domingo, julho 10, 2011

Balanço.

O jantar foi uma delícia. Perfeito!, se não tivesse sido obrigado a pagar a cadeira que a Andorinha destruiu:(. Snif...

83 comentários:

Joana disse...

Pois ha coisas que nao controlamos.... e dps sobra para nos!

ana b. disse...

Prof:

Receio que, além da vergastada, a Andorinha tenha batido com a cabeça:))))

Joana:

Não tenha pena do Prof. que ele é rico:)))

andorinha disse...

Júlio,

Nunca pensei que tivesse tão pouca compaixão pelo sofrimento alheio:(
Snif...


Ana,

Não entendi...com a cabeça porquê?:)

andorinha disse...

Ana,

Penso ter entendido agora ao ler-te no andar de baixo:)

Passei-me nada, mas este jantar foi para mim dos mais gratificantes por vários motivos que não irei aqui especificar como é óbvio.

Ainda vou demorar umas horitas a "aterrar":)))

ana b. disse...

Andorinha:

Porque estás a disparatar:))))
(ver últimos comentários do post ant:)))) )

Caidê disse...

Snif :-((((

Moon disse...

:))

Interessada disse...

Desconfio que o Júlio já não põe o panamá na cabeça, e que mais gente anda a apanhar muito sol no toutiço.
Ricardo Araújo Pereira há só um ;)

andorinha disse...

Júlio,

Depois de alguma reflexão, cheguei à conclusão de que é melhor combinarmos já outro jantar para eu o poder ressarcir dos prejuízos causados.:)))

Não gosto de ficar com dívidas destas; dívidas só de gratidão.

Fique bem:)

Até amanhã, malta.

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha isso cheira-me a sabotagem! ;)))

andorinha disse...

Têzinha:)

Ainda aqui voltei por tua causa, vês?
Mas estou a sabotar o quê???

Só me confundes, cachopa:)

Cê_Tê ;) disse...

Cachopa- sabotagem dos outros contra ti! ;))))

Cê_Tê ;) disse...

Bons sonhos! Que vos calhem carneiros atléticos;P
(E não me peças que te explique esta andorinha, se não faço-te um PIT!;))

ana b. disse...

Prof:

Bem me queria parecer que os homens também matam com facas:(

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/menino-de-3-anos-ve-o-pai-degolar-a-mae

andorinha disse...

Cêtê,

Ahhhhhhhhh!

Agora entendi, já voltei ao meu estado "normal":)))

"(E não me peças que te explique esta andorinha, se não faço-te um PIT!;))"

Loooooooooooooooooooool
Looooooooooooooooooooooooooooool


Ana,

Pois matam, mas ninguém disse o contrário...

Lusco_fusco disse...

Boa tarde!
Interessante... Depois da caipirinha tinha mais lógica a queda ihihihih
Gostei do convívio e de conhecer os "murcónicos desconhecidos".
Obrigada, a todos, pelos bons momentos.

andorinha disse...

Lusco:)

Bons olhos te vejam por aqui:)

Também tu a gozares com a queda?
Snif...snif...
Mais logo conversamos, fica já aqui a ameaça...

Agora vou ao trabalhinho.
Última semana!!!!!:))))))))))))))))))))

Anfitrite disse...

Interessada,

Por muito menos fui insultada e gozada aqui. Felizmente que os tempos são outros e a concorrência já não é tão feroz. Há pessoas que se semtem felizes por tão pouco. Mas é aquilo que têm.

Interessada disse...

Anfitrite:

Já não sei a que se refere, mas eu só me sinto insultada com o que eu quero.
Quanto ao gozo dos outros, ah pois que gozem muito e que sejam muito felizes.
Percebe?

Lembro-a de que não há muito tempo fez referência à minha" família política", quando eu nunca escrevi uma palavra sobre isso.
Acha que me alterou? Absolutamente nada; achei-a ridícula, precisamente pelo que acima menciono, e não estive sequer para lhe dar conversa.

Interessada disse...

