domingo, dezembro 30, 2007

Ó Diabo:(.

A memória não acompanhara a ressurreição dos sentidos – o olfacto protestava em altos berros… -, impossível dizer como desaguara naquele hino à decadência, mas não seria a falta de compreensão a impedi-lo de se pirar. E rapidamente. Porque no meio de tanta decrepitude, junto à porta, reinava, qual pia baptismal…, um bidé! Escoltado por toalha de um branco razoável e sabonete virgem, indicando atendimento personalizado e esboço de serviço de quartos. Não, não sabia como ali chegara, mas apostava singelo contra dobrado que tal pocilga, embora caquética e merecendo reforma, fazia parte da indústria do sexo (expressão politicamente correcta que procurava incorporar no discurso falado, mas que com muita dificuldade lhe ocorria quando dava rédea solta ao do imaginário:().

31 comentários:

Olhar disse...

Ó Diabo...
Enquanto o tipo apanha a roupa espalhada para rapidamente se pirar, a porta abre-se e entra um marmanjo com um sorridente e doce "Bom dia querido"...?:)))))))

olhosquefalam disse...

mas como é que essa rapariga foi aí parar?!Mais, mais,...É difícil acompanhar uma história com capítulos tão curtos.eu sou mais de devorar até ja ver as letras distorcidas e o pescoço torcido, cada vez mais enterrado na almofada.Esta mulher promete...

andorinha disse...

Eu vou acompanhando calada e deliciada...
Prognósticos só no fim do jogo:))))

CêTê disse...

Andoinha, vês estás com stress pós-traumático (de perdedora)ahahaha


Cá para mim ele foi vítima da droga da violação- só pode!;P

Tinha uma certa piada, o/a ??? olhar ter razão.;P Mas não me parece que o professor ponha o infeliz espécime nessa situação.;)

CêTê disse...

andoRinha (antes que venhas em voo picado);))))))

AQUILES disse...

Já há uma meia resposta à pergunta que se impunha, e feita no post anterior. O sabonete virgem deixa-nos aliviados. O sitio tem compostura.
Mas o porquê de se lá ter ido parar? Houve uma inconsciência etilica, mas já foi depois de lá se estar. Mas antes, antes o que foi que motivou?

Maralhal, digam lá se isto não parece aquele romance feito a várias mãos, e policial?

andorinha disse...

Cêtê,

Estou com stress pós-traumático de perdedora???????:)))
Looooooooooooooooooooooooool

E se assim fosse, de quem seria a culpa? Tua e só tua...

Tadita de mim, pobre Andoinha:))))))

Aquiles,
Não estás a querer saber demais?:)
Como é que ele foi lá parar...

"Maralhal, digam lá se isto não parece aquele romance feito a várias mãos, e policial?"

Tive o mesmo pensamento...

Pamina disse...

Boa noite.

Concordo:). Quanto à identidade do protagonista, até ao último período, achei que só faltava o néon e a descoberta no bolso das calças do talão da loja de penhores ou da cacifo, para se tratar no despertar ressacado dum detective tipo Sam Spade ou P. Marlowe (ou uma versão contemporânea, onde a subsequente fatal entrada da mulher fatal, em vez de acontecer na forma de uma loura curvilínea à la Lana Turner, tivesse a não menos curvílinea e morena forma da Jolie). Agora, depois deste final, já me parece que o sujeito terá outra profissão e pertencerá a uma classe social mais elevada ou estaria mais habituado a estes ambientes pouco recomendáveis:)).

Quero aproveitar para desejar a todos Bom Ano Novo.
Um abraço nosso.

monikyta disse...

bj meu, a desejar boas saídas de 2007 e umas melhores entradas em 2008 :)

Pamina disse...

Falta o tatoo! Lembrei-me de repente do tatoo:). Será que este herói vai descobrir que tem um novinho em folha? Penso que não é fora do comum, quando se acorda meio amnésico num sítio rasca como este, encontrar-se um tatoo gravado num local pouco conveniente:).

Mais uma vez, Bom Ano para todos.

oui! mon amour! disse...

hmn que rumo VExa foi dar a essa história :( putas ? perdão, operárias~! hmn bateu mesmo lá no fundo, o desgraçado :(

Não gosto de pensar muito nessas coisas ! tenho pena da vida que essas mulheres devem ter ! mas também tenho pena de quem recorre ao sexo pago :(

Pirar-se rápido! pode ser uma excelente ideia ! talvez por isso o sabonete ainda continue virgem :)

oui! mon amour! disse...

Pamina,

Disso ele até poderá ter escapado :)

mas de uma colónia de pulgas, eu duvido muito :)

CêTê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CêTê disse...

