terça-feira, abril 24, 2012

Para chegar a tempo...

Só estive com o Miguel Portas em campanha, mas gostei dele à primeira gargalhada no Piolho. Presumo que tenha partido hoje para celebrar - ou perseguir? - ainda e sempre o 25 de Abril.

199 comentários:

Varela Pires disse...

... Júlio! Em especial para os da nossa geração, a dos sessenta e tais... A nossa biografia, a pessoal constrói-se com o colectivo biográfico. A nossa biografia também é feita por aqueles que vão adiante de nós. Volvemos o olhar, volvemo-nos para trás, e um campo de cruzes ao longe não cessa de aumentar aos poucos... Não estou a dizer nada de novo, eu sei. Porém, é sempre bom ouvir alguém do outro lado, neste caso do lado de cá, do Algarve, a repetir-te. Abraço amigo do colega e sempre ouvinte, Varela Pires.

rainbow disse...

Muito triste com esta notícia.
Penso que Miguel Portas desejaria, sobretudo, que este 25 de Abril se cumprisse.

São disse...

Ficámos mais tristes, mais pobres..

Paz a Miguel Portas!

pedro disse...

Pois bem! Ouvi dizer que houve uns desertores ás comemorações do 25 de Abril de 1974 em plena paz civil e num país com liberdade de expressão.

Pelo menos por este senhor. Era justo voltarem atráz e deixarem-se das peneiras do cravo vermelho.

Porque foi com rosto como estes que Portugal, mal ou bem fez a transição do Portugal colonial para o Portugal europeu.

Já não se vai á Europa!

Como as palavras são enviusadas. Ficam aqui as imagens:

https://www.google.com/search?q=salgueiro%20maia&biw=1525&bih=718&sei=KPiWT_LsIcSP0AWyt72tDg&tbm=isch

andorinha disse...

Choro...por um amigo que partiu.
Um amigo com quem nunca falei...

Ficamos todos, mas todos muito mais pobres:(

Cê_Tê ;) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cê_Tê ;) disse...

Chocada e triste com a partida dele. ;(
Os meus pensamentos vão para os irmãos e mãe. Sempre a admirei na forma como sempre expressou publicamente o afecto por eles- tão diferentes em tanta coisa. Imaginei sempre uns jantares de familia muito animados e culturalmente muito ricos com amuos a serem superados por abraços e risadas.
Espero que a dor não leve o seu sentido de humor dessa mulher nem silencie as suas gargalhadas. Dizem que não há dor maior que enterrar um filho...
Que o tempo passe depressa

Interessada disse...

Porque o Miguel era o que sem receio do plebeismo, se chama um gajo porreiro, mas também incomodava pela justeza das suas palavras,triste mesmo é que tenha que morrer para dizerem bem dela.
Mas o ritual repete-se.
Agora é fácil, para quem tem dificuldade em se assumir,uma vez que as carpideiras vão da esquerda à direita.
Nojento é tentar tirar proveito dum homem que sempre deu a cara pelos ideais que perfilhou, no dia da sua morte.

andorinha disse...

Cêtê,

Não deve mesmo haver dor maior do que uma mãe ou um pai enterrarem um filho.

Chocou-me imenso a morte do Miguel, até porque pensei que ele estivesse melhor. Foi um choque. Vinha a conduzir, ouvi a notícia no noticiário das 19h e desatei a chorar. Tive que encostar o carro até recuperar um pouco.
Agora as imagens na televisão e a dor e o choro que voltam.
Tenho mesmo a sensação que perdi um amigo...

Maria disse...

Não conheci Miguel Portas, nem concordava com ele.
Conheço dos blogues, a mãe, Helena, de quem gosto muito.
Para ela, um grande abraço.
Miguel, descanse em Paz.
Maria

A Menina da Lua disse...

O Professor gostou dele pela gargalhada e a mim tambem pelo sorriso!...Tinha um sorriso meio triste, meio doce que no entanto designava aquilo que me parecia ser; um homem determinado e lúcido mas igualmente generoso e doce onde por isso facilmente encontrava simpatias e amigos em quadrantes bem diferentes do dele.

No meio desta grande confusão, onde nos encontramos, será duplamente triste a razão da sua perda; não só pelo vazio que deixa, difícil de substituir...mas tambem pelo seu próprio exemplo como pessoa que assim dizia:

«Gostaria de chegar ao fim da vida, olhar para trás e dizer que fiz algumas asneiras, mas que valeu a pena porque ajudei os outros».

pedro disse...

Interessada,

Em muita coisa concordo consigo. Noutras encontro-me em lados opostos. Mas subescrevo o seu comentário. Infelizmente!

pedro disse...

Interessada,

Vou copiar o seu comentário que merece ser lido por mais gente.

Em relação ao meu ultimo comentário. Repito que não me arrependo de lhe ter dado as boas vindas quando aqui chegou.

-Miguel Portas, que a memória não se perca.

andorinha disse...

Pedro,

Vi agora o teu sorriso e deixei-te em troca um beijo imenso no andar de baixo.

Fica bem:)

Fora-de-Lei disse...

Estou convencido que Miguel Portas era mesmo aquilo que parecia ser...

25 de Abril sempre !!!

pedro disse...

Uma Boa Noite a Todos:

http://expresso.sapo.pt/recorde-miguel-portas=f721376

FDL,

Houve uns pinpolhos que desistiram! Se houver 25 de Abril, amanhã! Já não é nada mau.
Não sei como alguns vão voltar a erguer o cravo na mão.

Estamos como as comemorações da 1ª Republica ou a caminhar para ela.

Se é que me fiz entender?!

http://youtu.be/tZNQwBFN-6Q

:(

Manuel disse...

Em memória de Miguel Portas.

«Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração....»

«Canção da América»: Milton Nascimento (1980)
http://youtu.be/OlcQE4NeXow

bea disse...

Disse em Janeiro que tinha esperança de viver até aos sessenta porque o cancro lhe encurtava o limite.
Só consigo pensar que me vai fazer falta vê-lo e ouvi-lo na TV. Tão curto o tempo! E o quanto entristecemos de pessoas a quem gostamos à distância, respeitosos do que são e com a certeza de não mais.

A morte de pessoas boas esvazia a prateleira dos bens essenciais sem que haja reposição. É uma desesperança.

Anfitrite disse...

Oiçam a lucidez deste homem, na
última entrevista, de uma hora ,que eu vi dele, em que ele falou dos filhos e onde eu fiquei logo de pé atrá quando ele falou das metásteses, e quando falou dos filhos.
http://sicnoticias.sapo.pt/incoming/2012/04/24/em-destaque

pedro disse...

Anfy,

Conclui-se que é muito diferente, aquilo que se vê para quem está dentro do "ovo" ou fora do "ovo".

Keep it on!

pedro disse...

Daqui a uma semana. Já ninguém se lembra! As noticias são assim! Uns dias é alguém que morre, passado uma semana são as pratinhas dos ovos de chocolate!

Anfitrite disse...

Pedro,

Se daqui a uma semana eu ainda tiver memória, eu garanto-te que me lembro. No programa de hoje até fiquei chocada que o professor não tivesse feito referência a isso, no início. Depois compreendi que talvez tivessem combinado ser o Miguel Guedos a falar. Mas enquanto o Miguel falava eu chorava, e pareceu-me que nunca o professor deu tanta gargalhada como hoje, que eu sentia como farpas nas minhas costas. Realmente o futebol é alienante.
Atrás houve quem dissesse que não concordava com ele. Quem diz isso é porque não conhecia o pensamento dele, ou então não tem sensibilidade.
Cheguei a dizer, em baixo, que preferia mil vezes que tivesse sido o irmão, sem falar na dor dos pais, é claro. Eu não sou comunista , nem do BE., mas esta foi a forma que ele arranjou para ver se reunia gente com cabeça para pensar, mas onde há muita cabeça que pensa, também há sempre alguém que dirpersa, em vez de unir, mas ele tinha esse dom e de chamar as coisas pelos nomes, sem fazer demagogia. Ele sabia do que falava porque conhecia o Mundo.
Não tenho arte para epitáfios, mas naquela casa ele e o pai eram os únicos que eram uns verdadeiros humanistas. Por alguma razão ele saiu de casa, depois do pai sair,apesar da mãe ser uma senhora porreira e divertidíssima.
Não tenho culpa Pedro, mas não consigo suportar a morte, quando ela é injusta. E devia ser proibido sofrer.

Estive a ver o programa e gravei, que o Manuel recomendou. Todos o deviam ter visto, para ficarem a saber de quem são as culpas de este país chegar ao que chegou. Talvez não viessem agora criticar quem tem menos culpa.
Tenho dito.

Manuel disse...

Aqui vos deixo:

«Traz outro amigo também & Perpetuum Mobile»: Laginha, Burmester e Sasseti
http://youtu.be/4gHakVQSPqM

bea disse...

Quando nasceu a liberdade eu impreparada, o que é isto de toda a gente a ler o jornal na rua? E sei que depois - talvez no dia seguinte ou no outro - nós na praça, libertos das aulas, num enxame de gente expectante para o cortejo dos ex presos políticos, que só então soube que existiam e apareceram numa euforia desbragada de que não víamos ainda o fundo, entornados de gestos novos que copiávamos sem entender. E “O povo está com o MFA” que não sabíamos quem fosse, mas repetíamos na mesma. Ninguém a responder-me à pergunta de quem é o MFA, todos muito ocupados em sorrisos de braço no ar e punho cerrado. E eu aos gritos, por não gostar muito de fazer o que não sei o que é, ó pá quem é que é o MFA? E do outro lado, um soldado meio bêbado, com a gravata toda torcida, ó menina, sou eu, dê-me cá um abraço, e apertámos as mãos porque um abraço me parecia demais e no entretanto desvendou-me o mistério “Movimento das Forças Armadas”; fiquei mais descansada, mas nem nos meus sonhos mais longínquos me ocorreria estar com o MFA, no particular ou no conjunto. E fiquei contente porque a realidade ia além do sonho e quadros desconhecidos a desfilarem em surpresa e novidade. E depois um altifalante a debitar frases novinhas em folha aos nossos ouvidos virgens. “Viva a força do Proletariado!”, e eu, mau, então o que é isto agora? Mas as minhas amigas muito ocupadas a fazer o V da vitória que por acaso também nenhuma sabia o que fosse, e devia ser bem porque toda a gente assim e o povo contente disso. Virei-me para o lado do soldado e nada. O MFA devia estar a abraçar alguém menos formal que eu. Ou talvez numa taberna de esquina onde tudo grátis. E no dia seguinte o melhor fotógrafo da cidade – ou pelo menos o mais conhecido – tinha uma foto do meu MFA já num pós festa, completamente desconjuntado, mas ainda segurava a arma com um cravo: tudo à banda, cravo incluído. E um casal de meia idade para quem fui invisível, comentava numa redoma só de dois “se esta fotografia fosse tirada antes do 25 de Abril, este fulano o fotógrafo eram presos; ele era expulso da tropa e ao fotógrafo fechavam-lhe a casa” e eu pasmada de olha, a frase passou até mim; a frase acompanhou-me até casa. E nesse lusco fusco comecei a entender que o meu tudo de dizer, era muito pequenino. Havia muito de tudo que ainda me era desconhecido. E estava muito para além do dito.
E Vivam os Capitães de Abril. E mais todos os que não conheci e o prepararam. E mais toda a gente que acreditou e o fez verdade. E mais quem acredita ainda. Porque acreditar é preciso.

bea disse...

E tenham um dia bom.
Abraços

rainbow disse...

Bom dia

Pedro e Andorinha,

Obrigada pelo poema e pelo abraço do fundo do coração, que me deixaram no andar de baixo.
Andorinha, faz-me bem sentir a tua amizade.
Pedro, tal como a Anfi, também me vou lembrar daqui a uma semana.
Tal como nunca esqueci Salgueiro Maia. E nem percebo porquê que ele ficou na sombra, na memória e comemoração deste dia tão especial, que foi um dos mais belos da minha vida.
Talvez por isso, goste tanto de ver o filme da Maria de Medeiros, que lhe fez justiça.

