quinta-feira, outubro 17, 2013

Ageing on the road.

Maria,
Fazer anos não no tempo dos relógios, mas no espaço dos afectos, disperso por este Portugal - brando nos costumes, cinzento no humor, vingativo na governação. E assim repetir o jantar dos Machado Vaz por aldeias sem fim, os roadies armando o restaurante e o sorriso do senhor Manuel dia após dia, até eu ser um honesto idoso de 65 e com tímida falta de vergonha pedir outra voltinha aos meus rapazes e mais uma opulenta costeleta para os netos. Tricotar conversa de treta que não me distraia do essencial - vê-los ao meu redor. E em prece silenciosa de agnóstico pedir que a tua sms, como sempre, seja certeira - "um óptimo jantar para todos, à sombra da asa do patriarca".
Que aspira ainda a proteger os seus, mas se limita a invejar voos alheios desde que partiste.
GMDT.

262 comentários:

1 – 200 de 262   Mais recente›   Mais recente»
João Pedro Barbosa disse...

Quem tem amigos
Tem tudo
Quem não tem
Habita apenas um lugar

bea disse...

"ageing". Tão bonito e verdadeiro. Estamos todos na estrada, senhor professor.

E oxalá os seus desejos se cumpram no ano que hoje inicia - ontem não valeu, foi o dia zero. E que haja uma Maria sempre para que saibamos o que anda fazendo:) ainda que não sejamos de bisbilhotice. É bem querer.

Um abraço. E força para mais este ano. Se a coragem falhe alguma vez, vem aqui e nós damos uma mãozinha, um ombro...ou lemos apenas.

Ah! E cuidado, ham? não confundir 64 com 46! Não mesmo.

Depois não se queixe de "Ui tanta dor, não posso levantar os braços, doem-me as plantas dos pés (nome mais bonito, a gente imagina logo que há-de haver folhas por todo o lado, uma flor a despontar rente à unha do dedo mínimo; é só uma calosidade? ora, não interessa), os Joelhos feitos parvos, constantes no "estou aqui", a anca a atirar-se para a perna quando as duas uma vida e nada de invasões de campo, o pescoço a exigir que a vida toda em frente como se os lados um mal. E por aí. Sem falar dos interiores que fiam mais fino. E portanto. Cuidadinho. Que o queremos muitos anos. Entenda-se.
Cabou.

andorinha disse...

Bom dia:)

Só vinha tomar um café e dizer um "Olá" à malta...

Mas a Bea escreveu palavras tão lindas que não as posso deixar passar em claro.


"E que haja uma Maria sempre para que saibamos o que anda fazendo:) ainda que não sejamos de bisbilhotice. É bem querer.":)

"Um abraço. E força para mais este ano. Se a coragem falhe alguma vez, vem aqui e nós damos uma mãozinha, um ombro...ou lemos apenas."

Subscrevo.

Não te importas pois não, Bea?
Chegas sempre antes, poupas-me trabalho:) lol

Agora vou...

andorinha disse...

Pedro:)

Lindo e verdadeiro o que escreveste!
Gostei:)

Do post nada a dizer, é um dos "tais".
A sensibilidade, a ternura, o amor, a amizade, a cumplicidade...está lá tudo...:)

Agora vou mesmo...
Inté.

João Pedro Barbosa disse...

Afinal? O professor! Gosta muito de si.

bea disse...

Andorinha,

como é que tu fazes esse itálico que eu não consigo? Bolas. Essa letra é mais bonitinha. Mas não me resulta.

João Pedro Barbosa disse...

Não há "_" para duvidas!

bea disse...

tché!João Pedro :), até parece. Como se eu me importasse de nunca escrever em itálico.

João Pedro Barbosa disse...

Bea!

Há pessoas que aprenderam a escrever em itálico? Depois de deixarem duas linhas, passaram por maiúsculas.

bea disse...

Fiquemos assim. Cada um escreve como sabe, tá? Tens razão, não há "-" para dúvidas.

inté

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite,

QUEM TEM AVÓS
TEM TUDO
QUEM NÃO TEM AVÓS
CALA-SE

Cê_Tê ;) disse...

É tão primitivo comparar idades!!!!!!!!!!! O Tempo que cada um tem deveria ser medido em n-dimensões e aí cada um poderia ter duas idades uma projetada na escala de décadas, anos, meses,....horas... para quem se está a borrifar para o que faz de cada um gente e outra no Universo feito de obras, afectos, memórias,... e não sei o que mais.
Os seus post fazem pensar, professor!;)mas o que a Bea escreveu!!!! Bem lindo!!!!... há formas bonitas de falar dos ais ;)


[ Para ti que mereces ;*



FONTE: http://www2.explorando.com.br/dev/colocar-negrito-e-italico.php ]



Sei que é um vício passar por aqui mas julgo que não deve ser dos piores .... ;P


bjnhs

Cê_Tê ;) disse...

É tão primitivo comparar idades!!!!!!!!!!! O Tempo que cada um tem deveria ser medido em n-dimensões e aí cada um poderia ter duas idades uma projetada na escala de décadas, anos, meses,....horas... para quem se está a borrifar para o que faz de cada um gente e outra no Universo feito de obras, afectos, memórias,... e não sei o que mais.
Os seus post fazem pensar, professor!;)mas o que a Bea escreveu!!!! Bem lindo!!!!... há formas bonitas de falar dos ais ;)


[ Para ti que mereces ;*



FONTE: http://www2.explorando.com.br/dev/colocar-negrito-e-italico.php ]



Sei que é um vício passar por aqui mas julgo que não deve ser dos piores .... ;P


bjnhs

Cê_Tê ;) disse...

(Bea,o site ensina a fazer o que queres. O "Para ti que mereces" dizia respeito a ti pelas coisas lindas que tens escrito também ;) )

andorinha disse...

Cêtê,

Alguém te perguntou alguma coisa?
Ai, ai...:))))

Bea,

Sempre foste ontem? Valeu a pena?

João Pedro Barbosa disse...

Está on-line! Mas não está a mão de semear? ONS alerta para a poluição ambiental como um dos factores de maior rico para o cancro do pulmão.

andorinha disse...


Que dizer perante isto?

http://www.publico.pt/mundo/noticia/ha-30-milhoes-de-escravos-no-mundo-1609455

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha?

31! Não me excluo da elite.

Impio Blasfemo disse...

ANDORINHA

Para troca da escravatura

http://www.sombom.com.br/charlie-brown-jr/musica/confisco.htm

Charlie Brown Jr.

Compositor: Chorão / Marcão

"Dez horas da manhã, a campainha tocou
O oficial de justiça logo ele avistou
"Eu tenho aqui uma intimação,
o Sr. saia daqui!
Mas antes eu vou confiscar o que tiver aqui.
Eu quero essa TV, eu quero o som e
Isso aqui, e o que mais você tiver,
Hoje vou até dormir aqui.
Tu não me enrola não! Tu faz orgia aqui!
Tenho até pena de você,
Tu tem três horas pra sair!"
"Eu tô aqui pra te mostrar
o dia D, o dia D, o dia D, o dia D
Eu confisco! Eu confisco!
Esse é o meu trabalho, Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu sou da lei seu trouxa, eu confisco!"
Eu vou pra onde? Pra onde eu devo ir?
Monumentos com um cheiro que ninguém agüenta
Multidão de solitários que a cidade alimenta.
Dez horas da manhã, a campainha tocou
O oficial de justiça logo ele avistou
"Eu tenho aqui uma intimação,
o Sr. saia daqui!
Mas antes eu vou confiscar o que tiver aqui.
Eu quero essa TV, eu quero o som e
Isso aqui, e o que mais você tiver,
Hoje vou até dormir aqui.
Tu não me enrola não! Tu faz orgia aqui!
Tô até com pena de você,
Tu tem três horas pra sair!"
Eu confisco! Eu confisco!
Esse é o meu trabalho, Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu sou da lei seu trouxa, eu confisco!"
Eu tô aqui pra te mostrar
o dia D, o dia D, o dia D, o dia D!
Eu confisco! Eu confisco!
Esse é o meu trabalho, Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu sou da lei, seu trouxa, Eu confisco!
Eu vou pra onde? Pra onde eu devo ir?
Monumentos com um cheiro que ninguém agüenta
Multidão de solitários que a cidade alimenta
Eu vou pra onde? Pra onde eu devo ir?
Monumentos com um cheiro que ninguém agüenta
Multidão de solitários que a cidade alimenta
Eu tô aqui pra te mostrar
o dia D, o dia D, o dia D, o dia D!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!!
Já era..."

Abração
IMPIO

bea disse...

Andorinha
Acerca da notícia: tenho vergonha de existir num mundo que explora crianças e lhes rouba a vida a que têm direito. Desiludem-me estas assimetrias. Que perseveram porque os homens as criam e alimentam. Não são acontecimentos. É isso que dói.

Sim, fui; mas não queres que te conte, lembras-te? Pareceu-me muito mediano.
Cê_Tê
Obrigada, pode que consiga aprender. Não hoje, já estou imprópria para consumo.
Hummm…não é nada de mais. É natural e mesmo muito pouco. Mas ainda bem que gostaste. Ganhámos as duas.
Abraço todos que as ideias já se me se fatigam e estão a encostar ali naquele cantinho. Fiquem bem.

João Pedro Barbosa disse...

