá vai outra, já que estamos numa de Uriah Heep... Ou então tomem lá esta...!

Cê_Tê ;) disse...

fiury, ;P
Bem apanhada. ;)))
Uma pessoa não pode ter deficiciências sem ser logo vítima de gozo. ;P
NEM AQUI! ? :P

inté

Cê_Tê ;) disse...

E ainda por cima sou vítima de discriminação ;))
Acaso alguém perguntou ao FDL o que é "atanzanar a cabaça"?
;p

Anfitrite disse...

Thora,
I feel good:)

http://www.youtube.com/watch?v=WxTWQD91b5c&feature=related


FDL,

VOCÊ é um iconoclasta desgraçado.
Chamar rockalhada à música que se fez nessas décadas é mesmo estar em delirium tremens. E se com lsd se tinha aluçinações, com umas passas os sons eram mais intensos. Os Blood Sweat & Tears, o Peter Gabriel e Outros, até a suave Joan Baez que ouvi e vi no Dramático de Cascais, faziam vibrar o cimento do recinto.
Ah belos tempos tão bem aproveitados!Não me diga que nunca foi ao 2001?
Não há dúvida- You can't get satisfation- nem com brown sugar.
Também nunca foi ao Ronda ver o show de travestis com a Belle Dominique? Não acredito!
Fique sabendo que não me atazanou a cabaça e quem vai ficar fora das estrbeiras é você.
Pode crer que tive muita pena que amputassem e matassem o Victor Jara. Mas apesar de os culpados serem, como de costume, os EU, devido ao boicote, pois nem um parafuso de lá vinha, para reparar as máquinas que eles forneceram e assim enfraquecerem a malta para depois actuar em força, os revolucionários também se perdem sempre quando se vêem com o poder nas mãos, porque não há força que resista ao poder do capital. No entanto você não é nem um revolucionário, nem um idealista, e para grande desgosto seu o Mário Soares não foi o Salvador Allende da Europa.
Mas quanto ao Comandante sempre gostei dele e garanto-lhe que adoraria ter feito com ele uma corrida tipo "EASY RiDER".
Tenho dito!

joão disse...

siga pa bingo

andorinha disse...

Para todos os homens e algumas mulheres deste blog:)

A culpa de Eva

Uma inglesa de 23 anos queixou-se à polícia do Dubai por ter sido violada por um empregado de hotel, e acabou detida por sexo "ilegal" e consumo ilícito de alcool, arriscando 6 anos de prisão.
A notícia veio na edição "online" do Expresso e vale a pena ler alguns dos comentários que suscitou, que revelam até que ponto continuamos, no que respeita à mulher, presos a uma cultura atávica de preconceitos e intolerância boçais, de raiz cristã mas não subtancialmente distinta, talvez só um pouco mais envergonhada, da que enforma a "sharia" das teocracias islâmicas.
O tipo comum de homem português tem, de facto, telemóvel de última geração no bolso, alta definição na sala e a "coutada do macho latino" na cabeça. E se a lei (sobretudo a civil, mas também a penal) se tem entre nós autonomizado progressivamente da influência da Igreja, a "provocação" da mulher continua, por exemplo, a ser "atenuante" em crimes de violação.
Como se, vindas do fundo do cérebro reptilíneo, as sombras de Tertuliano ou de S. Paulo nos fornecessem permanentemente o álibi de que precisamos, o de que Eva "provocou" Adão.

Manuel António Pina, Por outras palavras, JN

andorinha disse...

Cêtê,

Como vês, não leio só o CM.
Esta ofensa não me sai da cabeça, carago!:))))))))

Anfitrite disse...

Thora,
tinha de ser
http://books.google.pt/books?id=EeEctAKFUWAC&dq=fender+stratocaster&printsec=

carangueijohermita2 disse...

boa noite/dia

dioospireiro disse...

holáx!

fiury disse...

cê-tê
não é nada:))) , pronto, pronto... é que eu tenho medo de dirigir a palavra ao FORA -DE-LEI.(Se calhar um dia destes fui mais dura com ele Já tentei)... assim com caldinhos e ele espingardou logo:))) rrrrrrr

não meta mais veneno sim?:)))))

dioospireiro disse...

Holáx!

andorinha disse...

Fiury,

O FDL é bom tipo. Aquilo é só fachada...:)

dioospireiro disse...

Hooláx!

fiury disse...

Andorinha,

Mais carvão não, please:))))

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha,;)))Por acaso ficaste mal vista! loooool Mas eu sei que é para poderes manter conversa com toda a gente! Eu passo sempre vergonhas por não perceber os delírios de algumas colegas por actores das telenovelas. Pelos vistos ando a perder actores fantásticos! ;P

fiury, eu percebi!;) chama-se a isso "Cagufa". ;P

fiury disse...

cê-tê

é....até tremo:))))

LOL

andorinha disse...

Fiury,

Não é carvão, nem lenha para a fogueira:)

Falo a sério: apesar dos arrufos que tem de vez em quando, o FDL é um tipo fixe.
E só o conheço daqui, nunca o vi mais gordo:)))

Têzinha,

Obrigada por continuares a achincalhar o meu ego:)))
Já sei, deve ser vingança por eu há dias ter feito um lenho no teu...
Mas não te sabia tão vingativa...:(

:)))))

fiury disse...

Por acaso o medo é um mal social.
Quem escreve sobre isso é o José Gil, o Filósofo.... voçês sabem....a propósito disso o poema de amor " o quase" parece que afinal é da autoria de uma miúda de 21 anos. Para quem não conhece vale a pena procurar na net.

yulunga disse...

Anfitrite
Grandes concertos, sim senhora.
Peter Gabriel fui ver e Joan Baez também apesar de não gostar lá muito de música de intervenção, mas era aquela fase de "papar" quase todos os concertos que passavam pelo Dramático.
2001... Uma paixão. Fiel, nunca deixei de ir, continuo a ir e só deixarei de o fazer quando a "Catedral" fechar portas, o que infelizmente está para breve :-(
Quando aquilo fechar vai junto um bocadinho de todos nós.
E o Seixas? Aquela figura única, que me conhecia desde que nasci, mas que me barrava a entrada todos os fins-de-semana e me dizia: Bilhete de identidade!
Senhor Seixas, mas o senhor sabe a minha idade.
Dizia-me ele: Trabalho é trabalho e desconfio sempre da idade de miúdas que fazem balões com a pastinha elástica LOL.
Ronda. Ía lá muitas vezes com amigos bem mais velhos. Sentia-me mais adulta porque bebia cocktails, além de que aquilo era uma boite e não uma discoteca.
Sentia-me muito batida na noite a pedir um São Francisco sem alcool :-P
Foi lá que conheci o Bloody Mary. Foi lá também que conheci o Domingos (Belle D.) de quem ainda hoje sou amiga e que é uma companhia de night cinco estrelas, Uma noite passada com ele é uma noite garantida de boa disposição e loucura.
Boas lembranças!

Andorinha
"O tipo comum de homem português tem, de facto, telemóvel de última geração no bolso, alta definição na sala e a "coutada do macho latino" na cabeça.
Mas não tenhas dúvidas. E mesmo as cabecinhas de 18 anitos e por aí, algumas, ainda são assim, principalmente no que toca à independência sexual da mulher.

dioospireiro disse...

bate-me se quizeres

dioospireiro disse...

Holáx!

dioospireiro disse...

holax

dioospireiro disse...

Olá!

dioospireiro disse...

Olá!

dioospireiro disse...

Olá!