terça-feira, setembro 11, 2012

Resta uma dificuldade - está o Dr. Passos Coelho disposto a cessar a dieta e a deixar crescer o cabelo?


47 comentários:

Manuel disse...

Prof:
Não está a falar nas dietas das PPP e das rendas abusivas da energia, pois não?

Dados de estudos sobre as PPP, apresentados ontem nos «Olhos nos olhos» pelo Prof. Avelino de Jesus, do ISEG, que nem sequer é «esquerdalho», antes pelo contrário, foi indicado pelo PSD para a Comissão que iria estudar as PPP no tempo do anterior mentiroso, mas se demitiu por falta de elementos, sonegados por Teixeira dos Santos:
Rendimentos das PPP em Portugal: entre 14 a 16%
PPP na Inglaterra (discussão na ordem do dia no Parlamento): têm 53 mil milhões de euros neste momento e custam 47% mais do que as obras feitas directamente pelo Estado.
PPP em Portugal: temos cerca de 80 mil milhões de euros (valor estimado, pois os anexos têm até agora sido escondidos, até por este governo). Custam 80% mais do que as obras feitas directamente pelo Estado.
Obras directamente feitas pelo Estado: custam 34% mais do que o orçamentado (as famosas derrapagens).

Primeiro, os homens da finança e das empresas parceiras aproveitaram-se ao fazer contratos leoninos das PPP com o anterior mentiroso, irresponsável e lunático do desenvolvimento através das obras públicas, sem se preocupar quem as iria pagar.
Agora aproveitam-se para evitar a perda dos rendimentos garantidos nos contratos leoninos com o actual mentiroso, pois sabem que diz uma coisa e faz outra, que põe a pagar sempre os mesmos.
E porque acontece isto? Porque não tocam no essencial? Porque eles próprios e os seus amigos fazem parte da rede clientelar que fez os contratos das PPP, como consultores (que comem 7% do custo das obras) ou como advogados que estabelecem os contratos blindados. É ver os nomes do figurões dos escritórios de advogados.

Não fiquem irritados, aproveitem e riam-se um pouco, ajuda a suportar esta incompetência, hipocrisia, sei lá mais o quê.
O melhor do mentiroso refinado:

www.youtube.com/watch?v=gNu5BBAdQec

Pedro Rocha disse...

Cycle,

Leva a bicicleta e vai junto com ela!

Agora estou a ouvir a musica do post.

Caidê disse...

http://www.youtube.com/watch?v=143A1aUG-9I

Manuel disse...

Caidê:

Não é difícil gostar das suas propostas dado o bom gosto implícito.

Não consegui encontrar o link de Love Balad, do último disco de Maria Ana Bobone.
Aqui vai o que foi possível arranjar:

«Que Deus me perdoe»
http://youtu.be/Z6w2AAHAWyI

«Com que voz»: Maria Ana Bobone
http://youtu.be/gse6DRpUQs8

A Menina da Lua disse...

Pudera Professor ao tomarem estas medidas todo o cuidado é pouco...:(

Penso que a "Lei da Rolha" tambem deve ter sido uma das instruções cautelares, mas essa é mais difícil de provar.
Enfim! Solidariedades partidárias e governamentais por vezes bem difíceis de manter pois há sempre alguem a quebrá-las e prontos para a denúncia...É o que nos vale!

Sendo eu até uma optimista moderada, a minha preocupação vai para aquilo que lentamente, devagarinho, subrepticiamente se vai desenhando; existem efectivamente enormes possibilidades de se estar a instituir instrumentos de manipulação, tais como a instalação do medo, censura velada etc. que levem a uma melhor facilitação daquilo que eles nos querem violentamente impor...

A falta de transparência na explicação dos possíveis resultados das medidas e a ausência de equidade e moralização ao nível da sua distribuição pelos diferentes cidadãos e instituições, leva-nos a este sentimento de indignação e revolta que pode ter sérios contornos de continuidade...:(

A Menina da Lua disse...

Anfitrite

Obrigada pela musiquinha "Je Ne Veux Pas Travailler"
É muito fresca e dá para relembrar os cantinhos lindos de Paris...:)

Já a coloquei na minha página do Face!:)

Já agora tenha calma!... olhe que as doenças tratam-se tambem com doses de mimo e bom trato!... que à falta de outros para o fazer, se deve cuidar a si própria...

Fique bem!

Cycle

De facto a imensa tragédia do Genocídio do Ruanda não teve o impacto, a divulgação e a resposta das Nações Unidas que merecia...
Mas afinal quem é que se preocupa com os pobres que nada têm e estão inteiramente à mercê da sua má sorte?.(
Contudo o 11 de Setembro tocou-nos mais sim pela mesma possibilidade e vulnerabilidade que nos aproxima...

cycle disse...