Baixou-se a custo e abriu a torneira do bidé que em roncos deixou correu um fio tímido e trémulo de água amarelada. Apanhou, com uma mão em concha, a água corrente e molhou o rosto, a outra, possante, segurava o corpo em desequilíbrio, na beira do sanitário. Teve medo de o barulho trazer até si uma figura desconhecida e o terror de ter perdido a memória para todo o semre aterrorizou-o: tinha de a recuperar. A cabeça pesava –se como um pêndulo fazendo-o cambalear até ao espelho – não podia ser! tinha barba de dois dias?! Precipitou-se para uma minúscula janela a que tinha estado de costas viradas na esperança de alcançar um cenário familiar mas uma tontura atirou-o de novo para o sofá que rangeu e estalou fazendo-o descer em câmara lenta em direcção à perna partida. Não pôde deixar de rir- Só me faltava ter de pagar uma prótese a esta porcaria!- depois ocorreu-lhe a Metamorfose de Kafta e levou as mãos à cabeça à procura de antenas. O riso esbateu-se aos poucos… Suspirou e não consegui chorar, muito embora fosse essa a sua vontade.
Fechou os olhos e nesse instante começou a ouvir um vozear distante…

Xelim's Skull disse...

MURCÓNICOS - ALERTA AMARELO!!

Cuidado, a esquizofrenia doce pode ser contagiante!

Lembrem-se do reverendo Jim Jones, um caso de esquizofrenia contagiante!

PS: Eu como não sou murcónico, apenas visitante, não sou afectado.

Su disse...

ena ..ena....agora já sei depois da trip....da dor de cabeça....pois ......fez uma festa e ops qd acordou nem sabia onde estava...ou melhor....foi dando conta...assim...devagarinho....

eheheh gostei do politicamente correcto...essa da industria do sexo......quer dizer industria..eheheheh


jocas maradas e feliz ano......

.....paletes de alucinações para quem as agarrar:)

Su disse...

prof....pq será que o seu maralhal...sim eu sou marada...só....acha que isto é esquizo????ehehehehehehe
é a vidinha feia, curta e seca....:)



andorinha....menina q te sucedeu.....passa no xanax...faz spre bem.....à mente :))para conseguires os voos picados..eheheh

e o "meu" miudo..???
perdeu-se...... na industria? .
.pois......perdido eu sei que ele é....mas agora sem fronteira e esta cena toda..........

ops tanta pergunta.,....penso queé por ser o ultimo dia do ano..eu nem sou assim:)))
e bom ano....afinal que posso dizer mais........amanha já´estou em 2008....pois isto sim é so.cretico

andorinha disse...

Su,

Ainda bem que ainda vim aqui espreitar. Tu és de mais, miúda marada:)

A mim não me sucedeu nada, nada de mal, quero dizer:)
Tou fixérrima!
Aquilo é a "maluca" da Cêtê a meter-se comigo, não há perigo....:)))))

O "nosso" miúdo? Perdido na indústria do sexo?:))))
Ele não se perde na indústria, perde-se na arte, é diferente:)))) Loooooool

jocas muitoooooooo maradas

irneh disse...

Bem... mesmo não sendo murcónica perco-me sempre a rir por aqui, entre os deliciosos textos do prof e os comentários do "maralhal"!
UM feliz Ano Novo para todos!!

A Menina da Lua disse...

Então ele não sabia como ali chegara!!

Talvez a tentativa de insistir num amor dificil e impossível...num amor incompatível no trato, nas palavras, nas ideias mas sobejamente compensado no fulgor e na luxúria da cama...

Será que desistiu? será que a ausência da outra lhe facilitou a decisão? será que afinal está perdido sim mas de si próprio?

Não queira saber já tudo! veja a cena dos próximos capítulos:))

Oh Professor mas que divertido!:))

andorinha disse...

Bom dia.

Feliz Ano de 2008, malta:)

Já estou a desejar agora porque logo não estarei em condições de o fazer:))))))

Divirtam-se, cometam excessos, mas não excessivos.

:)))

andorinha disse...

O que faz de uma pessoa um murcónico?

Eis a interrogação que me assalta ao ler os comments.
Ontem foi o Xelim, hoje a Irneh que fazem questão de frisar que não são murcónicos....

Não se paga jóia de inscrição nem mensalidade, por isso não percebo...:)
Porquê a necessidade de demarcação?

Bem malta, me voy, ainda há muito para fazer.

Até ao ano!:)

Fora-de-Lei disse...

Votos de um feliz 2008 para todos, incluindo para este desgraçado que não afiava o lápis há largos meses e que - após recuperar de uma bruta bezana - se viu no meio de uma casa de putas, daquelas bem ao estilo Rua Escura. Longe, mesmo muito longe, vai o tempo em que o infeliz não precisava de pagar para os despejar. E, ainda por cima, o estúpido de merda foi lá em “tronco nú”. Ou seja, mais um candidato para a estatística 2008 dos infectados com HIV. A Santa Madre Igreja é que tem razão => mesmo que o leite azede, nunca o deixem subir à cabeça. Depois queixam-se...

Olhar disse...

