quinta-feira, dezembro 01, 2011

A terminação.

Maria,

Abrandar. Por fim tempo para regressar aos (outros) livros, à música, ao remanso do jardim que exigias da almofada, "não feches a persiana". A luz ténue, que afaga o quarto e estranha a ausência da timidez gulosa, mãe de olheiras gratas matinais, o teu exagero risonho, "aposto que adivinham!" Sabes?, vou procurá-los e perguntar! E se tinhas razão, se confirmarem que notavam e riam nas tuas costas de bocejos sonhadores, volto para casa e adormeço embalado pela certeza que aconteceu. À míngua de ti no ombro...

180 comentários:

bea disse...

As recordações o tempo não come, senão se a memória se nos parte ou abafa. Estão lá. São elas connosco dentro, estranhas do eu que existe, “ era assim”. Talvez a luz nos interrompa e o dia nos invada, talvez que um íntimo desacerto no sonâmbulo vaguear a desoras. Talvez que a persiana só uma clepsidra sobre nós. E contudo, a esperança absurda.

BOM DIA!!!

Manuel disse...

Bom fim-de-semana e boas músicas:

«Theodora»: Lorraine Hunt Lieberson
http://youtu.be/IQlt1UxjvWU

«Je vais mourir-Les Troyens-2003»: Lorraine Hunt Lieberson
http://youtu.be/_SYupWwmY70

«Phedra»: Lorraine Hunt Lieberson
http://youtu.be/JrWw1Sz5ZF0

Benedito Diegues disse...

Meus caros,

Por favor, alertem o Dr. Júlio Machado Vaz que no programa "Trio de Ataque" corroborou com os outros comentadores residentes que existiu uma grande penalidade contra o Benfica, quando este facto não é verdade. Atente para a simulação que o jogador "Onyewu" exerce, apertando o seu braço ao braço do jogador do Benfica "Jardel" provocando a queda de ambos ao solo.

Todo Portugal analisou mal este lance e está-se a fazer passar uma ideia errada ao público. Não existe Penalti nenhum.

Façam passar este email ao Dr. Júlio, estou certo que agradecerá este reparo.

Cumprimentos,
Benedito D.

Nota: Depois de devidamente alertado para este facto, queira remover o meu comentário assim o entenda.

andorinha disse...

Boa tarde:)

Bonito, o post!
Depois de uma longa correria sabe bem abrandar.

"As recordações o tempo não come, senão se a memória se nos parte ou abafa. Estão lá."

Concordo com a Bea, mais uma vez:)


Manuel,

Sempre atencioso cum nós:)
Obrigada e bom fds.

ana b. disse...

Prof,

O seu post fez-me recordar esta musica:

http://youtu.be/bAHaYGMSspE

Impio:

Bora lá marcar um jantar.:)

Cê_Tê ;) disse...

Nunca se deve perguntar aos amigos nada sobre o que se quer(?) omitir. ;)
Quando se fazem perguntas desse género aos amigos essas são invariavelmente viciadas e reveladoras do que queremos deles ouvir. ;)

Muito bonito o post- como já foi dito. Como aliás todos os que dirige à Maria.

Um bfds a todos ;*

andorinha disse...

Ana e Impio,

Bora lá...:)

Impio Blasfemo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Impio Blasfemo disse...

Provavelmente se nós perguntássemos a um transeunte “então a terminação?” responder-nos-ia, “andei perto, ainda não foi desta vez. A sorte não quer nada comigo”. E talvez seja este o sentido mais associado ao termo “terminação”, ou seja, a sorte no jogo. “ao menos acertei na terminação, já não perdi tudo…”, é também uma frase muito comum em dias em que Anda a Roda. É o sonho mais comum (da terminação) passa por acertar na lotaria, ou acertar no euromilhões, ou no jocker, ou no totoloto, na raspadinha, etc. Ou não será assim? Alguns (os da câmara dos comuns) têm sonhos megalómanos, e sonham acertar em tudo isto somado. E porque será? Será porque só pensam em dinheiro? Será porque pensam que o dinheiro compra e oferece tudo? Será porque são distraídos e não percebem que a felicidade não está no dinheiro, nos bens materiais, como o Sr. padre nos ensinou nos bancos da escola nas aulas de religião-e-moral? Ou não será por vício? Será que alguém me sabe dizer se o Belmiro de Azevedo, o Américo Amorim, e muitos outros desta câmara de não-comuns andam compulsivamente a jogar na raspadinha ou no euromilhões à espera de um dia serem beneficiários da fortuna do dinheiro? E se alguém fizesse a pergunta “então a terminação?” ao Belmiro de Azevedo qual seria a resposta dele? Provavelmente perguntava-nos logo e muito racionalmente “mas terminação de quê?”. Para alguém como o Belmiro de Azevedo há muitas terminações possíveis, incluindo, obviamente a da lotaria. Mas suspeito que uma outra resposta dele seria, por exemplo, “refere-se ao fim do euro?”. E se o Einstein fosse vivo e lhe fizéssemos a mesma pergunta? Talvez nos respondesse “Isso é o buraco-negro que tudo absorve”. E o Hitler como responderia? Talvez dissesse que correcto seria dizer “exterminação”. E o Camões?, Aqui arrisco dizer que responderia algo do tipo “Se pudesse voltar atrás ficaria na Ilha dos Amores e mandava glória e El-Rei às urtigas, pois um homem só vive uma vez” ,obviamente responderia isto em verso e de forma menos prosaica. E lá teríamos perdido a glória de um grande poeta, para uns, o nosso maior poeta. Triste sina esta da glória da escrita só ser reconhecida após a morte. E como sugeria Baudelaire, “devemos estar sempre pifos de vinho, virtude ou poesia para não sentirmos o fim do nosso tempo”, é esta a minha dificuldade, pois o vinho dá-me cabo da fígadeira, a poesia nem sempre vem ao espírito e a virtude é para os santos, logo o que sobra? Sobrará o tédio?. Felizmente sobram outras coisas para além do tédio e da crise de figadeira pois a virtude democratizou-se e deixou de ser apenas para os santos e a poesia é algo que não tem de passar estritamente pela fazedura de rimas.

E para os da minha câmara? Mas qual câmara? A minha, obviamente, claro está, ou não se está mesmo a ver?! Bem, os reformados e os que para lá caminham, sonham que esta “terminação” não lhes seja fatal e que possam ler uns bons livros ao Sol do Verão e do Inverno, à lareira ou no banco do jardim, encostados ao ombro de alguém ou à almofada da cadeira, cavaqueando pensamentos brilhantes ou simples banalidades, com a sua Manuela, Isabel, Fernanda, Glória, Ermelinda, Margarida, Ana ou Guilhermina, ou quem for o nome que sempre o acompanhou. É esta a nossa terminação desejada. Ah esquecia-me, já agora, e se não for pedir muito, se a tal terminação que todos falam nos estiver predestinada, pois que venha e não se engane na porta. Materialista? Eu? Nem pensar………

Saravá
Ímpio

rainbow disse...

Bom dia,

Abrandar acentua a saudade e a nostalgia de pessoas e momentos.
E esta quadra é ambígua e tramada...

http://www.youtube.com/watch?v=5PptWXY7Rz8

:)

Cê_Tê ;) disse...

(Ímpio, "terminação" também pode muito bem querer dizer "ponto final" ou ponto de situação. ;) )

Impio Blasfemo disse...

CÊ_TÊ

Claro que sim. Terminação, pode ainda sugerir meta, fim de corrida, rotura com um passado e início de uma nova vida.

ANA.B, ANDORINHA
e quem mais se quiser associar à ideia do JANTAR

Fins de semana 10,11 /17,18 Dez são hipóteses possíveis embora o de 10,11 seja já o seguinte.

Para 2012 temos em Janeiro 7,8 ou 14,15 e depois começo na diabólica época de avaliações onde todo o tempo é escasso.

Saravá
Ímpio

andorinha disse...

Bom dia:)

Impio,

Chiça, homem! Acordaste com a corda toda!:)))))

Quanto ao jantar 10/11 para mim não dá. Quanto aos outros, qualquer um.


Rainbow,

"Esta quadra é ambígua e tramada..."

Sou da mesma opinião.

Cêtê,

Nã, nã...levo muito mais para a interpretação do Impio...

Curtam o dia...

bea disse...

Ímpio

nem vi a "terminação", ainda bem que falaste. O título para mim é "Maria". Mas se me falassem na palavra penso que sim, julgava-o um prémio pequenino daqueles que quase nem se dá por eles, mas talvez incentivem os jogadores. Digo eu que não jogo.
Hummm…tenho uns encontros imediatos nos fins de semana. Ainda não será desta. Fica para um dia. Desejo-vos bons momentos. Muito natalícios mesmo que escolham Janeiro :)
biépi

ana b. disse...

Impio e Andorinha:

Dia 17 (sáb.) para mim está ótimo!:)

Impio Blasfemo disse...

Ana.B e Andorinha e demais

Bom, isto parece mais difícil do que ir ver o Papa.
Vamos alinhar uma data. Façamos um suponhamos que dia 17 Dez é pachola para o dito jantar. Quem alinha mais? Bart estás aí ou estás a ver a navegação a passar? e vossemecê Menina da Lua, está distraída ou ainda não acordou? e a algarvia marafada que veio de Loulé para Lisboa e se quedou pela linha de Cascais, a Anfi, pois claro, que escreve uma redacções que aquilo parece a Maria da Fonte em jeito de Guidinha. E a Interessada? Vai ter que ser peixinho grelhado, mas também se arranja, pois peixinho grelhado é muito bom e sempre ouvi dizer que é dieta. E esqueci-me de mais alguém? Ah o Prof. pois claro, quer dar uma saltada aqui até ao Sul? Olha que estava a pensar na Toca do Júlio, aqui por Almoçageme, terra de mouros, cuidado com eles, pois claro, são mouros, mas há daqueles que gostam do SLB e também do SCP (nem tudo é perfeito por Almoçageme e eu sou um dos Imperfeitos), e pronto e é assim, vírgula e já está, abraços e vamos nesta enquanto o IVA da restauração (Eh pá esqueci-me que temos de nos esquecer de falar em Restauração-1 Dezembro, pois é, feriado não paga IVA logo cai por que não dá dinheiro para o cofre), olha afinal, fazer como a Guidinha não é assim tão difícil e vai tudo a correr e sem parar e ponto final, já está, pronto!
Eh pessoal! Toca a acordar! Tá frio nâ tá?! Toca a sair da toca...!

Saravá
Ímpio

andorinha disse...

Impio e Ana,

Por mim também:)

Bea,

Caramba! Tantos encontros imediatos!
Tu é que não queres confraternizar connosco, miga:)

((((((((((((((((

Impio Blasfemo disse...

Andorinha, Ana.B. e demais

GRANDE GAFE MINHA

A todos os interessados no Jantar. Lancei a ideia do jantar no dia 17 e esqueci-me de um compromisso meu que já tinha para um jantar neste mesmo dia. Mas posso almoçar a 17 ou almoçar ou jantar a 18 Dez.
Isto para se manter o encontro neste fim de semana, que me parece razoável, pois a adiar cai-se já em 2012.
Desculpem-me mas foi mesmo um esquecimento imperdoável meu.

Saravá
Ímpio

ana b. disse...

Impio, Andorinha e demais interessados:

Dia 17 ao almoço está ótimo para mim!

Caidê disse...

Marafados
Ainda chego a tempo para almoçar ou jantar?
Ihhhhhhhhhhhhh! Num se faz mêmo. O bom filho à casa....volta. Posso regressar, amigos?

Fora-de-Lei disse...

