segunda-feira, fevereiro 25, 2013

Amici,

O furacão que varre o sistema político italiano não é uma surpresa, as pessoas pura e simplesmente estão fartas dos partidos tradicionais e das areias movediças – sobretudo para nós! - em que se movem…tradicionalmente. O mentor do Movimento Cinco Estrelas – com indiscutível sabor hoteleiro - é Beppe Grillo, antigo humorista, recuperado do vício de Ferraris e iates e condenado por homicídio negligente, o que impediu a sua candidatura. Olho em volta. Areias semelhantes. Cansaço semelhante. O Ricardo Araújo Pereira com cadastro impoluto e talento para dar e vender. Hum…

238 comentários:

1 – 200 de 238   Mais recente›   Mais recente»
iQ Fish disse...

Bartolomeu,

Mais "rega" nos tomates!

andorinha disse...

Amico,

"Areias semelhantes?" Não insulte a areia...
Lodaçal é o que é.
Cansaço semelhante, sim. Estamos fartos desta gente sem valor e sem escrúpulos.
O RAP? Deixe-o sossegado a fazer o que sabe fazer bem:)

Pedrinho,

Era preciso que os tivessem...

iQ Fish disse...

Handorritezinger,

Ouvir com atenção!

Venham mais cinco - Zeca Afonso

http://www.youtube.com/watch?v=E47asLfITQA

P:S::: O Portugal que não espera!

rainbow disse...


"Os Maias" e "Os Lusíadas" de RAP:

http://www.youtube.com/watch?v=P72MN-wru4Y

iQ Fish disse...

Terça feira
Feira
Amanhã
Há feira
Fora do UEFA
Entre
DoisClubes
Amics

iQ Fish disse...

É caso para dizer!

O que é que eu ganho com isto?

Impio Blasfemo disse...

Hum.....apoiava, claro que apoiava. Ricardo ***** ou Ricardo 5 Estrelas. Que não fosse, para lhes (aos políticos tradicionais) dizer, com aqule sorriso malicioso que me deixa encantado:- "deixem-se de merdices...."

Abraço Prof. Gostei da sugestão.

IMPIO

bea disse...

Rain

e eu voltei a rir com os resumos do Ricardo. não li os da europa américa, mas estes divertem-me qb.Ôbrigada.

portem-se. estou espapaçada-mesmo que não esteja, não é nada fácil espapaçar-se uma pessoa assim sem mais, apetecia-me escrever isto.pronto. tá feito.

iQ Fish disse...

http://www.iq-company.com/

iQ Fish disse...

Bom dia:)

bea disse...

Bom dia :)

estou um bocadinho preocupada om o sr Mário Soares que apareceu a discurso ao Aquilino com uma enfermeira ao lado, a tomar conta. E a despeito de haver neste momento pessoas com falta de medicação por ironias e desgoverno de quem devia governar, fiquei com peninha, pronto. Dizia o doutor Mário Soares não há muito, que não sentia os anos, que fazia as mesmas coisas, que ser velho nem era tão mau. sorte dele. Que durante tantos anos pôde dizê-lo. E depois vi as fotos e não me descansou mais. Está frágil como qualquer velho da sua idade que adoece.
Não há dúvida: somos todos de passar.

Espero que a família de Aquilino tenha sido convidada a participar; se bem que sem aquecedores aqueles lugares me parecem inóspitos e só mesmo os mortos podem gostar deles, ilibados que são de sentir. e que o senhor professor não tenha aquele penteado à Alves Barbosa, todo para trás (peço desculpa ao Alves Barbosa que nem sei se se penteava assim).
e depois disto me vou que tenho ali um pessoal à espera. e trabalha-se e assim.

Bom Dia para toda a gente. E vejam lá o que fazem não se portem mal senão deus nosso senhor congela-os.
Fiquem Bem.

iQ Fish disse...

Manuel,

Fica aqui uma musica dos...

Colher com chávena´s Band

http://3.bp.blogspot.com/--agnGNW_AAY/USuX9QZ3k3I/AAAAAAAAATA/oIU3FUqA3As/s1600/DSC_0105.JPG

A Menina da Lua disse...

Oh Professor é engraçado mas o Jel, um dos Homens da Luta tambem sugeriu o mesmo :)
No último programa da Sic Notícias de Conversas Improváveis "Quem Diria" entre a Maria José Morgado e o Jel, um dos Homens da Luta, a conversa derivou para os 5 Estrelas italianos e o Jel falou tambem do Ricardo Araújo Pereira e um pouco meio a brincar meio a sério perguntou à Maria José Morgado se ela estava interessada em apoiar um movimento semelhante cá em portugal.:)

Deixo-vos aqui um lindíssimo passeio de helicópetro realizado no Quénia sobre a paisagem da lindíssima Savana africana a fazer lembrar a África Minha. Maravilhoso!:)

http://player.vimeo.com/video/27898039?byline=0&color=ffffff%2a%2a%2a%2a

A Menina da Lua disse...

Eu sei que nós estamos mal...mas daí a escrever Portugal com letra pequena...:(
Aqui fica o meu reparo. :)

Bartolomeu disse...

Para qualquer país latino, corrupto por tradição(e lembro que tudo começou antes de 500, quando sob a capa da evangelização, aportavam às praias africanas e enchiam os porões de pretos e de pretas para vender como escravos aos pios senhores do sul da europa)não aprovo para os governos, nem Berlusconis nem Grillos, nem Ricardos.
O governo presidido pelo "olho-do-cu" e assessorado por "olhinhos-de-cuzinhos" é aquele que reune todas as condições para, com propriedade, fazer merda com fartura e distribui-la por todos.
Afinal, aquilo que se espera, mas que não se tem a coragem de exigir. Por isso, votamos...

Bartolomeu disse...

Peter, correspondi aos teus anseios?!

Bartolomeu disse...

Paisagens fabulosas, A Menina.
Ao aprecia-las, cresce-nos um desejo intenso de sermos pássaros.
Se calhar somos, e não damos por isso...
;)

iQ Fish disse...

Manuel,

"Temos que ser uns para os outros", para manter a soberania! "Há bolachas" da forma como estamos a ser explorados.

Papa Bolachas

A Menina da Lua disse...

Bartolomeu:)

É curioso! pois quando vi as imagens pensei o mesmo :) Realmente eu senti-me um pouco como uma ave, o que, aliás, vem ao encontro daquilo que eu respondo, quando me perguntam, se eu fosse animal qual seria o que mais me identifico e eu respondo sem dúvida que seria uma ave...:)
As imagens são duma enorme beleza que emocionam sim!:)

iQ Fish disse...

menina e bartolomeu,

è um show muito clássico!

iQ Fish disse...

Carlo Carvalhas!

O Júlio há-de ser nosso outra vez!

Odete Santos

Zeca Afonso - Maio Maduro Maio

http://www.youtube.com/watch?v=gbcQt_f1DK0

iQ Fish disse...

Como em tantos outros dias se fala de drogas imorais e drogas morais...

Como se sente agora?

A- Só Happy

B- Muito Gay

C- Very Feliz

Anfitrite disse...

Sem ter analisado nada.. digo apenas que na Itália é comum haver imensoa governos. Quase nenhum chega ao fim da legislatura. Mas o sistema está montado, embora agora a situação seja um pouco diferente, para não haver grandes problemas porque lá os Directores-Gerais, continuam a fazer a máquina andar. A Bélgica também esteve mais de um ano sem Governo e não lhe aconteceu nada.
Não sei se está a comparar o RAP a um palhaço. O tiririca também foi eleito e diziam que era analfabeto. Criticar nas redes sociais é muito fácil, mas trabalhar para os outros é muito mais difícil, sobretudo agora que se vive em constante escrutínio, da vida particular, com quem dorme ou passeia, ou se anda de biquini quando está grávida de quaro meses. É que já ninguém tem nada para dizer, que tenha algum interesse. E quando tem "Who cares?", ou "I don't give a damn", para ser mais cinematográfico.

iQ Fish disse...

Anfitrite,

Uma para a Caixa!

bea disse...

Tem razão Anphy, a devassa da vida dos outros é uma chatice. E, enquanto vender, não pára. As redes sociais segundo julgo também alimentam o espírito. Não faço ideia de se é possível interromper o processo, diminuí-lo sequer. Não me parece viável. Mas pode que esteja enganada.
Mas o Ricardo, que não precisa que o defendam, sabe muito melhor que eu fazê-lo, não é nenhum tiririca. Estive a ver o programa de um encontro de filosofia e ele está lá :)) Toma! é verdade que é a relação entre filosofia política e humor, mas está. Prontos.
E também é verdade que a Bélgica andou em frente enquanto não teve governo e nem tão mal assim. Também já trabalhei num lugar onde faltava o chefe e ninguém deu por tal. E deve haver outros exemplos.

Pedro

haver só três categorias limita bastante

Tenham uma boa tardezinha. Vou ver se o sol fez o trabalho dele. averiguar.

Impio Blasfemo disse...

BEA
“Está frágil como qualquer velho da sua idade que adoece. Não há dúvida: somos todos de passar…”
Tal como Mário Soares, já me sinto a ir para velho. Sendo honesto, já me sinto velho. Mas não olho ser velho como defeito. Olho ser velho como alguém que tem uma visão diferente de alguém que é novo. Como um disco do travão que quando é chamada a travar não trava com a mesma força como um disco novo. Trava talvez com mais suavidade e nalgumas situações não evita o acidente, isso é verdade, mas noutras, evita que batamos com a cabeça no vidro, pois não é necessário travar com tanta força, apenas travar. Estamos na fase dos cinzentos, pois tudo deixou de ser só branco e preto e tudo passou a ter nuances.
Abraço
IMPIO

PS- O aluno que se suicidou no meu Instituto, era meu aluno embora nunca me tenha apercebido disso. Provavelmente nunca foi às minhas aulas, ou nunca reparei nele, ou ele nunca reparou em mim. Mas isso que importa agora? O ensino é assim, um ensino de massas em que a ligação aluno – professor é difusa ou inexistente, mesmo no superior. Já deverei ter passado por entre 3.000 a 4.000 alunos ao longo da minha vida profissional como professor, e que ficou? Alguns ainda me falam quando me encontram na rua, outros, passam por mim como se eu fosse uma sombra. A vida é assim. A propósito, o aluno que se suicidou era dos Açores e tinha 23 anos.

bea disse...

Ímpio

tens razão nisso dos travões. Parece que a conversa de Soares na homenagem a Aquilino nada teve de velho. Mas está velho na mesma. Há um lado de nós que, irreversível, nos aproxima do fim. Mas, e apesar de escrever e falar sobre isso, creio até que para me convencer, não perco horas de sono a desejar-me nova. Até por estar cansada e não me apetecer ter menos anos ou ser outra, ou ser a mesma sendo outra.

É certo, passamos pelos alunos e não nos conhecem. O ensino superior mais que qualquer outro. Os novos perdem pouco tempo com os velhos. Faz parte. Mas não significa que não tenhamos ficado. Ficámos - se ficámos - como éramos quando houve entre nós uma relação que agradou ou desagradou. Porque se não fomos quentes nem frios, como diz a frase do evangelho, vomitam-nos. E ponto.

Perdida a relação, esses que somos hoje nada lhes diz. provavelmente.

Que alguma das minhas palavras tenha ficado em alguém. Ou algum dos meus actos. Ou as minhas gargalhadas logo pela manhã. qualquer coisa que diga que fui. Num tempo e espaço. E basta. E até que nada haja, há eu saber que fui. Eu ter certeza que o que fui fui com alma. E vontade de mudança. Se não houve, é de mim talvez. Mas também de outros factores.
E nenhum professor diga que nada mudou. Porque se o foi, teve de mudar. Não pode não ter mudado. Há-de haver uma janela que abriu, uma nesga de sol que deixou. Certo, também alguma mágoa, alguma injustiça, alguma palavra menos rigorosas. Mas esteve lá. no centro de ser pessoa.

Penso que é assim que os professores se sentem quando passou. que nenhum deixa de o ser por já ter passado.

Tenho mesmo que ir passear. porque quero. pronto.

iQ Fish disse...

Zeca Afonso- A formiga no carreiro

http://www.youtube.com/watch?v=GMkB3bZP96k

iQ Fish disse...

bea,

Estava calor
Três era realmente limitativo

Com o frio
Bem que fazes uma cabana

Manuel disse...

