segunda-feira, setembro 28, 2009

Breves.

1 - Sócrates ganhou, como seria inevitável, dada a alternativa. Não creio que tenha encarado seriamente a hipótese de nova maioria absoluta, mas acredito que aspirasse a um resultado a beijar os 40%. A governar em minoria, a partir desse "trampolim" e com uma vitimização bem feita no velho registo do "deixem-nos trabalhar".., quem sabe? Assim, o pulo parece maior do que a perna. Espero que descubra as virtudes da negociação parlamentar e resista a tentações de estabilidade contra natura para um Partido Socialista.

2 - Manuela Ferreira Leite colheu o que (não) semeou. Escrevi aqui acerca da minha estima pessoal por ela e do agrado com que lhe observei a ascensão à chefia do PSD. Surpreendeu-me que se tivesse "resignado" a esperar que o descontentamento popular com Sócrates lhe colocasse a vitória no regaço. Talvez pudesse ter acontecido sem a monumental e catárctica tareia das Europeias, mas mesmo assim duvido, o vazio da estratégia (?) laranja foi demasiado evidente. Embora algumas facas e vozes já tenham visto a luz dos holofotes, presumo que o lume permanecerá brando até ao dia seguinte às autárquicas.

3 - Portas é um profissional muito trabalhador. Tudo me separa dele politicamente, mas sei apreciar uma campanha eficaz, imune a "distracções" e ainda por cima potenciada pelo descalabro dos vizinhos. Falar depois de Sócrates foi o primeiro sinal do estatuto que persegue - alcançar o Poder, formal ou não. Se o PSD não ganhar juízo, a erosão pode continuar nas próximas eleições.

4 - O Bloco cresceu muito. E no entanto... O PP é um espinho atravessado, claro, mas os riscos são outros. Decretar consolidada a votação seria um erro monumental, negar o voto de amuado protesto pode ser o primeiro passo para o perder no futuro. E diga-se que ela poderia ter sido maior, Louçã foi trucidado por Sócrates na TV porque o subestimou, pensando que a conversa reproduziria os diálogos na Assembleia: ele ao ataque com casos pontuais - e na TV um dos ases na manga revelou-se um fiasco... - e Sócrates a exibir o seu escândalo perante a "demagogia" e a "superioridade moral". Erro crasso, o Engenheiro Sócrates sabia que a melhor defesa era o ataque. Precisamente por causa do sucesso, a "adolescência política" faz parte do passado, o Bloco vai ter de responder pelas suas propostas e lidar com notícias como a do Expresso sobre os PPR e em ambas as situações Louçã tremeu.

5 - Jerónimo é o campeão da simpatia pessoal, o homem preenche todas as condições para ser recebido de braços abertos em Cantelães, pois se até joga bem a sueca!:). É verdade que a CDU tem mais um deputado e - creio... - dez mil votos, mas quem ouviu Ruben de Carvalho percebeu - é na rua que o PC tenciona provar que se está nas tintas para o top five da Assembleia.

6 - Entre abstenção e votos em branco e nulos o desencanto do eleitorado é evidente.

7 - Se o Presidente da República se sair bem da comunicação de amanhã tiro-lhe o chapéu, porque não consigo imaginar como...

8 - Apesar de algumas provocações risonhas, considerei que declarar o meu sentido de voto poderia ser entendido como um apelo à mobilização dos murcónicos:). Limitei-me, assim, a esboçar a geografia eleitoral que desejava para ontem à noite. Mas hoje, não gostaria que os velhos "accionistas" do Murcon e as mais recentes "aquisições" pensassem que cultivo a ambiguidade - o tipo que já votou branco, PC, Bloco e - na maioria das vezes... - PS, ontem (and the winner was!:)) pôs a cruzinha no Bloco.

9 - Em verdade vos digo que, com esta declaração solene, que me veda as portas do próximo Governo (snif, snif), dou por terminada a minha incursão pelas entediantes veredas eleitorais, razão pelas qual reafirmo desde já o meu voto em Elisa Ferreira nas autárquicas e fecho a loja até às presidenciais!:).

56 comentários:

Su disse...

opssss

o louça derrapou e mal, mui mal


pstt gosto de profissionais:)

jocas maradas ...farta de tretas tangas e afins

Sandra disse...

Temos o País que escolhemos. Esta Campanha foi talvez a que se rodeou de maior informação. A abstenção, essa...não a entendo, nem como nem porquê, mas que é doloroso assistir a esta apatia é.
Esperemos que quando pensarem em levantar o dedo, apontem primeiro para elas próprias e se questionem o porquê de não terem votado.
Fica o convite para uma visita ao meu blog:
http://sandrablogwithaview.blogspot.com/

Obrigada

Cê_Tê ;) disse...

;))) O professor sabe que lemos e ouvimos por vezes o que queremos... ... mas eu leu que votou no Bloco. E se assim foi (ainda que virtualmente lool) receba de mim um beijo nas "beiças" qual peixeira mamalhuda enlouquecida- RAIOS! Algué do continente que não endoidou! ;P

o lavagante disse...

