quinta-feira, agosto 25, 2011

Lá foi a dieta outra vez:(.

Como o Zé Álvaro Pacheco Pereira não vem ao Murcon posso dizê-lo: SLB, SLB:))))))))). (Mais vale aproveitar enquanto posso, não é legal jogarmos no campeonato holandês?...).

156 comentários:

andorinha disse...

Deixe lá a dieta, foi de novo por uma boa causa:)

E não comece já a agoirar...
Penso que temos melhor equipa do que o ano passado.
E temos guarda-redes. E Witsel, gosto bastante.
E gosto de alguns que vão embora, mas Jesus é um casmurro:(

Bons sonhos:)

P.S. Só uma dúvida: a partir dos sessenta, as pessoas só pensam em dietas?
É o Júlio, o Impio...

:)

Cê_Tê ;) disse...

Eu não deveria ripostar ;))) mas há uma força maior! (que não é Jesus!;P)

Eu tenho um pressentimento que o seu amigo virá aqui SIM, assistir horrorizado ao seu grito- nem que alguém tenha de dar 1 jeitinho;P!

Que parte ausente do cérebro permite esse tipo de manifestações?????

Cê_Tê ;) disse...

(@andorinha,LOOOL vou ficar de olho na resposta à tua pergunta;)))porque vais ouvir das boas :D Não sei porquê dá-me gozo ver os amigos apanhar porradinha ;))))

pedro ^_^ disse...

CêTê.

Por acaso não estás a falar de mim? É oque dá meter-me com pesos pesados. Mas sempre se aprende alguma coisa. Mas não passa disso á excepção do convivio que o Murcon proporcionou em que se vive alguma coisa.

Bom dia a todos destas margens que deram nome a Portugal.

Bea. Eu sei que sou confuso a escrever. Mas pelo menos poupo-te a testamentos.

Beijos

Bartolomeu disse...

Lá, empatámos a dois
Cá, ganhámos por dois
A caminho de campeões
Vai o nosso Benfica, pois!

E Jesus aos trambolhões,
Mostrando palácios aos bois
Desde que ganhe por dois...
Seremos sempre Campeões!!!
;))))))

andorinha disse...

Bom dia:))))))))))))))

Têzinha:)

Tu é que fazes perguntas provocatórias, não eu...
Que raio é isto?:))))

"Que parte ausente do cérebro permite esse tipo de manifestações?????"


Pedro,

"Mas não passa disso á excepção do convivio que o Murcon proporcionou em que se vive alguma coisa."

Entendo-te até porque já falámos "ao vivo" sobre isso.
Mas mesmo "só" aqui também se aprende alguma coisa...com algumas pessoas.:)

Fica bem:)

E ahora...me voy...

rainbow disse...

Bom dia a todos:)

Outra vez a dieta?:)))
Como a Andorinha diz, foi por uma boa causa, pelo menos para os benfiquistas. Eu sou neutra, mas também torci, por solidariedade:)

Daqui a uma semana, regresso ao meu posto.
Setembro é uma loucura, mas depois vêm as rotinas, já esquecidas.
Até lá, vou ver muitos filmes, ouvir muitas músicas, ler, ver e sentir o mar, andar de bicicleta.

E, dedicada especialmente a todos os murcónicos na sua última semana de férias, aqui fica:

http://www.youtube.com/watch?v=L9nVI98-K_k

bea disse...

Pedro

é verdade, há frases tuas que não entendo por mais que dê voltas à cabeça :)e tenho seguramente um lado adolescente que espero conservar, não me esquecendo do que é: um lado. Ser apenas adulto é secante e muito curto. diria que todos os que se atrevem a escrever no Murcon têm a nuance adolescente.
gosto de testamentos desde que não haja mortos.

Cê_Tê ;) disse...

Bom dia!;)


(@Pedro, estava a referir-me aos sofredores andorinha, ao professor e a todos os que são apaixonados pelo futebol.- mas seguramente a mais ninguém para além dos citados de uma forma particular)

Cê_Tê ;) disse...

Sabem qual é a melhor forma de apanhar o Kadafi?

Digam que o Porto está interessado nele, que o Benfica vai buscá-lo!
- adaptação livre ;D de uma publicação feita em "Portugal sem Prozac".

Interessada disse...

Outra vez o Zé????????

Impio Blasfemo disse...

Andorinha:- Falo por mim. A partir dos 60 são as dietas que pensam em nós...!

Abraços

Ímpio

andorinha disse...

Rainbow,

Tens que aprender! Há coisas de que é proibido falar...

...como por exemplo, da última semana de férias:(


Bea,

Concordo, ser apenas adulto é muitachato.
É enfadonho e de uma "cinzentice" de todo o tamanho.


Cêtê,

Essa pseudo piada não tem piada nenhuma.


Hoje fui até à praia, esperançosa nos ténues raios de sol que vi por aqui.
Lá, dia péssimo, chuvinha para refrescar os neurónios.

Eu bem digo, a Tangerita rogou-me uma praga:)))


Impio,

Que caraças, pá! Tenho que me por a pau...:)

Cê_Tê ;) disse...

@andorinha, se a piada não fosse boa tu não a terias usado esse ADJECTIVO! ;))))))) (começo a entender o Bart??? ;D)
Mas experimenta trocar o Porto com o Benfica. Se mesmo assim não achares piada torna-a fantástica como arma de arremesso para fanáticos.;D

andorinha disse...

Manchester United, Basileia e campeão da Roménia( não fixei o nome)...

Está no papo!:)

Mais a sério, se tivermos cabecinha penso que temos equipa para passar à fase seguinte.
Tenho dito:)

andorinha disse...

Cêtê,

Loooooooooooooooooooooooooooooooool

Nunca mais vou poder aqui escrever livremente.:(
Agora vou ter que estar duplamente atenta aos adjetivos:)))))

Tem piada, mas eu acho que é mais ao contrário, realmente:)

ana b. disse...

Prof:

De futebol não percebo nada. De dietas, percebo, mas faço que não percebo...:)))

Cê_Tê ;) disse...

Pelos vistos o dono do "Clube privado" Abrupto considera que 99% dos Blogues são uma porcaria. Portanto, professor: o seu amigo vem cá de CERTEZA ABSOLUTA! ;D

Fora-de-Lei disse...

andorinha 7:08 PM

"Mais a sério, se tivermos cabecinha penso que temos equipa para passar à fase seguinte. Tenho dito:)"

A ver vamos, como diz o cego. Mas é melhor não deitares foguetes antes da festa...

andorinha disse...

FDL:)))))))))


Saudades, pá!
Mas se era para dares cabo do meu otimismo escusavas de ter aparecido....
Já temos cá o Júlio:)

Bom reler-te, amigo e companheiro:)

isabel disse...

:)

rainbow disse...

Boa noite a todos:)

Andorinha,
Tens razão, já não se fala mais nisso:)

Estou aqui com um problema:
Comecei a espirrar e foi uma sequência infindável, com intervalos duns segundos Lol!!
Agora parece que melhorou, senão não conseguia escrever.
O tempo por aqui também arrefeceu.
Apetece ficar em casa. Vou ver o "King's speech", perdi-o no cinema, mas ainda vou a tempo.

Inté...

Caidê disse...

Ana

Futebol também pouco.
Na dieta alinho, desde que se possam fazer pausas.
Não gostei nem um bocadinho de O Castor, nem de Birth. Gostei de Austrália. Vou prosseguir nas noites cinéfilas...Em actualização, portanto :)! Mais vale tarde...
Continuação de boas férias, miúda!

Pedro
Namastê, cachopo!

Andorinha
Até ao tutano? :-))) Por mais uns belos dias de Agosto. Adoro este mês!

Rain
Gostei do Free!

Jovens, uma musiquinha para a deita evita alguns Prozacs. Fiquem em boa companhia:

http://www.youtube.com/watch?v=86nnjtedA0U&feature=related



http://www.youtube.com/watch?v=86nnjtedA0U&feature=related

Caidê disse...

http://www.youtube.com/watch?v=0Ac1ZQ1tzOM&feature=related

Interessada disse...

Para ajudar a passar a noite a quem goste do Chiquinho quanto eu.
Tenho andado a digerir o seu novo disco.
Boa audição e vizualização:
http://www.chicobastidores.com.br/

Bea:
Na minha opinião, este é dos tais que são meio por meio.
Bem, o melhor é esclarecer ;):
metade criança, metade adulto charmoso.

pedro ^_^ disse...

Interessada

Mas oque é isso metade metade. Ao jeito Barteziano estou a imaginar um 007 com dialogos de Peter Pan. Será?

Bea

Carambas estavas a escrever tão bem só foi pena voltar aos testamentos sem mortos. Ainda não me saiu nenhum e a mulher é ser que mete respeito não se pode arriscar tal desvario.

Fica Bem!

bea disse...

Interessada
porque às vezes dentro de mim há frases feitas que não sei como chegam, mas querem sair, escrevi isto depois do último espetáculo do Xico em Lisboa

"Xico Buarque - e aquele amor eterno que ele tem por um lado das mulheres que tão pouco se canta. Um garoto envelhecido que entende as banalidades de nós e sabe do que existe sem estereótipos. Foi lindo!A voz ganhou matizes mais fundos com a idade; e depois há aquela sonoridade toda de samba, percussão e sopro, que nos encanta; tudo isto posto na simplicidade sofisticada do palco onde cantou acompanhado de qualidade. E, ao centro, ele, quase sempre de pé, a viola um remo, corpo frágil a navegar numa voz imensa, que oferece sem intervalo uma vida inteira de cantigas. Coisas destas ou nos ajudam a viver ou são larguras onde nos perdemos de nós, diluídos numa existência maior. Lugares de encontro - quem sabe - com tanta gente que se perde e não se perde nos caminhos que a vida tem."

Interessada disse...

Pedro:

Pouco mais ou menos, pouco mais ou menos...:)
Já li qualquer coisa de semiótica, mas nunca li nada de Roland Barthes (desculpa a minha ignorância).
De qq forma acho que nunca de 007.

Bea:

O Chico não canta apenas um lado das mulheres. Ele canta a mulher, como ser que ama profundamente.
Irónico, mas romântico, aproxima-se sem igual de Vinicius, poeta de quem eu também gosto.Por acaso estou a lembrar-me do "..eu sem você não sou ninguém"
E até na poligamia eles são parecidos :D
Tem o último disco dele? Os pormenores das letras são deliciosos.

ana b. disse...