Andorinha:
Embora eu tivesse visto o programa, daí tê-lo recomendado aos amigos, também desconhecia o pagamento, quando fui à procura vi que não havia alternativa para se ver sem se pagar.
Ainda assim não é muito caro.
Quanto te custa um jornal?
Eles têm que vender os produtos, há casos bem piores.
Não sejas forreta.
Mas gostaste das intervenções do sujeito ou não.
É professor no ISCTE e «posta» no blog Ladrões de Bicicletas, que é de malta próxima do BE (embora ele não tenha militância partidária).

iQ Fish disse...

http://smart-photographs.blogspot.pt/#!/2013/02/teacher-96.html

Anfitrite disse...

Bea,

O RAP não precisa realmente que o defendam. Ele hoje sabe, porque começou muito cedo a trabalhar e a estudar. Ele começou praticamente como paquete, no meu saudoso semanário "O Jornal". Imagine a idade que ele teria. E já nessa altura punha a malta toda a rir, com as suas saídas. Mas não eram palhaçadas. Cada um tem o seu dom. Mas ele nunca serviria para política arregimentado, para nos governar.

Ímpio,

Hoje o ensino está mesmo muito diferente, com certeza. Eu para o bem ou para o mal, não me esqueci de nenhum professor que me tivesse calhado na rifa. Ainda hoje me lembro tidas as vezes que passo junto à Igreja onde foi o velório de um(e também o de minha mãe), porque era um professor extraordinário e estávamos todos à espera, para uma aula, quando nos vieram avisar que ele tinha tido um enfarte fulminante. Tambalhava que nem um desalmado, para manter dois filhos a estudar, em Londres. Tinha apenas 42 anos.
Também me lembro de anos mais tarde, voltar ao Estabelelecimento de ensino e ver antigos professores, e eu não deixava passar nenhum sem me meter com eles. E eles também se lembravam de mim. Do que referi ficou-me o "depende". Dizia ele,que aprendeu nos EUA, com um professor, que em determinadas matérias, nunca há uma resposta concreta. Depende sempre das circunstâncias. De quase todos tenho gratas recordações, exceptuando duas ou três bestas.
Ontem lembrei-me de um - era para uma resposta que eu destinava para a RAIN- que referiu bons professores que convenceram o filho, que ela ainda pode ter mais que o verão, porque pode falhar alguma disciplina, e então tem mais uma visita em Setembro, ou em dezembro, se ainda houver a època especial, para terminar um curso.
Esse que eu me lembrei não queria que eu fizesse um exame em junho, porque eu não estava bem preparada. Veio falar comigo e disse-me para eu ir em setembro. Disse-lhe que não estava cá na altura, e ele disse-me que quando viesse, fosse falar com ele, que fazia um exame, só para mim, se fosse preciso. Essas coisas não se esquecem. Mas eu insisti que preferia ficar já despachada. Fui à oral, mas aí já tinha tido tempo para me preparar e sabia a música de cor. No fim quase que me veio pedir desculpa, por eu ficar com uma nota baixa, porque com a oral que fiz merecia muito mais, mas por causa de escrita, não podia dar mais. E, claro que o júri era composto por três elementos. Não é triste ser velho. Agora é que criaram esse anátema, com medo que lhes roubemos o dinheiro para o futuro, quando foi esta geração que suportou tudo e que criou riqueza. O que é pena é às vezes ficar-se empenado por falta de óleo, e não haver ninguém para nos emprestar um jerrican.

Andorinha,

Não é só 60 cêntimos, tens mais 23% de IVA, que vão direitinhos para o Estado.
Eu já não vejo mais nenhum, porque isto é por causa da guerra das audiêncis e para nos chuparem mais uns tostões, agora tudo que é premiun, tem de ser pago. Só te resta a possibilidade de pores a gravar. Cá por mim eu só gosto de gastar dinheiro naquilo que me apetece, nao é no que eles querem.

Pedro,

Se o IQ é de pescada, tás tramado. Não me parece, mas essas coitadas, antes de ser já o eram.

Fiquem bem.

iQ Fish disse...

Anfitrtite,

É mesmo pescado
O teu perfil

Justo seria
Colonares

O meu
Pela vez do trevos de pacote

bea disse...

Bolas, não percebi quase nada da vossa conversa.

Ímpio

(há bocado faltou-me tempo para terminar o monólogo)

quanto ào suicídio, os motivos que levam as pessoas a retirar a si mesmas, num só acto, todas as hipóteses, são quase sempre doentios. As depressões arrastam uma sem vontade e indiferença que esbate a inconveniência da morte, a faz até desejável. Quando o ser perde sentido, o não ser agita o horizonte e tenta-nos. Mas é anulação sem remédio. Como lamento o teu aluno. Como lamento que os jovens que têm um mundo por viver se deixem contagiar, não tenham a força que contraria ventos e marés. Dirás, a vida é-lhes agreste. Respondo-te que no período da ditadura foi pior. E, ou desertavam, ou emigravam ou aguentavam aqui. E qualquer das hipóteses era bem difícil. Os jovens têm de aprender a resistir.

andorinha disse...

Vim só ler-vos...Estou com muitas dores de cabeça e um bocado de febre. Espero não estar a chocar nenhuma gripe das fortes...

Manuel,

Gostei, sim. E vou cuscar o blogue.
Não sou forreta, mas é como diz a Anfy, para a próxima gravo, não estou para dar ainda mais a quem já me rouba tanto.
Um café sabe muito melhor:)

Pedro, Bea e Impio,

Amanhã converso com vocês, tá? Hoje não dá mesmo...

Fiquem bem.

bea disse...

andorinha,estás constipadinha...ora abóbora.
melhorinhas. espero que seja gripe normal.

toma lá um comprimidito

Assunto: As «Cinquenta sombras de Grey» - Versão alentejana


Quatro alentejanos costumam ir pescar há muitos anos, sempre na mesma
época, montando um acampamento para isso.

Este ano, a mulher do João bateu o pé e disse que ele não ia.
Profundamente desapontado, telefonou aos companheiros e disse-lhes que não podia ir...

Dois dias depois, os outros chegaram ao local do acampamento e, muito
surpreendidos, encontraram lá o João à espera deles e com a sua tenda
já armada.

Então, João, como é que conseguiste convencer a tua “patroa” a deixar-te
vir?

Bem, ontem à noite, depois de acabar de ler "As Cinquenta Sombras de
Grey", a minha mulher arrastou-me para o quarto. Na cama, havia
algemas e cordas! Mandou-me algemá-la e amarrá-la à cama e depois
disse: “Agora, faz tudo o que quiseres...”.

...VIM PESCAR!

iQ Fish disse...

Bea!

Muito bem!

Patroas com aspas!

iQ Fish disse...

Depois da idade dos espelhos
Da idade do armário
Bem vindos à idade do cabide

P.S. Pior seria lavar a alma com pau de cabinda

andorinha disse...

Bea,

Looooooooooooool

Saiu-lhe o tiro pela culatra...

Obrigada pelo comprimido:)
Agora vai um chá de limão com mel...e cama...

Hasta mañana.

iQ Fish disse...

"Amanhã converso com vocês, tá? Hoje não dá mesmo..."

P.S. Subescrevo!

João Pedro Martins da Cruz disse...

Prontos.

O Murcon é só uma anedota.

João Pedro Martins da Cruz disse...

Anfitrite,

Até tu! Já te vendes-te ao sedentarismo?

João Pedro Martins da Cruz disse...

Com amigos assim

Ninguém precisa de inimigos

P.S. Zorrinho! Não estás só!

iQ Fish disse...

Andorinha,

Afinal, nem sempre se encontra aqui alguém!

iQ Fish disse...

Amici.

iQ Fish disse...

O efeito dos fotões!

Bem vindos a mais um dia iluminado!

iQ Fish disse...

Alguém conheçe um encantador de cobras?

iQ Fish disse...

Pedrinho,

Era preciso que o/as tivessem...

Manuel disse...

bea:
A anedota está bem esgalhada mas levanta 2 dúvidas pertinentes:
Que razões terão levado o alentejano João a ter preferido ir à pesca?
E porque razão isto se passou com alentejanos (os patinhos feios das anedotas)?
Acho que certos «gostos», ou «preferências», não têm fronteiras.

Anfitrite disse...

Bom dia fresquinho! Hoje apetece estar no choco.

E esta notícia que hoje já me fez chorar, porque só quem nada tem é capaz de dar tanto:

http://sicnoticias.sapo.pt/mundo/2013/02/27/sem-abrigo-norte-americano-devolve-valioso-anel-de-noivado

Anfitrite disse...

Pedro:

Já não tenho porque lutar. Há pessoas que preferem um motorista com um mercedes a um ferrari, como posso eu lutar por aquilo que gostara de ter?!

iQ Fish disse...

Depois do alliby dos quatro mil milhões. Qual será o próximo?

A- Snake Charmer ( http://4.bp.blogspot.com/-lh-prnzxnO8/US3ONBVPllI/AAAAAAAAAqI/w71HLay93L8/s1600/417210_10151241969326942_101167142_n.jpg )

Anfitrite disse...

Bart,

Isso é trauma antigo. Para que te serve a passarola?

Só agora estive a ver o vídeo. É lindo mas ao mesmo tempo deixa-me uma tristeza imensa, pensar que daqui a uns anos, estará tudo morto à sede. Segundo o Professor Anthímio de Azevedo, há apenas umas centenas de anos e a África não era um deserto, mas o homem tem estragado tudo. Só os animais vivem em harmonia. E até o homem se torna mais humano, quando comvive com os animais.
Obrigada Mdalua. Até por te me ter feito lembrar os magníficos diàlogos de "África Minha". Acho que os sei quase todos de cor.
-"Depois de tudo isto, como continuamos amigos?"
_"Porque foi assim que começamos!"
...

Anfitrite disse...

Bart,

Ainda para acrescentar mais isto:è que nós somos mesmo bestas humanas e masoquistas. É que ainda por cima pagamos e bem caro por votar. Por cada voto válido entrado na urna, o respectivo partido recebe uma bruta compemsação durante toda a legislatura. E assim o mais votado, além de ficar com o Poder, ainda fica com muito mais dinheiro, para nos comprar a mente.

bea disse...

Anphy
o sem abrigo tem razão, que raio de mundo este, onde toda a gente fica admirada por se devolver uma coisa que não nos pertence.Além de honesto é sábio, este senhor.

E passar o vídeo na Assembleia da República. não? e aos senhores das negociatas bancárias também não. Ora bolas.

Anfitrite disse...


Mais esta para defender os velhos

"Esta é uma homenagem à turma de
cabelos brancos.

Um jovem muito arrogante, que estava assistindo a
um jogo de futebol, tomou para si a responsabilidade de explicar a um senhor já maduro, próximo dele, porque era impossível a alguém da velha geração entender esta geração.

"Vocês cresceram em um mundo diferente, um mundo
quase primitivo!", o estudante disse alto e claro de modo
que todos em volta pudessem ouvi-lo.

"Nós, os jovens de hoje, crescemos com Internet ,
celular , televisão, aviões a jato, viagens espaciais,
homens caminhando na Lua, nossas espaçonaves tendo visitado Marte.
Nós temos energia nuclear, carros elétricos e a
hidrogênio, computadores com grande capacidade de
processamento e ....," - fez uma pausa para tomar outro gole
de cerveja.

O senhor se aproveitou do intervalo do gole para
interromper a liturgia do estudante em sua ladainha e
disse:

- Você está certo, filho. Nós não tivemos essas coisas quando éramos jovens porque estávamos ocupados em inventá-las.
E você, um bostinha de merda arrogante dos dias de hoje, o que está fazendo para a próxima geração?

Foi aplaudido de pé !"

bea disse...

Manuel :)

os alentejanos são pau para toda a obra. Porque, se forem verdadeiros, de origem, serão, necessariamente um pouco ingénuos, acreditam nos outros, não supõem neles que o lado mau vença o bom. Julgam-nos por si mesmos.Isso lhes traz dissabores mas também um ser peculiar, mal entendido pelos portugueses em geral que vêem burrice onde há ingenuidade. Estupidez em credulidade e confiança.
Não vale a pena adiantar mais. Sou suspeita, gosto deles até mais não.

Quanto à atitude do João...terás que lhe perguntar ( a mim me parece que as fantasias sexuais dele descoincidiam das dela; ou inexistiam). Se fosse homem e a minha mulher me desse algemas e cordas para a prender era bem capaz de umas partidas. Mas isto sou eu que tenho preconceito contra o que me tolhe os movimentos e já me basta tudo o que me apeia e peia. Não preciso mais :)

Tal livro não terá o prazer de me conhecer.

bea disse...

As pessoas de quem mais gostei eram velhas ou iam a caminho. A maioria das que mais gosto e me gostam, estão instaladas na velhice para ficar. EU NÂO AGUENTO A VIDA SEM OS VELHOS,AI VALHA-ME DEUS NOSSO SENHOR! Estou bem arranjada, se calha de me acontecer alguma coisa.