Estas "Breves" souberam a pouco, muito bem professor Júlio que síntese da coisa!!!!

E pronto encontrei mais um blog para visitar, assim, em modo de brincadeira.

A minha mãe tem por si uma estima que aqui del rei..xD..eu também. seguimos, as duas, o seu programa na rádio e caramba quanto nos rimos.

Porém tenho saudades do senhor Macedo...

Bem também o convidaria a visitar o meu blog, caso não fosse uma chachada, na verdadeira acessão da palavra..:D **

thorazine disse...

Eu tive até à última para me decidir onde iria pôr a cruz...e no final do dia não me arrependi.. :)))

Madalena disse...

cêtê

está oficialment incluida na lista do João Jardim. Já nao se pode confiar em ninguém! bolas!

Júlio

a elisa ferreira já passou a sede de bruxelas para o porto?
os portuenses têm o maior sentido de justiça do país, felizmente.
admito que lute contra uma votação vergonhosa mas não se esforçe muito.
não era necessário esse tiro nos dois pés para rui rio ganhar.

Mar disse...

Ufa!

thorazine disse...

O meu grande dilema até à última foi: arriscar a vitória da outra senhora e apostar na eleição de mais um deputado pelo bloco ou apostar num mal menor do PS e arriscar-me a contribuir para mais uma arrogante maioria absoluta? No fim, o que me ajudou foi um post do Moscardo sobre geografia política e o método de Hondt. Se não vivesse no Porto o meu voto seria diferente..

Cê_Tê ;) disse...

;P
Eu até gosto de ouvir o Alberto João (;)))

andorinha disse...

Se eu já gostava de si, imagine agora depois de ter lido o ponto 8!
Adoro-o!:))))))))))))


E faço minhas as palavras da Cêtê: receba de mim um beijo nas "beiças" qual peixeira mamalhuda enlouquecida...

:))))) Loooooooool

Fora-de-Lei disse...

PS = continuará a perder votos para o BE (qualquer dia, Manuel Alegre já lá não tem ninguém que o apoie)
PSD = enquanto não tiver um(a) dirigente carismático(a), continuará a perder votos para o CDS
CDS = poderá ainda crescer mais se os PSDs mais direitistas continuarem a não reconhecer qualquer diferença entre PS e PSD
BE = continuará a crescer, esvaziando o PS de qualquer cheiro a Esquerda
PCP = vai mostrando como resistir (pela positiva) a uma morte que há décadas é anunciada e por muitos desejada

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha: Eh lá! ;P

Cê_Tê ;) disse...

Eu quando vi a Dr. MFL a encabeçar o PSD até pensei que o PCP ia embalsamar Álvaro Cunhal para não ficar atrás- (Que isto das técnicas de enbalsamneto estão no moda- o do PR está a correr muito bem...) Isto depois de cocluir que seria uma loucura pagar do partido despesas de representação à Odete Santos.- que os Gatos iam A-D-O-R-A-R entrevist+a-la!)
;)

Anfitrite disse...

Professor,
confessou, está perdoado. Mas custa a crer que uma pessoa da sua estrutura tenha votado no BE. Eles só servirão para atrapalhar. Até de ouvir o homem a falar fico agoniada. Parece que tem qq. coisa atravessada na garganta que não pode sair, porque cheira e faz muito mal.
Este Governo vai ter condições, assim a malta ignara o deixe.
Não é preciso maioria para governar. Só é preciso aprovar o Orçamento e não acredito que toda a oposição vá votar contra. Se não aprovarem vive-se com duodécimos, o que é bom para os tempos de crise. Não se pode gastar mais do que no mês correspondente do ano anterior. E não acredito que os deputados não queiram ser aumentados. Basta só que se abstenham.
O PP nunca na vida vai querer que este governo caia, porque nunca mais vai ter a votação que teve. O PP quando teve os melhores presidentes,os mais cultos- O professor Adriano Moreira e o professor Lucas Pires, teve as piores votações. Este é realmente um animal político, um mabalarista, que só quer estar na mó de cima. Em tempos ele disse que só seria realizado e feliz na semana em que vendesse mais um "Independente" do que o "Expresso". Agora só vive da política.
O que este governo tem a fazer, agora já depois de tanta coisa aprovada, é quase tudo por decretos-leis. Se chatearem muito vai-se embora e quem se lixa somos nós.
Desculpe lá mas eu gosto de ser curta e grossa. Já tive de me preocupar muito com a escrita.

RAM e yULUNGA,
Gosto de ouvir gente lúcida falar.

Ainda não tinha lido o comentário do fora-de-lei, mas digo-lhe que o Manuel Alegre, já se reformou e que também nunca gostou muito de trabalhar. O BE vai mirrando à medida que forem vendo o bluff que é o chefe. O Psd tambem à medida que Vão morrrendo os mais velhos, os que vivem no interior profundo e os que vivem das mordomias do poder. O PCP só o reconhecerei quando ele reconhecer os massacres da invasão da Checolosváquia e da Hungria em 1956, para não falar de outras coisas
e também há muito velho para morrer.

