quarta-feira, maio 21, 2008

Escapada a Lisboa.

O breve abraço comovido de um amigo vale bem um longo cansaço:).

38 comentários:

oui! mon amour! disse...

A quem o diz :)

cabecinhapensadora disse...

E onde pára o cansaço quando uns braços nos dizem a falta e nos gostam por inteiro? portas abertas para nós, à nossa espera...

lobices disse...

...um abraço vale sempre tudo

Ti disse...

Um abraço por si só, já é precioso. Mas um abraço de um amigo e ainda por cima comovido! Esses são mesmo muito valiosos...

Fora-de-Lei disse...

Professor, no seu regresso podia ter dado boleia ao Emplastro. O rapaz veio à capital ver a Final da Taça mas ninguém o levou de volta. Ainda esta manhã o vi na zona da Expo, "colado" ao presidente da CML que estava a ser entrevistado na televisão.

andorinha disse...

Como já disseram os oradores precedentes:), um abraço vale sempre tudo.
Quando é de um amigo não tem preço.

Lúcia disse...

(...)
"Amigo vai ser, é já uma grande festa!"

Passarinha.Assada disse...

Ó Senhor Doutor, posso desmascará-lo? ;)

Onde se lê " um breve abraço comovido de um amigo"
, deve ler-se: "Um longo e intenso 'abraço' duma bifanita, deixou-me todo partido".

Assim sim, porque ninguém vai acreditar que o cansaço, foi só da viagem a Lisboa. ;))))

yes! my love! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
yes! my love! disse...

Passarinha, ( o que eu queria dizer era :)

vc 'tá com ciúme, é isso ? a seguir vc vai querer saber o quê? se o Senhor Professor comeu picanha ? se foi ao cinema ?

Um abraço longo e intenso desses ;) que deixam um Homem todo partido, não é notícia, ou é ?

Agora ~~ um abraço comovido de um amigo, após uma longa viagem de escapada a Lisboa, acho que sim, que nem todos têm um :) para contar, e merecia bem esse post!

thorazine disse...

FDL,
é meu vizinho! Queres compra-lo? :)))

Fora-de-Lei disse...

thorazine 7:13 PM

Não. Gostava mais dele antes do Herman José lhe ter pago uma dentadura postiça... ;-)

Nuno Guimas disse...

Aproveite bem esse abraço, pois pela minha experiência "amigo" é uma palavra demasiado usada para definir algo que nos acontece ter muito poucas vezes, de forma verdadeira, na vida.

E que tenha muitos abraços desses por aí que valem a pena subir montanhas e atravessar rios para os encontrar. Depois com o TGV é mais fácil :)

CêTê disse...

100 palavras! ;X

maribete disse...

Pois eu vim um bocadito mais longe pelo mesmo. Estou no Algarve na praia da Luz e embora sempre que posso me escape at� c� porque adoro o Algarve (n�o me chamem nomes) e estar aqui numa casinha a ver o mar da varanda, o que me traz c� � tamb�m o abra�o de algu�m muito querido.

borboletinha acutilante disse...

Porque uma escapada a Lisboa, por si só, sabe sempre bem e então quando se têm alguêm à espera, que nos dá "aquele" abraço sublime... Fico invejosa dessa escapadela!!!

cabecinhapensadora disse...

Temos saudades dos amigos. Porém, Joaquim de Carvalho afirmou que a saudade é a evocação de um tempo que passou e não volta. Tem razão quando fala do tempo, quando reafirma que, por isso, nada se repete. Não tem razão quando se refere à saudade como desejo de repetir o que não volta. Porque o que se repete, não se repete nem é explicável, mas é o cerne do Encontro; e nunca é vivido como repetição. As nossas melhores verdades são religiosas, ou vividas como; dizia Mircea Eliade, "instauram um tempo primordial no tempo presente". Os amigos abrem o buraco necessário na modorra do quotidiano. Valem.

oui! mon amour! disse...

Acabo de ouvir "O Amor é..." de hoje e de amanhã :) no site da Antena 1

Mais dois excelentes programas!!!

Que Deus* assim O mantenha :) sempre tão atento e mui activo :) nestes temas tão URGENTES!!!

Falo, muito naturalmente, de um Deus* feito de muito Amor e de muita Liberdade para Amar!

Um Deus, que eu acho quase impossível que alguém não acredite que exista :)

onde quer que exista um Homem que Ame e se sinta verdadeiramente Livre para Amar só por Amar! tal como Cristo Amou e se sentiu Livre para Amar!

E... a todos um bom feriado de Corpo de Deus!

PAH, nã sei! disse...

Chefinho, ainda bem que "puxou" o assunto!!
Parece-me que o "maralhal" visitante também anda a necessitar de um bom abraço!!!

un dress disse...

:)

yulunga disse...

Bom dia maralhal.

É bom as pessoas tocarem-se :-)

Bonecas da Filó disse...

Olá!!Bem veio a Lisboa pudeia ter visitado o nosso atlier!!Fica para a próxima.Bjs

andorinha disse...

Borboletinha,

Absolutamente de acordo, uma escapada a Lisboa sabe sempre bem. E para rever amigos,então...nem que a distância fosse ainda maior.

Cabecinhapensadora,
Gostei novamente. A escreveres assim não te livras de mim:)

"Porque o que se repete, não se repete nem é explicável, mas é o cerne do Encontro; e nunca é vivido como repetição."

