quinta-feira, janeiro 12, 2012

Mãos à obra!

Atravessava eu calmamente a Arrábida quando escutei a angústia do Álvaro: " Se foi possível um português construir um império mcdonaldsiano assente no frango de churrasco, o Nando's, por que não acontece o mesmo com as natas? São as natas inferiores aos frangos?" (mais palavra, menos palavra...).
Murcónicos, o exercício da cidadania convoca-vos e à tertúlia que com tanto brilho animais, é preciso ajudar o Álvaro! Serão realmente as natas inferiores aos frangos? Por que não invadem as papilas gustativas All(garve) over the world? No actual cenário de crise até seria mais simples encontrar frases sonantes, género - "are you having energetic problems? Just eat portuguese pastéis of na(f)ta!".
Just do it, murcónicos, Álvaro needs you:).

152 comentários:

Interessada disse...

Bem, de frangos quem percebe é o Fora. Diz ele que, o à vontade lhe veio de muitos anos a virá-los.
Quanto à nata, e sem falsa modéstia, parece-me que somos todos nós, os murcónicos. Não fôssemos a parte mais valiosa deste Murcon ;) O Julio apenas dá o mote :))))
Para o exercício de cidadania, neste momento que já se aproxima a passos largos de uma tragédia nacional, privilegio a iniciativa civil activa que faça história.

Interessada disse...

Julio

Depois de eu propor, no andar de baixo, uma delícia que dá pelo nome de bebinca, faz-me a desfeita de propôr o nacional pastel de nata?
Experimente a dita, e depois voltamos a falar ;)

Cê_Tê ;) disse...

A bem dizer anda a apetecer-lhe avaliar o seu potencial no Marketing, certo? Desviar-se dos Colchões... e investir na Restauração é acertado ;)

E para onde foi o pessoal todo? Estou a perder alguma coisa? Ou foram todos em romaria às natas? ;/

Interessada disse...

Com a ausência de ideias mais profícuas para o crescimento económico, Álvaro dá o mote, e põe a Assembleia a discutir qual o número exacto de pasteis vendidos.
:)))? ou :( ?
É mais um testemunho do habitual desenrascanço do português, que não sabe planear.
E quem sabe se não é uma boa forma de competir com a Áustria e as suas práticas culturais no sector do turismo?
Pasteis há muitos, oh Álvaro :))))

CT

O Álvaro não tem carisma para arrastar os Murcónicos.

Impio Blasfemo disse...

A nata pede creme e o creme ama a nata
E a malta já está farta
De tanta imaginação
Pastel de nata com canela e açúcar
Salva a Nação?
Talvez não…ai que aflição!
Cresce a barriga, cresce a pança
Cresce o lucro, cresce o pastel
Fica a barriga a não caber na pele
Já lá diz o Ary
SARL SARL SARL
Nós precisamos é de papel
Enganei-me, queria dizer pastel!

Saravá
ìmpio

Fora-de-Lei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fora-de-Lei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro disse...

Estão-se a esquecer do nosso mar e dos seus Robalos. Acho que a recuperação da nossa imagem perante o exterior se vai dar á base de Robalos:)

bea disse...

é pá estou de certeza com problemas no processamento de informação. "animais" levei que tempos a entender que era verbo e não substantivo, ainda que, juraria a pés juntos que o professor não nos fazia tal desfeita. A seguir identifiquei as natas com chantilly e afinal pasteis, e por último encravei no Álvaro. Pensei que seria um amigo do professor, mas neste às descuras,fez-se luz.

Fora
certo, qualquer português faz um frango melhor que o Nando's. O nome não inspira confiança. Mas isso é muito frango, que é que a gente faz a tanto galináceo? mesmo descontando os do Costa Pereira,
não são frangos a mais?

andorinha disse...

Não sei bem do que estão a falar...ando a leste:)Lol

Cêtê,

"Desviar-se dos Colchões... e investir na Restauração é acertado"

Achas? Com o aumento do IVA? Sei não...
Já te perdoei. De lá para aqui e teve que ser:), sentia remorsos:))))

FDL,

Estragar pasteis de nata na cara do Álvaro? Que desperdício!

Fiquem bem, malta.

bea disse...

Pedro

nunca vi um robalo vivo, mas mortos não têm jeitos de salvar nada.
Neste momento estão até bastante ofendidos por andarem na berlinda, fora do mar, mortinhos da silva e oferecidos assim sem mais nem menos...se calha levaram-nos debaixo do braço numa folha de jornal, toda a desfazer-se.
Pelo sim pelo não eu que gosto dos robalos já lhes pedi desculpa, alguém andou a invocar o nome deles em vão. Não se faz. Ora essa. Um peixe é um peixe, tem a sua dignidade. Mau, mau.

Fora-de-Lei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bea disse...

Andorinha

não dá para ficar a leste. Inda não reparaste que já nos roubaram os pontos cardeais? É muita incompetência junta, muito de tudo que é mau. Bolas, não haverá um homem de jeito que faça a política?

Com franqueza, não é que só agora pensei que a arrábida é uma ponte?!

Fiquem e durmam bem. Tirem os robalos do sonho.

Interessada disse...

FDL

Nunca provei esses frangos do Nando, nem alguma vez ouvi falar dele.
Mas eu sou apreciadora de boa comida, e regada com igual esmero.
Já do Costa Pereira tenho boas recordações. Recordo-me dos putos do sexo masculino colecionarem cromos da bola.
Se não fossem estas conversas, eu nem tinha noção de caminhar a passos largos para a idade do Julio, que para disfarçar a incomodidade, vai repetindo "Eu já estou muito velho", como se não se visse :)))))
Eu disfarço, lembrando-me que sou mais nova que ele :)))

Impio

Em que ficamos, afinal?
Convencido com os argumentos jurídicos àcerca da ilegalidade da aplicação do Acordo Ortográfico, ou não?
Esperava que fizesse algum comentário.

bea disse...

o professor tem cem anos!!! Viva!!! a interessada contou que tem 97...é tudo malta da pesada.

ok, vou-me embora já já.

andorinha disse...

FDL(12.02)

Tens toda a razão, buddy. Falta de atenção da minha parte.

Bea,

Se não andar a leste, prefiro o sul. Há mais sol e calor. E há o Tejo...

Também me vou embora. Durmam bem:)

Pedro disse...

@Andorinha,

Não muito a Sul! Ou ainda encontras Pinguins.

A Interessada a dizer no ultimo post: "a importância do bom sentido de humor" e o Ministro sai-nos com esta.

Interessada,

Eu se fosse o Julio: fazia um convite para o Ministro se juntar aqui á malta.

Impio Blasfemo disse...

Interessada

Eu por mim estou convencido, mas eu valho pouco nesta história.

Mas já que de futuro andamos a falar, misturado com pasteis de nata, e chineses que compram a EDP e querem comprar a REN, etc... deixo um link que vai dar a uma entrevista longa de ler mas interessante.

Se calhar em vez de nos preocupar-nos com o Egipto vs Egito talvez devêssemos começar a olhar para o Mandarim; é que tal como dizia o Futre, vão para aí chegar charters com resmas de chineses....

Entrevista sobre Geoestrategia a Jose Manuel Felix Ribeiro
http://nestenossoportugal.blogspot.com/2010/09/entrevista-sobre-geoestrategia-jose.html

Abração
Ímpio

Pedro disse...

Os comes e bebes já deu o que tinha a dar:

http://www.acasaportuguesa.com

O churrasco é argentino.
O frango na brasa brasileiro.
A doçaria conventual um segredo.

Mais vale não fazer nada do que fazer mal. Estraga-se o produto.

A piada da semana foi ver o Gaspar com um pin da bandeira nacional na lapela.

Haja paciência!

Bartolomeu disse...

Diz o Alvarinho, então,
Que para o país se salvar
Ha que prestar atenção
E o pastel exportar.

Talvez ele tenha razão
E a malta não esteja a ver
Que neste país molengão
Ha pasteis, para dar e vender.

Vamos lá então aderir
Ao apelo do Pereira
Vamos todos produzir
Natas, com sabor a asneira.

E depois, pelo mundo todo
Com o patrocínio do Santos
Lançaremos o engodo
E, acabar-se-hão os prantos!

ana b. disse...