FDL :))))))))

Cêtê 9:36 PM
Não lhe parece que o professor ponha o infeliz espécime nessa situação??:)
Não concordo sabe. Embora também não me pareça que o vá fazer...,;) acho bem possível. Pois então não é o Professor que diz que, se calhar, qualquer dia é possível que nos enamoraremos de pessoas independentemente do seu género?( com as devidas,respectivas e respeitadas excepções!:))) )
E então..., veja bem..., até poderia ter um final"Hollywoodesco"
"E depois viverem felizes e deram estabilidade, colo, carinho e cuidados a muitas crianças adoptadas.
THE END. :))))

12.19AM
Agora a sério. Deliciosa essa sua continuação...:))))
"A cabeça pesava-lhe como um pêndulo fazendo-o cambalear até ao espelho – não podia ser! tinha barba de dois dias?! "

"Suspirou e não consegui chorar, muito embora fosse essa a sua vontade."
Acho que todo o texto poderia muitíssimo bem ser enquadrado Professor, não concorda?:)))))

Muitos momentos felizes para todos guardarem durante 2008.

CêTê disse...

Olhar, tem razão numa coisa- o professor é capaz de tudo!;P


Malta, para todos, desejo uma passagem de ano feliz e um ÓPTIIIIIIIIIIIIIIIMO novo ano.

Deixo aqui uma canastra com beijinhos e abraços para se servirem a gosto.;)

cabecinhapensadora disse...

Ó com 1caraças!...então não era sonho, mesmo. Pronto. Tou cá. Sou eu: serei.Ainda não sou bem. E se...não dá. O futuro é o que não há. O passado não sei bem qual foi. Mas o presente sei, é pisgar-me. Abomino sabonetes virgens. Precisando, não gosto de sabonetes, têm ar de ensaboadelas que não lavam, perfumes que não são, coisas a fingir. E bidés dentro do quarto são rascas.
Mãezinha, tás onde? Manda-me lá um táxi, vá...este não é o meu argumento. Sou mais alinhado. Neutro. Um transeunte dos intervalos da chuva.

AQUILES disse...

A Menina da Lua introduziu outro da à novela: a ausência da outra. Mas será que sempre que um homem sente uma ausência aterra desgovernado junto de um sabonete virgem? A ausÊncia da outra é assim tão difícil de digerir, que um homem prefira a alucinação em vários estágios? A inacessibildade a uma mulher perturba assim tanto?
Resta saber se ele saiu de lá refeito na dignidade, ou ainda mais de rastos do que quando lá entrou.

A Menina da Lua disse...

Professor e meus caros murcónicos!

Desejo-vos a todos um excelente ANO de 2008!

Alegria! muita alegria de viver! é precisa e urgente:)

Divirtam-se! sozinhos ou acompanhados mas divirtam-se que eu tambem:))

Até para o ano:)

Beijinhos

Roberto Ivens disse...

Prof.,

Não o sabia por terras de Angola...

Bom 2008 para todos.

J.P. disse...

Um 2008 cheio de paz e alegria são os desejos deste seu leitor compulsivo.
Um abraço.

non! mon amour! disse...

Oui,

a mim parece-me um tipo muito saudável, daqueles que só sofrem de disfunção eréctil em casa com a mulher;

vai daí, nem com o tratamento do triste anúncio que antecedia o Serralves Fora de Horas, a coisa funcionava;

e ela pregou com ele na pocilga da esquina, lançando-o às feras;

ele, porém muito saudável, como todos os homens - que aqui que ninguém nos ouve, e só para as murcónicas :) -

sonham com sexo em rédea livre de preferência em casa, mas que como todos um dia acabam por descobrir, muito dificilmente se encontra fora das ditas;

ao ver o triste anúncio, condenou-se sem apelo nem agravo, à disfunção conjugal crónica :)

tal a desgraça do modelo anunciado - aliás eu se fosse homem :) ao vê-lo se não sofresse ainda, ficava a sofrer para o resto da vida ~~

pois se aquilo é vida sexual, vou ali e já volto! estão ambos com ar de quem precisa deitar para fazer um tratamento qualquer que precisa ser feito ! vestidos a rigor para sexo de rotina sem nenhuma pica surpresa ou adrenalina ! e o pobrezinho ainda passa pela cozinha para fazer o pequeno almoço de levar para a cama :(

uma homenagem pura e dura :)) à monotonia conjugal ao sexo de rotina da pior espécie; num ambiente de enfermaria hospitalar ou lar de terceira idade, ainda se perdoava tanto pudor, tanta falta de imaginação, credo!!! mas ao menos que se olhassem com desejo, já nem digo com paixão ! sem desejo, sexo é um suplício :(

Mas, e tudo isto só para lhe dizer que Oui este post

daria um excelente contributo para uma discussão a sério sobre disfunção eréctil dentro de casa com a mulher :)

tendo ainda como ponto de partida o infeliz anúncio
"analisado" no último Programa da 1ª Série do Serralves Fora de Horas !

Ou seja, este Senhor Professor
até a divertir-se com ou sem imaginário ~~ consegue fazer serviço público de qualidade !

Parabéns, por mais um excelente post ~~