sexta-feira, outubro 28, 2011

A desconfiança divina.

O Senhor deu-lhe a vida, mas ele pediu mais - um sentido para a viagem. O silêncio pareceu de mau agoiro, "exagerei...". Seguramente. E no entanto, por uma vez Deus aceitou a reputação de infinita bondade que tanto O irritava e criou a Paixão.
- Obrigado.
- Por amor de Mim, não sejas tão politicamente correcto, limita-te a não a desperdiçar.
E partiu. Não fosse o Diabo tecê-las - passe a força de expressão! - começou a esculpir a saudade...

90 comentários:

Manuel disse...

Prof.
A universalidade da Paixão é comummente aceite, mas dizem (diz-se) que a Saudade é um sentimento tão português que não existe o nome noutras línguas.
Afinal, parece que não é assim.

bea disse...

Manuel
Que o vocábulo seja luso e galego é sabido, mas o sentimento julgo ser universal.

Professor
O post lembrou-me uma lição do livro da primária, “Na primavera disse Deus, ponham a mesa às lagartas. E a cerejeira cobriu-se de flolhas verdejantes e fresquinhas…” Não há tal Deus básico . A saudade há. Obra divina? D u v i d o

cycle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cê_Tê ;) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cê_Tê ;) disse...

Deus é um incompetente!
E desconfio que seja português: quem é que lhe tinha ecomendado a Saudade...;/ Não bastava a Paixão para acrescentar sentido à vida?

(Será o Diabo o alter-ego de Deus?)

Bartolomeu disse...

... pois é... o sentido para a viagem é que é o bus illis... se bem que... a alguns é distribuído um pequeno folheto com as principais clausulas impressas... no entanto, no final desse folheto, em letras muito pequenininhas, aparece uma breve, brevíssima, diria, referência à autodeterminação, ou livre arbítrio, ou qualquer coisa do género, seja isso o que fôr...

andorinha disse...

Bom dia:)

"..."não sejas tão politicamente correcto, limita-te a não a desperdiçar.

Pois, Deus é muito engraçado!:)
Ele sabia que não ia ser fácil, assim não custa falar.

Concordo com Ele numa coisa: a vida sem Paixão pouco sentido tem.


Bart,

O que tem o livre arbítrio a ver com o sentido da vida?
Está bem que só acordei agora, mas não entendi.

Inté...

Bartolomeu disse...

Se achas que não tem, andorinha... fica por isso mesmo, estás a exercer o teu direito de livre arbítrio!
;)))

A Menina da Lua disse...

E não é que o diabo as teceu mesmo!!...:)

E assim a esculpiu muito bem!...se não como seria possível esse reconfortante porem agridoce prolongar da Paixão!...
Contudo só espero que Ele não se tenha esquecido de lhe colocar, à saudade, limites em intensidade e prazos de validade em duração...

Enfim! quem sabe se no meio das insondáveis e misericordiosas intenções,:) a saudade não venha assim preencher o imenso e doloroso vazio que a Paixão, ao acabar, quase sempre arrasta a trás de si...

Mas a vida é mesmo como tem de ser... e mais uma vez convém cumprir as Suas recomendações...:) e sempre que o Amor nos quiser limitamo-nos então a não o desperdiçar..

Aqui fica a canção "Sempre que o Amor me Quiser" da querida Lena de Água que nos acompanhou tão simpaticamente no nosso primeiro jantar murcónico e que eu em particular gostei imenso de conhecer.

Beijinhos para ela

http://www.youtube.com/watch?v=jGv0LS6mMoU

Fora-de-Lei disse...

"- Por amor de Mim, não sejas tão politicamente correcto, limita-te a não a desperdiçar."

Idealização ficcionada por quem começa a ter MEDO que Deus exista, de facto, e que quer acreditar que tudo ao molho e fé em Deus é uma atitude que Ele nunca condenará. É fodido...

A Menina da Lua disse...

Fora-de-Lei

"tudo ao molho e fé em Deus"!!!

Mas quem aqui falou nisso?? Ninguem! que eu percebesse. Porque quanto a isso no fundo mesmo que muito praticado, penso que todos sabemos que nem ao Diabo interessa...

