quarta-feira, dezembro 05, 2007

The bitch is back ( yet again!).

Ida e vinda ao Algarve em 24 horas pelas melhores razões, mas com o cansaço a fazer valer os seus direitos. Quando tentava sobreviver ao nevoeiro da A1, sms de um velho amigo a anunciar golo do Benfica. Desaguei em sua casa, grato pelo carinho que derramara sobre um arroz delicioso. E ficámos à conversa, cúmplices de tantos anos. Não me entendam mal, não se trata de machismo que transforma as mulheres em objectos que saltitam de mão em mão (masculinas) - à medida que lhe ouvia a ternura, pensava que não hesitaria em o "recomendar a viúva minha". E sendo eu ciumento - mesmo à posteriori! -, é este o maior elogio que lhe posso fazer:).

29 comentários:

thorazine disse...

Depois de uma maratona ao volante ainda vem deixar a "posta"? Uiii, acho que estamos perante um caso de dependência! Estamos, estamos.. :))))))))

Ciumento à posteriori?? Parece o meu irmão que quando mudou de casa queria que deixassemos o quarto dele intacto! :D

PS - Cuidado com a brigada, é que às vezes até mesmo o arroz pode fermentar! :)))

andorinha disse...

Post ternurento. Gostei.
Não vi machismo nenhum e se eu, feminista dos quatro costados, o digo, é porque não existe mesmo:)

E temos o nosso Benfica na UEFA, ao menos isso...

Olhe o post do Thora, não deixa de ter uma certa razão, a dependência blogueira já o invadiu:)

P.S.Olha quem fala, que também ainda estou aqui a esta hora...
Já me despedi há bocado, mas agora é que é mesmo:)

conceição disse...

descobri o seu blog hoje; uma boa surpresa - embora já gosta-se do programa(s) TV - continue sempre.

A Menina da Lua disse...

Numa leitura ao Miniscente que é um excelente blogue dum amigo meu, deparei com uma frase que ele recolocou e leu quando visitava outros blogues: "O perigo de estar muito tempo longe dos blogues é que se descobre que é possível estar muito tempo longe dos blogues.":)

Talvez isto responda ao Thora ou talvez não...:)

Agora em reposta ao poste do Professor, saliento que a ternura tem dessas coisas; até faz milagres:))

AQUILES disse...

Peço desculpa, mas esse ciúme é à priori, mesmo na presunção de ulterior viúva, é à priori. Como o deve ser o bom e verdadeiro ciumento.

Alberto Campos disse...

Boa tarde,
desaguei no murcon em boa hora de ronha (triste metáfora para um desempregado). estando a terminar o seu último livro as linhas trouxeram-me aqui como carris de um comboio com estação marcada. Espero ficar o tempo suficiente para consigo ir ruminando 8sim, também tenho esse amor aos animaizinhos de olhar terno que nos oferecem belos e deliciosos petiscos-bom é melhor não pensar nisso...)
Convido-o desde já a, se quiser passear na minha "mangedoura"- 10milimetros.
Até sempre

Julio Machado Vaz disse...

aquiles,
Tem toda a razão. E logo eu!, que não acredito na vida para lá da morte:).

andorinha disse...

Boa noite.

Aquiles e Júlio,

Essa sageza que só a idade traz!...
Ainda não a atingi, ainda me faltam uns anitos - poucos - para lá chegar:)

P.S.Atenção que não estou a chamar-lhes indirectamente "velhotes".

:)))

thorazine disse...

ameninadalua,
falo do puro e duro síndrome de privação! :))

Prof,
"E logo eu!, que não acredito na vida para lá da morte:)"

Mas na "nossa" vida? :)) É que lembrei-me logo dos miúdos que para se esconderem basta fecharem os olhos..

(just kidding..:))

andorinha disse...

Thora,

"Falo do puro e duro síndrome de privação!"

E falas muito bem:))))))
Eu que o diga que já vivi esse síndrome naqueles dias em que fiquei sem pc...
Senti-me com um náufrago numa ilha deserta.:) Looooool

Teka disse...

Professor, esta foi das coisas mais bonitas que tem escrito. Não sei porquê, mas instantaneamente os meus olhos humedeceram. Gosto muito de sentir o que escreve. Bem-haja.

sunshine disse...

Não há dúvida, esse pode ser um dos maiores elogios que se pode fazer a um amigo. Um elogio nada fácil, mesmo em pensamento.Sinal de maturidade interior.Nem todos o conseguem!

Sophiamar disse...

Vale sempre a pena vir ao Algarve sejam quais forem as razões. Quanto ao arroz, feito pelo amigo, teria sempre o sabor ternurento de uma vitória do Glorioso.
Beijinhos

CêTê disse...

Previsões: aumento de víuvas no consultório!;P

Continuação de boa semana

CêTê disse...

(as outras- previsões- virão a seu tempo);P

AQUILES disse...

