domingo, abril 13, 2008

A náusea. Sartre que me perdoe o roubo do título:).

A FERNANDA CÂNCIO É PRÉ-SOCRÁTICA Ferreira Fernandesjornalistaferreira.fernandes@dn.pt

Foi na sede do PSD a conferência de imprensa. E foi o vice-presidente Rui Gomes da Silva a falar. Ontem, ele disse que a RTP não devia contratar a jornalista Fernanda Câncio porque esta tem "um relacionamento com o primeiro-ministro". E concluiu: "Em política o que parece é." Aquela conferência de imprensa pareceu-me tola. E, como mais política não podia ser (na sede do PSD e com o vice-presidente), parecendo tola, foi. E tendo sido tola porque sendo política o parecia, foi tola também porque os argumentos de Rui Gomes da Silva foram tolos. Pequenez sobre a qual eu era capaz de generosamente deitar um manto, não fosse ela também uma pulhice. Quando dei por Fernanda Câncio, lendo-a, eu não saberia dizer quem eram, politicamente, três dos actuais líderes dos cinco partidos nacionais: José Sócrates, Luís Filipe Menezes e Jerónimo de Sousa. Quem?!!... Só de raspão teria ouvido falar deles. Conhecidos, só Paulo Portas (e como jornalista) e Francisco Louçã, com quem eu tinha andado num mesmo pequeno partido. Já Fernanda Câncio, jornalista, eu conhecia pelo seu trabalho - reparem na palavra, vou voltar a ela - no Expresso e Grande Reportagem.A RTP contratou Fernanda Câncio para ela fazer aquilo que faz há anos com mérito: reportagens sobre questões sociais. A Câncio é repórter, já trabalhou em televisão (na SIC) e as questões sociais são a sua área de especialização. A RTP não a contratou para um cargo, mas para um trabalho. Por chicana política, por julgar que ganha pontos sobre o partido do Governo, um partido da oposição não se importou de insultar uma trabalhadora, enquanto trabalhadora. Rui Gomes da Silva insultou-a dizendo que a RTP a foi buscar "única e exclusivamente por razões que são de todos conhecidas". E que essas razões são "um relacionamento com o primeiro-ministro". Pois a mim mais natural me parece que se contrate Fernanda Câncio como repórter do que Rui Gomes da Silva para dizer coisas em nome de um partido. Leio o que ainda esta semana Fernanda Câncio escreveu no DN, leio a conferência de imprensa de Rui Gomes da Silva, e se há que suspeitar de alguém por andar às cavalitas de alguma cunha, não é na jornalista que penso.Fernanda Câncio tem "um relacionamento com o primeiro-ministro". Tem? Pois aí está outro mérito: conhecem fotos dela com o primeiro-ministro? Há-as, mas só tiradas à socapa. Conheço mais fotos de Rui Gomes da Silva com ex-primeiros-ministros. Num país de apêndices militantes, gente que se baba por frequentar os poderosos - e faz gala de o mostrar -, haja alguém como a Câncio que, se anda com o primeiro-ministro, não aparece. Essa é que era a frase, Rui Gomes da Silva: se não aparece, é. A Fernanda Câncio é.

Nota - Não conheço Fernanda Câncio pessoalmente, apenas os seus trabalhos. De há muito. Como seria inevitável, apreciei alguns, brindei outros com reservas, não me revi num par deles. Todos me pareceram intelectualmente honestos e capazes. Por isso considero que esta Direcção do PSD conseguiu atingir o grau zero de um discurso que - como é óbvio! - não chamarei de político. E, por elementar dever de justiça, desejo acrescentar o seguinte: por mero acaso, desempenhei funções dirigentes na área da Toxicodependência sempre sob a égide de Governos PSD, o que implicou muita "pedra partida" com figuras destacadas do Partido; em duas campanhas referendárias sobre o aborto colaborei em iniciativas da JSD que proporcionaram debates enriquecedores; como todos vocês, tenho amigos militantes do PSD e outros que se limitam a dar-lhe o seu voto nas eleições. Lembrando faces e palavras de todas essas pessoas, não acredito que alguma se reveja nesta baixeza latrinária.

