quinta-feira, junho 05, 2008

Entre o hemiciclo e a rua.

Em Abril, Fora-de-Lei escreveu que a eleição de Manuela Ferreira Leite convinha ao PM, porque seria quase uma "garantia" da concentração do voto útil de esquerda no PS. O argumento era válido e recordei-o hoje, enquanto assistia ao debate sobre a moção de censura apresentada pelo CDS/PP. Curiosamente, com a sensação de que a cabeça do Engenheiro Sócrates se debruçava mais sobre as 200.000 pessoas que desaguaram nas ruas de Lisboa. Não basta dizer que os números não são preocupantes, apenas as ideias, ou catalogar de "conservadoras" outras esquerdas. Penso que os portugueses, na sua esmagadora maioria, já estão para lá do voto útil. Se este Governo for incapaz de - ao menos... - diluir a imagem de cumplicidade com o evidente agravamento do fosso entre classes à custa da média, o voto de protesto será inevitável. De protesto e pressão quanto a coligações ou simples entendimentos pontuais!, um bloco central em 2009 só engrossaria as manifestações...

24 comentários:

ILLUMINATUS disse...

Murcon, bom comentário, muito bem conseguido. Com efeito, o PSD teve uma oportunidade de voltar a ser governo, mas atirou ao poste!!! O Pedro Passos Coelho era sangue novo, o povo está farto das mesmas caras, das mesmas politicas, da mesma lenga lenga de sempre..Desespera-se por que algo mude na oligarquia da Assembleia.

Fora-de-Lei disse...

Concretamente, foi isto que eu disse:

"Um possível reaparecimento em força do PSD dará ao PS de Sócrates argumentos para jogar eleitoralmente no apelo ao voto útil.

Ou seja, em vez de podermos vir a ter em 2009 um parlamento com uma direita fraca, um PS com maioria relativa mas dependente do PCP e/ou do BE, veremos estes dois partidos reduzidos ao número de deputados do costume em virtude da perda de muitos votos contestários que acabarão por votar útil no PS só para impedir uma hipotética vitória do PSD."

andorinha disse...

"Penso que os portuguess, na sua esmagadora maioria, já estão para lá do voto útil."

Eu também penso isso e já nem sequer sei o que é o voto útil:)))
Votar no PS? Mas votar no PS é praticamente a mesma coisa que votar no PSD...eu não os distingo.

Voto de protesto?
Claro, é tudo o que nos resta.
Protestos nas ruas não têm qualquer relevância, ainda hoje foram apenas 200.000 pessoas que não têm mais nada que fazer e resolveram ir para a rua fazer barulho.
Cambada de arruaceiros!
Espero, sinceramente, que BE e PCP subam bastante.
Já não suporto a arrogância e o autismo do PM.

FDL,

Aqui fica para ti e demais adeptos do Glorioso:

http://novobenfica.blogs.sapo.pt

Uma tertúlia de benfiquistas com gente conhecida da nossa praça.

Destaque para o reputado bloguista
(ia a dizer "bloquista"):))))) que escreveu "Entre o hemiciclo e a rua."
:)

maribete disse...

Na democracia tão importante é o partido que está no governo como a oposição se ambos se preocuparem com o país e com o mostrar ao eleitorado as suas capacidades. Creio que não é nada disto que se passa em Portugal no momento (há já muitos momentos melhor dizendo). O PSD perde-se em lutas internas perdendo a energia que devia concentrar em fazer oposição, uma oposição de verdade e que pudesse mostrar ao eleitorado qual a vantagem de mudar. O governo do Eng Sócrates continua tão autista como sempre não mostrando nenhuma sensibilidade nem preocupação com os problemas reais do país. Diz o Júlio que o PM se debruçaria sobre os manifestantes que inundaram Lisboa. Acha que sim? Eu nem sei se ele dá por eles ou se os considera apenas uma praga incómoda mas que passa e não o afecta porque ele se considera acima da lei, da ordem e como tal dos problemas.
Um familiar que trabalha num hospital de província do norte de Portugal dizia, há algum tempo, que só gostava que o Eng Sócrates tivesse um problema grave de saúde no meio de uma aldeia do interior , sem hospital nem centro de saúde, quando se encontrasse só, sem comitiva e onde não fosse reconhecido. Talvez aí ele sentisse na pele o que passam os portugueses e onde a sua inconpetência levou este país.
E o maior problema é que os portugueses são do PS como são do FCP ou SLB e como tal vão votar como votaram porque eles não traiem o partido. É para o bem e para o mal, na saúde e na doença...

