terça-feira, junho 29, 2010

Dúvida.

Regou as plantas como a Mãe fazia. E, de súbito, a dúvida. Se o Pai fosse vivo... Assim, hesitou entre psiquiatra e padre. Decidiu-se por homem de Igreja, além de resposta ambicionava ombro e coração abertos, livres de preconceitos. Capela na sombra, voz acolhedora,
- Posso ajudar?
E ele,
- Se o choro lava a alma, porque não a vejo no estendal do jardim?
O padre em murmúrio cúmplice,
- A Deus agradam as almas lavadas, meu filho, mas horrorizam as que secam.
Regressou em paz à varanda solitária.

34 comentários:

A Menina da Lua disse...

Estou de acordo com Deus:) tambem me agradam as almas lavadas mas horrorizam-me igualmente as que secam...

Sendo assim o melhor é irmo-nos regando todos os dias, juntamente com as nossas queridas plantas, mesmo que para isso as lágrimas nos aconteçam...

Professor gostei muito do seu programa de domingo. Como sempre vale muito a pena ouvi.lo.:)

bea disse...

Assim não vale senhor professor, toda a gente sabe que as almas são invisíveis, que é isso de andar a pendurá-las no estendal?! E “livres de preconceitos”, esgotou antes de haver. O Deus feito Tia “Ai que horror uma alma toda encarquilhada, fuge, fuge!!!” pega bem.
Moral da história: temos que virar as almas do avesso (leiam as etiquetas, poça!) se queremos agradar a Deus.
Copiando cêtê: apalermei.

Cê_Tê ;) disse...

Excelente metáfora!

Não tenho essa ideia dos padres...
E os psisq. devem custar os "olhinhos da cara" ;P

Mas partilho essa ideia de Deus- ainda que até por uma questão de estilo (;P) diga que não acredito NELE.;)

Ponto de Interrogação disse...

Depois do post e do comentário da Menina da Lua, fiquei sem palavras. Concordo com tudo e não deixa de ser tranquilizante pensar nessa alusão de Deus: assertiva e imparcial.

Talvez até seja por isso que Deus, ou quem ou ainda o que quer que seja, tenham inventado as lágrimas. Para lavarmos a alma.

E para quem disse que tinha ficado sem palavras, já falei demais.

Gostei muito!

Abraço!

Renato disse...

Olá Júlio!

Faço a divulgação do site Conexões Itaú Cultural - Mapeamento da Literatura Brasileira no Exterior (http://www.conexoesitaucultural.org.br/) e do edital Rumos Literatura 2010-2011 do Itaú Cultural. Trata-se de um programa brasileiro de incentivo a produção e crítica literária, inteiramente gratuito, com a novidade de que estrangeiros também podem se inscrever.

Gostaria de enviar o informativo/convite do edital. Por favor, passe-me seu e-mail caso haja interesse.

Obrigado.

Renato Pedreira
Comunicação Dirigida | Itaú Cultural | São Paulo, Brasil.
Tel 55 11 3881-1710
renato@comunicacaodirigida.com.br

andorinha disse...

Abençoadas dúvidas que nos proporcionam textos como este.
Gostei imenso.

No entanto, fiquei eu agora com uma dúvida: os padres são menos preconceituosos que os psis?
Nunca pensei...:)

thorazine disse...

Ò andorinha, os psis vão logo dissecar tudo e estão sempre com um pé atrás devido aos "fenómenos de transferência" e tal e coiso! Os padres mandam duas ou três postas, daquelas que podiam vir num desses powerpoint que circulam com musiquinha pirosa, e está feito! :)

Aos olhos do meu niilismo torna-se um bocado ridículo imaginar que há uma entidade divina que "incentiva" a procura do alívio através do sofrimento e que lhe "agrada" que esse alívio nunca seja completo. Para mim esta coisa do universo não tem sentido nenhum, nem estas coisas dentro dele, como a vida e morte. Apesar de haver estes sistemas de crença em que nos empapam desde que nascemos, a morte poderá ter o sentido que nós lhe queremos dar. O importante são os que estão vivos, e a forma como eles vivem , se a uns alivia secá-la, que assim seja! Se a outros mantê-la húmida ou encharca-la vai estimular o crescimento pessoal e ajudar a espremer o último sumo que os outros têm para dar, porreiro pá! Mas somos livres..