Sendo o pastel de nata um ex-libris do Murcon (da Secção Regionla Sul e Ilhas, já que a do Norte é a Francesinha) proponho que façamos uma sociedade e avancemos com o projeto. Estou certa que o Álvaro nos recompensará com umas momeaçõezinhas para algum concelho de administração. Ah! E vou já avisando: não aceito menos que o ordenado do Catroga.:)

Interessada disse...

Impio

Gostei bastante de ler o que diz JMFR, e agradeço-lhe a informação.
Mas discordo quando ele diz "As pessoas espantam-se que os dirigentes políticos tenham perdido qualidade. Era inevitável. Era um grupo que devia apenas seguir o que se decidia em Bruxelas, não era preciso mais."
Quando se fala em classe política referimo-nos a todos os membros dos partidos p.ex.,à partida potenciais dirigentes, e não exclusivamente aos que se encontram no governo, ou mesmo no parlamento.
Estou convencida que a falta de qualidade dos políticos está relacionada com a tentativa de profissionalização destes, mas também e sobretudo, com a descida do nível cultural das elites.
Contribui ainda para o facto a crescente necessidade de se trabalhar interdisciplinarmente, o que contraria muitos sistemas arcaicos utilizados, pelo menos no nosso país.

bea disse...

Impio

estive a ler atentamente o artigo que sugeriste, em seguida fui cuscar, digamos que o ativo intelectual do senhor. É verdade que não entendi grande parte do artigo. Onde a minha compreensão chegou, a metáfora de estar à janela pareceu-me bem, identificou a importância da portugalidade com o passar entre os pingos da chuva que será consentâneo com o nosso tamanho.

Gostei que as várias hipóteses surgissem dentro da sua conjuntura alargada, pela qual a mente portuguesa tão pouco se segue. Umas quase seguras e outras puro jogo mental a partir de dados ainda não inteiramente definidos.

Ficaremos à janela?

E mais duas coisas que entendi salientar e: que os políticos estão, por herança, em défice com o que o tempo lhes exige, como se a cultura europeia os tenha intelectualmente subalternizado - havia quem pensasse por eles (duvido que seja apenas esse o motivo, mas ali, apenas cabia aflorar). E que a nova geração pretende ser feliz enquanto a nossa aprendeu ou foi treinada para viver e gerir conflitos. E isto é tão verdade que me deixa estúpida. Por sermos nós que os educámos. Nós todos.

Analisando: Nunca sequer alguém nos perguntava "O que queres da vida?" mas, se perguntasse, diríamos alguma coisa como a possibilidade de realizar o sonho de uma profissão, ou quase sempre um objetivo concreto. Eles não. A sua resposta é mesmo, "ser feliz". Esperam um estado que não há. E havendo - aos bocadinhos - gera-se dentro daquelas ou outras situações por que nós mesmos lut(áv)amos. Se lhes perguntamos "e ser feliz para ti o que é?" respondem qualquer coisa como "ganhar bem, ter uma casa e um carro, poder fazer o que me apetecer." E se insistirmos, “e como vais conseguir?”, sai, "não sei, como os outros.". O que pode significar apenas a irrealidade em que vivem. Se pegamos na liberdade e pomos em causa que nem sempre é fazer o que apetece, a coisa piora. Mas, se distinguirmos apetecer de querer, tornam-se uns moralistas fanáticos e vêem a realidade a dois tons, facilitam.

Preocupa-me gente tão mal preparada para um tão difícil mundo.
E isto me trouxe uns versos de Sophia, "terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo/mal de te amar neste lugar de imperfeição/onde tudo nos quebra e emudece/onde tudo nos mente e nos separa.

Fiquem bem :)

bea disse...

Ana

disponibilizo-me para a execução dos pastéis na dita sociedade (a minha queda é o avental e arregaçar as mangas), posso tentar umas variações ao formato original, com direito a nome de batismo. Do vencimento falamos depois da prova.Para o efeito, começo o estágio no pasteleiro da minha rua e acabo em Belém que não é a do Menino Jesus.É capaz de chegar, não?

Caso não se entendam, posso continuar por aqui a fazer o pastel de nata gigante.
Que não é a mesma coisa, mas imita bem.

Biépi e BFS

rainbow disse...

Boa tarde,

Dos nossos governantes, é melhor não falar muito,senão ainda tenho uma indigestão. De frango e pastéis de nata.
Aqui no Allgarve, temos o frango da Guia e os bolinhos de amêndoa. Também serve?

FDL,

Já atrasada, agradeço o "Caribbean Blue" do andar de baixo. Gosto muito da música da Enya.
O que temos em comum com a Irlanda? O Mar. E uma alma muito própria:

http://www.youtube.com/watch?v=b_klil_eOEY

Bea,

Sim, o mundo tem que dar uma volta, e há que semear essa mudança. Mas a par da indignação e da revolta, também há muito conformismo e desmotivação.
Quanto à Arrábida, também eu pensei logo na Serra que tanto amo. Lembrava-me lá da ponte:)

Pedro,

Os robalos é uma excelente ideia:) Mas políticos aqui no Murcon...

Inté:)

Anfitrite disse...

Leiam quem tem muito mais arte e engenho do que eu. E quem não viu as notícias também fica a saber mais alguma coisa.



http://jumento.blogspot.com/2012/01/70-anos.html#disqus_thread

bea disse...

Anphy

MFL não me espanta. Custa crer que tenham sido todos tão maus e que só AV se tenha safado. Declino esse senhor. Se algum dia ele tiver alguma coisa a dizer-me, é melhor encontrar um porta voz. Da minha altura. Ou mais alto. Prontos.

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha
"Já te perdoei. De lá para aqui e teve que ser:), sentia remorsos:))))
" Quanto tempo vão durar as tréguas? ;D

;*
Janela-te bem, garota. :)

Cê_Tê ;) disse...

Só um reparo que NÃO ESTÁ RELACIONADO com nada do que aqui se tem discutido. Ninguém acha estranho que alguns conceituados advogados que ontem andaram a defender o lado escuro agora andem a defender o lado claro? Estarão a purgar? Ou o quê????
A mim provoca-me um conflito cognitivo do caraças!!! E fazem emergir tantas questões em cadeia...
Mas isso não interessa nada.

andorinha disse...

Pedro,

"Eu se fosse o Julio: fazia um convite para o Ministro se juntar aqui á malta."

Miúdo, essa não! Nós não temos calibre para tão altas personalidades...


Bea e Rainbow,

Como é engraçado! Nós lembramo-nos, em termos geográficos, pelo menos, do que está mais perto e que nos diz mais no dia a dia.
Eu li logo "ponte da Arrábida" e vocês "serra".

Cêtê,

"Quanto tempo vão durar as tréguas?"
Só depende de ti e de parares com as provocações gratuitas:)

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha, ;))) Gratuitas mas autênticas pérolas! ;D Já viste a resposta do Sporting às reclamações sobre a decoração do túnel do acesso aos balneários do teu clube? ;)))
Corta lá relações outra vez... ;P

andorinha disse...

:))))))))) Looooooool

Não corto nada, não consigo. Tirando essa cor azul que te tira o disernimento, és boa rapariga:)

Cê_Tê ;) disse...

Um rapariga ZON! (querias tu dizer ;D)

andorinha disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Fora-de-Lei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andorinha disse...

FDL,

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Está de partir a rir. Muito bem feito:)))

rainbow disse...

Boa noite,

Andorinha,

Fim de semana!
Pois,para mim Arrábida é a Serra da Arrábida, que além de ser linda, me traz muitas recordações.


FDL,

LOL!

bea disse...

Fora

tá engraçada a Maria.

Andorinha e Rain

Serra: a Arrábida vista de longe é um corpo de mulher a lagartar no sol, que chapinha no Portinho (da Arrábida). Ponte: a Arrábida é levadiça, desce para passarmos e temos de saber a senha se queremos entrar no Porto :) E ainda bem que o Eiffel não me ouve.

Fiquem bem. Muito bem.

Cê_Tê ;) disse...

;D Está muito ZON!;) È por causa desta paródia e da cara do NICO que eu ADOOOORO esta publicidade! LOL


MAS ATENÇÃOZINHA:
ZONrapariga não e a mesma coisa que RaparigaZON!


(Só para que conste!;P)

andorinha disse...

Bom dia:)

Aqui está um briol do caraças!!!
Dia para casulo à lareira com uma manta e um bom livro.
Da varanda vejo a Penha e está tudo coberto com um manto esbranquiçado.
Ao lanche um chá quentinho e tostas com compota. Adoro!
Nem ponho os pés lá fora...