Caidê:

Obrigada. Boas férias para ti, também.
Curiosamente eu gostei de ambos. Quer do Castor, de e com a talentosíssima Jodi Foster. O único senão é a presença do Mel Gibson, com quem não vou muito à bola. Mas pronto, não se pode ser perfeito...:). Quer do Birth.
A propósito de cinema, aviso desde já que o "Midnight in Paris" ( último Woody Allen), tem estreia portuguesa marcada para 15 de setembro. Para vos aguçar o apetite, aqui têm:

http://youtu.be/BYRWfS2s2v4


Caidê, já que estás numa de cinema, lembrei-me de um filme giríssimo do Amenábar, também com a Nicole Kidman. É de terror, mas vê-se bem, sem necessidade de tomar xanax à noite:))
Isso, se seguires o meu exemplo,e o vires na sessão das duas da tarde para ter tempo da passar o efeito maior:))) Adoro filmes de terror, mas não os consigo ver à noite. Adoro ter medo..., mas controlado:)))
Ora espreita:

http://youtu.be/mwq_8P8jbYw

Boas férias cinéfilas:)

Prof:

Não faça como o último Woody Allen, que foi na cantiga de não sei quem, que faz crítica de cinema na radio e com quem se identifca muito. E mais a opinião da Inês e mais não sei quem...:))
~Vá por mim, que vai bem:))
Mesmo admitindo a hipotética e remotíssima hipótese:)))) de já não ter o fulgor de outros tempos, continua imperdível.

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Desculpem lá, mas enganei-me no blogue. Julgava que ia abordar um blogue marginal, tipo margens com um rio no meio e tudo o mais que lhe é devido. Encantam-me os alinhamentos e desesperam-me os desalinhamentos, por falta de linha, decerto. Com agulhas se cozem as linhas, com pontos de cruz se desfazem as linhas desta prosa. Passem bem, murcones!

Interessada disse...

Ana:

Grata pela notícia do filme do woody Allen.
Quanto a mim ele não perdeu qualquer fulgor.
Woody Allen sempre fez filmes de que eu gostei mais do que outros.
Além de que é pratica vulgar nos artistas terem fases diferentes na sua arte.
Na realidade não posso dizer que seja imperdível, mas sempre se perde algo quando não vimos um filme dele:)

E por cá a homofobia soma e segue. E o argumento apresentado justifica:
"No comunicado, a Tranquilidade afirma que “a expressão artística não deve ser refém de convenções, mas tem o dever de assegurar nos seus espaços o respeito pela sensibilidade de um número o mais alargado possível de stakeholders [accionistas], não estando em causa a orientação sexual do tema”

http://www.publico.pt/Cultura/companhia-de-seguros-nega-discriminacao-da-exposicao-de-joao-pedro-vale_1509167

Certamente é mais um caso de política de responsabilidade social recomendada por terceiros, como a que certamente impediu o Júlio de continuar a ler, na Rádio, as comunicações hilariantes da Igreja.
Pegando na frase de 12 de Agosto "... é também ainda ficarmos magoados, mas já não surpreendidos", eu afirmo "È muito triste".

Interessada disse...

Jorge Mesquita:

Gostei da provocação, apenas porque gosto de provocações.Teria sido só?-não sei.
Talvez eu também preferisse que o blogue tivesse um travo diferente.
Mas ele é o que é, ou seja, o que o seu autor, legítimamente, quer que seja.
É um absurdo alguém andar aqui enganado, pois é livre de estar presente ou ausente, conforme entenda.
De resto pode confirmar que há pessoas cuja presença é mais habitual do que outras.
Desencaminhe-se:)

andorinha disse...

Caidê,

Até ao tutano, sim. Tentar não deixar escapar nadinha...:)


Ana,

Filmes de terror para mim não dá:)
Fico montes de tempo com imagens horríveis na cabeça.
Quero dizer, ficava, porque deixei de ver esse tipo de filmes:)

Fui ver anteontem "The rise of the planet of the apes" e detestei.
Tinha lido boas críticas e lá fui eu influenciada por elas.
Só não saí a meio porque não calhou. O filme tem alguns aspetos interessantes, mas no geral, achei um valente fiasco.

Quanto a Woody Allen continuo a gostar bastante. Houve uma fase em que via tudo dele, depois "acalmei"...
Não vi o último só porque não calhou.
Espero ver este que indicas. O último que vi penso que foin o "Match Point", vê lá bem...:)

Continuação de boas férias, cachopas:)


Jorge,

Enganaste-te no blogue?
Já andas aqui há tanto tempo, não achas estranho teres-te apercebido disso só agora?:)


Interessada,

Tu és casmurra, mesmo:)

"...como a que certamente impediu o Júlio de continuar a ler, na Rádio, as comunicações hilariantes da Igreja."

O Júlio já te explicou que leu uma quantidade delas, se calhar quase todas as que recebeu.
E aquilo são anedotas, só alguém sem o mínimo sentido de humor as iria proibir. Seria até ridículo e apesar de o país estar como está, penso que ainda não chegámos a tanto...

Comparas situações que não têm comparação possível.

Impio Blasfemo disse...

BART

Em Lisboa, moro em Benfica, bem perto do Estádio da Luz.
Aventurei-me nos alexandrinos de doze sílabas.
Estive um dia inteiro para fazer esta quadra; poesia não é comigo, em definitivo.
Se por necessidade, um dia me quiseres deixar a cadela à guarda, tens de me trazer os Lusíadas na versão de bolso para ir com ela à rua.


A casa que é minha, hoje de Jesús.
No topo uma águia,verde o chão
têm esperanças vivas, ambição e luz
Campeonato é certo, Título não

um abraço

Ímpio

Interessada disse...

Ímpio:

Não encontrei um único verso com doze sílabas. Será que já não sei contar pelos dedos? :)
Saravá.

Andorita:

Já tinha saudades destes jogos de ping-pong entre nós, o que quer dizer que continuamos fieis a nós mesmas ;)
Mas confesso que, por uma questão de coerência, irei ripostar com menos vivacidade.Só te respondo porque receio um mal entendido (não quero de forma alguma que passes a entender a minha ausência de resposta como ofensiva)
Mas a partir de agora já não haverá razão para isso, ok?

Não se trata de casmurrice, mas de interpretações diferentes, que ambas fazemos - não só do esclarecimento do Júlio mas também do país em que vivemos.

andorinha disse...

Interessada,

Pois eu não tinha saudades nenhumas destes "jogos" como lhes chamas.
Apenas disse o que penso, pois não gosto de auto censura.

rainbow disse...

Boa noite para todos:)

Ontem estive a ver o "The king's speech". Agora percebo porquê que o Colin Firth ganhou o óscar. Adorei vê-lo em "O Amor acontece", mas aqui superou-se.

Ana b,

O último filme do Woody Allen que vi foi "Vicky Cristina Barcelona". Agora é em Paris, uma cidade que eu amo.
Esse tenho mesmo que ir ver. Obrigada pelo link.

Andorinha,

Também fui ver o "the rise of the planet of the apes" e também não gostei muito. Gostei muito mais do primeiro, e também o do realizado pelo Tim Burton, com o incrível Tim Roth e a Helena Bonham Carter, dois chimpazés muito inspirados:)

Caidê,

Gostei muito do "Lovin'you baby" e do "kisses in the moonlight". Da minha parte, obrigada.
E agora para ti, aqui fica:

http://www.youtube.com/watch?v=0yBnIUX0QAE

E agora para todos:)

http://www.youtube.com/watch?v=OYQ6tKEKva0&feature=related

Cê_Tê ;) disse...

biba o portinho!;)))))).

Interessada disse...

da arrábida!;))))))

Manuel disse...

Caríssimas(os) murcónicas(os):

Vim aqui de fugida deixar-vos isto.
Boa curtição e boas férias para que as puder ter.

Pina | Trailer D (2011) 3D Berlinale 2011 Wim Wenders
http://youtu.be/cXpFD7gi8R0

«The Here and After»: Lisa Papineau. Banda sonora do documentário «Pina. Music», sobre Pina Bausch, de Wim Wenders. Música de Jun Miyake
http://youtu.be/cNY3muPIc24

Fora-de-Lei disse...

andorinha 10:11 PM

"... se era para dares cabo do meu otimismo escusavas de ter aparecido..."

É por essas e por outras que eu não vou conseguir dormir esta noite, tal é o meu desgosto dos 2-0 do Barça... ;-)

Impio Blasfemo disse...

INTERESSADA

Ou eu me enganei na base de numeração (base decimal) ou não só têm 12 sílabas como a tónica é a 6ª e a última. Acho que é a regra do verso alexandrino de 12 sílabas.

Mas como agora faço tudo com calculadora, posso ter-me enganado....Modernices!

A/ ca/sa/ que/ é// mi//nha/, ho/je/ de/ Je//sús//. (ou não sei contar sílabas - ou esta tem 12 e o //mi// é a 6ª e é tónica e o //sús// a 12ª e também é tónica). Será que estarei errado?

Abraços

Ímpio

PS - Mas isto foi apenas uma brincadeira. O Bart não vai deixar vir a cadela pois fica mal habituada; a alexandrinos de pé-quebrado....

Interessada disse...

Manuel:

Em tempos já havia aqui deixado o link para esse trailer, com uma coreografia espantosamente bela, quando fui ver o filme.
Como as legendas são em inglês, ofereço-lho novamente.
Foi uma pena o Wim Wenders ter manchado um trabalho tão belo com as declarações, ao que parece racistas, que proferiu no festival. Creio que foi forçado a saír.
Não há dúvida que a arte não é nada pacífica.

Interessada disse...

Amigo Ímpio:

Julgava eu que as sabia contar, mas já vai longe o tempo em que o aprendi a fazer.
Para mim "que é" seria uma só sílaba, donde a tónica estaria na 5 e 11, em "sús".
Estou certa de que a cadela será de tal forma condescendente, que até admitirá que utilize a base hexa.:)

andorinha disse...

FDL,

Tu não venhas para aqui acirrar os ânimos...
Eu aqui a conter-me e tu a provocares-me!
Isso não se faz a uma amiga:)

Fora-de-Lei disse...

andorinha 11:58 PM

"Eu aqui a conter-me e tu a provocares-me!"

Eu já calculava que também não conseguisses pregar olho esta noite... ;-)

pedro ^_^ disse...

cALVIN:(

andorinha disse...

FDL,

Loooooooooooooool

pedro ^_^ disse...

