quarta-feira, maio 20, 2009

Curiosa equivalência.

Preparo aulas. E tropeço numa comparação deliciosa:). Partindo da obra A Teoria dos Sentimentos Morais, de Adam Smith, em que - aparentemente, sou leigo na matéria... - ele sublinha a importância da capacidade de nos pormos no lugar do Outro, única forma de moderar a cupidez no mercado, Laqueur demonstra como a masturbação era condenada por também ir para além do "egoísmo e luxo permissíveis" numa sociedade burguesa que mergulhava nas delícias do consumo. A masturbação, como a especulação, não seria geradora de qualquer bem comum.
E digo para os meus botões - estaríamos bem melhor se alguns financeiros, portugueses e estrangeiros, se entregassem mais ao auto-erotismo e e menos à actividade bolsista...

105 comentários:

Cê_Tê ;) disse...

O meu veredito (;)))
Por falar frequentemente em orgias, enaltecer os padroões comportamentais romanos face à sexualidade e agora;P com este post!!!! está saneado. Ficará ainda sem carteira profissional. E para não fugir ao que se tornou regra neste país... recorrer só à minha pessoa.;P

Mai nada.;P

Fora-de-Lei disse...

"E digo para os meus botões - estaríamos bem melhor se alguns financeiros, portugueses e estrangeiros, se entregassem mais ao auto-erotismo e menos à actividade bolsista..."

Tenho muita pena, mas desta vez não concordo consigo. Para que precisam esses senhores, portugueses e/ou estrangeiros, de se auto-erotizarem se passam a vida a sodomizar o zé povinho ?!

thorazine disse...

FDL,
agora fizeste-me lembrar uma t-shirt que vi há tempos: NÃO PRECISO DE SEXO, SOU FODIDO PELO GOVERNO TODOS OS DIAS! :)

andorinha disse...

Preparando-me eu para fazer um comentário inteligente como é meu timbre:), deparo-me aqui com estes dois comentaristas desestabilizadores e lá se me foi a inspiração:)))))))))))

Mas hoje em dia sobretudo a nível do poder e outros orgãos de cúpula haverá alguém capaz de se pôr no lugar do outro?
Estamos no reino do individualismo mais empedernido onde o outro não conta ou é apenas um estorvo.

Jinhos, moços:)

Julio Machado Vaz disse...

Caríssimos,
Na sexta gravarei um programa com a sugestão de um ouvinte - comparar a bissexualidade de violação dos romanos com o que o Fisco nos faz a nós:).

Cê_Tê ;) disse...

O meu hemisférico direito está a denunciar desprezo da andorinha pelo meu coment. ;))
(Estou aki estou a privar-te de bifes na pedra e pitéus semelhantes)
Fiquem bem que eu tenho duro W a fazer. ;*

(B.E.- O que é "especulação" FDL?;P)

Cê_Tê ;) disse...

É o que digo: SANEADO! ;P (sem direito a qq recurso)

Caidê disse...

Hume dizia que "a razão é e deve ser escrava das paixões". Pois tudo depende das paixões. Dumont perguntou "Então e os conflitos da hierarquização?" A verdade é q a economia ainda não se libertou da política nem da moral, como discorreu Dumont. A filosofia utilitarista é que não se aplica, por certo: "A maior felicidade para o maior número"? Lá que há maiorias há-as...mas e a manipulação? ...mas e os pequenos (ou grandes) favores. E lá se vai o mérito, a igualdade de oportunidades e a razão.

thorazine disse...

Prof,
mas aqui a questão inverte-se! No tempo dos romanos o elemento passivo (mulheres, escravos, etc..) é que chupavam..

PS - SORRY! Ainda não consegui perceber quanto é que isto começou a descambar.. :))

cabecinhapensadora disse...

O mundo do dever ser é (des)interessante mas necessário. Há-de haver um erotismo qualquer na bolsa, os apostadores parecem possuídos.A masturbação ia além do 'luxo permissível'. qual seria ele? até penso que a masturbação é uma coisa modesta, barata, e sem logística especial. "A masturbação e a especulação não são geradoras de bem comum". Mau Maria, espero que o autor se referisse mesmo às especulações financeiras. Senão marca-se já um duelo, escolhem-se armas, e morra quem tem de morrer, então que é isto.
Só o amor consegue, um bocadinho, que eu seja o Outro. Como diz a Tangerina, Suprema Elegância.

PS: o professor usa muito o termo delícia;lembra pasteis de Belém, pudins...sabores de desfazer na boca; delícia é uma palavra que toda se constroi entre a língua e o pálato. Cada vez penso mais que os fonemas têm a sua razão.

andorinha disse...

Cê_Tê,

O FDL não se queixou, vês?
Só tu por seres mulher...
Aqui está uma gritante diferença de género:)))))))

Também tenho duro W a fazer, isto aqui não é vida:)

P.S. Já aqui disse que só brinco com aqueles de quem gosto, portanto...:)

thorazine disse...

Sugestão: Começou agora no odisseia um documentário sobre o sexo nas Stalags alemãs durante o nazismo!

Julio Machado Vaz disse...

Thora,

E quem era penetrado, quem era?:)

thorazine disse...

;))))

Mas é o prof que está sempre a dizer que o sexo nem sempe passa pela penetração! Só tentei fugir ao "penetrocentrismo"..:))

Tangerina disse...

ehehehe... :-)))

Isto está muito animado, está... ;-)))


JMV,

Se uma jornalista do 24 horas o apanha com estas saídas, amanhã ainda é capa de jornal! ;-)))

E se não tem cuidado, ainda acaba investigado pela PGR, com direito a escutas e tudo... ;-)))

... ouvidinhos virgens, aqueles... ;-))

------

Cab,

Não fui eu que disse isso. Foi o outro. Eu só disse que ele disse. A minha finitude não me permite subir tão alto nas palavras. (suspiro :-))

T.

cabecinhapensadora disse...

