sexta-feira, novembro 22, 2013

Crowded House - Don't Dream It's Over

24 comentários:

João Pedro Barbosa disse...

Que noite mais estranha? Desci à sala devo-me ter sentado no sofá e acordei no tapete! Vou ouvir a musica para ficar com alguma coisa na cabeça.

bea disse...

Hummm...também acordei às cinco sei lá porque.Parvoíces.

e venho desejar uma boa sexta num mau dia. Pode. Porque não?

Fiquem bem que.

Ardeu tudo senhor professor? Ora esta. E a gente aqui tão perto e sem sentir cheiro de fogo...a tragédia que a vida é.

beijinhus a todos

bea disse...

ah! e não se manda não sonhar. que palermice (ainda não ouvi o vídeo, ham? estou falando de cor).
até mais que o meu comboio não espera.
Fiquem

João Pedro Barbosa disse...

Só me vim desocupar. Bom dia! Como esteve a quinta?

João Pedro Barbosa disse...

Professor,

Alguém quer? Sonhar pode dar pesadelos! Respeitemos o sono dos justos.

P.S: "Estou a estudar a lição"

bea disse...

Qual quinta Jean Pierre? a que é féria ou a que tem terra,água, árvores, bichos, pessoas...and so on.As duas estiveram bastante bem, sim senhor. Precisava-as. Suavizam qualquer pesadelo. Alisam sem retirar.

Andas estudando? evito, faz-me dor de cabeça.

Conversa de mãe estarola a um estudante que não és tu. Nem por nada:

Juizinho ham? Não te esqueças de cumprimentar e ir sossegadito para o lugar. nada de conversas com aquele menino que está na carteira atrás de ti. Olha que se a professora me volta a fazer queixas, vais ver como elas te mordem. E deixa as miúdas em paz, poça! não tens o pátio dos rapazes, ou já lá não cabes? Mau, mau. Toma tento que no outro dia bem te espreitei o intervalo e andavas no pátio das meninas a correr atrás duma gaiata de tranças. Não tens vergonha? Ó criança! nem pareces meu filho, se alguma vez eu saí do meu pátio. Nunca! Em quatro anos que lá andei. Quatro anos, repara bem. Pronto, vai lá. E vê se te lembras do que te ensinei ontem, não é pêai é pai. Despacha-te criatura, senão chegas atrasado. Vai, vai, vai. Dá cá um beijo, pronto, tá bem. Té logo

andorinha disse...


No, I won't...:)))))))

Inté...

rainbow disse...


Don´t dream, it´s over?
Never!


ANDORINHA!:)

Parabéns!
Um dia muito feliz à murcónica e querida amiga.
Que a alegria e a juventude nunca te abandonem.

Um abraço de apneia e um presentinho:

http://www.youtube.com/watch?v=roPQ_M3yJTA

Beijinhos per tutti

João Pedro Barbosa disse...

Pensando bem. Agora que está a começar! Já se pensa em acabar?

bea disse...

Mau!

Andorinha!!!

tu fazes anos hoje? é que vocês levam a vida a fazer anos!

Também vou fazer anos, pronto. Mas não hoje.

Andorinha, é o teu dia!!!

PARABÉNS

e que o tempo por cá nos encontre. Velhinhas, caquéticas. Mas, ó bom Deus, pf, sem reumático nos dedos, tendinite nos pulsos, esquecimentos parvos demais como não saber a passe:) e pelo me lado, embora eu não seja a aniversariante e não tenha nada a ver, faz com que haja sempre uma piscina de água quente perto de mim, ajuda-me a conduzir até lá e podes crer que te sou grata até ao eterno de Ti. Mais, se te encontre lá no outro mundo, olha, não te livras de um abraço e umas beijocas. Se eu esteja já muito desdentada serão um bocado chochas.It's up to you.

Ah, pronto. Trata bem a andorinha que parece que faz anos hoje, não a deixes ir peixando por aí, vê mas é se guardas as nuvens quando ela se lance ao azul. Ouviste? quer dizer, leste?

Um beijinho para ti andorinha. E outro a um deus que te guarde.

E fiquem bem que tenho mais que fazer do que escrever as parvidades que hoje se me desataram nem sei porquê, mas não há tempo. Pois aqui as deixo. Tome-as quem queira. Despi-as. Pronto.
Vou indo

bea disse...

oh! Esqueci o presente. Não parece muito adequado andorinha. Mas pode que encontres alguém nos teus vôos que te cante a canção da chuva. É tão bonita.


http://www.youtube.com/watch?v=M2HOHheHkAU

João Pedro Barbosa disse...

Bea? Está cheia de fé! O exagero leva aos limites.

Impio Blasfemo disse...

O título Crowded House faz-me navegar até outras paragens. Como por exemplo Aula Magna, ontem, uma sala cheia e com muita gente a assistir de pé, gente da minha idade. Dirão uns, anciãos, dirão outros, ironicamente, a geriatria da nação. Bruto da Costa, Helena Roseta, Ruben de Carvalho, Mário Soares, Pacheco Pereira, entre outros, sentavam-se na mesa que presidia à reunião na Aula Magna. Gostei do discurso do Pacheco Pereira que abaixo deixo apenas um excerto. Gostei do discurso da Helena Roseta e também em baixo está uma parte dele.

