domingo, agosto 26, 2012

Tradução livre de alguns versos - passarões terrenos lançando-nos sombras - e areia... - para os olhos:).

46 comentários:

bea disse...

Estava a ficar aflita para traduzir esse verso:) Palavra. Neil Young sabe sempre bem. À hora que for.

Anfitrite disse...

Retirado de letras.br
Realmente é difícil entender uma música com o Cotonete por detrás.

Helpless
There´s a town in north OntarioWith dream comfort memory despairAnd in my mind I still need a place to goAll my changes were there

Blue, blue windows behind the starsYellow moon on the riseBig birds flyin´across the skyThrowin´ shadows on our eyesLeave us

Helpless, helpless, helplessWell, babe, can you hear me now?The chains are locked and tiedacross my doorsBaby, baby, sing with me somehow

Blue, blue windows behind the starsYellow moon on the riseBig birds flyin´across the skyThrowin´shadows on our eyesLeave us

Helpless, helpless, helpless Helpless, helpless, helplessHelpless, helpless, helpless Helpless, helpless, helpless

Helpless, helpless, helpless
------
Desamparados
Há uma cidade no norte do OntárioCom conforto de sonhos memória desesperadaE em minha mente ainda precisa de um lugar para irTodas minhas mudanças estavam lá

Azuis, janelas azuis atrás das estrelasLua amarela subindoPássaros grandes pelo céuJogando sombras em nossos olhosDeixam-nos

Desamparados, desamparados, desamparadosBem, babe, você pode me ouvir agora?As correntes estão trancadas e presasem minhas portasBaby, baby, cante comigo de algum modo

Azuis, janelas azuis atrás das estrelasLua amarela subindoPássaros grandes pelo céuJogando sombras em nossos olhosDeixam-nos

Desamparados, desamparados, desamparadosDesamparados, desamparados, desamparadosDesamparados, desamparados, desamparadosDesamparados, desamparados, desamparados

Desamparados, desamparados, desamparados

andorinha disse...

A tradução está "quase" perfeita. Só peca por ser demasiado suave...:)

bea disse...

Vou dormir, pessoal.

Anphy

essa tradução tá um horror. Mas havendo alguém desamparado e preso temos que lá ir, ou enviar os bombeiros e o INEM.Pura humanidade.

durmamos com muita força. Pode ser que resulte e afrouxem as cadeias.

Um abraço de boa noite para todos

A Menina da Lua disse...

Bom dia!

Pois professor! são melros, pegas, aves de rapina e outros passarões mal afamados...:(

De facto tudo tomou enormes proporções e as ameaças tambem...O excesso de poder nas mãos duma minoria difusa e indefinida tornam ainda mais difícil a defesa dos que pouco têm. E a desproporção é abissal entre a capacidade da acção individual ou mesmo colectiva e essa circunstancia...
Hoje assiste-se para alem do silêncio e conformismo à contestação de muitos sim mas que infelizmente pouco ou nada tem ajudado à sensibilização dos que mandam porque onde não há valores não há vergonha!...:(

Tambem tenho estranhado a ausência do Fora -de-Lei.:)
Deve estar algures a tratamentos por sintomas de estado agudo de indignação pelo baixíssimo nível a que tudo isto chegou...:)

Anfi

De facto muito desamparado sim que há por aí!:(

E já agora deixe-se disso!...de comentar coisas como eu sendo etérea, suave...etc. etc.! pois você não me conhece absolutamente...e como há-de compreender não temos de ter todos o mesmo tom ou registo que o seu para se ser uma pessoa lúcida...
Contudo em relação a si, até compreendo e gosto de pensar que por baixo dessa sua carapaça de durona possa esconder como diz um coração derretido, quem sabe!:))

Fonseca do Pinhal

Obrigada pela sua gentileza e ainda bem que o meu raio de luz lunar o atingiu...:)
Sabe que isto de estar no mundo por vezes o difícil não é a realidade é sim ser-se capaz de a ficcionar:)

Boa semana para todos

Impio Blasfemo disse...

