quarta-feira, janeiro 11, 2012

O pormaior.

Maria,

Como nos riríamos se esperasses enroscada no sofá. Imagina!, eis-me em plena guerra de audiências... A TVI apostou na artilharia pesada e escolheu o Paulo Futre para "executar" o Trio d'Ataque. Que hipóteses temos de sobrevivência? Os outros não sei, eu sou incapaz de estar "concentradíssimo" e não tenho ilusões quanto à minha capacidade de mobilizar charters de chineses:). A SIC Notícias assegura o resto do cerco, oferece um ramalhete de QIs assustadores, encabeçado - que me perdoem os outros! - pelo Manel Sobrinho Simões. A casa de quem vou jantar amanhã... Literalmente vou cair, risonho, nos braços da "concorrência", como se diz nas televisões. Dois sexagenários que ao longo de mais de quarenta anos só competiram no carinho dedicado um ao outro:).
Resta mágoa única - não me esperas no sofá:(.

37 comentários:

Interessada disse...

Eu bem sabia que, amizades com pessoas interessantes e vivas, não lhe faltaríam.
Regozijo-me com o seu humor =D
Bom encontro.

bea disse...

Senhor professor

de Futre não vale a pena falar, ele já se disse tudo. Mas o povo é estranho e tem bizarros gostos. Dos que conversam na Sic, são de peso; não sei porque, mas penso que o senhor ficaria ali bem. Do programa que tem, não sei, não vi. E logo se verá o que acontece.
E bons encontros com Sobrinho Simões que me parece uma pessoa altamente. Curto. Maria é um assunto seu, é melhor a gente não se meter. Mas vá sabendo que eu e a andorinha gostamos do jeito semiconfidente acerca.

E Bom Dia a todos. Biépi

Pedro disse...

Professor,

Estive a ver um pouco da SIC Noticias. E gostei de ouvir dizer que nas próximas décadas o crescimento dos países Europeus será 0,1 a 1%.
Já á algum tempo que cá por casa se faala com espanto das taxas de crescimento das economias. Trata-se de um ser cristalino que tem a possiblidade de se expandir de uma forma infinita.
Por cá defendemos mais a imagem de um sobreiro que tem um rápido crescimento nos primeiros anos e quando adulto e atinge taxas de crescimento de 0,1 a 1% já está em fase adulta. Só lhe resta mesmo dar lugar a outros, porque a floresta de que faz parte não é infinita. Ou fossilizar e ter taxas de crescimento 0%. E isto para mim representa alguma estabilidade o que me apraz.

Bom Dia a Todos.

Pedro disse...

Ou seja 0% é uma floresta ou sociedade que se auto sustenta.

Pedro disse...

http://youtu.be/Qkr4gVqjFGI

João disse...

Fantástico texto.

Espero que prolongue a estadia no Trio d' Ataque.

Cê_Tê ;) disse...

;D
Eu acho que deveriam meia volta volta e meia "jogar na liga": irem todos a jogo e aí,... DUVIDO que não brilhasse o PSI que não estando ao serviço gozaria de todos os poderes e feitiçaria ;))) "contra" todos (até à "automutilação").
Acho que vos falta um "cromo" na vossa mesa.

Havia um programa tãaaaaaaao rusticamente cómico que dava noite dentro sobre futebol que poderia ser repiscado para entremear as análises futebolísticas. ;))))

Contudo, eu por mim furava as bolas todas à catanada (chinesa). ;))))

O professor tinha feito bem era aceitar o convite que declinou da publicidade da ZON. LOOL

Interessada disse...

Os interesses económicos já invadiram este blogue. Vejam os seguidores.
Vou debandar.

andorinha disse...

:)))

Eu ia dizer que gostei do post, pelo humor, por tudo...
Mas vem mais logo a Bea e crucifica-me, já nem sei...:)


"Mas vá sabendo que eu e a andorinha gostamos do jeito semiconfidente acerca."

:)))))))))))))


Bom jantar, Júlio. E partilhem estas (e outras) risotas.

Fiquem bem.

thorazine disse...

Acho que na verdade será o único com QI a destacar. O Prof. Antonio Barreto também, no entanto eu nunca compreendi um sociólogo praticante que compreende e aceita a maquina capitalista.

