segunda-feira, julho 18, 2011

Fim de turno.

Pregou a derradeira tábua e foi dormir. De manhã se veria - caixão ou caravela?

157 comentários:

ana b. disse...

Prof:

Cruzes, credo!
Caravela 'tá claro!!
Se bem que a caravela também pode virar caixão... basta que afunde:)

Caidê disse...

Era melhor deixar já visto. Quando acaba o turno, é bom saber que tudo está bem, porque acaba bem.Para mim, resolve-se cara ou caravela e abandona-se o Euro!É que o que temos andado a amargurar soa mais a "com quantos paus se faz uma canoa". Irra!

andorinha disse...

Depende da disposição matinal???:)

Caravela, claro.
Mesmo que esta afunde, podemos sempre ser resgatados.

Caidê disse...

Bart
Vai lá atrás que te deixei uma prendinha!

Manuel disse...

Antes do taylorismo era assim, a artesania permitia-se fazer de tudo: a procura é que guiava o rumo que o trabalho tomaria.

disse...

Ainda estes dias pensei nas Caravelas.

Todas a manhãs parte uma Caravela.

Um dia, ainda apanho Uma.

andorinha disse...

Pedro,

Apanha mas só em férias, não fujas daqui:)

disse...

Andorinha,

Ainda não há Caravelas para Vénus

...

Moon disse...

Homens...

Uma otitezinha e imaginam logo que vão desta para melhor:(

Deixe-se lá de tretas, agarre-se bem à tábua que ainda vai ter muito que navegar!:)

Interessada disse...

Ocorre-me exactamente o que a Ana disse.
Caravela, se na manhã seguinte o levasse a bom porto.
Quando não ....

Moon disse...

Que é como quem diz: ainda vai ter muito maralhal para aturar!:)

Interessada disse...

Olá Manuel:

Então que tal se tem estado a dar com a mistura de condimentos? Na realidade para tudo é necessário engenho e arte.
E ainda há a outra dimensão que, estou certa, o Manuel conhece:a do Chico Buarque "com açucar, com afecto"

Li mais abaixo que o Manuel acha que não é moralista.
Considerando eu que o moralista valoriza um conjunto de regras que determinam a sua forma de agir, duvido que o não seja.
Acha então que é imoral, ou amoral?
tststs, preconceitos....

Quanto à repetição dos seus posts, digo-lhe que eu já não estranho nada, pois amiude me surge no canto inferior esquerdo do meu écran "error on page" +_+)

Interessada disse...

Desculpem estar a repisar, mas por sugestão de ontem, do Pedro, aqui deixo, agora em horário nobre, um link para os que ainda o não seguiram (Chico Buarque e a internet)

http://vimeo.com/25483143

Tangerina disse...

Caravela que se faz tarde! :-)

free culture lisbon disse...

pedro

pelo que percebo da mentalidade dos japoneses a beleza do complexo é fazer com que pareça simples

professor
tambem eu ando na fase do caixão ou caravela

disse...

Free Culture Lisbon

Será preciso paciência, para uma coisa complexa parecer simples? Ou Basta complicar muito e num fracção de segundo tudo se simplifica. É mais isso. Pode levar um segundo ou uma vida não basta para apresentar um coisa simples. Ou o trabalho de muitas gerações. Para evoluir e alimentar o conhecimento e a cultura de uma comunidade. Ou simplesmente manter vivo oque já foi feito e alterar apenas a abordagem. Novos caminhos / Novas prespectivas.

disse...

A origem é sempre a mesma.

Interessada disse...

Manuel:

Então anda a tentar concorrer comigo? (abaixo....ainda e + uma vez abaixo) Não precisa porque eu não faço concorrência aos homens ;)

andorinha disse...

Pedro,

"Ainda não há Caravelas para Vénus"
Ainda bem, até porque eu tenho medo do mar e de voar também:)


Moon,

Maralhal para aturar?
Não gostei nada...
Gente fixe não se atura, mima-se:)))

andorinha disse...

Bart,

Também aguardo resposta no post de baixo.
Meteste-te nesta (embrulhada, quero eu dizer), agora desenrasca-te:)

Tangerina disse...

Andorita e Pedro,


... pero que las hay, las hay...

Confirmo.

http://www.youtube.com/watch?v=AFks9A9TCF0

Tangerina disse...

Devia ter colocado antes este: http://www.youtube.com/watch?v=D67kmFzSh_o

Bartolomeu disse...

Bahhhh!
Secalhar, vocês pensam que eu funciono de acordo com as vossas vontades... isséquera!
A minha vontade não se verga aos vossos caprichos, minhas caras!
Sou um Homem inteiro, tenho vontade própria, não me comparem a um verme rastejante.
Se não gostam dos argumentos que construo, dos contos que invento, se a dialética que emprego, fere as vossas sensíveis meninges, lamento. Eu, sou um ser eclético, tento abranger o mundo em toda a sua diversidade, e uso tudo o que posso usar, como força da minha íntima expressão.
Se preferis esconder-vos no vosso reduto pré-concebido, de ideias feitas ao sabor daquilo que é tido como políticamente correcto... seja!
Lambuzai-vos nos esqueletos dessa condição arquétipa, sê-de aquilo que não sabeis, agi de acordo com o que a moral e os bons costumes vos impõe... sê-de um bastião de virtudes, um bunker inviolável de carácter, mas não me peçam que me travista, que venda a alma em troca de meia-duzia de assentimentos muito certinhos, muito enfileiradinhos, muito lavadinhos e penteadinhos.
Eu, sou um crápula, um vadio, um ladrão, um tarado sexual, mas nunca serei aquilo que desejais que seja!

Bartolomeu disse...

Quanto ao post...
Parece-me um fragmento do poema de Pedro Homem de Melo, cantado por Amália Rodrigues...

Aromas de urze e de lama
Dormi com eles na cama
Tive a mesma condição.
Povo, povo, eu te pertenço
Deste-me alturas de incenso,
Mas a tua vida não.

;)))

andorinha disse...

Tangerita,

Tu não metas ideias na cabeça do moço:)


Bart,

Eu não quero que sejas nada, só quero que me respondas, se não for pedir muito:)

Anfitrite disse...

O Senhor já está pensar no Apocalipse! Não se esqueça de tirar primeiro uma lições sobre a arte de bem marear, em todo o mar; depois, e para que esta raça sublime não desapareça, junte uns casalinhos das melhores espécies,
ou uns tubos de ensaio com as necessárias colheitas, devidamente conservadas. Ah, e não se esqueçaa de levar o Prof. Sobrinho Simões, para eliminar, logo no princípio, qualquer alteração genética que possa surgir. Bons mareares.
Para o fim não são necessários caixões. Há por aí tanto cão faminto.

Interessada disse...

É assim mesmo Bart. Dá-lhes com esta:
(não sei a quem; não venham aí as más interpretações-I hope so!)

http://www2.mat.ua.pt/rosalia/caminhos/JRegio/index.html

Tangerina disse...

Melhor ainda: http://www.youtube.com/watch?v=qKyWRJZnu2o

Caidê disse...

Bart
Numa palavra: vagbundo!

Manuel
Agradeço o link dos "Empires...".
Já se apercebeu da falta que a sua presença nos tem feito... for sure!

Tem direito a música:
Peter Green's Fleetwood Mac ¨A fool no more¨
http://www.youtube.com/watch?v=AvXFRuQ3fg8

Caidê disse...

Andorinha
Especialmente para ti e para o Prof. (atendendo ao post).
http://www.youtube.com/watch?v=reuhRjgB6xg&feature=related
Mas acho que o Pedr também gosta do tema.

Cê_Tê ;) disse...

Boa noite!
Porque não uma passarola voadora? Pode não voar é certo mas se fechar os olhos... pode-se morrer, voar ou cruzar o oceano. (Pode sentir-se, no ranger o enjoo e o susto na boca do estômago como se fosse "à séria").

A Menina da Lua disse...

A isso chama-se deixar o rumo ao sabor da sorte...mas tambem pode ser destino...:)

Apesar dos receios de eventuais tormentas... gosto sempre de pensar que vai ser caravela!.

Mas tambem pode ser nau para assim poder navegar até ao:

"O teu silêncio é uma nau com todas as velas pandas...
Brandas, as brisas brincam nas flâmulas, teu sorriso...
E o teu sorriso no teu silêncio é as escadas e as andas
Com que me finjo mais alto e ao pé de qualquer paraíso..."

F.P

free culture lisbon disse...

pedro

nao percebi, tal como ja disse antes, o meu vocabulario é limitado e quando os posts rodopiam eu perco-me.
10:03 quero perceber o que quiseste dizer

andorinha disse...

Caidê,

Isso não se faz, miga:)
Puseste-me a chorar, mesmo.