Lusco_fusco disse...

Boa tarde!
Há muito que não vinha aqui. Espero que estejam todos bem.
A dor une e como sabia que quem gosto também sofre, presto a minha homenagem aos cravos que ainda teimam e áqueles que deixam o exemplo de teimosia

Cravos
Cor viva e contínua;
Vivacidade, mesmo em tempos de seca e pragas nocivas;
Persistência, na água estagnada;
Sobrevivência,numa jarra empestada;
Convivência, multicolor e harmonia;
Perfumados,purificam o ambiente contaminado pelos que usam o seu próprio perfume como Jamie Nicholas .

Perdemos um cravo.Resta-nos uma lição de vida e o seu perfume raro e persistente que temos a obrigação de continuar no nosso dia-a-dia de pessoas de bem.
Abril ficou mais pobre :(
Tudo de bom para todos.

pedro disse...

Rainbow,

Você puxa por mim como qualquer arco-iris!

Alguém um dia repetiu as palavras de um militar do dia 25 de Abril de 1974:

(para não ferir sensiblidades, adianto já que as palavras que se seguem não são substantivos. Infelizmente adjetivos. Porque os substantivos foram os unicos que tiveram a coragem de pôr a mão na merda.

E assim cito:

"Não estamos a fazer isto para putas e paneleiros". Se fosse hoje faltava: "corruptos". Mas há hábitos que se mantêm.

Beijinhos
Pedro

bea disse...

Rain

não me apraz muito repetir filmes, mas esse é um dos poucos que vejo sempre em olhos de vez primeira. Há um extraordinário dentro de algumas mulheres, ainda bem que Maria de Medeiros existe. Mas hoje a chuva me trouxe um inesperado bear hug encandeado de saudades. E apetece-me ouvir isto. Porque sim.

http://www.youtube.com/watch?v=f3fHDt4xQFw&feature=related

pedro disse...

Bea,

Quando chegar á sua maturidade talvez consiga essa paz nas palavras. Por enquanto os dias são feitos assim:

http://1.bp.blogspot.com/-vZw-Y71h22M/T5hifHrrurI/AAAAAAAAD8k/UW8USNEkJto/s1600/139.jpg

pedro disse...

Como o dia 25 é o dia que antecede o dia 26.

Um Bom Serão Para Todos:

Lisa Ekdahl - Give me that slow knowing smile

http://youtu.be/lMfnhAh1ZBw

E chiça: Viva as revoluções não violentas. Calhe em dia calhar.

Mas em homenagem ao dia deixo também uma homenagem ás azinheiras que vieram depois desta:

Zeca Afonso - Grândola Vila Morena (letras)

Lisa Ekdahl - Give me that slow knowing smile

pedro disse...

Pois bem! Para algo ser perfeito, tem que ter alguma imperfeição:

http://youtu.be/RuzGPhZwG6Y

;)

thorazine disse...

Anfi, Bea, Maralhal..

Hoje viveu-se bem o 25 de abril na escola da fontinha. Bons ares! E o Miguel também andou por lá...;)

http://escoladafontinha.blogspot.pt/

Abreijos!

bea disse...

Pedro

Certo. O Zeca a fechar o dia. O 25 de Abril é sonho ainda. E assim deve continuar. Ou morremos todos de desesperança. não vale

Durmam bem

bea disse...

Thora

já sabes mas vou repetir: és um querido.

pedro disse...

Thora,

Como estás envolvido nos projetos da escola da Fontinha. Deixo-te aqui este link:

http://www.unicef.org/media/media_62282.html

pedro disse...

Rain,

Pelo que sei, o Salgueiro Maia recebeu vários convites depois de 74 por parte de alguns partidos politicos. Acabou por os recusar a todos. Voltou aos estudos mais tarde. Como se diz em fotografia: "É nas sombras que está a melhor informação e a mais dificil de conseguir".

http://youtu.be/NEGxSwiu8ys

Bea,

Quando é que sai da casca?!

pedro disse...

Andorinha!

Faria Miguel Portas em 1 de Maio mais um aniversário. A crónica do Rui Tavares no Publico de amanhã vem prometida com uma festa ao Miguel Portas.
Como tu dizes: cuata sempre mais ver uns a outros morrer.

Não consigo ver o filme mas ficam as palavras e a dedicatória:

http://lugardoreal.com/video/1-de-maio-de-1974/

andorinha disse...

Rainbow,

Entendo-te. É reconfortante sentir a amizade de tanta gente aqui.
E como podia eu não gostar de ti depois de já me teres dado duas deliciosas receitas bem docinhas?:)))

Vamos descobrindo afinidades, gosto da tua postura, da tua forma de estar na vida, das tuas convicções políticas, enfim...gosto:)

Thorita,

Acho que te vi na Têbê...

Pedro,

Obrigada pela informação, vou querer guardar.

Beijinhos

Fiquem bem.

Anfitrite disse...

Vejam com calma e tirem notas, para ficarem a saber um pouco da nossa História nos últimos 100anos. E porque chegamos aqui, depois do 25 de Abril.
Aos Capitães de Abril e aos jovens políticos bem intencionados, faltava-lhes a manha e o poder da pulhice e do dinheiro, dos que
sempre foram peritos em explorar quem trabalha e sempre fizeram força da união de interesses. Os bancos sempre dominaram neste país. E por ter sido funcionário dum banco o sr. belmiro, conseguiu arranjar 500 milhões para ficar dono da Sonae. Ninguém sabe aonde os foi buscar, mas o Pinto de Magalhães disse, só que o poder abafou e as pessoas continuam a não querer chatear-se. Por isso eu não vou, nem ao continente, nem ao pingo doce, porque eles rebentaram com todos os nossos produtores, porque oferecem preços impossíveis antes das safras. Fazem acordos com países do terceiro mundo, ainda mais exploradores, compram produtos geneticamente modificados, para serem mais baratos. Compram peixe, marisco e carnes de animais alimentados à força com farinhas e hormonas para crescerem mais depressa e pesarem mais.

http://vimeo.com/40658606


Força Thora! Não desistam porque o RR é muito casmurro. E tem desbaratado uns bons milhões de €s dessa cidade, para levar por diante aquilo que mete na cabeça.

pedro disse...

Andorinha,

Um abraço Grande!

Thorazyne,

O Lavoisier quando lhe perguntavam: " Como ele conseguia chegar a determinadas ideias?". Ele respondia: "Enquanto você tem uma ideia excelente e a explora ao máximo eu consigo ter 1000 ideias más e a melhor deixo que outros as explorem"

Isto porque: é melhor divagar e chegar a um lugar concreto do que ter o fascinio de um raciocino e não chegar a lado nenhum. É de lamentar oque se passou na escola da Fontinha mas nunca devemos perder a ingenuidade e devemos conservar alguma contenção. Porque as vozes contra conhecem-nos muito melhor doque quem partilha as mesmas opiniões.

Agora podia dar um paço firme em relação ao seu "nick". Pela mesma linha de pensamento que eu até encontro coerência. Podia mudar para "Rodilone" (o "é" no fim é só para preservar os direitos da marca:

http://www.bayersaudeanimal.com.br/scripts/pages/pt/produtos/peixes/biossegurana/rodilon_blocos.php

E acredite já não é o primeiro. Como gosta de fotografia. No Flickr há uma pessoa já registada com o nome do produto e o conteudo é interessante:

http://www.flickr.com/people/rodilon/

Mas repetir não é concerteza um bom caminho. "thorazine" é um medicamento que tem vantagens em relação á lobotomia: é reversivel!

Pior seria "Loponex", em que um dos efeitos indesejados é a morte.

Tudo de Bom e não fique só pelo "nick". Faz muita falta a algumas pessoas. Seja generoso!

pedro disse...

Andorinha e Thora,

Ficam aqui as imagens:

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=548196&tm=8&layout=122&visual=61

pedro disse...

Uma Boa Noite para Todos ( seja á luz do sol ou das velas)

Depois da revolução veio a liberdade. Que guarda na memória retratos de quem lutou apenas porque não sabia fazer outra coisa:

Thorazine, esta é para ti:

arnold newman archive:

http://www.arnoldnewmanarchive.com/index.php?option=com_content&view=article&id=8&Itemid=9

Keep on going!

pedro disse...

E assim se vai andando!

"Retomadas buscas por criança desaparecida na praia da Memória - Local - PUBLICO.PT
www.publico.pt
Na quarta-feira, as buscas foram suspensas duas horas depois de as autoridades terem encontrado, sem vida, a avó da menor, que também foi arrastada pelo mar. A mulher, com cerca de 60 anos, afogou-se na praia da Memória, quando tentava resgatar a sua neta, de 8 anos.Segundo o Comando Distrital de..."

O que me surpreende! É que faz trêz anos e duas prais acima um pai morreu juntamente com os dois filhos que passeava junto ao Mar. Era habitual ter que morrer alguém para se tomar medidas. Hoje estamos a caminhar para tráz. Lamentavelmente.

Há uma sinalização própria para lugar perigosos, junto ao Mar. É um sinal proibitivo de aproximação e avisa do risco que se corre.

(http://www.aloha.com/~lifeguards/bsigns2.html)


Ocean Safety Beach Signs Used in Hawai

bea disse...

Manuel

tenho que ir ouvir o que deixou para nós, para já obrigada, esse trio é muito bom mesmo:)

Pedro

podes escolher as armas que eu tou-me a passar com as tuas bocas.

PS:segue em anexo um recado ao formigueiro mais próximo pa te morder os dedos dos pés quando fotografas e fica tudo tremido e cheio de asneiras.





sou uma noz chocha, só tenho casca

pedro disse...

:) Bea,

Contra factos/não há argumentos!

pedro disse...

:)Bea

Com essas palavras tenho que ter cuidado consigo. Porque as unicas armas que eu sei manejar com habilidade, são os corta unhas e dos pequeninos.

Álvaro Lins disse...

Não se celebra o que não se conquistou e concretizou na sua totalidade.
O Miguel "continua apenas" a perseguir o 25 de Abril.

Anfitrite disse...

Já agora acho que vale a pena ver esta bela entrevista, para saberem das intenções dos capitães de Abril:

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/portugal2012/article1500438.ece

rainbow disse...

Boa noite,

Andorinha,

No distrito de Setúbal, a ditadura fazia-se sentir a cada instante.
As histórias de torturas horríveis. Iam buscar as pessoas a casa a meio da noite.
E os operários, a exploração, a pobreza, a caridadezinha, a religião como ópio do povo.
E os jovens que iam para África e que literalmente eram desfeitos por minas.
E os navios que regressavam com outros jovens que sobreviviam e cujos pais os esperavam no cais, de braços abertos.
Tudo isto misturado com os Beatles e o "Je t'aimes, moi non plus" dos mais velhos que me rodeavam.
Eu vivi tudo isto ainda em criança.
E nunca me esqueci duma noite, numa Sociedade Recreativa, cravada de informadores da Pide, assistir à declamação do "Cântico Negro" de José Régio. E no final, depois da última frase "Sei que não vou por aí", toda a gente se levantar a bater palmas.

Quando às receitas, tenho que inventar mais uma:)

Pedro,

Salgueiro Maia não quis nenhum cargo político. Foi fiel a ele mesmo.

Bea,

O filme da Maria de Medeiros é muito especial.
Muita coisa mudou desde 74. A vida é para a frente, mas agora tem havido um retrocesso imenso.
Tal como tu, quero acreditar.
Como o Rui Tavares diz, citando Miguel Portas, "Isto vai". Tem que ir, só depende de todos nós.

Bons sonhos para todos
Abraços

pedro disse...

Rainbow:

The Cure - Friday Im In Love

http://youtu.be/wa2nLEhUcZ0

Não percas tempo:)

Anfitrite disse...