Professor

Perguntemos à ANDORINHA, em unissono,se não sendo indirectamente o está a fazer directamente.
Sim Andorinha, isto aqui não é das duas três, é das duas SÓ uma.
:):):):

JFR disse...

Parafraseando o autor: Feliz o amigo que tem quem derrame sobre si tão belo texto.

andorinha disse...

Aquiles,

Nada disso, nem directa nem indirectamente.
Mas já agora acrescento: valem muito mais dois "velhotes" como vocês do que muitos jovens que só dizem bacoradas:)))))

Thora,
Isto não é nenhuma indirecta para ti, miúdo.
Tou tramada hoje...:)))))

lili disse...

Caros colegas psicoterapeutas e psicólogos clínicos,

Chamo-me Sofia Arriaga e sou psicóloga e psicoterapeuta (psicodramatista e terapeuta familiar). Estou a fazer o meu Doutoramento em Psicologia Clínica na Faculdade de Psicologia, em Coimbra, sobre a Psicoterapia e a realidade Portuguesa, orientada pela Professora Doutora Margarida Pedroso de Lima e pelo Professor Doutor Pio Abreu.
Estou a fazer uma espécie de levantamento de dados sobre a identidade dos psicoterapeutas em Portugal. A partir de um questionário já existente, do Dr Orlinsky (Estudo Internacional sobre o Desenvolvimento dos Psicoterapeutas - Collaborative Research Network), que foi também trabalhado pelo Prof. Branco Vasco, construí finalmente um instrumento de trabalho que fosse adequado ao nosso país. Penso que numa altura de grande reestruturação, em que se fala da profissionalização da psicoterapia, seria muito útil existir um trabalho de levantamento da situação da Psicoterapia em Portugal. Para isso preciso que o maior número possível de psicoterapeutas e/ou psicólogos clínicos responda ao questionário que ajudei a elaborar. Gostaria muito, então, que colaborasse, respondendo ao questionário e indicando outros colegas que o pudessem também fazer.

Agradeço desde já toda a disponibilidade. Cada pessoa conta!


Se estiver interessado em participar pode aceder ao questionário em:

www.sofiaarriaga.com


Se surgir alguma dúvida pode contactar-me para:

sofiaarriaga@portugalmail.pt
sofiaarriaga2@gmail.com
966565597


Com os meus melhores cumprimentos,

Sofia Arriaga

Fora-de-Lei disse...

Sorry for any inconvenience caused…

JÁ OS FIZEMOS RECUAR UMA VEZ E PODEMOS FAZÊ-LO DE NOVO!

Os bancos preparam-se para cobrar 1,50 EUR (300 escudos na moeda antiga) por cada levantamento nas caixas ATM. De cada vez que levantar dinheiro com o seu cartão, o banco vai almoçar à sua conta.
Este "imposto" aumenta exponencialmente os lucros que continuam a subir na razão directa da perda de poder de compra dos portugueses. Este é um assunto que interessa a todos os que não são banqueiros e não têm "pais ricos".
Quem quiser, assine a petição e reencaminhe a mensagem para o maior número de pessoas conhecidas.

http://www.PetitionOnline.com/bancatms/

Manolo Heredia disse...

ó murcon, isso foi um "pensamento falhado" de quem está desejando livrar-se da mulher sem ficar com sentimentos de culpa!

clara disse...

"anfitrite said...
Já há petições e tachos a mais, ou a menos para outros, por isso ponham a politiquice de lado e deixem de mostrar essa indignação balofa.
Não sei se será o caso, mas quando andei a inspeccionar algumas Instituições nunca vi lá ninguém pôr os pés, ou se interessar por alguma coisa.
Numa delas, até um enfermeiro foi despedido, sumariamente, da manhã para a tarde (e só tinha oito filhos para sustentar) porque deixou o fotógrafo de um jornal
fotografar uma velhota, que tinha morrido durante a noite e que foi roida pelos ratos. Isto não é ficção."

3:03 AM

Caro(a) anfitrite,

Sou a autora da petição e a portadora da tal indignação que você classifica de "balofa".
Convido-o(a) a encontrar-se comigo em lugar e hora a marcar por si, a olhar-me nos olhos e na alma e a ver a minha indignação "balofa".
Convido-o (a) também a fazer uma petição sobre os idosos (que de resto também estão contemplados na minha petição, se a ler com atenção). Mas reconheço que é preciso mais luta pelos idosos tão esquecidos e muitos deles e delas, vítimas de abuso sexual na infància e de violência doméstica, sobretudo, as mulheres.
Junte-se a nós. "Não se vá embora desta vida sem que possa dizer: eu fiz alguma coisa contra o abuso sexual de crianças"
Quanto a politiquices, caro senhor ou senhora (desculpa, não conheço os seus títulos académicos, que seguramente, são muitos...), não tenho qualquer filiação partidária. Politiqueiro é quem não assina porque lê mal as entrelinhas...porque tem tachos que não quer perder, ou, pura e simplesmente por egoísmo.
Continuem na vossa conversa da treta, enquanto pelo mundo fora, e talvez ao vosso lado, milhões de crianças são abusadas e morrem à fome. O direito de petição é uma forma de cidadania e um direito de participação política dos cidadãos (art. 52.º da CRP). Não goze com a democracia! respeite o Povo. Se não luto bem, ensine-me a lutar melhor!