Princesinha do Ave :(.

andorinha disse...

Pedro,

Não leves isso a peito. Clubites à parte, o FDL é um tipo fixe.

Bons sonhos, miúdo:)

pedro ^_^ disse...

Amanhã há mais!

Interessada disse...

Dance, dance, otherwise we are lost
:D

http://www.youtube.com/watch?v=tVyjC_TVtmY&feature=relmfu

Inté

rainbow disse...

Para quem ainda está por aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=jsT2URr1Igc

bons sonhos

ana b. disse...

Interessada:

Não foi o Wim Wenders que se armou em parvo no último Festival de Cannes, mas sim o dinamarquês Lars Von Trier, um dos fundadores do movimento Dogma 95. Durante uma conferência de imprensa disse-se simpatizante do nazismo e elogiou Hitler. Como consequência, foi expulso do festival. Eu até tinha muito boa impressão do tipo, mas penso que ele se passou...
Ele realizou excelentes filmes, alguns, verdadeiras pérolas do cinema. Estou a recordar-me do Dancing in the Dark, com a Bjorg, do Ondas de Paixão com a Emily Watson, o Dogville,com a magnífica Nicole Kidman. E muitos outros... Alguns um bocadinho marados,para ser franca, como por ex. O Anti- Cristo. Ele aqui, já não pressagiava nada de bom...:)))

Interessada disse...

Olá Ana:

Informaram-me mal. Mas com qualquer um eu lamento, como é óbvio.

O meu realizador preferido, pós Frederico Fellini e Ettore Scola, é precisamente o Lars Von Trier.:D
Dele tenho o "Dancer in the dark" (o que gostei menos até hoje), o "Europa" e o "Ondas de Paixão".
Mas vi todos os filmes realizados por ele.
É difícil dizer de qual gosto mais, pois gosto mesmo muito dele.
Mas no conjunto argumento/realização, talvez escolhesse o Dogville. Já o revi uma vez, na televisão.

Caidê disse...

Ana

The others promete - terror não é decididamente a minha eleição, mas como é com a Nicole vou ficar na mira...

Em Birth a interpretação dela é magnífica, mas o argumento é uma historinha feita com quase nada,que não uma ideia caricata para falar de luto patológico.

Em O Castor há a temática da violência interna tão típica da Jodie Foster. A personagem interpretada pelo Mel é demasiado bloqueada - ou bem que se é louco, ou bem que se está em psicose ou bem que se não é tão empatado - não apreciei especialmente o drama, por o homem não agarrar uma única razão que o fizesse ser, agir, mudar. O filho mais velho cola na obsessão de negação do pai e não consegue ter mais nenhuma piada. "Enrolanço" do princípio ao fim.

Rain
Thanks a lot (:D )!

E a noite já vos deve estar a baloiçar. Eu vou agora procurá-la debaixo do lençol. Nos ouvidos levo estes temas:
http://www.youtube.com/watch?v=gcAc9jGv0z4&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=HGvVlmic8rs&feature=related

Sábado feliz!

Pamina disse...

Ana b.,
Concordo com a sua apreciação do percurso do Lars von Trier. Sabe, o Breaking de Waves ou Ondas de Paixão, foi até hoje o filme que mais mexeu comigo emocionalmente.
Quanto ao Woody Allen, engraçado ter falado no Midnight in Paris, pois acabei de ver o filme.

À Ana e aos outros apreciadores do Woody, sem revelar muito para não tirar o interesse, posso dizer que o filme começa duma maneira espectacular, com imagens de Paris muito bem acompanhadas pelo saxofone de Sidney Bechet (um pouco a lembrar o início do Manhattan). Quando pensamos em Paris, normalmente vem-nos à ideia o acordeão e não instrumentos de sopro, mas aqui o casamento é perfeito. Claro que nos dá logo vontade de passear por esta cidade maravilhosa… e verde. Nunca tinha reparado antes na profusão de árvores e arbustos.

A moral da história é simples: todas as gerações estão descontentes com a sua própria época e sonham com tempos passados, mas se queremos mudar de vida é preciso fazê-lo no presente. Se nos mantivermos abertos à realidade, é bem possível que encontremos alguém que até compartilha os nossos gostos e que estava ali bem à mão de semear, mas que, refugiados em sonhos nostálgicos, não tínhamos olhado antes com olhos de ver.
Para além desta “mensagem”, o Woody aproveita ainda para malhar num certo tipo de americanos fúteis e ultra-conservadores e nos intelectuais pedantes.

Quanto ao elenco, achei o Owen Wilson/Gil (actor por quem não tinha grande simpatia) o melhor surrogate do Woody Allen até agora, evitando a caricatura e conseguindo adquirir personalidade própria. Reparei que tem até uma forma de caminhar particular, o que contribui para essa individualidade. O Michael Sheen (o Tony Blair da Rainha, Frost do Frost/Nixon, etc.), irreconhecível com barba e pronúncia americana, faz muito bem o tal intelectual pedante, um daqueles tipos irritantes que sabem tudo sobre todos os assuntos melhor do que todas as outras pessoas, o Adrian Brody está impagável e também quase irreconhecível como Dali, numa cena curtinha mas extremamente hilariante, e a Marion Cottilard steals the show sempre que aparece.

Quanto às piadas, não vou contar abertamente, chamo só a atenção para três momentos: uma cena trágico-cómica em que o Gil dá um Valium à Zelda Fitzgerald, uma outra cena onde o mesmo Gil sugere ao Buñuel o argumento do filme "O anjo exterminador", pondo-o às aranhas para perceber o significado do seu próprio futuro filme e, para mim a melhor piada de todas, uma lição dada pelo Gil ao professor pedante, na linha da cena do Annie Hall onde entra o Marshall MacLuhan. Mais não digo para não tirar a graça, só que tem a ver com Picasso.

Assim, e secundando a Ana, toca a mexer os rabinhos em Setembro para ir ver este filme delicioso, conselho que dirijo a mim própria, pois ele merece ser revisto num écran de cinema.

Deixo o link para a música de abertura:

Sidney Bechet- Si tu vois ma mère
http://www.youtube.com/watch?v=zs_DD_7C8_A

Pamina disse...

Interessada,

Se gosta do Fellini teria apreciado o concerto da Orquestra Filarmónica de Berlim na Waldbühne, no dia 23, pois uma parte foi dedicada ao compositor Nino Rota.
Quando o meu antigo blogue Bonamusica estava em actividade costumávamos fazer a reportagem destes concertos (na altura o Youtube não era nada do que é hoje) que são sempre maravilhosos.

O concerto a que me refiro deveria ter ocorrido em Julho, como é habitual, mas foi cancelado devido ao mau tempo e veio a realizar-se só agora.
A orquestra foi dirigida pelo maestro italiano Riccardo Chailly e do programa constaram as peças "Suite nº 2 para Jazz e Orquestra" do Shostakovich (da qual o Kubrick retirou um trecho para o filme Eyes Wide Shut) e uma Suite do Nino Rota chamada "La Strada". Assim, pode dizer-se que foi um concerto muito cinematográfico.

Encontrei um pequeno filme no Youtube, onde um espectador, de uma maneira engraçada, conta a história toda do adiamento por causa da chuva e onde se pode ouvir um bocadinho do Shostakovich. Mais, parece que ainda não há.

Aqui fica o link:
http://www.youtube.com/watch?v=FN8GH8-jPHQ

ana b. disse...

Pamina:

Mas que grande surpresa, uma visita das Murcónicas fundadoras:)
E ainda para mais fã do woody Allen.
Como reparou, estou ansiosa pelo filme. Mesmo não sendo nenhuma obra prima.

Interessada:

Não fazia a mínima ideia que gostava tanto do Lars von Trier. É sempre triste quando constatamos que, pessoas que admiramos muito, afinal tèm pés de barro. Não sendo, para mim, um ídolo, mesmo assim, fiquei incomodada e desapontada com tamanho disparate.
É caso para dizer: no melhor pano cai a nódoa...

bea disse...

Gente, como a cadela do Bart ficou importante de uma hora para a outra…

Ímpio
assim não vale :); o Bart merece mais originalidade; se bem que a versão de bolso dos lusíadas no passeio do animal, me fez sorrir. Já experimentaste verso livre?

Interessada
Suponho que na altura pretendia dizer que há um lado banal e quotidiano que Buarque teima em cantar e eu gosto, “todo o dia ela faz tudo sempre igual, me sacode às seis horas da manhã/me sorri um sorriso pontual/ e me beija com a boca de hortelã”. Não me atrevo a dizer que goste integralmente das mulheres. Integral é dieta.
não ouvi o último e nem tenho qualquer cd do Xico. amores antigos, um lápis junto ao rádio e a cópia da letra de cada vez que ele cantava. E treinava até, "quando é que copias outra? Estamos fartos de ouvir o mesmo". Há dias encontrei um desses cadernos, onde o Somos filhos da madrugada alterna com Ne me quitte pas (intrigava-me um bocado o “laisse moi devenir l'ombre de ton chien”; já era mau se Brel quisesse ser o cão, para que quereria ser a sombra do bicho? - posso ter-me enganado a passar.
De poligamia do Vinicius ou de outros não sei, haja o que houver temos que distinguir as águas, os poemas dele são bons e é quanto basta ao gosto. Tenho vários, escritos aos bochechos e ainda hoje incompletos; testemunhas dos meus devaneios de estudo, dizem-me hoje o que estudava quando os transcrevi, em intervalos de parágrafos e margens apertadas. sonho . Vou verificar se o que aponta é dos que tenho :)
BFS

Impio Blasfemo disse...

BEA

Desta vez vai de repente, sem ser Testamento para Vivos, como me é também habitual. Tenho que ir fazer compras à praça.
A invocação da cadela do BART é “uma forma de chamamento” mas ele “ronca da noite de borga”, decerto. Verso alexandrino, foi uma tentativa para esquecer.... O "Rapaz" ficou amuado por eu dizer que deitar foguetes antes de tempo dá azar. No fim é que se somam os pontos.......
Quanto ao mais, a “insurreição” surpreende-me agradavelmente. De Dieta e SLB já se vai em Woody Allen, e Midnight in Paris, no saxofone de Sidney Bechet, Adrian Brody , Dali, Buñuel,Annie Hall,Birth,Castor, Jodie Foster.Lars Von Trier,Wim Wenders,Tim Burton,Chico Buarque,Pina Bausch,Nino Rota e Fellini,Suite nº 2 para Jazz e Orquestra" do Shostakovich, E sei lá o que mais.....