Mas mais incerto será se me rodeiem os novos. A não me entender as manias e tiques, o corpo, a alma, se existe.

E desculpem o meu enfim. Fim.

iQ Fish disse...

Anfitrite,

Até pode não ter
Mas pode sonhar com
E enfim
Até pode ser bom

iQ Fish disse...

Xutos & Pontapés - Carta Certa

http://www.youtube.com/watch?v=0p0KcLeR-vc

rainbow disse...

Olá:)

Anfi

Gostei da homenagem à turma dos cabelos brancos, e que também tem a ver com o vídeo da Menina da Lua e uma saudade da África do Sul, do meu pai, sempre de máquina fotográfica, cabelos ligeiramente compridos, a fotografar as tribos,os leões, as cobras.

Menina da Lua

Lindo o vídeo. pena a maioria dos africanos não ter a possibilidade de conhecer África.

Andorinha

Constipada?
Aqui fica a minha solidariedade:

When you're weary, feeling cold
When your nose is wet and red
I will comfort you
I'm on your side
Oh, when winter comes
And flew is all around
Like a bridge over trouble waters
I give you handkarcheifs

As melhoras e uma abracinho:)

Back to work
Abraços

bea disse...

Ah! esqueci-me: e Deus também é velho que se farta :) e faz-me companhia. que é como quem diz ando sozinha que ele tem muita gente a atender, a fila é enorme e até nem sou quem mais precisa.

Fiquem bem

Anfitrite disse...

Encontrei agora este, que também já tem cabelos brancos, mas por causa do título aqui vai para a homónima:

http://www.youtube.com/watch?v=4qMIpE1eicc

Ainda tenho o raio dos vinis de que não sou capaz de me desfazer e ainda vai a Andy, para o FB, mandar-me jogar tudo fora, por interposta pessoa. Cada grânulo de pó, ou fiapo velho do meu passado faz parte da minha vida.

andorinha disse...

Cheguei agora absolutamente ENREGELADA.
E habitualmente nem sou muito friorenta...
Chiça! Está um briol do caraças!


Rainbow,

Obrigada, amiga. Pelo desejo de melhoras e pela adaptação do poema:)
Pensava que tinha aqui mais amigos, mas enganei-me...
A Anfy bem me alerta para isso...


lol


Anfy,

Embora ainda não totalmente recuperada, estou melhor, obrigada:)

Gostei muito da homenagem à turma de cabelos brancos. Mas nem todos os jovens são, ou pensam, assim.

"... e ainda vai a Andy, para o FB, mandar-me jogar tudo fora, por interposta pessoa."

Ai mulher! Dás cabo de mim!
À primeira leitura nem percebi...só para aí à décima.
Misturas tudo, blogue com FB e baralhas-me.
Eu não te mandei jogar tudo fora. Não tenho esse direito e não ia interferir na tua vida. Dei apenas a minha opinião em abstrato.


Pedro,

Está sempre aqui alguém, sim. Pode ter ido ali ao lado, mas é só esperar um bocadinho:)

Eu não gosto de envelhecer. Sei lá...gostava de ter parado nos 50:)))
Quando penso que este ano já entro no clube dos sexagenários dá-me uma coisinha má.
E parece-me irreal...e cada vez vou tendo menos tempo...

iQ Fish disse...

Zorrinho,

Há mais gente
Fora da realidade

iQ Fish disse...

Andorinha,

Dá graças a Deus!

andorinha disse...

Porquê, Pedro?

iQ Fish disse...

Tenho que responder? Mesmo sendo remix?

Impio Blasfemo disse...

Bea, Anfi e Rain

O instituto voltou à normalidade. Cá estou para uma aula das 21.30 às 23.00. Hoje uma colega minha que anda a faze doutoramento numa universidade em Espanha, referiu-me que a Universidade Espanhola onde anda a doutorar-se despediu, de uma só vez, cerca de 300 duocentes deles. Se as coisas por cá estão más , na vizinha Espanha não andam melhores.
Tempos houve em que se pensava reformar-mo-nos antes do limite dos 70 anos ou aguentarmos até aos 70 anos. Hoje, terems sorte se não formos despedidos no entretanto. Os tempos estão difícies para os jovens e voltaram a estar difícies para nós, "os velhos", os tais que passaram pela ditadura.
Os jovens habituaram-se a ter muita coisa que não tivemos e agora estranham ter os pais no desemprego e comerem só uma vez por dia. Já não há dinheiro para o bar, para a discoteca ou para férias aqui e acolá e a depressão entra pela casa adentro. E o binómio depressão/fome é difícil de resolver, nalguns casos.

Vou dar aula

Saravá

IMPIO

rainbow disse...


Boa noite:)

Anfi

Eu também tenho discos de vinil, relíquias...
Obrigada pelos Jethro Tull que não ouvia há séculos!:) Não conhecia o "Rainbow Blues", gostei muito. A que me lembrava era o "Thick as a brick".
Retribuo com esta:

http://www.youtube.com/watch?v=KG9a-gtr8zo


Andorinha

Pensei que fosses dar-me uma negativa pelos erros de inglês:)
Era flu e não flew. É o que faz escrever à pressa...
As melhoras da tua flu e um bis para ti, para ver se ela chega depressa:

http://www.youtube.com/watch?v=eGrSQVU7Yt8

E agora vou ver os óscares.
E não é que Ang Lee ganhou o óscar pela realização de "A Vida de Pi"?:)))

Fiquem com esta:

http://www.youtube.com/watch?v=f5Aj-HZOADo

bea disse...

Rain

e não pensas que a vida de Pi mereceu? por acaso era o meu realizador favorito.E concordei também com tudo o resto. Só de Argo não digo nada excepto que não me motivou a vê-lo. Mas os meus motivos são do mais irreal. Quis ver a vida de Pi porque sim e estava anunciado para breve, mas nem sabia que havia um tigre...depois de ter visto o filme fui espiolhar todos os anúncios e não existe um que não o tenha. onde se terá metido quando olhei, desconheço.

bea disse...

Andorinha

estás melhorzita? Não tens febre e só tens frio? se for assim, não estás mal de todo, hoje está frio, não é doença. De Guimarães a Braga é muito longe? o teu Jesus está lá (o meu tá em todo o lado).

E não bebes sumo de laranja? eu...pa...pronto...nada mesmo.

querias ter só 50? que engraçado. nunca pensei nisso.

Um beijinho de melhoras. é claro que te lembramos, sua tontinha.

E boa noite a todos

andorinha disse...

Rainbow,

Obrigada, uma vez mais. Adorei a canção:)
Eu bem digo que és um doce!

Os erros não me interessaram para nada. O que me interessou foi o poema.
E não faz o meu género por-me aqui a corrigir erros.
Corrijo os dos alunos:)

Bea,

Já estou melhor, sim. Sem febre e sem dores de cabeça.
Sumo de laranja bebo aos litros:), de verão. Agora é mais chá.

De Guimarães a Braga são 20 km mas aquele não é o "meu" Jesus.
Não seria o meu treinador...
E perdemos! por que me vens lembrar coisas tristes?:(

Argo não vi, lá "terei" que ver. Também não cheguei a ver Amor, e quero mesmo.

Impio,

Tudo tem que voltar à normalidade, não é?

"Já não há dinheiro para o bar, para a discoteca ou para férias aqui e acolá e a depressão entra pela casa adentro."

E entram em depressão por isso? E suicidam-se por isso? Não tenho pena de meninos mimados.
Tenho pena de quem quer estudar e não pode, de quem quer comer e não tem o quê, de quem se mata a trabalhar por migalhas...

Nem parece teu, Impio. Desculpa a franqueza.

andorinha disse...

Para o aconchego, como diz a Caidê:)

www.youtube.com/watch?v=7V0Da6HYdA8

Fiquem bem.

andorinha disse...

Ainda voltei...

Guimarães, CEC 2012, está sem cinema.
A empresa fornecedora de energia cortou fornecimento às salas geridas pela Socorama.

www.publico.pt/cultura/noticia/guimaraes-esta-sem-cinema-1586022

Ainda na passada quinta feira vi numa das salas, o Mentor.
Não suspeitava de nada.

Isto já não é um país. E vou-me calar porque se escrevesse o que me vai na cabeça, o Júlio ainda me expulsava daqui.:)
Estou a tentar 'amenizar' isto, mas estou em choque porque acabei de ler.

O que fizemos nós para merecer isto?

iQ Fish disse...

Vai trabalhar malandra!

bea disse...

Andorinha :)
pá...não sabia que o benfica tinha perdido...sorry. Tens que ver Amour, sim. Sou um bocadinho para o drama, mas é para mim o melhor filme deste ano. Tem aquele desencontro entre o ex aluno e a professora. Não sei se é bom que eles nos vejam a ir pelo cano abaixo, sugados pelo tempo. É muito mau estar nos dois lados.E têm tempo de vivê-lo e saber como é. Qu8e antes, o que pensam ser alegria é constrangimento.

O sumo de laranja não deve beber-se no verão, mas no inverno. É por isso que as laranjas são fruta de inverno :) faz-nos falta nesse tempo, a vitamina C. Bebo muito chá de limão no inverno, dois a três por dia:) porque a água não me apetece e a esqueço. Mas não ao sumo de laranja. O meu avô, "a laranja de manhã é ouro, à tarde prata e à noite, mata". Sigo-o. Quase não me constipo.
Prono, fica a receita. Para seguires noutro inverno. Além do mais, um sumo de tangerina e laranja, ou clementina e laranja, sabe a ambrósia:)

Na minha terra o cinema também acabou faz tempo. Mas o município tinha um prejuízo doido, duas a três pessoas é muito pouco por sessão. Pode ter sido também por isso.

E bom Dia a todos

bea disse...

Uma musiquinha leve para vocês

Fizz limão

http://www.youtube.com/watch?v=sYxXTbdKny0

iQ Fish disse...

"a laranja de manhã é ouro, à tarde prata e à noite, mata".

"quem não é para comer também não é para trabalhar"

Duas chefias encontram-se e a meio da coneversa, o que chegou primeiro comenta - tenho um colaborador que faz tudo com uma rapidez e prefeicção que eu nunca vi -
O ultimo a chegar voltou no dia seguinte ao posto de trabalho e confidenciou com um colaborador - fealei ontem com um amigo que tem um coloborador que faz tudo com uma rapidez e com uma perfeição que nunca viu. Eu oposto que você não lhe fica atráz - APOSTE, PATRÃO QUE GANHA!

iQ Fish disse...

Nem 8 nem 80! Aposta o caralho...

iQ Fish disse...

Resistência ao vivo - Traz outro amigo também

http://www.youtube.com/watch?v=88eRAl1Sl-0

Anfitrite disse...

Sabiam o qu este senhor pensava?
http://economico.sapo.pt/noticias/barroso-portugal-e-o-culpado-da-sua-crise_163719.html

Andorinha,

Isso nem parece duma professora. Tá bem que é de inglês e isso pertence a outros equinócios.

O chá de limão perde toda a vitamina quando é fervido ou com água muito quente, portanto não serve para nada a não ser para te hidratares, ou aclarares a garganta se for tipo xarope.

Quanto à laranja matar à noite essa é outra treta. Quanto muito a vitamina C pode estimular um bocadinho. O que acontecia é que para os trabalhadores não roubarem a fruta, levando-a para casa, porque não tinham mais nada que comer, os latifundiários criaram essa. Já bastavam que tomassem o pequeno almoço, quando chegavam às quintas, para terem forças para trabalhar. Isto já vem do tempo da esvravatura. E também não havia formas de conservar.
Sabes que agora no Brasil é verão?!

Quanto aos cinemas o dinheiro foi todo para a Capital da Cultura e para as indemnizaçãoes.

http://madespesapublica.blogspot.pt/2012/12/mdp-tv-o-salario-da-administracao-de.html

iQ Fish disse...

Anfitrite,

Vai pá´mérica!

Há uns estados mais coesos do que outros.

iQ Fish disse...

Não sei o que hei-de escrever mas se não há, há sempre alguém pronto a fazer.

Uma musica dos Tim & Prlim Pim Pim

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=YLszsd6qkPE

A Menina da Lua disse...

Anphy

Não morre nada tudo!...:)
Neste momento existem no terreno várias equipas de recuperação da fauna e flora africana por iniciativa e apoio estrangeiro mas com participação local.

Como exemplo disso. existe um projeto de restauração do parque natural Gorongosa que está a ser desenvolvido pela Fundação “Gorongosa Restoration Project”, uma organização norte-americana sem fins lucrativos, que se aliou ao Governo de Moçambique para proteger e restaurar o ecossistema do Parque Nacional da Gorongosa e desenvolver o ecoturismo que beneficie as comunidades locais.
E outros mais...