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 1:08 AM

"O BE vai mirrando à medida que forem vendo o bluff que é o chefe."

Não me foi passada qualquer procuração para defender o Louçã, mas julgo não ser muito apropriado rotular de bluff alguém que foi o melhor aluno no antigo Liceu Padre António Vieira, que foi o melhor aluno no ISE, que escreve para revistas internacionais da área da Economia, etc, etc. Se formos por aí, então como rotular o rapazinho do "Inglês Técnico" e coisa e tal ???

Cê_Tê ;) disse...

FDL

Encarnando a personagem "peixeira mamalhuda" e tendo em conta o calão que por aqui nunca foi censurado... atrevo-me a completar a sua ideia... o rapazinho é uma "bufa fedorenta bem engarrafada". (Estou de facto revoltada com a mediocridadade enfatada e com os "pufs" mediáticos de intervenções populistas- que é como quem diz)

Nuno Guimas disse...

Ui!

O Bloco não lhe vai perdoar ter utilizado essa língua "símbolo icónico do sistema capitalista", que é o inglês, para anunciar aqui que votou BE :).

Com a sua declaração 9. pode ter as portas vedadas no próximo governo, mas vejo aí um "piscar de olho" a um lugar na câmara do Porto? :)

yulunga disse...

Anfitrite
Obrigadinha pelo menos por entenderes o meu raciocinio.
Podemos estar em lados opostos e não concordarmos com o outo lado, mas pelo menos entendê-lo já é meio caminho para uma provável coligação :-P
Pois olha que até acho a voz do Louçã muito boa: para locução, dobragens, essas coisas.

Fora da Lei
E segundo se diz por aí quando defendeu a tese de doutoramento, os catedráticos a quem ele a apresentou disseram que há muito não se cruzavam com um homem tão inteligente.
Mas em termos de discurso politico podia desenvolver mais essa capacidade e não martelar sempre nos mesmos termos, frases e chavões que tanto carateriza o pessoal de esquerda. Parece que todos leram o mesmo livro e não se afastam muito do que la vem escrito.
Lembro-me dos discursos politicos de Álvaro Cunhal que eram um enjôo, chapa cinco fosse qual fosse o assunto.
Um dia numa entrevista informal, que apanhei por acaso na RTP2 e obviamente com uma entrevistadora à altura, em que ele falava de tudo menos de politica fiquei a conhecer um SENHOR que não se dava a conhecer dessa forma na vida politica. Fiquei fã daquela cabeça, daquele saber.
É pena que pessoas tão inteligentes como estes dois, nos presenteiem apenas com discursos velhos, cansados e copiados.
Pena que guardem a inteligência só para eles porque ela partilha-se e aprende-se também.

Fora-de-Lei disse...

yulunga 4:46 PM

"Mas em termos de discurso politico podia desenvolver mais essa capacidade e não martelar sempre nos mesmos termos, frases e chavões que tanto carateriza o pessoal de esquerda."

Mas se for o Paulinho das Feiras, o qual passou a campanha eleitoral a falar dos gajos que recebem o rendimento mínimo e não querem vergar a mola, a falar dos agricultores-coitadinhos, a falar da insegurança, a falar dos pequenos e médios empresários, isso já não é "cassete" ? Não será, no fundo, tudo uma questão de "filtro rejeita banda" que os nossos ouvidos têm ?!


"É pena que pessoas tão inteligentes como estes dois, nos presenteiem apenas com discursos velhos, cansados e copiados."

My sister in arms, igualmente velhos e cansados são a pobreza, o desemprego, a falta de educação, etc, etc. Enquanto isto existir com a incidência que existe no nosso país, ai do (nosso) povo se não existirem pessoas inteligentes com discursos "velhos" e "cansados"...

Deixo aqui um exemplo. Não tenho nada contra Nuno Melo, nem acho que se tenha que ser pobre para defender os mais pobres. Mas será que este rapazinho está mesmo preocupado com os indigentes, com os desempregados, com os pequenos e médios agricultores e empresários, com quem é assaltado na rua, etc, etc ? Muito sinceramente, duvido...!

yulunga disse...

Fora da Lei
Se for o Paulinho também.
Mas sabes muito bem do que falo e não digas que não é verdade. Reconhece que o discurso deles é muito cansativo, muito repetitivo em termos de expressões.
Sabes que muitas vezes reclamamos e dizemos que só aqui é que é assim porque estamos em Portugal, que nos outros países é tudo muito melhor, essas tretas todas. E dizemos isso porque nos faz bem e temos necessidade de disparar para todo o lado e de marrar com algo, mas na realidade o nosso país necessita aquilo que o mundo inteiro necessita; pessoas boas com actos humanos.
De discursos está o mundo cansado.

yulunga disse...