Só me resta um comentário firme:- Vocês como treinadoras eram um verdadeiro desastre na arte do futebol.....

Um abraço

Ímpio

rainbow disse...

Bom dia:)

Andorinha,
Esta é para ti:

http://www.youtube.com/watch?v=B_E8OpX2At4

Anfy,
Que é feito de si?:)
Lembra-se desta?

http://www.youtube.com/watch?v=dpNdMIAnKko

Caidê,

Esta é para ti:

http://www.youtube.com/watch?v=OEs2nFwo-i8

Para quem quiser ouvir, esta é para dançar:

http://www.youtube.com/watch?v=iPUmE-tne5U&ob=av2e

Inté...

bea disse...

rain
o amor acontece, não gostei por razões várias. tb porque mostrou o Portugal palerma. Ou é corujisse minha. Colin Firth esteve bem melhor no Discurso do rei e até no filme do ano anterior, que tb foi candidato, A single man.

Andorinha
que assunto do professor com a igreja? Mau Maria. Não gostas de auto censura, andorinha? E depende tal facto do gosto?

Ímpio
Quanto filme vêem… não vi nem metade. Havia outros em espera estilo: after the wedding, Av Mevsimi, Biutiful, Blue Valentine, Conviction,Eastern promises, La faute à Fidel, Machuca, in a better World…e mais. Como vês, ando sempre atrasada. Quanto a treinos de futebol…não podendo ser peremptória, diria que as mulheres que frequentam o Murcon não são treinadoras de bancada. E vocês fazem-no sem nódoa. Não esqueceste os coentros, nem a alface? Ou vais dar cabo da dieta, só hoje? Dá cabo dela, pois. Bota abaixo.

Do meu caderno de significados:
Estar no Murcon - levar tempo a entendê-lo. E sair. Ou ficar. Ou sair e ficar. Ou.

Cê_Tê ;) disse...

Quem se quiser juntar em defesa da cadela do Bart:

http://www.sp-animais.pt/SPAWEB/

Cê_Tê ;) disse...

Quem se quiser juntar em defesa da cadela do Bart:

http://www.sp-animais.pt/SPAWEB/

Bartolomeu disse...

Ah e tal, porque eu chego aqui e sou logo confrontado com certas e determinadas situações... porque a cadela do Bart e não sei quê... E não sei quê, não.
Porque a cadela do Bart é uma animala munta crida. Além de que, late em diversos idiomas... é preciso ter uma gandá lata, pra vire aki dezere ca cadela do Bart, e tal, e não sei kê... tá male... pois klaro ke ta male.
Vá, no mínimo façam um tefenêma á cadela do Bart e mandeim-lhe um beijinho kela vai aderare.
;)))
http://www.youtube.com/watch?v=f2BbLVqHYPw

andorinha disse...

Bom dia:)))


Impio,


"Quanto ao mais, a “insurreição” surpreende-me agradavelmente. De Dieta e SLB já se vai em Woody Allen, e Midnight in Paris..."

A "insurreição" é uma das imagens de marca do Murcon.
E um dos muitos fatores de vitalidade deste cantinho à beira mar plantado:)

Mas como treinadoras eram um desastre porquê?
Um tática confusa pode confundir o treinador adversário, não te esqueças:)))



Rainbow,

Não há nada como o "Summertime", de facto. Para mim, pelo menos.
Bigada:)

Mas olha uma coisa: when the weather's fine
you got women, you got women on your mind.

Nã, nã...men, men, plenty of men...always:) Looooool


Bea,

Deu-te agora para implicar comigo, foi?:)
Não gosto de auto censura, logo não a faço, ponto. Fui bem clara:)))

Também não vi todos os filmes de que aqui se fala, não és a única.
Já fico mais contente e aliviada:) Looool

Quanto ao estar no Murcon...
Já és uma murcónica, quer saias ou fiques, portanto é melhor ficares...:)

Inté, malta...

Impio Blasfemo disse...

BART Amigo:- Eu sabia que atrás da cadela vinha o dono..Tinha cá uma fé...Uma beijoca à bichana....!

BEA:- A praça de Benfica é o meu antro de perdição. Coentros, são essenciais...Até no Arroz-Doce.....
Bota Abaixo é o meu lema; e Viva a Liberdade...!

ANDORINHA:- Biba a desorganizaçon carago!

Abraços

Ímpio

Impio Blasfemo disse...

BEA

Coentros no Arroz-Doce é uma “amplificação” do bom que é ter coentros em tudo o que se come. Deixo contudo um prato que é a “Omoleta de Coentros”; nunca experimentei.
Vem referida no livro do António Tabucchi – A Firma Pereira
Não me lembro se a dita omoleta é confeccionada no filme
http://portugal-mundo.blogspot.com/2008/01/afirma-pereira-filme-italiano-1995.html

A Firma Pereira – Omoleta de Coentros – agora já com receita
http://outrascomidas.blogspot.com/2010/08/omoleta-de-coentros.html

Deixo também uma receita indiana para coentros
Chutney de coentro Receita
http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en|pt&u=http://www.ivcooking.com/

Saravá
Ímpio

Cê_Tê ;) disse...

Bart. ;)))
Intgeressada, ;P PORTINHO DO MEU QUERIDO PINTO DA COSTA, CARAGO!


Pessoal, vou deixar de vir aqui enquanto os post andarem à voltinha de dietas. É que fico cá com uma fome!!!! ;P

;*

Interessada disse...

Cê_Tê

Eu bem a percebi.
Já não percebo tão bem como se pode chamar querido a um pinto daqueles, mas enfim...gostos não se discutem ;)

Interessada disse...

Bart:

Também não havia nexexidade de falar no camandro, porque a esse sim, aconteceu não sei o quê.
Beijinhos à bicha.

Rainbow:

Também aqui deixo uma para dançar;)
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ZN4TBn9C1Zk#!
Como também estou a precisar de uma dieta, mas sou uma indisciplinada, aproveitei a sua.

Pamina:

Gostei de conhecer mais uma das murcónicas fundadoras. Apareça mais vezes, para nos conhecermos melhor.
Grata pela sua extrema amabilidade, mas do alemão só percebi umas quantas palavras que o comum dos mortais conhece. E do Shostakovich, nada:( se ouvia.
Ainda tentei o link abaixo, mas não tive mais sorte.
http://www.digitalconcerthall.com/en/concerts

Lembra-se de um antigo anúncio ao detergente OMO, que dizia ‘Branco mais branco não há?’? Quanto ao Breaking do Waves, do Lars Von Trier, ‘Amor maior não há’, digo eu.
Engraçado que já nessa ocasião amigos meus diziam que o filme era doentio.
Doentio ou não, facilmente eu sinto empatia com este realizador.

Cê_Tê ;) disse...

Interessada, se fosse adepta do melhor clube português perceberia.;D
O homem tem graça. E muita! ;)))

Mas Jesus também tem graça!;D

Interessada disse...

Ana:

Eu bem vou dizendo que não sei porque qualquer coisa me liga a si, mas aos poucos vamos descobrindo afinidades :D

Bea:
“todo o dia ela faz tudo sempre igual, me sacode às seis horas da manhã/me sorri um sorriso pontual/ e me beija com a boca de hortelã”.
Ah, como se atreve a chamar a isto banalidade? No meu entender, aquela “boca de hortelã” torna tudo tão especial...!
Acho que o Chico consegue ser espontâneo como uma criança, e brincar,não criando por isso barreiras de defesa, o que para mim é maravilhoso. Também gosto de ser assim, embora me digam que não devo.:)
Mas também sabe seduzir como um adulto, com toda a sua sensualidade.
Quanto à poligamia do Chico, parece-me que se fica pelas canções (será que é mesmo assim? Talvez o Júlio pudesse esclarecer + qq coisa :)), mas é sabido, até porque ele não o escondia, que Vinicius de Moraes não podia ver um rabo de saias.E de que maneira Looool
Surpreendeu-me sobremaneira com essa história do ‘intrigava-me um bocado o “laisse moi devenir l'ombre de ton chien”; já era mau se Brel quisesse ser o cão, para que quereria ser a sombra do bicho? - posso ter-me enganado a passar.’
Também concordo que ‘era mau’, mas caramba mulher, você nunca teve uma paixão assolapada????
Muito provavelmente já não existe disso, não? Pois olhe, eu compreendo-o e de que maneira Loooool
Bem, fica a saber que não se enganou, não! É mesmo o que ele diz.
Vá-se lá perceber esta gente...Loooooooool

Deixo já algumas propostas para esta noite, que não faço ideia se irá ser longa ou não.
De momento vou-me ausentar.
Aqui ficam:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=x6NfUKUwqtw#!

http://www.youtube.com/watch?v=rg2ddKcWjD4&feature=player_embedded#!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=bMaM1LA3Z70#!

Interessada disse...

Cê_Tê

Se me permite que eu comente o seu post, acrescento que
a CT também tem muita piada ;))))))

A Menina da Lua disse...

Professor

Tenho de lhe confessar que apenas agora e durante estas minhas "saídas" para férias li o seu livro "Aqui Entre Nós"...e foi um prazer redobrado!:)
Lê-se que nem água que corre; Cheio de lucidez e sabedoria mas sempre num tom escorreito, sincero e ternurento.:)
Claro que me lembrei de quase todos os postes mas foi bom relê-lo e pensar que lentamente, devagarinho, durantes anos ao partilhá-lo aqui, temos com toda a certeza aprendido e quem sabe mudado algo dentro nós no sentido de nos tornarmos melhores...Muito obrigada e bem haja por tudo isso!

Beijinhos

Pamina disse...

Ana,
Se soubesse quantas vezes por aqui passo depois do jantar e me apetecia participar, mas não o faço por falta de disponibilidade. Claro que para comentar o post sempre se arranjariam uns minutinhos, só que este blogue não é do tipo "toque e foge", mas um local onde é habitual as pessoas conversarem umas com as outras e para isso é preciso a tal disponibilidade que não tenho tido, especialmente nos meses de trabalho.
Quanto ao filme, também estava com imensa curiosidade. Gostei muito, como se depreende do meu comentário. Se a imagem estivesse melhor teria todo o gosto em lho enviar para qualquer sítio que indicasse, mas embora não esteja tremido também não tem uma qualidade por aí além e como estamos quase em Setembro, é melhor esperar mais um bocadinho e ver no cinema como ele merece.
Um bom domingo para si.

