sábado, janeiro 12, 2013

Um episódio triste:(.

"Médicos pelo Sim" banidos da Universidade Católica A Universidade Católica suspendeu a pós-graduação em Serviço Social na Saúde Mental, que deveria começar em fevereiro. A decisão surge após um dos grupos que defendeu a criminalização das mulheres no referendo de 2007 ter contestado a participação de personalidades que fizeram campanha pela despenalização do aborto. ARTIGO | 12 JANEIRO, 2013 - 01:01 A Universidade apenas respondeu por escrito à Rádio Renascença a informar que o curso já não irá arrancar no próximo mês, alegando que "constatou entretanto ter havido um lapso de tramitação formal no processo de aprovação interna, pelos órgãos legalmente competentes da Faculdade, do mesmo". Sem fazer comentários sobre a escolha dos docentes que convidara para lecionar a pós graduação, a Universidade Católica Portuguesa afirma apenas que "o curso já não está a ser oferecido pela Faculdade, e não irá sê-lo até que a proposta científica seja aprovada nos termos correctos." A decisão surge depois do grupo 'Mulheres em Ação' ter contestado a presença de personalidades que apelaram ao 'Sim' no referendo que permitiu o fim da pena de prisão para as mulheres que fizessem uma interrupção voluntária da gravidez nas primeiras dez semanas em estabelecimento de saúde legalmente autorizado. O comunicado citado pelo 'Público' defende que dado tratar-se de “uma instituição da Igreja” na Católica devem “ser escolhidos docentes e investigadores que, além da idoneidade profissional, primem pela integridade da doutrina”. Entre os nomes banidos da Universidade Católica estão António Leuschner (presidente do Conselho Nacional de Saúde Mental e do Hospital Magalhães de Lemos), Álvaro de Carvalho (coordenador do Programa Nacional de Saúde Mental), José Miguel Caldas de Almeida (diretor da Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa) e Francisco George (director-geral da Saúde, o único dos quatro que não fez parte dos 'Médicos pelo Sim' no referendo mas igualmente apoiante da mudança na lei portuguesa). “Uma atitude de ayatollahs no mundo muçulmano” “Estava tudo preparado para avançar, com financiamento assegurado e os convites feitos e aceites”, afirmou Álvaro de Carvalho ao 'Público'. O médico que coordena o Programa Nacional de Saúde Mental diz ainda que apesar da "justificação formal", a Universidade Católica tomou uma “decisão profundamente ideológica”, comparando-a a “uma atitude de ayatollahs no mundo muçulmano”. “Lamento que uma instituição universitária que respeito confunda de forma grave posições pessoais com perspectivas ideológicas e religiosas e com a actividade científica”, acrescentou. Também António Leuschner foi surpreendido pela decisão da Católica. “Tomei conhecimento através de uma noticia numa rádio e pelo email da pessoa que me convidou a dar conta da decisão da universidade”, disse ao Correio da Manhã, lamentando que “ainda existam pessoas que não conseguem conviver no mesmo planeta com outras, que têm opiniões diferentes”. O médico que preside ao Conselho Nacional de Saúde Mental e é professor catedrático convidado no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar informou a Universidade que deixará de participar na pós-graduação em Psicogeriatria. Carvalho e Leuchner eram responsáveis por dois dos três módulos do início do curso, dedicados à lei de saúde mental, internamento compulsivo e ao sistema e as políticas nacionais de saúde mental. Francisco George e José Miguel Caldas de Almeida iriam participar nas Conferências de Abertura do Curso. A página com o programa do plano curricular foi retirada do site da Universidade Católica, mas ainda pode ser consultada aqui. P.S. Tenho amigos na Universidade Católica. Se isto é verdade, imagino a sua consternação perante uma atitude que transforma a aceitação da diferença que pautou a vida de Jesus numa perigosa heterodoxia.(Devo salientar que na única e longínqua vez que fui convidado da Universidade Católica me trataram principescamente…). Tenho muita pena. Como universitário aposentado e antigo aluno de um Colégio dirigido por padres. Que seriam incapazes de assim ostracizar o Outro pelas suas opiniões…

1 050 comentários:

1 – 200 de 1050   Mais recente›   Mais recente»
andorinha disse...

Acabei de comentar no FB, ainda não tinha visto o post aqui.


“Uma atitude de ayatollahs no mundo muçulmano”

Subscrevo! É vergonhosa esta atitude.
De pessoas supostamente cultas e idóneas esperar-se-ia outro tipo de atitude. Por vezes tenho pena desta gente, que não é gente, é apenas gentinha...e gentinha reles.

Que tristeza de gente! Que tristeza de mentalidades! Que tristeza de país!

Vou arejar...
É demais!:(

Manuel disse...

Caro Prof.

Vivemos tempos perigosos, de muito confronto ideológico e de muita intolerância.
Não sei até onde chegaremos, o Terreiro do Paço está tão bonito que não ficariam lá muito bem novos «espectáculos» como os que por lá se fizeram em séculos recuados.
Mas se calhar também não vale a pena, há outros meios hoje mais eficazes de calar os «hereges».


Manuel disse...

Anfy:

Deixei-lhe um comentário no post anterior.

São disse...

Nada que me surpreenda, na verdade!

Só acho vergonhoso e lamentável que este acto de censura e discriminação tenha acontecido a quem defendeu a Mulher (mas nós também sabemos que o Vaticano abomina o sexo feminino e ~que não tem consideração alguma pela Mulher )e que quanto a quem comete(u) o nefando e tremendo crime de pedofilia , esta gente nada faça senão abandonar as vitimas e proteger os criminosos!

As minhas saudações.

Caidê disse...

Andorinha
Vou ouvir:
http://www.rtp.pt/play/p560/e104784/a-entrevista-de-maria-flor-pedroso

João Pedro Barbosa disse...

Aquiles e Andorinha,

Nascendo numa ilha e com uma costela de uma mar de rochas.

Insularidade é uma insistência
Que contrariada
Resgata-me para
O confurmismo
Sem destino
Nem identidade

http://workasleep.blogspot.pt/

Anfitrite disse...

Professor,

Isto só prova que eles estão de tal maneira à vontade, que já começaram todos a pôr as garras de fora e a mostrar a sua verdadeira essência, que te estado recalcxada durante estas dezenas de anos.

E como também gosto de dar sempre a minha bicada, gostaria de dizer, que tenho ouvido dizer, que a Católica ganhou fama e pôs-se a dormir, entregando o ensino a antigos alunos, mas o que interessa é cumprir a legislação em relação aos mestres e doutores, que agora são aos montes.

Caidê disse...

Quando ouço Adriano Moreira nem lembro em que partido se filia, pois reconheço muita lucidez analítica nos retratos que faz e muita consistência nas opiniões que partilha.

Fala do neoliberalismo implacável e da atitude repressiva que carateriza essa opção de regime, que usa com proeminência sanções económicas.

Tem a coragem de dizer que a única estratégia deste governo é um orçamento, pelo que desclassifica o Ministro das Finanças, antes o designando por Ministro do Orçamento. Diz que o Fisco se tornou confisco. Não sabe se o país aguentará mais dois anos estas vias.(Nem ninguém! Muitos supomos que Não!).

Ah! E a distinção entre legitimidade do cargo e legitimidade da execução - não é o que muitos têm sentido e dito por outras palavras?

Mais alguém desse “nosso” lado, então.

E é também com finura corajosa que realça que o FMI nunca governou nenhum Estado, de nenhuma experiência política se pode arrogar, e, assim, nunca aplicou tais medidas de política em qualquer um dos seus Estados de origem. Tudo pois quanto aconselhe é experimentalismo.

Assim, fica claro que só é competente para fabricar articulados tecnocratas, embora seus signatários pretendam que imberbes governantes (só podem!) deles façam soluções políticas.

E, é claro!, a grande pedra de toque que está a criar dissensões mesmo dentro do partido do governo (com oposição maioritária na esfera partidária e na sociedade civil) é o Estado Social.

E é o Estado Social que teremos como agenda por uns meses, pelo menos.

E é a sua substituição por um Estado meramente caritativo o perigo que corremos.


É uma realidade que o país se encontra em duríssima fase de confronto ideológico.

Como não havíamos de opor-nos ao desemprego estrutural e à falta de proteção social, também ela estrutural?


E há-de ser cada vez com mais oposição que este país civil se há-de levantar porque não tolerará a condição de Protectorado (lembrando que só ela poderia deixar de fazer valer a Constituição).

E, se este governo decidir para nós tal condição, cairá ELE SIM na maior bancarrota de que algum governo português alguma vez possa antes ter estado à beira. É que foi eleito e tomou posse por haver por base essa Constituição. Acabar com a Constituição é acabar com os fundamentos da sua legitimidade, quer de cargo, quer de Execução.

Anfitrite disse...

Manuel,

Eu li o seu comentário.
Não queria ofendê-lo com a minha resposta porque o senhor é sempre muito delicado, mas trata-me sempre como uma atrasada mental, só porque eu não sei fazer revisão de textos.
Pôr uma música não é exactamente o mesmo que pôr um artigo e pedir para lhe prestarem atenção.
Eu não tenho nada a ver com os cabelos do Rod Stewart, embora as pessoas se preocupassem muito, de início, com o tamanho dos cabelos doa Beatles. Já me preocupa a apresentação da DRA. T. Cardoso porque gostaria que, uma pessoa tão inteligente e com tanto saber, se preocupasse também com o seu aspecto, mas considero que isso é defeito meio. E também tenho pena que as pessoas não liguem ao importante, daquilo que eu digo, porque escrevo ao correr das teclas, e só comentem o que não interessa. O que eu escrevo não é fruto de imaginação delirante, como às vazes pensa a bea, é fruto da prática, bem sentida.
Se o comentário foi grande, abrangente e dispersante, foi porque estive muitos dias sem falar e aproveitei para responder a quase tudo. E não tenho medo do que afirmo.

Menina da lua:

Tem razão quanto às mulheres, mas eu preocupo-me mais com países que inventam razão para invadir e destruir países, matando e estragando o equilíbrio periclitante de determinada zona. Há países onde as mulheres, que não têm direitos, são tratadas como “senhoras” e até são matriarcas das suas “freguesias”.
Quanto aos hidratos de carbono são essenciais em qualquer dieta. Não há cabeça que funcione sem eles. Andei num senhor endocrinologista, até porque a tiróide é auto-imune(eu não gosto nada de mim), porque precisava de perder uns quilos, mas o que ele me deu foi precisamente um produto para eliminar gorduras, mas não fazia efeito porque eu não como gorduras, eu não sou gorda, como é muito e sou larga de osso, e não posso tomar anorexígenos. Já a menina é muito macia e deve evitar os doces.

Andorinha:

Não generalizes. Deixa os talibãs em paz. Os inquisidores foram piores. Já agora digo ao Manuel, que os espectáculos recentes no Terreiro do Paço, também não têm abonado nada a nossa educação. Podem ser inofensivos, mas deixam um rasto de lixo atrás, que faz doer a cabeça. Gente assim não merece espectáculos gratuitos.
Andas a ver pouco a Maria Flor Pedroso, desde o “Cuidado com a língua”, As conversas de Marcelo, e agora também o “Hora de fecho” à sexta à noite na RTP – inform. É uma falha grave.

Aquiles:
Eu disse muito mais coisas.

andorinha disse...

São,

Aplaudo e subscrevo o teu comentário.


Manuel,

Deixei-te também um recado no post anterior.

Caidê,

Tinha visto a partir dos dez minutos, assim vi tudo:)

"Ah! E a distinção entre legitimidade do cargo e legitimidade da execução - não é o que muitos têm sentido e dito por outras palavras?"

Exato. Também retive essa afirmação. Têm legitimidade para governar porque venceram as eleições, mas não têm legitimidade de exercício da governação porque não estão a fazer nada do que prometeram.

Pedro,

Não contraries a tua insularidade:)

Anfy,

Deixo os talibãs em paz? Não, não deixo. São atitudes graves e não as criticar seria violentar-me.

Não tenho tanto tempo para ver televisão como tu. Ontem vi a entrevista por acaso às 2 horas. Nem sempre posso, como calculas. Poderei ouvir a outras horas, certo. Mas não tenho tempo para tudo. Há mais vida para além da TV:)

E agora vou ver O Eixo do Mal.

P.S.

"Já a menina é muito macia e deve evitar os doces."

Looooooooooooooooooool

Eu não devia, mas não consegui resistir...
E não me digas isso a mim. Eu adoro doces:)

bea disse...

Boa noite :)

estais bem?
não se pode estar bem com tanta má notícia. E tanta impreparação e desfaçatez política. A cada nova ideia dos governantes penso que é uma brincadeira de mau gosto, duvido. Mas não. uma espécie de estupidez.

Professor

parece-me que organismos ligados à igreja são, em Portugal, um pouco retrógados. Pouco flexíveis, preferem não conviver com a diferença. Sobretudo com a que não aceitam. Numa universidade é particularmente grave. À sombra da religião cometem-se muitos erros. Lamento. É má imagem.

Anphy

peço desculpa. Mas é que Parece. sabe imensas coisas.Umas científicas outras de diz que diz. Pode crer que a admiro; fico parva:)

Manuel disse...

Anfy:

Disse: «Se o comentário foi grande, abrangente e dispersante, foi porque estive muitos dias sem falar e aproveitei para responder a quase tudo. E não tenho medo do que afirmo.»

Eu penso que o Murcon não é um consultório de Psicanálise, antes um espaço de diálogo entre pessoas de bem, bem intencionadas, que querem trocar ideias umas com as outras e que se sentem bem aqui e a falar umas com as outras.

Mas para que possam trocar ideias têm que se ler umas às outras, pelo menos nas questões essenciais (admito que um aparte possa ficar por responder).

Gostava que tivesse percebido a metáfora que utilizei e não tivesse trazido à liça outra questão perfeitamente lateral, a Teodora Cardoso.

E, por favor, peço-lhe que não invoque autoridades para mim que eu não reivindico.

Andorinha:
Não te desculpo porque nunca te culpei.
A minha observação não passou de uma «boca» em jeito de ameaça.
Sabes que seria incapaz de usar termos ou frases deslocadas deste espaço, que procuro respeitar ao máximo, mais não fora pela consideração e respeito para com o Prof.

Anfitrite disse...

Aquiles,

Esqueci-me de dizer que os artigos que o Pacheco Pereira publica no Público, são depois colocados no seu bogue, assim com o o programa Ponto contraponto e que se aprende muito a ler e não é preciso pé atrás, porque quem tem cabeça sabe pensar.

Anfitrite disse...

Manuel:

Piorou! De atrasada mental passei a louca. Sabe eu nunca tive tempo para conversa de chacha, nem chá das cinco. Eu tenho a coragem de dizer a verdade e não venho para aqui com subterfúgios, nem rir-se dos ouros à sucapa.

Andy,

Tás a ver como lês as coisas no ar? Eu disse para não criticares os talibãs porque nós tivemos Inquisição, mas tu nem reparaste nisso. Lê com calma. Isto não é para te ofender, é para pensares nisso.

Bea,

Não lhe respondi a um comentário anterior, mas é para lhe dizer que ainda tenho agulhas de croché, de quase todos os números, assim como de tricô, até das circulares e cinco agulhas, porque gostava de fazer meias de lã e peúgas em renda, nas sem costura. Acabei por comprar todos os números que precisava, porque ninguém tinha o número, que eu pedia emprestado. Passei eu depois a emprestar...

