sexta-feira, novembro 07, 2008

E se ele for apenas Clark Kent?

As expectativas em face de Obama já ultrapassaram o registo da idealização, mergulhando numa hipnose messiânica. O despertar vai ser duro... Felizmente existirá alternativa para os desiludidos na próxima eleição: uma Sarah Palin que acreditava ser África um país e a África do Sul parte dele! Provavelmente no extremo norte...:).

23 comentários:

lobices disse...

(permito-me repetir o que deixei no outro post):
...
...para quem "percebe" da simbologia dos Signos, não se esqueçam que Obama é:
...
...Leão com ascendente de Escorpião
...
...isto significa a concentração de poder, de força, de desígnio de um grande Líder, de um grande Chefe que não olhará a meios para atingir os fins que entende serem os mais apropriados, ou seja, nunca se deixará influenciar pelos outros: fará sempre o que entender dever ser feito, á sua medida, á sua vontade...
...
...veremos

A Menina dos Balões disse...

Ai, isso até dói... só de pensar na Sarah Palin como alternativa...

Bárbara disse...

Olá Dr. Júlio Machado Vaz, venho por este meio informar-lhe que enviei-lhe uma carta para uma clínica em Braga e para o seu mail que lá aparecia a referir esse facto.
Gostaria que quando recebesse a carta com o projecto, me fizesse o favor de me avisar, para saber que foi entregue ao destinatário.
Beijinhos de admiração

Laura disse...

Ora aí está uma mulher em quem eu não votava nem morta.
Pobre McCain que teve de a gramar...
-Talvez alguém do CDS / Braga se lembre de lhe telefonar a fazer-se passar pelo resignatário do PND e a convide para a sede vacante do partido?... (ela morde, claro! também mordeu o falso Sarkozy..)
Ai, ai, ainda vamos ter pena de perder as boutades da santanete americana.
………
Pensando bem, acho que os homens não gostam visceralmente da Palin só por causa da intimidade que ela mantém com os alces… ;):):)

SeDona_Su disse...

Ou
é preferível a ficção do "apenas Clark Kent" à realidade de uma Sarah Palin

A Menina da Lua disse...

Pois a Sarah Palin! não há pachorra que aguente!. É do tipo de inflexibilidade mental que até assusta! e que dá vontade de despentear metafóricamente falando claro:).

Eu entendo-o mas de qualquer modo Professor, independemente de as pessoas terem ou não já entrado na idealização, a capacidade de sonhar só pode ser atribuída à responsabilidade de cada um.
E por outro lado "enquanto o pau vai e volta folgam as costas"...e sonhar é sempre muito mas muito bom.
O que eu desejo é que a queda da eventual desilusão seja o mais atenuada possível e que apesar de tudo a mudança se possa traduzir em algumas vantagens principalmente para os mais desfavorecidos:)

RAM disse...

Acabei agora de ver a primeira conferência de imprensa de Obama.
Julgo que o despertar já começou: o de Obama e o dos analistas.

Revelam-se as fragilidades de um discurso alicerçado, ao longo dos últimos meses, em meros slogans, desprovidos da fundamentação de um pensamento estruturado.
Falta-lhe aquilo que Hillary tinha... talvez em excesso!

A única coisa concreta referida hoje foi a intenção de comprar uma "cão hipoalergénico" para a filha: os mercados e a economia real respiraram de alivio!

Bárbara disse...

Obrigada pela sua atenção e pelo seu carinho ao ter-me avisado da recepção da carta.
Muito cordial.
Beijinhos

andorinha disse...

Looooooooooooooooooool
A mulher disse mesmo isso?!
Deve ter tirado o curso na Universidade Independente:)))))

Quanto às expectativas...pois, quanto mais alto se sonha maior é o tombo.
Aguardemos...

cabecinhapensadora disse...

Não interessa nada, mas gosto de Clark Kent, do seu jeitinho desajeitado e meio timido, dos óculos, das frases meio gaguejadas.Parece-me mais próximo. É só uma pessoa normal? E depois? Era nele que nascia o super. Sem Clark não há o resto.
Quanto a Obama, o tempo vai mostrá-lo melhor.

Gonçalo Rosa disse...

Concordo consigo. Como a sua, a minha preferida era Hilary. Mas vejamos as coisas pelo "copo meio cheio" e não pelo "meio vazio", Prof...

Com Obama haver provavelmente um aliviar de tensões com diversos dos seus inimigos tradicionais. Obama (e os democratas) é mais homem de diálogo e menos de armas (que Bush e McCain). Os democratas têem fama de serem bem melhores que os conservadores na área económica/financeira. Tal como Clinton e Al Gore, Obama acredita (e incrível que ainda hoje estas coisas tenham que ser postas numa questão de fé:( no aquecimento global, suas causas e consequências.

Não vou em "hipnoses messiânicas" (suberba designação, Prof.:). Mas com Obama, creio ter óptimas razões para ter esperança num mundo melhor... bem melhor do que com McCain/Palin.

1 abraço,

Gonçalo
PS - pelo nome, a Sra. Sarah faz-me lembrar um Michael, também Palin, lembra-se, Prof? Um suberbo Monty Python... só que o Michael, ficava-se pelas telas de cinema ou pelo ecrã do televisor... a Sarah, ameaçava saltar para o mundo real, num argumento trágico-cómico (receio bem que mais trágico que cómico :(

cdgabinete disse...

