sábado, junho 09, 2012

O espectador monástico.

Um tipo vê o jogo sozinho em casa para poder comentar "à moda do Porto". (Bom, na companhia de croquetes da Ribeiro e uma garrafa de Soalheiro...). Pelo meio ainda segue o Benfica-Porto em hóquei num canal que não sabia existir e funciona aos soluços:(. (Seremos campeões se ganharmos aos tigres de Almeirim, não os conheço, espero que sejam fraquinhos ou benfiquistas...). Resultado? Mais uma vitória moral, ainda por cima contra a Alemanha da senhora Merkel, padroeira das traves. (Claro que o Dr. Passos Coelho lhe vai dizer que a vitória foi merecidíssima...). Comentar à moda do Porto? Ó gente inculta! - Pi que os concebeu, uma sorte do pi, o pi do Ronaldo nunca nos deixa de boca aberta na selecção, somos uns pi sem sorte nenhuma, como é possível o pi do Gomez saltar com o João Pereira no golo... Perceberam? O Porto é uma cidade do pi, carago:))))))))).

106 comentários:

Fora-de-Lei disse...

"Pelo meio ainda segue o Benfica-Porto em hóquei num canal que não sabia existir..."

Professor, que canal é esse ?

Quanto à Selecção, talvez o melhor seja esta ir já pró "pi" na fase de grupos porque enquanto o pau vai indo e vindo, as costas do Coelho vão folgando...

Julio Machado Vaz disse...

FDL,
Pus Benfica-Porto transmissão televisiva e desaguei num canal que fazia publicidade a tudo e mais alguma coisa, mas transmitia a "coisa" e não era a Benfica TV. Aos solavancos, lá isso é verdade:)...

Fora-de-Lei disse...

Obrigado!

Impio Blasfemo disse...

Ah Prof. Pois Pi,PI,Pi, PI ao cubo ou à 5ª casa. Apetecia-me estar a noite inteira a PI-ar
Perdemos mais uma vez e à parte o azar ou a sorte a realidade é que não se pode ter a pretensão de ganhar um jogo quando se corre e joga bem 15 minutos. É que o futebol, tanto quanto sei, é um jogo colectivo onde a individualidade ou criatividade individual é muito importante mas se não houver colectivo, pois nada feito. O nosso meio campo tinha de “pensar” antes de meter a bola e os alemães metiam a bola no meio campo onde queriam pois o jogo deles já parecia ter sido pensado na véspera e tudo parecia bater certo neles e tudo parecia bater errado em nós. PI mais Pi e mais mil vezes PI que estou farto. Continuamos a justificar tudo pelo rácio sorte/azar. Somos mesmo fanfarrões….Onde esteve a nossa equipa nos 90 minutos de jogo, onde esteve o nosso colectivo nesses 90 minutos onde esteve o nosso fio de jogo? Perdeu-se? Encontrámo-lo quando os alemães desaceleraram ? E o Prof. sabe bem do amor que tenho pelo Sr. Passos, mas reconheço que ele não é assim tão burro e tão politicamente incorrecto a ponto de cair na asneira de se por a gabar a equipa da Sra. Merkhel, agora a quente..... Mas sejamos claros tivemos uma PI de uma bola na trave no 1º tempo e 15 minutos no 2º tempo em que o Varela resolve chutar rasteiro uma bola onde o guarda-redes alemão estava já no chão. Esquecia-me daquele centro do Nani que o próprio confessa ter-lhe saído mal e onde a bola bate no cantinho da baliza. Mas no limite, passávamos da situação de perder o jogo para a de empatar o jogo. Ora o objectivo era ganhar à Alemanha, ou não seria?
Numa palavra, gostava que a nossa equipa soubesse trocar e manter a posse de bola como o Barcelona, mas se calhar é pedir demais.
Ah, esquecia-me de referir que os “pesudos” dos dinamarqueses ganharam aos famosos holandeses. E pareceu-me que muito desse mérito se deveu ao colectivo deles; bola recebida, bola passada, a bola circulava bem e eles corriam, movimentavam-se, criavam linhas de passe, enfim, o tal colectivo parecia funcionar……

Abraços
Ímpio

Interessada disse...

Carago, homem,em lisboa também se fala assim.
No outro dia, numa tarde de praia, não ouvi outra coisa de três em três minutos, sem exagero: ca*****, f******
É castiço?

Cê_Tê ;) disse...

O que o inibe de dizer: 3,14159265? ;)

Cê_Tê ;) disse...

(Há alturas e momentos- devidamente contextualizados- que a partilha do calão pode saber melhor que a mais refinada erudição! ;D)

Xana Olsdal disse...

Sim! O Porto eh mm do Pi!! :P

Fora-de-Lei disse...

Cê_Tê ;) 11:12 PM

"(Há alturas e momentos- devidamente contextualizados- que a partilha do calão pode saber melhor que a mais refinada erudição! ;D)"

Talvez na cama, não ?! ;-)

andorinha disse...

Looooool para o post!

Mas também não jogámos assim tão mal, pi:)


FDL(11.18)

Loooooooooool
Aí, decididamente!:)

pedro disse...

Só passei por aqui para dizer que não deixo qualquer comentário.

pedro disse...

Para terminar o banquete só faltou mesmo as Bolas De Berlim da Leitaria da Quinta do Paço:)

Desculpem-me o ultimo coméntário mas já consegui ler mas ainda não estava na crista da onda:

http://1.bp.blogspot.com/-xvuh2bqQ2DY/T5HvcUCwdtI/AAAAAAAAD6Y/o1CmZueguRQ/s1600/(36)+3266.jpg

Maria disse...

Os anos que vivi no Norte, deram-me uma cultura vastíssima de palavrões, perdão, Pis.
Não vi o jogo, mas ouvi vários pis, ditos, pelo treinador de sofá, cá de casa.
Confesso que, quando me irrito, esqueço-me do Pi e, sai tudo.
Neste momento, apetecia-me dormir e não consigo, Pi, Pi e Pi.
Maria

bea disse...

Concordo com o Ímpio, mais ou menos na íntegra. Faltou coletivo à equipa: E, desta vez, confirmou mais ou menos as previsões. Quer o golo que houve quer os falhados não foram apenas jogo de sorte e azar. Prevejo um ponto a Portugal na saída da fase. Oxalá me engane.
Bom dia a todos. Mesmo que chova. A chuva calma a poeira e traz nitidez.

o pi. os palavrões em vez de. A matemática estorva-me o raciocínio :)

desculpem, tenho de ir encomendar umas missas por alma da seleção. Pode que arrebite.quando é o próximo jogo?

xxx disse...

No Porto os Pii são mesmo genuínos. Saem mesmo sem se dar conta. Então nos jogos da selecção...
Ainda por cima com a Alemanha...
Bom fim de semana.

pedro disse...

Andorinha:)

Estes murcões nunca foram á "Adega dos Caquinhos". Aí não há pi para ninguém usam-se as palavras que vêm em todos e mais alguns dicionários. Em comparação todoo tripeiro é "beto".

;-)

rainbow disse...

