domingo, outubro 16, 2011

O meu a seus donos.

Maralhal,

Seis anos é obra, sessenta e dois no lombo já me deixam mais ambivalente:). Não quero distinguir entre veteranos e "caloiros", apenas agradecer visitas e ternura. Júlio, the real Murcon.

233 comentários:

1 – 200 de 233   Mais recente›   Mais recente»
Anfitrite disse...

Professor,

*P*A*R*A*B*É*N*S*

Que continue com muita paciência para nos aturar ad eternum.

http://www.youtube.com/watch?v=iNntUHDc6U0

Para si UMA LINDA

Interessada disse...

Julio:

A negação prova a distinção, mas não é disso que me queixo. As exigências são um absurdo, quando falamos de sentimentos.

Mas talvez a instituição devesse olhar para a praxe, ou seja, as práticas que deveriam ajudar a integrar os caloiros.

andorinha disse...

É obra, sim:)
As visitas até pode agradecer, Júlio, agora a ternura....
Já disse que não se agradece, mas pronto, desisto...
Nunca vi Murcon mais casmurro:)))))

andorinha disse...

Interessada,

Não estragues o post. Porra!
Tu és chata mesmo! E gostas de implicar...

Não digo mais nada porque o post não o merece, mas é com muito esforço que me calo...

Moon disse...

Esses 62 no lombo, hum...

Não são garantia de nada:)

Sir Paul acabou de casar aos 69... Com uma querida de 51...

Já estou a ouvir o mulherio (moi incluída) a cantar à la Caetano e em unissono:

"Gosto muito de você Murconzinho..."

andorinha disse...

Moon,

Tu és uma castiça...
E essa também canto:)))

Pedro Barbosa disse...

Professor! "O meu a seus donos". Dá para levar já! Ou paga taxa Alfandegaria?

Tive que me travestir!

Parabéns!

(bem vou tentar passar despercebido, que este post derreteu!)

;)

Fora-de-Lei disse...

"Não quero distinguir entre veteranos e "caloiros", apenas agradecer visitas e ternura."

Acho muito bem que não faça distinções entre velhinhos e maçaricos mas o que tá mal é não agradecer os presentes que lhe foram / são oferecidos... ;-)))))

andorinha disse...

FDL

Agora trazes para aqui charlatães?
Ouvi o início, comecei-me a rir e fugi a sete pés...:))))

Deixei-te recado lá em baixo.

Fora-de-Lei disse...

andorinha 8:27 PM

"FDL, agora trazes para aqui charlatães?"

Não devias falar assim de um conterrâneo teu... ;-)


"Ouvi o início, comecei-me a rir e fugi a sete pés...:))))"

A verdade é que eu trouxe para aqui ofertas de bom gosto e o "beneficiário" nem água vai, nem água vem. Pode ser que este presente seja mais condicente com a sua (dele) sensibilidade de aniversariante... ;-)

André Couto disse...

Parabéns, Professor.
Obrigado por ser uma fonte de inspiração.
Abraço.

rainbow disse...

Boa noite:)

Seis anos de existência do blogue quer dizer muito. A idade também, porque pressupõe uma experiência de vida muito significativa. Mas tudo está em aberto.
Nunca poderemos saber como vamos pensar ou sentir daqui a um ano, por isso, nada é garantido. Tudo, ou quase tudo, é imprevisível.

Pedro,
Sobre o que escreveste no post anterior, concordo sobretudo quando dizes que o respeito é fundamental, no caso de haverem diferenças ideológicas e diferentes pontos de vista.
O "peace and love" fez-me sorrir.
Passo os meus dias de trabalho com um crachat com o meu nome com um fundo com esse símbolo, o símbolo da paz:)

Andorinha,
Ainda sobre o que disseste no andar de baixo, também acho que é preciso sair à rua, e mostrarmos que não somos marionetes. Nós temos uma cabeça para pensar e uma vontade própria.

Cê_Tê ;) disse...

FDL, ;D Delicioso! ;)))))

Até vou ver o meu.
É de GUIMARÃES, pá! ;) E já fui pesquisar e é sócio do Benfica (só podia ser né? ;P)

Jack Laing disse...

http://asombraquemepersegue.blogspot.com/2011/06/exma-senhora-ministra-da-saude.html

Tété disse...

Parabéns Prof pelas lindas 62 Printemps. Vou andando porque, se lá chegar, vou mesmo apanhá-lo.
Obrigada pelo que é e pelo que dá de si.
Grande abraço.
Teresa

Fora-de-Lei disse...

1) Para que o belo não se torne triste...

Is it a kind of dream,
Floating out on the tide,
Following the river of death downstream?
Oh, is it a dream?

There's a fog along the horizon,
A strange glow in the sky.
And nobody seems to know where you go.
And what does it mean?
Oh, is it a dream?

Bright eyes,
Burning like fire.
Bright eyes,
How can you close and fail?
How can the light that burned so brightly
Suddenly burn so pale?
Bright eyes.

Is it a kind of shadow,
Reaching into the night,
Wandering over the hills unseen?
Or is it a dream?

There's a high wind in the trees,
A cold sound in the air.
And nobody ever knows when you go.
And where do you start,
Oh, into the dark?


2) Deveríamos todos saber que este gajo não fez só música para bares de striptease...

3) E que no mundo do espectáculo também há quem nasça pobre e "geovaca"... ;-)

4) Seja como for, temos que fazer tudo para não chegarmos ao fim...

5) Nem que para isso tenhamos que abrir bem a pestana...!

Fora-de-Lei disse...

Cê_Tê ;) 9:41 PM

"FDL, já fui pesquisar e é sócio do Benfica (só podia ser né? ;P)"

Então já agora pesquise o Américo Amorim, o Belmiro de Azevedo, o Avelino Ferreira Torres, etc, etc, que são sócios honorários do seu clube e que são bem mais prejudiciais ao país do que o tartufo de São Torcato, Guimarães... ;-)

JFR disse...

Boa noite Professor Júlio:

Nem seis, nem sessenta e dois!

Presumo que há os que o ouvem ou lêem - nos quais me incluo - na metade da diferença entre aqueles números. E fazem-no porque o Prof. é um "produto" que rareia no "mercado":

- um prazer e um conforto para quem consome os seus textos e as suas palavras;

- intelectualmente honesto (conforme o "Amor é..." de hoje, amplamente o demonstra).

Um abraço de parabéns
José Rocha

cycle disse...

Bom dia!
Caro Júlio, lamento chegar atrasada à festa, mas ontem peguei num copito que andava por aqui e bebi qualquer coisa que me deixou no fuso horário de Honolulu :)) estou até desconfiada de quem o deixou prepositadamente esquecido. Sim, porque há presentes e presentes e alguns dos quais são interditos às meninas :)Eu até prefiro os números seis e dois às nove semanas e meia :)))

Bom, vamos ao que interessa - Parabéns! Desejo-lhe muitos sorrisos no lombo :)))

Tangerina disse...

Júlio,

Associação de ideias:

"Júlio, the real Murcon" -> Júlio, the real one -> Júlio, the special one. ;-)))

Aproveite o restinho de dia e amanhã faça outro assim bom a começar logo de manhãzinha.

Cê_Tê ;) disse...

FDL, isso é jogo rasteiro.;D

- Américo Amorim é um trabalhador! Ainda por cima protege a Flora Mediterrânea;
- Belmiro de Azevedo é um SENHOR!
- Avelino Ferreira Torres ficou perturbado como o Zé Maria...

Está bem que o FCP tem o Emplastro mas até tem quem lhe trate da Sáude! Agora o Benfica!!! Se a irmã Lúcia fosse viva também estaca no plantel nem que fosse como massagista ou guia espiritual.

andorinha disse...

FDL(9.07)

Eu quando vi que o tipo é de S.Torcato, Guimarães, ate´me ia dando uma coisinha má:))))


Cêtê,

Queres que te marque uma consulta?
Não me custa nada, estou aqui pertinho.
E peço para ele fazer um desconto.
Que dizes?:))))

Cê_Tê ;) disse...

Andorinhazita... ;)))

Digo-te: afasta-te de casas com gnomos e ameias. Que por aí devem abundar LOOOL

Eu por aí não dei aulas ;)))))

Fora-de-Lei disse...

Cê_Tê ;) 11:02 PM

"Agora o Benfica!!! Se a irmã Lúcia fosse viva também estava no plantel nem que fosse como massagista ou guia espiritual."

Mas quem costuma ir a Fátima rezar é o PdC. Para além disso, depois desse grande católico ter sido recebido pelo (verdadeiro) Papa na companhia da sua amásia Carolina Salgado, passou a ser proíbida a transferência da Irmã Lúcia para o Glorioso... ;-)

andorinha disse...

Cêtê e FDL,

Que dois grandes malucos!
Caminha, que amanhã é dia de trabalho:))))

Cê_Tê ;) disse...

FDL, pensei que a Carol fosse benfiquista caramba!!!! ;D

Já tomou consciência do golpe baixo que foi para o Porto contratarem o nosso professor para ir para o Trio d ´ataque?!?!?!?!? Riam-se enquanto puderem....
Vai ver quando o irmão do Sr.Pinto da Costa for enfrentar o vosso trunfo no Trio d´ataque substituindo aquele púbere que lá está.

Cê_Tê ;) disse...

Para Caminha é fora de mão...,P

andorinha disse...

"Vai ver quando o irmão do Sr.Pinto da Costa for enfrentar o vosso trunfo no Trio d´ataque substituindo aquele púbere que lá está."

As coisas que tu sabes!!!!!:)

Caminha é muito fixe, bela zona...

Anfitrite disse...

Pedro,

Estive a fazer a revisão dos comentários.
Obrigada por me teres feito chorar.

http://www.youtube.com/watch?v=eDIaDS9HhMw&feature=related

e sem outras intenções

http://www.youtube.com/watch?v=3Gis4Wmy01s&feature=related

Pessoas que vibram assim, não podem viver muito tempo.


Bea,

Uns fazem-me chorar, outros fazem-me rir. Por sua causa fui beber o resto do Marquês de Marialva, em honra do professor, que tinha sobrado dos meus anos e se destinava a tempero, mas que não estava mau:)

Sr. Couto,

Como também consegui agora acabar de ler o seu comentário, quero dizer-lhe que não lhe peço desculpas. Eu só peço desculpa quando me arrependo de alguma coisa que tenha feito. O que não é o caso. Não peço desculpa só para dizerem que sou bem educada. Isso é cinismo.
Mas esteja à vontade. O nosso anfitrião disse que gosta de jovens.

Realmente CETE que rica família! Um resolveu esfacelar os mortos, outro espoliar os vivos, atacando-os pelas costas.

Boa semana para todos.

Pedro Barbosa disse...

Anfy, secalhar nasceram tarde demais. E concordo contigo mas por vesez transformar lágrimas num sorriso talvez seja mesmo o melhor:)

andorinha disse...

Acabei de ver a entrevista de ALA.
Cada vez é maior o meu fascínio por este homem!
Fico extasiada a absorver cada palavra, cada expressão...

Pedro Barbosa disse...

E sabe tão bem. Liberta-nos! Mas penso que só se consegue depois de partilhar muita coisa e as pessoas têm muita intimidade, E só não fazem amor e se beijam porque já não precisam. E tem que haver alguma privacidade. Ora bem! Se por carta não se consegue, usando fios condutores muito menos. Beijos

Pedro Barbosa disse...

...Anfy

bea disse...

"No lombo" senhor professor? Ora esta, estamos no talho e não tinha dado por isso.
"The realmurcon"? Então este da foto, que até parece um mágico, é a brincar?

Fora de Lei

estás a desencabecinar o professor porquê? ham? Belos exemplos para o André que até só tem os olhinhos à vista. O que é que o rapaz vai pensar?
Tá certo, não era para ele. E nem para mim. É pá, eu até à bocadinho gostava de usar gravata, mas vou rever a situação. Aposto nos suspensórios.
A última vez que vi uma mulher em combinação tinha uns dezassete anos (eu) e a senhora, que queria que eu me virasse de costas, a dizer-me que tinha tido três filhos e o marido nunca a tinha visto nua. Desconfiei e ela abespinhou-se toda. Estava aqui a imaginar. ó pá, deixa. Mas tanta sedução não pode fazer bem a nada ( bea, é melhor calares-te; ainda levas uma resposta que não gostas)

Vou por exemplo fazer uma viagem ao sótão a ver se encontro os supensórios vermelhos.

Fiquem bem

bea disse...

Anphy!

ainda bem que riu comigo (prefiro a rir de mim).
O meu vinho da comida é sem marca, do imprestável para outra kk coisa :) As vibrações dão morte? desconheço. Não se ponha com lágrimas, fica toda ranhosa, pode não ter um lenço à mão ou mesmo ao pé...enfim, estraga-se. Até os coelhos ficam feios com os olhos vermelhos. E é sinal de moléstia. Não escapam. Farto-me de olhar o Passos, usa colírio.

Andorinha!!!
Não sou assim de me extasiar fácil. Mas
transcrevi uma data de frases que ele disse, ideias que penso e se calha tu também; e se eu as digo? valem nada :)

Pedro
estás a trabalhar na rede elétrica? Olha os sapatinhos de borracha.

Um abraço. Boa Noite :)

Pedro Barbosa disse...

Bea, estou a usar fibra ótica ou algo parecido. tenho que ter cuidado com as Beas que por aí andam. No bom sentido.

Um abraço Boa Noite:-)

bea disse...

Uma direta. Vai ser:)

Anfitrite disse...

