domingo, fevereiro 19, 2012

Spin doctors.

No meio da contestação - e da segurança... - em Gouveia, Passos Coelho recusou-se a opinar sobre o comportamento do Presidente da República. Não precisa, as imagens fazem-no por si, numa sociedade em que a "caixa mágica" constrói a realidade - ele deu a cara, Cavaco não. Não sei que assessor aconselhou a meia-volta da comitiva quando se dirigia a uma escola onde um protesto de alunos aguardava o "Provedor dos portugueses", mas não justificou o seu cheque de Fevereiro. Limitou-se a agudizar a gaffe da reforma insuficiente...

86 comentários:

Pedro@eondoicspot disse...

Professor,

É como algumas drogas. A partir de um determinado ponto começam a ter um efeito contrário.

Talvez o Presidente esteja nesse momento de inversão de Provedor, acaba-se por sair ao contrário.

Exilado no Mundo disse...

Que o Júlio me perdoe se parece que quero meter a foice em ceara alheia, mas a esse caricato PR recomendaria trocar algumas gafes por uma boa gafieira...

Manuel disse...

Prof.

Qual Fevereiro? É que já passaram 6 ou 7 fevereiros desde que o homem anda por lá sem dar uma para a caixa.
Coitado, cada um é para o que nasce.
Isto faz-me lembrar a dívida da Grécia (e a portuguesa), em que a culpa é dos gregos que gastaram o que não era deles e dos credores que sabiam bem a quem emprestavam.
Com o PR é também um pouco assim, a culpa é do homem que se propôs candidatar-se e é também dos que o elegeram.

Anfitrite disse...

Perdoem-me as palavras duras. Este homen mete nojo. Até a espuma nos cantos da boca, antes de ir ao Brasil, tratar dos dentes, me incomodava. Este indivíduo é a coisa mais mesquinha, reles e imbecil que só tem pensado na carreira dele. É um cobarde que nunca enfrenta situações mais difíceis, antes as provoca. Se o país está nesta miséria a ele se deve a maior quota parte.
Até nisso o Sócrates mostrava a sua grandeza. Nunca fugiu duma manifestação, que até já as sabia preparadas. Até chegou a falar com as manifestantes.

Anfitrite disse...

Ímpio,

Nós somos a Grécia. A dívida dos gregos foi provocada, em grande parte pelos alemães, que emprestavam dinheiro a juros usurários, para eles comprarem material de guerra e maquinaria semelhante. Como é que um país pode pagar uma dívida, quando contrai empréstimos com juros superiores ao crescimento do PIB?
Quando a grécia contraía um empréstimo os credores já sabiam que não íam receber, mas também não havia problema, porque só os juros que recebiam eram quase do valor da dívida. Não se pode perdoar o que lhes têm feito. E nós para lá vamos, com juros a 5% a três meses. Por alguma razão o Teixeira dos Sanrtos falou dos 7% ao ano, mas os bancos quiseram assim. O que perderam este ano, dá e sobra para o que ganharam, com os empréstimos, nos anos anteriores. E os dividendos já foram para as mãos dos accionistas.

Cê_Tê ;) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cê_Tê ;) disse...

Anfi!!!!!!!!!!!!! ANFI!!!
"Até nisso o Sócrates mostrava a sua grandeza. Nunca fugiu duma manifestação, que até já as sabia preparadas. Até chegou a falar com as manifestantes."
A SÉRIO que isso não abona nada em relação à sua inteligência!!!!!
Que raio de manif. é essa em que ele falou e eram só mulheres?!!? ;)
Ele TINHA e deve continuar a ter a MANIA DA GRANDEZA. Será que a Anfi. ainda não aceitou os factos provados sobre a estratégia que ele tinha de se apoderar como os seus mentores (Huguito e companhia) dos órgãos de comunicação social?!?!A isso a Anf. chama o quê???? Ele sabia SIM de véspera quem ia às manif. Até houve policias a deslocarem-se às escolas a saber quantos iamos POR AMOR DE DEUS!!!! (pelos olhos que a terra há-de-comer e olhe que os prezo muito) AGORA... isso não me impede de reconhecer outras características que tinha como lider. Mas até as virtudes podem virar defeitos, como sabe.
Quanto ao PR devia ser destituído.;( Um homem que tem dado provas repetidas de COMPLETA FALTA DE discernimento não pode estar à frente de um país MESMO QUE SEJA ESTE! A sério que chego a pensar que ele não está mesmo bem ;((( e que a Maria o tenta manter para manter a economia do Lar.

Anfitrite disse...

Rain,

Gostei muito do Carteiro. Mas veja o nível da minha sensibilidade, que até deixei de gostar do P.N., só por causa da maneira, como ele tratou o homem que o idolatrava, quando já estava livre e famoso. Alias ele, na realidade, sempre aproveitou bem a vida.
O que é que querem? Eu não consigo separar a obra do autor.

Que me diz a este que já foi muito dicutido aqui? Até o autor da música é famoso.

http://www.youtube.com/watch?v=MmQ-i9Zcdls&feature=related

Anfitrite disse...

Pedro,

É só um esclarecimento e ponto final.
Pode contestar todas as minhas opiniões, mas não as afirmações que faço baseadas na lei, ou no direito consuetudinário.
A lei varia de país para país. Você nasceu noutro país. Em muitos da América latina, é o nome da mãe que vem em último lugar. Na do Norte quanto mais simples melhor.
Aqui, agora, está decretado que não pode ter mais de seis: dois de próprio, dois da mãe e dois do pai. E os dele têm de estar na lista oficial. Cá, a não ser no tempo em que os tabeliões eram analfabetos, normalmente eram os últimos nomes da mãe e do pai, com excepção dos pomposos, que queriam meter à força, o nome de alguém que tivesse sido conhecido no meio.
Tenho dito.

Anfitrite disse...

CT,
Eu estava a escrever e estava a pensar em si. Enquanto eu tenho uma atracção lúcida, você tem um ódio irracional, que não a deixa ver o óbvio. Esqueça lá as medidas sobre a educação. Ele sempre deu a cara pela medidas que os ministros tomavam. Nunca fugiu às responsabilidades. E quanto a processos, que agora já estão em consulta pública, já ninguém fala deles, nem que seja para pedir deculpa. Só o imbecil do Octávio Ribeiro é que continua a distorcer uns títulos para ver se continua na frente das vendas deste povo imbecilizado.

Anfitrite disse...

GenTe!

Identifiquem-se primeiro e depois carreguem logo no publicar comentário, que ele vai aparecer.

andorinha disse...

