quinta-feira, março 21, 2013

Dia da poesia é no Murcon:).

O Amor Estou a amar-te como o frio corta os lábios. A arrancar a raiz ao mais diminuto dos rios. A inundar-te de facas, de saliva esperma lume. Estou a rodear de agulhas a boca mais vulnerável A marcar sobre os teus flancos o itinerário da espuma Assim é o amor: mortal e navegável. Eugénio de Andrade, in "Obscuro Domínio"

115 comentários:

isabel disse...

:)

A Menina da Lua disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A Menina da Lua disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A Menina da Lua disse...

Muito gosta o Professor do Eugénio de Andrade!
Mas tambem quem é que não gosta!

isabel disse...

a minha escolha no FB foi

http://www.youtube.com/watch?v=bDDdsQb0mkY&feature=share

goolsgo disse...

Na partam as agulhas da vida
O disco é sempre o mesmo

andorinha disse...

Dia da poesia é...everywhere:)

Belo poema sobre o amor.

A poesia, a música, a natureza, três elementos que me ajudam a relaxar neste ambiente conturbado.

Anfitrite disse...

Este poema fez-me lembrar esta cena do Psycho. Não deixem de prestar atenção aos violinos de Bernard Herrman.

http://www.youtube.com/watch?v=0WtDmbr9xyY

Impio Blasfemo disse...

Pois!
Assim é a nossa vida actual “Mortal e navegável”, até ver….Assim é a nossa Realidade, Impressionante.
http://www.publico.pt/politica/noticia/seguro-a-realidade-impressioname-1588688

Saravá
IMPIO

Impio Blasfemo disse...

Este é o mosso Actual "Obscuro Domínio"

IMPIO

bea disse...

Bom Dia :)) é sexta feira...

Obrigada, senhor Professor.

e também à Isabel que postou bonito no FB e aqui trouxe.

Anphy!

não acredito que o poema lhe lembre a cena de Psycho salvo por oposição (incapaz de a ver a totalidade). E os violinos só arranham; são gritos de instrumento, pedidos de socorro de cordas destratadas. Queixas agudas.

E é tão outra a morte no amor!

mêlhôrô?

Cê_Tê ;) disse...

(Isto é uma versão hard!!!!;))) Lindíssima, perturbadora e intimista)

Apesar de passar por aqui menos vezes sinto a falta deste cantinho e do ambiente de reflexão que permite - o FB tem outro tipo de registo. (Que aliás também aparece por aqui, muitas vezes.)

Abraço (para todos.) e uma bom fds. ;)

Caidê disse...

Isabel
Obrigada pela lindíssima partilha.
.........
Eugénio: num forte tom de cumplicidade :)!
.........
Anphy
It's time to take a shower.
I'll be back :)))

Caidê disse...

Faltava:
http://www.youtube.com/watch?v=QYJMfIzyjzA
:)))

rainbow disse...


Bom dia, boa tarde, que para mim ainda é dia de trabalho.
Sem tempo para vos ler agora...

Estes pagam direitos de autor:)


O nosso amor

O nosso amor é puro.
É feito de aroma a rosmaninho, de céu azul, de platina, de água cristalina duma fonte inexplorada.
O nosso amor é puro.
É feito de mel, de algodão, de sementes, de bolas de sabão.
O nosso amor é puro.
É feito de nudez, de embriaguez, de paixão.
Dum projecto de vida, ou de uma ilusão.


O intruso

Acampaste na minha cabeça
numa tenda pequenina.
Dum lado, uma mão cheia de memórias,
Do outro uma estrada infinita.
O meu coração fica suspenso.
E os meus braços também.


à bientôt
Boa sexta per tutti:)

Anfitrite disse...

Caidê,

Não me importava nada se me aparecesse um Anthony Perkins, no duche é claro. Mas sem agulhas porque eu as detesto.

Bea,

Daqui para a frente não há melhores. Eu estou no estado de estupor, como muito bem disse ontem o PP na ↵ do •.

http://www.youtube.com/watch?v=zrK5u5W8afc

A Menina da Lua disse...

Anphy

Adoro essa música! Faz-me lembrar quando era ainda criança e a cantada aos gritos numa maneira enfática e apaixonada!:) Enfim! lembranças da infância onde a alegria e a inocência fazem sempre parte...

Anime-se...viu! :) e sinta-se leve como aqui nesta bonita dança submersa ao sabor da musica e do sonho!:)

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=n_MntuEaeH0

Impio Blasfemo disse...

Porque para alguns a vida "anda negra". Talvez porque para alguns seja difícil falar de amor. Talvez porque para alguns o amor passe por outras palavras e por outras acções, e porque todos nos andam a dizer "VEM POR AQUI" aqui deixo:
"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!
Cantigo Negro - José Regio.
http://www.youtube.com/watch?v=qKyWRJZnu2o
http://www.youtube.com/watch?v=qKyWRJZnu2o
IMPIO

A Menina da Lua disse...

CÊ TÊ:)

Tem toda a razão! é mesmo: "Isto é uma versão hard!!!!;))) Lindíssima, perturbadora e intimista"

Apenas lhe acrescento: onde encontramos aquelas palavras únicas e misteriosas de singular argúcia mas tambem beleza...:)

Retribuo o abraço!:)

andorinha disse...

O empregado chega ao pé do patrão e diz:
Bom dia:)

Gente, obrigada pelos poemas. "Tocaram-me" todos de uma forma ou outra...

----------


- "Chefe preciso muito que me aumente o salário, já andam 4 empresas atrás de mim..."
O patrão com receio de perder o bom funcionário decide dobrar-lhe o salário...
Dias depois pergunta ao empregado:
- "Óh Zé que empresas é que andavam atrás de si?"

- "A da água; a da luz; do gás, e a tv cabo..."