Anfitrite,
estão a correr.. :)

Finale: http://www.youtube.com/watch?v=J7aB09T8R9k
"Death, old friend! Death and my cock are the world.."

thorazine disse...

PS - Mantê-la húmida..como por exemplo "enfrentar o Se. Manuel do escondidinho de quando em vez.. :))

A Menina da Lua disse...

Ponto de Interrogação

:)

Thora

A aceitar o seu assumido niilismo,:) diria que você está mais para os secos do que para os molhados:) o que curiosamente eu desconfio e não acredito:). Basta para isso constatar o seu, aqui, várias vezes demonstrado, entusiasmo pelas coisas da vida.

A propósito de Deus e de como essa ideia pode estar muito para alem das próprias religiões que o suportam, estive presente na conferência da Gulbenkian que fechou o Ano Internacional da Astronomia.

Ao terminar a sessão, foi apresentado um fantástico e surpreendente vídeo composto por imagens reais, construídas a partir de fotografias tiradas pela sonda que anda a percorrer o universo, salvo erro, desde os anos 40.

Esta viagem foi apresentada duma tal forma que a sequência das milhares e milhares de fotografias nos fizessem crer que estávamos nós próprios a viajar no espaço desde o planeta Terra, através do sistema solar, das galáxicas, e de todo o universo até ao possível ínicio de tudo, o chamado Big Bang.

Para alem disso foi igualmente apresentada uma imagem, essa sim construída por computadores, baseada na sequência das tais fotografias, que nos davam o desenho da própria forma e estrutura do universo.

O espanto final é que ele, o universo, tem uma forma rigorosamente geométrica e esteticamente muito bonita.

Claro que a constatação imediata é percebermos o quão infinitamente pequenos nós somos relativamente aquilo tudo... mas estando perante a apresentação de cientistas de conhecimentos tão sofisticados e de tão necessário pragmatismo, todos e inclusive eles próprios ficámos no final com a tal famosa e antiga Dúvida: será que isto é tudo fruto do acaso? ou será que faz mesmo sentido a ideia dum Deus mas um Deus que estará com toda a certeza muito acima de nós, da nossa compreensão e naturalmente muito à distância de qualquer uma ou outra religião construída por nós próprios.

Ponto de Interrogação disse...

"(...)um Deus que estará com toda a certeza muito acima de nós, da nossa compreensão e naturalmente muito à distância de qualquer uma ou outra religião construída por nós próprios."

Bela e humilde questão.

Muito obrigada por esta partilha que achei interessantíssima!

Beijinhos e abraços!

andorinha disse...

Thora,

Ok, fiquei esclarecida em relação aos padres e aos psis:)))

Mas agora fiquei com outra dúvida: quem é o Se Manuel do escondidinho?

:)

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha, ;P
vais ouvir o que (não?;D) queres.

thorazine disse...

A menina da lua, :))
Deste já agradeço gentil comentário sobre a minha pessoa.. :) No entanto o meu niilismo não é absoluto, não impede que cada um crie o seu sentido e que possa colorir a sua realidade com a cores que quiser. Simplesmente me permite admitir que nenhum valor, moral ou ético, é imposto por uma entidade superior e que todos os seres humanos nascem livres, e ao longo da vida é que se vão autoacorrentando ou vão sendo sendo acorrentados pela cultura. Não há uma forma estabelecida de viver a vida ou, neste caso, sentir a morte.

