quinta-feira, outubro 18, 2012

Se fossem só gotas...


113 comentários:

Jo ão disse...

The Beatles - All Together Now (2009 Stereo Remaster)

http://youtu.be/sDdo7T9BkxM

cycle disse...

Porque sim,

http://www.youtube.com/watch?v=EE9KT_dU_R8

cycle disse...

Olá Pedro :)))

Jo ão disse...

Sofri uma metamorfose.

Olá!

A todos!

rainbow disse...


Linda esta canção de Burt Bacharach na voz de Dionne Warwick.
Mas também é muito bonita cantada pelo próprio:

http://www.youtube.com/watch?v=wDYZPYpu55E

cycle disse...

Olá Kafka!

:)))))

Jo ão disse...

É melhor Kafkar por aqui!

bea disse...

é pá devo estar chateada, nem me apetece ouvir música.

estive a ler a entrevista de José Rodrigues dos Santos na Visão e só piorei.punha-lhe umas objeções, mas não vale a pena porque a crónica de Lobo Antunes objeta qb. O mundo está a ficar estranho.

desculpem a minha fuga. Ouvi a musiquinha e gostei.

gostei da metamorfose - de Kafka :) a tua metamorfose faz-te semelhante a um dos Câmaras que cantam fado, usa assim os colarinhos.

amanhã oiço o resto que estou ficando para o palerma

Um abraço a todos

cycle disse...

E a petição, é para cair em saco roto?

cycle disse...

Alguém falou em estrelas?

http://www.youtube.com/watch?v=mD7gT3GEve4&feature=related

bea disse...

Cycle

é de agasalho este bocadinho de porque sim

I'll be on your side forever more
That's what friends are for

Rain

"Raindrops..." aponta um caminho que nem sempre conseguimos. Então paramos um pouco a tomar fôlego. E vamos andando :))coisa que repugna ao trucidante Relvas.

que petição, Cycle? a da destituição dos mandantes? É que há muitas em circulação. E a quem servem?

nothing hill
Não julgo julia roberts uma atriz de excepção, mas tem uma voz que me agrada e um sorriso bonito demais, um foco. é um filme leve, pouco realista, mas à sexta de uma semana de trabalho a realidade entre parentesis :)quando somos mais reais temos essa qualidade, de pairar, existindo apenas. E tão muito.

E Hugh Grant tem a minha simpatia pela atrapalhação azul com que nos olha desorientado; e a gente logo com vontade de entrar no filme a ajudar.

cycle disse...

bea,
a petição(e) é para o JMV alterar a foto de perfil colocando outra a cores e actual :)

cycle disse...

bea,
a petição(e) é para o JMV alterar a foto de perfil colocando outra a cores e actual :)

andorinha disse...

Morreu o escritor Manuel António Pina.
Mais um amigo que partiu...:(

Soube agora e fiquei em choque.

bea disse...

Bolas, andorinha, eu vinha aqui dizer bô nôte. E agora morre mais um homem a sério.

Começo a sentir-me sozinha. Ou ganhando a sensação de que mais próxima do fim. Tão breve e tão bonita a vida.

Espero que Manuel Pina tenha tido uma vida boa.

Um abracinho pati que estás em choque. Não fiques.

Manuel disse...

Andorinha e Aquiles:

Deixei-vos um comentário no post anterior.

E uma versão magistral do Coro da Primavera, de José Afonso para todos.

cycle disse...

Fiquei a falar sozinha. Vou cortar os pulsos. E digo-o em silêncio, escrevendo :(

Jo ão disse...

Cycle,

Eu já não vejo a fotografia a preto e branco. Apenas vejo a fotografia a cores de habitat contemporâneo.

Seria simpático podermos-te ver.

Vai-te habituando a falar, sozinha é cíclico!

Pedro

Jo ão disse...

Cycle,

I will survive - Gloria Gaynor

http://youtu.be/Tth-8wA3PdY

Nem tudo que tem casca tem conteúdo:

http://lonelylookingaround.blogspot.pt/

Olha para mim a falar sozinho.

cycle disse...

Pedro,
de que tipo de ciclos falas?

Quanto ao ver e não ver - rapaz abre a pestana! :))))

cycle disse...

Claro que sobrevives, pá! Se até eu, com estes pulsinhos lindos meio massacrados, aqui estou!

cycle disse...

Vou para o Centro, não o de direita nem o de esquerda, mas o centro centro. Afinal é aí que gosto de estar, ainda que sozinha com os meus conteudos.

Jo ão disse...

http://4.bp.blogspot.com/-LzgIM46AjiY/UIHEmcdAY4I/AAAAAAAAGX0/7vUkePkxk1E/s1600/0161.jpg

andorinha disse...