Laura disse...

Professor: desculpará que discorde.
Mas acho que a essa leitura "desvalorizadora" da vitória de MFL em relação ao PS (PS-Governo, entenda-se) parte de um erro de apreciação.
Que é a presunção de que o "povo português" está todo polarizado (ainda), naquela esquerda 'mainstream' do 25 de Abril. E "apenas e só" contra a esquerda do PC e do Bloco, e, agora, por atalhos mais do que por caminhos, contra o PS-Governo.

Portugal já não é bem isso (e não pretendo exactamente dizer que são os votantes que já não são os mesmos de há 30 anos). Já perdeu algumas ilusões e utopias. Mas também já percebeu que a novidade, a idade, o CV-que-está-limpo-só porque é muito curto... não são rigorosamente garantias de nada.

Acho que os portugueses, aqueles que de facto decidem as vitórias nas eleições - chamam-lhe o "centrão", mas eu odeio o termo - não perdoam 2 coisas (acima, mesmo dos sacrifícios sofridos e de tudo o resto):

- a perda de segurança
- a falta de seriedade dos governantes

Não perdoam a mentira, as contradições, o "diz 1 coisa e faz outra" e o sentir que fazem de si parvos.
Nisto, são tal e qual como eu, ou o Professor, ou todos os outros “engagés”, sejamos nós agitadores do tipo romântico, burocrata ou guerrilheiro…
Ninguém gosta de ser usado ou desprezado, é um facto.
Só que a diferença entre "nós" e "eles" está nisto: contrariamente aos tais “engagés”, esses cidadãos querem lá saber qual é a cor de quem defraudou o seu voto e a sua confiança!
Para essas pessoas não há famílias ideológicas, nem parentescos partidários, nem fidelidades a cumprir que lhes guiem a mão no momento de pôr a cruz no boletim de voto!

É claro que a “esquerda” (PS, BE ou PC) não gosta de Manuela Ferreira Leite (ou de Rui Rio, Pedro Passos Coelho, Aguiar Branco). Está visto!
É claro que a “direita” (PSD ou PP) não gosta de Sócrates (ou de António Costa, Ferro Rodrigues, Seguro). Naturalmente que não!

Mas fora isso, extra- perímetro dos militantes-simpatizantes, como funcionará a coisa?
Pois para mim, funciona pelo sistema da bola preta.

E eu não desvalorizaria Manuela Ferreira Leite, como algum PSD fez (e tramou-se).
Quando todo aquele eleitorado interno percebe (uns felizes e outros infelizes com a descoberta…) que ela não é pessoa de ceder 1 mm à ‘verdade conveniente’; que não ajudará a enlevar o povo na ideia de mais um cruzeiro-maravilha, para que lhe dê o voto; e que jamais pregará “como S. Tomás”… Quando todos topam, numa palavra, que ela não é a política-vencedora dos manuais de ciência política…
E mesmo assim, a maioria dá o voto a alguém incorruptível como ela…
Isto tem de querer dizer alguma coisa

Na minha opinião, MFL é um desafio bem maior para Sócrates do que muitos pensam.
Foi um grande “tiro” no porta aviões. Se foi!

cabecinhapensadora disse...

Tenho dúvidas, fora de lei...duvido do voto útil. Duvido da inexistência do voto contestatário. Duvido que o PS(e será que a sigla é roupa para ele?!) tenha a tal maioria que deseja. Digamos que o PS é um partido com ideologia. Que o PSD se esforça por sê-lo. À partida, o PS tem mais chance, mas partidários e simpatizantes não se reconhecem nele, porque tal proximidade com o PSD arrastou a falha ideológica. Entre quem perdeu o seu sinal e quem nunca verdadeirmente o teve...é a opção. Ou haverá outra que se afirme mais credível. Julgo que a credibilidade vai/pode ser factor
decisivo.

Julio Machado Vaz disse...

Gente,
Se alguém não desvaloriza manuela ferreira Leite sou eu, defendi aqui a sua eleição para credibilizar o Partido e a vida política do País. Quanto ao "debruçar-se" do PM, empreguei-o no sentido de preocupação, ele sabe que neste momento é à esquerda que se dá a hemorragia de intenções de voto.

Fora-de-Lei disse...

Laura 3:57 AM

MFL tem o valor que tem. Mas não é pelo facto de se ser mulher, ou de se ser preto, que se é melhor que um homem, ou que um branco.