Por exemplo, se hoje temos uma disciplina chamada psicologia, que estuda o comportamento humano, devido a termos um sistema de crenças e comportamentos em que somos empapados, a chamada cultura, que nos forma de maneira a reagir de certa maneira. A psicologia tradicional não serve para estudar, por exemplo, as crianças selvagens... :)

Quanto à Dúvida, é "sem dúvida" :) uma questão muito complexa. No entanto, sem querer estar para aqui a debitar argumentos, acredito que não há "intenção", nem na criação nem do desenvolvimento do nosso universo. Apesar de ser grandioso e complexo demais, talvez até para que algum dia o compreendamos, a forma como o entendo leva-me a crer que nada foi pensado..uma série de acontecimentos probabilísticos nos trouxeram aqui. Não é por não poder explicado nem por não o compreendermos que terá de ter um criador ou deus, como lhe chama.. :)

Por exemplo, ser bonito ou geométrico são análises humanas, ou, em último caso, animais, e simplesmente é um reflexo da experiência do cérebro e da consciência. Como animais só temos acesso a uma (pequena) parte da realidade em que vivemos, estamos limitados pelos comprimentos de onda que o olho ou o ouvido detectam, pelos sabores e cheiros que o nosso corpo reconhece..etc. Da mesma forma que poderemos estar limitados, em termos de raciocínio e compreensão, e outras realidades muito diferentes das que vivemos podem correr no mesmo plano que o nosso, sem nós as experienciarmos. Foi aqui que talvez certas drogas mais impacto tiveram em mim.. :)

E é engraçado estar aqui no murcon a falar disto ao mesmo tempo que preparo uma apresentação para a cadeira Geologia Planetária que incide sobre a cosmoquímica do Big Bang e da formação do universo.. :)))

No entanto, como somos livres, mesmo que lhe queira dar intenção, a vida não sai desvalorizada. Até porque ao olhos do niilismo não tem valor, nós é que lhe damos.. :P

andorinha,
Sr. Manuel do escondidinho foi ou é uma personagem da vida do prof, que ele falou há uns tempos que lhe trazia memórias difíceis de digerir..(acho eu)

Prof,
aquele gentil lá de cima só me saiu porque lembrei-me do "morrem as pessoas e os estilos vão com elas.." ou algo do género. :)

isabel disse...

"No entanto, sem querer estar para aqui a debitar argumentos, acredito que não há "intenção", nem na criação nem do desenvolvimento do nosso universo. Apesar de ser grandioso e complexo demais, talvez até para que algum dia o compreendamos, a forma como o entendo leva-me a crer que nada foi pensado..uma série de acontecimentos probabilísticos nos trouxeram aqui. Não é por não poder explicado nem por não o compreendermos que terá de ter um criador ou deus, como lhe chama.. :)"

@thorazine concordo e muito ! o pensamento e a vontade são coisas dos humanos ! a lógica do universo parece cumprir-se muito para além disso, e ou sem qualquer necessidade disso! mas talvez um dia, um acidente (?) chamado inteligência e vontade humanas, tenha posto em risco essa mesma lógica; e o verdadeiro poder "divino" resida tão simplesmente (?) nessa mesma inteligência e vontade, capazes do Bem contra o Mal...

isabel disse...

Acrescento ainda, o fenómeno do amor, que pode em si mesmo, ser um mistério tão mais difícil de alcançar do que qualquer lógica - por natureza, lógica :)

( isto ainda devem ser os efeitos de um maldito golo fora de jogo, não liguem :)

Julio Machado Vaz disse...

Thora,
O senhor Manuel não é no Escondidinho, é no restaurante O Buraco:).

Cê_Tê ;) disse...

(Vou lavar-me em água Ratzinger ;P)

andorinha disse...

Thorita:)

Nunca mais acredito em ti...


Cêtê,

Eu sei que o sol me danifica os neurónios:), mas não entendo nada do que estás para aí a dizer.:)))

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha, devia ignorar-te por já estares de vacances (Não há direito!!!)

Mas pronto:
Achei que ia dar para a brejeirice portanto tenho de me purificar ;)-
Percebeste, agora? ;)

thorazine disse...