Bom dia:)

O post faz-me lembrar uma anedota em que uma mulher e um homem se conhecem no metro do Porto e desatam a trocar Pis, e que termina com ela a contar a uma amiga: "E palavra puxa palavra, olha... casámos!"
:)


Andorinha e Bea,

"Mas também não jogámos assim tão mal, pi:)"

"o pi. os palavrões em vez de. A matemática estorva-me o raciocínio :)"

LOL!!


Bom domingo para todos

http://www.youtube.com/watch?v=cEIJQfRBJEs&feature=related

pedro disse...

Rainbow,

A Bea gosta muito de A matemática. Mas tem que manter o anonimato:)

andorinha disse...

Bom dia:)

Bea,

Tão pessimista, pi!:)
Estou a ver que os "pis" vieram para ficar...
Se ganharmos o próximo nada está perdido.


Pedro,

Não é só na Adega dos Caquinhos. Aqui em Guimarães o Pi é uma instituição:)))

Fica bem:)

Bom domingo, malta.

Cê_Tê ;) disse...

FDL, ;))) Por acaso (ou não ?! ;P) não me referia a esse "canal". ;D

A sua associação (legitíma ?;) quem sabe ;)) fez-me recordar um programa delicioso do "Amor é...) de há uns meses(?!).

Bom resto de fds para tuti.

Anfitrite disse...

Boa tarde:)

Que ALA me perdoe, e só tenho pena por termos sido vencidos pela Alemanha, pq pela primeira vez na minha vida fico contente por termos perdido. Devemos ser já eliminados, que é para não ficarmos ainda mais adormecidos. Tenho a sensação de que ninguém tem a percepção das medidas anti-constitucionais que estão a ser tomadas. O π do coelho não pode gozar mais connosco. Agora começam a falar do pedido de ajuda de Espanha e ainda o π se safa. Só que para eles vai ser em melhores condições- era isso que o Sócrates queria. Só que eles esquecem-se que têm as regiões autónomas.
Professor tenha cuidado, não se esqueça de pagar nada, e veja o valor do seu carro, senão ainda lhe é apreendido, enquanto passeia.
E veja lá se tem dinheiro em Espanha.
Ah grandes espanhóis. Esses tiveram uma grande bolha imobiliária. E agora os que estão a ser despejados por não pagarem as dívidas, estão a arrombar os milhares de apartamentos que não foram vendidos. Parece que estamos no nosso 25/4.

Rain,
Quem não viu Bonnie & Clyde, não sabe a maravilha que perdeu. Vi todos que referiu, mas faltou aí o REDS, e um muito triste, duma artista que só nasceu para sofrer e teve uma morte triste. O filme era "Lillith". Mas apesar de tudo prefiro a irmã dele. Tem filmes fabulosos. Menciono só "O Apartamento" e "Irma La Douce", porque não Flores de Aço, Laços de Ternura, em todos é doce e querida.

Manuel,

Eu dei pela sua ausência, já estava para perguntar se não haveria problema de saúde por aí.
De qualquer modo sabe que eu tenho um jeito meio difícil(?) de falar. Também não ponho os nomes que é para criar suspense.

Hoje foi o dia da raça. Pela primeira vez não foi condecorado um PRIMEIRO MINISTRO, eleito pelo povo. Que falta de π tem este graveto! Foi condecorar uma cambada de gente que ninguém conhece.
Só se falou em Ultramar! QUE TRISTEZA! Nunca tivemos colónias.

Fiquem bem

Anfitrite disse...

Ímpio,

Eu não vi o jogo. Para mim este europeu é como não existisse.
Segundo o seu comentário, faltou-nos colectivo. Mas isso sempre nos faltou em tudo: Cada um puxa a brasa à sua sardinha.
O Barcelona é uma equipa, a nossa selecção não. Porque raio íam os jodadores arriscarem-se a ficar magoados, se eles precisam é de render nas suas equipas? O Bentinho também já tem contrato assegurado por mais dois anos. Portanto só há que aproveitar o passeio e as boas estadas. E olhar para as beldades daquela zona.
Anime-se.

Manuel disse...

Aqui vos deixo:

«Nuvem»: Djavan, Gal Costa e Chico Buarque
http://youtu.be/RkzwNOTkGOs

Anfitrite disse...

E porque não viajar um pouco?

Espero que gostes do filme, Pedro.


http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=1zjXjf2sSWU

rainbow disse...

Boa tarde:)

Anfi,

Esqueci-me do "Reds" com a magnífica Diane Keaton. Vi-o há tantos anos!
Não me recordo de ter visto esse filme "Lilith" e quando falou duma artista que só nasceu para sofrer fez-me lembrar "Frida".
Quanto à irmã dele,Shirley Maclaine, também fui sempre grande fã, ela era especial, muito doce.
E vi todos esses que menciona, e um que gostei muito, "Deus sabe quanto amei" com ela e Frank Sinatra. Esse filme é obrigatório.
Quanto às medidas anti-constitucionais, não entendo como é possível em democracia um governo pensar em fazer uma acção consertada entre as Finanças e a PSP, a cobrar dívidas em operações auto-stop.
Parece que está tudo doido!
E por falar em doidos, lembrei-me do "Voando sobre um ninho de cucos". Não era esse o filme que não conseguia recordar o título?

pedro disse...

Anfy,

Se se desfizer do "lamborgini". Dá para irmos os dois:

http://youtu.be/rImZciDFyKY

Impio Blasfemo disse...

Anfy

Os choques

D. Januário Torgal ficou chocado com as declarações do PI Coelho e respondeu que tem vergonha deste país; não pode ainda fazer ´homilias com PIs, aos domingos sem arriscar a excomunhão. Ficou pelo chocado....!
http://www.esquerda.net/artigo/d-janu%C3%A1rio-torgal-%E2%80%9Ctenho-vergonha-do-meu-pa%C3%ADs%E2%80%9D

A Maria João Avilez disse, em entrevista na SIC, que ficou chocadíssima com as declarações do D. Januário Torgal. Coitada, a sua fé cristã foi ao rubro: Não, não era isto que queria dizer. O que queria dizer é que a sua fé laranja ficou chocada. Olhe, tenha PI_ciência

E assim de choque em choque, passando pelo choque fiscal e pelo choque geracional caminhamos para um país choco e sem tinta nem papel.

Abraços
Ímpio

Anfitrite disse...

Pedro,

Não gozes comigo. Aonde é que se podia ir melhor que num lamborghini. com assistência em casa própria. E para dois dá perfeitamente.

Num porsche 924 fomos três à Suiça e o pendura alternava com o que ía atrás.

Já disse aqui que não faço férias em países miseráveis por mais lindos que sejam. Se quiseres ir para aquelas bandas, vamos para o paraíso das Ihas Maurícias, embora eu preferisse ir para a ilha da Reunião que é para onde ía a princesa Stephanie do Mónaco.

Rain

O filme é 1964, mas é também uma masterpiece. Do que eu gosto dramas psicológicos. Nunca ouviu falar nem da morte dela, porque apereceu morta no carro na ruas de Paris. Foi expulsa dos EUA porque diziam que estava grávida dum negro,porque era uma activista dos direitos humanos. Era casada com um ecritor, autor de "Cão Branco" e muitos outros.


http://www.youtube.com/watch?v=cP4oqfUN4Y4

e o Bom dia tristeza,etc.

http://en.wikipedia.org/wiki/Jean_Seberg

Bon soir

Anfitrite disse...