A dividir é que se aprende! Somar é fácil. Multiplicar e subtrair só para alguns?

João Pedro Barbosa disse...

Prefiro pessoas
De palavra
Que conversas
De café

Anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Pedro Barbosa disse...

Como se diz por aí! Há muito pano para mangas. Ageing?

João Pedro Barbosa disse...

" http://www.pinterest.com/pin/233272455672331507/ "

Depois da Rua Mártires da Liberdade
Conseguimos ver as estátuas Dos Soldados Desconhecidos
Hoje vou atravessar umas pontes
Talvez em alguma delas se possa ler Terroristas da Palavra

Bartolomeu disse...

http://www.youtube.com/watch?v=1TD_pSeNelU
And Mary... d'ont forget... you'r always on his mind...
http://www.youtube.com/watch?v=R7f189Z0v0Y

Cê_Tê ;) disse...

;))) Afinal a "idade" de cada um poderia ser determinado pela quantidade de balões, pelas suas cores, formas,...;P

E assim já sei porque passo por aqui... venho apanhar e deixar balões ;D

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=47PKQEhIBeo

[Synopsis : Un film qui raconte l'histoire de la vie, de rencontres, de souvenirs ... A film about our life, the people we meet, the memories we make ... Duré...]

bea disse...

É isso, Cê-Tê. Andamos a apanhar balões. Às vezes de oxigénio, para respirarmos melhor. Obrigada pelos que deixas. Tomas os que quiseres, que o professor é perdulário e tem sempre a porta aberta. Mesmo se não parece, a gente empurra e, olha, só encostada. E isto conheces melhor que eu.

Sim. Penso que se chama duração. O que duramos no tempo que não passa. Ou passará tão devagar que tivemos de inventar a medida da nossa finitude - os relógios e seus ínfimos espaços do tempo a fazer-se nada. E tanto nos movem essas dispiciendas partículas no infinito que o tempo é! Se penso nisso, entra-me uma gratidão de existir e ser mili-mili-milimétrica peça, que, algures, encaixou na infinitude temporal.

E é FDS:))

Que o sábado vos encontre a todos a preguiçar, de saúde, no aconchego de um lugar. E se não for isto...que seja melhor.

até mais que tenho de ir ali.

Maria Virgínia disse...

afectuosamente, bOM dia!
ah, e Alegria! <3

bea disse...

Maria Virgínia, e >3? Quatro. por exemplo

Bora ir alegrar-se!!! Já venho. Mais alegrinha que gosto de chuva quando. Prontos.

andorinha disse...

Impio,

Somos confiscados todos os dias...
Isto para não usar outro verbo mais "rasca".
Mas é fds, quero aligeirar a cuca:)


"Tomas os que quiseres, que o professor é perdulário e tem sempre a porta aberta. Mesmo se não parece, a gente empurra e, olha, só encostada."

Loooooooooooool

Concordo, Bea. Mas não considero perdulário, mas sim hospitaleiro. A qualquer hora nos podemos juntar aqui a tagarelar.
Não conheço mais nenhum "café" assim, honra lhe seja feita:)

Num gosto de chuba...:(

Agora também vou ali...
Inté:)

andorinha disse...

Boltei...:)

Não percam O Amor é...de hoje.
Uma ternura! Sobretudo para quem gosta de animais.
E vejam o video, também. É comovente!

andorinha disse...



http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-cadela-himalaya-e-o-menino-hernan-que-tem-sindrome-de-down/

João Pedro Barbosa disse...

Bartolomeu!

2 de Janeiro?

E levo 33 maças e uma caixinha de 12.

bea disse...

Andorinha:))

Que queridinha, tu. A deixares-nos um vídeo...já o conhecia. E foi num blogue que o vi. É uma ternurinha! já o disse noutro lado, eles são velhos amigos, não é um primeiro contacto. E a cadela entende o garoto que, segundo consta, não gosta muito de contactos físicos. Mas ela é de uma insistência tocantemente amorosa.

O modo como os cães gostam de nós e nos olham só existe neles. É único.

bea disse...

João Pedro:)

oh, desculpa se interrompi.

Anfitrite disse...

O alerta de Hannah Arendt
por VIRIATO SOROMENHO-MARQUES

In DN 17.10.2013


Ver o filme de Margarethe von Trotta sobre Hannah Arendt (1906-1975) é uma medida de saúde pública. Por três razões. Primeira, conhecer Arendt é recuperar alguma esperança na Humanidade. O seu pensamento combina inteligência, lucidez e coragem em estados quimicamente puros. Arendt pertencia à elite espiritual judaica que Hitler e os seus arianos ébrios conseguiram exterminar, ou expulsar definitivamente da Europa. E a falta que fazem os pensadores judeus nesta crise europeia, tornada ingovernável pela incompetência dos políticos venais e dos pequenos e médios intelectuais que os aconselham! Segunda, Arendt viveu com o seu marido em Lisboa, entre janeiro e maio de 1941, fugindo às hordas nazis. Morou na Rua da Sociedade Farmacêutica, n.º 6. Frequentou a pastelaria Suíça. Pouco antes da sua morte, na correspondência particular, mostrava-se preocupada com o futuro de Portugal, e com os discursos incendiários de um tal Otelo... Terceira, neste jogo de sombras em que vivemos, o pensamento de Arendt ilumina o que é essencial. Hoje, o poder político, seja totalitário seja "democrático", tende a ser corrompido com uma nova forma de mentira: a mentira organizada, que faz da crença facto, e transforma este em mera opinião. De Gaulle acreditava que a França era um dos vencedores da II Guerra Mundial. Adenauer acreditava que o povo alemão era uma das vítimas do nazismo. Hoje, Merkel acredita que a aus-teridade é o melhor caminho para a Europa. O pro-blema é que, sem verdade factual, os povos são como navios destinados ao naufrágio. A verdade é o chão que pisamos, diz Arendt. Sem ela, o que se abre é o abismo. A tragédia portuguesa, de um povo governado por quem não distingue os factos das ficções, é a expressão radical de que o alerta de Arendt é para levar a sério.


Depois leiam este anterior:

http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=3479403

Já que é fim de semana têm tempo para pensar e para chegarem à conclusão que eu nunca me engano e, raramente tenho dúvidas. Só vocês me trazem aqui, para além de mim, porque as ilusões que eu tinha desapareceram.

andorinha disse...

Bea,

Eu também já conhecia, mas não me canso de ver. É uma ternurinha, mesmo.
Nem te sei explicar como fico...enternecida a olhar.

Só existe neles, sim.


Muito boa a conversa de hoje do Júlio no Porto Canal. OE em debate. A análise lúcida de quem sabe o que o seu semelhante sente na pele. A crítica da hipocrisia, do cinismo, da total falta de sensibilidade daquela gente.
Aconselho vivamente. Quem não viu, veja:)


Anfy,

Vou ver o filme, como já disse.

Li o outro, também.

"...a Europa do diretório e da burocracia de Bruxelas confiscou a soberania das nações numa monstruosa "consolidação de Estados", sem alma nem legitimidade. A proposta orçamental só é do Governo no plano formal.
As vozes do Parlamento serão mudas. Será o silêncio da cidadania usurpada. Dos súbditos de uma tirania sem rosto em que nos deixámos transformar."


Leio estas coisas e descreio ainda mais de tudo...:(

"Só vocês me trazem aqui, para além de mim..."

E daqui não sais:))))
E não estamos todos aqui por causa uns dos outros? Pelos laços que se criaram?

Tens o fds para pensar:))))))))))))))

John Denver - Annie's song

www.youtube.com/watch?v=C21G2OkHEYo

Fiquem bem:)

Anfitrite disse...


Bea, é favor ir abrir a caixa do correio (mail em inglês).

JP,
Gosto muito da tua aritmética!

http://www.youtube.com/watch?v=FkuflcS5fPw

Lembrei-me da Ana b. que também desapareceu daqui porque...

bea disse...

Anphy

Sobre a situação dos portugueses e o OE, o que o Viriato contextualizou com boas palavras e melhores provas é o que sabemos mas não queremos acreditar, uma espécie de certeza que empurramos por ser tão má. Não sei o que nos vai acontecer. Mas sei que metade de Portugal ainda não entendeu. E creia, Anphy, talvez estar no escuro seja melhor, porque não podemos precaver-nos. Já não somos donos de nós mesmos. Quando lemos da moderna escravatura pensamos nos outros, mas o que seremos nós, portugueses, senão uma fatia específica do mundo de escravos modernos?
Sobre Hannah Arendt tenho a mais alta opinião a partir do que li que não foi muito mas deu para entender que é uma mulher a vários níveis excepcional. Não me pareceu que o filme acompanhasse o extraordinário dos livros, ainda que mostrasse as suas qualidades. Mas por vezes sou preconceituosa e quero que os filmes me confirmem. E não é assim.
Mas o Viriato está certo. Ela mostra um clarividente discernimento na análise que faz da situação do filme( e em tantas outras que fez), a despeito de sentimentos e emoções pessoais. E é de uma coragem a toda a prova na defesa da verdade. Eu diria que vive em filosofia. Mas tudo isto é para mim mais forte nas obras que no filme:) Coisas.

bea disse...

Anphy!!!

bea disse...

Tão queridinha, a Anphy! muito obrigada. É que me esqueci de ir experimentar. Mas sem a sua explicação também não sei se conseguia:))

Obrigada.