Fiquem bem e aconcheguem-se:)

rainbow disse...

Boa tarde,

Andorinha,

Aqui te deixo uma para um intervalo da leitura, sempre dá para aquecer um cadinho:

http://www.youtube.com/watch?v=0yBnIUX0QAE&ob=av2e

:)

Pedro disse...

Boa Noite,

Será que ficou surdo ou deixou de querer entender os outros e viver a paixão da vida?!

http://youtu.be/nT7_IZPHHb0

Pedro disse...

Para quem tem medo de tubarões:

http://youtu.be/C7yjvFkX-Qg

Ou nunca provou túbaros. Como eu:

http://jborgesalmeida.wordpress.com/2010/01/06/tubaros-fritos/

Boa noite para todos!

andorinha disse...

Rainbow,

Gostei. E dançar aquece o corpo e a alma:)
Obrigada.

Pedro,

Também nunca provei.
A história está engraçada.

A ouvir a sonata...

Fiquem bem.

Anfitrite disse...

Bea:

Há quem diga que o sonho comanda a vida, mas não é por uma pessoa ser realista que passa a ser má pessoa.
O Prof. SSimões também afirmou que já se discute o preço das próteses conforme a idade das pessoas,(por acaso agora está no ar a celeuma das próteses mais baratas-PIP), mas isso não quer dizer que não se tenha de pensar a maneira como se usa os dinheiros públicos.

Rainbow:

Não me provoque com os doces algarvios. Esqueceu-se dos famosos Morgados. Adoro recheio de chila. E os D. Rodrigo? Estes seriam bem mais famosos se ultrapassassem fronteiras. Não é o reles pastel de nata que só tem açucar e canela e têm de ser comidos quentes acabados de sair do forno.
Ainda tenho o funil de zinco martelado com que se faziam os fios de ovos autênticos, com gemas acabadas de ver a luz do sol. Hoje são só feitas de texturas gelatinosas coradas e de hormonas.

Pedro disse...

Bom Dia!

"Don't worry about the world coming to an end today. It's already tomorrow in Australia." (Charles M Schulz)"

http://youtu.be/Xxh-sS8Qoco

2012? "que o mundo não acabe mas podia começar do inicio. Talvez Amanhã na Austrália"

Pedro disse...

Good luck for you everyday:

http://eondoic-photography.blogspot.com/

Impio Blasfemo disse...

BEA e Interessada

Sobre Portugal e os Portugueses já pessoas de vulto reflectiram. Deixo alguns exemplos, uns mais actuais que outros.





VERGÌLIO FERREIRA
Um País de Canalhas
Pensar Portugal. Nós somos um país de «elites», de indivíduos isolados que de repente se põem a ser gente. Nós somos um país de «heróis» à Carlyle, de excepções, de singularidades, que têm tomado às costas o fardo da nossa história. Nós não temos sequer núcleos de grandes homens. Temos só, de longe em longe, um original que se levanta sobre a canalhada e toma à sua conta os destinos do país. A canalhada cobre-os de insultos e de escárnio, como é da sua condição de canalha. Mas depois de mortos, põe-os ao peito por jactância ou simplesmente ignora que tenham existido. Nós não somos um país de vocações comuns, de consciência comum. A que fomos tendo foi-nos dada por empréstimo dos grandes homens para a ocasião. Os nossos populistas é que dizem que não. Mas foi. A independência foi Afonso Henriques, mas sem patriotismo que ainda não existia. Aljubarrota foi Nuno Álvares. Os descobrimentos foi o Infante, mas porque o negócio era bom. O Iluminismo foi Verney e alguns outros, para ser deles todos só Pombal. O liberalismo foi Mouzinho e a França. A reacção foi Salazar. O comunismo é o Cunhal. Quanto à sarrabulhada é que é uma data deles. Entre os originais e a colectividade há o vazio. O segredo da nossa História está em que o povo não existe. Mas existindo os outros por ele, a História vai-se fazendo mais ou menos a horas. Mas quando ele existe pelos outros, é o caos e o sarrabulho. Não há por aí um original para servir?

Vergílio Ferreira, in 'Conta-Corrente 2'

EÇA DE QUEIROZ
Nós Estamos num Estado Comparável à Grécia
Nós estamos num estado comparável, correlativo à Grécia: mesma pobreza, mesma indignidade política, mesmo abaixamento dos caracteres, mesma ladroagem pública, mesma agiotagem, mesma decadência de espírito, mesma administração grotesca de desleixo e de confusão. Nos livros estrangeiros, nas revistas, quando se quer falar de um país católico e que pela sua decadência progressiva poderá vir a ser riscado do mapa – citam-se ao par a Grécia e Portugal. Somente nós não temos como a Grécia uma história gloriosa, a honra de ter criado uma religião, uma literatura de modelo universal e o museu humano da beleza da arte.

Eça de Queirós, in 'Farpas (1872)'

JOSÈ SARAMAGO
O País é Pequeno e a Gente que nele Vive também não é Grande
Em tempos disse que Portugal estava culturalmente morto. Talvez o tenha dito em determinado momento, mas também o diria hoje porque Portugal não tem ideias de futuro, nenhuma ideia do futuro português, nem uma ideia que seja sua, e vai navegando ao sabor da corrente. A cultura, apesar de tudo, tem sobrevivido e é aquilo que pode dar do país uma imagem aberta e positiva em todos os aspectos, seja no cinema, na literatura ou na arte - temos grandes pintores que andam espalhados pelo mundo. Mas o Almeida Garrett definiu-nos de uma vez para sempre e de uma maneira que se tem de reconhecer que é uma radiografia de corpo inteiro: «O país é pequeno e a gente que nele vive também não é grande.» É tremenda esta definição, mas se tivermos ocasião de verificar, desde o tempo do Almeida Garrett e, projectando para trás, efectivamente o país é pequeno (...), mas o que está em causa não é o tamanho físico do país mas a dimensão espiritual e mental dos seus habitantes.

José Saramago, in 'Uma Longa Viagem com José Saramago (2009)'


Abraços
Ímpio

bea disse...

Pedro
A incapacidade para ouvir sequer o que se cria, não pode ser opção. Claro que, por um outro prisma, a surdez deixa-te mais disponível para os outros sentidos, como sabes. E eles aguçam de tal forma que os barulhos normais, que tu nem “ouves”, a um cego soam incómodos. E ninguém te tateia o rosto como eles. Podes crer.
Imagino que a surdez isole de tal forma o sujeito que o estado de conversa com os outros cesse e seja substituível. E se Mozart vivesse hoje? Quem sabe seria assíduo utilizador da net.
Moonlight sonata é um pouco triste, gosto sem atingir o porquê.
Não sei, mas como não provo tripas à moda do Porto ou submissas a qualquer outra moda, os túbaros não me atraem. Deve ser preconceito, sou capaz de comer fígados, coração, moelas, coxas, e mais. O sádico da anedota, tira a piada.

Cê_Tê ;) disse...

Encontrei estas cábulas no chão:
http://www.tvi24.iol.pt/economia/internacionalizacao-pasteis-de-nata-alvaro-santos-pereira-ministro-da-economia-franchising-economia/1316490-1730.html

http://www.tvi24.iol.pt/politica/basilio-horta-basilio-pastel-de-nata-ps-alvaro-santos-pereira-tvi24/1316637-4072.html

Por mim desde que a insulina se mantenha ao preço atual, continuem a fornecer seringas aos toxi e a hemodiálise não seja tratada 10 degraus abaixo da remodelação estética mamária... Saia uma caixa de natas por semana.
(Agora sim, percebi o post. ,))) É o que faz a minha realidade ser a das Bolhas da Net ;)))

bea disse...

Anphy

Concordo que o sonho comande a vida no sentido de ser trabalho do presente que prepara o futuro. Quanto à forma como se gerem os dinheiros públicos, uma coisa é esbanjá-los, outra racionalizar o seu uso. Mas não descarto a hipótese de que, por exemplo, muitos dos implantes mamários colocados, seriam desnecessários e que a opção pelo mais barato não tenha sido apenas do cirurgião como das clientes, ainda que inconscientes dos danos. O que acende a luz vermelha ao laboratório.

Digamos que, em termos estéticos, é intrigante a razão por que os homens podem ser velhos e as mulheres não. Estou farta de ser objeto de desejo. Não sei bem o que pensam outras mulheres, mas o meu ego não se regozija por aí além. Esse é o lado do eu sobre o qual pouco ou nada decidimos ou aperfeiçoámos, aquele que herdámos, por boa ou má estrela. Mal de quem só olha o que pode ver.