Coincidências
http://pastoralemaobranco.blogspot.pt/2009/08/o-cao-branco-white-dog-1982.html#!/2009/08/o-cao-branco-white-dog-1982.html

Anfitrite disse...

Já agora para se julgarem fanosos, sigam as instruções. Não há perigo.

http://www.obtampons.ca/apology

rainbow disse...

Anfi,

Você descobre cada coisa:)))

Ainda sobre "Lilith", merci pelo trailer, fiquei com curiosidade de o ver. Não conhecia a actriz.

Pedro,

Deixaste há dias aqui uma música dum filme bastante curioso "Eternal sunshine of the spotless mind". Desconhecia, mas já o tenho:)

Ímpio,

Se Maria João Avilez ficou chocada com as palavras de D. Januário, como teria ficado quando leu a crónica de António Lobo Antunes?

http://visao.sapo.pt/nacao-valente-e-imortal=f658209

bea disse...

Rain

O chocante é D. Januário. Lobo Antunes é um escritor, não se leva a sério. Um representante de deus é outra coisa. convenhamos:)

e não estou pessimista. Nem sou das pessoas que resmungam a torto e direito com a seleção. Quero que ganhem. Porém,mantenho a previsão. para lá da precaução.

Já que falam em filmes, impressionou-me the whistleblower. não é um filme fácil, mas destrói aquela ideia romântica sobre Direitos Humanos, como se uma conversinha para distrair meninos de escola. Pareceu-me ferida tão ainda aberta (baseia-se numa história real). Talvez seja mais fácil ignorar. Não entendo um deus que permite. Como diz Woody Allen, é bom que arranje uma boa desculpa. Mas, e se deus não há? os homens, como se desculpam?!

Anphy

Não seja mázona. Não deviamos nada ter perdido. devíamos ter ganho, mas faltou jeito para.
Então...eu a pensá-la mochila às costas e agora só quer países *****? Não vale. Pronto, tá bem. Fica para outra vez. Não se fala mais nisso. já guardo as sapatilhas :)
Vou ver os gerânios crescer no escuro. As flores crescem assim. De manhã,passamos a mão e mais altas. A natureza toda assim. A crescer às escondidas. Mistérios.

Durmam bem.

Impio Blasfemo disse...

Rain

Mas que sorte do PI a nossa....

Estou a ver que o Lobo Antunes devia ter escrito, à cabeça,algo como:
"Aviso: As frases abaixo escritas contêm pensamentos eventualmente chocantes, e por um círculo vermelho ou um PI.
Assim a MJA já não perdia tempo, ou se perdesse, já não se poderia queixar de ficar chocadíssima pois quem lê por gosto não se cansa nem se choca nem diz PI's.

Os portugueses são um povo muito Paciente segundo o PI do Passos. Temos todos que ter uma Paciência do PI.

E pronto, já PIei qb mas não me tornei PIo, aliás cada vez mais ímPIo, embora reconheça que Portugal se veja uma larga percentagem de PIos e PIas a dizer coisas, obviamente, muito PIas.

Abraços

ímpio

Anfitrite disse...

Andy,

Como tinhas dito que depois lias esta notícia, mas como se mudou de postal, aqui vai, só para ficares com uma ideia, antes que desapareça.

http://expresso.sapo.pt/criancas-da-casa-pia-cobaias-de-universidade-dos-eua=f729225

bea disse...

Anphy

Embora eu não seja a andorinha
e mesmo tendo já lido a notícia no lugar antes

é claro que esses garotos são mais suscetíveis; como é limpo que têm mais dentes com problemas. Quem lá viveu ou vive sabe porquê.Basta perguntar-se de onde vieram, como foram ali parar, em que idade.Digamos que estive infiltrada e palpei as várias frentes. A Casa Pia não é só a globalidade dos jornais e da notícia. Há muito mais. Que se não mostra ou não quer dar a ver. Porque as coisas boas não são notícia e as más, no seu devido contexto, também não servem.

Que esses miúdos tenham sido cobaias de experiência, a coberto de um pretexto que até é verdadeiro, para encobrir a verdade de outro menos ético, é sinal de maré negra. Crianças e jovens são-o sem condição, só neles o lastro de futuro. E de esperança. É desanimante que as nossas cabecinhas pensadoras sejam tão pouco escrupulosas. O créme de la créme azedou.

E os casapianos, pode crer, são extremamente revoltados, difíceis, com comportamentos meio paranóicos por vezes. E por isso mesmo merece-me mais respeito quem literalmente veio de debaixo de uma ponte recolhido por um carro de polícia, quem não sabe de mãe e pai, quem até já os viu, mas os rejeita por tanta coisa. Ou é rejeitado. Quem fica sempre. Não vai de férias quando os outros, um primo, um tio, uma avó…com sorte os pais, a mãe. Quem, fora daqueles muros, não existe para ninguém. E passa na rua e também não é ninguém. Que, quando muito as pessoas olham e “lá vão os meninos da casa Pia, coitadinhos” um a um são ninguém. E quantos se recusam, sem êxito, a sair em grupo por isso? E bastaria este último item para explicar o tanto que diferem das crianças que brincam descansadas em sua casa ou no parque perto de casa e vivem os normalíssimos problemas familiares ou da idade.

E mais não digo porque o tempo. E pode que o meu coração amoleça em função do défice não económico que me prende àquelas garotas e me faz gostá-las tantos anos depois, a lastimar endereços que perdi ou atirei fora, porque quando somos jovens o passado rasga-se e pronto. E cada vez que se fala em casa Pia, elas todas mãos e voz dentro de mim. Uma explosão.

Fiquem bem. Boa semana a todos :)) e não falei dos dentes. Paciência.

Bartolomeu disse...

Aqui está um post todo "pi-pi"!!!
;)

pedro disse...

Bea,

Ontem estava com um amigo meu. Também muito anónimo! Que contava que antes era costume arrancar os dentes á pedrada.

Johannes Brahms - Lullaby:

http://youtu.be/t894eGoymio

bea disse...

Bart
:)

Pedro
Obrigada por Brahms e sua lullaby; reoiço logo mais à noite :). Na minha família costuma usar-se essa expressão como remédio para quem aperreia o povo, "cortar-lhe o cabelo à pedrada". Prontos,há o risco de ficarmos sem a pedra do lavaloiça e assim.

Impio Blasfemo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Impio Blasfemo disse...

Bart

Ficou um Post cheio de PI-adas muitas delas dirigidas aos nossos PI-ro-técnicos governamentais que nos fazem sofrer às mãos da Troika para expiação dos nossos PI-cados; bem picados estamos todos a ficar, pior que hamburger. Uma feira de vaidades e voluntariedades a roçar a obstinação, feita à custa da fogueira do que se foi conquistando com bastante esforço e luta. Claro está que os Cristo_Laranjas dizem que não e ficam indignados quando um representante da sua fé cristã (D. Januário Torgal) vem por o dedo na ferida e chamar salafrários ao Laranjal plantado nos terrenos do poder.
Somos uns verdadeiros peões de brega nas mãos destes tipos; Irra!