"... volto para casa e adormeço embalado pela certeza que aconteceu. À míngua de ti no ombro..."

- A mulher é como o vinho: deve ser mantida na horizontal, no escuro e com uma rolha.
- A mulher é como um CD de música: por causa de uma ou outra parte boa, acabamos por ficar com tudo.
- As mulheres reclamam da dor de parto porque nunca levaram um pontapé nos tomates.
- A mulher é igual ao circo pois debaixo do pano é que está o espectáculo.
- A mulher é como uma aguardente: é óptima no começo mas depois é só dor de cabeça.
- A mulher feminista é uma mulher igual às outras, só que tem pelos debaixo dos braços.
- O melhor movimento feminista continua a ser o movimento das ancas.
- Se a mulher fosse mesmo boa, Deus teria uma.
- Se as mulheres fossem fiéis, o Diabo não tinha cornos.
- A mulher é como a batata: ou se come descascada ou a murro.
- Porque é que as mulheres têm intuição ? É o resultado de milhões de anos sem pensar !
- Quando é que um homem abre a porta do carro à mulher ? Das duas uma: ou o carro ou a mulher são novos.
- O que diz o marido para a mulher que tem os dois olhos negros ? “Já te avisei duas vezes !!!”
- Porque que é que a estátua da liberdade é uma mulher ? Porque era preciso uma cabeça oca para fazer um miradouro.

rainbow disse...

Boa noite:)

Uma sugestão musical para esta noite gelada:

http://www.youtube.com/watch?v=zI0Q8ytD44Y

ana b. disse...

Caidê:)

Claro que sim!:)
Bora lá!

Manuel disse...

Caidê:

Seja bem aparecida, espero que a ausência tenha sido por bons motivos.
Uma ausência dessas merece uma musiquinha, espero que goste.
«Raboita Di Rubon Manel»: Lura
http://youtu.be/tf3vyJzt9Lc

Interessada disse...

Ímpio

Agradeço muitíssimo o seu convite, mas não irei estar presente.
A minha dieta é vegetariana.

Um abraço

bea disse...

Fora

obrigada, viu? essas coisitas sobre as mulheres são na maioria com graça. Até perdoamos o machismo de outras. É difícil fazer sorrir nestes tempos :)

Interessada

há pratos vegetarianos...

Andorinha

não posso, miga. Não dá mesmo, trabalho aos fins de semana:) mas 2012 vai existir.

Cê_Tê ;) disse...

FDL, ;))))))))) Sabe porque é que o cérebro Benfiquista é o mais caro no mercado negro dos canibais?





É que para arranjarem 1/4 de Kg do dito órgão -tipo órgão vêem-se gregos (no sentido lato e estrito do termo ;D)

rainbow disse...

Bom dia per tutti,

http://www.youtube.com/watch?v=_Tb_wimm0yE

Andorinha,

Se pudesse saltava esta quadra e ia parar directamente ao ano seguinte, sem grande alarido.
Como não é possível, pelo menos tenho o pretexto para comer doces:)
Bom domingo.

Bea,

Quando aos encontros imediatos, de preferência de terceiro grau.
Por mim, era capaz de fazer o mesmo que o personagem de Richard Dreyfuss:)

http://www.youtube.com/watch?v=myBSM1e73fE

Pedro,

Penso que vais gostar:

http://www.youtube.com/watch?v=4wABZUQl5uU

:)

bea disse...

Fora

ontem não tive tempo para ouvir e ver. Só li. Sorry. Os meus obrigados pelo Lennon numa canção que gosto muito e pelo Klimt a quem me prende alguma coisa que não sei onde está, se na cor, se na forma como junta os ingredientes, talvez no único de ser ele. as tuas outras coisas são um pretexto para o bonito de ti, não é?

Manuel
Obrigada. Só agora ouvi. A vida é muito uma tragicomédia.

Rain
Richard D vai com eles, né? Não resisto a François Trufaut :) Obrigada, já não via isto não sei há quantos anos. Trufaut dá um ar tão humano a tudo onde está, que na época me fez gostar de ficção científica. Obrigada pelo star shine e a alegria da baleia – para o Pedro e que espreitei - que me lembra não sei quem que não observei e tem de certeza menos graça, mas não fica menos contente:)
Deixa-te impregnar pela quadra, não fujas ao tempo que tu és também:) Interessa viver tudinho. Mesmo quando não tem a forma que quereríamos, tem uma forma. E isso não é dado a todos. Seguramente.
Um sonho de Natal. sonhar faz falta.

A Procura de Um Nome disse...

Rainbow

Já está guardado http://less-home.blogspot.com/

Um obrigada muito grande.

Fora-de-Lei disse...

Cê_Tê ;) 1:44 AM

"FDL, ;))))))))) Sabe porque é que..."

Uma mulher está a ver um programa de culinária na TV. O marido, com a sua indelicadeza de sempre, diz-lhe:

- Porque é que estás a ver este programa se não sabes cozinhar ?!

Ela, com sua franqueza de sempre, responde:

- Tu tambem vês filmes pornográficos e eu não digo nada...

rainbow disse...

Boa noite,

Bea,

Tu és o máximo! Porque te interessas pelos outros e os incentivas, porque não resistes a François Truffaut (eu também não:)), porque, mesmo percebendo que eu não gosto desta quadra, me desejaste um sonho de Natal. Obrigada.

FDL,
Da minha parte, obrigada pelo Gerry Rafferty.

Deixo aqui um Primeiro Ministro, com motivos para celebrar, coisa rara:

http://www.youtube.com/watch?v=eBDEN5AFmWU&feature=related

Cê_Tê ;) disse...

FDL, LOOOOOOOOOL ;))))´
Deve ter muitos amigos e amigas, deve! (irnonia ;D)

andorinha disse...

Caidê,

Viva! Há quanto tempo, miúda!
Se podes regressar?
Não sei, foi muito tempo de ausência....

:))))))


FDL(8.29)


Looooooooooooool Looooooooooooooooool

Para compensar o outro comentário lá de cima. Uma música tão bonita do John Lennon e tantos dispatates escritos:))))))))))))))))

Cêtê,

Nunca mais te dirijo a palavra.
Sinto-me ofendida na minha dignidade:(


Rainbow,


"Tu és o máximo! Porque te interessas pelos outros e os incentivas, porque não resistes a François Truffaut (eu também não:)), porque, mesmo percebendo que eu não gosto desta quadra, me desejaste um sonho de Natal. Obrigada"

Olha, aproprio-me destas tuas palavras à Bea porque traduzem exatamente o que penso.
Como já aqui dissemos, a Bea é uma pessoa muito especial.
Ela diz que não, mas nós não ligamos...:)


Não me fales no pretexto para comer doces. Para mim qualquer pretexto é válido:)))
Mas nesta altura, então...tenho que me controlar um bocado...:)

andorinha disse...

Impio,

Só agora reparei na tua gaffe, meu malandro!:)

Dia 17 ao almoço para mim não dá:(
Na sexta tenho atividades na escola e depois o jantar com os colegas de forma que só poderei viajar no sábado.
Não pode ser no domingo, 18, gente?:)



Bea,

Ainda voltei a ti...

"Deixa-te impregnar pela quadra, não fujas ao tempo que tu és também:) Interessa viver tudinho. Mesmo quando não tem a forma que quereríamos, tem uma forma. E isso não é dado a todos. Seguramente.
Um sonho de Natal. sonhar faz falta."


Fiquei comovida ao reler. Dizes coisas que tocam fundo e a forma como as dizes marcam-me bastante.
Obrigada por seres como és:)
Gostava de viver em Lisboa...

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha, tu deverias era estar ofendida com o FDL!!!!!! ;) Agora comigo?????

(É pá eu pensava que os aqueles filmes não eram didáticos ;))))))

andorinha disse...

Cêtê,

Não insistas, não te ligo nenhuma...

Rainbow,

Espetacular o video sobre a baleia.
Gostei imenso.

Fora-de-Lei disse...

rainbow 8:57 PM

"Deixo aqui um Primeiro Ministro, com motivos para celebrar, coisa rara:"

Coisa rara ? Nem por isso. Ou pensará a rainbow que Passos Coelho não tem motivos para celebrar ? É o que não lhe falta...


andorinha 9:54 PM

"Cêtê, não insistas, não te ligo nenhuma..."

É assim mêmo... ;-)

ana b. disse...

Andorinha:

No domingo,18, só se for ao almoço. Ao jantar não dá.

Cê_Tê ;) disse...

Vocês estão a pedi-las..... ;P


http://www.youtube.com/watch?NR=1&feature=endscreen&v=SYhsmXB4ZDE

Cê_Tê ;) disse...

Antes de ir embora...

Isto pode não ter baleias mas tem o Jardim Zoológico inteiro!!!!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=83wINVmrRkA

O que uma pessoa não faz para reconquistar amizades... ;p

Boa semana :*

bea disse...

Andorinha

pois devias, seria mais fácil. Mas guimarães é giro. E somos de onde e como somos :)

gosto de vos ver entusiasmados. Mas cheguem a marcar, não enrolem :))

A Procura de Um Nome disse...

CT: Oque uma pessoa não faz para fazer amizades.
Deixa-os festejar. Não é todos os anos que Portugal tem 5999 mil de portugueses a festejar por estarem em segundo lugar!

Caidê disse...

Manuel
Como sempre perspicaz quanto a gostos musicais das gentes murcónicas : gostei, ou não gostasse eu dos ritmos africanos...

Ana
Saudades, moça!

Andorinha
O Manuel perguntou se a ausência foi por bons motivos, mas tu...só te fixaste na duração da ausência. Ora bolas! E eu a pensar que numa amizade murcónica se sublevavam as ausências físico-virtuais.

Gente
Vocês continuam a ser o meu Hotel Babilónia. E não vos troquei por mais nenhum hotel nem destino. É que...projetos de trabalho e de vida às vezes são avassaladoramente absorventes. Valha-me Deus neste girar de vida que não deixa tempo para a cultura dos encontros gratificantes, mais não seja à noite num pequenino fragmento do quotidiano.

Foi uma ausência sem infidelidade : estou perdoada?

Ora tenham um bom berço.

http://www.youtube.com/watch?v=bjjc59FgUpg

rainbow disse...

FDL,

"Ou pensará a rainbow que Passos Coelho não tem motivos para celebrar ? É o que não lhe falta..."

Só se for a celebração da incompetência, da falta de visão, e da sua falta de confiança no OE.

A Procura de Um Nome disse...

Caidê:

Já cá fazia falta!

Pedro

Impio Blasfemo disse...

Andorinha, Ana B. ,Interessada , Caidê

Por mim, Domingo 18 /Dez está perfeito. Podemos apontar para um almoço, proponho eu, ou jantar se vos der mais jeito.
Tenho na família vegetarianos e quando como com eles arranjamos sempre soluções em que eles podem permanecer fiéis à sua dieta vegetariana Por isso que não seja esse o problema.

Almoçageme é um sítio bonito para se ver. Se o dia estiver bom dá para ir até ao Buraco do Fojo onde, para a esquerda se vê o Cabo da Roca, para a direita, se o dia estiver límpido a vista alcança a Ericeira, lá bem ao longe e olhando para a Serra de Sintra temos com toda a clareza a Peninha lá no alto e o Palácio da Pena lá ao longe. Olhando para o oceano pois temos um imenso mar que bate lá em baixo na rocha, pois estamos a cerca de 50 m de altura cá em cima na falésia a respirar aquele ar, a sentir aquela frescura que, vos garanto, é muito bom; assim a meteorologia nos ajude.

Saravá
Ímpio

PS - E mais ninguém alinha?

rainbow disse...