Interessada,
Desculpe, pensei se ouvia parte da música. Entretanto descobri no Youtube outro vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=gOWCrUNGv-0

Com este já vai dar para ficar com uma impressão do concerto.
Bom domingo para si também.

Rainbow,
Julgo ter lido que vive no Algarve. Desde aí fiquei com imensa vontade de falar consigo, mas não tenho tido oportunidade, pois só agora estou no meu poiso habitual, com internet decente.
Penso que somos quase vizinhas:). Embora não viva no Algarve a tempo inteiro, estou a planear passar lá umas temporadas mais longas (com internet boa, é essencial, também para o meu trabalho). Assim sendo, e se ainda aí estiver, talvez dê para, um dia destes, tomarmos um cafezinho em Portimão, na Pastelaria Inglesa, por exemplo, ou um chá na Casa da Isabel. Gosto muito da zona ribeirinha.
Este ano não deu para ver o fogo de artifício no dia 15 (bom programa, os Trovante). Há dois anos ainda apanhei parte, depois de vir da feira medieval de Silves e no ano passado, em vez de ir a Silves, optei por passar a noite toda em Portimão. Não sei porque é que marcam os últimos dias de ambas as festas para o dia 15, rivalidades entre concelhos, talvez.

Queria ainda dizer-lhe que se quiser companhia para as passeatas de bicicleta também alinho, se não for de madrugada:), e que conheço um pianista muito bom:))), com quem poderá ensaiar as suas canções.
Mais uma vez, um bom domingo.

rainbow disse...

Boa noite:)

Bea,

Eu adorei ver o "Amor acontece" e já o vi várias vezes, é um filme cheio de ternura, de humor, de paixão, de cumplicidades. E também não gostei de ver o Portugal parvo ali retratado, mas gostei de ver o personagem do Colin Firth a apaixonar-se por uma portuguesa e a aprender português por causa dela.
É certo que "O Discurso do Rei é um filme com qualidade superior ao "Amor Acontece", e o Colin Firth está demais naquele papel. Mas o que acontece, a mim pelo menos, é que nem todos os filmes de qualidade me dão prazer ver, há até filmes que recuso ver. "O Pianista" é um filme incrível, só para dar um exemplo, mas dói vê-lo. E eu já o revi, mas dói.
E agora deixo-lhe aqui um link dum filme despretencioso, passado numa escola de alunos rebeldes, a quem o professor de dança, neste caso, o Antonio Banderas, tenta impingir o gosto pelo tango. Adorei este filme.

http://www.youtube.com/watch?v=Y4d_yEwaDec

Andorinha,

LOL!!
Nem reparei nessa frase, só me concentrei no summertime.
Claro, "men" not women"!!!:))

Interessada,

Gostei muito daquele filme de animação, muito criativo, original e irreverente. Obrigada.
E já que quer fazer exercício, deixo-lhe aqui um género de dança que eu aprendi:

http://www.youtube.com/watch?v=ISmOGkAniZ4

Pamina,

Que surpresa agradável sermos quase vizinhas e me ter convidado para um café na Casa Inglesa,mas eu só bebo chá, sou muito fina:))
Mas claro, que aceitarei com muito prazer! Também adoro a Zona Ribeirinha, fico lá a olhar o rio,a outra margem, Ferragudo e o seu Castelo, andar de bicicleta ou apenas andar a pé. De Inverno, sou mais preguiçosa e levo o carro.
Este ano não fui ver os Trovante, pois já os vi muitas vezes antes, e também o Luis Represas a solo, lá no Festival da Sardinha. Este ano fui ver, ou melhor, rever a Dulce Pontes, que me surpreendeu mais uma vez.
Quanto às passeatas de bicicleta, só as faço cedo durante o mês de Agosto, mas a partir de agora será diferente, até porque recomeço a trabalhar em Setembro.
Por isso, não se preocupe, vamos andar de bicicleta a horas decentes:). Quanto ao pianista, se calhar até o conheço.

Um bom domingo também para si:)

Da Rainbow para a Rainbow:
Acho que nunca escreveste tanto aqui no Murcon:)

ana b. disse...

Impio:

Adorei o "Afirma Pereia" - tanto o livro, como o filme:)

Pamina:

Entendo lindamente o que está a dizer. Este blogue é um autêntico sorvedouro de tempo.:)) Quando damos por nós,estamos aqui agarradas:))
Quanto a andar de bicicleta, confesso que não é o meu forte, prefiro ficar a ouvir piano. A propósito, este pianista muito bom:))) é muito bom, como? É que eu ando a pensar ter aulas de piano...:))))

bea disse...

É pá este blogue hoje está demais de tão passado dos carretos. Um fim de semana de férias dá nisto :)Há por aqui várias pessoas bem dispostas.

Bart
tu queres que a gente tlf à tua cadela???

Ímpio
merci bien, ainda não vi as receitas. Desculpa o mau jeito, mas de tal erva não percebes de certeza :) É mais ou menos tudo o contrário do que dizes. Estiveste bem :)podes sempre fazer um glorioso arroz doce dos teus e dar à cadela do Bart quando lhe der a veia poética. Os coentros cortam.

andorinha disse...

Que animação para aqui vai!
Estão-se a acabar as férias e o pessoal começa a regressar...:)))))


Cêtê,

O post anda à volta do que nós quisermos, carago!
Ainda não aprendeste isso?:)

"Meu querido Pinto da Costa"?
Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és.
Isso não abona nada a teu respeito, cachopa:)))))))


Ana,

"Entendo lindamente o que está a dizer. Este blogue é um autêntico sorvedouro de tempo.:)) Quando damos por nós,estamos aqui agarradas:))"

Também concordo, mas é um sorvedouro de tempo bom. Por vezes tiro tempo a outras "coisitas" para estar aqui. Porque me faz falta. Para estar e conversar com os amigos que aqui tenho e para, sempre que possível:), ir fazendo outros.
E mesmo abstraindo-me dessa parte, que a mim diz muito, é bom estar aqui simplesmente a trocar ideias, a debater assuntos que por vezes não são debatidos em lado nenhum, a partilhar livros, filmes, músicas, anedotas...
Há seis anos nestas andanças, não conheço nenhum blogue como este.
É obra!:)

Fiquem bem:)

Cê_Tê ;) disse...

@andorinha, ;D e o que dizer de homens que perdem a cabeça por causa dos jogadores da bola?!?!?!?!! Além disso o Sr. Pinto da Costa nem uma maçã ranhosa comprou à minha custa. (Essa é que é essa) Coisa que não podes dizer de Jesus que já deve ter levado ao ar muitos cálices com o "teu suor"!
E tenho cá para mim ;)))) que Salazar fosse vivo ainda receberia uma carta minha! LOOOOOL (deixa lá comi uns camarões tigres fritos e estão a fazer reacção ;)))

E um gelado de doce de leite para sobremesa.... hummmmmmmmmmmmm

bea disse...

Interessada

o beijo com boca de hortelã é só porque a menina acabou de lavar os dentes e sabe a pasta dentífrica :) (o romantismo não é o meu forte). Mas é bonito, na sua simplicidade.

"paixão assolapada"? não me lembro de ter tido tal doença. António Gedeão costumava dizer acerca da sua profissão que era uma paixão fria. não vivo sem paixões frias. E mesmo as outras, são mais de fundura, arrancá-las é um trabalhão. Aquela definição tradicional de "emoção forte que não perdura", falta-me. Ninguém é perfeito.

Andorinha

vês como tu sabes? às vezes sou um bocadinho embirrante (é pá isto tá a sair tudo mal porque tou tb a ver um filme). Mas não sei como consegues viveer sem que a autocensura aconteça. Isso é capaz de ser fixe. Tens receita ou é de nascença?

Rain
amanhã a gente conversa

Interessada disse...

Pamina:
Desta foi mesmo inexcedível. Nem sei como agradecer-lhe.
Sabe tão bem encontrar gente assim! Felizmente conheço mais :)
O meu obrigada. Assim que me der oportunidade, retribuo.

Rainbow:

Já experimentei e não caí, mas faltou-me o par :(
Esta também dá para dançar, e foi logo de seguida,pois estava bem disposta.

http://www.youtube.com/watch?v=PW_sCNkyhpk&feature=related

Bea:

Quanto ao que não perdura, tenho a dizer-lhe que não são só as emoções fortes.
Na realidade,nada se perde, tudo se transforma.
E logo foi buscar o António Gedeão, de quem eu gosto tanto!
Olhe, essa afirmação dele eu não conheço, mas hei de procurar no “Memórias” que cá tenho e que aos poucos vou lendo.
Mas nego que ele não fosse um homem de paixões quentes. De resto eu não conheço outras. Que raio pode ser uma paixão fria?
António Gedeão teve tantas e tantas paixões quentes ,que no fim da sua vida era um hmem completamente desencantado.
Leia p. ex. “Dez reis de esperança”ou “Arma secreta”, e negue que ele era um homem apaixonado

Fio-Nuvem disse...

Ouça lá, isso é coisa que se diga num blog tão carinhosamente chamado "Murcon" ?

O que lhe hei-de dizer mais? FCP FCP :)

Ah, e sim ... o seu SLB jogou bem e o meu FCP também apesar de ter perdido ontem (com a tal equipazita de Espanha).

Um abraço. Não posso é endereçá-lo a um verdadeiro "murcon". Desculpe JMV mas esta sua falta de carácter é grave.

Anfitrite disse...

Rainbow,

Por acaso acha que eu tenho ALzheimer?
Eu até nem gosto de alemães, nem dos derivados, nem dos integrados. Por razões que não sei explicar gosto do Luís II da Baviera, talvez derivado a este filme, ou será porque ele matou o psiquiatra, ou será pela música?

http://www.youtube.com/watch?v=tyMlP5tWkRQ

Lembrando Helmut Berger temos:

http://www.youtube.com/watch?v=tyMlP5tWkRQ

lembrando Visconti temos:

http://www.youtube.com/watch?v=4aUoeNp7TC4&feature=related

Lembrando o grande Dirk Bogard:

http://www.youtube.com/watch?v=AaShLojpC3U

Como me chegaram "Os Anjos da América", estou a rever com cuidado, para não me escapar nenhum pormenor. E são só 540min.