Vai parecer estranho a quem ler isto, eu sei, mas ainda não endoideci:)

Depois da canção que estive a ouvir "sogadita" aqui em casa, pões-me esta e o dique desabou...coisas dos afetos...:)

andorinha disse...

Mas não percebi porquê especialmente para mim e para o Prof...a sério.

andorinha disse...

Percebi, não ligues...velas, caravelas e voos...

Bigada:)

Marial disse...

Cá para mim... este post tem tudo a ver com as "trocas e baldrocas" expressas nos comentários do post anterior...
Se não, vejamos:

"Fim de turno" - clara alusão (a meu ver!...) a "acabou" a conversa... não se fala mais nisso!!! (como dizia o outro!!!)

"Pregou a derradeira tábua e foi dormir" - ou seja, dita a última palavra, durmamos sobre o assunto... pois a almofada sempre foi boa conselheira!!! Aliás como o Pedro uó já o tinha referido com o seu comentário “acho que me fez bem dormir/vamos ver o que acontece com o resto da trupe”...

Amanhã é um novo dia... e novo dia poderá acarretar nova perspectiva sobre o assunto!... pelo que “depois se verá”!!!

Mas sem dúvida o remate - “caixão ou caravela” - não me deixa dúvidas sobre a intenção do autor: a continuar no caminho que se estava a seguir... iria haver certamente “sangue”(o que levaria ao caixão!!!)... ou então... haveria que “arrepiar” caminho e apanhar a caravela para mudar o rumo do (des)entendimento!!!...

Ah poxeéé... é que isto de puxar as orelhas (principalmente a adultos...) não é para todos... é só mesmo para quem sabe... e tem estatuto para isso!!!... ;-)

Caidê disse...

Andorinha
Eu até andei uns tempos sem música - detesto ter de chorar :)))! Sabes?! Já passou!
O Rod ou os Fleet?
Pronto giraça, ouve outra:
http://www.youtube.com/watch?v=F5BnCEPr7cU
Bota uma para mim.

Moon disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caidê disse...

Esta não é para nenhum chorar, meninos!
http://www.youtube.com/watch?v=xir-5oAWxXE&feature=related

Moon disse...

Ok...

Prof., deixe-se de tretas e mexa esse rabo - (jeitoso!?) não faço a menor ideia nunca o vi:) -, que ainda vai ter muitos jantares e almoços para degustar na companhia do maralhal!

Melhor assim, Andorinha?!:)

Caidê disse...

Bom berço, então.
http://www.youtube.com/watch?v=H6zPtb-BeFU&feature=feedlik

andorinha disse...

Caidê,

O Rod.

Ouvi também a outra. Adorei:)

Pra ti,

http://www.youtube.com/watch?v=L-JQ1q-13Ek

Já não vim a tempo...:(
Bom berço, então.


Moon,

Muito melhor!:)

Fora-de-Lei disse...

Quanto a mim, o uso de uma tábua para tapar todo e qualquer orifício da Rata Borralheira seria muito mais útil à cristandade do que na construção de um caixão ou de uma caravela. Mas tábua por tábua, prefiro esta.

Marial disse...

FDL

Tábua por tábua... também prefiro a que mostrou!!!
Adoro queijo... :-)

...

Mas agora me ocorre!!!
Como se lembrou do queijo??? Espero que nada tenha a ver com a "Rata"... pois ratas, ratões e... "murcões"... parece ser "mistura" explosiva!!!...
;-)

Marial disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marial disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andorinha disse...

FDL,

Agora vens-me com os queijos?
É muita emoção para um dia só:) Loooool

Bons sonhos, malta.

Tangerina disse...

Andorita,

Há que tempos não ouvia o sounds of silence! Ainda tenho o vinil disso. :-)

Acho que sabia as do concerto no central park todas de cor de tanto as ouvir. Cá vão para ti duas das que mais gosto:

http://www.youtube.com/watch?v=bwldn3ET53E

http://www.youtube.com/watch?v=C-PNun-Pfb4


Durmam com os anjos (ou as anjas, para quem preferir ;-) )

http://www.youtube.com/watch?v=IitXc050Y6Q

Julio Machado Vaz disse...

Marial,
Irra!:), se decidir voltar ao divã vou ter consigo:).Boa noite, maralhal!

thorazine disse...

Hoje fui jantar ao Buraco e fiquei triste. Um sem-abrigo, de 76 anos, que começou a trabalhar no Douro aos 15 e que tem próteses e varizes nas pernas porque ia a pé para Viana do Castelo para abrir buracos - é curioso! - de 60 por 50 cm para plantar pinheiros, veio-me dizer que o Sr. Manuel ralha com ele e não deixa os clientes pagarem-lhe jantares lá dentro. :(

disse...

Free Culture Lisbon,

Há coisas mais interessantes para tentar entender. E se falamos e não nos conseguimos entender, concerteza estamos no meio de uma Charada.

;-)

Bartolomeu disse...

Tinha feito a mesma leitura do post, que a Marial e pensei; Bela maneira que o Júlio encontrou, para preservar as idiossincrasias de cada um. Não comentei literalmente, porque iría retirar-lhe o mistério e a subtileza, dado o meu envolvimento directo em toda a tramoia. A Marial, mais uma vez demonstra a acuidade do seu olhar arguto e inteligente, não vendo as coisas somente à superfície, mas sim indo-lhes ao âmago, tanto quanto possível.
Parabéns a ambos!
;)))
Fica provado que pode crescer-se, neste blog!

ana b. disse...

Bart:

Claro que sim! Só é pena é que tanta inteligència só sobressaia aqui... Será que é porque tem interlocutores à altura?:)))

Marial disse...

Bom dia "Profe"

um :-) também para si... e restantes Murcons
(iniciar o dia com um sorriso é sempre muito melhor!!!)

E só após o seu comentário, me apercebi da minha "ousadia":
"interpretar" aquele que interpreta???!!!!...

É de facto muita ousadia... para uma "caloira" neste blogue...

A irreverência da "juventude" (em sentido figurado, entenda-se!...) poderá, talvez, justificar tal acto!!! ;-)

Espero poder aqui voltar... por estar perdoada!!!... :-)

Marial disse...

Ana

"Só é pena é que tanta inteligència só sobressaia aqui..."

Esta sua afirmação não me é dirigida, pois não???
É que se for... terei naturalmente que defender a minha "honra"!!!
:-)

Mas estou certa que não... as suas palavras procuram, como habitualmente, atingir outro alvo...
;-) ;-)

andorinha disse...

Bom dia:)


Pedro,


"E se falamos e não nos conseguimos entender, concerteza estamos no meio de uma Charada."

:)))))))))

Tu tens cada resposta certeira!


Ana,

Não provoques:)
Deixa-o estar sossegadinho...


Marial,

Cometeste algum crime???:)
Então não entendo porque precisas de perdão...

Já quanto a "caloiros" e "anciãos" seria tema que daria pano para mangas. Como diria o Julio, seria tema para um programa longo.:))))
Mas para já só vou ter essa conversa com os meus botões...:

Manuel disse...

Interessada:

«Acha então que é imoral, ou amoral?
tststs, preconceitos....»

O meu moralista não deve ser entendido pelo seu valor facial, antes pelo valor social que lhe damos. Quando dizemos que não o somos, queremos dizer que nos afastamos de atitudes e posições quantas vezes anacrónicas. Por isso eu dizia que aceito todas as diferenças, que verdadeiramente não me incomodam. Apenas isto.

«Então anda a tentar concorrer comigo?»
Se é por não me ter ainda metido consigo, tem agora a resposta: é evidente que não tento correr com ninguém (estou mesmo a ver a Anfi a dizer: também já correu comigo, nunca mais me deixou uma misiquinha), mesmo que discorde radicalmente do que esse alguém diz, não posso é reagir a tudo e a todos em todos os momentos, senão não fazia mais nada que estar no Murcon, e há mais vida para além do Murcon (que já me está a gastar demasiado tempo, por culpa vossa: vá lá, digam que isto não é um elogio).

Como não reagiram a duas misiquinhas que acho espectaculares, repito-as:

«Bei mir bist du Scheyn»: Sirba Octet & Isabelle Georges
http://youtu.be/oXfvIDh6_4k
(tenham a paciência de aguentar o aperitivo dos primeiros 3 minutos de belo instrumental, depois aparece a cereja em cima do bolo, a grande voz da Isabelle Georges, terminando com mais uns 4 minutos de outro belo instrumental: tudo na tradição do cabaret alemão dos anos 20/30).

«Diferente»: Gotan Project
http://youtu.be/wZk-LJ_KCMg
(apreciem a música, mas especialmente a coreografia).