Júlio:

Não me deixe sem resposta, porque, se assim for, conclui-se que quem cala consente.
Será que foi intimado, ou aconselhado, a não ler mais aquelas cartas que haviam sido afixadas nas várias igrejas?
Ah língua de víbora. Muito provavelmente foi o seu instinto premonitório, não? Não vá o diabo tecê-las...... :)))))))))))))

andorinha disse...

Sinceramente acabo até por ter pena das pessoas que não sabem que são as "pequenas" coisas que nos tornam mais felizes.
Até porque, como o Júlio já disse e eu subscrevo em absoluto, a felicidade não existe, existem apenas momentos felizes.
E esses seríamos uns perfeitos idiotas se os deixassemos escapar.

andorinha disse...

Homens,:)

Solicita-se a vossa comparência no blogue. Isto entregue ao mulherio começa logo a descambar...

andorinha disse...

Petição para um novo referendo sobre o aborto.

Recolha de 75 mil assinaturas começa já esta semana e os promotores querem um referendo que englobe o aborto e a eutanásia.

É tão bonito falar-se de democracia só quando nos convem! Porra!
Cada vez estou mais farta desta gente!
Lá vêm de novo os movimentos pró-vida:(
Só esta designação pomposa e arrogante já enoja.


Tento manter-me minimamente informada do que se vai passando e depois é isto, só notícias que me irritam:(

ana b. disse...

Andorinha:

Nada que eu não tivesse à espera:(
Aliás foi esse o ponto de viragem que me fez não votar em branco.
De repente constatei que, embora todos iguais, há uns mais iguais que outros...

Interessada disse...

Acabadinho de encontrar -Inconvenientes e vantagens do café:

http://www.dailymail.co.uk/health/article-1079669/Drinking-cups-coffee-day-shrinks-womens-breasts.html

JFR disse...

Tarde, como actualmente acontece, só agora passei aqui para deixar as minhas impressões sobre o jantar e aproveitar para ler as restantes.

O encontro foi um momento muito agradável. O jantar muito bom. O "Duas Castas" excelente. O bolo óptimo. O champanhe fresquinho.

Quanto às companhias, começando pelas mais próximas:

MOON: Uma lua cheia de simpatia e personalidade;

ANA B.: Uma face que sorri antes mesmo de o querer. Um exemplo de presença que me forçará a ir a Lisboa aquando de um encontro na capital;

LUSCO_FUSCO: Senti sempre no conteúdo das suas palavras um sinal de amanhecer e nunca de anoitecer;

PEDRO: 90 Kg? de simplicidade e um olhar atento sobre o que o rodeia;

ANDORINHA: Sem ti quem reforçaria o ninho murcónico? Persistente a propor, organizada a preparar, excelente a animar (até cais!) e sincera a abraçar, tens o céu como o teu limite!

JORGE: Um conviva não murcónico simpático e paciente;

JOÃO: Sereno, afável, um bom exemplar dos Machados;

PROF. JÚLIO: A simplicidade que faz aqueles de quem se gosta, quando se transformam em mais um de nós.

Bom e para completar a festa até tivemos a presença do EMPLASTRO a confirmar que se tratava de um grande momento "televisivo".

Um xi grande para todos e cá estarei para o próximo.

José Rocha

JFR disse...

A-Menina-da-lua:

Obrigado pelo seu comentário no post anterior.

Espero um dia ter o prazer de ficar à sua direita,à sua esquerda ou em frente a si num convívio destes. Eles poderão cimentar a identidade murcónica na grande e rica divergência que aqui se desenvolve.

Um xi
José Rocha

andorinha disse...

Zé,

Sem palavras, homem:)
Belo e ternurento tudo o que escreves.

Mesmo assim realço algumas coisitas:):

"Sincera a abraçar" foi o maior elogio que me podias fazer.
Como disse, ansiava há muito por esse abraço e estes só fazem sentido quando vêm de dentro:)

A Ana, a presença que te fará ir a Lisboa. Que maravilha! Só por isso já é ótimo ela ter aparecido por aqui:)

Por último, o Júlio. Há muito que é um de nós. Um exemplo raríssimo de humildade, simpatia e companheirismo.