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

Senhor, tende compaixão de mim que quero a paz e o amor.
E se a tua reputação também é a de omnipotente, concedei-me a vossa graça, e com ela a sabedoria que me previna e acompanhe na faculdade de optar, que determinará a minha vida e o seu sentido.

Fora-de-Lei disse...

A Menina da Lua 3:46 PM

"Mas quem aqui falou nisso?? Ninguem! que eu percebesse. Porque quanto a isso no fundo mesmo que muito praticado, penso que todos sabemos que nem ao Diabo interessa..."

Se almejar, para si própria, uma menor precipitação e uma maior presença de espírito, a Menina da Lua constatará - quase de imediato - que, pese embora a sequência cronológica (fruto do sortilégio e da aleatoriedade em que o Universo nos envolve), eu não me dirigi ao seu comentário.

No entanto, poder-se-á também colocar a possibilidade de ter vindo a terreiro numa de "advogada de defesa". Nesse caso, e usando um termo tão querido dos juristas da nossa praça, acharia pertinente que a Menina da Lua fosse, se possível, um pouco mais hábil na interpretação que faz do "tudo ao molho e fé em Deus".

Vai ver que viveremos todos muito mais felizes... ;-)

Fora-de-Lei disse...

Interessada 4:11 PM

"Senhor, tende compaixão de mim que quero a paz e o amor."

E agora, todos em coro: "AMEN"

PS: no offense, just kidding... ;-)

Impio Blasfemo disse...

Pois é meus caros, o diabo Tece-Las e o Diabo Fá-las! E Deus? Anda distraído? Não! Nada disso! Partindo do princípio que existe, de forma omnipresente, segundo dizem, Assiste-las! Quanto a mim, engana~se demasiado no castigo, na absolvição e no perdão e tem uma infinita falta de paciência para emendar os erros iniciais de concepção. Mas até nisto fomos feitos à imagem de Deus, pois como sabemos, ninguém é perfeito .........

Abraços

Ímpio

Fora-de-Lei disse...

ADENDA:

Menina da Lua,

Nesta nossa sociedade judaico-cristã, carregada de tiques farisaicos (o politicamente correcto é um deles), andam todos cheinhos de complexos de culpa e à procura de auto-justificações para poderem ser egoistica e "livremente" felizes. Por isso, há cada vez mais "dissidentes" da ICAR só porque esta tem, por enquanto, a coragem de não pactuar com a infedilidade, o aborto, o casamento gay, etc, etc. Vivemos um jogo viciado em que ninguém ganha...

bea disse...

Menina
"Enfim! quem sabe se no meio das insondáveis e misericordiosas intenções,:) a saudade não venha assim preencher o imenso e doloroso vazio que a Paixão, ao acabar, quase sempre arrasta a trás de si..."
se a paixão -ao contrário de vocês não gosto deste nome, faz-me lembrar cruzes calvários e coisas assim:) - acaba, que saudade pode deixar? Temos saudade qdo desejamos presentificar algo passado, o que é manifestamente impossível, mas essa é outra parte da história. Uma paixão acabada e o desejo continua? é que não acabou.

Aula de catequese para quem não sabe quem é o diabo

chama-se Lucifer, nome bem jeitoso e relacionado com luz, íntimo de Deus. Um iluminado e luminoso anjo, muito sedutor. As letrinhas pequenas do meu catecismo:Penso-o do sexo feminino.

tá bem, já me disseram (não sei, ninguém sabe) que os anjos não têm sexo; mas os meus têm, pronto (este é o bocadinho da autodeterminação da vontade)

BFS a todos

Bartolomeu disse...

Então... tomem lá, do Pablo Neruda...

"No culpes a nadie"

Nunca te quejes de nadie, ni de nada,
porque fundamentalmente tu has hecho
lo que querías en tu vida.

Acepta la dificultad de edificarte a ti
mismo y el valor de empezar corrigiéndote.
El triunfo del verdadero hombre surge de
las cenizas de su error.

Nunca te quejes de tu soledad o de tu
suerte, enfréntala con valor y acéptala.
De una manera u otra es el resultado de
tus actos y prueba que tu siempre
has de ganar.

No te amargues de tu propio fracaso ni
se lo cargues a otro, acéptate ahora o
seguirás justificándote como un niño.
Recuerda que cualquier momento es
bueno para comenzar y que ninguno
es tan terrible para claudicar.