Sou um ateu (resolvido, depende dos dias), no entanto às vezes torço muito que exista uma entidade superior que faça as pessoas engolir as palavras e as acções: http://www.esquerda.net/artigo/hemodiálise-para-septuagenários-é-só-para-quem-pague-defende-ferreira-leite

thorazine disse...

Maralhal,
BOM ANO. Abraço caloroso a todos..:)

Interessada disse...

thorazine

Quem ainda não se apercebeu de que caminhamos para a barbárie, que abra os olhos ou enterre a cabeça na areia.
Nem me atrevo a desejar-lhe um bom ano, mas desejo-lhe muita sorte.

rainbow disse...

O pormaior dos afectos, e o pormenor das audiências e das rivalidades.
Salve-se o sentido de humor.

Pedro disse...

Rain,

Por falar em sentido de humor.
As ultimas pessoas a entrarem nos campos de concentração Nazis. Tinham como reacção única, o riso descontrolado. Talvez a natureza nos tenha dado esse dom à nascença. Muitos se salvaram. Que se preserve.

"Havia um senhor que nunca tinha visto o mar e um dia lá decidiu arrepiar caminho. Quando chegou ao mar, viu um pescador e não se conteve: "tanta água junta" e o pescador respondeu: "mas tem dono". O senhor perguntou: "E quem é esse dono?". O pescador foi frontal e respondeu: "sou eu". O senhor que vinha de tão longe pelo menos queria levar um garrafão de tanta água e assim pediu: "Não dá para levar um garrafão desta água?". O pescador: "leve mas tenho que lhe cobrar". Feita a troca o senhor lá partiu de volta.
Passado uns tempos voltou outra vez ao mar que estava na maré basa. Encontrou outra vez o pescador e admirado pediu-lhe licença e disse: "tem vendido pa carago"

Torazine,

Um dos representantes de doentes que precisam de hemodealise já veio dizer que a mesma senhora que hoje é noticia também um dia já disse que a democracia podia parar por 6 meses. Enfim, haja paciência até outra aparição.
Tens aqui uma foto para ti que fiz hoje;-)

http://eondoic-photography.blogspot.com/

Igual Abraço...

bea disse...

olá Thora
Bom Ano para ti.
Tu para gostares de uma pessoa tens que a entender toda? assim, em linha reta? não consegues. Somos um emaranhado. Não se me dão as contradições de António Barreto. Custo mais a engolir as da manelinha e as desse senhor baixinho que...ah, António Vitorino, é que não passam mesmo.

Mas o entusiasmo infantil de Sobrinho Simões (não sei se é o mesmo) a dizer "ó Judite, veja este fígado cheio de cancro" e mostrava um frasco como se apontasse o brinquedo preferido, a Judite a empinar o nariz meio milímetro, coisinha de nada, e só no cantinho da boca o ténue de um esgar a espreitar o sorriso. E foi tão natural como o violino que o Pedro aqui deixou. Bolas, já vi esse filme uma data de vezes e nunca dei por haver música.

Pedro

são os óculos da tua mãe?

reparaste a beleza curva das arestas?(na tua foto).Amei.

Pois, não sei, o sistema nervoso prega-nos partidas. um aperto dentro de nós, se pensamos nos campos de concentração, a barbárie a descoberto, desavergonhada. Também há fotos de olhos parados, fixos em nada.

Pedro disse...

Bea,

Continuam a haver "olhos parados, fixos em nada"

Por vezes só entendemos metade e acabamos por entender tudo.

Vamos deixar os traços pessoais de lado!

Anfitrite disse...

Prof.

Vinha agora mesmo dizer à Bea que os humanos são assim. Para ela lhe perguntar o que disse o seu amigo SSimões, no programa que refere.
Simplesmente isto:"A Medicina não pode ser racionalizada. Tem de ser RACIONADA! E sepois fiquem tristes, porque eu não sei sonhar, nem sou utópica. Depois comento porque ainda não li.

andorinha disse...

Thora,

Bom Ano para ti também, miúdo:)


Pedro,

"Continuam a haver "olhos parados, fixos em nada"

E sempre haverá infelizmente...

Pedro disse...

Andorinha,

Por vezes pergunto-me: Terá sido sempre assim! "Acho que não" mas a liberdade de uns é a prisão de outros.

beijinhos

rainbow disse...