Aproveitando a consulta de borla, sabe porque é que eu fiz as calças? É porque a minha Mãe não comprava calças para uma mulher e enquanto eu não tive dinheiro não as tive. Ela nunca as usou. Só eu quando passei a tratar dela, é que lhe vestia pijama porque ficava mais aconchegada.

Anfitrite disse...

Nós temos de pagar a dívida dos bancos e até as dívidas erradas que nos impingem, mas a Banca prepara-se par perdoar 60% da dívida que o Sporting tem à Banca.
O Futebol serve para tudo.

Caidê disse...

Manuel
Creio que também te queixaste por eu ter comentado o artigo que sugeriste no noutro post de forma lateral ou para além dele. :(((

Devo dizer-te que nesse dia estava assoberbada de tarefas a contra-relógio e também confesso que um tanto de mais cansada/irritada com as consequências que a crise nos traz ao quotidiano. Não devia ter arriscado uma escrita tão pouco amadurecida, de facto.

Aproveito para lembrar que no final do ano já aqui vim apresentar desculpas por alguns erros de comunicação que pudesse ter tido. Entre eles, ia-me no pensamento que, por vezes, as pessoas fazem comentários que mereciam um "olá" que eu leio, gosto de ler, mas não o digo, por falha. Escrevemos muito por aqui e há dias em que a nossa disponibilidade é deveras curta e não nos permite atender ao que gostaríamos. Todos temos esse experiência.

No entanto, queria dizer-te que a minha grelha de leitura te pôde parecer lateral ou para lá do que classificavas como tema essencial, mas era a minha grelha de leitura não sobre coisas outras, mas sobre as coisas mesmo (lidas ali).

Faltou-me considerar muito do assunto que li, por uma questão de tempo. E a diferença entre outras crises e esta crise teria valido mais em termos de análise, por exemplo.

Contudo, peguei pelo que mais me chocou no artigo. A sua leitura estava a apaixonar-me até ao ponto em que percebi que desembocava no penúltimo parágrafo. E senti-me atraiçoada, como que manipulada a concordar com o antes para ter que concordar depois com aquilo.

E aquilo era um velho argumento de direita tout court. Era uma outra maneira de dizer que temos vivido acima das nossas possibilidades, quando nós sabemos que quem mais lucrou com todo este processo foram os que chegaram ao poder, não nós os que trabalhamos e sempre trabalhámos no duro para segurar uma família e para corresponder com zelo lá onde exercemos a nossa atividade profissional.

Então, não estamos na bancarrota porque o exigimos como eleitorado, mas estamos na bancarrota porque alguns ganharam que os elegêssemos e não souberam ser dignos da nossa confiança. E se usaram estratégias eleitoralistas causaram também muita fratura aleatória de direitos entre os que foram às urnas dar voto ou contrariar voto aos ganhadores. As regalias que ganhámos foram sempre tão aleatórias que nunca premiaram discriminando positivamente nem primaram por recompensar os mais dedicados e competentes. Foram sempre produto dos lobbies instalados os reconhecimentos de mais valores aos valores.

E tenho para mim que a idade desta gente que está no poder é a idade dos usufrutários dessas condecorações injuriosas para os mais sérios ativos. Mas admito que isso possa ser uma visão muito míope condicionada pelo meu restrito campo de observação.

----------
O Eixo do Mal valeu pelo tema do Relatório que não é Relatório do FMI que não foi do FMI :)))



Anfitrite disse...

Caidê:

Não sei por que se desculpe de interpretações apressadas, ou cansadas.

Essse senhor apenas joga com as palavras e usa meias verdades, para dar a volta à cabeça das pessoas.

Por exemplo cito a entrada no Euro. Ela não foi um erro. foi uma sorte. Como estaríamos nós. O erro foi ter sido atribuído um valor elevado ao escudo, mas bem pior estaríamos se não tivessemos entrado.

E para não fugir do assunto, acho que tem uma moral incrível. Cria um blogue para fazer publicidade aos seus artigos nos jornais e dos livros com títulos apelativos que escreve. Ainda por cima tem publicidade paga do blogue. Isto para uma pessoa com o nível dele é demais.
Quem tiver tempo que vá ao blohue dele ver o que ele tem escrito, mas com a cabeça a pensar.
E para os interessados, vejam os conselhos que ele dá aos pobres deste pàis.

http://pbteixeira.blogspot.pt/2012/10/consultorio-financeiro-2.html

Manuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Manuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Manuel disse...

Anfy:

Mais uma vez a autoflagelação, por interposta pessoa, neste caso pondo na minha boca o que eu não disse.
Olhe que o Prof. ofende-se, ele que não se farta de dizer que não é médico de malucos, não há malucos, há pessoas que num momento ou noutro poderão ter problemas e precisar de ajuda, mais nada.
Mas nem foi nesta acepção da doença ou de problemas das pessoas que referi a Psicanálise, antes como metáfora, mas vejo que não aprecia o género.

Caidê:

Nós vivemos numa sociedade do espectáculo, em que há de tudo a dar espectáculo: gente séria (que não resiste ao apelo), artistas verdadeiros, charlatães, vigaristas, palhaços, ninguém resiste aos seus 30 segundos de fama.
E há muitos discursos, alguns obedecendo a lógicas coerentes, outros (a maioria) a agendas escondidas (tantas com rabo de fora).
Por vezes temos dificuldade em nos situarmos sem que sejamos enganados (somo-lo tantas vezes).
Mas não vale a pena dispararmos em todas as direcções, atirarmos sempre as culpas para cima dos outros.
E iludirmo-nos com histórias da carochinha.
E os números, se os soubermos ler, não mentem.
83% da despesa pública são funções do Estado e despesas sociais: Defesa e Segurança, Justiça, Saúde, Educação, Pensões e Reformas, Apoios sociais.
Sobram 17% que são despesas correntes de funcionamento da máquina do Estado e o folclore de que as pessoas se servem para não encararem a realidade de frente e culparem, embora com razão moral, mas ao lado do alvo, sempre alguém: o roubo dos políticos, as benesses, os favores a amigos, os boys, as fundações, os carros de luxo, as pensões indevidas por apenas meia dúzia de anos em cargos do Estado, etc.
Mesmo que se cortasse 50% nesta despesa, o já se inviabilizaria o próprio funcionamento do Estado, o problema dos nossos défices crónicos, de 10% do PIB nas últimas décadas, não ficaria resolvido.
Logo, o problema só se resolve do lado da Economia, crescendo.
Mas para a Economia crescer é preciso investimento em bens transaccionáveis, não em auto-estradas, em rotundas, pavilhões gimno-desportivos e piscinas em cada aldeia, e hospitais e tribunais em cada vila.
Afinal, para que serve a boa rede de estradas que temos? Não podemos deslocarmo-nos a distâncias razoáveis à procura dessas coisas?
Mas o crescimento da Economia esbarra com um grande problema, melhor, com 3 grandes problemas:
1 - A nova realidade da Globalização (especialmente desde os vários acordos internacionais de comércio dos anos 90);
2 - A nossa competição cada vez mais alargada dentro da UE (agora a 27);
3 - O desafio do euro, uma moeda disfuncional para uma economia débil como a nossa (desde sempre).
João Ferreira do Amaral escreveu desde antes da entrada para as consequências do euro. Ninguém o quis ouvir. O resultado está à vista. Desde a entrada na UE e até ao final do século que crescemos à média de 1,7% ao ano, insuficiente para manter o nível de vida, justíssimo, a que temos direito e que, de facto, conseguimos em boa parte. Basta ver as melhorias em todos os indicadores, se quiser vá ao blogue Arrastão que o José Gusmão publicou lá um quadro com o nosso progresso social em várias áreas entre 1980 e 2011.
Pior ainda, desde a entrada no euro, há 12 anos, que crescemos à média de 0,7%, muito insuficiente para sustentar o razoável Estado Social que temos. Por isso nos endividámos à média de 10% ao ano, o que é insustentável, e já nos fez estoirar.
E isto é, em boa parte, na maior parte, fruto do euro na economia.
Aliás, todos os países mais pequenos ou mais frágeis (Polónia, Suécia, por exemplo) que não o adoptaram não têm dívida pública excessiva nem programas de austeridade e estão a crescer muito bem. Todos os que o adoptaram estão com dívida pública excessiva e austeridade em cima, e hoje até a França, a Itália e a Espanha, que eram, são, economias com outra capacidade competitiva, têm graves problemas.
(continua)

Manuel disse...

(continuação)
A Eslovénia, até há pouco a Suíça da Jugoslávia, tinha superavites e um bom nível de vida e de desenvolvimento (comparativamente, tendo em conta o seu contexto), hoje, porque entrou no euro em 2005, já está com um programa de austeridade.
Coincidências?
O que o artigo do Pedro Braz Teixeira chama a atenção é para 3 momentos chave e 3 tipos irracionais de medidas económicas tomadas. E vale a pena lê-lo, não é sectário, bate em todos, até na «infalível vaca sagrada» de Belém.
Pouco me interessa se é reaccionário ou não, o que me interessa é se o que escreve é correcto ou não. O maniqueísmo na análise, os nossos, bons, os outros, maus, é deprimente.
Quem quiser que dispare em todas as direcções, misturando alhos com bugalhos, confundindo-se a si e aos outros, tomando o acessório pelo essencial.
A realidade tem muita força e vencerá sempre, tantas vezes contra nós se não a quisermos encarar de frente, outras tantas vezes injustamente contra nós, mas a realidade é o que é: não é a Justiça.
Outra coisa é a corja que nos governa (e se governa) actualmente e a degradação dessa corja desde a entrada na UE, em que, por exemplo, cada 1.º ministro que se sucede tem sido sempre pior do que o anterior.
(Ressalvo as honrosas excepções de alguns ministros e secretários de estado sérios e dedicados, mas uma andorinha nunca fez a Primavera).
E arriscamo-nos, dentro em pouco, a cumprir o desiderato, pondo (não com o meu voto) o totó do Seguro, um verdadeiro atrasado mental, como 1.º ministro.
Depois o povo não tem culpa nenhuma de nada. É neste sentido que refiro as nossas culpas, porque os incompetentes que nos têm governado (e se têm governado, ou a eles ou aos amigos) não usurparam o poder, foram sempre escolhidos pelo povo votante.
E perguntar-me-ão, qual a solução? Não votar?
Ao que respondo: e votar assim tem resolvido alguma coisa ou tem piorado as coisas?
É preciso um sobressalto cívico, e aí alguém teria que fazer alguma coisa de substancial.
Até a múmia de Belém acordaria do seu sono eterno.
Aposto.

Deixo-vos mais isto, vale a pena lerem (fala de muito mais do que das férias da besta):
Scandale bancaire portugais: les vacances à Rio de Dias Loureiro
http://finances.orange.fr/economie/pointdevue/scandale-bancaire-portugais-les-vacances-a-rio-de-dias-loureiro-266980.html

P. S. Podes ficar espantada com as minhas posições, mas eu sempre procurei estar informado e pensar pela minha cabeça, fora dos estereótipos Esquerda / Direita, por exemplo (e de outros). Embora me considere bem de Esquerda, vê-se, penso eu de que (como diria o Bimbo da Costa).
E pensar fora dos lugares comuns. Sempre me incomodou a repetição acrítica (e tantas vezes acéfala) das «verdades» que outros (não inocentemente) querem que nós repitamos.
Sou uma ovelha negra no rebanho, tenho consciência disso.

bea disse...

Bom Dia

Não é nada uma ovelha negra Manuel. Nem uma uma ovelha, quanto mais negra. É uma pessoa de bom gosto, com massa crítica bem oleada. E este blogue prova-o.

A quem o chama de ovelha negra não se responde. Quem sabe não cheguam à altura das retoiçantes. Balem falsamente :)

Caidê disse...

Manuel
O artigo do periódico francês vai ao essencial :))) e está muito bom indeed.
Obrigada pela sugestão.

João Pedro Barbosa disse...

Um abraço ao Hospital Magalhães de Lemos e a todos os seus profissionais que têm sido irreprensiveis!

Impio Blasfemo disse...

Passando a publicidade ao blog http://blocodeesquerdaindependente.blogspot.pt/ o tema do deste post é bastante semelhante; subscrevo ambos. Não me admira mesmo nada o que se passou e está a passar. Está-se a perfilar um regresso aos tempos do passado como sugere o Manel e a Anfy; e o Terreiro do Paço está tão lindo que seria uma tristeza voltar a ter as fogueiras a arder, lá diz o Manel e bem. Estado caritativo ou, como agora se diz, Estado Chonetino, Estado Religioso repressivo, Estado de Falência, Estado de Banca-Rota, Estado do Desemprego, Estado de Carência (para alguns). Estado Financeiro ou da Alta Finança.
Imaginemos, por absurdo, que alguém da Alemanha, a Senhora dos Nossos Destinos, aqui e além mar, se lembrava de postular que afinal de contas Galileu estava errado e que a Terra, bem vistas as coisas, não era redonda, mas sim plana, ou pior ainda, chata, muito chata mesmo; nem sequer montanhas tinha e que tudo isso era uma ilusão óptica, uma confusão da nossa vista ou da nossa mente. Mais ainda, barbaramente postulava que ou se acreditava nesta “fé”, nesta “quase verdade absoluta” ou não havia mais ajudas, mais créditos, mais fundos estruturais, mais nada; morríamos todos à fome. Logo haveriam, por todos os países endividados doutas cabeças que proclamassem em debate televisivo tipo Frente-a-Frente que assim era e também haveria decerto quem propusesse até a passagem imediatamente de tão evidente postulado para a Constituição, ou para lei especial a adicionar, por razões de emergência nacional e salvação do país perante a sua eminente queda em banca-rota (não há dinheiro para pagar aos bancos; bolas enganei-me, queria dizer para pagar aos funcionários). Portugal, seria, quase de certeza, o primeiro aderir, pois sempre gostámos da Alemanha e ao que parece, continuamos a gostar. E não valia a pena virmos com evidências que a Terra era e sempre foi redonda, nem com imagens de satélite a mostra que de facto ela continuava redonda e que nem por milagre tinha passado a ser CHATA. Era CHATA, CHATA, CHATA ou no limite Fläche
Toda esta conversa é, no mínimo surrealista. Toda a gente sabe que a Terra não é plana e nem o maior doido alemão, por maior vontade que tivesse de impor ao mundo os seus (dele alemão) desígnios iria cair no ridículo de dizer que “afinal a Terra é plana”. Já dizer que existe uma raça ariana pura que deve governar o Mundo, já é uma coisa completamente diferente, pois não há prova científica que se assim fosse o Mundo não ficaria bem melhor, com todos a dizer HEIL…..E Portugal, aluno obediente, introduziria HEIL, na Constituição. Bem, a verdade, a verdadinha, é que quem manda em nós já diz, em surdina, Heil Goldman Sachs……
E que fazer agora? Ironicamente darei um sábio conselho. Talvez, à cautela, os que a professam, voltem a esconder, bem guardadas, as Hamisha Humshei Torah e já agora, Juntem-lhe o Das Kapital; nunca se sabe! E já agora, porque o PPC até nos aconselha, tenham sempre o passaporte no bolso do casaco e uns dinheiros para a viagem.

Bom fds que está sol e frio

IMPIO

Caidê disse...