E, aceitando a sugestão da Caidê, que me pede músicas, deixo mais outra, de um grande cantautor argentino recentemente assassinado na Guatemala, por engano, a mando de um narcotraficante: as balas dirigiam-se a um empresário, por jeito com negócios escuros, que lhe dava boleia para o aeroporto):

«Nos estas deprimido, estas distraido»: Facundo Cabral
http://youtu.be/PrcYC-h3MTA

E não resisto a mais esta, de apenas 2,5 minutos:

«Zing Bruder Zing»: Sirba Octet & Isabelle Georges
http://youtu.be/cHi_5RsQDqg

Marial disse...

Andorinha

Cometi o crime da "ousadia"!!!...
Não é o oitavo pecado "capital"???...

Não?... Ai não???
"Atão" estou safa!!!... :-)

E concordo em absoluto consigo quando diz que a questão do caloiro vs ancião é tema que dá "pano para mangas"... como aliás já aconteceu, em tempos não muito distantes!!!
Não era de todo minha intenção puxar de novo o assunto!!!

E sem querer "incendiar" a Ana...
:-) :-) :-)
mas já que estou numa "onda" de concordar consigo, deixe-me dizer-lhe que subscrevo em absoluto as suas palavras num comentário escrito já bem lá atrás e que passo a citar:
"(o Bartolomeu) é um brincalhão que de vez em quando descarrila..."

O humor é "essencial" à vida, pois ajuda a dar um outro "colorido"... pois cinzenta já ela é muitas (demasiadas) vezes!!!...

ana b. disse...

Andorinha:

:)))))))

Marial:

Acertou! Você foi um dano colateral...Sory!

andorinha disse...

Tangerita:)

Obrigada pelos miminhos! São duas das que mais gosto também.
E fiquei com mais uma lagrimita...:)
Mas não te preocupes, ando com as emoções à flor da pele.
Como é Verão nem é de espantar, a pele anda mais à mostra, daí que as emoções também:))))))

Quanto a Bridge over troubled water e se a memória não me falha, penso que foi a primeira canção aqui no Murcon.
O Júlio poderá confirmar...

Não há nada melhor do que começar o dia com um sorriso e duas belíssimas canções.

Mais uma vez, thanks:)

andorinha disse...

Manuel,


"... há mais vida para além do Murcon (que já me está a gastar demasiado tempo, por culpa vossa: vá lá, digam que isto não é um elogio)."

Há, claro. Mau era se assim não fosse.
Mas este "cafezinho" é viciante!
"gasta-nos" tempo, sem dúvida.
A Ana queixou-se do mesmo aqui há tempos:)
Mas só temos que saber geri-lo e saber se aquele que "gastamos" aqui é bem ou mal gasto. Concordas?

Quanto aos links que deixas vou mais logo apreciá-los.
Vou mesmo, não penses que digo isto por dizer, tal coisa não faz o meu género:)


Marial,

"O humor é "essencial" à vida, pois ajuda a dar um outro "colorido"... pois cinzenta já ela é muitas (demasiadas) vezes!!!..."

Este excerto subscrevo todinhooooo!
Mas o que é humor para ti ou para mim pode não ser para outras pessoas.
E nem estou sequer a falar da história do Bart, que não me fez rir nem sorrir...
Mas isso passou, não vou voltar ao assunto.

Quanto a "caloiros", alguns concedo que sejam, outros nem por isso. Serão anciãos travestidos de caloiros:)))
Também sou desconfiada, está-me nos genes...

Malta, como bem diz o Manuel, há mais vida para lá do monitor, portanto...fiquem bem:)

Até mais logo.

Interessada disse...

Manuel:

Regressou dislexico?
"Concorrer" e não "correr", e foi palavra sua, utilizada quando aqui colocou umas músicas dizendo que eram para concorrer com os meus links.

Quanto aos links que colocou ontem: eu ouvi e gostei; mas tem que se dizer tudo?Então é que não saíamos daqui.
Relativamente aos de hoje, francamente não gostei da Isabelle Georges, e não sei como pode apreciar o coreografia do tango. Há tanto efeito especial, que acaba por retirar a magia da coreografia - e se o tango é bonito!

Quanto à reflexão de Facundo Cabral, foi útil, pois é sempre bom que alguém nos lembre ;). Mas olhe que o Júlio é capaz de não gostar que lhe esteja a fazer concorrência.
Sabe que já ouvi um psicanalista dizer que estes textos de autoajuda, não servem de nada?
Tem certamente a ver com a nossa capacidade de resiliência. Será porque há momentos em que não conseguimos fazer uso dos nossos recursos? Não sei-creio que ele não explicava.

Júlio:

Bem sei que não é psicanalista, mas não quer dar aqui uma borla? :)

Marial disse...

Pois... Ana,
era por demais evidente!!!

Mas tenha lá calma... pois os fins não justificam (quase todos) os meios!!!...

Marial disse...

Andorinha

Assumi-me "caloira" em sentido figurado... pois sinto-me efectivamente "caloira" neste espaço, quer (como é óbvio) a comentar quer a "acompanhar" os comentários dos restantes, pois tomei, casualmente, conhecimento da existência do blogue há cerca de 4 meses, se tanto!!!...
(teria que ir confirmar... pois o tempo passa tão rápido... que por vezes nos atraiço-a!!!)

Mas "anciã travestida de caloira" também não será o caso...
pois não considero a "ternura dos 40" propriamente associada a um "ancião"!!!...
;-)

A seu tempo... a seu tempo!!! lá chegarei...
:-)

Bartolomeu disse...

http://www.youtube.com/watch?v=dxG9OH3yppU&feature=related
Knut Hamsun, escreveu um livro com o título "Fome".
No início deste livro, damos de caras com uma reflexão de Antonin Artaud, que nos diz; «Aquilo que é importante, parece-me, não é tanto o defender a cultura, cuja existência nunca impediu um homem de passar fome, mas sim o extrair daquilo que se chama cultura, ideias cuja força motivadora seja idêntica à da fome.»
Quer o Antonino dizer com isto que, se nos dedicarmos a defender "algo" so pelo nome que ostenta, estaremos impedidos de obter o alimento que esse "algo" nos possa oferecer.
É que... podemos ter fome de muitos "algo", todos diferentes... ou não.

free culture lisbon disse...

bom dia maranhal, acordei agora
e vou trabalhar, vemo-nos à noite

A Menina da Lua disse...

Professor

Já que se falou em caravelas; a fazer lembrar tambem artes de marear, aqui deixo esta canção tradicional catalã, sobre a história de "La Donzella i el Mariner".
É lindíssima! e muito bem cantada pela belíssima Arianna Savall, tendo por fundo as paisagens maravilhosas de Sorolla.

Espero que gostem!

http://www.youtube.com/watch?v=PWKWd-JzLLA&feature=share

Interessada disse...

Bart:

Afinal o que são essas mesmas ideias que se extraem da cultura, senão ela mesma?
Fome, daquelas de morrer, talvez música, teatro e literatura (mas sobretudo ensaio).
Alguma expressão plástica, também.
Já noutro patamar, as festividades, talvez pelo sentimento de pertença que me dão.

Interessada disse...

Menina da Lua:

A música é muito bonita e Arianna Savall tem uma voz lindíssima, que eu desconhecia.
Sabe se ela é alguma coisa ao Jordi Savall?

ana b. disse...

Marial:

O dano foi colateral, apenas porque eu não me dirigia a si. Não é que o que tenha dito não seja o que pense.

Manuel:

O video do F. Cabral mais parece os livros do Paulo Coelho e os mails que a minha mãe me manda:))
Vá lá dizer a um deprimido que ele anda é distraido a ver se resulta:)

A Menina da Lua disse...

Interessada:)

É filha do próprio Jordi Savall:)

Já que gostou deixo-lhe outra ainda mais bonita da Arianna.

http://www.youtube.com/watch?v=kmsMJgABPa0&feature=share

andorinha disse...

Manuel,

Estou precisamente a ouvir a Isabelle Georges. Que "vozeirão", de facto!:)


Marial,

Eu sei que disseste "caloira" em sentido figurado.
E eu também não disse que és "anciã" em termos de idade.
Não sei a tua idade nem isso me interessa para nada.

O Thora e o Pedro, por exemplo, são dois caloiros "anciãos".

Também deve haver aqui o contrário, ou seja, "anciãos travestidos de caloiros".
Mas se só tomaste conhecimento da existência do blog há cerca de quatro meses, deves ter uma inteligência e uma perspicácia acima da média para poderes fazer uma análise como a que fizeste.

Não estou a ser cínica, falo a sério.



Bart,


"...mas sim o extrair daquilo que se chama cultura, ideias cuja força motivadora seja idêntica à da fome.»"