BEA,

Eu não gosto de me rir de ninguém. Gosto de me rir com. No entanto há uma situação em que não consigo deixar de rir: é quando alguém tropica, escorrega ou cai(desde que não seja grave). Apesar de não gostar de bifes, nem que sejam do lombo, há umas séries inglesas que me fazem rir, direi melhor-sorrir- Como por exemplo "O Sim Senhor Ministro". Adoro humor fino e inteligente. Os chicos-espertos, às vezes também me fazem rir. Mas é sol de pouca dura. Ah, tinha-me esquecido dos olhos do outro. A mim o que mais me incomoda é a boca sem lábios. Sempre ouvi dizer que pessoas com lábios finos são cínicos e mentirosos. Eu não gostava de ser como um juiz, que fez Escola, porque julgava as pessoas pelos seus sinais antropométicos(no caso do coelho antropomórficos), mas há sinais e tiques que não me enganam. È como não olhar alguém nos olhos, ou seja de frente, como ele também está quase sempre a olhar para o umbigo.
Já quanto vejo o Bento a falar(o da selecção) faz-me lembrar um burro a comer cardos. Arreganha os beiços para não se picar. Também davam jeito para arrebanhar farelos. Não tenho culpa. Pode ser algum fétiche que eu ainda não descobri. Também são as mãos que falam(o comprimento dos dedos é essencial), o aperto de mão firme e não de lesma viscosa, o cabelo solto, então se vir algum oleoso, como um do cds, fico cheia de asco, etc.... Conhece alguém que não tenha estes defeitos e os predicados requeridos?


Interessada,

Você não deixa mesmo passar nada A negação prova a distinção. Porque é que você não se diverte como os outros e entra aqui com profundas análises? Qualquer dia consegue abrir uma mina. Bem precisavamos agora de volfrâmio, que foi o único ano em que a nossa Balança de Pagamentos foi positiva. Mas porra! foi à custa duma guerra Mundial e da exploração dos pobres portugueses pelos alemães, que morreram todos jovens com problemas respiratórios e não só.
No outro dia ouvi o João Canijo(já que gosta de arte e de gente culta) dizer que não foi para Filosofia, porque não estava para ter discussões inúteis com os professores. Preferiu ir para História- o que lhe deu uma perspectiva crítica e capacidade de análise incomensuráveis(isto digo eu).

Anfitrite disse...

Desculpem lá mas esta não posso deixar passar.

http://jumento.blogspot.com/2011/10/semanada_16.html#disqus_thread



Pedro,

Beas ou bees

Bartolomeu disse...

Ah Valente!!!
Explique-me lá essa estória da ambivalência versus idade, Amigo Júlio Machado Vaz...
Já agora, se não fôr pedir demasiado, elucide-me; seguindo o raciocínio, quando o meu Amigo atingir os 80 será trivalente?!
E aos 90... polivalente?
;))))))
Isto é que é um berdadeiro Home du nuorte, canudo!!!
Desejo-lhe as maiores felicidades Amigo Murcon... the real one!

E a todos os murcónicos, idem!!!
;)))

Impio Blasfemo disse...

Com que então tinha que fazer qualquer coisa! Com o país a precisar do nosso esforço.... pensou, pensou, que fazer afinal? Tenho que fazer qualquer coisa...é premente!
Já sei! Faço anos....!
Pois muitos parabéns e tem sorte porque para este orçamento ainda não se prevê que venha a pagar imposto.
Isto dá-me uma ideia. Podia este ano fazer todos os anos de uma só vez e para a frente , quando passar a pagar imposto, começa a desfazê-los e pede reembolso ao Estado (princípio do fazedor pagador; quem faz paga, quem desfaz recebe).
Dir-me-á que esta é de Xico-Esperto e que vai contra os seus princípios. Se calhar estou de acordo; também vai contra os meus....! Mas passada a barreira dos 60, quem nos defende agora, se não formos Xicos-Espertos???

Um grande Abraço e conte muitos, a fazê-los ou a desfazê-los

Ímpio

Cê_Tê ;) disse...

Anf- ;) Naquela família corre sangue italiano ( e madeirense ;))) quase ia apostar! É uma animação ;P


Andorinha- ALA?!?!?!?!!?!? ;)))
Eu só acho que deveriam tratar a reportagem excluindo aquela mulher de lá. Tenho-lhe cá um pó pelo tipo de serviço que prestou ao governo anterior que até fico com os seios nasais inchados (FDL, eu disse nasais!!!). Mas que falta de gosto e de visão escolherem-na a ela!!! Ele não precisa de ninguém a entrevistá.lo para dar uma excelente entrevista.
Não sei se se passou contigo mas fui do choro às gargalhadas...
(Eu também tive umas frases escritas na parede! O que prova que de louco todos temos um pouco...)
xau

Pedro Barbosa disse...

Anfy, com as bees é mais a nossa ingratidão. Se não fossem elas; aí sim estariamos tramados. Elas são esponsáveis pelo fenomeno da polinização. E até são usadas para curar alguns males. Coitadas!

:)

Pedro Barbosa disse...

Além de que se não fossem as abelhas. Olhariamos á volta e só veriamos erva e gafanhotos.

Bom Dia

André Couto disse...

Bea, não se preocupe que não fico a pensar nada de mal...
;)

bea disse...

Uma meia de leite direta :)

Oh, levo o tempo a tropicar e a mandar uns apóstrofos, nada de mais, desabafos.
Não esqueço um senhor que vinha lá à frente nos livros de leitura e não entendi nunca porque estava de lado e um olho órfão; virava a folha e não o resto da cara, só outra lição. E ninguém pensa nas crianças, não se faz, metade de uma cara não é nada, a gente anda para ali à procura e não encontra, e “perfil” é o quê. E depois, “está de lado”. Mas eu a ver os dois olhos de toda a gente de lado, só um passinho, espreitava e eles ali. E no livro era um mistério, não apareciam nem por nada. Onde é que o senhor teria o olho, pensava. Às vezes ainda espreito a ver se. Quando aprendi a ler, desatei a passar folhas até àquela lição, a minha avó, é difícil, tu ainda não percebes. E as folhas a fazerem vento. Aquela lição falava de presidente do conselho e eram tudo palavras que não sabia. E a seguir Pátria, outra que não falava para mim. Li tudo até final e só entendia e, os as. E perguntei o que era aquilo, e o meu tio “pendurado de cabeça para baixo com o cabelo corto à pedrada inda era pouco, não leias isso, anda ler os livros do fantasma com o tio”. E um palavrão a acertar-lhe mesmo no olho que eu via, ou seria na risca tão certinha do cabelo? Eu estarrecida, ai que ele vai para o inferno, ai vai vai, e depois não pode ler que o lume queima-lhe os livros. E um professor que tive, dizia daquela boca que era cruel. Escandalizou-me. Ao lado de Cristo? Não podia. Hoje entendo a intenção esforçada de Dali para desprendê-lo da cruz. É que não queria lá estar. E se eu notei, como não ele? Sempre é um artista, caramba. Tem outro feeling.
O Passos passa, mas enquanto pisa, dói. Faz nódoa negra. Sem perdão.
Hummm, Anphy, deixe ver…não, não conheço ninguém com mãos de lesma e cabelo oleoso em permanência. Ah, prefere o inverso, é verdade é que hoje tou apardalada que é uma coisa que não sabia que se podia ficar, mas experimentei. Porque pronto.
Li o jumento. Desanimei do que já sabia. Mas aquela mosca, não sei porque me lembrou o Thora.

Então aogora somos mais gafanhotos, abelhas e ervinha verde. Sim senhor.

Pedro Barbosa disse...

Sim Bea!

Os gafanhotos vão para a guerra.
As abelhas trabalham.
E as ervas verdes dão o sentido á história.

Boa Tarde!

(E obrigada pelas tuas Histórias)

Sim senhora.

Princesa Isabel disse...

Parabéns professor!
Muita saude e muita inspiração!
Até breve, se possível de novo em Sintra! :)

Impio Blasfemo disse...

Bea:-

Gostei do texto. Faz-me lembrar as redacções da Guidinha.

Deixo o Link para uma que apanhei na net. O título é:

O PAI NATAL

http://amateriadotempo.blogspot.com/2006/12/as-redaces-da-guidinha.html

"O PAI NATAL

"Tretas tretas tretas a mim é que não me levam mais era o que faltava ou um ou outro é um aldrabão disseram-me que o pai natal descia pela chaminé e eu acendi o fogão para lhe queimar o rabo para ele dar um grito para eu o ver e nicles quem ficou com o rabo a arder fui eu que levei bumba no toutiço por ter gasto gás é só para ver como as coisas são disseram-me que ele trazia presentes do céu e o que ele me trouxe foi uma camisola que eu vi numa montra duma loja em saldo com o preço e tudo isto quer dizer que o Céu fica na Rua dos Fanqueiros ou que me aldrabaram por eu ser criança......" ( e continua)

Ou eu me engano muito ou este texto não perdeu actualidade, com a ligeira, muito ligeira diferença, de que a Guidinha somos todos nós e o Pai Natal passou a chamar-se PPC.

Um abraço

Ímpio

andorinha disse...

Cêtê,

Se queres que te diga, mal reparei na fulana. Estive concentrada nele o tempo todo.
E que eras meio maluquita já eu sabia:)))))))))))


Bea,

"transcrevi uma data de frases que ele disse, ideias que penso e se calha tu também; e se eu as digo? valem nada :)"

Também transcrevi:)
Pensamos.
Valem. Não têm o peso das dele, mas valem o mesmo.


Impio,

É isso, pá!:)
Só mudam os nomes dos enganadores...

roc disse...

Prof, grande abraço de parabens pelos 62, que igualmente completei tb ha dias

Pamina disse...

Impio,
Lembro-me bem das redacções da Guidinha e ainda tenho os suplementos "A Mosca" praticamente todos. Nunca os perdi de vista:). Primeiro ficaram em casa dos meus pais, depois foram comigo para a Holanda, voltaram para Portugal, tornaram a ir, tornaram a voltar e estão actualmente guardados numa caixa de cartão na garagem. Certamente merecem um lugar melhor, vou rever a situação.

Tal como no Eça, que o Aquiles tem citado aqui frequentemente, é inquietante a actualidade de muitos textos. Como dizia o outro, é preciso que o disco vire para continuar a tocar (quase) o mesmo.

Impio Blasfemo disse...

Pamina:-

Estou como você; tenho as Redacções arquivadas na arrecadação. Apanhei outra que não resisto a colocar:

"Eleições no Rebenta Canelas

Ena pai o que para aqui vai por causa das eleições! ena pai! quem não conhecesse o Rebenta Canelas cá da Graça e visse o que está a acontecer até era capaz de pensar que valia a pena tomar conta dele e que os vencedores iam ganhar muito com a vitória! é claro que as pessoas que sabem como as contas andam o que querem é estar de fora ai não! enfim o melhor é eu começar do princípio senão ninguém me entende pois os sócios do Rebenta Canelas da Graça Futebol Clube vão votar uma gerência nova e há os que são do pró e os que são do contra os que são do pró votam na gerência que está à frente do clube e os que são do contra votam contra ela está-se mesmo a ver que não podia deixar de ser assim os que são do pró findam a colar cartazes a dizer que está tudo bem e como têm muito pilim andam a colar cartazes nas paredes nas árvores em toda a parte só ainda não colaram cartazes nas costas da gente porque os distribuidores não têm comissão nisso senão já estávamos cartizados que era uma limpeza os que são do contra coitados não podem colar cartazes porque se os colarem vão parar à chana por andarem a fazer propaganda contra a moral da Graça que toda a gente sabe que é muito boa mas isto ainda não é tudo não senhor ....."(in http://entreasbrumasdamemoria.blogspot.com/2007/06/as-redaces-da-guidinha.html)

Abraços
Ímpio

rainbow disse...

Boa noite:)

Vou ter que parar de ler e ver notícias e noticiários, senão ainda me dá um ataque, pego num chapéu de chuva e subo pelos ares a cantar:
Supercalifragilispidexcsialidoso
:)

Impio Blasfemo disse...

Pamina;.

E o Rebenta Canelas continua assim:

"...venham até cá ver o que se está a passar que eu prometo gargalhadas a todos mas de qualquer forma a Graça está a ser um bom exemplo para todos nisso de correcção somos todos tão correctos que nem sequer falamos das coisas que nos interessa não vá alguém ficar magoado em matéria de correcção ninguém nos leva a palma não senhor e os outros clubes podem pôr os olhos no que se está a passar na Graça porque se seguirem o nosso exemplo ficam como nós e se todos ficarem como nós deixamos de ser subdesenvolvidos porque como os outros começam a subdesenvolver-se ficamos todos iguais e ninguém nota que a gente é diferente o que é preciso é que os outros sigam o nosso exemplo palavra que o mundo vai ser bestial quando os Rebenta Canelas Futebol Clube de Londres de Paris de Nova Iorque e de Moscovo ficarem como o da Graça o que não se percebe é que eles não nos imitem sim não se percebe como é que eles vendo como a gente é bestial e sabe tudo não nos imitem às vezes penso que eles são parvos mas o meu pai diz que há uma data de anos que lê nos jornais artigos escritos por senhores bestialmente importantes a dizer que o mundo vai acabar por nos dar razão diz ele que anda a ler artigos há mais de quarenta anos e que o mudo não há meio de nos seguir o exemplo o que eu digo é que ou anda malandrice no caso ou que os directores do Rebenta Canelas estrangeiros não lêem o nosso diário de notícias da Graça quem sabe se eles falarão a nossa língua eu cá se fosse importante traduzia os artigos cá do nosso diário de notícias e mandava-lhes as traduções para ver se eles conseguem entender-nos ...."

Abraços
Ímpio

andorinha disse...

Impio,

Também eu me lembro muito bem dessas redações. Lia-as com prazer sempre renovado.
Infelizmente, nunca guardei nada:(

Obrigada pelos links, vou recordar "velhos tempos".


Rainbow,

Eu já comecei a fazer isso.
Por isso muitas vezes só sei de certas notícias aqui pelo Murcon:)

Sónia Pinto disse...

Parabéns Professor Doutor Júlio Machado Vaz pelo seu blog tão interessante e atual.