Se calhar vou a este encontro "Uma auditoria cidadã à dívida pública":
http://auditoriacidada.info/article/entrevista-nick-dearden

Manuel disse...

Sugiro-vos um texto brilhante, de qualidade literária, clareza e acertividade das ideias.
Consultem-no no blogue Abrupto, se quiserem, mas aviso-vos desde já que é de mais um «reacionário», de Direita, o Pacheco Pereira.
A mim não me importa, o que conta é o conteúdo do texto e os seus efeitos em muita gente que o leu, saíu no Público dia 5.
Dexo-vos uma pequena amostra.

«A DERIVA ANTIDEMOCRÁTICA A FAVOR DE UM GOVERNO "SEM ENTRAVES"

A democracia é feita de duas componentes fundamentais: o primado da soberania popular, expressa essencialmente por uma escolha pelo voto, e o primado da lei num Estado de direito. Não é apenas a escolha pelo voto que caracteriza a democracia, porque senão viveríamos numa tirania, associada a uma demagogia populista. Foi assim que Hitler chegou ao poder, com eleições, mas violando o primado da lei e do direito, e este é o modelo latino-americano de ditaduras populistas como as de Péron a Chávez.

Na prática, as coisas são mais complicadas, mas por muito complicadas que sejam, convém não esquecer o simples, que é também o essencial: é o voto mais a lei e não é só o voto, nem só a lei. Ora, poucas vezes se tem assistido a uma tão grande ascensão de posições antidemocráticas como nos últimos tempos, o que mostra como a "crise" - uma palavra muito ambígua, mas que serve como descrição de um tempo e um modo - tem uma forte componente antidemocrática, que provoca uma séria corrupção dos fundamentos da democracia.`

Portanto, para mim um texto 5 estrelas!

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Não sabem
O nome
Das coisas
Quanto mais
Fazer

João Pedro Barbosa disse...

Um sono rejusvesnecedor!

Impio Blasfemo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Impio Blasfemo disse...

Manel
Sem dúvida que de um príncipe da escrita só poderia vir um texto de 5 estrelas; é o caso do texto do Pacheco Pereira que refere . É de facto um texto de 5 estrelas e até mais alguns cometas. Mas o país está pobre e embora os textos 5 estrelas tenham sempre a sua utilidade e oportunidade, admito que é altura de não ficarmos apenas pelos textos bem escritos e passarmos ao discurso directo e assertivo. Deixo um exemplo no link abaixo
http://arrastao.blogs.sapo.pt/2727090.html?view=61091250

Cumprimentos
IMPIO

rainbow disse...




Andorinha

Não resisti...:)
Sobre o jogo, esta é especialmente para ti:

http://www.youtube.com/watch?v=aJSi9an6qMg

Boa noite para todos

http://www.youtube.com/watch?v=St6jyEFe5WM








Caidê disse...

Rain

O teu tema é imbatível :))). Boa!

Também com wishes de uma ótima abertura de semana e um embalo de berço muito bom para a noite de hoje(só para murcónicos:))))junto:

http://www.youtube.com/watch?v=ZbgRgtAx0gg

Ah! E não se perde mesmo nada se dermos uma reciclada pela troposfera:
http://www.youtube.com/watch?v=jJgP5GyY--U&feature=share

Amén!

João Pedro Barbosa disse...

Não apanhem o comboio
Nem tudo que parece
O é

Um dos paradoxos da ciclóide.

Em qualquer momento, um comboio em movimento nunca se desloca inteiramente no sentido em que está a ser puxado pela máquina. Há sempre algumas partes que se movem no sentido oposto ao do resto do comboio.

Fascínios da Matemática
Theoni Pappas

Nem tudo o que parece! É!

Como na fotografia
E outas técnicas
Se passa o mesmo
Até no simples facto
De estar vivo

AQUILES disse...

Anfitrite
Obrigado pela dica. Eu já sigo o Abrupto, mas muito grato.

Agora queria dizer que os governos têm legalidade, ou seja, foram eleitos e tomaram posse de acorso cocm a lei. O que não são é legítimos, porque perderam a legitimidade a partir da comprovação da primeira mentira. E todos os governos aqui caíram. Perdem a legitimidade, pelo que os seus governos não estão de acordo com o mandato que receberam.

Conversa Fiada disse...

Não tem nada para dizer!

bea disse...

Boa noite :)na noite dos Procol Harum

João Pedro
tás versejando? Pois. Nem tudo que parece é. Ainda que tudo o que é também pareça alguma coisa.

Hoje no eixo do mal soube quem é a Pepa. Estavam eles um bocado parvos com o sentido das preocupações dos portugueses no blogue do Daniel.Mas também pelo numero de comentários temos de concordar que o país está doente. Ou então a família da blogosfera anda a atirar à maluquice.Nunca assisti a tanta preocupação com cães e gente que trata deles. Estamos em crise (quer dizer, piorámos dela), pessoas com fome e preocupamo-nos com bichos. Sem desmerecer dos ditos, nem comento atitudes tão desinteressantes e pouco humanas; aquilo é só revestimento.Por dentro da capinha ténue, plástico.

Tão bonito, os sheiks! quem sabe alguém tem saudade nossa nesse mundo de deus.

E sonhos bons para todos. Um abracinho de fora de horas



andorinha disse...

Rainbow,

Desse Empate de Amor gostei:)
Do outro nem tanto...

Pedro,

Um sono rejuvenescedor também para ti, buddy:)

Bea,

Agora o Zico, o cão, é um herói. Está tudo doido!

"Sem desmerecer dos ditos, nem comento atitudes tão desinteressantes e pouco humanas; aquilo é só revestimento.Por dentro da capinha ténue, plástico."

Assino por baixo.

Vou dormir que são mais do que horas...

Fiquem bem.

Anfitrite disse...

Manuel

São desafinidades. Mas antes de si eu já tinha publicado isto, e não fiz comentários parolos. Nem só de sopa de letras, bem escritas, vive o homem, ou a mulher que não quer ir ao fundo das questões. E talvez, sem querer, trnha ofendido aqui alguém, quando usou o termo esquedalhos. A mim não se deu ao trabalho de responder e eu também não tenho paciência, porque toda a gente sabe porque é que o merceeiro do pingo doce foi para a Polónia, e sairá de lá logo que não lhe interesse. A Suiça da Europa era o Líbano e deve saber quem o estragou. E veja aqui o que é a Suécia, além da Educação, "A Suécia é uma monarquia constitucional com um sistema parlamentar de governo e é uma economia altamente desenvolvida. O país ocupa o quarto lugar do mundo no Índice de democracia, feito pela revista inglesa "The Economist", e o sétimo lugar no Índice de Desenvolvimento Humano da ONU. O país é membro da União Europeia desde 1 de Janeiro de 1995 e também é membro da OCDE." Wiki.
AAt´foi a nossa salvação quando nós não tínhamos um tostão nem para abrir os bancos e o saudoso Olaf Palm, emprestou dinheiro por causa do seu amigo Mário Soares.

Aqui está a prova de que não mereço ser lida:

"Anfitrite disse...
Aquiles,

Esqueci-me de dizer que os artigos que o Pacheco Pereira publica no Público, são depois colocados no seu bogue, assim com o o programa Ponto contraponto e que se aprende muito a ler e não é preciso pé atrás, porque quem tem cabeça sabe pensar.

12:19 a.m."

Como vê, antes do seu comentário. Ah, Ah, Ah,

Qualquer dia também estarei no Magalhães de Lemos...

Anfitrite disse...

Já houve tempo em que era notícia os homens morderem os cães.
Um cão que vivia trancado na mesma casa, há nove anos, não terá havido descuido em deixar uma criança de 18 meses szinha com ele, quando as crianças começam a puxar por tudo que é coisa e até a morder. Um cão daqueles basta fachar as mandíbulas para magoar alguém. Aqui o do meu vizinho dou-lhe as costas da mão para ele lamber e estou em posição de ele não alcançar mais, mas se lhe der um pau ele retraça-o em segundos. No entanto não faz mal a ninguém. E quem não gosta de animais não gosta de pessoas. Muitas vezes têm um animal, como se fosse um brinquedo, mas não sabem tratar dele.

Anfitrite disse...

Não se preocupem que eu sei que o Líbano não fica na Europa, mas foi ao correr da pena..

Anfitrite disse...

Retirado de: "O JUMENTO"

"Gente miserável

Só alguém miserável se lembraria de perguntar porque razão Mário Soares em vez de ter ido a um hospital privado foi ao Hospital da Luz. Se Soares tivesse ido ao Santa Maria continuariam a ser miseráveis e perguntavam se Mário Soares estava num quarto sem mais nenhum doente e porque não tinha ficado num corredor.

É gente miserável que acha que um taberneiro que paga do seu bolso para ir a um hospital privado é um cidadão exemplar, mas se fora um ex-Presidente da República a pagar igualmente do seu bolso devia dar o exemplo e ir a um hospital público. É gente miserável que só defende a saúde privada como argumento para lixar funcionários públicos.

É gente miserável desta que já foi director do Público e que escreve livrecos para o António Barreto vender no Pingo Doce, este José Manuel Fernandes é mesmo miserável, muito mais do que alguma vez imaginei.
"

A mim este oleoso nunca me enganou, e estragou o "Público", quando para lá foi.

Conversa Fiada disse...

Não tem nada para dizer!

bea disse...

Bom Dia!!!

é 2ª toca a trabalhar...

Semi concordo, Anphy, quem não gosta de animais... mas pode gostar de pessoas...só que de uma maneira esquisita :)há muitas formas de gostar das pessoas.

Mas que é muito estranho tanto amor pelos animais e tão pouco caso das pessoas...isso é.

e vou ali. Acolá. té loguinho.

HAVE A NICE DAY

Conversa Fiada disse...

Não tem nada para dizer!

Impio Blasfemo disse...

Prof

Vinha num táxi pelas 9:20 a ouvi-lo na Antena 1. Ouvia-se mal pois além da telefonia estra baixa havia as ligações com a central o que baralhava completamente a audição. Retive uma frase sua “A igreja deve ter as portas abertas não para fazer listas nem que estas sejam as do quadro de honra. A igreja deve ter as portas abertas a toda as crenças e religiões”. No fundo a toa a gente. E pareceu-me que sublinhou “bem abertas”. Falava-se de uma ideia peregrina de um padre holandês publicar na sua igreja os nomes dos casais homossexuais para que os heterossexuais tivessem a oportunidade de os conhecer e trazer ao bom caminho do Reino do Senhor . Ai valha-me a Santíssima Paciência. E depois ainda não querem acreditar que há muitos por aí com vontade dea armazenar cavacos para reacender as velhas fogueiras. Valha-me a Santa Paciência……

Abraço
IMPIO

bea disse...

Ímpio
que forma mais distorcida de ser preconceito!

bea disse...

Anphy

está um bocadinho neura ou é só impressão minha(descontando a nossa crise de estimação)?

é de lamentar que tenha sido hospitalizado o doutor mário soares. Apesar de dizer tudo que lhe vem à cabeça, não sei mesmo se diz assim tão mal. Mas são opiniões.

Em termos de saúde, cada um é livre para escolher - caso tenha essa possibilidade - o lugar onde ir. Ponto.

António Barreto anda a descer na minha consideração. e é que não sei mesmo quem pôr no lugar...então agora vende livros (que é isso de livrecos? livros são livros e pronto)no pingo doce? nunca vi lá nenhum...
Anphy não amofine demais que tem de certeza um sorriso de cativar. E é pena que o sumam os nadas do tempo.

conversa

tens o disco riscado...se não for de propósito, queres um empurrãozito só para saíres daí? (pequeno que tenho npouca força)

Bom Dia a quem vier. Com solinho no azul

Impio Blasfemo disse...

Bea

De facto não consegui ouvir bem o que o Prof dizia mas pareceu-me que a história se referia a um padre holandês que resolveu ser preconceituoso em relação aos casais homossexuais. Dai que arranjou uma forma retorcida de expressar os seus preconceitos; as tais listas onde esses casais vinham assinalados de forma a darem oportunidade aos heterossexuais de os trazerem ao "bom caminho" da heterossexualidade.
Foi isto que percebi.

Abraço

IMPIO

João Pedro Barbosa disse...

Relembro as palavras de Bento XVI.

O mundo não é apenas conhecimento também é feito de pessoas.

As aspas não foram acrescentadas porque as palavras ditas não foram rigorosamentes as que escolhi.

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Por meias palavras não há forma de conseguir ser mais explìcito!

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Do extremo oriente até ao ponto mais ocidental do continente.
Da Sibéria até à Cape Town.

Vivemos rodeados de mar!

João Pedro Barbosa disse...

Não é bom repetir! E Assim seja.
Há horas iniguláveis...

The Cinematic Orchestra - Arrival Of The Birds (Emily Didonato)

http://www.youtube.com/watch?v=Zw7y0a26a4U

bea disse...

Mas nem os anéis de Saturno ultrapassam o planeta azul em seu esplendor, João Pedro.

Também costumo dizer isso. Que mania tenho de repetir - sem saber - o que dizem as pessoas importantes. Até na filosofia me acontece. Ó desgraça de cabeça.

E se mar não houvera, a terra haveria?

pá...vou ali. que. apetecia-me contar uma anedota mas não sei nenhuma.

ahnnnahnnn...e uma coisinha que me aconteceu uma vez há pouco tempo? pode ser...é pequenina...

uma senhora que por acaso conheço tem um filhote com cerca de quatro anos que um dia numa loja fez uma birra daquelas. Que queria o telemóvel da mãe; e a seguir já a acusava de não ter nenhum para ele e tal, e tal. Como estava presente e não aprecio gritaria, puxei-o para o carro e ali ficámos enquanto a mãe comprava o restante. Entretanto, entendi que lhe devia explicar que no meu tempo não existiam telemóveis, a minha casa não tinha água canalizada, não tínhamos electricidade, televisão...

E antes de acrescentar que até brincávamos e éramos felizes, ele a tocar-me no braço, em novo respeito, os olhos muito abertos para mim
- Tu moravas numa caverna?!

Fiquem Bem

João Pedro Barbosa disse...

Homens, Mulheres e Dois em Um com neurórios.

Mesmo em estado vegetativo
Somos sempre fruto de desejo
Homosexuais, heterosexuais ou Dois em Um
Se cristianização dos não heterosexuais levanta problemas
A filantropofagia destes ùltimos
É uma verdade incontornável


João Pedro Barbosa disse...

Deixo aqui a fotografia para não ficarem dùvidas no ar:

http://2.bp.blogspot.com/-VLV5vL9AiL0/UPRABn2-FRI/AAAAAAAAADQ/qFsM00LTd7M/s1600/DSC_0100.png

Nota: Como nos namoros felizes, o melhor é serem apenas amigos.

João Pedro Barbosa disse...

bea,

As perguntas nessas idades são para se responder!

Faziamos campismo!

andorinha disse...

Estou a ler de cima para baixo (como sempre, por isso ainda só vou aqui:

"Não se preocupem que eu sei que o Líbano não fica na Europa, mas foi ao correr da pena.."

Looooooool, Anfy.


Impio,

Estás a dizer mal desse padre? Não vês que as intenções dele são as melhores? Levar para o redil as ovelhas tresmalhadas?
Chiça! Vês más intenções em tudo!:))))


Pedro,

Pois vivemos (rodeados de mar...)
E ambos adoramos mar. Tu de uma forma mais "abrangente" e eu de uma forma mais "soft":)

Bea(4.44)

Loooooooooooooool

Estou-me a rir mesmo. Numa caverna? lol

"Faziamos campismo" Tens sempre resposta, miúdo!:)
A mim não me ocorreria...

