terça-feira, agosto 07, 2012

Ryan Adams - Desire (with lyrics)

23 comentários:

rainbow disse...

O Murcon foi promovido!:)
Linda esta canção.

bea disse...

Rain

pro quê?

ai o que eu desejo andar com a cabeça entre as orelhas!

rainbow disse...

Bea,

Porque temos aqui uma canção, um vídeo:)

andorinha disse...

Grandes inovações por aqui vão!:)

Continuação de boas férias. Saudades...
Estou longe do ninho, mas lembro-me de vocês, quero dizer...raramente:)))))))))))))

rainbow disse...

Andorinha:)

Saudades...
Continuação de boas férias:)

bea disse...

andorinha

raramente...tché
hádes cá vir nas noites de inverno.hádes, hádes

Caidê disse...

Andorinha, Carino (não dá para pôr o til, bolas!, fica Carinho :))), prontos!)

A noite em Lisboa espera por ti!... Tem alguma graça ir à "Pensão Amor" sem a tua galhofa? Não te assustes. É um barzinho com história - boa reputação! E eu, já sabes, sem história não tem alma - vício profissional quiçá. Daí até ao bairro da Bica a noite é dos que são felizes com pequenos nadas.

Rain
Se a nossa Andorinha passar por Odeceixe diz, pois, assim sendo, sei que está quase a chegar aqui.

Andorinha
Não me faças esperar até dia 30!...:))). Mas, mulher, enche-te de sol por 'i. E traz-nos luar nos olhos, please!...

Boas férias, boa malandra!
Abracinho

Cê_Tê ;) disse...

;))) Linda a música e giro constatar a inovação!!! ;D
Gosto de gente assim! ;D

Cê_Tê ;) disse...

(Música e letra)

Cê_Tê ;) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rainbow disse...

Caidê

Agora não estou em Odeceixe, estou no meu poiso habitual, mas se a Andorinha voar por estas bandas, digo:)

Caidê disse...

Rain(bow)
E o teu poiso habitual é Portimão, certo? Não me faças saudades! Anos a fio não podia deixar de passar aí uns dias (desde os 16 anos). Era a minha terra de férias :)))
Assim...esta vai para Portimão, mas também dá para o berço :))

http://www.youtube.com/watch?v=lb3E4XCXJx8&feature=related

Cêtê
Também achei uma boa surpresa musical e à testa do post eleva o blog ao podium. Olímpica, no doubt!

Bea
A Andorinha disse "raramente"??? Ah, pois foi!... Mas aposto que só falou das teclas para fora. Ela ama-nos!...

Boa semana, meninos! Boa disposição não paga imposto - valha-nos Deus! :)))

bea disse...

Bom Dia!!!

há sol e calor. e eu sem curti-los. como dizia guterres, é a vida.

haja quem cumpra o meu desejo: cheirar a praia, sentir o sol e a água.
bons mergulhos na vida:))

rainbow disse...

Bom dia:)

Medalha de prata nos Jogos Olímpicos!:)))

Caidê,
Que bonita estás na foto:)
Pois, Portimão recebeu a música "Is this love", lindíssima essa versão. Merci.

Bea,
Vê lá se arranjas um tempinho para dar um mergulho na vida. Abraço:)

E este "Is this love"?

http://www.youtube.com/watch?v=QDdAgJxdgcQ

Imprensa na rede disse...

Bom dia! Entrei em contato com você faz um mês sobre uma campanha de publicidade. Gostaria de saber se tería interesse em participar neste mês de Agosto: tamin@ibooster.es

Aguardo resposta

Abraços,
Taty

Carlos Alves disse...

Puxa,
que é isto aqui Taty????

Caidê disse...

Rain(bow)
Esse " Is this love?" é feminino e eu gosto. O do Marley também tem aquela voz!:))) - a dele.

A foto está muito tonta, mas eu gosto de tontarias:)))

Depois da janta creio que volto para beliscar coisas quotidianas.

bea disse...

Rain
já dei um mergulho na vida, mas caí na parte de cimento. esqueci-me de ver se havia água e fundura suficiente :)
deves ver o mail

Caidê disse...