Antes de ir, aqui fica:

http://www.youtube.com/watch?v=CC_8g_QRTLY

Bons sonhos para todos

andorinha disse...

FDL(10.30)

Não te metas nas minhas inimizades...:)))))

Gostei, pá! Acertas sempre nos meus gostos!


Caidê,

Tens toda a razão. Desculpa. Mas suspeitei que fosse por bons motivos...
Tenho saudades, muitas, acredita, talvez daí ter 'medido' a duração da ausência.

Ana e Impio,

Domingo, 18, ao almoço também está bem para mim.
Agora, Almoçageme não faço a mínima ideia onde é nem como lá ir ter:)
Mas não será esse o obstáculo.

Bons sonhos

Impio Blasfemo disse...

Andorinha, Ana. B. Menina da Lua e quem mais estiver interessada/o

Almoçageme tem um bom ponto de encontro que é um café que fica mesmo ao lado da Igreja. Como só há uma igreja e estamos a falar do largo principal de Almoçageme com coreto e tudo, junto ao edifício dos bombeiros que é um casarão enorme bem visível, não há que enganar.

De qualquer forma deixo as coordenadas GPS pois as modernices do GPS podem ajudar:

38º 47' 44.56" N --- 9º 28' 13.99" W

Já agora deixo as coordenadas do Restaurante "A Toca do Júlio" que aconselho, e que são:

38º 47' 59.23" N --- 9º 28' 02.07" W

Já agora o "Buraco do Fojo" que é o tal sítio que tem uma paisagem bem bonita fica nas coordenadas:

38º 48' 02.36" N --- 9º 29' 16.45 " W

Quem tiver o Google Earth instalado consegue ter uma ideia do que estou a falar facilmente; basta pesquisar por Almoçageme e vai lá certeiro, se bem que nele a indicação que tem pré-definida das instalações dos Bombeiros Voluntários esteja errada, embora esteja muito perto.

Para quem vem de Sintra é simples, toma-se o caminho para Colares- Praia das Maçãs e chegados a Colares em vez de virar à direita para a Praia das Maçãs é subir a estrada em direcção ao Cabo da Roca. Hão-de chegar ao célebre Mercadinho de Almoçageme que não é mais do que um conjunto de barraquinhas onde se vende fruta e legumes da zona, continua-se a subir e logo a seguir há um desvio para a direita que diz Almoçageme e é aí "Almoçageme Saúda-vos" está escrito logo à entrada.
Quem vem de Cascais, pois o caminho também é fácil pois deve-se apanhar a estrada para a Malveira, subir em direcção ao Cabo da Roca mas chegados à Azoia deve-se continuar na Estrada principal e não nos desviarmos para o Cabo da Roca. A partir daqui vamos em direcção a Colares e passamos por um desvio à esquerda para uma povoação chamada Ulgueira, não desviar por aí pois não há saída, depois passamos por um ponto que tem um desvio para a direita que diz Penedo da Serra,não desviar por aí pois a volta é complicada, continuamos na estrada principal, sempre a descer e poucos metros abaixo, tal 1km, nem tanto, temos o desvio à esquerda para Almoçageme, é entrar aí.
Para quem vem de comboio, pois só há duas alternativas ou sai em Cascais ou sai em Sintra e depois é combinar-se uma hora e eu vou lá buscar-vos.

Saravá
Ímpio

Cê_Tê ;) disse...

Bom dia;)

Pedro, ;D Tens razão.;)

Fora-de-Lei disse...

rainbow 11:22 PM

"FDL, só se for a celebração da incompetência, da falta de visão, e da sua falta de confiança no OE."

Desculpe lá a minha aspereza (deve ser por ser 2ªf...), mas acho que a rainbow não está a ver bem o filme. Se a agenda da Direita neo-liberal passa por reduzir a zero tudo o que tenha a ver com os direitos dos mais desprotegidos e se isso está, de facto, a ser conseguido, como é possível dizer-se que Passos Coelho é incompetente ?!

ana b. disse...

Impio:

Não tenho GPS mas sei o caminho até ao largo da Igreja. Encontramo-nos aí e depois seguimos para o restaurante.

Caidê, Andorinha:

Se quiserem boleia é só dizer:)

Menina da Lua e Anfi:

Estão desaparecidas em combate? Gostariamos da vossa companhia.:)

Fora-de-Lei disse...

Lágrimas de crocodilo todos julgamos saber o que é. Mas lágrimas de crocodila é uma coisa muito mais enternecedora...

cycle disse...

FDL,
Não sabia que havia crocodilas em Itália :)))

Professor,
aposte mais nas terminações. Um dia sairá vencedor. Isto, se não o é já :)

rainbow disse...

Boa tarde,

Muito rapidamente...

FDL,
Se põe as coisas nesses termos, então talvez tenha razão. Mas como o homem não sabe o que faz, nem para que caminho quer levar o país, e ainda por cima tem a pouca lucidez de vir à tv falar em mais medidas de austeridade, logo após a aprovação deste tão agressivo OE, já nem tenho paciência para ironizar (talvez por ser segunda-feira). Ele é mesmo incompetente, ponto final.

E agora, um desabafo solidário:

http://www.youtube.com/watch?v=zdA-2oXzk10

Fora-de-Lei disse...

cycle 10:50 AM

"FDL, não sabia que havia crocodilas em Itália :)))"

Mas em Itália também há as crocodilas que não choram mas que são de chorar por mais... ;-)


rainbow 1:22 PM

"FDL, se põe as coisas nesses termos, então talvez tenha razão. Mas como o homem não sabe o que faz, nem para que caminho quer levar o país..."

Ok... é a sua opinião. Mas eu continuo a achar que ele sabe muito bem para onde quer levar o país. Anyway... let's listen to the music !

Caidê disse...

Ana
Eu sou uma desorientação em percursos terrestres - viro sempre à esquerda quando é para virar à direita. Que vício!
Se tu sabes como ir ter ao largo da igreja eu gostaria de aceitar a tua boleia...
Obrigada.
Mas é quando?

Pedro
Fizeste bem em assinar por baixo - agora tens outro heterónimo...como poderia adivinhar! Também gostaria de te rever. Muitas photos?... Tudo colorido?

A Procura de Um Nome disse...

Olá Caidê:)

Estão em fase de amadurecimento. Com o tempo vai lá.

Talvez consiga estar com vocês no almoço mas só muito perto do dia posso confirmar ou não.

Bom fim de tarde...

ana b. disse...

Pedro:

Que bom!
Cá te esperamos:)

Caidê:

É no domingo, dia 18 ao almoço.
Claro que dou boleia.
Combinamos o local e hora por mail.

Cê_Tê ;) disse...

Boas!

FDL, não me parece que sejam lágrimas de crocodilA. Acho que são sentidas- não acho que sejam intrujice. Há pessoas que não aguentam determinadas pressões e parece-me o caso. Até pode não ter nada a ver com o discurso dela - pode ter havia uma associação qualquer. Já para não falar na acentuação que uma alteração normal hormonal pode fazer.;)

Fora-de-Lei disse...

Cê_Tê ;) 9:45 PM

"Já para não falar na acentuação que uma alteração normal hormonal pode fazer.;)"

Segundo certos mentideros, no fim da conferência de imprensa ela terá pedido desculpa a Mario Monti por estar cheia de afrontamentos... ;-)

Cê_Tê ;) disse...

(Eu bem sabia que não me ia levar a sério! ;P ;)

bea disse...

Fora
gostei das lágrimas e da crocodila. como disse Mário Soares, a Europa como união está a terminar, digo que já terminou. aquelas lágrimas talvez fossem o adeus a todo o apoio social com a consciência do que isso significa.

Da outra fera...à vista desarmada é toda boa. Veste um Tricot sugestivo e em pontos variados, simples e de baixo custo. Gostei.

bea disse...

Fora

Mentira!!!

bem se vê que não tens afontamentos :) vi várias vezes uma colega com o leque dentro da blusa a abanar-se num frenesim em pleno inverno.

A senhora estava normalzinha. Deixa-te de fitas.

A Procura de Um Nome disse...

Bea

Realmente a senhora comoveu-se e não foi de bom sentimento.

E não entro em detalhes hormonais (só fala quem não sabe), por isso o calado é oque mais diz.

Mas como anda tudo trocado e a ver as coisas ao contráeio. Dou-me á liberdade de dizer que a mulher até ganhou algum encanto. Depois veio o homem de gravata enfiar os pés pelas mãos. Mas enfim, nem é preciso estar informado, parece que quanto mais se sabe mais asneiras se diz.

Fora-de-Lei disse...

bea 10:36 PM

"Vi várias vezes uma colega com o leque dentro da blusa a abanar-se num frenesim em pleno inverno."

Mas há outras mulheres que não dão nas vistas por serem muito educadas...

A Procura de Um Nome disse...

FDL

Muito bem:) Afinal não é um problema hormonal, trata-se mesmo de educação. Estou sempre a aprender!

andorinha disse...

Ana,

Claro que eu aceito a tua boleia!
Ia-me perder de certeza se não fosse contigo.
Eu combino também contigo por mail, ok?:)



Pedro,

Que bom, miúdo! Aparece!
Vai ser de certeza muito fixe:)

A Procura de Um Nome disse...

Caros amigos telepáticos,

Depois de falar com um artista de renome. Agora pelo deitar saiu-me esta: "só é artista quem não reune qualificações para ser artesão"

Rainbow. E não é por ser segunda feira. Eles aparecem quando menos se espera. Ainda bem que o Julio foi á procura de outros caminhos. Porque isto de especialistas faz lembrar o conto do vigário.

Desabafo feito.

Boa Noite para todos. (secalhar ainda volto)

andorinha disse...

FDL,

Tu és demais, pá!:)))
Apresentas sempre cada "bomba"!

E as outras duas são ainda pior que eu a conduzir, já fico feliz:) Looool

Pedro,

Deixo-te só um beijinho. Estou cansada:)

Fiquem bem.

cycle disse...

Para recordar... ou viver :))

http://www.youtube.com/watch?v=nOL1kOubpBU

rainbow disse...

Pedro,

12.18 AM

Não entendi o teu comentário/desabafo,ando super cansada.

Um bom dia para ti.

Bartolomeu disse...

oh pá... Almoçageme indé cumó outro... tásse mas... Domingo?
óh cum caraças...
Fazendo uso da expressão do filho do prof. JMV, dirigindo-se ao senhor seu avô; quilhásteis-me, carágos.

bea disse...

Não é que já tinha saudade daqui?!

Afinal onde é que vós ides? só tinha visto coordenadas nos problemas de geografia, longitude, latitude e por aí. E o Ímpio dá coordenadas pa Almoçageme que eu pensava que, a existir, era no algarve (ui, ui,ui)e afinal parece que não. diretamente da pré história para aqui, dou com as coordenadas, mais duas mulheres feitas energúmenos, passadíssimas da cabeça, coisa que não ocorre nem ao menino jesus, e o que vale é que me divirto de cada vez que leio aquele nem sei o que lhe chame que o Fora colocou acerca delas. Feministas, peço desculpa :) mas tem um piadão, e a anedota tb.

Pedro

então... as mulheres guiam pior por uma questão hormonal? ih ih, ih. Essa é forte.

Só é artista quem não sabe de artesão?!...o resto tb não entendi mas como é para a Rain e foi um desabafo, entendam-se.

Cycle

é pá que mal que elas cantavam...mas havia pessoal a entrar em órbita, mal punham o pé, e as pernas e o corpo todo no palco.Não me lembro de nesse tempo achar que desafinassem, devo estar a ouvir mal. Ou como a raposa da fábula:) Mas sempre uma frescura, tal como o António Variações. Ok, não se comparam, estava só a falar da imagem.

qualquer coisa me diz que devia estar a dormir a sesta, dificuldade parva em ordenar ideias. que horas são isto? ora bolas, tenho que ir ver o lusco fusco.