Aproveito desde já o comentário para uma sugestão de convite participação como palestrante no Congresso da Associação Portuguesa de Enfermeiros de Cuidados de Saúde Primários, a decorrer em Abril do próximo ano em Coimbra, intitulado "Comunicação em Enfermagem", no qual de uma série de temáticas a abordar, haverá uma mesa acerca da comunicação com utentes com disfunções sexuais. Lanço-lhe este desafio. Teríamos muito em tê-lo neste congresso.
Aguardo comunicação, ao dispor, P'la APECSP: Enfermeira Sónia Pinto
(e-mail: pinto.sila@gmail.com)

bea disse...

Pêssoau
era ó uma respostinha à Anphy, que tinha um comentário muito engraçado e pensei que. não era para ser uma historia.Doía-me a cabeça e lembrei-me daquela cara antes das orações que havia no fim do livro de leitura. Tudo pedagogia.

E obrigada. desconhecia Moscas ou a Guidinha que fui ver e é bué fixe, ainda sendo um escritor.

andorinha
Quando me lembrar escrevo-te umas redaçõezinhas. Não iguais. Minhas.
Vou tirar os suspensórios, vestir os meus olhos de trazer por casa e atingir o nirvana numa chávena de chá.
Deixo-vos com a noite.

andorinha disse...

Bea,

Escreve. Fico à espera:)

Também já vesti esses, os de trazer por casa...

Ainda ando a saborear as "Cartas..."
outros afazeres se têm intrometido.

Bom chá!:)

Anfitrite disse...

Como não tenho tempo e estou em transgressão digo apenas:

Pedro,

Além dos pássaros também as abelhas desapareceram do meu quintal. Eu que também tenho sempre vasilhas com água para quem precisar, às vezes alguma caía na água e lá ía eu com um pauzinho, numa difícil tarefa, tentar salvá-la e pôr-lhes as asas ao sol. Ficava muito triste quando alguma não sobrevivia.

Bea,

Adorei. Só os loucos é que querem trasformar o mundo. E também amou desmesuradamente a sua companheira.

Quanto à Guidinha, que saudades do Luís de Stau Monteiro. Também teve muitos problemas na vida, talvez por isso o coração não tenha resistido e morreu bem jovem. Pois eu infelizmente guardo a última edição do "Diário de Lisboa", com carimbo de oferta.
Com certas observações que faço aqui, às vezes sinto-me a Vera Lagoa.

Tangerina,

Obrigada pela defesa:)

Rain,

Não me diga que a sua voz é tão boa como a da Julie Andrews?!

Caidê disse...

Ups!...
Não me queria ter arredado tanto!...Mas a vida por vezes é uma completa distração. Chego com um dia de atraso para lhe dar uns Parabéns muito merecidos, professor. E deixe-se de veteranices, porque 62 anos de vida é quase nada. Com tanto que há para aprender e com tanto com que nos podemos surpreender e maravilhar venham mais 10 (de cada vez!). Beijinho

rainbow disse...

Andorinha,

Sim, às vezes é preciso desligar. Senão ficamos mal.

Anfi,

Não tenho essa pretenção. Apenas quis brincar. Penso que também deve ter entendido assim.

Pamina disse...

Impio,
Obrigada pelas transcrições.
Como disse, acho que tenho as Moscas todas, inclusive um livrinho muito engraçado, ao estilo do Livro Vermelho do Mao Tsé-Tung, que gozava com o então famoso treinador Meirim. Apesar de nunca me ter interessado por futebol sabia quem ele era (acho que toda a gente o conhecia) e lembro-me que me fartei de rir com aquilo.
Já agora, para mim, outra boa razão para ler o Diário de Lisboa eram as críticas televisivas do Mário Castrim. O meu pai comprava o jornal e eu devorava.

Bea,
Os autores da Mosca, começando pelo director, eram de peso:).

Pedro Barbosa disse...

Minha querida e desconhecida AnfY,

Hoje é daqueles dias que já não se vai lá com psicanalise ou tarot. Sinto-me consternado depois de ouvir o ministro das finanças. Espero que o Andrè esteja mais calmo. Porque isto vai lá mas com calma. A UGT e a CGTP já têm uma greve geral acordada que espero que acorde muita gente e adormeça outras tantas.

Bem! Eu também gosto muito de abelhas quando pequeno era costumava apanhá-las com a mão e depois soltalas.

Boas Greves e Lutas que este governo por alguma razão não mexe no IVA das bebidas alcoolicas. Lá deverão ter as suas razões. Cada um luta pelo que mais lhe convem.

E assim me fico...

André Couto disse...

Pedro, eu estou calmo, obrigado.
Gosto é de debater ideias.
Mas já que puxa por mim, e correndo o risco de daqui a pouco estar a apanhar pancada de todos os lados, devo dizer o seguinte:
Sem Economia não há Estado Social que aguente. Ponto. As despesas com o Estado Social aumentam exponencialmente ao mesmo ritmo que as Economias decrescem de vigor. Não há dinheiro para continuar este estado de coisas. 88% dos impostos recebidos são para pagar o Estado Social.

Não há gorduras que consertem este problema. Temos duas hipóteses, ou pomos a Economia a crescer ou temos de cortar nas despesas. Ora se não dependemos só de nós para colocar a Economia a crescer o caminho só pode ser cortar onde se gasta. Estado Social.
Temos pena mas não há alternativa.

A Europa esta desindustrializar-se. Não irá começar a produzir desmesuradamente e a crescer como já cresceu. Sendo o Estado Social um produto da Revolução Industrial e da geração de riqueza, parece mais ou menos óbvio que se não se gerar riqueza, não se pode manter um Estado que tudo pague.
Os portugueses sentem-se enganados, e com razão.
Durante uma crise não seria a melhor altura para cortar no Estado ma sem cortar na Despesa Pública não sobreviveremos.

Desde 2000 que este destino era perfeitamente identificável. Ninguém fez a ponta de um corno. Todos foram uma cambada de românticos que não quiseram enfrentar a realidade. O resultado está à vista.
Vão-nos tirar ao prato na altura em que menos temos para comer, mas a culpa não é da mão que nos tira. É daqueles que, quando podiam e deveriam, nada fizeram. Perdemos 10 anos e agora atravessaremos o deserto, queiramos ou não, custe-nos ou não, não há mais nenhum caminho, podem vir comunistas, bloquistas, marxistas, trotskistas, maoistas, pode vir o Papa que a verdade não muda.
É injusto? Sim.
Há alternativa? Lamento, mas não.
Vai doer? Oh se vai!
E resolverá o problema? Não se sabe.
Há que falar verdade aos Portugueses.

Enquanto foi tempo não se fizeram manifestações e indignações. Andámos todos mansos? Agora é tempo de comer o feno porque não há dinheiro para ração.

Não fico contente, nem tenho nenhum prazer naquilo que vos digo.
É apenas o que penso ser correcto.

Sempre ouvi dizer que quem diz a verdade não merece castigo.

Por favor não me batam muito.
:)

Muito boa noite a todos.
Fiquem bem.

Cê_Tê ;) disse...

@andorinha, como concilias tu Jesus e ALA, na tua vida? ;////





;D


(Esquece estou 1/2 parva ;P)

Pedro Barbosa disse...

André estive a lê-lo com atenção e também ouvi o senhor da pera. A quem a Judite de Sousa respondeu muito bem. Quando ele lhe pediu para que fossem convidados o otimistas. A Judite reclinou o pedido com um convite: "gostaria muito de os convidar e a si também e conversarem". De troco um sorriso embasbacado deve ter sido a unica resposta.

Para dar duas de letra mais valia ter ficado a dormir (o senhor da pera) não estou a ser cinico (não me consigo lembrar do nome.

http://www.rtp.pt/noticias/?t=D-Januario-Torgal-Ferreira-arrasa-medidas-do-Governo.rtp&headline=20&visual=9&article=488831&tm=8

Vê isto e vais perceber. Há pessoas que bebem com moderação. E mesmo quando ultrapassam as marcas sabem-se conter.

Boa Noite... (e diverte-te). Que esta crise tem um lado real mas também tem um lado que vem por sugestão.

;)

Pedro Barbosa disse...

CT, o ALA tem uma relação controverssa com Deus (assim como um casal que dorme em quartos separados. Eu com Deus( eu quando lhe pedi ajuda da ultima vez, ele só me respondeu: "mais doque te tenho ajudado!". Acho que desisti de lhe pedir seja o que fosse.

Bem! Eu só vim aqui para falar de abelhas.

Pedro Barbosa disse...

Hoje estavam dois abelhões a cortejar o Medronheiro em frente á minha Janela. Por isso voltei e aproveitei a deixa da Anfy.

André Couto disse...

Pedro, obrigado pela sugestão. Foi, como dizer, educativo.
;)

Deixo-te aqui um bocadinho do Sr. da Pêra(Medina Carreira).

Vais ver que acerta em muito do que diz.

http://www.youtube.com/watch?v=PnvU6nNcnFM&feature=player_detailpage

Estamos todos no mesmo barco, essa é que é essa.

Um abraço.

Marial disse...

André

Bem sei que sou das pouco assíduas por aqui... mas a bater-lhe, só se for palmas!!!
Subscrevo e revejo-me naquilo que diz, infelizmente!!! (será por sermos conterrâneos???!!!... ;-))
E digo infelizmente, pois acho que ninguém gosta do cenário que descreve, não obstante ser verdadeiro!

Identifico-me em particular com a frase:

"Há que falar verdade aos Portugueses"

que foi coisa que os anteriores governos não fizeram!!!...
Em particular, o anterior PM falava e descrevia um Portugal que (acho!) só ele "via"... ou queria fazer crer que via!!!...

Que vai doer... vai! Muito!!! A mim e a muitos outros... estou certa!
Mas pessoalmente, prefiro a verdade dura e crua do que a ilusão, por mais fantasiosa que seja!!!
E toda esta problemática faz lembrar a história do Pedro e do lobo!!!
Há quanto tempo se andava a falar em crise... mas nada se fez, muito particularmente os nossos governantes!!!
Conclusão: as pessoas não se convenceram que era verdade!!!
Más notícias: o lobo apareceu de facto...

Fiquem bem... dentro do possível!

Impio Blasfemo disse...

Pamina e restantes interessados na MOSCA:-

Deixo um link que fala sobre a obra de Sttau Monteiro e com quem colaborou.

www.cm-lisboa.pt/archive/doc/site_sttau_monteiro.pdf


Abraços
ímpio

Marial disse...

... e embora atrasados... muitos parabéns ao nosso jovem anfitrião!

Que conte muitos mais e... que todos nós o possamos ajudar a lembrá-los.
Beijinhos

Pedro Barbosa disse...

Marial não entendo mas isso é problema meu! Já viste algum
lobo! Eu nunca tive essa sorte! A unica coisa que vi foram raposas a fugir!

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

Pedro: (12:19 PM- Dia 18)

E os pirilampos?

Anfi:

Quem lhe disse a si que eu não me divirto?
E quem lhe disse a si que eu gosto de arte e de gente culta?
Tem graça que eu também ouvi essa parte da entrevista ao João Canijo, e parece-me que a Filosofia é que lhe daria essa perspectiva crítica. Tanto mais que ele diz que quis fugir a discussões com os professores.
Bea:
Desta vez não li o texto, apesar de estar convencida de que gostaria (é o habitual).
Peço desculpa mas estava cheia de sono, o texto era longo, e amanhã há mais!;)

Pamina e Impio:

Também eu ainda li algumas das redacções da Guidinha e as brilhantes críticas de Mário Castrim, a quem os reaças chamavam o Sectário Geral.
Inquietante é o termo certo, tal como disse a Pamina, quando deparamos com a actualidade das críticas aos costumes de outros séculos.

Rainbow:

Há já algum tempo que eu me fartei deste repisar constante das más notícias.
Vou mantendo um ouvidito atento e, quando me parece que poderá haver alguma coisa nova e com interesse, consulto a família.
E dá resultado porque a maioria das pessoas houve mais que um noticiário por dia ;)

12:59 AM

Anfitrite disse...

Vocês dão-me cabo da minha cabeça.

Para saberem o que é a política, a qualidade e a palavra dos nosos políticos, por favor, leiam o discurso que Miguel Macedo proferiu na AR, no dia em que chumbaram o PEC.IV, como líder parlamentar do PSD e que hoje é ministro da administração interna.
Sr. Presidente: — Para uma intervenção, tem a palavra o Sr. Deputado Miguel Macedo.
O Sr. Miguel Macedo (PSD): — Sr. Presidente, Srs. Membros do Governo, Sr.as e Srs. Deputados:
Permitam-me que, neste fim de debate, comece por dizer que registamos a circunstância de o Governo,
deliberadamente, ter procurado desvalorizar este debate, situação tanto mais estranha quanto, ao longo dos
últimos dias, todos o ouvimos dizer que o debate de hoje era crucial para o País.
Vozes do PSD: — Muito bem!
O Sr. Miguel Macedo (PSD): — Registamos a quase ausência do Primeiro-Ministro, a lamentável
intervenção do Ministro da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento, que não disse uma palavra sobre a
economia, e o elenco de fracassos e frustrações acumulados na intervenção do Ministro das Finanças.
Aplausos do PSD.
Sr. Presidente e Srs. Deputados, há três razões que levam o PSD a chumbar este PEC 4: a primeira é uma
razão de credibilidade; depois, um dever de seriedade; e, finalmente, uma exigência de futuro.
Em primeiro lugar, a credibilidade. O Governo fez aprovar, em Dezembro, o seu Orçamento para 2011 e
inscreveu aí as suas posições macroeconómicas. Dois meses e meio depois, muda tudo o que é essencial: a
previsão do crescimento, do desemprego, da inflação, e por aí fora.
Pergunta-se: que credibilidade tem um Governo que em dois meses e meio altera tudo quanto é essencial?
Que credibilidade tem um Governo que, em Dezembro, faz aprovar um Orçamento e, em Março, já precisa de
medidas adicionais para o cumprir? Que credibilidade e confiança dá aos mercados, às instituições, aos
investidores e às pessoas um Governo que falha permanentemente nas suas previsões e nos seus objectivos?
Aplausos do PSD.
Quer se queira quer não, quer se goste ou não, hoje em Portugal, como já afirmámos neste debate, uma
das questões centrais é a da credibilidade. Este Governo já não tem qualquer credibilidade. Perdeu-a,
desbaratou-a, delapidou-a, por sua exclusiva responsabilidade! E quando assim é, não há volta a dar: não
chega mudar de política, é preciso, também, mudar de Governo!
Aplausos do PSD.
Em segundo lugar, chumbamos o PEC por um dever de seriedade. A forma como este Governo se
comportou com a apresentação deste PEC em Bruxelas viola todas as regras de seriedade política.
Vozes do PSD: — Muito bem!
O Sr. Miguel Macedo (PSD): — Comprometer-se por escrito, em Bruxelas, sem previamente informar o
Presidente da República não é só deselegância, é falta de respeito político e institucional pelo Chefe de
Estado!
Aplausos do PSD.
Comprometer-se por escrito, em Bruxelas, sem previamente auscultar o Parlamento não é só arrogância, é
falta de decência e de cultura democrática!
Comprometer-se por escrito, em Bruxelas, com medidas para as quais não cuidou de garantir prévio
acordo não é só irresponsabilidade, é provocação e hostilidade política!
Aplausos do PSD.
CONTINUA

Anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Barbosa disse...