A PROPOSITO DE PASSARÕES
Contava-se, em jeito de graçola que um aluno muito cábula, daqueles que a muito custo lá vão caminhando para o fim da licenciatura, daqueles que quando se apresentam a exame o professor lhes diz a clássica frase “Então será desta que nos livramos um do outro?”, dizia-se então que um belo dia um destes alunos se apresentou ao exame de biologia e o professor lhe perguntou como se dividiam os pássaros. Tendo um mínimo de cultura lá conseguiu não confundir com a ideia de como se trinchavam os frangos, mas a ignorância era mais que muita e respondeu “Pássaros, Passarinhos e Passarões, Aves de Rapina, Cucos e Melros”.
Um pitosga como eu, daqueles que quando olha um teclado e um texto tem uma vaga ideia, ao escrever esta graçola poderia, por mero erro ou distracção e pitosguice, escrever “Passos, Passarinhos e Passarões, Aves de rapina, Cucos e Melros”, sublinho que por mera distracção e pitosguice.

http://www.noticiasaominuto.com/politica/7355/passos-n%C3%A3o-revela-se-pediu-factura-da-casa-de-f%C3%A9rias-arrendada#.UDtSacFlTbo

Saravá
Ímpio

Cê_Tê ;) disse...

Arriscando associação falsa...

Os donos de "reino", fartos de dificuldades em excercer a sua influência através da "janelinha mágica" resolvem, em época de liquidação total, comprar às descaradass os fios dos fantoches. Os partidos em época de balanço fazem contas à vida (que não é para se lixar)... Parece-me que jogam em cavalo cansado e traiçoeiro- um cavalo que só aceita no lombo quem o leve à meta. Falava-se do plano maquiavélico de controlar a comunicação social... seria esse/ este plano também condição da Troika? Se assim for... a coisa é bem pior do que qualquer pessímista possa prever...

Anfitrite disse...

Menina da Lua.

Eu gosto da sua maneira de ser. E até gostei de a ver hoje mais indignada. A única que não é lúcida aqui sou eu. Com a sua subtileza consegue-se mais. Mas eu também sei ser subtil, só que aqui carrego na tecla, porque o professor, fala-nos por metáforas e nunca o vi escrever ou dizer uma palavra de desabafo. Qualquer pessoa normal o faz e não lhe caiem os parentes na lama. Ainda por cima sendo do Puerto! Mas gente fina é outra coisa. Até o "palavrão" do blogue te
ve de ser disfarçado. E quando uma vez contou uma história pacante teve de ser em inglês.
Eu nasci debaixo dum calhau e fiquei numa cama de cardos.

Fique bem.

Impio Blasfemo disse...

Anfi
Há uns anos atrás quando se falava sobre a política americana do petróleo os próprios americanos definiam-na como “a great congregation of confusion”.
Olhando hoje para a política nacional, para além de não lhe percebermos qual o rumo, qualquer pessoa menos atenta observa que tudo é feito não em interesse da nação mas em interesse particular de grupos privados, quer estes sejam do sector da banca quer estes sejam do sector da comunicação quer da energia quer das águas ou dos transportes. Numa palavra, Portugal caiu definitivamente no saco dos interesses privados e infelizmente essa queda não começou com este governo mas já se tinha iniciado atrás, nos anteriores governos. Este aproveitou as circunstâncias favoráveis de um contrato assinado com a Troika lhe impor um conjunto de medidas que implicam cortes na despesa pública e, à boleia disso, faz o que lhe é imposto e mais uns valentes “trocos” ou “permutas”, se preferir. E quem paga? Pois isso é pergunta que se faça? Obviamente, quem não lucra nada com o assunto, o escravo de sempre, o pagante, vulgo, o contribuinte, se o pagamento for por interposta pessoa, ou seja o Estado, ou o cliente, se o contribuinte pagar o “serviço” directamente ao privado.
Pagar, teremos sempre de pagar, mas existe uma clara linha divisória entre pagar o justo preço e pagar o preço imposto por um mercado que não é regulado, ou tem entidades reguladoras que mais parecem grémios de produtores, nem tem concorrência ou seja um mercado monopolista ou de oligopólio com preços concertados entre eles. E quem governa faz o jogo do poder, sempre à espera de um futuro lugar numa administração, de preferência de uma empresa que tutelou enquanto ministro, pois assim já vai com o know-how adquirido e não tem que estudar mais nada. E lá dizia o poeta “ o dinheiro é tão lindo é tão lindo o manganão e quando cai no saco faz plim-plão”.
Serviço público? Defesa dos interesses da nação? Defesa do povo? Deixem-me rir…..!
Ah, esquecia-me, isto era sobre o tema passarões e sem metáforas!

Ímpio

bea disse...

Infelizmente subscrevo o Ímpio na íntegra. É uma verdade factual.
Como é que a gente desmancha isto, caramba?

andorinha disse...

Bea,

Sei lá como se desmancha isto...

Impio,

Subscrevo, também. Qualquer pessoa de boa fé o fará.

Anfitrite disse...

Ímpio:

Cheguei!

Na mouche!