E é isto o Murcon e é este o espírito.


Um xi apertadinho)

Julio Machado Vaz disse...

Interessada,

Mas eu li uma semana inteira!:).

andorinha disse...

Ana,

Este país é cada vez mais uma enorme tristeza...:(

ana b. disse...

José:

Obrigada pelas suas palavras:)
Possivelmente o jantar lisboeta será em outubro, altura em que o Prof. terá que vir a lisboa.
Ainda bem que pensa vir:)
Prometo esmerar-me na organização. Não será fácil competir com a Andorinha, é certo. Mas vou tentar... Menos na animação, espero:)))

andorinha disse...

Ana,

Depois dizem que estou sempre a palrar. Vocês não me deixam calar...:)

Competir? Mas que raio é isso?
Se fossemos por aí então dizia-te já que nunca eu podia competir com o Noise, que organizava sempre os jantares.
Mas nem tal coisa me passou pela cabeça. Trata-se apenas de organizar um jantar entre amigos.
Desculpem lá se estou sempre a bater na mesma tecla, mas para mim é isso.

Em outubro também penso estar aí.
O país é tão pequeno que as distâncias são mínimas:)

ana b. disse...

Andorinha:

Foi apenas uma maneira simpática de elogiar o teu trabalho:)
Até porque não me apetece nada competir na animação:))))

andorinha disse...

Ana,

Tudo bem...mas não me peças para repetir a animação:)))

Não sei se contigo acontece o mesmo, mas eu noto que falo contigo agora de forma diferente. É um facto, o real aproxima ou afasta as pessoas.
No meu caso aproximou. Acho-te menos belicosa e mais fixe:))))))))

AQUILES disse...

Estou bem contente porque estiveram felizes no jantar. Tenho muita pena de não ter podido ir. E ainda bem que se acharam mais fixes.

Caidê disse...

ANDORINHA
"...pessoas que não sabem que são as "pequenas" coisas que nos tornam mais felizes."

E se ainda
"Para grandes males, grandes remédios",

Então, por vezes,
q.b. de "pequenas coisas" das que enchem o coração é REMÉDIO SANTO!

Continuo muito SNIF :-((((!... Ca dê as férias?????

(Fim aos PIT, PR, PAPA, Regimentos, Relatórios, Novos Programas, Avaliações...)

Estou a precisar de um bom mergulho para a lavagem cerebral anual! Snif :-(((((!

andorinha disse...

Aquiles,

:)


Caidê,

Estão quase, eu já lhes sinto o cheirinho...:)

Mas sabes por que razão continuas muito SNIF?
Porque não foste ao jantar...
Senti a tua falta lá, sabias?
Para a próxima não tens desculpa, amiga:)

Até amanhã, gente.

ana b. disse...

Aquiles:

Fiquei com pena que não tivesse vindo. Mas não vai escapar a uma queijadinha da Vila nas Portas do Mar.:)

Andorinha:

Belicosa!? Eu??:))))

andorinha disse...

Ainda está tudo a dormir?:)


Ana,

Pronto, substituo belicosa por determinada.
Mas faço-o porque é o que penso agora, senão não substituia:)

Mas tu também mudaste, já me tratas por "tu". Prefiro mil vezes.

Só um reparo: não venhas para aqui falar de queijadinhas e afins.
És mesmo sádica!:)

A Menina da Lua disse...

JFR

Obrigada tambem pela sua gentileza e ficamos então a aguardar a oportunidade dum possível e próximo jantar.:)

Utilizando as suas palavras, quanto ao "cimentar a identidade murcónica na grande e rica divergência que aqui se desenvolve"... De facto gosto de ler o Professor mas tambem muitas das pessoas que por aqui passam que com a sua opinião mas tambem com a sua graça, originalidade, e por vezes até irreverência, de pontos de vista muito diferentes dos meus, dão um ar vivo e descontraído à conversa:)

Será talvez por esta razão que eu vejo sempre com agrado uma nova entrada no Murcon que naturalmente o virá enriquecer e tal como o cubista Picasso nos diria:)mostrar mais uma face da realidade...:)

Bartolomeu disse...

