quarta-feira, maio 15, 2013

Boa noite.

Zapping. Vi O Substituto, com Adrien Brody, dirigido por Tony Kaye. Com um nó na garganta. Um professor aposentado não passa de um tipo com mais tempo e recuo para pensar o Ensino. E perguntar(-se) "como é possível?".

40 comentários:

andorinha disse...

Viu onde?
Ando há que tempos para ver esse filme e ainda não consegui...

Charmoso disse...

Daí que em teoria, a retrospectiva da nossa vida, não será mais que um recalcar de erros jamais observados!

João Pedro Barbosa disse...

JMV,

Há pessoas que nos marcam e mesmo sem "chip", não lhes perdemos o rasto!

JPB

João Pedro Barbosa disse...

Fizeram-me lembrar a professora Lícinia. De matemática na Escola Augusto Gomes no 2º, 12º ano. Tinha fama de ser exageradamente exigente. No fim da aula, entre trabalhadores estudantes ou só estudantes. Subiamos as escadas para o edifício principal. Por casualidade acelerei o passo lentamente e sgredei-lhe - Não é tão má como dizem! - Na semana que perdi a força anímica, quando voltei. Perguntou-me se eu já tinha desistido. Depois da prova Nacional, a média era de "16", com o 19 a nivel nacional A professora reviu o meu percurso. e quando lhe perguntei a nota do Liceu. Saiu-lhe um "18" e a emoção de injustiça do Inverno passado, Brilhava naquela tarde de Verão, sorriu e entrou no carro. No ano seguinte. Pelas feições, ia inscrever a filha na escola de Inglês. E perguntou - É irmão do João Pedro? - (...)! - Foi o melhor aluno que eu tive.

bea disse...

Gostei tanto desse filme...é o tema, o actor, e a realização. Já tinha aqui falado sobre esse filme. Não me lembrava que se chamasse assim.
queria ter sido ele mesmo sabendo que fui eu só. Passou.

Há um outro muito diferente sobre um professor substituto. Agora não me recordo o nome. é mais realista. E tb interessante.

E tenham um bom dia que estou hoje muito afadigada. A fazer coisas.

Um abracinho porque está frio. Vamos cantar "Todos juntos, todos juntos..." (não sei o resto)

bea disse...

João Pedro

a tua professora merecia mais:) ou é só para que saibamos que eras bom a Inglês?

Fica bem.

andorinha disse...

Bom dia:)

Já falaste aqui do filme, sim. Lembro-me perfeitamente. E lembro-me de dizer que também o queria ver.
Até hoje...
Chiça! Ando sempre atrasada!:)))

Se te lembrares do outro filme, diz, tá bem?

Eu canto "Todos juntos, todos juntos..." embora não saiba que canção é. Mas só por esse pedacinho parece-me bem...

JP,

Gostei de te ler, miúdo:)

Beijinhos.

E agora vou...estou afadigada, também...:)

João Pedro Barbosa disse...

OOOOOH! Bea!

Aprendeu a escrever por si mesma?

Saudinha?!

Bartolomeu disse...

Henry Barthes cessaria de saltitar de escola em escola, se tivesse ao seu lado uma mulher como este senhor tem a sorte de ter:
http://www.tvi24.iol.pt/videos/video/13866730/1

João Pedro Barbosa disse...

"O Ùltimo do Murcons"

http://3.bp.blogspot.com/-g6OYDOXPv6g/UZOhrm7ueZI/AAAAAAAAArQ/HzBxNJvAKc4/s1600/DSC_0034.JPG

João Pedro Barbosa disse...

Henry Barthes,

Tenho um CV só com disciplinas opcionais!

João Pedro Barbosa disse...

"O que arde, cura. O que aperta, segura"

http://4.bp.blogspot.com/-w__gKOhKIwk/UZO-M-A1buI/AAAAAAAAArg/rM8mLEln7ag/s1600/DSC_0035.JPG

AQUILES disse...

Desejo, apesar de tudo, aos meus amigos benfiquistas que o destino lhes sorria de felicidade.

João Pedro Barbosa disse...

"Esperemos Que a Ùltima Final Tenha Servido de Lição"

http://3.bp.blogspot.com/-QvSZaIhTkHQ/UZPLKsTnTOI/AAAAAAAAArw/o6fagPysVKI/s1600/DSC_0036.JPG

Ju disse...

Não consegui ver o filme e tenho pena, pode ser que passe um dia na TV. Sou professora, aposentada mas serei sempre professora. Fico com os cabelos em pé quando oiço o que muitos dizem sobre Educação, a começar pelo ministro: tenho já um grupo sinalizado como das minhas embirrações de estimação. Fico estarrecida com a ignorância e a pesporrência, uma das palavras de que o meu pai gostava muito...

João Pedro Barbosa disse...

Que ganhe a mais feliz...

bea disse...

Andorinha

:) vês nas férias. Adrian Brodi vale a pena.

O outro é francês, ou pelo menos é a língua em que é falado. Chama-se Monsieur Lazhar. Eu gostei. Bastante diferente de Adrian Brodi, este professor.

Vou ali enquanto Portugal está suspenso.

João Pedro Barbosa disse...

Verdes são os campos, José Afonso

http://4.bp.blogspot.com/-YbaccJh5PeI/UZPtVA-Sj-I/AAAAAAAAAtg/9NsomS0Er9s/s1600/DSC_0040.JPG

João Pedro Barbosa disse...

Gabriel, O Pensador - Eu & a Tábua

http://www.youtube.com/watch?v=OkRc9gTTgWg

João Pedro Barbosa disse...