Agora vou...inté...:)

bea disse...

Anphyzinha

Temos de tratar a sua doença.

Também não a entendo, para que raio queria o Anthony Perkins? Que, se calha, já morreu; e novo não nos servia. Quer dizer, a mim. E se fôssemos da mesma idade? Também não; é que, pelo menos eu não o conheço de nenhum lugar (filmes não é lugar). E não acho de bom gosto aparecer-me logo no duche, pronto.

Está no estado de estupor?! Mau, Maria. Quem é que a pôs assim? O PP foi quem disse. E esse talzinho será Paulo Portas, o Papa, ou outro/a PP qualquer? Seja quem seja. Manda cá os meliantes (não podemos lá ir porque essas setas e sinais não se entendem e eu até com as que explicam tudo me perco) que, chegados eles, a gente esfrangalha-os, atiramos-lhe as letras todas do abecedário, quer dizer aquelas com pernas e braços mais compridos que é para aleijar a sério.

Hummm, também não gosto de agulhas quase nenhumas.

Rain

E não é tão bonito que alguém nos acampe dentro da cabeça? Desconhecia a tua faceta de verso de pé quebrado (não sei o que é verso de pé quebrado, mas fica bem).

Boa Tardinha a Todos. Fiquem Bem:)

bea disse...

Ímpio

Que boas memórias tenho do Cântico Negro. Obrigada. E é um poema tão bonito. Mas fora da rebelião juvenil como é difícil contrariar caminhos feitos! E quanto nos gastamos nos que abrimos. Bem, temos de ser um pouco Pessoa "tudo vale a pena se a alma não é pequena". O problema é não saber se a tenho. Acabamos sempre na crença.

bea disse...

Andorinha brincalhona:))

http://www.youtube.com/watch?v=m0jOgx4CafE

e que a leves por onde voes.

andorinha disse...

Bea,

Bigada:)
Linda a canção e lindo o video!


Em cima, não é o empregado que diz "Bom dia", sou eu:) Loooooooool

Troquei as frases...sorry!

Agora vou voar. Está bom lá fora...

andorinha disse...

www.publico.pt/cultura/noticia/o-professor-ensaista-e-critico-literario-oscar-lopes-morreu-hoje-1588777

Cada vez mais orfãos...:(

goolsgo disse...

Andorinha,

Ouvi a notícia e lembrei-me que foi dos primeiros livros que encontrei sobre o português. Longe das regras e aprendendo o idioma pela partilha de experiências.

P.S. Nunca subestime à partida um cromo que desconhece / Pode ser o que lhe falta para completar a caderneta

goolsgo disse...

"Obscuro Domínio"

É um bom propósito para contar uma história.

Uma vez que fui fazer uma sessão de auto-conhecimento em que nos põem as mão na moleirinha. Era suposto haver um fluido de pensamentos, senti "apenas" um bom estar. No final o estávamos à espera que algo de novo teria para revelar, justo seria saber mais de mim, ficou a ultima visita adiada. O fluxo de pensamentos tinha-se invertido.

Cê_Tê ;) disse...

Porque a morte não é o fim de tudo



https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Fy2VkoCSJbc#!

andorinha disse...

Pedro,

Apenas???????????
Massagens na moleirinha são ótimas!
Ontem fui fazer uma aula de yoga que a dada altura incluia massagens.
De pé, em todo o corpo.
Ao fim de uns segundos fiquei com a sensação de que ia adormecer e cair redonda no chão...:)

Adoro massagens. E adoro fazê-las em moleirinhas como a tua, sem cabelo ou quase. São as mais saborosas:))))))

Beijinho

www.youtube.com/watch?v=oG4ndbhOkpI

Fiquem bem:)






andorinha disse...

Obrigada, Cêtê:)
Só vi agora...

Caidê disse...

Ímpio
O "Cântico Negro" é uma voz que... soa a construção, vinda ou não de muita negação. Muito forte e bonito!

Rain
Só quem amou profundamente entende quando é de amor que se escreve. O meu respeito e comunhão com os teus poemas.
Verdadeiros amores tive alguns poucos. Só chamo verdadeiros aos que nos fazem entregar a alma.
Permanece-nos sempre aceso o do filho, que sendo tão diferente de outros mais é amor com as mesmas quatro letras. E menos que isso é amor pouco, amor qb talvez. Mas Amor Amor é mesmo aquilo que arrasta a gente em toda a nossa identidade. :)))

Anphy
Assim sendo, já tenho toda a dose de Anthony que baste :)))! Ou quase:)))!...
E olha só a demora que tive no shower hoje - não sejas malandra:))). Quem dera! :))))

Andorinha
Óscar Lopes e Mário Murteira. Nem queria ouvir quem mais dos nossos grandes referentes ia partindo à frente!...
Um fez-me apaixonar tenramente pela Literatura e outro pela Economia Política do Desenvolvimento. Ambos contribuíram tanto para a minha formação que!...

...........
Hoje sinto-me seriamente preocupada com a porcaria de lideranças que temos - por cá e pela Europa! - e num momento destes!...
Não há para aí quem pense um pouco mais em Direitos Humanos do que em camisolas político-partidárias?
Se há, juntem-se. Liderem!
Mandem os meninos para o quarto das bonecas, por exemplo!

:(((

goolsgo disse...

Cê_Tê ;)

Nascemos para alguma coisa
É apenas um efeito secundário

goolsgo disse...

"Antes e depois de estar vivo"

Palavras são palavras
Sopram contra e a favor
No entanto fizeram o Mar
E as Ondas a dar à Costa

Longe dos ventos que sopram
Vou adormecer no fundo do meu Mar
Embalado por Correntes e Marés
Volto ao vento e às palavras

Caidê disse...