Para desanuviar, vou contar a historinha de um padre travesso, daqueles que dizia que as contas com Deus-Todo-Poderoso, se hão-de acertar um dia, mas que esse dia quanto mais longe vier, melhor.
Um belo dia, acompanhava ele uma procissão na aldeia quando um bando de miudos traquinas resolveu por-se a atirar pedras ao andor. Furioso com tamanha falta de compustura, o dito padre bradou alto a seguinte imprecação: "Perdoai-me Senhor mas mandai uma boa chuva de merda bem certeira que caia em cheio na cabeça desta canalhada e que a disperse...". Se calhar estará na altura de reactivar as sessões da Capela do Rato; pode ser que resulte!
Abraço
Ímpio

Anfitrite disse...

Vale a pena ler tudo aquilo que nós somos.

http://jumento.blogspot.pt/2012/06/ser-portugues.html

E ainda por cima há quem tenha compaixão de nós. Porque é tão
ignorante que nem sabe o que significa compaixão.

«"É porque tenho uma grande noção de compaixão, de sensibilidade para os problemas, que serei determinado em resolver duradouramente os nossos problemas", garante o pi, um ano depois da vitória nas legislativas.» [RR]

Wikipédia:

Compaixão (do latim compassione) pode ser descrito como uma compreensão do estado emocional de outrem; não deve ser confundida com empatia. A compaixão freqüentemente combina-se a um desejo de aliviar ou minorar o sofrimento de outro ser senciente, bem como demonstrar especial gentileza com aqueles que sofrem. A compaixão pode levar alguém a sentir empatia pelo outro. A compaixão é frequentemente caracterizada através de ações, na qual uma pessoa agindo com espírito de compaixão busca ajudar aqueles pelos quais se compadece.

A compaixão diferencia-se de outras formas de comportamento prestativo humano no sentido de que seu foco primário é o alívio da dor esofrimento alheios. Atos de caridade que busquem principalmente conceder benefícios em vez de aliviar a dor e o sofrimento existentes, são mais corretamente classificados como atos de altruísmo, embora, neste sentido, a compaixão possa ser vista como um subconjunto do altruísmo, sendo definida como o tipo de comportamento que busca beneficiar os outros minorando o sofrimento deles.

(retirado do Jumento)

Bea

Também conheço um pouco daquilo que VÇ fala, porque seguindo a carreira do 15, ía dar à Rua do Açucar, onde infelizmente, se situa uma Instituição, que antigamnte chamavam "Mitra", agora o nome é mais pomposo, para onde eu tive de me deslocar, durante largos meses, para inspeccionar e apurar os valores, do desvio feito por um funcionário dirigente, que se aproveitava, do dinheiro acumulado correspondente a 1/3 das pensões dos utentes, que ficava guardado na Instituição. E como eram tantos, ao fim de uns anos, já eram uns milhares de contos. Felizmente aí tive a sorte de conhecer um Verdadeiro Senhor,( que fazia anos no dia do meu pai) que trabalhava por amor ao próximo, e que me mostrou toda aquela zona. Até me levou ao pavilhão psiquiátrico, existente na quinta do Pisão, escondidos de todo o mundo, onde eu tive a coragem de entrar, e como naquela altura fumava, nunca mais me largaram enquanto eu tive cigarros. Mas ninguém me fez mal. Fez-me mal foi o que eu vi. Já cá fora homens com as calças seguras por cordéis, ou tiras de trapos, e uma cozinha montada com tudo do melhor, que podia fornrcer refeições para centenas de pessoas, mas que não funcionava porque, o Conselho Directivo, achava que não havia dinheiro para contratar um cozinheiro. Na rua do Açucar,se queriam água quente, tinha que ir um empregado, duas horas antes do seu horário ligar as caldeiras. Quando um rato roeu a cara de uma falecida, durante a noite, como a notícia apareceu nos jornais, quem foi despedido da manhã para a tarde, foi o enfermeiro, que tinha oito filhos menores a seu cargo e não levou um tostão, porque não tinha o curso completo. É por estas e outras, minhaa amiga Bea, que eu não me consigo calar. Mas o gjo tinha as contas bem feitas, só que eu nem o valor de um livro de cheques, que ele tinha levantado, duma conta que abrriu, lhe perdoei, e ele concordou, quando foi feita a acariação, vis-à-vis. Meu Deus, o que mais eu poderia acrescentar!

"Façam o favor de ser felizes"

Bartolomeu disse...

Ímpio,
O Senhor professor Marcelo, declarou ontem que desta vez, não dava razão ao Senhor Dom Torgal.
Nunca percebi porque piii a igreja atribui a designação de Dom a uns piii que pregam a igualdade e fraternidade entre os homens.
Bom, mas algum motivo terão... ou não.
Acerca de padres e de aldeões, conta-se a estória que em certa aldeia do interior, um determinado fulano devia hà um determinado tempo, uma determinada quantia a um determinado padre.
;))))
O padre, andava sempre a tentar chegar à fala com o devedor, o qual, mal aviastava o padre, mudava imediatamente de rumo, escapando-se ao confronto.
Determinado dia, ía o padre por determinada rua e encontra o fulano-devedor, encostado a um muro, com a pi...xa de fora a mudar a água às azeitonas.
Não é tarde nem é cedo, pensou o padre, este hoje não se me escapa sem uma justificação por ainda não ter pago a dívida.
Assim, chega-se de imediato ao fulano devedor e pergunta-lhe: olha lá óh pázinho, ainda não viste tempo de me pagares o dinheiro que te emprestei?
Responde o mijador: Tem razão senhor padre, mas não está esquecido. E olhe, prometo-lhe solenemente, assim que acabar o trabalho que tenho entre mãos, o primeiro buraco a tapar, será o seu.
Acho que o padre lhe perdoou a dívida...
;)))

Anfitrite disse...

Bart,

Mas para isso o padre terá primeiro que sofrer este tratamento:

Assunto: FW: Operado às hemorróidas - texto de Luiz F.Veríssimo...SO PARA MACHOS

Texto do Luiz F. Veríssimo.