Como eu gostava de saber escrever assim:)

Sabe que o Pires de Lima fechou uma fábrica em Santarém agora, despediu famílias inteiras e os que sobraram mandou-os, acho que para Matosinhos, ou para lá perto, e as televisões quase não falaram nisso.

Veja se comsegue pôr um poison nas pontas do tridente e dar uns picadelas em alguém.

Bea,

Desde que a polícia não me multasse, não me importava nada que o fizessem. Está mesmo a
precisar duma pintura. É que eu costumo metê-lo mesmo onde não cabe. Já tenho saído pela porta de trás, e a da direita é frequente. Depois quando chego ao pé tenho surpresas.


Rain,

Obrigada pela atenção. Ando a procurar ajuda. Mas tudo me corre torto. E não ache estranho isso que aconteceu em Paris, porque coisas semelhantes acontecem em muito lado. E cá para lá caminhamos. As pessoas até acham estranho que se lhe dirija a palavra num lugar público.


Menina da lua,

Sabe que eu gosto de si apesar de dizer que eu não a conheço. Eu até perdi uma correspondente porque me neguei a dar o seu endereço do FB.

Nunca me esqueço do que me disse e está guardado, ha uns anos atrás.

Boa noite a todos

Cuidado com a areia.

http://www.youtube.com/watch?v=Io_RidA1mlI&feature=related

andorinha disse...

Malta, está definitivamente confirmado:

Jantar murcónico na próxima quinta, dia 30, no Restaurante Castanheira em Matosinhos, perto do mercado. Às 20.30h em ponto.

O último a chegar paga a conta:))))))))))))))))))))))

Todos tem o meu número de telemóvel, estarei sempre contactável e às ordens:)

Desta vez teremos o Murcon do Minho ao Algarve, passando pelas ilhas. É obra!

We are the best!!!!!!!:)

bea disse...


Então...abraço todos e divirtam-se. Um copo por mim sff.

A Menina da Lua disse...

Anfitrite

"Apesar de dizer que eu não a conheço"!!!!

Valha-me Santorini!:)) Nem sei o que lhe dizer! mas de facto eu não a conheço mesmo!
Já percebi por outros seus comentários que alguem lhe deve ter dito quem eu sou mas ao contrário de si eu não faço a mínima ideia quem você seja.

De qualquer modo obrigada pelo seu cuidado; pois realmente prefiro ser eu própria a revelar o meu endereço às outras pessoas.

Ah não se esqueceu do que eu lhe disse!! e faz muito bem !:) pois só lhe devo ter dado muito bons conselhos:))
Vá anime-se e tente ser feliz viu! olhe que isto de cá estar é um instantinho:) ...e senso assim que seja como dizia a Youcenar "Como Água que Corre" não vale a pena passar a vida a lutar contra a corrente...só às vezes.:))

Fique bem!

Carlos Alves disse...

Gente,

Ben Harper

"Excuse Me Mr."

Excuse me Mr.
do you have the time
or are you so important
that it stands still for you

excuse me Mr.
won't you lend me your ear
or are you not only blind
but do you not hear

excuse me Mr.
but isn't that your oil in the sea
and the pollution in the air Mr.
whose could that be

so excuse me Mr.
but I'm a mister too
and you're givin' Mr. a bad name
Mr. like you

so I'm taking the Mr.
from out in front of your name
cause it's a Mr. like you
that puts the rest of us to shame
it's a Mr. like you
that puts the rest of us to shame

and I've seen enough to know
that I've seen too much

excuse me Mr.
can't you see the children dying
you say that you can't help them
Mr. you're not even trying

excuse me Mr.
won't you take a look around
Mr. just look up
and you will see it's comin' down

excuse me Mr.
but I'm a mister too
and you're givin' Mr. a bad name
Mr. like you

so I'm taking the Mr.
from out in front of your name
cause it's a Mr. like you
that puts the rest of us to shame
it's a Mr. like you
that puts the rest of us to shame

and I've seen enough to know
that I've seen too much

so Mr. when you're rattling
on heaven's gate
let me tell you Mr.
by then it is too late

cause Mr. when you get there
they don't ask how much you saved
all they'll want to know, Mr.
Is what you gave

excuse me Mr.
but I'm a mister too
and you're givin' Mr. a bad name
Mr. like you

so I'm taking the Mr.
from out in front of your name
cause it's a Mr. like you
that puts the rest of us to shame
it's a Mr. like you
that puts the rest of us to shame

Impio Blasfemo disse...

BEA

“Como é que a gente desmancha isto” ou seja, como eliminar a voraz rapinagem destes passarões.