Pedro,

Os ataques de riso descontrolado nos campos de concentração nada tinham a ver com sentido de humor.
Agora é a minha vez de discordar.(Discordando).


Andorinha,
Eu vejo beleza nos olhos parados, fixos em nada. Talvez num contexto de paz de espírito, de alheamento temporário. Apenas nesse contexto.


Bea,

"Tu para gostares de uma pessoa tens que a entender toda? assim, em linha reta? não consegues. Somos um emaranhado"

Mais: somos contraditórios, nunca nos revelamos totalmente a ninguém, mas aquilo que damos aos outros é o mais relevante.

Pedro disse...

Rainbow,

Vi num documentário. Relatos de pessoas que ainda estão vivas. Sem deixarem passar algum trauma. Bem pelo contrário. Eu sei que parece estranho. Mas foi o que vi.

http://youtu.be/m4kRciR7Eo4

...

Manuel disse...

Aqui vos deixo esta:

«Yamor»: Salif Keita & Cesária Évora
http://youtu.be/QFTw0c9ew3k

rainbow disse...

http://www.youtube.com/watch?v=TlkSepPTLUc

Bons sonhos para todos

Fora-de-Lei disse...

Sempre que a vida do nosso anfitrião lhe corre menos bem, lá vai ele a correr para a Maria. Pensará ele que é assim - com tanto queixume - que a Maria o irá aceitar de volta ?! Eu acho melhor que ele opte por uma outra abordagem antes que a Maria comece a pensar que ainda bem que se viu livre dele... ;-)))

Fora-de-Lei disse...

rainbow 10:49 PM

"Bons sonhos para todos"

Rainbow: dá-me a sensação que - para além do haplogrupo R1b, do retardado catolicismo e da endémica pobreza - há ainda algo mais que nos liga aos irlandeses. Estarei certo ou errado ?!

Andorinha: se calhar, é por isso mesmo que eu aprecio tanto a poesia desse irreverente dubliner que assina a sua vasta obra com o pseudónimo de John Fodewell... ;-)

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 8:05 PM

"Vinha agora mesmo dizer à Bea que os humanos são assim. Para ela lhe perguntar o que disse o seu amigo SSimões, no programa que refere."

Essa cena dos dois SS traz água no bico. Era a mesma coisa que eu dizer: "Benfica SSempre". Ainda iam todos pensar que eu pertencia à facção skinhead dos NoName Boys, hehehehehe...


"E sepois fiquem tristes, porque eu não sei sonhar, nem sou utópica. Depois comento porque ainda não li."

Não vale a pena enervar-se. Na verdade, o nosso povo até tem evoluído bastante. Há 2000 anos atrás - mais coisa, menos coisa - não nos governávamos, nem nos deixávamos governar. Hoje em dia, continuamos a não nos governar, mas já nos deixamos governar. Como vê...

andorinha disse...

Pedro,

Eu penso que sempre assim foi e será.

Beijinhos e abracinhos:)

Rainbow,

Nesse contexto sim, haverá serenidade e beleza.


FDL,

Tens ao menos aprendido alguma coisa com esse dubliner?:) Looool

"Hoje em dia, continuamos a não nos governar, mas já nos deixamos governar. Como vê..."

Pois, já houve evolução:))))))

Anfitrite disse...

FDL,

Nós não deixamos governar. Deixamos
é os outros se governarem!

Pedro disse...

@Andorinha,

Permite-me discordar. Mas se não discordar-se não tinha piada.

Beijinhos e abracinhos ^_^

bea disse...

Pedro

All right. O que aparece não é mesmo o que mais me interessa e às vezes só me distrai.

Rain

Não me referia a sonho ou devaneio mas à ausência da possibilidade. E concordo, suponho que com o Pedro, ao afirmar que existe esse olhar parado fora do holocausto. Por haver holocaustos pessoais; porque outros coletivos a circundar-nos onde também os nossos governantes; porque nos deixamos governar por eles e somos afinal tão parecidos com há 2000 anos apesar de aí ingovernáveis.
Porém, o estado das coisas se eterniza, nunca assim foi. Mau grado as nossas caraterísticas de fatalismo árabe, o saudosismo patético (de patas, pois) de situações que até nem vivemos, apesar da súbita importância de agências que sempre existiram mas não estavam na ribalta, o mundo há de dar uma volta. Talvez não no nosso tempo. A semente existe, há de germinar. Se plantamos.