A mim, não me sai da cabeça, a imágem da Inês a chapinhar à beira mar, e a águia Vitória em voo picado sobre ela...
Lembra-me a anedota do pica-miolos... sei lá...

A Menina da Lua disse...

Bartolomeu:)

Esse seu comentário está assim...como dizer, um pouco para o surrealismo!:) mas você lá saberá o seu significado:)

ana b. disse...

Andorinha:

E as queijadinhas da Graciosa!?
São melhores ainda...
E os Bolos Levedos? Deliciosos!
Ai que saudades de comer umas maçarocas de milho cozidas nas caldeiras das Furnas e uns bolinhos levedos com queijo fresco de cabra...
Modestia à parte, a comida dos Açores é toda deliciosa!

ana b. disse...

Menina da Lua:

Se o surrealismo fosse só esse, já não era mau...:)))

Cê_Tê ;) disse...

Vejo-me na "obrigação" de defender o café.

3 ou+ \_/) de café não tem qq efeito sobre ( . )( . ) que podem ser
(.)(.) ou ( . )( . ) ou ( . )( . )



;P

Cê_Tê ;) disse...

ou ( . )( . )

Cê_Tê ;) disse...

looool o que as encolhe é a postagem- valha-me Deus! eu farto-me de dar espaços entre os ( e os . e elas estão sempre pequenas!?!?!!? Portanto: a NET diminui-as. ;(((

A Menina da Lua disse...

CÊ TÊ:))

Tambem não gostei nada da notícia do café:); à minha parte diariamente são sempre à volta das três chávenas, nunca menos!Por enquanto não tenho que me queixar mas vou ter que estar atenta:))

A Menina da Lua disse...

Ana

Continuo a não entender:(
E será que vale a pena saber!!

Deixe pra lá!:)



Para o pessoal de Lisboa , aqui fica esta dica,e com entradas gratuitas:

http://www.viva-agenda.com/evento/9215/Festival+ao+Largo+2011

Bartolomeu disse...

Menina da Lua, se tivesses escutado na rádio, o penúltimo "O Amor é", saberias que não existe surrealismo nenhum na minha frase.
;)
Quécedezere... até existe algum... na relação com a anedota... ou não... o Professor saberá o que originou a imágem radiofónica que criou... assim como quem não quer a coisa... ou quereria?

Interessada disse...

Cê_Tê:

Temos que manter alguns vícios, que dão sabor à vida, não? Se bem que, quando não são vícios, melhor podemos saborear.

Olhe que corre o risco de os seus desenhos serem melhores que os do Joãozinho...Faço-me entender?

Interessada disse...

Dá para entender? É que eu não gosto mesmo! Acho tudo tão falso, tão "para estrangeiro ver".
E no entanto....
"É o filme promocional de Portugal distinguido na Polónia a 20 de Junho de 2011 , durante o Film, Art & Tourism Festival. O certame é considerado o maior evento do mercado para apresentação e avaliação de filmes de promoção turística."

http://www.youtube.com/watch?v=kXsQif3QLjs

A Menina da Lua disse...

Interessada:)

Onde fica esse lindíssimo país?!:))

Já conhecia esse filme e está de facto muito promocional! contudo temos de nos sentir muito bem com o país que temos em termos de beleza e clima claro...Tenho amigos que vivem na Europa fria e acham um privilégio regressar de férias pois dizem-me com graça que no país onde vivem:- "que bom! este ano o verão calhou a um sábado":)

Bartolomeu:)

Pronto está bem! estou mais descansada :) porque me sentia a ver filmes sem legendas...vou espreitar o dito programa do Amor É".
De quem será esse programa!?:)

Interessada disse...