Tangerina
Sei quem disse. Mas foi a Tangerina que citou e chamou a atenção para. Interpretou. Assimilou e acomodou (bem metido!) Lendo o mesmo, nem todos vemos as mesmas coisas (o que nem é mau). Desagradam-me clubes de fãs e podia parecer :)
E BOM DIA!

lobices disse...

...aplaudo

lobices disse...

...ahh, já agora: adoro o Magnum Classic para chupar...

Mar disse...

Hoje no Sapo (mais ou menos assim):

...Saiba como gerir a dualidade entre a utilização da chupeta e do dedo....
Alguns especialistas justificam o acto de chuchar...como uma forma...de libertar a ansiedade e o stress. Este hábito é difícil de abandonar e, aí sim, poderão surgir algumas deformações......
Algumas...são imediatamente confrontadas com as chupetas, muitas delas, coloridas, originais....apelativas...Não há um formato adequado....para a boca.... mas é importante escolher uma chupeta com boa concepção e, sobretudo, segura...
O material deverá ser flexível para não magoar a boca...Luminosas de noite permitem....encontrá-las mais facilmente.

Inês Grey disse...

Gostei. O post fez-me sorrir, os comentários fizeram-me rir. Apaixonei-me pela palavra "penetrocentrismo" (não pelo penetrocentrismo em si, note-se), de qualquer modo, acho que a minha vida sexual nunca mais será a mesma! ;)

Su disse...

qual auto-erotismo, se o que que eles gostam é de violações sem nexo

..obvio os violados, somos todos nós.............

mas que se segurem q estou fazendo uma associação de sados:)))))))))))))

jocas maradas e criativas

Nuno Guimas disse...

Mas... eles entregam-se freneticamente à actividade bolsista justamente porque se não tivessem dinheiro teriam de se entregar apenas ao auto-erotismo.

:)

cabecinhapensadora disse...

Lamentação de Adriano sobre a morte de Antinoos

"Não escreverei mais o meu nome em letras gregas sobre a cera das tabuinhas
Porque estás morto
E contigo morreu o meu projecto de viver a condição divina"
Sophia

Ambrósia e néctar na aurora de róseos dedos :)
Bom Dia!!!

Cê_Tê ;) disse...

Booooom dia ;)

vim deixar-vos este "miminho"

http://zoomquilt2.madmindworx.com/zoomquilt2.swf


(espero que gostem tanto como eu)

;**

A Menina da Lua disse...

CêTê

Já conhecia mas é de facto muito giro!:)

Aqui vai outro para a troca:) dentro do género e que eu tambem gosto muito.

http://www.npm.gov.tw/exh96/orientation/flash_4/index.html

(Deve-se ligar o som e carregar nos quadrados brancos que vão aparecendo ao longo do quadro)

Bom dia!

lobices disse...

...depois de tantas chupadelas e penetrocentrismos, aqui vão os meus abreijos...

analucaz disse...

encáustica, lindo! ai ai (suspiro) ;))))
estou Safo, ambrósio, adriano, enfim, SAFO...YUUUPYYYY!!! eheheh

Beeeeeem,
vomecês são uns gandAMAlucos, entranhaDORES de hábitos boliçosos logo pela aurora lOOOOOOOOOl

qq dia, o Murcon começa a pagar imposto ao fisco porque ao que parece, abriu portadas para a concorrência dos centros de rastreio da saúde mental cá da terrinha kkkkkkk

eu não sou maluca, mas aprecio uma boa maluquice eheheh

Toca a bulir pessoal. aqui está a dar, MAS, trabalha-se! sem café ;))

gira, girassol que amanhã vai chover.

p.s.: se quiserem, podem comentar porque, eu vou, mas, VOLTOOOO lolololololllllll

paula disse...

é desconfiar de quem diz que não é maluco..... sempre ouvi dizer que maluco não sabe que o é....

lobices disse...

(um àparte)
...via Sol...
----------------------------------
Por Luís Rosa
Todos os programas ligados ao Plano Tecnológico da Educação, do qual o Magalhães é o mais emblemático, estão em causa. Para a Comissão Europeia, o Governo português não agiu de modo transparente, porque as empresas foram tratadas de modo desigual

• Ministra da Educação admite «muitos percalços» no processo do Magalhães

Fora-de-Lei disse...

lobices 12:56 PM

As ilegalidades cometidas têm basicamente a ver com facto das "leis da livre concorrência" não terem sido respeitadas. Ou seja, em vez de um concurso público - se possível, a nível internacional - o governo tratou do projecto de fornecimento do Magalhães directamente com um só fabricante (neste caso, a empresa JP Sá Couto).

O mais giro é que, ainda recentemente e a pretexto do combate à crise, este governo estabeleceu que projectos com um volume até 5 milhões de euros podem ser adjudicados através do chamado "ajuste directo", ou seja, sem qualquer concurso público. Feito com honestidade, isto pode até permitir a agilização dos processos de adjudicação. Feito com pouca transparência, isto permite o "fartar vilanagem" para os amigos e/ou o rastejar das empresas face ao Estado.

paula disse...

um à parte (não muito): diz-me a minha mãe agora mesmo «tu com o atum és como o Júlio Machado Vaz com o sexo! metes o atum em tudo...» e ela não tem internet em casa... lool (como se diz por aí)

LadyAnt disse...

boa tarde a todos com beijinhos a cairem dos céus como poeiras cósmicas que se colam à pele para a tornar doirada e tresandarem a feromonas e testosterona (consoante o casô) make love, not war :)

vim de propósito de um dos anéis de saturno aqui dar uma perninha só para dizer:

THORAZIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

VOLTASSSSSSSSSSSTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

aprovitaste veres-me pelas costas só pra não levares comigo looooool

vocês, caridas, estão todas tão lindas que nem sei, parecem ramos de flores espalhados pelo blog do Senhor Professor :)... e eles ... eles todos com ar másculo, viril, outros, a analisar o hipotálamo, claro está rsrsrsrsr ... ai .. vou ter que sair... vou fazer um banho de xiclate para estar linda para o jantar de logo !!!! :)))))) ;)

LadyAnt disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
paula disse...

lady, seja bem vinda!!! que falta faz por cá!

cabecinhapensadora disse...