Pedro,
porque tenho de ser eu a ir e não tu a alargar pontes? Afinal apenas se trata disso. Simples não?!

A Menina,
Tocou-nos mais sim, mas pelo facto de termos os EUA em casa. Para o bem e para o mal.

cycle disse...

Júlio, tens alguma foto do tempo em que se usavam essas barbichas ou nunca foste adepto? :)

cycle disse...

O meu apetite pelo trabalho está em baixo :(

rainbow disse...


Bom dia:)

Na Alemanha nazi existia um Ministério da Propaganda...

Aquiles,
Sobre o link que deixou no post anterior, concordo: quem fala assim não é gago. Gostei da sugestão de não fazer o que o inimigo quer e está à espera.

Manuel,
É-me difícil não ficar irritada com tudo o que está a acontecer.


Renascer

Que o sonho permaneça aceso
Que as musas continuem inspiradoras
Que as sereias cantem um hino de alegria e volúpia
E que os sons ecoem pelos labirintos da nossa existência

Pedro Rocha disse...

Bea!

Há pessoas que vêm de coração aberto e são tão chick-avinagradas e outras como tu que de discreto-doce fazem o dia. Sem desfazer o dos outros.

São disse...

Permite-me uma sugestão?...Penso que , por dever patriótico, deveria oferecer os seus serviços como psiquiatra (gratuitamente) ao Governo, pois está a necessitar de urgente apoio: perdeu todo o contacto com a realidade!!

Saudações

andorinha disse...

Manuel,

Pois...não adiantamos nada se andarmos constantemente irritados. Só a irritação não chega...e corroi-nos a nós.

O "best of..." desse tipo? Já nem consigo olhar para ele.

Como já disse noutro lado, não vale a pena andarmos só a carpir mágoas entre nós, pelas esquinas ou pelos cafés. O nosso lugar é a RUA!
Basta de adormecimentos, é altura de lutarmos por aquilo em que acreditamos. Temos o direito/dever de combater estes tipos que só estão a destruir o país deliberadamente.
Não foi para isto que se fez o 25 de abril...


Pedro,

"Há pessoas que vêm de coração aberto e são tão chick-avinagradas e outras como tu que de discreto-doce fazem o dia. Sem desfazer o dos outros."

É tão bonito isto, Pedro! És tu aqui por inteiro! Nunca te percas de ti, miúdo:)))

E agora vou...o trabalho espera-me e eu não o posso fazer esperar muito:)

Inté...

bea disse...

São

o professor é mal empregado nessa gente. Não nasceram malucos, tornaram-se. Por deliberação, vontade e conveniência. É de castigo e não de tratamento. Estou bem farta de tantos passos vãos.

bea disse...

Pedro

enrubesci :))

Pedro Rocha disse...

Bea!

Fico contente:)

Aquiles!!!

Tá no ficar em casa: pior que ser mal tratado: é ser ignorado;)

Pedro Rocha disse...

Julio machado vaz,

Com aquele timbre nem curriculum tem para Arrumador.

Depeche Mode - Music For The Masses (Full Album + Bonus Tracks)

http://youtu.be/T0KRYh07f88

Vou a mais uns clicks mas não para hoje!

Com trabalho a gente vence-os!!!

Pedro Rocha disse...

Pensando bem! Já chega de clicks. Vou dar umas voltas. Distrair-me!

cycle disse...

'Se não os consegues vencer, junta-te a eles' - JAMAIS!!... senão, poe esta altura já seria ministra :)) bem que tentaram, mas eu não pude aceitar. A coisa não me distrai.

Caidê disse...

Contudo, foi o humorista Ricardo Vilão que publicou um dos comentários mais sarcásticos sobre o ministro: “Gaspar não fala devagar. Ele está é a fazer tradução simultânea do que a Merkel lhe diz”.
in JN

Caidê disse...

"Uma série de crimes económicos estiveram na origem da crise iniciada em 2008. Alguns persistem enquanto outros deixaram um rasto predador que a todos afeta. A velha Europa da cultura e da ética está hoje impregnada de máfias, lavagem de dinheiro, economia paralela e fraudes. Contudo o combate a todo esse ambiente criminológico é frequentemente esquecido..."

Ler mais: http://visao.sapo.pt/a-sua-opiniao-e-imprescindivel=f685527#ixzz26BQaoqaE

Impio Blasfemo disse...

