terça-feira, abril 07, 2009

Com inveja, mas sem hipocrisia:).

Parabéns ao Futebol Clube do Porto, que merecia ter ganho o jogo. Como cresceu a equipa desde Outubro/Novembro! Que me seja permitido destacar Cissokho, o miúdo tornou-se um veterano em poucos meses. Na minha opinião, apenas Liverpool e Barcelona podem bater o FCP. Atendendo a que estão na outra metade do sorteio..., cheira a final que tresanda:).

11 comentários:

Xelim's Skull disse...

É pena o António Pedro Vasconcelos não passar por aqui, porque se o fizesse ele garantia-lhe que o melhor plantel da 1ª liga é o do Benfica!

andorinha disse...

Não consigo dar os Parabéns a um clube cujos dirigentes, jogadores e adeptos aplaudem de forma efusiva todas as derrotas do Benfica mesmo além fronteiras.

Ainda ontem ouvi Jesualdo dizer todo enfatuado que tinha a certeza que 10 milhões de portugueses iam torcer pelo Porto.
Enganou-se...eu não, lamento, mas não consigo.

Quem diz a verdade não merece castigo:)

Maria Martins disse...

Caro Professor,tenho saudades da sua "Maria".
Versando este postal tema idêntico ao interior, suspeito que os comentários irão proliferar.
De qualquer modo, seja bem-vindo à sua casa.
Boa noite

Tangerina disse...

Andorinha,

Não percebo porque é que o Jesualdo Ferreira se enganou... segundo a wikipedia, estima-se que em 2007 Portugal tivesse 10 617 575 habitantes... ;-)


Boa noite. :-P

andorinha disse...

Tangerina,

Pronto...sendo assim penitencio-me pelo erro...:)))

cabecinhapensadora disse...

sem inveja e sem hipocrisia: viva o futebol clube do Porto pelo que jogou. e também por ser Portugal a jogar. E o resto não importa. Neste momento.

yulunga disse...

Hoje até vou comentar futebol.
E já que o inimigo era estrangeiro, bibó Porto canudo!

Su disse...

merci


andorinhaaaaaaaaaaaaaaa volta aqui e dá sim os parabens merecidos.....


além disso penitência aqui não existe, vamos..........
.........aguardo:)



jocas maradas de azul

Gonçalo Rosa disse...

A continuidade do FCP - que jogam claramente o melhor futebol jogado em Portugal - na Champions, darão cansaço e lesões. A última e triste réstia de esperança para nós, vermelhos, termos (ainda) a miragem do título de campeões nacionais. É esta a mais triste dependência (e não a dos pontos) que se pode aspirar. A da desgraça alheia quando não parece haver virtude própria.

E talvez fosse sendo tempo de nós e (principalmente) lagartagem, nos convencermos que o facto de não ganharmos títulos tem mais haver connosco que com arbitragens mal amanhadas. Era assim que lá chegavamos...

1 abraço,

Gonçalo

andorinha disse...

Su,

Voltei por ti, mas não consigo fazer o que me pedes...:)))))

jocas maradas...de azul, pronto:)

Nuno Guimas disse...

Obrigado !!!
Vamos a ver se não entramos num optimismo desmedido que pode ser prejudicial.
Como acto de "charme" :) deixe-me dizer-lhe que de facto o Benfica precisa de mudar essencialmente as pessoas que se têm aproveitado do clube e de alguns sentimentos primários (tão comuns no futebol e tranversais a todos os clubes); o clube em si e muitos dos seus simpatizantes merecem melhor. Na minha infância, embora já adepto do Porto, admirava e vibrava até com as jogadas do Chalana e do Carlos Manuel, com as defesas do Bento e a máquina trituradora que era Magnusson. Apesar de achar que o futebol é utilizado ainda em Portugal demasiado como "ópio do povo", eu de facto gosto muito do desporto e admiro quem merece, e "esse Benfica" merece muito mais.