Subscrevo o Manuel: "a culpa é do homem que se propôs candidatar-se e é também dos que o elegeram."

Não o suporto e então ultimamente tem sido demais. Não me lembro de um presidente tão medíocre, tão cobarde e sem o mínimo de capacidades para exercer a sua função com eficácia.
Fico-me por aqui...


Anfitrite,

Esse filme não:)
A cena final arrepia-me sempre e dá-me vontade de saltar para o carro e empurrar a Francesca para fora:)
Como se consegue desistir de uma paixão?!
Passam os anos e eu continuo sem respostas...

Anfitrite disse...

Exilado do Mundo,

Desculpe meter a foice em seara alheia, mas aqui no Murcon, ninguém tem de pedir desculpa para fazer um comentário.
E sinto-me triste com esse seu pseudónimo, apesar de já o ter reduzido. Fico com a sensação que é daqueles a quem o governo mandou emigrar.
Ao menos eu, com a minha imbecilidade, escolhi logo o nome de uma deusa grega. Ou será porque já estava à espera de complicações. Não sei o que se passa comigo, mas tenho um certo dom de previsão que às vezes até me deixa baralhada.

andorinha disse...

Anfitrite,

Na minha opinião, não tens uma atração lúcida. Tudo o que dizes sobre Sócrates e a sua governação é influenciado pela simpatia que nutres por ele e por outros dessa área.
Ódio irracional?
Ódio é uma palavra muito forte. tenho muitos motivos para não gostar do homem nem das políticas que implementou. Já não suportava o seu autoritarismo, o seu autismo total em relação a preocupações genuínas de todos nós (greves, manifs) que ele dizia sempre serem engendradas e orquestradas pelo PC apenas para o provocarem. Nunca reconheceu o mínimo erro, era de uma arrogância atroz.
Esquecer as medidas sobre a educação????
Pedes isso a professores?
Como podemos nós, se ainda hoje somos vítimas delas, se essas medidas ajudaram a tornar a escola pública no caos que é hoje. Com vantagem para quem? Para ninguém.

Nenhuma de nós é isenta na análise que faz, isso é óbvio. Partimos das nossas simpatias/antipatias.
Penso que não se trata de se ser mais ou menos racional, mas sim de de valorizar formas de agir e desvalorizar outras de acordo com a área política em que nos situamos.

Cê_Tê ;) disse...

Anfi! Só te digo gaja se voltas a minimizar a minha inteligência um dia destes estar a tomar um duche e aparece-te à frente com um martelinho do S.João.
Chiça!!!!! O homem é bem parecido, é charmoso e para um certo estilo de preferências é capaz de agradar mas se ele fez ASNEIRAS!!!!! É que a uma pessoa que nos governa os padrões de exigência são de outro nível muito diferentes do que aqueles que podemos "exigir" aos que aparecem na capa da Hola (ainda existe? ;P)
A sério!

Cê_Tê ;) disse...

Anfi: Quem te aparece à frente sou eu ;)))))

Andorinha se tempo houvesse para fazer plenários sobre a "merdonca" que se tem feito na educação convidávamos a Anfi para participar e ter a perspectiva de dentro do buraco. Mas pronto.

Confessa anfi, querias que viesse aqui postar! ;)))

Bartolomeu disse...

Professor JMV;
O Senhor, na qualidade de psiquiatra, deve ter a explicação para a "desistência" do PR.
Seria fobia a crianças?
Ou, ao aproximar-se da António Arroios, recebeu um telefonema da Maria a manda-lo regressar imediatamente?
Ou ainda, tanto ele como o Nuno Crato, foram sequestrados por extra-terrestres?

Varela Pires disse...

Este "fugir" sem justificação do PR a um simples encontro com jovens, com os alunos de uma escola, que serão os homens e as mulheres do amanhã em Portugal, só porque contestavam as condições que têm na escola, como falta de material, e o terem de comer ao ar livre sem refeitório,e outras carências elementares não fica bem ao mais alto Magistardo da Nação!... Que pensarão estes e outros jovens da mesma idade, quando crescerem, e se tornarem adultos com responsabilidades e se lembrarem dele, do Pr que tinham nesses recuados tempos em que frequentavam a sua escola?!... Não havia necessidade disto!... Resta-nos o desgosto e a tristeza nas nossas almas. O facto ficará registado nos Anais da posteridade, como insólito, inexplicável, trágico.

rainbow disse...

Boa noite,

Estamos de facto, muito bem representados...
Como a Anfi já aqui disse, o PR cada vez que abre a boca, provoca uma crise. Desta vez preferiu não dar cavaco a ninguém. E fugiu.

Bea,

O "Cinema Paraíso" é um filme lindo, assim como "O Carteiro de Pablo Neruda"que estou hoje a rever.
Sim, o cinema europeu é bem diferente do "made in Hollywood".
E que me dizes deste?

http://www.youtube.com/watch?v=JItscLHrCp4

Anfi,

Lembro-me bem da polémica que esse filme causou aqui, com opiniões bem diversas.
Eu gostei muito do filme. E li o livro.

Andorinha,

"A cena final arrepia-me sempre e dá-me vontade de saltar para o carro e empurrar a Francesca para fora:)
Como se consegue desistir de uma paixão?!"

Não era uma decisão fácil. Mas também me deu vontade de a empurrar para fora do carro.

Pedro,

O poema de Pablo Neruda é mesmo muito bonito. Hoje o meu dia é cheio de Pablo Neruda:)

Pedro@eondoicspot disse...

Anfy,

A minha avó e as suas irmãs e irmãos como é normal: tinham o primeiro nome diferente uns dos outros. Mas o Pai que não estava também por meias medidas (era mais um filho da roda) dava a cada um dos filhos o ultimo também nome diferente. Conforme se lembrava:)

Pedro@eondoicspot disse...

Como há pessoas com nomes de animais domésticos e animais domésticos com nome de pessoas.

Pedro@eondoicspot disse...

Anfy,

Não tenho a sua biblioteca mas já ouvi Muuuitas histórias;)

bea disse...

Palermice e cobardice do Cavaco. Mais uma. Concordo que, mesmo medíocres, merecíamos melhor presidente; ou: a democracia tem seus perigos, nem sempre a razão acompanha a maioria, se não é esclarecida – Anphy, já sei que foi eleito pela abstenção :). Portanto, mais um responsável, ele, quem nele votou e quem se absteve.