Vou ali...talvez volte mais logo...

Caidê disse...

Pedro
Nos namoros felizes "apenas amigos" é abstinência :))). Nos finais felizes até entendo! :)))

......
Estou a ler como costumo: do fim para o início.

Por isso:
"Olá, gente! Boa tarde ao anoitecer!" :))). Vou ali ver o micro-ondas, volto já.


Caidê disse...

Andorinha

Telepatia, caraças!

Juro que postei antes de ler o teu :)))

Caidê disse...

Manuel

Pacheco Pereira é um questionador incansável. Não me importa a sua filiação partidária, importam-me a inteligência e a finura das suas comunicações. Enquanto aluna, nunca me penalizou por ter as minhas ideias, mas sempre me conduziu para que os fundamentos das minhas análises pudessem ser profundos, de grande amplitude e distanciadamente críticos. Muitas vezes me empurrou para os exemplos da História e da História das Ideias. Sempre me alertou para ter conscientes os pressupostos de partida e para ficar atenta aos paradigmas com os quais estruturava leituras e as recenseava. Devo-lhe por isso já bastante.

Sinto ao ler alguns textos seus que não me dizem nada de novo ou não me adiantam tanto quanto eu quereria, mas não me frustam, porque, nem todos sendo fruto de grelhas criativas ou geniais, não se concluem com frivolidades nem se encaminham subliminarmente para desenlaces cuja maquiavélica intenção seja formatar opiniões que sirvam a submissões ou subserviências.E ao lê-lo ou ouvi-lo consigo facilmente estancar concordâncias totais e fazê-lo no ponto do "pomo da discórdia".

Já com os discursos do Prof. Marcelo eu me sinto sempre a aproveitar o fumo porque ele está informado de alguns fogos, mas nunca tiro um pé de trás, porque ele usa o carisma que lhe concedem para levar águas a moinhos. Nunca fiando, nem fiando até ao fim.

Ímpio
Subscrevo os teus antepenúltimo e ante-ante-penúltimo posts.

Ai, Aquiles!
Quem dera que eles não fossem legais!... Dava gosto mandar prendê-los, multá-los, sei lá!...

Pois que sendo tão só ilegítimos, e como bastardos, apenas podem perder direitos de herança, mas tanta há-de ser a sorte destes filhos da outra senhora que eles nem se hão-de ralar de ficarem excluídos da transmissão patrimonial. Assim como assim quem é que quer herdar quando a herdar só fica a dívida?

João Pedro Barbosa disse...

Triste! É querer comer pão e não poder!

Caidê disse...

E as notícias do dia são:
- Tabelas de IRS publicadas.
- Motoristas do Min. Educação ganham mais do que professores com 20 anos de serviço e 8 anos de formação em ensino superior.

(Manuel - olha o que certo eleitorado ganhou acima das possibilidades :))))

AQUILES disse...

Pois...
Bem, desejo boa noite a todos.

rainbow disse...


Sobre o post...

Ser a favor da despenalização do aborto não é a mesma coisa que ser a favor do aborto. São realidades diferentes, em que a primeira é de ordem jurídica.
Já antes do referendo, havia uma enorme hipocrisia em movimentos e pessoas que eram contra a despenalização do aborto, mas que se deslocavam a clínicas espanholas para interromperem uma gravidez.
Mas o que está aqui em causa é, de facto, um ostracismo, não por uma questão de "coerência", mas sim por um pressuposto ideológico, assente em valores morais do antigamente, que castigam quem se lhes opõe.

Caidê

Procol Harum in deed:)
Há tanto tempo não ouvia "A souvenir of London"!

Anfi

A prova que a leio com atenção é que parei na frase "A Suiça da Europa era o Líbano", mas a Anfi deu com a gaffe antes de todos:)

(Eu leio de cima para baixo:))

Bea

Não creio que alguma coisa ultrapasse a beleza do planeta azul, mas que o Universo é belo e misterioso, é.
Que a sociedade está doente, não restam muitas dúvidas. Não foi num blogue, mas na página do FB de Daniel Oliveira, que teve 2.700 comentários sobre aquele post.
Para além da definição de amizade estar completamente adulterada, usam-se as redes sociais para insultar as pessoas com comentários ofensivos. Uma coisa é discordar, outra é ofender.

Andorinha

No post anterior, retive uma coisa que disseste: não há nada que se compare à comunicação cara a cara.
Não há mesmo.

Bons sonhos, durmam bem

http://www.youtube.com/watch?v=Q3Kvu6Kgp88

bea disse...

Caidê

por acaso também gosto de Pacheco Pereira. Suponho que lhe devo o mesmo que muitos portugueses, a inteligência no que escreve e diz no seu de si que é público. E Basta. Tu mais pareces uma pupila dileta:); casos diferentes.
O partido a que as pessoas pertencem pouco pesa na nossa/minha apreciação.Conquistou-me com a introdução à biografia de Cunhal. E àquele ditado "quem nasce para lagartixa nunca chega a jacaré" na Sábado e nem sei se ainda existe, mas tem uma certa piada;quando for réptil serei a miudeza de uma lagartixa

Marcelo Rebelo de Sousa é um comunicador. E um professor com muita pinta, charme ou o que seja; passa muito bem a mensagem, dá gosto ouvi-lo.Tem o contra de não ser isento. Mas os seus seguidismos identificam-se com facilidade. E comunicador por comunicador, professor por professor, prefiro o professor Júlio Machado Vaz. Não abana tanto as mãos nem abre tanto a boca- não me parece espalhafatoso - tem idênticos dotes de empatia e é bom pedagogo além de se debruçar - é pá debruçar é um bocado esquisito, lembra-me poços fundos, não interessa - sobre temas mais atractivos, não usa gravata, ri-se mais, chama querida às meninas dos programas, escreve livros que de certeza gosto mais (não li nenhum do MRS, portanto...)e tem quid.

Ah! e deixa-nos não sei há quanto tempo andar por aqui, para trás e para a frente, ir, vir, e outros enfins. Nem sei como pode.

E, senhor professor, se vier ler, não se entusiasme que isto é uma vez sem exemplo. Mas é verdade.

João Pedro Barbosa disse...

bea,

3 minutos com nuestros hermanos!

Numa viagem impossivel e a meio de uma conversa com o taxista, ouvi: "Entende-se muito bem o português". Sorri e pensei: "Se começasse a falar português, ia pensar que era do Libano!"

3 minutos apenas. Que já é tarde!

Borges. 1976.avi

http://www.youtube.com/watch?v=YsRXm5RQJFI

Caidê disse...

Pois...

Bom berço, embalos e festinhas:
http://www.youtube.com/watch?v=0FFbolor4Sc

Boas energias para a semana.

bea disse...

Rain

é verdade, a comunicação é mais se as pessoas se vêem. sem ser no skype.

ah, enganei-me, foi? eu disse num blog? mas pensei no Face :) ouvi no eixo do mal, que essas coisas escapam-me sempre. Os políticos só têm estragado o Face. Ainda hoje ouvi vários maus exemplos no telejornal.
Fico possessa com gente tão parvinha. chalupa. tão a demérito. Ainda estou embaçada. Bolas! já nem vi quem ganhou os óscares.

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Por acaso ouvi hoje o Jerónimo de Sousa. E deu para uma boa reflexão com que por aqui estava.

Tu tens o mérito de estragar tudo!

É chamado, o complexo de Newton:

O que é que eu vou inventar agora!

andorinha disse...

http://www.publico.pt/mundo/noticia/atenas-em-estado-de-alerta-depois-de-tiroteio-contra-sede-do-partido-no-poder-1580702


"Na sexta-feira, ao apresentar mais um pacote de medidas de austeridade para este país intervencionado pela troika (Fundo Monetário Internacional, União Europeia e Banco Central Europeu), Samaras pediu “paciência” aos gregos e, usando uma imagem de optimismo, disse para verem “o copo meio cheio”.

Estes idiotas têm um fantástico sentido de humor.


Mas numa entrevista ao jornal El País, o jornalista grego Kostas Vaxevanis diz que “o ambiente está a mudar”. “

A Grécia está no limite e é impossível as coisas continuarem como estão. Não podemos ter metade da população a procurar comida no lixo e a outra metade a não pagar impostos. Sem mudanças, vamos para a guerra civil”.

Também estamos no limite...ou será que ainda não?:(

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Só vou ali tratar de um assunto!

andorinha disse...

Hoje não vi notícias na TV nem li jornais. Estou agora a dar uma olhadela no Público. Já me arrependi...preciso de dar descanso aos neurónios...


Bea,

"Ah! e deixa-nos não sei há quanto tempo andar por aqui, para trás e para a frente, ir, vir, e outros enfins. Nem sei como pode."

:)))))))))para este excerto e tudo o resto que diz respeito ao "nosso" Julinho:)

Rain e Bea,

Cara a cara há as emoções que nenhum smiley traduz na perfeição.

www.youtube.com/watch?v=hLQl3WQQoQ0

Fiquem bem.

andorinha disse...

Pedro,

Take your time!:)
You know I'm always here...or there...you know where to find me:)))


Sweet dreams, buddy

João Pedro Barbosa disse...

Há aqui duas pessoas que nunca trocaram provocações!

O resto da malta!
Não estará com as sinápses
Em abstinência
Ou com um já diagnosticado
Atraso sexual
Ao nìvel do hipótalamo

Mas com eu vos quero o melhor! Aqui ficam umas bolinhas para acordarem desse sono estranho:

http://eondoicphotography.blogspot.pt/

Manuel disse...

Quase que apostava ter-vos deixado estas pérolas aqui hoje. Vejo agora que aconteceu algo estranho, devo ter clicado no sítio errado. A informática às vezes é quase uma «ciência» oculta.
Andei a fazer uma selecção de coisas de Cabo Verde para enviar para uns amigos franceses e deixo-vos uma amostra.

«É doce morrer no mar»: Cesária Évora / Marisa Monte
http://youtu.be/UMkJSQAQ_Qs

«Sodade»: Cesária Évora
http://youtu.be/ERYY8GJ-i0I

«Petit Pays»: Cesária Évora
http://youtu.be/uR7HKOP55AQ

«Beijo de saudade»: Tito Paris & Mariza
http://youtu.be/E3N9R9836S8

«Comme s’il en pleuvait»: Mayra Andrade
http://youtu.be/rL9QXx2pvio

Caidê:
Eu não tenho simpatia pessoal pelo Pacheco Pereira, apenas consideração intelectual por ele, quando se afasta da politiquice partidária pensa e escreve com muita qualidade.
Quanto ao que dizes «que certo eleitorado ganhou acima das possibilidades» eu sei que há muita injustiça, arbitrariedade e um certo forrobodó.
Mas a minha intenção com os 2 textos (do Pedro Braz Teixeira e do Pacheco Pereira) era abordar a «vaga profunda, não a espuma das ondas».
Parece que não fui muito bem compreendido e que também os ditos textos não foram muito apreciados.
Por mim não há o mínimo problema.
Mas continuo convencido que há muita fumaça no ar e que o que conta é o que resiste (e persiste) apesar da fumaça.
Por isso me perco pouco, e esforço-me para que seja cada vez menos, com a fumaça.
Estou a descobrir alguns sítios (blogues) muito interessantes, onde gente muito séria escreve coisas igualmente sérias e úteis.
Por exemplo, «Momentos económicos… e não só», «Machina Speculatrix» e «Duas ou três coisas», entre outros.

Andorinha:

Anima-te, a Primavera está quase a chegar.

Boas músicas.

João Pedro Barbosa disse...

Manuel,

Eu gosto do teu nome como já aqui tinha referido.

Era o nome do meu avô paterno
É o nome do meu maior amigo
É o nome do meu ùltimo patrão
E gosto do "n" e do "u" que parecem mostrar
Para cá e para lá das curtinas

João Pedro Barbosa disse...

Agora vou à cosinha
A ver se há alguma coisa
Para fotorafar

João Pedro Barbosa disse...

Levantei-me para mais uma emergência
A enfermeira alertou-me que ainda era cedo
Um carro lá fora levava mais alguém para o trabalho
Mais vidas que foram salvas

http://1.bp.blogspot.com/-SWNT35ut-Vc/UPTw1HHGa4I/AAAAAAAAAGc/VjQ50aX7mjc/s1600/DSC_0061.png

Anfitrite disse...

Já agora para que fiquem a saber também das minhas manias eu digo que leio sempre do fim para o princípio.

Como não gosto de perder tempo com desnecessidades, nem de me sentir apertada, lendo em quadradinhos pequenos, abro uma página inteira e num instante pela barra lateral chego ao fim dos comentários.
Não sei porquê mas sempre que pego num jornal, ou numa revista, começo sempre pelo fim. Até porque na contracapa, está sempre uma notícia mais interessante, ou até uma boa crónica. Já nos livros, nunca quis ver desenlaces, quando lia romances de amor, ou...Depois passei a ler com um lápis ao lado, para fazer anotações. Felizmente mais tarde apareceram os marcadores, e tenho-os sempre de várias cores.

Rain,

Pode não acreditar, mas eu já tinha fechado o computador, quando me lembrei do que tinha escrito, porque tinha lido isso antes, e vim emendar. Já disse aqui várias vezes, que não gosto de ler o que escrevo, por isso sai tanta borrada e até começo aos pulos, quando a andorinha (oFdLtb tem essa mania) transcreve aqui uma frase que eu tenha escrito, só porque é calona.

Lembrei-me agora que a Jodie Foster hoje deu uma bofetada nos yankes e nos padres holandeses, ao dedicar o globo de ouro que recebeu, ao seu amor de sempre, a sua companheira de mais de 20 anos e também aos filhos, que arranjou.
Esqueci-me de falar no filme que disse que a impressionou tanto. Espero que não tenha ficado arrependida. Há outro que eu já falei aqui e que não sei se já viu, que eu vi numa sessão clássica do Império (para quem estranha que eu tenha visto tanto filme antigo, mesmo antes dos Cd’s devo dizer que eu era sócia do CCUL, cujo cartão ainda guardo comigo), que se chama “The heart is a lonely hunter”, que traduziram para português de Portugal, “Um Coração Solitário”. Se não viu, acho que gostaria de ver, que apesar de ser triste, por se passar muna má altura, é duma grande ternura. Acho que gostaria de ver. Sondra locke teve um grande desempenho e tem tido um raio de uma vida. Além de ser bipolar, tem montes de problemas, só não sei se teve bons tempos enquanto viveu com o Clint. – Acho que o AQUILES também gostaria de ver.

Bea,

Não estou nada bem, não. Isto chegou a um ponto tal, que acho que a minha vida foi em vão.
Até me sinto estúpida por não ter aproveitado oportunidades que me eram devidas.

Também já me tem acontecido algumas dessas cenas nos supermercados. E até vou mais longe, já tenho chamado a atenção dos pais por levarem porcaria para os filhos e outros que estão a comprar laranja espanhola, quando têm ao lado portuguesa, pelo mesmo preço. E o que é mais grave: Uns fazem cara de parvos, outros acham bem, mas há quem me diga que nunca tinha pensado nisso, e eu fico mesmo triste. Por isso é que a Suécia é um País desenvolvido, porque lá não passaria na cabeça de ninguém pôr um anúncio a dizer como poupar/fugir aos impostos.