Maria Virgínia disse...

bea,

muitos... <3


bea disse...

:)))
Maria Virgínia, Thank's.
e obrigada pela legenda

Anfitrite disse...

A quem possa interessar.

Bea,

A vida já me ensinou muita coisa.
Mas venho aqui recomendar, o programa que vi hoje, que vai repetir à 1 e tal no RTPinf. Chama-se 360º. podem gravar. E fico triste ao ouvir o prof. Bruto da Costa dizer que num inquérito feito à população prtuguesa
2/3 da mesma acha que aa POBREZA é uma doença, porque:
1 - A preguiça dos povos;

2 - A pobreza é inevitável;

3 - É inevitável porque é uma consequência do desenvolvimento económico.
Foi o que fixei por alto, mas vpo rever.
De qualquer modo parece-me melhor que continuem na escuridão, porque os que já eram miseráveis(como diz o PPereira) já sabem como se sobrevive na miséria. Os novos pobres só aprendem quando chegar a sua vez.

Por isso andy, não me venhas com a conversa balofa dos outros. Só quem passa pelas situações é que sabe o que é. E não há duas pessoas a reagirem da mesma maneira e com as mesmas armas a situações semelhantes. Portanto dispenso a solidariedade dos fala-baratos.
Fiquem bem.

http://www.youtube.com/watch?v=m4nl8uNXD6Q

http://www.youtube.com/watch?v=M9Gmmu2ligI&feature=related

João Pedro Barbosa disse...

Bea!

Onde está o problema em me interromper? Não é por isso que a exclamação passa a virgula.

Anfitrite disse...

Quem não gravou o programa tem aqui o endereço se quiser ver:

http://www.rtp.pt/play/p973/e131824/360-graus

João Pedro Barbosa disse...

Anfitite,

Como ontem, hoje está um dia bom para estar em casa! E a pergunta fez-se? Vesti-me a rigor e fiz-me ao mar, ainda dei uma cambalhota e armei-me depois a pedalar até à Praia do Canto Marinho; só me encontrava eu e o mar com uma luz muito delicada, a chuva enevoava as palas que se levantaram depois de pousar o corpo na duna(...) pensei sem querer: - Que linda fotografia que aqui se fazia! -

Bom Dia!

João Pedro Barbosa disse...

Nem a "Raiboe" com chuva e sol! Dá um ar da sua graça. Estamos todos a contar pelos dedos?

João Pedro Barbosa disse...

A manif já está marcada! Vai haver pernas para chegar até lá? Tudo em bom.

bea disse...

Vai ser uma boa manif. Podes crer.

BOM DIA!!!

e que os autocarros cheguem todos e sejam em maior número do que se espera, e muitos carros ligeiros a acompanhar. Só para irritar os ministros e o PR, dar-lhes cabo da paciência. E ser uma forma de descarrega o nosso descontentamento e a vontade que temos de ver pelas costas gente cujas medidas aumentam a dívida e o empobrecimento. Tenho medo de entender o que querem.

Espero que haja um engarrafamento gigante e que não aconteça nada de mal a quem vai protestar com toda a razão e direito.

Rain

ontem vi um arco íris, era bem suave, mas estava lá. Lembrei-me de ti:))

Um Bom Sábado para todos os portugueses. Em especial para vós e todos os que se vão deslocar a resmungar por si e pelo país inteiro. Que a oz e a vontade não lhes doam.

Um beijinho para eles. E uma mão cheia de gratidão.

Vou ali

João Pedro Barbosa disse...

Há contradições maravilhosas! Como o "Silêncio"? Da professora no Cinema Paraíso.

andorinha disse...

Bom diaaaa:)


"Por isso andy, não me venhas com a conversa balofa dos outros. Só quem passa pelas situações é que sabe o que é. E não há duas pessoas a reagirem da mesma maneira e com as mesmas armas a situações semelhantes. Portanto dispenso a solidariedade dos fala-baratos."


???????????????????

Estás a falar de quê?
Do que eu disse acima sobre a conversa do Júlio no PC?
Não posso crer!
Pode-se "sentir" o que os outros sentem. Basta que haja sensibilidade, espírito de solidariedade e bom coração, no fundo. O Júlio tem isso tudo e o que ele disse foi sentido.

Por esse prisma nem tu nem eu podemos também falar. Que eu saiba não passamos fome, temos casa, carro, net, água, luz, telefone...é pá, tanta coisa!, pensava até que tinha menos coisas:) lol

A solidariedade dos fala-baratos também dispenso. Completamente. Nisso estamos de acordo.

Mais logo vejo o programa.

Bea,

"Um beijinho para eles. E uma mão cheia de gratidão."

Deixo aqui também os meus.
Foi uma boa manif.

"A ponte é nossa", gritou Arménio Carlos. E com toda a razão.
Temos agora que aturar birrinhas de ministros...:(

E há pontes...e pontes...
Santo Deus!

Fiquem....bem...que eu vou até ali...

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha?

Aquele senhor que aqui descreve! Deve pensar que inteligente com a mania que é tolinho.

João Pedro Barbosa disse...

Agora "É" que é? A formiga no carreiro. Desviou-se e seguiu outro carreiro.

Rui Vieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anfitrite disse...

Andy:

Eu já disse que não tenho PC. Ou por outra, tenho na box da sala, mas eu não costumo fazer sala a ver TV. Estou na Net e oiço TV ao mesmo tempo. Antes, eu gravava em suporte móvel, e depois via e revia para entender bem. Agora há os plays, já não é preciso.
Mas eu também não tenho fidelidade canina. Não lambo a mão que me bate. Dantes, quando me batiam e achava injusto, fartava-me de chorar. Se achasse merecido era uma barrigada de riso.
Podes crer que podemos ter muita coisa e isso não nos impede de ser pobres. Mas com a pobreza, por deveres de ofício, e não só, eu convivi mais do que qq pessoa. E muitas vezes oiço tanta gente falar, comentar e vê-se que não fazem a mínima ideia do que estão a falar. Se pudesse interrompia-os. Tive as mãos na massa. E o pouco que tenho foi com muito sacrifício, cara lavada e sem pedir ajuda a ninguém. Cheguei a ficar sem um tostão, para medicamentos, para impedir que a uns amigos, por causa duma penhora, lhes arrestassem tudo o que tinham em casa. Mas quando precisei da ajuda deles, para ir com a minha mãe ao médico, mandaram-me ir de táxi. Tinha tanta coisa para te dizer, mas isto não é nenhum confessionário. Eu sei mais de Segurança Social do que o Dr. Vieira da Silva (ele pode saber de macro, mas eu também sei de micro), que é uma das pessoas que mais sabe e para quem eu fazia todos os Orçamentos (Administração, Acção Social, ACNUR, Luta contra a pobreza, Regimes, etc.) e respectiva memórias justificativas da zona de Lisboa e Vale do Tejo, quando ele era Sec. De Estado da SSocial. Mais do que ele só o fabuloso Dr. Fernando Maia, que foi Director-Geral da SSocial e que acabou sendo mal tratado. E, por aquilo que vi, não tenho nenhuma consideração por pessoas que fazem parte de direcções de certas Instituições. E andei por muitas, desde depósitos de idosos, mistos, deficientes mentais, deficientes motores (adultos), Centro de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian, Cerci, onde abundavam as trissomias21, outra de crianças deficientes auditivas e por aí fora. Também não disse aqui que fui convidada para ir montar o Sistema de SSocial em Cabo Verde, mas não fui por várias razões.

Gostei muito da manifestação de hoje. Mas não posso deixar de repudiar os cálculos que a RTP1 fez para saber quando custou a manifestação. Gostava mais de saber o que custou aos portugueses o tempo que gastaram, mais as despesas com os contactos que tiveram de fazer. Pqosp!

http://www.youtube.com/watch?v=pewOaY3flTs



P.S. Este pr não tem mesma vergonha. Viram a conferência de imprensa, dada pela tróica, no Continente sul-americano, quando sempre disse que nunca falava de assuntos internos, quando estava no estrangeiro?

João Pedro Barbosa disse...

Caloiros?

Só faltam 20! Para os 85.

bea disse...

Anphy!
Gosto muito das músicas que aqui deixa. Nem sempre me lembro de agradecer no escrito, mas sou-lhe grata, pode crer.

Não exagere quanto ao que conhece da pobreza. Ninguém sabe se conviveu mais do que os outros com o que quer que seja:)
Ups que hoje está brava. Cuidado consigo. E eu que venho cansadinha a lê-la depois de um dia cheio de tudo que é trabalho. Ora bolas. Desejo que seja só raiva mesmo. Que não esteja tristinha com essas lembranças de amigos da onça que não lhe valeram quando precisava. Deixe. Tem decerto outros que a gostam e ajudam se precisar.
Desconheço toda a essa gente de que fala, da segurança social sei quase nada e tenho a certeza de que era incapaz de fazer tais orçamentos e cálculos. No entanto, também sei que não daria na gestão que fizesse tanto prejuízo como aquele que nós sofremos. E pagamos de várias formas. Cambada!
A RTP que se não arme em esperta que nós é que temos de pagar tudo, até as espertezas saloias de cada abécula que lá esteja. (estou com raiva àquela corja de múmias paralíticas). E pode dizer as asneiras que não escandaliza . apesar de eu nunca ter entendido o que têm as pobres das mães a ver. Mas pronto, no tempo em que foram inventadas isso chatearia as pessoas, nestes tempos, não sei. Dantes, quando ouvia dizer isso, nem percebia que era para as mães, encontrava descabido, ninguém se chamava assim e, um bocado sem sentido, a expressão palermava-me nos ouvidos.