Então Anphy...ainda à volta com os nomes. Por acaso já perguntou ao professor se gosta? Provavelmente sim, é assim que é conhecido…
Quanto a Sócrates que não o filósofo, o estudante, nunca gostei do produto. Não me sinto enganada. Não votei nele. Nunca votarei, julgo. Não desceu nem subiu a cotação, a minha bitola foi sempre baixinha. Vestia bem, tinha boa figura e sabia o que dizer.
Pode bater que não me importo. Como dizíamos na primária, “para esse lado é para onde durmo melhor” :)

sim às pontes de Madison County. É um filme que vive dos intérpretes, onde tudo conta, os gestos, o pestanejar e franzir dos olhos, os sorrisos, as mãos da Merril Streep que me fascinam porque tanto dizem da personagem (estou a vê-la na dama de ferro e encontro-a tão irrepreensível como sempre).

Andorinha
o cinema não tem de coincidir com o que desejamos. E julgo que o filme se torna mais bonito pelo final. Suponho que seja mais realista. Ainda que menos romântico :)

bea disse...

Rain

Penso que é de uma tristeza esparsa e mais comovente que tantos outros que abordam o tema. Deixa-me com o coração pequenino.

Anfitrite disse...

Pedro,

A minha biblioteca é muito fraca. Mas mesmo assim acho que não vou ter tempo de ler tudo.

Mas o que eu disse é o que está em vigor.
Antigamente davam os nomes que queriam,(+ ou -) e como era quase tudo analfabeto era uma desgraça pegada.
Até tive uma colega em que foi o tio que a foi registar e deu o nome dele como pai dela. Foi uma carga de trabalhos, depois, para alterarem e por causa das heranças e dos filhos que ele tinha. Também conheci um senhor que teve o filho por registar até depois do 25/4, pq. queria que o filho se chamasse NeWton, com w, e não deixaram por mais requerimentos que fizesse.
Acredita no que eu te digo.

Anfitrite disse...

Meninas anti-sócretinas,

"Quem namora pelo fato, leva o diabo o contracto". Então até o graveto seria um bom cabide.

Eu reconheço os erros e os méritos mesmo de quem me possa prejudicar. Mas reconheço, e a prova está aí, que era preciso tomar medidas, para evitar que chegássemos à desgraça em que estamos. Mas há pessoas que odeiam quem lhe mexe nos bolsos. O seguro também veste bem e para mim considero um espantalho. Para ser verdadeira ao outro, talvez preferisse vê-lo despido. E olhem que não sou só eu. Reparem nisto:

http://www.youtube.com/watch?v=KAvIVU-UDO0

Fora-de-Lei disse...

O resultado das perícias efectuadas indicia que, quanto às sequelas apresentadas pelo cú do Zé Povinho, a grande diferença entre a violentação exercida por Sócrates e por Passos Coelho está no uso de vaselina...

Anfitrite disse...

Com este assunto era sabido que tinha de aparecer. Como alguém pode ter tanto impacto na vida das pessoas. Isso hoje já não se usa. Mas olhe ao que chegou a dignidade dos portugueses:

Um dia o Passos Coelho contratou um trabalhador e colocou-o a abrir rasgos na terra. Deu-lhe um horário de trabalho das 8:00 às 17:00 horas. Certo dia Passos Coelho observando o trabalho do seu colaborador, achou que podia ser melhor aproveitado.

Sugeriu-lhe então o seguinte:

- Ó amigo, já que você tem 2 mãos, com uma mão você cava e com a outra vai regando. Olhe e já agora começa a vir das 7:00 às 18:00 horas.

No outro dia, Passos Coelho olhou outra vez para o seu colaborador e achou-o ainda pouco produtivo. Então sugeriu-lhe:

- Já que você além das mãos tem também uma boca, podia enchê-la de sementes e enquanto com uma mão cava e com a outra rega podia cuspir as sementes. Já agora começa a trabalhar ás 6.00 e termina às 19:00 horas.
Noutro dia Passos Coelho começou a pensar que o seu colaborador deveria trabalhar enquanto houvesse luz de dia. Portanto sugeriu-lhe que o seu trabalho passasse a ser das 5:00 até às 22:00 horas. E assim foi.

Um dia quando o pobre trabalhador voltava a casa do trabalho, deparou com a sua mulher com outro homem na cama. O homem, chorou, chorou, chorou vezes sem conta até que a mulher e o amante desesperados com aquela situação, tentaram consola-lo, perguntando-lhe porque chorava ele assim tanto. Ao que ele respondeu:

- Se o Passos Coelho descobre agora que eu tenho 2 cornos, coloca-me lá umas lanternas e põe-me a trabalhar a noite toda
.!!!

rainbow disse...

Fiquem com esta:

http://www.youtube.com/watch?v=Ms4epjesjNA&feature=related

Bons sonhos

Anfitrite disse...

Parece impossível que uma mulher com uma voz destas seja tão mal amada em Portugal. O Bruce Willis mal a ouviu quis que ela entrasse na banda sonora dum filme. O grande Morricone também a aproveitou logo. Esta mulher quase não tem vida para folias. Vive para treinar, para poupar a voz e para cantar. Só é pena que não encontre um estilista a jeito.

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Impio Blasfemo disse...

Se ACS não teve coragem para enfrentar uma manifestação de miúdos do ensino secundário que protestavam contra os preços dos passes, e que comiam o que tinham na lancheira, em plena rua, como é que pode enfrentar o governo de Passos Coelho e do Relvas e mandar o OE para o Tribunal Constitucional?

Enfim, Portugal tem um comandante geral das forças armadas que foge de meia dúzia de jovens que se manifestam pacificamente contra o governo. Será que teve medo da repetição da cena do baixar de calças, como aquela que a sua amiga Manuela levou pelas fuças? Enfim……….Ou muda de equipa de spin doctors ou fica na história de Portugal como o Presidente do duplo M, ou faz merda ou caga-se de medo.

Ímpio

free culture lisbon disse...

realmente professor
focou um ponto que me interessa bastante, o trabalho dos assessores dos politicos em geral, devem ganhar muito bem, sao anonimos, mexem os cordelinhos no mundo e muitos deles tem feito um pessimo trabalho. Eu era grande fã daquela serie "os homens do presidente" os bastidores eram tao mais excitantes que a linha da frente.

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
free culture lisbon disse...

por falar em filmes (a conversa das meninas anteriormente) acabei de rever "a vida é bela "de roberto benigni. Aiiii decicioso, como sempre

Interessada disse...

Anfi

Creio que não foi o Bruce Willis, mas sim o Richard Gere

Bea

Será que me pode elucidar àcerca do que é uma "tristeza esparsa"?