Fora da Lei
Em relação ao Nuno Melo ou a outros "Nunos Melos" lá porque têm não quer dizer que não se preocupem com os que não têm.
Vamos lá deixar as tendência de lado ok?
Porque não fazes e pergunta ao contrário?
Quem não tem se se incomoda com quem tem muito. Eu pessoalmente não tenho nem a ponta de um corno e por exemplo acho o maior absurdo o tal imposto sobre as grandes fortunas de que o Louçã tanto fala.
Se ele disser que deveria haver uma maior transparência na forma como se obtém fortuna isso já é outra conversa, agora penalizar quem conseguiu construir fortuna ou quem a recebeu por testamento acho uma atitude mesquinha e invejosa.
A mim preocupa-me é quem tem pouco.

Julio Machado Vaz disse...

Nuno,

Read my lips:) nem pensar!

Julio Machado Vaz disse...

Nuno,

Read my lips:) nem pensar!

Nuno Guimas disse...

Prof.,

Message received :)

Nuno Guimas disse...

Ainda estou estupefacto com o que aconteceu hoje às 20.00.
Eu já sabia que havia humoristas que imitavam muito bem políticos, mas nunca tinha visto um politico fazer tão bem de humorista.
"Os meus assessores não fizeram (...) mas gostava de saber como é que souberam o que eles andaram a fazer" :), muito boa esta!
Até houve a boa e velha piada da "insegurança informática".
Eu com essa fazia já uma carreira. Ir a uma empresa/instituição dizer que a rede tem vulnerabilidades é o mesmo que dizer que amanhã pode eventualmente chover (ou não). Não existem redes totalmente seguras, qualquer tipo com um mínimo de conhecimentos na área sabe disso. Por isso esse argumento tem a mesma validade que um iogurte de 1971.
Se alguém viu um fio lógico nas declarações do nosso presidente, por favor descodifique-mas, que eu agradeço :).

Fora-de-Lei disse...

yulunga 6:34 PM

"... acho o maior absurdo o tal imposto sobre as grandes fortunas de que o Louçã tanto fala."

Pois, mas esse é o "absurdo" que nos separa dos países ricos e civilizados do Norte da Europa...

Fora-de-Lei disse...

Nuno Guimas 9:01 PM

"Ainda estou estupefacto com o que aconteceu hoje às 20.00. Eu já sabia que havia humoristas que imitavam muito bem políticos, mas nunca tinha visto um politico fazer tão bem de humorista."

Nuno, peço desculpa mas essa afirmação encerra um erro crasso. Um humorista é suposto fazer-nos rir e aquilo foi tão triste que mais deu vontade de chorar...

andorinha disse...

FDL(9.58)

Vontade de chorar????????
Estavas à espera de quê?
Concordo muito mais com o Nuno, pareceu-me mais um sketch de stand-up comedy:)

"Se alguém viu um fio lógico nas declarações do nosso presidente, por favor descodifique-mas, que eu agradeço :)."

Eu também agradeceria, mas desconfio que ninguém nos pode ajudar:)

Anfitrite disse...

Mas como é que vocês querem que um graveto analfabeto, de vistas curtas, apesar de doutorado em York,(maldito inglês e ingleses que dividiram o Mundo à sua vontade e deram cabo dele),diga alguma coisa de jeito. Até parece eu a escrever. Se calhar é por ser vizinha. Mas eu sou coerente até deixei de meter gasolina na bomba do pai quando vinha para Lx, desde que ele foi pª.o governo. E também sou um bocadinho mais inteligente. Ele chumbou logo no secundário. Esqueceram-se do que ele fez e disse nos doze anos em que foi primeiro?

Fora-de-lei,
O conhecimento começa com a prática.De certeza sabe quem é que disse isto.
Sabe que os muito inteligentes são sempre perigosos, porque podem tornar-se diabólicos nas teias que tecem. Veja a que conduziram as descobertas de Nobel. No entanto o Einstein chumbou a matemática. Os muito inteligentes não interessam para o governo. Aí de nós se ele,(felizmente já não é criança), pusesse as mãos no Poder. Mesmo assim, com estes deputados, já recebe muito dinheiro do Estado, e já pode fazer muito barulho.
Não seja ressabiado,você até escreve bem e sabe o que quer dizer, mas às vezes parece que tem palas nos olhos e que anda à volta da nora. E se lhe digo isto é porque até gosto de o ler e porque me merece essa consideração. Deixe o inglês técnico em paz, sejamos pessoas de causas e não de casos. O que é que isso interessa para o bem do País? Alguém ficou prejudicado? E quem lhe disse que isso é verdade? E se fossemos investigar todos os licenciados, mestrados e doutoramentos?!