Bart
tão? não me digas que tb trabalhas ao domingo. Sabes aquele homem que está na lua com um monte de silvas às costas por que é que é, não sabes? E eu? ora, tou do outro lado :)

Fiquem bem. Tenho que ir pôr a bateria à carga, tenho o eu a tracejar. e antes que entre em morse, hiberna-se.

um abracinho a todos.

Desejos: Fiquem bem. Conversem. bebam ao descanso. Que o coro dos anjos de Natal não tenha ensaio esta noite. Que as renas não treinem os guizos, nem o Pai Natal as exclamações parvas que só lhe ficam mal (aquele velhote precisava de aprender umas coisas).

A Procura de Um Nome disse...

Meus caros,

Quem entendeu, entendeu. Quem não entedeu, paciência. Mas deixei o mesmo pensamento noutro lugar da web e houve quem entendesse. O "Murcon" tá muito chóninhas!
Também deve ter havido quem entendeu mas ficou calado (congratuço-me)

Beijos a todos...

cycle disse...

bea,
noutro dia dei comigo a cantar as cantiguinhas das meninas :)) e não é que ainda sei as letras quase todas! Eu sei, estou doente... :)))

Bartô,
Eu compreendo... almoço é coisa que não faz parte da minha rotina dos comes e bebes. Pequenos almoços são mais o meu estilo :))

andorinha disse...

Bea,

"Feministas, peço desculpa :) mas tem um piadão, e a anedota tb."

Não tens que pedir desculpa, também achei piada...
A anedota está super engraçada!

Parto-me a rir com as coisas e com a forma como escreves.
E ainda bem que já tinhas saudades daqui. Isto é ou não é contagioso?:)

E como diz o Pedro, beijos a todos.

Interessada disse...

Manuel

Faço-lhe um desafio:
Passe por uma livraria, secção de psicologia, e procure o livro do Prof.António Coimbra de Matos intitulado "Relação de Qualidade", edição da Climepsi Editores, e dê-lhe uma vista de olhos (acho que merece mesmo algum tempo ;). Tenha em atenção o nome, pois acabou de ser publicado também um outro com o título "Adolescência", que por sinal é da mesma editora.
Ora o livro em questão é uma compilação de textos de autoria do referido Professor, em diversos simpósios.
Pode ser que lhe aguce o apetite.
Como aperitivo, transcrevo algumas linhas da Conferência no Congresso de Psicanálise ”Rir é o melhor remédio?-Humor e Psicanálise”, na Reitoria da Universidade de Coimbra, em Maio de 2008.
Sinceramente, espero que isto não o iniba de reservar alguma atenção ao livro.
"...Só os doidos se julgam omnipotentes; e os estúpidos infalíveis.
Fazer humor com alguém é partilhar com esse alguém a graça de não ser perfeito e a descontracção de não saber tudo. É ser gente; e não uma abstracção.
Enfim, ter sentido de humor é saber fazer amor.
E assim - por este caminho – cheguei em tempos à prova da estupidez divina: ser omnipotente e omnisciente, e ficar sem mulher, é mesmo estúpido.
Não ter sentido de humor, mais que masoquismo, é estupidez – a maior das estupidezes: não descobrir o melhor isco para atraír o amor de outrem.
..."

Deixo uma piada

bea disse...

Concordo com vós :)

Pedro
xóninhas? Olha eu ainda tou em recuperação :) tu tem cuidadinho que tou sensível...e se calha tamos todos que é de ser Natal e de cansaço. E de outras coisas que deve haver.

Cycle
Aposto que afinas mais que elas :)
Andorinha
Houve um tempo em que não pensava isso. Agora ainda não penso muito. É mais uma persistência que se deseja. Não gosto de contágios pelo que têm de involuntário :)


BOM DIA!!!

cycle disse...

Interessada,
uns carrinhos nobos para as senhoras do bideo, sefazfabori! :))) (confesso que gostava de ver o trabalhinho até ao fim. eu sei que estava quase :))))

Interessada disse...

Cycle

This is the road Este serve ?

bea disse...

essas senhoras são bué estúpidas. Aquilo já nem é exaltação, é energumenomania. De tão parvo é engraçado, tb por ser ficção. Coisa de animal elevado à centésima potência, como é próprio dos humanos quando se atiram com alma ao lado do animal que são, a ultrapassar o quadrúpede na boa.
hummm, o meu eu ainda tá só nos 50% e piora pá noite, mas obrigada pela repetição, interessada.
Um bocadinho preocupada e na esperançça de que nem toda a gente leia o que transcreveu. Passo o tempo a contar anedotas :) por vezes até basta ir-me contando. Bolas que as doenças são uma maçada. Como é que há pessoas uma vida inteira doentes?! não visualizo...

Um abracinho (o inho é de estar doente, não há força para mais)

A Procura de Um Nome disse...

Bea

Li ontem uma entrevista com um prémio Nobel de 1993 (presumo que foi o de medicina). Ele fala do desinteresse das farmacêuticas em investir em medicamentos que curem. Por uma simples razão: desenvolver medicamentos que reduzam os sintomas,sinais e criem dependência sai-lhes muito mais vantajoso. Por este facto ainda existem doenças crónicas e outras que continuam a existir, por puro "capricho".

A Procura de Um Nome disse...

Põem-te, "nice"!

A Procura de Um Nome disse...

Beijinhos...

A Procura de Um Nome disse...

http://vimeo.com/33165113

A Procura de Um Nome disse...

Bea, nem tudo vai mal. Há médicos que têm o dom da palavra e algumas farmacêuticas que têm um nome a defender. Fica bem...
:)

Impio Blasfemo disse...

Interessada

"E assim - por este caminho – cheguei em tempos à prova da estupidez divina: ser omnipotente e omnisciente, e ficar sem mulher, é mesmo estúpido."

Na linha do seu raciocínio, não se esqueça que Ele, segundo o que os católicos dizem, é também OMNIPRESENTE, o que no limite lhe retira o incómodo daquela clássica pergunta "Onde é que Tu estavas às .... da noite ?". Acresce ainda que o Livrinho Vermelho das Reclamações, está no Inferno....., por ser Vermelho, claro está!

Saravá
Ímpio

bea disse...

Pedro

pá, não posso acreditar nessas coisas. É mesmo por não querer. Temos que ir à farmácia convencidos, percebes? Nunca te aconteceu estares na consulta e já te sentires melhor? com as farmácias é igual. Metade de quase tudo é crença:) É claro que a maluquice é crónica, mas sem ela a vida era muito mais estúpida.

beijinhos.sim.com um saquinho de água quente. sinto-me no polo norte e espero que só crença. Não há mais pinguins que eu mesma, nem esquimós, nem gelo, nem gelo, nem gelo. a bem dizer que a febre deve ser a minha maneira de estar com os copos. Não é desagradável de todo, as ideias baralham-se. E, à parte o que está mal estamos todos bons :))

Calma pessoal, não tem contágio. É tudo muito clean.

vou-me embora, estou a variar. e a avariar. Sorry.

fiquem benzinho. Bué de bem. Altamente.

bea disse...

Ó Ímpio tu desculpa que eu estou mais para o parvo, mas para que quer um deus uma mulher? melhor ao contrário: PARA QUE QUER UMA MULHER UM DEUS? deve ser da febre, mas não imagino que interessem um ao outro. Para já, não sei o que se pode fazer na companhia de um espírito omnipresente, omnisciente e omnipotente (está-me a apetecer dizer omnívoro,que é uma palavra com a sua graça, mas não dá com um deus).

bea disse...

senhor professor, obrigada por me deixar dizer parvoíces no seu blogue.

Pronto. Tinha que dizer mais isto.

Interessada disse...

Impio

O raciocínio não foi meu, mas concordo com ele. Se bem que se trate de um divertimento.
Já dessas suas suspeitas práticas, não sei não :)
No amor não há lugar a mentiras, mas a aceitação.
Para usar um termo do prof.Coimbra de Matos, os ”aleijadinhos narcisicos” é que têm esses maus hábitos que não os levam longe (digo eu) ;) Não sinto a menor empatia com as suas motivações e intenções.
Por vezes até sentem que não seriam dignos do género se soubessem conter-se, e
mais tarde choram pelos cantos o que podiam ter tido de bom. É, não é?
Lá por ser omnipresente não quer dizer que esteja "onde não deve".
Um abraço

A propósito (?)qualquer propósito serve :D


"O coração paira
para cá,
para lá.
Paira e encontra
um outro coração.
Às vezes fundem-se
como duas gotas de orvalho
sobre uma folha
na primeira luz da manhã."
[ Korokoro - Shuntaro Tanikawa, 1931 ]

A despropósito do local

Fusão de jazz impressionista e moderna música clássica
Jazz do Irão

Cyminology_Introducing.mov
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=MEvhQxCIEuo

Cyminology_Nemibinam.mov
http://www.youtube.com/watch?v=2iQ8ek7gdsQ&feature=player_embedded

Cymonology گروه سیمونولوژی ـ سیمین سماواتی
http://www.youtube.com/watch?v=roxHEtvMevk

andorinha disse...

Bea,

Ainda bem que estás doente:)))))))))))))))

Tou brincando, miga...
Mas a escreveres assim, até dá vontade de dizer isso:)
Continua a escrever, mas põe-te boa, ouviste?
Doenças não são boa companhia...

"E, à parte o que está mal estamos todos bons :))"

Ora nem mais!:)

Beijo grande.

rainbow disse...

Bea,

As melhoras e um abraço grande.
E continua a dizer "parvoíces":)

Impio Blasfemo disse...

Bea e Interessada

Isto foi só uma brincadeira, uma pequena provocação.
Pelo lado feminino e masculino a omnipotência dá um enorme jeito. Um pouco como jogar à lerpa a feijões, pois quando se acabam vai-se à despensa buscar mais.
A omnisciência também é pachola; alguém saber tudo e ter conversa para tudo também parece uma coisa fixe; não há espaço para "ahn... , deixa lá ver, já não me lembro bem, não tenho bem a certeza, parece-me que é assim, etc.". O discurso sai certinho, sem dúvidas e depois é só tomar notas, ou fazer gravações para no dia seguinte estudar a lição, rever a matéria e ficarmos sábios.

Já a omnipresença, parece-me que levanta algumas objecções pelo lado feminino. Porque será?Hummm?! Será que estou a por Deus demasiado humano?

Boa Noite e bom feriado
Ímpio

Anfitrite disse...

Como hoje já me apeteceu suicidar, mas não consegui encontrar o método mais eficaz, acabei por encontrar este vídeo que me salvou, temporariamente, já que esta época consegue dar-me a volta à cabeça.
Vejam o vídeo que vale a pena. Só não conto mais histórias porque pensam que estou a delirar e nem sei onde hei-de pôr as vírgulas.

http://www.youtube.com/watch?v=qlbH90blv8Y&feature=share

P.S._ Não tenho dito nada, porque quando houve o temporal, tive um curto- circuito que me estoirou os instrumentos.

Fora-de-Lei disse...

É vergonhoso aquilo que se está a passar junto às zonas de entrada / saída dos Hipermercados Continente: pessoal ligado à Cruz Vermelha a embrulhar presentes de Natal como se de uma acção de voluntariado (?) se tratasse. Com isto tudo, o Belmiro ainda poupa uns tostões pois já não tem que pagar a ninguém para fazer esse trabalho. Um verdadeiro artista...

rainbow disse...