FDL

Está a concorrer com outros talentos para a oratória?


Varela Pires

Acha mesmo que este ridículo episódio do Aníbal, vai fazer parte dos Anais?

Anfitrite disse...

Ana,

Será que viu este filme? Por causa do Cinema Paraíso, lembrei-me dum filme que vi, numa sessão de cine-clube, em que o Jackes Perrin era um borracho avassalador, e o filme do mais doloroso possível, mas com interpretações fabulosas. Tive de procurar a filmologia toda dos dois, porque pensava que se chamava "Dois Irmãos", mas afinal encontrei-o como "Cronaca Familiar". Lindo como todos os filmes do neo-realismo italiano e seguintes.

http://www.cineplayers.com/filme.php?id=815

Anfitrite disse...

Foi especialmente a pensar nos jovens que decidi recandidatar-me à Presidência da República. A eles dediquei a vitória que os Portugueses me deram. Agora, no momento em que tomo posse como Presidente da República, faço um vibrante apelo aos jovens de Portugal: ajudem o vosso País!

Façam ouvir a vossa voz. Este é o vosso tempo. Mostrem a todos que é possível viver num País mais justo e mais desenvolvido, com uma cultura cívica e política mais sadia, mais limpa, mais digna. Mostrem às outras gerações que não se acomodam nem se resignam.

Sonhem mais alto, acreditem na esperança de um tempo melhor. Acreditem em Portugal, porque esta é a vossa terra. É aqui que temos de construir um País à altura das nossas ambições. Estou certo de que, todos juntos, iremos vencer.

Obrigado.


(Este foi o fim do dicurso de tomada de posse do pr, no dia 9.03.2011)

http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/discurso-da-tomada-de-posse-na-integra_1483966?p=8

Anfitrite disse...

Este jornal que eu saiba pertence a um sr. que nem pode ver o ex- por ele lhe ter impedido uma OPA, que fez com que o nosso país ganhasse uns milhares de milhões de contos por causa dos negócios com Espanha e o Brasil.


http://www.publico.pt/Política/socrates-tem-memoria-doce-de-discussao-gravissima-com-soares-1534373

Ct, leia pelo menos o 1º comentário que juro que nã é meu.

Leiam também a criação do novo partido resultante da cisão do BE, e q faz com q o país esteja cada vez mais dividido e a direita unida a chupar-nos os ossos.

Anfitrite disse...

CETE,

http://economico.sapo.pt/noticias/jornalista-que-gravou-conversa-de-vitor-gaspar-com-schauble-foi-suspenso_138556.html


Foi o Socas que suspendeu.Viva a liberdade de imprensa alemã.

rainbow disse...

Bom dia:)

Fiquem com esta:

http://www.youtube.com/watch?v=MSIGWEcR5Dc

Um bom dia para todos

bea disse...

Anphy

Bom dia.
Não, não foi o socas a suspender. Há mais. E pior como se vê. O que, desculpe, não o torna melhor.

E não. Ninguém aqui o avalia pelo fato nem por ser esse homem sexi, que inexplicavelmente se vê nele e não encontro, mas admito que falta de vista. A ideia é a inversa: apesar do fato, da presença, da conversa, não gostamos. Por faltarem fatores mais pertinentes e necessários num político. aliás já devidamente assinalados em tanto post e comentário gasto.

O BE também está a ficar parvo. Como toda a esquerda, aliás. Em vez de unir, separam. Não conseguem separar as miudezas que provocam divergências de chacha, do que é importante. Liga-se a minudências, discute-se por individualismos patéticos e pequenos poderes que são nada.

E a democracia em sangue que não se estanca. E pode infetar se não acudimos.

bea disse...

Interessada

É a minha forma de dizer que não é um filme alegre; ou que só o início. Em meu entender é um filme-ficção por inteiro, ninguém conseguiria representar tão bem e em continuidade um papel quase histriónico em situação de drama tão excessivo. Ainda que a vida tenha mesmo esse lado de riso e ridículo, sempre que a dor exagera, não acredito que se aguente por tanto tempo. Fico profundamente grata ao realizador, aos atores e a outros muitos anónimos, de cada vez que deparo com o sublime dos homens.

bea disse...

Anphy e Rain

a Dulce Pontes tem uma voz extraordinária, mas não gosto das últimas produções. E a Anphy terá um pouco de razão, veste estranhamente, mas li numa das revistas que compro no verão, a satisfação da cantora em ter, finalmente, encontrado uma estilista holandesa(?), que se adequa completamente aos seus gostos e preferências, dizia a nossa menina que viu a montra e ficou galvanizada. Portanto...deixemo-la sentir-se na sua segunda pele. quem somos nós para dizer a alguém como vestir-se se a pessoa afirma que encontrou finalmente o seu espírito de roupa. Imagino que seja uma forma de não se sentir vestida. ela, lembro-me, falava em liberdade:)

free culture lisbon disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
free culture lisbon disse...

Ha uma grande diferença entre ser do PS e ter os seus valores partidarios originais e ser Socrista, e a grande falha do PS e muitos dos militantes foi idolatrar um individuo independentemente das suas falhas gravissimas de caracter. Pondo em risco nao só a qualidade de vida actual e futura da populaçao mas tambem arrastando consigo um partido com prestigio.
Sou apartidaria mas reconheço o valor do PS e a sua importancia, agora a falta de nivel do seu antigo lider foi um erro de casting gravissimo, a nivel criminal, que todos nos vamos pagar nas proximas decadas.

Cê_Tê ;) disse...

Anfi,
ponto 1.- Veja bem a diferença adjectival que existe entre Sócrates e Soares sobre a dita conversa. Teimoso foi o que Soares lhe chamou e tanto ele como todos sabemos que teimosia NÃO É SINAL de inteligência.
ponto 2.- o resgate foi e é necessário. O que o Sócrates devia ter feito era LOGO atalhar caminho em vez de esbanjar dinheiro como o fez - continuou a governar à rica endividando cada vez mais o país e tornando o resgate cada vez mais urgente.Se ele conhecia a real situação do país o que fez foi desastroso. Mas NUNCA ME OUVIRÁ ESCREVER7 DIZER que foi responsável único. Sobre os professores teria sido muito mais inteligente em vez de criar um monstro burocrático com repercussões graves sobre a qualidade do ensino e funcionamento das escolas ter criado outro sistema de transição. O corpo docente não é burro.
ponto 3.- Sobre a liberdade da imprensa concordo com o que insinua. Quando se descobrir que o que faz girar o mundo são os escravos pode ser a revolta final destes últimos. Há por aí uma nova geração de "anjos brancos" que pode ser que publiquem mais umas coisinhas...;)
E para rematar... vou tentar não voltar a falar-lhe deste Senhor. Cada um de nós é livre de idealizar quem quiser. Até o Hitler tinha um rol de fãs...
São os mistérios da fé...:P

Interessada disse...