Anphy
Gosto muito, mas toca-me "Unchained Melody".

Mas já que...
Porque Patrick já não está e adoro Demi Moore:
http://www.youtube.com/watch?v=ZsukB39t6eA

Cê Tê
Para mim a morte é o fim de tudo.
Quem dera crer como tu.
O meu realismo fere-me por vezes :(((

rainbow disse...


Bom dia:)


Bea

Também não sei o que é poesia de pé quebrado, mas está bem:)
Sobre a tua pergunta do andar de baixo, que é feito do casal do "Je t'aimes moi non plus", sei que o Serge morreu, sobre a Jane Birkin, tive que googlar, tem 66 anos.

Anfi

Os violinos de Bernard Herrman estão tão bem enquadrados, que já nem conseguimos imaginar a cena do duche de "Psycho" sem aquela peça musical. Gostei de "Psycho", mas prefiro "Vertigo".
Estado de estupor?? Continue na onda do "Unchained melody":) Um abraço.

Caidê

Utilizaste bem o tempo do verbo.
Geralmente os amores cheios de convicção e ingénuos acontecem na juventude, quando nos atiramos de cabeça para as coisas, sem medir consequências.
Para mim, o Amor Amor, como lhe chamas, só acontece uma ou duas vezes na vida.
O vídeo de "Ghost" é lindíssimo.

Ímpio

Também gosto muito do "Cântico Negro" de José Régio. Muito a propósito, num tempo de totalitarismo disfarçado, de insanidade, com constâncias na persistência, desenhos e calibragens, com petições atrás de petições.
Vivemos tempos estranhos...

Cê-Tê;)

Obrigada por Bernardo Sassetti.
Um abraço de volta.

Andorinha

Morrem os bons, aqueles que são uma referência e motivo de orgulho. E fica um vazio.
Mas, como dizia Rui Tavares, citando Miguel Portas: "isto vai".

E viva a Primavera!:)
Um bom sábado para todos

http://www.youtube.com/watch?v=q8oZEIQ-AxQ

goolsgo disse...

Retomando a temática de ontem...

Viver é o melhor remédio
O efeito secundário
É o menos desejado

cabecinhapensadora disse...

Obrigada à Cê_Tê que me abriu as portas do dia com o piano de Bernardo Sassetti.

E bom dia a todos. Mesmo que chuva em todo o país.

Rain

Obrigada também pela informação acerca do casal mais falado entre as adolescentes da minha época quando a maioria nem sequer entendia o porquê das palavras e interjeições :)

O Amor só aparece uma ou duas vezes? o resto é suavidade sentimental e engano?
Julgo que é tanto de quem o sente que apareça...e do como vivê-lo. Sendo que tal como a inteligência, o que a uns gasta imenso tempo a estudar, outros fazem de uma penada. E, por vezes, em menos tempo fazem melhor. Assim no Amor - que será inteligência emocional ou por aí - não porque uns gastem menos tempo que outros, mas por ser em nós desigual a capacidade de doação que exige; e a disponibilidade; e a profundidade de sentimentos, e o não se deixar anular e etc.
Se o encontras, depende de ti fazê-lo maior ou mais pequeno. De paixões a fosforecer, na idade própria, somos todos capazes. Não acontece o mesmo com o Amor. Penso eu de que.

perhaps disse...

Cabecinha Pensadora!!!

que nick mais fora de época. Estarás no Clube dos Pensadores....por aquaso?

cabecinhapensadora disse...

Perhaps

Nada, não. Estou retirada das lides; mas às vezes gosto de espreitar os lugares por onde andei; aprendo sempre umas coisas e não resisto a comentar :) Bate-me uma saudade antiga dos comentários aos textos do professor que me pareciam luminosos,escritos em pó de estrela:). São um retrato a carvão; preferia sépia, mas pronto. Não se muda o passado.

Gostei de vos rever; há gente nova, falta o Thora que me chamava tiny head (já passou muito tempo, espero não me ter enganado). Passem muito bem.

João Pedro Barbosa disse...

Bom almoço!

Não vai ser cãobrito!

bea disse...

Bom Dia!!!

Bom Domingo a todos :))

então...que. que, que, ai, acho que estou meia gaga(á).

vi este resumo que provavelmente já conhecem, mas está engraçado.
Resumo de Édipo-Rei
(versão brasileira; dispensa a leitura da tragédia)

Um maluco entra numa onda, não ouve o que um ceguinho lhe diz e acaba matando o pai, comendo a mãe e furando os olhos. Por conta disso, séculos depois, surge a psicanálise que, enquanto mostra que você vai pelo mesmo caminho, arranca-lhe os olhos em cada consulta.

FIM

bea disse...


Romeu e Julieta

"Dois adolescentes doidinhos apaixonam.se, mas as famílias proíbem o namoro. As duas turmas entram na porrada, uma briga danada, muita gente machucada...então um padre tem uma ideia idiota e os dois morrem depois e beber veneno, pensando que era um sonífero."

Bom almoço :)

João Pedro Barbosa disse...

bea,

"Romeu e Julieta" para a sobremesa é tudo que lhe posso desejar!

andorinha disse...



É bom rir ao acordar...:)


Caidê,

Para mim a morte também é o fim de tudo. Penso que a Cêtê pensa o mesmo.
Só não é para quem é "imortal", quem sai do anonimato...


Rainbow,

Saudades ruas, miga:)
Viva a primavera, sim, mas que venha depressa o verão:))))

Bea,

Engraçadas as histórias. Por isso eu disse que é bom rir ao acordar...sim, que eu sou uma andorinha muito dorminhoca:))))


Pedro,

Bom lanche:)


www.youtube.com/watch?v=Ki9xcDs9jRk

Bom sábado

andorinha disse...