Claro que já muito foi arruinado e destruído nas últimas décadas do século XX mas não devemos desistir e ainda menos sermos totalmente pessimistas...

Por isso não fique triste ao ver o video, vai ver que aquela paisagem ficará muito para alem de nós humanos...que afinal somos apenas uma pequena espécie no meio da natureza!:)

Quanto aos diálogos e ao texto da Karen Blixen no livro e no filme África Minha são de ir às lágrimas...e apesar de o ver vezes sem fim, consigo sempre ficar bem emocionada.

Rain

É pena sim muitos africanos não conhecerem a verdadeira paisagem africana! Conheço alguns que vivem nessa nostalgia de lá voltarem para sentir a tal imensidão e beleza de África.

iQ Fish disse...

O coração já não aguenta os estados de Pressão.

Vou mergulhar
Pode ser
Que se aguente
A flutuar

P.S. Há muito que dar ao pedal!

Impio Blasfemo disse...

ANDORINHA

houve lá bem. O que é isso de meninos mimados? Oh mocinha, então em relação a um chinês, nós europeus, não somos todos uns meninos mimados? Oh mocinha, vai com calma.... Há mais mundo para além da Europa e de Portugal. E não nos habituámos todos a ter um fds? E em relação aos que tẽm apenas o Domingo não seremos todos uns "mimados" ?.

A nossa juventude habituou-se a ter muita coisa, se calhar, acima das possibilidades nossas que lhe dávamos essas coisas. Culpa deles que as pediam ou culpa nossa que lhas dávamos? Boa questão não é...?!

Mas mesmos assim, dentro dos rituais "deles" conseguem ir tendo, "à sua maniera" os seus gestos de solidariedade, e isso é importante.
Transcrevo um texto da Associação de Alunos em relação ao aluno falecido:- "Devido ao triste acontecimento verificado na passada sexta-feira dia 22 de Fevereiro que muito nos entristece, e neste momento de pesar para a família e amigos do nosso colega XXXXXXXXXX, resta-nos estar solidários com todos eles e decretar uma semana de luto académico em memória do nosso colega XXXXXX. E porque pouco se pode fazer neste momento do que reviver os bons momentos que o caloiro XXXXXXXX nos proporcionou, da forma como este ano chegou ao XXXXXXXX com boa disposição e um grande sentido de camaradagem, peço a todos que na próxima Quinta-Feira dia 28 de Fevereiro se juntem na entrada do ISCAL para que num momento simbólico mas partilhado por todos nós, prestar uma última homenagem ao XXXXXXXX com um minuto de silêncio, às 11h00 e depois às 21h30. Para aqueles que acharem por bem trajarem esta semana, e como esperamos que o façam, saibam que nestes momentos de reflexão e de pesar por situações menos felizes, devem usar o traje sem pins na lapela e com a capa sempre traçada."

Abraço
IMPIO

bea disse...

Anphyzinha
os chás são para nos aquecer o interior e bebermos água.Fica-se melhor com um chá, parece-nos a vida mais amena.Uma das felicidades pequenas de algumas pessoas é beber chá.Faça o favor de deixar a andorinha beber o seu cházinho de limão, se gosta. não faz nada, não faz nada...dá prazer, sabe bem, não é um mal para ninguém, que mais quer?
E a vitamina C ajuda. Não quando se está já no choco da constipação :) e deixe-me dar os meus conselhos empíricos. ora esta.

qualquer dia conto uma história sobre laranjas e laranjeiras. um dia. ou será que já a contei?

Anphy, Anphy... os pobres trabalhavam em jejum muita vez. Ou quase. Asseguro-lhe que comeriam laranjas a qualquer hora. A lixar-se para o ditado.

vou pensar na neve que poisa em estrela sobre todas as coisas. tão, mas tão bonita.

obrigada à Rain pela andorinha dos madredeus. Teresa Salgueiro tem voz de cascata num silêncio natural.

portem-se

iQ Fish disse...

Cuidado com as escorregadelas!

Há razões para acontecerem...

http://1.bp.blogspot.com/-60UoxDAHz40/US9DQvSvhII/AAAAAAAAAqw/6wqfU-g33qI/s1600/DSC_0113.JPG

bea disse...

Ímpio

e os coleguinhas do caloiro já tentaram saber os motivos dele? Ou só um minuto de silêncio de capa traçada... e fica o simbolismo, que somos mesmo animais simbólicos.

Neste momento, ajudar o caloiro, talvez já não. Mas saber motivos e ver se há outros em situação idêntica, podia ser coisa de que ele gostasse...as mortes dessa natureza só valem alguma coisa se o que as fez acontecer for banido ou aprendermos que há vida para além; vivermos com. Não podem mortes destas ser em vão.
O suicídio é uma falta de alternativa que nos violenta. E num jovem, mais.

tens alguma razão, os nossos filhos podem ter uma face de monstrinho. Que fomos nós a criar e a deixar crescer se demos o que não tínhamos, ou tínhamos em esforço que a eles nada custou. Por vezes, só não podámos; e desde crianças que temos de podar. Mas a ocasião faz o ladrão. E a necessidade faz aterrar. Não precisam é de não ter pão na mesa. O esforço, o trabalho, a perseverança são ingredientes de viver. Se não os deste, lamento. se deste e não levaram a sério, pior para eles. há-de haver um dia em que vão lembrar-se de ti e do que não quiseram aprender.
Pode o mundo estar cheio de chico espertos que vivem na maior, deitados sobre o trabalho dos outros. não retiro uma vírgula. Lamento-os. Os chicoespertos (cambada!) julgam-se muito. E não chegam a ter o tamanho de um Homem.

Pronto, ok, já me vou.

bea disse...

IQ
ninguém escorrega num baton de cieiro

Anfitrite disse...

Bea,

Chá é uma coisa, infusões são outra. A única planta de chá é a "camellia sinensis"( lembrei-me agora: Sabe porque é que o nome original das plantas é escrito em latim?). No nosso país só existe nos Açores. É fabricado e exportado pela firma Gorreana. Fora isso só vindo da China ou do Japão, que é a mesma planta, e que pode ter vários nomes conforme o tratamento que lhe é dado e/ou as várias fases de maturação em que são colhidas as folhas. Eu se quiser, apesar de ter várias em casa, posso ir ali ao meu quintal, colher alecrim, ou alfavaca, hortelã, dente-de-leão, etc. e fazer já várias infusões. Mas fiz melhor que a andorinha quando li, há pouco, os outrs comentários: Fui ao limoeiro, colhi um limão, espremi o sumo para um copo com água de luso e fiquei com a minha dose diária de vitamina C. Atenção que estas tisanas também têm várias propriedades e muitas vezes contra-indicações. Por causa da tiróide há uma que eu não devo tomar. E acrescento mais uma coisa: A andorinha deve ter um bom estômago, porque a beber assim tanto chá de limão está sujeita a uma gastrite.
E se duvida do que eu lhe disse leia o livro, eram dois mas depois foram compilados só num, do grande médico, psiquiátra, pensador, um dos maiores Sociólogos de sempre, o Professor Doutor Josué de Castro: Geopolítica da Fome. Também pode ler Geografia da Fome. Tantos! Um homem do Mundo, exilado do seu país, pela ditadura militar, em 1964, que veio a morrer no exílio, em Paris. Ele até explica porque é que quse todos os chineses, usam óculos, por falta de uma vitamina, quando passaram a refinar o arroz. Não digo mais nada. Vá pelos seus dedos.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Josu%C3%A9_de_Castro

Quando falo em trabalhadores e comer laranjas não estou a falar dos nossos quintais. Esse ditado não começou ontem.

Anfitrite disse...

Ímpio,

Porque é que não apareceu nenhuma notícia, que eu saiba?
Mas olhe que essa dos professores também já se passa cá com os que têm só contrato a prazo. Tenho um amigo, que foi meu colega, que é professor universitário, e já lhe reduziram os ordenados, aumentaram o número de horas, e está garantido, por causa do doutoramento. Estão a despedir todos os que só têm licenciatura e ficam também os com mestrado, por causa das regras impostas pelo Ministério, que exigem %s de Doutores e Mestres, para um reles professor. Como agora não têm emprego, todos os que podem, vão-se entretendo a tirar mestrados.

iQ Fish disse...

Bea,

Muda-lhe a côr
E vê se escorregas

iQ Fish disse...

Esperemos, que não!

iQ Fish disse...

Anfitrite,

Eu e tu já tinhamos direito a consultas de graça!

iQ Fish disse...

Passo ao que o amor é e que não devia ser. Na sua ultima versão mais prolongada.

andorinha disse...

Boa noite:)

Obrigada, gente, por se preocuparem com a minha saúde, mas já estou melhor. Quase boa...:)

Quanto a sumos, chás, etc...
Bebo imenso sumo de laranja ( e não só) no verão; algum no inverno.
Como imensos citrinos: laranjas, tangerinas, clementinas, não é por aí...

A minha mãe é que me disse para fazer chá de limão com mel que é bom para as constipações. A minha mãe duvida das minhas capacidades nessa área (eu também):))) e segui o conselho.
Fiz, bebi. Não é bom nem mau, bebe-se...

Anfy,

Se comer laranja à noite matasse, eu já estava morta há muito.

"Sabes que agora no Brasil é verão?!"

Loooooool A que propósito? Claro que sei, até uma professora de Inglês sabe isso:)

"A andorinha deve ter um bom estômago, porque a beber assim tanto chá de limão está sujeita a uma gastrite."

:))))) Por acaso não tenho problemas nenhuns de estômago. Nem de nada. Tenho uma boa saúde, felizmente. Mas não bebo muito chá de limão. Vario muito. Chá verde, menta, frutos vermelhos, maçã e canela...há tanta variedade...


Impio,

Eu vou com calma, mas mantenho o que disse. Não venhas desvirtuar o conteúdo da conversa porque estavamos a falar da situação aqui em Portugal. Sei que há mais mundo, mas não estávamos a falar desse.
Mantenho, não tenho pena nenhuma de miúdos ou miúdas que não podem ir todos os dias ou aos fds para os bares, discotecas, para as farras, para as férias de natal, carnaval, Páscoa e verão, para terem os últimos gadgets da moda. Deprimem por isso? Por amor de Deus! façam pela vida, aprendam a dar o devido valor às coisas.
Entendo que possam ficar aborrecidos por não terem tudo o que podiam ter até aqui, mas daí até uma depressão ou suicídio...São meninos mimados, ponto. E não gosto. estou no meu direito.

A "culpa"?

"Culpa deles que as pediam ou culpa nossa que lhas dávamos? Boa questão não é...?!"

Na minha opinião, mais de quem lhas dava. Se não podem dar tempo e atenção "compensam" com mais um brinquedo ou o último capricho do menino/a.

Chamo o Júlio em meu auxílio:))))))))
Quem nunca levou um "Não" em pequeno, dificilmente consegue pela vida fora resistir à frustração.
Disse ele e eu concordo:)

E subscrevo as palavras da Bea.

Pedro,

O Amor é...uma dor de cabeça:)

Anfitrite disse...

Andorinha,

não me apetece falar de coisas sérias. ninguém se mata, se for normal por não ter um gadjet qq. Mas já te passou pela cabeça que o rapaz tivesse que abandonar os estudos, por não ter dinheiro para pagar as propinas, a estada(não te esqueças que ele era dos Açores), que tivesse muitos problemas e não os conseguisse resolver, até em relação à família? Com 23 anos era um homem, não um miúdo mimado concerteza. Só uma pessoa deseperada se mata e para isso é preciso muita coragem. Conheço quem o fez, que se despediu deixando cartas e dinheiro que tinha pedido emprestado. Eu gostava de ser capaz de o fazer. E essa será a minha opção se estiver lúcida e tiver capacidade para o fazer. A vida não vale nada. De que serve andarmos aqui a apodrecer e a matar o tempo?
A Bea também acredita muito na força humana e na ajuda divina, apesar da fila de espera, mas talvez ela ande um pouco alheada de alguma realidade.
Eu levei tantos nãos que até tenho cicatrizes de dar tanta cabeçada e por isso ninguém me cala... por enquanto.
-----

O verão tinha a ver com o que eu estava a pensar, sobre as laranjas e o autor do livro e pq tu afirmaste que a época das laranjas é no inverno. É só pensares um bocadinho. Quanto ao que referes isso não é chá de limão. A minha mãe também o fazia. Era um xarope onde fervia um limão cortado aos bocados, com casca e tudo, e com o mel necessário, para tirar a acidez. Não cura a constipação mas alivia a garganta e se for tomado bem quente faz traspirar e limpar a porcaria.