"Tão breve e tão bonita a vida."

A de alguns, Bea. A de outros é longa e feia...

Abracinho retribuído.


Manuel,

Já vi:)
Nem reparei que tinhas usado o adjetivo "magistral". Foi exatamente esse que usei.
É uma atuação verdadeiramente deslumbrante! Obrigada pela partilha.

Jo ão disse...

Sra. Politica,

Foi fazer campanha para o centro, centro. As feiras já estão fechadas.

Pedro

Jo ão disse...

http://water-inside.blogspot.pt

cycle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andorinha disse...

Bom dia:)

Sol e amigos...querem melhores ingredientes para um dia bem passado?
Nem me vou lembrar que estou nesta "espécie" de país...

http://www.youtube.com/watch?v=LwEXPIm-gZI

Bom fds:)

Jo ão disse...

http://2.bp.blogspot.com/-ZV31O9TeDqM/UIKafuOe7uI/AAAAAAAAGYY/-6A2qntIkuI/s1600/0026.jpg

Jo ão disse...

I´m just gonna rest my eyes.

bea disse...

Boa Tarde :)

à parte os links que o meu pc diz que não existem gostei daquele riacho; jo ão,ontem fartei-me de matar formigas, não sei de onde vêm:)

cycle disse...

Bea,
correcção:

http://blogs.estadao.com.br/radar-pop/files/2012/03/moscas_d.png

Jo ão disse...

A Deusa do Mar! Onde anda?

http://www.water-inside.com/2012/07/blog-post_18.html

Jo ão disse...

Bea,

Apanhei-te:

http://lonelylookingaround.blogspot.pt/2012/10/blog-post_8879.html

Jo ão disse...

SONNY & CHER - I Got You Babe (rare clip)

http://youtu.be/xzW_7ANnHZI

Vou-me retirar para a ala norte.

Boa Noite,

Jo ão

Jo ão disse...

Mia Couto:

DIA DO POETA - 20 de outubro

O poeta não gosta de palavras:
escreve para se ver livre delas.

A palavra
torna o poeta
pequeno e sem invenção.

Quando,
sobre o abismo da morte,
o poeta escreve terra,
na palavra ele se apaga
e suja a página de areia.

Quando escreve sangue
o poeta sangra
e a única veia que lhe dói
é aquela que ele não sente.

Com raiva,
o poeta inicia a escrita
como um rio desflorando o chão.
Cada palavra é um vidro em que se corta.

O poeta não quer escrever.
Apenas ser escrito.

Escrever, talvez,
apenas enquanto dorme.

Mia Couto

Jo ão disse...

Quando os versos são imagens. Se passa o mesmo. Acho eu.

andorinha disse...

Pedro,

Lindo o poema de Mia Couto.
Concordo contigo, as imagens também podem ser versos.

Nem sabia que hoje era o Dia do Poeta.
Há tantos dias de tudo e mais alguma coisa...:)

Não sei que calamidades aconteceram hoje porque não li jornais nem vi televisão. Foi um dia bom:)

Biépi

cycle disse...

Vou do centro ao norte. Preciso de alguma agitação :)))

http://www.youtube.com/watch?v=nZnW9Wv73YM&feature=related

Jo ão disse...

Andorinha,

"Sleeping in the clouds"

Melhore dias virão mas não são estes que nos estão a vender.

http://www.water-inside.com/2012/10/blog-post_1789.html

bea disse...

Ora vamos lá ver o que é que esta gentinha aqui deixou, cuscar quem veio...que já uma saudade pequenina, agradável de desatar

Andorinha
Isso. Sol e amigos ajudam:) Obrigada pelo Cat Stevens que oiço à noite, mas dá na mesma. Se bem que a voz a espreguiçar-se de pôr um pé fora da cama e encolhê-lo; depois um braço devagar, e o outro a fazer companhia, de novo o mesmo pé mas com um bocadinho da perna, depois destapamo-nos até à cintura e logo nos tapamos. e por aítoda a toada me sabe a tentativa preguiçosa de levantar, com recuos e avanços

Cycle

E dizes tu que…são abelhas?

Jo ão

Um feto de jardim não escreve; se bem que me seria fácil pôr um a fazê-lo :). Serei chuva? Ou gente? Neve é que não certamente :)
Como as pessoas mudam, quem diria de Cher que essa franjinha simples.

“O poeta não quer escrever.
Apenas ser escrito.”

Inteiramente de acordo. Não sei se Fernando Pessoa assinava.

E uma boa estadia na ala norte. Fora de brincadeiras: Boa Noite

bea disse...

Cycle
Lembrei uma menina que conheço e tão bem imita Tina Turner. E Cher já é outra ela:)

Jo ão

me parece às vezes que fomos apanhados pela força estupida e cega de um tornado. Não sei se temos armas para isto. O mundo melhor que queria deixar não existe.