P.S. Alguns de vocês referem algum desconforto da minha parte no programa do Malato. É verdade. Mas não gostaria de permitir alguma dúvida quanto às razões - fui tratado como um príncipe por duas pessoas com quem tenho boas relações de amizade, O Malato e a Helena, e com fidalguia pelo Professor Mário Andrea. Acontece que a homenagem a minha Mãe me deixou de rastos. Se o programa fosse gravado, pediria uns minutos para me recompor. Assim, tive de sobreviver:). Um pedido de desculpas a quem possa ter desiludido.

46 comentários:

yes! my love! disse...

Imagino que também já exista uma proposta na manga que considere fundamentos de resolução de contrato com a RTP o " ter um relacionamento com ... " !

E nos referidos contratos passaria então a constar a cláusula " ... mais se obriga, o(a) jornalista, sob pena de resolução, a não manter relacionamento com PR(s) PM(s) M(s) SE(s) DG(s)...

com uma pequena rectificação,

no sentido de se estender a proibição,

também aos relacionamentos com os principais líderes dos partidos da oposição e seus homens e mulheres da máxima confiança !

E finalmente teremos a RTP a prestar um serviço de informação acima de qualquer suspeita, fundada em relacionamentos amorosos!!!

Mas, eu acho a prosposta muito pouco abrangente!

Acho que devia sancionar todo o tipo de relacionamento: amoroso, familiar, partidário, clubístico, amistoso dos tempos da guerra colonial, do liceu, da equipa de desporto escolar, da faculdade, de vizinhança, dos negócios e outros que possam sustentar relações de confiança recíproca que possam de algum modo, mais ou menos oculto, influenciar o pensamento e a opinião dos jornalistas;

e nem que para isso, a RTP tenha que ir contratar os jornalistas a África ou ao Brasil...

( em tom de exercício antielmético )

yes! my love! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Xelim's Skull disse...

Veja também este texto de Fernanda Câncio,

O juiz macho e o apalpão latino

Pulhice por pulhice, ou talvez seja a frustração da premonição de um apalpão rejeitado!

No fundo, há uma sovinice "escondida" em cada um de nós!

Quanto ao Benfica,

«O que levanta questões curiosas, não acredito que esta clara melhoria se deva apenas à mudança do sistema de jogo.», JMV

Eu bem avisei que se falava demasiadamente na questão da motivação – o próprio Camacho falou. E o Chalana ainda só ganhou um jogo em 5 que fez como treinador principal. E acho que tem falta de cultura defensiva... Também está a aprender a ser treinador no Benfica!

Fora-de-Lei disse...

Para começar, tenho sérias dúvidas que Fernanda Câncio tenha qualquer relação amorosa com José Sócrates. Aliás, penso até que a aparição dela junto do primeiro-ministro - na ressaca de certos rumores surgidos na campanha eleitoral - teve a mesma finalidade que as visitas da "namorada" de Paulo Pedroso à Penitenciária de Campolide. Remember ?!

No entanto, também não acho justo que Fernanda Câncio seja "vítima" de uma pretensa relação com José Sócrates. Era o que faltava...! É claro que eu nunca a convidaria para fazer uns programas sobre os bairros com problemas sociais, realidade da qual ela deverá estar bem distante. Tendo em conta alguns dos seus mais célebres artigos no DN, talvez a convidasse - isso sim - para dar uma forcinha ao "lobby", comprando-lhe uns programazitos sobre homossexuais, lésbicas e afins...

Mas também não quero acabar sem dizer que teria sido o bom e o bonito se há três anos atrás a RTP tivesse convidado uma amiga do Santana Lopes para fazer uns programas. Ninguém calaria os "socialistas" sobre um possível convite a uma santanete...

Seja como for, isso já são águas passadas. E mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. E só os burros é que não mudam de opinião. E qual é o problema do Jorge Coelho ir para administrador da Mota-Engil ? E o que é que eu tenho a ver com isso ? E quem é desconfiado não é certo. Blá, blá, blá...

Fora-de-Lei disse...

Se alguns dos próximos concursos para as grandes obras públicas em perspectiva forem ganhos pela Mota-Engil, não sei se tal se ficará a dever a Jorge Coelho ou não. Não sei, nem me interessa, pois não sou accionista de nenhuma empresa concorrente.

