sexta-feira, agosto 31, 2012

Nas vossas costas:).

Maria,
Escrevo-te no Facebook para eles não saberem e não me acusarem de pieguice. Eles quem???? Mas eu disse-te, valham-me Deus e o Diabo – fui jantar com os murcónicos! Uns vieram, outros telefonaram, houve quem mandasse sms e mails. Sete anos é muito tempo, querida. Bem sei que hoje em dia sou um pretexto para a amizade que os une, mas por que não deveria o grão de areia ficar orgulhoso da péro...
la que o abraça? É gente minha. Mesmo os que partiram amuados, desiludidos, furiosos; todos. A esta hora invadem a noite portuense, imagino-lhes as gargalhadas, os braços pelas costas, o “até para o ano em Lisboa”. Não pedem nada, não devem nada, ofereceram-me a sua lealdade. Que lhes posso dar em troca? Tens razão, como sempre, vou procurar no Youtube, já não me lembro de ouvir essa canção. Dorme bem, menininha, não imaginas o gozo que me daria relembrar a noite nos teus braços.
Antes de…

27 comentários:

AQUILES disse...

Já a ouvimos. Noite agradável.

A Menina da Lua disse...

Então afinal tambem colocou aqui o texto!:)

Como já lhe escrevi nos outros lados, aproveito só para lhe dizer mais uma vez que gostei muito do seu texto e que amizade tem destas coisas surge assim... com o tempo, à distância e com alguma imaginação para a embelezar e a tornar simples e natural como convem...

Beijinhos

Bartolomeu disse...

Caro Júlio...“até para o ano em Lisboa”???
Mesmo que seja o próximo, o ano a que se refere, ainda falta muito tempo. E depois... não se esqueça que o mundo acaba a 21 de Dezembro e não sei se no próximo mundo vão existir restaurantes e meios de transporte. Portanto, sugiro-lhe que marque Lisboa para a próxima semana, de preferência!
;)

andorinha disse...

Faço copy paste do que escrevi às 6 da manhã:)


Cheguei há pouco. Feliz, como sempre:)
Com as emoções à flor da pele, como sempre:)

O jantar foi ótimo. Como eu disse acima, houve cumplicidade, risos, partilha, má língua, uma contagiante boa disposição. E não houve nenhuma cadeira partida. Eles reforçaram-nas do ano passado para este:)))))))))))

A Lusco_Fusco e eu fomos buscar as forasteiras, Caidê e Rainbow e lá fomos nós a caminho do Castanheira. Lá chegadas demos logo de caras com o Aquiles, a mulher e o filho.
Foi muito bom rever o meu amigo "açoreano"; a Berta, a mulher, é uma simpatia. Animada e conversadora integrou-se perfeitamente no espírito murcónico. O Luís, o filho, uma jóia, também.
Agora umas palavrinhas para a única amiga que ainda não conhecia pessoalmente: a Rainbow.
Uma pessoa espetacular! Sensível, emotiva e tão genuína! Tal qual o que aparenta ser aqui, ali não há vernizes que com o tempo estalam. É uma pessoa que tem as emoções à flor da pele, também. É cá das minhas:)
E ofereceu a cada um de nós um marcador de livros personalizado com o nosso nick. Foi um gesto ternurento. Comoveu-me.
Dos outros já nem falo, são "velhos" amigos. A Cêtê ( cachopa, prometo que para a próxima falamos mais):), a Caidê, a Lusco, o Pedro, o Júlio.
O Júlio que é o causador de tudo isto ao ter criado o Murcon. Obrigada, amigo:)
No meio do repasto ainda houve tempo para conversarmos com a Anfy.
Fiquei sensibilizada, mulher:)
Ainda o Júlio estava a falar contigo e já eu fazia sinal para me passar o telemóvel. Foi uma atitude bonita, a tua. É sinal de que estás connosco mesmo não estando. O telefonema já está, para a próxima estás tu.
E pronto, bem comidos, bem bebidos e bem conversados lá foram alguns de nós para a noite portuense. A Lusco, a Rainbow, a Caidê, o Aquiles e família e eu. Para continuar a conversa, para combinarmos encontros futuros, para sorrirmos...
Porque estar com amigos é do melhor que há na vida. E os laços ficam e reforçam-se.
E sinto já a nostalgia da despedida mas fica também a certeza de que em breve nos voltaremos a ver.

E por agora vou-me calar. Vou tentar dormir...:)


Este texto li-o ontem e fiquei com a lagrimita ao canto do olho...
Já escrevi no Face...
Ainda estou meio zonza mas só posso dizer que a amizade é isto, é o que vivemos ontem. E é o que dá sabor à vida.
Obrigada por ser como é, Júlio.
É uma das pessoas mais bonitas que conheço, mas isso já sabe:)))

Ainda não consigo escrever mais nada.