Boa noite de novo. Ler um pouco, melhora

andorinha disse...

Pedro,

Não sei...concordo com a Bea.

"...me parece às vezes que fomos apanhados pela força estupida e cega de um tornado. Não sei se temos armas para isto. O mundo melhor que queria deixar não existe."

Aqui vos deixo excertos de uma entrevista com Urbano Tavares Rodrigues, um dos meus escritores favoritos. Foi paixão à primeira leitura, andava eu pelos meus vinte aninhos...:)



http://ipsilon.publico.pt/livros/texto.aspx?id=311506


Fiquem bem.

rainbow disse...


Bom dia:)

Um estado de alma:
(ainda não é proibido nem paga imposto)

http://www.youtube.com/watch?v=r9jmusgMgro&feature=related

Bom domingo para todos


andorinha disse...

Bom dia:)

Outro estado de alma...e porque "amo" esta canção.

Look! A new day has begun.

http://www.youtube.com/watch?v=GVwJNg4Wgq4

Bom domingo.

cycle disse...

Boa tarde :)

rain e andorinha, venham ver como ficaram bonitas:

http://zxyzxyzxyzxy.blogspot.pt/#!/2012/10/duas-sereias.html

Manuel disse...

Aquiles:
(como não sei se vai ao post anterior, deixo-lhe também aqui a resposta)

De facto, este não é o espaço para grandes explanações sobre todos os aspectos do assunto em causa.
Mas sobre mais este lugar-comum «Um é o desastre da instrução pública, e no que isso se vai reflectir ao longo de anos no desenvolvimento do país», pergunto: como se compagina esta afirmação com o salto educativo dado em todos os indicadores internacionais e reflectidos anualmente no «Education at a Glance»?
É que nunca tivemos tanta gente na universidade e tanta gente formada com nível superior, que está a dar cartas no país (nas imensas empresas tecnológicas entretanto criadas a partir das universidades) e no estrangeiro.
Como se compagina isto com o apregoado desastre?
Isto apesar dos reais problemas que ainda temos e de ainda ocuparmos os lugares da cauda (no confronto com os 27 parceiros europeus).
Temos que ter sempre em conta o lugar de onde partimos.

Bom resto de Domingo para todos e boas músicas:

«Going to Chicago»: Jarreau, Hendricks, Elling & Metropole Orchestra
http://youtu.be/lx6AwHyp1X4

«I Love You (For Sentimental Reasons)»: Kurt Elling
http://youtu.be/tfviUUEGBEY

Caidê disse...

Estados de alma belíssimos.

Mais um para a semana:
http://www.youtube.com/watch?v=uVFT_4tJ2P4&feature=share

Força e alegria para todos.

Jo ão disse...

Tenho que agradecer a todos que me deram vontade de ler e escrever.

bea disse...

Então…Boa Noite a everybody

Andorinha

UTR é um escritor.que fui ouvir uma vez, por lhe ter lido um livro e ter gostado; e a quem achei piada - leu um pedacinho e qualquer dos presentes o teria feito melhor. O valor está no escrito e não nos prémios, mas admito que sinta essa espécie de dor. Acompanho-o em gosto e desgosto de novos autores portugueses, ainda que junte mais uns.
Também não me apraz a escrita de Gonçalo M. Tavares, mas só porque não.

“ A minha ideia foi fazer uma coisa explosiva. Conseguir uma escrita muito nova, arriscada, na fronteira do delírio, mesmo, a alucinação.(…)” UTR
Não existem escritas “muito novas”, como UTR queria ter e até todos nós, o que há são formas diversas de contar. E a escrita criadora é alucinatória. A realidade está muito para lá dela. E depois, a escrita cria a sua própria realidade.

“cada vez mais olho o amor como uma necessidade absoluta do mundo. Uso a palavra "amor" no sentido mais lato, não só sexual. A grande lição para o mundo futuro é uma grande dose de amor, de compreensão dos outros.” UTR

A gente lê e cola; é isto. Mesmo.
Não me parece que seja a lição que damos. Mas é na verdade o que gostaria de deixar. O que ingenuamente pensei que deixaria para alguém retomar, o amor como compreensão dos outros; e necessidade absoluta.

E Obrigada por mostrares :) não sabes quanto.
E também ao Urbano. Por tê-la dado.

Cycle :)

Rain e Andorinha

Que recortadas sereias estais:) e apetecem no olhar = forma como se olham uma à outra.

Andorinha, memory é uma música que nem sei se bonita, só gosto.

bea disse...

Rain

Roberta Flack tem voz cheia de tudo que.