E como estou numa de tristeza, mando-lhe esta música, que o Eric fez, quando lhe morreu o filho de 4 anos e tal, ao cair duma janela do 53º. andar.

http://www.youtube.com/watch?v=AscPOozwYA8

Depois disto dito, como acha que está a munha memória?:)

CêTê,

Viva o puerto(de abrigo)

http://www.youtube.com/watch?v=QtyPvjj24bM

Bartolo,

Se conseguir ensinar melhor a sua cadela talvez tenha a sorte deste:

Esta não tem preço!!!


Um cão velho e com olhar cansado estava andando pela rua e entrou em meu jardim. Eu pude ver, pela coleira e seu pêlo brilhante, que ele era bem alimentado e bem cuidado.

Ele andou calmamente até mim e eu o agradei. Então ele me seguiu e entrou em minha casa. Passou pela sala, entrou no corredor, deitou-se em um cantinho e dormiu.

Uma hora depois ele foi para a porta e eu o deixei sair.

No dia seguinte ele voltou, fez "festinha" para mim no jardim, entrou em minha casa e novamente dormiu por uma hora no cantinho do corredor. Isso se repetiu por várias semanas.

Curiosa, coloquei um bilhete em sua coleira: "Gostaria de saber quem é o dono deste lindo e amável cachorro, e perguntar se você sabe que ele vem até a minha casa todas as tardes para tirar uma soneca."
No dia seguinte ele chegou para sua habitual soneca, com um outro bilhete na coleira: "Ele mora em uma casa com 6 crianças, 2 das quais têm menos de 3 anos - provavelmente ele está tentando descansar um pouco. Posso ir com ele amanhã???"


Ana,

Espero que não tenha perdido nenhum dos filmes que referi, acima.

Anfitrite disse...

Depois da ficção um pouco de realidade, para despertarem:

http://jumento.blogspot.com/2011/08/auxiliemos-os-nossos-ricos.html#disqus_thread

Bartolomeu disse...

Olá, Bom-dia!
Sou a cadela do Bart!
Venho agradecer-vos os beijos que me enviaram e retribuir-lhes com umas lambidelas (Sr. Ímpio, faça o favor de fechar a barguilha das calças).
Quero ainda dizer ao Senhor Júlio que também sou uma seguidora interessada dos programas de televisão onde participa. Assisto a todos. Todos os dias exijo ao meu dono que ligue o televisor antes de sair para o trabalho e fico deitada no sofá a manhã toda a vê-lo.
Se alguém pretender contactar-me telefonicamente, faça o favor de ligar o número 969696969.
Também aceito convites para passear na praia ou na mata. Adoro que brinquem comigo, que me atirem paus (então Senhor Ímpio? ainda não percebeu que me refiro a paus de árvore?!).
Por hoje é tudo, envio muitas lambidelas para todos!!!

ana b. disse...

Bart:

Parafraseando o Mota Amaral: curioso número, esse!
Há uma teoria que diz que, com o tempo, os cães começam a assemelhar-se ao dono.:)Parece-me que é esse o caso...:))

Anfi:

Você arranja sempre um filme imperdivel que eu ainda não vi. Quer-me parecer que faz de propósito, para me envergonhar.:) Pois olhe, conseguiu! E conseguiu-o duplamente. Não só não vi o The Servant, como nem me recordo de ter ouvido falar. Imperdoável, eu sei! Vou tentar reparar esta falha, quanto antes!

bea disse...

BART
Hummmm... já desconfiava desta cadela. Prefiro o cão da anedota da Anphy. Olha, conheço duas lebres domesticadas que vêem TV.e se estarifam mesmo no sofá da sala para. Com uns guinchinhos muito queridos até que lhes liguem o aparelho. Não me consta que sejam seletivas nos programas. Mas tu, Bart, que és rapaz paciente, podes falar com os donos e treiná-las. E PF NÃO ME VENHAS COM 2ºs SENTIDOS, OK? A SÉRIO QUE EXISTEM.

ATENÇÃO: é o último domingo de férias. No próximo já não é a mesma coisa, pois não? DIVIRTAM-SE

bea disse...

olá Anphy
Gozou as férias? (do blogue, quero dizer, e tb de tudo o resto com que cortamos ou abrandamos o nó)

Vi esse filme sobre Luís II da Baviera. E gostei bastante. Os psiqiatras e os psicólogos às vezes são mais malucos do que nós. se encarreiram em psiquiatria ou psicologia para se entenderem a si mesmos. não me parece um bom motivo, se for o único.

Essa música de Eric Clapton é tocante. Lembro-me do acontecimento. uma dor maior posta em pauta. Já o vi tocá-la; e penso que foi das melhores coisas casuais que me aconteceram:). Um extase. À portuguesa: feita basbaque; não mexia, não ouvia os meus amigos quando acabou. Custei a regressar :)
Obrigada.

bea disse...

Rain

quanto a cinema, os filmes que "acabam bem" só fazem o meu género no princípio do fim de semana ou de férias. No mais, prefiro a realidade (que é bem, assim assim ou mesmo má). A frio. E sem cachecol (apesar de não conseguir ver as cenas mais violentas). O género "pretty woman", seduz-me pelo sorriso e jeito de Júlia Roberts que entendo como um tropical clean :) e se vê sempre com agrado. Comecei agora um filme engraçado "Pope Joan". Tb vi o pianista. Gostei muito pelo lado de humanidade presente, pela indistinção entre bons e maus; o que a gente simpatiza com aquele alemão e o quanto estamos sempre a torcer para que esteja vivo em qualquer lugar.julgo Adrian Brody um muito bom actor; houve outro filme em que gostei de vê-lo, "O maquinista" (?). Rain a vida é a doer e os filmes são sobre ela.
Vi o vídeo do Banderas. Obrigada. Amiro os dançadores de tango :) é uma das minhas danças preferidas, eu que nada danço e nem consigo entender como é que duas pessoas sabem para que lado se virar ao mesmo tempo...Mas é demasiado irreal. Na verdade existem filmes bem melhores sobre alunos e professores. Banderas é um latino muito apresentável :) mas até nos filmes prefiro pessoas com ar de normalidade. Essa é uma das razões porque vejo o chamado cinema alternativo.

António Gedeão: julgo ter lido tudo dele em termos de poesia. De qualquer forma, obrigada pelas sugestões. O que ele disse foi mais ou menos isto (não sei de cor): "sou um homem de paixões; o ensino é uma paixão fria, mas ainda assim, uma paixão".
tal idealismo leva ao desencanto, Rain. Prefiro morrer gasta. Tudo leva a crer que vou conseguir.

Bartolomeu disse...

É, é ana.b.
Até no andar... a 4 patas, nos parecemos. A diferença está em que: enquanto ela ladra, eu, zurro. De resto, parecemos gémeos... em tudo!
;))

Bartolomeu disse...

Não ha nada para desconfiar da minha cadela; ela é genuínamente rafeira, logo...
A anedota da Anphy é soberba e recorda-me o tempo em que a minha cadela era de colo e às dáma me pédiam para deixar fazer festas na cabecinha...
É obvio que, emboído do mais natural espírito de altruísmo, acedi sempre sem reticências. Colocava uma única condição: terem sempre um toalhete de prevenção... é que a bichinha babava-se muiiiito!!!
De resto... tudo bem!
O povo é sereno... não passa de fumaça... e assim...

ana b. disse...

Bart:

Bem me queria parecer:)))

Impio Blasfemo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Interessada disse...

Pamina:

Este é para si, e espero senti-la por cá, mais logo.
Comente só, se não tiver tempo para mais :)

http://www.youtube.com/watch?v=9qqDKUKvoIs&feature=player_embedded

Anfi:

Mas que monstros sagrados colocou aqui, logo pela manhã.
Gabo-lhe o bom gosto.
Foi delicioso revê-los, bem como o trecho que deixou para o Bart:)
Para ajudar a completar as más notícias que aqui deixou, através do jumento, e no âmbito do lema anunciado nas eleições, de salvaguardar o futuro dos nossos descendentes, falemos da descapitalização da segurança social como resultado da incorporação dos fundos de pensões deficitários da banca, e da descida da Taxa Social Única.
E acho que, por hoje, já chega de más notícias. Aguardemos as boas.
Deixo-lhe um link do blogue de uma organização, que não sei se conhece, chamada TIAC - Associação cívica para a luta contra a corrupção através da transparência e integridade

http://www.transparencia.pt/

Impio:

Não percebi porque colocou aqui o seu endereço na net.
Muito provavelmente não era para eu perceber :)
Mas, se pretende divulgá-lo, porque não actualiza o seu perfil? É apenas uma sugestão.

Impio Blasfemo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bea disse...

Rain
enganei-me, O Maquinista é com Christian Bale.

Impio Blasfemo disse...

BEA

Salada com Coentros

Migar umas tantas folhas de alface, as que se quiser. Juntar um tomate bem maduro também cortado aos pedacinhos. Adicionar um pero ou maçã também cortado aos bocados. Se tiver um melão daquele que se considera “arraçado de pepino” cortar aos bocados pequenos e juntar. Senão cortar um pepino pequeno aos bocados e juntar.
Os coentros têm de ser cortados (migados) muito fininho, com talos e tudo pois é aqui que está grande parte do aroma.
Lavar tudo bem e meter numa saladeira. Por sal por cima quanto baste. E agora, nada de azeites nem vinagres que só serve para estragar a mescla dos sabores. Espremer o sumo de uma laranja ou, para os que gostam do azedo, um sumo de limão. Deitar por cima. Misturar tudo bem misturado e está pronto a servir. Com fatias de queijo de cabra em cima e uma azeitonas sem caroço, fica 5 estrelas.

E prontos, Já tá….

BART

A minha casa tem a porta sempre aberta e a mata de Benfica e o Parque Silva Porto têm paus de madeira à fartazana. É só aparecer...... Está tranquilo que quando saio à rua com a braguilha aberta tenho sempre uma “dama” que passa e me diz para a fechar……

Saravá

Ímpio

bea disse...

Ímpio

desculpinhas. Não há como comprovar. Retiro o que disse. Sabes fazer saladas e o que são coentros (sei essa dos talos e tudo). Tens a certeza que azeite não? Tá bem, vou experimentar. E depois digo kk coisa. Se gostei e assim.
bigada
ó pá nunca pensei vir aqui encontrar uma receita de salada de alface :)

Impio Blasfemo disse...