Saudades tuas e não ruas..:))))))

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Fazes bem em pensar no futuro mas o meu futuro é agora.

bea disse...

Oh! não me apetece morrer à sobremesa!
És um provocador, Pedro. Diria mesmo mais: um provocante.

João Pedro Barbosa disse...

Obrigada pela parte que me toca! "Regras são regras"

João Pedro Barbosa disse...

Gato esfolado
Em Água fria
Não se mete

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Quando não há regras, cada pessoa passa a ser a regra.

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Resumindo e concluindo!

Quantos juízos de valor
Sem qualquer juízo

João Pedro Barbosa disse...

TER SUCESSO
É SER BEM SUCEDIDO
O SUCESSO
É UM ACUMULAR DE MAL SUCEDIDOS
O BEM SUCEDIDO
É O AZAR
E O QUE TEM
QUANDO SE DESCONHECE O SUCESSO

andorinha disse...

Pedro,

O futuro de todos nós é agora.
Ou querias que fosse só teu, não?:))))

Impio Blasfemo disse...

Caídé, Rainbow e Bea
Tenho andado arredado e respondo pouco mas ando às voltas com as aulas. Teno uma pipa de testes para ver e novos programas a fazer. Ando estoirado e a rebentar pelas costuras. O poema do José Régio não o conhecia; foi um amigo meu que mo enviou. Deixo o blog dele
http://azweblog.blogspot.pt/

Abração
Impio

andorinha disse...

"Francisco afirmou nessa altura que os membros de todas as religiões e mesmo os não-crentes têm de reconhecer a sua responsabilidade conjunta “para com o nosso mundo, para com toda a criação, que temos que amar e proteger”. O Papa pediu a todos para lutarem contra “uma visão unidimensional da pessoa humana, segundo a qual um homem é reduzido àquilo que produz e àquilo que consome”, e que considera ser “uma das armadilhas mais perigosas do nosso tempo”."

Gosto deste Papa. Parece-me genuinamente humilde e afetuoso.
Agora se conseguirá ou não "domar" a Curia é outra questão.
Espero que seja bem sucedido.

www.youtube.com/watch?v=Rsse2tl2MEE

Um vozeirão de mulher!

Até amanhã. Fiquem bem.

isabel disse...


À medida que ia lendo os vossos cinquenta e muitos comments, copiando e colando os vossos links numa outra janela ( será que há outra forma mais fácil de os abrir? ) veio-me à memória esta foto que para mim retrata o verdadeiro drama quase tão trágico como cómico da essência do ser humano :-)

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=524943347549550&set=a.121189341258288.8045.121188731258349&type=1&theater

isabel disse...


boa noite e abraço mui grato pela vossa partilha ~~

http://www.youtube.com/watch?v=UZp6dhheriM

andorinha disse...


Voltei por tua causa, Impio:)

Fui espreitar o blog que referes e perdi-me na leitura.

A adoptar a cartilha do inimigo ou apenas um caso de Ao serviço de Sua Majestade, o Capital?

Um post imperdível. Extenso, mas que vale a pena ler...

"Cada vez me convenço mais de que a globalização, tal como está a ocorrer, não passa de uma forma moderna de colonização. E a colonização máxima é a feita pela finança à economia."

Bem pensado.

Não estoires, amigo. Guarda para amanhã o que não podes fazer hoje:)))

Abração

João Pedro Barbosa disse...

Como estão? Os amigos imaginários do blogue?

João Pedro Barbosa disse...

Para aqui deixar um comentário
É preciso comer um boi
Para deixar de comentar
Abater uma manada

bea disse...

Boa noite :)

Ímpio

Quanta sugestão tem esse blog. É um guia de coisas, umas mais apetecíveis. E variadas.Obrigada :)

Com tudo que se diz do filme Comboio Nocturno para Lisboa, gostei bastante da entrevista na rtp2 com Pascal Mercier o autor do romance. Um bom caso em que o jornalista está bem para o entrevistado. e por isso, melhor a entrevista. gostei mesmo.

Pedro

Hoje é sábado, tens que descontar. O people passeia, vê amigos... não somos imaginários. Mas de "amigos imaginários", por acaso, temos um pouco. Sim. Mercier afirmou que a intimidade e a imaginação são os redutos do eu livre; não foi bem assim, mas gostei que as conjugasse ao interpretar uma frase do livro relativa a sermos desconhecidos para os outros, o que é bom; deixa-nos esse ser secreto por onde se passeiam imaginário e intimo.

Isabel

parece-me que terei de escrever ao garoto da guitarra. Tem de ser :)

E. Pronto. Fiquem bem

Caidê disse...

Andorinha
A morte só não leva o que fica nos corações dos que os amaram - é aí que viverão para sempre.
Os que a obra perpetua é muito, mas é pouco.
Mais do que obra são os afectos.
Calculo que também sintas assim.
É que quando se tem experiência de morte tudo muda em nós.Há um derradeiro realojar dos que vão em nós.

Ainda sobre crenças...Também gosto do Papa. Genuíno e batendo nos pontos aos pontos. Espero que ao menos do Vaticano venha militância que não durma em prol da Humanização deste mundo global tão fatiado em colonizados e colonizadores.

Gosto muito de Alanis :)

Pedro
Tão linda a imagem do teu amigão :)!

Isabel
Muito conotativa a tua BD :)! Realíssima, no entanto.
Obrigada também pelo tema que nos deixaste - é bonito!

Rain
O tempo do verbo? Amores de juventude? Depende da tua definição de juventude. Amei sempre igual quando amei. Embora com o tempo tivesse ganho mais estrutura pessoal.

Ímpio
Força! É uma fase de trabalho que...
Leio depois o link que deixaste e a que a Andorinha se referiu.
Bora lá ver O Eixo do Mal!

Anfitrite disse...