Anfitrite disse...

Vale a pena ler:

http://jumento.blogspot.pt/2013/02/falhados.html

Caidê disse...

Olá companheiros:)
.... que a maré se vai levantar....

http://www.youtube.com/watch?v=MEGc1VkkJ6M

iQ Fish disse...

Andorinha,

Há pessoas que dizem que lhes fez bem à coluna!

iQ Fish disse...

Ditado Japonês...
Evite o susseso
O Susseso
É voraz
E não o deixa em paz

rainbow disse...


A cambalear sobre o teclado...

Bebo limonadas no verão e como kiwis no inverno.Serve?:)
Bea, "A Vida de Pi" é um filme lindíssimo e muito bem realizado, já o tinha dito aqui. Acho que Ang Lee mereceu o óscar.
Andorinha, em Portimão os cinemas Castelo Lopes também encerraram, felizmente temos outro com duas salas. Ainda bem que estás melhor. Anfi, a vossa conversa fez-me lembrar o filme "O meu pé de laranja lima". Menina da Lua, eu referia-me aos africanos de raça negra que habitam em África, os que nada têm. Ímpio, pensei muito sobre o seu aluno, e lamento muito o que aconteceu.
Caidê! Com essa maré alta deixaste-me KO:) Excelente escolha.

Bons sonhos para todos

http://www.youtube.com/watch?v=TTls-kSf23o

bea disse...

Mas que jeito e maneira leva hoje este blogue! sem ofensa para o senhor professor que não tem mão no pessoal.pronto.

Andorinha
de cada vez que escreves que concordas com alguém tenho sempre que ler de novo, se o alguém sou eu, igual:)
Mas ainda bem que melhoraste.

E agora nós, Anphy

se eu não fora como a andorinha,de boa saúde,aproveitava a embalagem e arranjava já aqui uma gastrite e mais não sei quantas doenças.Mas sim, tem razão, são infusões o que bebo (e já mo tinha corrigido). Ainda que tenha em casa um stok de chá dos açores que vai durar sempre, porque não o uso. é que não gosto da palavra infusão, lembra-me sangue e agulhas, quer o quê? Beber uma infusão? hummm..., eu é que não caio nessa. um chá soa-me mais.

tá a malucar. Não se mata nada que aqui não se mata ninguém, dá má fama ao blogue. A sério, não escreva. Se quer, pensa.

Aceito a eutanásia. Prefiro-a. Sou capaz de a praticar se me derem o como. E do mais, a morte que nos busque, que também não chegámos por vontade.

Sei, para si estou sempre meio nas nuvens. Não posso garantir que seja falso :) mas viver na inteira realidade é assim tão melhor? a verdade, Anphy, é que não a aguento se não tiver coisas que me ponham fora dela. Pairar, sabe como é? se não, também não sei como se ensina. Pairar é uma diferença de unir. não sei escrevê-la. Paira-se de alma (se haja). fica assim.

bea disse...

Aikfixe

seria muita maldade alguém desejar-me que escorregue. pode crer.

iQ Fish disse...

bea,

Uma boa noite! O meu coração não tem pernas. Era só uma duvida que fica esclarecida!

bea disse...

puxa, devo ser mesmo muito burra

boa noite

andorinha disse...

Anfy,

Eu não disse que esse estudante que se suicidou era mimado. Como poderia eu dizer tal coisa? Só se tivesse endoidecido.
E não estou a brincar com coisas sérias. Penso que é necessário um enorme estado de desespero para se tomar uma atitude dessas. Eu referi-me apenas ao que o Impio tinha afirmado em cima.

Eu também conheço quem o fez. Uma miúda de 19 anos no primeiro ano da universidade atirou-se de um viaduto aqui perto. Um senhor que morava no prédio em frente ao da minha mãe saiu um dia de casa às 6h da manhã e atirou-se de outro viaduto. Esteve ainda uns cinco dias no hospital antes de falecer. Claro que me horrorizam estas situações.
Li o livro sobre o Robert Enke, Uma Vida Curta Demais. Chocou-me, comoveu-me e deixou-me ainda mais sensibilizada para estas situações. Não consigo sequer imaginar o sofrimento de alguém antes de dar esse passo.

"A vida não vale nada. De que serve andarmos aqui a apodrecer e a matar o tempo?"

Tu dizes cada disparate! A tua vida vale tanto como outra qualquer porque é só tua. Tu não tens valor? Não dizes que já ajudaste muita gente? Isso não é gratificante para ti?
Sabes? Já te disse uma vez que não estou sempre bem disposta e sorridente, seria uma pateta alegre:)
Já tenho pensado (quando estou amuada com ela, ela= vida) que a vida de pouco vale ou que deveria ser de outra forma.
Depois penso: um dia se eu vir a morte aproximar-se e estiver lúcida vou pensar que gostaria de ter mais dias, que se calhar desaproveitei alguns. Aí será tarde...
Portanto o viver é aqui e agora com as pessoas que amo e que me querem bem. E gosto da vida desde que esteja bem comigo e com os outros. E como a maturidade me reforçou esse bem estar...

"...a verdade, Anphy, é que não a aguento se não tiver coisas que me ponham fora dela."

E eu talqualzinha a Bea. Penso que todos. Todos precisamos de momentos de evasão. Evasão e alienação são coisas diferentes.

----------------------

Quem disse que a época das laranjas é no inverno foi a Bea e não eu. Eu bem digo que só me baralhas...:)

biépi, woman:)


Rainbow,

Qualquer dia estragas o teclado...:)

Pedro,

Já não conversamos há bué...:)

Fiquem bem.

iQ Fish disse...

Andorinha,

Temos que nos encontrar nem que seja no Bea´s Caffe! Ou em qualquer outra esplanada...

bea disse...

Bom Dia :)

Bem dito, andorinha, alienação não é o mesmo que evasão. Ainda que nas duas haja um ir para outro lugar porque aquele em que estamos nos não agrade ou se possa aguentar sem intervalos. Ou. Pode até ser que, porque vives alienado de ti, te evadas. Para respirar. E te lembrares que o mundo é mais. Que tu és mais. Até que ponto não seremos todos um bocado alienados. Talvez viver seja um exercício de equilíbrio entre alienação e evasão, constrangimentos e liberdade. Mas penso agora, neste momento(zinho, que pode ser. Que os dois cavalos platónicos, a puxar em direcção contrária, podem ser muita coisa. E não muda isso a situação.

Mas isto é demais para uma manhã de sol. que bem precisávamos.solinho.

IQ
fizeste-me sorrir. Há muitos anos, quando era estudante, houve um aluno daqueles mesmo excelentes, que dão nas vistas por isso, que frequentou uma cadeira comigo.Não era vulgar, em horário pós laboral. E toda a gente um bocado pendurada do que dizia. Nas aulas, nos intervalos. Mas a preocupação dele nos intervalos era que os melhores cafés de Lisboa já tinham sido apanhados por um intelectual qualquer, a Brasileira, o Martinho da Arcada, a Leitaria Garrett, o não sei quantos...queria também um para si, charmoso, para frequentar e lhe ficar ligado. E não sabia onde encontrá-lo.

se o bea's caffe é o meu, deve ser aqui. lugar que frequento, só para o aroma da bebida que gosto e pouco bebo. mas todos os sentidos valem:)

iQ Fish disse...

Quarteto 1111 (Portugal,1975) - Onde, Quando, Como, Porquê Cantamos Pessoas

http://www.youtube.com/watch?v=N-d5fDJgerA

Anfitrite disse...

BEeeeee A!

Hoje levantou-se inspirada. Deve ser por se estar no fim de semana.
Isto só prova que as pessoas, durante a semana, não se sentem bem (totalmente), com o que andam a fazer.
Gosto de a ouvir falar de si. A vida não é só philosophia.
Só fico triste porque a minha derme, com elastose solar, não me deixa apanhar sol. Por isso, os ossos, já se estão a qeixar.
Fiquei admirada da sua coragem ao dizer que era capaz de praticar Eutanásia. Eu não consigo imaginar um situação em que fosse capaz de a fazer. Nunhum dos meus entes queridos, consegui sequer ver mortos. Até nem uma injecção num animal sou capaz de dar, ou sequer ver tirar sangue. Tive um cão muitos meses doente e que precisava de levar uma injecção diária. Era uma carga de trabalhos levá-lo todos dias ao veterinário. Ele até me ensinou a dar a injecção, que dizia, não custava nada. Eu tentei uma vez, mas nem consegui furar a pele e o pelo é que ficou todo pastoso. Já filmes de gurra em que se acaba com o sofrimento. Vi o Mar Adentro, e já vi muitos outros casos. Gostava de o poder escolher para mim, mas eu fazer... talvez num terramoto, sei lá?!!

Andorinha,

A minha vida não tem mesmo interesse, nem da casa consigo tratar. Compro comida feita, às carradas e fruta, para não ir muitas vezes às compras e metade vai fora porque passa o prazo, ou se estraga. Poderia ir viajar, mas não tenho com quem e não estou para arriscar o desconhecido. E eu que era aventureira. Quando me engano num trajecto, nunca volto para trás, a não ser que não tenha saída.
Há anos fui com uma amiga a Roma. Ela queria andar sempre pelos mesmos trajectos, até porque tudo leva muito tempo a ver e não queria arriscar. E es cedo sempre para não arranjar chatices. Um dia começou a chover, ela abrigou-se algures e eu perdi-a de vista. Pensei logo: Então eu venho a Roma, vou às Catacumbas, fico a conhecer o Vaticano e o Museu de cor e salteado, fui abençoada por João Paulo II, e não vou ver a famosa Via Veneto?. Ala que se faz tarde. Era fim de Ano, estava tudo iluminado, lindo. Vi de tudo. Fartei-me de tirar fotos.
Fez-se noite e não andava já quase ninguém na rua, e eu feliz e contente. Ainda por cima, resolvi voltar de Metro, de noite, onde nunca tinha entrado. Depois tomei o autocarro para o Hotel e quando cheguei, esperavam-me umas trombas de todo o tamanho, e ainda hoje, essa amiga não sabe que andei a passear pela via Veneto, porque eu também tenho o direito de me perder.

Anfitrite disse...

BEeeeee A!

Hoje levantou-se inspirada. Deve ser por se estar no fim de semana.
Isto só prova que as pessoas, durante a semana, não se sentem bem (totalmente), com o que andam a fazer.
Gosto de a ouvir falar de si. A vida não é só philosophia.
Só fico triste porque a minha derme, com elastose solar, não me deixa apanhar sol. Por isso, os ossos, já se estão a qeixar.
Fiquei admirada da sua coragem ao dizer que era capaz de praticar Eutanásia. Eu não consigo imaginar um situação em que fosse capaz de a fazer. Nunhum dos meus entes queridos, consegui sequer ver mortos. Até nem uma injecção num animal sou capaz de dar, ou sequer ver tirar sangue. Tive um cão muitos meses doente e que precisava de levar uma injecção diária. Era uma carga de trabalhos levá-lo todos dias ao veterinário. Ele até me ensinou a dar a injecção, que dizia, não custava nada. Eu tentei uma vez, mas nem consegui furar a pele e o pelo é que ficou todo pastoso. Já filmes de gurra em que se acaba com o sofrimento. Vi o Mar Adentro, e já vi muitos outros casos. Gostava de o poder escolher para mim, mas eu fazer... talvez num terramoto, sei lá?!!

Andorinha,

A minha vida não tem mesmo interesse, nem da casa consigo tratar. Compro comida feita, às carradas e fruta, para não ir muitas vezes às compras e metade vai fora porque passa o prazo, ou se estraga. Poderia ir viajar, mas não tenho com quem e não estou para arriscar o desconhecido. E eu que era aventureira. Quando me engano num trajecto, nunca volto para trás, a não ser que não tenha saída.
Há anos fui com uma amiga a Roma. Ela queria andar sempre pelos mesmos trajectos, até porque tudo leva muito tempo a ver e não queria arriscar. E es cedo sempre para não arranjar chatices. Um dia começou a chover, ela abrigou-se algures e eu perdi-a de vista. Pensei logo: Então eu venho a Roma, vou às Catacumbas, fico a conhecer o Vaticano e o Museu de cor e salteado, fui abençoada por João Paulo II, e não vou ver a famosa Via Veneto?. Ala que se faz tarde. Era fim de Ano, estava tudo iluminado, lindo. Vi de tudo. Fartei-me de tirar fotos.
Fez-se noite e não andava já quase ninguém na rua, e eu feliz e contente. Ainda por cima, resolvi voltar de Metro, de noite, onde nunca tinha entrado. Depois tomei o autocarro para o Hotel e quando cheguei, esperavam-me umas trombas de todo o tamanho, e ainda hoje, essa amiga não sabe que andei a passear pela via Veneto, porque eu também tenho o direito de me perder.