Thora
http://www.ionline.pt/portugal/helena-roseta-solidariedade-fontinha-nao-pode-pisar-os-direitos-dos-outros

Há maneiras de resolver isso a bem.
Alguém ou uma comissão pode ir à CMP. pedir para lhe disponibilizarem, ou pedirem a indicação de património imóvel devoluto, ou até terrenos para serem cedidos, em direito de superfície, nem que seja para montarem um préfabricado. As Câmarar não podiam vender património, e podia contar aqui muitas histórias de quem sem precisar, alugou direitos de superfície, por tuta e meia, para montar bombas de gasolina, construirem o Parque de campismo do Guimcho em troca de deixarem uns necessitados, residentes na zona, beneficiarem das estruturas(piscina, etc.). Vão falar com quem tiver o pelouro dessa área, mas não deixem morrer o assunto nos media, pq como já disse o RR é muito casmurro. Tem piada que nos casos que citei também envolve bancos.

bea disse...

Anfitrite

a piada de envolver bancos é mais um hábito, ou uma piada habitual. seca.

Rain

como que se obliterou o sofrimento que houve. E dá a gente com meninos de cravo ao peito que pouco ou nada fizeram ou fazem para merecê-lo. Cravos e emblemas são adereços.. Ontem perguntaram-me se não tinha ido à sessão sobre a liberdade. Respondi que por ela luto diária ainda quando os cravos se não vêem. Responderam-me, ah, mas anda sozinha. E eu, não, nada do que é feito pela liberdade é solitário nos fins que tem, até porque quando a liberdade é só de um chama-se tirania, exprime-se pela prepotência e nem o tirano nem quem se lhe submete é livre. resposta meia para lá meia para cá: ahnnnn, pois... pensei que não adiante explicar que os meus cravos tornaram-se eu.
A exterioridade de todas as coisas assusta.

No distrito de Setúbal como em tantos outros houve os presos e os que não voltaram de uma guerra absurda, ou voltaram tão estropiados do corpo e da mente que a vida normal não conseguiu instalar-se. Em nome da forte candura de uns e da inocência de outros temos de acreditar. E lutar para. Nem que, como dizia o poeta, "sejam vãos os passos"; até por nada ser em vão; essa é a consequência do irrepetível de todas as coisas e que o poeta não considerou:)

Pedro

tá bem, se só tens um corta unhas e eu ainda tinha de ir comprar a arma e era tudo prejuízo como dizia o Raul Solnado, desistimos, pronto.
Já mandei recuar as tropas que se tinham posto em campo, armadas até aos dentes, que é como quem diz mandíbulas milimétricas. fotografas à rédea solta e se alguma formiga te morde, não é das minhas. Palavra.

Fiquem bem que vou ali tratar de uns apartes. Tenham um bom dia

andorinha disse...

Boa tarde:)

Rainbow,

Não precisas...refiro-me às receitas, claro:)

Quando a tudo o que referes, fome, humilhações, maus tratos, ausência de liberdade, guerra colonial, enfim, todos os podres da ditadura só me apercebi da verdadeira razão de tudo isso quando fui para a universidade. Foi aí que ganhei consciência política. Até aí vivia a minha vida nesta terreola de forma "normal", achando que provavelmente se vivia assim em todo o lado.
Mas depois de ter aberto os olhos, nunca mais os fechei. E só posso estar ao lado de quem estou...

Anfy,

Olho para esse cravo e fico triste.
Tantos que estão murchos!:(

Inté...

pedro disse...

Apenas com 54 comentários. Esta publicação está brilhante!

bea disse...

Andorinha

Não te gosto assim tristinha. Ora bem: o céu está cinza mas passa. O cravo da Anphy está cravo. Há muitos que estão murchos por causa nossa, mas talvez seja assim com todas as revoluções de flores: têm estação.

A consciência política temos que a ensinar a todos. E tens privilégio :) Há coisas de que não podemos desistir, são nós.

Estás precisada de voar, de um solinho nas asas, de tu num beiral a cantar, ou só a olhar com olhos de pássaro que são os olhos mais atentos que conheço. Curiosos também.

Pedro

está tudo a aproveitar os últimos dias deste inverno-primavera. Acenderam a lareira, estão a comer torradinhas, coisas assim. Ou andam por aí a curtir o frio, porque depois não há e temos de o aproveitar. Cá por mim calcei as botas de borracha, que é como quem diz galochas, para o que der e vier. Sei lá se volto a calçá-las.

E não se constipem. Mas aproveitem que inverno só há para o ano.

pedro disse...

Bea,

O prometido é devido! Para a semana como se mete o 1º de Maio e muitos vão fazer ponte. De quarta a domingo: talvez esteja tudo aprumado e a bom ritmo. Por isso na semana depois da que vem, estou á espera do batalhão de formigas, armadas até ás mandibulas e fazer uma "picks fixes".
Há alturas em que o diabo nos morede a alma e temos que manter a calma para não ficar tremido, bem centradinho e caber tudo num quandradinho!

Gosto das tuas porpurinas!

^_^

Manuel disse...

Quem diria que uma espanhola-basca (metade galega metade basca) cantaria assim o português?

Boas músicas e bom fim-de-semana.

«A quantas ando»: Adufe com Maria Berasarte
http://youtu.be/CfHKU4SO54M

«À espera da lua»: Adufe com Maria Berasarte
http://youtu.be/fGfhpycxnOI

E mais outras da dita.

«Contigo»: Maria Berasarte (tema de José Luis Montón)
http://youtu.be/GmFwoNtZOaI

«Cosas que no sé»: Maria Berasarte (Fado em castelhano)
http://youtu.be/pUdZzVjvGn0

«De azul el aire»: Maria Berasarte
http://youtu.be/cU3GNR8mhvA

«Canção do Mar»: Maria Berasarte e Dulce Pontes
http://youtu.be/XrBswgpw2dM

pedro disse...

Manuel,

Só a lista que aqui deixou por si só. Já encanta os "ouvintes".

pedro disse...

Bea,

Vai ao meu blogue. Nem eu nem tu, percebemos nada disto.

http://water-inside.blogspot.pt/

andorinha disse...

Bea,

Às vezes também fico tristonha, não sou nenhuma pateta alegre:)
Estou precisada de voar, sim e de um solinho, mas isso consegue-se.
Mas agora vou curtir um bocadinho o frio...:)

Pedro,

Também fui ao teu blogue. Que é isso de só convidares a Bea?:)))))))

Fiquem bem.

Anfitrite disse...

Andy,

É preciso não deixar morrer as portas que Abril abrtiu. Por isso eu sou a mais refilona, mas talvez a menos poderosa, porque até me dá raiva, que as pessoas se acomodem e nem cometem certos vídeos que eu ponho. Parece que está tudo a viver à sombra da bananeira e ninguém se quer comprometer. É natural que haja quem queira aproveitar RTP/RDp, enquanto não for nacionalizada, mas para todos esses eu tenho um nome. Os vídeos que tenho posto são de informação e quem os ouvir com atenção, fica com a mente mais aberta. Isto não serve só para discutir as consoantes mudas. A graça deste plogue era precisamente poder trocar ideias, mas não é só concordar, nem música para os meus ouvidos.
Como dizia o outro: O que faz falta é agitar a malta. Eu não deuxo murchar as minhas flores. E ainda oiço todos os anos, o meu velho vinil "Canigas de Maio", na minha velha aparelhagem Pioneer, que na altura me custou os olhos da cara. Mas preferi isso a um vestido, ou mala especiais.
E para se incomodar vejam até ao fim.

http://www.youtube.com/watch?v=b5nb3VsMRbc

E nós é que somos os bárbaros, por causa das touradas, que eu detesto!

Anfitrite disse...

Esqueci-me de dizer que fiquei enojada, até ao vómito, de ver aquela canalha, na bancada do governo, de cravo ao peito. Deviam ter-se transformado em cardos. E que tenham ficado com uma alergia crónica.

andorinha disse...

Anfy,


"Isto não serve só para discutir as consoantes mudas. A graça deste blogue era precisamente poder trocar ideias, mas não é só concordar, nem música para os meus ouvidos."

Não poderia estar mais de acordo contigo.
Não tenho comentado qualquer video porque como já disse, estive com problemas com a net e não conseguia aceder aos links.

Abril em mim não morre, mas eu sou um grãozinho de areia...:(

E agora vou mesmo sair. Preciso de espairecer.

Fica bem:)

andorinha disse...

Porra, Anfy!

Antes de desligar ainda fui espreitar o link que deixaste e não passei das legendas. Era-me impossível ver o resto:((((

Bárbaros há em todas as latitudes...

Impio Blasfemo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Impio Blasfemo disse...

Hoje de manhã li a crónica diária do Miguel Esteves Cardoso (MEC) sobre o Miguel Portas. A páginas tantas citou uma frase do Miguel Portas em relação a ele (MEC).- “Não te preocupes pá, a gente resolve isto por ti….”
Felizmente haverão sempre uns tantos Migueis Portas que se dispõem a lutar pela justiça das coisas em nome dos demais. Que viva para sempre nas nossas memórias.

Para sempre
Ímpio

Anfitrite disse...

Ímpio,

Como começo sempre pelo fim, com esse "Para sempre", assustou-me. Apesar de me ter lembrado de um outro grande Homem que escreveu: PARA SEMPRE.

E agora pergunto-lhe: Já viu a última grande entrevista dele, ao António José Teixeira, cujo endereço eu pus aqui? Vale a pena, se não viu na altura.

pedro disse...

É verdade Impio,

Muita gente luta pelos direitos e liberdades dos outros em diferentes campos. Uns são mais conhecidos das pessoas em geral outros travam verdadeiras lutas solitárias. Como uma ativista americana dizia: "Se pensas que vais mudar o mundo. Primeiro convence-te que o vais que ter que fazer sozinho.

Esta frase por vezes faz todo o sentido. E o Muigel Portas é como a ponta de um iceberg. Anónimos, sem ser aqueles que agora estão na moda. Fazem a mudança todos os dias. E é um fenomeno transversal e democrático. Mas hoje uma televisão é mais importante que uma pessoa. É mesmo preciso ser "louco" para não morrer de tanta sofisticação e ignorância.

Andorinha,

Não vi o video que a Anfy deixou (não tenho muita paciência para abrir links). Mas se o mundo está mais pobre, tem sido num movimento constante. A mania de que estamos mais evoluidos é uma ilusão. "Que palhaços que eles eram!" pensaram as gerações futuras. Esquecendo-se que foi nesse caldo que criaram raizes e como não degeneram. Ainda mais palhaços ficam. Já não sinto revolta. Deixei de sentir. Sei que a revolução está dentro de mim e naquilo que me pertence.

Agora vou á vida que ainda há muita gente boa! Esquecendo os nomes e sobrenomes.

Impio Blasfemo disse...

Anfy

Vi a entrevista:- “Quem não se arrepende de nada ou é parvo ou santo”(disse ele)-
Quanto ao meu "para sempre" quer dizer uma coisa simples que é "que a sua memória nos fique guardada para sempre". Portugal tem necessidade de pessoas com o "timbre dele"

Pedro

É como dizes. Há muitos que lutam como o Miguel Portas e não são conhecidos, ele era a ponta do iceberg!


Abraços
Ímpio

bea disse...

Bom Doa a todos

desculpem o mau jeito e não ver coisa nenhuma mas combinei com umas amigas e vamos saltar à corda. Vou ao google a ver se ainda apanho aquelas lenga-lengas que cantávamos para entrar e sair. Ou podemos inventar. Tenho uma ideia vaga de "pomba, pemba, pimba, lima, laranja, limão, bacalhau feijão, menina bonita do meu coração".

Fiquem bem. E levem guarda chuva :)

bea disse...

Andorinha
gostei de te ler :)

Pedro
és um resistente

rainbow disse...