Yulunga,
Eu dou-me bem com toda a gente. Nunca me zanguei com ninguém. Admito as opiniões de todos os outros, desde que me demonstrem que têm razão. Por isso é que eu gosto de matemática. Só não tolero os imbecis, que se armam em chicos-espertos, nem as víboras intersticiosas, que estão sempre com a cabeça fora do cesto para espicaçar os outros menos espertos. E também lhe digo que ao defender certas causas só me tem trazido prejuízos, mas tenho uma grande paz de espírito. E tem havido muita coisa a que tenho direito e que não tenho reivindicado. E se a paz não é maior é porque me dá raiva de não poder fazer mais pelo que me rodeia. E haver gente, sobretudo certa malta, que não sabe nada de História e vem fazer certas afirmações. Por isso admiro o Thora que sendo dos mais novos é das pessoas mais consciente e que se preocupa, até ao último momento, para saber em como votar da melhor maneira.Para ele o interesse do País estava à frente. Por aquilo que tem dito mostra que não vem de classes muito abastadas e que tem evoluido com muito esforço seu, também.

E já agora um aviso para toda a gente: A partir de hoje quem quiser sonhar tome alucinogénicos, porque o País não aguenta mais delírios. Isso agora só é permitido ao superior magistrado da Nação. Até parecia o outro que tanto via pela frente como por trás e o que é uma chatice de tanto que falou nada disse. Pois fiquem sabendo que o meu computador tem vulnerabilidades. E até houve um filme, aqui há um bom par de anos, em que um puto de 16 anos entrou nos computadores da NASA, o que na altura parecia ficção científica.

Caidê disse...

Doutor Vaz, parabéns pelo post, mas cito meia dúzia de particularidades: a) quanto a Sócrates, "Espero que descubra as virtudes da negociação parlamentar..."; b) quanto a Manuela Ferreira Leite, a da "...vitória no regaço..."; c) quanto a Paulo Portas,que bem viu a do objectivo "...poder formal. ou não", d) quanto a Louçã, a de ser tempo de perceber que lucrou com o "voto amuado", mas sobretudo " ...o primeiro passo para o perder no futuro" e a classificação do BE como ADOLESCENTE que tem de crescer para a adultícia (SIM SENHOR!); e) quanto ao rosto da simpatia, foi isso mesmo, e até oro à convicção política para que sim, que seja na rua.
Finalmente, no ponto 8. que coragem a sua, a de se afirmar pela cruz no BE. Também eu andei igualmente perdida, dando e tirando...pelo PCP, pelo PS, mas agora não ia retirar ao BE, porque quero acreditar na sua capacidade de crescer e estar lá respondendo às exigências do momento. No fundo, há mais de 35 anos que desejo que exista mais adultícia dos e pelos desfavorecidos no quadro da "sueca" política! Eu tinha dito que isto era um xadrez (mas aceito a imagem da sueca).

Mudando de cronologia na reportagem. E que tal a Dra Isabel Alçada para o ME? Viragem do Direito para a Cultura? A antecessora foi um brinquedo na mão dos juristas e como diz ser de sociologia não viu isso: foi ofuscada com os "interesseiros" elogios do "nosso" Primeiro, que tanto se esforçou por manter o charme dos 50 e quis resolver à força AS FINANÇAS e presentear o GRANDE CAPITAL. Não devia uma socióloga saber mais de política e de sociedades complexas? E se o direito faz falta num período em que a Educação anda a ser juridicizada!...
Só espero que a futura indigitada Ministra da Educação não se deixe ofuscar pela "poesia" da Cultura, abrindo o flanco aos juristas que a podem condenar a "Marioneta" da tomada de decisão e de suas consequências para o bem-estar das comunidades educativas.
Fui agressiva nos comentários, não devia ter esquecido a elegância!Há professores que se sentem pelos cabelos...deve ter sido por isso. Desde já, a vossa compreensão.

Anfitrite disse...

fora-de-lei,
há pouco esqueci-me de dizer-lhe que já não é preciso escrever bluff em itálico porque já faz parte do nosso léxico, apesar de eu detestar termos anglo-saxónicos, até porque temos a palavra simulação. Mas além disso eu não sei manipular estas técnicas do HTML.
Tudo isto para lhe dizer que também não é preciso saber inglês para ser 1º. Qualquer dia as tradutoras não têm trabalho, e eu até assinei a petição do registo das patentes.

yulunga disse...

Anfitrite
Quando falei na coligação foi sem pensar em eventuais arrufos que possas ter tido por aqui. Isso passa-me ao lado.
Se dei essa ideia, não foi com essa intenção, ok?
Calhou.
Em relação às minha origens.
Loirita de olho azul e uma costela nortenha, acho que remontam às invasões de Suevos e Vândalos, ou seja, uma cambada de bandidos e ladrões :-P

Nos centros das Novas Oportunidades existe um módulo de 25 horas de linguagem HTML nível 3.
Básico, mas com ele já se brinca alguma coisita. Aconselho.

Laura disse...