É a imagem que nos prejudica, a imagem que nos beneficia, a imagem que se quer melhorar…desde que não impeça a saúde, se não for defeito que nos aponte entre os outros, por que razão não nos aceitam(os) como vamos sendo?

Peço desculpa, saí do tema.
Bom Domingo :)

Cê_Tê ;) disse...

Mas mais... eu CONCORDO EM PLENO com a promoção de produtos nacionais desde que sejam de boa qualidade. E se somos bons em gastronomia porque nâo? Aliás não seria nada má ideia a indicação gráfica VISIVEL E ÓBVIA de origem portuguesa em todos os produtos nacionais.
Agora, professor, convenhamos, se a ilustração pode ter sido ridicularizada o que dizer da forma como o Sr. Sócrates promoveu o Magalhães cujo concurso com muitas sombras de legalidade e falhas diversas é o rosto de um portugal que não se deseja promover?!?!?!

Cê_Tê ;) disse...

Ora aqui fica uma pastilha ;)))

http://www.youtube.com/watch?v=agMEidzq67g

bea disse...

Pá...o chão da CêTê dá muita uva.

Andorinha

Quer dizer que ficaste a descansar…hummmm. Variando, fui trabalhar :)
Um abracinho

Ímpio

Por vezes é bom saber que outras cabeças já pensaram igual a nós ainda que com mais impacto – por serem elas e por melhores e mais claras palavras. Obrigada :)

Bom Domingo a todos.

bea disse...

CêTê

Cuidado que a pastilha pode provocar azia. Por mim prefiro um pastelinho de nata :) Quente. Como diz o professor Marcelo

Fiquem bem

bea disse...

É pá não sei se, "mal de quem só olha o que pode ver"

se

"mal de quem só vê o que pode olhar"

qualquer coisa.Ainda que neste momento mais com o segundo :)

Vou ali. E portem-se.

rainbow disse...

Bom dia

Com sol ou com chuva:

http://www.youtube.com/watch?v=887TXY9O2Eo

Bom domingo

rainbow disse...

Ímpio

Obrigada pelo texto de Saramago, um dos portugueses que eu mais admirei e continuarei a admirar.

Pedro disse...

Bea,

"Sádico", são palavras suas. Cada um escolhe o ângulo que mais lhe convém.

E fiquemos por aqui!

Interessada disse...

Impio

"Sobre Portugal e os Portugueses já pessoas de vulto reflectiram" ...e eu também! :)
Se não pensarmos, não podemos ser protagonistas.
A descrição de que mais gosto é a do Virgílio Ferreira.
Aquilo que mais fielmente traduz o povo que somos :
"O segredo da nossa História está em que o povo não existe" (VF)
"...mas o que está em causa não é o tamanho físico do país mas a dimensão espiritual e mental dos seus habitantes." (JS)

A propósito ....

Um bom resto de fds per tutti.

Interessada disse...

Hoje elegi este e aquele outro
.

bea disse...

Ok, Pedro. Fiquemos estás neura. Assumo: é o meu ângulo.

Pedro disse...

Bea,

Não é isso. Mas não ando para aqui para alimentar os egos de ninguém. Cada um se vê de forma distinta e vê o espaço que habita de forma distinta.

Beijinhos
Pedro

Interessada disse...

@Pedro "Mas não ando para aqui para alimentar os egos de ninguém."
hihihi! Eu já disse o mesmo de outra forma.
Mas temos que perceber que as necessidades de cada um não é o próprio que escolhe.
Alimentar não, mas compreender sempre ;)

Pedro disse...

Bea,

"Isso" da neura, deve ser falta de oxigénio. Há sempre algo que nos puxa para cima mesmo contrariando as leis de Newton. Ou talvez o meio não seja o melhor:

http://youtu.be/FquEBv7ZWIA

Bem hajas!

Interessada disse...

Se é tão fácil pensar em irlandês, porque havemos de pensar em português?
Deixemo-nos de nacionalismos exacerbados ;)))

Pedro disse...

@Interessada:

http://youtu.be/V7MIcyGXnfE

E como o FDL bem referenciou: "Deus pede-nos para ser bons / não para sermos tótós!

Uma Boa Noite aqui na Enciclopédia Murcon

Interessada disse...

João Pedro
Tenho este para a troca e ofereço.
Este é bónus :D

andorinha disse...

Bom Dia:))))


Impio,

Bons textos. Identifico-me sobretudo com o de Saramago.

"...mas o que está em causa não é o tamanho físico do país mas a dimensão espiritual e mental dos seus habitantes."

É, essa pequenez é que é irritante.


Bea,

"Estou farta de ser objeto de desejo. Não sei bem o que pensam outras mulheres, mas o meu ego não se regozija por aí além."

Eu, miga, depende dos dias. E dos olhares, claro. Há olhares que claramente me incomodam e outros que me fazem bem ao ego, confesso.

Agora implantes, cirurgias estéticas disto e daquilo, abomino.
A não ser como dizes, que a pessoa tenha um grande defeito físico. Se puder melhorar, ok.
Tudo o resto é futilidade pura.
E depois as afirmações ridículas:"Sinto-me mais mulher desde que aumentei as mamas"...
Aumentasse antes o cérebro. Enfim, objetos...:(

Sádica a anedota do Pedro porquê?

Vou ali e já volto...

Interessada disse...

Recordo-me dessa.
E o FDL diz muita coisa sensata. Insensata, também? ;)))))

Enciclopédia Murcon = Murconpédia

Interessada disse...

Peço desculpa àqueles que achem que eu estou a abusar, mas até não é o caso, pois só lê quem quer.
Não resisto a aconselhar outra leitura, escrita do Pedro Mexia, sobre ortografia.

Maria disse...

I need you too!
E há anos que te espero enroscada no sofá.:)

http://www.youtube.com/watch?v=to_AaUc17L4

bea disse...

Pedro

Olha, desisto; não te entendo. Bem hajas tb.

Andorinha

pareceu-me sádica porque assim me parece a indiferenciação entre um animal e o outro que não é por nada mas até raciocina.

Concordo, há coisas que fazem bem ao ego. Nunca as esqueço a não ser quando a memória me atraiçoe. Guardo-as indiferentemente de quem as disse. singulares, ou tão naturais que o/a próprio/a não se apercebeu ao dizê-las, surgem-lhe como uma constatação, soam-me a elogio. O resto não é interessante e a maior parte das vezes nem dou por isso. Mas há um lado doente de alguns homens. São os senhores bem casados e felizes, que passeiam ao domingo com os grandes amores da sua pequena vida e têm olhos depravados para as colegas.

bea disse...

Maria

faz um pouco de exercício, senão ficas dormente. Enroscada no sofá há anos? depois não te queixes. quem te avisa bem te quer. Tens bom gosto musical, atesto desde já.

Boa noite a todos. Ao TRABALHO! (de dormir. para recomeçar, se é que isso seja possível)

rainbow disse...

http://www.youtube.com/watch?v=ZgO-lLG0F44&feature=related

andorinha disse...

Bea,

"São os senhores bem casados e felizes, que passeiam ao domingo com os grandes amores da sua pequena vida e têm olhos depravados para as colegas"

Estes, taditos, só me dão vómitos.


"faz um pouco de exercício, senão ficas dormente."

Sempre preocupada com o bem estar dos outros:)))

Durmam bem.

Pedro disse...

Bea:)

Ao contrário deste senhor: "Eu é mais fotos!"

Como diz um ditado: A Deus contam-lhe as histórias do Homem e Deus ri-se.

http://youtu.be/kOoQNo3pf6I

Bons Sonhos

bea disse...

Pedro
Obrigada pelo Hermann quando o seu humor era bem mais divertido que hoje; não vejo este episódio sem rir.ainda que, na RTP, tenha retomado alguma coisa, perdeu a inocência. Bolas, pá.

Não conhecia o ditado(?) - não digas mentiras, já sabes que acredito sempre. Mas há um livro que se chama "o Riso de deus". E sempre pensei que a existir, nem será preciso contar, ri-se.

Bom Dia. Com frio. E roupa quente (como é que os sem abrigo dormem no túnel do metro, não sei).

Andorinha

notei eu uma pontinha de escárnio e maldizer?! :))
Fica bem, miga.

Pedro disse...