Bom dia:)

Pedro,

Gostei muito da canção dos Cure.
Há muito tempo que não os ouvia.
E obrigada pelo conselho:)
Retribuo com esta:

http://www.youtube.com/watch?v=pU00jvfCUJk&feature=related

Andorinha e Bea,

http://www.youtube.com/watch?v=Sh2IFYZTQxY&feature=related

Anfi,

Lá está você a dizer que as pessoas não vêem as coisas.Eu já tinha visto os dois links que deixou, a entrevista a Miguel Portas, e a entrevista a Rodrigo Sousa e Castro.
Muitas vezes quero comentar, e acontece, tal como ontem, adormecer em frente ao computador, o dia é longo.
Rodrigo Sousa e Castro faz alusão a coisas muito importantes, como a igualdade, a justiça, a transparência, valores do 25 de Abril que estão a ser violados e em que os privilégios de alguns esmagam os direitos de muitos.
Mas a responsabilidade é muito nossa, nisso concordo com ele. Porque, numa democracia, temos uma arma, o voto, e é o resultado desse exercício, que vai ditar quem vai governar.
Contudo, não condeno quem se abstém, compreendo também o descrédito na classe política.
Eu voto sempre.

Sobre o último vídeo, já o tinha visto há tempos, também é-me difícil ver sté ao fim.

UM bom fim de semana para todos

http://www.youtube.com/watch?v=q2rx3IAEISA

pedro disse...

Bea,

Finalmente que alguém me corta o pio.

Estava mesmo a precisar!

Que mais posso eu pedir?!

-Aproveitar oque aconteça!

(...)

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 10:23 PM

"E para se incomodar vejam até ao fim.

http://www.youtube.com/watch?v=b5nb3VsMRbc

E nós é que somos os bárbaros, por causa das touradas, que eu detesto!"



andorinha 11:27 PM

"Bárbaros há em todas as latitudes..."


Pois há. Quase nem é preciso sair de casa. E é por estas e por outras que qualquer dia não consigo comer carne. Cada vez mais me convenço que os animais, mesmo os bravios, têm mais sentimentos que muitos humanos...

Interessada disse...

E mais estas ;)
Bom fds.

Teve origem nos atentados da Noruega.
Durante o julgamento, Breivik disse odiar uma canção infantil muito popular na Noruega, chamada “Crianças do arco-íris”, que fala de “uma terra onde as flores crescem” e onde todos vivem juntos, “cada irmã e cada irmão”. Para o autor confesso dos ataques em que morreram 77 pessoas, esta canção de Lillebjoern Nielsen não passa de “propaganda marxista” que serve para fazer “lavagem ao cérebro das crianças”.
Em coro, a canção foi entoada por crianças de escola, gente mais idosa, milhares de anónimos e políticos, juntos numa manifestação.
"As crianças do arco-íris", que se tornou o hino dos que protestam contra a intolerância.

http://www.youtube.com/watch?v=Sjn9CYsS8Mk

Composição poética

http://2.bp.blogspot.com/-k432LwarMjk/T5q6_lRDDEI/AAAAAAAAGzQ/zQwiFtau_Is/s320/N.jpg

Eles ali estão, para nos lembrarem que é possível viver de outra forma.

http://www.bbc.co.uk/nature/humanplanetexplorer/environments/jungles#p00dvpb5

http://www.bbc.co.uk/nature/humanplanetexplorer/environments/jungles#p00dls1j

Para quem não tenha tido possibilidade de ver e queira fazê-lo, deixo o link para o documentário que o Manuel aqui sugeriu há dias, intitulado "Donos de Portugal"

http://vimeo.com/40658606

Interessada disse...

A RTP Memória repões a entrevista de Pedro Rolo Duarte a Miguel Portas, em 1997, no domingo à noite, pelas 23.15. Na conversa, o eurodeputado e fundador do Bloco de Esquerda abordou a sua carreira de jornalista e ativista político.

Deixo-vos muito por onde escolherem ou excluirem.
Boa pratada ;)

Em diálogo, música barroca e flamengo. Gostei bastante!

http://www.youtube.com/watch?v=dYJbYge6sNI

Que dizer deste fabuloso Vincenzo Capezzuto?

http://www.youtube.com/watch?v=11POTypBh2I

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=uOuiC6ieGxk

Ciaccona di Paradiso e dell'Inferno - Jaroussky

http://www.youtube.com/watch?v=M9A-EbjwPhQ

Jordi Savall

http://www.youtube.com/watch?v=52_onzuQpus

http://www.youtube.com/playlist?list=PL90D9FD272E52062C

Anfitrite disse...

Revejam que vale a pena e aprende-se alguma coisa

http://www.youtube.com/watch?v=DMatLKLW7AM&feature=related

http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=nWf6lOriUPY

andorinha disse...

Bom dia:)

É bom acordar e vir aqui tomar o café:)

Pedro,

A qual video te referes?
Se é o último, é o massacre de golfinhos nos mares da Dinamarca. Não consegui ver de tão monstruoso que é!

"Já não sinto revolta. Deixei de sentir. Sei que a revolução está dentro de mim e naquilo que me pertence."

Entendo o que queres dizer e concordo, em parte. A revolução está em nós, sim, mas e todos aqueles que não sabem isso e se deixam ir na corrente?
E os mais fragilizados de todos que já nem forças terão para se revoltarem?
Sinto revolta por esses, por quem está totalmente indefeso nesta sociedade de merda em que vivemos...


Anfy,

Eu não vi a entrevista na altura, vou ver logo. Gostava muito de ter visto em direto, mas não sei...perco sempre montes de coisas que me interessam.:(

andorinha disse...

Rainbow,

Obrigada pela canção dos Azeitonas. Gostei imenso da música, da letra e do video. Confesso que é um grupo que conheço mal. Foi uma bela surpresa!

FDL,

Redimiste-te com o segundo video:)

"Cada vez mais me convenço que os animais, mesmo os bravios, têm mais sentimentos que muitos humanos..."

E tens dúvidas? Eu não tenho.

"I'd rather die on my feet than live on my knees"
poderia ser uma boa máxima para todos nós.

E agora vou seguir o conselho da Bea e apanhar um solinho.

Fiquem bem:)

Interessada disse...

"I'd rather die on my feet than live on my knees"
Que bom mote para uma aula de cidadania.

Para as gentes do Norte, interessadas no projecto Es.Col.A
http://saolazaro94.blogspot.pt/2012/04/bem-vinds.html

Princesa Isabel disse...

Que esteja feliz onde quer que tenha escolhido ficar! :)

bea disse...

Bommm...estou bué cansada e com atraso, pelo que me limito a comentar o que mais me ficou na ideia :)

Fora de Lei

o link dos golfinhos não aguento de novo. Já o tinha visto num programa de TV. Pronto, é denúncia que atordoa e nos insurge; malvadez e grossa asneira.
O da gazela e do coelhito é amoroso. Inocência que escasseia, um desenho animado à antiga. Não sei se é lição para os homens, também há exemplos humanos admiráveis. E nem a gazela e o coelho são regra.
Mas é tão bom ver coisas genuínas! São airosas, uma ternura. Dá vontade de abraçar a gazela, o coelho, nos deitarmos na relva ao lado deles, coisas assim que eles não deixavam de certeza.

bea disse...

Rain

És um doce para nós. Tenho a certeza que posso falar pela andorinha.
um destes dias, ia eu à loja dos chineses comprar aquelas coisas muito boas que vendem :), passei numa sapataria e essa música a tocar para a rua toda, chamava clientes, talvez; não sei se conseguiu, mas a rua outra de si, garrida de repente, como se não as mesmas casas antigas, tinta desbotada a sorrir da ideia de “trago a américa até ti” e as pessoas desaparecidas da tristeza. Onde a nossa voz toca sem que o saibamos!…coisas. Nunca tinha ouvido, salvo quando a CT teve o bom gosto de a partilhar aqui, toda muito inclinada para os garotos (não sei não, eu, se fosse eles, tinha cuidado). Perguntei à malta mais nova se gosta. Responderam-me que sim, que antes não conheciam, mas agora passa numa novela ou por aí e acham bonita. Parece-me um pouco o cheiro de uma canção de Rui Veloso de “sei o champô a que cheiras”. É mesmo muito agradavelzinha. Obrigada :) E o poeta, quem?

Pedro

muito obrigada, dobro-te o meu joelho.

Porpurinas… só tu mesmo. A ideia de purpurina estava até esquecida, lembra-me preparativos de Natal; pintávamos os bugalhos, as folhas e o mais que nos aparecesse pela frente.

pedro disse...

Bea e Restantes "Foras de Lei". Deixo-vos um o poema do Borges que me deixaram:

"Os Justos

Um homem que cultiva o seu jardim, como queria Voltaire.
O que agradece que na terra haja música.
O que descobre com prazer uma etimologia.
Dois empregados que num café do Sul jogam um silencioso xadrez.
O ceramista que premedita uma cor e uma forma.
O tipógrafo que compõe bem esta página, que talvez não lhe agrade.
Uma mulher e um homem que lêem os tercetos finais de certo canto.
O que acarinha um animal adormecido.
O que justifica ou quer justificar um mal que lhe fizeram.
O que agradece que na terra haja Stevenson.
O que prefere que os outros tenham razão.
Essas pessoas, que se ignoram, estão a salvar o mundo.

Jorge Luis Borges, in "A Cifra"
Tradução de Fernando Pinto do Amaral"

Uma Boa Semana Para Todos.

pedro disse...

É sempre bom relembrar, mesmo que tenha sido ontem:

The Velvet Underground &Nico - Sunday Morning

http://youtu.be/eF_CQGHqzts

UMA BOA NOITE!

Anfitrite disse...

Andy,

Desculpa lá, mas dizer essa frase em inglês, é um ultraje à autora.

Que eu saiba essa frase foi dita por La Pasionária-Dolores Ibárruri-durante a guerrra civil de Espanha, referindo-se às tropas de Franco. "É melhor morrer de pé do que viver de joelhos! Eles não passarão".

http://www.youtube.com/watch?v=Rimw04s3kPk&feature=fvst

Boa semana para todos, e aproveitem bem o 1º. de Maio.

bea disse...

tão bonito o poema do Borges!

Vamos dormir, que antes do 1º de Maio é segunda feira.
boa noite

Interessada disse...

João Pedro

Gostei e muito.(excluído o jardim de Voltaire, que me é desconhecido)
Era inédito eu não gostar de um surrealista ;)
Obrigada.

Interessada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

Estou a lembrar-me de ditados populares.
Por exemplo : "Mas depressa se apanha uma mentirosa que uma coxa"
GARGALHADA

andorinha disse...

Pedro,

Obrigada pelo poema que aqui nos deixaste:)

Anfy,

Não ultrajei ninguém, calma:)
Transcrevi a frase que aparece no video que o FDL aqui deixou.
Não sabia que era da Passionária. Dela conhecia "No passaran".

O seu a seu dono, correto, mas para mim o mais importante é o seu significado.

Fiquem bem, vou à deita:)

Interessada disse...

Para a Anfi

http://www.youtube.com/watch?v=jgqVqmQ7CBc

pedro disse...

O "Murcon" faz-me lembrar uma nau enviada por um Homem da corte (refiro-me ao Prof Julio Machado Vaz) que a viegem de regresso, á tripulação (nós) lhes é dado mais um mapa de um tesouro escondido. A tripulação vai-se revesando ao leme e cada um fazendo avisos á navegação. E cada regresso fica uma caixa vazia e vão-se acumulando os mapas com tesouros perdidos.

Eu a pensar que estava sozinho!

Uma Boa 2ªa Feira que o 1º de Maio é todos os dias:

Noite Stencil MayDay 2010.avi

http://youtu.be/KqvvYJ-rx60

Anfitrite disse...

Rain,

É verdade que não lêem os meus links, porque se os lessem a Interessada não tinha repetido um que eu pus há quatro dias, e até fiz um grande comentários sobre os ladrões de Portugal.
Mas como a rain lê vou ver se descubro algo bom para os seus ouvidos.
Aqui vai:

http://www.youtube.com/watch?v=VTT_DthISGQ&feature=player_embedded

Anfitrite disse...

Pedro,

Dizes que não tens paciência para abrires os endereços. Então como queres qua a gente abra os teus?

Se quiseres eu passo a mandar em azul.
Eis que mudou de cor. Agora é só carregar com o botão do lado direito do rato e abrir a nova janela.

Juntos

pedro disse...

;-)...

pedro disse...

Anfy,

A net deve estar a rebentar pelas costuras. Fiz como disseste e o video começa mas interrompe ao fim de alguns segundos.

