quarta-feira, dezembro 31, 2014

Moderar a auto-piedade...

2014 foi um ano duro e muito triste. E, de imediato, a voz de minha Avó - triste é passar fome. Ela sabia do que falava, eu nunca soube. Mas não só a advertência dela me faz moderar os adjectivos. Hoje de manhã troquei mails "oficiais" com uma colega minha. E, de repente, resposta a abarrotar de sorrisos - fui sua aluna no ICBAS! 
Sou um privilegiado. Sobreviverei na memória de alguns, mas, bem mais importante, na prática de muitos, que ajudei a encarar a Medicina como a entendo - o diálogo entre duas pessoas inteiras nos direitos e deveres, a colaboração de dois Sujeitos e dois Saberes, a prática clínica tocada a quatro mãos. Tive muitos alunos, mas apenas um punhado de discípulos. E o presente enternecido dessas juventudes que, gentis e ávidas, me escutaram, faz com que modere o discurso - 2014 foi um ano muito triste para um homem com muita sorte.

14 comentários:

Caidê disse...

Maltinha :))

Um excelente 2015!

https://www.youtube.com/watch?v=Kt5TVPTCt1E

Abracinhos

bea disse...

Bom ano a todos:)

rainbow disse...


Um Bom Ano para todos os murcónicos, presentes e ausentes, para todo o pessoal, e para quem por aqui passar, ou seja, per tutti:)

Para começar bem o ano,
Je ne regrette rien:

https://www.youtube.com/watch?v=4Hqc-NWlNJQ

Abracinhos e beijinhos

andorinha disse...

É (um privilegiado).
Mas a "culpa" é sua porque fez por o merecer ao longo da vida.:)


Encontramo-nos para o ano malta. Tudo de bom!

Beijos

rainbow disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rainbow disse...

Bom dia:)


Dói-me a tua ausência

Dói-me a tua ausência
No espaço e no tempo
que interregna as tuas palavras.
E neste sentido de vida
um pouco sem sentido,
Envio-te um poema, um pouco
de mar, um fragmento de luz,
uma flor, uma utopia.
Para que não te doa por muito tempo
a minha distância.

Leonor O.

Abraços a tutti

https://www.youtube.com/watch?v=ckifB-TM6lk

Impio Blasfemo disse...

Bom Ano A todos

http://www.citador.pt/poemas/necrologio-dos-desiludidos-do-amor-carlos-drummond-de-andrade

Saravá
IMPIO

andorinha disse...



Rainbow,

Um dia ainda hei-de saber quem é essa Leonor O :))))


Impio,

Sejas bem aparecido, Blasfemo:)

Bom Ano também para ti.


Fiquem bem

rainbow disse...



Allô!:)


Andorinha

Pois...:)


E per tutti um domingo cheio de amor, amizade, sol, mar, o que quiserem. E esta música:

https://www.youtube.com/watch?v=Oq1O5KGT2NY

Abraços

andorinha disse...


Excelente entrevista de Mário Cordeiro ao Público.
A ler...por quem tem filhos...e por quem não tem:)

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/educar-nao-e-dificil-e-ter-momentos-terriveis-1680821


"Criou-se esse mito da criança ditadora. Nem sempre é assim. Às vezes são os pais que se antecipam ao desejo da criança. Eles dão e a criança não recusa. Dão o chocolate antes de a criança pedir. Muitas vezes nem sequer expressou o desejo: já o teve.
A educação: não é ser uma coisa difícil, é ter momentos terríveis. Momentos de dúvida. Momentos em que nós, que não somos de plástico, não sabemos lidar com a situação, não sabemos compreender o outro, em que o outro não está em estado emocional para dialogar. Finalmente, em caso de conflito de interesses e impossibilidade de consenso, é preciso impor regras. É talvez a base da educação."

"As relações devem durar aquilo que duram. Nem mais um minuto nem menos um minuto. Pode durar, foi o caso dos meus pais, até o meu pai morrer. E podem durar muito menos tempo. Disso sabem os intervenientes e mais ninguém. Fui aprendendo que não são os filhos que devem manter uma relação conjugal."


Apenas dois excertos para aguçar o apetite.

Boa leitura! :)

Anfitrite disse...

Como diz o outro: "Tu casaste por amor ou por amor ou por interesse? Deve ser por amor porque isto não tem interesse nenhum".

É o que se passa com este blogue. Até dói ver ao que ele chegou. Por isso não me consigo calar. E a culpa eu sei de quem é.
Até o próprio criador seguindo sugestões, por causa de tanta trivialidade e futilidade, apesar de se julgarem os melhores do mundo e que sabem tudo,propôs:

notíciasMark Zuckerberg3/1 às 4:05
.My challenge for 2015 is to read a new book every other week -- with an emphasis on learning about different cultures, beliefs, histories and technologies.
Thank you to all 50,000 of you in our community who gave me suggestions for different challenges.
Many of you proposed reading challenges. Cynthia Greco suggested I read one book a month that another person chooses -- and got 1,900 likes on her suggestion. Rachel Brown, Bill Munns, Marlo Kanipe and others suggested I read... the Bible. My friend and colleague Amin Zoufonoun suggested I read and learn everything I can about a new country each week.
I'm excited for my reading challenge. I've found reading books very intellectually fulfilling. Books allow you to fully explore a topic and immerse yourself in a deeper way than most media today. I'm looking forward to shifting more of my media diet towards reading books.
If you want to follow along on my challenge and read the same books I do, I've created a page, A Year of Books, where I'll post what I'm reading. Please only participate in the discussions if you've actually read the books and have relevant points to add. The group will be moderated to keep it focused.
Our first book of the year will be The End of Power by Moisés Naím. It's a book that explores how the world is shifting to give individual people more power that was traditionally only held by large governments, militaries and other organizations. The trend towards giving people more power is one I believe in deeply, and I'm looking forward to reading this book and exploring this in more detail.
I appreciated all of your other suggestions for possible challenges as well. Many of you suggested I give money to help people in need -- and Priscilla and I fully intend to keep doing that through our philanthropic work. We'll have more to discuss there soon. Some of you suggested that I meet a new person every day. That was actually my challenge in 2013. Others suggested I teach a class. I've done that too, and I'd love to do it again and get more involved in education in the coming year.
Thanks again for all of your suggestions, and I'm looking forward to a year of books!

Deixemo-nos de conversa fiada.

andorinha disse...

Os idosos, a solidão, os cuidadores e a necessidade premente de cuidados


http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=4325308

Tanto para fazer neste país e tão pouco se faz! :(

andorinha disse...


Quis surpreender ex-namorado e ficou presa na chaminé

O Natal já lá vai...loooooooool


http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/MundoInsolito/Interior.aspx?content_id=4324817


Inté...

João Pedro Barbosa disse...

Os Cuidados De Saúde Primários Não É Uma Especialidade
É Uma Prevenção Transversal E Equatitária Para O País
http://www.publico.pt/sociedade/noticia/ordem-dos-medicos-e-estudantes-de-medicina-querem-reducao-de-vagas-nas-faculdades-1716113
P.S. A Tradição Continua A Ser O Que Era