Quanto ao programa "O meu bairro" comprado pela RTP à produtora "Contra Costa" tenho a certeza que esta seria sempre contemplada mesmo que o jornalista de serviço fosse o Emplastro e não a Fernanda Câncio.

Aliás, quem disse que a Mota-Engil contratou o Jorge Coelho para ganhar certos concursos ? Jorge Coelho foi contratado pela seu Doutoramento em Construção Civil tirado em Harward. E quem disse que a "Contra Costa" contratou Fernanda Cância para mais facilmente vender o seu programa à RTP ? Nada disso. Segundo julgo saber, a RTP comprou esse programa à "Contra Costa" porque esta diminiu o preço da produção para metade. Foi isso e só isso.

Este mundo está cheio de más línguas...!

PS: "Contra Costa" lembra-me o termo "Abafador de Costeletas". Lobby ???

CêTê disse...

Bom domingo a todos.

Sobre o post...

Pelos vistos hà coisas na política que dão a volta ao estômago do professor! Mas com o devido respeito esse assunto não merece indigestão alguma. Primeiro porque os políticos ou melhor (porque haverá políticos respeitáveis)as máquinas partidárias têm características COMUNS asquerosas; segundo porque há tráfico descarado de influências nos mais variados órgãos estratégicos de poder em que a informação tem um lugar de destaque- e este governo têm-no feito com o descaramento de quem se presume e DIZ inocente pelo facto de outros o terem feito no passado- COMO SÓ A ELES DEVESSEM EXPLICAÇÕES DISSO; terceiro e principal: os efeitos da política deste governo é que deviam dar-nos volta NÃO SÓ ao estômago mas SOBRETUDO à cabeça.

Mas se quer saber, se eu fosse uma jornalista com o potencial que diz(em) ter, nem equacionaria a hipótese de trabalhar na RTP. Nem por um segundo.
A senhora pode muito bem ser como a esposa do actual Presidente da Câmara de Lisboa que foi a manif (e CORAJOSAMENTE O FEZ) dos professores, não duvido disso. Ou até comungar de forma siamesa com todas as políticas do seu (suposto) namorado.
Não é isso que está em causa: é uma questão de valores e bom senso que pelos vistos não são factores dominantes ao longo das gerações.

Há uns tempos num debate sobre Monarquia/ República os monarcas questionavam esta coisa de tráfico de influências muito bem dizendo (qualquer coisa como isto):
A monarquia foi sempre criticada pelo poder herdado e agora? O poder e os cargos podem não ser herdados mas são dados aos da confiança política de quem a todo o custo manter o poder.

E se virmos bem nos meios onde todos nos movemos o que é que é feito? É a competência que dita a escolha? Hummmmm

Mas reagir é bom.

CêTê disse...

Quanto ao programa ;)...
esteve deliciosamente (qb) frágil. ;))))

Dessem-lhe mais tempo e deitava-se no sofá, descalço, no regaço da Srª Drª Helena. Quem sabe com um voo picado do Malato e era ver quem fazia análise a quem. ;)

(A política é como algumas bactérias azedam o leite!);P

CêTê disse...

(Antes de me ir embora: FDL os seus comentários apesar de alguns poderem achá-los INconvenientes ;)) são muito engraçados! Vamos lá a ver se quando (se) houver outro governo não passa a chamar-se Dentro-de-lei.);)

pietà disse...

Bom domingo para todos,
Professor não seja modesto, concordo com o comentário de cêtê, mais positivo que isto não há, muitas gargalhadas, emoção no limite e a usa cara de espanto, surpresa, eu sei lá o que foi, quando quando disseram que a sua voz era......, foi delicioso, o grupo de convidados do malato esta semana foi 5 estrelas. Quanto à politica, não quero falar fico deprimida!!!!

Roberto Ivens disse...

Visto de fora, Portugal parece, cada vez mais, um País em permanente crise existencialista. Por causa dos «relacionamentos»? Fernanda Câncio com José Sócrates? Gomes da Silva com Santana Lopes? Pois, creio que o próprio Sartre teria dificuldades em destrinçar isso...

Fora-de-Lei disse...