Um beijinho para acalmar os ânimos.

E durma bem. Sem pensar nisso. Uma mulher que pensa noutra coisa.

andorinha disse...

Anfy,

Todo esse relambório valeu por nos teres deixado o Manuel Freire:)
Bela canção e tão actual.

Não fazia ideia que a RTP1 tivesse andado a fazer cálculos para saber quanto custou a manif.
Realmente...:(


Bea,

"...quando ouvia dizer isso, nem percebia que era para as mães, encontrava descabido, ninguém se chamava assim e, um bocado sem sentido..."

Loooooooooooooooooooooool

Tu não existes:))))))

Fiquem bem.

Anfitrite disse...

Bea,

Eu até fico irritada quando tenho de fazer um insulto no género feminino. Até nisso os sacanas do sexo oposto nos suplantaram. Até se lhes chamamos cabr..., é à mulher que estamos a insultar. Não há como lhe dar a volta. Mas nós aguentamos tudo, porque fomos feitas para isso. Sabe que eu não me zango com ninguém, (posso passar a ignorá-las, se não houver nada a fazer, embora mesmo assim me custe), mas a verdade é que sinto raiva e revolta por nada poder fazer. [No outro dia pus fora do Face um amigo, de muitos anos, porque é um reaccionário desgraçado e que me estava sempre a contradizer e eu não tenho arcaboiço para lhe estar sempre a responder. No entanto, é uma pessoa porreira que continua a escrever para o meu mail, a mandar imagens lindas, a convidar-me para almoçar e eu nem lhe tenho respondido. Nada de confusões que ele até foi ao meu fatídico casamento e ele agora parece estar bem recasado].
A bea também sabe que ao escrever as palavras podem ter interpretações diferentes. Até eu que as escrevi, se as volto a ler, penso: mas era exactamente isto que eu queria dizer.
E quanto aos agradecimentos não tem que os fazer. Eu sou uma besta e não agradeço nada a ninguém. Só faço o que me apetece e quando quero. Felizarda, não é? Pois...mas a verdade é que gosto que se lembrem de mim. Ontem tive de pedir desculpa a uma pessoa, coisa que detesto, porque é sinal que reconheci que errei, porque fui um pouco desabrida com uma pessoa que não conhece a minha maneira de ser. Mas ficamos logo amigos e até me deu o telefone directo da loja(seu) para eu pedir algum esclarecimento, se precisar.

Hoje lembrei-me e cantei(acho que não desafinei muito) desta mpb, que eu conheci há muitas anos, através da novela Cabloca, que a Ruca cantava, quando se lembrava do seu amor tuberculoso. Imagine, foi onde a Glória Pires conheceu o Fábio Júnior e onde se apaixonaram, casaram e tiveram uma filha na vida real.

http://www.youtube.com/watch?v=YnzdBatsNSQ

Anfitrite disse...

Este verme já nos está a preparar para o que vai fazer. Dantes nunca falava no estrangeiro sobre problemas domésticos. Que pena que o sismo do México não os ttenha apanhado no canal do Panamá. Que me perdoem os autóctones.

http://sicnoticias.sapo.pt/economia/2013/10/20/pr-diz-que-a-fiscalizacao-da-constitucionalidade-decidida-com-base-em-avaliacao-dos-custos

João Pedro Barbosa disse...

Bea,

Precisam-se! Pessoas que pensem? Sai tão bem quando se faz sem pensar...

João Pedro Barbosa disse...

Ícones da bondade?

Chegaram as inteligências com as manias de maluquices. Sejam bem vindos!

João Pedro Barbosa disse...

Pink Floyd Story Legendado

http://www.youtube.com/watch?v=lnJ2rC6G6to&feature=em-subs_digest

João Pedro Barbosa disse...

OS AVÓS OLHAM O AMOR DOS NETOS
OS PAIS OLHAM O AMOR DOS FILHOS
OS QUE ESTÃO SÓ
OLHAM O PRÓPRIO AMOR

bea disse...

Bom Dia Pessoal:)))

Jurgen Habermas vem a Lisboa. Quem gosta e pode...que ele é já velhote, pode que não haja segunda vez

Anphy

Obrigada:) Os agradecimentos fazem-se porque nos sentimos bem a fazê-los, não lhe sei dizer se por educação, se porque nos apetece realmente, mas talvez os dois.

Também se agradece por dever, mas não dá pica; havendo apetite, é que algum laço entre nós e a outra pessoa. Cada agradecimento é um retoque a impedi-lo de deslaçar. Aprenda. Que não vivo sempre:) - brinco.

Acho que tou um bocadinho doente. Mas pode que me engane:)

A Anphy escreve, relê e pensa ter dito o que queria. Eu nem por isso. Levo o tempo a emendar tudo, acho que fico sempre aquém, que tenho vocabulário pobre, que, por vezes, sou um bocado bruta e outras o inverso, que devia saber palavras mais bonitas, agrupá-las de outras formas, mas só sei assim. Eu queria ser poeticamente assertiva. Mas ou sou poética ou assertiva, nunca a simbiose.
E a ler não sou melhor. Até porque, como diz, a interpretação pode não escamotear a ideia de quem escreveu. É um risco. Tudo é um risco.
Humm…não acho que a Anphy desafine assim tanto. Os desafinados falam a música:), não sabem como se canta. também me lembro dessa novela e do amor adolescente que passou para o outro lado. E durou o que tinha de durar (lembro-me que, então, o professor falou disso no eu programa, mas já não sei o que disse). Como quase todos os amores adolescentes. Naquela idade, com tanto empurrão de todo o lado, quem não capitulava? As ocasiões ajudam qb. Toda a gente cantava esses versinhos. Desgosto de música sertaneja. Prefiro o Manuel Freire:) (oh! Tinha escrito freira:)) Sorry, Manuel, foi sem intenção, ok?)
Quanto ao verme, estamos entendidas: é tudo números. Até nós, somos números contribuintes ou nem existimos. Talvez ainda inventem um reformicida.

Os cataclismos não querem nada com esta gente. Preferem os desprotegidos da vida. Até a natureza escolhe o que não deve. Bolas.

João Pedro

Pouco existe no homem que não se pense. Espontâneo ou consciente, o pensamento está lá. “a flor só é flor no cérebro, a cor da papoila, idem…” li isto em qualquer lado. É por isso que sabes o que fazes, vês, ouves. As nossas sensações são diferentes das dos animais. Hélas! Felizmente!

andorinha disse...

Bom dia:)))

Trouxe do outro lado porque sim...:)


A Poesia Vai Acabar

A poesia vai acabar, os poetas
vão ser colocados em lugares mais úteis.
Por exemplo, observadores de pássaros
(enquanto os pássaros não
acabarem). Esta certeza tive-a hoje ao
entrar numa repartição pública.
Um senhor míope atendia devagar
ao balcão; eu perguntei: «Que fez algum
poeta por este senhor?» E a pergunta
afligiu-me tanto por dentro e por
fora da cabeça que tive que voltar a ler
toda a poesia desde o princípio do mundo.
Uma pergunta numa cabeça.
— Como uma coroa de espinhos:
estão todos a ver onde o autor quer chegar? —

Manuel António Pina, in "Ainda não é o Fim nem o Princípio do Mundo. Calma é Apenas um Pouco Tarde"



Anfy,


"Eu sou uma besta e não agradeço nada a ninguém."

Tu dizes cada coisa, mulher!
Tu tens uma grande sensibilidade que por vezes tentas camuflar, só isso:)))



Bea,

"Eu nem por isso. Levo o tempo a emendar tudo, acho que fico sempre aquém, que tenho vocabulário pobre, que, por vezes, sou um bocado bruta e outras o inverso, que devia saber palavras mais bonitas, agrupá-las de outras formas, mas só sei assim. Eu queria ser poeticamente assertiva. Mas ou sou poética ou assertiva, nunca a simbiose."

Cruzes! que grau de exigência tão elevado.
Tu tens uma forma de escrever que me encanta e que é inimitável.
Mas referes-te ao que escreves aqui?
Lês, relês e voltas a reler?:)))
Eu escrevo tudo à primeira, tal qual estão as ideias cá dentro, que por vezes se atropelam e tenho que escrever depressinha não vá alguma fugir-me:)))
Daí a Anfy dizer que eu sou apressada. Mas em blogues, FB ou do género, só sei escrever assim.

De vermes não falo. Metem-me nojo. Os verdadeiros e os outros...:)

Jurgen Habermas confesso que não faço a mínima ideia de quem seja. Shame on me!
Logo pesquiso.

Agora vou. Fiquem...



...bem:)

Cê_Tê ;) disse...

Alguém quer pãozinho quente? ;D

João Pedro Barbosa disse...

Bea!

Aprendeste a falar a máquina? A vivo e a cores.

João Pedro Barbosa disse...

Pink Floyd - Comfortably Numb (with lyrics)

https://www.youtube.com/watch?v=y7EpSirtf_E

Anfitrite disse...

Cê-tê,

Desde que não tenha de andar muitos metros agradeço o pãozinho quente. Eu faço as compras por assentada e depois tenho de comer tudo congelado. Venha cá mais vezes, apesar de adictos todos somos poucos.