1º ) Inserir na Constituição da República que o Estado Português é uma Pessoa de Bem e que todos os seus actos devem preservar o interesse do cidadão individual e colectivo. Se já lá está noutros articulados pois que fico mais este pois a redundância, quando é para o bem, nunca fez mal a ninguém!
2º) Obrigar a que todos os actos legislativos e tenham a concordância e fiscalização simultânea quer do Presidente da República quer do Tribunal Constitucional e que bastará um deles não aprovar para que todos os actos deles decorrentes sejam considerados nulos
3º) Dar maior poder fiscalizador e deliberativo ao Tribunal de Contas e este passar a ser um verdadeiro tribunal para julgar e condenar. Todos os actos quer referentes a compras, quer a pagamentos quer a estabelecimento de contractos que tenham a intervenção do Estado deverão ter a aprovação do Tribunal de Contas. O Estado não só responderia colectivamente, como já acontece, quanto individualmente e o cidadão que representasse danosamente o Estado passaria a ter de repor as quantias ao Estado resultantes dos seus actos danosos para com ele.

Poderia dar mais sugestões, mas penso que estas chegam para limitar muita coisa, tal como desaparecimento de dossiers, contractos leoninos em PPPs, etc, etc. Basicamente, por um trabalho não a pedido mas sistemático sobre tudo o que fosse leis e portarias por parte do Tribunal Constitucional em que este teria poderes iguais ao do Presidente da República e a sua actuação não dependeria deste e vice-versa. E por outro lado, transformar o Tribunal de Contas num verdadeiro tribunal e não num “tribunal de faz de conta”.



Ímpio

Anfitrite disse...

Menina da Lua,

Veio me provocar. Eu que apesar da crise adoraria estar em Santorini. Aquele azul e branco deixam uma pessoa doida.
Por isso é que ninguém quuer ajudar a Grécia. Querem comprar as ilhas ao desbarato. Como os palacetes do nosso Prícipe real foram comprados por um americano. Ao menos melhoraram a zona, já que Câmaras pereira e afins não tinham dinheiro para restaurar aquela zona toda. Foi pena que o D. Pedro V tivesse morrido tão novo, porque foi preparado para fazer boa obra, mas reinou tão poucos anos.
Pois fique sabendo que ninguém me disse quem é a Menina. A culpa é sua e da minha perspicácia. É que a sua cara está igual à fotografia do primeiro jantar do Murcon. Depois o resto foi pesquisa minha, aliando a uns nomes que escrevem antes de Vc falar do seu Pai. E qualquer dia peço para ser sua amiga. Só que eu não gosto muito do FB. mete muita conversa se chacha.
Ainda ontem paguei para falar com uma senhora(duas horas) e não é psicóloga nem nada dessas coisas, mas é uma senhora de bem. E quando eu disse que ía dar determinada coisa a uma pessoa ela disse-me. Ora essa! Então fez-lhe isto, isto e isto e ainda lhe vai dar.... Se ela arranjou o problema, foi porque quis e que o resolva. Não se trata de nenhuma desgraça. Mas eu fiquei a pensar nisto. Eu tento resolver os problems dos outros, acho que é para não enfrentar os meus. Gostava tanto de um mundo melhor!

Como sei que também gosta de música francesa aqui vai esta:

http://www.youtube.com/watch?v=bj8-_QKN31o

E este porque sim

http://www.youtube.com/watch?v=XOAFsU2kWPw&feature=related

Anfitrite disse...

Professor

Por amor de Deus resolva a porcaria desse cotonete. Estava descontraída feliz da vida a ver o Ballet, Quando aparece o estupor do gajo do rádio, que até dei um pulo na cadeira. E tinha o Murcon fachado e tinha os blogues todos fechados e todas as páginas, só tinha o Youtube aberto, mas isto é uma autêntica carraça. Qualquer dia participo deles. Eles não tem o direito depois de estar tudo fechado de terem a porcria dum esquece-me agora o nome, para ficarem sempre agarrados.
Para já o seu blogue dá sempre erro de página quando abro. Não sei o que é que fez prái. A caixa dos comentários também não está formatada.
Olá eu sou o mc31 e estou aqui no cotonete.
O raio que os parta.

Caidê disse...

UUUUUUUPPPPPPSSSSSSSSS!
Só um recadinho para os sensíveis :)))

http://www.youtube.com/watch?v=7Jd3I9-9hjw&feature=related

andorinha disse...

Anfy,

Looool
Não te irrites tanto, faz-te mal:)

Obrigada pelo bailado. Estou a apreciar neste preciso momento.

andorinha disse...

http://www.publico.pt/Mundo/uniao-entre-tres-pessoas-foi-oficializada-no-brasil-1560786

Duas mulheres e um homem que viviam juntos na mesma casa há três anos formalizaram a sua união civil num cartório do estado de São Paulo, no Brasil. A notária defendeu o direito a reconhecer as três pessoas como uma família.