Manuel

E Kurt Elling a seguir o piano, mas parecendo só que vai cantando o que pensa, num improviso de sentimental reasons que possivelmente são as únicas que valem

e vou ali adiantar um livro a ver se descanso de ser domingo:)

Fiquem bem. Boa semana para todos nós

cycle disse...

Isto vai parecendo mesmo uma comunidade :))))... vá, uma tribo. Pode ser.

http://www.youtube.com/watch?v=cpPSBzGEklE

cycle disse...

Van Morrison

Fora-de-Lei disse...

Um (grande) exemplo a seguir...

andorinha disse...

Bea,

"E Obrigada por mostrares :) não sabes quanto."

Obrigada pelas tuas palavras. não sabes quanto...


FDL,

Vi 30 minutos. Excelente! Penso que cá será impossível. Não temos nem a mentalidade nem a cultura dos islandeses:(

Boa semana, malta:)

cycle disse...

Que seja...
Bom dia!

Andorinha, pelos vistos nem todos os professores têm a formação que deveriam ter, pois para além de cidadãos são pedagogos. Eu, aqui deste lado da tendinha aprendi que quando alguém me dirige a palavra eu devo responder. Por quanto, fica V. Exa. notoficada a frequentar um cursinho de maneiras na ala centro esquerda que tanto aprecia :)

cycle disse...

Quanto à rain, não vai aperecer por estes lados tão depressa...

cycle disse...

Quanto à escrita fico sempre com a sensação que estou num carrocel. Tão depressa ando para a frente e quando começo a vislumbrar uma bela paisagem, empurram-me para trás a uma velocodade que me deixa um pouco enjoada. Só isso. O conteúdo é essencial mas a forma também conta.

cycle disse...

Quanto à minha tenda - está fechada, pronto!

bea disse...

Bom dia!!!

Desculpem, vou voltar lá atrás a UTR que afirmou naquela entrevista que o erotismo não sei o quê e que as palavras existem e são para se dizer; e ainda que LA é um dos cultores que nesse registo aprecia.
fiquei pensando nisto, porque considero o Lobo Antunes do princípio inferior ao atual. E julgo que o primeiro mais no sentido de UTR. Confesso que não sei mesmo se o erotismo é descarnar o sexo, se enfeitá-lo e sugeri-lo. E é provável que se presentifique nas três formas e outras mais se arte houver a dizer. Que, não havendo, é pornografia. E menos bonito, portanto. Portanto. A diferença estará no pensamento, que pode a sensação ser a mesma. É bem verdade que as palavras existem porque foram ditas, pensadas. E não sei se é isto vulgar ou não, sei que algumas me violentam de tal forma que não consigo dizê-las. Não que me escandalizem, só me desinteressa o sentido que têm. Mas ninguém nasce com interditos. Logo, não será inato. Sendo de inaudita força. E por vezes penso se a cultura não se cruza connosco e cria uma segunda natureza. Se não entranha e é nós mesmos.

Já pensei muito:))
Fiquem bem, vou ali ao andar de baixo deixar uma coisita

bea disse...

Cycle

antes de fechares: já disse há tempos que o professor me parece um desses mágicos de a gente distraídos e um pássaro a sair da manga esquerda pipilando.ou coça o pescoço e uma pomba a voar tão bem que impressiona. Não acho mal :) e já me habituei a tal. Parece-te que devamos opinar sobre? não vamos meter-nos onde não somos chamadas. Repara que até agora ninguém te respondeu:)

Pronto. Disse.
Ondew quer que vás: fica bem.

Jo ão disse...

Bea,

Hoje sonhei contigo.

andorinha disse...

Cycle,

Ao que queres que te responda, cachopa?:)
Se calhar escapou-me alguma coisa, nem sempre tenho tempo de ler tudo com calma.

E não é centro esquerda, é esquerda, mesmo. A esquerda da esquerda:)

Fiquem bem, vou trabalhar...

bea disse...

Jo ão

Foi?
espero não te ter feito mal nem causado pesadelos.

Acreditas que também tive um sonho agradável? o que em mim é quase contra natura. Não tenho sequer memória de outro parecido:)

Intriga-me o como seremos nos sonhos de outra pessoa. somos a outra pessoa ou nós ainda?

Andorinha

O centro esquerda é hoje uma mistela.

Jo ão disse...

Bea,

Sonhar com três letras é como sonhar com nada. Ainda mantenho o sonho de um dia aqui chegar e não encontrar a caixa de musica.

Gotas, são mais que gotas:

http://3.bp.blogspot.com/-SRPY0VNvJ-o/UIUp2ebnmJI/AAAAAAAAGZ0/KSC6cImPrnA/s1600/0036.jpg

Jo ão disse...