Claro. Em cada reencontro existe uma nova partilha, um reavivar de emoções, tanta coisa...
Eu não entendo é como se pode não ter saudades dos amigos...

E a propósito de saudade aqui deixo a citação mais bonita que já ouvi/li:

"A saudade não é um remoque acusatório, mas sim um abraço de boas vindas antecipado."

JMV, O Tempo dos Espelhos

Su disse...

jocas maradas...sempre

Daniela Mann disse...

Pois vale...

Fora-de-Lei disse...

andorinha 8:21 PM

"A saudade é o Benfica à Benfica"

John Fodewell, em a "História do Futebol"

Passarinha.Assada disse...

Ó Senhor Doutor... Não querendo invocar a Lei de Imprensa, :) quero no entanto registar o meu descontentamento por esta sua política o.b.®, que é atentatória dos mais elementares Direitos, Liberdades e Garantias, consignados na Constituição, para todas as bifanitas. ;)

Pelo direito de resposta, já!

ass.: Passarinha Assada
aka Bifanita Beijoqueira
aka Bifanita Amordaçada
aka Bifanita Contestatária

mariam disse...

"Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros(MÁRIO QUINTANA)"
com todas as "consequências"...por exemplo um comovido abraço!

um sorriso :)

lobices disse...

Se todos dessem um abraço...
...
(via TVI):
...
O fosso entre ricos e pobres em Portugal é o maior da União Europeia. Em comparação com os 25 parceiros europeus, Portugal regista a maior desigualdade de rendimentos.

De acordo com o último relatório sobre a situação social, elaborado por Bruxelas, a situação portuguesa ultrapassa mesmo a realidade dos EUA, da Polónia, da Lituânia e da Letónia quanto a níveis de desigualdade. O documento revela que Portugal tem 4% do total dos pobres da União Europeia.

Quem está em maior risco de pobreza pode estar empregado ou desempregado, vive só e tem um ou mais filhos. Os cidadãos com mais de 65 anos incluem-se também na faixa dos potenciais ou já verdadeiros pobres. O relatório foi elaborado ano passado tendo em conta dados recolhidos em 2004 e nos anos seguintes.

Laura disse...

Andorinha
Bela transcrição!
Pena mesmo que só se aplique (na perfeição) às situações em que a ausência é temporária e o reencontro é possível!
Outras há em que fica a saudade, na mesma, mas os graços abertos nunca têm possibilidade de se fechar sobre alguém físico:)

Canseiroso disse...

Ò Murcon, ainda bem que é especialista da mente e não é cirurgião.É que as cirurgias estão caríssimas e as seguradoras riquíssimas.
Aceite um abraço comovido por ser quem é.

Cleopatra disse...

Ai está cá e não disse nada?
Fico a pensar...

CÁ FICO disse...

Eu vou aderir ao boicote de 1 - 2 -3 de Junho à Repsol, BP e GALP

cabecinhapensadora disse...

Obrigada andorinha. Obrigada também pela citação. É uma citação feliz; duma saudade viva, saudável. Mas nem toda a saudade é um prólogo. Penso que te referes à melhor saudade, aquela a que damos morte em ar de festa, às vezes um só olhar afoga-a, esgana-se num abraço, dissipa-se com palavras. Há um factor interessante nessa saudade, é que só na presença do outro tu ficas certa do seu tamanho e qualidade; como se ele fosse o certeficado de garantia de um sentimento que é teu. É quando a destróis que a aferes, nós a olhar a outra pessoa e a pensar 'as saudades que eu tinha'.E é uma dor alegre. Ou uma dor a desaparecer em alegria:)
E Bom Domingo

Andesman disse...

Um abraço é um abraço que elimina qualquer cansaço. Seja ele da mãe ou do pai, da nossa esposa ou da miúda de quem gostamos, ou daquele amigo do peito. Seja mesmo de alguém que nem conhecemos, mas que esteja connosco no Estádio e o motivo seja: um golo do Benfica. Um abraço é um abraço

CUCO MALUCO disse...

Como vai toda a gente?
Há muito que não pousava neste ramo.
Bicadas para todos.
Ah, quanto ao post, claro que um abraço é sempre bom; porém, eu apenas posso abrir as asas e abrigar-vos da chuva.

andorinha disse...

FDL (11.24)

Mas afinal esse fulano é sexólogo, politólogo, analista desportivo ou tudo isso ao mesmo tempo?:)))))

Laura,
Tens toda a razão. Quando a ausência não é temporária fica-nos um outro tipo de saudade. Eterna...

Cabecinha,
Não tens nada que obrigadar:)
Agradece ao Júlio, foi ele que escreveu...

"...é que só na presença do outro tu ficas certa do seu tamanho e qualidade; (...É quando a destróis que a aferes, nós a olhar a outra pessoa e a pensar 'as saudades que eu tinha'."

Não concordo. Há ausências que doem imenso, a saudade parece não caber dentro de mim. Não preciso do reencontro para a aferir.
O reencontro é"apenas" o momento do abraço já mil vezes antecipado.

Boa semana:)

CêTê disse...

Espero que ainda respire. ;)))) Não foi nenhum(a) Ana_Conda pois não?

Boa Semana pessoal