Anfitrite disse...

Gandaa JUMENTO!

"Reposta a normalidade na Itália

O anormal não está no facto de os italianos terem escolhido dois palhaços para os governar mas sim no serem governados por um palhaço que ninguém escolheu e que em vez de representar os cidadãos italianos representa o BCE. Os italianos não escolheram dois palhaços, rejeitaram um."

iQ Fish disse...

Jesus foi cobarde ao não por em campo a equipa titular! Está perdoado...

bea disse...

Anphy

não, não Anphy, a falta de sono dá-me para a maluqueira.inspiração não é isto:)estou bucólica de corpo.
Seguramente sou capaz de praticar a eutanásia. O pior que a vida tem é o sofrimento sem remédio. "Mar adentro" é uma brincadeira perto do grito de dor que não pára. Certo, o fulano não era autónomo e estava consciente disso; e ficaria cada vez mais dependente. Talvez eu seja uma pessoa sem escrúpulos em alguns aspectos. Mas há sofrimentos intoleráveis. Imerecidos. Para nada. Terminava-os até sem o consentimento do próprio.Julgo. Que em situação, não sei. Não é coragem, mas compaixão e respeito. que tb não dou injecções e tenho pavor de agulhas. Mas, se alguém de quem gosto precisa, aprendo. E dou. Ponto.

A vida não é filosofia. é vida. que uma coisa é pensá-la e outra vivê-la. Só Platão julgava que quase o mesmo, porque o pensamento arrastava a acção; pura ingenuidade vital. Para ele, o filósofo era topo de gama, o mandador da república. Já tivemos um Sócrates, mas infelizmente só agora pensou em filosofia; e parece que vai ser trabalhador estudante:) não se pode não a ter e no entanto, não existe separada, não é substância. Mas tão substantiva! Está bastante boa, a crónica de Gonçalo M. Tavares.

então...perdeu-se um dia que era 31 de dezembro...várias horas...em Roma. daria uma boa história.Eu uma vez perdi um hotel inteiro. saí e deixei-o ao fim da rua(ou princípio), não saí dessa rua, mas quando regressei não estava lá. Era outra coisa qualquer, não havia hotel. Esvanecera:)

elastose solar...há cada coisa...

iQ Fish disse...

Não respondo a provocações!

Impio Blasfemo disse...

Anfy, Andorinha e Bea

Viva
Vamos aos símbolos e aos rituais.
Segundo Fernando Pessoa in (http://www.cfh.ufsc.br/aldeias/artigos/daefic.htm) :
“O entendimento dos símbolos e dos rituais (simbólicos) exige do intérprete que possua cinco qualidades ou condições, sem as quais os símbolos serão para eles mortos, e ele morto para eles.
E que segundo ele são:
1)A primeira é a simpatia; não direi a primeira em tempo, mas a primeira conforme vou citando, e cito por graus de simplicidade. Tem o intérprete que sentir a simpatia pelo símbolo que se propõe interpretar. A atitude cauta, a irônica, a deslocada – todas elas privam o intérprete de primeira condição para poder interpretar.
2) A Segunda é a intuição. A simpatia pode auxiliá-la, se ela já existe, porém não criá-la. Por intuição se entende aquela espécie de entendimento com que se sente o que está além do símbolo, sem que se veja.
3) A terceira é a inteligência. A inteligência analisa, decompõe, ordena, reconstrói noutro nível o símbolo; tem, porém, que fazê-lo depois que se usou da simpatia e da intuição. Um dos fins da inteligência no exame dos símbolos, é o de relacionar no alto o que está de acordo com a relação que está embaixo. Não poderá fazer isto se a simpatia não tiver lembrado essa relação, se a intuição a não tiver esclarecido. Então a inteligência, de discursiva que naturalmente é, se tornará analógica, e o símbolo poderá ser interpretado.
4) A quarta é compreensão, entendendo por esta palavra o conhecimento de outras matérias, que permitam que o símbolo seja iluminado por várias luzes, relacionados com vários outros símbolos, pois que, no fundo, é tudo o mesmo. Não direi erudição, como poderia ter dito, pois a erudição é uma soma; nem direi cultura pois a cultura é uma síntese; e a compreensão é uma vida. Assim certos símbolos não podem ser bem entendidos se não houver antes, ou no mesmo tempo, o entendimento de símbolos diferentes. V
5) A quinta é menos definível. Direi talvez, falando a uns que é a graça, falando a outros que é a mão do Superior Incógnito, falando a terceiros que é o Conhecimento e Conversação do Santo Anjo da Guarda, entendendo cada uma dessas coisas que são a mesma da maneira como as entendem aqueles que delas usam, falando ou escrevendo”.
Cruzar a capa é um ritual simbólico dos alunos tal como usar a capa com pins ou sem pins. Há rituais piores.
No meu tempo os estudantes decidiram que iam abolir as praxes por causa da situação de ditadura do país.( http://www.ces.uc.pt/myces/UserFiles/livros/803_LIVRO_final_ICS_Movimentos%20Estud_EE_RB.pdf)
Hoje decidiram repor as praxes. O Ritual passou a ser diferente e o simbolismo também. Há quem adira e há quem não adira. A capa e batina são caras; há quem possa comprar e há quem lhe pese no orçamento familiar e não compre. O uso de capa e batina passou, quanto a mim, a ser uma espécie de “imagem de marca”. Um pouco como ter um Mercedes ou não ter. Olho para as capas e batinas com algumas reticências, ou seja, não cumpro o primeiro princípio do Fernando Pessoa (a simpatia pelo símbolo) pelo que daí em diante, é natural que interprete mal.
Já não interpreto mal uma Associação de Estudantes manifestar solidariedade e interesse por um aluno que se suicidou. E se tenho sabido coisas sobre ele, de facto tem sido através da Associação de Estudantes, o que me mostra que esta tem mostrado preocupação em seguir o assunto, o que me parece ser positivo.

Saravá
IMPIO

bea disse...

Ímpio

Obrigada pela parte que me toca. Fernando Pessoa é um humanista :), sabe muita coisa. e terá razão.


E não sei não, acerca do traje académico. Há quem possa menos e o compre logo. Quem possa mais e nem aí para tal coisa. quem o vista como dizes, quem com orgulho - desejo que com orgulho.

os pins são uma palermice, mas pronto. Quem me dera um traje académico! mas no meu tempo era piroso e reaça, nem as meninas de Direito o usavam. Ter um traje...bolas. Confesso que na altura nem me lembrei dele e nunca me fez falta:)

e boa noite a toda a gente

iQ Fish disse...

Eu vim de longe

http://www.youtube.com/watch?v=rE_nw8VGVYE

andorinha disse...

Vocês muito conversam:))))
E depois a tagarela sou eu...

Pedro,

Bea's Café? Está combinado. Um dia destes estamos aí, miga:)


Bea,

"Talvez viver seja um exercício de equilíbrio entre alienação e evasão, constrangimentos e liberdade."

Talvez...

Anfy,

Eu sou a favor da legalização da eutanásia, mas penso que não seria capaz de a praticar em alguém.

Enquanto te continuares a vitimizar não adianta nós dizermos nada. Tu não ligas, pura e simplesmente. Olha para o passado, tem orgulho na pessoa que foste e a partir daí pensa que essa pessoa ainda existe e merece mais. Não sei que mais te diga, não sou psi...
Mas não gosto desse teu discurso sempre tão negativista...
Deixa também os outros aproximarem-se de ti. Nem todos somos uns pulhas...há gente tão fixe, mulher:)



Bea,

"Talvez eu seja uma pessoa sem escrúpulos em alguns aspectos. Mas há sofrimentos intoleráveis. Imerecidos. Para nada. Terminava-os até sem o consentimento do próprio.Julgo."

Não diria sem escrúpulos, isso não considero. Mas tens uma maneira muito tua de lidar com as doenças e a morte. Que demonstra, se calhar, uma grande força interior. Já tens aqui dito por exemplo: "A depressão não é lugar para ninguém ficar", ou "A morte não é lugar para ninguém ficar" quando por vezes falamos de alguém que está triste ou pela morte de alguém ou por qualquer outro motivo. Parece que desvalorizas. Não será este o termo...
Não estou a fazer qualquer juízo de valor, estou a dizer a impressão com que fico. Não estou a dizer que não tens sentimentos, Deus meu! Nada disso! Mas tens uma maneira muito própria de reagir e se calhar mais "saudável". Não se ficar eternamente nem na depressão nem no luto.
Mas...que sei eu?...

Terminar o sofrimento sem o consentimento do próprio??????????
Não tens esse direito. Seria um assassínio...

E agora para aligeirar um pouco isto (nem sequer gosto de falar nestes temas, evito-os sempre que possível...)não te quero ao pé de mim quando eu estiver prestes a ir para os anjinhos...ou diabinhos...sei lá:)


Impio,

A Associação de estudantes está a agir como devia, homenageando um colega que morreu em circunstâncias tão trágicas.

andorinha disse...

Bea,

As palavras que escrevi, lidas assim, podem parecer-te cruas e injustas. Não é essa a intenção. Mas isto seria tema para uma conversa cara a cara.

www.youtube.com/watch?v=OMOGaugKpzs

Fiquem bem:)

andorinha disse...


Jorge Palma reinterpreta Grândola: "O rumo da locomotiva está nas nossas mãos"

http://www.publico.pt/politica/noticia/jorge-palma-reinterpreta-grandola-o-rumo-da-locomotiva-esta-nas-nossas-maos-1586329

iQ Fish disse...

Miga:)

iQ Fish disse...

Bea,

Eu é que binha de outros ares e quando o voltei a ouvir! Só tive vontade de ripostar (2009). Ficam as mãos, vão-se os anéis!

P.S. Mantenhem-se as "alianças"!

andorinha disse...

Migo:)

Depois do almoço arranco para a Invicta.

Que seja um Bom dia para todos nós.

iQ Fish disse...

http://www.youtube.com/all_comments?gl=ID&hl=id&v=E47asLfITQA

iQ Fish disse...

Vamos lá deescer à terra...

Thank you to improve the technics!

http://everysecondsmatter.blogspot.pt/#!/2013/03/thank-you-to-improve-technics.html

iQ Fish disse...

130

bea disse...

Bom Dia :)

Não, não, Andorinha, não me parecem palavras cruas e injustas (e também não me lembro de ter escrito isso, mas é mais ou menos o que penso).E talvez me descrevam. Cada um retira da vida o que retira. E defende-se como pode. É a minha defesa e o como me tornei. Mas julgo que muitas depressões são falsas; quero dizer, são sofrimentos normais que temos de aprender a viver com, já que não é possível aboli-los; e que os comprimidos são evitáveis nesses casos. E é verdade que uso de dureza. Se quiseres, prezo demais a vida para ficar agarrada a uma depressão e à morte. Mesmo que seja verdadeira e exista, há que tratar e continuar caminho. E acredita, não falo de cor. Sei mesmo o caminho todo; também afundei sem desejo de querer sair do buraco. Mas sempre o dia é mais dia depois da noite. E não julgues que sou uma pessoa forte e sem quebras. Não sou nada assim. Entristeço com frequência, desanimo de mim e dos outros, fico esmagada se faço sofrer alguém. Creio firmemente que não nasci para conquistar o que seja sobre o sofrimento alheio. Digamos que é um preço demasiado elevado para mim. E também aqui não falo de cor.

Não é força interior, Andorinha. Não conseguiria praticá-la em qualquer pessoa. Como não consigo injectar ninguém, mas sei que sou capaz em alguém de quem goste. Sou mesmo. sem hesitação. E se esse alguém não esteja já em condição de mo autorizar mas sofra demais, também. É assassínio? é meu entendimento que não. Pensa como a tua consciência determine. É assim que faço. Não desejo que me admirem. quero ser eu ainda, pelo menos em algumas coisas; perder a identidade assusta-me.

E se se depreende do que digo que não sei avaliar a tristeza dos outros...que faço dela um ser menor...talvez tenhas razão. Em primeiro lugar porque na tristeza a sério considero que haja pouca palavra que sirva, todas estão ali fora de sítio. E porque posso ser mesmo assim, sei lá, não penso muito nisso:)

Olha andorinha, já pensei muito nisso, com quem eu gostaria de estar. e é provável que não esteja com quem. Mas a morte, como o nascimento, é um tête a tête só eu e ela/só tu e ela. quem mais esteja, é de ficar. Importar-nos-emos assim tanto?!
A mim me pode buscar quando queira. O que viva agora é prémio. Que o que pedi, está vivido.