Por exemplo, Obama ainda não ganhou nada mas já deu a entender que com ele os palestinianos estão lixados. Para ele o que conta é Israel...

Só à pala da redução do défice orçamental, come o Sócrates MFLs ao pequeno-almoço (salvo seja). Um facto é que conseguiu muito mais do que ela e sem recurso a qualquer receita extraordinária. Só isto chega para pôr a MFL KO.

Laura disse...

Fora-da-Lei

A primeira parte do seu comentário não deve ser para mim, visto que não há rigorosamente nada no meu que se refira à questão de MFL ser mulher ou deixar de ser.
(o que não tira que esse aspecto até me dê gozo, mas isso são outras contas).

Quanto ao défice, e quanto a quem consegue mais ou consegue menos... sabe? Eu não acho que Sócrates possa sentir superioridade alguma (é giro como estamos sempre a comparar uma Ministra das Finanças a um PM...). Simplesmente porque Sócrates conseguiu esse feito extraordinário que você aponta (não ter de gerar receita extraordinária) à custa de quê? Alguma "genialidade" financeira? Não! À custa da medida mais velha do mundo desde o Estado Feudal: - o sacrifício e a 'expropriação' das pessoas.
a) - Aumentou a receita fiscal
b) - Reduziu a despesa em sectores chave, fosse como fosse, doesse a quem doesse, a eito, com o resultado que está à vista (saúde, educação, administração pública, etc).

- Sabe qual é a melhor prova de que MFL representa um perigo para o PS- Governo?
É-nos dada não por ele, Governo, mas pela esquerda à sua esquerda, que julgava ter o monopólio credível da bandeira das questões sociais e, portanto, uma quota de poder no próximo executivo, à custa do voto garantido dos revoltados.
E portanto logo "tocou a rebate" e a acelerar a Agenda, com o comício alegrado por Alegre (um 'puro'que não é alternativa a nada nem a ninguém, mas tem um poder, essencial e imparável, que é o de relembrar a verdadeira hierarquia das coisas e dos valores).
- Quer maior sinal de que eles sentem que outra alternativa se levanta?
Senão, jamais se teriam dado ao trabalho de lhes responder...

MFL de facto apropriou-se da Causa que estava reservada aos "inimigos" previsíveis do PS-Governo. E estragou-lhes a contabilidade.
E o facto de ter aparecido recorrentemente a falar da nova pobreza e do primado absoluto da pessoa humana sobre toda e qualquer lógica, nomeadamente a económica, modificou oo xadrez (oh se modificou).
Se fosse outro a dizê-lo... o Governo até "comia ao pequeno almoço" o aventureiro.
Mas não, justamente, foi MFL. Que sabe lindamente o que está em jogo quando fala, que sabe perfeitamente como montar um edifício financeiro viável à base de outras prioridades e com outras limitações diferentes. Que as há, obviamente. É preciso é saber QUAIS escolher.

E é aí, nas opções, que está a encruzilhada do pluralismo. Ainda bem. E melhor ainda, quando há boa-fé nos seus protagonistas.

Peço desculpa ao Professor JMV, por lhe ocupar o espaço com raciocínios que estão a milhas das suas convicções (eu sei). Não quero fazer guerra alguma. E muito menos fazer agit-prop provocatório.
Estas coisas só me interessam como troca de ideias, não como batalha campal onde se disputam os despojos de guerra e se maltratam os perdedores:) Isso são vícios e resquícios de uma ditadura de opinião de cujos efeitos ainda nos ressentimos!

Por isso, e como dizia o outro, gostei muito deste bocadinho e fico-me por aqui:)
BFS!

Canseiroso disse...

A bipolarização política (associada ao bloco central) é,.tem sido, e será no nosso país, o mesmo que termos dias com Emplastro e termos dias sem Emplastro.
Dias de euforia gratuita quando o vemos e dias sem euforia nenhuma e em que nada se passa.
E porquê?
Porque todos nós fazemos os dias assim…

Cansado e visionário, digo que só a esquerda atrevida pode salvar isto, desde que o PC queira, saiba e deixe que tal aconteça. O Bloco do Louça, fará o que for preciso se vir as gentes motivadas.
O bom Jerónimo já diz poesia na televisão. Pode ser que seja um começo e este estado bipolar se dilua definitivamente.
Quanto à MFL, preferia o MFA…

yes! my love! disse...

"Um facto é que conseguiu muito mais do que ela e sem recurso a qualquer receita extraordinária. Só isto chega para pôr a MFL KO."