Ptolomeu em 150 d.C. dizia que a Terra era o centro do Universo e quetudo girava em torno dela. Foram precisos cerca de 1400 anos para estateoria ser rebatida por Nicolau Copérnico, provando à Humanidadeque o Sol sim era o centro.
Eu. Simplesmente eu, descobri em apenas três dias, após 56 anos, queambos estavam redondamente enganados: o centro do universo é o cu.
Isso mesmo, o cu!
Operei às hemorróidas com carácter de urgência há algumas semanas atrás. Nodomingo à noitinha, o que achava que seria um singelo peidinho, quaseme virou do avesso.
"É difícil, mas vamos ver se reverte", falou meu médico.Reverteu merda nenhuma, era mais fácil o Lula aceitar que sabia domensalão do que aquela lazarenta bolinha (?) dar o toque de recolher.Foram quase 2 horas de cirurgia e confesso não senti nadica de nada,nem se me enrabaram durante minha letargia! Dois dias de hospital,passei bem embora tenham tentado me afogar com tanto soro que meaplicaram, foram litros e litros; recebi alta e fui repousar em casa.
Passados os efeitos anestésicos e analgésicos, vem a "primeira vez".
PUTA QUI PARIU!!! Parece que você está cagando um croquete de figo daÍndia, casca de abacaxi, concha de ostra e arame farpado. É umauto-flagelo.
Por uns três dias dói tanto que você não imagina uma coisinha tãopequena e com um nome tão reduzido (cu) possa doer tanto. O tamanho dador não é proporcional ao tamanho do nome, neste caso, cu deveriachamar dobrovosky, tegulcigalpa, nabucodonosor.
Passam pela cabeça soluções mágicas: Usar um ventilador! Só se fordaqueles túneis aerodinâmicos. Gelo! Só se eu escorregar pelado poruma encosta do Monte Everest. Esguichinho d'água! Tem que ser igual ada Praça da Matriz, névoa seguida de jatos intercalados.Descobri também que somos descendentes diretos do babuíno, porque vocêfica andando como macaco e com o cu vermelho; qualquer tosse,movimento inesperado, virada mais brusca o cu dói, e como!
Para melhorar as "idas" à privada, recomenda-se dieta na base defibras, foi o que fiz: comi cinco vassouras piaçaba, um tapete desisal e sete metros de corda.
Agora sei o sentido daquela frase: "quem tem medo de cagar não come!"Perdi 4 quilos; 3,5 de gordura e 0,5 de cu. Tudo valeu, agora jáestou bem, cagando como manda o figurino, não preciso pensar parapeidar, o cu ficou afinado em ré menor, uma beleza! A f... (leia-se, o problema) é que usei Modess por 20 dias após a cirurgia e hoje tô sentindo falta dele!

pedro disse...

Bart,

Além de ter poupado a divida. Ficou sem qualquer tipo de recentimento.

andorinha disse...

Anfy,

Li agora. Teremos que ser sempre cobaias dos outros?

"Que esses miúdos tenham sido cobaias de experiência, a coberto de um pretexto que até é verdadeiro, para encobrir a verdade de outro menos ético, é sinal de maré negra."

Concordo 100% com a Bea.

Vou ler e ver o restante.

Pedro,

Vou ouvir a "tua" Lullaby:)

andorinha disse...

"É isto que neste momento é ser português?"

Infelizmente é, Anfy. Porque deixamos, porque nos acobardamos, porque aceitamos tudo, mas tudo que nos impoem...

É triste ser Português!:(

pedro disse...

Em tempos dizia-se que o Murcão, era melhor que porsac. Isto está acima do Viaguera ( para todos os Géneros e feitios).

bea disse...

Anphy

Tenho boas recordações da Casa Pia. E na rua do Açúcar só conheço um lugar. Mas as coisas que lhe acontecem...essa sua história deve ser bem antiga, oito filhos já não se usa.

do texto de L Veríssimo retive o modess:)

O senhor usou modess? aquele que eu via nos caprichos quando não entendia nada do que lia e pensava que os homens brasileiros tinham nomes muito estranhos?...mas também, quem é que mandava escrever em letras garrafais "ela vai feliz com modess pétala macia" e uma pessoa como a mim olhava, via uma jovem toda sorridente de braço dado com um rapaz a dizer adeus à que seria a senhora sua mãe...e pensava tolamente, modess pétala macia...grandes nomes que os brasileiros têm. E se perguntava- que sempre perguntava - é o nome do homem não é mãe, ela: não. Eu, é, é, diz aqui, e não tá a ver- o meu dedo na foto e a folha mesmo em frente aos olhos dela - a rapariga vai toda contente com o modess pétala macia, vão de braço dado.

Quando descobri a identidade do verdadeiro modess foi um desencanto que é claro desventrei num ápice por causa da pétala macia, ainda uma esperança de pétalas a sério. e no fim algodão. Ora bolas.

Agora vou-me portar bem mesmo ao sério. Oiço a Lullaby; e depois escuto as raízes a crescer.

Pra variar, portem-se bem mal

pedro disse...

Andorinha,

Ser português não é um mal maior:

http://water-inside.blogspot.pt/2012/06/lullaby.html

pedro disse...

http://internacional.elpais.com/internacional/2012/06/01/actualidad/1338586399_197021.html

Gonçalo Sobral Martins disse...

A análise (semanal) de um país à "beira-mágoa" plantado (por um "miúdo" de 17 anos).
Caso lhe interesse dar uma vista de olhos pelo meu blogue:

http://gsmartins.blogspot.pt

Um abraço, Gonçalo Sobral Martins.

bea disse...

Um abraço para ti também Gonçalo, os teus 17 anos estão muito rodados. Gostei do que li :) Parabéns

pedro disse...

Gonçalo Sobral Martins,

Não sei responder á pergunta que pões no teu blogue. Mas o/a médico/a de "familia" do teu centro de saude. Pode te dar algumas pistas.

Um Abraço, Pedro.

pedro disse...

"900 anos passaram / 900 anos passarão":)

Passo a Publicidade:

http://water-inside.blogspot.pt/2012/06/blog-post_12.html

pedro disse...

Agora um momento de descontração:

Duarte e Companhia - 1º Episódio - 2ª Série - 5/6

http://youtu.be/XBv80aZM9a0

Portugal é um país sem pis. Cara**o!

andorinha disse...

Pedro,

Então é um mal menor?:)
Vai havendo pequenas grandes coisas que nos vão animando a alma.
Tirando isso...


Bea,

Loooooooooooool para o modess.
Essas tuas histórias fazem-me rir a valer.
Tens cada uma!:))))

Portem-se...como acharem melhor:)
Bou...

Gonçalo Sobral Martins disse...

Beatriz (presumo eu):

Obrigado pelo teu comentário. É sempre bom ter alguém que aprecia o nosso "trabalho"! ;)


Pedro:

Médico de família? Para este país talvez se adeqúe melhor um médico-legista. :)

Fora-de-Lei disse...

Gonçalo Sobral Martins 7:49 AM

"A análise (semanal) de um país à "beira-mágoa" plantado (por um "miúdo" de 17 anos)..."

Miúdo entre aspas está correcto.

Gonçalo, a "les paul" do wallpaper é tua ou é apenas mais uma pic ?

pedro disse...

https://www.google.pt/search?q=edward+hopper+painter&hl=pt-PT&rlz=1C1ASUT_enPT480PT480&prmd=imvnso&source=lnms&tbm=isch&ei=92fXT9HOJYWR0AWz7_z5Aw&sa=X&oi=mode_link&ct=mode&cd=2&ved=0CD0Q_AUoAQ&biw=1366&bih=667

Anfitrite disse...

