quinta-feira, março 12, 2015

Pois, a dignidade...

A Obrigação da Verdade

Quando olhamos um espelho, pensamos que a imagem à nossa frente é exacta. Mas basta movermo-nos um milímetro para a imagem se alterar. Aquilo que estamos realmente a ver é uma gama infindável de reflexos. Mas às vezes o escritor tem de quebrar o espelho — porque é do outro lado do espelho que a verdade nos encara. 
Estou convencido de que, apesar dos enormes obstáculos existentes, há uma obrigação crucial que recai sobre todos nós enquanto cidadãos: de com uma determinação intelectual inflexível, inabalável e feroz definir a verdade autêntica das nossas vidas e das nossas sociedades. É de facto uma obrigação imperativa. 
Se essa determinação não se incorporar na nossa visão política, não tenhamos esperança de restaurar aquilo que já quase se perdeu para nós — a dignidade do homem. 

Harold Pinter, in "Discurso de Aceitação do Prémio Nobel" 

26 comentários:

Bartolomeu disse...

O Ricardo Araújo Pereira, também acha:
Após ter votado a lei de bases da segurança social, um deputado diz desconhecer as suas obrigações legais para com a segurança social.
Após ter passado anos a dar aulas de catequese, um catequista diz ter ficado com a ideia de que a obediência aos mandamentos era opcional.

Um cidadão passa cinco anos sem descontar para a segurança social. Depois chega a primeiro-ministro e manifesta grande preocupação com a sustentabilidade financeira da segurança social.

Um cidadão passa cinco anos sem tomar banho. Depois fica incomodado quando partilha o elevador com um vizinho que acabou de chegar do ginásio.

Um primeiro-ministro admite que cometeu irregularidades mas justifica-se dizendo que são irregularidades menores do que aquelas que o primeiro-ministro anterior é acusado de ter cometido.

Um aluno falha a entrega dos trabalhos de casa mas justifica-se dizendo que não procedeu tão mal como um aluno que, no ano anterior, tinha roubado a lancheira a outro menino. A professora lembra-lhe que o facto de outros terem cometido infracções maiores não o isenta de uma nota negativa. O aluno, mesmo sendo pequenino, compreende o argumento da professora.

Um primeiro-ministro apercebe-se, em 2012, que deve dinheiro ao Estado, mas acha que é mais oportuno fazer o pagamento apenas no fim do seu mandato, para não criar confusões. Ao mesmo tempo, o seu governo recorre a penhoras automáticas para executar mais rapidamente as dívidas fiscais.

Um verdugo apercebe-se, em 2012, que cometeu um delito parecido com os que são cometidos pelas pessoas que castiga com chibatadas. Passa a dar chibatadas com mais força, para transmitir a ideia de que a sua adesão à prática delituosa não significa que a aprove.

Um primeiro-ministro decide regularizar imediatamente a sua situação fiscal depois de perceber que o jornal Público descobriu aquilo que ele já sabe desde 2012. ?O ministro da segurança social considera a postura do primeiro-ministro muito digna.

Um criminoso decide confessar um crime cometido dez anos antes, e só depois de terem surgido provas absolutamente claras e indesmentíveis de que o cometeu. O seu advogado considera a postura do cliente muito digna.

Milhares de cidadãos falham o pagamento dos impostos na data estipulada e justificam-se dizendo que o jornal Público não teve a gentileza de os incentivar a saldar a dívida.

Um cidadão acumula dívidas e não recebe a respectiva notificação. O sistema que não o notifica durante cinco anos é o mesmo que não deixa passar cinco dias sem notificar os outros cidadãos devedores. O ministro da segurança social diz que o primeiro-ministro foi vítima de um erro do sistema.

Um cidadão ganha a lotaria. Os seus amigos dizem que foi vítima de um acaso da sorte.


Impio Blasfemo disse...

Bart

Amigo. Agora sou eu Aluno!
Que mais posso dizer....
Coelho tresloucado que não encontre o caminho da toca apenas lhe resta a panela ao lume como abrigo. Que ferva em lume brando os 7 meses que lhe restam. Estes são os meus melhores votos.

Abraço
IMPIO

andorinha disse...


Pois...é, de facto, "uma obrigação imperativa."

Verdade rima com dignidade e é verdade:)
Uma não existe sem a outra.

João Pedro Barbosa disse...

A Montra Do Relógio E O Espelho Das Vendas Fazem Um Caminho Que Só O Próprio Pode Travar E Se Outros Empedram O Regresso Agradecidos Estão Os Que Lá Não Estiveram

andorinha disse...




https://www.youtube.com/watch?v=LyHFY-gWLR4


Bom fds, gente amiga:)

João Pedro Barbosa disse...