Anfi,

Amanhã é outro dia.
Nunca se sabe se um dia comerá esparguete feito desta maneira:

http://www.youtube.com/watch?v=bSi4zbBMrSM

Interessada disse...

Anfi

Quais instrumentos? Os carris?

A história do vídeo, para mim, não foi novidade.
Há muito que existe o movimento anti-psiquiatria.
Veja lá se
esta historia lhe agrada

FDL

Não sei porque estranha. Ainda não tinha reparado como as pessoas estão cada vez mais solidárias? Além de que estamos na época natalícia, meu caro .......

Interessada disse...

Fiquem com os gatos

Anfitrite disse...

Interessada,
Os instrumentos que me permitiam entrar em contacto convosco. Um curto-circuito que me queimou o computador(USB's, placa de rede, MOdem, impressora, etc.).
Quanto aos carris há muito tempo que sairam dos eixos.
Não consegui ver(vejo a seguir) a história, porque tinha que sair da página e perdia o que já tinha escrito. É por isso que eu não gosto das ligações em HTML, porque tem de se sair da página para voltar outra vez ao blogue e também não se pode fazer cópia. Se eu lhe contasse alguma histórias sobre psiquiatria, e dos maiores pavões da nossa praça, talvez aqueles acabem por ter alguma razão.
Repare também no que disse o Pedro sobre as Farmacêuticas. No outro dia vi uma reportagem sobre uma farmacêutica que foi proibida de usar certos métodos nos EUA e então foi para a América Latina. Só lhe digo que fiquei com os cabelos em pé.


Rainbow,

Obrigada. Do que você se foi lembrar. Espero bem que tenha visto este grande filme. Ainda no outro dia falei nele, instruindo alguém para subir assim rápido na vida, mas que se preparasse para o trambolhão.
A Shirley é uma das minhas jóias da coroa e o Lemmon também.
Quando ao esparguete fez-me rir, porque, quando era miúda, adorava sorver o espargute inteiro, salpicava tudo e depois estava lixada.

FDL,

Hoje também recebi uma carta do Dr. Fernando Nobre, porque quando era ingénua dei para a AMI, mas agora, apetecia-me escrever um relatório, sobre algumas das acções que eles desenvolvem. Que pena ele não ter ido para presidente, ao menos tinha dado abrigo a muita gente.

Pessoal,

Eu sei que devo respostas e agradecimentos, mas ainda não tive tempo, e tenho que ir ler os postes antigos para não trocar os nomes.
Para ouvirem ao acordar:

http://www.youtube.com/watch?v=jhaDFGCn68E&feature=related

cycle disse...

Mas quantas pessoas doentes estão neste blogue, ah?! Uma pessoa diz que está doente e vêm logo meia dúzia dizer que tb estão doentes?!... A culpa só pode ser do professor - tem um blogue contagiosos :)))))))))))))))

bea disse...

Aaanphy! (peço desculpa tenho os dedos a gaguejar, deve ser de ter visto o vídeo)

Welcome. Sorry pelo suceddido (bolas, a gaguez continua). Se me acontece pensar que a morte é melhor que a vida, sento-me num banquinho (tb posso dormir sobre o assunto) à espera que passe. Resulta sempre. No dia seguinte acho um ridículo pensamento. É uma receita. Se lhe servir…

Pois é. Os psiquiatras que me desculpem mas não tenho assim tão boa opinião deles. Nem dos médicos em geral. Ainda que haja um médico em que confio quase em absoluto.
E o facto de talvez ser verdade o que o vídeo diz, não invalida a necessidade da existência da especialidade. Há doenças psiquiátricas que necessitam MESMO de medicação, ou as pessoas tornam-se perigosas para si e para os outros. E não sei, o professor é que pode falar sobre, mas a função da psiquiatria não me parece que seja só receitar. É? Morrer de ser infeliz deve ser aborrecido, se bem que os depressivos estão à partida melhor preparados, tanto se lhes dá a morte, estão sempre com um pé dentro. A bem dizer gostava de morrer depressiva. Apetecia-me:). Mas, para mal dos meus pecados, há de ser num daqueles momentos em que, agora? Agora não pode ser…anh..apetece-me viver, e amanhã logo de manhãzinha que inda estou assim meia a dormir e não dou por isso?

Tão já não há prozac? de onde vêm agora as gargalhadas da minha colega? Mau, mau. manhã e ela a rir, a rir sempre. Mas meus amigos é um riso falso e tão palerma, acerca de tudo e nada que não sei se não são preferíveis as manhãs de o mundo inteiro nas costas. Parece-me normal ter dias sim e dias não. E depois passa e o alívio que se sente é a sério, autêntico e saboroso – diria o professor, uma delícia. E “cá se vai andando com a cabeça entre as orelhas”.
Então agora temos todos de tomar coisas para sermos uns homenzinhos? (salvo seja, só o meu pai é que queria a toda a força que eu fosse um rapaz. Amo ser mulher até mais não:) E é bom que se saiba: as mulheres só sabem sê-lo se houver homens. Portanto, meus senhores, nada de pensarem em desertar. Temos mesmo é que nos levar uns aos (e com os) outros.

Gente
Como já estou boa (viva!) e não tenho desculpa para a divagação, deixo-vos um pedacinho da crónica do José Luís Peixoto, que escreve ele mas podia escrever eu; é claro que ele não sabe mas, conceptualmente, somos unha e carne :)
“Após essa experiência de quase morte, ganha-se uma nitidez invulgar que, no entanto, esteve sempre lá. Para percebê-la bastava levar a sério a promessa de transitoriedade de tudo e também, levar a sério essa palavra, esse planeta: o amor.”

Fiquem bem. Daqui a bocado hei de ler o resto – e ver – a Anphy é uma Lady, tem a prioridade. Faça favor.

Interessada disse...

Anfi

Também lhe poderia contar algumas histórias de psis, bem sem graça nenhuma, pelo que dispenso saber mais.
Como em qualquer outra profissão, temos que tomar em consideração que por detrás do profissional está um ser humano.
E que ser humano é aquele? Aí está a questão.
Histórias de falta de ética, não faltam.
Parece-me que o grande problema está no facto de eles terem conhecimento para manietarem facilmente as pessoas.
Nada a fazer, minha cara, além de procurar referências.
Porque lhe quero facilitar a vida, dê uma olhadela no mail. Só o faço com gente polida ;)

Interessada disse...

Cycle

Faça como eu; tome as vacinas e fique imune.
A escolha terá de a fazer consoante o seu grau de tolerância ;)

A Procura de Um Nome disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A Procura de Um Nome disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cycle disse...

Interessada,
comprei na farmácia tolerância zero e por isso é que gosto de vir aqui, especialmente parlar consigo. Mesmo que apalermada por uma manhã de nevoeiro, ou uma tarde sem companhia para o chá.

Entretanto, vou ali a ver se já venho.

A Procura de Um Nome disse...

Cycle, a minha tarde também foi um pouco apalermada.

Que vos inspire, tanto quanto me inspirou a mim:

http://youtu.be/Fu5TfQWRhyM

rainbow disse...

John Lennon

9 Out 1940 - 8 Dez 1980

http://www.youtube.com/watch?v=_km0u64OLng

andorinha disse...

Bea,

"Agora não pode ser…anh..apetece-me viver, e amanhã logo de manhãzinha que inda estou assim meia a dormir e não dou por isso?"

Looooooooool

Uma dessas também eu queria!:)

Também desconfio das pessoas que andam sempre a rir, parecem palerminhas. Ninguém pode estar constantemente feliz, isso deve fazer mal até à própria pessoa:)

andorinha disse...

Pedro,

Cada vez que as vejo é como se fosse a primeira vez. Há sempre pormenores que descubro e que não estavam "lá" quando as vi antes:)

Beijinho


Rainbow,

Muito bom ouvir "Imagine". Sempre...
É intemporal!
Obrigada:)

rainbow disse...

Andorinha,

Não esqueço o dia 8 de Dezembro de 1980, quando se soube da morte de John Lennon, foi um choque.
E num dia de cimeiras sabe bem ouvir o "Imagine", intemporal, como tu dizes.

bea disse...

Faz 31 anos? bolas, que velha estou. E Lennon jovem sempre, com seus oculinhos de charme, sua voz inconfundível...coisas

Andorinha

não sei se faz mal ao próprio, mas é um pouco impressionante. A pessoa em causa não consegue viver de outra forma :) como não consegue muitas outras coisas. É um dos casos do vídeo mas com consentimento, uma vez que trabalha na saúde :) é muito fácil falar das dependências se não nos afetam.

Caidê disse...

O vídeo sobre rótulos de doença "nova moda" e sobre os químicos que mudam de nome... no mínimo, faz pensar.

A do Cymbalta (antidepressivo) ter virado para incontinência com heterónimo parece um paradoxo médico ou o mercado farmacêutico no seu melhor.


Na psiquiatria é muito fácil pôr o rótulo de "doente de..." . Então não é?! Difícil é viver 100% dentro dos parâmetros da normalidade numa sociedade de anormalidades. Quanto às malhas sociais é bom conhecê-las para nelas não se enredar.

Fazer experiências em Medicina é mesmo muito problemático - por mim, sou mesmo muito pouco confiante. E químicos quanto menos melhor.

cycle disse...

Andorinha,
desconheço comentário teu sem um :) pelo meio. Vai na volta.. cuf, cuf, descupa...estou com alergia.

cycle disse...

A Procura d eum Nome,

adorei...mesmo!
Obrigada
:)

bea disse...

Cycle

Melhorinhas

Caidê disse...

Bom fim de semana!

Bons berços.

http://www.youtube.com/watch?v=4FcTYF0OBSg&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=nGdFHJXciAQ&feature=related

Interessada disse...

Julio

Eu bem o recordei da responsabilidade acrescida de quem tem um blogue.
Agora tem à perna a Helena Sacadura Cabral e eu quero ver como se vai comportar :)))))))))
Não anda fugido, pois não?

andorinha disse...

Cycle,

Há alguns...:)


Caidê,

A ouvir o Danubio Azul...
Depois da balburdia do dia, nada melhor para relaxar os neurónios.

Bom fds, malta.

bea disse...

Interessada

"Agora tem à perna a Helena Sacadura Cabral"

isso é o quê? se é que se pode saber

... disse...

Não acrescentaria nada:

http://youtu.be/CzGVYyu9gsE

:)

rainbow disse...

http://www.youtube.com/watch?v=BMjrp6qm-iI

bea disse...

disse

obrigada. bora ligar o turbo pa dormir:)

BFS

rainbow disse...

Bom dia per tutti

http://www.youtube.com/watch?v=SnL1e4-NfaA

... disse...

Boa noite per tutti

Para quem gosta de futebol:

real-barcelona 21h

http://www.futebol365.pt/futebolnatv/default.asp

Para quem não tem o baralho inteiro e se contenta com o primeiro capitulo:

http://www.friv.com/

... disse...

Bea:)

E assim em forma de pastilha de dormir. Aqui vai:

http://youtu.be/CzGVYyu9gsE

Caidê disse...

Como é sábado e ainda podemos ter emoções fortes, aí bai:

http://www.youtube.com/watch?v=TPv6Hj5DZck&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=jJVJ140CdHQ&feature=related

Ainda assim, ou mesmo por isso, tenham bons berços.

cycle disse...

E porque é Sábado, o que o professor precisa é de umas perguntinhas para responder :))
eu tenho lá por casa uma.

Anfitrite disse...

Como ontem falaram aqui da HSC, aqui vai o seu postal de hoje, que pode ser um recado para o professor:

http://hsacaduracabral.blogspot.com/

Não digo mais nada porque não quero contagiar ninguém.

bea disse...