Sempre dá para dançar:

http://2.bp.blogspot.com/-VCKEM8GyT_U/UIUp-3qxypI/AAAAAAAAGZ8/-WHy5J4tkwI/s1600/0046.jpg

bea disse...

tão simples e tocante mas tão sem fundo ou caminho. o teu mar.

Jo ão disse...

Bea,

No mar não há caminhos e a profundidade é o menos importante. Cheio de vida:

http://3.bp.blogspot.com/-hNi34j9PyOc/UIUqI4zxyjI/AAAAAAAAGaE/n7ca8udQqWY/s1600/0049.jpg

bea disse...

Bem sabes que sou dessas flores rasteiras e rasas, que florescem sem ordem ou aviso.e é o único de mim. é que três letras:) mesmo.

E té logo que tenho de ir a um sítio. for sure

cycle disse...

bea,
eu sei por que é que ninguém me respondeu: as meninas não falam comigo pois sou uma cachopa (quem me dera...) e têm ciúmes; os rapazes estão muito ocupados a ver FP (futebol e política). Resta-me o Jo ão :)))) e tu, pronto, que afinal de deu ao trabalho.

Quanto às opiniões já pareces o Relvas com os estados de alma.

Repete comigo:
eu não tenho estado mas tenho alma
tu não tens estado mas tens alma
ele tem o estado e não tem alma

eu opino
tu opinas
ele não muda a PIIIIIIIII da foto!

andorinha disse...

Só vim dizer Olá.
Ainda hoje é segunda feira e já estou cansada:) Lol

Bea,

Uma grande e pouco recomendável mistela...

cycle,

As meninas não falam contigo porque tem ciúmes????
Jesus! Que convencida!!!!!

:)



Jo ão disse...

Cycle,

Aqui entre nós. A fotografia não pode ser mudada porque a moda agora é roxo e caracóis:

http://2.bp.blogspot.com/-0P2zZCHb0W8/UIWWrjecpDI/AAAAAAAAGbM/9SqcVUEijW4/s1600/0041.jpg

Anfitrite disse...


Fora de lei,

Não gostaria de o contrariar, mas sendo uma pessoa inteligente, custa-me que compare o incomparável sobre todos os aspectos.
- A Islândia tem uma população total pouco maior que a do Concelho de Cascais;
- A formação Nórdica tem muita importância;
-A Holanda e a Inglaterra perdoaram-lhes a dívida, mas se ela quiser fazer parte de UE, por ex. vai ter de a pagar.
- O crescimento desde a formação da Republica em meados do séc. xx), explorou excessivamente a pesca, reservas que estão a acabar. Só uma pequena parte do território produz qq coisa. Nem árvores quase têm.
- Pôde desvalorizar a sua moeda, incrivelmente, pq tinha moeda pp.
-Depois da crise sofreu a maior emigração de sempre desde séculos passados

-A Rússia fez-lhe um empréstimo especial, assim como alguns países nórdicos.
- Pôde pedir um empréstimo ao FMI
- está a explorar intensivamente as sua reservas de alumínio e ferro, além da desvalorização da moeda ter permitido aumentos extraordinários das exportações. Mas isso vai acabar.
-É dos países com uma das maiores taxas de produção de CO2, da Europa.
- Portanto a energia barata, que produzem, também vai ter de adoptar medidas.

Muito mais haveria a dizer, mas o milagre económico vai acabar. Sozinha não vai sobreviver,
apesar dos desejos malucos de independências de pequenas regiões, que só nos irão trazer desgraça.

Muito mais haveria a dizer, assim como da nossa saída impossível do Euro, enquanto ele existir.

Leiam com calma este link, bem como aqueles a que faz referência.

Já agora, para ficar sossegado, a Islândia tinha um governo de direita e foram os bancos que provocaram a falência. Como cá. São os bancos e as Corporações que têm ganho e ninguém lhes vai fazer frente, tanto mais que se aproximam as Autárquicas. Os políticos e os palhaços vão-se contentando com a babugem e o que resta das colheitas, que apesar de ser muito, não é nada comparado com o mal geral. E os banqueiros fugiram e vivem felizes algures numas ilhas paradisíacas e com umas plásticas para mudarem de rosto. O dinheiro ainda compra quase tudo.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Isl%C3%A2ndia



P.S. – Já agora como é possível estar a pagar uma pensão mensal de 175.000 euros, carro e motorista e avião particular a um palhaço, que começou com um simples empregado bancário.

P.S.2. – Como é possível o desgoverno dizer que o aumento da dívida é devido aos juros que pagamos à Tríade? Não foi o que eles quiseram? E ainda por cima não querem renegociar os juros, enquanto alguns recebem para pedir dinheiro.

bea disse...