"Tenho Uma Quinta! Todas As Semanas"

http://2.bp.blogspot.com/-DfpMy3sTPw0/UZP6qaenIjI/AAAAAAAAAtw/2k0XqaH6O9g/s1600/DSC_0040.JPG

bea disse...

É que estou mesmo triste com isto tudo, caramba.
Vou remoer um bocadinho. Amanhã acordamos e é um dia novo. E começa tudo outra vez.

Um abraço de boa noite para quem.

bea disse...

João Pedro:)
só tu me fazes sorrir. Todos nós temos uma quinta todas as semanas; só para saberes que não estás sózinho. Pronto.
E agora vou remorder. Ajuda-me.

andorinha disse...

Obrigada, Bea, pelas dicas.

Vou tentar dormir, o que não vai ser fácil...

Beijinhos, malta.

Fiquem bem:)

andorinha disse...


http://www.publico.pt/mundo/noticia/alda-e-saudavel-e-pediu-para-morrer-mas-o-seu-suicidio-arrastase-em-tribunais-1594503

Tem 82 anos, é suíça e há dez anos que tenta que os médicos a ajudem a morrer num país onde o suicídio assistido é permitido. Mas Alda é saudável e o seu caso chegou agora ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

Esta mulher, sendo saudável, há dez anos que luta pela morte em vez de viver????????

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos?
Mas alguém lhe está a tirar algum direito?
Se quer morrer, que se suicide. Há várias formas, como saberá.
Sou totalmente contra o suicídio assistido em casos semelhantes.
Há cada uma!

Seria até um bom tema para O Amor é...penso eu de que:)

Sem sono...e palpita-me que tão cedo não o encontro:)))

andorinha disse...

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/angelina-pondera-tirar-ovarios

Angelina pondera tirar ovários.

Atriz que fez dupla mastectomia preventiva luta contra possibilidade de contrair cancro.

Era melhor ela tirar todos os orgãos que assim já não morria de cancro de certeza.
Está tudo doido!

João Pedro Barbosa disse...

Sam cooke - Only sixteen

http://www.youtube.com/watch?v=ANDbq0N0MzU

bea disse...

Tenho a ceteza que não conseguiria proceder como Angelina Jolie. E não sei, não sei mesmo se o médico que falou na TV tem razão em louvá-la. Não sei se esta é a forma mais sensata de responder a um estudo de probabilidades mesmo se são tão elevadas. Admito que o sofrimento da mãe tenha sido grande e deixado marcas. E até que a sua probabilidade de contrair a doença por existência da tal mutação de genes seja enorme. Mas soa a automutiliação. Em meu entender não é assim que se joga o jogo das probabilidades. Tanto sofrimento parece-me quase loucura; ou a expiação de uma culpa. Que exemplo é este afinal? Segundo ouvi ela não tinha qualquer sintoma da doença.
Mas sim, decidiu. Espero que saiba que o cancro pode atacá-la em qualquer órgão.

bea disse...

Quem está saudável e luta pela morte, consegue. Pela calada. Sem dar brado às organizações.
Há quem deseje uns momentinhos de glória à custa de espafurdices.

andorinha disse...

Disseste tudo, Beazita:)

AQUILES disse...

Bea
Concordo com a sua análise.

Cê_Tê ;) disse...


(Podem encontrar o filme completo no Youtube.)
´"Como é possível?" ???

Como é possível o quê exactamente, professor?

- Serem órfãos, os alunos?
- O sofrimento psicológico/ físico dos professores?
- Os custos que pode ter um abraço não dado/ recebido?
- O tipo de interações que os bandos estabelecem entre eles de exclusão uns dos outros?
- A (sub-)vida dos professores contratados que ficam com o pior dos piores?

O filme apenas mostra a história de um professor que resiste por nada ter. Conheço alguns que passaram para o lado de lá... também porque faltou o tal abraço de um colega que diz o tal "obrigado". Quanto aos miúdos- não é fácil lidarmos com a forma como reagem ao seu próprio sofrimento psiquico! Não é! Sobretudo porque é díficil conhecer as histórias reais que eles vivem entre 4 paredes (que a cãmara do filme mostra) e depois é dificil mudar os destinos. No filme tudo se precipita em pouco tempo mas todos sabemos que esses são destinos dramáticos que acontecerão mais tarde ou mais cedo.
(escrevi de mais? ;/)

Como mudar?

Sinceramente...
Não sei.

João Pedro Barbosa disse...

Cê_Tê ;),

Registar, editar, produzir...

http://vimeo.com/59908547

João Pedro Barbosa disse...

tLiNiTlÊs

Cê_Tê ;) disse...

Gostei, JPB. ;)
Quando puder coloco um link de uma reportagem sobre a Libéria que és/são capazes de "gostar". "Gostar" não é a palavra certa ;///

Cê_Tê ;) disse...

http://www.youtube.com/watch?v=ZRuSS0iiFyo&list=PLaXh5K3Yzz-9BkUzrrvtUIW-34sYWhtwl&index=4

Os fulanos da Vice são incomuns ;)

João Pedro Barbosa disse...

"Em busca do minimo denominador comum"

http://en.wikipedia.org/wiki/Praseodymium

Miosotis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Miosotis disse...

Suponho que gostaria também de ver 'Professor Lazhar'(Monsieur Lazhar)...

andorinha disse...

Também não sei como, Cêtê...:(


João Pedro,

Sempre em cima do acontecimento...:)

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Tenho que ir á sala. Desligar as luzes.