Anphy

Apesar de reconhecer que tal programa é de peso, que tem pessoas que me agradam muito e outras que nada, não vi e esqueci-me de gravar. Qualquer frase descontextualizada pode virar-se contra o autor, como sabe. Poderia dar-lhe vários exemplos práticos, tão ao seu modo, acerca da minha concordância com o racionamento da medicina. Mas também pode ter sido uma frase em que o autor esteja a fazer uma crítica e não a apologia de. Não posso comentar frases desgarradas se o meu saber é só esse. Sorry. Vou gravar o próximo e a gente depois fala, ok?

Andorinha

continua a dizer o que pensas. Não crucifico ninguém a não ser sem saber,ou por engano de ordem vária. É uma incompetencia na mágoa deliberada:) e gosto da tua naturalidade. Não creio aliás que a percas. brincavas.

Bom dia a todos!!!

Anfitrite disse...

Bea,

Continuo sem tempo. Mas conhece-me muito mal para pensar que usaria frases descontextualizadas. Ainda por cima duma pessoa que eu admiro e que trabalha por amor à arte. Está gravado na minha cabeça. Ele começou por dizer:"É preciso não ter medo das palavras" e continuou a conversa. Se eu quisesse usar frases um "pouco" fora do contexto diria ipsis verbis como disse MFL "Depois dos 70 anos quem quiser hemodiálise que a pague". Mas eu não julgo as pessoas pela minha afinidade. Ela também afirmou que se lhe perguntarem alguma coisa sobre este orçamento ela não saberia responder, porque andam sempre a mudar as leis(ela também já o fez,e com efeitos retroactivos) e portanto ninguém se entende e ninguém pode programar nada neste país. Eu apenas quis reforçar o que lhe tinha dito no andar de baixo. Não estamos em tempos de sonhos! Talvez delirando e rindo alarvemente num tempo de holocausto.
A única pessoa ali de quem eu falaria mal, porque tem sido um catavento maluco era do servente do merceeiro. Acha que a partir dos 70 não se deve comparticipar, e frisou: eu já tenho 70-porque já deve anos à cova- porque já ultatassou em muitos anos a esperança média de vida, que havia, quando ele nasceu.
Veja a gravação que vale a pena.
E a amostra, pequenina e gordinha foi a única que se indignou e que tem arcaboiço para elels todos.

Interessada disse...

Mesmo adequado para este blogue :D
Divirtam-se

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

@anfitrite "Não estamos em tempos de sonhos! Talvez delirando e rindo alarvemente num tempo de holocausto."

Continua a misturar alhos com bugalhos.
O que é que o sonho tem a ver com o delírio?????
Pois...do riso alarve, eu também não gosto. Aliás, nem do sujeito.
O meu grau de tolerância é mesmo muito raso.
Isso é a buçalidade avulsa.
Off with their heads!

Mas olhe que dá muito jeito o alto sentido de humor.

Interessada disse...

Boas bebincas :D (para quem não conhece: trata-se de um sobremesa goesa de amêndoa, com sete camadas no mínimo)

http://www.youtube.com/watch?v=JmtkwVxlYFI

http://www.youtube.com/watch?v=L7d2x4nC4Hc

http://www.youtube.com/watch?v=SiJrk1JReMU

andorinha disse...

Bea,

Claro que estava a brincar.
Quanto ao programa, com muita pena minha também não vi, pelo que não posso dizer nada.

Anfitrite,

Como disse, não vi o programa, mas uma frase dessas é escabrosa.
Depois dos 70 não vale a pena desperdiçar dinheiro e outros recursos porque, assim como assim, já lhes faltará pouco tempo para baterem a bota. Fico agoniada, até.





4:50 PM

O Prospector disse...

Após o jogo entre foculporto e Gil Vicente para a 2ª jornada, num jogo que foi polémico por ter sido perdoada uma expulsão a Otamendi logo no 1º minuto (penalti) e por ter sido marcado um penalti inexistente sobre Givanildo, o Papa reagiu assim:


«Estes indivíduos não percebem nada. Não têm noção do ridículo em que caem. Estão a dar cabo do futebol e a criar um clima insustentável para os árbitros que têm sido uns heróis»

Pinto da Costa 24 de Agosto de 2011