CT

"O corpo docente não é burro."
Olhe que eu tenho encontrado muitos!
Lamento que queira "defender a sua dama", mas como em qualquer meio, há os que são e os que não.
Um bom dia para si, que eu não considero imbecil ;)

free culture lisbon disse...

interessada

parece-me que a CT falava do corpo docente como bloco que é efectado constantemente (e normalmente de forma negativa)por decisoes politicas sempre que se muda de governo.É como um todo, e como um todo nao é burro.
Assim como o bloco dos bombeiros nao é burro o bloco dos médicos nao é burro, o bloco dos sapateiros nao é burro.
Agora individualmente, tal como a interessada diz,em todas as profissoes ,raças e classes sociais, ha com cada perola que nem os porcos as queriam.Basta sair de casa e andam as perolas todas por ai.

bea disse...

Anphy

já recomecei o tempo dos espelhos que me foi dado por duas pessoas mt amigas e tem uma dedicatoria e tudo. Só por revê-la já valeu a pena. depois falamos.
E agora vou andar de skate. Pode ser que encontre uma pérola.
té loginho

A Menina da Lua disse...

Bartolomeu:))

Acho as suas hipóteses interessantes:) mas inclino-me mais para a última ou seja: "recebeu um telefonema da Maria a mandá-lo regressar imediatamente?":))

De facto merecíamos melhor sorte quanto a quem nos representa e governa:( : Mas fazer o quê!:( Ele foi eleito democrática e maioritariamente. Querem melhor que isso!? Ele inclusive deve-se sentir bem legítimo no seu papel!... Enfim!:((.

Contudo existe uma ideia que valorizo particularmente:- O perigo não vem tanto dos mediocres mas sim do vazio e do silêncio dos que realmente possuem sabedoria...:(

free culture lisbon disse...

menina da lua


"Contudo existe uma ideia que valorizo particularmente:- O perigo não vem tanto dos mediocres mas sim do vazio e do silêncio dos que realmente possuem sabedoria.."

muito bom, dá que pensar, que grande verdade

Pedro@eondoicspot disse...

Boa Tarde,

Não tenho nada para dizer! Apenas deixo aquilo que podia ser a curva de um rio de um romance qualquer mas é apenas a extremidade de uma das pétalas da azália:

http://eondoicspot.blogspot.com/

Boa Tertulia;)

Interessada disse...

Julio

"Não havia nechechidade" de tentar valorizar o Senhor Primeiro Ministro.
Não consegui reter :(

Ímpio

Cada vez mais valorizo as suas intervenções. Faça-me o favor de não desaparecer ;)
Gosto desse nick name “duploM”. Cai que nem luva!
Apesar da nódoa, começo a pensar que ele está muito esclerosado.

@free culture lisbon "parece-me que a CT falava do corpo docente como bloco que é efectado constantemente (e normalmente de forma negativa)por decisoes políticas sempre que se muda de governo."
As decisões políticas, na generalidade, afectam as classes sociais e não classes profissionais, etárias, etc.
Considero isso um erro de apreciação, com origem no corporativismo. Vamos voltar ao Estado Novo? Já faltou mais.....

@Menina "Contudo existe uma ideia que valorizo particularmente:- O perigo não vem tanto dos mediocres mas sim do vazio e do silêncio dos que realmente possuem sabedoria.."
Onde há sabedoria, não existe vazio. Jamais!^_^

João Pedro

Disseste qualquer coisa. E não consigo imaginar-te sem teres nada para dizer :o

Princesa Isabel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Princesa Isabel disse...

Uma verdadeira aberração este PR..., nem um décimo da "miserável reforma" que lhe pagam ele merece!!!!
Chickkki...chickkkki... chickkkki... :S

Interessada disse...

Um Passos Coelho é muito mais perigoso que dois ou três Aníbais; pelos inerentes poderes e pelo tamanho do séquito.

Pedro@eondoicspot disse...

Interessada,

Eu normalmente não tenho nada a dizer. Sou muito compreensivo:)

andorinha disse...

Impio,

Subscrevo todinhoooooo!
Não tenho nada mais a acrescentar:)

Bea,

"E a democracia em sangue que não se estanca. E pode infetar se não acudimos."

Eu penso que a infeção já é bastante generalizada:(

Andar de skate? Tu, uma medricas?:))))))))
Estás bem?

Pedro,

Sabe sempre bem ir passear até ao teu jardim.
O cheiro das flores é bem melhor que o mau cheiro da política:)

Fica bem.


"Onde há sabedoria não existe vazio."
Disse quem?
Ah, Interessada...estas frases feitas que não significam nada...

Interessada disse...

João Pedro

E o que tem o cu a ver com as calças? :D

A Menina da Lua disse...

Interessada

Muito gosta você de brincar com o que os outros dizem!
Penso que você entendeu muito bem o que eu queria dizer mas gosta sempre de dar o seu toque pessoal... não seja por isso e eu repito: em termos de humanidade ou sociedades como queira pior que haver mediocridade é não haver quem possua sabedoria ,ou seja algo (valores,etc) ou pessoas que nos sirvam de referência...O vazio é o pior de tudo... e será talvez um pouco o estado das coisas em que nos encontramos...

Fiquem bem!

Pedro@eondoicspot disse...

Interessada,

Presumo que ainda não tenha jantado. Quando voltar, que venha de barriga cheia. E com melhores modos.

Bom Jantar...

Interessada disse...

Menina

Não estava a brincar,e julgo ter percebido o que queria dizer. Mas discordo.
Falo porque não sou muda, porque sou dotada de espírito crítico, e amante da liberdade de expressão e do debate de ideias.
Ah!, ainda porque também tenho o direito a arriscar-me a dizer disparates, de quando em quando.
Retomando o assunto em debate....
O que já não existe é a sociedade de Padrão a Seguir.
Hoje, existem muitos caminhos diferentes, que servem consoante as nossas escolhas, e que nos responsabilizam por elas.
A sabedoria não é una.
Acresce a ansiedade de ter rejeitado 9 999 hipóteses das mil escolhas possíveis.
É esta a minha opinião, que não sou seguidista, nem admiradora do culto da personalidade.
Espero ter sido suficientemente explícita. Era esta a minha intenção.
ah!, também só argumento quando acho que vale a pena.