Bea,
Quer ser poeta? A Andorinha deu-lhe a resposta. Já há chinesices a mais.
Você sabe que escreve bem. Às vezes acho-a um pouco racional a mais, mas isso só lhe faz bem. Eu por falta disso sou uma vagabunda.
Eu gosto da música sertaneja, como gosto de contry music, tem muito a ver com as pessoas.

http://www.youtube.com/watch?v=jvOzNOL0w1A&list=PLB9818A74DD3D5DA1

http://www.youtube.com/watch?v=tPT3A1YZRos

Há muito melhores, mas eu fiz questão de pôr este último, porque era cantada pela própria e fazia parte da banda sonora dum filme com a Susane Sarandon, empregada de mesa (mas é casada, na vida real, com um homem que também é um grande realizador), e um menino rico, chamado James Spader, neste filme muito interessante, com músicas fabulosas, além do mais.

http://www.imdb.com/title/tt0103251/

http://www.youtube.com/watch?v=cFPR5ioPgvE

Andy,
Já sabes que eu como tu, também só escrevo por impulso. Agora com as teclas ficam presas tenho de ter mais cuidado.
Shame on you Mr. President! Quem disse isto?

João Pedro

OS QUE ESTÃO SÓ
OLHAM O PRÓPRIO AMOR
. Cada vez gosto mais do que escreves. Mas ainda há os mais infelizes, que além de egoístas, nem têm amor por si.

João Pedro Barbosa disse...

Professor?

Nesta época proto-castrense! Nenhuma filiação nos impede de olhar olhos nos olhos.

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite?

Tirando o arquétipo! Consegue-se ler.

João Pedro Barbosa disse...

Está tudo compulsivo? Ou seja com pulso! Para mais uma semana útil.

bea disse...

Boa noite:)

Anphy

ainda não ouvi o que deixou. Mas hei-de.
Ser poeta? Quero não. Mas o querer não faz os poetas, Anphy:) O que eu disse é que escrevo com alguma poesia e tenho dificuldade em ser assertiva. E.

Andorinha

não, não andorinha. Não sou uma perfeccionista, o perfeccionismo cansa-me. Nem sou tão exigente. Mas é verdade que respeito muito a língua portuguesa, penso que devia escrevê-la melhor, saber mais palavras, procurá-las sem descanso e ter maior poder de síntese.E não é assim. As coisas mais engraçadas que escrevo saem de repente, o resto sou eu a enfeitar. Sim, apago sempre à segunda e à terceira e a qualquer leitura. Apago, acrescento, modifico. Aqui, menos,porque, por vezes, estou de partida, mas apago na mesma, escrevo um comment, apago tudo e saio. Mas o que nos blogues me consome o tempo é mesmo pensar no que lá está escrito. Visito-os para isso mesmo, gosto das pessoas que ali escrevem, dou-lhes atenção para poder responder.E creio que também para pensar nelas e no que dizem. E como sou lenta, não posso nem quero frequentar muitos lugares de escrita:)

C'est ça.

João Pedro

está tudo compulsivo. Sim.

João Pedro Barbosa disse...

Bea?

Com esses "smiles"! Fazia bem a programação do 70x7.

Anfitrite disse...

Como não há nada de jeito, passei pela RTPmemória e estão a dar um episódio de "Quando os lobos uivam". Afinal nós éramos mesmo bons. Têm um interpretação e uma dicção fabulosa. Bem melhor que muitas brasileiras. Só que eles tiveram uma TVGlobo e são grandes.

andorinha disse...

Tal como prometido, pesquisei.
Filósofo alemão, pareceu-me interessante o que li sobre ele.

Merkel's European failure: Germany dozes on a volcano


http://www.spiegel.de/international/germany/juergen-habermas-merkel-needs-to-confront-real-european-reform-a-915244.html

Um interessante artigo sobre a realidade europeia.
Deixo um excerto:

It's worth repeating again and again: The suboptimal conditions under which the European Monetary Union operates today are the result of a design flaw, namely that the political union was never completed. That's why pushing the problems onto the shoulders of the crisis-ridden countries with credit financing isn't the answer. The imposition of austerity policies cannot correct the existing economic imbalances in the euro zone. An assimilation of the different levels in productivity in the mid-term could only be expected from a joint, or at least closely coordinated, fiscal, economic and social policy. And if we then, in the course of countervailing policies, don't wish to completely turn into a technocracy, we must ask the public what they think about a democratic core Europe. Wolfgang Schäuble knows this. He says as much in SPIEGEL interviews, which, however, have no consequences for his political behavior.


Anfy,

Agora vou ouvir as músicas.

Quanto a pão quente, adoro. Com manteiga, ao pequeno almoço ou ao lanche sou capaz de devorar três ou quatro carcaças:)

Cê_Tê ;) disse...

;)
Pois venho dizer-vos que comi o pão todo! ;))) Quente a "esbolar" os dedos... E na clandestinidade coloquei o dedo em foice e desventrei-os roubando-lhes os miolos que forma primeiro que o resto.


Vocês não respoderam a tempo... paciência: ;)


Boa semana para todos. ;*

João Pedro Barbosa disse...

CT,

Vim pescar o olho! Só de pensar nos dias inúteis. Boa semana?

andorinha disse...

ww.publico.pt/sociedade/noticia/cortes-estao-a-deixar-criancas-e-adultos-com-paralisia-cerebral-sem-apoios-1609619

Cortes estão a deixar crianças e adultos com paralisia cerebral sem apoios


"A paralisia cerebral não é rara, não está em vias de extinção e é altamente democrática, atinge todas as classes sociais. O que não é democrático é que mais de 30 anos de democracia não estão a chegar para lhe dar resposta”, conclui."


Que nojo de país este!

PqP quem não tem o mínimo de sensibilidade. Para onde caminhamos?

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Quem está na fonte é que sabe o que de lá sai?

Politicas, jornalismos ou prostituições. Só por interesse, vaidade ou último refugio!

João Pedro Barbosa disse...

Agora passo a história? Desculpem-me os erros! E aqui vai.

Tudo começa com pequenos defeitos que com a idade temos a facilidade de esconder e na criança são um apego de identidade!

Tinha sido uma noite de tempestade entre grandes, pequenos e uma manhã que trouxe um inúmero de sem feridos. Os grande e pequenos juntavam-se do lado de fora da tenda a pensar o que fazer naquele dia. O pirralho ainda de pijama saiu para junto deles olhou para os pés e soletrou - Eu sou chufixiente!- Bem o que eu queria era o pequeno almoço e assim foi antes de passearmos naquela manhã entre os estragos.

João Pedro Barbosa disse...

Deixo os 85 para o anfitrião!

João Pedro Barbosa disse...

TINHA QUALQUER COISA PARA DIZER MAS ESQUECI-ME

João Pedro Barbosa disse...

"Aproveite o sono para verificar a qualidade do ar puro"

http://www.pop.eu.com/news/9781/26/Poluicao-do-ar-e-a-principal-causa-de-cancro.html

João Pedro Barbosa disse...

"Love Is In The Air" {lyrics} by John Paul Young

http://www.youtube.com/watch?v=HUaIdOsJqF8

bea disse...

Boa tarde Pessoal:)

Anphy

estive a ouvir. E a ver. Já conhecia o filme. A história é pouco original, mas o cinema é também assim. E tem uma boa actriz. Além disso, nos fins de semana e dias com menos cor, é gratificante ver filmes que terminem bem, cor de rosa. A vida raramente é assim. O cinema isola determinados factores e trabalha-os como se só eles existissem. Enquanto na vida vem tudo de cambulhada e temos que nos haver com o que existe.

Como sou meia dramática prefiro aquele em que a actriz tem cancro e prepara com a nova mulher do marido (Julia Roberts) o futuro das filhas. Tem razão, também é muito irreal. Mas conheci quem agiu parecido.
Também acredito que existam homens mais novos, educados e giraços que gostem de empregadas de mesa mais velhas, desarrumadas, sem dinheiro nem grandes conhecimentos.

Mas só acredito porque no mundo há de tudo:)
não leve a mal, Anphy. O romantismo é doença que não me apoquenta.

João Pedro Barbosa disse...

Bea!

Realmente na palavra! Noventa é uma bonita idade. Não vou usar palavras de quem me está próximo e sim de um desconhecido ilustre que foi em tempo vocalista "dos" Smiths: HUMANOSEXUALIDADE?!

bea disse...

João Pedro

não obstante a falta de romantismo e reconhecendo a importância da sexualidade humana e do sexo desumano (do animal não pensante), nem tudo é do foro sexual. Esse vocalista sabia assim tanto de pessoas com 90 anos? ou só sobre HUMANOSEXUALIDADE em geral?(não entendi)

Lamento mas tenho de ir trabalhar. Variando. Pois.

João Pedro Barbosa disse...

Bea?

Pois! Problemas do forro mental.

João Pedro Barbosa disse...

Bea!

Só com 3 letrinhas fica tão triste. Deixei ali uma flor para trazer na lapela...

P.S. Agradecer para k?

João Pedro Barbosa disse...

http://water-inside.blogspot.pt/2013/10/there-is-no-solution-its-solution.html

Pedro Barbosa disse...

Anfitite?

Repara como somos sugestionados por numeros!