Fiquem bem.

andorinha disse...


Rainbow,

Para ti quando chegares...:)

http://www.youtube.com/watch?v=zphAHMPtu4g

Cê_Tê ;) disse...

Bom dia! ;9
Adorei conhecer todos os que marcaram presença- não é a mesma coisa falarmos só por aqui... foi MESMO uma agradável surpresa sem qualquer excepção. Tive muita pena de outros não estarem presentes- não vou particularizar mas refiro-me a vocês ;))).(MESMO).
Em relação ao professor subscrevo os elogios da andorinha, não deixando de sublinhar a fonte original. ;)))
Abraço.

andorinha disse...

TÊzinha:)))

Ainda agora te escrevi no andar de baixo, mas falo-te também aqui.

Claro que não é a mesma coisa! Há quantos anos te ando a dizer isso?:))))
Até que enfim que me dás razão...

Tinha muitas saudades tuas. Foi muito bom poder dar-te "aquele" abraço.

E os ovinhos, pá...nem te digo nada...:) Lol

Jinhos

bea disse...


Pronto, comovi-me. Se calhar porque enfim. Beijos a todos

andorinha disse...

Bea,

:)))

andorinha disse...

Para todos aqueles com quem estive ontem. E para alguns que não estiveram...:)


http://www.youtube.com/watch?v=0AIlz08fZos

Friends will be friends right till the end.

Só assim concebo a amizade.

E agora vou sair...preciso de apanhar ar para "acalmar":))))))))))))

gina henrique disse...

Parabéns professor por estar na origem destes ramos de " murcon " e ser uma arvore tão proveitosa e que tão bons frutos tem dado ao longo desses anos todos. Isto que criou também se chama amizade e tem razão para se sentir vaidoso por isso!!! De Lisboa um abraço para quem é de abraços e beijo para quem é de beijos, porque eu sei que voces merecem e mesmo não entrando em debate não deixo de vos acompanhar como e quando é possível :)

Caidê disse...

O Professor não é um pretexto para nós. É mais, muito mais do que isso.
A Andorinha dizia há tempos: " O Júlio é um de nós!". Talvez essa sua frase possa agora começar por " Nós sentimos que...".
E ela não se zangará se usarmos as suas palavras para lhe dizermos como o achamos também "uma pessoa muito bonita".
E como poderia alguém falar tão bem de afetos se eles não lhe viessem da alma tão espontâneos e genuínos?
Obrigada por ter estado connosco exatamente como é. Obrigada por ser contagiante em tão bom e pleno sentido.

Nós, os restantes, os que estivemos fisicamente, os que aqui estamos virtualmente, os que "mensajam", os que telefonam, os que entendem e sentem o espírito de estar feliz, porque juntos é mais fácil ser feliz, ontem fomos felizes. E em tudo há o antes, o durante e o depois, por isso "nós, os restantes" temos hoje,e teremos entretanto, acrescido o nosso capital de vida, e de razões de vida.

Aos que revi e me fizeram dilatar as minhas fronteiras de bem querer ( Andorinha, Lusco, João Pedro)dedico a lagrimazinha que se me solta quando me vêm à memória os abracinhos, os sorrisos e o carinho trocado.

Aos que conheci e vieram inaugurar para mim um novo espaço de tão gratificantes interagires aqui vão parcas mas sólidas palavras:
- Rain(bow), os teus olhitos de rouxinol falam de ti!
_ Aquiles, Berta e Luís, um ninho muito acolhedor para quem quiser aprender família.
- CêTê, se eu te disser como sou tímida tu vais acreditar? És linda, ainda agora me ecoa a tua voz. Precisávamos de tanto mais tempo :)))

Anphy
Ia caindo do céu!...Estava a acreditar sem acreditar. A deusa dos mares ligando para a gente?
Como não havíamos de ter saído dali zonzos se até os deuses e os heróis estavam connosco :)))

............
Saíram as listas de colocações dos professores - e tanto desemprego!...Como vamos resistir? ...
Desculpem este parênteses, pois bem sabeis que também sofremos com os nossos!
............

Para todos vós, mesmo os que aqui tão pouco escrevem, para todos os outros que terão de resistir ainda mais do que nós, aqui deixo uma canção:
http://www.youtube.com/watch?v=uXdGOYo_fsE&feature=related

rainbow disse...


Cheguei!!

Pois é, e agora depois de vos ler, que dizer destas lágrimas que querem sair? Deixo-as correr livremente?