As previsões politicas ou economicas fazem lembrar as previsões que o Fora de Lei muito bem aqui trouxe. Só que no tarot estamos desconfiados á partida nas outras que referi ainda nos tentamos convencer que são verdade. Para mim Macroeconomia é comer um frango inteiro. Acima de isso prefiro pensar noutras coisas.

Anfitrite disse...

Um Governo que assim actua não é sério, não respeita nada nem ninguém, não tem regras nem
escrúpulos! Compromete de forma irresponsável, leviana e imperdoável a imagem externa de Portugal!
Mas do ponto de vista da seriedade há ainda pior: um Governo que se compromete lá fora e que depois,
aflito e desesperado, se diz disposto a negociar cá dentro o que antes já firmou lá fora, é um exemplo acabado
de um Governo sem réstia de seriedade!
Aplausos do PSD.
Ora, Sr. Presidente e Srs. Deputados, Portugal está precisado de um governo sério e de um primeiroministro
que tenha respeito pelas pessoas, pelas instituições e pelos órgãos de soberania!
Finalmente, o chumbo do PEC é uma exigência de futuro. Portugal vive um momento difícil, mas tem
solução. Os portugueses sentem enormes dificuldades, mas têm de voltar a ter esperança. O País atravessa
tempos difíceis, mas há-de voltar a vencer. Mas, para que Portugal tenha solução e os portugueses voltem a
ter esperança, é preciso outra política.
É preciso cortar, mas também é preciso criar e construir: criar riqueza e construir crescimento económico!
Há anos que este Governo desistiu de criar riqueza e de construir crescimento económico. Ora, esta tem de
ser a grande prioridade de futuro.
É preciso cortar, mas cortar de forma estrutural, e não conjuntural. Cortar nos salários e nas pensões ajuda
a reduzir o défice, mas é uma ajuda conjuntural, porque estruturalmente nada muda — nem o tamanho, nem a
dimensão, nem a estrutura gigantesca do Estado. Ora, do que precisamos é de mudar estruturalmente a face
do Estado, tornando-o mais pequeno, menos gastador e menos consumidor de impostos. Esta tem de ser uma
grande prioridade para o futuro.
Aplausos do PSD.
Protestos do PS.
Nada disto é novidade para a bancada do PS, eu sei!… Novidade seria que os senhores fizessem aquilo
que deveriam fazer.
Protestos do PS.
É preciso cortar, mas cortar com sensibilidade social. Um Governo que corta e congela pensões de
reforma…
O Sr. Bernardino Soares (PCP): — E o PSD?
O Sr. Miguel Macedo (PSD): — … em vez de cortar a sério nos subsídios do Estado para empresas
públicas, nas mordomais do Estado e dos seus gestores, nas «gorduras»
Um Governo que assim actua não é sério, não respeita nada nem ninguém, não tem regras nem
escrúpulos! Compromete de forma irresponsável, leviana e imperdoável a imagem externa de Portugal!
Mas do ponto de vista da seriedade há ainda pior: um Governo que se compromete lá fora e que depois,
aflito e desesperado, se diz disposto a negociar cá dentro o que antes já firmou lá fora, é um exemplo acabado
de um Governo sem réstia de seriedade!
Aplausos do PSD.
Ora, Sr. Presidente e Srs. Deputados, Portugal está precisado de um governo sério e de um primeiroministro
que tenha respeito pelas pessoas, pelas instituições e pelos órgãos de soberania!
Finalmente, o chumbo do PEC é uma exigência de futuro. Portugal vive um momento difícil, mas tem
solução. Os portugueses sentem enormes dificuldades, mas têm de voltar a ter esperança. O País atravessa
tempos difíceis, mas há-de voltar a vencer. Mas, para que Portugal tenha solução e os portugueses voltem a
ter esperança, é preciso outra política.
É preciso cortar, mas também é preciso criar e construir: criar riqueza e construir crescimento económico!
Há anos que este Governo desistiu de criar riqueza e de construir crescimento económico. Ora, esta tem de
ser a grande prioridade de futuro.
É preciso cortar, mas cortar de forma estrutural, e não conjuntural. Cortar nos salários e nas pensões ajuda
a reduzir o défice, mas é uma ajuda conjuntural, porque estruturalmente nada muda — nem o tamanho, nem a
dimensão, nem a estrutura gigantesca do Estado. Ora, do que precisamos é de mudar estruturalmente a face
do Estado, tornando-o mais pequeno, menos gastador e menos consumidor de impostos. Esta tem de ser uma
grande prioridade para o futuro.
Aplausos do PSD.
Protestos do PS.
Continua

Anfitrite disse...

Nada disto é novidade para a bancada do PS, eu sei!… Novidade seria que os senhores fizessem aquilo
que deveriam fazer.
Protestos do PS.
É preciso cortar, mas cortar com sensibilidade social. Um Governo que corta e congela pensões de
reforma…
O Sr. Bernardino Soares (PCP): — E o PSD?
O Sr. Miguel Macedo (PSD): — … em vez de cortar a sério nos subsídios do Estado para empresas
públicas, nas mordomais do Estado e dos seus gestores, nas «gorduras» do Estado e das suas estruturas, é
um Governo sem sensibilidade e sem consciência social!
Aplausos do PSD.
Protestos do PS.
Sr. Presidente e Srs. Deputados, o futuro não se constrói sobre os vícios do presente e do passado. As
soluções tradicionais falharam, os esquemas rotineiros e habituais estão esgotados. Há que mudar — mudar
de rumo, mudar de política e também mudar de Governo! Mudar radicalmente e com convicção, mudar
construindo uma nova esperança reformista!!
Aplausos do PSD.
E não adianta o Governo fazer-se de vítima. O Governo é apenas vítima de si próprio, da sua arrogância e
irresponsabilidade. Vítimas a sério são os portugueses, que empobreceram e viram o seu nível de vida
degradar-se por culpa exclusiva do Governo.
Aplausos do PSD.
O Sr. João Oliveira (PCP): — E o Orçamento do Estado que o PSD aprovou?
O Sr. Miguel Macedo (PSD): — Compreende-se, por isso, o desespero do Governo: está a lutar pela sua
sobrevivência política. Nós, PSD, em coerência com o que sempre temos dito e feito, estamos aqui a lutar,
como sempre, pelo interesse nacional!
Aplausos do PSD, de pé.


Se tiverem tempo e quiserem ter um sorriso amargo e ficarem a saber como se divertem com o nosso dinheiro, está aqui o endereço do Diário da AR no dia 23.03.2011.

http://app.parlamento.pt/darpages/dardoc.aspx?doc=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a544556484c305242556b6b76524546535355467963585670646d38764d734b714a5449775532567a63384f6a627955794d45786c5a326c7a6247463061585a684c3052425569314a4c5441324e7935775a47593d&nome=DAR-I-067.pdf

Interessada disse...

André:

Essa frase "Há que falar verdade aos Portugueses" já cheira a mofo, de tão velha que é.
Porque eu também gosto da verdade, há que dizer aos portugueses que estes senhores estão a chular-nos (é o termo correcto)e a usar a demagogia que já vinha sendo usada há muito.
Esta é que é a verdade e já muitos a denunciaram.
Agora acho que já nem os anjinhos acreditam que estes são os salvadores, apesar de nos matraquearem com mentiras todos os dias.
Numa coisa eu concordo consigo:
andámos muito quentinhos sem nos querermos maçar- alguns já nem o direito de voto usavam.
A classe média é especialista nisso.
A vida até lhe corria razoavelmente bem, pelo que quem deveria preocupar-se e lutar eram aqueles a quem lhes doía os dentes.
E agora, que também se vão tornar probrezinhos, estarão a contar com a ajuda de alguém?
Dizia o velho Bertold Brecht
"Como não me importei com ninguém, ninguém se importa comigo"

Interessada disse...

Assinalou-se o Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza, com um aumento extraordinário desta.

Pedro Barbosa disse...

Subscrevo, Interessada. Fenomeno que se iniciou com o tratado de Tordesilhas. Asseguir vieram os ingleses e os franceses. Mais tarde o Estadounidenses e os Soviéticos. Agora parece que a China e o Brasil. Quem virá depois?

Impio Blasfemo disse...

ANFI:-

É diabo. Muita leitura nos aconselhas. Cheira-me que estás pior que um cavalo aos coices. Olha, eu também. Se desse o resultado que eu imagino ainda ferrava umas chancas que por cá tenho e dava um belo par de back kicks nuns certos fundilhos. Acho que adivinhas quais são, ou será preciso fazer um desenho?

Bom. quanto à minha visão do presente governo fiz o post 72 (o último) no tema anterior “palavra ???? ainda há quem diga que os sacrifícios não são para todos”. Não me vou pronunciar mais sobre o tema.

Deixo-te um link que talvez aches piada.

Ludwig Krippahl - Treta da semana: mais uns Passos à direita:

http://ktreta.blogspot.com/2011/10/treta-da-semana-mais-uns-passos-direita.html

Abraços
Ímpio

Pedro Barbosa disse...

Os pinguins da Antártida e o urssos polares do Ártico. Só pode ser! Os pirilampos não devem estar muito dentro do assunto!

Anfitrite disse...

Pamina,

como eu não quero ficar atrás, embora não tendo o livro vermelho de Mao, tenho o livro verde de Kadafi. Coitado! Que será feito dele? Sabe que eu me tenho lembrado muito do Mário Castrim, porque acho que o FDL é parecido com ele. Conheço um grande cantor e senhor da nossa praça, que um dia lhe foi dar uma surra, e chamar uns nomes, por causa duma crónica que lhe foi desagradável.
O Meirim não era propriamente um treinador, era mais um orientor profissional, uma espécie de Mago, daquelles que o fdL pôs aqui, que previa o futuro.

Pedro,
Não acredito que tenha um medronheiro à sua porta?! Eles estão quase em extinção no Algarve, por isso é que desapareceu a famosa aguardente de medronho. Essa devia ser taxada a 100%, Que era para não comprarem. Estamos sempre lixados. Passavam a ser artigo de luxo, só para ricos. E então com mel puro faz tanto bem ao catarro.

Marial e defensores da revolução industrial que tanto apoio social e boas camas tem dado aos trabalhadores. Até criram intervalos no meio do turno de trabalho porque o sr.Ford reparou que se os trabalhadores, parassem um bocadinho a meio da ladeira, depois recomeçavam com mais força e davam mais rendimento. Por isso é que agora engordam os porcos e não, só com hormonas que é para renderem mais e mais depressa.
Quanto ao falar verdade é importantíssimo. Por isso é que eu trascrevi o discurso do Miguel Macedo.
Se acharem mais prático está nas páginas 69,70 e 71 do PDF.

Com que então sr. Couto, só se começou a mentir há 10 anos?! Deve ser um jovem brilhante, porque quem mais mentiu e mais mal fez ao País e aos portugueses foi um senhor cujo sinónimo é graveto. E pode crer que não há lei neste País, que ponha os amigos dele todos na prisão e que tanto mal fizeram e agora querem arranjar um bode expiatório. Por favor abram essas cabeças e de Resignados passemos a INDIGNADOS!
O senhor que gosta tanto de Confúcio, não tente iludir alguns portugueses com verdades balofas. Pois o anterior PM foi o que mais se esforçou para que este país não caísse na mão dos abutres. Imagine que nem os bancos querem o dinheiro que reservaram para eles. Agora até acho bem feita que paguem as favas, porque eu nem preciso de feno, basta-me uma palha e umas ervas daninhas.

Anfitrite disse...

Ìmpio,

Obrigada. Pareço o CAvalo à Solta do Fernando Tordo. O pior é que quase tudo à minha volta são mulas híbridas, que só servem para tirar água às noras de olhos vendados, para não almarearem e servem também para bestas de carga.

Esqueci-me de perguntar ao sr. Couto porque é que ele continua a falar tanto em mansos. Não foi isso que ele disse?
Será que tem medo que a gente se revolte
? Ah, o PAPA podia dar uma ajudinha para resolver o problema vendendo e distribuindo toda a riqueza que está naqueles metros quadrados. Aproveitava agora que o ouro está com uma cotação elevadíssima, porque os bens materiais estão a desaparecer e qualquer dia queimam o tecto do outro, que não devia de sofrer de tonturas como eu, para fazer aquele trabalho.

Anfitrite disse...

Pelos vistos continuamos fiéis a nós própios.

http://portodeescala.blogspot.com/

Pedro,
Hoje esqueci-me de lhe dizer que a única coisa em que nós ficámos a ganhar em relação aos espanhóis foi no tratado de Tordesilhas, porque já tínhamos mais conhecimentos e demos-lhe aquilo que eles queriam mas ficámos com o melhor. Ou ele não fosse negociado por um dos nossos melhores reis, de cognome o Príncipe Perfeito, e ainda por cima nascido no Algarve.