Menina da Lua:

Muito provavelmente não me fiz entender.
Com todos os defeitos do meu país, e que são tantos, santo deus!, eu gosto de viver cá.
E também eu conheço comentários como os que referiu.
O que eu acho é que Portugal podia e devia ser promovido de melhor forma.
É que o vídeo mostra um Portugal de plástico- entende?
Logo, para mim, nada cativante.
Acho que é um erro querermos mostrar o nosso país como sendo igual aos melhores, no que eles são "bons?", e não naquilo que o nosso tem de melhor, mas diferente dos outros.
E quantos estrangeiros reconhecem isto,e foi isto que os foi deixando por cá a viver. :)

andorinha disse...

Ana Bê:)

Tu cala-te já, mulher:)))))


Cêtê,

Loooooooooooooool
Convem então não passarmos aqui muito tempo, é isso?

ana b. disse...

Interessada:

Um Portugal de plástico?
No que aos Açores diz respeito, garanto-lhe que é tal e qual assim: as plantações do chá Gorreana, a Lagoa do Fogo e o deslumbrante Parque Terra Nostra, nas Furnas, que é um dos mais bonitos do mundo:)
Quanto aoa resto do país, também não me pareceu muito adulterado.
Claro que não mostraram os carros a 200 nas estradas, lixo a voar pelas janelas nem nenhum homem a cuspir para o chão...Mas num filme promocional acho bem que se omitam as partes gagas...
Mas o que o video mostrou é verdadeiro:)

ana b. disse...

Andorinha:

Já não fui a tempo:)))

ana b. disse...

Menina da Lua:)

Não se preocupe se não percebeu- não perde nada:))

free culture lisbon disse...

Realmente o filme é muito bonito, mas não é do pais onde vivo.
Eu e os meus amigos vivemos e crescemos toda a vida em suburbios descaracterizados nos arredores de uma capital luminosa de ruas sujas, quando viajo para a "terrinha" rodeiam-me as serras queimadas pelos fogos.As praias maravilhosas (realmente, são) estao anexadas a vilas e cidades onde a pessima urbanização sem controlo ,qualidade ou serviços desvalorizou-as (ex: algarve).
A falta de conciencia dos cidadaos que os espaços verdes estao directamente relacionados com a qualidade de vida ,resultou ao longo das ultimas decadas em cidades desagradaveis para se viver, o nivel de exigencia baixou bastante.
E a comida a maravilhosa comida, principalmente a fruta,neste momento sabe toda ao mesmo.

Talvez seja um sintoma de uma pessoa que nasceu pós 25 Abril, mas esse jardim à beira mar plantado, não conheço nunca o vi!!

e penso que o que me faz sentir isto tudo é o amor que sinto por portugal, o potencial que tem é tao grande versos o resultado actual.

Interessada disse...

ana b.:

Refería-me a alguma falta de naturalidade que encontro em várias poses.
Mas talvez realmente eu faça parte da excepção, uma vez que o vídeo ganhou o tal prémio.Admito inteiramente.
Limitei-me a expressar o meu sentir.

andorinha disse...

O video, enquanto video promocional está excelente.
O problema será quando os turistas cá chegarem e derem de caras com realidades completamente distintas.
Mas, de facto, ninguém vai promover cuspidelas, uma generalizada falta de civismo, atentados urbanísticos e tanta mas tanta coisa de que não nos podemos orgulhar.
Mas como os outros países fazem o mesmo, temos que aceitar as regras do jogo. Promove-se bem ou não se promove:)

Gostei muito menos daquele video de pedinchiche que mandámos para a Finlândia aqui há uns meses.

Interessada disse...

free culture lisbon:

Não me parece que a sua opinião seja desvalorizada pelo facto de ter nascido após o 25 de Abril. Antes pelo contrário, demonstra que é a opinião de alguém cuja opinião formada está mais perto do presente.
Acho que esse quadro negro que descreveu, infelizmente, é a realidade.
A descaracterização é tanto mais grave, quanto amiude se ultrapassam os PDM (Plano Director Municipal).
Mas também a capital, de dia para dia brilha menos, cheia de casas devolutas, lojas de chineses e ruas imundas e malcheirosas.
No fundo, meu caro (a)?, o problema é que enquanto para si, para mim, e para muito mais gente, a qualidade de vida está relacionada com o que aqui refere, para outros a qualidade de vida traduz-se em dinheiro e no ter, quando não desprezam o futuro e lhes é suficiente saberem que ainda podem gozar alguns sítios paradisíacos.

ana b. disse...