CêTê 5:41 PM

Dos governos possíveis de serem formados em Portugal, a única chance de eu poder ser DDL é com governos da cor do actual. Mas se nem com este governo (descolorido) eu o consigo ser, muito menos o serei com os esperados sucedâneos... FDL forever!

joao de miranda m. disse...

E onde reside o problema de o Professor ir ao programa do Malato? A sua presença melhorou o programa. E o programa é bom, na medida em que solicita a sua presença. Não é um programa que deslustra um convidado. No caso concreto, o convidado deu mais lustro ao programa. O programa não o desprestigiou, em absoluto. Tudo pacificado, portanto.

Fora-de-Lei disse...

"Alguns de vocês referem algum desconforto da minha parte no programa do Malato. [...] Um pedido de desculpas a quem possa ter desiludido."

As pessoas quando são elas próprias, mesmo que por qualquer razão não estejam nos seus melhores dias, nunca desiludem os outros.

Canseiroso disse...

Claro que não desiludiu professor. E para lhe sanear dessa tristeza, aqui vai uma história do meu alentejo, desta vez da autoria de José da Silva Picão:

«Ao anoitecer, dá-se a ceia.. O abegão ou o sota, senão os dois, põem a mesa, vasam a olha da asada para os alguidares, separam a boia (quando a há) e conduzem a comida ao seu destino. Depois um deles sai à rua e grita:
- À Ceia!…
Grito forte, que se ouve distintamente.. Fraco que fosse, ouvir-se-ia também, atenta a impaciência com que os ganhões o aguardam. Mal pois o ouvem. todos entram no monte, todos se descobrem e todos se sentam à mesa nos lugares habituais.. Como de costume, o abegão preside, sentado à cabeceira.
Primeiro, migam-se as sopas sobre o caldo da olha. Tantas quantas possam ficar embebidas. Feito isso, o «governo» profere a invocação do: - «Com Jesus!» - e a ganharia passa a comer vagarosamente, com o silêncio e ordem que notei ao tratar do almoço.
Quando todos deixam de comer os legumes ou a couve, o abegão - se o dia é «de carne» -puxa a si a palangana do toucinho e parte a boia em tantas rações iguais quantos são os homens. E oferece-lha para que a comam em seguida, ou a guardem como entendam, para a comerem quando queiram.»

Canseiroso disse...

Queria dizer: Para lhe sanear ESSA tristeza.

Fora-de-Lei disse...

Canseiroso 7:46 PM / 7:48 PM

"E oferece-lha para que a comam em seguida, ou a guardem como entendam, para a comerem quando queiram."

Mas que estória tão mal contada. Então os homens estavam cheios de fome mas - mesmo assim - ainda havia a hipótese de guardarem a comida para outra altura ?!


"Queria dizer: Para lhe sanear ESSA tristeza."

Eh pá, isso é insano. Ou será que o tempo dos saneamentos está mesmo de volta ?!

Su disse...

voto no FDL

prof não se exalte....com doentes:)

desculpe lá mas eu não o vi.....

jocas maradas

mariam disse...

Boa noite
concordando consigo, sempre acrescento que deveria ser inventado um artefacto medidor da (in)competência, talvez assim houvesse redução dos "lobby&Cia"...

quanto ao programa onde foi convidado de Carlos Malato, esteve genuino, mostrou sentimento, graças a Deus que ainda não perdeu essa capacidade...

PS:nunca havia visto o programa, mas, porque o Sr. lá ia, uma amiga resolveu fazer um "serão" frente ao ecran, acompanhado dos sorrisos meu e de outra amiga, de chazinho e bolo Chiffon ... delicioso, portanto! :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

É bom não esquecer o Branquinho,pois foi ele o primeiro a fazer as acusações a FC e é reincidente neste tipo de acusações torpes.
Pessoalmente, gostei de te rever Júlio e acho que estiveste muito bem.
Um abraço
PS: Fora da lei, por favor,não misture alhos com bugalhos. Se a santanete tivesse metade do valor jornalístico de FC, ninguém iria pôr em causa a sua contartação. Sabe porquê? Porque não há, nos outros partidos portugueses gente de tão baixo nível como eses dois inúteis do Branquinho e do Gomes da Silva

andorinha disse...