"Há um murmúrio de águas frescas,através dos ramos das macieiras, as rosas ensombram todo o solo, e das folhas trémulas escorre o sonho."
Safo, séc VII-VI a. C.

Poesia que assim corre séculos, de que vive?
Adriano e Antínoos: Amor numa das suas formas possíveis. à época, nem melhor nem pior. Uma. O que o preservou até hoje não foi a forma, que tantas iguais havia...mas o desmedido sentimento. E isso, homo ou hetero, é o raro que Sophia canta.
auroras: :)) o bem de uns não é necessariamente o bem de outros.
Maluquices: somos todos doidos varridos. "Vimos da terra assombrada do ventre das nossas mães não queremos roubar nada nem fazer mal a ninguém"; mas queremos o que nos é devido, que quem não gosta, saia e deixe aberta a porta. Ou alinhe no desalinhado de nós.

thorazine disse...

lady, :))))


E agora um presente para fazer subir o ego aos tugas em geral: http://sorisomail.com/email/446/americanos-nao-sao-estupidos.html

PS - É urgente que todos vejam o filme "Team América"! ;)) AMÈRICA, fuck yeah! :

cabecinhapensadora disse...

CêTê
fiquei com os olhos em bico. Lembra-me a vida e suas cadeias inextricáveis :)

Meninadalua
Olá, há que tempos que. Não consegui ver a sua recomendação. Estou a fazer tempo para assentar a da CêTê e os olhos me voltarem ao lugar. Mas obrigada.

Paula
a sua mãe terá razões quanto ao atum e até ao professor. Mas se se convida o sexólogo, estamos à espera que fale de atuns?! Raul Solnado disse um dia que o irritava entrar num café e as pessoas ficarem à espera que fizesse um dos seus gags. Compreende-se, né?

PS: gostei daquela dos malucos serem os que não sabem que são;

LADY, wellcome!

cabecinhapensadora disse...

Thora

essa já é velha: Tão...qué isso?
Bom fim de semana :)
(lady, nada de ciumeira, tá? eu e o thora é nada de nada; não lhe estraga o regresso)

lobices disse...

...a Lady vai a um jantar logo à noite.................
...quim vejaaaaaaaaaaaaa
...seja bem aparecida :)

thorazine disse...

lobices,
"quim vejaaaaaaaaaaaaa" LOLOLOLOL Tiveste muito bem!! :))

cabecinha,
é velha mas o tuga está habituada a recorrer ao passado.. :)) Já estamos há 500 anos sentados em cima dos descobrimentos!!!

cabecinhapensadora disse...

Thora
como tens razão!são só analistas e relatórios sem caminho. Bora pa fim de semana :))

Lobices
subscrevo o Thora. Li e ia escrever o mesminho (tirou-me as palavras da boca).
Bom fim de Semana

thorazine disse...

Cabecinha,
eu adoro tirar palavras (e ostras coisas) das bocas das mulheres... :))

PS - Não, não sou dentista!!!!! :D

Fora-de-Lei disse...

thorazine 5:10 PM

Assim sendo, és a pessoa certa para explicar aqui ao maralhal o significado do verbo "desabrochar".

cabecinhapensadora disse...

Fora-de-Lei

Para já, e à primeira vista, é um verbo poético. Sentido que prefiro.


Thora
o meu sentido era literal. como o teu para o Lobices, lembras-te? E não te armes em perverso comigo que é feio.

thorazine disse...

cabecinha,
é só aqui (na tua cabecinha) que o sentido não é o literal.. :))

Desabrochar das cem flores, lembraste da China na década 50? Se fores ao blog do Lobices vês do que falo..tens lá tulipas a desabrochar a dar com pau*.. :)

*sentido literal, obviamente! ;)))

cabecinhapensadora disse...

Thora
e por que razão és tu quem justifica o Fora-de-lei? O termo foi usado por ele :)

Sou terrível, não foi?

Deixa pra lá Thora, as brigas de palavras são desacertos de de ir e vir, sapatos mal atacados; as ideias são a única coisa por que ainda me bato.

lobices disse...

...quimquer desabrochar?...
...quem quiser que desabroche à vontade... qual é o problema?...
(ai esta língua tão traiçoeira...)

lobices disse...

Consolação:
--------------------------
(via Sapo)
--------------------------
Cantanhede, 22 Mai (Lusa) -- O cabeça-de-lista do PSD às eleições europeias, Paulo Rangel, disse hoje perceber que José Sócrates e José Luis Zapatero se juntem em campanha e "se consolem um ao outro" porque estão em "situação difícil".
--------------------------
o bold é meu :)

lobices disse...

...retirado po post do Profe:
-------------------------------
Laqueur demonstra como a masturbação era condenada por também ir para além do "egoísmo e luxo permissíveis" numa sociedade burguesa que mergulhava nas delícias do consumo.-------------------------------
...consumismo?????????????? com esta crise???????

:))

lobices disse...