A cultura deve servir como força motivadora que nos conduza a algo mais, que nos leve também a lutar pelo que queremos, que nos leve a investir em várias áreas, que nos leve a questionar este mundo em que vivemos, que nos leve a tentar ser criativos, ou seja, na minha opinião, não deve ser um fim em si, mas um meio.
Um indivíduo com fome será capaz de tudo, de se transcender...
"A necessidade aguça o engenho" sempre se ouviu dizer. A cultura deverá também aguçar o nosso engenho.

andorinha disse...

Manuel,

O video do F. Cabral só consegui ver dois minutos.
O resto seria perder tempo, desculpa a frontalidade.
Videos deste género "pintam", embelezam e distorcem as coisas de uma forma que é até capaz de ser prejudicial para quem for levado na conversa.

Bartolomeu disse...

Minhas amigas Interessada e Andorinha; diz-se que a mesma viagem nunca poderá ser feita duas vezes. Porque a estrada já não é mesma... e porque o viajante também não.
Então, o mesmo raciocínio pode ser tido relativamente, não à cultura, mas sim à viagem que conduz a ela.
Porque a cultura, tem dua faces, aquela que se exibe e a outra, aquela que nos alimenta interiormente. Quanto à viagem que supostamente conduz à cultura, essa pode ser feita, utilizando imensas vias, mas só uma é a verdadeira, se for despretenciosa.

andorinha disse...

Bart,

Eu não falei da viagem que conduz à cultura, mas sim das viagens que podemos fazer a partir do "apeadeiro" chamado cultura.
São coisas diferentes, quanto a mim.

Caidê disse...

Só hoje ouvi a curta metragem de "O amor é..." que fala da medusa. Bolas, que assim nem eu gostava de praia!...
De todo o jeito, tou é mesmo à espera de um lindo dia de sol - talvez amanhã...
Como tal:
http://www.youtube.com/watch?v=TiCxqhu9cio&feature=related

Andorinha e T.
Para o que vos foi dar - Bridge over troubled water?... Se ainda tiver o vinil, está gasto! :))))

andorinha disse...

Caidê,

Estou à espera do mesmo:)

Mandei-te ontem The sounds of silence, já estavas a dormir..., mas mandei:)

Quanto a Bridge over troubled water que dizer?!
E insisto na minha: penso que foi a primeira música aqui no Murcon... a long, long time ago:)
Parece-me que foi há uma eternidade!

Interessada disse...

Menina da Lua:

Muito obrigada pela sua simpatia.
Gostei de ambas. A segunda talvez seja menos repetitiva.

Bart:

Estou inteiramente de acordo contigo quando dizes que a mesma viagem nunca poderá ser feita duas vezes. Só não percebo o que tem isso a ver com as tais duas faces, e o que estas têm a ver com o que disse Atonin Artaud.

Estas são as tuas deduções:

"Quer o Antonino dizer com isto que, se nos dedicarmos a defender "algo" so pelo nome que ostenta, estaremos impedidos de obter o alimento que esse "algo" nos possa oferecer."

e ainda:

"Porque a cultura, tem dua faces, aquela que se exibe e a outra, aquela que nos alimenta interiormente. Quanto à viagem que supostamente conduz à cultura, essa pode ser feita, utilizando imensas vias, mas só uma é a verdadeira, se for despretenciosa."

Artaud diz, muito claramente, que o importante é extrairmos da cultura a força motivadora.
O resto parece-me imaginação tua.

Caidê disse...

Andorinha
São históricos! :))))

Hoje estou numa mais ou menos assim:
http://www.youtube.com/watch?v=Xz-UvQYAmbg&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=_4BdbrhKdus&feature=related

E bomecêsque ouvem por i?

disse...

Caidê,

Só os mais distraidos não "ouvem":

http://youtu.be/Zt_NxVyU3G0

"Ainda não tenho a energia dos 60"

:(

disse...

Quem quiser fazer um bom serão, sugiro uma viagem aos antipodas. Já volto.

http://youtu.be/AdfcLkCGlLQ

Caidê disse...

Pedro

Não está mal - afinados estão!Mas é claro que O rouxinol do Imperador os supera.

Vê se o Pico dança esta :)))).

http://www.youtube.com/watch?v=c6L4GixccLU

Impio Blasfemo disse...

Sempre caravela....sempre! ou Nau que,já agora, sempre consegue marear contra o vento, à bolina. Presentemente, com os rumos que nos impõem, temos de cerrar a bolina, e, consequentemente, ir mais devagar.Não gosto desta mareação; sou mais homem de ir ao largo ou em bolinas folgadas, com vento de través, a encher bem o pano.
Deixo uma parte de um texto de Gil Vicente, já que o anterior tema assentava sobre o amor. Faz a ponte com o actual.

" Fidalgos do Principe
Muy serena está la mar,
Á los remos, remadores,
Esta es la nave damores.

..........."
NAU DOS AMORES - de Gil Vicente

Achei a mensagem taciturna mas com uma Foz tão bonita e o mar a correr cheio de ondas, estes estados de alma passam rapidamente.

Cmpts

Caidê disse...

Anos 70, pode ser?
http://www.youtube.com/watch?v=-cxZdH1pd3A&feature=related

disse...

http://youtu.be/1-jkdfx2XEA ( para os futuros Murcons )

Caidê disse...

Esta parece-me bem para o berço :)))
http://www.youtube.com/watch?v=UBzd79EGxng&feature=related

Interessada disse...

Pedro:

Acho estes exercícios de sedução, uma delícia :D

Porquê para os futuros?
Não achas os actuais, capazes de apreciarem estas ostentações?

Dorme bem UóUó

Marial disse...

Andorinha

"...deves ter uma inteligência e uma perspicácia acima da média para poderes fazer uma análise como a que fizeste.
Não estou a ser cínica, falo a sério."

Obrigada...
Eu sabia que nos íamos dar bem!!!
:-) :-) :-)

(só por curiosidade... se tiveres "pachorra", lê ou relê o meu comentário do dia 13 de Julho... pois não consegui encontrar o primeiro comentário que aqui fiz!!!)

E vou fugir a QUATRO pés... pois o dever chama-me...

Um bonito e feliz dia para todos!!!

Interessada disse...

Divirtam-se enquanto o dia não vos convida a saír.

http://www.youtube.com/watch?v=z-oVPR-LygI&feature=player_embedded

andorinha disse...

Bom dia...e até logo.)))


Marial,

Omitiste uma parte do que eu disse e que faz toda a diferença:)


"Mas se só tomaste conhecimento da existência do blog há cerca de quatro meses..."

Existem, portanto as duas hipóteses em cima da mesa, não sabes para qual delas me inclino.
Isso para já fica cá com os meus botões:)


E não nos damos bem nem mal, antes pelo contrário:)
Preciso de muito mais tempo para me dar bem ou mal com alguém...

Reli o teu comentário de 13 de Julho, mas não percebi a relevância dele para este bate-papo.
Quanto ao primeiro, é fácil: googlas e está feito, foi assim que eu o reencontrei.


Caidê,

Já estás ao sol?:)
Eu vou daqui a pouco.

Inté:)

Interessada disse...

Ok, as mulheres muito sexy foram para a praia.
E os homens muito sexy, onde estão?

Impio Blasfemo disse...