Andorinha,
Como não consegui dormir, vim mais cedo para baixo.
Obrigada por tudo, pela boleia (diz à Lusco), ela foi incansável. Obrigada pela canção dos Rolling Stones.
E por seres quem és, assim como és.

Anfi,
Que surpresa o telefonema! Para a próxima, vai também.


Para todos os que foram ao jantar, um abraço apertadinho, adorei. Trago-vos no coração.

Fiquem com mais esta:

http://www.youtube.com/watch?v=5lXVTMKLiL0

Caidê disse...

Bea
Tu sabes que nos fizeste falta, não sabes?

rainbow disse...


Caidê,
Já chegaste:)

Bea,
Concordo e subscrevo o que a Caidê diz.

E hoje já não consigo dizer mais nada. Beijinhos a todos.

andorinha disse...

Caidê e Rainbow,

Um abração para as duas:)

"E como poderia alguém falar tão bem de afetos se eles não lhe viessem da alma tão espontâneos e genuínos?
Obrigada por ter estado connosco exatamente como é. Obrigada por ser contagiante em tão bom e pleno sentido."


É isto!:)

Já todos regressamos aos ninhos. Mais ricos, mais felizes. Sinal disso, são as lagrimitas que querem espreitar...:)

A Bea sabe, mas a Bea é uma das nossas. Lá virá o tempo...
A Cêtê demorou uma eternidade:)

Fiquem bem:)

Caidê disse...

Rainzita
E tu chegaste bem também! Que bom!Só não sabemos onde andam os amigões de S. Miguel e... o nosso Pedro e... a Lusquita?

Pedrinho
Raptaram-te da gente de ontem até agora? Como vamos poder passar sem ti? Não vamos! Faz favor de vires dizer que já chegaste a casa ou...

Lusquita
Vem tomar cafezinho connosco. Bora lá aqui mais vezes. Sabes que precisamos olhar mais e sempre o futuro e os amigos daqui são uma propulsão tal que a gente leva abraços e beijos para a vida até nos dias de arrepiar, não sabes?

Manuel
Teríamos tanto gosto em tê-lo connosco para a próxima (que está prometida para Lisboa!).
Já vou ouvir as suas sugestões que são sempre de ouvir, gostar e aprender.

Bartolomeu disse...

Andorinha;
As fotos do encontro vão estar patentes em algum sítio, para aqueles que não poderam, se achem virtualmente a participar?

AQUILES disse...

Amigos, um bom Domingo. Hoje vamos a Guimarães e amanhã regressamos a casa. Um abraço nosso a Todos. Até um pròximo jantar lá, pois não pode ser sò Lisboa e Porto.

andorinha disse...

Bom dia:)

Rainbow,

A Lusco é assim mesmo. É uma mulher sempre disponível para os amigos. Mas eu digo...:)


Caidê,

O Pedrinho e a Lusquita andam por aqui...
Sortuda, eu, que os tenho mais perto:)

Quanto ao Manuel também espero vir a conhece-lo um dia. Um amigo virtual que espero venha a ser real, também.

Aquiles,

Aproveitem bem. A cidade está linda e há muito de bom para visitar.
Abraço, extensivo à Berta e ao Luís.
Lá????
E o meu medo?
É a forma de eu o perder mais depressa, não?:)

Bart,

As fotos irão estar patentes em algum sítio:)
Tem calma! Homem apressado!:)
Várias pessoas tiraram fotos e agora há que selecionar as melhores e ver que não estejam repetidas.
Eu tenho algumas minhas que estão tremidas, outras muito escuras...:(
Não sou grande fotógrafa, mas pronto, ninguém é perfeito, né?

Bartolomeu disse...

Que remédio, senão esperar, né?!
;)
Fotos tremidas, Andorinha?
A que se ficam a dever esses tremores? Ao facto de estares a viver momentos imensamente gratos, ou a binháça era de "estalo"?
;))

andorinha disse...

Bart,

Devem-se às duas coisas...:)

Cê_Tê ;) disse...

(Caidé, ;))) eu percebi. Obrigada. ;*** Tu tb ;)

CCF disse...

Para uma céptica das amizades on-line, com recusa total de FB...é um prazer perceber que aqui pode ser diferente...ou simplesmente ser verdadeiro.
Parabéns a todos, venho muitas vezes ler, mas comentar...acho que nunca o fiz.
~CC~

cycle disse...

E a saga continua...

imagem disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lusco_fusco disse...

Olá a todos!
Para que a estimada e, para mim, já saudosa Maria (ouvinte dos mais secretos devaneios e confidências do autor ;)) acresço que foi um convívio muito agradável, com pessoas muito simpáticas e alegres.Acabou num bar da Foz onde a água se fez prata e luz para embelezar o momento.
Obrigada a todos pela convivencia agradável e simpática