Bea;)

No "Riso de Deus" se a memória não me falha. Vem também este ditado:

Há uma espécie de bambu que quando germina é apanhado para ser comido. Quando atinge um metro é utilizado para fazer estacas. Quando atinge os 5 metros é colhido para construir casas. "É o problema de se ser útil"

Muitas vezes um quer mais claro o outro quer mais escuro. Com o tempo consegue-se a surpresa de um tom intermédio. Por mais experientes há sempre um pouco de surpresa na vida.

Boa Tarde.

;)

Cê_Tê ;) disse...

Boa tarde! ;)
Bea, soou-me a elogio ;))) Há um dos hemisférios que tem um compostor lá dentro. ;P

Sobre o comentário da "Maria" não faço piadas. (Apesar de hoje estar naqueles dias de inspiração:)

Hoje deixo beijocas se não se importam. ;*

Pedro disse...

Cê_Tê ;)

Não seremos nós 70% de Água e 30% de compostagem?

:)

Cê_Tê ;) disse...

Mais coisa menos coisa :P
(É pá agora calem-se um bocadinho, por favor, que está a passar aqui uma das minhas músicas preferidas ;)))))

Só saio daqui quando ela acabar... xiuuuuuuuuu

;D (Eu avisei)

andorinha disse...

Bea,

Pontinha???
Só se for uma pontona:)
Tou a brincar, miga.

Achei piada à tua resposta, foi isso.
E a Maria bem precisa se está há tanto tempo imóvel à espera:)

Cêtê,


"Há um dos hemisférios que tem um compostor lá dentro."

O frio bloqueia-me os neurónios, já sabes. Por isso mesmo não entendi...

Pedro,

"Por mais experientes há sempre um pouco de surpresa na vida."

Mal de nós se assim não fosse.

bea disse...

Pois...não tem a ver, mas sei que o povo, pá, tá lixado. Sei que o povo, pá, ainda nem sabe quanto.

Estou de mal com os telejornais que não têm culpa; estou de mal com os forasteiros que andam há mais de 30 anos a ser os mesmos nos mesmos lugares de topo e que gente como eu, e abaixo do eu que é mim, nem topa; estou de mal com saber que os empresários vão (outra vez) fazer a sua vontade.

E estou que nem posso por não lobrigar como nos safaremos destes amigos da onça.

Andorinha e Pedro e CêTê

hoje são aquelas miudezas ali acima que me tolhem. Sorry.
Não fiz o 25 de Abril, mas quando o entendi,julguei, como cantava Ermelinda Duarte, que não voltaríamos atrás.Pensei que o ajudava a crescer e nos acompanharia a vida.

Sente-se a gente como se um familiar próximo nos fosse morrendo por asfixia e nós sem maneira de uma nesga de céu.

Fiquem bem.

Pedro disse...

Bea...

Com o meus avós a 4ªclasse era um passo para a submissão. Com os meus pais, o "7º ano". Agora ser "doutor"
também é um passaporte para exploração. Portugal continua assim. Feito de quatro rios (Minho, Douro, Tejo e Guadiana). Nada mudou. A Europa do triplo "A" continua a ser a Europa. Continuamos em livre
trânsito como sempre estivemos emprestados neste continente. Somos mais uma ilha que um enclave. Onde alguns ficam e outros seguem viagem.

andorinha disse...

Bea,

Também pensei que não voltariamos atrás. Nunca pensei viver isto:(

Hoje estava num café e ouvi um senhor de aspeto humilde queixar-se a outro de que a partir do dia 4 deste mês passou a ter que pagar os tratamentos de fisioterapia. Dez euros por tratamento. Tinha feito 3, logo 30€.
A partir de amanhã não vai mais, a reforma não dá.

Nojo de país este!
E outros a encherem-se à grande e à francesa.
F...-..!


Pedro,

Nem sei que te diga...talvez apenas a minha enorme revolta.

andorinha disse...

Attention, please!

Pede-me a Tangerita que divulgue o seguinte:

O blog AVENTAR está a fazer um concurso de blogs e o Murcon está lá na categoria "Diários de bordo/diários íntimos e pessoais"

Pode-se votar na 1ª volta do concurso até ao dia 21 de Janeiro.

Vão até lá, é já aqui ao lado:)

Fora-de-Lei disse...

andorinha 8:13 PM / 10:08 PM

"Achei piada à tua resposta, foi isso. E a Maria bem precisa se está há tanto tempo imóvel à espera:)"

Mas quem disse que a Maria esteve imóvel este tempo todo ?!


"Pode-se votar na 1ª volta do concurso até ao dia 21 de Janeiro."

É preciso ter lata para andar a comprar votos... ;-)))))


Pedro 9:54 PM

"A Europa do triplo "A" continua a ser a Europa. Continuamos em livre trânsito como sempre estivemos emprestados neste continente. Somos mais uma ilha que um enclave. Onde alguns ficam e outros seguem viagem."

Já o Alexandre Dumas dizia que «a Europa acaba nos Pirinéus».


NOTA: espero que desta vez não me apaguem o comentário, principalmente depois de ter desmascarado a compra de votos... ;-)

andorinha disse...

FDL,

Looooooooooooooooool
Tu és mesmo doido, pá!
A mocinha tem algum problema nas pernas ou está no aquecimento?:))))

Comprar votos?
Limitei-me a dar seguimento ao pedido de uma amiga.
E se estão lá tantos blogs por que não votar no 'nosso'?

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha,
- Eu só voto se a categoria for nos "Semanários" ;)))
- Por outras palavras é que na minha cabeça há muito "adubo orgânico"!;/

Pessoal pelo que me foi relatado e desde altura o assunto não me sai da cabeça: Na Grécia há mães que estão a abandonar os filhos e a pedir que diversas instituições iniciem processos de adopção. FILHOS DA PUTA ESTA CAMBADA DE CHULOS QUE PARASITAM ATÉ AO TUTANO OS MAIS FRÁGEIS!!!!
(E não vou pedir desculpa pelo calão usado)

Pedro disse...

Neste triângulo insular (portugal/madeira/açores) todas as direcções são possiveis.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Fern%C3%A3o_de_Magalh%C3%A3es

Depois de seres a cauda da europa agora és a rolha da europa.

Parabéns Portugal!

(CT: já tinha visto a noticia e também estou com uma entalada á uns dias (o candidato republicano mais provável para ir a eleições com o atual presidente, já disse que um dos pontos fortes da sua campanha é o combate á inveja). Depois da força militar, desta vez vem a força moral.)

Julio, mãos á obra: mas ou não cobres nada ou o preço justo.

FDL,

Quando a Europa terminava nos pirinéus a cartografia ainda era militar. Agora termina mesmo em Vilar Formoso.

A compostagem é o futuro / buracos não faltam e matéria prima há muitos paises a quererem ver-se livre dela.

Amen

...

Fora-de-Lei disse...

Cê_Tê ;) 10:52 PM

"FILHOS DA PUTA ESTA CAMBADA DE CHULOS QUE PARASITAM ATÉ AO TUTANO OS MAIS FRÁGEIS!!!"

Mas qual quê... Essas mães desnaturadas pertencem àquela escumalha que andou anos a fio a viver acima das suas possibilidades. E depois esse povinho perdulário ainda tem o descaramento de vir para a rua protestar contra quem lhes mata a fome. O que faz lá falta é um P"S" e uma "U"GT como os nossos, que é para eles ganharem juizinho. São uns ingratos...


"(E não vou pedir desculpa pelo calão usado)"

Pois, mas se fosse o FDL caía o Carmo e a Trindade... ;-)

Pedro disse...

http://www.facebook.com/#!/photo.php?fbid=328982443803394&set=a.289282511106721.75833.100000749235906&type=1&theater

Pedro disse...

Voltando ao inicio:

http://youtu.be/1YBclC5R30Y

Boa noite

;)

Anfitrite disse...

Meus Caros:


Não vale a pena entrarmos em pânico! Pelos vistos já devíamos estar habituados.


LA PENSÉE DU JOUR:



"Les finances publiques doivent être saines,
le budget doit être équilibré,
la dette publique doit être réduite,
l'arrogance de l'administration doit être combattue et controlée,
et l'aide aux pays étrangers doit être diminuée de peur que Rome ne tombe en failite.
La population doit encore apprendre à travailler au lieu de vivre de l'áide publique."


Cicéron - 55 AVANT JÉSUS CHRIST -


MORALITÉ: la crise dure depuis 2065 ANS! C'est rassurant!