No olvides que la causa de tu presente
es tu pasado así como la causa de tu
futuro será tu presente.

Aprende de los audaces, de los fuertes,
de quien no acepta situaciones, de quien
vivirá a pesar de todo, piensa menos en
tus problemas y más en tu trabajo y tus
problemas sin eliminarlos morirán.

Aprende a nacer desde el dolor y a ser
más grande que el más grande de los
obstáculos, mírate en el espejo de ti mismo
y serás libre y fuerte y dejarás de ser un
títere de las circunstancias porque tu
mismo eres tu destino.

Levántate y mira el sol por las mañanas
y respira la luz del amanecer.
Tú eres parte de la fuerza de tu vida,
ahora despiértate, lucha, camina, decídete
y triunfarás en la vida; nunca pienses en
la suerte, porque la suerte es:
el pretexto de los fracasados.

;))

A Menina da Lua disse...

Caro senhor Fora-de-lei

Touché!

De facto sempre poderia ter sido mais hábil na interpretação que fiz do seu "tudo ao molho e fé em Deus" e até acredito "pese embora a sequência cronológica fruto do sortilégio e da aleatoriedade em que o Universo nos envolve" :), poderei talvez sentir razões por ter atribuído não só a esse sortilégio mas igualmente e por outro lado, a um tipo de linguagem por si utilizado que nem sempre se compadece com as normas razoáveis dum bom convívio...Enfim sensibilidades! :)

Fiquem bem e um bom fim de semana para todos!

Interessada disse...

FDL:

Os outros só nos ofendem se nós nos sentirmos ofendidos. E comigo, nem toda a gente consegue ter esse privilégio.
Mais uma nota àcerca da música que me quis oferecer:
Não acredito no destino, e habitualmente tenho em consideração o que alguns dizem, antes de seguir o meu próprio caminho.
Ter em consideração não significa que seja determinante.

Por último quero dizer-lhe que me surpreendeu com a sua tentativa de amabilidade.
E foi bastante agradável sentir essa sua capacidade.:D

Fora-de-Lei disse...

4:59 PM / 5:15 PM

A Menina da Lua disse...

Bea

"se a paixão -ao contrário de vocês não gosto deste nome, faz-me lembrar cruzes calvários e coisas assim:) - acaba, que saudade pode deixar? "

Se por ela já passou!?, saberá portanto que os momentos de desligar/acabar a dois estão longe de ser em simultâneo e por vezes na sorte calha-nos sermos os últimos a isso acontecer...Quando acontece, a saudade surge então como uma inevitabilidade a cumprir...

Interessada disse...

Bart:

O poeta tem sempre resposta para tudo:D
Estas são as passagens de que mais gostei, para além do título:
"...
Recuerda que cualquier momento es
bueno para comenzar y que ninguno
es tan terrible para claudicar.
...
Tú eres parte de la fuerza de tu vida,
ahora despiértate, lucha, camina, decídete
y triunfarás en la vida; nunca pienses en
la suerte, porque la suerte es:
el pretexto de los fracasados."

Gracias ;)

Bartolomeu disse...

... por nadie, Interessada...
;))

Interessada disse...

Menina:

A mim antes me parece que, com um pouco de sorte, antes nos calha sermos os primeiros nos "momentos de desligar/acabar a dois" :))))
Ou será que a língua é muito traiçoeira? =)

Interessada disse...

FDL:

:D again

bea disse...

Interessada

começa com uma oração toda cheia de sim senhora, eu já vislumbrar uma auréola na foto, e depois, assim sem mais, segue para os momentos de desligar barra acabar a dois que deve ser um código de barras kk. Está certo. A Menina é que tem de entender :)
bi épi

A Menina da Lua disse...

Interessada:)


Nisto dos afectos nada é linear e o Professor sabe bem mais e melhor que nós e na última conferência na Gulbenkian deu provas disso, mas arrisco-me a dizer que nem sempre aquilo que desejamos é o que nos convém e vice versa. mas estou evidentemente de acordo que à distância e a salvo, mais vale ser o primeiro a acabar, sem dúvida. Deus e todos os santos da corte celeste nos protejam:))

Interessada disse...