Eu, se fosse notária, também o teria feito...

Fiquem bem.

bea disse...

ÍMPIO AO PODER!!!JÁ!

saltando a alínea 1 que me parece redundante :) subscrevo as duas seguintes. veementemente.

O problema é como chegar a poder modificar a Constituição da República. Não me parece que fossem essas as modificações a propor pelos governos que já passaram e menos pelo atual. Quem a tal se proponha contrate uma produtora porque os obstáculos vão ser tantos como naquelas ficções em que muitos procuram um tesouro escondido mas só um com boa intenção. Portanto, há ainda este problema por resolver :) mas acredito em ti; és o homem mais persistente que conheço (ok, não te conheço) e tens caraterísticas para.

Vou ler o resto. Bom Dia!!!

bea disse...

Anphy

não quer falar comigo? fala duas horas, eu escuto, não paga. Que tal? o seu conceito de senhora de bem é que, enfim. temos de saber o que é isso.

Mas essa senhora de bem é estranha, quem ajuda de coração, não se perde com questões egoístas, nem precisa de pessoas, de bem ou assim assim, para nada; guia-se por si. Isto me parece primário.

quanto a ajudar os outros para não pensar na sua vida.
Por que carga de água isso pode ser um mal? pensar só em nós é muito curtinho, miudo, palerma. E às vezes a nossa vida é mesmo um lago estagnado, melhor não pensar muito. Porque tudo tem de haver e também os lagos são belos; há espécies que proliferam em águas estagnadas (só estou a pensar em mosquitos que detesto, mas deve haver outras), os lagos têm muita vida dentro.
E nunca serão rios.

Christophe não faz o meu género, mas a Menina pode gostar, quem sabe. Andei cuscando Giselle que não conhecia. Encanto daqueles braços que terminam em mãos e nenhum me parece quem é, mas antes lamentos, penas profundas, desejos inconcretizados que se evolam. Toda a gente inveja as pernas das bailarinas. Amo-lhes o completo dos braços, porque nada nelas é tão gesto.

Obrigada Anphy, eu nem sabia bem o que é um pas de deux :) escrevo coisas que não sei e é bom ver que, no mundo dos factos, correspondem mais ou menos.

Tenha um bom dia. E um sol. Sempre um sol a alegrá-la.

bea disse...

Anphy

não oiço o cotonete! não sei porquê, dantes, mal abria o blogue aí vinha ele. até tenho boa opinião.

Caidê
gosto dos Scorpions, obrigada. Estão certos, ainda que nem sempre a mente os siga. Se estamos vivos, há futuro :)
biépi. Um dia Bom.

bea disse...

Não sei se seria tão pusilânime, andorinha.

A Menina da Lua disse...

Anfi

Pronto está esclarecido o mistério...realmente tenho a mesma cara nas fotografias...C'est moi! como dizia o anúncio do perfume Lou Lou!:)

Santorini é linda de morrer sim! Lembro-me que uma vez me sentei no cimo da ilha, vislumbrando em frente o vulcão envolto entre o céu e aquele mar imenso azul e prata. De repente, o embate da beleza e a emoção foi tal que senti que os deuses só podem morar ali...Lindo!:)
Aqui deixo um pequeno apontamento turístico:)

http://www.youtube.com/watch?v=_B9dWUPmGEg

Ímpio

Penso que para alem dessas, existem outras questões/ interrogações que nos devem igualmente assistir e que passam por soluções bem mais profundas, a uma escala não apenas nacional mas que são de muito difícil resolução... Como por exemplo alteração profunda de mentalidades, orientadas por ideias e espiritualidades que possam levar a novos paradigmas da existência da humanidade e a uma melhor consciência dos equilíbrios ecológicos universais dos quais tambem fazemos parte...
Enfim! coisa pouca!...:)

Carlos Alves disse...

“Make your interactions with people transformational,
not just transactional.”
~ Patti Smith

A Menina da Lua disse...


Já agora para quem quiser reflectir sobre estas questões, deixo-vos a referência do último livro do José Mattoso que acabou de ser publicado este ano:

"Levantar O Céu - Os Labirintos da Sabedoria"

Trata-se duma interessantíssima reflecção sobre temas cujos textos foram escritos em resposta às várias solicitações que o autor tem tido ao longo de vários anos. Uns são mais cívicos: O Poder judicial, Desenvolvimento de Cidadania, A Morte das Utopias etc., outros mais espirituais:"A Nuvem do Não Saber"Contemplação e Acção ontem e Hoje, Sabedoria e Fraternidade, etc. Uns recorrem à História, outros a princípios intemporais de sabedoria...

andorinha disse...