Interessada disse...

Para disléxicos ou interessados no tema

Uma boa noite, Anfi :D

Interessada disse...

Já agora,
se acreditam na relevância e veracidade destes concursos (porque este não é o único),votem também no do Bart, de nome "avancando", no contexto "textos filosóficos" ou equivalente.

Anfitrite disse...

FCUK!
Estou mesmo diisléxiica.
Etsive mua hora a escervre e perdi yudo

Anfitrite disse...

Já que n consigo leiam os q sabem

Interessada disse...

Anfi

Já há muito tempo que não via o Samuel, e desconhecia que ele tinha um blogue.
Só por me ter levado até ele, valeu a pena.

rainbow disse...

Ai agora as decisões são tomadas unilateralmente? Ok.
Já estive tentada a ir para outro país, mas agora não vou mesmo.
Tirem-me tudo, todos os direitos consagrados na Constituição, que eu vou ficar aqui e fincar o pé. Porque sou teimosa.
Desde o 25 de Abril que fui formatada para a Liberdade. Isto só volta atrás se nós deixarmos.

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 4:49 AM

"FCUK! Estou mesmo diisléxiica. Etsive mua hora a escervre e perdi yudo."

BTW, por quanto (€£$€£$€£$) se terá vendido João Proença ?????

Pedro disse...

Interessada,

A teoria é uma coisa. A prática muitas vezes tem uma leitura contrária:

http://omeufilhotemdislexia.blogspot.com/search/label/Dislexia%20Postural%2F%20Lentes%20prism%C3%A1ticas

Cê_Tê ;) disse...

;))) FDL, eu cá não sou de desbaratar calão mas quando é ele que melhor expressa os meus sentimentos ele escapa... Não se aplicará "O estar do verniz" é mais o usar a escala toda do português.
Sobre a diversa utilização do calão há uma "peça" (confesso que não sei que nome se dá?) do Miguel Esteves Cardoso D-E-L-I-C-I-O-S-A;) (Acho até que já foi em tempos discutida aqui ;)

Pedro disse...

CT,

O pior calão, é torcer as palavras;)

Pedro disse...

Mas aqui não dá. Falta o timbre...

http://youtu.be/l4Y4e8fOfrY

...

andorinha disse...

FDL(3.42)

Essa pergunta fiz eu mesma há pouco a uma amiga...

Cêtê,

É como dizes, em certas alturas o calão é o que melhor expressa o que nos vai na alma.
Os falsos moralistas que olhem para o lado...

Rainbow,

Já nos tiraram quase tudo. Resta o quê? A liberdade? A liberdade de podermos estar aqui a usar o calão sem sermos presos pela pide?
Pouco, muito pouco...:(

Pedro disse...

Andorinha,

As palavras podem ter vários sentidos. Mas com o calão é preciso ter cuidado. Porque pode ser muito insultuoso ou muito ilugioso.

rainbow disse...

Andorinha,

Não Andorinha.A liberdade de, mesmo que conscientes de nos terem tirado quase tudo, podermos ainda lutar por este país, pelos miúdos que amanhã serão o futuro.
Eu não desisto de acreditar.

Pedro disse...

Murcons:

http://youtu.be/lUjWJSnGVB0

para acompanhar a na(f)ta

andorinha disse...

Pedro,

Concordo, discordando:)))
As palavras podem ter vários sentidos, certo.
Com o calão o sentido é mais óbvio, não há equívocos.


Rainbow,

Nem eu 'quero' que desistas...
Mas acreditas em quê/quem? Nestes políticos que são o que a Cêtê já disse acima?
Que todos os dias nos lixam mais um bocado e que depois vem com caras de anjinhos dizer que estão a agir para o bem de todos nós? Para a sobrevivência do país?
Já chega de nos tomarem por parvos.

Li ontem que o José Magalhães Godinho tem uma mansão fabulosa numa praia paradisíaca. É tão bom ser-se político neste país!

Vou parar de escrever porque hoje sou eu que estou furiosa e quando assim é, dificilmente me contenho.

Pedro disse...

Ainda bem que alguém concorda comigo, mesmo discordando...

Fica bem.

^_^

Pedro disse...

Ave que traz a Primavera:

Nada de indignações. Ainda bem que os menores estão "acima" da lei, nalguns casos. Ou então a minha folha de cadastro já estaria batizada.

http://www.publico.pt/Sociedade/julgado-por-roubar-um-champo-e-uma-embalagem-de-polvo-1529485

Pedro disse...

Eu bem me queria reformar do Murcon. Mas entranha-se.

http://youtu.be/YRXTKrXs2dA

Boa Noite Para Todos.

Daniela Araújo disse...

Muito boa noite, Excelentíssimo Doutor Júlio Machado Vaz. Somos um pequeno grupo de alunas do Mestrado de Educação de Adultos e Intervenção Comunitária da Universidade do Minho e, após várias tentativas de encontrar um e-mail para o qual fosse possível entrar em contacto com o Sr. Doutor, vimos, por este meio, por favor, pedir se nos poderia indicar o mesmo, para lhe expormos uma situação.

O nosso muitíssimo obrigado.

Daniela Araújo, Sara Sousa e Sara Rodrigues

Manuel disse...

Divirtam-se, não é para menos:

«Brasil Symphony» - Andre Rieu - Live at the Royal Albert Hall (HD)
http://youtu.be/eky88KYlC4Q

Anfitrite disse...

Professor,

Como é que o senhor quer que o
Trio d´Ataque faça frente aos outros, se vocês perece que estão numa aula de antigamente?!
Ontem quase andaram todos à pancada, em programas semelhantes. O futebol é para machos ou mulheres de kilt.
Ontem lembrei-me de vocês quando ao ver o "Justiça Cega", o Dr. Marinho e Pinto disse:" isto hoje está muito calmo, assim não gosto."
Não se esqueça que o Relva quer baixar o valor da RTP para vender aos amigos daongoing e continuar a aumentar a fortuna.

rainbow disse...

Andorinha,

Pelo que aqui já escrevi muitas vezes, dá para perceber que não acredito nestes políticos coisa nenhuma e que estou tão furiosa como tu.
Acredito em nós Andorinha, será pouco?

Dorme bem.

andorinha disse...

Pedro,

Eu tenho direito à minha indignação. Não ma tires. Queres-te associar ao governo nos roubos?:)

Reformar????????
Não me faças rir...
Com essa idade nem do Murcon nem de lado nenhum...
Mas entranha-se mesmo, vês como é verdade?

Bons sonhos, miúdo:)

andorinha disse...

Rainbow,

Eu sei, desculpa se as perguntas foram descabidas. Quando estou furiosa sai-me tudo a eito...

Pois, o meu receio é esse, que seja pouco. Mas só em nós podemos acreditar, de facto.

Fica bem:)

Anfitrite disse...

Olhem:

Vocês agora já não têm de se preocupar se não gostarem ou quiserem lixar alguém.
Basta ir ao local de trabalho dela e por um prego na engrenagem, ou avariar-lhe o computador todos os dias. Arranjam logo lugar para os vossos amigos desempregados. E mais: desconfiem do patrão, se ele andar pelo vosso espaço e, pior ainda, desconfiem de quem sempre chega mais cedo ou fica até mais tarde e está sempre pronto para qualquer bico. Antes chegavam mais cedo ou saíam mais tarde para se encontrarem para tomare um aperitivo nas casas de banho. O único risco era serem encontrados por algu+em dos serviços de limpeza ou segurança.

Anfitrite disse...

FDL,

Esquedest-te da corôa sueca, do yen e outras que nem têm símbolo.

rainbow disse...

Pedro,

Reformar do murcon...

Manuel,

Obrigada.

Pedro disse...

Andoguinha,

Eu já sou gande!!!

Interessada disse...

Banda sonora dedicada a João Proença [ sugestão de José Manuel Pureza no Facebook ]

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

E já agora, o retrato

Anfitrite disse...

CT,
Uma pessoa dizer o que lhe vai na alma não é calão. As mentes é que estão atrofiadas.
Ainda há poucos dias fui comprar um livro com um rico título, no Bulhosa, mas como só tinham no Porto e o empregado estava tão atrofiado a dizer o nome, que acabei por trazer um já antigo, que tinha visto à entrada, só para lhe pedir alto e bom som: Então levo o "discurso sobre o filho-da-puta" do Alberto Pimenta.