Bea:

Tentei escrever em consonância com o post do Júlio.
E não me foi difícil porque devo ter tido uma prática de participação activa tão duradoura quanto a dele. E isto marca-nos, quer queiramos ou não.
Auréolas não!!!!! A minha vida nada tem de místico-Graças a Deus :))))
Então, não acha que acabar a dois é uma boa resolução?
A três é capaz de ser demais, e sozinha é de menos ;)

Vou Vagabundear.

Interessada disse...

Menina:

Falando de adultos, aquilo que desejamos é sempre o que nos convém, desde que seja o que realmente queremos, e não uma realidade falsa.
Agora, o que nos convém também, é termos a certeza que é aquilo que realmente queremos, e assumirmos a inerente responsabilidade que daí advém :)
Quem melhor que nós poderá saber o que nos convém?

E agora vou mesmo bujiar :D
Boa estadia.

Interessada disse...

Bfds para quem se retirar deste convívio :D

bea disse...

Menina
na verdade cada um lê como sabe.E eu sei diferente; penso em coisas que não acabam, em nervos em franja que se deslaçam quando vejo o objeto da saudade,em apenas estar me servir, em ver e ouvir e gostar. E não vejo por que não ter saudades. Menos me interessa se sou a primeira ou a última, para as pessoas de quem tenho saudade sou única. E se não for? é pá então são uns grandes palermas. E não são:)

Interessada
temos de pensar no que nos convém? pá devo andar noutro planeta. Ou tou a ficar afetada pela aragem. É melhor ir por aí

Interessada disse...

Sim Bea, convém crescermos.
Parto do princípio que já não é adolescente.
Se deixarmos ao cuidado de outros, talvez nos saia cara a festa.
E olhe que eu sei bem do que falo:(
:*

A Menina da Lua disse...

Bea:(

Decididamente não consigo entender nada do que quer dizer :(
Mas tambem nem sempre a comunicação serve para comunicar...Acontece!

Fiquem bem e bom fim de semana!

andorinha disse...

FDL,

Constato com regozijo que continuas inspiradíssimo, amigo e companheiro:)

Cada comentário é ilustrado por uma música a condizer. Estás a falar "pelos cotovelos" como nunca.
Que se passa????:)))))))))))))


"Idealização ficcionada por quem começa a ter MEDO que Deus exista, de facto, e que quer acreditar que tudo ao molho e fé em Deus é uma atitude que Ele nunca condenará. É fodido..."

Tu é que és f.....!:)

Pedro Barbosa disse...

Menina da Lua! Eu também não entendo muita coisa. Muitas vezes é necessário ler e reler. Outras vezes só passado uns tempos é que percebemos! Tenha a paciência necessária. Nem tudo é de consumo imediato:)

andorinha disse...

Bart,

"Se achas que não tem, andorinha... fica por isso mesmo, estás a exercer o teu direito de livre arbítrio!"

Ao não entender algo estou a exercer o meu livre arbítrio?
Muito me contas...:))))))

E eu posso exercer o meu livre arbítrio e não ter encontrado um sentido para a vida.
Mas pronto, se não queres conversar, estás no teu direito:)


Quanto a saudades de que tanto se tem falado por aqui.
Gosto de as sentir. Muito.
Dos amigos, dos amores...porque sei que chegará o momento em que as vou matar e esse momento vai valer a espera. O reencontro é "de loucos"
Penso até que não saberia viver sem saudade. Sou uma felizarda por poder ter saudades de 4/5 pessoas que estão sempre no meu coração. Cada reencontro é uma festa.

Em relação a amigos/amores que já passaram fica-me não tanto a saudade, mas sobretudo a recordação dos bons momentos que vivi.

andorinha disse...

Bart,

Belíssimo poema de Pablo Neruda!
Inspirador, também.

(Já são dois adjetivos, mas pronto, estou a exercer o meu livre arbitrio) :))))))))))))))))))

"Recuerda que cualquier momento es
bueno para comenzar y que ninguno
es tan terrible para claudicar."

Todo o poema é uma lição de vida, mas estes versos, terei que tê-los mais vezes em conta.;)


Pedro,

"Nem tudo é de consumo imediato:)"

Pois não, miúdo:)

E por falar em miúdo...tenho saudades do Thora...muitas mesmo...
Faz falta aqui o catraio:)

Pedro Barbosa disse...