Como disse a Clara F. Alves: o povo é reponsável porque não quer saber.

Retirado do Jumento.

Quem tem medo do lobo mau?

A direita portuguesa nunca perdeu os seus velhos tiques e à primeira oportunidade reage como se vivêssemos em ditadura, basta haver uma oportunidade para que os velhos demónios habituados a décadas de ditadura se soltem. Veja-se o que se está a passar com o governo, a coberto da troika Passos Coelho tornou-se num serviçal de um desconhecido Gaspar que tem um projecto para o país que tornaria Salazar num velhote simpático.

Para a direita portuguesa a ordem natural das coisas seria a direita governar eternamente, as eleições seriam desnecessárias mas já que têm que ser realizadas então o povo deveria votar eternamente nos partido de direita. Quando a esquerda governa a direita não responde com alternativas, coloca sempre as diferenças no plano da competência, um governo de direita é naturalmente competente, um governo de esquerda é naturalmente um governo incompetente.

Sempre que governa a direita apresenta-se como a salvadora, sucedeu com Salazar, com Marcelo Caetano, com a AD, com Cavaco Silva, com Durão Barroso e agora com Passos Coelho. Através de eleições ou de um golpe de Estado sempre que a direita chega ao poder não se apresenta para governar segundo o seu projecto político, é sempre salvadora, tudo o que decide é em nome da salvação do país.

A reacção da esquerda é curiosa, a esquerda conservadora sempre preferiu governos de direita a governos de esquerda, PCP e BE sentem-se mais confortáveis concordando com a direita em relação ao que consideram ser a ordem natural das coisas. Uma boa parte do PS quase pede licença à direita par governar, pede desculpa à direita por não governar tão à direita como esta desejaria e sente vergonha em relação à esquerda conservadora por não governar tão à esquerda como esta exige. A direita faz uns elogios enquanto o eleitorado não a favorece, a esquerda abre consultórios de certificação de governos de esquerda.

Quando há um governo de esquerda que enfrenta a direita e manda a esquerda conservadora à fava surge o ódio, estava o verniz à direita que solta os fantasmas da destruição do estado social, dos despedimentos em massa e da revisão constitucional. Na esquerda conservadora vem ao de cima os velhos ódios ideológicos dos leninistas e dos trotskistas aos social-democratas, ódios bem mais violentos do que o que separa a esquerda conservadora da direita.

Sócrates e Mário Soares foram os dois líderes de governos de esquerda mais odiados quer pela direita, quer pela esquerda conservadoras, desprezaram a direita, atacaram-lhes os alicerces dos financiamentos partidários, disputaram-lhes o poder na finança e na comunicação, venceram-na repetidamente, humilharam-na. Em relação à esquerda conservadora quer Mário Soares, quer Sócrates mandaram os Louçãzinhos a apanhar gambuzinos, desprezaram-nos enquanto sumos pontífices ideológicos.

Quer a direita, quer a esquerda conservador odeia e teme Sócrates, nalguns casos Sócrates conhece podres mais do que suficientes para que este medo seja terror. E agora não há processos Freeports para lhe atirar.

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Não entendo o que escreves.

bea disse...

Bom Dia :) e Bom Domingo

Pedro
é chinês. Queres o quê? um tradutor brasileiro?
muita vez não te entendi. Portanto, estamos quites :)

Felizmente não conseguimos saber as pessoas. Esquadrinhá-las. Amamos nelas uma superfície e se nos fora dado o fundo talvez que um naufrágio. Mas o Eugénio bem diz que é navegável. Repugna-me o mortal, mas sim, mortal.

Anphy

só há uma coisita com que não concordo no texto do Jumento. Apesar desta direita nos sacrificar (é sacrifício, sim; imolação) e nos empobrecer a cada um em particular - ainda que não a todos por igual, há quem enriqueça - e ao país, enquanto em Salazar só a primeira premissa era verdadeira, não julgo nem de longe que estes governos de direita o tornem um velhote simpático. O que o Jumento pode dizer, isso sim, é que eles são bem mais perversos. Salazar foi, dentro da linha e princípios que defendeu e se propôs, de alguma forma coerente, capaz e honesto. O que ora não se verifica.Mas um governo de direita em democracia não é igual a um governo de ditadura sem ela. Mesmo que à Portuguesa.

Quanto ao seu menino preferido, deixemo-lo vir. Falar. E não nos precipitemos, ok? vou estar atenta. Na 4ª vai dar uma entrevista :))

um abracinho

rainbow disse...


Bom dia:)


cabecinhapensadora

Pois, as minhas opiniões são discutíveis, como é óbvio:)

Andorinha

Percebi à primeira:))) tuas e não ruas.
Também tenho muitas saudades. A Páscoa foi adiada, mas em Agosto, se passares por cá, "obrigo-te" a conhecer a minha linda Praia do Alemão, o Algar Seco e a Boneca no Carvoeiro, e a lindíssima praia de Odeceixe. Que tal?:)

http://www.youtube.com/watch?v=R5atdm7GAbc

Caidê

Talvez não me tenha expressado bem. O que quis dizer com amores de juventude é que aos vinte anos somos mais espontâneos, mais puros.
Com o tempo vamos perdendo essa espontaneidade. Tornamo-nos mais prudentes. Isto sem querer fazer qualquer juízo de valor.
Esta nossa conversa foi em sequência dos meus poemas, não é por acaso que o primeiro foi escrito com vinte e poucos anos.
Entendes agora?:)

Ímpio

Estou zangada com o Sporting:)))
Ontem estive à espera do Eixo do Mal, e nada. Não sei se acabou por dar mais tarde.
Bom, boa sorte para o seu clube e não se estoire a trabalhar.

Isabel

Obrigada pela BD e pela música.