Bea,

VC não costuma levar a sério muitos dos relatos passados, que eu conto aqui, sujeitando-me a muita coisa. São coisas trites. Por isso eu frisei os oito filhos e a situção em que ele ficou. Imagine que até foi entrevistado pele José Pedro Castanheira, um dos maiores jornalistas que temos, e que se dedicava aa causas de trabalho. Mesmo sob um pseudónimo, por aquilo que eu digo aqui, quem me ler e que conheça o assunto, sabe quem está a falar. E não há assim tanto tempo, para se ter acumulado dinheiro, das pensões sociais a que os mendigos, que caíram na desgraça, ou que a família abandonou, passaram a ter direito, muitos anos depois do 25/4. Não gosto que briquem com coisas sérias. Eu não estou a delirar. Ainda bem que gostou da Casa Pia, fizeram-se lá muito homens e mulheres. Conheci alguns. Até o Santana Lopes teve lá um filho, antes de ser rico, quando foi para a CEE. Mas os dirigentes nomeados, de acordo com as cores partidárias, não se importaram muito com o assunto. Até a dona Pestana com os seus meninos me faz rir. Pena foi a Teresa C. Macedo e o sr. Bagão F., etc. Ninguém gosta de falar da porca da vida, por isso somos os carneiros que somos!

Anfitrite disse...

Desculpem, mas mais uma vez tenho de pôr esta belíssima análise pode ser que alguém perceba:

http://jumento.blogspot.pt/2012/06/era-uma-vez-em-portugal.html

Interessada disse...

Gonçalo Sobral Martins 7:49 AM

Não sei se a minha opinião te servirá de incentivo, mas também eu gostei bastante da tua ironia retórica.
Não esqueças o que ainda fazemos de relevante (e fazemos!-a nível de investigação científica, via verde, cartão multibando- terás que pesquisar), porque não somos só passado, e como sabes nem sempre os assuntos interessantes são os que dão lucro aos media.
As tuas palavras saberão enriquecer a nossa excelência.
Um abraço e boa caminhada.

Imogen Heap:

http://www.youtube.com/watch?v=S3R0RHNHaU4

http://www.youtube.com/watch?v=UYIAfiVGluk

http://www.youtube.com/watch?v=cNQu9rP7xwI

pedro disse...

http://youtu.be/nDSZVED4LB4

Gonçalo Sobral Martins disse...

"Fora-de-Lei":

Tenho algumas, mas, infelizmente, a famosa gibson "les paul" ainda não passa da imagem! Aproveito para agradecer o elogio.


"Interessada":

Obrigado pelas suas palavras. A ironia é a melhor arma de combate - é mais eficiente mudar os comportamentos pondo os outros a rirem-se deles mesmos (que a censurá-los).
É verdade que somos uma nação com motivos de orgulho, mas não é menos verdade que um «fraco rei faz fraca a forte gente» e, esse "rei", deve ser criticado quando erra [o que em Portugal seria criticá-lo a (quase) toda a hora... mas enfim], para que tudo tome um novo rumo e não se repitam os erros.

Quanto a esta sua frase: «nem sempre os assuntos interessantes são os que dão lucro aos media», tenho de concordar por inteiro. Já dizia o outro: «o que está bem, não é notícia»!

Tudo de bom,
Gonçalo Sobral Martins

andorinha disse...

"É um pouco o que se passa com os cidadãos portugueses, Portugal é lixo mas cá dentro há os Catrogas e os Borges que são AAA e enriquecem à custa dos outros e há os que trabalham e para esta gente são BBB-, lixo social que ou trabalha em regime de escravidão ou está no desemprego e o melhor que têm a fazer é emigrar a desocupar o país."

É uma boa imagem daquilo que é este país!:(
E nós deixamos andar, impávidos e serenos, tranquilos como se nada de estranho se estivesse a passar, como se tudo fosse "normal".
Porra! Gentes, acordem!

Anfy, o que interessa só perceber?

pedro disse...

Andorinha,

Pedes para a malta acordar. Agora que o dia está a acabar!

http://entretenimento.pt.msn.com/famosos/d%C3%A2nia-neto-na-playboy-1

Alguma razão! Haverá!

andorinha disse...

Qualquer altura é boa para acordar, Pedro:)

E essa capa é mais para o FDL.:) Lol

pedro disse...

@Andorinha...

Quanto menos percebemos, mais ficamos a "saber".

Preparada para mais um Vôo!?

http://mogadourense.blogspot.pt/2012/03/monoptero-de-s-goncalo-finalmente.html

Vou-me ficar como o Gonçalo:

Tudo de Bom para TODOS...

andorinha disse...

Sempre preparada, Pedro:)

Boa notícia, a que li. E está-se sempre a aprender, não sabia o que era um monóptero.

Fiquem bem.

Anfitrite disse...

Gonçalo,

Daí se conclui que: Os assuntos interessantes são os que relatam desgraças?! Estou baralhada. Então somo todos refinadamente masoquitas!

Fiquem como desejarem.

pedro disse...

A conversa podia continuar. Mas todos já sabemos que são como as:

http://water-inside.blogspot.pt/2012/06/blog-post_550.html

bea disse...

Então boas cerejas para todos :)

tá quase na hora da canção dos patinhos.

Bonne nuit

Fora-de-Lei disse...

andorinha 9:33 PM

"E essa capa é mais para o FDL.:) Lol"

Quem tem capa, sempre escapa!

Em vez da capa do Playboy, eu deixo-te estas imagens para que possamos todos entender uma das razões pelas quais a Espanha consegue da UE resgates financeiros com condições muitos mais vantajosas do que Portugal...

pedro disse...

FDL´s

Cara ou corôa?

Malvinas convoca un referéndum para decidir su estatus político:

http://internacional.elpais.com/internacional/2012/06/12/actualidad/1339529741_719317.html

Todas as faces de Jon Bon Jovi... De 1984 à 2012... Música I'll Be There For You:

http://youtu.be/HOZp65IBbfo

;-)

Agora vou fazer uma almofada de caroços de cereja...

pedro disse...

...Pois ela aqui está:

Tres interrogantes al este de Europa:

http://elpais.com/elpais/2012/06/08/opinion/1339154430_797747.html

Podia procurar o "Live Aid". Seria necessário?!

Claro que sim!

Band Aid at Live Aid 1985 - Do they know it's Christmas:

http://youtu.be/b5eNa-q1Qpc

Um dia escreveram-me: "Até as coisas complicadas podem ser divertidas!"

-intemporal-

pedro disse...

Acabamos por ser cada um, uma formiguinha dentro de uma enorme bola de vidro. Sempre condicionados pelo lugar onde estamos.

Bea,

Em francês! Só sei mesmo dizer:
"Merci!":

Dance me to the end of love - Leonard Cohen.wmv:

http://youtu.be/BaNCfWmyCa0

pedro disse...

?

andorinha disse...

FDL(11.18)

Não sei se essa é uma das razões, agora que é sempre bom lutar, disso não tenho quaisquer duvidas.
Estou fartíssima de lamentar a nossa imensa passividade. Ou paciência. O outro gosta...

Li agora:

Aumentam na Europa os bebés abandonados em "rodas" modernas.

http://www.publico.pt/Sociedade/aumentam-na-europa-os-bebes-abandonados-em-modernas-rodas-1549848

Eu não sei como classificar esta sociedade em que vivemos...
Ainda por cima aparece lá gente a comentar que acha bem, é melhor do que deitá-los no lixo!!!!!!