Andorinha:)

O Thora foi aturar outros "Murcons". Será que fez mal?!: "Eu acho que não"

Há muito "Murcon" por aí. Onde eu bem me incluo. No melhor dos sentidos.

A senhora Anfy (que eu melhor conheci). (está na altura de resparcer)- eu sei que não anda figida) - Mas por aqui ainda continua a haver muito Murcon- Ou talvez não! ESPEREMOS QUE SIM (LIBERTA O MURXON QUE HÁ EM TI:)))

Tangerina disse...

Que post tão bonito e cheio de significado! Obrigada.

Pedro Barbosa disse...

Tangerina, também gostei muito do Post. Faltou-me essa palavra. Tão em desuso: "Obrigado"...

andorinha disse...

Pedro,

Até pode ter ido aturar outros Murcons, mas não se devia esquecer dos seus velhos companheiros de batalha:)))

"Há muito "Murcon" por aí. Onde eu bem me incluo. No melhor dos sentidos."

Sim, mas tu também és um Murcon daqui.
O "por aí" não me interessa:)))))

Li agora o que disseste à Tangerina.
Gostei. Esquecemo-nos muito dessa palavra, é verdade:(

Fora-de-Lei disse...

andorinha 8:32 PM

"Tu é que és f.....!:)"

Achas mesmo que eu sou isso ?! Não acredito... ;-)

Pedro Barbosa disse...

FDL:

Coitado do Robin: concentradissimo a trabalhar e a menina foi desconcentrá-lo. Coitado, até perdeu o tom.

Assim me vou!...

cycle disse...

Professor,
conversinhas nas nuvens?!

FDL,

'Achas mesmo que eu sou isso ?! Não acredito... ;-'

bem que gostarias :)))

Cê_Tê ;) disse...

FDL e Andorinha LOOOL ~
;)))))) ADOREI o vídeo que escolheste FDL ;D
Adorei aquela interação entre os protagonistas. ;))))

bea disse...

Tenho que pedir desculpa à Menina, pela falta de comunicação que é minha de certeza entre outras coisas porque não ouvi o professor; e deve ser uma autoridade na matéria sim, mas cada um tem as suas prioridades e as minhas foram outras e depois estava de chuva e a Gulbenkian muito longe não sei porquê e a gente a virar os guarda chuvas e a pisar varetas e cabos por todo o lado e chegámos tão tarde que no écran um olho do doutor Daniel Sampaio com um ar assaz desconfiado, mas toda a gente encantada. E vimos um braço lá ao lado que podia ser do professor, ora essa porque não. E dado que, porém, fomos espairecer para o museu a ver as naturezas mortas, assim como assim estava tudo embevecido. E ainda lá hei-de voltar que tenho queda para aquilo das naturezas mortas e olhar para os quadros dá-me uma pancadona. E o senhor professor não se ofenda que os seguranças disseram-nos que estava cheio desde que nos era impossível, eu se soubesse tinha tido mais cuidadinho com as varetas que pisei estou até hoje com remorsos, os guarda chuvas tão doentes e a gente nem acudiu nem nada. Mas adorámos correr ao vento, molhámos os pés como os garotos, e outras coisas que não vale dizer, rimos muito alto, partimos um guarda chuva e foi o máximo. As naturezas mortas mandam cumprimentos.

Interessada
Sou uma adolescente (pronto, Pedro). Menti quanto à idade, agora é que é a sério. Peço desculpa de não ter 97 anos, mas que se há-de fazer. Com o tempo chego lá.

Andorinha
Caso deixes, faço minhas as tuas palavras. Se não deixas vais de castigo ver as naturezas mortas :)
Fiquem bem, vou treinar os afetos.

E porque a Tangerina tem razão: obrigada, professor.

Impio Blasfemo disse...

Bart:-

Já que de Pablo Neruda te lembraste e que de saudade se fala, aqui vai:

Saudade
Saudade - O que será... não sei... procurei sabê-lo
em dicionários antigos e poeirentos
e noutros livros onde não achei o sentido
desta doce palavra de perfis ambíguos.

Dizem que azuis são as montanhas como ela,
que nela se obscurecem os amores longínquos,
e um bom e nobre amigo meu (e das estrelas)
a nomeia num tremor de cabelos e mãos.