Já estou preparado para voltar deixar os comentários nas caixas de correio mas pode ser mais sensato usar as nossas capacidades telepáticas:

Science: Telepathy...

http://www.time.com/time/magazine/article/0,9171,882112,00.html

Anfitrite disse...

Pedro,

Eu consigo ver muito bem. E de imediato. Quanto à telepatia, também acho que a tenho. Até tenho medo dos meus pressentimentos. Então com a minha mãe era uma coisa impressionante. Às vezes, quando ía lá abaixo, telefonava-me a perguntar o que é se tinha passado comigo, porque ela tinha sonhado, ou sentido determinada coisa. E acertava sempre.
Tudo de bom:)


Inter,

Obrigada. Gostei mesmo. Eu quando vejo uma coisa que não gosto, apetece-me responder logo. E nem pensei que houvesse vídeos tão interessantes. foi o primeiro que me apareceu.

http://www.youtube.com/watch?v=jNWs0LsimFs&feature=related


Andy:

Eu sei que não ultrajaste ninguém.
Os ingleses também traduziram para a língua deles.
Mas eu não tenho culpa deste meu instinto, que me faz afinar, porque detesto os albions. Têm um humor que aprecio, mas o cinismo deles é superior a tudo, daí a minha antipatia. E como eu não tenho culpa que tenhas ido para germânicas agora levas com a doce língua francesa:

http://www.youtube.com/watch?v=jhaDFGCn68E&feature=related

Interessada disse...

Anfi

Puxei pela cabecita e lembrei-me de qual foi o vídeo.
Acontece que a Anfi, e não só, já tiveram idêntico procedimento com vídeos que eu puz. Mas que importância tem o facto?
Provavelmente o que aconteceu é que eu não pude ver na ocasião em que deixou e coloquei-o nos favoritos para ver depois.
E como vejo muita coisa, quando o visionei já não me lembrava que tinha vindo do Murcon.
Capisco?

Be nice to nerds :)

Interessada disse...

Anfi

É verdade que não leio todos os links.

Interessada disse...

ÍÍÍÍÍÍÍÍÍmpio :O)

http://www.youtube.com/playlist?list=PLCCC002EA0BDC45A4

http://www.youtube.com/user/Tierranadie?feature=digest_sat

http://www.youtube.com/playlist?list=PL938CCCC67829305D


Vou pensar na frase do meu cartaz de amanhã.

Interessada disse...

Foi pena se não viram a entrevista retransmitida ontem no RTP Memória.
O Miguel encanta quando ouvimos as suas palavras.
Bom, mas esse registo não o tenho.
Deixo outro.

Mas se procurarem na net, encontrarão muitas das sementes consentidas. E vale a pena!

pedro disse...

Interessada,

"Queremos ideias próprias!". Um dia a SPA entra em sua casa e queremos continua-la a ter aqui!

pedro disse...

Interessada,

Já reparou que não consegue resistir a uma provocação de má fé ou a um elogio exacerbado!

Uma vez contaram-me que os bons vinhos! As respectivas vinhas teem que crescer em climas muito hostis para darem um bom vinho. Com muito frio e com muito calor durante o mesmo dia.

Já pensou nisso!?

Ou que os citrinos teem que ser "apedrejados" para darem muitos e bons frutos!

Não sei quem é o "nerd" aqui no "murcon". Mas quem cospe para o ar habilita-se!

pedro disse...

Já viu o quão bonitas estão as hortensias:

http://2.bp.blogspot.com/-kRJdL3TzqPA/T55WvUZy0MI/AAAAAAAAD88/PJs7o5eG8kA/s1600/0142.jpg

Interessada disse...

João Pedro

Por acaso viste o vídeo?
Se o vires percebes (ou pelo menos eu entendo-o desta forma)que "nerd" pode ser um elogio.

E não percebo essa das ideias próprias.
Nada é 100% original.
Percebes porquê, ou queres que eu te explique?
Mas não podemos ter a pretensão de sermos todos superdotados.
Agora pára um pouquinho e vai acumulando as provocações que me queiras fazer, que eu só cá volto mais logo. Ou não ;)

Interessada disse...

a parte mais bonita das hortências, são a flor.
e realmente, este ano ainda não as vi bonitas.
fica bem.

pedro disse...

Interessada,

Como me foi retirado o direito a discordar.

Fico-me por aqui.

Cê_Tê ;) disse...

Ao ouvir os programas de rádio "O Amor é..." não pude deixar de gargalhar com o ato falhado do professor relativamente às "massagens" tendo em conta o pack.
Ou sou eu que estou a projetar? ;D

Boa semana pessoal.

E diga-me que é mentira o Jesus ir pregar para as Antas...;P

pedro disse...

Cê_Tê ;)

Um dia eu disse: que o "Murcon" era como um cotonete usado:)

Afinal estava certo!

Quanto a ter o Papa e Jesus no Dragon Stadium. Não sei! Não! Mas parece-me alguma "judiaria":)

pedro disse...

CT, esqueci-me: do "Murcon" sem ti!

(fizeste-me rir)

Obrigada!

pedro disse...

Não devia ser ao contrário?!

"Segurança Social sem restrições para investir em dívida da banca"

http://economico.sapo.pt/noticias/seguranca-social-sem-restricoes-para-investir-em-divida-da-banca_143534.html

Interessada disse...

CT "Um dia eu disse: que o "Murcon" era como um cotonete usado:)
Afinal estava certo!"

Pode ser usado sem cabeça?

Norah Jones & Jools Holland - For the Good Times

rainbow disse...

Boa noite:)

Anfi,

Sobre o vídeo que deixou da guerra civil de Espanha, ou sobre outros vídeos semelhantes, que desperdício de tempo e dinheiro na construção de material bélico. Para não falar das consequências, que não são tema do vídeo.As guerras são mesmo absurdas, é o que ocorre dizer.
Quanto ao filme "Armageddon",arrancou umas valentes gargalhadas aos críticos no final da ante-estreia. Mas tem o Bruce Willis e a filhota do vocalista dos Aerosmith.
A canção ficou. Merci bien:)

Retribuo com esta:

http://www.youtube.com/watch?v=Wo2Lof_5dy4

Impio Blasfemo disse...

Isto está a ficar melhor. Mesmo muito melhor, diria mais, quase excelente!
Ora o nosso Primeiro diz que não vai haver mais nenhum Plano de Empobrecimento Colectivo (PEC). Quem não acredita pode ler a entrevista de Sua Excelência o Primeiro em:
http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/passos-coelho-diz-que-nao-ha-nenhum-pec-1544179
Ah, mas que mais aliviado fico, vou já ao Super comprar uma lata de sardinhas e fazer um banquete para os amigos que estão no desemprego.
E os nossos subsídios confiscados vão ser repostos a partir de 2015, que é por assim dizer, já amanhã, mas só 25% que é para ver se não vamos gastar logo tudo em coca-colas e idas a Cacilhas para comer janquinzinhos com arroz de pimentos. Aí que eu sint-me tão feliz, radiante e aliviado que nem caibo em mim! Também quem não acreditar pode ler a notícia no link: http://economia.publico.pt/Noticia/governo-preve-repor-subsidios-a-ritmo-de-25-por-ano-a-partir-de-2015-1544154
E foi o Gaspar que disse e esta gente é gente de palavra, como todos sabemos!
O consumo da gasolina caiu 10% o que demonstra que finalmente as campanhas de racionalização dos consumos de energia, da diminuição de poluição nas cidades e da utilização de transportes públicos foram eficazes e que Portugal apesar de estra em franco crescimento económico conseguiu conter os consumos energéticos e a utilização deficiente do nosso parque automóvel. Deixou-se de ver os carros só com um condutor para não se verem carros a circular.
Ler http://economia.publico.pt/Noticia/consumo-de-gasolina-cai-perto-de-10-com-escalada-de-precos-no-inicio-do-ano-1544177

E por aqui fico, pois estou tão radiante com tão boas notícias que me apetece ir já para a rua e começar, antecipadamente, a festejar o 1º de Maio, a dar vivas ao Governo, à Troika, à Sra Merkhel, ao Sarkozy (coitado, estou cheio de pena por ele estar em perigo de perder as eleições, até tenho um aperto no coração).
Pronto, hoje estou mesmo muito feliz e contente e sinto que o país está mesmo no bom caminho e em boas mãos.

Abraços, Saravá e até amanhã.
Ímpio

pedro disse...

Anfy,

Amanhã há várias razões para acordar mais alegre. Das duas que já conhecemos deixo esta:

Bealtaine é um festival celta: Devemos, entretanto, deixar claro que há uma grande discrepância entre as comemorações contemporâneas (que primam a sensualidade humana) e a comemoração em tempos remotos (que tinham um enfoque maior na fertilidade da Terra)

Uma Boa Noite.

pedro disse...

Interessada,

Há otorrinos que não aconselham o uso de cotonete. Mas se fôr usado: não com uma mas com as duas cabeças.

bea disse...

Vocês estão assim meio a embirrar uns com os outros, ou é impressão minha?

estive vendo os nerds que a interessada deixou e parecem-me muito à frente. O testemunho deixa-nos vontade de pertencer ao grupo.

bea disse...

Ímpio

parece que estamos sangrados demais para nos insurgirmos a valer com aqueles estupores.

Pedro

os cotonetes usados são lixo. Não é o caso do murcon. Não entendi muito bem o papel que temos nós quando dizes que andamos com um mapa e pelos vistos ou o mapa não presta (ai, ai, senhor professor) ou nós somos todos uns nabos, ou não existe tesouro. não creio que por aqui alguém procure tesouros; mas é uma pequena maravilha chegar e sempre uma mesa posta. Dizes tu, ah...mas às vezes nem petiscas...não é assim. Leio sempre, não vejo ou oiço tudo. Mas isso não retira valor à mesa e a quem a põe. E fico com pena acredita, mas há coisas que não esperam. E, no sermos humanos, há outros mundos:) mas não chames nomes feios ao que não os tem. não sejas mal agradecido sff.

Tou estúpida e em papas. Boa noite pessoal

pedro disse...

Interessada,

Se eu um dia encontrar por aí algures um contador geitoso, cheio de gavetinhas envio-lhe o contacto.

Prefere mais para o claro ou para o escuro?!

pedro disse...

Bea,

Vou fazer como o Pinto da Costa faz com a imprensa.: Cortar relações enquanto a equipe voltar ao primeiro lugar.

Porque uma das pessoas que me impressionou pela escrita que faz no seu blogue foi a Cê_Tê ;)

(não punha os ovos todos no mesmo cesto)

Impio Blasfemo disse...

BEA

Estou como dizes:-para as bandas do NERD. Diria mais algo entre o LSD (Limpo Sem Dinheiro) e o NERD (Na Esperança Reaver Direitos).
Hoje lá entreguei a declaração de IRS; esperava reaver uns tostões:- qual quê!!!! Ainda vou pagar uns dinheirinhos ao Gasparinho.
Está-se mesmo a ver que fiquei radiante sobretudo quando olhei para a factura da electricidade, do gás, das portagens da Brisa e finalmente percebi que tinha havido uma diminuição dos custos em todas elas fruto do excelente esforço que este Governo tem desenvolvido na renegociação das PPPs (Parcerias Público Privadas) etc...Não é preciso dizer mais pois isto é mais que falado e noticidao em tudo o que é programa de televisão; até acho que é já demais...!

Abraço

Ímpio

Interessada disse...

João Pedro

Gosto de qualquer um.
Ao almoço faço banquete com os claros, e ao jantar como os escuros.

Interessada disse...

Liberdade a sério

pedro disse...

Impio:)

Falas-te no Gaspar: e não é que o moço dava um excelente professor para as aulas de recuperação. Para aqueles alunos que passam a aula a olhar para o outro lado das vidraças.
Dizem que em Inglês, ele fala mais rápido. Bastava subtitular as suas intervenções. Sempre aprendiamos algum inglês técnico.

Interessada disse...

Para o Miguel

andorinha disse...

