domingo, fevereiro 21, 2010

Projecto de vida.

Subir ainda uma vez a Quéribus e esperar. Porque é estúpido procurar respostas neste frenesim acéfalo. Subir a Quéribus e esperar. Não por Deus, romano ou cátaro; por mim.

42 comentários:

goncalo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
goncalo disse...

Não era preciso ir tão longe. Bastava ter esperado pelo jogo do Dragão.

Quanto ao resto, é entrar pelo camiho do insulto. Chamar acéfalos a todos os que diariamente alimentam o Murcon evidencia apenas o óbvio: Está ainda muito longe de estar preparado para o fim...

pedro disse...

haja vida em markl

pedro disse...

olá gonçalo. enytrei e nem te/vos li ;)
lol

pedro disse...

Olá a todos!

http://water-inside.blogspot.com

pedro disse...

Ho murcon, ainda nâo viste que ereas tu

pedro disse...

haja vida em markl

pedro disse...

Bom dia Sr. Professor!!!

andorinha disse...

:)

Um bom projecto de vida, sem dúvida.
Normalmente as respostas estão dentro de nós...

Cê_Tê ;) disse...

Até pensei que o professor estivesse a preparar uma candidatura à presidência ;) (Just Kidding)

Mais vale levar produtos alimentares de longa duração e suplementos vitaminicos complementares para resistir!Ou então venha morro abaixo em cima de um cavalo...com um grito de guerra.
boa semana

pedro disse...

FDL: posso tatuar a tua fotografia no meu dioospiro esquerdo? dá-me um toque quando chegares. Obrigada Sr

Anfitrite disse...

Professor,
Para quê arranjar uma tarefa mais difícil do que a que tem aqui.
A vista seria linda mas acabaria morrendo de tédio, já que está habituado a uma vida bem mais confortável e movimentada, e o seu sistema de castas, não o preparou para que, no auge da Sabedoria, se despojasse de tudo. Aqui já se encontrou e sempre se pode ir divertindo com alguns murcónicos que, no lugar da cabeça, têm uma bola cheia de ar.
Para lhe dar uma noção de Tempo permita-me que lhe recomende o livro "Os Sonhos de Einstein" da autoria de Alan Lightman, publicado peles edições ASA, na colecção "Pequenos Prazeres". Dará por bem gasto o seu tempo.
Boa noite.

Anfitrite disse...

Pedro,
Para quê dar razão aos chicos espertos que se julgam donos do mundo, porque nem são capazes de se aperceber das suas limitações.

Lifepassenger disse...

Divulgue e Compareça ao II Encontro Nacional de Blogueiros. Mais informação pode ser encontrada em COGITARE EM SAUDE ( http://cogitare.forumenfermagem.org/).

Este ano será no PORTO !

pedro disse...

Ainda falta muito para chegar aos 120. O paredão do Molhe é já aqui. boa noite ou durmam bem...

pedro disse...

durmam bem mesmo

pedro disse...

Dá-lhe um toque não pára de resonar! http://murcon.blogspot.com

pedro disse...

nana bem

pedro disse...

vá dormir

pedro disse...

Quem é!

pedro disse...

...

pedro disse...

surprise ice-kings of convenience

pedro disse...

...

pedro disse...

......

Mafalda disse...

Boa noite Professor,
Em primeira instância quero pedir desculpa por estar a fazer este pedido por uma via pouco fidedigna, mas se porventura o faço, tal prende-se com o facto de o tempo escassear e até à data não ter tido nenhum resultado.

Sou uma representante da direcção da Associação de Estudantes da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Encontramos-nos a preparar a XVIII Semana de Psicologia e Ciências da Educação que se realizará entre 15 a 19 Março. Uma vez que a Conferência do dia 17 Março versará sobre a Sexualidade, intitulando-se "Sexualidades e Diversidades" a sua presença seria de inegável importância. Deste modo, gostaria de endereçar o convite com todas as informações a v/ excelência.
Assim, venho por este meio solicitar se pode eventualmente fornecer o seu endereço de email ou outra forma de contactar para que pudesse endereçar o convite.

Desde já agradeço toda a atenção despendida e peço desculpa por este incomodo e forma menos correcta de o contactar.

Com os melhores cumprimentos,
Pela AEFPCEUP
Ana Mafalda Mota
(anamafalda.mota@hotmail.com)

pedro disse...

Cuidadozzzzzz!

pedro disse...

bom dia

pedro disse...