Cycle

desculparás-me mas o Relvas não pareço. Em primeiro lugar porque os meus discursos, bem ou mal, sou eu que faço. não é o caso do senhor.

ok, pronto, percebi. Mas não acredites nisso. Dos mais novos temos inveja boa e não ciúme.

Jo ão

caracois desses, usam-se sempre.

Andorinha

precisas descansar mais nos fins de semana ou as 2ªs são de rebentar?
Boa noite então

cycle disse...

Convencida?
Oui, c'est moi :)

cycle disse...

Desculpem, esqueci-me de falar dos animais :)))))

Jo ão disse...

Não tem importância. Mais vale um silêncio com sentido que uma palavra de conveniência.

andorinha disse...

Beazita:)

Não, as segundas não são de rebentar, eu é que abusei da galderice neste fds.
Penso que ainda sou adolescente, dá no que dá...:))))))))))))))

Pedro,

"Mais vale um silêncio com sentido que uma palavra de conveniência."

Há muito que não concordava contigo:)

andorinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jo ão disse...

;(

Caidê disse...

Hoje só passo aqui pelo andar de cima num ápicezito.

Já vos li um bocadinho, mas só um bocadinho.

O início da semana é logo para arrumar as botas.

Volto amanhã para a cumbersa.

Andorinha
Não dês parte de fraca! É lá preciso ser adolescente!... :))) Desde que deixes a coluna a descansar no sofá como eu e a Cê Tê podes sempre espairecer aos fins de semana ... :(((

Música para o berço:
http://www.youtube.com/watch?v=8d2Ku-VAUCA&feature=related

Bom soninho!

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 9:26 p.m.

"Fora de lei, não gostaria de o contrariar, mas sendo uma pessoa inteligente, custa-me que compare o incomparável sobre todos os aspectos."

Independentemente de todas as possíveis consequências pelo rumo tomado pelos islandeses, para mim o que interessa valorizar é a sua coragem...

================================

Ora adivinhe(m) lá quem foi o PORTUGUÊS que, há 15 anos atrás, disse isto:

«A moeda única é um projecto ao serviço de um directório de grandes potências e de consolidação do poder das grandes transnacionais, na guerra com as transnacionais e as economias americanas e asiáticas, por uma nova divisão internacional do trabalho e pela partilha dos mercados mundiais. A moeda única é um projecto político que conduzirá a choques e a pressões a favor da construção de uma Europa federal, ao congelamento de salários, à liquidação de direitos, ao desmantelamento da segurança social e à desresponsabilização crescente das funções sociais do Estado.»

Jo ão disse...

AC?

Jo ão disse...

CC;-)

Fora-de-Lei disse...

Jo ão 12:10 a.m.

AC?

Quente...

Fora-de-Lei disse...

Jo ão 12:12 a.m.

CC;-)

Correcto!

Jo ão disse...

Diz-me com quem andas, saberei quem és:

http://1.bp.blogspot.com/-_lUhz6zAeBk/T5Hqh9WHuhI/AAAAAAAAD54/JYaQvFw6ja4/s1600/(32)+7422.jpg

AQUILES disse...

Reparei há pouco que os 3 canais (ditos) de noticias estavam a dar programas de futebol. As questões do país são esféricas. Tirem-me deste filme.

Jo ão disse...

I-N-T-E-R-A-C-T How does it work.

http://youtu.be/mldbrcyMFGs

Anfitrite disse...

Aquiles,

É sempre assim ao domingo e à segunda-feira. Isto quando não há jogos espciais e campanhas para orgãos directivos. O País não é como o Bart. Anda a correr atrás do rabo e daqui a pouco acaba caíndo almareado(como se diz na minha terra).

FDL,

Eu também admiro a coragem deles. Só que agora apareceu o fenómeno da globalização. É por isso, e pelo discurso que referiu, que eu estou muito assustada em relação às eleições Yankees. Qualquer um nos continuará a lixar, mas com um deles tenho a impressão que o Mundo não mais terá conserto.
Gostava que tivesse ouvido ontem o programa "Câmara Clara"(pode ver a gravação), com a entrevista ao escritor,... Mário de Carvalho. Talvez Vc compreendesse a penitência que ele fez e porque é que a Angela é assim! Os que mereciam o Nobel já se foram todos. Agora só temos rafeiros a roer os ossos.
Biépi

cycle disse...

Uma boa notícia:

http://cinema.sapo.pt/magazine/noticia/anthony-hopkins-encarna-hitchcock-na-rodagem-de-psico

Adoro Anthony Hopkins que irá representar Alfred Hitchcock, adoro Helen Mirren que seá a sua esposa e já não adoro tanto Scarlett Johansson :) que será a Janet Leigh (desconheço, mas deve ser alguma diva)

cycle disse...