Eu não entendo nada disto....Lol
Entre o comentário do Pedro às 4.48 e o da Cêtê às 8.19 era suposto estar um meu.
O meu era o último quando me ausentei daqui e agora desapareceu.
Têzinha, tu que macumba fizeste?:)))))

Anfy,

Levei com a doce língua francesa com todo o gosto. Não sou fundamentalista como tu:)))))
Gostei de Demain; aliás gosto bastante de canções em francês. Basta lembrar os velhos "monstros sagrados".

Agora vou ler o resto.

andorinha disse...

Impio(10.55)

Obrigada por trazeres aqui tão boas notícias e partilhares o teu contentamento.
Também me sinto já muito mais feliz:)

Olha, nem sei que te diga. Há dias em que parece que ando completamente apatetada...

pedro disse...

Interessada,

Como trousseste de "volta" o Miguel. Parace não ter nada a ver mas deixo aqui alguém que é um simbolo de resistência e assim não deixar esquecer todos que á sua maneira acreditaram até ao fim possivel! E descobriram outras formas de ver o mundo:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Galileu_Galilei

Anfitrite disse...

PARABÉNS MIGUEL!

Não te esqueças que hoje fazes anos. Nasceste no dia do trabalhador para lutar pelos outros.

http://www.youtube.com/watch?v=t_ogWcnVz3I&feature=related

Impio Blasfemo disse...

Andorinha e Pedro

NERD, que coloquei acima como acrónimo de NA ESPERANÇA REAVER DIREITOS poderá também ser usado como acrónimo de NÃO ESTOU REALMENTE DISPONÍVEL. Nesta última versão de NERD, diria que não estou NERD para quê? Bem, não estou NERD para ouvir e ler mais conversas da treta. A última que tomei conhecimento refiro agora. Pois é meus caros amigos, estamos a viver tempos loucos sem precedentes...!

Ao que parece, EDP Serviço Universal está a enviar a todos os clientes uma estranha carta. Quando me perguntam se aquela referência a um factor de agravamento significa que a EDP vai passar a vender mais caro do que as outras empresas e discorrem que o melhor será mudar, por exemplo, para a Endesa, que lhes telefonou há uns dias, eu fico em estado de choque, sem saber que responder...De facto, não sei explicar a ninguém como é que passou pela cabeça de gente crescida da ERSE, aumentar as tarifas da EDP para induzir os consumidores a aderir ao mercado livre, em que as tarifas supostamente serão mais baixas...Em vez de esperar que as tarifas do mercado livre desçam para acompanhar as da EDP, sobem as da EDP. Mas então onde está a maravilha do efeito concorrência do mercado livre? Onde está a vantagem de termos um mercado livre? Onde está a falácia de que os mercados se auto-regulam? Onde está a falácia de que o consumidor só tem vantagens se viver num regime de mercados livres? E para que servem então as entidades reguladoras nessa situação?
Que diabo de situação!! O que é que se diz às pessoas? Que os deuses estão loucos ou que o governo deu em desgoverno, ou como diria o João Jardim em tempos:- “Está tudo grosso….”

Mas continuando no tema EDP e no tema das “rendas excessivas” deixo-vos aqui um link para dois relatórios :- Um, bastante mais extenso, é o original encomendado pelo antigo secretário de energia, Henrique Gomes (HG). O outro, mais curtinho, é a versão que foi tornada oficial, após os “melhoramentos” introduzidos pela equipa do antigo e actual CEO da EDP, Carlos Moedas, o que causou a demissão de HG.
Vejam ainda o vídeo com a notícia da TVI, em que se pode observar uma curta intervenção do CEO Mexia, que mostra que ele conhecia bem a versão original.

http://www.tvi24.iol.pt/aa---videos---sociedade/edp-henrique-gomes-tvi24/1343990-5795.html

E por hoje por aqui fico
Bom 1º de Maio, embora chova a cântaros

Ímpio

pedro disse...

Impio,

Quando me insurgi contra a palavra "nerd". É um problema que não é de agora. Tudo depende da forma como se diz.

:) A minha experiência erótica na literatura deste genero era ir ao dicionário e ver oque era a "pita". Pois bem! desde aí nada mudou. Depende sempre de muita coisa e pode ser vista de várias maneiras:

"PITEIRAAgave americana L
Partes Usadas: Raiz, folhas e a seiva
FAmília: Amarilidáceas.
Características: Também conhecida como pita, gravatá-açú, caroatá-açú, agave.
Princípio ativo: Contém glicosídeos e saponinas.
Propriedades: Diurética, depurativa, cicatrizante.
Indicações:
Toxicologia:"

Um Bom 1º de Maio que devia ser todos os dias! Não fosse esta maltida inclinação do eixo da Terra.

Impio Blasfemo disse...

Pedro

Pois NERD pode ser lido de várias formas. No post acima que deixei fiz um erro grosseiro. Carlos Moedas é o secretário de Estado Adjunto do Primeiro-ministro e não antigo e actual CEO da EDP. Esse é o António Mexia.

Abraço
Ímpio

pedro disse...

Impio,

Comfirmo: todos temos um pouco de "nerd". que em vez de adjetivar, tormou-se substantivo. E o Mexia é um "nerd" com estilo e consegue convencer os outros de que oque está a falar é importante. Ou seja é um "Nerd" VIP.
Conatato que o caso do Mexia não é unico. Basta ver a grelha de comentadores da atualidade que numa ida ao café, ficamos a saber mais e melhor sobre como estão as coisas. Além de que não nos substitui. Hoje em dia um jornal a aberto ou um atelivisão sintonizada cala qualquer um! Mas prontos ficamos como o Mexia, com um ar de "nerd" VIP. Afinal, somos todos iguais aos olhos de Deus. Mas confirmo geometricamente que para Deus estar de frente para uns tem que estar de costas para outos tantos. Enquanto que um amigo o pior que pode acontecer é esquecer-se do teu dia de anos:

Parabéns a Todos.

pedro disse...

Aproveitem esta terça feira. Porque há coisas que não nos deixa passar por cima. Perdemos sempre mais tempo a andara dar as voltas:

Zeca Afonso - Maio Maduro Maio

http://youtu.be/gbcQt_f1DK0

E há árvore que demora a dar fruto!

Um Bom Dia!

bea disse...

Pedro (1:39)

Antes o poço da morte. Não estás sozinho, podes crer.
Mas tá bem, não sei o que é o primeiro lugar, mas fiquemos por aqui. Tens bastante com que te entreter: ver as hortenses florir, por exemplo, é que só mostraste uma folha.

Interessada

Hoje é um bom dia para ouvir a pasionária :) digo, um dia apropriado para o sempre de nós (ok, de mim).

Anphy (1:54) e (3:36)

Tb ouvi a música que dedicou à Rain :) copia-nos, é vigorosa tradução, enquanto as palavras balbuciam. E o ciciar doce do francês é, como direi, reparador. Existindo, uma espécie de sesta da alma.

bea disse...

A Miguel Portas

Miguel é um nome que encontro bonito, e é de arauto; e nele ajoelho vezes sem conta.
Portas, por acaso é apelido, mas assim se chama quem transpõe umbrais e está de frente para os outros, nunca em sentido único.

Porque, como usas dizer, a sociedade são todos os homens e o entendimento só se costura por dentro das diferenças. E foi em nome desse entendimento que estiveste. É idealismo? Sim, o perigo mora nos idealistas e sonhadores ativos.

Há pessoas que em tudo são elas. Até no nome e no dia em que escolhem nascer. Como se uma aura desde o princípio, ou a natureza em osmose com a vontade.

E tu sem a falta os meus parabéns, pois não tos daria se não saísses no telejornal e todos, de repente, a lamentar-te a partida. Muitos dos que hoje te lamentam não imaginam que apenas te merecem se te continuarem os princípios, a força, a convicção; a ternura que recordam. E, ainda assim, não copiam o que inventaste.

Mas não parece haver outra forma de contigo estarmos.

Bem Hajas

andorinha disse...

Bom dia:)

Anfy,

Já me puseste nostálgica logo ao acordar...
Quantas recordações, quantos sonhos traídos!:(

Impio,

Não sei que te diga, tudo isto me ultrapassa. Por isso eu disse que ando muitas vezes apatetada. Deixei de entender o que se passa na merda deste país. E a revolta não para e parece que aumenta todos os dias...

Pedro,

"Mas confirmo geometricamente que para Deus estar de frente para uns tem que estar de costas para outos tantos. Enquanto que um amigo o pior que pode acontecer é esquecer-se do teu dia de anos"

Loool
Mas não será bem assim.Deus é uma figura incorpórea, por isso...:)
Há coisas muito piores que um amigo nos pode fazer.

E sim, festejemos o 1º de Maio!
E pensemos em tanta gente neste país que é obrigada a trabalhar hoje...:(

Enfim, se calhar acordei azeda, não sei...

Fiquem bem.

pedro disse...

Bea,

Ginástica matinal: "imagina" uma hortensia sem folhas. Por muito bonitas que fossem as flores mais pareciam umas vassouras colorida de perna para o ar.

Andorinha,

É verdade que hoje muita gente gente trabalha ( eu já fiz a minha seção fotográfica ) e se não fosse assim, não tinha ido tomar o café pela manhã e apanhar um pouco de ar.

Entramos num novo mês que para o Fevereiro que tivemos se fôr com Abril devemos chegar ao Verão sem o Diabo no ventre:

Zeca Afonso - Cantigas de Maio

http://youtu.be/s3JiWHvaua4

Como tudo muda num breve Momento!

bea disse...

Estamos grávidos do diabo? ó diabo...

Não preciso imaginar :) são assim as hortenses no Inverno: sem folhas; se não cortas as flores, insípidas

andorinha disse...

Pedro,


"É verdade que hoje muita gente gente trabalha ( eu já fiz a minha seção fotográfica )"

Não me refiro a isso mas sim às grandes superfícies que obrigam as pessoas a trabalhar neste feriado. Li ontem que o grupo Auchan pela primeira vez desde 74 ia manter as portas abertas com a justificação de que a concorrência também o faz.
E os trabalhadores???
Simples marionetas sem direito a voz.
Imagino a gente que a esta hora anda às compras nessas lojas e fico "doente"...

Agora outra coisa. Tenho umas contas a ajustar contigo:)))
Não consigo ir aos teus blogues. Aparece sempre "Perfil não disponível" e mais umas tretas.
Como é? Não posso ver as tuas pics?
Podia ter-te dito isto por mail, mas como é público, achei que podia ser por aqui.

Vês como há coisas piores que os amigos podem fazer aos amigos?:)))))))))))))

E agora vou...tenho os meus livros e as minhas músicas à espera aqui no meu casulo.

Inté...

pedro disse...

Andorinha,

Já não peço desculpas pela minha dislexia! É como o coxo pedir desculpas por ter que andar mais devagar! Mas nunca perde a amizade de vista!

Tens que pôr nos favoritos ou guardar na tua caixa de e-mail:

http://water-inside.blogspot.pt/

E é assim coxo ou disléxico: nasce-se e morre-se assim! Há uns que ficam na História muitos outros esquecidos.

Em relação a contas a ajustar: Vou almoçar! Com a "pirralhada", pais e irmãos! Que a conversa pode estar boa mas a barriga aperta e já me está a pedir que a ajuste.

Um Bom Almoço!

Fora-de-Lei disse...

andorinha 1:41 PM

"Não me refiro a isso mas sim às grandes superfícies que obrigam as pessoas a trabalhar neste feriado. Li ontem que o grupo Auchan pela primeira vez desde 74 ia manter as portas abertas com a justificação de que a concorrência também o faz. E os trabalhadores???
Simples marionetas sem direito a voz. Imagino a gente que a esta hora anda às compras nessas lojas e fico "doente"..."


A verdade é que este país está cada vez mais entregue aos Belmiros e Cia...

pedro disse...

Andorinha,

Confirma-se as tuas previsãoes. Num dos Pingo Doce daqui de Matosinhos era impossivel sequer entrar. As filas para as caixas ocupavam todos os corredores.

Doentes devem estar os trabalhadores:

"Muitas filas e confusão à porta das lojas Pingo Doce por causa de promoção"

http://economia.publico.pt/Noticia/muitas-filas-a-porta-das-lojas-pingo-doce-por-causa-de-promocao-1544242

Acho que devia haver o dia do "desempregado". Juntava mais que uma greve geral.

pedro disse...