...e, todas as manhãs, o Homem desabrocha perante mais um dia de labuta neste mundo mais que filho da p..............
------------------------------
(não sei o que tenho mas não tenho culpa: as palavras vêm-se...)

paula disse...

Cabecinha,
Atum/sexo – pois, há momentos felizes, há comparações, talvez infelizes. Eu tenho a mania do atum, faço atum com tudo, tudo com atum (lembra-se do anúncio «tudo com água castelo»?), a coincidência foi a minha mãe tê-lo dito quando eu andava por aqui a ler, nada de especial, e a condição de sexólogo não faz com que o prof. fale só de sexo, e ainda bem, sexo é o que mais há por aí, falta é o resto.
Maluquices – abençoadas maluquices, que nos tiram das rotinas, interrompem maçadas, despertam curiosidades, lufadas de ar fresco.
E que tal, um fim de semana pacifico para todos?

cabecinhapensadora disse...

Paula

Absolutamente de acordo. Falar sobre sexualidade desperta mais interesse que sobre toxicodependência:)) É assim.
Aprendi cedo o comedimento das palavras. Respeito-as demais e aos actos que significam quando e se forem actos de amor. Não sei se hoje o sexo é em demasia. Sei que amor é tanto mais. E maior. Que podemos juntar os dois. Ou não. Que há muitas formas de amar para lá da que se plasma entre duas pessoas e figura no sexo.
Porque o mundo é de todos nós. E a cada um sua forma.

fiury disse...

Mar,

A maioria dos fumadoes foram pessoas a quem tiraram a chupeta precocemete. A chupeta é para se largada quando a criança entender e é mentira que deforma os dentes.

fiury disse...

já não sustento a mesma teoria quanto à mama dos autarcas.

bladi bla bla disse...

"Tenho horror a que de aqui a pouco vos ter já dito o que vos vou dizer. As minhas palavras presentes, mal eu as digo, pertencerão logo ao passado, ficarão fora de mim, não sei onde, rígidas e fatais...Falo, e penso nisto na minha garganta, e as minhas palavras parecem-me gente...Tenho um medo maior do que eu. Sinto na minha mão, não sei como, a chave de uma porta desconhecida. E toda eu sou um amuleto ou um sacrário que estivesse com consciência de si próprio. É por isto que me apavora ir, como por uma floresta escura, através do mistério de falar...E, afinal, quem sabe se eu sou assim e se é isto sem dúvida que sinto?...
in, "O Marinheiro" F.Pessoa(s)
.
"o que é da vida minha irmã?"
.
*
Saturno, o quê?!! foguetão integrado, ppfffff...ou receio dos VÍRUS da gripe SUÍNA?
não há homens em Saturno, que se saiba...nem xutos nas retretes ;)))
beeeem, não partas os espelhos "mana" recuperar originais está fora de questão, sobretudo se não valer a pena :)) eheh
a idade também conta, se estiveres na proximidade de um polo gravitacional...antes as luas de saturno :)
cada qual no seu castelo...
"toda a gente sabe que a vida é só o que tem ouvido dizer. E é por isso que é só além dos montes que a vida é sempre bela..."

Agora vou, trabalhar, claro...ai os TPC'S, acuuuuuudammm LOLOLOLOLOLLLL
.
desculpem, saíu-se-me, alguém deixou a porta aberta ;)
.
JMV
depois, não diga que não teve nada "haver", assim, não vale ;(

bladi bla bla disse...

Ok! JMV ;))) entendido. beijuuuuuus

sic...sic...sic

Ana Lucaz LOOOOOOOOOL

bladi bla bla disse...

Professor???
Comentários posteriores serão enviados para o meu e.mail, porquê?

pode ixpilicare plrreeeelease?
bigada ;)

bladi bla bla disse...

over? ;)

helloooo???

é,é...depois a raposa sou eu LOOOOOL, pecaaaaado ;)))

no comments disse...

"Aussi loin que possible de la vie
Je vis ma vie
Et je m'emerveille aux [changements]
De mes instants.
Quel est l'enfant que tu apportes
Par la main; et qui pleure
Comme si tout le monde [n'allait] pas
Vers sa demeure?
Oh, l'automne s'en ira peut-être
Et ce ser l'aube
... ... ... ... ... ...
Tu est triste et mon coeur est las
Et cela signifie
Tout ce que cela ne signifie pas...
Ni même la vie."
.......
fragmento - encabeçado com a indicação «O Marinheiro-drama estático n'um quadro» e datado de 20-XI-24 - que se afigura dever pertencer a uma das veladoras (provavelmente a segunda) sic.
F.Pessoa

*

no comments disse...

errata: 10º verso:
"Et ce sera l'aube"

;)))

jinhos

zabel disse...

Senhor Professor...grilos kkkk ;)))))

"Laqueur demonstra como a masturbação era condenada por também ir para além do "egoísmo e luxo permissíveis"

é vê-los no P. da Bolsa a pavonearem-se e a "virem-se" frente aos espelhos do Salão Árabe sshhhhhhh

o senhor Professor havia de ter visto os comensais em torno das mesas circulares a mastigarem a crise - os bolsistas ;)

santo sábado
cumprimentos
consola virtual

p.s. os xupas, fazem mal aos dentes, "vêem-se" por aí muitos dentistas desempregados ;))))

acutilante - frank verlag disse...