Bom domingo para todos

http://www.youtube.com/watch?v=BTNRN4rsfX8

João Pedro Barbosa disse...

Bêíha!

Quando a saude
Põem em causa
A vida
A vida
Tem que se esquecer
Da saude

bea disse...

Rain

A tua praia deu-me frio :))
Não tem rochas e ondas fortes? Mas sim, é bonita. Pena que fique num tão baixo que se faz alto de mais quando regressas. Ou haverá uns guindastes para nos puxar lá de baixo? Hum…hum…

Parabéns, é bonita, sim. E bigada por ela e por Early morning de Eva Cassidy

Ímpio

Não tens férias?! Pensei que professores e alunos a descansar :) Ora bolas.
Que termines depressa

João Pedro Barbosa disse...

A BURRICE
É UM BOM CATALISADOR
PARA FICARMOS
MAIS DISPERTOS

andorinha disse...

"A morte só não leva o que fica nos corações dos que os amaram - é aí que viverão para sempre."

Sem dúvida, Caidê. Penso igual.


Rainbow,

Em agosto é quase certo que vá para essas bandas. E claro que passo por aí.
Conheço Portimão e a zona circundante, mas não a fundo. Há muita coisa que me falta conhecer. Tudo o que for praia, "bota" na lista:)


Estive a ver de novo Odeceixe. Linda! Linda! Linda! Assombrosa! É mesmo o meu tipo de praia. Wait for me!:)))

Deu o Eixo do Mal bastante mais tarde. Aqueles "lagartos" não paravam de falar...

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite,

O Murcon
Não é um vìcio
É doentio

andorinha disse...

www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/lima-vende-quadros-para-pagar-dividas

Tadinho do senhor! vamos fazer uma subscrição pública para o ajudar?

andorinha disse...

Pedro,

"Desconcordo":)
O Murcon é um vício saudável...

andorinha disse...

Trazida do outro lado porque sim...:)

José Mário Branco - Eu vim de longe

www.youtube.com/watch?v=LSKgs10oOQE

Vieram-me as lágrimas aos olhos pela atualidade da canção. E por me fazer recuar tanto no tempo, no tempo em que eu pensei que fosse possível construir uma país justo, solidário e próspero.


"e sempre que abril por aqui passar, dou-lhe este farnel para o ajudar"

Fiquem bem.

João Pedro Barbosa disse...

Cê_Tê ;)

Depois de me atualizar com a atualidade, deixei de considerar o amanita muscaria como uma possiblidade!

João Pedro Barbosa disse...

Deixo aqui uma alternativa...

bea disse...

Bom Dia a todos

Boa 2ª de chuvinha todo dia em todo o lugar

José Mário Branco

Desconcordo que tenha sido "um sonho lindo que se acabou"; até me ser provado por A+B que nada resta, vou acreditar que valeu a pena, que nem tudo morre, que há muita coisa transversal a gerações e gerações. imortal. Mesmo espezinhada, renasce. Enquanto houver homens há futuro. Não acredito que todos armados de morte. Há-de haver guitarras e vozes levantadas. E é preciso revolver isto tudo. O que não sei é se será no nosso tempo. Must.

andorinha disse...


O que fizeste tu à primavera, Bea?
Bolas! Que tempo horroroso!:(

Não consigo acreditar como tu. Desacredito...

Deixo-vos de novo com o Zé Mário

www.youtube.com/watch?v=tTTdJ5FM1mY

bea disse...

Não, não, andorinha. Temos de acreditar juntas. Acreditar sempre.

A minha Primavera é mental. E ainda é. Continua sendo. Vai uma apostinha que daqui a quinze dias é primavera? Mas tens que acreditar. senão ela não vem.É o teu desejo das coisas que as faz ser. e ponto. Final. sem parágrafo.

As pessoas não acreditam todas da mesma maneira nem nas mesmas coisas, Andorinha. Mas têm de acreditar; que sem esperança não somos homens.

E vai pá galdeirice de galochas e chapéu(troca as voltas) Se passes pelo mar,praia ou por aí olha-o com olhos meus (acho que não consegues, mas pronto), pf, ainda que me falte o bem de olhá-lo.

Obrigada.Porta-te.

João Pedro Barbosa disse...

Fora-de-Lei,

A tua imagem de perfil já à bastante tempo que me sujestionava o velho ditado: "Quem vê caras, não vê corações"

andorinha disse...


Entrevista de José Manuel Pureza ao Canal Q.

Dá gosto ouvi-lo. Excelente entrevista. Estou a conhecer facetas que desconhecia e fiquei a admirá-lo ainda mais por isso. Porque todos somos "vários".

www.facebook.com/jose.m.pureza?ref=ts&fref=ts

Fiquem bem.

bea disse...

Bom Dia de chuva!!! :)

João Pedro Barbosa disse...

Sua Zelência Bea,

Dá-me a liberdade de poder partilhar consigo um:)

bea disse...

João Pedro, toma tento

andorinha disse...

Bea,

Eu penso mesmo que foi um sonho lindo que acabou. Não há volta a dar-lhe.
Poderemos ter outros sonhos, mas aquele...
Neste momento já seria bom não termos pesadelos...

Ouve o JMP. É um humanista a 200%, dá gosto ouvi-lo.
Ouve e depois diz-me se não tenho razão:)

Pedro,

Um beijo, um abraço e um :)
Três em um...

Vou à galderice caseira, que o tempo não está para grandes feitos lá fora...

Inté...

andorinha disse...