Este Governo faz-me lembrar aquelas pessoas que se sentam a uma mesa e só abrem a boca para comer (neste grupo eu me incluo). Ou são surdos ou estão a aprender.

rainbow disse...

Também acabei de ler. E tal como o Ímpio, fico tão feliz com mais uma manifestação de "altruismo", desta vez do Pingo Doce e da promoção que está a fazer por todo o país.
O facto de ser hoje, "Dia do Trabalhador", foi "só" uma coincidência, não sejamos desconfiados. Eles têm as "melhores" intenções.

O que me dá raiva, tristeza e desgosto é o povo acorrer em massa...
Já nem sei o que pensar.

pedro disse...

Trocado por miudos o melhor é não tentar inventar:

두번째 달 - 얼음 연못

http://youtu.be/kuPuyfGUI1k

Quem sabe, sabe! Quem não sabe:

"Sometimes / to do my best / the better I can do / Is to do nothing."

Escute, Pare e Olhe!

bea disse...

O povo às vezes é estúpido e imediatista. E tem queda por centros comerciais e supermercados nos feriados e fins de semana (é verdade que muitos só têm o fim de semana para as compras); e paranóia com promoções e alarmes de falta de algum produto que até raramente consomem, mas nesse dia compram à exaustão. Este fenómeno, juro, não entendo. Apesar da experiência. Promoções de artigos que pouco valem, outras à beira do fora de prazo. Mas nem que seja repolho branco que é das coisas piores que há - desculpa lá, repolho - a invasão é certa. Português médio que se preze não falta a uma promoção senão por morte de parente chegado e ainda assim é capaz de, num intervalo da tristeza, em alarde de vida, pedir que lha levem a casa.

Não sei se desanime da espécie, se desta fração em particular. Vou pensar.

Pedro

Comem tudo. Tu, o que tens no teu prato e que até talvez pagues; eles rapam os pratos dos mais desvalidos e palermas.
Não é o mesmo.

pedro disse...

Bea,

"Não é o mesmo."
Mesmo sem lá estar, eu li como uma pergunta. Mas as pontuações muitas vezes só reforçam a frase, não lhe acrescentam nada.

Mas concordo contigo:

"O povo às vezes é estúpido e imediatista"

Mas em relação a esta frase, como se costuma dizer: "já dei muito para essa "paróquia""

Também quero andar no laréu! Não por capricho ou impulso mas porque me faz bem!

Não quero voar como os pássaros mas apenas ver como eles. E assentar os pés, abrir os olhos e ver como eles á espera de um impulso para outro vôo.
Já chega de rastejar! Mas como o Guevara dizia assim: Se todos lutassemos pelo mesmo o mundo seria maior.

Nós somos aquilo que fazemos. Não aquilo que pensamos que somos ou que os outros pensam que nós somos.

Com a privacidade resguardada. Há muita intimidade para partilhar. Porque muita coisa foi econdida. E existe um mundo para desbravar. Não! O que os olhos veem. Mas oque o coração sente.

pedro disse...

Bea,

Não é para discordar contigo. Vejo no que escreves a letra da musica que eu gosto de tocar.

Cada dia estou mais analfabeto. Não no sentido de não compreender oque está escrito mas no sentido de que oque leio é apenas sujestivo de uma segunda leitura que eu tenho que fazer dentro de mim.

Solidário, quanto posso! Indiferente, nunca!

pedro disse...

Bea,

Corrijo:

"Indiferente! Depende de quem está á minha frente. Porque já conheci pessoas de um milhão darem de mão aberta e outras de um tostão receberem de punhos fechados!

Haja Saude!

pedro disse...

Mas isto está a ficar muito pesado. Por isso eu gostar da CT, quando vem aqui abrir as janelas.

Interessada disse...

pranto inusitado.
o Prof. Julio Machado Vaz devia estar contente de ter tantos murconzinhos políticamente correctos, embora talvez um pouco necessitados de neurónios e espelhos.
esclareço que estou em frente de um que me devolveu a imagem que me inspirou.
já só me faltam os que me hão de libertar e os ausentes
Gargalhada

João Pedro

Percebo que não faças Stand Up Comedy, porque és melhor que eles, nos seus melhores momentos.
Para o caso de não ter sido clara, esclareço que te estou a fazer um elogio (desculpa lá o mau jeito)

bea

eu pago o que como do prato (por enquanto), e só rapo o que é meu.
não fui ao Pingo Doce porque não me deu jeito.
aposto que os trabalhadores ficam contentes de verem clientes. já que foram trabalhar, que vejam garantido o dinheiro para serem pagos.

Interessada disse...

João Pedro

O Espinosa diria que a única liberdade possível é agir em função da natureza de cada um.
Eu acho que nem isso.

pedro disse...

Interessada e Bea,

Acabei de escrever isto numa outra rede social:

"Como a desconfiança que temos pelo outros coincide com a desconfiança que temos por nós mesmos!"

pedro disse...

Havia uma ativista norte americana que dizia: "Se queres mudar o mundo! Convence-te primeiro que o vais ter que fazer sozinho". Mas como isto é possivel se o mundo muda a cada instante que passa?!

rainbow disse...

Interessada,

"o Prof. Julio Machado Vaz devia estar contente de ter tantos murconzinhos políticamente correctos, embora talvez um pouco necessitados de neurónios e espelhos."

Obrigada pela parte que me toca.

Fora-de-Lei disse...

Esta promoção do Pingo Doce teve o condão de mostrar à saciedade o quão miserável é este povo mestiço. Se eu fosse ao pessoal do PC, do BE, da CGTP, etc fechava para obras e partia para outra. No fundo, quem faz bem são os Seguros e os Proenças que não se metem em chatices...

Interessada disse...

Rainbow "Obrigada pela parte que me toca."

Se se trata de ironia, não me agradeça.
Só desenhei o carapuço. Cada um sabe se lhe serve.

Interessada disse...

FDL "No fundo, quem faz bem são os Seguros e os Proenças que não se metem em chatices..."

Tem razão, que eles são muitos.
E elas? talvez arranjarem um CR, não?

rainbow disse...

Interessada,

Esqueça. Você é demasiado conflituosa para o meu gosto.

Interessada disse...

Quem está a entrar em conflito não sou eu.
E não me peça o impossível, caramba! A minha memória não é muito boa, mas esquecer tão rapidamente, não consigo:)

Fora-de-Lei disse...

Interessada 8:59 PM

"Tem razão, que eles são muitos. E elas? talvez arranjarem um CR, não?"

Como assim...???

pedro disse...

Acho que os "Migueis" vão gostar:

"Tá quietinho ou levas no focinho"

http://youtu.be/WlSzPKM6sik

Impio Blasfemo disse...

Não sei se deva dizer pensamento angelino ou merkeliano. Aí vai:
http://economia.publico.pt/Noticia/angela-merkel-insiste-na-austeridade-como-formula-para-superar-a-crise--1544256

E quase em reflexo pavloviano PPC reage dizendo:
http://www.publico.pt/Economia/passos-espera-nos-proximos-anos-desemprego-a-que-nao-estavamos-habituados-1544241
Felizmente, por mais que tentem, a classe trabalhadora não vai em demagogias, não baixa os braços nem toda ela corre atrás de “descontos”:
http://www.publico.pt/Mundo/manifestacoes-em-varias-cidades-de-todo-o-mundo-assinalam-o-dia-do-trabalhador-1544245
Embora por cá o Pingo Doce tenha feito Dumping pois o desconto de 50% que a comunicação social fala representa que a margem média de lucro é 100%, para não haver dumping. Mas a comunicação social não fala disso; fala apenas de descontos de 50%.
http://www.publico.pt/Mundo/manifestacoes-em-varias-cidades-de-todo-o-mundo-assinalam-o-dia-do-trabalhador-1544245

E por aqui fico
Ímpio

Interessada disse...

Impio

O PPC está a advertir-nos porque era possível ainda não termos reparado no futuro que nos espera.
E talvez não seja má ideia insistir.
Hoje, num telejornal, anunciaram que uma cidadã russa estranhara o semblante excepcionalmente risonho dos portugueses, dada a crise actual.
Os russos são muito macambúzios.

A comunicação social não fala no dumping, como não considera a data de hoje o assunto mais importante do dia.
Mas não é ela o mais fiel ajudante do poder?

Vou então ver como foi nos outros países.

pedro disse...

Nada como depender de si próprio:

http://youtu.be/CtmGmSCfk9A

Interessada disse...

Reparaste como pôs a mão no ombro dele, ao mesmo tempo que dizia filho da ?
Este tipo é safado ;)
Mas olha que também ele depende de outros.
Todos dependemos uns dos outros, mesmo que isso não nos agrade.

Impio Blasfemo disse...

Interessada

O PPC poderá estar a advertir-nos mas considero que não é esse o seu principal papel. O que se espera dele é que combata o desemprego e não se comporte como “o fiel amigo da Sra Merkhel”. Por alguma razão falei em reflexos pavlovianos. Esquecia-me de referir que há um ditado que afirma que “os cães ladram e a caravana passa”. Se pensarmos que no grupo dos que ladram está a Sra Merkhel, o Sr Sarkozy e mais uns tantos que marcam território por aquelas bandas, então nós estaremos no papel da “caravana que passa”. Tenho receio é de que os papeis se invertam e passarem eles ao “grupo da caravana de luxo que passa…”

Abraço
Ímpio

pedro disse...

Interessada:

"Gota d'água (Sub. español) - Chico Buarque"

http://youtu.be/jStx8oxtNCc

Interessada disse...

Olhe que não, olhe que não.;) ou olhe que sim.
Na realidade, embora seja minha obrigação manter sempre a esperança, até porque a única constante da vida é a mudança,mais me parece que nós é que somos os cães.
Um dia há de mudar, não tenho dúvida. Mas penso que esse dia está tão lonje que eu já não o presenciarei.
Mas ´mesmo isso, quem sabe?

Interessada disse...

Impio

Não há dúvida que o estatuto de oprimidos nos dá o direito a sermos inconformados.
Mas não fazemos parte de uma geração que teve uma vida ímpar?
Eu sinto-o a cada dia que passa.
E mais ainda, quando sinto que ainda podemos tentar fazer tanto.
E assim se vai tecendo a vida.

Interessada disse...

João Pedro

Anima-te! O JJ e a sua autoconfiança vão permanecer no glorioso ^_^

pedro disse...

Interessada:

Deve-lhe fazer lembrar, alguma coisa:

"Anna Ternheim - The Longer The Waiting, The Sweeter The Kiss (official)"

http://youtu.be/afjRIFjsPJI

Interessada disse...

FDL

Peço desculpa mas não me tinha apercebido do seu comentário.
Na mesma linha de raciocínio do óptimo que é não nos metermos em chatices, ter um Cristiano Ronaldo a aconchegar-nos a bolsa, também deve ser reconfortante, não?
A ideia surgiu-me porque os vi hoje na televisão. Provavelmente não parece muito coerente ;)

bea disse...

Interessada

Pois falta-lhe jeito para o desenho:) O politicamente correto, se acontece, é casual; o ser murcon recuso, que até a mim não me pertenço. Uma coisa é estar e gostar de; outra, ser.

Pedro

Eu, se interrogo, não esqueço a pontuação. O “que até talvez pagues” significa que tb te podem oferecer :) ou não deixas que o façam?
Nunca presenciei recusas de pessoas de um tostão. Nem assisti a mãos abertas de milhões. Acreditando na possibilidade das duas, continua a parecer-me mais difícil o ato dos primeiros. Repara como os de hoje não se agastaram de horas de fila. É certo, muita palermice. Mas não só. O problema é a causa e não a consequência; e a enchente foi consequência. Right, não vale bater em quem está moído de pancada.

Durmam bem que amanhã é dia

Interessada disse...

acho que este anda mais assustado que eu. hehehe

andorinha disse...