Boa noite.

É a politiquice à portuguesa no seu melhor, ou seja, no lamaçal.
Como já estamos em pré-campanha eleitoral o lamaçal acentua-se. Já era de esperar, ou não?
E ainda não vimos nada....:(

Quanto ao programa do Malato está a pedir desculpas porquê???
Tem cada uma!:)

Faço minhas as palavras do meu amigo e companheiro, FDL.
"As pessoas quando são elas próprias, mesmo que por qualquer razão não estejam nos seus melhores dias, nunca desiludem os outros."

Somos nós que temos que "ensinar" isto a um psi?:)))))))))

Marginal disse...

Desde quando o ser-se alguma coisa a alguém, é impeditivo de se desempenhar um trabalho, para o qual intelectualmente tem todo o mérito?

Não se trata se é ou não.

Trata-se de algo muito pior, humilhante, mesquinho e preconceituoso...



Quanto ao seu de "rastos", Professor, o que eu vi, foi um homem sensivel, emocionado, muito emocionado pela homenagem à sua Mãe. Sobreviveu com um dos mais significativos sorrisos que podemos ter: aquele onde se misturam todos os sentimentos de uma vida inteira e todos os outros que albergamos, depois da partida...

Não peça desculpa, nós que aqui o lemos sabemos desse coração de afectos. Vale? :)

Fora-de-Lei disse...

Carlos Barbosa de Oliveira 9:44 PM

"Porque não há, nos outros partidos portugueses, gente de tão baixo nível como eses dois inúteis do Branquinho e do Gomes da Silva."

Se você o diz, quem sou eu para o desmentir ?!

Mas a vida ensinou-me que as opiniões sobre os outros muda muito consoante as conjuturas. Por exemplo, Carolina Salgado foi uma "senhora" que até teve direito a guarda-costas / guarda-abel para se poder sentar na Catedral, no meio dos SD, com o dedo médio em riste virado para os sócios do Glorioso. Hoje, na boca do seu anterior apaixonado, não passa de uma testemunha que até pode ser comprada na feira. No fundo, o carácter de um e de outra são aquilo que sempre foram. Mas as conjuturas mudam e tudo se altera...

Nuno Guimas disse...

"Um pedido de desculpas a quem possa ter desiludido"? - O Professor foi lá por ser o ser humano que é. Como poderia desiludir? A atitude de "one-man show" nestes talk-shows é muitas vezes resultado de horas de ensaio em frente ao espelho e treino de actor para exibir sorrisos de cosmética. O Professor foi o Prof. Machado Vaz que todos conhecemos e admiramos... e isso não implica obviamente qualquer pedido de desculpas :).

Quanto às atrocidades com que os politicos nos brindam nos seus jogos de luta de poder... onde está a surpresa? É uma pena ter de usar este tom de generalização dos defeitos inerentes ao "politico", mas os factos cada vez mais confirmam que este tipo de comportamentos já deve estar registado na cadeia genética de quem tem como emprego a luta cega pelo poder.

JFR disse...

Com tanto disparate dos dirigentes do PSD, acredito que nas próximas eleições legislativas vamos ter mais de 50% de abstenção!

Será que Menezes e o seu "inteligentíssimo staff", julga que, nesse caso, as eleições não serão vinculativas?:)))

Henrique Dória disse...

O Marcelo disse tudo, hoje, na televisão: o PSD desceu abaixo de cão, com todo o respeito pelos cães!

g. disse...

esse senhor rui gomes da silva antes de falar de quem quer que seja devia olhar bem para si e para todo o seu passado... deixo aqui algo elucidativo do que o senhora andou a fazer enquanto andou pelo governo e não só

http://alexandre-monteiro.blogspot.com/search?q=Rui+Gomes+da+Silva

g. disse...

pronto prof está perdoado, afinal tb os profs e psicólogos e gdes senhores que dominam a mente e as emoções também são humanos e tem de as controlar como os comuns mortais..