Um certo estar desatento

À janela

As casas de perfil, alheias à cinza do rio que invade a rua na largura, como se não a rua, e do terceiro andar não a rua, apenas o rio. Nelas, um triste ressumar de pele que descama em doenças de humidade fluvial e alimenta desertos nas janelas, onde não um adejar de cortina no ténue dos dedos. Elas desinteressadas da neblina rente à água que lhe encurta as fundações e traz a gota das portas. E ainda assim, a vida teimosa e vegetal rebenta-lhe das telhas, tufos de líquen e musgo, o rio a condensar nos telhados, “vejam-me”. E há uma imperturbável modorra de pombos, colada ao plano inclinado das duas águas. Imagino-lhes o breve delatar da respiração na curva macia das penas, a desdenhar da chuva que cai sem um aceno. E, de vez em quando, um rasgão de gaivota parece um agitar aflito a deflagrar no cinzento. Mas afinal um mergulho, e talvez um peixe.

bjs a todos e BFS

bea disse...

oh, desculpem ter voltado, mas por acaso acho que o professor era rapaz que podia responder à senhora.

Diz umas verdades, não sei bem por que razão precisa de citações para as dizer, mas pronto, é com ela.

Mas também faz afirmações que suscitam fortes dúvidas.

Fiquem bem :)

bea disse...

Obrigada :) porque sim

Anfitrite disse...

Bea,

Não há almoços grátis. O professor só fala de borla com os seus pares.
A uns trata por Carlinhos, outros por Chico e por aí fora.
A HSC ainda dá uns pareceres de borla, embora eu por exemplo não esteja de acordo em relação ao Sr. Carlos Costa que chamou estúpido a um deputado eleito pelo povo, porque numa audição lhe fez uma pergunta inteligente. Eu sei que somos estúpidos... mas não gosto que me chamem. Além disso ele não tinha razão naquilo que afirmou. Pena foi a Presidente da AR não ter tomado uma posição. Já não há dignidade nenhuma.

Achei importante as citações porque são opostas, mas chegam à mesma conclusão.

Quanto ao seu comentário feito à janela achei-o poético, mas não entrei propriamente nele. Tenho de voltar a ler com calma. Além disso já sabe das minhas limitações. Não tive um pai que foi diplomata em Londres.

Impio Blasfemo disse...

Sobre o texto da HSC tenho algumas dúvidas que coloco.


http://hsacaduracabral.blogspot.com/

“É uma pena, porque o mais importante na vida de todos nós não é o dinheiro, a crise, o orçamento. O mais importante é ter vivido uma grande paixão e um grande amor.
Mas ninguém se preocupa em nos ensinar isso...”(HSC)

Parece-me a mim que há uma boa parte de verdade nesta afirmação mas ela não é um todo absoluto quanto a mim. Entre que paralelos e latitudes esta afirmação é válida? Ou em que extractos sociais? Há umas “extensas zonas mundiais” onde o mais importante na vida é conseguir sobreviver. Mas mesmo admitindo que a afirmação da HSC se confine a este pequeno rectângulo que é Portugal, com uma população de desempregados a crescer para 1 milhão, há fortes razões para suspeitar que para muito português, no presente momento, o mais importante será também, de facto, conseguir sobreviver com uma refeição por dia ou se calhar dia sim dia não. É evidente que para uma dada camada social que vive desafogadamente, esta afirmação soa muito a verdade e talvez seja este o caso da HSC pelo que a reflexão lhe saiu de forma natural e espontânea. Extrapolar para todos é que me parece ser arriscado. E ironicamente falando, deixo a seguinte questão:- Se nos ensinassem tudo, o que restaria para nós descobrirmos? Ou, quão infelizes e deprimidos passaríamos a ser por nos faltar tanto?

Saravá
Ímpio

bea disse...

Bom dia de chuva a todos

Anphy
Que raio de coisa é essa de não há almoços grátis a não ser com os pares? Não entendi.

O que eu disse: que se o professor quiser lhe responde analisando as várias hipóteses que as afirmações sugerem. Porque como é natural, a senhora pensa e di-lo bem. Mas a quem lê levantam-se novas hipóteses que lá não estão e nem será por esquecimento, mas porque a tónica acentua uma perspetiva e não outra qualquer. Suponho que seja uma opinião. Sem Mais. O que tenho ouvido do professor não é apenas opinião. É mais. E tem obrigação de ser.
Com os pares ou com quem ele queira.

Estúpido é uma palavra que só nós podemos chamar a nós mesmos, né? Ai de quem ousar chamar-me o que eu mesma me chamo. Porquê? Ora, porque não penso verdadeiramente que o seja, mas se outro o faz, levo à letra. Concordo, tinha alguma expetativa na senhora PAR e afinal não tão assertiva quanto a diziam. Bolas! A nossa Assembleia da República, está a tornar –se um manual de má educação. Se não fosse confrangedor seria anedótico.

A janela:
não tem segundos sentidos - pelo menos conscientes; é apenas um ontem de distração subjetiva, escrita quase inadvertida; se quiser, um rabisco impressivo que me apeteceu. Tb partilhar :)

ímpio
Pois, em parte até concordo contigo acerca das duas hipóteses. Mais com a segunda. Se o amor existisse mesmo, ímpio, a primeira não havia. E não penso como a Helena. Tu podes dar pistas teóricas e podes ensinar com o teu exemplo, amando no sentido mais abrangente do termo (e o teu exemplo é sempre melhor que todas as pistas teóricas). É o mais que podes, e é já muito. O amor que nos falta ensinar é o amor da vida e a ela. Talvez seja esse que esquecemos. O resto é descoberta feita a doer quase sempre, até que os nossos quadrados, retângulos, octógonos e por aí arredondem, ou pelo menos limem as arestas, ou criem uma proteção para não magoarmos quem passa ou se aproxima. O amor a dois não é senão um aspeto do estar vital. Fracassa mais? Sim, porque a relação entre duas formas de amar e estar, sendo tão próxima, não é fácil.
Onde é que fica o sexo? É pá acho que anda aí no meio e faz parte, mas quando nú, imagino que uma pobreza.

portem-se

rainbow disse...

Bom dia per tutti,
(again:))

Ímpio,

Concordo consigo e até subscrevo o seu comentário sobre o texto de HSC. Se é uma verdade que o dinheiro não é o mais importante na vida, também é verdade que ele, a crise e o orçamento vão condicionar a vida de milhões de pessoas nos próximos anos. Onde fica o amor? O que me faz lembrar um título dum livro "Amor em tempos de cólera".
É que não se pode descontextualizar os sentimentos das condições sociais em que vivemos. Em utopia sim, o que também não faz mal, sonhar é legítimo e aconselhável.
Mas também há que ter os pés bem assentes na terra e olhar para lá do nosso pequeno mundo, para os outros.

Bom domingo

... disse...

Bea..

Em relação ao sexo, este blog não é o sitio certo para meter a falar sobre este assunto. Como o Julio referiu faz umas semanas no programa do Raul Duarte, ele andou a vida "toda" a falar de antropologia médica. Mas para falar de sexo mesmo não sendo tabu a melhor forma é mesmo entre duas pessoas: Antes, Durante e Depois:)

... disse...

E discordo da Anfy: que seja uma pessoa que fale só com os seus pares. No jantar e almoço a que fui mostrou-se uma pessoa que gosta muito de falar mas também de ouvir. Um Antropólogo no seu melhor.

https://www.youtube.com/watch?v=sfHo5gXfHuk&feature=player_embedded

Pedro ;)

... disse...

Quando se quiserem desligar da internet e não sabem como, vejam este video:

http://youtu.be/r1bWVukc5Qs

...

Interessada disse...

O nosso anfitrião ausentou-se e pimba!, fomos buscar o assunto fora de portas. E casualmente Helena Sacadura Cabral.
Pena é se o Julio não aprende nada com isto :( Digo eu.......
Talvez seja influência da tendência maior na Europa- os ponteiros giram para a direita .
Ainda bem que o ímpio me fez pensar sobre o que à primeira vista me parecia tão transparente.
Se há coisa que falte a muitos dos psis, é terem consciência de que, para além da capacidade de diálogo e inteligência emocional, é fundamental a percepção social.
Mas se é verdade que os sentimentos são balizados pela situação económica e social, parece-me que também o são por outros factores como os genes, por exemplo.
Tudo nos limita porque a vida é um sistema dinâmico; mas mesmo quando caótico, sobra lugar para o sonho.
E até na busca da sobrevivência o amor pode tomar lugar.
E ainda que esta seja determinante, não invalida que possamos considerar o amor mais relevante.

A propósito

Oferta extra para o Ímpio :D

Impio Blasfemo disse...

Florentino, Firmina, Lorenzo e Juvenal e a espera do amor durante 50 anos. Um excelente romance de Gabriel Garcia Marquez ( O amor em tempos de cólera).

Shakira - La despedida (Love in the Time of Cholera)
http://www.youtube.com/watch?v=6JfyyHyBG6E

Saravá
Ímpio

bea disse...

Pedro

desculpa?...de sexo fala-se entre duas pessoas?!... antes depois e durante? I promise não repito o assunto, mas não só não se fala apenas entre duas pessoas como me parece conversa a mais entre as ditas. não estás a trocar os expoentes?
É claro que é antropologia, não estamos a falar de aves canoras :)

Anfitrite disse...

Antes de ler alguma coisa, para não me arrepender, vou já colocar o que tinha escrito, mas continua sem estar dirigido a quem de direito, porque não consegui resolver o assunto.

Andei à procura, mas desisti, porque entretanto encontrei coisas escritas por mim e fiquei envergonhada, não pelo que disse, mas da forma como escrevi.
Queria agradecer à pessoa, penso que foi a Bea, mas não tenho a certeza, que por volta de11/11, me enviou um vídeo com imagens da minha terra, para eu relembrar os tempos felizes da minha infância. Gostei muito e fiquei bastante sensibilizada, mas acontece que a primeira imagem que vi foi a do edifìcio dos Paços do Concelho, e no portal, à direita, vi o segundo nome que é o do meu avô, que ficou desfeito, no dia 9/4, na Batalha de La Lys, e que nem houve corpo para fazer o luto. Tudo isto graças ao bisavô do nosso anfitrião, que satisfazendo a vontade dos maçons e sendo servilista aos ingleses, resolveu enviar uns milhares de homens, para abate, que nem tinham botas para calçar, e por isso os ingleses até tinham vergonha de nós, e já não queria a nossa ajuda*, só que mesmo assim salvamos a vida a milhares deles. Aguentamos dias até chegarem reforços, e não deixámos os alemães passarem o rio.
Mas esse avô deixou germinado um filho, que não conheceu pai, nem qualquer figura parental.
Por isso no dia 11/11 Ás 11 horas, que é o "Rememberance Day", andei atrás do Sarkozy para vê-lo pôr uma coroa no túmulo do Soldado Desconhecido (nunca se sabe quem lá está, diria La Palisse).

Depois vem o professor afirmar que dizem cobras e lagartos do seu bisavô, quando ele sabe que foi dos periodos mais tristes da nossa História, e que ele era um pedante, nascido no Brasil e de famílias enriquecidas lá, e só se naturalizou português quando atingiu a maioridade. Não nego a sua inteligência e o seu altivo e delicado porte.

*Vide "Das Trincheiras, Com Saudade" de Isabel Pestana Marques de "a esfera dos livros"

http://en.wikipedia.org/wiki/File:Inflandersfieldslestweforget01.JPG

Anfitrite disse...

Agora já li por alto.