Boa tarde Prof.JMV
Li os vários comentários e o mais delicioso e talvez o mais acertado é aquele que sugere que “uso por uso, então que seja uma tábua de queijos”. Ri-me a bom rir e estou totalmente de acordo; nem caixão, nem caravela. Caixão não:- É algo macabro andar preocupado com o nosso enterro e também uma perda de tempo pois, chegada a altura, alguém tratará do assunto sempre como puder e quiser e não como nós desejaríamos. Quanto a caravela. hoje já temos o avião e se não houver cheta, podemos tentar ir em low-cost. E assim, já que há que dar uso à dita tábua, pois deixemo-la estar sossegada, na sua forma original e singela, e usemo-la como tábua de queijos; perfeito. Tem um inconveniente que é o clássico aumento do colesterol mas, regado com um bom tinto, dizem os entendidos, que o dito e maléfico colesterol fica atenuado (os franceses são especialistas nesta receita). Fica a sugestão!
No comentário que anteriormente escrevi, fiz uma pequena patifaria (coisa de “mouro”) que agora rectifico. Eram as caravelas que conseguiam “andar contra o vento (o que chamamos bolinar)” e não as naus. Isso deve-se à forma triangular das velas e do casco. Mas por aqui fico em termos de marinharia. Destinava-se a dita patifaria a ver se alguém lia o que eu escrevi e dava pelo “gato”; significava que percebia das arte de marear e nos tempos que correm parece que vamos ter de recuperar o mar, pelo que é bom saber, à partida, com que “mãos” vamos contar. Lá diz o ditado que “quem vai para o mar avia-se em terra”. Estava a “pescar à linha com engodo marinheiro…”
Mas vamos ao que interessa que é a frase “Pregou a derradeira tábua e foi dormir. De manhã se veria - caixão ou caravela?”. Não vou fazer considerações sobre o que iria na sua cabeça quando a escreveu; seria de uma tontaria total da minha parte. Digo apenas o que ela me causou e o que sinto ao lê-la. Então aí vai. Passei 2º feira à noite a fazer Zapping entre o programa prós-e-contras da RTP1 e a uma mini-mesa-redonda da TVI24. Entre as toutinegras de mau agouro (pessimistas satisfeitos) que por lá botaram fala-dura e que só encontram uma solução que mais ao menos diz que o Euro está feito e os optimistas crónicos que dizem que o povo sofre, paga e os ricos safam-se, como sempre, e que tudo vai ficar bem (para eles), e que temos que ser atentos, venerandos e considerados e bem comportados, o meu pobre coração atrofiava-se ao ponto de ficar do tamanho de uma noz.. Diacho, concluí eu para os meus pobres botões (que os ricos, juntamente com os anéis, já estão empenhados), estamos mesmo lixados e não há volta a dar. Isto vai tudo ao fundo e os 2 submarinos que temos não vão dar para toda a gente.
Dai que se calhar, em vez de aproveitar o carvalho para a dita “tábua de queijos”, se calhar vamos ter de a usar para a tal caravela que é sugerida no seu texto. Mas somos muitos! E uma caravela não dá para todos! Estou a ver; vai sempre haver uns tantos “mouros” que ficam de fora. Percebo, primeiro expulsam-nos e depois afogam-nos! Não está mal visto!
Resta-nos (aos “mouros sobrantes”) a solução da Jangada de Pedra do Saramago. Dinamita-se a fronteira, aproveita-se a energia eólica, seguem-se os ventos alísios e aportamos todos no Brasil, terra cheia de samba e de Sol. Está decidido!
Um abraço para si e para a próxima, se faz favor, vá dormir e não se preocupe com a tábua, pois quando acordar, alguém já se encarregou de a levar como “penhora”.
Ímpio Blasfemo
Entre amigos
O Mouro d’Al-Moçageme
PS- Obviamente nem sou Ímpio, nem Blasfemo (embora por vezas seja difícil conter-me) e muito menos mouro. A verdade disto é que passo muito tempo em Almoçageme; para quem não conheça, fica por cima da praia da Adraga, na zona de Sintra.

Princesa Isabel disse...

Caravela! :)

ana b. disse...

Impio:

Então não conheço!
É onde fica um dos meus restaurantes preferidos: Adega do Coelho! Come-se um peixinho grelhado delicioso e um leite creme imperdível! E o arroz doce? Dos melhores do mundo... E tem aquele pátio delicioso, onde se come à sombra das árvores e das parreiras. A haver paraíso, ele deve ser mias ou menos assim:)
Quanto à praia da Adraga, também faz parte do meu roteiro, em especial, porque é fresquinha. Tão fresquinha, que eu chamo-a de Escócia... E por acaso, também não se come mal no restaurante da dita:)

Impio Blasfemo disse...

Olá Ana. B,

Obrigado pela resposta. Conheço os restaurantes que me falou, mas aqui, os meus preferidos são a Toca do Júlio (costuma ter um bom cabrito assado) e outro,por cima da Praia Grande, que é "O Coroa" que, geralmente, tem um robalo de mar que , na grelha, é de se lhe tirar o chapéu.
O link, para quem não conhecer, é:
http://restauranteocoroa.pai.pt/
Quanto à Praia da Adraga, estou para aqui há uma semana e esta nortada não passa. Está uma ventosga que parece querer levar tudo pelos ares. Irra que é demais....

Um abraço

Ímpio

Interessada disse...

Ah, afinal nem todas foram para a praia ;)

Eu tenho que vir aqui de vez em quando, para não ficar quadrada.
Já só vejo caixas e caixotes por todos os lados. E ainda faltam tantos :(
Ainda não entrei na nova casa e já começo a achá-la pequena.
É o que dá uma pessoa não conseguir desfazer-se de memórias e já as ter a rodos.
Resultado: algumas não chegam a ser vistas senão quando mudo de casa :D (estou na 2ª mudança)

Era assim que me apetecia estar:

http://www.youtube.com/watch?v=RY_NQZyBc3g&feature=related

Interessada disse...

Ouvir esta agora, também não está a ser mau, não senhor.
E tem a vantagem de não se sentir o vento.

Interessada disse...

http://www.youtube.com/watch?v=LU_QR_FTt3E&feature=related

Interessada disse...

Chico Buarque deixa-me sempre atenta. Tem um não sei quê de criança e outro tanto de charme.
Última sugestão antes do jantar:

http://www.youtube.com/watch?v=LU_QR_FTt3E&feature=related

Impio Blasfemo disse...

Interessada

Bob Marley é muito bom, mas para uma tarde como a de hoje, ventosa e solarenta, em que tenho de me agarrar ao teclado e escrever mais um capítulo prefiro Chet Baker ou a voz grave da Cassandra Wilson ou a roufenha do Tom Waits. Dizia-se que a Lurdes Pintassilgo fazia os seus despachos ao som de Tom Waits. Eu preciso um som mais suave, mais melancólico, mais harmónico.
Aliás, na minha idade, apreciamos mais este som.

Chet Baker - My Funny Valentine

http://www.youtube.com/watch?v=UOEIQKczRPY

Escrevo aqui nos intervalos, para descansar do tal capitulo que não há meio de ficar terminado.

Cmpts e boas arrumações

Ímpio

free culture lisbon disse...

senhor impio

eu vou nos sobrantes

"Resta-nos (aos “mouros sobrantes”) a solução da Jangada de Pedra do Saramago. Dinamita-se a fronteira, aproveita-se a energia eólica, seguem-se os ventos alísios e aportamos todos no Brasil, terra cheia de samba e de Sol. Está decidido"

mas proponho mudar o destino para os mares do norte, ver a aurora boreal
nao sou uma pessoa muito tropical e esses lados fascinam-me

Interessada disse...

Caro Ímpio:

Tanto quanto me parece este blogue é bastante eclético, pelo que nos podemos permitir a sugerir até as maiores crueldades, como esta:
http://www.youtube.com/watch?v=5sHn0wKjjFU&feature=related

É bom que as propostas variem em género, como tem acontecido. Mas devo esclarecê-lo de que está muito preso ao preconceito da idade.
Por ex: Eu gosto de música rap e de ópera.
Ainda no outro dia alguém (creio que foi a Ana b.) falava também dos enganos que por vezes florescem nas nossas mentes.
Não faço ideia qual é a sua idade, mas como já disse, não acho que isso seja relevante.
Eu, cá por casa, vou saboreando todas essas que sugeriu. O meu obrigada, e proponha mais.

Interessada disse...

A outra era a última proposta.
Esta é a penúltima:

http://www.youtube.com/watch?v=0xfG-dJFbxc&feature=related

Fora-de-Lei disse...

Universidade Católica veta roupa indigna de Igreja

Calções, chinelos, sandálias, camisolas do Benfica e outra roupa considerada inadequada a "uma instituição da Igreja" são desaconselhados pela Universidade Católica de Lisboa. O conselho académico da UCP emitiu uma nota informativa, dirigida a alunos, professores e funcionários, na qual estabelece limites à forma de vestir dos elementos que frequentam o espaço.

«Todos os professores, funcionários e alunos da Universidade devem apresentar-se na Universidade com formas de vestuário dignas e convenientes, adequadas ao local de trabalho próprio de uma Universidade e de uma instituição da Igreja", lê-se no documento.

"Não me parece que a forma mais adequada para quem se dirige à universidade seja de chanatos ou com uma camisola do Benfica", afirmou ao jornal ‘Público’ Manuel Braga da Cruz, reitor e presidente do conselho académico. O CM solicitou esclarecimentos ao reitor, que não foram prestados.

Estudantes e ex-alunos não consideram desajustada a decisão do conselho. "Não podemos cair em extremos. Não acho mal vir de calções e t-shirt, mas há situações, como exames, provas orais, apresentações de trabalhos, em que convém ir mais formal", disse João Quintela, do 1º ano de Economia.

Manuel Cabral, advogado e ex-aluno da Universidade Católica, concorda com a decisão: "A universidade prepara alunos para a vida profissional. Ninguém vai para um escritório de advogados de calções."

Eugénia Graça, directora do gabinete de apoio ao aluno, explicou as motivações da decisão do conselho académico da universidade: "É uma orientação pedagógica de prevenção. Preparamos alunos para estágios, entrevistas de trabalho, e tem de haver distinção do vestuário mais formal e menos formal conforme as ocasiões.»

Interessada disse...