Hoje em Eça de Queiroz sem cuidar a descubro,
seu segredo se evade, sua doçura me obceca
como uma mariposa de estranho e fino corpo
sempre longe - tão longe! - de minhas redes tranquilas.

Saudade... Oiça, vizinho, sabe o significado
desta palavra branca que se evade como um peixe?
Não... e me treme na boca seu tremor delicado...
Saudade..

Pablo Neruda, in "Crepusculário"
Tradução de Rui Lage

Abraços
Ímpio

andorinha disse...

FDL,

"Adorei aquela interação entre os protagonistas."

Disse a Cêtê. Também eu. Acrescento: quem me dera estar no lugar da protagonista:))) (suspiro)


Bea,

Quais palavras? Só assim posso saber se deixo:)

Bons sonhos, malta.

rainbow disse...

Boa noite:)

Professor,

Sobre a Paixão, muito haveria a dizer,sobretudo em relação à paixão pela vida em si.Essencial.
Mas como está tudo inter-ligado, deixo uma canção que penso ter muita piada, especialmente na parte final, em que ele diz:

What do you get when you fall in love
You get only lies, and pain and sorrow
So, for at least, until tomorrow
I'll never fall in love again
I'll never fall in love again

E aqui fica Burt Bacharach:
http://www.youtube.com/watch?v=n-2LBeAZl4Y

Andorinha,
Bom fim de semana. Um abraço:)
Esta é para ti:

http://www.youtube.com/watch?v=hIc_upjPyAc&feature=related

Pamina,
Obrigada pela canção do Vinicius.
Retribuo com uma do Djavan. Um beijinho.

http://www.youtube.com/watch?v=k6Q-BByM9hQ

FDL,

"... a sempre muito atenta Rainbow."

Sempre. E não sou a única:)

http://www.youtube.com/watch?v=bQwgrONV4nM

Um abraço a todos

bea disse...

Andorinha
o das 8,45 acerca da saudade.

Fora-de-Lei disse...

rainbow 11:57 PM

"Sempre. E não sou a única:)"

Eu também não sou the only one... ;-)

Tangerina disse...

:-))) Este FDL (10:43 PM) descobre cada coisa! :-))

Não sei se já alguém colocou aqui: http://youtu.be/09Kmah2pkqM

Beijos e bom fim-de-semana.

rainbow disse...

Bom dia:)

Para começar bem o fim-de-semana, uma canção que me deixa sem palavras. Enjoy.

http://www.youtube.com/watch?v=X-Ro7baEa6w

:)

Bartolomeu disse...

Andorinha,
Perguntaste (afirmando): «O que tem o livre arbítrio a ver com o sentido da vida?»
Digo "afirmando" porque sem livre arbítrio, avida perde o sentido, mesmo que o livre arbítrio, não seja mais que uma fantasia, algo idealizado. Logo; faz todo o sentido.
Mas é claro que gosto imenso de conversar contigo, apresentas pontos de vista com muito interesse, raciocínios que exigem reflexão e um espírito galhardo. Só o recurso constante aos adjectivos é que me causa algum engulho, mas... com o tempo, irei aprendendo a ignora-los.
;)))

Bartolomeu disse...

Yah Andorinha!
Estou contigo!
Este poema de Pablo Neruda, entre outros, é uma obra que pode ser considerada do máximo interesse público!
Ainda bem que apreciaste!
;)))

Bartolomeu disse...

Meu Amigo Ímpio!
Boa troca de galhardetes!
Apreciei!

andorinha disse...

Bom dia:)

Rainbow,

Estou a ouvir Barbara Streisand neste momento.
"Evergreen" é uma bela forma de começar o dia!

"Here comes the sun" e a abelhinha...adorei, foi um miminho ternurento.
Bigada:)


Bea,

Essas deixo:)))


Bart,

Fico muito contente por verificar que resolveste voltar a conversar comigo:))))

Mas eu continuo na minha:
E eu posso exercer o meu livre arbítrio e não ter encontrado um sentido para a vida.
Mas isso levar-nos-ia muito longe e hoje é sábado, tempo de galderice e recarregar baterias...:)

Quem sabe um dia à frente de um pastel de Belém:))))))

Bom fds, malta.

ana b. disse...