Bea,

A esta hora da madrugada:) não sei o que é pusilânime...
A mania de usarem palavras caras...:))))

Vou...fiquem bem:)

Anfitrite disse...

Bea,

uma pessoa de bem é uma pessoa que nao é charlatona só para viver à custa dos outros, É uma conselheira que sabe escutar sem criticar, que sabe orientar, porque tem muitos conhecimentos e muito experiência de vida e boa formação. Eu esrive duas horas, mas só paguei uma. Surgiu-me esta luz poeque já conhecia a senhora, mas nada no aspecto particular, Sei apenas umas coisas por alto. Mas como precisa de viver, e como se preparou para isso, tem de ganhar a vuda. Não conheço ninguém amiga ou não com quem a quem eu pudesse pedir ajuda imaterial, desabafar, dar-me umas dicas e não me criticar. É que eu estou só n mundo.

E sabe porque é que lhe avariou o computador? Foi porque eu lhe roguei uma praga prque está em falta para comigo e o mesmo avariou-se por graça divina porque não deve estar a escrever. PERCEBEU?!

Então VC não conhecia o GISELLE, ainda por cima dançado pelos melhores bailarinos do mundo. Só tivemos mais a Ulanova, o Nuriev e o Jorge Donn.
A bea às vezes faz-se de inocente mas não é. Pas de deux toda a vida foi suposto ser a altura do bailado em que os dois bailarinos se evidenciam dos outros.
Eu por acaso tive a sorte de ver o Giselle no S. Carlos, mas tinha uma coreografia mais rústica, que afinal é a origem do da história deste bailado.

Instrua-se e veja tudo porque vale mesmo a pena:

http://blogln.ning.com/profiles/blogs/centenario-de-galina-ulanova

http://www.cursodehistoriadaarte.com.br/lopreto/index.php/arte-danca-rudolf-nureyev-1938-1993/

http://ideias-soltas.net/seccao/artes/danca/jorge-donn/

Há mais uns quantos(poucos), mas fico por aqui.



Fiquem bem que eu hoje vou ao teste mor- o Neurologista, mostrar os exames e não só.

Anfitrite disse...

Bea,

Esqueci-me de dizer que eu nã desgosto do cotonete, mas não é com carraça, agarrada às outras músicas. Não é nada agradável estar a ouvir um bailado com um rock atrás. Pode dizer: desligue ou pare. Eu vou lá para parar, só que como tenho de mudar de página ele aparece logo outra vez. Agora estou a ouvir um um violino com uma batucada. PORRA!

Pedro Barbosa disse...

Anfitrite!

Obrigada pelo LBV! Invejo o seu Vintage.

(http://www.water-inside.com)

"Sirva-se"

A Menina da Lua disse...

Anfitrite

Desculpe esqueci-me de lhe agradecer as suas musiquinhas.:)
Claro que gostei muito da Giselle que é o clássico dos clássicos do ballet e neste caso com a fina flor da bailação...
Quanto ao Cristophe sou franca e tal como a Bea , não é dos meus preferidos...

Obrigada! e que o resultado dos exames sejam animadores:)

Caidê disse...

Professor
Vem lá a reivindicação :)))!
Um post de véspera de janta, pleeeeeeeeeeeease! :)))
Com varanda!

Anfitrite disse...

Menina da lua


Peço desculpe, eu sei que o Cristophe não é das suas preferências, mas todas as que eu tinha já tinham sido enviadas e como não tinha tempo, acho que não faz mal lembrar bons tempos.

Quanto ao bailado, ele foi enviado com segundas intenções, apelando à sua argúcia e não se fala mais nisso.

Agora vai esta em francês para descontrair e rever uns lugares que deve conhecer.

http://www.youtube.com/watch?v=Lle_GA1cg20&feature=player_embedded


Caidê,

Sinto-me daltónica à espera duma explicação.


E eis que descobri uma cantada por uma verdadeira francesa:


http://www.youtube.com/watch?v=dRNA2j2_I7E&feature=related



http://www.youtube.com/watch?v=dRNA2j2_I7E&feature=related


Fiquem bem, divirtam-se, boas viagens e bons sonhos.

Anfitrite disse...

Pedro,

Obrigada pela oferta. Hoje fiquei bem disposta.

E espanta-me como é que há pessoas que não conhecem a planta que dá sorte e que por isso está em vias de extinção mas eu já tenho um viveiro enorme.