BEA:- Para a próxima dou-te a receita de OSSOBUCO. Também leva coentros.
Azeite e Vinagre são sabores muito fortes; abafam os demais....
Comida e filmes jogam bem com vinho. Não falo em marcas por isso ser anti-ético. Falei em Pera Manca, no passado, por ser um ícone. Mas experimenta uma extravagância. Acompanha esta salada com espumoso seco (bruto) bem fresco; e depois conta-me como foi...
A propósito de filmes recebi este vindo de Londres.
http://www.dvdpt.com/m/martin_scorsese_apresenta_the_blues.php

..................................

http://www.fnac.pt/Coleccao-The-Blues-Uma-Viagem-ao-Mundo-Dos-Blues-sem-especificar/a176356

Ando as vê-los aos bocadinhos

Saravá

Ímpio

Interessada disse...

Sem querer retirar a cadela do Bart do podio, pois que são mudalidades diferentes:

Em busca de uma boa notícia, encontrei esta preciosidade :)

Snowball, uma catatua do sexo masculino, está a levar os cientistas a reavaliar os dados existentes sobre inteligência aviária. Esta ave de 13 anos consegue dançar com ritmos diferentes ao som de música rock e pop.
A habilidade de Snowball para a dança tornaram esta ave uma estrela da internet e está a obrigar os cientistas a pôr em causa a teoria de que os humanos são os únicos animais com noções de ritmo.
Ora vejam:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=cJOZp2ZftCw

Manuel disse...

Olá a todas e a todos:

Mais ou menos de volta, sairei terça uns diazitos.
Ana b., já regressou do seu Paraíso? Está a caminho do Purgatório ou caiu nalgum Inferno? Imprevistos levaram-me a adiar a desejada revisita (e, sabe-se lá, um encontro fortuito consigo numa rua qualquer de Ponta Delgada, sempre era mais provável do que sair o Euromilhões, e ele sai quase todas as semanas). Ficará para o ano.

Passei os olhos pelos comentários e a coisa vai animada. Que grande tertúlia, eu diria comunidade, comunidade fraterna, de afectos. Grande Murcon! Como este não conheço outro na blogosfera.

Há novidades e mesmices («não há festa nem dança sem D. Constança», ou adaptando, sempre que aparece D. Constança há festança).
Regressou uma histórica, a Pamina, seja bem-vinda, deixo-lhe uma musiquinha de boas vindas.
A bea está muito activa, gostou do Zeca e do Adriano que lhe deixei há tempos, aqui fica mais.

A Interessada também voltou com gás nas solas dos sapatos, e eu a lembrar-me de quando dizia que se ia por não aguentar a pedalada. As atletas fazem-se com treino.
A Anfi, igual a si própria: uma rainha da selva (ou não fosse leoa).
A Caidê consegue surpreender-me com a qualidade literária das suas histórias, calou-se agora, meteu baixa da Caixa.
A Andorinha continua animadíssima, faz a festa, atira os foguetes e apanha as canas, ninguém consegue ficar indiferente ao pé dela – o Prof. tem que lhe pagar os honorários de principal animadora do Murcon.
A Cê_Tê e a sua contenção, a verborreia nunca passou disso, a dá muito trabalho a ler. Ela ao menos é directa e assertiva.
Rainbow, quem me dera mais perto, nós e mais alguns haveríamos de formar uma equipa Murcon do AllGarve para as voltinhas de bicicleta.
O Pedro meteu baixa da Caixa, como a Caidê?
A nossa Mona Lisa (perdão) Menina da Lua, regressou e foi-se, está como eu, mas contamos com ela em breve~, eu não passo sem a doçura das suas intervenções.
Fora-da-Lei e Isabel quando lhes apetece, e apetece pouco.
A Tangerina despistou-se e entrou nas nuvens, é o que dá seguir os conselhos da Ana b., mas há desaparecimentos por boas razões.
Ao novo (ou regressado?) Fio-de-Nuvem deixo uma música de boas vindas, como de costume.
Ímpio, veja se economiza, nem a crise homem? Dá-nos um trabalho do caneco ler os seus relatórios.

Pamina:
«Jade»: João Bosco
http://youtu.be/f4WxPkc-SCk

Bea:
«Era um redondo vocábulo»: Zeca Afonso
http://youtu.be/JXu1mzVISAc
«A morte saiu à rua»: Zeca Afonso
http://youtu.be/2yZkC3YCU20

«Trova do vento que passa»: Adriano Correia de Oliveira
http://youtu.be/xyN1A2IOtbA
«Menina dos olhos tristes»: Adriano Correia de Oliveira
http://youtu.be/-m-1yXeRi2c

Fio-de-Nuvem:
«Cast Your Fate to the Wind»: Vince Guaraldi Trio
http://youtu.be/r2Hfd-AViGI

Ímpio (a quem não deixei a musiquinha, apareceu quando eu desapareci):
«Alcoba Azul»: Lila Downs
http://youtu.be/QxQcmVK4qaw

Para os restantes:
«Call Me Frenchy »: Lisa Papineau
http://youtu.be/WM9-tdmm-08

Hoje alonguei-me no relatório da minha ausência, prometo no futuro ser muito comedido e pontual nas intervenções, embora regular.

rainbow disse...

Boa tarde a todos:)

Interessada,
Obrigada pela música da Diana Krall:)

Anfitrite,

Gostei da música do Ludwig. E a Romy Schneider fez-me lembrar Serge Reggiani, que lhe dedicou uma canção.
A canção do Eric Clapton mexe muito comigo, por solidariedade com uma perda e uma dor como aquela.
Mas para que não fique "numa de tristeza", envio-lhe um link dum filme que adorei, com banda sonora de Michael Nyman. Não é linda?

http://www.youtube.com/watch?v=fZeA0PbjcdI

Bea,

Ao contráio de si, prefiro os filmes com happy end, já basta a realidade.
E nem sequer me refiro a filmes como o "Pretty woman".
Também vi e vejo filmes muito realistas, lembro-me do "Feios, Porcos e maus" do Ettore Scola". O "Pianista" é outro exemplo, e muitos outros.E também gosto de filmes que, não tendo um happy end, me tocam particularmente, como "Casablanca".
Concordo que existem filmes muito melhores sobre alunos e professores, e recordo um com o actor Glenn Ford. Mas como gosto muito de música e dança, enviei aquele.
Bea, eu sei que a vida é dura. Por isso faço por vivê-la com optimismo e alegria, pelo menos enquanto puder.

Manuel,

Regresso em força:)
Pois, imagine todos a pedalar por aí e depois a fazer uma pausa numa esplanada e a tagarelar, como diz a Andorinha:)
Olhe, ainda hoje de manhã fui pedalar à beira rio, com o ventinho no rosto, soube mesmo bem.

bea disse...

Interessada
Bolas, não chego aos calcanhares da snowball.Pior que uma catatua! isto só visto.

Manuel
obrigada. Temos de afinar de novo as vozes para as canções de intervenção. Tenho saudades do que então signficavam.

Ímpio
espumoso é dos poucos que gosto. Não distingo seco de molhado, mas tá bem

ana b. disse...

Manuel:

Ainda cá ando pelo paraiso:)
Mas por pouco tempo, infelizmente. Se bem que já tenho saudades das minhas coisitas e das minhas rotinas. Sou um verdadeiro animal de hábitos. Hoje, vou ao cinema ver uma comédia idiota só para repor os niveis: estou completamente a ressacar e este pessoal parece que faz de propósito, que só fala em cinema:)
Ah! E não se preocupe com a Tangerina que ela está muito bem encaminhada:) Eu só dou bons conselhos:)

Rainbow:

Podem ir todos andar de bicicleta que eu fico a aprender a tocar piano:)))

Impio Blasfemo disse...

Olá a todos e em especial ao Manuel
Gostei da Lila Downs
Retribuo com Keb’Mo’

Keb' Mo' That's Not Love

http://www.youtube.com/watch?v=AIwtzsvaVIM

Keb' Mo' - Dangerous Mood
http://www.youtube.com/watch?v=bGLhk2C9nUk

Keb' Mo' - It Hurts Me Too

http://www.youtube.com/watch?v=Pl9NkY6_IMY

Saravá
Ímpio

andorinha disse...

Cá estou, regressada de um belíssimo dia de praia.


"Passei os olhos pelos comentários e a coisa vai animada. Que grande tertúlia, eu diria comunidade, comunidade fraterna, de afectos. Grande Murcon! Como este não conheço outro na blogosfera."

diz o Manuel.

Assino por baixo!!!!:)
Eu já o disse ontem, mas nunca é demais repisar:)



Cêtê,

Deves ter mais cuidado com o que comes:) Loooooooooool

Bea,

É de nascença!:)))))
Ó pá, tu queres mesmo que eu me chateie contigo?:)
Claro que me auto censuro. Esta frase está "esquisita", mas fica assim mesmo...:)
Todos os dias na minha vida profissional ou já não teria emprego há muito tempo:))))))))))
Mas já basta quando tem que ser, se aqui posso estar livre dessa praga...
Estou mais moderada ( seis anos aqui ensinaram-me a ignorar muito disparate), mas escrevo o que penso/sinto na hora.
Essa espontaneidade não quero perder.
Entendeste agora?

Também tenho saudades das canções de intervenção e também prefiro filmes que não tenham obrigatoriamente que ter um final feliz.

E é um facto, o próximo domingo já não será como este:(

andorinha disse...

Rainbow,

Gosto do verbo "tagarelar".
Acho-o levezinho e amistoso...:)


Ana,

Já tens saudades das tuas coisitas e das tuas rotinas ao fim de quinze dias?
Eu ao fim de mês e meio (escandalize-se quem tiver de se escandalizar) :) não me importava nada de ter ainda mais umas semanitas:)))

E agora vou à janta. Vou seguir ali a sugestão do Impio, levezinha, como convem:)

Interessada disse...

Manuel:

Também eu fico radiante quando o encontro por cá :D
Está a fazer alguma confusão quando diz “... e eu a lembrar-me de quando dizia que se ia por não aguentar a pedalada”
Eu disse (respondendo ao Pedro) que voltaria sempre! E provavelmente mais vezes me irei ausentar, mas a minha intenção mantem-se.
Já que me cativaram, agora são responsáveis por mim :) (lembra-se d “O Principezinho”?)
Na verdade, como muito bem disse, cria-se uma comunidade de afectos.
E quando as pessoas se tocam assim, nunca mais nada é igual.-digo eu :)
Olhe que o seu relatório não ficou nada a dever ao do Impio.
Eu até já tenho uma certa dificuldade em acompanhar o blogue e as suas sugestões musicais, embora lhe fique grata por elas.
Também tenho que arranjar coragem para me desligar um pouco deste local, porque para ser sincera, tenho de dizer que gosto de frequentar outros igualmente interessantes, embora diferentes.
Até já desisti de actualizar os que acompanho :))))))))
Quanto mais navegamos, maior é a oferta. É espantoso.