Mas está tudo doido?
Por que tem filhos, carago?
Não há uma série de métodos contracetivos?
Não há a pilula do dia seguinte?
Fazem filhos como quem vai tomar um café e depois desfazem-se deles?
Não consigo expressar por palavras o choque e a repulsa que tudo isto me provoca.
Muita gente perdeu a noção do que é ser se humano.
Eu sei que todos somos luz e sombra, mas há coisas que me ultrapassam...

Fiquem bem...se puderem...

bea disse...

Pedro

Um dia escreveram-me: "Até as coisas complicadas podem ser divertidas!"
de acordo, temos é de as virar do lado certo; e dá trabalho, porque a gente vai rodando, rodando e o lado tarda. Mas chega. for sure.

"merci" é uma palavra cheia de encanto se a gente a diz de coração. Paralelas, só as dentadinhas nas bochechas dos bebés e que me lembram logo os versos de José Régio a Um menino Jesus de évora "...há um menino Jesus de bochechinha brunida cor de maçã camoesa"; um dia fui lá vê-lo e uma dentadinha na bochechinha brilhante apetecia, mas está muito alto e dava mau resultado.Também é verdade que nos natais me apetecia mais beijar a bochecha que o pézito. Assim uma coisa de querer comer sabendo que não é de.
tb gosto de Leonard Cohen. Merci.

Andorinha (12:20)

:))até penso que já a tinha contado. A mente infantil é um mundo que, para bem ou mal, a minha mãe não destruiu; dizia não, sem explicar.À época, a distinção público/privado inexistia em mim; eramos as duas e ponto. Jamais me ocorreria que outros nos ouvissem.

o que eu concordo contigo! é melhor que deitá-los no lixo?! as mulheres e famílias miseráveis provavelmente não os deitam ao abandono. Não têm as nossas facilidades, todas legais. Estas pessoas deviam ser recolhidas em algum lugar onde se ensinasse o respeito por si mesmas e pelos outros sem ser "obrigada, com licenç, faz favor"; o que são as regras de boa educação para quem a si mesmo não se respeita? é como se ser pessoa sem se saber que se é. O respeito sério e integro pela humanidade que têm e é o maior bem do homem. E deita-se fora.

Não é preciso crer num deus para ver nos filhos algo sagrado.
Ou será?

Anphy

nada disso. Acredito em si. Sabe imensas coisas:) mas diz de uma forma tão engraçada que por vezes penso que inventa uns bocados. sinceramente, fico sem saber quais. As suas histórias mesmo quando tristes, são bem mais divertidas que as dos telejornais. Corre-se o mundo em meia hora ou mais - há telejornais que são martírio prolongado - e verificamos que o homem o é cada vez menos. Em todo o lugar. Não entendo por que razão nenhum bem é notícia. Salvo o económico.

Bom dia a Todos.

pedro disse...

Alguêm me sabe dizer a diferença entre:

A-extrema paciência
B-resiliência

(em menos de 500 carateres)

Anfitrite disse...

Boa Tarde!

Faz hoje anos a pessoa que mais sombra me quis dar, para me proteger dos raios solares. Mas isso não evitou um melanoma, um carcinoma espinocelular e muito mais...
Que descance em Paz. Aquela Paz que eu não encontro. SINTO MUITO A TUA FALTA!

Anfitrite disse...

pEDRO,

rESILIENTE É O QUE EU TENHO SI AO LONGO DA MINHA VIDA. sEMPRE ENFRENTEI TUDO SOZINHA e tenho conseguido dar-lhe a volta. Nunca descarreguei nos outros a minha carga. Ao contrário da paciência de corno em que as pessoas acabam por fazer as coisas contrariadas, porque tem de ser.

Omtem quando estava no veterinário à espera, porque não posso estar sem fazer nada, a olhar para as paredes, aproveitei para arrumar a minha mochila Pierre Cardin(não é de escoteiro como pensa a bea), e eis se não quando encontro, no meu bloco de notas, un dos postais ,que normalmente acompanhava as flores que me ofereciam pelos anos. Diz assim:
"Á nossa colega cheia de alegria que, quando não se encontra nos deixa a sala vazia. Nem sempre divertida se mostra, pois o seu ar sisudo impôe respeito principalmente, quando à chefe se chama doutora como, se tal, fosse defeito"

Bea,
Eu sou descendente de Gregos e então para melhor suportar a carga costumo transformar as tragédia em tragi-comédias.
Se não fosse ter de passar para o meu blogue, mostrava-lhes fotografias em que pessoas ao meu lado estão escancaradas a rir, mas eu estou muito séria, com um ar de...
Pene é que o Fora de lei, ou o Thora não me ensine como isso se faz. Se há máquinas eu quero que elas façam o que eu quero, porque não são superiores a mim, logo não podem quebrar a minha vontade.
De tudo que lhe tenho dito, nada é mentira, e mais não digo porque não tenho paciência para andar metida em confusões.

Farejem bem os manjericos.

Tenho de ir comprar um agora, porque a minha mão gostava muito.

Consegui escrever isto, vendo as teclas, já não é mau!

Biépi

http://www.youtube.com/watch?v=i2wmKcBm4Ik

pedro disse...

Anfy,

Lembei-me!...

Bruce Springsteen - Dancing in the Dark (Lyrics):

http://youtu.be/hEJ26h_cBqQ

bea disse...

Anphy

não diga essas coisas que lhe cai um dedo.

E para que mandar nas máquinas? se bem que seja melhor que mandar em pessoas, aborrece-me perder tempo com elas. Penso que posso aproveitá-lo melhor, nem que seja a escrever estas parvidades.

E, sim, CREIO QUE TODOS ENTENDEMOS QUE TEM UMA RESILIÊNCIA A TODA A PROVA, É O EXPOENTE MÁXIMO DA RESILIÊNCIA. Mas não somos todos iguais. Treinamos a vida inteira, Anphy. Treino desde que nasci, e toda a gente igual, caraças.E custo a levantar-me.

bea disse...

Ah, ah, ah, Anphy já vi um concerto e dois filmes de óculos de sol :) é um bocado palerma, e fica tudo muito preto. Mas vê-se.

O que gosto de Brel é a perder de vista.

rainbow disse...

Grande sofrimento este jogo, ainda por cima sem cerejas:))

Anfi,

Hoje está triste e como não posso dar-lhe um abraço, deixo-lhe aqui isto:

http://www.youtube.com/watch?v=5_XdRa2oMR0

Andorinha,

É verdade, há notícias chocantes e há coisas que nos ultrapassam. Difíceis de digerir.

Gonçalo,

Parabéns pelo poema.
Compreendi o que quiseste dizer, mas as coisas boas também são notícia:

http://www.youtube.com/watch?v=Y1hzDzAvJOY

pedro disse...

http://en.wikipedia.org/wiki/Rainbow

pedro disse...

Nas ultimas 24 horas as visitas ao "meu" blogue foram estas:

Portugal
41
United States
38
Pakistan
5
Germany
2

Será que estão tentar mudar a presidência da ONU?

bea disse...

Tchim tchim! A seleção já ultrapassou as minhas expetativas. Eram baixas. Maior razão para. Nota de rodapé: Ronaldo voltou a ser um mete nojo.

Maria disse...