Interessada disse...

João Pedro

O estilo será sempre o meu.
Não estou em campanha eleitoral :))
Não podemos, nem somos obrigados, a agradar a todos.
口音 - 김소희

bea disse...

Andorinha

não sou medricas, quer dizer, sou um bocado. E depois?
Por acaso concordo com a interessada, não sei se é frase feita ou não, mas onde há sabedoria não pode haver vazio. o vazio não existe sequer. difícil é que a sabedoria exista e existindo, que chegue ao poder.

Anphy

´é verdade que sou muito distraída, mas bem me parecia...já vou a mais de meio do livro e não encontro qualquer justificação para as suas escaramuças genealógicas. tá bem, não vamos falar já, pode ser que esteja no último terço. Dou-lhe o benfício da dúvida.

fiquem bem. Tenho de ir pôr o cinema em dia :)

Interessada disse...

Menina

"...só argumento quando acho que vale a pena." leia-se "quando acho que vou ser ouvida (neste caso, lida)"

Pedro@eondoicspot disse...

Interessada,

Uma mulher culta, não sei como nunca ouviu a expressão: Pensar duas vezes antes de fazer.

Estou a ver que era mesmo fomeca!

A Menina da Lua disse...

Interessada

Ainda bem que não é seguidista, nem admiradora do culto da personalidade porque eu tambem!

Ainda bem que sabe e percebe que a sabedoria não é una porque eu tambem acredito que não.

Agora espero é que entenda tambem que ao tomarmos as nossas decisões e na escolha dos nossos caminhos, o façamos sim por se acreditar em algo que valorizamos e que sinceramente se acredita...E isso não nasce do nada...cria-se!

E já agora que sejamos principalmente muito bonzinhos:))) para com os outros! que infelizmente é o que mais falta:(


Boa noite para todos!

A Menina da Lua disse...

E ainda

De qualquer modo e sem querer fez-me desviar do que inicialmente eu queria realmente dizer e que é o seguinte: Quando a mediocridade se instala no Poder o perigo vem da impossibilidade dos que tendo a Sabedoria se remetem naturalmente ou forçadamente ao silêncio e isso sim é que é profundamente lamentável e a história infelizmente dá-nos imensos exemplos disso...

Bom! e agora é que vou mesmo para dentro:)

andorinha disse...

Bea,

Estava a brincar contigo. Não és medricas porque vences os teus medos:)))

"...onde há sabedoria não pode haver vazio. o vazio não existe sequer. difícil é que a sabedoria exista e existindo, que chegue ao poder."

Depende do conceito de sabedoria. Onde há só sabedoria livresca pode haver, e muitas vezes há, um enorme vazio.
Quando li a frase pensei na citação de Churchill:

"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem carater, dos sem ética...o que me preocupa é o silêncio dos bons."

Sabedoria/Bondade é o que importa.

E agora também vou ao cinema...em casa.
Vou rever o Cinema Paraíso.

Fiquem bem:)

Anfitrite disse...

Menina da lua

"O perigo não vem tanto dos mediocres mas sim do vazio e do silêncio dos que realmente possuem sabedoria...:("

Eu gosto muito da sua paz de espírito, doçura e sabedoria, mas tenho a impressão, que não seria com a sua indignação que algo mudaria.

Bea,

O livro é para ler com muita calma. Juro-lhe que me fartei de chorar com ele. Não tive a sorte de nascer num lar de paz, mas sofri nuito por também ser filha única e até por ser inteligente e como ele me terem mandado pular logo uma classe. haverá coisas que não a atinge. Só quem passou por certas situações pode entender semelhantes. Quanto ao Machado, estou-me nas tintas. A culpa terá sido do Pai, mas não queria chegar até aqui.

Cete,
Ser teimoso, não é um defeito. A persistência muitas vezes leva a bons resultados. E lamento que os professores lhe tenham ficado com tanta raiva, pois era a ministra que tomava as medidas. É pena que estivesse mal assessorada. E é pena que os professores não gostem de coisas complicadas. E ele estava quase a resolver o problema se não fossem os bancos. Quem não vê o situação é poque é fanático. Eu não estou a defender ninguém, apenas constacto a realidade. E quem diz que hoje está a pagar por causa das falcatruas que ele fez é completamente patológica. Os professores são das classes mais priviligiadas neste país, em com paração com outros funcionários públicos. Para lá foi toda a gente pós 25/4, dado a extensão do mesmo, e que muitos não tinham vocação e queriam ter férias que nunca mais acabavam. conheço alguns.

Cê_Tê ;) disse...

Anfi, quase que dá vontade de fazer como às vezes se faz à canalha que é deixar ganhar e fazer acreditar que foi uma real vitória.
É o paradoxo: toda a gente (incluindo pais e (des-)empregadores) quer que os putos passem mais tempo com estes incompetentes!
Levanto-me e deixo o meu jogo para quem me quiser substituir (4 ases já aviso);)

bea disse...

Andorinha
O meu avô era sábio, não sabia ler e falava muito pouco.

Anphy

caso não se recorde é um livro pequeno em que basicamente o professor anda de trás para a frente e o inverso que é para ir até ao futuro sem nave nem nada. Parece-me uma história de família pouco romanceada e escrita com algum humor. aparece também uma espécie de alter ego a fazer o ponto da situação - sempre do professor. Anphy, Não vejo motivo para lágrimas, nem a imaginava tão dada ao trágico.

A Menina da Lua disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A Menina da Lua disse...

Anfitrite:)

"não seria com a sua indignação que algo mudaria."

E acha mesmo que nós conseguimos mudar realmente alguém que não queira mudar?

Quanto muito alertamos, informamos e tambem cativamos...o que já não é nada mau!:)

Mas tem uma certa razão; a força vem-me mais do lado do entusiasmo e da alegria do que da indignação...e um dos meus grandes entusiasmos é sem dúvida a Justiça, acredite!

Um bom dia para si!:)

Pedro@eondoicspot disse...

Menina da Lua;)

A justiça é bastante tentadora embora a emenda cora o risco que sair pior que o soneto.

Se a igualdade fôr pretexto para muita coisa. Acho que se conseguem mais resultados.

A Menina da Lua disse...

Pedro:)

Tem razão!:) Na Justiça por vezes a emenda sai pior que o soneto! ou seja os resultados saiem bem pior do que se esperava...:( Mas e apesar disso sem Justiça é que nunca ...

Anfitrite disse...

Bea,
Podia evitar dizê-lo, mas como sempre disse aquilo que penso, não vou calar agora só por delicadeza e pela empatia que tenho consigo.