Impio Blasfemo disse...

Coitados dos políticos. Como só recebem 12 mensalidades não têm cortes nas subvenções, porque, tecnicamente, subvenção é diferente de pensão. Exactamente, tecnicamente, um hanburguer no prato é diferente de um hamburguer no pão.

Jornal de Notícias - Pensões vitalícias dos antigos políticos escapam aos cortes:

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=2064306

Abraços
Ímpio

andorinha disse...

Cêtê,

Como concilio ALA e Jesus?
Não conciliando:))))

Não morro de amores por Jesus, portanto...

1/2 parva?
Deixa lá...também eu. Deve ser do calor.

Impio Blasfemo disse...

“Uma raiva a nascer-me nos dentes “

http://aeiou.expresso.pt/nicolau-santos-uma-raiva-a-nascer-me-nos-dentes=f681069#ixzz1b7d0m8I0


O Nicolau Santos não se conteve e disse aquilo que muita gente pensa

Abraços
Ímpio

andorinha disse...

Impio,

"Pensões vitalícias dos antigos políticos escapam aos cortes"

E então, qual o problema?
É mais do que justo!
F...-..!


É preciso invadirmos as ruas, é preciso sermos interventivos, é preciso não deixarmos que nos pisem ainda mais.

Sinto uma enorme raiva e revolta...impotência também, não sei o que possa fazer...

andorinha disse...

Impio,

Acabei de ler o artigo de Nicolau Santos.
Penso exatissimamente o mesmo.

Estamos todos no mesmo barco, pá!
Gritarmos aqui de pouco adianta, se por aí se ficar a nossa revolta.
Por mim poupo energias para os combates que se avizinham.

Abraço.

P.S. Se for contigo para o inferno não faz mal; pior do que isto não é de certeza:)

E agora de volta ao trabalho...

Fora-de-Lei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fora-de-Lei disse...

André Couto 11:45 PM

"Desde 2000 que este destino era perfeitamente identificável. Ninguém fez a ponta de um corno."

Há quase três décadas que sectores mais consequentes da Esquerda chamam a atenção para a progressiva destruição do tecido produtivo nacional. Muitas manifestações foram feitas neste país tendo presente, entre outros pontos, a necessidade de pôr termo a essa destruição. Perante isto, vir dizer que ninguém fez nada para "contrariar o destino" deste país só pode ser resultado de uma memória selectiva ou, pior que isso, um exercício de má-fé. Se quiser ser intelectualmente honesto, o melhor que tem a fazer é falar por si e não meter toda a gente nesse seu saco de pseudo-apatia.


"Sempre ouvi dizer que quem diz a verdade não merece castigo."

É verdade. Mas o problema são os mentirosos compulsivos ou, na melhor das hipóteses, aqueles que passaram mais de uma década totalmente distraídos.

Por isso, e para que não mereça qualquer castigo, fale-me(nos) daquele artista que, enquanto PM, permitiu e/ou incentivou a destruição da pesca e da agricultura deste país e que agora, já como PR, tem a suprema lata de vir dizer que Portugal se tem que virar para o mar e voltar novamente à agricultura.

André, entretenha-se com isto. Se não lhe servir de nada, então faça-me o favor de não vir para aqui com balelas - como se todos tivéssemos acabar de chegar a Santa Apolónia com um cesto de verga na mão. Contrariamente ao que possa eventualmente pensar, convença-se que nem todos desistiram de Portugal, por mais fartos que estejam deste país...

Impio Blasfemo disse...

FDL e Andorinha

Segundo Aldous Huxley, a corrupção é proporcional à democracia. (in http://www.citador.pt/textos/a-corrupcao-e-proporcional-a-democracia-thomas-henry-huxley)

Pena é que em Portugal a função que define o grau de corrupção tenha um crescimento exponencial. Talvez porque inclua em si outra função implícita denominada incompetência e chico-espertismo tal como Ricardo Barbosa afirmou (in http://www.citador.pt/buzz/estou-farto-da-incompetencia-do-chico-espertismo-portugues-de-os-politicos-go-2152039248438)

Abraços
Ímpio

Tangerina disse...

FDL,


Clap, clap, clap!!!

É mesmo isso e o que eu ia agora propor ao André era que lesse bem a sua frase "88% dos impostos recebidos são para pagar o Estado Social" e fizesse umas pequenas contas de merceeiro:

- partamos do princípio que recebemos 100 U (U é uma unidade qualquer) de impostos; 88% (que, segundo o André vão direitinhos para manter o estado social) são 88 U, certo?

- Vamos assumir que o estado social precisa sempre desses 88 U para ser mantido como está, ok?

- E se se aumentar a receita, i.e., se quem não paga os impostos devidos os passar a pagar, incluindo a maior parte (para não dizer todas) das empresas?

- Qual seria a receita fiscal? Seria semelhante à que temos agora ou poderia ser muito diferente?

- Assim numa conta muito muito simplificada, diria que conseguimos pagar os 88 U ou não?


Ou seja, como muito bem diz o FDL, o problema não está no lado da despesa, mas no lado da receita. Quanto menor a receita, maior proporcionalmente será a despesa e vice-versa: quanto maior a receita, menor proporcionalmente será a despesa. E como se pode aumentar a receita de forma justa? Hmmmm? Eu tenho pelo menos meia dúzia de ideias e já nem falo na gestão escrupulosa dos bens públicos.

Nós somos os 99%. Nós temos o poder de fazer a mudança, mas temos de estar unidos e não nos deixarmos levar nem por vozes apocalípticas nem por cantos de sereia. Olhar atento e crítico é o que é preciso. Atento.

Interessada disse...

FDL:

Gostei dessa de não termos chegado (sim, porque eu também não ;))a St. Apolónia com o cesto de verga.
Nem andamos com a bandeirinha na mão, em manifestações de patriotismo gratuito e de apoio alienado ao poder.
Parece-me que o André Couto ainda não se apercebeu que tem aqui várias testemunhas desses tempos idos, que retornarão se não formos capazes de travar as barreiras que estão a ser criadas ao desenvolvimento do país.

Fora-de-Lei disse...

Interessada 2:50 PM

"Parece-me que o André Couto ainda não se apercebeu que tem aqui várias testemunhas desses tempos idos..."

Eu já lhe descobri, pelo menos, uma virtude: é benfiquista ! E é possível que tenha outras... ;-) No entanto, isso não chega se ele continuar a teimar nessa sua forma velada de desculpabilizar o mal que os (actuais) representantes dos maiores parasitas deste país andam a fazer ao povo português.

bea disse...

Todos os pulhas escapam aos cortes. Bolas!
Vamos para o inferno? Do caminho não nos livramos que o nosso querido primeiro já nos deu guia de marcha.

Entretanto:
Acho que vou pedir ao meu pai para me ensinar a disparar a caçadeira e comprar uns cartuchos. A última vez que a usou foi para assustar a raposa que nos comeu as galinhas e ficou tão gorda como a das histórias, não conseguiu sair e estava lá ao canto da rede mais assustada que nós pé ante pé, pensando em ladrões e assim, eu já a ver facas e sangue por todo o lado, as minhas guerras ainda eram à facada, o meu pai caçadeira fumegante e ceroulas, que são duas coisas que rimam a valer e afinal no caco das galinhas uma raposita frágil; os olhos desculpem lá a maçada, foram só quatro ou cinco galinhas, tá bem que sujei isto tudo e há umas penas que não engoli, e está ali uma tíbia escarolada, mas algumas nem as trinquei só lhes chupei o sangue, é por isso que estão assim com esse ar de cera impávida. e é aborrecido porque depois a cabidela não há, mas que se há-de fazer, deu-me um amoque, desculpem ser às duas da manhã bem sei que não é boa hora, mas há quem nos chupe o sangue todos os dias e vocês nada. também não sei o que deu àquele homem para me ter em casa, ele bem sabe que o pessoal tem galinhas e que não resisto.
E depois prendemos a raposa a uma macieira como se ela um bicho normal e ela uma barriga do outro mundo. o meu irmão estremunhado, a voz encardida de sono, ó pai a raposa vai morrer? e o meu pai, eu quero lá saber da raposa, dou-lhe um tiro não tarda e nós olhos arremelgados, eu já pensar a raposa coitada, tenho que lhe trazer água que pode ter sede.

E estou com medo que os portugueses sejam como eu, que não sou estrangeira nem nada, e andem a dar água às raposas. E assim.

Fiquem bem.

Pedro Barbosa disse...

http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=2065772

Fora-de-Lei disse...

bea 3:33 PM

"... que não sou estrangeira nem nada..."

Mas tem mesmo a certeza ? Já mandou fazer uma análise ao seu autossómico ? Se eu fosse a si, não estaria assim tão certo... ;-)

bea disse...

queres ver que a crise afinal é boa e descobre talentos:) queres ver...
Ele tinha a sensação que ia ganhar. Mas ficou quase sem palavras. Não deve ter sido de espanto. E parabéns ao garoto. Pronto, tá bem, tem, 38. E não é um garoto, não?
E olha Pedro, esses olhos de não me toques que me desafinas não fazem mossa, ouviste?

André
podes ser um gato preto, não abrasileirado, o animal mesmo (peço desculpa se não gostares, pronto, é da foto). Tomei atenção ao olhar.

bea disse...

Fora de Lei
quando vens com palavras estranhas tenho que ir ao dicionário. E afinal são banais do que parecem.
digamos que não

André Couto disse...

Boa tarde, meus queridos.
Lamento não ter sido mais cedo mas noite de sono e dia de trabalho impediram a minha vinda antes desta hora. Fazer o jantar e ver o meu benfica forçam-me a não demorar!

Tentarei responder a todos.

Maria, começo por si porque foi a primeira. Obrigado pelas palavras. Eu bem lhe dizia que ia levar pancada. Aqui volto cheio de equimoses mas pronto para levar mais.

Anfitrite,
"Desde 2000 que este destino era perfeitamente identificável."

Quando escrevi isto baseei-me em crescismento económico e não em quem estava no governo. Até à década de 90 mesmo com todas as estroinices e CCB do Cavaco e depois com as exegeradas simpatias de Guterres, o que é certo é que a economia continuava a crescer. A partir de 2000 o c.e. é quase zero e por isso falo nos últimos 10 anos porque sem crescimento económico os responsáveis do Governo deviam ter começado a tomar medidas para reformar o Estado nessa altura.
Anfitrite, a forma como fizeram cair o governo do PS foi, como diria o Avelino, uma "filha-da-putice", mas no meu entender necessária. Lamento mas não consigo mesmo concordar que Sócrates tenha feito um bom trabalho.
Eu não vejo a política como se fosse futebol. Tento ter uma visão geral e abrangente de todo o panorama e decidir com consciência. Até lhe faço uma confissão, fui militante do Partido Socialista até ao dia em que percebi que Sócrates era tudo menos Socialista.
E de facto, tem razão, gosto muito de Confúcio.
Já agora permita que lhe diga. Claramente não começamos com o pé direito, mas a única coisa que não tem remédio é a morte.
Paz.

(Continua)

Pedro Barbosa disse...

Prontos Bea!

Não é um auto retrato como a outra enm estava sozinho sem nada que fazer á espera do comboio num dia qualquer. E a olhar para uma objetiva que é sempre complicado (pelo menos para mim)

Como no outro dia dizia o tempo é uma convenção. Por isso vou tomar esta foto como sempre atual.

Do you recognize me? It could be you!

Boa tarde! E quem sai com mossas sou eu! Sua raposa! Ainda não te consigo ver com mais de 20 anos.

;)

Pedro Barbosa disse...

Mesmo sabendo que tens idade para ter sido minha mãe!

Pedro Barbosa disse...

Ouvi!

bea disse...

Tão queridinho, Pedro! És um doce.
E depois,se tenho idade para ser tua mãe, posso dar-te uns raspanetes quando te portes mal, ouviste? E é melhor pores a fralda, senão ainda fazes um xixi e molhas a colcha ou lá o que seja.

pois...eu vinha aqui só dizer que se calhar vou ler assim a Margaridinha rebelo pinto que é uma rapariguinha que se vê logo que adoro :) estou indecisa no título, sei lá. Vou pensar primeiro. Muito.

André Couto disse...

Interessada,
admito que me possa faltar o conhecimento que a experiência da vivência traz e que a vida dos livros é diferente da realidade. Gostaria, no entanto, de referir o seguinte:
O que escrevi é o que penso, no entanto não significa esteja contra o que não escrevi. Não podem fazer esse raciocínio. Quero que acabem com as off shores, quero que taxem os Portugueses de forma Justa e Digna. Mas a ideia subjacente à opinião é irrefutável, minha querida, sem crescimento económico não há Estado Social. Podemos não estar de acordo. Não estou aqui para tentar mudar a forma de ninguém pensar. Só quis transmitir o meu ponto de vista. Cada um terá o seu. Respeito o dos outros... não é demais esperar que respeitem o meu. Acho que há lugar para todos no mundo, só ocupo o meu espaço e não o de mais ninguém.

Tangerina,
"Vamos assumir que o estado social precisa sempre desses 88 U para ser mantido como está, ok?"

Caríssima, o problema é que não é sempre 88%. Não pára de aumentar. Serão 100% em 2015 e 120% em 2020.
Lamento imenso, mas tem mesmo que se cortar...