Eu confesso que não conheço nenhum povo que goste tanto de se auto flagelar como o povo português:(
Está sempre tudo mal: se não é do rabo, é das calças:(

pedro disse...

Puxando a brasa para outra sardinha; transcrevo uma frase que veio na "Pública" deste fim de semana da autoria de Christine Lagarde (directora-geral do FMI):

"Portugal funcionará como um corta-fogo da crise da dívida sobereana na Europa"

Ana B:)

É caso para dizer algo justifica este estado febril. Venha o Outono finaceiro e talvez façamos alguns trocos com o rescaldo do Verão, as promessas de Inverno e os sonhos de Primavera. Porque no Outono toda a paixão á doce como os frutos mesmo para quem não acredita. (caidê ;))

Anfitrite,

Há frutos que se colhem o ano inteiro e letras que só ficam bem escritas bem presas a este blogue protegidas das nortadas de Verão.

P.S. Nortada é um vento dominante. No Algarve se não existir um vento dominante (penso que também será nortada e trás outros odores). Acima do cabo Carvoeiro e no litoral este vento traz céu limpo e um horizonte mais limpo). No interior trás sons da montanha ou de outras aldeias.

Bom Fim de Tarde...e horizontes mais limpos.

andorinha disse...

Interessada,

Claro que a qualidade de vida se traduz em dinheiro e no ter. Havia de se traduzir em quê????????
Enfim......
Parece-me a mim que o azedume é contagioso.
Se não perceberes, não faz mal:)



Ana,

Não penso que seja auto flagelação, mas se não reconhecermos que tanta coisa está mal como havemos de evoluir?

andorinha disse...

Pedro,

Acho bem, porque as nortadas de Verão são desagradáveis:)

Interessada disse...

ana b.:

O seu carapuço, aliás nada original, não cabe nem a mim nem ao free culture lisbon, pela simples razão que nós fundamentámos as nossas opiniões, não as usàmos de barato, como a Ana está a fazer com as frases feitas que utiliza.

Acredite que dá jeito ter um pouquinho de sentido crítico.

Para além das críticas, fundamentadas, que fizemos, também deixàmos bem explícito que Portugal tem coisas boas.

Só uma mente perversa pode ver com o seu fraco monóculo.

Vide:

|eu gosto de viver cá|
|naquilo que o nosso tem de melhor|
|E quantos estrangeiros reconhecem isto,e foi isto que os foi deixando por cá a viver. :)|

|potencial que tem é tao grande versos o resultado actual.|

Anfitrite disse...

Bart,
Eu bem me parecia que o senhor era do Benfica. Realmente os vôos têm sido bem picados!

Inter,

Afinal sempre saíu. Estava atravessada. A sua cor política é por demais evidente. Portanto eu não me sinto ridícula. Às vezes com saídas destas sempre caço uns gambozinos.
Pior, são aqueles que não caçam nada, porque mandam as palavras ao vento que passa, para não ficarem embuchados.

Pedro,

Pelos vistos a sua presença aqui tem feito aumentar o peso. Não desapareça, mas tem de se mexer um pouco mais.

http://www.youtube.com/watch?v=TUqvJy9UOzg&feature=player_embedded#

Para a Ana puxar pela memória

Interessada disse...

Pedro:

Sê bem vindo.
És um poeta, e sabes-me a fruto doce :D


Andorinha:

Quando escrevi "ter" refería-me a bens de consumo.
Reafirmo que o meu(e não só) conceito de qualidade de vida não passa por isso, no que é essencial, nem pelo dinheiro, embora ambos possam ajudar.

A Menina da Lua disse...