Pedrinho.

Pedro Barbosa disse...

http://krugman.blogs.nytimes.com/2013/10/21/maybe-economics-is-a-science-but-many-economists-are-not-scientists/?smid=tw-NytimesKrugman&seid=auto&_r=0

João Pedro Barbosa disse...

É PUBLICO QUE TEMOS OBRIGATORIAMENTE CORRESPONDER A UM NOME! NO CASO DOS JORNAIS DE REFERÊNCIA? O MUNDO NÃO TEM FRONTEIRAS.

João Pedro Barbosa disse...

Informar está muito longe da paródia! Mas se assim é? Que seja.

João Pedro Barbosa disse...

Vou tentar fazer um número redondo.

João Pedro Barbosa disse...

"Lisboa que amanhece" - Sergio Godinho com Caetano Veloso

http://www.youtube.com/watch?v=xpFASRclZpc

andorinha disse...

João Pedro,

Estou a ouvir "Lisboa que amanhece".
Lindo! E revisito a minha cidade!
Obrigada:)

Uma festa na moleirinha:)))))

bea disse...

Boa noite:)

João Pedro
não te entendi às 4:17. Mas agradeço o Lisboa que amanhece entre o Sérgio e Caetano. Tê-la visto amanhecer está-me anoitecendo:)

João Pedro Barbosa disse...

Bzzzzzzzzzzzz!

Já leu tudo?

Boa noite.

rainbow disse...


O post...

O melhor das viagens é a chegada. O regresso ao ninho. A casa em silêncio que nos recebe, a sensação de pertença, a felicidade de se voltar mais enriquecido.


Pessoal,

Tenho que vos dizer que estou muito feliz. Ele (o ROV:)) partiu para a Grã-Bretanha há pouco mais de um mês e hoje conseguiu um emprego na sua área. A mãe ficou sem sono:)

Bons sonhos per tutti(já estava com saudades de Vosco:)
Beijinhos

João Pedro Barbosa disse...

Rainbow!

Está uma maravilha. Aqui? Ali? E acolá?

Moon disse...

Um beijo com carinho e parabéns!:)

Moon disse...

I still miss you!

Embora não pareça...:)

João Pedro Barbosa disse...

Moon?

Nem tudo o que parece é! O importante foi apareceres.

João Pedro Barbosa disse...

O

João Pedro Barbosa disse...

Carmo

João Pedro Barbosa disse...

E a Trindade

bea disse...

parabéns rain:)mas devia ser aqui que encontrava emprego. Ou a grã Bretanha tinha de ser opção. É?
beijinho

João Pedro Barbosa disse...

Bom Dia!

Bea.

Atingiu-lhe algum trovão?

João Pedro Barbosa disse...

Como se dizia antigamente!

João Pedro Barbosa disse...

Não ligue. Depois da tempestade vem a bonança! E esta hein?

bea disse...

Bom Dia:)

Não, não, João Pedro. De vez em quando faço umas inúteis madrugadas:)
na minha terra diz-secaíste da cama?

João Pedro Barbosa disse...

Não, não, João Pedro. Hoje em dia pensamos estar mais informados! Vou ver?

João Pedro Barbosa disse...

Abri a porta!

João Pedro Barbosa disse...

E O AR ESTAVA MAIS FRESCO

João Pedro Barbosa disse...

Para o Bimbo do FDL

"Cristiano Ronaldo protagonista da nova campanha do GRUPO BIMBO"

João Pedro Barbosa disse...

Highway! Até aos 120? Parabéns.

andorinha disse...

Rainbow,

Feliz por ti, miga.
Abençoado esse "sem sono":)))))


Bea,

Às 4.22????????????????????????
Definitivamente deixei de ter o exclusivo da galderice...:(


Moon,

Mesmo atrasados, os parabéns sabem sempre bem. Penso eu de que...:)
E digo o mesmo que o JP.

Agora vou. Fiquem....)))

João Pedro Barbosa disse...

Eu por acaso conheço esta senhora? Para me abreviar nas silabas! Andorinha.

João Pedro Barbosa disse...

ALMA MUDA GENTIL QUE TE PARTISTE

bea disse...

Andorinha

tens razão; hoje vou adormecer com as galinhas e amanhã estarei tranquilamente normal.

Impio Blasfemo disse...

Andorinha

Deixei Almoçageme e passei para Sesimbra, mudei de serra, da Lua passei para o Sol (o nascente e o poente). Ando bastante ocupado com as mudanças e com o conhecimento das gentes desta terra. Estou a 30 km de Lisboa e estou já no Alentejo; o sotaque é diferente do de Lisboa. Ando a inteirar-me sobre os movimentos desta terra. Tenho uma exposição na rua sobre os “famosos de Sesimbra”. Quando reunir mais dados transcrevo, será a Lux ou a IOLA de Sesimbra, obviamente estou na paródia, ou a brincar sobre este conceito dos “famosos”. Depois verás. Irei escrever não sobre filhos de ilustres famílias mas sobre rapazes que começaram na faina da pesca entre os 12 e os 15 anos.Irei falardas revoltas sociais que vieram desde o tempo da monarquia e das mortes ocorridas na repressão dessas greves. Enfim, a história repete-se e, parafraseando o Prof JMV poderia escrever, em jeito de prólogo “Mãe, até quando….”

Adiante. Para já um texto de Raul brandão sobre os Pescadores, de Lisboa, Setúbal e Sesimbra.



“Para o sul da Nazaré pesca-se na Foz do Arelho, onde os homens ergueram palácios em frente do mar, o que me parece fora de todo o propósito: diante do mar só uma construção transitória, uma barraca, é que fica bem; e junto à Foz, na lagoa de Óbidos, jóia azul encastoada em terras barrentas, onde se apanham magníficas tainhas.
Pesca-se em S. Martinho, uma gota de água entre montes avermelhados, e lá no fundo,
no gargalo da entrada, um fio branco de espuma. Pesca-se no Seixal, na Atalaia, em
Ribamar, em Santa Cruz, no Assento, na Ericeira e em Cascais. Em toda a costa há
buracos, angras, refúgios em que a onda se espraia, fios de areia que parecem de oiro,
águas adormecidas entre pedras recortadas, anfractuosidades, terra portuguesa que vem
desde o monte da Gelfa estendendo os braços para o mar, e que aqui em Lisboa o aperta
mais contra si. Estreita-o em Setúbal, e depois em Sines, e por fim em todo o Algarve,
nas bacias de S. Vicente e de Sagres, no espaçoso Lagos, nas rochas decorativas, em
que as despedidas se prolongam com saudade. E o mar, que é quase sempre revolto e
verde no norte, vai pouco e pouco mudando de cor... Conhece-se logo, passado o cabo,
na Figueira; depois em Peniche; quando entra por Lisboa com majestade e beleza; e nas
praias do Algarve, em que chega ao cobalto grosso como tinta. Mas onde ele atinge a
perfeição é em Setúbal. Em Setúbal é imaterial. Sonha ao pé da estrada que vai a Outão,
e reflecte na água cismática a sombra avermelhada dos montes, a grande curva
voluptuosa com a Arrábida por pano de fundo. Ali sente-se que a água anda presa à
baiazinha, a Outão e à serra. Contemplam-se e não se podem deixar. O mar não tem
consistência: não é o verde do norte, não e o caldo azul do Algarve – é poeira e luz. Para
os lados do Sado a baía é ilimitada... Um clarão. E há uma época do ano em que a serra
se veste de roxo, e então é que é vê-la desdobrada nesta água que é sonho e adormecimento ao mesmo tempo. “ (Raul Brandão – Os Pescadores – 1923)


Abraço
IMPIO

João Pedro Barbosa disse...

Tempo Volta Para Trás - Tony de Matos

http://www.youtube.com/watch?v=LOtAfLvhSZo

bea disse...

Hoje estou tão vencida que a hipótese do tempo voltar atrás me desanima, João Pedro. Felizmente ele não nos faz caso. E vai em frente. Não estou de inventar, apenas de contar, que o pensamento se me prende não sei onde nem porque.

Ímpio

Raul Brandão escrevia muito bem. E creio, pelo escrito, que tinha grande amor ao mar e aos pescadores.

Cá estamos esperando as tuas notas sobre. Depois de toda a arrumação e entrosamento com o lugar. E obrigada por este bocadinho do mar de Setúbal. É. Um mar diferente. Sim.

João Pedro Barbosa disse...

Oh! Bea. Sabe alguma coisa de Esperança?

João Pedro Barbosa disse...

Estive a passar umas linhas a limpo! Depois de revisitar o Roland Barth na mesma editora mas em anos diferentes. E fica a pergunta?

João Pedro Barbosa disse...

Ficou bem reescrito! Não quero tirar a vontade ao protagonista. Noutro momento?

andorinha disse...

Impio,

Sesimbra continua a ser pertinho de Lisboa. Quando eu for à capital espero que dê na mesma para um café:)
Saudades, pá! Sou uma lamechas, pronto. Ok, mas tenho, não tenho culpa:)))))


Obrigada pelo texto. É límpido e cristalino como o mar...e como os pescadores.

Tal como a Bea, fico à espera dos teus escritos. Vê lá se te despachas:))))))))


Abração, amigo.



Bea,

Eu gostava tanto que o tempo andasse pata trás desde que não cometessemos os mesmos erros que nos trouxeram até aqui...