FDL,
"Por isso, e para que não mereça qualquer castigo, fale-me(nos) daquele artista que, enquanto PM, permitiu e/ou incentivou a destruição da pesca e da agricultura deste país e que agora, já como PR, tem a suprema lata de vir dizer que Portugal se tem que virar para o mar e voltar novamente à agricultura."
Nada há dizer. O homem vê sorrisos nas vacas... Coitado.
Agora,
"Se quiser ser intelectualmente honesto, o melhor que tem a fazer é falar por si e não meter toda a gente nesse seu saco de pseudo-apatia."

eu falo por mim.
E há aquele ditado sobre as carapuças. Fico, sem ironia, feliz por saber que não lhe serve.
Pelo menos é benfiquista... Já não lhe falta tudo!
;)


Bea,
Gato, sem dúvida.
Os olhos são o espelho da alma.
A alma é tudo o que vale a pena conhecer. Não havia necessidade de mostrar mais. :)

Agora irei.
Fazendo uma festa no cachaço da Anfitrite e esperando não ser mordido aqui fica uma do meu Confúcio:

"É preciso que o discípulo da sabedoria tenha o coração grande e corajoso. O fardo é pesado e a viagem longa."

Abreijos.

Pedro Barbosa disse...

Oh! André pelo menos uma coisa podes ter como certa: "Tu e o Medina Carreira terão sempre razão". Mas não me obrigues a acreditar nas tuas futurologias!

Impio Blasfemo disse...

André:-

Não lhe vou dar "pancada". O que afirma é uma evidência. Se de facto o Estado se remunera através dos Impostos, ou colectas, se preferir o termo, que faz aos cidadão e às empresas, e com essas colectas vai pagar os serviços que presta, parece uma evidência afirmar que sem actividade económica não há colectas logo não há "serviços prestados" logo não há "Estado Social".
Também não lhe vou perguntar que tipo de Economia pode existir sem Estado Social , pois aí mandava-me olhar para a China e a resposta estava dada. Também não lhe vou perguntar que tipo de Economia preconiza pois tanto quanto me apercebi pelo que escreveu, não repudia a ideia de Estado Social.
Pergunto-lhe apenas então o que preconiza para que o Estado Social se mantenha? Ainda não percebi bem! Desculpe-me a pergunta. Admito que seja distracção minha.

E já que é novo (ao que parece) aqui no murcon, sem ofensa aos veteranos de cá, eu, caloiro nestas lides, assumo o arrojo de lhe dar as boas vindas.

Saravá
Ímpio

rainbow disse...

Boa noite,

Andorinha,

"Por mim poupo energias para os combates que se avizinham."

Dá cá mais cinco. Eu vou fazer exactamente o mesmo.

Interessada,
De facto, ver mais do que um noticiário por dia é um atentado à nossa saúde mental. Quem aguenta sem ficar KO, que veja:)

André Couto,

Bem-vindo.
Justificar os males presentes com os erros cometidos no passado, tem uma certa razão de ser. Mas um dos males dos portugueses é terem a memória curta.
É que antes do PSD esteve o PS mas antes do PS esteve o PSD. Depois de 74, estiveram no poder vários governos do PSD que também contribuiram para a actual situação em que o país se encontra, e que agora se desresponsabiliza, utilizando os erros dum passado recente.
Existe uma crise mundial? Sim. Em Portugal consumimos mais do que produzimos? Contrariamente à nossa vontade, que não queríamos a destruição da agricultura e da pesca, sim. Temos que pedir dinheiro emprestado? Nesta conjuntura, sim. Temos uma dívida? Sim.
Mas deixo aqui uma pergunta, ou uma reflexão: não haveriam outras alternativas políticas e económicas, que não passassem pelo ataque brutal ao poder de compra dos portugueses, e à sua dignidade como cidadãos que têm direito à saúde, educação e cultura?

Fique bem.

André Couto disse...

Pedro,
concerteza que não obrigo...

Ímpio,
obrigado pelas boas vindas. O meu caro leu-me perfeitamente. Sou a favor do Estado Social. Infelizmente não preconizo nada. Penso que caso a economia não cresça será inevitável o colapso do Estado Social. Penso que é isso que está a acontecer e por isso apenas o constato. Infelizmente não possuo conhecimentos que me permitam desvendar uma alternativa.
Será que há?

Rainbow,
é mesmo isto. Não conheço alternativa. E lamento-o, acredite.
Obrigado.

André Couto disse...

Já agora:
GOOOOOOLO!!!!

Pedro Barbosa disse...

Rainbow um dia a Troika volta e deixa um belhetinho de baixo das portas do terreiro do Paço a dizer "menos austeridade".

andorinha disse...

Pelo menos temos o Benfica que ainda nos vai dando alegrias:)


Pedro,


" um dia a Troika volta e deixa um belhetinho de baixo das portas do terreiro do Paço a dizer "menos austeridade"."

Também acho que sim. Estes querem ser mais papistas do que o Papa:)

Gosto dessa foto de bebezinho.
É tão fofinha:)

E não é só a Bea que tem idade para ser tua mãe; muitas de nós aqui também temos, portanto muito respeitinho:))))))))))))))))))))))

Interessada disse...

FDL:

Eu acredito que todas as pessoas tenham virtudes.
O pior é quando se poem a desafiar os nossos defeitos ;)

Pedro:

Nem tudo em Portugal são más notícias.
Também é agradável referirmos e ouvirmos as boas ;)
Adorei a do bilhetinho da Troika.
Tens andado com um humor fora de série e que muito me agrada.
Talvez te venha a dar jeito se fores para o desemprego.
Com tantos perdicados e com uma fotografia dessas, arrisco a dizer-te que és o homem dos sete instrumentos. :)

Bea:

"... que não sou estrangeira nem nada..."
Até ver! Qualquer dia vamos todos para fora do país ; ninguém se aguenta à bronca.

André:

Mais uma coisa em que estamos de acordo: “sem crescimento económico não há Estado Social”.
E que falta de educação a minha. Fiquei à espera que outros cumprissem com as normas de boas-vindas.
Também eu lhe desejo que se dê bem por cá, com as partilhas que vamos fazendo.

Pamina:

Ainda não esqueci o que ficou prometido do Herman van Veen ;)
Hoje tenho para lhe oferecer uma peça tocada por Edicson Ruiz, um contrabaixista venezuelano que ao que parece esteve no CCB em Abril passado.

http://www.youtube.com/watch?v=eOF3MxvC2Sc&feature=player_embedded

E ainda

http://www.youtube.com/watch?v=zS80zuVj5XE

bea disse...

Interessada

Vamos nada para o estrangeiro. Eu não quero ir, pronto.

Anda tudo de barrete enfiado, é o André, o Ímpio...e mais não sei quantos que não sabem ou sabem, mas também.

André
Boa estadia. E olha que isto não é um hotel, ham? mas,diria o Bart, somos muitafrendsss.

Ímpio
todo em cor-de-rosa é por só teres esse lápis de cor?

Passem muito bem. E se não, digam que eu vou lá e levo a caçadeira (tomara que o meu pai ainda a tenha debaixo da cama)

Anfitrite disse...

André,
Já está a ficar apanhado pelo Murcon.
Sempre que me fazem uma festa no cachaço, começo a relinchar.

Não me diga que agora está mais satisfeito com um líder empalhado, que se diz seguro, mas não tem uma ideia nem uma expressão naquele focinho. O mal do Sócrates foi entrar a matar com as Corporações, por isso não mais lhe deram descanso. Depois como lhe caiu tudo em cima e ele já sabia que tinha que começar a poupar, pois não havia hipóteses de gastar à tripa-forra, teve de começar a cortar em algum lado, porque também sabe que sempre houve oportunistas em todo o lado.
O que acha da atitude do Mário Nogueira, que esteve ao lado do AJJ, numa acção de campanha na inauguração dum escola?
Não cito Confúcio, mas o mais prosaico Pitigrilli: "Agradecidos são aqueles que ainda têm algo a pedir".



Pedro,

Permita qua sejas tu o alvo, mas afinal serve para todos. Por favor, não usem mais a palavra troica, em português sempre se disse triunvirato.

Rainbow,

Gosto de ouvir tudo, para poder tirar as minhas ilacções. No entanto há umas poucas personagens que não consigo mesmo ouvir. por isso estou com auscultadores móveis para desligar logo que começo a ficar em pulgas. Eu não consigo abstrair-me das coisas, porque a minha profissão fez de mim uma pessoa sempre atenta. Ou talvez deja do adn, eu aprendi muita coisa a olhar como os outros faziam, desde cortar cabelo, a montar a electricidade na casa, ou a substituir as torneiras. Para isso tenho uma arrecadação quase como a do Thora.
Imaginem a minha raça. Só par não pagar mais IVa em electricidade, ando a bater com a cabeça nas paredes por falta de luz, a fazer ginástica para desligar as fichas da corrente e, apesar de já ter lâmpadas de baixo consumo em todo o lado, já gastei uma fortuna em lâmpadas Led, que gastam 1,2 ou poucos watts.
Fiquem bem. Até já. Estou a escrever isto e a ver se o cabelo do professor abana. O miguel nem teve tempo para ser penteado. o outro quase não tem cabelo, e ainda não cheguei a nenhuma conclusão.

Fora-de-Lei disse...

Cesário Verde descia calmamente o Chiado quando, do outro lado da rua, um malandreco atirou:

- Tás bom, ó Cesário Encarnado ?!

Resposta rápida de Cesário Verde:

- Então, ó Troca-Tintas !

=================================

Exemplo de "Troca-Tintas": aquele artista que dizia que o povo já estava no limite de suportar mais medidas de austeridade mas que agora está calado que nem um rato.

=================================

Pergunta: país, palhaçada ou coboiada ???

rainbow disse...

Pedro,

Sobre o bilhetinho, talvez sim, talvez não. Quem sabe...

Andre,
Eu até vislumbro algumas alternativas, mas não digo, são muito fortes:)

Anfi,
Eu também tenho alguns personagens que não consigo ouvir, nem ver. Tenho bom remédio, mudo de canal.

Bons sonhos para todos

Tangerina disse...

André,

A percentagem que indica não vale nada. Se dobrar a receita o valor percentual cai para metade: 60%.

Claro que a sua resposta vai ser: mas a despesa vai sempre aumentar enquanto a receita não. E a minha resposta é: não e nem é desejável que isso aconteça porque os recursos são, por definição limitados e o nosso planeta não aguenta mais destas tratantices, como bem se vê.
Embora eu pouco saiba disso imagino que o ponto de insustentabilidade se atinge quando a despesa iguala ou está muito próxima da receita. Esse ponto chegou? Eu acho que não e que não terá chegado enquanto houver uma nata que valoriza ou destrói empresas de milhões e milhões de euros da noite para o dia, deixa no desespero do desemprego milhares e milhares de pessoas, na verdade faz o que quer e permanece impune.

Quer ver ao que me refiro? E olhe que isto é muito pouco. Os nossos subsídios de férias e Natal não só não dão para cobrir o buraco do BPN, como vão arrasar o pouco que resta de vigor na economia (di-lo quem sabe e há muitas vozes, mesmo do PSD, a dizê-lo). Mas ao mesmo tempo acontece isto: http://sol.sapo.pt/inicio/Politica/Interior.aspx?content_id=25958

Isto cabe na cabeça de alguém??? É o estado social que é insustentável? Não. O que é insustentável é a voracidade desta gente. Essa é que cresce exponencialmente e destrói tudo o que está à sua volta. Essa é que é preciso conter, se não eliminar. Esses são os 1%. Nós somos os 99%. Nós mandamos.

mariam disse...

Professor JMV

Parabéns! Pelo seu aniversário . Por Si . Por conseguir prender a atenção . Por fazer esboçarem-se sorrisos . Por mostrar ser honesto no discurso e na postura...
e... pela Tertúlia na Taverna(que gostei muito)

Um sorriso :)
mariam

Pedro Barbosa disse...

Venho esclarecer que sou contra qualquer tipo de praxe. Por isso não me incluo no grupo dos caloiros ou veteranos e vou continuar a dizer Troika. É como pedir uma sande de carne picada. "O quê?!": "Um hamburguer": "Ah! E para beber um Fino ou prefere uma levedura?

Anfitritesis que professora exigente! Ao fim de dois anos e ainda não me deu um 7. Pelo menos ia a oral com o regente! que você é exigente á brava!

Boa noite e adoremos-nos! Que ainda não é taxado! Nem nunca será!

Anfitrite disse...

Fdl,
Realmente é superior às suas forças. Mas olhe que o Cesário Verde não era muito dessas coisas. Era mais assim:

O Sentimento dum Ocidental

A Guerra Junqueiro

I

AVÉ MARIAS

Nas nossas ruas, ao anoitecer,
Há tal soturnidade, há tal melancolia,
Que as sombras, o bulício, o Tejo, a maresia
Despertam-me um desejo absurdo de sofrer.

O céu parece baixo e de neblina,
O gás extravasado enjoa-me, perturba;
E os edifícios, com as chaminés, e a turba
Toldam-se duma cor monótona e londrina.

Batem os carros de aluguer, ao fundo,
Levando à via férrea os que se vão. Felizes!
Ocorrem-me em revista, exposições, países:
Madrid, Paris, Berlim, S. Petersburgo, o mundo!

Semelham-se a gaiolas, com viveiros,
As edificações somente emadeiradas:
Como morcegos, ao cair das badaladas,
Saltam de viga em viga os mestres carpinteiros.

Voltam os calafates, aos magotes,
De jaquetão ao ombro, enfarruscados, secos;
Embrenho-me, a cismar, por boqueirões, por becos,
Ou erro pelos cais a que se atracam botes.

E evoco, então, as crónicas navais:
Mouros, baixéis, heróis, tudo ressuscitado!
Luta Camões no Sul, salvando um livro a nado!
Singram soberbas naus que eu não verei jamais!

E o fim da tarde inspira-me; e incomoda!
De um couraçado inglês vogam os escaleres;
E em terra num tinir de louças e talheres
Flamejam, ao jantar, alguns hotéis da moda.

Num trem de praça arengam dois dentistas;
Um trôpego arlequim braceja numas andas;
Os querubins do lar flutuam nas varandas;
Às portas, em cabelo, enfadam-se os lojistas!

Vazam-se os arsenais e as oficinas;
Reluz, viscoso, o rio, apressam-se as obreiras;
E num cardume negro, hercúleas, galhofeiras,
Correndo com firmeza, assomam as varinas.