Para mim, se houvesse equidade em Portugal, o Passos Coelho era careca e andava de tanga. Bom, adiante.

Um pouco na linha do Manuel tenho as seguintes dúvidas.

Tudo artigos da Constituição da República Portuguesa (CRP)

Artigo 103.º
(Sistema fiscal)
1. O sistema fiscal visa a satisfação das necessidades financeiras do Estado e outras
entidades públicas e uma repartição justa dos rendimentos e da riqueza.

Artigo 80.º
(Princípios fundamentais)
d) Propriedade pública dos recursos naturais e de meios de produção, de acordo com
o interesse colectivo;

Artigo 281.º
(Fiscalização abstracta da constitucionalidade e da legalidade)
1. O Tribunal Constitucional aprecia e declara, com força obrigatória geral:
a) A inconstitucionalidade de quaisquer normas;
b) A ilegalidade de quaisquer normas constantes de acto legislativo com fundamento
em violação de lei com valor reforçado;
c) A ilegalidade de quaisquer normas constantes de diploma regional, com fundamento
em violação do estatuto da região autónoma;
d) A ilegalidade de quaisquer normas constantes de diploma emanado dos órgãos de
soberania com fundamento em violação dos direitos de uma região consagrados no
seu estatuto.
2. Podem requerer ao Tribunal Constitucional a declaração de inconstitucionalidade ou de
ilegalidade, com força obrigatória geral:
a) O Presidente da República;
b) O Presidente da Assembleia da República;
c) O Primeiro-Ministro;
d) O Provedor de Justiça;
e) O Procurador-Geral da República;
f) Um décimo dos Deputados à Assembleia da República;

Tenho várias dúvidas que ando a acumular:
Por exemplo:
Aparentemente, quer o Provedor de Justiça quer o Procurador Geral da República para além do Presidente da República e do Presidente da Assembleia não parecem ter tido dúvidas que ao Artº 103, ponto 1 CRP não foi anteriormente violado. Teve de haver um décimo dos deputados à Assembleia da República para colocarem a questão. Estranho não é??????
Fala-se agora da privatização das Águas. Mas ajudem-me lá. Não será a água um recurso natural? Não é a água um recurso de interesse colectivo? Então como pensam dar a volta ao Artº 80 da CRP? Não terá a água de ser de propriedade pública? E uma empresa que entrega água ao domicílio não é uma empresa de produção de um bem essencial para uma população, logo um colectivo? E então o artº 80º da CRP?
E o que estou a dizer sobre a água podia dizer sobre energia, no que toca às barragens, pelo menos. Ou ao hipotético gás natural que parece poder brotar lá pelas bandas de Alcobaça.
Já sei. Eu da área dos sistemas de informação e os bits e os bytes não são recursos naturais e não sou Jurista e os Informáticos não têm que ter dúvidas sobre aquilo que os juristas não têm.

Deixo a sugestão que poderá sempre haver um Grupo de Cidadãos que questionem o Provedor de justiça sobre a equidade de várias medidas que estão a ser tomadas. Se ele depois leva essas dúvidas ao TC, isso já é outra questão, mas as mesmas forem fundamentadas, e tal fundamentação, pela prática vigente, não parece ser difícil de fazer e o referido Provedor ficará muito mal na fotografia se o não fizer. Fica a sugestão!

Abraços
Ímpio

Pedro Rocha disse...

Cycle!

Eu já fui dono do mundo mas como não me gosto de repetir vai ser mesmo melhor ir dar umas voltas de motorcycle que este corpinho precisa de descansar.

Chuck Berry - Johnny B Good Lyrics

http://youtu.be/eWNykOk2ckE

P:S. Vocês são umas pestes:)

Anfitrite disse...

Tinha posto no postal de baixo e transponho para aqui.

Já tinha conhecimento disto. Eu tenho ligação directa às notícias.

"Intempestivo...

Em tempo estive?...
Sem tempo estou.
É tempo festivo?...
Paciência estourou.

Lembra tempestade.
Com forte trovoada.
Assim eu sou, estou,
De tempo em tempo.

Fora do tempo azado,
De súbito, impropício...
Hora errada, inopinado.

Previsível, imprevisto.
Chuvisco no molhado?
E inda quero ser quisto..."

Francismar Prestes Leal


...M'ESPANTO ÀS VEZES , OUTRAS M'AVERGONHO ...
(Sá de Miranda

Como tem o PP no seu blogue, já que eu não tenho palavras.

Eu não queria que eles fossem para um certo sítio. Eu queria vê-los metido no Coliseu romano a funcionar e entregues às feras famintas. Porque estes sujeitos merecem mesmo sofrer em vida até definharem de tanto sofrimento.