"....se entregassem mais ao auto-erotismo e e menos à actividade bolsista..."
Quiçá a actividade bolsista dos citados financeiros "funcione", como uma forma de auto-erotismo.

no comments disse...

explico à Dama dos Parapeitos ;

são desdobramentos ocasionados pelo hábito da clandestinidade.
efeitos secundários propiciados pelos "hidrofóbicos" ;)
no entanto, afirmo desde já que, se a maior proeza do chifrudo foi convencer a Humanidade da sua inexistência, é porque desconhece a população de saturno ;))))

ainda assim, prefiro o planeta azul, não é só meu (vaidade), gosto de partilhá-lo com os outros, mesmo que os outros se incomodem, muitas vezes, em ter de partilhar comigo :) diferenças acentuadas de géneros de feitios, e assim...
é a vida...tem mar e ma-aaar
para navegaa-aar e, sempre se pode ir e, mesmo contra a corrente, volta-aaarr. no fundo, no fundo, todos diferentes mas, todos tão igualmente mortais.

@--------

b-f-s
*

no comments disse...

acutilante; de acordo :|
o problema é que é com o "jogo do bolso" que eles nos f....(os que deixam os terrenos em mãos alheias, claro)

quiçá, a única forma de erotismo que conhecem;)

no comments disse...

e mais: devem ter pago uma micharia por aquilo tudo;)
que é interdito à urbe!

saludos

zabel disse...

a propósito ;)

«Às quatro horas da manhã os espelhos são ainda suficientemente misericordiosos ou opacos para nos não devolverem o rosto amarrotado e encolhido das noites sem sono, que os olhos baços animam de desânimo pisco: o excesso de luz do aeroporto impedia-me de me confrontar nos vidros com a minha silhueta hesitante, inclinada como uma cana de pesca para o peixe gordo da mala, com a gravata que as muitas horas de avião haviam decerto desviado da bissectriz dos colarinhos, transformando-a num trapo mole como os relógios de Dali, com as rugas que se acumulavam em torno das pálpebras, à maneira dos vincos concêntricos de areia nos jardins japoneses; entre o homem que voltava sózinho da guerra à sua cidade e caminhava através de cachos de estrangeiros indiferentes, e nós que nos dirigimos para a saída do bar ao longo de um corredor de nucas e perfis cuja monótona diversidade os aproxima dos manequins da Baixa, petrificados em acenos imóveis de uma utilidade patética, há apenas a diferença insignificante de alguns mortos na picada, cadáveres que você não conheceu, as nucas e os perfis nunca viram, os estrangeiros do aeroporto ignoravam, e que, portanto, são inexistentes, inexistentes, percebe?, inexistentes, inexistentes como a sua ternura por mim, esse rápido sorriso sem afecto que quase não chega a nascer, a mão quieta que aceita com indiferença os meus dedos, a coxa inerte que a minha coxa ansiosamente prime. O seu corpo escapa-se-me como os membros se nos escapam com o sexto drunfo, independentemente de nós, flutuando gestos de polvo a que falta o arame de ossos, e por dentro da sua cabeça giram pensamentos indecifráveis de que me sinto expulso, condenado a permanecer, de pé e à espera, no capacho da entrada dos seus soslaios irónicos, à maneira, sabe como é, de uma lata de conservas de que não se tem a chave. Lembra-se dos pescadores de fim-de-semana(...)» in, Os Cús de Judas", António Lobo Antunes

Tangerina disse...

Acabo de ver um programa de TV em que alguém dizia que gostava de matemática e não conseguia perceber a poesia.

Como é possível que alguém não se aperceba da beleza de um triângulo equilátero? Ou de duas rectas paralelas que se encontram no infinito? Ou de um ponto que não é mais do que uma infinidade de outros pontos?


T.

cabecinhapensadora disse...

Tangerina
é que esse alguém ainda não chegou à convergência poética com as 'mats'. Está ainda no exterior da matemática, não entende de fractais
e bom fim de semana :))

no comments disse...

desculpem "meter conversa" mas, não será por existir concerteza, a livre desassociação.legítima!
o prisma têm várias faces e todas elas são igualmente belas.
perspectivas, sempre legítimas, a cada qual sua cor, pois, estas compõe o belo arco-iris do espectro luminoso... depois, nem sempre o que existe em torno das gentes, se resume a fórmulas algébricas ou está sob o domínio da matemático. isso é que era bom! ò o einestein, bem nos lixou...as coincidências não existem, nem no infinito, naaaa! a noção de infinito não passa disso mesmo.
e...quem entende de fractais vive melhor - quebrado? se sim, COMPRO já :|
eu entendo de fracções, entendo,
não as associo às cúpulas das catedrais e qo que sobe até elas, porque a unidade não se compadece, mas entendo...de fracções.
.
ok. coisinhas, grãos de areia, centelhas pozinhos de estrela que poisam nos olhos e criam alergias que fazem os olhos chorar e assim.
agora, era interessante saber com que parte da fracção se interage, mas isso já era "brochedo" ;)))))))

a perspectiva é sempre muito pessoal.

as pessoas que se associam a animais tipo andorinhas e assim, não vêm hoje tomar um cafezinho e brincar com o gatinho da meínha branca? ;)))

queres ver que...não, não, a gripe não pode ser virtual...será?

beijinhos fractais e 'fracternos' por todo o lado. nos pés, só muito lavadinhos e tem de ser por mim, porque, eu é que sei! :))))

tenho de trabalhar, a sério, tirem-me daqui :(

adeus pá ;)

*
já apanhei um escaldão :) e o senhor Doutor assim na praia sem chapeuzinho...uummm, também? ah! pois é Cantelães...o senhor doutor foi ver a raposinha de pelo dourado, pois! ;)
to-da-a-vidaaa - fui pastoo-ooo-ore...toda- a-vidaaaa...lá,lá,lááááá

bigada ;)))

no comments disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
no comments disse...

esse alguém LOOOOOOL

Cê_Tê ;) disse...

Boa tarde a todos.