Se ele for so clark kent.... não tem mal... porque o kent era um empregado dedicado, trabalhor e com bons resultados....
O Obama para voar pode sempre usar o aviao presidencial :)

Julio Machado Vaz disse...

cdgabinete,

Ele é acima de tudo um tipo capaz de fazer os outros sonhar e reuni-los à sua volta. Se conseguir reunir uma boa equipa nas diversas áreas da governação já me dou por satisfeito, não espero milagres:).

anfitrite disse...

Desde que o super-homem ficou confinado a uma sofisticada cadeira de rodas deixei de acreditar em milagres.
Quanto à Sara Purgante ela representa a "américa profunda", neste caso, a "américa superior", porque como está lá no Alaska, está mais perto do Céu. Mas não se preocupem, porque se isto não melhorar nos próximos quatro anos, se não se inverterem/mudarem os valores, não vale a pena ter esperança.
(Esta redacção está um bocado confusa, mas como dizia o outro:"qualquer idiota é capaz de pintar um quadro, o verdadeiro artista é aquele que consegue vendê-lo").


Lobices, eu também sou Leoa e o resultado está à vista. Já o nosso anfitrião é um Balança, puro.





P.S. Fdl, eu não defendi os israelitas, só porque eles são capazes de fazer chover no deserto. Como todos os obstinados, são sempre uns possíveis criminosos.

Laura disse...

Professor, quanto mais não seja, para mudar muita coisa bastará a diferente política financeira, e até bastará - para já - uma diferente estratégia fiscal, em particular.
Essa é uma pedra de toque concreta para a esperança.
Bush jamais tocou nos so-called capitalistas (os autênticos), alegadamente porque esses, sim, faziam evoluir a economia. Já sabemos que isso é em parte uma verdade. Mas como ele não ousou estabelecer regras...
...Viu-se a evolução:(:(

Eu acho que não há país (e logo um país como os USA) que sobreviva a uma enorme classe média esgotada, arruinada e sem oportunidades.
Na história foi por aí que começaram muitas convulsões, cujo saldo final não aproveitou exactamente aos "sem terra".

(já sei que isto que vou dizer é impopular, mas olhem que por cá as coisas estão bem perto de um cenário assim: cegueira absoluta, como Bush, perante os sinais(?)

anfitrite disse...

Desde que o super-homem ficou confinado a uma sofisticada cadeira de rodas deixei de acreditar em milagres.
Quanto à Sara Purgante ela representa a "américa profunda", neste caso, a "américa superior", porque como está lá no Alaska, está mais perto do Céu. Mas não se preocupem, porque se isto não melhorar nos próximos quatro anos, se não se inverterem/mudarem os valores, não vale a pena ter esperança.
(Esta redacção está um bocado confusa, mas como dizia o outro:"qualquer idiota é capaz de pintar um quadro, o verdadeiro artista é aquele que consegue vendê-lo").


Lobices, eu também sou Leoa e o resultado está à vista. Já o nosso anfitrião é um Balança, puro.





P. S. Fdl, eu não defendi os israelitas, lá porque eles são capazes de fazer chover no deserto. Como todos os obstinados, são sempre uns possíveis criminosos.

Mad disse...

Uhhhhhh... mais um desiludido da vida.

Parece-me, caro Professor, que está a precisar desesperadamente de se apaixonar outra vez, para deixar de ver este filme a preto e branco!

1 abraço de admiração,
Mad

Mad disse...

Mais:

Não seja assim. Lembro-me de si a acabar toda e qualquer frase com um sorriso (que eu interpretava sempre como) maroto/optimista. O que aconteceu ao seu "se calhar..."?

+1 (ver acima)
Mad

Canibal disse...

Como é a vida de desempregado?

Acompanhe em
http://recemdesempregado.blogspot.com/

Ventania disse...

Pessoalmente, acho perigosíssimo o exagero nas expectativas que o mundo tem com a eleição de Obama. Incomparavelmente mais digno, inteligente, são e idealista do que o atrasado mental do Bush, não nos esqueçamos que Barack Obama é apenas um homem, não é nenhum deus... Temo que seja crucificado ao primeiro erro (sim, que toda a gente erra).
Já agora: Sabiam que do Alasca se vê a Rússia? Garantido pela D. Palin! ;)

Nuno Guimas disse...

Penso que há cartoons que dizem tudo.
No Inimigo Público de sexta-feira há um em que Obama saíu directamente da limusine para cima de um dos lagos frontais à Casa Branca. Perante a preocupação dos seus seguranças, ele diz "I'll walk from here.", suspenso à superficie :).

septuagenário disse...

O espírito prático e inovador dos americanos tiraram mais uma da cartola.

Como sempre, os americanos à frente.

Até um dia!

yulunga disse...

Bom dia maralhal.
África do Sul provavelmente extremo norte. Boa suposição. LOL
Essa da D. Sarah Palin faz-me lembrar a do Sr. Bush quando afirmou que tinha pena não saber Latim, para assim poder comunicar melhor com os países da América Latina.
:-P

E já que deste lado temos o tão famoso humor britânico, essa quantidade de gaffes vinda do outro lado do oceano só me leva a acreditar que não são gaffes, mas sim o surgimento do humor americano.