Trocadilho com "escondidinho" e "buraco"? Ai CT, CT.. :) Ó meus amigox, não havia nexexidade...ZzZz

andorinha,
aqui vai o croqui: ratzinger -> bento -> água ratzinger -> água benta! :)

Cê_Tê ;) disse...

;P thora, não vi "buraco" nenhum, não inventes!;)

Anfitrite disse...

Onde estará deus que deixa acontecer isto? Será que as pessoas não vêem que nós fazemos parte duma yoctoparte do processo de evolução deste universo e destas espécies?! Temos de nos agarrar a uma corda dum estendal qualquer, para não morrermos mirrados de tanto lavar a alma.
http://www.closedzone.com/

andorinha disse...

Thorita e Têzinha:)

Agora entendi tudinho. A minha burrice vai até um certo ponto e depois pára:) Loooooooool

E quem falou aqui em vacances?
Apanho sol mas não disse onde.
Na rua, na varanda, numa esplanada...

Bocêzes sendes lixados:)

Xelim's Skull disse...

Agora vou fazer a previsão das seis horas:

A final será entre a Espanha e a Holanda, mas os espanhóis vão vencer.

E agora, na minha opinião, os pontos fracos da selecção nas 5 últimas fases finais:


Coreia 2002 - Treinador "Oliveirinha"

Portugal 2004 - GR Ricardo, porque na final saiu da baliza não para tentar apanhar a bola, mas sim para a Grécia marcar

Alemanha 2006 - Costinha

Áustria e Suíça 2008 - GR Ricardo

África do Sul 2010 - Simão Sabrosa, por ter marcado o Villa com os olhos no golo da Espanha

thorazine disse...

Coisas que me seduzem: http://www.youtube.com/watch?v=BO3UB0nDduc

:))

Anfitrite disse...

Skull,

A final será entre a Holanda e a Alemanha, embora eu preferisse que fosse entre a Espanha e o Uruguai e que este ganhasse, para vingar o colonialismo, e viria provar que não são só as pulhices que contam.

Thora,

Agora só pode deixar-se seduzir pelos livros.

Cê_Tê ;) disse...

Thora, parecem um cardume!Por isso entende-se que em alguns tenha um efeito hipnótico. ;P
(Onde parará o FDL?. :P)

Cê_Tê ;) disse...

Nem um comentariozinho sobre o CR7?!?!?!?

A NÃO HAVER infertilidade e/ou impotência - já para não dizer homossexualidade: DEGRADANTE!!!

Caidê disse...

Pois, "está bem". Eu agora também vou passar a escrever à Saramago, sobretudo na pontuação.

Anfitrite disse...

Caidê,

Caidê,

É, mais fácil criar do que decorar, tudo o que está estabelecido: assim será citada como fulana disse ou escreveu tal e tal para justificar determinada atitude. Até a atitude deste rato de biblioteca e apreciador diário e não só dos bons pratos do Gambrinus. Embora nunca se saiba qual será o seu ponto de vista dada a sua variação político-geológica-estratégica.

Texto de Vasco Pulido Valente

O problema com o furor que provocaram os comentários de Saramago sobre a Bíblia (mais precisamente sobre o Antigo Testamento) é que não devia ter existido furor algum. Saramago não disse mais do que se dizia nas folhas anticlericais do século XIX ou nas tabernas republicanas no tempo de Afonso Costa. São ideias de trolha ou de tipógrafo semianalfabeto, zangado com os padres por razões de política e de inveja. Já não vêm a propósito. Claro que Saramago tem 80 e tal anos, coisa que não costuma acompanhar uma cabeça clara, e que, ainda por cima, não estudou o que devia estudar, muito provavelmente contra a vontade dele. Mas, se há desculpa para Saramago, não há desculpa para o país, que se resolveu escandalizar inutilmente com meia dúzia de patetices.