Felizmente que (apesar de muitos dos que por aqui passam nunca se terem cruzado) é fácil conhecermos os registos de cada um. Faço votos que tal evidência seja ainda mais fácil para o professor.


menina-da-lua, gostei! ;P Obrigada.

bjnhs e bfds.;)

Cê_Tê ;) disse...

Boa tarde a todos.

Felizmente que (apesar de muitos dos que por aqui passam nunca se terem cruzado) é fácil conhecermos os registos de cada um. Faço votos que tal evidência seja ainda mais fácil para o professor.


menina-da-lua, gostei! ;P Obrigada.

bjnhs e bfds.;)

docedegila disse...

:)))
outro dia, ouvi um trocadilho que me apaixonou:
não sei se...era mais ou menos isto.......creio...

*Ninguém tem asa que suporte sozinha
o golpe do milagre quando rebenta a outra* :))))

apaixonei-me, pronto!
tenho uma relação visceral com as palavras ;)

*)

beijos inconfundíveis pq eu quero em sol M...hoje...pq tenho dias ;)

...

olá CêTê...ou será Cê_Tê ;)...bem, OLÁ...LOOOOOL

;)
fui

no comments disse...

"tudo que eu te dou tu me dás a mim
tudo o que eu sonhei tu serás assim"

"tudo o que eu te dou..."

*)

Safa, ú é?
.

ana lucaz

lobices disse...

"...I do not need
to be a part of your sadness;
I just need to be
the reason of your smile."
...
(it is mine)
...
...abreijos

andorinha disse...

Cê_Tê,

Eu penso que houve muitas saídas precárias este fds e logo por azar:), muita dessa gente veio aqui parar:))) Looooooool
Mas também não és nada compreensiva, chiça!
As pessoas não têm direito a matar o vício da Net ao fds, se segunda têm que "recolher"?

Don't worry! Be happy!

E como diz um amigo meu: Não devemos dar importância ao que a não tem.

Continuação de bom fds, malta murcónica:)

no comments disse...

:)))

andorinha

trouxe-te uma prenda...aliás, eu mesma, dei esta prenda a mim própria! já que há pessoas egoístas e não trazem nada, é só garganta :))) vai ver. é para viciados, diz que... eheh
os tais... fatais...fractais... falta Bach em tudo isto e a voz da Cinderela :) (suspiro) coisas para pibilegiados das andanças interplanetárias...
é em português... :)

http://www.educ.fc.ul.pt/icm/icm99/icm14/
.
do inefável...

jinhúzzzz desta gente que veio aqui parar ;)))))) micharias-aquelas...
com licença...

* estrelinhas e assim...
boa viagem...

*
deu-lhe o "amokkkkkkk

*

thorazine disse...

http://www.youtube.com/watch?v=jSH6ofHbeUw

Bom sábado! (e já agora domigo e outros dias... :)))

no comments disse...

andorinha, agora é que a minha cabeça deu um nó LOOOOOOOOL
...
...
...
and it is... myyyyyyy waaaaaaay LOLOLOLOLOOOOOl, curto e galante...

não...não...sou a única a falar sozinha lololololllllll
...
jinhos
*)

no comments disse...

LOOOOOOOOL Thorazine, delicioso, agora sabemos onde está u imbróglio e não andamos todos a avoar por aí e pq nos caíram as asas LOOOOOOOL

o tipo é muito bom ;))) quimvejjaaaaaaaaaaaa

p.s.: posso dizer sem perigo de pecar que passei literalmente o dia no médico LLOOOOOLLL...a seco LOOOOOOOL

andorinha ;) queres vir tomar um café? looooooool com corações e assim? lloooooool

beijinho

*)
.

bladi bla bla disse...

mas quero-te bem

http://www.youtube.com/watch?v=Tu9HPz__3ys

no comments disse...

ambrosina, deixo-te um dos possíveis acompanhamentos para os teus devaneios matemáticos

http://www.youtube.com/watch?v=0BzpoSJ42pM

já podem vir
abraços fractais §'_'§

*)
'
'
'
'
ping

Tangerina disse...

É isso mesmo, Cab. Fractais vêm logo à mente... :-)



Sem comentários,

Consegue ver beleza na sequência de Fibonacci?

http://en.wikipedia.org/wiki/Fibonacci_number

É isso...


T.

Tangerina disse...

Talvez seja melhor aqui... :-)

Tangerina disse...

Thora,

Muito engraçado! :-))



Sem comentários,

Não sei se sou eu a Ambrosina, mas valeu. Gostei. Ópera, tal como a poesia, liga bem com a matemática ;-). Obrigada.

T.

cabecinhapensadora disse...

Sem comentários

Subscrevo o comentário da Tangerina, se ela me der licença :)

Tangerina

a estrutura da realidade é matemática, né? funda harmonias.

no comments disse...

não é ópera é lieder - canções. as 4 últimas de R.Strauss (D. Quixote), extraordinariamente interpretadas pela J.Norman.
prefiro a terceira, mas penso, que esta se adapta mais às ligações convergentes da poesia e da "mat"...e se fosse assim? ia-me já embora! ;)
continuo a acreditar que é possível observá-las daqui acompanhada por um mar de gente que ama a 'fracternidade' sincera sem ter de pagar bilhete ou inscrever-se numa lista de espera.

ver estas "coisas" nas cúpulas das catedrais góticas. a refracção caleidoscópica dos vitrais na pedra e a música iluminada do silêncio que se escuta, aí.
sente-se a alma a respirar...
não sei se a estrutura da realidade é matemática. sei, que ela existe, nada mais. como a química, engenharia. a arquitectura; para alguns, orgânica, musical, poética, filosofica...lá para trás... fractal? a vontade de alcançar o céu, que resgatamos para o agora, através do olhar, porque já não há silêncio, aquele silêncio, mas o olhar. pode ter alma, sim.
*
ontem, esse (silêncio), SENTIU-SE. nesta sala. de espera. valeu. o sussurro. fractal. e fui encantada. olhar para o céu a ver se...não! chuva miudiunha, céu sem estrelas. tinha as minhas! Obrigada C.e T.:) amei.
*
o Grã-Mestre kkkkkk, quando chegar de Cantelães, das três uma, ou vem mordido pela raposita ou deu cabo dela e fez um chapeuzinho, ou trás uma gaiola cheia de grilos cantantes ;)

a andorinha não quis tomar café comigo...não sabe o que perdeu ;)
tb não havia estrelas e estava frio.