Bem esmiuçado! :)
Jamais misturei a política com a vida de relação com os outros. Acontece-me até ter discussões acesas sobre tais opções com amigos 'do peito', o que diz muito da sintonia ou não sintonia que mantenho nesses particulares com os meus próximos.
Em momentos eleitorais a coisa torna-se mais complicada, porque olhamos para a aritmética... e por vezes não resistimos à tentação da cruzada.
Caímos naquela de querer explicar boamente aos outros não estão a perceber nada do que é o nosso candidato, porque estamos honestamente e ‘inteiros’ na nossa opção.

Isto para dizer, Professor, que adorei ler o seu post:)
Também tudo me separa do BE politicamente, e não são só as bandeiras de riscas multicolores.
Mas gostei de ver que não é mais um dos socialistas que vai na onda e come de tudo, em nome da tradição.
Fiquei reconfortada.
A coerência não se faz de meras aparências.
Parabéns :)

Fora-de-Lei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fora-de-Lei disse...

Laura 2:40 PM

Também tudo me separa do BE politicamente, e não são só as bandeiras de riscas multicolores.

Assim é que é, Laura... qual politicamente correcto, qual carapuça. Há muitas pessoas, algumas delas aqui mesmo, que a única coisa que "perdoam" ao BE é, precisamente, as bandeiras de riscas multicolores. Enquanto houver gente que não se subjuga ao "politicamente correcto", acho que Portugal continuará a existir. Mas o número de resistentes está a diminuir drasticamente...

andorinha disse...

Laura,

Mas desde quando se dão os parabéns às pessoas por serem coerentes?:)))
Não devemos todos sê-lo?

Estou a brincar, of course!
É claro que te percebi...

Como já algumas vezes aqui disse, é pena que não hajam mais JMV neste país...this country would be a better place to live in...
:)

FDL,

Essa merda do politicamente correcto é das merdas que mais me enojam. Não suporto.
Ainda bem que não sofremos desse mal:)

A Menina da Lua disse...

Pronto está bem Professor, votou BE, enfim não se pode ser perfeito:))mas tal com a Laura tambem não faço qualquer discriminação política com as pessoas. Era o que faltava! tanto mais que gosto e aprecio imenso uma boa cavaqueira política entre amigos de cores diferentes...

Concordo que o BE tenha chamado a si votos de pessoas muito interessantes,concordo que possa ter alguma da melhor das intenções,concordo até que queira e tenha tocado em temas e causas políticas louváveis mas na minha opinião, têm de mostrar mais o que que realmente valem, querem e principalmente são capazes em termos de maturidade governativa.
Ainda ontem chegaram à política e parecem-me demasiado confiantes e convencidos e por vezes até arrogantes, a começar pelo seu lider cujo discurso tem por vezes um tom arrasador, implacável e muito mal humorado:(...

Contudo hajam opiniões diferentes! porque ideias monocórdicas não têm piada nenhuma, a não ser que passem do registo da troca de ideias para o registo emocional e por vezes passional:) da intolerância e da agressividade, aí manda a boa educação sair de fininho, discreta e rapidamente:))

Penso ainda que cada vez se torna mais dificil uma avaliação política baseada apenas em ideologias; o mundo é feito de MUDANÇA e as velhas ideologias por muito válidas que tivessem sido num contexto histórico passado correm o risco de se tornarem impróprias para emergências actuais e principalmente futuras...

A Menina da Lua disse...

Ah! Professor já me esquecia tambem concordo consigo que políticas à parte, o "Jerónimo é o campeão da simpatia pessoal" e acrescento ainda a admiração ao Garcia Pereira pela sua persistência ao longo dos anos da sua luta política:)

thorazine disse...

FDL,
mas olha que politicamente correcto é diferente de moralmente correcto. E aceitar modos de estar na vida diferentes não passa pelo politicamente..

Su disse...

desencantada com tanto bajular~


gostei de ler.t anfitrite mm que em tanta coisa não estejamos de acordo


jocas maradas .obvias..............

andorinha disse...

Thora,

Ó pá, miúdo:)
Tu às vezes sais-te com cada uma!
E não te sais nada mal:)))

SU,

Não vejo aqui bajulações e li tudinhoooooo o que está para trás.
Segundo esse prisma não se poderia elogiar ou reconhecer os méritos/qualidades de alguém sem que automaticamente se fosse rotulado de bajulador.

jocas maradas...sempre.

Laura disse...

Thorazine (8.31)
Mas claro que não está em causa não aceitar modos de vida diferentes. Cada um vive como quer, desde que não faça vítimas.
O que está em causa são as opções políticas sobre a matéria, entenderá a diferença com certeza.
Ora é disso que discordo em absoluto, porque as opções políticas afectam-me como cidadã.
É aliás por isso mesmo que sou cidadã. Se assim não fosse era súbdita...
Logo, trata-se de um direito que me assiste, ou não?
Parece é que muitos se esqueçam que essa é uma liberdade que ninguém nos tirou, tão intocável e respeitável quanto a dos que concordam.