União Europeia morreu em Chipre

por Viriato Soromenho Marques



Quando as tropas norte-americanas libertaram os campos de extermínio nas áreas conquistadas às tropas nazis, o general Eisenhower ordenou que as populações civis alemãs das povoações vizinhas fossem obrigadas a visitá-los. Tudo ficou documentado. Vemos civis a vomitarem. Caras chocadas e aturdidas, perante os cadáveres esqueléticos dos judeus que estavam na fila para uma incineração interrompida. A capacidade dos seres humanos se enganarem a si próprios, no plano moral, é quase tão infinita como a capacidade dos ignorantes viverem alegremente nas suas cavernas povoadas de ilusões e preconceitos. O povo alemão assistiu ao desaparecimento dos seus 600 mil judeus sem dar por isso. Viu desaparecerem os médicos, os advogados, os professores, os músicos, os cineastas, os banqueiros, os comerciantes, os cientistas, viu a hemorragia da autêntica aristocracia intelectual da Alemanha. Mas em 1945, perante as cinzas e os esqueletos dos antigos vizinhos, ficaram chocados e surpreendidos. Em 2013, 500 milhões de europeus foram testemunhas, ao vivo e a cores, de um ataque relâmpago ao Chipre. Todos vimos um povo sob uma chantagem, violando os mais básicos princípios da segurança jurídica e do estado de direito. Vimos como o governo Merkel obrigou os cipriotas a escolher, usando a pistola do BCE, entre o fuzilamento ou a morte lenta. Nos governos
europeus ninguém teve um só gesto de reprovação. A Europa é hoje governada por Quislings e Pétains. A ideia da União Europeia morreu em Chipre. As ruínas da Europa como a conhecemos estão à nossa frente. É apenas uma questão de tempo. Este é o assunto político que temos de discutir em Portugal, se não quisermos um dia corar perante o cadáver do nosso próprio futuro como nação digna e independente.

Excelente artigo! Não adianta nada enterrarmos a cabeça na areia. Acabe-se com este estertor...

bea disse...

Viriato e tu têm razão, Andorinha. Mas o povo não lê nem ouve o Zé Viriato. Pior que isso, está inconsciente ou adormecido além do seu pequeno circulo. Podes crer. Toda a gente fala muito sobre a rua, a rua, o poder da rua...e julgo que ela não se organiza se não haja alguém de valor e boa cabeça ao leme. Alguém que recrie a identidade que nos falta e em quem confiar. Não tem de ser santo mas tem inegavelmente de ser um Homem corajoso (ai eu sou pelas mulheres, mas por acaso não estou a ver nenhuma...).

Morreu o sonho europeu.
Pois que se crie um sonho nacional. De não morrermos. E de deixarmos de estar de cócoras o tempo todo. Que já nos doem as pernas. Além do mais ando a sentir-me estrangeira e não serei a única. Viraram-me os princípios todos de pernas para o ar para que pareçam errados. Palhaços.

João Pedro Barbosa disse...

Bea,

O seu ùltimo comentário deve ser por certo um exame de autoconsciência.

Não acha?...

http://4.bp.blogspot.com/-iH3ZlVuQGAs/UVHP7Um9EmI/AAAAAAAAATg/xiJF1fI31Zo/s1600/DSC_0453.JPG

andorinha disse...

Bea,

O povo está cada vez mais exausto e a exaustão não é boa conselheira.
A rua tem poder, sim. Desde que não nos calemos, que gritemos cada vez mais alto. Se mesmo assim não ouvirem, então que alguém intervenha porque a rua assim o exige.
Isto como está não pode continuar.

"Alguém que recrie a identidade que nos falta e em quem confiar."

Assim, de momento, não estou a ver quem pudesse ser uma força aglutinadora, com estatura moral e política para tal. Penso em gente do Bloco, mas provavelmente estarei condicionada no meu pensamento por ser simpatizante, admito...

Assino por baixo o teu segundo parágrafo. Todinhoooooooo:)

Ouve o José Manuel Pureza. Eu quando me encanto com alguma coisa ou alguém não descanso enquanto não a recomendo aos amigos:)

João Pedro Barbosa disse...

10

bea disse...

João Pedro

Não acho. Mas até pode ser. que não virá ao mundo mal maior de meus pesares ou alegrias. A esta hora já não atinjo o sentido da tua foto. Mas por acaso sabe bem este estado de apalermamento.

Andorinha
à bocado cliquei e não ouvi nada. Acredito que seja de mim porque o senhor não é mudo e tu és de palavra :)

E portem-se. que vim só a uma visitinha.


João Pedro Barbosa disse...

bea,

Vou ao youtube. Pode ser que me tenham deixado alguma surpresa.

João Pedro Barbosa disse...

How to Open & Close a Portfolio Enclosure

http://www.youtube.com/watch?v=ftFhTKGchzU

Um momento didático e apropridado para um sono relaxante.

João Pedro Barbosa disse...

Bôum Dêia!

bea disse...

bom dia pedro. hoje, quer dizer agora, não dá. té logo.tenho de ir pá chuvinha. trabalhar, por exemplo:)
porta-te.
o youtube deixa-te sms?
au revoir

João Pedro Barbosa disse...

bea,

O Paulo Portas, porta-se mesmo que não queira!

Barboso-me?

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Páh chuvinha trabalhar ou ir para o trabalho com chuvina?

Canseiroso disse...

Mortal será o amor,ou até anulável.Navegável, só com a intervenção divina...

andorinha disse...

Bea,

Não entendo. Mandei o mesmo link por mail para amigos e eles viram.
Só se fores à página dele e vires lá...não te sei ajudar mais:(
É uma conversa interessantíssima.
Eu achei...:)


Pedro,

O PP porta-se. Resta saber se bem ou mal...:)

Canseiroso,

Se o amor não for navegável, será outra coisa qualquer mas não amor...


andorinha disse...

http://expresso.sapo.pt/o-regresso-de-socrates-sebastianismo-de-pernas-para-o-ar=f796457

O regresso de Sócrates:sebastianismo de pernas para o ar.