FDL muito bem observado :)

aliás com esta eleição dentro do PSD,

JS já arrecadou muito voto útil disposto a evitar que MFL e seus militantes cheguem ao Governo, a começar pelos votos do eleitorado natural (?) do PSD que não se revê, nem minimamente, nas ideias desta candidata a PM,

eu só sou uma das sociais-democratas

que prefere José Sócrates a MFL no Governo!

e que de resto, ainda não se esqueceu da sua posição aquando do último referendo...

o que me parece revelador do pensamento e do estilo, do ser humano e da mulher que temos agora como - nem vou dizer líder porque de líder não lhe reconheço nada - dirigente partidária do que resta de um Partido que já foi grande e agora se encontra à beira do colapso...

CêTê disse...

FDL, o Sócrates é a antítese do Robin dos Bosques: é daí que lhe vem a receita extraordinária. Só a minha classe profissioal lhe deve ter dado uma grande folga- (aos professores até a alma quis roubar!- falta de visão política- não conhece, coitado, o nosso poder junto das gerações emergentes)

Eu nem sei se, o Sr. Engenheiro Sócraes, não estará possuído pela alma do Salazar!? Se não fosse aquele boato de que preferia os do mesmo género e teriamos aí um movimento das mulheres em sua defesa. Convenhamos que para ditador ainda lhe falta alguma inteligência- deveria ter ido treinado com a selecção em vez de ir para os ginásios (muito embora aí tenha convivido com os grandes) e ter favorecido as profesoras, empregadas fabris e as empregadas domésticas.

(Pouco me falta para arranjar um calendário e traçar os dias em contagem decrescente até às eleições.)


Bom fds

Su disse...

gostei de ler.t laura....coerente , lucida

CêTê disse...

E aquele professor que não tendo habilitações suficientes para o ser leccioou e exerceu funções pedagógicas e admnistrativas durante 30 anoS? - Foi julgado e condenado.- Justo.

Curiosamente... as Universidades que lhes VENDERAM os certificados/diplomas não foram julgadas?! Ou terei ouvido mal?
Duvidando que tenham feito a falcatrua só para aquele indivíduo e para aquela área profissional haverá em curso alguma investigação? Haverá falsos Pediatras, Ginecologistas, Cardiologistas? GRAVE se não há investigações em curso. A ASAE até poderia ocupar-se dessa tarefa em vez de andar a dar cabo das chouriças caseiras que tanto gosto.
;)))

mariam disse...

boa tarde
quem mudará os "estado das coisas" ??!!

os mesmos nomes
as mesmas caras
os mesmos pensares

no virar do virar das décadas...

sou da "dita" classe média, se é que "ela" existe, uma filha a terminar licenciatura, um filho no 2º ciclo...

1/3 do vencimento vai "parar" à prestação da casa...

colocar um "implante" dentário:
€ 1.300,00 (sem comparticipação por ser considerado "luxo", por "esmola" deixaram que pague por 3 vezes)...

assistir quinta-feira passada ao concerto (fantástico) de Rodrigo Leão: € 30,00

comprar "Rio das Flores" de «Miguel Sousa Tavares": € 26,10

apenas alguns apontamentos dum mês financeiramente atribulado, igual ao mês financeiramente atribulado de milhares de cidadãos, que insistem em querer além do comer para a boca também para a alma...
não é fácil, acredite(m)...

e, depois, vemos o(a)s demagogos da política, da comunicação social, dos grandes grupos empresariais, afirmar que o "povo" pouco cuida da sua saúde, não lê, facilmente adere à cultura "pimba"...
...porque será??

MFL, JS, ...(enquanto por lá andam a tentar (des)governar-nos não perdiam nada em fazerem umas "acções de formação", junto de países "direitinhos e limpos", quiçá, nórdicos... pode ser que aprendessem qualquer coisa... (bem sei que que "o povo" também teria muito a aprender...mas o exemplo vem de cima, já dizia meu avô)

será possível que das tantas faculdades deste país, nos últimos anos não tenha "saído" ninguém suficiente "capaz"
para realmente mudar "isto"?? !!

desculpe o alongamento
mas apeteceu-me...

um sorriso :)

CUCO MALUCO disse...