Alguém falou aqui em saudade?:)

http://youtu.be/oARKLXIj6zw

BFS! Fiquem bem:)

A Menina da Lua disse...

Ana:)

Boa escolha! muito bem metida; é isso mesmo : Você não me ensinou a te esquecer":)

Sempre atenta:)

Um bom dia lindo de sol!

Bartolomeu disse...

Andorinnha,
um pastel de Belém, funciona sempre como um excelente pretexto para uma boa conversa, sobretudo, se em boa companhia...
;)))

Interessada disse...

Bart:

Parece-me que nos estamos todos a especializar cada vez mais no virtual. Deve ser uma espécie de Pós-Modernismo.
Conversas, amizades e pasteis de nata virtuais.
Deixa-me acrescentar o pastel de tentúgal ;)
...e lembrar-te que há mais pasteis de nata para além dos de Belém :D

Interessada disse...

Ensaio de aproximação à Bea :)

E o mote era "não desperdices". Sim porque estamos em crise e as emoções podem ser uma forma de a ultrapassar.
Tudo transborda e até os sorrisos vêm espreitar a lua que está a crescer para iluminar o teu olhar indiferente à minha paisagem versátil.
Nadei e encontrei o mar que são os teus olhos coloridos de mel escorrido que me ofereces em dia que é só nosso.
Na curva ascendente cruzei-me com teus lábios carnudos e não resisti ao sadismo que as bochechas pediam, porque além de lábios tenho dentes que de quando em quando deixam a língua espreitar e beijar a tua vontade.
Estávamos a meio caminho para encontrar a explosão do átomo e a partir dele elaborarmos a estrutura que viria a ser passado que foi.

Interessada disse...

Manuel:

Finalmente ontem consegui ter nas mãos o livro do Prof. Pio Abreu "Quem nos faz como somos".
Realmente muito diferente do outro. Este sim, com conteudo científico – alguns conceitos no âmbito da biologia e da antropologia.
Pareceu-me que fica a meio caminho entre o livro de divulgação, de cultura geral, e o aprofundamento mais científico, ou seja, vai um pouco além dos conhecimentos que fazem parte da cultura geral, privilegiando essencialmente a bioquímica.

Fora-de-Lei disse...

Tangerina 12:52 AM

"Este FDL (10:43 PM) descobre cada coisa! :-))"

São muitos anos a virar frangos... ;-)

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha & FDL
http://www.youtube.com/watch?v=wQb4ieoWp9w&feature=related
;)))))

Bartolomeu disse...

Interessada,
o "dono" do contexto da frase, já não está em Belém... está num mini-palacete a que chamam "Casa do Regalo", um antigo pavilhão de caça na Tapada das Necessidades, onde o Rei D. Carlos se divertia...
mas isso também não interessa nada, o que interessa é que os pastelinhos se mantêm no lugar deles e que a "estada" no palacete é paga por todos nós, tanto a este, como aos restantes.

Pedro Barbosa disse...

O Big Bang comparado com o ultimo link da "CT" não teve qualquer importância...Uff

Pedro Barbosa disse...

O Big Bang comparado com o ultimo link da "CT" não teve qualquer importância...Uff

Interessada disse...

Bart:

E têm todos um gosto refinado, sim senhor!
Poça, que eu também quero.
Não, não é o pastel, que parece já ter sido ultrapassado pelos da Chique de Belém.Mas isso não interessa nada, como diz o outro ;)

Interessada disse...

Bart:

Já tenho o cházinho pronto e os brioches na mesa.
Vamos ao que interessa.?

Bartolomeu disse...

Os pasteis da "Chique", são uma fraude refinada, Interessada.
São pasteis e de nata, estão em Belém mas... não são de Belém.
De qualquer maneira... já comi pior e não me provocou azia.
No entanto, faça-se justiça!
;))))

Bartolomeu disse...

Tea for two?!
Grate idear!
;)

Anfitrite disse...

Obrigada!

http://www.youtube.com/watch?v=e_WbfwAR1MU

bi épi

Interessada disse...