Será que o homem engordou de propósito? Está irreconhecível!... Menos a voz, a sua voz é estranhamente apetecível.

cycle disse...

Anfitrite,
a Anguela tem solução. Menos bonita. Mas tem.

bea disse...

Pronto, a Anphy chega e dá-me logo um piparote nas ilusões. Andava eu convencida que a Islandia tinha feito alguma coisa de jeito. E não? Ai. Não me conformo. Agora vou ler o que o Fora de lei nos deixou e ainda não vi; em tempos li umas coisas e daí a minha admiração com o que diz. Fiquei com muito boa impressão dos islandeses. Até me pareceu um pouco a democracia ateniense, mas para melhor; e não só por ser pequena a população :)
E olhe que o facto da população ser pequena é um pau de dois bicos e não só uma vantagem.

já estou mais descansada(não sei se não é o contrário): o que vi explica melhor o então lido, mas amplia a minha simpatia para com a obra e o povo que a ergueu. A ideia de que muitos pensam melhor que um só e de que a discussão de tudo deve obedecer ao melhor bem para todos, parecem-me bons princípios.

E também a ideia de uma constituição renovada por participação de todos os cidadãos. E julgo que eles sim estão a politizar-se. Nós, O que fazemos, ou deixamos fazer, é falsa política. E há ideias estruturais muito aliciantes:

- Criar um corpo de cidadãos para trabalhar em política que não sejam profissionais e não fiquem muito tempo - bom corta- vícios

- existirem mecanismos de participação direta dos cidadãos na vida da polis, provavelmente via net, e terminar com votações de quatro em 4 anos (não sei se isto é mesmo possível), porque a delegação de poderes na verdade é uma subversão da democracia: o poder do povo.

- não deixar que o poder económico corrompa os poderes do estado separando-os e fazendo transparentes as contas, para que não existam migrações indesejáveis

E outras

E não deu bom resultado? Aquilo do alumínio está virado do avesso, não é Anphy?

Um abracinho

bea disse...

Oh, esqueci-me: Bom Dia!!!

Portem-se que a manhã ainda é uma criança:)

té loguinho

bea disse...


Para que nada vos falte

likes de cervejaria

"Sentados na mesa ao lado quatro tibetanos silentes e comedidos impunham o seu ser discreto tão ao contrário da nossa intempestiva latinidade. Pareciam levemente promíscuos nos trajes europeus e sacos nike. Pertença de si mesmos e não do lugar. Na mesa deles, o marisco erotizado pela leveza dos dedos descontraía numa marinada de sussurros. A probabilidade de um amor sábio e não apaixonado, pensei. Ao estilo, faço amor para ti. E não, faço o meu amor em ti, morro contigo, gasto-me inteiro. Despesista do corpo, endivido-me e entrego-te até aquele que ainda não sou. E assim me tens, hipotecado de mim.
Quem sabe são eles que possuem a arte de amar. E o que conhecem de paixões que nos asfixiam, do torvelinho da ansiedade, das ondas do desejo a traçarem o seu campo magnético, o corpo a tremer feito agulha de bússola?!
Não é pacífico olhar-lhes as mãos de suave meditação. Tanta serenidade incomoda. Risco-os com dois traços. Mando-os embora com as canecas de cerveja, os pires e o que sobra de um prego sangrento que me escarnece de soslaio. Pronto. Já está. Não existem."

cycle disse...

Bea,
tse, tse... existem sim.
:)

cycle disse...

Para já, temos isto:

http://queselixeatroika15setembro.blogspot.pt/

Barulho sim, porque existimos. Podem vir todos os padrecos e cardeais do país apresentarem a sua versão de democracia caladinha, mas isso não nos demove. E porquê? Porque estamos do lado certo. E sabermos o lado certo, e lutarmos pelo lado certo, ainda que com barulho é apaziguador.

cycle disse...

Não sei porquê, mas ando com tiques à JMV na minha escrita :)

cycle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cycle disse...

Eu tentei começar o dia com um programa cultural, mas a malta quer é sangue e como tal...

Jo ão disse...

Lembrei-me de vocês. Personagens fictícias:

http://3.bp.blogspot.com/-TxLkFlPkjlA/T5Hfver9OxI/AAAAAAAAD5g/vVYX2yKf3L0/s1600/(29)+7605.jpg

Anfitrite disse...

Cycle,

Não acredito que não conheça a Janet Leigh. A mulher que mais me fez chorar no cinema. Quem não viu a cena do duche do PSycho? Foi casada com o Tony Curtis e é mãe da Jamie lee Curtis, que fez "Um peixe Chamado Wanda". A Scarlet tem muito que emagrecer e o outro que engordar. Será que ele vai aparecer no "Terceiro Homem"?
Tome lá e entretenha-se porque tudo isto é Cultura, além de boa memória.