“Este governo rebentou com tudo. Fez uma espécie de destruição criativa…” Público – Pag 28 de hoje 22.11.2013 (Sobrinho Simões)

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=697638&tm=9&layout=123&visual=61

E como o caminho faz-se caminhando, é imperioso sair da sonolência que o divã proporciona, descalçar as pantufas e vir para a rua, pois já cá anda muita gente……
Falei metaforicamente, mas também não só. Vir a estas reuniões, dar a cara é importante. Como também é importante não andar com gente pestilenta. Alturas há em que a complexidade de análise tem de dar lugar a escolhas simples:- ou se anda com pestilentos , ou não…… Coabitar uma nuvem no Olimpo, cheia de deuses e deusas e algumas ninfas, nestas alturas, não dá! Não dá para assobiar para o lado e fazer que não se vê, ou que não se deu conta do que se está a passar.
As escolhas são incómodas? Ah sim? Pois quem diria.....! Pois quem diria....
E se não fossem incómodas, seriam escolhas? Ou não seriam apenas agulhagens feitas na base de um deitar a moeda ao ar?

Saravá
Impio

João Pedro Barbosa disse...

Impio,

O comentário 13º que aqui deixas-te está como o "4" na cultura oriental. Um pouco de insuficiências só estimulam a parte suficiente a se reforçar! VITRUVIUS?

Impio Blasfemo disse...

João Pedro

Dizes bem "um pouco". Pois um pouco não faz mal, até nalguns casos pode dar um certo ar da sua graça. Mas mais que "um pouco" é correr o risco de passar de uma descontraída caganita de cão à porta da nossa casa, para uma enorme camioneta de estrume estacionada à nossa porta; um problema de quantidade.

Abraço
IMPIO

João Pedro Barbosa disse...

É fim de semana? Felizmente! Segunda feira há mais.

João Pedro Barbosa disse...

Bea. As pessoas inicialmente viviam em buracos! Depois abriram uma janela, para apanhar corrente de ar?

João Pedro Barbosa disse...

Imagine Dragons- The Archive EP (Full)

http://www.youtube.com/watch?v=NfaDgVFCqws

bea disse...

Não, não João Pedro. As janelas, sabemos de as haver em todas as casas, servem para apanharmos ar, entrar luz e melhorar o ambiente, vermos se chove ou faz sol...a tua mãe não te ensinou que só há corrente de ar se abrires a porta em simultâneo?

Ímpio

uma enorme camioneta de estrume à porta é o que todos temos.Mas há muito nariz habituado a chafurdar na imundície, não nota. E noutros é desânimo de se ser tão maltratado e pouco poder. Só ter a rua também satura.

Mas, como viste, dar a cara não é para todos. Ficar na linha da frente do ataque não serve aos copinhos de leite, pede homens e mulheres situados.

Apesar de já ter ouvido os discursos, tiveste boa lembrança. Obrigada.

João Pedro Barbosa disse...

Bea. Os buracos! São fechados?

andorinha disse...

Rainbow,


Bom chegar a casa e encontrar os vossos presentes.

"I'm like a bird"...sometimes:)))
Bigada, amiga.
Hoje foi um dia normal. Trabalho e jantar em família.
Amanhã vou beber um copo com alguns amigos.


Bea,

Não gosto muito de chuva, mas estou a ouvir com muito agrado José Feliciano.

"e que o tempo por cá nos encontre. Velhinhas, caquéticas."

Loooooooooooooool

Que nos encontre, sim. Não importa o como.

Ainda não me convenci que fiz sessenta anos:) Looooooooooooooool

Obrigada, amigas.
Beijo doce.

P.S. Querem uma fatia de bolo? Ainda há.....

andorinha disse...

Impio,


Não devia falar contigo já que nem sequer os parabéns me deste, amigo desnaturado:)

Gostei do que escreveste, mas também concordo com a Bea:

"...uma enorme camioneta de estrume à porta é o que todos temos.Mas há muito nariz habituado a chafurdar na imundície, não nota. E noutros é desânimo de se ser tão maltratado e pouco poder. Só ter a rua também satura."

Mas como dizes, não dá para assobiar para o lado. Há que fazer opções, há que ser mais interventivo.
Se vivesse em Lisboa também teria estado na Aula Magna.

Impio Blasfemo disse...

Mil perdões Andorinha. Parabéns e que contes muitos. Viva Guimarães, a capital da cultura. A propósito, que raio é que aquele V estilizado que mais parece um braço com ua enorme batata de músculo, estilo super-homem, enfim, explica-nos lá aquele símbolo que anda por aí e que até parece que os vimaranenses(aquilo para mim parece um GORDO V com músculo) ainda não sabem bem o que é!
Como nasceu aquele V com uma batata de músculo numa das pernas?
Mas pronto, não me meto mais com o símbolo vimaranense.
Olha que cá por baixo faz u friozinho que até parce que o Norte veio de férias para o Sul. 10º à noite e uma huidade que entra pelos ossos adentro. Só à lareira a beber uma boa "queimada" é que se está bem.

Abração e Parabéns

IMPIO

João Pedro Barbosa disse...

Com siso. Muitos sonhos! Parabéns?