Claro que Saramago ganhou o Prémio Nobel, como vários "camaradas" que não valiam nada, e vendeu milhões de livros, como muita gente acéfala e feliz que não sabia, ou sabe, distinguir a mão esquerda da mão direita. E claro que o saloiice portuguesa delirou com a façanha. Só que daí não se segue que seja obrigatório levar a criatura a sério. Não assiste a Saramago a mais remota autoridade para dar a sua opinião sobre a Bíblia ou sobre qualquer outro assunto, excepto sobre os produtos que ele fabrica, à maneira latino-americana, de acordo com o tradição epigonal indígena. Depois do que fez no PREC, Saramago está mesmo entre as pessoas que nenhum indivíduo inteligente em princípio ouve.
O regime de liberdade, aliás relativa, em que vivemos permite ao primeiro transeunte evacuar o espírito de toda a espécie de tralha. É um privilégio que devemos intransigentemente defender. O Estado autoriza Saramago a contribuir para o dislate nacional, mas não encomendou a ninguém? principalmente a dignatários da Igreja como o bispo do Porto - a tarefa de honrar o dislate com a sua preocupação e a sua crítica. Nem por caridade cristã. D. Manuel Clemente conhece com certeza a dificuldade de explicar a mediocridade a um medíocre e a impossibilidade prática de suprir, sobre o tarde, certos dotes de nascença e de educação. O que, finalmente, espanta neste ridículo episódio não é Saramago, de quem - suponho - não se esperava melhor. É a extraordinária importância que lhe deram criaturas com bom senso e a escolaridade obrigatória.



Assim pode ser que o FDL apareça se é que não teve um troço quando leu o artigo.

CT
O CR7/9 foi dos que mais se esforçou naquela pseudo-equipa(excepto Eduardo, apesar de todos jogarem à defesa, Só se quiseram vingar dos comunistas).
Quando se quer nivelar por baixo dá sempre este resultado: os maus continuam a ser maus e os bons não se podem evidenciar. O único erro dele foi não tratar o "treinador" por professor porque é o que ele é. Apenas teoria. Visão estratégica não há. Houve apenas a dele - salvar a honra do convento. E digo isto apesar de achar que o CR não tem maturidade para tanta honraria, nem perseguição de paparazzi.

A Menina da Lua disse...

Anfitrite

Se o FDL não teve um troço! juro-lhe que me ía dando um a mim:)

Bolas!desculpem mas fiquei sem palavras:(

"O regime de liberdade, aliás relativa, em que vivemos permite ao primeiro transeunte evacuar o espírito de toda a espécie de tralha. É um privilégio que devemos intransigentemente defender."

Este é um dos raros momentos em que sinto alguma dificuldade de dar espaço à liberdade de expressão:))

Enfim! eu bem gostava de ser perfeita mas não sou:)

Ponto de Interrogação disse...

Palavras, palavras tenho muitas. E duvido que o vernáculo que agora me ocorre fosse compreensível para esse ser tão dotado e instruído (não sei de quê) como o Vasco Pulido Valente, mas não pretendo fazer um novo dicionário de calão e mesmo que pretendesse não seria investido em coisas tão insignificantes e fúteis.

Discurso como todos os outros. E depois os outros é que são invejosos.

Enfim...

andorinha disse...

Cêtê,

O CR é um menino mimado que comprou um brinquedo novo. É mais um Ferrari para a colecção:(((
Enfim...

Quanto a VPV, concordo em absoluto com a ?.

O despeito fala mais alto, portanto não há razão para nos escandalizarmos com meia dúzia de patetices.

isabel disse...

Depois de ler o artigo do VPV no post da Anfitrite,

fiquei a pensar no que é que os trolhas e os tipógrafos semianalfabetos - que se zangam com os padres por razões de política e de inveja - terão em comum...

nisso, e na idade susceptível de acompanhar uma cabeça clara...

e ainda, no que é que, gente acéfala e feliz - que não distingue a mão esquerda da mão direita - terá a ver com um Nobel...

Mas de repente, li melhor e percebi - aliviada - que estava a perder o meu tempo a desmontar um monte de tralha evacuada d'espírito ~~