Bea,
Os almoços grátis era só para dizer que o professor não dá consultas de borla, por princípio.
Continue escrevendo que gosto muito de a ler. Pode escrever gaguejando porque eu tenho muito tempo e estou desejando que ele passe.
Houve tempo em que o professor respondia a provocações, mas agora nem isso.
Desculpem lá mas esta época ainda me põe mais azeda.

Ímpio,

Gosto muito de o ler. Mas o que fez foi uma análise profunda de mais, para um simples desabafo da senhora. Além disso sabe qual é a sua(dela) área política, embora tenha de ter muito jogo de cintura para lidar com a política dos filhos e da filha adoptiva.
Mas também não se esqueça que em África há pais que ganham a vida a fazer filhos para vender. Desconheço se os compram mesmo contaminados. Será isso um acto de amor, ou necessidade de arranjar um copo de água contaminada? Não vamos por aí...

Pedro,

Podes discordar à vontade. Toda a gente sabe que o professor é um grande comunicador. E por aí os almoços e jantares pagam-se à moda do Porto. Eu sei que com a pressa que tento ecrever, para me ver livre das palavras, às vezes nem eu me entendo. Um antropólogo no seu melhor, quando está a ouvir também está a analisar. Esperemos que ele não pense de modo algum como o Lombroso.

Interessada,

Acho bem que continue a pensar com a nossa mentalidade. Por isso até gostei mais dos comentários da HSC, fez como resposta.
Amor tem de existir nem que seja platónico. Mas eu nunca tive ninguém que tivesse amor por mim, da maneira que eu o penso. Por isso a minha médica de família, por causa da minha preocupação, chegou a dizer a uma amiga minha, que a minha mãe sobreviveria muito melhor sem mim, do que eu sem ela.

Mas que raio! O ter ido ver "UM Método Perigoso" fez-me pôr cá para fora coisas que eu nunca tinha dito. Por causa disso pergunto: Será que o Dr. Otto tinha amor à vida e aos outros, depois de a viver tão intensamente?

Para todos e para variar, já que é domingo, aqui vai um vídeo que quase jurava que algum de vós já tenha visto esta maravilha(acho eu) neste généro.

http://www.youtube.com/watch?v=nf9ypRpbZMA&feature=player_embedded#!

E um outro que não gosto que o façam, mas que é realmente espantoso.

http://sorisomail.com/email/74298/como-se-danca-o-merengue.html

andorinha disse...

Boa noite:)

Não concordo muito com o texto de HSC.
Para mim ela refere uma coisa acertada:

"...referem essa enorme necessidade vital, que é a de cada um dos amantes manter a sua própria identidade. Não há amor saudável que assim não seja."

Subscrevo com todas as vírgulas.
Quanto ao resto...diz ela que quando se fala em amor, pensa-se em sexualidade. E então? Não é uma das vertentes?

Impio e Rainbow,

Entendo a vossa posição, mas penso que uma coisa não invalida a outra. Há a crise, o desemprego, a precariedade laboral, mas isso não invalida que abdiquemos do amor. Será mais fácil até a nossa existência se houver essas âncoras às quais nos agarramos.

Bea,

"O amor que nos falta ensinar é o amor da vida e a ela. Talvez seja esse que esquecemos. O resto é descoberta feita a doer quase sempre...

Concordo.


Pedro,

"Mas para falar de sexo mesmo não sendo tabu a melhor forma é mesmo entre duas pessoas: Antes, Durante e Depois:":)

Estás mesmo malandreco!:)

E concordo com o teu comentário das 2.26.

bea disse...

Bolas, Anphy, vocês trazem para aqui a família toda. nunca fiz caso do meu bisavô, olha que chatice.Não pensava que fosse preciso irmos lá tão atrás, mas pronto.

que querida eu teria sido, mas deve agradecer a outra pessoa,não fui eu.

Vamos lá ver...então quer culpar o senhor da morte do seu avô? ora bolas. Os princípios da república tiveram erros muito iguais à monarquia. Nunca li tal obra, não sei o suficiente sobre essa época, mas uma má vontade que já vai na terceira geração é muito comprida. Pare com isso.

E pf não ande atrás do Sarkozy. quem tem nome de sarna de cão, não é boa rês. Nos túmulos de soldados desconhecidos não há nada de jeito, só ossos desemparceirados.

A minha mãe ensinou-me que não se fala mal das pessoas e menos das que já morreram. Se o senhor foi importante, a história julga-o de certeza. Porque as famílias gostam de nós mas não fazem esperar o seu juízo, acontece em vida :)

Não sei porque me lembrei de uns olhos a brilhar num passeio de bicicleta: "viu aquele senhor de mota? era o meu pai". E se o pai tem sabido, ia sentir-se presidente da república

andorinha disse...

Anfitrite,

"E por aí os almoços e jantares pagam-se à moda do Porto."

O que é que isto significa?
Já ouvi a expressão, mas confesso que não sei...

E eu não me sinto analisada nos jantares. De certeza que os outros também não. Somos um grupo de amigos a conversar, cada um com as suas profissões que não são chamadas para o caso.

O video da cadelinha deixou-me arrepiada. Tadinha!

Fora-de-Lei disse...

Nunca por nunca se deve contrariar a vocação de uma criança.

Quando o Manecas era pequeno, queria ser bailarino e os seus pais desencorajaram-no, porque era coisa de maricas. Logo depois, quis ser cabeleireiro, mas os seus pais não deixaram porque era coisa de maricas. Passado algum tempo quis ser estilista, mas os seus pais não permitiram porque era coisa de maricas. Agora o Manecas cresceu, é maricas e não sabe fazer nada...!!!

rainbow disse...

Andorinha,

"...Há a crise, o desemprego, a precariedade laboral, mas isso não invalida que abdiquemos do amor..."


Não foi isso que eu quis dizer, talvez me tivesse explicado mal.
O Amor existe sempre, pode é ser condicionado por vários factores, como por exemplo, os sociais. Mas na essência ele está sempre presente, porque faz parte do ser humano.
Não encaro o Amor como uma âncora.

bea disse...

Rain

eu encaro. entre outras coisas tb me fixa.

Fora
o que gosto do teu bem disposto mau feitio. Nem sabes.

Anphy

"ninguém teve amor por mim da maneira como o penso"

Anphy, temos de pensar em ideais possíveis.

A sua médica de família não sabe do assunto,numa relação normal, as mães não vivem melhor sem os filhos que eles sem elas. Não A cre di to.
Ao resto não sei responder. Desconheço esse filme :)

rainbow disse...

Aqui fica para quem quiser ouvir:

http://www.youtube.com/watch?v=tFr03FpjVP8&feature=related

Bons sonhos

... disse...

Bea já somos dois. O Fdl é desconcertante.

Caidê disse...

Puxa! Já se está a saborear o restinho do domingo. Acho que as emoções fortes vão deixar de ser da natureza das de sábado.

A qualidade da vida também fica na dependência da qualidade das emoções. E desde que positivas... venha mais uma semana de labor.

Um pouco de calor armazenado de véspera: musicalmente stockando...

http://www.youtube.com/watch?v=i2RGu1v5388

http://www.youtube.com/watch?v=F2mwt65sO2c&feature=share

Jinhus
Boas deitas!

Anfitrite disse...

Andorinha,

As contas à moda do Porto quer dizer que cada paga a sua parte.

Quanto ao que eu digo em relação às minhas análises não ligue porque isto é uma forma de desabafar. Também não me importo nada de ser analisada desde que não me critiquem, mas podem fazer as observações que quiserem.
Boa noite.

http://www.youtube.com/watch?v=2mGTXNUkg9U&feature=player_embedded#!

... disse...

Para quem sabe oque quer:

http://youtu.be/sfHo5gXfHuk

Anfitrite disse...

Bea,

Eu não tenho medo do passado. Só tenho do futuro e é só pelo medo de não poder suportar a dor de viver.
Imagine que tem uma amnésia e veja se consegue dar sentido à sua vida.

http://www.youtube.com/watch?v=5Go6I2_PpBU

Às tantas já não sei se estou a pôr músicas que já foram postas.



Foradelei

Aqui vai uma duma raça que você gosta muito:

O JUDEU DOADOR

"Um judeu, de sangue raríssimo, doou ½ litro de sangue a um milionário árabe muito doente.
Para retribuir o gesto, o milionário deu-lhe uma BMW, 0 km.
Dias depois, o milionário precisou de mais sangue.
Avisou o judeu, que imediatamente foi ao hospital, pois seria preciso mais 1 litro e este disse-lhe:
- Se quiser, tire logo 3litros.
Assim feito.
No dia seguinte o judeu recebe uma caixa do milionário contendo bombons. Ficou indignado e foi pedir uma explicação ao milionário...
- Ora, da primeira vez, doei-lhe ½ litro e ganhei uma BMW. Na segunda vez, 3 dei-lhe litros e só ganhei bombons !!!??? Por quê???
Então o milionário explicou-lhe:
- Você esqueceu-se de que agora tenho sangue judeu?"

... disse...

Anfy, vou ver se consigo contar.

O senhor sumitico e o amigo.

O senhor sumitico andava desaparecido faz muito tempo. Até que um velho amigo o encontrou e perguntou o que se passava? A sua esposa tinha falecido. O amigo algo indignado disse que pelo menos deveria ter posto um anuncio no jornal. O senhor sumitico assim fez e no dia seguinte lia-se: "VENDE-SE CORSA / A MARIA MORREU"

Anfitrite disse...

Pedro,

AQui vai mais uma:

"UM advogado é um advogado...


Um chefe da Máfia descobriu que o seu contabilista tinha desviado
milhões de dólares do caixa.
O contabilista era surdo, por isso fora admitido, pois nada poderia
ouvir e, em caso de um eventual processo, não poderia depor como testemunha.
Quando o chefe foi dar-lhe um aperto sobre os milhões em falta, levou uma advogada, que sabia a linguagem de sinais dos surdos-mudos.
O chefe perguntou ao contabilista:
- Onde estão os 10 milhões que desapareceram?
A advogada, usando a linguagem dos sinais, transmitiu a pergunta ao contabilista, que logo respondeu (também em sinais):
- Eu não sei do que é que vocês estão a falar.
A advogada traduziu para o chefe:
- Ele disse não saber do que se trata.
O mafioso sacou uma pistola e encostou-a à testa do contabilista, gritando:
- Pergunte-lhe de novo e ele que responda a verdade senão mato-o!
A advogada, sinalizando, disse ao infeliz:
- Ele vai-te matar se não disseres onde está o dinheiro.
O contabilista sinalizou em resposta:
- OK, vocês venceram, o dinheiro está numa mala de couro, que está enterrada no quintal da casa do meu primo Eurico, que fica nº400, da Rua 26, no Bairro de Queens!
O mafioso perguntou à advogada:
- O que é que ele disse?
A advogada respondeu:
- Ele disse que não tem medo de paneleiros e que você não tem tomates para puxar o gatilho...

andorinha disse...

Bea e Pedro,

Já somos três!O FDL é um gajo muitaporreiro


Anfitrite,

Eu pensava que cada um pagava a sua parte em todo o lado, não só no Porto.:)

"Só tenho do futuro e é só pelo medo de não poder suportar a dor de viver."

Muita gente tem este medo, não és só tu, só que alguns não o confessam.
Mas viver não tem que ser uma dor...há tanta coisa de bom na vida.
Por vezes depende do nosso olhar.

Fiquem bem.

Anfitrite disse...

PAMINA,

Por onde anda você?
Realmente eu quando quero uma coisa nunca desisto. Pena foi ter sido tão pouco ambiciosa.
Eu tinha a impressão que tinha sido você, mas como só se dirigiu directamente a mim duas ou três vezes, virei-me para a Bea.
Mas aqui está a prova para que todos vejam o que não dá para esquecer, sobretudo pelas consequências que teve. Não é apenas uma data que fica assinalada no calendário. São vidas que ficaram marcadas e que sofreram muito por isso.