Eu bem quero trabalhar, mas há tantos blogues que despertam o meu interesse!...
E eu só agora estou a descobrir os textos maravilhosos que tanta gente interessante escreve.
São uma tentação.
Começo a acreditar que o que nós (Ímpio Blasfémio:também já estou muito velha)aprendíamos através dos livros (se os pudessemos comprar), aprendem os nossos filhos através da net.É só estimularmos a curiosidade :)

Deixo-vos mais uma preciosidade, sem Diana Krall :)

http://www.youtube.com/watch?v=FSNoDXnA4TI&feature=player_embedded#at=80

Interessada disse...

Universidade Católica veta roupa indigna de Igreja


Se a UC quer ensinar aos alunos como devem vestir numa situação formal (que até me parece caricato que isto seja uma coisa que se ensine a nível da Faculdade), deveria concretizar e não falar em termos tão vagos, como os que passo a transcrever:
"formas de vestuário dignas e convenientes, adequadas ao local de trabalho próprio de uma Universidade e de uma instituição da Igreja"
Estou portanto convencida que a ideia será a de exigir bom-senso.
De qualquer forma, muitas dúvidas surgirão, pelo que insisto por um melhor esclarecimento.
P.Ex., não vejo mencionadas as calças descaídas com as cuecas à mostra, e não tenho dúvida de que será um tipo de vestuário inadmissível. Por outro lado, outros estarão convencidos de que poderão calçar os tais chinelos.

Mas que não seja meio caminho para o fato e gravata. Será?

Interessada disse...

Até porque já só vai havendo dinheiro para colete e calções :)))

andorinha disse...

FDL,

Camisolas do Benfica a bold porquê?????:)

Mas qual o espanto de toda essa palermice?
Tu ainda não reparaste que neste país está tudo doido?

"A universidade prepara alunos para a vida profissional. Ninguém vai para um escritório de advogados de calções.""

Prepara???
Eles saem de lá e não sabem nada:(
Se investissem no ensino e deixassem o vestuário de parte fariam melhor.
Mas eu acho mesmo que esta gente perdeu a noção das prioridades.

andorinha disse...

P.S. Felizmente estamos no Verão e ainda posso ir para a praia de bikini sem ninguém me chatear. A esse nível, pelo menos:))))

andorinha disse...

Lido hoje no JN:

Muito se tem falado e escrito sobre a integração da mulher na sociedade moderna como também na sua discriminação.
Estou de acordo que a mulher ocupe um lugar quase a todos os níveis nesta sociedade (que benemérito, o homenzinho), mas não concordo de forma alguma que elas venham a ser ordenadas no sacerdócio porque esta missão só pertence aos padres. Cristo, quando escolheu os seus seguidores, foram homens, simples pescadores para continuarem a Sua missão no mundo.
Espero que o Vaticano não aprove as mulheres-padres, isto seria um desacreditar na religião católica a que eu pertenço e que também já não concordo com muita coisa que hoje se pratica na Igreja.
Espero, enquanto for vivo, não ver nenhuma mulher no altar, doutra forma e com muita tristeza minha deixaria de ir à Eucaristia.

Manuel Rocha Pereira


Comentário meu: os homens portugueses continuam a ser os mesmos atrasados mentais de sempre:(
E alguns até se vangloriam disso, o que é o mais espantoso!!!!

Bartolomeu disse...

Andorinha;
Os argumentos de que o MRP se socorre para justificar o seu ponto de vista, talvez possam parecer-te sectários e discriminatórios, relativamente ao catolicismo e à mulher.
No entanto, para que possamos construir uma opinião ´concreta acerca desta matéria, temos de estabelecer uma distinção entre catolicismo e cristianismo.
E aquilo a que o artigo do jornal se refere, é da estricta responsabilidade e decisão, da igreja católica; uma instituição com regras próprias. Um bocadinho mal comparado, é como se o clube de futebol SLB não existisse e nós decidissemos funda-lo e nos estatutos colocássemos uma clausula que determinasse a não admissão de mulheres para desempenhar a função de treinador.
Mesmo discordando, tinhamos de nos achantrar, quécaxas?!

Interessada disse...

Andorinha:

Ai, e eu que gosto tanto dos homens portugueses!
Achas que é grave ?

Interessada disse...

Bartolomeu:

Estás a fujir à questão, pois sabes certamente tão bem como eu que, dentro da Igreja Católica, há quem discorde há muito.

E alguém viu os apóstolos no mínimo em cuecas, para terem a certeza de que eram homens?

Caidê disse...

Andorinha

Que bom esteve o sol hoje! :))))
Bem sei que ainda tive de me contentar com o diferido...mas as tendências da estação estão quase a mudar para "shorts" e "bikini". Oh, se estão! Até de ecrã estou pronta para férias.

Pedro
Gostas de fotografar/ filmar aves? Ornitólogo por hobby?!

Impío
Para te pagar ( a dobrar) o Chet Baker:

http://www.youtube.com/watch?v=ouQ3HeluFV4

http://www.youtube.com/watch?v=jEy6MGu3bIA&feature=related

ana b. disse...

Andorinha:

Com tanta coisa boa para ler, você vai perder tempo com o Sr. Manuel Rocha Pereira?:)))

Impídio:

Deixou-me a salivar pelas gambas do Coroa! O restaurante tem muito bom aspeto...Já vi que você não brinca em serviço:))) A visitar sem demora!
Já que gosta de jazz, envio-lhe uns videos de duas das cantoras de jazz da nova geração que eu mais gosto: Melody Gardot - descobri-a há cerca de um ano e não consigo despegar-me do seu último CD. Ora espreite:

http://youtu.be/qcebJ37cZKQ

http://youtu.be/m2pEm3lRYSk

E a China Moses: fantástica voz!

http://youtu.be/p8_eVQBN63U

http://youtu.be/fTbvrQgknxQ

http://youtu.be/GMySsXTgqqA

Presumo que preferirá a voz rouca da China. Também eu. Mas não substime a Melody - ela é talentosíssima!

ana b. disse...

Impio:

E um abraço, também!

Bartolomeu disse...

Claro que ha, Interessada, assim como haveria no SLB se aquela clausula existisse.
Aquilo a que fiz referência, é algo de muito concreto. A Igreja é uma instituição com regras próprias. O facto de a igreja católica, professar a fé cristã, não implica que deva submeter-se a outras regras, que não as suas próprias, criadas por si e que não têm nada a ver nesse contexto de mulheres sacerdotes, com o exemplo de vida de Cristo.
É necessário sabermos distinguir entre mitos e misticismo, minnha amiga.

Interessada disse...

Ana:

Não gosta, ou considera da velha geração?

Gravação no Hot Club de Portugal

http://www.youtube.com/watch?v=iPyEh7KOxms

Interessada disse...

Bart:

Sei o que são mitos e o que significa a palavra misticismo.
O que eu não sei é de que forma encaixa isto na nossa conversa.
Vou tomar banho e talvez refresque as ideias :)

disse...

http://3.bp.blogspot.com/_-ssodX6Qwlo/SteVCKZJzWI/AAAAAAAABgk/97hvJA2UaOY/s1600-h/b6.jpg

ana b. disse...

Interessada:

O que acha que poderá ser da velha geração? A música ou a Diana Krall?:))

Dada a idade da Dk, só poderá ser a música. Conheci-a cantada pelo Tom Waits. Mas é igualmente boa pela voz da Diana K.
Tanto gosto de musicas novas com antigas. Desde que me entrem na alma:)

Caidê disse...

Ana
Vou meter-me...Bote sempre música desta. U-aH-UUUUU. Não UHU! Mas que cola...cola mesmo ao ouvido mesmo dos mais "distraídos".

Oyasumi!... (translate do Japanese:)))

Moon disse...

FDL & Cª,

Se calhar vetaram bem...

Há dias tinha aqui os amigos do meu filho mais novo a jantar e nessas alturas é dar-lhes "corda" e vê-los debitar, um mimo!

Ficamos a saber muito mais do que alguma vez nos diriam se perguntas fizessemos.

A certa altura, a conversa "descambou"...

Moral da história: os rapazes estão «cansados» de ver tanta ´mama à mostra´ a passear pela escola.

E tiveram o cuidado de salientar que não têm nada contra mamas, aliás, adoram-nas!:) mas tão explícitas tira-lhes o espaço para a imaginação:(

Todos modernaços por fora mas ainda bem conservadores na base...

Moon disse...

Belos tempos em que bastava um tornozelozinho para incendiar o ambiente...:)))))))

Moon disse...

Andorinha,

Sua descarada! Biquini???!!!:)))))

disse...

oyasumi nasai

ana b. disse...