Oh Interessada desculpe lá mas trata-se apenas dum video promocional com fins turísticos generalizados, não específicos...Pode-se discutir a abordagem, a forma e o conteúdo com que foi realizado mas os problemas do país nunca teriam de ser para aqui chamados...

Compreendo a sua preocupação e aceito que goste tanto ou mais do país que qualquer um de nós, mas qualidade de vida é um tema que tem alguma sujectividade; de facto os parâmetros mudam para cada um e nem sempre é fácil consensos dificilmente apresentáveis num filme.

O país sofre de muitos problemas sim mas juro-lhe que comparativamente com muitos outros que conheço, beleza e bom clima não nos faltam... e parece-me que é muito disso que este belo filme trata.

Compreendo igualmente a possível decepção de alguns turistas que aqui cheguem mas de repente lembrei-me da tal anedota que já aqui apresentei: uma coisa é o turismo e outra coisa é emigração e férias, como todos sabemos, são sempre muito curtas.:)

pedro disse...

Anfitrite,

Respondo pelos que adoram olhares desinteressados e espalhar ao vento assobios despreocupados.

Mexer-me mais, é possivel. Ainda mantenho uma proporção equilibrada. Não a melhor mas se me preocupar muito aí o descarrilanço vai ser maior. Keep it easy;)

Está na hora da passarada encontrar o melhor lugar é verdade. Um Melro canta incistentemente á procura de companhia do outro lado da janela.

Deste lado do ecran imagino como será o cantar de certas aves.

andorinha disse...

Interessada,

Eu estava a ser sarcástica...
Tanta alfinetada que por aqui vai, cruzes!!!!


"...para outros a qualidade de vida traduz-se em dinheiro e no ter, quando não desprezam o futuro e lhes é suficiente saberem que ainda podem gozar alguns sítios paradisíacos."

Quem são esses outros? Não têm nome?
O azedume é contagioso?
Zangam-se as comadres, sabem-se as verdades?

Mas afinal vocês gostam de conversar ou desconversar?
É que de "desconversas" já tenho a minha conta...
E não, não me tornei santinha de repente, mas aprendi a não gastar energias quando não vale a pena.
Guardo-as para o que vale:)

ana b. disse...

Andorinha:

Parece-me desapropriado fezer um filme promocional de um país, mostrando os podres. Ninguém o faz!
Não vejo nenhum pais das caraibas mostrar a extrema pobreza e imundice que por lá grassam. Também não vejo os videos do Brasil, por ex. mostrarem os assaltos nos semáforos das ruas, nem tão pouco o tráfico e os tiroteios das favelas... Os exemplos são inúmeros. Mesmo os chamados paises evoluidos e ditos civilizados têm os seus podres. E não os mostram, claro!
Não acho que os videos promocionais de um país seja a sede ou o veículo apropriado para se fazer uma reflexão com o objetivo de se evoluir. Têm uma função muito obvia e clara: vender o país e fazer com que venham turistas visità-lo. Mais nada. Criticar esta video porque não mostra a realidade toda, é no mínimo bizarro.
A meu ver, a evolução de um povo passa sobretudo pelo incremento da educação e formação da população- todo o resto vem por arrasto.

Interessada:

Chamar ridicula à Anfitrite só porque ela insinuou a sua área politica ou mente perversa com fraco monólogo e frases feitas só porque não me revejo num discurso miserabilista de Portugal é, em minha opinião, o equivalente bloguista de cuspir para o chão ou de insultar pela janela do carro o automobilista que vai ao lado.
Digamos que é a parte negativa que eu prefiro ver excluida dos filmes promocionais. Já que, para consumo interno, é dificil de não reparar.

Canseiroso disse...

De vez em quando passo por aqui pela simpatia do Professor e porque acho os seus textos de algum exibicionismo, mas também de grande ternura.Ele saberá explicar esta dualidade em si, se quiser claro.
Quanto aos/às participantes, (porque é evidente andar toda a gente sob o manto...do Professor), admiro a postura de todos, sobretudo a educação com que se relacionam.
Todavia acho que com participantes tão inteligente,as discussões poderiam ser mais interessantes.
E pronto, vou-me embora e já agora, se alguém souber como recupero as minhas postagens no meu blogue agradecia.Deixei de o conseguir.Obrigado.