Boa noite:)

Caidê disse...

Carlos Alves
Gostei bastante da sua citação de Patti Smith. De facto, movemo-nos em climas por vezes cruamente transacionais!...Saudades do comerciozinho de vizinhança, por exemplo!...

Anphy
Então parece que já tenho companhia para ir assistir a um bailado de gabarito :)))!
Estive a ler os posts.
Como precisamos de arte para os olhos, para os sentidos !... Vir cheio de beleza dentro apazigua tanta derrota dada pela vida!...

Andorinha
Fui ali para pensar, mas o tema que propuseste não é fácil.
Há muitos, muitos anos, para mais de 30 anos, vivia no meu bairro um homem que tinha duas famílias - duas mulheres e filhos de cada uma e duas casas. Quanto a negócios, as mulheres e os filhos (consoante iam crescendo) iam trabalhando juntos alternadamente no negócio onde faziam falta. E tudo parecia pacífico entre todos!...
Pois não se lembraram de pedir a oficialização ...

Nessa situação como noutras ocorre-me que cada um sabe de si e se entre si há consensualidade e não há interferência com os direitos de ninguém não sou eu que meto o bedelho.

No entanto, antes de aplaudir ou contestar a legalização de "Uniões Poliafetivas" , creio que importa repensar o conceito de família.

E isso para o bem comum e para o direito de todos.

Professor
Perdoe as brincadeiras, tá?
Às vezes é mais forte que eu e tenho de dizer ou fazer disparates para descomprimir.

Hoje não tenho inspiração para uma musiquinha - só me apetece ouvir as que já tenho posto. Lá vou eu para o David Garrett, Scorpions, ...and so on. :)))

Durmam bem e acordem fresquinhos!

Anfitrite disse...

Vale a pena informarem-se.

http://www.ionline.pt/dinheiro/oito-gestores-publicos-salario-identico-ao-primeiro-ministro

Há uns anos atrás, quando tinham muito trabalho a responsável do Instituto do FS Europeu, recebia o ordnado dum director geral. Agora que não têm trabalho nenhum, recebe mais que um Primeiro- minitro. Não me refiro a este que não merece um chavo. Antes deveria indemnizar-nos.

Quase todas as notícias da aba deste endereço são interessantes, em especial aquela sobre o "Setembro Negro", que mostra o que é a verdadeira Alemanha.

Carlos Alves disse...

Gente,

Adeus!!!:(

Felicidades para todos vós...

Caidê disse...

Anphy
Puxa!...
O franguinho assado do jantar parecia vindo das Índias - picante até fazer chorar (por mais!)- mas a tacinha de vinho tinto juro que estava meia vazia. Então, agora, explique-me porque vi eu duas Mireille e deux "ciel de Paris"? E nem me refiro ao link de cima, que só quero o que é para mim...

E também tem de me explicar várias coisas e por alíneas:
a) O que é que eu não expliquei para a ter posto daltónica?
b) Diga-me se acertou com o Neurologista, pois tenho de encontrar um e como sabe gosto de gente com requisitos. Quanto a Ginecologista (sei que me ia aconselhar) não adiante, pois já acertei com o meu. No entanto, fica desde já combinado, que ao próximo Psi não vou sem me aconselhar consigo :))). Com tanto vento na popa que vai esta crise não se admire, se a ADSE tiver, qualquer dia sou mais uma "indecente docente" a precisar de divã. Bom...mas Psicanálise também já não deve ser precisa - quando acabassem as sessões já estaria na aposentadoria e os problemas teriam cambiado (para pior não! Já basta assim!).

Quanto aos gestores públicos, já tinha andado pela notícia. Tanto é que estou inscrita na Universidade para reconversão de carreira profissional. Primeiro, porque estou necessitada de carro de luxo para não me cair a matrícula só por ir até ao Porto. Depois, porque estou carente de abastança: é que já ninguém vive com 5.000 euros mensais, menina. Desengane-se. :)))

Olhe, agora vou mesmo para o meu divãzinho. Mas como sou sua amiga não a deixo só.
Et vive la France!
http://www.youtube.com/watch?v=7pS95p7rSdU&feature=related

andorinha disse...


Caidê,

"...creio que importa repensar o conceito de família."

Sim, já não há "a" família, mas sim famílias...

Dorme bem para acordares fresquinha:)
See you...:)

bea disse...

Boa noite a todos

como amanhã vão para a borga vou ficar a espreitar o que por aqui foram deixando.

advirtam-se.

Impio Blasfemo disse...