IQ

fiquem as mãos.

bea disse...

Tão linda a canção dos Police!

iQ Fish disse...

É verdade
Foram duas
Stingray

Era tudo muito belo

Só as via

Quando zarparam
De um fundo arenoso

E rochas
Entremeadas
Por salmonetes

P.S. Google it!

iQ Fish disse...

Em verdade
Sou cajado
De mim mesmo
Sem ter tempo
De o contar

bea disse...

Há sempre o tempo de contar. Sempre.

Boa manifestação! Grande. Grande.
Mesmo se sem mim. Mas com algo de mim nela.

perhaps disse...

SONETO DO TRABALHO


Das prensas dos martelos das bigornas
das foices dos arados das charruas
das alfaias dos cascos e das dornas
é que nasce a canção que anda nas ruas.

Um povo não é livre em águas mornas
não se abre a liberdade com gazuas
à força do teu braço é que transformas
as fábricas e as terras que são tuas.

Abre os olhos e vê. Sê vigilante
a reacção não passará diante
do teu punho fechado contra o medo.

Levanta-se meu Povo. Não é tarde.
Agora é que o mar canta é que o sol arde
pois quando o povo acorda é sempre cedo.


José Carlos Ary dos Santos

iQ Fish disse...

O Polvo
É quem mais veta
Dentro de ti Oh Cidade

Liberta
O Tentáculo
Que há em ti

iQ Fish disse...

HOJE
LIBERTA
A VENTOSA
QUE HÁ EM TI

O POLVO
É QUEM MAIS VETA
DENTRO DE TI
OH LUGAR

iQ Fish disse...

Há cada artista!!!

"Especialistas alertam para o risco de o chocolate. Nomeadamente nos casos que podem degenerar em obesidade e depressão"

Good Aftereight

iQ Fish disse...

O MEU COMUNISMO
NÃO PARTIDÁRIO
COMBINA NA PERFEIÇÃO
COM O CRISTIANISMO
NÃO PRATICANTE

iQ Fish disse...

Depois da divida para leite e cereais. Precisaremos mais para O El Comandanty mais para o Nexquick!

iQ Fish disse...

Muitos panfletos revolucionários

Aguardo os spots publicitários

SÉRGIO GODINHO, "Liberdade"

http://www.youtube.com/watch?v=KpFEn24TyuA

P,S... Quando soube o que era a liberdade, preferi estar preso à vida!

perhaps disse...

a liberdade é de viver, não se sabe.

iQ Fish disse...

José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos,

A revolução virou rotina
A rotina virou renovação

zeca afonso minha mae

http://www.youtube.com/watch?v=Og37U8u-UfY

iQ Fish disse...

2013...31/02 É domingo!

P.S. Até amanhã!

iQ Fish disse...

A vida é feita de pequenos nadas - Sérgio Godinho

http://www.youtube.com/watch?NR=1&feature=endscreen&v=YP9Rc3KIz9g

iQ Fish disse...

féRIA(s)?

Uma gaivota voava voava...

http://www.youtube.com/watch?v=SlbFBdiNw24

iQ Fish disse...

http://www.pacoelvira.com/2013/03/a-la-calle-en-portugal-contra-la.html...

iQ Fish disse...

Thank you to improve the technics!

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=OOMnjlIGZ3g

S.N.S. Quantoa a 2ª feira "passada"!

iQ Fish disse...

150

iQ Fish disse...

Amici,

iQ Fish disse...

HERÓIS DO MAR - PAIXÃO

http://www.youtube.com/watch?v=99rP_DA3g6w

andorinha disse...

Cheguei...

Bela jornada de luta. Penso que no Porto fomos cerca de 400 000.
Um mar de gente na Batalha, na Rua de Stª Catarina, de Passos Manuel e em ruas limítrofes. Depois a confluência para a Av. dos Aliados e às 18.30 o entoar de Grândola, Vila Morena.
Comovi-me, fiquei rouca, chorei...

FDL,

Vês como não tinhas razão? Sei que ficas contente por isso, amigo e companheiro:)

Perhaps,

Obrigada por trazeres aqui Ary dos Santos.

"Levanta-se meu Povo. Não é tarde.
Agora é que o mar canta é que o sol arde
pois quando o povo acorda é sempre cedo."

Um dia vai ser. Eles fazem-se de surdos, mas um dia a surdez vai sair-lhes cara. Não é possível governar eternamente contra um povo.

iQ Fish disse...

LEÃOZINHO, Caetano Veloso

http://www.youtube.com/watch?v=yW0urIU5vpQ

andorinha disse...

Bea,

Li-te com toda a atenção e entendi-te. O que dizes, vem muito ao encontro da ideia que já tinha de ti, miga:)

Só não gostei de uma afirmação. Esta:"A mim me pode buscar quando queira. O que viva agora é prémio. Que o que pedi, está vivido."

Nunca está vivido em plenitude o que pedimos, penso eu. Ou podemos fazer novos pedidos...:)


Pedrinho:)

Obrigada pelas fotos de Paco Elvira e pelas canções que aqui deixaste. Vou ouvi-las daqui a pouco.

Fica bem, miúdo doce:)

rainbow disse...



Porque a cidadania não se esgota no acto eleitoral

Foi o cartaz que levei. Éramos cerca de 3.000 aqui em Portimão.
Quando dei por mim, tinha os Homens da Luta mesmo ao lado, a gritarem, enquanto caminhavam: A luta continua, o Algarve está na rua!
De repente, uma enxurrada de jornalistas a fotografá-los, não estava à espera de me ver metida naquele "sarilho":)
Cantou-se a "Grândola Vila Morena" e houve discursos sérios e com pés e cabeça, especialmente um jovem desempregado que falou do esquema muito bem montado pelos EUA e pela banca internacional para atacarem as democracias europeias.
Fica muita coisa por dizer e por fazer.

Acorda Portugal:

http://www.youtube.com/watch?v=5JdvNRNu4PA




iQ Fish disse...

http://the-best-spot.blogspot.pt/#!/2013/03/more-than-words.html

Caidê disse...

Rain, Andorinha, companheiros que estivemos na rua

Um dia na rua, por tantos que têm a rua como destino já.

Em Lisboa, foram várias as marés. Enfileirei pela Educação. Não os contei. Enchíamos as avenidas de lado a lado e as praças também.

Do muito que dissémos, do muito que entoámos ficou-me mais: "Somos um, somos dois, somos mil para continuar Abril!".

Do Marquês e lado a lado até ao Terreiro do Paço foram duas horas e meia com a minha ex-diretora - daquelas que já dirigiam antes dos 700 euros pagos aos diretores de agrupamento feitos mercenários, daquelas que têm uma população estudantil que chega à escola pela manhã com fome, daquelas que se recusaram a Agrupar e venceram até hoje!

À frente, incógnito, e gente entre uma multidão, um querido de muitos de nós - António Nóvoa -, reitor de uma Universidade, lado a lado connosco e com o neto. Foi pelo futuro dos filhos, dos netos, de um país que fomos à rua mostrar que podem contar connosco para gizar o caminho de uma cidadania solidária.

Haja justiça! Preferiria que lhe juntassem o adjetivo SOCIAL!

Fiquem bem.

iQ Fish disse...

"Caro Diario" de Nanni Moretti, Fragmento de "Islas"

http://www.youtube.com/watch?v=BvF41vobjtU

perhaps disse...

Pois. Assim é que é. Viva o povo português! Palavra que me comovi com algumas pessoas.Governar contra o povo não é bom. E também penso que lhes sai caro. Mas, por enquanto, está a sair-nos caro a nós. Muito caro. Sobretudo para quem tem baixo vencimento e ainda mais para quem está desempregado.

E agora vou ali. quero voltar para ouvir o que aqui deixaram

bea disse...

IQ
tenho uma amiga que me cantou há dias esta canção que desconhecia. Não como o inexcedível do Zeca. Mas para mim melhor

bea disse...

Muito obrigada pelas canções que foram deixando. sem desprimor e apenas por preferência saliento o Zeca e o leãozinho do Caetano cujo me parece até cantar hoje melhor.

deixo-vos com o tom jobim e sua insensatez que acho linda, tem coro de anjos

http://www.youtube.com/watch?v=PHIe9B5plDI

boa noite

iQ Fish disse...

Está tudo a Goromzan?

iQ Fish disse...

O mesmo que ontem mas em versão retocada!

Come fa il miccio ?

http://www.youtube.com/watch?NR=1&feature=endscreen&v=JukfjVag3So

Impio Blasfemo disse...

Andei na Manif de ontem em Lisboa. Deixo links para vídeos que fiz.

http://youtu.be/I_DO0HRhsUY

http://youtu.be/RPJPseUbQBg

http://youtu.be/2vMqFbwHmms

Saravá
IMPIO

iQ Fish disse...

Impio,

Este remix de French Kiss e Traços Nómadas seria Rosas Seriot...

iQ Fish disse...

Gipsy Kings - Caminando por la calle

http://www.youtube.com/watch?v=csXxqH6_UM8

P.S. O que preciso dizer para saberes que não preciso pensar.

iQ Fish disse...

Exmo. Prof Dr. Anibal Cavaco Silva

Que se lixe o povo

A trika da Troika

Fica para o pequeno almoço!

iQ Fish disse...

Fico admirado com este rebobinar da fita!

Sou pedófilo cada vez que me deixo atrair pela infância que vivi!

bea disse...

Ímpio
Obrigada, é que nos renasce uma alma épica a olhar os teus vídeos :))

Um bom domingo para toda a gente. E até mais.

andorinha disse...

Bom dia:)

Impio,

Obrigada, Blasfemo:)
Nunca é de mais ver estas imagens. Aquecem a alma e o corpo.

Bom domingo, malta. Carpe Diem.

Bartolomeu disse...

Ímpio, meu Amigo;
António Oliveira já tem persecutor à altura!
;)
O Povo tem de ser aquele que mais ordena. Sempre!

iQ Fish disse...

Bea,

Eu sei que fui longe demais, não fosse a vida já ter tido muito caminho.

R.I.P.

iQ Fish disse...

O que Bea faz
Só Bea pode refazer

http://4.bp.blogspot.com/-eNppiOd-ozg/UTNsLQ74xoI/AAAAAAAAAvk/To-Zn53Pf4U/s1600/DSC_0005.JPG

Caidê disse...

Ímpio

Obrigada por postares. Imagens assim merecem muita divulgação.
................

Muitos dos que ali estiveram podem estar sem trabalho, sem dinheiro na carteira para o próximo round ao supermercado, sem dinheiro na conta para a última fatura da EDP, com a receita médica à espera de poder chegar à farmácia. Mas bem vemos que não ficaram de braços cruzados, menos ainda de perna traçada e isso é porque a indigência se lhes não aplica MESMO.

Queríamos que as nossas vozes de ontem não fossem como as dos burros, queríamos que elas chegassem ao céu. Mas parece que Deus delegou mal no Presidente da República que nos deu.

E a não ser a Presidência da República a demitir este governo cujas políticas têm sido tão desastrosas que as pagamos HOJE e as continuaremos a pagar por décadas e no FUTURO, que as pagam os cidadãos de um país que tais governantes tem e que as paga toda uma Nação (o que se verá nos anais da sua História), pois a não ser ... pela Lei estaremos resignados a aceitar continuar a viajar neste navio com este capitão que prometeu acabar consigo e acabar com todos os que estivessem no seu navio. Onde nos fomos nós meter, os viajantes deste navio e deste tempo.

E se outra maneira há de sair daqui parece que só resta a revolução armada. Rezaria para não. Mas se viesse a acontecer seriam tão seus obreiros os revolucionários que a encabeçassem e a ela aderissem quanto esta mesma Presidência da República que teima numa obstipação destas.

Eleições em 2015?

Eleições já?

Que bom seria se em vez de partidos eleitos por eleitores pudéssemos já escolher quem de entre os partidos vencedores queríamos ver a governar.

Que enquanto elegermos partidos estamos a entregar o poder aos aparelhos partidários. Não nos livramos desta apendicite e com ela só temos morrido.

Queremos pessoas (dos partidos ou não) para governar pessoas e território. Pessoas com testemunhos dados e não máquinas de reprodução do mesmo poder vestidas de togas à vez de uma cor à vez de outra cor numa alternância que não nos dá nem o verde da bandeira nem tão pouco o vermelho.

iQ Fish disse...

Bea,

Tenho uns a fazeres!

Já volto!

Caidê disse...

Afinal, Manuel Alegre também acha...
Juro que só li agora, mas é tão óbvio!