Pamina disse...
Anfitrite,
Como não há palavras, deixo-lhe este vídeo, com a intenção de que recorde tempos da sua infância que espero tenha sido feliz.

Loulé passado e presente

http://youtu.be/gD9GMPvu0vA


Obrigada pelo presente. Agradecia que lesse o comentário que deixei ontem à Bea às 7.02PM



Já agora, de mente aberta, vejam o vídeo seguinte que representa a maior festa religiosa que se faz no Algarve, aonde vêm milhares de emigrantes pagar promessas e onde os homens levam aos ombros um andor de 16 arrobas, por um ladeira acima, de calçada, onde nem os carros passam, e que tem de ser a uma ritmo acelerado para aguentarem. A minha mãe sendo pequenina levava-me ao colo, sendo eu uma matolona, porque eu também tinha medo dos foguetes e morteiros(ou das canas).

http://www.youtube.com/watch?v=pDYHtdGpGto&feature=related



Vejam também uma foto do Mercado municipal, a que antes chamavamos praça, que é dum estilo único em Portugal e que já ganhou um prémio.

http://www.flickr.com/photos/vitor107/4098245880/

Anfitrite disse...

Andorinha,

Aqui, ou pelo menos nos meus conhecimentos,antes da crise, quem convidava é que pagava. A não que se trate do comer acompanhada no dia a dia do trabalho, ou então que seja previamente acordado. Como deve saber há até restaurantes em que a ementa, que é entregue às senhoras, não tem preços, para estas não se coibirem.
Já lá vão uns anos em que me aconteceu uma coisa gira. Uma determinada pessoa, que fazia anos, resolveu convidar um grupo de amigos para irem almoçar a um restaurante, não muito barato. Por causa disso e para o compensar excedi-me na prenda. No final fiquei admirada porque uma personagem qualquer resolveu fazer as contas e todos pagaram menos o aniversariante. Feitios. Mas não conhecia esse modelo.

Este vídeo é muito conhecido mas nunca é demais pensar nos outros.

http://www.youtube.com/watch?v=1sgd6NuBq8w&feature=youtu.be

... disse...

Nunca é demais repetir:

http://youtu.be/CzGVYyu9gsE

... disse...

Prontos, anda tudo em jejum natalicio para o menino jesus e os reis magos trazerem as melhores prendas:)

http://www.youtube.com/user/aprocuradeumnome0811?feature=watch

Fora-de-Lei disse...

andorinha 1:08 AM

"Já somos três! O FDL é um gajo muitaporreiro."

Tu entendes-me bem... ;-)


"Eu pensava que cada um pagava a sua parte em todo o lado, não só no Porto.:)"

Ainda hoje (sempre assim foi), quando eu vou com AMIGOS (de infância) para uma patuscada, no fim dividimos o valor da conta pelo número de presentes, independentemente deste ou aquele ter comido mais um ou dois camarões e/ou ter bebido mais uma ou duas imperiais. Dentro de uma natural razoabilidade, ninguém está lá a contar aquilo que cada um bebeu e/ou comeu. Se, no fim, as contas fossem feitas "à moda do Porto", cada qual pagaria exactamente aquilo que consumiu em vez de ser dividido por todos de modo igual. Este sempre foi o meu entendimento dessa expressão idiomática (?).

Mas também existem as CONTAS À MODA DE LISBOA:

Dois casais, um de lisboetas e outro de portuenses, estavam a jogar às cartas e uma delas caiu para debaixo da mesa.

O lisboeta baixou-se para apanhar a carta e, por baixo da mesa, deu uma olhadela na mulher do portuense. Além de umas pernas bem torneadas, ela estava sem cuecas...

Alguns minutos depois, o lisboeta - transpirando por todos os poros e temendo que a sua postura o traísse sobre aquilo que lhe ia na mente - levantou-se para tomar água.

Disfarçando, a mulher do portuense saiu também e foi atrás dele.

Mal entrou na cozinha, ela perguntou:

- E então que tal? O que achou?

- Maravilhoso - respondeu o lisboeta.

- 500 euros e a gente conversa - disparou a safada da portuense.

- Tudo bem… é só dizer quando! - retorquiu o lisboeta.

- Amanhã à tarde ele não vai estar em casa, você pode ir lá.

- Combinado! - respondeu o lisboeta, regressando imediatamente para a mesa do jogo.

No outro dia, à tarde, o lisboeta chegou à hora marcada, entregou os 500 euros e gozou de duas horas maravilhosas.

No fim da tarde, o portuense chega a casa e pergunta à mulher:

- O alfacinha esteve aqui esta tarde?

- Sim - respondeu a mulher assustada.

- Deixou 500 euros?

- Sim - respondeu a mulher completamente apavorada.

- Ufa… que alívio! Aquele alfacinha de merda esteve lá no escritório, esta manhã, pediu-me 500 euros emprestados e disse que passava aqui hoje à tarde, sem falta, para mos pagar.

... disse...

Caro disfarçe "the out of law"

Tenha-se mais informado. Contas á moda do porto escreve-se com "P" minusculo. O mesmo é dizer que contas á moda do porto, são contas de marinheiro. Nos portos maritimos os barcos pouco tempo estão no cais, muitas vezes resume-se algumas horas. Neste periodo a tripulação aproveita para descer a terra firme e claro que por casualidade aproveitar o tempo para algum convivio. Como o embarque se dá em pouco tempo e os destinos de cada um são os mais diversos as tripulações têm esse hábito: "cada um paga oque consome". Porque o mais provável é nunca mais se voltarem a encontrar.

Tinha-o em melhor disfarçe;-)

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 11:44 PM

"Foradelei, aqui vai uma duma raça que você gosta muito:"

Anfitrite: já deveria(m) ter notado que, genericamente falando, não tenho absolutamente nada contra os judeus. De quem eu não gosto - nem com molho de tomate - são dos nazi-sionistas que sujeitam o povo da Palestina a um tratamento muito semelhante ao que os Judeus sofreram na II Guerra Mundial.

Só uma pequena correcção: não existe a raça judia. Na sua origem, os judeus - tal como os restantes semitas (e tal como os vários povos europeus) - são um povo de raça caucasiana.

Fora-de-Lei disse...

... disse... 3:50 PM

"Tenha-se mais informado. Contas á moda do porto escreve-se com "P" minusculo. O mesmo é dizer que contas á moda do porto, são contas de marinheiro."

Se assim fosse, estou convencido que se diria "contas à moda dos marinheiros". De qualquer forma, eu já tinha lido essa versão, mas não lhe dei importância. Se calhar, já vai sendo tempo de - nestas e em muitas outras coisas - darmos a devida importância ao que dizem os angolanos... ;-)

... disse...

Senhor da 4:05

Já para não falar da politica da água que tem sido feita na terra "santa" nas ultimas decadas. Parece que não mas um mar está estinto, já não lhe bastava o nome.
Talvez esta tenha sido a guerra mais silenciosa dos ultimos anos. Veja-se como estão as coisas no Sudão (será a seca que presiste faz alguns anos aquela região uma coincidência)
E como curiosidade porque falar de água não é brincadeira:

Numa aldeia qualquer em África (mas podia ser em qualquer outro continente) a ligação a água potável estava dependente de obras que nunca mais se realisavam. As mulheres cansadas de tanto esperar dessidiram fazer greve de sexo. Resultado: ao fim de uma semana já havia água potável.

Estou certo que a politica da água ainda é um tema muito obscuro contrariamente á importância que esta tem nas nossas vidas. Quando se vir este como um tema de oportunidades e não somente um tema ambientalista talvez a mudança chegue onde deve chegar.

...

... disse...

E quem diz "que gato escaldado de água fria tem medo". Há de tudo:

http://youtu.be/ctJJrBw7e-c

Boas Molhas:)

andorinha disse...

Anfitrite,

Tu tens um manancial de histórias para contar...
Tudo te acontece!:)

O video já conhecia, mas toca sempre fundo.


FDL(3.32)

I'll always talk to you, buddy:)

Ainda em relação às contas à moda do Porto, expressei-me mal. O que eu queria dizer era precisamente isso: divide-se a despesa por todos independentemente do que se comeu ou bebeu.
Como dizes, ninguém está ali a controlar quantos copitos alguém bebeu a mais...

A anedota tem piada, mas tenho pena do marido, coitado! Duplamente enganado!

andorinha disse...

Pedro,

Está muito engraçado o video dos gatinhos, embora eu seja suspeita porque adoro esses felinos.

Molha-te mas não te constipes:)

bea disse...

Hello

estive no recreio, a ver e ouvir o que vocês vão deixando :)

Pedro

como a andorinha, tb gosto mto de gatos. mas os que conheço só usam água para beber.
Há um pedido instante nessa canção que me comove. Como não cansam as coisas de que gostamos!

olha, de onde são as tuas fotos bonitas? já sabes que gosto assim de musgos e liquenes e ervas que aparecem onde menos se espera.

Fora

o humor menos sardónico é mais alegre e flui melhor.

Anphy

O passado não há, porque já foi. E o futuro ainda não é. portanto, só há presente.
"medo de viver o futuro"?
ninguém consegue estar na pele de outra pessoa e saber o que ela quer dizer com o que diz. Nem ela por vezes o saberá muito bem. Mas o futuro é vago, enquanto os nossos medos têm nome, se situam, são decerto contra alguma coisa. Aprendemos a viver com eles, nem sempre a debelá-los. a existirem, já não são o medo do escuro :)

Penso que estamos as duas a precisar de um anjo da guarda. O meu podia mesmo meter-me na cama que estou prostrada. Essa triste ideia de anjos imateriais não dá jeito nenhum. Vou reclamar. Mas só amanhã que hoje não consigo mais nada.
bj

rainbow disse...

Mais uma doentinha no murcon:(

Antes do chá quentinho, uma música:

http://www.youtube.com/watch?v=maAyfcO-X3k

Bons sonhos para todos

Cê_Tê ;) disse...

Boa noite!;)
Vim só espreitar e deixar um abraço.

... disse...

Olá Bea,

Pertencem aos jardins do Ipatimup. Onde estou desde maio a tentar fazer alguma coisa. É um instituto de investigação ligado á saude. E ao fim do primeiro mês começei a fotografar os jardins que durou uma semana, durante a primavera. Acabei por nunca fotografar os laboratórios além de que em pouco tempo se esgotaria o tema eu preferi esperar e tentar ver oque se fazia apenas com os olhos. Agora que está a terminar (2 de fev.) talvez deixe para o fim aquilo que seria esperado fazer no inicio ou talvez não fazer: é sempre uma boa razão para voltar. Mas a principal razão é mesmo o desafio de fotografar a natureza de um ponto imparcial e da qual todos fazemos parte. Que bonito:)

Já não fotografo regularmente á muito tempo espero que 2012 seja um reenicio. Porque estes ultimos três anos tive que desaprender praticamente tudo. Suave não foi mas valeu a pena:)

... disse...

Se googlares (water inside) encontras uma porta para um diário desses trêz anos.

Impio Blasfemo disse...

Quando eu falava que havia certas partes do mundo onde o principal segredo da vida era conseguir sobreviver. Deixo aqui um exemplo do que se passa na Arábia Saudita um dos tais países que o "Sistema Democrático Ocidental" não combate pois precisa do seu Petróleo

Mulher condenada e decapitada por bruxaria na Arábia Saudita
http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/mulher-condenada-e-decapitada-por-bruxaria-na-arabia-saudit

Acho que não preciso de fazer mais comentários

Ímpio