E fico à sua espera, para olhar os meus olhos e se for sensível e conseguir, ver a minha alma e a daqueles que me apoiam.

Maria Clara Sottomayor
TELEF. 22 6196200
e-mail: mcsottomayor@porto.ucp.pt

clara disse...

anfitrite,

Se com politiquices, se referia à filiação partidária do Pedro Namora, que eu convidei para ser o segundo signatário, pela heroicidade da sua luta, leia o livro dele "A dor das crianças não mente", e percebe... Aliás basta ver a forma como ele fala, para perceber. Só quem não conhece a linguagem do coração, é que não percebe. Tenho pena de si! Reduzir tanto sofrimento, tanta injustiça silenciada durante décadas, a "politiquices"...
Fique bem.

Maria Clara Sottomayor

andorinha disse...

Clara,

Desculpa lá, mas acho que há aí uma certa ingenuidade da tua parte.
Há convites que à partida já sabemos que têm muito poucas hipóteses de serem aceites.
Não imagino a Srª Drª Anfitrite a aparecer-te à frente.
Se ela nem aqui dá a cara, muito menos te "enfrentaria" para ainda por cima eventualmente reconhecer que "meteu a pata na poça".

Claro que há petições e petições, as pessoas são livres de as assinar ou não, não precisam é de fazer comentários depreciativos sobre as motivações dos autores...

Só um reparo: não acho que aqui se tenham conversas da treta.
Este espaço está aberto a toda e qualquer discussão. Vários temas da maior importância na sociedade em que vivemos já foram aqui debatidos, como verificarás se leres posts anteriores.

Somos (quase) todos os que qui andamos, cidadãos conscientes das responsabilidades que temos na construção de um mundo melhor para todos.

Quanto ao resto, olha: quando se tem a consciência tranquila, "os cães ladram e a caravana passa."

moon disse...

Hello!:)

Vejamos, isto interessa-me...
Professor, tenho uma irmã viúva. Ora a perspectiva de um cunhado simpático agrada-me. Muito!:))))
Ela é capaz de matar mas, ainda assim... Venham daí as referências, por favor!!

clara disse...

Andorinha,

É a primeira vez que venho a este blogue e 1) como os posts e o comentários não me interessaram; 2) como deixei aqui uma petição contra o abuso sexual de crianças e ninguém falou de um assunto tão grave e que faz sofrer tanta gente, a não ser para me insultarem e ainda por cima anonimamente. Como não estou habituada a blogues, reagi, convidando a dita anfitrite a dar a cara. Porque, como eu mostro a minha, penso que os outros também seriam capazes de mostrar a deles. E se fosse para admitir, como diz, que meteu a pata na poça, seria desculpado(a).
Quando tiver tempo vou ler os posts anteriores.
Fiquem bem.

Maria Clara Sottomayor

andorinha disse...

Clara,

Não querendo monopolizar a conversa, queria apenas acrescentar duas coisas.
Já várias vezes neste blog tem sido debatido o abuso sexual de crianças, toda a violência que sobre elas é exercida, a violência sobre as mulheres, a discriminação de que são vítimas ainda todos aqueles que pertencem a minorias, sejam elas étnicas, sexuais ou outras, houve um grande empenho da parte de todos aquando do referendo sobre a IVG, enfim, discute-se com toda a liberdade aspectos fracturantes, como agora é moda dizer-se, da sociedade.
Outros dias os temas são mais ligeiros e fala-se de tudo um pouco.

Em relação à petição, todos temos o endereço e é só lá ir, por isso, penso, ninguém falou aqui.

A única pessoa que te insultou foi o nick Anfitrite. Para ti é uma coisa normal dar a cara, para mim também, mas para esses nicks não.
Assim é fácil insultar-se e ficar na sombra; isso tem um nome, cobardia e abunda na blogosfera.
Fica bem.

P.S. Desculpa o tratamento por "tu", mas é assim que trato toda a gente aqui:)

Cleopatra disse...

"Desaguei em sua casa, grato pelo carinho que derramara sobre um arroz delicioso. E ficámos à conversa, cúmplices de tantos anos. "

Não há nada mais saboroso que estes convites surpresa e estas partilhas repentinas.. e os sorrisos que se partilharam, que se partilham... que se jura voltar a partilhar.

Maria disse...

Exmo Senhor Prof:

Vi no blog do Dr Pedro Namora, o seu testemunho, que reflectia muita preocupação,(felizmente).
Mas não cheguei a entender, se o senhor Professor assinou ou não a Petição contra os abusos sexuais nas crianças, feita pela Drª Clara Sottomayor.

Com os meus cumprimentos

Maria Sá Carneiro