Anfitrite disse...

Bea,

Lembro-me perfeitamente quando falou na mulher mais velha 10 anos do que o homem (não digo a idade porque não me interessa) e disse que isso era chamar-lhe um figo. Era matar dois coelhos (seria bom!) numa cajadada só. Também me lembro quando falou desta canção que fica aqui com dedicatória:

http://www.youtube.com/watch?v=fyyR4C1RuJ8

Remocem todos!


Volto para ler

andorinha disse...



"Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons, mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis."


Bertold Brecht

Anfitrite disse...

Pedro,

Roland Barth, dá cabo da cabeça.

Ímpio,

Não sei porque só se dirige à andorinha.
Que seja muito feliz com a mudança. Não sei como arranja forças para tanto. Eu já não seria capaz. Criei novas raízes aqui e sem elas finar-me-ía. Acho que Sesimbra é bem mais agradável e melhor para os ossos do que Almoçageme. Agora tem de comprar um barquinho para visitar essas prínhas fabulosas sem acesso terrestre e muito mais serenas que as da zona de Sintra.

Abração


Abração

andorinha disse...

Anfy

Essa canção da Bethânia é das "tais".
Das do meu Top-Ten sem dúvida.
Magistral!

andorinha disse...



http://www.publico.pt/politica/noticia/movimento-que-se-lixe-a-troika-organizou-falsa-manifestacao-de-apoio-troika-1609875

Muitaboa:)
Leiam que vale a pena. A imaginação e o humor são armas poderosíssimas, de facto.

E agora vou à janta...inté...

Anfitrite disse...

Este ser continua a ser pior do que eu. Já nem tem dúvidas. Será que ele pensa nos custos para o país começar o ano duma maneira e depois ter de alterar todo o sistema se certas propostas não forem aprovadas? Ao passo que se continuássemos assim até tudo estar resolvido, só se tinha de fazer acertos Este verme foi a maior praga que o país teve. Foi nos governos dele que começou a desenvolver-se o covil das víboras que envenenaram este país. Já tinham o arcaboiço necessário. Por isso ele não quer mexer em nada para não prejudicar os amigos e de que ele também beneficiou. Maldito seja!

http://www.ionline.pt/artigos/portugal/oe-2014-cavaco-escusa-se-esclarecer-afirmacoes-sobre-fiscalizacao-da

João Pedro Barbosa disse...

Só agora é que reparei que estava a escrever comentários! Pensava que era um inquérito. Desculpem-me?

João Pedro Barbosa disse...

"Não é do Bertol, não é do Roland e foi manuscrito por mim"

PICO DA ILHA COM O MAR DO MESMO NOME

QUALQUER TIPO DE SITUAÇÃO
DESPERTA NOS DOIS
BELEZA E CONFUSÃO
UMA ESPÉCIE
DE LENDA
QUE TRANSPORTA
O MEDO
E O SONHO
PROMETIDO
COM AS CONSTRUÇÕES
E CULTIVO
DE NOVAS CERTEZAS
A DESCONFIANÇA
APREÇA-NOS PARA A INCONSCIÊNCIA
DO INACABADO
UMA FORÇA VITAL
QUE NOS FAZ PEDIR MAIS
DOS VÍCIOS QUE NOS APAZIGUAM
E FÁCIL GOSTAR
E CONFUNDIR A MENSAGEM
O MAIS FÁCIL
ESTÁ POR DESCOBRIR

João Pedro Barbosa disse...

Bea?

Já dizia a Janita! É o jpb que anda cultivar o JMV.

Moon disse...

Andorinha, Pedro,
Obrigada!

Atenciosos.
Gostei mesmo.
Beijinhos!

A todos,
fiquem bem:)

andorinha disse...

Anfy,

Embora esteja lá o meu nome, o Impio dirigiu-se a todos, tenho a certeza.
Por vezes também se dirigem a outras pessoas e eu meto a colherada.
Falamos todos uns com os outros, portanto...isso é apenas um pormenor:)

A Bea respondeu-lhe e nem lhe passou pela cabeça essa questão.
Tu és de todo, mulher!:)




4 u ól

www.youtube.com/watch?v=oJvFXCrH45Q

Fiquem bem, amigos:)

João Pedro Barbosa disse...

http://water-inside.blogspot.pt/2013/10/blog-post_9345.html

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite?

Há que fazer a disposição do mal pelas aldeias! Distribuição.

Anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anfitrite disse...

Andy

Ainda não percebeste que foi só para me meter com ele? Eu até sei que ele nem vai voltar para me ler. Embora tu não saibas a minha intimidade com ele é muito mais profunda do que pensas;)

Eu não tenho culpa que a Bea seja uma intrometida. O problema é dela.

Pedro,

O mal já chegou a todo o lado. As aldeias estão cada vez mais desertas, portanto não sobrecarregues os pobres velhos.


http://www.youtube.com/watch?v=3B6rC5SJ13w

João Pedro Barbosa disse...

Vamos lá tentar perceber a diferença de gostar e gostar mas? Da Scotland já vimos muita coisa, sem duvida bem projectada! No entanto ao conversar na Serra do Pilar entre a conversa mesmo com algum inglês reparei que havia muitos "mas" o nosso comum "gostar" e simplificando a razão era interessante: "Gosto mas!".

bea disse...

Bom Dia:)

Anphy, Andorinha,bem bonitas essas musiquinhas. Gosto das duas. Agradeço também o Régio. E se declamado por João Villaret, gosto mais:) Obrigada.

Anphy

(8:37) Tem razão. Envergonham-nos estes políticos a que nem o nome serve.
E também é verdade que sou um pouco intrometida e egoísta, mas não cultivo a intromissão como forma de estar:), não me dá problemas. E por escrito consigo ser mais intrometida que ao vivo.

João Pedro

não sei qual é a tua esperança, mas a minha existe a par da respiração. É de enquanto dure. Por vezes embacia um ligeiramente, afasta-se, distrai-se talvez a olhar para onde. E regressa. Regressou!

é pelo menos original, "Gosto mas!"

Já volto, tenho um trabalho em mãos, ok?
beijinhos

PS: será que o professor foi à tomada de posse de Rui Moreira? Devia. Até as gentes do sul estão a criar expectativas nele. Que em panorama tão mau têm de se projectar em alguém as esperanças que não podemos deixar morrer e fazem falta.
Gera-se no país um ambiente propício aos salvadores da pátria. Pode não ser benéfico. Gosto de Rui Moreira. Sem explicação que não o conheço de nenhum lugar, vi um único programa com ele e talvez duas notas de telejornal. Pronto. Vou ali.

João Pedro Barbosa disse...

Estava-me a ver. E no entanto desapareci! Como pode ser?

andorinha disse...

Anfy,

Sabia lá eu que era só para te meteres com ele...
Tu irritas-te com toda a gente:)lol

E não me interessam as vossas intimidades para nada. Ora essa! Não sou intrometida como a Bea:)))))))))))



Bea,

"E por escrito consigo ser mais intrometida que ao vivo."

Penso que toda a gente consegue.
Mas tu não és intrometida. És comunicativa, o que é diferente. E participas nas conversas, e é isso que se pretende.

Pessoalmente, gosto muito das tuas intromissões, das birras da Anfy, da doçura da Rainbow...e agora ia por aí fora...

Inté:)

bea disse...

Anphy!!! estive a relê-la...eu escrevi acerca de uma mulher mais velha 10 anos que o homem? e chamei-lhe um figo? eu? não acredito que tenha usado tal nome. Mas pronto. Podia estar palerma de todo.

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite?

Isto só em taxa alfandegaria de "link" para "link"! Chegamos ao exagero.

João Pedro Barbosa disse...

4,7! Numa falha submersa? Grande coluna de água.

Cê_Tê ;) disse...


Olá, bebo o café de pé, com pressa....
Bjnh e as maiores felicidades rainbow ;)
Gostei da citação que publicaste, algures lá em cima, Andorinha.

Bjnhs para todos. ;)

bea disse...

João Pedro (10:43)

O mais fácil...
não sei comentar o teu poema porque também não sei se o entendi.

Vou esperar que alguém te comente:) às vezes aprendo dos outros. Pontos de vista diferentes, mas tão plausíveis quanto os meus.

João Pedro Barbosa disse...

Nem falo no seu nome! Chris Isaak? A ouvir.

"San Francisco Days"

I still love you, I still want you.
I still need you, don't hang up and say goodbye.

Walking on the beach last night, hoping things would be all right,
my baby lying on her bed, it's you I saw instead.
Thinking of the one I love, your the one I'm thinking of.
San Francisco days, San Francisco nights.

I meet a girl in Mexico I should of told her then I know,
that I still think of you, we never will be through.
San Francisco days, San Francisco nights.
San Francisco days, San Francisco nights.
I still love you, I still want you.
I still need you, don't hang up and say goodbye.

Walking down to market street feeling my heart skip a beat,
to see someone who looks like you, I guess that I'm not through.
Dreaming of the one I love, you know what I'm dreaming of.
San Francisco days, San Francisco nights.

I'm heading for that golden gate hoping I won't be to late,
to find the one that I still love.
It's you I'm dreaming of, San Francisco nights.
San Francisco days, San Francisco nights.
San Francisco days, San Francisco nights.
San Francisco..........

andorinha disse...