Ontem vi mais televisão do que é usual.
Na Sic Notícias assisti a dois documentários. Um deles era tenebroso, mas vi. Era acerca dos crimes de incesto cometidos no seio de famílias, durando alguns anos entre o mesmo agressor e as mesmas vítimas. Falavam de "famílias envenenadas" pelas trágicas situações.
O que mais me espantou foi a fase de "negação" por que passam as vítimas. Não fazia ideia que a "negação" passasse por tais mecanismos mentais. Ou seja, ignorava que as vítimas, para sobreviverem mentalmente ao trauma, eliminassem completamente da memória consciente e subconsciente, os incidentes de violação incestuosa, e que construissem uma identidade absoluta e aparentemente à margem dessa sua experiência.
Não sabia que havia "negação" nestes termos amnésicos. Só muito mais tarde, por vezes ao viver outro fenómeno emocional aparentemente diverso, mas intenso, se pode fazer luz sobre a ocorrência traumática. Então, re-elaboram a experiência e constroem/reconstroem a sua identidade, já não em negação, mas em aceitação.

É claro que a ajuda terapêutica (psiquiátrica)vem ao barulho na maior parte dos casos, pois deve ser outra vez dramático viver sozinho/a a causa de factos tão desestruturantes para a produção da própria identidade!...

Já o outro documentário era sobre a crise que é de todos e tão crónica - a do país.

Não pretendo chegar à sinopse. Quero, apenas, partilhar que alguém falou em estarmos a viver uma "ditadura perfeita". E isso relacionava-se com a questão que aqui falámos recentemente da utilidade do voto.Já me tinha passado isso pela cabeça, a sério, só não tinha arranjado terminologia sincrética para o fenómeno.

Também se debatia a questão do "consenso de washington", estratégia económica antes planeada e aplicada para os países em vias de desenvolvimento (anos 70?), a qual resultou em subdesenvolvimento de que tais países se não levantaram ainda.
Depois, (acho que também já se disse noutras vozes e meios de comunicação)houve quem lembrasse que a progressiva austeridade como imagética de liquidação da dívida a mais curto prazo era um logro, pois esta dívida não tem como pagar-se dada a filosofia inerente dos juros inerentes aos pactos.

Finalmente, ou least but not last, a Alemanha inventou a indústria financeira - pobre Alemanha! Quer fazer omeletes com os ovos da galinha da vizinha. E nós a darmos capoeira! O mundo é ou não dos espertos????

Sérgio Sousa disse...

Deixo o destaque para este assunto. Tivemos a Primeira medalha ! http://cogitare.forumenfermagem.org/2012/08/estudante-de-enfermagem-conquista-medalha-de-prata-nos-jogos-olimpicos-de-londres/

rainbow disse...

Boa noite:)

Caidê,

Tens razão, o post tem dois andares:)Li no andar de baixo que gostas de "Captain of my soul" da Rita Redshoes. Voltando aqui, mudaste de foto novamente e fizeste-me lembrar a minha acelera, depois da bicicleta foi um up-grade:)Há quantos anos Deus meu...:)Mas ainda tenho uma bicicleta.
E nenhuma das tuas fotos é tonta:)

Bea,
Mail? Why?

Sérgio Sousa,
Já tinha deixado uma referência sobre a medalha de prata. E o facto de um deles ser estudante de enfermagem é ainda mais gratificante para o próprio, e motivo de orgulho para todos nós.

Fiquem com esta:

http://www.youtube.com/watch?v=hKtqTYSOBCg

Caidê disse...

Rain(bow)
Agora também já sou tenho bi-ciclo. E já nem me arrisco a andar de patins - belos tempos, lá isso! Mas, ora, ora, não fosse a coluna :))) inda ia até a Portimão sem gasóleo nem burro :)))

Sérgio Sousa
Os nossos jovens têm muito valor, mesmo com menos recursos que outros. Esse é que é motivo de orgulho "soberano"! Será que na prova que lhes falta ainda vêm medalhados de ouro? Gostávamos! E eles também!

Já temos Eva Cassidy e Fields of Gold para embalar o nosso berço. Boa, Rain!

bea disse...

Hello everybody :))

Sérgio

Boa ideia um post aos nossos medalhados :) Obrigada por eles, que talvez desconheçam.

Parabéns aos dois canoístas. Ao seu esforço para conciliar trabalho e treinos, à sua persistência, ao que deixaram para trás para levar a bom porto um sonho. Merecem o seu lugar. Independente da profissão de cada um, é um feito numa comitiva em que o tamanho é inversamente proporcional às medalhas. Há tanta reflexão sobre tudo, tanta avaliação inútil; e reavaliar a participação portuguesa nos J Olímpicos? E agir em consonância com?

Caidê
a tua foto é, digamos, expressiva.
os meus tempos de acelera também foram engraçados.

Rain

a balada lembrou-me o petit prince :)Obrigada por ela.

Tenham um dia bom. Vou patinar. as rodinhas sob os pés tornam-me um pégaso qualquer.