*-*

Ana Lucaz

*)
...
não sei como aqui vim parar...
*
bom DIA

no comments disse...

as canções não pertencem à Obra D.Quixote. foi apenas uma referência.
*)

Tangerina disse...

Sem: :-)


Grazie tanti! Pelas palavras e pela informação. :-)



Cab,

É... a matemática permite modelar a realidade com rigor. Diz fenómenos. Espelho. Limitada, é certo, mas como poderia não o ser se há tanto para dizer que nem o sabemos?

Sempre gostei de matemática. Ágil com os números. Porém, sem lhes atribuir significado. Não fui assim ensinada. Só passei a fazê-lo, a percebê-la melhor, quando já não tinha de a estudar. Derivadas, integrais, equações diferenciais... só números e fórmulas que manuseava com perícia e gosto, mas sem noção verdadeira do seu significado e utilidade. Problema, fórmula, solução. Só. Quase.


Tenho para mim que é isto que falta na aprendizagem da matemática, em todos os níveis de ensino: mostrar-lhe a alma.

T.

docedegila disse...

ou da música.
sabemos tudo, os que escutamos. somos uns privilegiados irresponsáveis. a questão está nas trocas. exprimir é difícil as fórmulas percorrem todo a nave e sabem, antecipadamente a solução. esteve sempre lá. na estrutura milenar dos códigos da génese.
por isso, é que o silêncio é importante. porque através dele escutamos para poder sentir e sentir, não se diz. está em silêncio, aconchegado à ialma.

se todos nos calassemos começavamos a sentirmo-nos mais. como o arrepio da onda fria contra a pele quente do corpo. como caminhar descalço num chão onde caíu a chuva. sentir o chão nos pés. como ouvir ao longe o sussurro das asas dos pássaros de passagem ou a cantar sobre os laranjais. depois, eram aromas. e depois e depois, até chegar ao interior das coisas. mesmo falando podemos escutar esse silêncio se as palavras não forem ruído. elas entram dentro de nós como as estrelas pelos olhos dentro até às lágrimas.
temos sim de aprender a alma no seu silêncio. também a ética e a moral que carrega cada coisa se aprende, dentro e fora de nós. se não fecharmos os sentidos. se não nos trancarmos dentro de nós mesmos.

beijinho, perfumada Tangerina

cabecinhapensadora disse...

Sem comentários
gosto de saber sobre o que decido ver ou ouvir:))pesquisei :) grata pela atenção e rigor

Tangerina
Por que razão o que tem sentido e expressa a realidade, não há-de assim ser apresentado?! A matemática é ciência interessante. Duvido dos liceus e dos mestres que neles tivemos :)a crer na estatística, as melhoras são pontuais. quase casuísticas. Dava-me as costas, a marota! Depois, houve uma ponte de entusiasmo que nos pôs frente a frente. E foi tudo outra coisa

no comments disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
no comments disse...

pois é, já eu não sei manipular essas coisas.

Aproveito a onda de rigor e já agora ética, para me retirar com um enorme pedido de desculpas ao Senhor Professor e aos Utentes deste Blogue pela intrusão.

Trazer para aqui assuntos do foro estritamente pessoal é falta de bom senso educação e equilibrio mental, eu sei! por vezes descamba-se para a verborreia. também isso infelizmente é demasiado humano.
alguém me odeia e eu não sabia.
Peço desculpa.
*
*
só mais uma coisinha
os vários blogues: docedegila; bladi bla bla; naddo alterego; e no comments, resultaram da tentativa de denunciar e dizer à pessoa que instalou software malicioso no meu pc, que eu sabia quem foi! linkou-se ao meu PC, bloqueou algumas teclas do teclado, dando conta de todos os meus passos; violou o meu correio, servindo-se dos nomes dos meus correspondentes para criar blogues e blogar aqui, com os diversos nomes. aqui desfilaram para meu espanto! não acredito em coincidências! Agora, sei quem é!
Isto aconteceu porque pedi dicas (enquanto micha), sobre a funcionalidade dos blogues e a pessoa que mas forneceu teve más intenções. inscrevi-me em algo que me indicou na minha boa fé!

Desculpem a intrusão. Pretendi apenas, descontrair um pouco. Perdoem as brincadeiras. Não sou maliciosa apenas gosto muito de brincar. A minha saúde mental está bem felizmente. Sou uma pessoa que tenta equilibrar-se no mundo, algo fragilizada afectivamente mas que quer acima de tudo, SER BOA PESSOA e estar no Mundo como toda a gente.

Apaguei o primeiro blogue (micha)
porque esse alguém lá descarregou seguidores que nunca vi na vida pois não sou pessoa de saltar muito entre blogues, além desses blogues que alguém depositou, conterem teor, para mim desconhecido e ultrajante!

Aceitem as minhas desculpas

Abraços Murcónicos
Maria

no comments disse...

queria dizer também que dirigi uma mensagem à pessoa que originou toda esta trapalhada em que me penalizo por ter alinhado! agora sim, professor penalizo-me por não lhe ter dado ouvidos!
Desculpe
Maria

não volto cá nunca mais. nem para ver as novidades. se isso acontecer eu entro e digo olá. mas não, tão cedo não quero ver blogues à minha frente. há quem precise do lugar que vou aqui deixa. limpo, como é meu costume.