Bartolomeu disse...

Qual senhor, Anfitrite?

pedro disse...

Free-culture-lisbon

O video mais está muito estilo " Senhor do Anéis". Não me convida mas para quem quer uma tarde de Golfe e um peixinho desensabido não está mal.

E talvez Portugal não seja apenas um jardim á beira mar plantado. Mas uma imensa praia. Se virmos no google earth o relevo de Portugal mais parece que por aqui passou uma gigantesca onda onde só se safou a Torre e pouco mais. Esperemos que a Terra esteja mais calminha ou um dia só podemos escrever nos blogs em alto mar.

pedro disse...

Ainda em relação ao video:

http://youtu.be/kXsQif3QLjs

Não era suficiente "Visite-nos: café 60 cêntimos" .mania de complicar. Portugal é o pais dos Cafés.

pedro disse...

É uma boa forma de conhecer os lugares:

http://youtu.be/LSj4OlGV4x0

Por onde vamos passando e apreciar as pausas.

Podia ser este ou outro qualquer.

É aí que tudo se encontra.

pedro disse...

http://youtu.be/i4fjHzCXg6c

Anfitrite disse...

Só agora entendi porque o meu comentário está tão fora de sítio.

É que tinha o comentário escrito, entretanto avariou-se a tv, e eu fui trocar por outra, tarefa nada fácil, que me fez perder muito tempo, e só depois é que publiquei.
Felizmente que eu sou daquelas pessoas do ter, e tenho sempre, uma peça em duplicado de reserva, neste caso uma tv. Só que fiquei lixada, na mesma, porque já não tive paciência para procurar o comando, e vou ter de mudar de posto, para ver as minhas gravações.

Bart,

Usei o senhor porque ultimamente se tem feito muito rogado e caro.
Quanto à Inês ela não chapinha. Ela é uma sereia a quem lhe gabam os predicados.

Ana,

por acaso não gosto de termo ridícula. É muito fino par mim. Prefiro outros mais buçais, porque mais francos.

Pedro,

As nortadas no Algarve, não incomodam muito. Só um pouco no barlavento, mas para cima da ponta de Sagres. O que às vezes nos faz dar umas cambalhotas é o suão. Ou seja o levante, como se diz lá, que é quando a água está mais quente e não imagina o gozo que dava vir na crista da onda e depois ficar toda enrolada e ser projectada para a areia e ficar que nem um croquete. Às vezes até a pouca roupa saía do sítio.

andorinha disse...

Ana(9.27)

Mas isso foi o que eu disse!!!
De novo:

O video, enquanto video promocional está excelente.
(...)

Mas, de facto, ninguém vai promover cuspidelas, uma generalizada falta de civismo, atentados urbanísticos e tanta mas tanta coisa de que não nos podemos orgulhar.
Mas como os outros países fazem o mesmo, temos que aceitar as regras do jogo. Promove-se bem ou não se promove:)

Será que me faço entender assim tão mal?

ana b. disse...

Andorinha:

Eu percebi que pensa assim:)
Apenas tentei explicar melhor para que não se pense que eu não reconheço a existência de graves lacunas no nosso país. Eu não ando alienada. Apenas não me revejo na auto flagelação.
É que não me ocorre outro termo para, perante um video promocional premiado num qualquer festival da área, no lugar de se regozijarem pelo facto, lamentam-se de o video não mostrar a realidade nua e crua do país. Bizarro, no mínimo!
É que de uma penada, arrasam e desvalorizam por completo (tentam, pelo menos)um trabalho bem feito e que foi reconhecido pelos pares, como o melhor.

Anfi:

Amanhe-se com o que lhe calhou na rifa...:)))

Bartolomeu disse...

Rogado e caro???
Olha que não, Anfitrite...olha que não.
De qualquer modo, podias estar a rogar algo caro a uma divindade...