8:17 p.m.
Anfitrite disse...
Pedro,

Faça o favor de pôr a fotografia anterior. Ao menos para eu ver uma foto, que me lembre bons tempos e bons filmes. Agora é só tecnologia maluca.

8:29 p.m.

Agora acrescento mais isto porque ainda não li nada aqui, também retirado do ABrupto:

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus. o homem chega a desabituar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto". Ruy Barbosa

Caidê disse...

Pedro P. Coelho,
Saia da sala, por favor!
Prejudicou os seus colegas e lesou e desrespeitou a comunidade educativa.

http://www.youtube.com/watch?v=dtON9LzTI1Q

Pedro Rocha disse...

Anfitrite,

Eu só troco de fotografia se o Julío machado vaz trocar o retrato por um "desnudo". Estamos falados:)

andorinha disse...

"Gaspar não fala devagar. Ele está é a fazer tradução simultânea do que a Merkel lhe diz”."

Looooooooooooooooool

Mas é feio dizer mal das pessoas. Eu vi-o agora na SIC a explicar tudo direitinho e com muita compostura.
Esta mania de desconfiarmos dos nossos políticos...





:)))


andorinha disse...

Caidê,

Vou estar no Porto no sábado. Porque é imperativo não ficar em casa. Porque ainda temos voz e temos que a fazer ouvir.
E porque não suportaria olhar-me no espelho se não fosse...

Trova do vento que passa

http://www.youtube.com/watch?v=xyN1A2IOtbA

Caidê disse...

Andorinha
Na RUA, sim, mas estarei em Lisboa. E que venham mais quinze! Espero respeito democrático e espero ver uma união popular como a do 1º de Maio de 1974.

Ímpio
Pois ninguém compreende como tendo a Lei a favor se calam os que por obrigação legal haviam de a fazer cumprir!

Helena Roseta ainda há pouco disse que POR MENOS DES-GOVERNO AGIU JORGE SAMPAIO.

(Mas há JUSTOS e há LADRÕES!)

Anfitrite disse...

http://jumento.blogspot.pt/2012/09/que-merda-de-governo-e-este.html

rainbow disse...


Sem comentários sobre a entrevista a V. Gaspar e a rotação lenta do discurso com respostas evasivas e muito estudadas.
Sem comentários sobre o anúncio da privatização das águas.

Andorinha e Caidê,
No sábado, também saio à rua, aqui no sul.

Uma boa noite para todos

http://www.youtube.com/watch?v=DTVsp_q8mxE&feature=related

Caidê disse...

Anphy
Ótimo poema.
Os links do blog são sempre bem costurados e rematados :)))!

Rain
Ainda não te dei feed-back sobre os temas de Ana Bobonne - Muito bons e bem trazidos aqui! Ouvi com muito prazer.

Andorinha
Que saudades de hinos como "As Trovas..."! Ainda bem que temos tão lindo passado para regressar!

Como sempre, preciso de um pouco de leveza ao chegar ao fim de mais um dia...

Do veraneio noturno pelo YT eis uma proposta de embalo:
http://www.youtube.com/watch?v=mmCqF4Wo3No

Descansemos que precisaremos de forças.

andorinha disse...

Caidê e Rainbow,

Já somos três. Venham mais cinco...:)
Também espero respeito democrático, e que as pessoas adiram. Como em maio de 74 parece-me difícil...

Para o aconchego e para retemperarmos forças:

http://www.youtube.com/watch?v=nyWFv5McKto

cycle disse...

Respeito democrático?! Um oásis num deserto. E não é só na rua, é em toda esta comédia humana. Mas para não dizerem que sou avinagrada, envio beijinhos, a saber:

andorinha
Caidê
rainbow
Anfitrite
Pedro
Impio Blasfemo
bea
Menina
Aquiles

cycle disse...

9 beijos?!
Estou de rastos...

:))))

bea disse...

Bom Dia

beijo a mão da Cycle que foi uma querida a cumprimentar um a um.

bea disse...

Bom Dia

beijo a mão da Cycle que foi uma querida a cumprimentar um a um.

eondoic disse...

Bem!

Isto já parece um baile de debutantes:)

eondoic disse...

Cycle:)

Repito de outra forma como uma vez disse ao Impio: Não me leves a sério aqui nem em outro lado. Depois desta boa noticia.

11 beijos!!!

P.S. Sou narcisista.

cycle disse...