Já me deixei de voar sobre a política. Geralmente dá-me volta à barriga e deixo cair o produto deles aqui e ali sobre as cabeças bem pensantes dos nosso politiqueiros.
Cada vez a merda (ai, desculpem) é a mesma só as moscas é que mudam.
E, isto, já não tem conserto (por isso é que nos vão dando concertos); isto agora só lá vai com uma mobilização geral, incluindo animais e tudo. E eu lá estarei sobrevoando e bicando aqui e ali se preciso for.
Mas,
ontem voei até Genebra e, delirei. Valeu a pena chegar lá (deitado no meu maple) e ver aquela nossa Selecção jogar como nunca houvera jogado. Aí, Valentes!
Força.
Bicada ao poder!

fiury disse...

cêtê

isto agora é à descarada. e são tantas que atordoam as pessoas, até se perde o fio à meada.
vamos preparando o quintal:(

thorazine disse...

http://www.publico.clix.pt/videos/?v=20080606181317&o=3

No comments! :(

PS - Só resta ter esperança no fraco magnetismo do ferro da Dama! :)

PILAR disse...

Pois é ... somos uma economia com escassos recursos...a dita política tem á árdua tarefa de os adequar a necessidades crescentes! Com que critério? Aqui começam as guerras...Se é certo que queremos desenvolver, qual é o nosso plano de desenvolvimento, qual é o projecto que temos enquanto país, enquanto sociedade?
Tenho de acreditar que chegará o momento onde a política avulsa, sem argumento estrutural que a sustente, não mais resultará! Quero acreditar que pode haver quem "nos governe" descomprometidamente e com competência! Gostava de um futuro com muito menos fosso, onde os ténis de marca do meu filho não " agredissem" nenhum menino lá na escola!
Vou aguardar esclarecimentos para as minhas dúvidas...esperando que os políticos se encham de humildade e classe!

Nuno Guimas disse...

Na manifestação foi visivel como a nossa esquerda é magnifica a dar tiros nos pés, e como a comunicação social, neste caso a RTP aproveita logo estas oportunidades. Uma senhora manifestante afirmou que desde o 25 de Abril de 74 participava nestas manifs. ao que outra interrompeu e disse "75! 75!". A senhora hesitou uns momentos e rematou "pois! 25 de Abril de 75, estava baralhada, o 25 de Abril foi em 75" :)
Eu sinceramente acho que os portugueses têm razões para estar descontentes não só com Sócrates, mas com os politicos em geral, pois o poder tem sido sucessivamente partilhado e nunca se viram melhorias, antes pelo contrário. Além disso o que se verifica é que temos um país governado pelos assuntos de "prime-time" das TVs e não por gente inteligente, ponderada e com projectos concretos. Quanto a mim desde a esquerda à direita, temos cada vez mais uma classe política composta por "carreiristas" que desde as Associações de Estudantes dos liceus até à Assembleia da República fazem um jogo de influências e lobbies de forma a obterem o que querem sem grande esforço, escapando assim aos sacrificios da "raia miúda", na qual me incluo.
O que os portugueses querem?
Neste momento têm dois grandes objectivos: que Portugal ganhe o europeu e que o Porto não vá à Liga dos Campeões.
Tudo o resto não lhes interessa.

yes! my love! disse...

Não é justo ! só me apetece fazer uma birra :(

No site da ANtena 1

o Inglês continua a vender a mulher no eBay

e o Reino Unido a remover o Holocausto dos programas escolares

foram férias ou fizeram ponte só pode ser isso ~~

perdoe(m) o desabafo, sim ?

lobices disse...

SENHOR Nuno Guimas:
...alto aí e pára o baile!...
...eu sou Português com muito orgulho (às vezes, claro...) e quero muito que Portugal ganhe o Europeu MAS também quero que o FCP ganhe o recurso e possa ir à LC
...quem deseja que o Porto não vá à Liga só pode ser do SLB........

abelhaferrona disse...

Em primeiro lugar quero fazer uma vénia ao Psi Dr. J. M. Vaz, porque pela primeira vez desde que tenho estado no seu blogue, tive o "prazer" de ler um comentário seu sr. Dr.. Só lamento mas compreendo que não comente mais vezes, mas realmente é muito concorrido, e já não daria, penso eu, para todos/as. De qualquer modo era bom lê-lo mais vezes. Achei interessante o seu apoio a MFL, acho que lhe faz bem ao Ego ter o seu apoio, mas acho que escolheu mal, precisamos de gente jovem e bonita, acho que é por isso que a nossa selecção tem tantas adeptas, é um rol de reis na passerelle verde, convem não lhes fazerem muitas perguntas, porque senão a belezura vai toda por água abaixo.
Um favo de mel
Abelhaferrona

Nuno Guimas disse...

Lobices :)

Já somos dois !!!