é claro que o malato não poderia deixar de prestar uma homenagem a alguém que nos deu tanto e deixa saudades

"famoso Mercado onde todas as vendedeiras sempre a trataram carinhosamente por Clarinha. A 16 de Outubro de 1949, com 26 anos, foi a feliz mamã de um menino sensível e terno, que aos 10 ou 11 anos, muitas vezes a acompanhava aos espectáculos, escutando-a, embevecido, atrás dos bastidores. Que sempre foi ela a sua melhor amiga e conselheira até que a doença no-la roubou a todos, nunca fez segredo o seu filho Júlio Machado Vaz."


ah prof é tão bom gostarmos para sempre de alguém tão especial e sermos egoistas por sentir saudades de a ter.


e eu a pensar que era por causa da malandrice latente da HSC no sofá... risos quem a conhece sabe bem que só ela teria àvontade para deixar alguém sem jeito... mesmo um grande professor.

e concordo com o malato e com a helena o professor tem uma voz... [mais não digo senão acusam-me de assédio]

beijinho e gostei de o ver, parabéns

g. disse...

perdão a referência à "Clarinha" foi tirada daqui:

http://avozdofado.blogspot.com/2007/04/maria-clara-uma-intrprete-tambem-do.html

Teresa Simões disse...

Há anos (nos meus provectos 57- iguais aos seus, certo?) que acho impossível que alguém como o Prof. consiga desiludir outro alguém. Acho que esteve como é, pq. um psi também é um ser de sentimentos e emoções. Neste caso e recordando a sua adorada mãe, acredite que eu própria não consegui conter as lágrimas ao ouvir a canção. Assim como tb.ri até elas (lágrimas) com a inigualável HSC e o"nosso"Malato.
Parabéns por ser como é e me dar muitas vezes a sua ajuda mesmo à distância

anfitrite disse...

Além de também provocarem náuseas os que aqui falam de certa maneira,
têm pena de não ter "As Mãos Sujas" por não receberem certas benesses do governo.

Laura disse...

Parece que está escrito que estamos condenados a beber o copo de fel até ao fim.
Até nos conseguirmos livrar desta gentinha pequena que enche o PSD de agora, teremos de passar por todas as humilhações, desgostos, espectáculos e exibições do 'catálogo da pequena política'.
Talvez seja preciso para expulsar de vez os anti corpos´... mas custa ver entronizada no 'poder' esta mentalidade de alcova que sempre teve o condão de me tirar do sério.


Professor, eu gostei de o ver! Não esteve com o seu élan habitual, logicamente, mas isso era previsível.
Uma coisa é a energia que se tem num programa de autor, outra a energia que se pode ter num directo em 'polifonia'. E logo um directo do género daquele, barulhento, anárquico e imprevisível...:)
Ainda bem que foi diferente, afinal qualquer pessoa muda com a circunstância e por isso a sua atitude foi ainda mais real(ista).

Confesso que ainda agora sorrio ao imaginá-lo a dividir um T2 com a Helena SC :):) Um tanto "encombrant", não?!:):)

Laura disse...

Ah, é verdade, Professor:)
Lamento a goleada... mas a Briosa volta e meia tem de fazer jus ao nome...:)
Foi uma adrenalina pura:):)

andorinha disse...

Laura,

Não tem graça nenhuma.
É muito feio bater em quem está na mó de baixo...

A vingança vai ser terrível, só não sei é daqui a quantos anos.

:)

thorazine disse...

Boas!

Ontem de madrugada apanhei a repetição do Malato e mal começaram as imagens da mãe do professor a minha namorada comentou que aquilo não se faz! :) Obrigar uma pessoa a ter (ou esconder) emoções em público...ainda por cima num directo! Obviamente que as pessoas são diferente, mas eu ficava incomodado..

PS - Consegui gravar a "aparição" do prof! Se ele não se manifestar contra posso ripar e por no utube para quem não viu! :))

thorazine disse...

PS2 - Adorei o humor da Sra. Sacadura Cabral! Nas gargalhadas quase que bate o Malato! (Aliás, isso e difícil pois se calculassemos a percentagem do tempo do programa que ocupam as gargalhadas era com certeza uma parte do programa! :))))

thorazine disse...

Aqui está uma solução para as as pessoas que ainda não estão "resolvidas":).
http://www.youtube.com/watch?v=YUGEWQmd8Z8&feature=related

PS: era giro num futuro apanhar este spot entre o "reduce fat fast" e o "jack la lane's juice"! :)))))

PS - Não, não é o video do prof! :))

Julio Machado Vaz disse...