E pode crer que é das expressões que melhor traduzem certas pessoas.`´E que não há adjectivo melhor.

Interessada disse...

@Anfi "E pode crer que é das expressões que melhor traduzem certas pessoas.`´E que não há adjectivo melhor."

Subscrevo inteiramente.

Interessada disse...

Anfi

Nunca li nenhum livro do Alberto Pimenta, mas lá que o fulano tem muita graça a falar, é verdade.
Com cabecinha,e sem papas na língua, mesmo quando não está a falar em calão.
Obviamente que nem sempre estou de acordo com ele.

Manuel

Realmente com piada ;)
Há que desmistificar certo tipo de música e certas salas.
E quando isso é feito com bom gosto, é bem acolhido.

Anfitrite disse...

Quais jovens de amanhã?! Pensem nos velhos de hoje que tiveram uma vida de cão, nunca tiveram nada e agora até são abandonados pelos filhos, ou família. Há muita coisa
por acontecer nos tempos mais próximos, e nesta Europa de merda, os pais empenham-se para fazer implantes mamários às filhas de 15 anos e para os de 6 terem pelo menos dois telemóveis de última geração, e para ficarem sem saber português.
Há prá 2 anos recebi uma mensagem dum número desconhecido e fiquei preocupadíssima porque só dizia kolmi e eu não sabia o que queria dizer.E fiquei sem saber o que fazer.

Pedro disse...

esta deve dar um bom adormecer e um bom despertar:

http://www.youtube.com/watch?v=fThTcbl5v2k&feature=related

Anfitrite disse...

THORA:

Há bocado não disse o nome do livro que ía comprar, mas como sei que é um grande admirador do LUIZ PACHECO, fica aqui a notícia para comprar a biografia dele, que vale a pena.

http://www.dn.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=2168795&seccao=Livros

Anfitrite disse...

Quando tiverem tempo vejam este programa e os anteriores para saberem o que são programas de informação e debate.

http://www.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=28165&e_id=&c_id=7&dif=tv

bea disse...

Anphy

Peço desculpa por voltar ao post anterior e ao assunto do debate que pretensamente vai retirar audiência ao programa sobre futebol em que o professor participa (improvável); é que tenho andado a apagar uns fogos por aí e não deu para acompanhar ninguém: nem a vocês, nem a TV, nem. Quer-se dizer, que já terá havido outro programa que não vi e nem gravei :), já nem sei em que dia é. Acrescento uma nica: ao indivíduo de que não gosto, presente na mesa, não deixo de reconhecer competência verbal e outras, sobretudo porque não mudo de canal quando ele entra; nem sequer o julgo pelo tamanho ou aspeto, apesar do modo que usei. Sei alguns dos cargos que desempenhou e dos que recusou. Admito-lhe a perspicácia e que aguente um exército de contestação. Como admito o meu preconceito, perante toda a sua fluência inteligente e comedida. Não se mexe em fatores viscerais.

Obrigada pelos programas de Moita Flores, Marinho Pinto… não deu para ouvir tudo. Têm a vantagem de se poder ir ouvindo enquanto se faz outra coisa :)

Pedro
“Muitas vezes um quer mais claro o outro quer mais escuro. Com o tempo consegue-se a surpresa de um tom intermédio. Por mais experientes há sempre um pouco de surpresa na vida.”

Diria que não pode não haver.

bea disse...

Fora

Afinal qual é que é o objetivo daquele vídeo da que tu chamas Maria? Eu vi aquilo tudo e não achei piada. Falta-me sentido de humor? àparte encontrar que a chinesinha tem umas pernas e tanto, quê? só se é uma amostra de ginástica chinesa.

E João Proença o que vale? O que sempre valeu. Sindicalista de meia tigela!

Cê_Tê
O calão, se bem aplicado, é indefectível.

Votos

Vós ides votar em quê????! diários de bordo/diários íntimos e pessoais? Para quê, concretamente?
Pois, pois, andorinha, nosso entre aspas. Tu usas o autocarro todos os dias, podes até dizer “ali vem o meu autocarro”, mas o certo é que nem isso significa que ele seja teu, nem que algum dia o seja. A não ser que o compres. Nunca ouvi falar de compras de blogues…e este perdia a graça sem o professor, temos de convir. O senhor professor faz cá muita falta, pronto. O diário é dele, as parvidades nossas (minhas, que vós sois todos muito atilados).
Torço pelo murcon de cada vez que cá volto. E chega. Se quiserem, deserdem-me :) ou expulsem-me da ordem, por falta de cumprimento :)

não vou ali votar que não me apetece.

Meus deuses, então ninguém informa a Daniela Araújo? Andorinha, tu tratas o professor de “Júlio”, não acredito que não tenhas o contacto. Ou estás forbiden? Não se podem deixar três garotas na mão. Haja solidariedade.

Desculpinhas, tenho de ir ali. Fiquem bem. Sejam felizes. Gostei deste bocadinho.
saudade vossa/nossa

bea disse...

Anphy!!!

então não sabia o que é um Kolmi? vai ser muito conhecido, é o toque de quem não tem dinheiro para o sms:). se houvera imagem do Kolmi=bolsos virados do avesso a ondular ao vento

Pedro disse...

Bea,

Nada, que eu já não estivesse à espera!

andorinha disse...

Pedro,

Eu sei que és gande, mas não és idoso:)))


Bea,

Tu tás bem, miga? Fico preocupada contigo, pareces-me ácida:)

Ninguém vai comprar o Murcon:) Looool
Já expliquei o que se passou: a Tangerita mandou-me um mail a dizer que por motivos tecnicos não conseguia aceder ao blogue e pediu-me para avisar aqui do concurso.
Como não achei nem bem nem mal, fi-lo.

Agora já lá fui espreitar e apercebi-me de que a mesma pessoa pode votar 500 vezes no mesmo blogue, portanto...a relevância é nula.

Sou muito ingénua nestas merdas, aviso já para não me cairem em cima:)

Eu ia responder pelo Júlio??????
Eu bem digo que não estás bem...

A única coisa acertada que dizes é em relação ao João Proença.

Impio Blasfemo disse...

ANFY

Hum...O tema agrada-me. Falemos então de FILHOS DA PUTA. Sobre Filhos da Puta encontrei este texto que reproduzo por achar que não deve ser apenas o Alberto Pimento que sabe escrever sobre este tema. Aí vai com Vossa e do Prof. licença.


"Grandes são os filhos da puta

Isto de andar à porrada nunca teve nada que saber. Escolhe sempre o gajo maior. E nunca arrisques avançar para um canuco. Só assim se conquistam os nomes na praça da escola preparatória.
Se enfrentares uma besta, mesmo que percas, não perdes nunca. O grandalhão aposta tudo na imagem, não esconde nada. Mas sabe que nunca estará à altura das expectativas criadas à sua volta. Mesmo que te desfaça os cornos ao primeiro round, perderá sempre. Já tu, não te preocupes, porque, mesmo perdendo, manténs a fama riscada a navalha nas árvores do pátio. Se és baixo não tens outra alternativa.
Desde que Keagan me ensinou isto, parte considerável de tudo quanto sei, o meu nome nunca mais saiu das conversas ao fim da tarde, nas traseiras do pavilhão principal da escola. Muitos calmeirões desviavam os olhos dos meus, fugiam de mim. Mas muitos outros não.
Nunca fui tão popular como nesses tempos. E nunca eu levei tanta porrada. Ao princípio ainda doía. Depois habituei-me. Tu habituas-te. Mas é só quando começas a gostar de levar no focinho, tanto quanto gostas de dar, que te tornas verdadeiramente bom. Invencível mesmo na derrota. Só nunca caias no erro de escolher o pequeno. O baixote é sempre cabrãozote!
O canuco é perigoso. As expectativas à sua volta são sempre baixas. Mas o baixote esconde perigos, raiva recalcada, ira compacta à beira da explosão. E depois, mesmo que ganhes, perdes sempre.
- Escolhe sempre o que tapar o sol! - dizia o Keagan. E eu assim fazia. Escolhia sempre, entre a fileira de adversários, o maior de todos. O que me tapava o sol, e não raras vezes me fazia ver a lua. Era quase uma porrada romântica.
Mas se te habituas a isto, à dor, ao suor e ranhos alheios, ao sangue pingado na camisa sem botões, nunca te habituas à espera. Eu nunca me habituei, por mais que tentasse, por mais que me esforçasse.
A porrada era sempre no fim das aulas. E até lá, eu sofria em silêncio. Mastigava as palavras do professor. Via as caras dos outros a estudarem-me. Havia quem torcesse por mim. Outros torciam imaginariamente o meu pescoço. Mas a maioria apenas torcia para que algo acontecesse. E a porrada era sempre um acontecimento. Nos minutos que precediam a saída, parecia sentir já o paladar salgado do esforço, da pancada cega.
Os candidatos sucediam-se. E tudo servia para o desafio. Tudo servia como mote para o duelo. Era a mãe que era puta. A irmã que era puta. Era eu que era puta. Éramos todos putas.
Um dia foi demais. O Keagan tinha-me arranjado um slogan, propaganda de machos, e eu acreditava nele, apregoava-o pelos corredores.
- A minha direita é pesada e sai ligeira! É um azar à esquerda dos grandes filhos da puta!
Naquele dia, o filho da puta que respondeu ao chamamento era ainda maior do que grande. Esperou por mim o dia todo lá fora. Faltou às aulas e tudo, tal era a sua convicção. Eu vomitei de medo na casa de banho. Ninguém viu.
Quando saí para a rua, o mundo era meu. A escola observava. E era minha, também. Ele correu para mim, mal me viu, todo músculo e nervo, mas tropeçou numa pedra e caiu com estrondo a meus pés, abrindo a cabeça como uma melancia fora de estação. Agarrei-lhe na nuca suja de sangue e deixei-a cair no chão, levemente, mãos abertas, como se vivesse uma versão estranha do milagre das rosas aos pés da santa rainha Isabel.
- São grandes os filhos da puta, senhor!
Esse final de tarde foi a última vez que tive sorte na vida. Nunca mais os grandes filhos da puta me pareceram tão pequenos, quando vistos de cima." In http://aeiou.visao.pt/grandes-sao-os-filhos-da-puta=f598650