A Angela não vai fazer melhor. Até rem feito mal a muita gente. Mas ainda se vai tramar, apear da estreiteza mental dos alemães. Desculpe: Oa Yankees são bem piores. Aproveitam é os bons que para lá vão e usa (coincidência) a força para se impor.

https://www.google.pt/search?q=janet+leigh&hl=pt-PT&prmd=imvnso&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=rMWGUOTbJsrs0gWM4oDwBA&sqi=2&ved=0CDoQsAQ&biw=1082&bih=837


http://hookedonhouses.net/2009/10/15/tony-curtis-janet-leighs-house-in-palm-springs/










Anfitrite disse...

Bea,

Volto logo.
O mundo é que está virado do avesso.

Em pequenas comunidades é fácil fazer alguma coisa, quando se tem preparação.

Até poderíamos voltar à permuta directa.
Não sei se ouviu uma entrevista do Professor Adriano Moreira, quando ele fez 90 anos? Ele disse que onde nasceu, praticamente não circulava dinheiro, havia entreajuda e troca de produtos. Já há sítios onde fazem isso. É capaz e de não haver o último livro do grande ALA!
Inté

cycle disse...

Anfi,

obrigada pela cultura que lançou por aqui. Já fui pesquisar e afinal conhecia a menina :)

" É capaz e de não haver o último livro do grande ALA!"

Pois, é capaz. Também para quê, se as pessoas eram analfabetas. E os marginalizados por essas pessoas de bem e moralmente orientadas por uma igreja com cheiro a mofo e a Salazar não tinham direito à troca. E os mais que pobres que nem tinham para troca tinham de ir servir nas casas dos mais ricos para terem direito a pão, sujeitando-se a tudo e a todos. Esse senhor fala de uma poltrona de professor e parece-me que vivências de pobreza teve poucas.

cycle disse...

Eu prefiro ter o meu dinheiro, ganho por mim, para gastar no que me apetecer. E se eu não gostar dos feijões do vizinho?

Jo ão disse...

Aqui fica um pequeno lugar onde se passa muita coisa:

http://i-n-t-e-r-a-c-t.blogspot.pt/2012/10/blog-post_23.html

Jo ão disse...

E outro por onde passa muita coisa:

http://2.bp.blogspot.com/-AoDCfE3lXbk/UIb35Pm5Y-I/AAAAAAAAGcY/Vdq5BWJBN78/s1600/0239.jpg

Jo ão disse...

Vou-vos poupar a fotografias que acabam por perturbar:

Dionne Warwick - Raindrops Keep Falling On My Head


http://youtu.be/mcmaqoCCxmI

bea disse...

Anphy

Ouvi a entrevista com o professor Adriano Moreira e valeu a pena. Acredito na troca direta que se baseia num sistema de confiança e não promove o lucro. Mas o dinheiro existe. E se as trocas diretas dessem assim tanto jeito não tínhamos cartões de crédito:)

Penso que a preparação não é tudo. Talvez seja utopia, mas vi uma boa vontade formidável e genuína, expurgada de substâncias nocivas como a conquista do poder, a vontade de impor a sua vontade, o eu, eu, eu é que tenho razão. Tirando essa caterva de tralhas, os grandes problemas não deixam de ser eles mas ficam mais simples – sempre foram simples, mas a poeira não deixa ver. Só que as soluções simples são muito difíceis a toda a gente.

Há ali uma coragem que admiro. E simultaneamente uma espécie de certeza naquilo que o povo pretende e por que vai lutar.

E como a troca direta alterna com cartões de crédito, já é possível Lobo Antunes para compra e venda.

E obrigada pelas fotos da senhora em causa :)

Cycle

Como dizes, os pobres não podiam falar porque não riscavam, e raro tinham essa arte, que o tempo de ir à escola, desconheciam. E, claro, não liam ou sabiam escrever. Se pensavam nos políticos era para os amaldiçoar.

Cabe aos letrados dar-lhes voz falando deles e por eles. É o mínimo que lhes deve um país que vive em grande parte do seu trabalho e quando tira volta a eles.

Não tens que ter vivido o que viveram para estar do seu lado. É honestidade intelectual.

Jo ão

Isso é uma língua de morsa depois da bica.

E fiquem bem que estou como a andorinha, cansada.

Boa noite. Durmam bem. Com chuva no beiral

Jo ão disse...

Bea,

Era apenas água. Banalidades dessas dispenso.

bea disse...

registado.

bea disse...

Caidê
obrigada por Chris Botti e the very thought of you, que só agora oiço :)e é boa entrada para qualquer coisa relaxante.

Bom Dia a todos