1-Não percebo porquê esse interesse em defender o professor. Ele não precisa e saberia bem fazê-lo se o interlocutor lhe merecesse essa consideração;
2-Não compreendo como é que alguém vai comprar o livro,(por acaso), pede ao professor para lho autografar, para depois lho oferecer. Não acredito que alguém lhe tivesse oferecido um livro, que a ela tivesse sido dedicado;
3- Acho estranho que só tendo aparecido recentemente a comentar, saiba quantas vezes o professor falou da sua tribo, quando ia jantar, ou coisa parecida. Não me diga que tem sido o anjo das “Asas do Desejo”, que nos tem sobrevoado;
4- Acho que o professor me deve uma comissão de agente, pela publicidade que tenho feito ao livro;
5- Até duas citações do livro já pus na net.

Falando do livro, veja quantas vezes o professor se refere ao pai dizendo mais ou menos isto:”- Não esqueças a memória do avô.”
Por outro lado, e foi isso que mais me sensibilizou, foi o que o professor disse sobre as palavras doces e meigas, que ficaram por dizer porque o respeito a isso obrigava.

Comigo foi pior. Até hoje ainda não consegui lembrar-me de algum dia ter levado um beijo de quem quer que fosse, nem de alguém ter dito que gostava de mim. Refiro-me à família é claro.
Só nos últimos tempos é que me queixei à minha mãe e ela disse que o tinha feito, mas eu deveria ser muito pequena.

Vou contar uma coisa que nunca disse a ninguém, e agora vou espalhar ao vento e ao mundo.
Quando era pequenina queixava-me muitas vezes por não ter tido um irmão. Ao menos haveria mais um para levar pancada.
Sei que um dia, já não sei precisar a idade, mas continuava a ser pequena, e ainda estou a ver o lugar da casa onde estava, no entanto estranhei em como a minha avó paterna teve a coragem de mo dizer, e eu de perceber.
“-Sabes? Tu tiveste para ter um irmão e era um menino, mas a tua mãe teve de fazer um desmancho. (E disse-me qual a razão).
A partir daí, levasse a pancada que levasse, nunca mais me queixei.
Quando a minha mãe ficou acamada, e eu tinha de a lavar e mudar-lhe a fralda à noite, verifiquei que ela tinha o útero prolapso e que às vezes sangrava. Também nunca me tinha falado disso.
Preocupada falei à médica e ela passou-me uma credencial, eu tratei de tudo e tive e arranjar maneira de a levar a consultas, exames, operação, ao S. Francisco Xavier.
Estava ela na cama e eu ao pé, vem um senhor de bata branca, que não sei se era médico ou enfermeiro, fazer umas perguntas por causa da operação.
“…
-abortos?
-fiz um. Os tempos estavam muito difíceis.
Não sei como consegui aguentar-me de pé. Mas ao mesmo tempo acabou a dúvida na minha cabeça.
E, a partir de hoje, não falo mais de mim, porque aqui as pessoas só vêm lançar umas opiniões, ou críticas, mas não estão aqui, como seres humanos sensíveis, a maioria delas.

Tenho dito.

Biépi

Anfitrite disse...

Menina da lua,

E de dois maravilhosos filhos:).

Quanto à justiça veja as gravações do progarama "JusTiça Cega", que dá às 22.30, na rtpinf. às 2ªs. A de ontem ainda não está disponível, mas garanto-lhe que se aprende muito e ajuda-nos a perceber muita coisa. O problema muitas vezes não está na justiça. Está nas leis. Ontem analisaram a indemnização decretada pelo Supremo ao tal psiquiatra do Porto. Fiquei a perceber como estamos na mão desta gente. Os juízes têm de interpretar a lei, muitas vezes contra a sua sensibilidade e percepção. Eu uma vez vi um que vinha desvairado dum julgamento, porque não podia decretar nenhuma pensão de alimentos ao filho, porque o sujeito, não descontava para nada. Agora as coisas já estão um pouco diferentes, mas o problema mantem-se.

Mas veja a importância que tem a indignação. Não só em relação ao cavaco como ao coelho, já muita coisa foi mudada e precisamente a favor dos mais fortes. Os que têm força para refilar. Por exemplo, no acordo que a UGT fez com o governo, os bancários ficaram de fora, não foram abrangidos pelas penalizações, porque se impuseram ao Proença. E o governo pode gabar-se que teve um acordo legal, porque cumpriu a lei, porque ouviu e teve o acordo dos representantes dos trabalhadores(?), como diz a lei.
Abrenúncio

Boa noite!

http://www.youtube.com/watch?v=kHdJR6iUBFM&eurl=http://oglobo.globo.com/blogs/emcartaznaweb/&feature=player_embedded

andorinha disse...

Vou meter a minha colherada...
Sei que não é nada comigo mas não consigo ficar calada.


Tanta amargura, Anfitrite:(

Dizes tu:
"E, a partir de hoje, não falo mais de mim, porque aqui as pessoas só vêm lançar umas opiniões, ou críticas, mas não estão aqui, como seres humanos sensíveis, a maioria delas."

Não generalizes. Há aqui gente com muita sensibilidade.
Sabes o que eu penso acerca do que dizes? Tu falas muito de ti, de coisas muito pessoais e privadas e isso só devemos fazer com os amigos, na minha opinião. Nem toda a gente aqui é tua amiga.
Já me apeteceu também falar de certas vivências minhas quando vem a propósito, mas sempre me consegui conter, penso eu. Isto é um espaço público, há aqui gente que não me 'grama' nem com molho de tomate, portanto, determinadas partilhas de estados de alma não vêm para aqui.
Só merece ter acesso ao nosso 'eu' quem não nos julga, quem entende, quem é nosso amigo.
Já tiveste aqui desabafos bem dolorosos e há pessoas que dizem: "amanhã é outro dia, isso passa, cá vai uma musiquinha..."
Fico arrepiada até, ao ler.
Mas, por outro lado, não se pode esperar muito mais aqui.Aqui não se pode dar o ombro, não se pode dar colo...
Por isso fazem falta os amigos de carne e osso.
Olha, nem sei porque estou a escrever isto. Mas foi o que pensei ao ler-te...

Fica bem:)

Anfitrite disse...