Thora,
Já agora...também vejo:))))). Só me falta o telemóvel!

casa.da.ponte disse...

Também gostei muito do programa...e realmente só o vi porque o Prof anunciou aqui a sua presença. Foi emocionante! sabe que aquela canção a cantávamos nas festas da Escola Primária em`´Africa"?! ...Moçambique.
Temos que arranjar maneira de permitir ao Malato dizer..."já fui feliz em Cantelães"! Se a minha casa servir....ele que venha.
Um abraço Professor e é um prazer vê-lo, também no écran.
M.Dores

Migmaia disse...

Bom dia,

Foi a 1ª vez que vi o Malato na sua versão Oprha Winfrey, e penso que a última...Apesar do elevado nível dos Convidados, não me parece que o Apresentador esteja à altura no que diz respeito à genuinidade dos sentimentos revelados.
A exploração dos temas relativos a cada Convidado, também não me pareceu justa. Enquanto a HSC contou com o contributo do depoimento dos filhos, o Prof. foi brindado com uma bonita homenagem à sua Mãe. Além de se encontrar previamente condenado pelas "Capas Negras"...
Claro que o estado de espírito não podia ser de euforia (thora: Lucy in the Sky with Diamonds), diria mais de nostalgia...

cabecinhapensadora disse...

Fernanda Câncio é uma boa jornalista. Na sua vida privada anda com quem quiser e ninguém tem a ver, salvo se com isso invadir a liberdade dos outros. Não parece ser o caso. Há quem não saiba distinguir a coisa pública da privada, confusão que fica mal em qualquer lugar. E os nossos políticos não são exemplo em muita coisa, primeiro ministro incluido. Mas será que se falaria da senhora no PSD, ou o jornalista em causa lhe dedicava um artigo tão extenso, se ela fosse só ela?!Quando se realiza uma das hipóteses o que acontece às outras?

thorazine disse...

Boas!

A minha placa de Tv é um bocado da idade da pedra e o vídeo que gravei da primeira parte está um bocado dessincronizado, mas logo vou tentar arranja-lo! Entretanto já fiz o upload à segunda parte: http://www.youtube.com/view_play_list?p=7C262F24A25444A4

(É o link da playlist, basta clicar "play all" e está a andar..:))

non! mon amour! disse...

Valeu Thora !

Já revi e reouvi :) mas ou eu reouvi mal :( ou naquela parte do T2 e do T4

JMV disse mesmo a HSC que sendo assim (?) posso ir acompanhado (?) :)

e qual das outras piadas a mais brilhante?

e mesmo na 1ª parte, sob o efeito de tamanha surpresa, reagiu com esse sorriso lindo que nos deixa sem palavras :)

e ainda que tivesse reagido menos bem, o que não aconteceu, gostei tanto das fotos de Maria Clara que passaram e de ouvir cantar aquela canção mágica que nessa parte, o Malato não merece castigo !

eu só acho que ele está demasiado concentrado em si mesmo, em vez de se concentrar mais nos convidados, e nisso teria muito a aprender com JMV ! mas quem perde é o programa!

Xelim's Skull disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Xelim's Skull disse...

Eu até "de certa maneira" concordo com a Fernanda Câncio - um ano de prisão para todos os assentos de autocarro! Afinal, os assentos apalpam rabos!

É isso, mandem os assentos pra cadeia, JÁ!

PILAR disse...

Quero ainda acreditar que há pessoas com carácter, que podem trazer para a política o melhor de si descomprometidamente!Quando vislumbrar um líder assim juro que vou a um qualquer lugar ouvi-lo, suportando eu os inerentes encargos!
Quanto ao programa do Malato, gostei de ver o Professor...soube a pouco, queria ouvi-lo mais tempo!Comigo é assim desde a 1ª vez que o vi num programa do Carlos Cruz há uns tempo já passados!Como gosto de "partilhá-lo" até chamei amigas para assistirem comigo!

psinocas disse...

O mestre jamais desiludirá alguém!
Foi um prazer ouvi-lo, não era o Psi, mas sim o filho de sua Mãe!