Um Pouco De Vida Selvagem Para Os Menos Aventureiros

"https://www.youtube.com/watch?v=Fu5TfQWRhyM"

João Pedro Barbosa disse...

Um Pouco De Vida Selvagem Para Os Menos Aventureiros

"https://www.youtube.com/watch?v=Fu5TfQWRhyM"

Moon disse...

É, vivemos numa sociedade adormecida...
Urge o despertar da consciência!
Tenho andado a dar "cafeína" à minha, mas nem assim às vezes... :)

João Pedro Barbosa disse...

Se Uns São Cegos Porque Sonham Outros São Cegos Quando Não Sonham

rainbow disse...


A dignidade e a liberdade...


Hoje estive duas horas a escutar o canto dos pássaros. Na minha rua há muitos. Numa sociedade frenética, com excesso de estímulos, isto deve parecer algo patológico.
Não faz mal, isso não me retira em nada a consciência social e política e os meus deveres como cidadã do mundo. Mas há um tempo para tudo, momentos para tudo, até para o silêncio e a solidão que tanto aprecio.

Em contagem decrescente para ir a terras de S. Majestade, matar saudades de sete meses sem ver o filhote a não ser pela tecnologia, a minha vontade mesmo era continuar a viagem rumo a um sítio onde só houvesse natureza e silêncio, longe duma sociedade com a qual não me identifico.

Et voilà!
Abraços e todos

João Pedro Barbosa disse...

Para Quem Já Fez Parentes A Concorrência É Feroz Que Mal Sabendo Falar Já Vê A Moldura Politica

João Pedro Barbosa disse...

A Dignidade Da Pessoa Está Quando Se Dorme

João Pedro Barbosa disse...

Bea? Fiquei sem perceber se a conversa fora de linhas! Era para consulta. Conversa de café ou trabalho...

João Pedro Barbosa disse...

Bartolomeu e restantes seguidores, já ninguém escreve fiado; só de cópia e duplicado.

João Pedro Barbosa disse...

Pois é assim
Olhar um vidro estanhado
Escolher o penteado
E ver a vida passar

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite? Carregam no corpo! A vingança da primeira republica. Temos que aceitar...

João Pedro Barbosa disse...

" por Fernando Távora ... O arquitecto..., para ele, porém, projectar, planear, desenhar, devem significar apenas encontrar a forma justa, a forma ..."

João Pedro Barbosa disse...

"Durmam Bem"

https://www.youtube.com/watch?v=9oVMeTlS65U

João Pedro Barbosa disse...

Beatriz, como estão os mergulhos? Se precisares de bússola! Eu levo o cajado. Ainda...

João Pedro Barbosa disse...

Gente Tão Pequena Que Ajudou A Descobrir O Mundo E Outros Tão Grandes Perdidos Em Verdades

"http://en.wikipedia.org/wiki/Pedro_Nunes"

João Pedro Barbosa disse...

Qualquer Pessoa Fazia Depois De Ter Sido Feito E Não Custa Que O Proveito Fique Para Todos Menos Para Quem Descobriu

João Pedro Barbosa disse...

Depois De A Disney Abolir A Nicotina Em Todas As Produções O Público Dispensa Os Tampões Ao Mickey?

"http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/animacao-suspensa-1689573"

João Pedro Barbosa disse...

Professor, é melhor combinar um passeio higiénico que cada um traz de casa aquilo que comeu.

andorinha disse...


Absolutamente ESCANDALOSO!


https://www.youtube.com/watch?v=OdEDqjtfZtk&feature=youtu.be


Como é possível que Nuno Crato trate os professores desta forma?
Alunos sem aulas porque os professores de Inglês são forçados a fazer acções de formação e um exame ( sim, leram bem, um exame) para poderem corrigir e fazer provas orais ao 9º ano.
Além da total falta de ética é sobrecarga de trabalho não pago.

ISTO É O CÚMULO!

Vamos permitir isto quietos e calados?:(((((((((((((((((





João Pedro Barbosa disse...

Temos A Imagem Do Mundo
Como A Imagem De Nós Mesmos
Fim Nada Se Sabe
De Como E Quando Começou
Apenas Cada Um É A Esperança Do Futuro
E A Última Memória Do Passado

João Pedro Barbosa disse...

As Minhas Estão Registadas Como Contas À Moda Do Portohttp://www.tvi24.iol.pt/politica/tribunal-constitucional/cavaco-silva-manuel-alegre-e-fernando-nobre-multados