Pedro(1.55)

Done. Thanks:)


FDL(2.42)

Triste verdade essa. Só li agora o que aconteceu. Este país está podre e é um cheiro nauseabundo em todo o lado:(

"Doentes devem estar os trabalhadores"

E alguém se importa com eles, Pedro?

"...não fui ao pingo doce porque não me deu jeito. Aposto que os trabalhadores ficam contentes de verem clientes. Já que foram trabalhar que vejam garantido o dinheiro para serem pagos."

Seria de bradar aos céus se fosse dito por outra pessoa, mas enfim, sendo a Interessada, está tudo dito.
Só uma mente alienada seria capaz de produzir tal afirmação.

Pedro,

"Com a privacidade resguardada. Há muita intimidade para partilhar. Porque muita coisa foi econdida. E existe um mundo para desbravar. Não! O que os olhos veem. Mas o que o coração sente."

"Termino" contigo. Gostei do que escreveste, da sensibilidade que te é tão peculiar, miúdo:)

andorinha disse...

Júlio,

Finalmente deu-me razão ao dizer que o JJ é um casmurro. Eu venho a dizer isto há séculos!:)

A perda do campeonato deve-se em muito à sua teimosia e arrogância, o preferir determinados jogadores em detrimento de outros só porque sim...
Por mim pode ir para outro lado à vontade...

Vem fora do contexto, mas apeteceu-me:)

Durmam bem.

pedro disse...

Bea,

Mesmo as porpurinas não lhe tiram o brilho dos olhos!

Mas eu não as dispenso na sua escrita. Concerteza que temos percurssos de vida muito diferentes.

Mas penso que o seu avô entenderia esta frase melhor que nós os dois. Assim como algumas pessoas que fazem parte da minha vida veridica:

"Everybody is a genius. But if you judge a fish by its ability to climb a tree. It will live whole life believing that it is stupid. (Albert Einstein)"

Mas quase que sinto os seus dedos, quando a leio.

Por isso implicar por vezes! Outras vezes deixar-me encantar.

Como há coisas em que eu fico barata tonta com oque escreve. O contrário é natural que aconteça.

Temos posturas muito diferentes. Não significa que uma esteja mais certa que a outra.

Até podemos estar a sentir o mesmo mas sairem-nos leituras diferentes.

Ainda não reparou que é muito fácil concordar consigo. Pelo menos da minha parte.

É um hábito que cultivo: em caso de duvidas. Uma mulher é mais moderada que o homem. Por essa razão, não me obrigar a ficar com a ultima palavra.

Mas se é a mulher que veste as calças, o homem tem só vantagens nisso. Mas é algo que nem as mulheres nem os homens aprenderam a considerar. Vivemos nessa ilusão de uma ficção machista em que na verdade são as mulheres que arriscam o caminho!

Infelizmente! Quando um homem se apercebe disto em alguns casos, já é tarde demais!

Uma Boa Noite Também!

P.S. Referia-me aos casos em que a barreira do genero não foi ultrapassada. Porque quando os dois se veem como iguais. Tudo oque disse é paleio.

pedro disse...

Bea,

Mesmo nas relações heterosexuais, gosto do termo homosexualidade. No sentido de partilharem o mesmo "sexo".

Andorinha! Prontos também fugi ao tema.

Por hoje está tudo!

Anfitrite disse...

Esta promoção do Pingo Doce teve o condão de mostrar à saciedade o quão miserável é este povo mestiço. Se eu fosse ao pessoal do PC, do BE, da CGTP, etc fechava para obras e partia para outra. No fundo, quem faz bem são os Seguros e os Proenças que não se metem em chatices...

Porra, Fora de Lei!

Se V. já diz isto, a mim apetece-me meter na cama e não sair de lá mais. É que chego à conclusão que toda a minha vida foi inútil. Sempre dei mais do que recebi.
Nem sei o que pensar do que li aqui e do que foi este dia. Eu não estou a ficar apatetada, estou a ficar completamente desenganada.
Nem falo deste governo, porque para mim não existe. É a coisa mais sórdida que já conheci na minha vida.
Quanto às pessoas desapareceu a solidariedade.
Hoje vive-se melhor, dizem. E o que as pessoas passam para receber o seu ordenado ao fim do mês? Para depois gastar em porcarias, que não lhes fazem falta nenhuma.
O que falta a este povo é Formação e Educação cívica.
Quando eu era miuda vivia-se com tão pouco e até pensava que era feliz.
Agora lembrei-me que era costume, aos sábados, quando se fazia o abastecimento para a semana, no famoso mercado de Loulé, ía-se sempre visitar e rezar à Mãe Soberana, que fica no alto de um monte, e pelo caminho, que distava aí uns dois kms do centro da vila,(hoje mais uma cidade), estendia-se do lado esquerdo, para quem ía, uma fila de pedintes, (coxos, aleijados, esfarrapados). A minha mãe, apesar do pouco que tinha, escolhia uma porção de moedas, para irmos distribuindo, aleatoriamente, pelas pessoas. E ainda hoje sinto remorso de, a dada altura, quando as moedas se acabavam dizer: Tenha paciência. Fica para a semana.
Agora é proibido ser pobre. É-se desempregado, desinserido, doente e eu sou lerda. Foi o que nerd me fez lembrar.
Vou me calar. Já estou a falar sem tino.

http://www.pbase.com/diasdosreis/image/123191817
http://www.youtube.com/watch?v=pDYHtdGpGto&feature=related

Anfitrite disse...

Afinal há um pobre.
Leiam até ao fim que tem graça, apesar de já ser conhecida, voltei a receber:

Un hombre de unos 73 años está siendo entrevistando por un periodista.
El hombre entrevistado se expresa del siguiente modo:

-Soy hijo de exiliados. Hasta los 27 años y poco antes de la transición no pude volver a España por culpa de Franco.
A mi padre, pobrecito, no sabíamos ni dónde enterrarlo.
Mi madre estuvo muchos años en silla de ruedas.
Ahora tengo 73 años.
Hace meses me sacaron el 30 % de un pulmón.
Mi mujer es inmigrante. Tengo tres hijos con ella.
De los tres sólo trabaja una, la del medio,... pero también tiene problemas porque su marido es un chorizo y un sinvergüenza que va a acabar con sus huesos en la cárcel.....
Todos, incluidos los nietos, viven de mi asignación.
Mi hija mayor se acaba de divorciar. Mi yerno se daba a las drogas y al alcohol y la ha dejado con dos niños.
El pequeño de mis hijos aún no se ha ido de casa y además se ha casado con una divorciada y la ha traído a vivir con nosotros.
Esa señora antes trabajaba, tenía muy buen puesto, pero desde que vino a mi casa ya no hace nada.
Ahora tienen dos niñas que también viven bajo nuestro techo.
Y este año, con lo de la crisis, casi no nos hemos podido ir de vacaciones y si me apuras... ni he podido celebrar que España ha ganado el Mundial.
El periodista pone los ojos muy redondos y comenta:
-Majestad, Don Juan Carlos, no imaginaba que su situación fuese tan mala!...

Anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pedro disse...

Bom Dia,

Ao trabalho que hoje jé é o segundo dia do trabalhador. Cada um se manifeste da melhor forma possivel e faça as folgas necessárias.

Isto , porque:

"Fazer oque se tens que fazer direitinho, fazer e conservar bons amigos e encontrar formas de ser feliz. Porque ninguém te vai dar mais valor se fizeres mais que a encomenda."

Anfy e sim! O FDL foi bem lucido! Não pus um like. Porque não encontrei o botão!

Anfitrite disse...

Agora é que oMEC se vai abaixo.

https://www.box.com/s/dd88a6dacc0cb683f166

pedro disse...

Anfy,

Já li e partilhei.

Como veio com o espanhol. Deixo aqui uma tradução de um cartoon dos "nuestros hermanos".

Um Governate dirige-se a uma multidão: "Se devo a alguém! Devo-o ao povo" e a multidão em unisono: "Então devolve-nos!"

pedro disse...

Anfy,

Não sei porquê mas lembrei-me de partilhar consigo esta fotografia:

http://2.bp.blogspot.com/-qxBBVdjtARM/T6EJwcNZpBI/AAAAAAAAD9k/E3pQuqC89qE/s1600/0189.jpg

Titulo: "no comments":)

Também não sei porquê mas sempre vi mais informação nas imagens que a "Euronews" passava no programa "No Comments".

(...)

Interessada disse...

João Pedro

Mais uma boa fotografia.
Se eu lhe pusesse nome neste agora, seria "delicadeza"
Vou tentar esquecer que existe dor.
Um bom dia para ti :D

pedro disse...

Interessada,

Sinto-me um verdadeiro Skin Head Budista. Com um lema de vida: "Sometimes / to do my best / the better I can do / Is to do nothing."

Sabendo que isto não é novidade para algumas pessoas:)

Até mais logo!

Ou seja! Apenas dar continuidade ás palavras do FDL!

Uma Boa Tarde.

Já vou chegar em cima da hora!

Interessada disse...

João Pedro e FDL

Só me meto em chatices quando não quero, mas penso que vale a pena.

rainbow disse...

Boa noite:)

Aqui está a versão do Ricardo:

http://www.youtube.com/watch?v=UrVBx5sMB34

andorinha disse...

Boa noite:)

Só hoje vi imagens do pandemónio de ontem e fiquei estarrecida!
Realmente uma imagem vale mais do que mil palavras.
Dei uma volta aqui pela blogosfera e constatei que algumas pessoas acharam a ação apropriada nestes tempos de crise. "Se as pessoas puderam levar para casa coisas para dois meses em vez de um qual é o mal?"

E parece que a moda veio para ficar. O pingo doce já disse que tenciona repetir a gracinha; a Ikea também vai alinhar pelo mesmo diapasão, ao que parece...

Portanto, também concordo com o FDL.
Só posso concluir que merecemos a merda dos governantes que temos.

Pedro,

Gostei da fotografia, mas isso também já sabes:)

andorinha disse...

Rainbow,

:)))))))))))))))))))))))))))))

Valha-nos o humor!

bea disse...

Ai, vou-me sentar aqui um bocadinho que é grande porque escrevo lento. E hoje mais.

ao contrário do Pedro, no dia segundo do trabalhador julgo que abusei.nítido. E também demasiado estúpido. nenhuma coisa merece a exaustão dos homens. Estava a pensar no que me apetecia sem ser chegar. E a morte intermitente, da versão José Gomes Ferreira, confesso: não me desagradava.

Fico com pena Do Miguel Esteves Cardoso se não está apenas a inventar. Mas mesmo quando invente, muitos de nós sabem de vivê-lo, que o mundo por vezes é abrupto, como se nos não veja e um pé em cima que sufoca. Não gosto de falar sobre isto. Bastam-me os sonhos de felizmente serem sonhos.

Pedro

nunca atinjo o integral do que dizes. lerda. acredito que os peixes não consigam subir às árvores, ainda quando não seja o meu avô a dizê-lo. metaforicamente, não entendi.

Essa coisa de calças e homens e mulheres, confesso que discuto noutro dia, hoje até a palavra discuto que usei me parece excessiva:) estou lullaby; no sentido mais marxista do termo, em alienação quase absoluta.
Creio que tu umas coisas bem bonitas no meio de outras.
E ok.

a avenca está a precisar que tires as folhas velhas e a olhes

Boa noite a todos, desejo-nos um anjo bom a resguardar-nos de pesadelos.

pedro disse...

Em relação ao Pingo Doce:

Fica a má imagem!

rainbow disse...

Andorinha,

Hoje, as minhas colegas e eu lembrámo-nos do "Ensaio sobre a Cegueira".
Mas, é isso: valha-nos o humor.

Bea,

"que o mundo por vezes é abrupto, como se nos não veja e um pé em cima que sufoca".

Não saberia dizer assim. E a vida que é tão breve. Amanhã é outro dia.

Bons sonhos
Abraços

bea disse...

Rain

mas a beleza é que o digas de outro modo; ou outra coisa :) parece-me que também assim nos aprendermos uns aos outros e a nós mesmos. Só pode ser por isso que os homens levam tanto tempo a olhar para as letras.
Bom dia PaTi