Para mim a moral da história é simples: -- Quando se sai da escola preparatória torna-se difícil dar porrada nos filhos da puta

Saravá
Ímpio

Pedro disse...

Impio:)

A moral da história que eu tirei foi: "dá sempre jeito uma casa de banho".

bea disse...

Ó andorinha...então...bolas...eu bem dispostinha e tu notas ácido? pois de onde me virá, que assim me tolhe? quiçá esteja com maleita desconhecida que ora não noto ou reparo.

Olha a grande coisa...então vocês às vezes não dão o mail do professor? pe-ron-to. já cá não está quem falou.

Vá lá que me safei com o Proença.

Sou capaz de ter os neurónios a avariar.Só faltava mais esta.

Pedro

concordo inteiramente.

Ímpio

É que eles depois do preparatório crescem noutras coisas em que já não conseguimos acertar. Mas continuamos vocacionados para levar porrada.

Impio Blasfemo disse...

Pedro

Não Pedro, não é a casa de banho que dá jeito. O que dá jeito é a pedra no caminho do filho da puta (fdp). A pedra no caminho que o faz estatelar-se e ele abrir a cabeça na queda. Está-nos a faltar essas tais pedras no caminho de uns tantos que por aí andam aos saltos. O resto deixo à tua imaginação


Um abraço

Ímpio

Daniela Araújo disse...

Muito boa noite a todos. agradecemos a quem se lembrou de nos mencionar =).já agora, ninguém aqui tem o e-mail do Professor, que nos possa ceder?
Um abraço e obrigada

Anfitrite disse...

Daniela Araújo,

Se me enviar o seu endereço, eu envio-lhe o do Professor, que aliás é público e já foi publicado aqui várias vezes.
O meu endereço está na minha página.
Que eu saiba aqui não anda ninguém
fugido à polícia, mas quando se pede um coisa, tem de se dar o mesmo. Se o tivesse feito, tenho a certeza que o professor lhe teria respondido.
Cumprimentos.

Daniela Araújo disse...

Muito obrigado pela amabilidade. O meu e-mail é daniela9589@hotmail.com .
Um abraço

Anfitrite disse...

Andorinha,

Que eu saiba toda a gente aqui, ou quase, sabe o endereço do professor. E que eu saiba o Thora aqui já deu o endereço do professor, a morada do consultório, o número de telefone e até o nome da senhora que atende.

Na net só não se sabe uma coisa quando não se quer, se anda distraído, não se tem tempo ou se está muito aflito.

Que eu saiba, que tu saibas, que ele saiba, o professor até teve uma página no facebook, que não era da sua autoria, durante bastante tempo e ele não se importou nada com isso.

até já

Anfitrite disse...

tou memo trôpega. Comecei a escrever para responder a uma afirmação e acabei, ou comecei com outra conversa e não disse nada do que eu queria.
Era para dizer que segundo julgo saber, no avental, só se pode votar uma vez em cada tipo de blogue, porque o IP fica lá registado.
Foi esse comentário que eu estive uma hora a escrever que eu perdi.
Estive a dizer à Interessada, que não votava no Bart, no tema Filosofia, até porque há outros bem mais interessantes, apesar dos poucos que conheço, e por ele ser um vira-casacas. Aqui faz-se de brincalhão e para os outros vai lamber as botas dos senhores do Poder. Não digo mais nada se não ainda carrego no delete e não sei paraonde isto vai.

Anfitrite disse...

Bea,
Eu não descarto ninguém pela sua cor política, ou pela sua trasparência.

O tal sr. tem muito nível e sabe muito, sobre todos os aspectos. Quiseram correguer com ele logo, do governo a que pertenceu e afinal o homem demitiu-se, quando afinal tinha pago mais SISA do que a devida no tal monte que comprou.

Agora vou dizer uma blasfémia:
tenha cuidado com a Sofia porque ela andava sempre um bocado mareada. Devia ser por causa dos
dos fiordes dos antepassados.
O marido é que parecia esgroviado, mas ela é que dava a volta a toda a gente e subjugava os outros à sua vontade.

Anfitrite disse...

Ímpio,

Eu ando cá a magicar na maneira de
fazer uumas patifarias a quem merece, mas tá difícil.
Já nem na primária eu conseguia, porque as escolas eram por sexos e bem distantes uma da outra.

Mas ainda me lembro de na pré-primária(naquela altura não se chamava nada disso, era uma gaiola onde nos punham), que era mista e quando a gente saía era porrada e brigas até fartar. Lembro-me de já nem sei qual foi o esperto do pai, que pediu à professora para nos fazer sair a horas diferentes, que era para não estragarmos a roupa toda, nem ficar com lenhos na cabeça. Os adultos são muito burros. Será que eles não pensaram que aqueles que saíssem primeiro
esperavam pelos outros?
Que me importava a mim de ir a toque de caixa para casa, quando a minha mãe me vinha esperar ao caminho, por eu estar atrasada? O gozo já cá estava.

Agora é que eu estou lixada porque fartam-se de gozar comigo e eu não consigo fazer nada. Esta cabeça tem de começar a funcionar melhor.

Namastê

bea disse...

Anphy

Quem é a Sofia que os fiordes e assim?
Será a poeta? Não sei. O passado deles interessa-me pouco; está para além do lido:) desconheço tal teoria de que andassem todos a mando dela. Se mandasse bem que mal havia para o mundo??? ah, retirava-lhes a liberdade. Não creio. Talvez ela mandasse sem mandar.É interessante que o ex marido a tenha chamado no caminho para a morte (ok, estamos todos a caminho). A gente diz o que quer quando quer, enquanto somos eternos.Na vida, afirmamo-nos sozinhos, solitários...mas não. Pensamos que decidimos n fatores, e ficamos orgulhosos das nossas decisões pessoais e únicas. Que ninguém decide por nós... contudo, somos apenas uma afirmação da vida, natural e própria, a que as escolhas também pertencem. A verdadeira solidão é quando não escolhes mas tens de ir; vais só e de vez. Acabados o romantismo, a crença, os sonhos, a ilusão de nos pensarmos quem não somos, fica a verdade da vida que viveste. Naquele Francisco Sofia foi uma verdade.

É assim que interpreto a tirania de Sofia :)

andorinha disse...

Anfitrite(2.31)

Eu sei isso tudo, mas o endereço não foi pedido a mim.

Não sou responsável pelas tuas atitudes nem do Thora:)))

Por norma só disponibilizo endereços de e-mail desde que eles me sejam pedidos diretamente e desde que a outra pessoa o permita.
É uma postura pessoal, nada mais.