Bom trabalho
*)

lobices disse...

...parabéns a Jesualdo Ferreira que faz hoje a minha idade 63
...parabéns ao meu FCP pelo seu segundo TETRA
...para o ano vamos jogar para o segundo PENTA
...abreijos

Tangerina disse...

Olá Micha,


:-)


Fui à procura do teu endereço de email e como não o encontrei, colo aqui o mail que te ia enviar.

Tanto quanto sei, e não é grande coisa, esse tipo de ataques não é muito frequente (estatisticamente falando), mas acontece. Quem usa a net tem de ter alguns cuidados e um deles é não colocar dados pessoais em sites que não são de confiança. Mesmo nos de confiança se corre riscos, porque podem ser atacados exactamente para roubar esses dados, que, vá lá, são preciosos.

A única coisa que tens a fazer é correr um anti-vírus de jeito. Normalmente essas ferramentas trazem também anti-trojans (1). Penso que assim ficarás com o problema resolvido

Mas se mesmo assim não te sentires segura, vai a uma loja de informática que eles resolvem-te o problema.


Ah... depois cria um nick novo e não penses mais nisso.

Ah2... :-) ... pode ter acontecido a pessoa que te tentou ajudar não ter culpa nenhuma. É até muito provável.

E nunca mais dês senhas de acesso a ninguém.

Fica bem.

T.


(1) Vê http://en.wikipedia.org/wiki/Trojan_(computer_security)

cabecinhapensadora disse...

Tangerina

o que a tangerina por aqui reparte é muito bonito. e dessa parte, a lisura de procedimentos não é a menor parte :))

Tangerina disse...

Cab,


Obrigada. Faço por isso, mas confesso que é um pouco por egoísmo. Sinto-me melhor assim.

Tenho vindo a investir um pouco em mais serenidade...

Obrigada. Ajuda saber.


T.

cabecinhapensadora disse...

Tangerina
é verdade que a serenidade faz bem a todas as partes envolvidas. Tempos houve em que a pensava uma sensaboria :)) mais tarde aspirei a normalidade. E ainda assim me enganei. Tarde se entende que são os olhos que vêem e não o objecto que é visto quem requer mudança.
por egoísmo? :) lembrou-me aqueles teóricos que apontam à religião o defeito de ser egoísta. a admiti-lo, diria que são egoismos desejáveis. A serenidade pode ser só o patamar de isenção nos juizos e acções. Fora de más vontades e repentismos. difícil, difícil.

paula disse...

sabe cabecinha, saí para a rua com este seu comentário a rondar-me e perguntando-me o que é essa «serenidade».
...chego agora a casa, com uma sensação, mais uma vez sentida e já minha conhecida, de que não devemos deixar coisas por dizer, que o tardar pode ser desperdício, irremediável.
...não tenho para mim que a «serenidade pode ser só o patamar de isenção nos juizos e acções», para mim serenidade é estar em dia com a vida, comigo, no que digo, no que faço.
escrevi por escrever, só porque sim

Tangerina disse...

Cab,


"Tarde se entende que são os olhos que vêem e não o objecto que é visto quem requer mudança. "

*Como* isso é verdade!!! *Como* é verdade!!!

"Fora de más vontades e repentismos. difícil, difícil."

Difícil, difícil. Ainda estou muito longe disso mas, sabe?..., desconfio que há gente que nasce assim. Eu não. Infelizmente.



Paula,

Não quero parecer paternalista mas, olhe, para dizer a verdade, já passei por aí. Bom, ainda estou aí, mas já percebi aquilo a que a Cab se refere. É outra coisa; quem não está para lá virado, não consegue ver.

Mas, como a Cab diz, é difícil. É romper com anos e anos de maus hábitos... ;-) agarrados como lapas. :-)

T.

paula disse...

Tangerina, acredito que sim, há muitas formas de ver, sentir, perceber, receber, dar, mudar e por aí fora. É a diferença, que torna a vida apetitosa (ou não)

cabecinhapensadora disse...

Paula

Que caminhos tomam as palavras! obrigada por pegar nas minhas.
a serenidade, de que em tempos me ria, por não me seduzir, pode ser aceitação. Estamos impreparados para acasos e contingências, mas acabamos por aceitá-los na sua inevitabilidade. Aceitar os outros é que é complexo. Sartre dizia deles que são o nosso inferno. Mas "l'infer c'est le moi". O outro é quem queremos mudar antes de compreender; quem catalogamos antes de conhecer. E o facto de não se apresentar como um inevitável leva-nos, talvez por vaidade, às vezes inocente, a entendê-lo 'à nossa maneira', correndo o risco de nunca o ver (e muito nos escapar). E note, invejo quem tem esse despojamento, faculdade de olhar o outro com inocentes olhos, que são olhos só de vê-lo. Entre outras coisas, pela egoista razão da tangerina:)) A vida só por ser vida, vale.
Boa noite, Paula :)

Tangerina

Pronto, já sabe, invejo todos os que nascem ou se tornam assim. Esse é tb o meu lado. Por educação e convicção. Acredito que todos os hábitos são hábitos na nossa mente. E que, como diz, há que distinguir o essencial do acessório. Para, sem que saibamos dançar, conseguirmos a postura elegante. Que me seduz.
Boa noite, Tangerina :))

Tangerina disse...

Cab,


Pois, já sei: é um prazer lê-la.

Ah, a postura elegante... também a mim me seduz! Com paciência e boa-vontade lá chegaremos. :-))



Boa noite lindas meninas.


Tan GeRRy