Vêm sacudindo as ancas opulentas!
Seus troncos varonis recordam-me pilastras;
E algumas, à cabeça, embalam nas canastras
Os filhos que depois naufragam nas tormentas.

Descalças! Nas descargas de carvão,
Desde manhã à noite, a bordo das fragatas;
E apinham-se num bairro aonde miam gatas,
E o peixe podre gera os focos de infecção!


Mas oiça esta música que também tem uma letra e uma história muito bonitas:

http://www.youtube.com/watch?v=gOLJK1x26uM

Anfitrite disse...

FDL,

Ouviu ontem, nos "PRÒS E CONTRAS" o Carlos Carvalhas, esgrimindo argumentos contra todos os reaccionários que lá estavam, dizer isto?

" Sejamos justos. Sócrates conseguiu reduzir o défice, o descalabro veio depois com a crise..."

Anfitrite disse...

Caros concidadãos,

Leiam o artigo 17º do decreto/lei
n.º 496/80, que está no endereço a seguir. Não há nenhum advogado que pegue nisto?

http://dre.pt/pdf1sdip/1980/10/24300/34753477.pdf

Tangerina disse...

Olhe, André, quer mais? Leia quem o diz muito melhor do que eu:

http://aeiou.expresso.pt/-orcamento-2012-o-que-era-ja-nao-e=f680050

http://aeiou.expresso.pt/-os-truques-idiotas-de-passos-coelho-para-justificar-o-injustificavel=f680975

http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories%2F681070

http://aeiou.expresso.pt/-o-fim-da-investigacao-garantir-decadas-de-pobreza=f678443

"Depois de anunciar um corte três vezes superior ao exigido pela troika no Ministério da Educação o governo publicou na quarta-feira, em Diário da República, o aumento em mais de cinco mil euros por turma (85 mil em vez de 80 mil) do financiamento aos colégios privados com contrato de associação. E facilitou as concições de acesso a esse financiamento."

Tangerina disse...

http://aeiou.expresso.pt/antecamara-da-recuperacao-ou-camara-ardente-da-economia-portuguesa=f681287

Impio Blasfemo disse...

Bea:-

Desculpará mas não acho que tenha sido nada "cor-de-rosa". A minha cor é o vermelho. Está no logotipo do Diabo que por sinal não é mais do que a foto de um careto do Museu de Etnográfico de Bragança.

André:-

A economia pode crescer e a Estado Social (ES) ser insustentável e a economia pode decrescer e o ES ser sustentável. Acha paradoxal? Pode ser que ache. Por isso a melhor resposta é DEPENDE!
E depende de quê?! Pois depende essencialmente de 4 coisas. Do que que se desconta para o ES todos os anos, do que se retira do ES todos os anos e também das reservas acumuladas que se têm no bolo do ES e do perído de tempo em que se analisa a questão da sustentabilidade ou não do ES.
Quer perceber melhor? Passo a explicar com um simples exemplo. Imagine um reservatório de 1000 litros de água que está cheio com 500 litros (está a metade). Suponha que todos os anos o enche com 100 litros de água e suponha agora 3 situações:
(a) Todos os anos tiro-lhe 200 litros de água
(b) Todos os anos tiro-lhe 100 litro de água
(c) todos os anos tiro-lhe 50 litros de água

Na situação (a) se nada fizer ao fim de 5 anos não tem água no depósito. Na situação (b) mantém sempre os 500 litros e na situação (c)vai enchendo até transbordar num ano (é fazer as contas).

Assim, a situação (a) só é sustentável se o período de análise for inferior a 5 anos, as situações (b) e (c) são sempre sustentáveis.
Pergunto-lhe agora. Que razão existe entre a chuva e os 100 litros de água que todos os anos entram no meu depósito?
Dir-me-á que alguma existirá. Responder-lhe-ei. Pois....!Já reparou que o depósito pode estar tapado e mesmo que lhe caia chuva em cima ele não enche automaticamente? E já reparou que mesmo que não chova eu posso ir buscar àgua a outro lados para encher o depósito?
Já reparou que o horizonte temporal de análise é uma peça fulcral nisto tudo? Já reparou que a reserva inicial de água que está no depósito (chamemos-lhe reserva estratégica) é outra peça fulcral?
Já reparou que não basta dizer que para haver sustentabilidade no depósito de água o rácio Entradas/Saidas tem de ser maior ou igual a 1?
Em gestão começa-se por definir POLÍTICAS. Definidas estas, passa-se às ESTRATÉGIAS e só depois às TÁTICAS. Assim a primeira coisa a fazer é definir se o ES é ou não para manter. A isso chama-se POLÍTICA.O resto daqui decorre!

Um abraço
Ímpio

andorinha disse...

Bom dia:)


Pedro,


"Venho esclarecer que sou contra qualquer tipo de praxe. Por isso não me incluo no grupo dos caloiros ou veteranos e vou continuar a dizer Troika. É como pedir uma sande de carne picada. "O quê?!": "Um hamburguer": "Ah! E para beber um Fino ou prefere uma levedura?"

:)))) Loooool

Como já aqui disseram ( não me lembro quem com tantos comentários), andas com o sentido de humor apuradíssimo.

É bom ler-te assim, miúdo:)
E continua que isso também não é taxado.

Quanto a tudo o resto que por aqui se vai escrevendo, leio mas não comento. Esgotei a paciência de vez...

Inté...

rainbow disse...

Boa tarde:)

Pedro,
Agora é que me fizeste rir, com essa da sandes de carne picada e da levedura:)))

Sim, a amizade não é taxada e o sentido de humor também não, tal como diz a Andorinha.

Inté...

Fora-de-Lei disse...

Fora-de-Lei 11:28 PM

"Exemplo de "Troca-Tintas": aquele artista que dizia que o povo já estava no limite de suportar mais medidas de austeridade mas que agora está calado que nem um rato."

A avaliar pelas afirmações de hoje do PR («Presidente da República afirma que limites aos sacrifícios aos cidadãos já foram ultrapassados»), dá para desconfiar que ele vem aqui de vez em quando só para ver o que é que o people anda a dizer dele. Se eu fosse ao JMV, passava a ter algum cuidado com aquilo que aqui se diz do PR... ;-)


Anfitrite 2:25 AM

"FDL, ouviu ontem, nos "PRÒS E CONTRAS" o Carlos Carvalhas, esgrimindo argumentos contra todos os reaccionários que lá estavam, dizer isto?"

Eu sempre ouvi dizer que não se pode confiar nos gajos que falam axim... ;-)

Interessada disse...

O Equador é um bom exemplo a seguir.

rainbow disse...

Boa noite:)

E como os músicos portugueses também merecem que se fale deles, aqui fica:

Amor Electro-A Máquina

http://www.youtube.com/watch?v=tnBccuIDTTw&feature=related

Quinta do Bill-Se te amo

http://www.youtube.com/watch?v=Iy1a4mG0LiI

bea disse...

Precisava que me acontexesse (Fora de lei, é pa ti) uma coisa boa (amanhã tou nova, sou outra de certeza), cansei a alma a tarde toda. Vou deitá-la como fernando pessoa deitava a poesia. Com cuidadinho.
bi épi

André Couto disse...

Meus queridos:
Tá béeeeeem!!

Declaro-me vencido.

Ímpio,
excelente resposta.
Um abraço.

Para todos aqui fica:
http://www.youtube.com/watch?v=FlsBObg-1BQ&feature=player_detailpage

Manuel disse...

Boas músicas:

«Gaivota»: Amália Hoje
http://youtu.be/BgQeJ6BqRLI

«Gaivota»: Amália
http://youtu.be/bhagDjqN_ww

Tangerina disse...

André,

http://youtu.be/Lxj8O_i18ww

Também com esta artilharia pesada, mau era se não se rendesse. ;-)

Manuel disse...

E mais esta:

«No nos moveran»: Joan Baez
http://youtu.be/qLV5gVJo9c4

André Couto disse...

Algo provavelmente nunca ouvido no Murcon:
Tangerina, dança comigo, dama!
:) LOLOLOL

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=0663kxHixQ0

Fora-de-Lei disse...

bea 9:22 PM

"Precisava que me acontexesse (Fora de lei, é pa ti) uma coisa boa (amanhã tou nova, sou outra de certeza), cansei a alma a tarde toda. Vou deitá-la como fernando pessoa deitava a poesia. Com cuidadinho. bi épi"

Tu bi ápi (british accent), o que o povo português está a precisar é de um "motor de arranque", seja ele qual for...

Interessada disse...

FDL:

Aim ápi. Tanks

E se nos passássemos todos assim?

http://www.youtube.com/watch?v=Vomxdz1ggNI&feature=player_embedded

Interessada disse...

Manuel:

Obrigada, obrigada, obrigada !!!!
Levantei voo e fiquei a planar durante algum tempo.

Interessada disse...

Manuel:

Quando escreveu sobre o livro "Como tornar-se Doente Mental" lembrei-me de imediato da capa de um livro com uma pintura do MArguerite. Mas como ainda tenho muitos livros fora de sítio, tive preguiça de o ir procurar.
Passando agora pela Fnac, localizei-o, e confirmei que era aquele de que falara.
Efectivamente li o livro, mas a ideia que tenho é que espremidinho dizia pouco.
Ontem dei-lhe mais uma espreitadela e inclusivamente pareceu-me que dizia alguns disparates. E que pena tive de não o ter ali ao pé de mim, para os mostrar. Mas quem sou eu, não é?
Sinceramente não penso assim. Acho que tenho direito à minha opinião, desde que bem fundamentada.
Se gostou, tanto melhor.
Tentei dar uma vista de olhos no "Como tornar-se doente mental", mas infelizmente, apesar de ter procurado em 2 livrarias, ainda não me foi possível.
Não sei se conhece a Isabel Empis (já li 2 dela) ou o Eduardo de Sá (li outros 2)
Este último surpreendeu-me imenso pela positiva.
Por um atavismo meu tinha a mania que não gostava do homem.Rendi-me completamente.
Acho-os diferentes e nunca aconselharia nenhum.
Acho que, se estiver interessado, dê uma vista de olhos e tome a sua decisão.
Mas há um que não resisto a aconselhar:
"Vária. Existo porque fui amado"
É do psicanalista Prof.António Coimbra de Matos.

Interessada disse...

Manuel:

Por engano dizia acima que procurei o "Como tornar-se doente mental" sem sucesso, quando queria dizer "Quem nos faz como somos".

Interessada disse...

Manuel:

Se seguir este link, tem um pequenino vídeo com o Prof.António Coimbra de Matos..

Pedro Barbosa disse...

Realmente AnfY! Triunvirato faz mais sentido. "Troika" parece que quem veio cá foi um grupo de danças tradicionais dos Balcãs!

Boa noite!

Interessada gostei do link do equador apesar dos links associados (eram meio estranhos)

Antes de abrir pensava que nos estavas a pedir para seguir novamente a rota das especiarias ou para ler Sousa Tavares Jr. Afinal não! Era mesmo o Páis! Uma prima minha foi para lá trabalhar! Acho que vou seguir a rota das especiarias e deixar a viagem a meio.

Pedro Barbosa disse...

Ah! E agora (que parece que está na moda): bi épi (eu devia-me ficar por aqui mas pronto) vou deixar mais um mimo aqui no Murcon (amante incondicional e virtual):

http://www.rtp.pt/noticias/?t=O-Porto-recebe-uma-exposicao-do-pintor-cego-Guima.rtp&headline=20&visual=9&article=489470&tm=4

Anfitrite disse...

Pedrinho,

Eu gosto de me meter contigo porque és inteligente. Podes ter a certeza que eles vieram cá mesmo para nos dar música, mas não foi desta:

http://www.youtube.com/watch?v=qSzdWb1_r4k&feature=player_embedded#!

às xs fico triste pq ponho aqui ligações e ninguém liga e só dias depois é que vêm falar do assunto. Eu sei não sou clara e sucinta, mas ninguém me ensinou a ser melhor.

Anfitrite disse...

Para os mais heterogéneos aqui vai:

http://www.youtube.com/watch?v=CS9OO0S5w2k&ob=av3e

Pedro Barbosa disse...

Dorme Bem! Hoje está a custar-me adormecer mas amanhã espero ter uma boa noticia. (como se pode ficar feliz com dois cubos de madeira?). Não sei mas fico. AnfY, agora que está tudo a dormir posso dizer isto que o pessoal só vai ler de manhã.

Olha, agora esqueci-me!

;)

Pedro Barbosa disse...

Anfy! Não me considero inteligente! Contido concerteza!

Beijos...

Pedro Barbosa disse...

(e sabe tão bem estes passeios de madrugada!)

Pedro Barbosa disse...

Houve um Tunisino que quiz que a Tunisia fosse como Portugal na altura da Primavera Arabe.

Fica aqui a Noticia de hoje: http://english.aljazeera.net/indepth/opinion/2011/10/2011101883926537606.html

Anfitrite disse...

Pedro,

Vais ter concerteza. Mas tu já sabes que ninguém nos ajuda, portanto temos de estar preparados para tudo.

http://www.youtube.com/watch?v=h8TpRnMU09M

Anfitrite disse...

Fdl,

E de gasolina para o motor arrancar:

http://www.youtube.com/watch?v=Rx07A9LWBJA

E quem lhe disse que tem de ser à inglesa?! Mas será de Liverpool, Oxford ou Cockney?

Já agora mais uma:

http://www.youtube.com/watch?v=uVmU3iANbgk

Eu não lhe disse já que não gosto de bifes?!
Mas por mal prefiro uma sandes de carne picada.

http://www.thefreedictionary.com/happy

Pedro Barbosa disse...

Isso já percebi a uma escala muito próxima. E como me disseram no outro dia: "a unica constante da vida é a mudança"...Estou sem links. Deixo aqui a minha palavra

Pedro Barbosa disse...

AnfY!:)

Moi meme! Nasceu em Leeds onde viveu apenas dois anos. Vamos mesmo que ter que recorrer ás carnes picadas e leveduras.

Pedro Barbosa disse...

