segunda-feira, setembro 06, 2010

Para o meu Velho.

Feliz aniversário, querido.

13 comentários:

bea disse...

É preciso acreditar :)

Bartolomeu disse...

Os nossos amados "velhos" trazem um defeito de fabrico... falecem SEMPRE demasiadamente cedo e, ainda por cima, o "fabricante" não aceita reclamações.
Um amigo meu, após devolver compulsivamente o seu velho "velho", decidiu enviar uma reclamação por escrito, ao fabricante. Explicou detalhadamente que o seu velho lhe tinha sido da maior utilidade durante cinquenta e tal anos, que nunca tinha demonstrado qualquer sinal de mau funcionamento, que era um "velho" activo, com uma memória prodigiosa, sempre colaborador, sempre prestável, sempre atento e participativo. De um momento para o outro, o "velho" do meu amigo... apagou-se.
Então o meu amigo, ao abrigo de uma garantia tácita que lhe garantia a eternidade do "modelo" dado que tinha sido exemplar... requereu a reactivação do mesmo, alegando a imensa falta que lhe fazia, por forma a conseguir manter o seu equilíbrio psicológico e familiar.
Népia... néribi... nobody answer's...
Após consultar um representante do fabricante, foi-lhe garantido que o seu "velho" seria reciclado e que após um período de tempo indeterminado, voltaria a ser posto no mercado.
Esta garantia devolveu ao meu amigo algum conforto e esperança de ainda poder vir a re possuir o seu velho "velho"... um dia!
;)

A Menina da Lua disse...

"A primeira semana de Setembro é casa de aniversários."

Oh Professor mais outra engraçada coincidência. Esta semana fazem anos três irmãos meus respectivamente a 2, 4 e 6, já sem falar em duas amigas que são aniversariantes em Setembro:)

Bonito lembrar-se tambem aqui do aniversário do seu pai, como sempre muito ternurento!

Bartolomeu:))

Pois é! de facto pai só há mesmo um! e ainda bem que assim é pois para nós eles são sempre únicos em todo o sentido...

Moura disse...

Gostei de o ler nesta minha primeira visita. Também às vezes me apetece escrever e partilhar com outros, mas não tenho essa sua fluência e tão pouco a coragem de me "mostrar". Obrigada. Virei mais vezes.

andorinha disse...

A sua ternura enternece-me...:)

Cê_Tê ;) disse...

Ás vezes me pergunto: o que nos diriam aqueles que amamos e que julgamos estar ao lado de Deus?

No mínimo mandariam numa folha A3 o Acto de Contrição e a obrigação de seremos LEAIS com nobres valores.

Bartolomeu disse...

Creio, Cê-Tê, que aqueles que se sentam à direita do Homem, se nos podem observar e escutar, pensarão que se podessem enviar-nos uma folha de pepel com as respostas escritas às nosssas interrogações, escreveriam somente 4 palavrinhas «NÃO PARES DE SONHAR»
http://www.youtube.com/watch?v=qDbToBxhZUo&feature=related

Vírgula disse...

Cara Andorinha,

Uma vez mais, "roubou-me" as palavras e os sentimentos.

Subscrevo-a aí pela enésima vez. :))

Parabéns, Professor!

BRANCAMAR disse...

:))))))

Tudo e bom professor.

Beijinhos.
Branca

pedro disse...

Só vim aqui para desejar uma boa noite a todos.

andorinha disse...

Vírgula,

Estás à vontade, podes roubar-me as palavras que quiseres. Tenho mais.:)))

Quem sabe se para a próxima não sou eu quem rouba as tuas?
:)

psinocas disse...

Não consigo, ficar indiferente, à forma ternurente como o Mestre, uma vez contou no final de uma aula no Magalhães Lemos, como o Pai, saído de intervenção cirúrgica, virando-se para o filho, diz:-«Já levou a senhora sua Mãe a almoçar?».
O mestre é como é, pois teve modelos de excelência, onde o Amor e o respeito balizaram as suas condutas.
Jamais esquecerei as suas Maravilhosas aulas!

lena disse...

Desde Abril também tenho uma estrela no céu que me acompanha...
http://www.youtube.com/watch?v=F2TR6XOTbHI