Caidê,

Eu também não leio o Pacheco Pereira de pé atrás. Há muito tempo que ele deixou de fazer politiquice. E tem uma biblioteca importantíssima, que põe à disposição das pessoas, que precisem de documentos, por vezes únicos, para trabalhos científicos. E é pena que as pessoas, não consigam ver a má intenção num artigo só porque está muito bem escrito, mesmo partindo de pressupostos errados.
Quanto ao PMarcelo, só de vê-lo me lembro do Rasputine, que acho que também tinha os olhos azuis.

http://www.youtube.com/watch?v=j8f8RHWMPyY

Anfitrite disse...

Bea,

Esqueci-me de dizer que eu tenho um espírito de humor um bocado maquiavélico, e, ultimamente, só vejo gente séria, quem nem sabe sorrir, e a vida torna-se uma chatice.

João Pedro Barbosa disse...

Os filhos sentem os pais como chefes

Os Avós sentem os netos como empregados

Anfitrite disse...



Leiam porque só paga 6% de IVA.
As mulheres não se fazem aos palmos.
Mas garra e classe não lhe tem faltado para tudo que tem feito na vida. Não precisou de usar os atributos da Kim Novak.


http://www.publico.pt/cultura/noticia/jodie-foster-volta-a-falar-da-sua-vida-privada-para-reclamar-o-direito-a-privacidade-1580641

João Pedro Barbosa disse...

Uma medida salutar do nosso governo:

Os filmes para adultos pagam o IVA de 6%
Contribuindo assim para a/o menor risco de contágio dos males sexuados
E um aumento da receita fiscal por via da faciliade com que estes estão acessivéis

Estava no programa do governo!

A saude em primeiro lugar. Está a ser cumprido.

Impio Blasfemo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Impio Blasfemo disse...

Andorinha, Caidé

Eu, diabolizar a igreja, perseguir padres, cruz-credo…..ainda vou parar ao inferno esconjurado e a fazerem-me pagar coimas eternas e infinitas contas da energia gasta no caldeirão onde irei ferver eternamente. Só de pensar nas contas da electricidade e do gás que me chegam à caixa do correio todos os meses, fico aterrorizado com a ideia do eterno caldeirão aquecido.
Outro que também deve andar a pensar nos custos de um Spa eterno nas terras do demo é Eduardo Galeano. Para já é das ditas esquerdas e depois escreve coisas terríficas como “As Veias Abertas da América Latina” onde analisa a exploração do povo latino-americano, primeiro pela Europa e depois pelos EUA. Só pode ser alguém possuído pelo demónio. Ainda por cima, comparam-no a John Dos Passos e a Gabriel Garcia Marquez; pior companhia e comparação literária não poderia haver, pois são dois que claramente fizeram pacto com o diabo. Participou também num jornal com Vargas Llosa, o que também é pouco recomendável. Enfim, só percursos desviantes……..
E tão tresloucado ficou, tão possuído anda por tudo o que é diabólico que agora lhe deu para elogiar o Hugo Chavez, outro demo ambulante que muito irrita a Europa, sobretudo a monarquia espanhola (lembremo-nos a célebre frase “por quê no te callas”) e os EUA, sempre esse primado de democracia e liberdade, toda uma nação desinteressada do que é riqueza alheia, um primor de altruísmo, como todos sabemos, sobretudo no que concerne a essa matéria que vem das entranhas, se calhar das profundezas do demo, e que não é vermelha, como lhe competiria, pois o demo é vermelho, mas sim preta. Pois o tresloucado do Eduardo Galeano, teve um arremedo de loucura e escreveu este texto, que por ser longo e eventualmente desinteressante ou irrelevante para muita gente, não reproduzo e deixo apenas o link.
http://jardimdasdelicias.blogs.sapo.pt/44367.html
Finalizando a problemática do carismático “padre holandês da listas” que o Prof referiu ontem na entrevista da Antena1, pois acho excelente a ideia dele (o dito padre). Por os casais homossexuais numa lista fixada à porta da igreja é do mais brilhante possível. Já agora, podia adicionar-lhe os nomes dos padres pedófilos que fizeram 20.000 vítimas na Holanda; também ficava lá bem e também merecem realce, para um bom reencaminhamento do rebanho de Deus, como parece ser essa a ideia dele.

http://www.ihu.unisinos.br/noticias/505135-holanda-faz-as-contas-com-as-20-mil-vitimas-de-padres-pedofilos

Abraços
IMPIO

João Pedro Barbosa disse...

No ultimo dia
Que estive no HML
Foram sorrisos espantados
Olhares desconfiados
Conversas despreocupadas
Cartas de amor
Lidas a dois
Amigos que se sentem
E avisos de quem sabe
O valor das palavras
Desperdissar
Tanta estima
Ou se é burro
Palerma
Ou tolo

P.S. Quanto ás vítimas e opressores! Não estava ninguém.

Não basta mandar postas de pescada. O valor da prova resume o valor do acusador:

http://2.bp.blogspot.com/-MwBj6n-7cJM/UPUROgdySDI/AAAAAAAAAHc/WGM1TxYN5Zg/s1600/DSC_0069.png

João Pedro Barbosa disse...

Vou ao Amor é de 2ª a 6ª
Que o de Fim-de-Semana
Parecem os preliminares
Das grande penalidades
Mas sem penaltis
Chamado o golo de ouro
Uma injustiça

João Pedro Barbosa disse...

Ìmpio,

Acontece que quando querem saber os segredos. Nunca dizemos os segredos por inteiro. Deixamos pedrinhas pelo caminho para quem andar a caçar segredos. Não se esqueça da fonte.

Agora vou pastar!

João Pedro Barbosa disse...

Os 5 minutos finais do prolongamento! Foram favas contadas!

Sigam os penalties:

http://1.bp.blogspot.com/-kMFytlD4Mho/UPVART6nx7I/AAAAAAAAAH0/94zsm260as4/s1600/DSC_0070.png

Anfitrite disse...

Ímpio,

mais um safado que fala bem e é professor da Católica, e que não podia arranjar melhor maneira de ofender Mário Soares.

Já publiquei as delícias no FB.

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite,

Prefere as páginas brancas para pregar partidas. O FB entre outras coisas é uma ferramenta de trabalho.

Manuel disse...

Em homenagem a Violeta Parra.
Tão novos que eles eram.

«Volver a los 17»: Mercedes Sosa, Chico Buarque, Milton Nascimento, Caetano Veloso e Gal Costa
http://youtu.be/krEMw8E5ZAg

Anfitrite disse...

O FB é um modo de trocar ideias e de distracção. Segundo as regras deles, nem é permitido fazer publicidade, e as usam-no para isso. Na minha página omito-a toda.

bea disse...

João Pedro

A chegada dos pássaros…prefiro a música às imagens - ainda que casem bem. Impulsos desejantes, todos juntos. Só em filme. Mesmo.

Serei uma das pessoas que não trocam provocações, talvez. Mas essa história de jogo nunca me seduziu sob nenhum aspecto. É possível que infelizmente. Mas a cada um a sua natureza. A que é difícil fugir. Melhor que a aceite. Não sei jogar.

“Atraso sexual ao nível do hipotálamo” até pode ser uma grande de uma verdade. Ou asneira papalva. Mas é que não me apetece ir ver. Desinteressa-me.

A foto dos legumes está fixe e as outras tb ainda que não identificadas.
O que é o HML? Mania de siglas. É o Hotmail? Deve ser. Sorry.

Manuel

Vi os dois artigos e gostei. Confirmei suspeitas. Ainda que me morra mais a esperança, os sinais do caminho que trilhamos fazem falta. Se não agradeci, Manuel, lamento. Obrigada.

Anphy

Obrigada pelo que deixou sobre. Jodie Foster só repetiu quem é. Neste momento, julgo que não faz qualquer diferença à carreira da dita. Já o tinha afirmado antes. Admiro-a mais pelo feeling das suas personagens e sensibilidade a temas e modo de os filmar. A vida é uma continuidade que nos permite esperar de uns e não de outros. E dela esperávamos. Pode até contribuir para a aceitação dos homossexuais, mas creio que corresponde tão só uma decisão pessoal. Corajosa. Mas não mais que o resto da sua vida. Apesar da sua sensibilidade creio-a uma mulher muito cerebral. Sabe quando dizer.

E fiquem bem.

Anfitrite disse...

Gosto de ler quem fala a s´rio, com humor:

http://jumento.blogspot.pt/2013/01/mas-que-pais-e-este.html

Anfitrite disse...

Bea,
Naquele mundo quem não tem cabeça, não aguenta. Nela tudo é feito a sério. com sentir e com sentido. Os fracos e snsíveis lá não sobrevivem.

HyperText Markup Language (HTML), como o nome indica é uma linguagem usada na informatda, através de códigos e combições que servr paramuita coisa incluindo formatação de blogues e muito mais. O Google dis.

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Barbosa!
João Pedro Barbosa

João Pedro Barbosa disse...

Egocentrismos à parte,

A ùnica pessoa com quem não troquei piadolas, foi com o autor do blogue.

Mas nunca é tarde.

JMV: E o trabalho! Não tem um irmão ou irmã?

JPB: Há-de ter! Há-de ter!

A sublinhar:

Tenho á mais de trinta anos e os conservo como posso.

Nem todos tenhem essa sorte.

Pente fino:

http://1.bp.blogspot.com/-pNKOs0VL2DU/UPVlUU3gYoI/AAAAAAAAAII/MrnvN7OOlKw/s1600/DSC_0071.png

andorinha disse...

Muito tagarelais, gente...
E a tagarela sou eu?:)))
Estou a brincar...

Manuel,

Eu animo-me, o pior é que a animação não depende só de mim...
Logo vou dar uma espreitadela aos dois blogues que referes. Só por curiosidade, mesmo. Já estou um bocado saturada de análises, reflexões, dissertações...É tanta informação de tanto lado que não posso nem quero absorve-la toda sob pena de deixar de ter vida lá fora e passar o tempo aqui.

Parece-me que tu consegues gerir bem o tempo entre estes dois mundos. Eu não...:(
Se não tiver cuidado, acabo por perder alguma da vida lá fora.

A ouvir "Volver a los 17"
Tão lindo! Obrigada:)


Anfy,

Eu transcrevo as frases que são aquelas a que me quero referir. É mais fácil assim para se entender um comentário, penso eu. Quando me refiro a todo um post não transcrevo nada, como é evidente:)

Quanto ao filme "The heart is a lonely hunter" lembro-me de já o teres aqui referido. Nem sei se a Rainbow já o viu...

Eu também vou gostar de ver, não é só o Aquiles:)))))))))))))


Pedro,

Beijinho para ti, my sweet little brother:)

Inté...a labuta chama-me...

Impio Blasfemo disse...

E a propósito de milagres, gosto deste texto de João Magueijo “ A República das putas”. A sugestão final é deliciosa. “.....Ou então que se dê o Prémio Nobel da Economia à Dona Branca. E viva a República das Putas”

http://jardimdasdelicias.blogs.sapo.pt/tag/o+balan%C3%A7o+das+folhas

IMPIO

A Menina da Lua disse...

Oh Professor o episódio é triste sim...mas eu é que fico admirada por ter ficado admirado! Sabe que a instituição é conservadora e resiste às mudanças...
Só é pena que seja na esfera do Conhecimento e da Ciência a se tomar atitudes como estas porque no fundo perdem-se oportunidades em ambos os lados; a instituição perde a possibilidade de ter alunos/colaboradores competentes e estes condições de realizar o seu trabalho de desenvolvimento e investigação...Enfim:(


Manuel

Agora amuei! É muito distraído!:)

Não só não reparou no meu presente para si no poste anterior como o repete aqui de novo!
Mas está bem! Esse friso de ilustres, Mercedes Sosa, Chico Buarque, Milton Nascimento, Caetano Veloso e Gal Costa, merecem bem uma repetição, sem dúvida!:)

João Pedro Barbosa disse...

Ainda não li as notícias de hoje. Mas fiquei a saber que choveu.

http://1.bp.blogspot.com/-cHiS1uuVJVs/UPV-pxnvsUI/AAAAAAAAAIw/lt0abeab2M4/s1600/DSC_0081.png

Anfitrite disse...

final houve mais gente que se indignou:

http://expresso.sapo.pt/soares-e-os-cobardes=f779239

Bea,

Li por acaso a pequena "explicação" que lhe dê sobre o HTML. É que o meu teclado está cheio de migalhas e metade das teclas não escrevem. Espero que tenha entendido alguma coisa. Mas a Wiki dá uma boa explicação. Trabalhar com ele já é mais difícil. Tem de se ter tempo para aprender ou tirar mesmo o curso. Mas qq dia já não se usa.

Andy, falei no Aquiles porque é um assunto a que ele está ligado. E comove mesmo, qualquer pessoa sensível, apesar de ser antigo. Mas para mim os antigos são os melhores. Os efeitos especiais a mim não me interessam. Goste é de ver os pormenores da realidade. Ainda no outro dia li um comentário, duma gralha de um filme,por acaso o 1900, em que o donald suTherland (Atilla) é executado com uma arma que só começou a ser produzida uns anos mais tarde do que a época que relata.
biépi

Manuel disse...

Andorinha:

Tens razão, daí as falhas por vezes, como a Menina da Lua refere, por falta de tempo, às vezes passo por aqui de fugida, não por falta de consideração como se possa pensar.
Não deixes de ouvir «É bom morrer no Mar, da grande Cesária, que vos deixei antes, pelo menos essa, magistral.

Menina da Lua:
Desculpe-me, as razões são óbvias e acabadas de explicar.

Impio Blasfemo disse...

Anfy
De facto subscrevo o que o Daniel Oliveira escreveu e tal como ele acho (citando-o) que “… com cobardes não se debate. Desprezam-se apenas. “

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/soares-e-os-cobardes=f779239#ixzz2I4LIJC6g

IMPIO

João Pedro Barbosa disse...

Ímpio,

É o teu aniversário?
Estás em labaredas!
Olha que não te ponham daquelas velas que "nunca" apagam.
É um chatice do caraças!

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite,

Gostavas da velha guarda!
Porque gostavas de os manipular!
Saiu-te um Adamastor!

Ney Matogrosso - O Tempo Não Para (1999)

http://www.youtube.com/watch?v=j1fd8w-8Vus

Agora pensa-se duas vezes! Antes de...

Caidê disse...

Que vos parece?
http://www.publico.pt/sociedade/noticia/estou-cansado-e-a-desculpa-dos-homens-para-a-falta-de-interesse-sexual-1580621

Manuel disse...

A banalização do sexo e a feroz competição profissional não serão os 2 principais factores?
Gostava de ouvir também a opinião do Prof.

andorinha disse...

Anfy,

Procurei hoje aqui esse filme e nada...
Queria também o Detachment que a Bea aqui mencionou mas este ainda não existe em DVD. Só a partir de 12 de fevereiro.
Quanto ao The heart is a lonely hunter vou recorrer aos amigos a ver se me safo...:)

Tal como o Impio, também subscrevo as palavras de Daniel Oliveira. Cada vez gosto mais deste homem.

Manuel,

Vou ouvir a Cesária mais logo. Não esqueço:)

Quanto à falta de apetite sexual também me parece que esses que apontas devem ser dois dos principais fatores que para tal contribuem.

Caidê disse...

Manuel
Não sei se gostas de ler alguns dos artigos do Daniel de Oliveira...