"No mesmo dia em que o País sai à rua, naquela que será uma manifestação que pretende igualar a de 15 de Setembro de 2012, o socialista Manuel Alegre vaticina, em entrevista ao jornal i, uma revolução, avisando os governantes que “se não tiram as ilações devidas”, tal poderá mesmo acontecer.

Alegre dificilmente poderia traçar um diagnóstico mais cinzento ao Portugal de hoje. “É uma situação como eu nunca vi. Nunca existiu. É uma situação explosiva. Explosiva”, enfatiza o também poeta. Logo, recomenda, “se é preciso cortar com o memorando [da troika], corte-se. Se é preciso cortar com a troika, corte-se com a troika”, e sublinha : “Não quero estar na Europa para liquidar o meu País”.

in, Notícias ao Minuto

iQ Fish disse...

Assim a modos de, "Com uma Caidê em cada esquina"

Eondoic Scapegoat Design

http://www.youtube.com/watch?v=pREeYi_sj3U&feature=youtu.be

andorinha disse...

Caidê,

Totalmente de acordo contigo e com Manuel Alegre.“

"...se é preciso cortar com o memorando [da troika], corte-se. Se é preciso cortar com a troika, corte-se com a troika”, e sublinha : “Não quero estar na Europa para liquidar o meu País”."

A mim também me aprece óbvio, isto.
Que nos ouçam! Se não ouvirem a bem, terão de ouvir a mal.
BASTA! BASTA! BASTA!

O governo não pode demitir o povo, mas o povo pode demitir o governo.

"E se outra maneira há de sair daqui parece que só resta a revolução armada. Rezaria para não. Mas se viesse a acontecer seriam tão seus obreiros os revolucionários que a encabeçassem e a ela aderissem quanto esta mesma Presidência da República que teima numa obstipação destas."

Exato, Caidê.

"Do rio que tudo arrasa se diz que é violento, mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem".

Não me lembro nesta altura de quem é esta citação, mas tem-me acompanhado ao longo da vida.

andorinha disse...


«E um dia, nasce-nos um filho. Um colega morre. Perdemos um familiar. Um amigo de infância vai viver para outro país. Apanhamos um susto. Recebemos um diagnóstico de um médico que nos faz repensar tudo. Tudo. Cada um sente estas dores de crescimento de uma forma própria, mas na meia dúzia de coisas importantes que realmente conseguimos mudar na vida, há uma que parece ser consensual: quanto mais velhos ficamos, mais leves nos queremos tornar. E, camada após camada, vamos deixando cair uma série de carapaças a que antes dávamos importância. São as pequenas coisas que vamos deixando para trás. De que nos vamos despojando. As que já não importam. Para podermos acreditar que ficámos melhores. Mais espertos, mais elegantes, mais tranquilos, afinal. Para passarmos a dar mais valor ao que realmente conta. E o que conta, mesmo? Os afetos. Os mimos. O tempo que passamos com as pessoas de quem gostamos. O dizer à boca cheia 'gosto de ti'. Ver o 'Gran Torino' e sentir aquela mesma dor. Chorar feito piegas com as cenas finais d’'O Carteiro de Pablo Neruda', d’'A Vida É Bela' ou de 'Cinema Paraíso'."

Paulo Farinha, Notícias Magazine

P.S. Só a idade traz, de facto, esta sageza!

P.S.2 Vês, Anfy? Não sou só eu que o afirmo...:)

rainbow disse...


Boa noite:)

Vale a pena ler a notícia da BBC sobre a menifestação de ontem:

http://www.bbc.co.uk/news/world-europe-21643853

Ímpio

Obrigada pelos vídeos.


Caidê e Andorinha

Ontem, num discurso muito lúcido, um velhote dizia que a comunicação social iria dar ênfase à violência de alguns manifestantes, quando a maior violência é a que é exercida pelo governo sobre o seu próprio país e sobre os seus concidadãos.

Manuel

Um dia mencionou um blogue (onde a Ana B. comenta) duma poetisa portuguesa que tem uma editora. Podia dizer-me o nome da poetisa e da editora?

Um cheirinho a ternura e
bons sonhos para todos:

http://www.youtube.com/watch?v=aMD5-Op-PrU


iQ Fish disse...

Sou o candidato Iq Fish

O lema Aikifixe, é fixe!

Pedro para os amigos.

iQ Fish disse...

Isto de ficar a separar o trigo do joio. Dou-me por contente com o pão intergral:)

iQ Fish disse...

Bom Dia...

Legião Urbana
Quem inventou o Amor?

http://www.youtube.com/watch?v=hCFRn3BnJaE

iQ Fish disse...

De Frederic R. Douheret

Ah, O Amor

http://www.youtube.com/watch?v=KdcmFWX8MIU

bea disse...

Bom Dia :))

é 2ª

Vamos dar um passeiozinho higiénico antes que chova? sim? sim?

beijinhos.
ou ali recolher ar puro, respirações para a semana.

Fiquem bem. Podem sair dos vossos lugares. que a gente já se continua

iQ Fish disse...

Amigo,

Um Chega
Aos pares
Alguém vai ter que se desdobrar

Manuel disse...

Rainbow:

Chama-se Maria do Rosário Pedreira, é poetisa e editora na Leya.
Ultimamente tem escrito muitas letras para fados, de que destaco estes entre outros.

«Mãe»: Aldina Duarte - CD Mulheres ao Espelho (a voz é da própria Maria do Rosário Pedreira).
http://youtu.be/G3zuxltqR4I

«Sem palavras»: Carlos do Carmo & Maria João Pires - CD Sem palavras
(link não disponível na Net)

O blog onde diariamente deixa curtos textos muito interessantes sobre livros e literatura chama-se Horas Extraordinárias.



bea disse...

Caidê

Deus não nos deu um presidente da República, nós - maioria dos portugueses - é que o escolhemos. Que não vale nada, não vale.E já se sabia antes. Então...que escolhas são estas que se fazem?!

Concordo: enquanto sejam os partidos e sua máquina a escolher quem nos representa e defende, mal defendidos estamos, como ora e quase sempre se pôde ver (no entanto votou-se para presidente um homem de que se conhecia o trabalho, que já fora primeiro ministro...)

Eleições? para quê? para O AJS ficar no lugar do Passos?! é de rir.

A revolução exige uma mudança - de regime político, de princípios, de sociedade. Para que mudamos? quem nos guia na mudança? quem se aguenta connosco à bronca? é que o povo é quem paga e quem trabalha. E, por sê-lo, tem que ser orientado numa política honesta e com horizonte; onde o trabalho seja para alguma coisa, um bem qualquer. Que se prestem contas ao país dos avanços que então façamos, sem a gatunagem de que se rodeou a política portuguesa (tá bem, no estrangeiro também existe, mas é a nossa que nos ofende e temos a obrigação de expurgar). Se não for assim...abóbora. Nada. Que, com Europa ou sem ela, saibamos para onde ir. Os nossos filhos merecem caminho. Mesmo que não seja o que queríamos para eles. Devemos-lhes a esperança de um caminho. Ao menos.

Um bom dia de chuva a toda a gente que venha. E que por bem. Que para mal já basta assim :))

bea disse...

Andorinha (10:28)

concordamos todos com o que transcreveste. Mas poucos conseguem tal despojamento. Poucos. Atender apenas ao essencial, exige muita luta. O mundo é todo outro :)e treinou-te.

Rain

não sei se o que queres é o blogue de Maria do Rosário Pedreira. Chama-se Horas Extraordinárias e vais lá pelo nome. Deixo o resto para o Manuel :))
Um abraço pati

bea disse...

IQ

os amigos, por norma, são mais que um ou dois.
não te entendi no comment das 12,47. No problem, acontece com frequência :)

Rain

sopas depois de almoço:) O Manuel já tinha respondido e não vi.

iQ Fish disse...

Amigos,

Nunca
Para
Ouvir
Nunca
Digas
Nunca
E
Até
Para
Sempre

perhaps disse...

Para Sempre.
Sempre.

iQ Fish disse...

Girassol,

Não estou em condições de corar! Está muito nublado!

perhaps disse...

fish!

iQ Fish disse...

Perhaps,

As melhores previsões alertam-nos para um recuo de 20 anos e não é a torto e a direito que se fica assim.

iQ Fish disse...

QUEM
É
DOIDO
SEMPRE
PODE
VOLTAR
ATRÁZ
QUEM
O
EVITA

NÃO
TEM
RETORNO

Caidê disse...

Bolas! Ontem publiquei e não publiquei - perdi o desgramado post! 'Tou vendo!...

Pedro
Uma Caidê por aí? Por cada manif.?Quase! Mas tu és muito malandro, boy! :)

Andorinha
Mil estrelas para ti, por muitas razões, e, entre as mesmas, por:

- "O governo não pode demitir o povo, mas o povo pode demitir o governo."

- "Do rio que tudo arrasa (arrasta?)se diz que é violento, mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem". Brecht.

- pelo excerto do Paulo Farinha (gostei!).

Rain

Mas que verdade: "...quando a maior violência é a que é exercida pelo governo sobre o seu próprio país e sobre os seus concidadãos."!

Fiquei muito contente por saber que houve fôlego por aí à beira Rocha. :))Minha terra do sol! :)

Bea
Eu sei que quem elegeu o PR fomos "nós" - salvo seja!. Não foi Deus que o pôs no lugar de onde não vê, não ouve, não tem nada para dizer e nada faz. Mas foi com um espírito religioso que o "elegemos", porquanto se tivesse sido com um espírito científico, mais racional mais laboratorial e epistémico - ai não, não teria este povo alimentado a quimera cavaquista (como lhe chamou a Clara Ferreira Alves no Eixo do Mal).

Nós tendemos o mais à direita que sabíamos - foi o que foi! Alinhámos pela direita europeia.

Durante um tempo entendi que 50 anos de fascismo obscurantista justificavam muita coisa. Mas agora já não é esse analfabetismo!... Creio que agora é tudo marketing político e muita estratégia paga a soldo para o eleitoralismo pôr em marcha.

Uma revolução de direita tomou o poder pelo ato eleitoral - com o menor esforço político. Isto foi ou não foi assim? E agora? Resta-nos um funil com ponta cada vez mais estreita? Ou há coragem? Ou há compreensão que chegue enfim?

O 2 de março foi populoso, mas, Deus meu, predominavam os de 40 para cima e predominavam rostos tristes, vozes quase engasgadas. Um povo à beira da fome, um povo imerso na privação e no sofrimento ...um povo violentado.

Para o poder cair na liderança do JMS não contem comigo, é claro! Toda a fruta podre já caiu.

Mas não é só o JMS são as partidarites e os aparelhos partidários - colas à espera de bom diluente!

Desculpem se o discurso parece radical, mas eu também pertenço ao universo dos que foram desvalorizados apesar de trabalharem. Falo do lugar onde vejo!





andorinha disse...

Bea,

Bom dia? Aqui está/esteve um dia tenebroso.
Deuses! Que a primavera nunca mais chega...:(

O mundo treinou-me, eu sei, faço parte de todo um banho cultural...
Mas eu faltei a alguns treinos...:)))
E modifiquei-me com a idade. Deixei de dar importância a coisas que não a têm e que eu até aí valorizava...deixei de entrar em "guerrinhas" que não levam a lado nenhum. Agora só "perco" tempo com quem vale a pena e isso entronca nos afetos. Estou ainda mais disponível para eles, para dar e receber e sinto-me melhor comigo.

Também não vejo saída neste sistema político partidário. Nesse ser nem falo que me dá asco.
Era preciso uma convergência à esquerda e eles não se entendem:(

Na manif no Porto estava uma senhora com uma cartolina onde se podia ler: "Nunca mais vamos ter outro primeiro ministro como o Sócrates."
Li, pasmei, pus umas trombas e fiquei a pensar: Que raio de gente é esta???????????????????
Não têm memória? Querem a mesma merda de sempre?
Eu não sei porque não reduzem os partidos apenas a três. Facilitavam-nos a vida...Chiça!:(


Pedro,

Há gente que não é doida e não tem retorno...:)

Vou fazer um chá de romã. Alguém quer?:)

andorinha disse...

Caidê,

Obrigada pela correção e pela indicação do autor da frase. Também tinha a ideia que fosse de Brecht, mas não me apeteceu ir confirmar...:)

"Desculpem se o discurso parece radical, mas eu também pertenço ao universo dos que foram desvalorizados apesar de trabalharem. Falo do lugar onde vejo!"

Faço minhas as palavras de todo o teu texto.
Não acho radical. Acho o único possível. Meias tintas não nos conduzem a lado nenhum.

«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 238   Mais recente› Mais recente»