Bea,

"...e chamei-lhe um figo? eu? não acredito que tenha usado tal nome. Mas pronto. Podia estar palerma de todo."

Loooooooooooooooooooooooool

Tu és tão engraçada! Levas-me quase às lágrimas:)))))


Cêtê,

Sempre a correr, cachopa!
Poupa-te:)


Não tem nada a ver, mas vocês já sabiam que o Daniel Oliveira é filho do Herberto Hélder?

João Pedro Barbosa disse...

Bea?

Quando acordar! Vai perceber.

João Pedro Barbosa disse...

Estive a ver informação? Mas só dão programas de bricolage e jardim! Relvas e outros brinquedos.

João Pedro Barbosa disse...

Confirma-se! O segredo? Está na capicua.

bea disse...

Boa noite:) vou dormir. Pois.

Bons sonhos a todos

João Pedro Barbosa disse...

MAS NÃO APARECE NENHUM FAMOSO OU FAMOSA MAS FAMOSOS E FAMOSAS MESMO MAS DE BOA FAMA

João Pedro Barbosa disse...

Sr. Murcão! Só lhe faltam oito para os 77? Considerando o 66º ano de vida.

P.S. Mas antes tem que passar pela casa dos 69...

rainbow disse...

Bonne nuit:)

Bea

"...mas devia ser aqui que encontrava emprego."

E há empregos aqui para os jovens? Lá trabalham na área em que se formaram, ganham mais, têm grandes descontos para a Segurança Social, mas depois têm cuidados de sáude assegurados.

Olha, como não és romântica, mas és sonhadora, toma lá:

http://www.youtube.com/watch?v=_Dsh9M6qnhE

Pedro
Aqui, ali, ou acolá, os Pink Floyd de que tanto gostas:

http://www.youtube.com/watch?v=5uNDhLRzPCQ

Anfi
Uma música dum filme antigo lindíssimo:

http://www.youtube.com/watch?v=LBE2JPDi6-k

Ímpio
Sesimbra da minha infância e adolescência. O espadarte, os pescadores. O Cabo Espichel ali tão perto. E depois, mais uns kms e a Serra da Arrábida, linda de morrer. Usufrua:)

Cê-Tê
Beijinhos também para ti e bigada:)

Andorinha,
the last but not the least, isto é para ti:

"Às vezes acordo antes das andorinha e apanho-as a dormir, já o sol nasceu bem nascido. Dormem enfiadas umas nas outras, aninhando as cabeças e as asas. Não parecem andorinhas. Parecem bolas pretas, equilibristas, tratando o fio telefónico como um colchão"

Miguel Esteves Cardoso em
"Como é linda a puta da vida"

Bons sonhos per tutti
Abraços

João Pedro Barbosa disse...

Bea!

Obrigada por me tratar por tu. Chamar nomes é feio?

bea disse...

depende dos nomes:)

bea disse...

penso que não me entendeste, mas está bem.
Chove

Anfitrite disse...

Só um esclarecimento antes que a bea se deite. Não foi a bea que disse isso, foi a pessoa que voçê referiu, em determinado programa.

Assim como eu dizer que "sem ele eu passo até bem demais"! Será que vocês não conseguem ler o meu pensamento, ou andam a dormir?!



Anfitrite disse...

Andorinha,
Quantas vezes eu já disse isso aqui. Até disse que ele é a cara chapada do pai. Agora com a barba compoe mais a cara. Ele tem uma parte do talento do pai e acomodou-se mais um pouco, porque o pai quase chegou a morrer de fome, tuberculoso, mas recusou o prémio Pessoa, que lhe foi atribuido ,no ano de 1994, e que é o que tem maior valor monetário em Portugal (60 mil €s).

João Pedro Barbosa disse...

Anfitrite!

Se é um aviso à navegação? Como por aqui se diz.

P.S. QUEM QUER FAZ QUEM NÃO QUER MANDA

Anfitrite disse...


Dolce rain,

Tenho querido dizer mais alguma coisa mas ainda não é desta. Basta-me saber que está mais animada.

Também vi o filme que me mandou mais do que uma vez. E porque este vídeo tem gente que se mexe e outra interpretação fabulosa retribuo:

http://www.youtube.com/watch?v=aJ-vJI6jypM

E para que a fé não desapareça de todos os não crentes, vai mais esta voz maravilhosa, num filme com uma Donna Bellissima.

http://www.youtube.com/watch?v=PxwVHrPRlAQ&feature=youtu.be

Anfitrite disse...

Esqueci-me de pôr esta aqui, que tinha guardado para vocês. Não é só no nosso país que querem fugir à justiça.

http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=88696

Anfitrite disse...

Quem disse que os ladrões não têm dignidade?! Ele não é um qq pilha-galinhas, como o que ontem teve de assaltar três bancos para roubar cento e tal euros e depois ainda se deixou prender.

João Pedro Barbosa disse...

Desculpem-me a minha falta de patriotismo! Mas entre ficar em registo uma ida à horta ou o que se passou na região do Lago Malawi? Quem faz a análise deveria apontar um pouco o dedo para o seu próprio ser.

João Pedro Barbosa disse...

"O Ternurento"

Façamos a contagem a partir de 1143! Nunca houve crise excluindo uma fase em se teve que alugar quartos aos Felipes & Felipas? "Cuchi, cuchi, cuchi" e bom dia para alegrar o dia.

João Pedro Barbosa disse...

Se não há conversa! Tem que se ter conversa de quem tem? Saudinha.

bea disse...

Anphy

Quase que entendi a história da diferença de idades:)

João Pedro

Um segredo não é de contar. Mas não é sua condição necessária que seja exclusivo de umin the flesh.. Quem sabe, um dia o desvelas.

Rain

És uma queridinha; pensas em nós todos. Chegas, abres o regaço…e cai música. São rosas, acredita.

João Pedro Barbosa disse...

Bea?

Estou a fazer para pendurar um segredo na parede. E uma vez mais fica para a vista de todos!

João Pedro Barbosa disse...

Olá!

Sabem com se chamam as pessoas de Granada em Espanha? Terroristas.

bea disse...

uma ida à horta!...que é que tu queres João Pedro, nem toda a gente sabe o que se passa no Malawi. E vá lá vá lá que haja uma horta onde ir. ahnnn....gostei do cuchi, cuchi, cuchi, embora que fosse para os Felipes, colhi! (chego da horta). Agora olha, que venham cá buscar se os quiserem:), mas acho que são meus, ora essa.

Bon voyage.e saúde da boa. Chove:)

Anphy

O mundo anda ao contrário, agora os ladrões já se queixam que assim não dá pica roubar um museu.
Estou para ver se a palerma da mãe queimou mesmo as obras. É uma amoral família de criminosos sem tamanho, que pode ter privado a humanidade de quadros únicos. Ou talvez não, convenço-me de que o dinheiro manda tudo neles.

E, quem sabe, os que roubam para comer tenham, atendendo à proporção dos crimes, penas maiores.

Obrigada por love is a splendored thing e Anna Magnani que era uma mulher de fogo a transpirar vitalidade. As duas vozes são de excepção.

Sabiamos que o Daniel é filho de Herberto Helder.

“sem ele eu passo bem demais” é conversa a armar; porque logo após, canta, “Mas se me quiser rever…venha sim”. E pode que sim, que ele tenha ido, que ela não me parece que se mexa. Enfim. Canções.

um dia benzinho a todos. portem-se.

bea disse...

és um terrorista, joão pedro. depois queixas-te.

João Pedro Barbosa disse...

E diz a Formiga Rambo?

"A proporção é a escala do sucesso"

Isto em (PT) é mesmo que dizer que a dimensão é a escala do sucesso! Falta medir as palavras, contar as silabas e pesar as vogais.

João Pedro Barbosa disse...

"Não misturem o verde tinto com o maduro branco!"

P.S? Tão estranhas estas palavras no dia de hoje.

FMI - José Mário Branco (sem censura) 1de 2

http://www.youtube.com/watch?v=JpN-otuHqn8

João Pedro Barbosa disse...

CT!

Não tens uma prima afastada? Em excelente grau.

João Pedro Barbosa disse...

Maria! Este abusador de te ralhar sempre com uma virgula. Merece perdão?

P.S. Passemos a musica...

João Pedro Barbosa disse...

Houve aqui um interregno que vai ter que ser preenchido com gingle.

João Pedro Barbosa disse...

Acho que já encontrei?

João Pedro Barbosa disse...

Tive que mudar de agulha.

João Pedro Barbosa disse...

Já apertei os parafusos.

João Pedro Barbosa disse...

Xutos & Pontapés - Maria

http://www.youtube.com/watch?v=nxo8sfxTB3w

Beatriz Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Pedro Barbosa disse...

Bea.

Agora já percebe? Porque é que as pessoas apagam os comentários!

João Pedro Barbosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Pedro Barbosa disse...

VOU APAGAR O COMENTÁRIO ANTERIOR

João Pedro Barbosa disse...

Para todos os autores que removeram comentários!

Sabem o que vem antes de qualquer revolução? A devolução.

bea disse...

Já tinha desconfiado, sim:))

João Pedro Barbosa disse...

Bea.

É tão fácil! Fazer um quadrado?

bea disse...

João Pedro
andas aprendendo geometria?
Nada é fácil. Mas fazemos de conta que sim, pois?

João Pedro Barbosa disse...

Obrigada a todos!

«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 262   Mais recente› Mais recente»