Ora bem como o cançaso não vem. Deixo umas palavras em relação á Democracia. Em Espanha pedia-se uma Democracia Real. Na altura até cheguei a pensar que era um trocadilho e queriam um Monarquia Democrática. Deixei passar (não estava a entender muito bem). Secalhar está aí a pedra que moi: No adjectivo. Com o tempo os sistemas liberais e democráticos acabam por cair em libertinagem. Para nós que somos burros precisavamos mesmo de um adjetivo. Uma democracia popular. È verdade que não é muito chique!

Impio Blasfemo disse...

André:-

Pela minha parte Tomahawk enterrado.
Deixo um link com fotografias sobre uma contestação na Wall Street. Não sei se isto vai funcionar.

https://picasaweb.google.com/lh/sredir?uname=109393943476959577946&target=ALBUM&id=5665419404599990193&authkey=Gv1sRgCNa4uqvj3_S9cw&feat=email


Abraço
Ímpio

Anfitrite disse...

D.André

Como fui eu que iniciei a guerra e não tenho par:

http://www.youtube.com/watch?v=zrOwedd2ghs

E para verem que os animais são muito melhores que as pessoas, vejam este comovente vídeo até ao fim:

http://www.youtube.com/user/nocommenttv#p/u/1/MKMVRYCBA5A

Pedro Barbosa disse...

http://www.goodplanet.info/

bea disse...

Bom dia a todos

Pedro, caiste da cama.. Anphy, tão tarde? ou...tão cedo, talvez.

Pedro
pensando melhor, e olhando para a tua foto...podia ser eu. Vou pensar que sim. Tão fácil.É coisa que não tenho, julgavam que ia ser um "anjinhos" :)Mas alguém acreditou o inverso. Ainda não entendi bem para quê, mas decerto por alguma coisa.

Não sei se me hei de zangar com essa de parecer 20 anos. Vou pensar melhor:) Sou velhíssima, tenho cataratas e assim, entro ao despique com as velhotas dos Gatos "eu tenho um cancaro"

Fiquem bem. Com sol em todo o lugar. E um chapeuzinho no sítio certo :) E continuem atentos. polémicos. Interessados. In.

Pedro Barbosa disse...

Bea, está a ser presunsosa:)

Só os noventa nos dão estatuto de anciãos. É verdade que depois de uma certa idade deixamos de crescer. Mas continuamos com a cabeça bem fora de Água!

A minha avó que ainda tem 87 anos continua como tu dizes; "atenta, polémica e interessada.In"

andorinha disse...

Bom dia:)

Que noite produtiva, Pedro:)))

Para já ainda me faltam 30, mas espero estar como a tua avó nessa idade: atenta, polémica e interessada. In.


"... depois de uma certa idade deixamos de crescer."

Deixamos nada, miúdo, enganaram-te:)

Fiquem bem.

Futeblogue disse...

Bom Dia AnD.

Futeblogue disse...

Isto do futeblogue é uma brincadeira a ver se descanso um pouco as sinapes. Continua a ser o Pedrinho.

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 3:20 AM

"Para os mais heterogéneos aqui vai..."

Eu diria que isso é mais para os homogéneos... ;-)


andorinha 11:01 AM

"Fiquem bem."

Como somos todos portugueses, eu ontem à noite estive para te deixar aqui uma mensagem de conforto. Eu faço ideia o que tu sofreste... minha pobrezinha. Nem deves ter dormido, hehehehehe. Depois te todo este meu portuguesismo (1-1), só espero que não me desiludas e venhas dizer que te estás cagando para o resultado... ;-)

bea disse...

Pedro
não percebi os cubos de madeira,sou um cado dahaaaa. tenho presunção ora essa, presumo resmas..
Descansa as sinapses, ok? senão à noitinha tás todo roto.
Bom Dia :)

Anphy
a dançar tango de madrugada :) hem? Vi esse filme, levezinho e nada especial. Bom para quê? não sei, há coisas para nada.

Interessada

por acaso não consigo gostar de Eduardo Sá. Não sei porquê, não me dá para comprar livros dele; pode ser preconceito. A senhora de que fala desconheço.

Fora-de-Lei disse...

A fenomenal Family Guy é, para mim, uma das séries de desenhos animados mais politicamente incorrectas que eu conheço. No entanto, sendo esta série "filha" da Fox TV, estou sempre desconfiado em relação a possíveis mensagens subliminares. Por exemplo, será isto racismo / xenofobia ou mera brincadeira ?

1) Negros

2) Asiáticos

3) Judeus

4) Portugueses

5) Italianos

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

Pedro:

Não há nada que me faça tão feliz quanto um paralelipípedo. E se dele se puder fazer serradura...tanto melhor ;)

Tens razão, que os links associados eram estranhos.
Sorry, eu não tinha reparado nisso.
Vi agora um que é mesmo aterrador.
Mas a anti-psiquiatria já é uma corrente velha.
Não há dúvida- estamos na mão deles.
Antes isso, do que na mão de extraterrestres :))))))
Ou será o contrário? :)

Interessada disse...

Por enquanto ainda canto.

Tangerina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tangerina disse...

:-))

André,

Um convite para dançar? Que bom... :-) Gosto muito de dançar. (mas vá contando que tenho pé pesado e ainda por cima ainda estou de pé atrás com esta coisa de andar metido com o Medina Carreira e de ser benfiquista).

http://youtu.be/GWrxs2RDNRU

Fora-de-Lei disse...

Vão aproveitando enquanto a "crise" não nos envia de volta para a Idade Média:

x) Mae Cysgod wynnach O Golau

y) Lladin ferch

z) Ni fyddaf yn Byddwch yn Heno Lonely

Pedro Barbosa disse...

Fora de lei: eu acho que nunca conseguimos sair dela. E já lá vão umas centenas de anos. Pode ser que entremos num tempo sem idade.

Bartolomeu disse...

Hoje, no Sapo, quem quiser e... conseguir, poderá, entre as 18 e as 22 horas chat(e)ar com Júlio Machado Vaz.
Para quem não conhece... é um sexólogo.
Quem não souber o que faz um sexólogo... (óh diacho) penso que trata questões que têm a ver com a função e a disfunção sexual.
Portanto, caros amigos... digo amigos porque só agentes masculinos serão admitidos no chat... se têm questões que os apoquentam, ou que queiram ver aclaradas, se têm 90 anos e ainda se masturbam, se têm sonhos eróticos com a Leopoldina... hmmm? Não, não disse Ciciolina, Leopoldina!!! a dos desenhos animados! Issso!!! (gente inculta) si amarrem no chat e chateiem o prófessô.
;)))))

bea disse...

Bart
(porque o meu comentário bem disposto voou)

a leopoldina é gira. Amorosa. E a Ciciolina parece menos clean. Além disso o batom vermelho está sempre um cadito esbarrondado. Mas pronto. tá bem. Não é a mesma coisa. A leopoldina é melhor.

ahnnnn...engraçadinho, só para homens. pensava que o sujeito eram pessoas.

vão aparecer 100 mulheres a perguntar as dúvidas dos homens, vais ver. E tb delas.

Fora-de-Lei disse...

Pedro Barbosa 4:24 PM

"Fora de lei: eu acho que nunca conseguimos sair dela. E já lá vão umas centenas de anos. Pode ser que entremos num tempo sem idade."

Não acho que assim seja. No entanto, não quero com isto dizer que não tenhas razão. Para todos os efeitos - e para ir(mos) já entrando num tempo sem idade - o melhor a fazer é aproveitar bem o fim-de-semana e beber umas imperiais valentes para esquecer... ;-)

rainbow disse...

Boa tarde:)

Então este pessoal não dorme?:)
Agora outra coisa: o país está numa situação grave e eles com a fábula da cigarra e da formiga?Enfim, vou esquecer... por agora.

Interessada,
Sobre o vídeo daquele senhor a falar numa estação de tv americana, apenas digo: quem fala assim não é gago.

Manuel,

Obrigada pelas músicas. Imperdoável, mas nunca tinha ouvido a "Gaivota" cantada por Amália. Já os "Amália Hoje", vi-os aqui em Portimão, e foi um concerto que me deu um enorme prazer assistir.
Retribuo com mais uma:

http://www.youtube.com/watch?v=sMBUQoTojgA

Impio Blasfemo disse...

O Silva das Vacas

Texto de Luís Manuel Cunha in Jornal de Barcelos de 05 de Outubro de 2011.

http://paradadocorgo.blogs.sapo.pt/641547.html

Abraços

Ímpio

bea disse...

Ímpio

tá muito fixe, todo o artigo. Da D. Albertina, ao garoto, terminando no Silva das vacas. obrigada

Rain

não são os amália hoje, pois não? prefiro Amália a jovem, de voz quebrada e requebrada, em fundo cristalino. A amália de meia idade, sendo ela na mesma, é já outra.

rainbow disse...

Bea,

Não percebi bem a pergunta, mas se é sobre o link que deixei, são mesmo os "Amália Hoje" com o tema "Abandono". Este grupo ou projecto, como se quiser chamar, acompanhado por vários músicos,e um côro de vozes, deram concertos com uma enorme qualidade. O que vi foi mesmo emocionante.

Bartolomeu disse...

bea,
tens razão, a Leopoldina é gira, mas... ainda assim, prefiro a Ciciolina, mesmo com o batôn esborratado e um sem-número de voltas ao conta-kilómetros.
Gostos...
E digo-te mais, só não consulto o Professor, porque às tantas ele ainda me prescreve alguma coisa que me põe a preferir a Leopoldina.
;)))))

Bartolomeu disse...

Ímpio,
O Luis Manuel Cunha, tem toda a razão; o nosso é um país de vacas... umas sagradas, as outras sugadas até ao tutano.
E já nem vão ao boi, porque se não, às tantas, o bicho ainda partia a mola de encontro a algum osso.
;)

bea disse...

Rain
Peço desculpa , fui eu que fiz uma confusão danada com outra banda:)

Bart
o senhor Silva foi patético. Fiquei um cado envergonhada com a falta de qualidade.
vai lá...faz uma perguntinha ao professor.

andorinha disse...

FDL(1.24)

Looooooooooooooooool
Tu és mesmo doido varrido!

E eu não digo essas coisas, sou uma senhora. Iria lá eu utilizar tal expressão?

Mas era ontem que me devias ter confortado, claro. Hoje já não é a mesma coisa, já recuperei:)))

Fora-de-Lei disse...

andorinha 9:47 PM

"E eu não digo essas coisas, sou uma senhora. Iria lá eu utilizar tal expressão?"

Eu sei. Tu és e serás sempre uma lady in red...

Impio Blasfemo disse...

BART:-
Pelas recentes declarações, talvez o Sr. Silva tenha finalmente saído da análise sobre as suas sensações experenciais sobre o gado vacum e percebido que política não é a arte de fazer morrer de fome aqueles que suportando a economia dão o sopro à vida aos outros que, explorando a economia, vivem do jogo de disponibilizar os recursos financeiros aos que a produzem.
Os rendimentos do trabalho são, na visão vigente da economia, encarados como um custo mas já os rendimentos do capital são olhados como um benefício. Custos querem-se baixos, benefícios querem-se altos. Esta “filosofia” distorce qualquer sustentabilidade de um sistema económico-social no longo-prazo. Quem não percebe isto, ou é cego em termos de visão estratégica, ou tem interesses escondidos no curto-prazo.

Abraços
ímpio

Manuel disse...

Deliciem-se com estas músicas:

«Splendor»: Jerusalem Group Nava
http://youtu.be/bMneyz9k5Ss

«Lecha Dodi»: Jerusalem Spiritual-Musical Group
http://youtu.be/koJ8FrOlKT8

«Adon Olam»: The Morris Sisters
http://youtu.be/pJ4Br16p5Uc

Especialmente para a Rainbow:
(Esta versão da Amália ainda é melhor, em minha opinião)
«Gaivota»: Amália (1970)
http://youtu.be/TP4BnfUm0eI

Anfitrite disse...

Imaginem se a OTAN não fizesse o seu trabalho!
Imaginem se Kadhafi ficasse vivo e dissesse num tribunal internacional tudo o que sabe sobre muitos acordos que fez com dirigentes ocidentais?!
Ainda vamos sofrer muito com a primavera árabe. Será que a Líbia não podrá ser uma nova Jugoslávia?

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 10:50 PM

"Ainda vamos sofrer muito com a primavera árabe."

Primavera Árabe ? Vai lá, vai.

Antes da invasão do Iraque, viam-se as ruas cheias de mulheres sem burka, os cristãos eram livres de ir à sua Igreja, etc, etc. Mas no Iraque, essas "liberdades" já arderam.

Eu pago para ver o que sai passar proximamente na Tunísia, no Egipto e na Líbia. Por exemplo, no actual Egipto os Coptas já começaram a levar no focinho como gente grande...

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

Em nome da tua ausência
construí com loucura uma grande casa branca
E ao longo das paredes te chorei.

(Sophia de Mello Breyner Andresen)

Arame Farpado disse...

Boa Noite.
A Primavera árabe tem assim mais um êxito.
Deixo aqui algumas questões que me parecem pertinentes:
A Nato interviu na Líbia para proteger os civis ou para derrubar o Kadhafi?
Se a Nato não interviesse, os revoltosos teriam tido sucesso?
Estas Primaveras, se bem sucedidas, não poderão dar origem a Governos Islâmicos radicais, legitimamente eleitos e não sairá a emenda pior que o soneto?
E interferir na soberania de um país, até que ponto é lícito?
No Iémen, naquele país onde a polícia a abate civis com tiros no focinho, não há intervenção americana internacional? Só por uma questão humanitária e de igualdade...

Cumprimentos.

Interessada disse...

Aquilo a que chamam "morrer" não é senão acabar de viver e o que chamam "nascer" é começar a morrer. E aquilo que chamam "viver" e morrer vivendo. Não esperamos pela morte: vivemos com ela perpetuamente.

(Jean Baudrillard)

«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 233   Mais recente› Mais recente»