quinta-feira, fevereiro 24, 2005

A dúvida

Que nos proporcionará a formação do novo Governo? Refrescante safari em busca de Novas Fronteiras ou melancólico passeio pelas quintas do PS? A ausência de euforia popular na noite de eleições disse tudo: a satisfação pela partida de quem até os seus opositores embaraçava foi mitigada pela dúvida sobre como será preenchido o vazio que antes de ser já o era. Por quem? Com que resultados práticos? Se o país não estivesse teso, empregaria o calão do póquer da minha juventude dizendo que o povo paga para ver. Assim, receio que a comparação mais adequada seja outra: os eleitores meteram os relógios no prego e entregaram o dinheiro daí resultante ao PS, a quem fitam com o credo na boca. Porque se ele aposta mal e perde, o próximo jogo será a feijões. Quando muito e se chover!

3 comentários:

Clara disse...

Um PS forte, unido e principalmente com coragem politica é o que espero, e acredito que assim será. Contamos consigo "camarada" para essa dificil missão.

Chinezzinha disse...

Também acreditei um pouquinho no PS mas já imaginava situação que hoje se está a passar.

Dr.Júlio Machado Vaz
Conheci o seu blog por puro acaso porque estava na net à busca de artigos seus.
Muitos parabéns pelo blog.Vou colocá-lo nos links dos meus assim como dos meus grupos da MSN.

Beijinhos

João Pedro Barbosa disse...

Depois De À Esquerda Termos Mário Soares E Virmos A Ter Marcelo Rebelo De Sousa Ainda No Imaginário Da Segunda República Só Mesmo A Constituição Que Nos Rege Para Salvaguardar Os Deveres Direitos E Garantias De Soberania