Eondoic (que nome mais estranho :)) só per te:

http://artefontedeconhecimento.blogspot.pt/2011/02/metamorfose-de-narciso-salvador-dali.html

e mais um beijo

(quem é o 11º?)

eondoic disse...

Cycle!!!

O 1º é o Julío machado vaz
O 11º é o Pedro

Impio Blasfemo disse...

Andorinha

Há sempre uma atitude cívica a tomar, que não seja nunca mais cortar o cabelo.

ALMOST CUT MY HAIR
Crosby, Stills, Nash & Young


I almost cut my hair, it was happened just the other day.
It was gettin' kinda long, I could've said it was in my way.
But I didn't and I wonder why, I feel like letting my freak flag fly,
And I feel like I owe it to someone.

Well, must be because I had the flu for Christmas and I'm not feeling up to par.
You know, it increases my paranoia, like looking in my mirror and seeing a police car.
But I'm not givin' in an inch to fear. I promised myself this year.
I feel like I owe it to someone.

When I finally get myself together, I'm going to get down in that sunny southern weather.
And going to find a space inside to laugh, separate the wheat from the chaff.
'Cause I feel like I owe it to someone.

http://www.youtube.com/watch?v=-EBNDl8fu8Y

cycle disse...

Ai Impio, Impio... mais parece que entraste num avião no dia 12 de setembro e viraste americano :)))

cycle disse...

E chega de dizerem mal de mim (lol) que a minha bicle é frágil :)

Impio Blasfemo disse...

Cycle

Não virei americano, mas tenho amigos e filhos de amigos a emigrar para lá e para Inglaterra que isto por cá parece estar nas últimas. O meu próprio filho pensa fazer isso dado que a sua bolsa de investigador ter terminado e até à data estar na incerteza se a renovam ou não com um novo projecto de investigação que propôs por Abril do corrente ano. Se houver fumo branco será lá para Outubro ou Dezembro mas as hipóteses não são nada boas. A Universidade dele, ainda por cima anda a cortar nos professores e segundo ele me conta a convidar professores reformados para darem aulas sem os remunerar para esse efeito, pois também não tem verba para lhes pagar. Esqueci-me dizer que ele, embora doutorado e investigador, nunca conseguiu fazer parte do corpo docente, pois nunca lhe foi aberta vaga para isso.
Anda a estabelecer contactos com outras escolas estrangeiras para ver se tem trabalho lá fora. Hipóteses, tem-nas em Inglaterra, EUA, Brasil mas custa-lhe fazer as malas, mas parece que lá terá de ser.

Quanto a dizer mal de si não me lembro. Às vezes não entendo os seus comentários e “não vou a jogo”, apenas isso. O mesmo lhe deverá acontecer consigo perante alguns comentários que para aqui deixo.

Abraço
Ímpio

Caidê disse...

Já me tinha parecido ( e deixei aqui o desabafo)que o governo nos está a sujeitar a um experimentalismo económico.

Portugal - território e gentes - convertido a laboratório do CAPITALISMO AGONIZANTE E NEOLIBERAL.

Que é a política quem manda e que as armas da guerra são económicas e psicológicas!

Arma económica - a fome dos filhos, a desapropriação desenfreada das famílias - obrigando a entregar aos lobos os sacrifícios das pequenas poupanças das famílias ao longo de vidas e inibindo toda e qualquer poupança doravante, deixando apenas como opção o crédito e o endividamento para o acesso a bens que não sendo de luxo a tal ficam promovidos.

Gente que perdeu as suas casas para as quais deu como entrada o pouco resultado da sua privação de anos! Levar à ruína para fazer perder tudo o que desde o 25 de abril de 74 os pobres tinham alcançado pelo trabalho :((( - é a isto que chamo Roubo Planeado ou volte face de uma democracia para a ditadura.


Guerra psicológica - e ou nos agarramos como afogados ao pescoço dos que ainda sobrevivem nas águas e eles se arriscam a afogar connosco ou não queremos incomodar ninguém e nos vamos suicidando à medida do confronto com a dureza das privações e da falta de luzes ao fundo do túnel sem fim.

Aos Centros de Saúde, aos Hospitais chegarão novas fileiras de desapossados, gente que não teve como armazenar raios de esperança de prevenção em saúde, gente que não pôde acudir-se aos primeiros sinais de moléstia e que chegará aos balcões daqueles lugares inscrevendo-se para tomar lugar para o seu funeral.

Auschwitz neoliberal - surdo, invisível a olho nu, isolado, mudo!

Gritado a tanto coro de almas (penadas)!

João Pedro Barbosa disse...

Grita À Natureza
Que A Civilização
Não Te Ouve