Caidê:

Oyasumi, para si também!
Confesso que tive de ir ver à net:)))

Moon:

Não acho que eles sejam conservadores por isso. É um facto que o nú explicito e banalizado, carece de erotismo.

andorinha disse...

Bart,

Os argumentos são sectários e discriminatórios, ponto.
E o homem é um idiota chapado, ponto.
Não perco mais tempo...

"Vocelência" é que não respondeu ao meu post das 7.52.
Agora temos respostas seletivas?



Interessada,

Se é grave?
Já te disse que não posso ajudar, não sou psi...


Moon,

É simples, se os rapazes estão cansados de ver tanta mama à mostra na escola, não olhem:)

O que eu constato pelos meus alunos e alunas, malta entre os 13 e os 17, todos se vestem de uma forma descontraída, normalíssima nestas idades. Shorts curtíssimos, tops tão escassos que por vezes é só uma tirinha de pano:), mas nunca ouvi os rapazes criticarem ou mandarem piropos ordinários. Encaram tudo com enorme naturalidade e eu penso que isso é positivo.

Na praia vêem muito mais mamas e queixam-se?:)))))

Claro que eu não advogo que se vá para a escola como quem vai para a praia...digo já para que não me venham moer o juízo.

Mas deixem os miúdos agora vestirem o que quiserem, terão mais que tempo pela vida fora de ver que há limites até a esse nível.

andorinha disse...

Ana,

Vê se te decides de uma vez por todas: "tu" ou "você". Já sabes que prefiro o primeiro.

Quanto ao Sr. MRP surgiu-me no meio da leitura, portanto li:)
Também poucos segundos se perdem...


Moon,

Querias o quê? Topless?
Aqui no Norte?:))))))))

Interessada disse...

Uó:
Esse deve ser primo de alguma avestruz :)

Ana b.:

Como me parece que ela é indiscutivelmente muito apreciada, e como se referiu às da nova geração, não fazendo alusão a ela, pensei que poderia considerá-la como eu referi na minha pergunta.

Moon:

Talvez eu esteja enganada, mas estou convencida de que hoje, um tornozelo bem torneado, ainda pode ser o começo de muita coisa, em algumas mentes.
Ora aí está a tal história do erotismo. E a partir de um tornozelo pode-se partir em viagem para outros lugares, assim à moda do ti Júlio.
Quanto ao que se põe ou não à mostra, acho que dantes, como hoje, o que é insinuado desperta sempre mais interesse. Talvez com algumas excepções.

Caidê disse...

Bart
Esta vai sem novo acordo orto...
E bem que sendo da velha geração é "boa" (sem insinuação) para o berço dos nossos queridos fellows murcónicos.

http://www.youtube.com/watch?v=yiQ5CFSJHvU&feature=related

Interessada disse...

Para levantar a auto-estima,
um vídeo promocional que é um brinco.
Lá bem feito está.
O que eu não percebo é como sendo tão bons nós caímos num buraco tão grande.

http://www.youtube.com/watch?v=XXw5fMIYGqg


E avanço para o tango.
Hoje a colheita foi frutuosa.

Manuel:

Já estou a sentir saudades.
Veja lá se aparece e se consegue fazer concorrência a estas.

Esteban Morgado-Quedémonos aquí na voz de Lidia Borda.

http://www.youtube.com/watch?v=EtGKLWRGXbI&feature=player_embedded

Héctor Stamponi (música) e Homero Expósito (letra), na voz de Lidia Borda e na guitarra de Esteban.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=GQH6a3MhHU4

andorinha disse...

Caidê,

E esteve!:)
Adoro praia. O mar relaxa-me imenso.
E gosto de ter um belo tonzinho bronzeado no verão.:)

Oyasumi é Boa noite ao despedir.
Já estás nessa?:(

Devias dizer: Konbawa, ou seja, Boa noite quando encontramos alguém.

Estes rudimentos ainda me ficaram do meu velho curso de japonês:))))))))


Pedro,

Konbawa!:)

Gosto muito das tuas fotos, simples e bucólicas...

Fora-de-Lei disse...

Moon 10:01 PM

"Moral da história: os rapazes estão «cansados» de ver tanta ´mama à mostra´ a passear pela escola."

Posso estar enganado, mas tenho impressão é que a malta nova tem um grande deficit de testosterona. Por isso, é que cada vez se vê mais loiraças a acasalar com os nosso irmãos africanos. Por este andar, qualquer dia temos o Mundo transformado num Cabo Verde global...

andorinha disse...

FDL,

Também não acho que seja isso.
Hoje não concordo com ninguém, chiça!:)

Os miudos encaram as coisas com muito maior naturalidade. Não acho que tenham deficit de testosterona.
É vê-los nos corredores da escola, por vezes mal podemos passar:)))))
Ou vê-los naqueles recantos mais escondidos nos intervalos...
Não é que eu vá espreitar, atenção!
:)

ana b. disse...

FDL:

Africanos porquê?
O que não falta em Africa, são mamas à mostra...Não deve ser essa a razão:)))

Ou muito me engano ou daqui a pouco a Andorinha vem dizer-me para vos deixar sossegaditos ( a você e ao Bart, claro):)))

Interessada disse...

FDL:

Então e as morenaças? Acasalam com as nossas irmãs africanas?

andorinha disse...

Eu, Ana?:)

Eu só disse para deixares o Bart sossegadito sobre aquele tema:)

Quanto ao FDL, como já te disse, é um velho compincha destas andanças. Só espero que o desassossegues...:) Loool


E agora, Konbawa a todos:)

Fora-de-Lei disse...

Interessada 11:36 PM

"FDL: então e as morenaças? Acasalam com as nossas irmãs africanas?"

Quando eu disse loiraças, queria - no fundo - dizer brancas. E as brancas tanto podem ser loiras, de pele clara e olhos azuis, como podem ser morenas, de cabelo e olhos escuros...

Fora-de-Lei disse...

ana b. 11:18 PM

"FDL: africanos porquê? O que não falta em Africa, são mamas à mostra..."

É óbvio que não é mesma coisa...

Interessada disse...

Então e as morenas de olhos azuis? Onde as colocas?

Interessada disse...

Konbawa :D

Fora-de-Lei disse...

Interessada 11:47 PM

"Então e as morenas de olhos azuis? Onde as colocas?"

Essas são as mais espectaculares... ;-)

Caidê disse...

Andorinha
Curso de japonês??? Boa!
Konbawa? Seja! Sempre a aprender...
Mas agora deixei tudo trocado, pois vou mesmo querer dizer "Boa noite" "à partida", ou seja, Oyasumi.
E como se dirá "bom berço" em japonês? Fico intrigada!... Mas vou dormir: amanhã se verá!

Manuel disse...

Hoje não tenho tempo para mais:

«I Try»: Macy Gray
http://youtu.be/qsTk2xp0nvY

«Smile»: Madeleine Peyroux
http://youtu.be/X-o4Tz7C88s

Moon disse...

FDL,

Falta de testosterona... Tretas!!

Adolescentes, hormonas aos saltos, e há dias que até as cadeiras iam, só porque têm pernas!:)

Quanto às loiras preferirem os negros, isso é outroa história!

E a mim parece-me mais um mito...:)

Impio Blasfemo disse...

Voltei ao Murcon. Acabei o maldito capítulo. Finalmente!
Respondendo a free culture lisbon,
O mais ao Norte que fui foi Berlim e Amesterdão. Aconselho as duas cidades e em Berlim, não perder o museu Pergamom e em Amesterdão também não perder o museu Van Gogh. Ir talvez em Junho, o mês mais seguro para o tempo estar bom e as noites serem longas. Infelizmente não estive lá neste mês quer num quer no outro caso. Falta ir ao Báltico, mas segundo ouvi dizer é carote.
Respondendo a Interessada,
Música rap não consigo entrar nela; sou duro de ouvido. Quanto a ópera cheguei a andar por S. Carlos. Uma das òperas que bastante me divertiu foi “cosi fan tutte” do Mozart. Mas também confesso que não sou grande entendido neste estilo de música. Esperanza Spalding , pois adoro e Diana Krall tenho muita coisa e é uma das cantores que mais toco.
Respondendo a Caidè
Aretha Franklin Já não ouvia há bastante tempo e gosto muito, Bill Withers não conhecia mas ouvi e gostei bastante; soa bem ao ouvido.
Respondendo a Ana B.
Pois ainda bem que gostou das minhas sugestões de restaurantes cá pela zona da Adraga. Deixou-me uma longa lista de sugestões de música. A saber:
Melody Gardot – Não conhecia e palavra que gostei.
China Moses também não conhecia e gostei muito. Embora o timbre de voz seja diferente, não sei porque motivo faz-me lembrar a Billy Holiday. Deixo o link de “Starnge Fruit”
http://www.youtube.com/watch?v=h4ZyuULy9zs
Mas já que estamos a dar sugestões musicais uns aos outros, deixo estas escolhas para a troca:
Tom Waits & Crystal Gayle - One From The Heart
Um álbum que aconselho pois é bom do princípio ao fim
http://www.youtube.com/watch?v=iaUl8M5GZHE
Van Morrison – Astral Weeks – Sweet thing
Outro álbum que também é bom do princípio ao fim
http://www.youtube.com/watch?v=2QzDWIOUnM0&feature=related
Jacky Terrasson & Cassandra Wilson – Rendez vous
Este não consigo encontrar no youtube mas garanto que é bom.
http://www.cduniverse.com/search/xx/music/pid/1230564/a/Rendezvous.htm
Dave Brubeck – Love songs
http://www.youtube.com/watch?v=P_a2f9HI2JI
Jan Garbarek – Twelve Moons
http://www.youtube.com/watch?v=W7tM4-r7hHI

E agora com esta me vou que amanhã tenho de ir a Lisboa, cedo!
Um abraço e boa noite
Ímpio

Moon disse...