Bart:

Não provei os pasteis da chic, mas há cerca de dois, no máximo três meses, estive lá por perto e disseram-me que eles tinham ganho um prémio qualquer, que habitualmente era entregue aos P de Belém. Daí o meu comentário.
Mas isso também não interessa nada, porque nós só temos brioches e croissant.
O chá pode ser Earl Gray? É o que se arranja :D
Deseja compota?
Faça o favor de se servir :))))

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

Anfy:

Se desejar juntar-se a nós, será muito bem vinda.
Rápido, que já se vai fazendo tarde e eu tenho que tratar do jantar.
Não consigo acompanhar o link, não consigo fazer mesmo nada, que esta porcaria está lenta como o Cara...!

Interessada disse...

Eu explico: o que faltava era "ças".

Interessada disse...

Anfy:

Pronto, já consegui, mas acho que eles ensaiaram mal :(
E não arranjava coisa melhor para acompanhar o "bi épi"?

Manuel disse...

Bom fim-de-semana e boas músicas:
(Sons mediterrânicos, de Oeste a Este)

«Melancolias»: Felipe Campuzano - CD Andalucia Espiritual: Cadiz, vol. I
http://youtu.be/ciSM6rmexys

«El Tempul»: Felipe Campuzano CD Andalucia Espiritual: Cadiz, vol. I
http://youtu.be/-FFp5giKEMw

«Inquietudes»: Felipe Campuzano CD Andalucia Espiritual: Cadiz, vol. I
http://youtu.be/rKLIcnVbglI

«Apopse»: Thanos Petrelis (Atenas)
http://youtu.be/1Z0DrWt8ipo

«Fysaye t’ayeri»: Nikos Veropoulos (Atenas)
http://youtu.be/ICEjkiuMvbE

andorinha disse...

Bart(2.16)

Eu sei, já disseste isso milhentas vezes.:)
Uma coisa te garanto:): se eu estivesse aí em Lisboa das duas uma: ou já tinhamos comido o pastel ou já tinha desistido.

Sempre que vou a Lisboa não passo sem os meus pastéis. Sou mesmo viciada:))))


"Parece-me que nos estamos todos a especializar cada vez mais no virtual. Deve ser uma espécie de Pós-Modernismo.
Conversas, amizades e pasteis de nata virtuais."
, disse a Interessada.

Não, não estamos, ou melhor, alguns estarão...
Não entendo como se passa aqui uma tarde inteira a falar de chás, pastéis e quejandos...
Porque não se sai e vai ter com a malta?
Dir-me-ão, são opções.
Ok, mas então não generalizem.

Eu entre um pastel de Belém virtual e o mais reles bolo de coco:) lá fora, prefiro o último. Porque com o reles bolo de coco estarão pessoas de carne e osso.
Mainada...


Cêtê(4.13)

:))))))))))))))
Ele bem tentou mas há gente muito pudica...

Interessada disse...

Ts, ts, lá se vai o pastel, esmagado com tanta censura.
Ora é à esquerda, agora à direita, os bons e os maus, tudo a eito para ajudar a empurrar as contradições que caem que nem cereja no bolo.
Mudança de assunto:
A especialidade já não são os pasteis de nata, mas a censura generalizada.
Vícios.....

Cê_Tê ;) disse...

Pedro, ;)))) a "boca" é mesmo e SÓ para eles os dois. ;) Não abandalhes.;P
(Mas gostei da hiperbolização ;P)


Andorinha, LOOOL a miúda estava a trabalhar, caramba!!!! E ele tb não esteve bem. ;P

E para além do mais não deve ter chegado aos 50! ;)))))))

cycle disse...

Andorinha,
"Eu entre um pastel de Belém virtual e o mais reles bolo de coco:) lá fora, prefiro o último. Porque com o reles bolo de coco estarão pessoas de carne e osso.
Mainada..."

É por essas e por outras que eu aqui sou uma bicicleta :)

andorinha disse...

Cêtê,

"E para além do mais não deve ter chegado aos 50! ;)))))))"

Loooooooooooooooooooooooooooool

Tu és mesmo maluca!:) Looooooool

Mas pronto, concordo, não se deve misturar trabalho e prazer...:)


Cycle,

:)))

Princesa Isabel disse...

Saudade..., uma palavra muito especial da nossa terra!
Ai..., Saudade!
Abraço Professor e guarde sempre, essa Alma de Poeta!