Por isso o FDL entendeu a questão exactamente no plano em que a formulei.
Nada mais do que o plano do politicamente correcto.
Odeio esse polvo que ataca as mentes voluntariamente acerebradas, que abdicaram de pensar e ter opinião própria. Dá trabalhito, pois dá... e mais vale ir com as outras Marias...
Em questões de estatuto de cidadania, sou 100% destemida: ninguém fala por mim nem despromove o meu direito de opinião :)

Anfitrite disse...

Yulunga,
obrigada pela dica. Será que essa coisa das Novas Oportunidades me dá para arranjar mais um tacho? Sabe eu tenho livros e até podia aprender pela www, mas acho que o meu tempo é demasiadamente precioso para começar pelo bê-a-bá. É que eu, há longos anos depois de aprender a estrutura da máquina, comecei a trabalhar no Lótus 1 2 3,...depois o excel e quando apareceu a net paguei um par de lições individuais, mas acho que já sabia mais do que o professor. Depois arranjei um aqui para casa, porque queria fazer um blogue como devia ser, mas ele disso também não sabia. Qualquer dia falo com o Paulo Querido, mas ele não sabe para onde se virar. Eu não gosto que ninguém perca tempo comigo. Por isso pago tudo o que preciso.
E esse módulo de 25 horas é em conjunto ou é individual?
Não se preocupe com a coligação, por uma boa causa vou até ao fim do mundo, até porque adoro viajar. E sempre fui uma moderadora entre todas as cores políticas. Como já disse só não admito o fanatismo nem a imbecilidade.
O que aconteceu comigo, a princípio, foi culpa minha, porque este foi o 1º. e quase único blogue em que entrei, e foi por causa do livro do Dr. que tinha acabado de ler, e julgava eu que se podia dizer o que se pensava e ser absolutamente sincera e até forçar a barra. Não sabia que havia claques e pessoas que se julgavam donas do pedaço.E as claques no norte são muito violentas.Por isso as murcónicas aqui de baixo me entendem melhor. E como eu nunca fui insultada na minha vida por dizer o que penso(eu sei que a falar é mais fácil) afinei com a história. Mas agora já vi o que a casa gasta, já vi que o professor gosta de ser bajulado,O que não quer dizer que não mereça ser apoiado e louvado noutras, mas também tem os seus complexos que vêm lá de trás, que eu poderia explicar aqui, mas quem leu o Tempo dos Espelhos, sabe a que eu me refiro. Também li quase todos os outros. Mas esses tinham mais ficção.
Agora continuo a dizer o que penso, mas tenho pena que certa gente com interesse tenha partido, e deixei de ligar ao que não interessa, apesar de muito me ir rindo.
E agora fui a única a criticar o Murcon, não é por ser fanática, nem defender o politicamente correcto e tb acho que os pequenos partidos fazem falta para alertar a malta, mas não é para estragar, nem levar os imbecis atrás. E uma pessoa que vota em simpatias e não em ideias não está bem da cabeça. Imaginem que agora todos os sexagenários resolviam votar no bloco de esquerda, só porque ele disse que ía dar maiores pensões e mais cedo. Como se isto fosse possível na prática!Eu não gosto de ideias mirabolantes, basta-me o que escreveu Samuelson e Piteira Santos(sabem que ele escreveu sobre Economia e até tinha um pseudónimo). Na altura estava em Argel a ajudar o Alegre, que como disse nunca gostou de trabalhar, apenas sabe utilizar bem a voz e a caneta quando calha e gosta muito que falem dele. Tenho essa 1ª. edição autografada por ele. E mais outros que ele me ofereceu, quando veio para o Diário de Lisboa.
Eu não posso mesmo escrever, porque não sei ser sucinta, pareço uma cesta de cerejas, que atrás de uma vêm todas as outras e no fundo descobrem-se alhos e bugalhos.
E apetecia-me continuar pela noite fora, pq ainda tinha mt pª. dizer.
Saudações académicas.

thorazine disse...

Laura,
estou a tentar pensar numa medida que promove a igualdade e a poderia afectar a si e não encontro...o imposto sobre grandes fortunas, será?

andorinha disse...

Bom dia.

Depois de ter lido o post da Laura, já não sei se entendi o Thora:)))))

A expressão "politicamente correcto" causa-me engulhos, como já disse.
Demorei um tempão a perceber o que raio significava isso e ainda não sei se percebo bem...:)
Como nunca funcionei nesses moldes...

Penso que entendi o que a Laura quer dizer: há pessoas que não pensam pela sua cabeça e se limitam a seguir o politicamente correcto, abdicando quantas vezes daquilo que verdadeiramente pensam.
Ou seja, pensam uma coisa para si e outra completamente diferente para o exterior, porque têm que acompanhar o vento para o lado em que ele sopra.

Essa gente é execrável, concordo em absoluto. Repugna-me, mesmo.
Mas acho que me estou a desviar do assunto.......já me perdi...:)))))))

Agora também não se pode acusar pessoas que dizem o que verdareiramente pensam, só porque o que pensam se insere na linha do politicamente correcto...
Não sei se isto está a fazer qualquer sentido...loooool

Por último, todo e qualquer cidadão deve ter os mesmos direitos e deveres perante a lei.
Isso é um ponto para mim indiscutível.