Li há pouco este:
http://expresso.sapo.pt/relatorio-do-fmi-e-sempre-a-mesma-cantiga=f779388

Parte do que diz neste artigo eu já lhe tinha ouvido, mas nunca o desenlace fora um golo tão bem marcado:
" Querem uma revolução? Arranjem os aliados para mudar a lei fundamental do País. " (falando do governo)

Pois é isto que sinto.

O governo tem feito a Revolução sem ter feito a Revolução. É que para uma Revolução ser comme il faut o poder tem de ser tomado pela força.

Em vez disso, o governo pôs a votos um Programa para ir governar usando outro Programa.

Ora, isto remete para três traições fundamentais:

1ª - Disfarçou-se de oposição para roubar o poder a quem estava; e o poder caíu-lhe no colo; o discurso da crise e da ineficácia dos outros serviu-lhe de engodo.

2ª - Apresentou um Programa a votos, ganhou os votos e passou a governar com outro Programa; a traição foi aqui ao seu próprio eleitorado.

3ª - Serviu-se da Lei Constitucional para chegar ao poder e traíu o consenso nacional, traindo a caminhada histórica do povo que se pôs a governar.Está a trair a Constituição, ou mais gravemente, está a governar segundo outra Constituição que sozinho deve ter elaborado.

Mais ditadura que isto? Nem a 28 de Maio de 1926. Esses dissolveram a Assembleia e assumiram-se como Ditadura.

Estes são uns cobardolas que são sem o serem. E ainda nos deixam o trabalho duro a cargo: se querem uma Revolução tout court façam-na vós.

Irónicos, mas maquiavélicos quanto bastem estes Príncipes. Depois de violarem a Lei dizem-se a Lei!

Ímpio
O artigo do teu post é que os desanca comme il faut quando questiona se alguém duvida que este governo ultraliberal é um adepto do fascismo social.
...........

Continuo na onda de "My sweet Lord"!

Anphy
Vou ler o teu post. Já abri as tuas outras sugestões.

Rain

"Ser a favor da despenalização do aborto não é a mesma coisa que ser a favor do aborto".

Pois! Não criminalizar mulheres que tiveram de recorrer à interrupção da gravidez não é sequer tudo quanto baste.

E eu acabo por ser mais feminista do que penso em certas matérias...

Bea
"E comunicador por comunicador, professor por professor, prefiro o professor Júlio Machado Vaz...": tiveste um piadão nesta brincadeira! Eu acho que nas sondagens o "nosso" Professor JMV ficava à frente, sim! Ele é o Professor Humanista :))) de que se gosta - é que se vê nele que gosta das pessoas de cuja condição fala. Não é só discurso, há ali muito "heart" :)))
Pronto, mas os três são elegantes comunicadores.

















João Pedro Barbosa disse...

A mim parece-me! O sábado de Páscoa um dia solarengo para a rumaria até ao norte.

João Pedro Barbosa disse...

http://convivio.do.murcon.sapo.pt/-e-sempre-a-mesma-cantiga

rainbow disse...


Boa noite:)

Anfi

Vi o filme "The heart is a lonely hunter" há meses atrás, quando o sugeriu. Adorei esse filme. Excelentes interpretações de Alan Arkin e Sondra Locke.
Assim como gostei muito de outro "O cavalo de Turim" que o Manuel sugeriu. O filme mais hipnótico que alguma vez vi, e que é uma brilhante metáfora.
Em relação a Jodie Foster, ela sempre foi uma excelente actriz, desde a sua estreia em "Taxi driver" com apenas doze anos. Curiosamente, de tantos excelentes
filmes e interpretações dela, o que mais me tocou foi "Contacto", baseado no livro homónimo do astrónomo Carl Sagan.
Ele morreu antes de terminar a odagem do filme, que foi considerado demasiado científico, mas que é um dos filmes da minha vida.
Deixo um link:

http://www.youtube.com/watch?v=-ZhvBkrq6rU

"Na vastidão do espaço e na imensidade do tempo, é uma alegria partilhar um planeta e uma época com Annie".
Carl Sagan - "Cosmos"

Também fiquei indignada com os comentários sobre o internamento de Mário Soares no Hospital da Luz.

Boa noite para todos

http://www.youtube.com/watch?v=P4T3tMkjRig

Manuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rainbow disse...


Voltei:)

Para dizer à Andorinha que tenho esse filme "The heart is a lonely hunter".

Caidê

Quem é contra a despenalização do aborto, apresenta argumentos com juízos de valor moral que partem de pressupostos errados e que ignoram a vertente saúde e a vertente económica nesta matéria. Ainda hoje tive uma discussão no bom sentido) com uma colega sobre isso. Respeito opiniões diferentes, mas mantenho a minha. E, tal como tu, também me surpreende o meu lado feminista em certas matérias.

Durmam bem

Manuel disse...

Caidê:
Eu vejo o Eixo do Mal às vezes e passo pelo blogue Arrastão quase todos os dias, em que o Daniel é o principal «posteiro» de textos.
É o BE com os pés mais assentes na terra, o resto é tudo muito retórica pós-revolucionária e vivência etérea.
Eu já dei para esse peditório.
Aliás, hoje sou um órfão da Esquerda profundamente desiludido e muito mais pragmático, sem perder de todo as referências.
Não gosto, nunca gostei de casacas viradas.
Mas o sectarismo ideológico, as crenças de grupo e a falta de uma vivência verdadeiramente democrática entre nós é a nossa maior limitação para uma vida civicamente decente.
Já reparaste que os três artistas da Esquerda nem sequer para uma câmara, ao menos uma, são capazes de apresentar uma lista unitária?
Se não são capazes de gerir em conjunto um município como serão capazes de gerir o país?
Entretêm-se a atribuir culpas uns aos outros, nada mais.
Cambada de incompetentes.
Assim deixam o campo aberto a esta quadrilha de vigaristas neoliberais e nós é que nos tramamos.

Manuel disse...

Este Rui Tavares era dos poucos tipos decentes do BE, já foi posto fora.
O Zé, que fazia falta a Lisboa, lembram-se, idem.
Quanto têm que gerir a realidade (não viver na retórica fantasista) dá nisto.
Vejam a intervenção do Rui no Parlamento Europeu sobre o Relatório do FMI.

http://youtu.be/LpuQtl_RfaQ

João Pedro Barbosa disse...

Manuel,

"A banalização do sexo e a feroz competição profissional não serão os 2 principais factores?"

Spaceship Earth - An animated documentary of how Earth works 28/52

http://www.youtube.com/watch?v=yQRbRCQhIbA

Caidê disse...

O meu filho diz-me às vezes "São muitos botões para ti" e, lá está!, alguém me há-de ir procurar os filmes de que falam... Fiquei motivada :))). A ele respondo-lhe "Para sermos equipa é que te empurrei para os botões. Podes deixar uns textinhos comigo".

Manuel
Grande intervenção do Rui Tavares.
Também eu! Também me sinto relativamente órfã de Esquerda, mas dispensava um governo-padrasto tão mau. É mesmo um desânimo ver que nem a uma autarquia concorrem juntos os 3 (ou mais) Mosqueteiros - dou-te plena razão!
.....

Fiquei a pensar no artigo da falta de interesse sexual...
É claro que há muitas variáveis, que não só a idade e que o artigo não diz como se comportam ou se o estudo as contemplou, mas apreciado assim, e para além dos factores que já destacaram, lembro a falta de tempo para os afetos, que pode estar a levar a uma era de menos ênfase neles.

Ainda há tempo para namorar? Ainda há tempo para cultivar as relações a dois?

Cada vez conheço mais homens e mulheres sem namoro, sozinhos. E queixam-se de que não conhecem gente interessante, porque convivem pouco e com pouca gente, fora do ambiente de trabalho.

Também devemos andar todos um tanto mais caídos pró depressivo e isso faz com que nos fechemos e isolemos mais, não será?

João Pedro Barbosa disse...

Por amor ás mães.

http://3.bp.blogspot.com/-wmpco-8D_L4/UPXxp17qNGI/AAAAAAAAAJE/0pREqAc1Kmg/s1600/DSC_0083.png

Caidê disse...

Deixo uma voz quente e alegre dos tempos em que havia mais tempos para os afetos:)))

http://www.youtube.com/watch?v=wDZFf0pm0SE

Pronto, Pedro, se quiseres podes pôr Pink!

andorinha disse...

Rainbow e Caidê,

Por que razão se espantam com o vosso lado feminista? É a palavra que arrepia?
Eu sou, sempre o assumi, e mais, mulher que é mulher de verdade, só pode ser feminista. As outras são uns simulacros de...:)

Rainbow,

Se não conseguir o filme por estas bandas, ainda te peço emprestado:)))

Manuel e Caidê,

Ainda há gente "decente" no BE para além do Daniel. O João Semedo, a Ana Drago, a Marisa Matias, o José Manuel Pureza e outros, com certeza.
Rui Tavares fez um discurso brilhante, sem dúvida.
Entendo o que dizes, da orfandade, mas eu continuo a fazer parte desta família. Se ficar orfã, então desisto mesmo do país. Deve ser de uma total ingenuidade o que estou a dizer, mas sem isso vai-se a esperança de vez.

E agora vou ouvir a Cesária.

Caidê,

"Ainda há tempo para namorar? Ainda há tempo para cultivar as relações a dois?"

Há. Se não cultivarmos afetos, que raio andamos a fazer neste mundo?
Já o conhecer pessoas interessantes é outra história.
Homens, então, é como procurar uma agulha num palheiro:) lol



Fiquem bem.

Caidê disse...

Não, Andorinha, não é a palavra é a terminação da palavra "...ista".

Mas por que raio se hão de lutar por direitos femininos e não humanos e ficar tudo dito e incluído? Então mas para se ser mulher tem de se lutar para poder ser mulher? Por aqui e por ali se aproveitam para discriminar o mais fraco da relação social e é fácil introduzir a discriminação na seleção natural - sobre sexo, idade, raça -, como se a Natureza já tivesse dado metade do trabalho feito para nele a Cultura se poder erguer.

Andorinha

É nessa gente que eu ainda acredito também, mas tão pouca Esquerda e Esquerda tão pouco unida faz-nos sentir muito órfãos.

Lá quando militei, militei no MES - é que nem nunca vesti casacas ao avesso :)))

.......
Andorinha

Achas que muitos deles dizem que "Mulheres" são agulhas em palheiro? :))).
Eu devo mesmo ser feminista, é que dei comigo a achar que eles podem ficar muito mais bem servidos do que elas :))). Por outro lado, olha que ELES há-os espetaculares. Não sei em que fique. :)))

bea disse...

Bom Dia :)
Bora ir trabalhar pessoal.

João Pedro Barbosa disse...

Caidê,

Os Ping já tiveram muita publicidade!

Deixo aqui 2 em 3:

1. The Beatles-Yellow Submarine lyrics / http://www.youtube.com/watch?v=nkhTA6MQ3BQ

2. http://3.bp.blogspot.com/-6gbLp4Bt7Pg/UPZvUaLgsoI/AAAAAAAAAJY/HdeaG4KypNk/s1600/DSC_0086.png

João Pedro Barbosa disse...

Matic renova com o SL Benfica até 2018

http://www.youtube.com/watch?v=7aLl2jMjTJU


Já me preveni em terra! Antes de mergulhar no Amor é...

João Pedro Barbosa disse...

Alguém aqui! Conhece a Paula Fernandes?

Esta é para você...

Pra Você - Paula Fernandes - Legendado

http://www.youtube.com/watch?v=k2Jj0qCxdbo

João Pedro Barbosa disse...

Uma senhora
Foi à advogada
Com um problema
Com a direita

A advogada
Recomendou-lhe
Uma especialista
Conhecida

Diante da especialista
A senhora
Foi observada à direita
A especialista procupada

Não sabia como lidar com a esquerda
Quatro anos pasados
A senhora afinal não tinha nada
E foi votar outra vez

João Pedro Barbosa disse...

Caidê,

O Pink da uma!

http://3.bp.blogspot.com/-YA8WT_9ep7A/UPainQanD9I/AAAAAAAAAJs/nza6xkLdAos/s1600/DSC_0001.png

bea disse...

Comentário ao bloco de esquerda : concordo.

comentário à situação sócio- política: idem

comentário às feministas (como a andorinha): concordo só às vezes.

Parece-me que as feministas por vezes assanham a desrazão, um pouco como as mulheres ralhetas que por tudo e nada se deitam a desfazer nos outros.

É verdade que há um sentido em que as mulheres são todas feministas (esperando eu que o sejam e não se esqueçam de ser femininas senão é que perdem a absoluta piada): quando defendem os seus direitos de igualdade na diferença. Mas aí estou como a Caidê, são direitos humanos. Porém, assumo: somos diferentes. Eu quero ser diferente. Eu não me encontro igual aos homens e detestaria que alguém o pensasse. Não descobrirei jamais se nos completamos - não acredito - pode até ser cultural, pode vir de fisicamente diferentes. Não sei, somos diferentes.A sociedade torna mais possível que façamos amizade profunda com pessoas do mesmo sexo. É inegável.Mas o exíguo dos meus amigos homens, teve aquela altura de "deixa lá ver se dá", a que não achei piada e nos matou a intimidade florescente. E ficaram as mulheres. Neste ponto, mea culpa, desanimei um pouco deles. Mas fazem falta. O mundo sem eles não era mundo. Como diz o professor, literal e metaforicamente. E, tal como nas mulheres, há de tudo. Porque nos acidentes seremos diferentes. Mas não na essência. E o que pretendemos encontrar uns nos outros, embora não pareça, é a essência = humanidade.
E pronto. Nada.

bea disse...

onde é que tu moras João Pedro? invejo o verde dessas plantas. é que não consigo um assim. Ou será do adubo?! ham...ham...

esqueci-me: barbosa.

João Pedro Barbosa disse...

Porque na ficção não se aprende nada
Só mesmo na realidade

Eondoic Photography

http://www.youtube.com/watch?v=8a0GfGqABZU

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Não é do adubo, é do desleixo!

52 weeks

http://www.youtube.com/watch?v=WkZBpXoI3VQ

bea disse...

Ora bolas. és como aqueles garotos a quem elogiamos o canto e desatam a cantar tudo o que sabem:)já vi isso n vezes. menos a garota de rabo de cavalo, entenda-se.
está a chover, para que misturas um autoclismo.

Fiquem bem que tenho de acender um fogo fátuo

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Por outras palavras!

- João Pedro Barbosa! Já chega!

João Pedro Barbosa disse...

Pronto! Já fui! Será que tenho direito a fumar um cigarro?

http://2.bp.blogspot.com/-jXaumTOsO34/UPcBkAw55zI/AAAAAAAAAKA/u4j8FdnL7Ec/s1600/DSC_0002.png

João Pedro Barbosa disse...

Via um bocadinho da TVI24 e o caso da Felícia Cabrita:)

andorinha disse...

Caidê,

"Mas por que raio se hão de lutar por direitos femininos e não humanos e ficar tudo dito e incluído?"

Porque ainda não atingimos esse patamar. As mulheres ainda são discriminadas em variadas situações.

Militaste no MES? Tem piada, esse foi o primeiro partido em que votei logo nas primeiras eleições a seguir a 25.
No meio de tantos partidos, refleti, refleti, voltei a refletir:) e cheguei à conclusão de que o MES seria o ideal.
Não sei por onde anda agora essa gente...