Um bom artigo. Não concordo com tudo (sou definitivamente mais radical do que DO) :), mas continuo a apreciar os seus comentários.

E logo tenciono ver Sua Excelência. Se me enervar muito, mudo de canal.
Não embarco em petições ou apagões. Parecem-me idiotices.

João Pedro Barbosa disse...

Canseiroso,

Concordo 101% apesar de sabermos que a culpa morreu solteira!

andorinha disse...



Austeridade vai esticar recessão, afirmou Carlos Costa, governador do Banco de Portugal.

Toda a gente sabe e entende isto. Então por que se perpetua?
Só posso concluir que não é por ignorância, mas que é algo que e´feito deliberadamente pelo governo. Para nos empobrecer e enriquecer os 10% de amigalhaços.
Pode ser simplista afirmar isto assim, mas não andará muito longe da verdade.






João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Mas isso acontece em qualquer grupo formado por mais de duas pessoas. Há sempre quem esteja mais próximo do centro de poder.

bea disse...

Já o senhor engenheiro me farta. Vou dormir. Mas pronto, reconheço, sobra; em relação àqueles dois. O que não significa ter em tudo razão. Mas em parte.

o seu a seu dono

fiquem bem. vou dormir que não me aguento.

Um abracinho a quem vier. Especial para a Anphy que há-de estar contentinha :)

andorinha disse...

Bea,

Vi todinhoooooooooo:))))
Gosto de tirar conclusões por mim...

Nada de novo, o mesmo de sempre, não admite os erros, enfim...igual, sem tirar nem por.

Como disse António Filipe na RTPI, isto foi um espetáculo mediático que pouco ou nada tem a ver com a vida dos portugueses e com os seus problemas.

Agora passaremos a assistir provavelmente a vários jogos de pingue pongue, mas não sou particular apreciadora desse desporto...:)

Fiquem bem.

bea disse...

Bom Dia! :)

Andorinha

o senhor engenheiro:
não poderei falar pela totalidade a que não assisti. Também não entendo a razão por que nenhum dos nossos políticos erra. Estamos governados por seres que são anjos ou deuses mesmo. Nos muitos anos em que os ouvi, da esquerda à direita, nenhum errou. E vejo o meu país em tal desgraça.
Não li qualquer notícia sobre, mas todos sabemos que durante uns dias deu que fazer a algumas pessoas.

E só perdeu mesmo porque aqueles olhos inocentes são encenação que a conversa desmente. Sempre reconheci em José Sócrates a arte argumentativa. Penso que houve pontos que parecia querer que decorássemos, tanto os frisou. Não me parece que tenha sido debate vão; embora julgue que não houve conversa, houve defesa de acusações; mas o tipo de questões era esse. Desmarcou-o do pedido de ajuda à troika. Mas também o comprometeu se é que continuou a negar algumas evidências que os factos comprovam.

Não sei quem seja o AF da TVI, mas não concordo com ele. E o futuro dirá se tem ou não a ver. Políticos que não desejam voltar também não se afadigam tanto como José Sócrates em aclarar o que passou, apesar de lhe reconhecer tal direito, entenda-se; que a TV quer audiências.E sabemos que tem espírito de engenharia,o seu fazer não é gratuito. Há umas vinganças penduradas. E pouco altruísmo.Apesar do gratuito do tempo de antena e que já nem sabemos se é.

E pronto. Vou ali :)

João Pedro Barbosa disse...

b e a,

Vai dar baile a outro!

bea disse...

Ok, João Pedro.

Dar baile...hummmm. tábem.

tirei a tarde para plantar uns malmequeres.
Fica bem.

João Pedro Barbosa disse...

Que os bem-me-queres descansem em paz!

andorinha disse...

Bea,

Que chatice! Galderice em casa não é a mesma coisa:))))

Ainda quanto a JS e para terminar, digo apenas que capacidade argumentativa também lhe reconheço. E assim pode enganar alguns incautos.
António Filipe não é da TVI.
Tens que ler com atenção, miga:)

Depois da entrevista, vi um debate na RTPI com representantes dos partidos, entre os quais AF deputado do PCP.
Concordo com ele porque o que ele frisou foi que aquilo foi um espetáculo mediático que não contribui ( não era essa a função, eu sei...)para a resolução dos problemas do país quando o que importa é centrarmo-nos nisso.

Estava também a "minha" Ana Drago. Que respondeu a todos à altura, como sempre.

E pronto. Vou dar uma voltinha pelo FB, que pelo menos não preciso de parka e galochas...

João Pedro Barbosa disse...

Daixa ver se eu me lembro! Hummmm...

Dos que aqui estamos só a andorinha podia comer gafanhotos. Logo hoje que ainda não vi nenhuma e certo que tardam a vir. Ás horas que passam já recolheram aos beirais!

bea disse...

Sorry, Andorinha; as pressas dão nisto. Logo eu, que para entender tenho que ler devagarinho :)

Não digo mais nada sobre o senhor em causa. Por agora.

Ai é? não precisas de galochas nem de parka no FB? Olha o que te falta...uma aragenzinha só faz bem.

João Pedro
:)

Vou ali abaixo e já cá venho ok?

andorinha disse...

Bea,

Estava a brincar, não passo o dia no FB. Mas não imaginas o tempo horroroso que aqui está.
Gosto de passear quando está bom tempo, ou pelo menos, quando não está a chover a cântaros e uma ventania infernal...:)

Pedro,

Pois...isto está mau até para as andorinhas. Também ainda não vi nenhuma...

Beijinhos para "ambos os dois":))))

andorinha disse...

Um artigo que vale a pena ler:

http://revistaforum.com.br/blog/2012/11/castells-ve-expansao-do-nao-capitalismo/

Manuel disse...


Um vídeo delicioso

http://vimeo.com/61275290