Andorinha,

Obrigada:)

Eu sei tudo isso, mas o que eu digo aqui posso dizê-lo em qualquer lugar. Enquanto eu for lúcida ninguém me encontrará em contradições.
Muito mais e muito pior teria para dizer, mas eu sei que, regra geral, as pessoas estão-se nas tintas. Por isso talvez me seja mais fácil dizê-lo aqui do que na frente de alguém que se fique a rir e me chame tonta, porque dou importância a coisa que outros não dão.
Eu se falo assim é porque me irrita que as pessoas não reajam. Não é por revolta, porque como já disse aqui, eu pensava que a vida era mesmo assim. E sempre me preocupei com os outros, incluindo animais. Ainda vai mais esta: eu quando ía para a escola primária, se via a carroça dos cães, voltava para trás para prender o meu, porque era um vadio, mas ía-me sempre esperar, porque sabia as horas que eu estava para chegar. Um dia até me fez cair, porque se escondia e saltava-me à frente ou vinha a correr de trás. Também me lembro de uma vez, na escola primária, terem ido verificar se alguém tinha piolhos. Lembro-me que uma menina ao pé de mim tinha, e de a mandaram para casa. Nunca mais me esqueci disto e ainda hoje me lembro da situação e nem sei o nome dela, nem quem ela será.

A Menina da Lua disse...

Anfitrite

Bom dia!:)

Claro que o direito à indignação é justo e traz dinâmicas absolutamente necessárias para, como dizia o poeta, o mundo pule e avance...:) mas há um senão; que é a violência...:(

Faça o favor de aproveitar bem estes belos dias de sol para se espraiar à beira mar nessa sua fantástica zona onde mora que para mim é uma das mais bonitas que eu conheço mundialmente falando:) e daquem e dalem mar...:)

Fiquem bem e anime-se viu!:)

bea disse...

É lá Anphy... vamos lá desfazer o equívoco, ok?

1- eu defendi o professor? Pá, não dei por isso. Onde?? onde?
Tenho a certeza que ele se sabe defender e que eu nem sirva para nada nesse aspeto. Escusa de frisar a minha pouca importância, na verdade gosto dela assim.

2- o autógrafo não é do professor, o livro tem o autógrafo de duas pessoas de quem muito gosto; e para mim valem um tudo.

3- É pá…e eu lá sei quantas vezes o professor falou da tribo?! Sei que não foram muitas porque sendo tão distraída como sou, se fossem muitas talvez eu desse por isso. Portanto…é que não foram assim tantas.
Não há anjos, Anphy. Mas se houvesse, eu queria ser um anjo da guarda. E olhe bem, nunca sei muito bem o que digo, depois de ter dito passou. Mas não me recordo de ter referido jantares…

4- A parte da comissão tem de falar com o professor.

5- Idem

6- Não seja chorinca. Não acredito nessa parte.

Parece-me que já não há o número sete.

As mães, se forem mães normais, gostam sempre de nós Anphy, sem precisar repeti-lo a torto e a direito. Gostam com os olhos, as mãos, os dedos, com o pensamento e o cuidado que não querem excessivo para que os filhos não o carreguem; gostam com os braços com que não abraçam as vezes que desejam porque podem ficar chatas demais, gostam com a paz que vão construindo dia a dia só para eles, gostam com os silêncios gratos de vê-los crescer e ter vontade própria….gostam ininterruptas

E os desmanchos eram vulgares, como sabe. Por vezes quase matavam ou matavam mesmo. Acredito que em algumas mulheres houve terreno queimado para sempre. E não me refiro a poderem ou não ter outros filhos.

Eu gosto das suas histórias Anphy. Podia contar-lhe umas também. Parece que também eu sei histórias sobre tudo :)

Um abraço. Vamos fazer as pazes que não gosto de dormir zangada com ninguém, já me aparecem florestas e eu aos gritos se de bem com o mundo, imagine se não.

Mas é que não sabia que estivéssemos aborrecidas as duas…calhou vir aqui ainda :)

Anfitrite disse...

Bea,

Eu não estou aborrecida consigo. Como lhe disse até sinto empatia por si e gosto da maneira como escreve. Se lhe respondi como respondi, foi para que não ficassem dúvidas.
Infelizmente estou aborrecida com a vida. Tenho suportado muitas coisas. E se a minha mãe foi assim para mim, foi porque a vida dela foi bem negra(sempre foi uma mulher de armas), devido ao comportamento do meu pai, que eu acho que ficou assim porque nunca conheceu o pai, graças ao bisavô do professor. Daí eu falar tanto nisso. Porque se estudei foi com bolsa de estudo, e na altura tinha-se de não ter rendimentos e ter uma dada média, para a Gulbenkian a dar. Mas pode crer que todos os meses, quando ía levantar o cheque ao BESCLX., na rua da Misericórdia, sentia vergonha e não orgulho. Nunca tive ninguém que me valorizasse(a não ser alguns professores, ou "patrões"). E comecei a trabalhar, primeiro em part-time, antes de acabar o curso. E depois continuei estudando mais e trabalhando a tempo inteiro e também como independente, porque era eu que tinha que manter a casa. Agora explique-me lá, porque é que eu não assinei a ficha já assinado pelo proponente, para ir para a política e para um determinado cargo?! Sou parva, mas não devo nada a ninguém, e tenho prazer de dizer aquilo que quero. Também não faria carreira, a não ser que fosse na oposição, para poder dar porrada nos aldrabões. Fisicamente, apesar de ter boa constituição, também tenho e já tive problemas dos mais graves. Mas, apesar da tristeza que a memória não me deixa esquecer, tenho um sarcástico tipo de humor e gosto muito de me rir e dizer uma boa asneira. Quanto a chorar, já tenho enchido rios(não será por mim que a água vai faltar), e só hoje é que os olhos desincharam depois de ter escrito o que escrevi. Às vezes tenho de parar, porque deixo de ver as teclas.

bíépi

bea disse...

Anphy

fiquei mais descansada. Bolas! Já me bastou o tempo em que espreitava e a menina se lançava em impropérios que ainda hoje desconheço o que sejam, com o fora de lei. Pensava: "mas que mulheres estas"! deve ser de serem do norte:))

A gente cresce e as lágrimas vão congelando. Parabéns, consegue ainda chorar com lágrimas. As minhas atordoaram em algum lugar.

BOM DIA! e BFS ao solinho

Tá bem, vou acreditar que chora rios :)

funloanfirm disse...

A Loan licenciado Lender Oferecemos empréstimo acessível à taxa de juros de 3% disponível para os mutuários locais e internacionais Você seriamente interessado na obtenção de um verdadeiro empréstimo sem estresse Você precisa deste empréstimo para o negócio e para limpar suas contas Então envie-nos um e-mail agora para mais detalhes via sagnwookzack@gmail.com