Olá, Fora de Lei!

pedro disse...

adeuses

pedro disse...

kings of coincidences-já não me lembro muito bem do grupo

pedro disse...

estou meio baralhado-kings of coincidences

Cê_Tê ;) disse...

(esqueci colocar um smille no meu cometário ;). E isto considerando o que o professor chama de "frenesim" a situação efervescente que caracteriza o plano político actual.

Se falava de outras dimensões... desculpe.

boa noite

Cê_Tê ;) disse...

(esqueci colocar um smille no meu cometário ;). E isto considerando o que o professor chama de "frenesim" a situação efervescente que caracteriza o plano político actual.

Se falava de outras dimensões... desculpe.

boa noite

Julio Machado Vaz disse...

Cê,

Também, porque não?:). Mas referia-me ao estilo de vida que cultivamos, devo confessar-lhe que nos últimos dias me senti sempre a reagir e não a agir, contra mim falo!

Cê_Tê ;) disse...

(Prof. obrigada por se ter dado ao trabalho de me tranquilizar ;) por vezes (?) tenho um meio 1/2 estúpido de comentar.
Não estará a ser demasiado exigente consigo próprio?

Se precisar documentar más e conscientes práticas conheço uma ratazana que sobrevive nos laboratórios! ;P JUST KIDDING

BE- Poderia ao menos ter escolhido o Castelo de Almourol, carago!;P)

A Menina da Lua disse...

"devo confessar-lhe que nos últimos dias me senti sempre a reagir e não a agir,"

Esse parece-me de facto um desafio necessário para (um qualquer que seja) nosso possível projecto de vida; AGIR...:)

Agir não só para nos descobrirmos... mas tambem para nos realizarmos.
Penso que a acção ajuda a definir a nossa personalidade mas tambem é sinal e resposta do nosso próprio carácter. Será por isso que na minha relação com as pessoas eu cada vez dou mais importância não tanto ao que se diz mas ao que se faz e principalmente à maneira como se faz...
Crescemos agindo...e agimos crescendo...:)

Porem por vezes dá-me uma preguiceira que nem sei que volta dar-lhe.:))

PS: CÊ TÊ:)

Tambem concordo! bem podia ter escolhido o Castelo de Almourol, pelo menos tinha direito a moura encantada e tudo:))

Canseiroso disse...

Tenho um amigo que foi mais prático ainda.
Meteu-se num mosteiro budista lá para o reino Franco permaneceu 3 anos incontactável.
Há com cada maluco...
O Murcon foi ver os cátaros e voltou...ora bem...
Por mim, fico-me pelo monte Saint-Michel ao nível da maré..(baixa claro)

A Menina da Lua disse...

Ah! gostaria ainda de acrescentar e para nosso próprio descanso:) penso igualmente que o "direito à preguiça" é tão legítimo como outro qualquer... principalmente no fazer coisas que não nos interessam e apenas nos desgastam.
Sejamos então muito preguiçosos! mas nunca no Amor:))

bea disse...

Menina da Lua, peço desculpa por interrompê-la mas

AMAR é do mais trabalhoso que há. às vezes infrutífero. Outras, desanimante. Umas poucas, desafiador. Algumas menos, apaziguador. Ainda menos, luminoso. Reconheço: nunca inútil. Não amamos. Treinamos o amadorismo

Senhor Professor
fui ver o castelo, que não conhecia. Som de silêncio.

$hort disse...

E Ele? Apareçe? Não consigo resistir a aconselhar um livro, onde também entram os cataros, entreoutros, O pêndulo de Foucault de Umberto Eco..."Ser supersticioso dá azar" - frase introdutória do mesmo :)

Caidê disse...

Enquanto projectaste ser descobriste que só poderias ser com. Então complicaste todo o teu projecto de ser. Acreditaste e desanimaste. Não apostaste e empobreceste.
Arquitecta princípios, digere emocionalidades e cospe a tua integridade nas traições dos teus inimigos.
Quando te cansares da falta de compreensão ou de gratidão ainda tens as estrelas e tens-te a ti e tens cada dia que passa em que já és e ainda esperas para ser.

Plenitude é apenas intervalo. O filme segue sempre dentro de momentos. A narrativa da existência é o entrelaçar de tantas histórias dentro de uma só história!

Sorrir e resistir. Viver para lá das mortes quotidianas...

fiury disse...

"A sensibilidade ulcerada é um direito morno que se guarda a um canto. Nesse canto não entram poeiras inúteis e infectadas da certeza dos outros. De fora também ficam os tambores que festejam a felicidade do futuro".