Bea

O raciocínio é simples. Têm de existir contrapoderes. Um Presidente da República e um Governo, os dois da mesma cor, dificilmente um é contrapoder do outro. Daí que o Tribunal Constitucional deve ser um órgão pró-activo que independentemente da vontade ou dúvida do Presidente da República fiscaliza a constitucionalidade das leis que vão sendo publicadas. E fiscalizar apenas sem lhe dar poder para que a lei ou acto governativo por ele julgados inconstitucionais não sejam promulgados, equivale a dizer que este Tribunal é meramente consultivo e, consequentemente, retirar-lhe poder. Daí que em vez de diminuir os poderes do Tribunal Constitucional, julgo que devemos alargá-los e pôr este Tribunal, em matéria de legislação, com igual poder do Presidente da República e não com mero poder consultivo, a pedido do Presidente da República.
O outro princípio diz respeito à acção do Tribunal de Contas. A sua acção deve-se estender à priori e à posteriori. Todos os actos governativos devem estar sujeitos à aprovação do Tribunal de Contas. E isto porquê? Porque a Assembleia da República (AR) não tem capacidade para, em tempo útil, verifica,r ou se quisermos auditar, a actuação dos governos. Há assim uma espécie de “presunção da boa-fé dos seus actos praticados por um Governo” e essa presunção tem demonstrado, pela via dos factos, que não tem dado bom resultado. A solução, na minha opinião, passa por reforçar os poderes fiscalizadores do Tribunal de Contas e obrigar que os actos legislativos, para serem executados tenham de obedecer à aprovação deste Tribunal, penalizando criminalmente e civilmente o Governo quer a nível colectivo quer a nível individual, de actuação dolosa sobre esta regra, caso ela se verifique.

Menina da Lua

A consciencialização cívica é um estado superior de inteligência de um País e nesse estado, provavelmente nem leis eram necessárias, pois tudo se resolveria por mero bom senso e respeito pelo próximo. Infelizmente estamos, como país, muito longe deste metaestado. Aliás, tenho amigos meus que têm frases simples como esta “quanto maior for o volume de legislação sobre um dado assunto, pior o estado de evolução do país”. É por isso que se compararmos, por exemplo, o código do IRC português e o da Suécia verificamos que este “princípio” enunciado pelos meus amigos é “verdadeiro” dado que o código de IRC sueco, em volume, parecer um anexo do código de IRC português. Dei este exemplo e poderia dar outros.
O meu pai, tinha uma outra expressão que dizia:- “se queres ver o estádio de civilização de um país olha como os seus cidadãos tratam os animais”. De facto, já há muitos anos que os esquilos comem á mão dos ingleses nos parques ingleses e em Portugal, só recentemente os pardais aparecem a debicar os nossos bolos de arroz nas esplanadas; antes eram caçados á fisgada ou a tiro de pressão de ar pois passarinhos fritos era uma delícia e havia muita fome nas aldeias, donde o ditado alentejano de “mexe, logo come-se…”.


E por aqui fico, e não, não tenho nenhuma ambição de poder, apenas não me demito de olhar para o meu país e de arriscar dar uma opinião, por mais disparatada que possa parecer à partida.

Abraços
Ímpio

bea disse...

Ímpio

obrigada pelo esclarecimento adicional. A minha opinião mantém-se. É verdade que nem toda a gente que bem opina ou tem ideias claras acerca do que fazer, tem objetivos políticos; mas também o é, que deixar mandar quem não tem ideias ou as tem menos boas, não aproveitando os melhores, é muito perigoso. E, se todos os homens de boa vontade e mente clara repudiarem tais funções, só fica quem não presta. E mais a sua arte malabarística.

Se bem que colocar em prática a tua proposta exigia uma revolução.

Saudações matinais à nação murcónica; que saudade do Thora, um beijinho a ele se ele no jantar.

Bom Dia a todos. decerto que as meninas já se encontraram e andaram a noite a acertar conversas atrasadas. Agora dormem o sono dos justos

bea disse...

Anphy

é lá, é lá, é lá. Faço de inocente mas não sou? pois não, às vezes sou só parva.
"pas de deux" para mim e sem consultas a lado nenhum, nem visões de ballet, nada, só pelo bonito da palavra que me aparece: dois bailarinos ou quem seja a dançarem juntos (o plié também é sugestivo mas não sabia o que era).

Ontem vi tudo o resto que existe no google e no youtube sobre Giselle :)e mais umas coisitas que me interessaram.

o pc talvez tenha avariado bem, sim; a tendinite não gosta de escritas, a pele do braço parece uma rede de fios elétricos sem a proteção plástica; faísca ao mínimo toque.ok vou pensar no seu problema:)