Claro que há homens e mulheres interessantes, aí não distingo. Foi provocaçãozinha, mesmo:)

Bea,


"Parece-me que as feministas por vezes assanham a desrazão, um pouco como as mulheres ralhetas que por tudo e nada se deitam a desfazer nos outros."

Penso que não me incluo nessas:)))


"Mas aí estou como a Caidê, são direitos humanos. Porém, assumo: somos diferentes. Eu quero ser diferente. Eu não me encontro igual aos homens e detestaria que alguém o pensasse."

Claro que são direitos humanos. Mas como eu disse, ainda não estamos nesse patamar.
Eu também assumo que somos diferentes, só me bato para que essa diferença não seja vista em termos de inferioridade. Detesto discriminações seja a que nível for, vou agora ser discriminada por ser mulher?
E mesmo que eu não o seja, ainda há muitas que são vítimas dessa menorização da mulher e é isso que me fere e me mobiliza.

Não sei se já contei aqui. Andava eu no antigo 7º ano do liceu, quando a dada altura numa aula de Alemão a professora anuncia que havia um prémio para o melhor aluno.
A melhor aluna era eu, portanto fiquei expectante.
Ela, pareceu-me na altura um bocado atrapalhada ( não sei se é verdade, ao fim de tantos anos.Refiro-me à atrapalhação...) disse que o prémio teria que ser atribuído a um rapaz porque assim exigia o patrocinador. Olhou para mim e não disse mais nada...
O segundo melhor aluno, um rapaz, recebeu o prémio. Foi um dia negro na minha vida mas que me fez começar a tomar consciência de diferenças inexplicáveis. Lembro-me de chegar a casa e chorar, pela injustiça...

Esse episódio contribuiu para a formação da mulher que hoje sou. Ao ler o Segundo Sexo abri definitivamente os olhos.

E assim será até haver razão de deixar de ser.

Pedro,

Não abuses...do cigarro, of course!:)))

Caidê disse...

Porque a minha mão infatigável
procura o interior e o avesso
da aparência
porque o tempo em que vivo
morre de ser ontem
e é urgente inventar
outra maneira de navegar
outro rumo outro pulsar
para dar esperança aos portos
que aguardam pensativos

MIA COUTO

bea disse...

Andorinha

Li o segundo sexo e não me fez nada de nada :)Tudo depende tanto dos olhos de quem vê e de como esses olhos vêem. É preciso ensinar a ver.

Caidê

será que há poemas encomendados?
O certo é que me pareceu a escrita de Mia Couto. E é. Bigada, viu?

João Pedro

enrubesceste a camélia

Linhas e bordados:

Senhor professor não é linhas de tricot, é carreiras (então a Inês não corrigiu… seria para não o deixar ficar mal).
E aquela coisa em madeira onde o pano se estica: bastidor.

Upppsss, o professor é “um anormal”. Ai senhor professor, desculpe, desculpe, não se zangue, foi o senhor mesmo que disse. Citei:)

andorinha disse...

Manuel,

Naõ ouvi ontem, mas o prometido é devido:)

Acabei de ouvir É bom morrer no Mar.
Soberbo!
Vou ouvir as outras dela.
Obrigada;)


Caidê,

Obrigada por nos trazeres esse belo poema de Mia Couto.

São também estes prazeres que nos vão dando alento...

Bea,

Tu estás a ficar mesmo uma desavergonhada...


:)))

João Pedro Barbosa disse...

bea,

É só um fósforo por dia, o resto fiva à responsabilidade dos cotonetes!

My Floor is My World

http://www.youtube.com/watch?v=9a9z7YPObSA&feature=youtu.be

P.F: Deixemos os psicopatas para especialistas!

Caidê disse...

Minha querida bailarina árabe, tu bem me entendes que é para ti...

Tu tens toda a razão do mundo na questão do patamar.
Mas a discriminação feminina ocorre junto com outros pares de ultras e infras. São as categorias elementares da desigualdade e do edifício social.
E assim se reproduzem através dos tempos as minorias: por mais que maioritárias...sempre minoradas em direitos e em vias para a promoção em matéria de direitos.
Eu é que não gosto de me dizer feminista porque tenho encontrado muitas mulheres que não honram a dignidade da condição feminina como gostaria de ver.
Falo como exemplo em certas mulheres que ao assumirem cargos políticos souberam ser menos sensíveis e humanistas que certos homens.
E também não gosto de me dizer feminista porque cumpri muito longamente os dois papéis e nunca me senti menos feminina.
E depois não gosto nada de pensar que todos os homens usufruem de poderes por serem homens – às vezes usufruem apenas de outras pressões sociais.
É que a sociedade desigualitária feminino/masculino lança o par assimétrico, mas colhe frutos dos dois lados – exige a cada membro da assimetria segundo o modelo assimétrico. A eles também lhes cobra. Ah, pois é!...
Ainda há outra razão por que não gosto de me dizer feminista: é que muito do que sou devo a homens que conheci (como pessoas!). Eu sei que estou a ser um bocadinho traidora… (mas talvez não! deve ser mais freudiano :)).

AGORA!... em certas matérias não consigo deixar de ser feminista, embora nunca contra a condição masculina :)))

Bea
É isso! Igualdade na diferença. Também é isso que reclamo quando reclamo.

E é verdade: tás a ficar muito picante para o Professor!

Mas eu também lhes perdoo muita coisa, como o não saberem fazer tapetes de Arraiolos e assim. Só de me lembrar o que custou a perceber o que eram "pistons" :)))))

Pedro
Abracinho!

Manuel
Amanhã é que vou às músicas. Já sei que são excelentes:)))
....

Mas esta noite fui à troposfera e o Professor deixou lá um tema muito malandro, Rain!
....

Mas só para chatear vou deixar um tema da estratosfera:
http://www.youtube.com/watch?v=Zx1jU8e97ao

........

Tenham um bom dia amanhã.
Noite em cetim branco :)))



Caidê disse...

Ah, voltei!
Para vos chagar mais um bocadinho.

Vejam lá agora quem continua feminista:
http://www.youtube.com/watch?v=2oX2FSv4Rys

:)))

Caidê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Pedro Barbosa disse...

Caidê!

Os amigos não são só para dizer graçolas. Também nos marcam quando lhes seguramos o pulso.

andorinha disse...

Caidê,

"...é que muito do que sou devo a homens que conheci (como pessoas!)."

Mas eu também. E estou-lhes eternamente grata por isso. Mas eu distingo homens de imbecis:) lol

Há várias correntes dentro do feminismo, penso eu. Não estou muito por dentro porque nunca liguei a isso, nem pretendo inserir-me em nenhuma:)
Mas penso que a corrente mais acérrima até defende que mulheres e homens são tão incompatíveis, que mulheres nem devem ter sexo com homens, porque seria sempre uma relação de opressão/submissão.
Credo! Essas são doidas! Não é por aí...

Há também aquela ideia, quando pretendem fazer chacota, que diz que as feministas são todas horrorosas, têm pelos nas pernas, têm buço e por aí fora...:) looooooooooooooooooool

Dá-me vontade de rir, a idiotice.

E também me dá vontade de rir as mulheres que dizem "Eu não sou feminista, sou feminina".

Enfim, conheço mulheres mais machistas do que alguns homens, por isso as coisas não são a preto e branco.

Igualdade na diferença - estamos todas de acordo.

Pedro,

"Também nos marcam quando lhes seguramos o pulso."

Lindo e verdadeiro. E uma boa "deixa" para ir dormir.

Fiquem bem.


João Pedro Barbosa disse...

Bom Dia!

Já trataram da higiene pessoal?

http://3.bp.blogspot.com/-SAb4_pyhdhI/UPe-_yWHHaI/AAAAAAAAAKU/a3PXZgV0J2s/s1600/DSC_0006.png

João Pedro Barbosa disse...

O Staline dizia - Uma é uma desgraça, um milhão, uma estatistica.

Mas se um milhão é uma desgraça e uma, uma estatistica! Não será este o nosso destino?

João Pedro Barbosa disse...

Gostei da referência ao budismo embora haja muitas versões da sua origem.

Pelo sim pelo não! Já me vitaminei!

http://4.bp.blogspot.com/-DCikE-_4mNQ/UPfKVZb48RI/AAAAAAAAAKo/PxkHkSm_D2M/s1600/DSC_0008.png

João Pedro Barbosa disse...

Como se diz na giria comum - mais uma fotografia de punheta - (não de bacalhau mas de medronheiro)

http://1.bp.blogspot.com/-ULv2yU-xeCs/UPfWlBdsPhI/AAAAAAAAAK8/gnLQUJJGt_A/s1600/DSC_0010.png

bea disse...

Bom Dia :)
Abre uma pessoa o murcon e dá com um “minha querida bailarina árabe” da Caidê e uma ternura por nós fora que logo as letras todas mais bonitas, mesmo sem a conhecermos :). E assim, não é? Penso que será isso. Se cada um de nós olhar para trás, na nossa vida, homens e mulheres de peso (ou com o peso certo para nós). E penso que a descriminação de sexo está tanto nas mulheres que as faz por vezes querer ser igual aos homens. Tomá-los como modelo. E logo, piores que eles. Na rigidez, na dureza inquebrável das ordens. Exacerbam o lado masculino de si, não creio que sejam felizes, mas acredito creiam elas que por aí se singra no mundo que é deles. E todos os passos são uma escada que se encosta ao chão: por ela, ninguém sobe. Ridículo.
Andorinha
“sou feminina e não feminista” significa: assumo-me como mulher e isso inclui tudo que diga respeito à dignidade da condição humana e de sexo. Que digo sim às qualidades e defeitos de género que me constituem e as assumo. Que a partir delas me construo. Que por elas não me julgo mais nem menos que nenhum homem. Tenho coisas que eles não têm e o inverso. E temos elementos comuns. Essa é uma frase que também costumo dizer :) querendo com ela salvaguardar que o feminino tem que ser a base do feminismo. Ou é tudo uma palhaçada.
Andorinha e Caidê
Tão..que é isso? Desavergonhada…ninguém ainda me tinha chamado. Oh, não. Era só a brincar com o senhor professor :) e a malha, tricot, tem mesmo carreiras ou voltas. Sou um bocadinho burra a aprender pontos, tenho de lhes pedir umas aulas de tapete de Arraiolos que não consegui aprender nem por nada.
João Pedro
Deixaste congelar a água ou descongelas alimentos? A primeira foto é muito em cinza, isso é dos olhos teus ainda presos à noite?
Mas obrigada na mesma :)
“Os amigos marcam-nos quando lhes agarramos o pulso” A minha cabeça! Essa frase trouxe-me à memória alguém que me agarrou o pulso e o dedo ficou marcado; passadas horas, a meio da face interior, uma nódoa negra a amarelar. Já nem sei se foi algum médico a medir a pulsação…talvez. Mas lembro-me daquela marca, parecia uma impressão digital. E foi o contrário do que dizes :)
Tens razão. Se um amigo te toma o pulso, seja para te parar, seja para te auscultar – é que nos auscultam mesmo – é sempre porque te gosta. Sem preço.

tão que é isso, a gente não vem para aqui toda esguedelhada, sem lavar os dentes e o resto. fica mal. eu por mim faço sempre mise e estou em crer que a andorinha afaga as penas das asas e põe rimel; a Caidê usa a tralha toda: como é que se diz, limpa, hidrata e protege. Põe base, corretor de olheiras e papos, faz uns riscos nos olhos muito certinhos. Tudo, tudo. Ninguém vem para aqui em trajes menores nem menos composto. adivinhaste a hora a que me levantei...

bea disse...

vou ali descobrir que parte de mim pertence ao jazz, que é ele e não eu e me está emprestada na alma.

Fiquem bem.

Caidê disse...

Assim sendo:

"AUSTERIDADE

Presidente dos EUA recebe por ano $400.000,00 (291.290,417 Euros);

- O Presidente da TAP recebeu, em 2009, 624.422,21 Euros;

- O Vice-Presidente dos EUA recebe por ano $ 208.000,00 (151.471,017 Euros);

- Um Vogal do Conselho de Administração da TAP recebeu 483.568,00 Euros;

- O Presidente da TAP ganha por mês 55,7 anos de salário médio de cada português.



2º Exemplo

- A Chanceler Ângela Merkel recebe cerca de 220.000,00 Euros por ano;

- O Presidente da Caixa Geral de Depósitos recebeu 560.012,80 Euros;

- O Vice-Presidente da Caixa Geral de Depósitos recebeu 558.891,00 Euros;

- O Presidente da Caixa Geral de Depósitos ganha por mês 50 anos de salário médio de cada português.




3º Exemplo

- O Primeiro-Ministro Passos Coelhos recebe cerca de 100.000,00 Euros por ano;

- O Presidente do Conselho de Administração da Parpública SGPS recebeu 249.896,78 Euros;

- O Presidente do Conselho de Administração da Parpública SGPS ganha por mês 22,3 anos de salário médio de cada português.




4º Exemplo

- O Presidente da República recebe cerca de 140.000,00 Euros por ano;

- O Presidente do Conselho de Administração da Águas de Portugal recebeu 205.814,00 Euros;

- O Presidente do Conselho de Administração da Águas de Portugal ganha por mês 18,4 anos de salário médio de cada português;




5º Exemplo

- O Presidente francês recebe cerca de 250.000,00 Euros por ano;

- O Presidente de Administração dos CTT - Correios de Portugal, S.A. recebeu 336.662,59 Euros;

- O Presidente de Administração dos CTT Correios de Portugal, S.A. ganha por mês 30 anos de salário médio de cada português.




6º Exemplo

- O Primeiro-Ministro David Cameron recebe cerca de 250.000,00 Euros por ano;

- O Presidente do Conselho de Administração da RTP recebeu 254.314,00 Euros

aqui vai a razão pela qual os países do Norte da Europa estão a ficar cansados de subsidiar os países do Sul. Bem, e há o BPN, as PPP..."


Parece que aumentar o salário mínimo nacional em Portugal seria muito impopular.

Raios!

João Pedro Barbosa disse...

Jùlio,

Para o seu amigo Manuel!

My Clothes Are My Dream

http://www.youtube.com/watch?v=wSAq0SAH43s&feature=youtu.be

andorinha disse...

Logo converso com vocês. agora vim só deixar esta pérola que encontrei do outro lado.


Cada sorriso teu agora só desperta
este remorso vil que a minha vida tem:

- A tua alma estava à minha espera, aberta…
Repousei no teu corpo e não fui mais além.

David Mourão-Ferreira.

Até mais logo...

João Pedro Barbosa disse...

Caidê,

Sim fui eu!

"Murcon dá tesão"

bea disse...

Andorinha

tu estás abrigada? é que chove demais.

admiro os poetas por tanto e tão bem dizerem em exíguas letras. Mas quem é que consegue esse exercício supremo de só ver o corpo e não ir mais além? quem?! repara que isso é pôr o outro como objecto, que diz quem é mostrando-se na sua totalidade. Ora nem nenhum corpo humano te diz a pessoa que o habita por completo, nem tu acreditas que diga. Mas tal desencontro daria mesmo origem a um epitáfio :))Eu irritava-me logo

Fiquem bem. Vou dar um mergulho

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Já pereces o professor!

Anfitrite disse...