Sem ter qualquer procuração do Thora para o defender, até porque ele não precisa:), penso que ele se estava a referir ao facto de o FDL não aceitar formas de vida diferentes.

Mas que sei eu?:)

noiseformind disse...

"das eleicoes acabadas e do resultado previsto" saira o que iremos ver, muitos camelos sem ser no deserto.

Abracos a toda a familia murconica que cumpriu o seu dever eleitoral, especialmente aos que votaram PS e PSD e assim contribuiram para manter os tachos todos nas maos de quem os anda a rapar ha 36 anos. Portem-se mal.

Marta disse...

Caro Julio Machado Vaz.

Ocupo este post para lhe dar a conhecer a Bubok.Pt, um serviço de auto-publicação online que permite a qualquer autor editar e publicar as suas obras gratuitamente.

O processo é muito simples e, para além do controlo estar sempre nas mãos de quem publica, o autor recebe 80% dos lucros da venda do seu livro.

As suas obras são disponibilizadas em E-Book e em papel. A Bubok.Pt, porque se preocupa com o ambiente, imprime os livros através de Print-On-Demand, sem excendentes.

Se nos quiser ajudar a divulgar a Bubok.Pt aos autores que queiram publicar os seus conteúdos, inclua este link na sua lista: http://www.bubok.pt/blog/.

Se precisar de algum esclarecimento, não hesite! O meu contacto é: marta.furtado[@]bubok.com. O seu livro está nas suas mãos.

Fora-de-Lei disse...

andorinha 1:50 PM

"... penso que ele se estava a referir ao facto de o FDL não aceitar formas de vida diferentes."

A referir-se ao facto de...? Que facto ??? Mas quem é que te disse que eu não aceito formas de vida diferentes ?!

andorinha disse...

FDL(10.13)

Quanto a ti, não sei, já o teu nick não as aceita por tudo o que tenho lido dele aqui...
:)))

Su disse...

andorinha..................há bajulação........
ok sou exagerada, mas eu sou......................
marada:)
o prof é um sábio (eis uma pequeninaaaa bajulação) e o noise é o miúdo (olha aqui uma grande mentira)
jocas linda :)))))))) maradas.......
sempre
com ou sem.............

andorinha disse...

Su,

És marada:), mas muitafixe:)

Isto é bajulação?!

Vá, vá, responde...:)

jocas maradas

a saber disse...

cá no meu espaço cada vez mais custo a acreditar nas cores "púbicas" será um caso raro?
no entanto me julgo uma maria que vai comigo

Laura disse...

Thorazine
Há um velho aforismo jurídico que explica bem o que é o princípio da igualdade, esse conceito cristalino, simples e não simplório, que por aí anda tantas vezes invocado a despropósito.
A meta da igualdade manda que se trate igualmente o que é igual. E desigualmente o que é desigual.
É uma chatice que os valores da revolução francesa sejam assim tão sumários e inspiradores, e ao mesmo tempo um piso tão escorregadio quanto uma casca de banana. Não é?
Pois é.
E o cidadão que é uma presa fácil.
Felizmente para todos nós, são também conceitos sólidos. Universais e abstractos, como as as leis de qualquer Estado actual.

Quanto à sua epifania… ?
Não entendi de todo.
Mas decerto fará todo o sentido para si. Estará habituado e percebe.

thorazine disse...

Laura,
A igualdade jurídica poderá ter duas acepções: igualdade formal e política e igualdade substancial e social! A primeira é o que se reivindica, a segunda uma utopia..

cdgabinete disse...

e ainda nos rescaldo das eleições...
Devo admitir que sendo fã do F. Louçã desde que ele começou a aparecer como lider do BE, nos debates para as legislativas ele foi uma grande desilusão! Para além de "ter levado" um arraial de facho do PM, parece-me que o paulo portas tb lhe disse das boas...

yulunga disse...

Anfitrite
Então vamos lá falar das Novas Oportunidades que me dá muito mais gozo do que o resto, pode ser, pode?
Um tacho, sem dúvida, para alguns.
Tiras o CAP dás umas formações e ganhas uma pipa de massa, mas... também tem o seu lado bom.
Para além de quem necessita revalidar competências ou obter equivalências, existem módulos que qualquer pessoa, desde que tenha no minimo o 9º ano, pode frequentar. Até uma pessoa com formação universitária numa certa área, pode frequentar um módulo que nada tem a ver com o que faz.
Acho uma iniciativa deliciosa e estudar torna-se viciante.
E não, as aulas não são individuais.
Já reparei que moras em Cascais. Vai ao centro de formação que existe frente ao Hospital de Alcoitão e inscreve-te no HTML. Acho que vai abrir um talvez lá para Outubro/Novembro. Fala com o Prof. Orlando.
Encontramo-nos por lá para um cafézinho :-P