Então prof? Hoje nem os croquetes da Ribeiro e uma garrafa de Soalheiro...lhe fizeram companhia?
Ganhámos. Carago. Perdão, pi.
Maria

xxx disse...

Fogo, estava a ver que não conseguiamos ganhar. Nervos até ao fim, carago!
;)

andorinha disse...

Rainbow,

Sem cerejas??????
Eu como cerejas como outros comem tremoços:)))

O jogo? Lá nos safamos à tangente. É o nosso fado:)
E Ronaldo não jogou nada, a Bea tem razão.

Obrigada pelo Bolero, aproveitei a boleia...:)

bea disse...

Senhor Professor

espero bem que não esteja monástico neste momento. ~Já pode mudar o post.

Confesso que andei a espiolhar umas coisas suas, mas olhe se não fosse para a gente ver não as semeava né? então...aprendi sobre vibradores, que se receitavam (?) ou recomendavam não me lembro bem, já no final do séc. XIX para por as senhoras bem dispostas e com boas cores. Pasmei. Então abotoavam-se todinhas que aquilo era uma trabalheira tão enormérrima que algumas deviam dormir vestidas... se calha era mesmo por isso.
E até que gostei da Helena Sacadura Cabral. E da Ana Mesquita. Embora não pelas mesmas razões. Deixa cá ver o que aprendi mais...revi Serralves

Interessada disse...

Olha, na Universidade do Minho também fazem PI

Maria disse...

Bea
Tem toda a razão. O Puto Maravilha, está mesmo a meter nojo.

Prof
Então o post novo? Este já está seco.
Maria

bea disse...

Olha Rain, vou-te dizer um segredo, mas pronto. Tá bem. Digo e acabou, não é nada de especial. Tenho um postal que se o olho, logo te vejo:) Porque tem um arco íris. E o Pedro fez-me recordar por que o comprei.

Obrigada . A primeira peça que me agradou de música clássica foi o bolero de Ravel, no filme Les uns et les autres. Minguei de haver uma grandeza que desconhecia. Admiradíssima das pessoas sairem do cinema com a mesma fleuma com que entraram. A minha alma estava de joelhos (tá bem, pronto, não se via). E um acaso mesmo acaso, ou para mim acaso - tinha-me inscrito noutro - fez com que o primeiro concerto ao vivo repetisse Ravel. Coisas.

PAH, nã sei! disse...

Chefinho, melhor do que os croquetes da Ribeiró só mesmo os pastéis de chaves :)))

bea disse...

Maria

não sabia que os posts secavam...
está querendo dizer que somos secantes? bolas!

bea disse...

Anphy

Fui ao seu perfil. Já leu aqueles livros todos? Quando estiver sem disposição copio a sua lista e abato os que li – em autores e livros. Porquê? Ora, porque tenho a mania de fazer horários que não cumpro, listas de coisas que não compro, filmes que não vejo…só pode ser prazer de fazer listas, né?

Está tristinha? Não pode. Quer dizer, pode. Até penso que a tristeza tem que se viver (curtir mesmo) para poder passar. Não imagino que possa dar colo à Anphy, aquela sua primeira foto de uma onda que varre tudo, deixa-me de pantanas.

Vá lá...pense numa coisa que gosta e que pode ter. Nas pessoas que a têm a si nem que só um pedacinho, nas de quem tem o bocadinho que ganhou. Nas que lhe foram simpáticas à primeira e não debotaram; naquelas em que não apostou mas estão.
E deixe as outras.
Não sei se é uma boa receita. Mas tem boa intenção. E sou bué kantiana. Prontus.

pedro disse...

⇧Prontus!

Maria Madalena,

Mujeres al borde de un ataque de nervios (English sub)

http://youtu.be/yeSM9XivI1E

rainbow disse...

Boa noite:)

Pedro,

Nunca tinha visto com tanto detalhe o significado do meu nick.
Merci:)


Andorinha,

"Addicted to" cerejas, tal como tu:)
Aquele "Bolero" é SÓ um filme magnífico que vi há muitos anos, "Les Uns et les Autres".
Provavelmente também viste.

Bea,

Tens um postal com um arco-íris?
São raros...os arco-íris.
O filme "Les Uns et les Autres" também me fascinou, e quis dar um presentinho à Anfi, pois sei que ela também gosta deste filme e decerto gostou daquela cena do "Bolero".

Bons sonhos e abraços para todos

http://www.youtube.com/watch?v=ggdoi0rgSjI

Anfitrite disse...

Só é pena que não seja amarelo

http://www.highsnobiety.com/news/2012/03/12/video-lamborghini-aventador-j-the-making-of/

Bea,

É pena que a Ana Mesquita ande a fazer um programa que é uma vergonha, armada em menina coquette e reaccionária. Chama-se "moeda de Troika", onde participam, além dela, Rita Ferro(neta de peixe sabe nadar), que nunca escondeu as suas preferências políticas, e Herman José. Mas é a Ana que se tem mostrado menos preparada. Até se deu ao gozo de dizer que nas legislativas votou no Paulo Portas( deve ser para agradar a mãe dele que lhe tem feito uns elogios, por causa de criações de moda), e tem feito afirmações mesmo de pessoa mal preparada. No outro dia fiquei tão irritada, que andei à procura do endereço dela, para lhe dizer umas verdades, e acabei por enviar para a Helena Sacadura, pq no blogue dela falava da Ana, e o comentário foi parar ao fio de prumo, mas como tem censura não apareceu. O problema resolveu-se pq eu dexei de ver tamanha chachada. Vale a pena ver esta senhora.

http://www.youtube.com/watch?v=ciOalICSUAo

Rain,

Obrigada pela atenção. É de facto uma obra- prima. Pena que tenha morrido tão cedo. E também gostei muito do filme. O mesmo já me tinha sido dedicado pela Ana B. Pena ela não andar agora aqui, porque não há pessoa que perca um filme e mais amante de cinema. Teriam muito que falar.

Boa noite para todos.

bea disse...

Pedro

tenho de rever esse filme que foi o primeiro que vi de Almodovar. não hoje.

Fiquem bem. que vou festejar para a rua.

bea disse...

Anphy

Achei a Ana muito bonita e com uma voz agradável. Devo dar os parabéns ao Fora de Lei que há tempos disse mais ou menos o mesmo mas em versão masculina. O serem diferentes: se a primeira se mostrou a si mesma, da segunda vi apenas a parte mais pública e não ajuizei mais que isso. Porque me foi apresentada ali e não identifiquei ideias pessoais. O que não significa não as ter, serem pobres, ou extraordinárias. Não consegui saber.

Do resto nada sei. Não seja má língua. Não sei que programa seja esse e não me dou ao trabalho de ir ver.
quanto à moderação de comentários: para que fala mal de uma pessoa a outra? Desconheço o fio de prumo - sem ser o usado nas construções.

Fico sempre com a impressão de que está a brincar comigo, mas está bem. Vou ser queixinhas: ui, ui, há pior.

Mêlhôrô?

Boa noite, Anphy.

Maria disse...

Bea
Disse que o post estava seco, por causa dos croquetes.
Vocês são divertidos.
Maria

Princesa Isabel disse...

Sem complicómetro Professor!!!! LOL!!!!!