Para quem não conhece e não tem ouvidos sensíveis poder rir um bocadinho:

http://www.youtube.com/watch?v=IabKwFrqKM0

João Pedro Barbosa disse...

bea,

Ficam aqui umas gotinhas!

http://2.bp.blogspot.com/-Bqh05xPJdlo/UPgpj5h7K3I/AAAAAAAAALs/Y1OmGhtBLCs/s1600/DSC_0012.png

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite,

Mal entrei nesta caixa! Fixei-me logo em ti! Já o disse noutro lugar mas aqui é especial!

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite,

Este não é raro! É mesmo selvagem!

http://3.bp.blogspot.com/-Tgw7BTMWf9M/UPg-cJuI6hI/AAAAAAAAAMA/ZXM8iX8f44s/s1600/DSC_0014.png

Anfitrite disse...

Pedro,
Embora seja selvagem é sempre uma flor. Por aqui também tenho aos montes e um menos vulgar que da flores cor-de-rosa.
http://www.dicionarioinformal.com.br/erva-canária/

http://olhaioliriodocampo.blogspot.pt/2010/01/o-mes-de-janeiro.html

Respondendo também a um comentário que fizeste há dois dias, digo-te que és mesmo incisivo e acertas sempre no ponto. Eu já tenho dito aqui que trabalho muito bem com as mãos.
Quanto ao Ney não há igual... Adoro-o desde o tempo dos secos e molhados em que ele costumava usar aquela voz de falsete.

Quanto a Adamastor nunca encontrei nenhum para minha desgraça. Só encontrei alforrecas. Apetecia-me responder ao asunto que tem estado em discussão, mas falta-me energia. Digo apenas que nunca encontrei um homem a quem admirasse, ou que me servisse de referência, dos mais chegados,evidentemente. Tive algumas professoras a quem admirei, mas eram todas mulheres. E a mulher mais forte que conheci era a minha mãe, tão forte que consegui tirar-me a força, embora eu sempre me tivesse bastado, a mim e aos por perto. Espero que não leves nada pela consulta.

http://www.mocambique-online.com/songs.of.remember/

João Pedro Barbosa disse...

E como esta?

http://4.bp.blogspot.com/-bvYmfUhCeZ0/UPhROHB0a8I/AAAAAAAAAEI/MtPM14heAXg/s1600/DSC_0015.png

Anfitrite disse...

Embora já um pouco atrasado nunca é tarde para pensar num assunto sério:

http://thelookbrown.blogspot.pt/2013/01/os-zicos-suplicam.html

Caidê disse...

Anphy
Foi uma risada bem gira e a propósito.
Estava farta de não rir.

Pedro
Lá vens tu apimentar!... Foste tu o quê, caraças?

Andorinha
Que bem fizeste em importar esse bem de luxo chamado poema.
E sobre feminismo continuo a achar que tens toda a razão do mundo. Tem, não tem, Bea? Pelo menos não deixamos parar o país por falta de consenso - Igualdade na diferença!

.......
Vou ao copo de tinto mais frequente: trabalhar mais um cadinho.



Anfitrite disse...

Pedro,

Gostei, mas não consegui identificar, a origem dos efeitos. Fez-me lembrar as fotografias lindas de uma fotógrafa italiana, que trabalha muito com o vidro e tem imagens lindas.

Ainda bem que já mudaste o avatar. Era para te pedir no comentário anterior, porque já me estava a sentir constipada, mas parece que leste o meu pensamento.

andorinha disse...

Bea,

"sou feminina e não feminista”

Não interpreto assim, mas pronto, daí não vem mal ao mundo.
Não me passa pela cabeça dizer: Sou feminista e feminina. Ou, sou feminista mas sou feminina...
Feminista sou, basta olhar para mim. Feminista é que tenho que dizer, as pessoas não adivinham:))))

A talhe de foice, há coisas que têm o condão de me irritar sobremaneira.
Li ontem uma entrevista com o Fábio Coentrão, jogador do Real Madrid, que a dada altura, questionado sobre se brincava à bola com a filha de dois anos, respondeu, presumo que escandalizado:): "Não, ela é uma menina, brinca com bonecas".
Referiu ainda que queriam ter mais filhos, de preferência um rapaz para poder jogar à bola com ele e levá-lo aos jogos.

Fico completamente fora de mim. A sério, não conseguem imaginar como fico ao ler isto. Estamos no século XXI, acho eu...

Por mim até podiam já começar a penteá-la e maquilhá-la e levá-la aqueles concursos infantis em que pobres crianças macaqueiam adultos enquanto os pais exultam de alegria.Não vejo concursos desses para miúdos...

Por isso, não nascemos mulheres, tornam-nos mulheres.

Outra coisa que me irrita são as meninas bibelot dos anúncios. Para anunciar um qualquer produto põem uma carinha laroca com um bom par de mamas.

E como isto, há mais...

Eu ponho rimel?
Eu ponho hidratante, corretor de olheiras, eyeliner, rimel, base, pinto as unhas e mais não digo que já é entrar demais na minha intimidade:) loooool


Nem todos os que tocam o nosso corpo tocam a nossa alma.


Anfy,

Tá giro!:)
Mas é só depois dos 70, não assustes ninguém...:)

Pedro,

Não consigo abrir nenhum dos teus links. Deve ser macumba:))))))))

andorinha disse...

Anfy,

Sobre o assunto Zico, já pensei o que tinha a pensar.
Morreu um bebé de 18 meses atacado por esse cão.
Só pergunto às pessoas que assinaram a petição se fariam o mesmo se se tratasse de um filho seu.
Só isso já me revelaria muito sobre a pessoa.
Eu adoro animais, sabes isso, não posso ver qualquer animal maltratado ou abandonado. E há tantos assim...
E se todas as pessoas que querem adotar o Zico adotassem um animal? Não estariam a agir de forma mais "humana"?
É evidente que considero que os donos do animal deveriam ser responsabilizados, mas como em Portugal a culpa morre sempre solteira...:(

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Nenhum dos links que deixo são ficticios.

http://www.blogger.com/comment.g?blogID=10966841&postID=5415779866796497004&page=1&token=1358424615290&isPopup=true

Manuel disse...

Novas e boas músicas portuguesas.

«A chave»: Rogério Charraz
http://youtu.be/_WQLcpwB2m8

«Eterna procura»: Miguel Calhaz
http://youtu.be/DiC4jMMkt90

«Estas palavras»: Miguel Calhaz
http://youtu.be/SGq2Xc2G5YE

E esta, ouvi-a hoje no programa Vivá Música, é também do Miguel Calhaz, mas não encontrei o link. Que pena!

«Carnavais, circos e fute-boys»: Miguel Calhaz

Porque as vossas medidas são sempre anunciadas à hora da bola...

"À espera que rebente a esfera de fogo ardente
que traz dias cinzentos de grandes temporais
E sentadas à espera afundam na galera
as vítimas de guerra dos lucros imorais

Há quem fique indiferente, levado pela corrente
embalado na lábia das prosas banais
virá o ferro em brasa para os marcar em massa
servindo-os de repasto aos bandos de chacais

(Carnavais e circos e futebóis,
deixaram-te ó povo em tão maus lençóis
nesses trapos velhos te vão embrulhar
servem de mortalha para te enterrar)

Novos oportunistas tal como parasitas
"doutores" e "engenheiros" da maquinação
pavões, galos de crista a querer dar nas vistas
a defender a obra de destruição

E passeia o pedante altivo e triunfante
engendrando mais formas de nos explorar
Guiando o carro novo (aquele que pagou o povo)
vai largando miséria por onde passar

Rectângulo esquisito, hás de estar sempre aflito
enquanto não souberes andar pela tua mão
põe o ferro na forja, livra-te dessa corja,
e aprende esta palavra: REVOLUÇÃO!"

João Pedro Barbosa disse...

Vale a valer a "pena" de ler!

http://murcon.blogspot.pt/2012/09/rem-everybody-hurts-video.html

andorinha disse...

Pedro,

E eu não sei?!:))))

Manuel,

Gostei do poema, mas acho que já desaprendemos a palavra Revolução.

O Júlio abordou recentemente no Amor é...os problemas que deficientes enfrentam para obter satisfação sexual.
A propósito li hoje uma referência a um filme que aborda esse tema.
O filme chama-se "Seis sessões" e é realizado por Ben Lewin.
Trata-se da história verídica da iniciação sexual do poeta e jornalista Mark O'Brien (1949-1999), quadriplégico e a viver num pulmão de aço por ter sofrido de poliomielite na infância, ajudado por uma terapeuta especializada, uma sexual surrogate. Deste tema de manejo muito melindroso, Ben lewin tira um sensível, caloroso e humaníssimo filme, com a colaboração de um grande trio de atores: John Hawkes, Helen Hunt e William Macy.

Espero não perder.

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

"Dá para ver, um bocadinho mais de televisão?!"

rainbow disse...


Boa noite:)

Caidê

Vi e reouvi o tema malandro:)
E também o "teu" Rod Stewart.

Andorinha

Obrigada pela dica do filme.

"Feminista sou, basta olhar para mim. Feminista é que tenho que dizer, as pessoas não adivinham:))))"

Pois:)

Anfi

Já me fez rir:)

Abraços a todos
e bons sonhos

http://www.youtube.com/watch?v=3-4J5j74VPw

João Pedro Barbosa disse...

Ainda me lembro de chamar cobra à cobra e para espanto meu, aos ouvidos de quem ouvia era uma lesma. Quando viu - Hai! Uma cobra! - Isto leva-me para Adão e Eva: Seria uma cobra, uma lesma ou uma lagarta.

( http://2.bp.blogspot.com/-swnyHhbq_Po/UPiAiGnW8oI/AAAAAAAAAEg/TDpzP8lJMcw/s1600/DSC_0019.png )

Caidê disse...

Quem viu?
Meu pé esquerdo:
http://www.youtube.com/watch?v=gMP8LUDhP-8

Caidê disse...

Sim, claro!
http://www.youtube.com/watch?v=P3o2AMAL8k8

Caidê disse...

E o filme "Les Uns et les autres"?
Continuas imbatível, Rain.
Abracinho na volta do correio. :)))

Caidê disse...

E força:
http://www.youtube.com/watch?v=NhjT-qDLZgE

Caidê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Pedro Barbosa disse...

Caidê,

R.E.M. - Imitation Of Life (Official Video)

https://www.youtube.com/watch?v=0vqgdSsfqPs

andorinha disse...

Rainbow,

Felizmente lês sempre tudo com atenção!:)

Claro que queria dizer: Feminina sou, basta olhar para mim....

A frase como estava era uma autêntica parvoíce. E com o cansaço não dava por ela...

www.youtube.com/watch?v=WzSayxVM_E0

Fiquem bem.


Caidê disse...

Ai, da troposfera...:
http://www.youtube.com/watch?v=hk3mAX5xdxo&feature=share

bea disse...

Boa noite :)
durmam bem. Há aqui coisas muito bonitas que já vi na maioria. A Anphy está a brincar connosco mas é bom sinal. e não respondi à pestanuda do zico porque para algumas coisas me acho até mal empregada.

Sempre que escrevo demais fico de mal comigo.Tou de mal :) nada a ver com vocês.
abraço todos. mesmo.

João Pedro Barbosa disse...

Desta! Não me lembro! (contaram-me). Isto tudo por aquela pergunta chata - O que queres ser quando fores grande - "A mais original foi "Pápa"". Mas a fama já era do antigamente e a melhor forma de me terem sossegado. Em cima de uma cadeira, em frente ao televisor e a comer Cream-Crackers.

Era então conhecido como o Pápa Bolachas.

# http://1.bp.blogspot.com/-U8mxjsASg14/UPiRuH7YQ5I/AAAAAAAAAE0/2Mpbmw3UOCM/s1600/DSC_0024.png #

Caidê disse...

Manuel
Já ouvi. Boas escolhas as de antes e as de hoje como novidade.Bom final de semana também para ti.

Andorinha
A tua proposta musical...um dia te direi, mas é ponto fraco per mi.

Pedro
R.E.M.- forte som, amigo!

Fiquem com a força da amizade. Noite vitaminada :)))

João Pedro Barbosa disse...

Bom berço!

/ http://1.bp.blogspot.com/-nio1c3G3ar0/UPildMvn1tI/AAAAAAAAAFI/QRcFvjJ2aGo/s1600/DSC_0026.png /

João Pedro Barbosa disse...

São 2 horas!

1 Hora nos Açores!

R.E.M. - Nightswimming (British Version) (Video)

https://www.youtube.com/watch?v=ahJ6Kh8klM4

Anfitrite disse...

Caidê,

Eu dele vi quase todos. Também viu "Em nome do Pai", O último dos moicanos, Gangs of Nona York, a room with a view, a idade da inocencia, haverá sangue e agora já tem mais um globo com o Lincoln. É um dos melhores e não precisa ser bonito.
Então tem conseguido abotoar todos os botões, não tem deixado, de propósito, algum aberto, para aproveitar o facto de ser feminina?:)

Andorina,
Hoje vieste mal disposta do emprego!


Bea,

Não se julgue tão superior só porque encontrou alguém que também escreve bem.

Veja o vídeo da pestanuda e pense o que poderia acontecer e depois diga de quem seria a culpa, já que o animal é irracional, mas deu para ver a sua ansiedade, quando foi transportado pelos guardas. Todos os dias morrem crianças por falta de cuidados, dos pais: intoxicações, quedas de andares, para não falar de outras coisas piores. Sejamos racionais!

João Pedro Barbosa disse...

Há uma certa confusão no reino vegetal e em particular nas plantas. Predominante forte em máxima crítica, o hemisfério Norte; as plantas desenhadas tenhem uma certa dificuldade em readaptar-se para além do equador.
As formas elipticas dentro do vário tipo de curvas, são as que mais bem se adaptam ao terreno mesmo em lotes quadrados.

http://4.bp.blogspot.com/-4kZIOwVBZaE/UPixWykdSyI/AAAAAAAAAFc/tuOQQQzkcKA/s1600/DSC_0027.png

João Pedro Barbosa disse...

R.E.M.-Losing My Religion(With Lyrics)

https://www.youtube.com/watch?v=FQ2yXWi0ppw

Anfitrite disse...

Coitadinhos deles. Ganham tão pouco que até lhe perdem a conta. Tratava-se apenas de trocos..., mas lembrou-se quando soube que estava a decorrer a "Operação Monte Banco".

http://murcon.blogspot.pt/2012/09/rem-everybody-hurts-video.html

Anfitrite disse...

A primavera Árabe no seu melhor!

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/mae-e-filhos-condenados-por-trocarem-islao-pelo-cristianismo

Hoje até já puseram o pezinho na inespugnável Argélia. Cada vez estamos melhor... lembras-te andorinha de falares toda contente do assunto e eu te alertar?

João Pedro Barbosa disse...

Lisboa, Madrasta e Tóquio

http://3.bp.blogspot.com/-feFwdBKVyqQ/UPjBKfFMwhI/AAAAAAAAAFw/8lgW4Dla9ck/s1600/DSC_0029.png

João Pedro Barbosa disse...

R.E.M. - Leaving New York (Video)

https://www.youtube.com/watch?v=tCvnGxfBfiw

João Pedro Barbosa disse...

Já passa das 16h! Está na hora do lanche!

*http://2.bp.blogspot.com/-DNHbTEIVOrA/UPjM2DY_o6I/AAAAAAAAAGE/RgL0R7bsy_0/s1600/DSC_0034.png*

«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 1050   Mais recente› Mais recente»