Ana,

os putos queixavam-se exactamente disso, falta de erotismo.

A faceta de «predador» dos desgraçados está prejudicada, a malta fêmea não lhes dá luta.

E o mais engraçado foi ouvir a juventude dizer que ver mamas é muito estimulante..., pudera!:), mas que as raparigas deviam ser mais reservadas.

E mesmo sabendo o que queriam dizer, só pensava:

Ó por favor, decidam-se!

Homens... Evidentemente!

Moon disse...

Interessada,

Ou muito me engano ou o Julinho já não vai lá só com o tornozelo...!:))))))

Marial disse...

Andorinha

Só agora respondo ao teu comentário (até porque já percebi que gostas de obter resposta!) porque, infelizmente, cá a “je” ainda não se encontra de férias...
:-(

Claramente se vê que não me conheces (o que é mais do que natural, não te preocupes!...) caso contrário perceberias logo que SÓ podia estar em tom de brincadeira ao salientar e dar ênfase às tuas palavras: “ter uma inteligência e uma perspicácia acima da média”...
Mas sempre pensei que os :-) :-) :-) reforçados com a frase” Eu sabia que nos íamos dar bem!!!” pudessem “ajudar” a perceber o tom despretensioso com que li as tuas palavras!...
Até porque depois de ler um dos comentários do Ímpio Blasfemo a propósito do post, parece-me muito mais lógico que o mesmo seja uma alegoria política do que propriamente um puxão de orelhas ao “desconversar” dos Murcónicos!!!
E desculpa contradizer-te... mas não omiti a parte (que dizes) importante do teu comentário: “Mas se só tomaste conhecimento da existência do blog há cerca de quatro meses..."

Tentei dar-te resposta a isso ao pedir-te para teres pachorra de releres o meu comentário do dia 13... em que digo:
“De há uns tempos a esta parte (desde que tive conhecimento da existência do blogue) que sou leitora assídua do mesmo!!! E já fiz um ou dois comentários!!!... Confesso, no entanto, que logo no primeiro comentário me senti um pouco “intimidada” com as reacções de alguns “Murcons” (talvez pelo meu desconhecimento da maneira de ser de cada um... e da forma como reagem às situações) pelo que me deixei ficar no meu “cantinho”... muito caladinha!!!”

E explica-me lá o que queres dizer com “Quanto ao primeiro, é fácil: googlas e está feito, foi assim que eu o reencontrei”???!!!...
É uma forma expedita de se encontrar os comentários que aqui deixámos no blogue??? “Atão” explica-me lá como se faz, para poder encontrar o meu primeiro comentário e poder ser mais exacta na identificação de há quanto tempo “vos” acompanho!!!...

E “prontos”... por aqui me fico... não sem antes clarificar que a razão de toda esta minha “explicação” nada tem a ver com o facto de ter qualquer problema com o “caloira” vs “anciã” (seja em termos de idade ou de “presença” no “Murcon”), mas sim com o facto de detestar que duvidem da minha palavra!!!!... Mas enfim... isso é feitio meu… que se calhar sou uma chata!!!...

Impio Blasfemo disse...

Marial

Quando diz "Até porque depois de ler um dos comentários do Ímpio Blasfemo a propósito do post, parece-me muito mais lógico que o mesmo seja uma alegoria política do que propriamente um puxão de orelhas ao “desconversar” dos Murcónicos!!!", se se refere a mim (o Ímpio) pois o que tentei escrever ia sinceramente no sentido da alegoria política. Mas tem piada que quando olhei para a frase original do prof. JMV também me deu a ideia que a mesma seria uma alegoria política embora em jeito de síntese.
E por aqui fico porque já estou a salivar com o mote da próxima; o nosso ministro das finanças. Eh rapazes; até já fui buscar a lixa para afiar a ponta do aparo....
Quanto aos "murcónicos" tenho imenso e profundo respeito por todos.
Adoro o Chez Lapin (passo a publicidade) e quando lá ia em romaria,depois, para fazer a digestão, atravessava, a pé, a ponte D. Luís e ia fazer uma visita de estudo às Caves; sempre se bebiam uns bons Portos, à borla, e a seguir comprava umas garrafas do precioso licor, para reforço da minha garrafeira.
O Porto encanta-me e as suas gentes também, e isto é sincero; juro que não é graxa...
Só tem um ligeiro inconveniente:- é difícil, como um raio, fazer dieta lá!


Cmpts

Ímpio

ana b. disse...

Marial:

Quando vi a sua interpretação psicanalítica do post, de imediato veio-me à lembrança uma passagem de uma crónica do Onésimo Teotónio Almeida, que passo a transcrever:

"Mickey Spillane pôs uma vez o protagonista de um dos seus romances policiais a beber cerveja e, quando um ´crítico lhe elogiou a consciência social por fazer os seus heróis tomarem bebidas comuns, o escritor declarou que primeiro escrevera cognac mas sobrevieram-lhe dúvidas ortográficas e não tinha um dicionário à mão"

Impio:

Foi propositado ter-lhe enviado duas cantoras pouco conhecidas. Quando descubro preciosidades, gosto de partilhá-las.
Obrigada pelas suas excelentes sugestões. Algumas das quais, vou mesmo adquirir.

Bartolomeu disse...

Querida e estimada amiga, Andorinha.
A resposta à tua pergunta é fácil e não me exige contornos de qualquer espécie. Evitei responder-te pela simples razão de ser capaz de antecipar a tua dificuldade em entender o meu ponto de vista, relativamente a esse assunto.
Como insistes, aqui vai uma resposta inicial que poderemos desenvolver se te apetecer: O sexo existe como forma natural de garantir a subsistência dos seres humanos.
Se entenderes o sentido desta frase, apita!

andorinha disse...

Marial,

Gosto de obter resposta porque gosto de conversar:)
Mas se não a obtiver também não fico melindrada, podes crer...

"...parece-me muito mais lógico que o mesmo seja uma alegoria política do que propriamente um puxão de orelhas ao “desconversar” dos Murcónicos!!!"

Só o Júlio o saberá...:)
Mas isso não é relevante.
Falei-te com toda a naturalidade, entendi que estavas a falar em tom brincalhão.

Não vamos estar sempre a debater o mesmo, mas o que eu penso e foi o que quis dizer é que é "obra" uma pessoa com quatro meses de Murcon fazer a análise que fizeste.

Como disseste que não conseguias encontrar o teu primeiro comentário, eu fui ao Google, digitei "Marial primeiro comentário no Murcon" e lá apareceu ele:)
Fui só por tu teres dito que não o encontravas e já que fiquei com curiosidade em ver qual seria.
De resto nunca o faço, não tenho por hábito andar a cuscar o que as pessoas dizem ou fazem aqui ou noutros blogues.
A minha vida já me dá que fazer, quanto mais a dos outros!:))))))))

Compreendo perfeitamente que detestes que duvidem da tua palavra, eu também sou assim.
Por isso nos vamos entender bem:) Looooooooool

Mas como não te conheço, não posso dizer categoricamente que acredito em tudo. O que não significa que não acredite, ou melhor, possa vir a acreditar.:)

andorinha disse...

Bart,

Tu realmente só vês sexo à tua volta:)))) Looooooooooooooool
Eu estava a referir-me a isto, pá:

Eu não falei da viagem que conduz à cultura, mas sim das viagens que podemos fazer a partir do "apeadeiro" chamado cultura.
São coisas diferentes, quanto a mim.

Era isto que eu queria discutir, mas deixa lá, não te maces...:)

Bartolomeu disse...

Bom, devo confessar-te Andorinha, apesar de pouco lisonjeante, a tua afirmação sempre é mais "soft" dita no singular, que se a tivesses feito no plural.
Quanto ao resto... ok, não me maçarei!