Bea:

Perdoe-me intervir numa conversa dirigida ao Manuel, mas há canções de intervenção que ainda hoje são muito actuais. E há as novas.
Parece-me é que, infelizmente, o auditório está muito reduzido na juventude.

Ana:

Sabe qual é o problema que vai encontrar com os professores de piano?
Como diz uma amiga minha, e eu subscrevo, eles normalmente até são asseados, não muito barrigudos se de meia idade, com os dentes bem tratados, e mãos elegantes. Enfim, bem comestíveis quando não dizem muitos disparates.
O problema é que estão convencidos que as cachopas novas é que são apetitosas.

Pamina disse...

Boa noite,

Interessada,
Obrigada pelas suas palavras e pela bela ária da minha "mãe", a Rainha da Noite. Como falei antes do Nino Rota e da música do "La Strada", deixo-lhe este link:
http://www.youtube.com/watch?v=cWyZk8s2oyg

Manuel,
Obrigada também pelas suas palavras e pela canção que não conhecia. Espero que aprecie esta, o Chega de Saudade, em versão instrumental:
http://www.youtube.com/watch?v=CDprvgxr_b0&feature=related

Rainbow,
Também gosto mais de chá do que de café. Descobri há pouco tempo a casa de chá que referi antes, Casa da Isabel (fica a dica para quem passar por Portimão. Esta Casa da Isabel é um local muito curioso, pois não está instalada numa loja, como um café normal, mas num rés-do-chão de um prédio antigo).
Quando tiver tudo organizado aí em baixo, combinamos alguma coisa.
E vá afinando a voz, por exemplo para estas canções "Eu sei que vou te amar" ou "More than you know", que o dito pianista toca-as muito bem.

Anfitrite,
Lembrou-se do "The servant". Muito bom, com o magnífico Dirk Bogarde e um muitíssimo jovem James Fox.

Ana,
Para ser franca, o exercício físico que mais me agrada é nadar. No entanto, também gosto de andar de bicicleta. Tenho uma velhinha, dobrável, cuja origem a irá surpreender: foi pescada há décadas de um canal na Holanda, perto do sítio onde eu vivia. Apesar de meio submersa, precisou apenas de uma pequena reparação e tenho-a usado desde então.

Quanto ao pianista, ele é muito bom aos olhos da mãe:).

Relativamente ao "The servant", deixo-lhe a canção que se ouve exaustivamente ao longo do filme e que muito contribui para criar a atmosfera obsessiva do mesmo. Chama-se All Gone e é cantada pela cantora de jazz inglesa Cleo Laine (hoje Dame Cleo Laine), mulher do compositor.

http://www.youtube.com/watch?v=Z-K-1edShuc&playnext=1&list=PLFE5FB01A0B6671CE

Bom início de semana para todos.

A Menina da Lua disse...

Manuel:)

Sempre simpático e cordial...Muito obrigada pela parte que me cabe da música que nos dedicou:)

Regresso sim mas às vezes fujo de novo:)) O que acontece é que tenho outra casa que apesar de ser num sítio lindoooo, nem sempre consigo ter Net mas ando a tratar disso!:)

Tambem concordo! o Murcon anda em bom clima de animação...a começar pelos posts bem festivos e sugestivos do Professor:)

Aqui vos deixo Neil Young, que desta vez não só canta como tambem dança! bem romântico à luz da Lua:))

Boa semana para todos!

http://www.youtube.com/watch?v=qVi0UvFu8Yo&feature=player_embedded

andorinha disse...

Bea,

Em "Entendeste agora?" faltou o :)
Cruzes! Não te ia escrever uma coisa assim tão seca...

Interessada,

"... mas há canções de intervenção que ainda hoje são muito actuais. E há as novas."


Quase todas são ainda hoje muito atuais. De uma atualidade que até dói...
São é pouco divulgadas, praticamente só nós, os "velhotes":) as conhecemos.
E é pena.
A canção é uma arma que quando bem usada pode ajudar a despertar consciências.

Interessada disse...

Andorita:

Acredito que não vamos permitir que se apaguem as consciências, mas as novas realidades mostram-nos que o ser humano tem duas faces.

Pamina:

Gostei muito do trailer com a Jiulietta Massina.
Claro que conheço bem o filme, que é muito comovente.
Toda a obra de Fellini e os seus excessos inerentes, são verdadeiramente mágicos.

Já que é a mãe do dotado pianista, faz-me o favor de me esclarecer se não partilha da opinião que aqui expressei?

Uma boa notícia para os amantes de Teatro:
O Jorge Silva Melo anunciou que finalmente vão ter novo poiso :D

Uma má notícia para quem gosta de ler e de livros:

A famosa Travel Bookshop de Londres está na eminência de fechar :(
...HÁ QUEM ENVIDE ESFORÇOS PARA QUE ISSO NÃO ACONTEÇA ;)

Impio Blasfemo disse...

Andorinha e Manuel

“Quase todas são ainda hoje muito atuais. De uma atualidade que até dói...
São é pouco divulgadas, praticamente só nós, os "velhotes":) as conhecemos.
E é pena.”

Um pequeno contributo de um “velhote”

"Me lo decía mi abuelito" de José Agustín Goytisolo
http://elmundoenverso.blogspot.com/2007/11/me-lo-deca-mi-abuelito-de-jos-agustn.html

Paco Ibañez - Poemas Vol III - 10 Me lo decía mi abuelito
http://www.youtube.com/watch?v=X422DCfnVjI&feature=player_embedded

Abraços

Ímpio

Impio Blasfemo disse...

E se não for abusar do meu "estatuto de velhote"

Leo Ferre Aragon Tu n'en reviendras pas

http://www.youtube.com/watch?v=zSGH_8Mt8Iw&NR=1

Abraços

Ímpio

Cê_Tê ;) disse...

Pessoal, quando é que o Benfica joga?
Não é por nada mas assim sei quando vier aqui poderei ler um post novo! Faço contas ao jogo "boto-lhe" 3 horas em cima (digestão de outra transgressão) et voilá!


Eu acho que isto já foi trespassado, companheiros. Nem a música é a mesma!


Por mim começava-mos a escrever aqui em (deixa lá ver)... alemão! ;)


(suspiro)

Ou chinês... ;p

Interessada disse...

Não seja provocadora que aqui não se fazem trabalhos por encomenda.
Esses sempre foram muito bem pagos.
Seja criativa que o salão, por agora, é todo seu;)
Eu já cá venho atestar:))))

Interessada disse...

Isto de fazer noitadas, comigo, continua a dar os seus frutos, tal como quando era adolescente.
Às duas da manhã descobri esta preciosidade:

A grande metáfora, contra a dominação colonial europeia:

http://www.youtube.com/watch?v=kfQjqCBX0YE

ana b. disse...

Interessada:

Se fossem só os professores de piano...
Mas eu desenrasco-me e arranjo maneira de lhes dar a volta:)) Costuma-se dizer que quem não tem cão, caça com o gato.:)))
Mas a Pamina pode ficar descansada.Não curto catraios.E esse parece-me ainda muito novinho. Ainda me acusavam de pedófilia. Credo!

Pamina:

Excelente proposta misical. A descobrir, sem dúvida.
E não se apoguente, eu já decidi que afinal também vou andar de bicicleta:)))

Interessada disse...

Ana
Ahhh, também é notívaga:)))))
Esqueci-me de lhe dizer que o meu exercício preferido também é nadar.
Quando mais novita fui nadadora de competição, embora não levasse aquilo muito a sério.
Ainda ganhei umas medalhitas que guardei até ao mês passado.

Obrigada pelo esclarecimento. Amanhã vou comprar um gato :D

ana b. disse...

Interessada:

Não se esqueça que aqui, é menos uma hora.:)

Interessada disse...

E esqueci-me mesmo ;)))
Uma boa noite Ana. Vou tentar sonhar;)

rainbow disse...

Bom dia a todos:)

Anfy,
Esta é para si:

http://www.youtube.com/watch?v=75lAZuzOEwk

Ana B,
Há tempo para tudo, andar de bicicleta e ter aula de piano:)
ESta é para si:

http://www.youtube.com/watch?v=fZeA0PbjcdI

Andorinha,
Eu também gosto da palavra tagarelar, mas associo-a a ti, pois eu nunca a uso.
Esta é para ti:

http://www.youtube.com/watch?v=SB2tYYYlwMc

Bea,
Um filme que gostei muito foi o premiado "Lost in translation" da Sofia Copola, com um final indefinido. Um filme a não perder.
Esta é para si:

http://www.youtube.com/watch?v=wzxq24YYJ3U

Interessada,
Esta é para si:

http://www.youtube.com/watch?v=3-4J5j74VPw

Manuel,
Esta é para si:

http://www.youtube.com/watch?v=kYeBhF6IQd0

Pamina,
Por mim, tudo bem. Quando houver disponibilidade, um chá na Casa da Isabel ou na Casa Inglesa.
E afinar a voz, já ando a fazê-lo:)
Vou juntar às músicas que escolhi, essa canção brasileira. É linda cantada pela Elis Regina.
Esta é para si:

http://www.youtube.com/watch?v=4CRiObyrmu4

Para todos, e porque sim,
uma música da autoria de Burt Bacharach:

http://www.youtube.com/watch?v=2cW8Alo_5uI

Manuel disse...

Rainbow:
Obrigado.
Que grande Yves Montand, e que grande geração do ouro da chanson française: Ferrat, Montand, Trenet, Regiani, Brel, Ferré, Brassens.
Não sei se conhece este Yves, de outra geração, mas está à altura do legado:

«Comme dans les dessins de folon»: Yves Duteil
http://www.youtube.com/watch?v=XWr7tKcs06k

«Ton absence»: Yves Duteil
http://www.youtube.com/watch?v=CVL6wIeBo2g

Interessada disse...

Bom dia murconicos
Uma msg logo pela manhã e trocaram-me as voltas todas para o dia de hoje. Motivo porque já estou aqui :)

Rainbow:

Penso que dedicou as músicas ao acaso. Certo?
Obrigada pelo bolero, embora não seja uma música de que eu goste muito. Admirada?
Eram todas fantásticas.
Adorei rever aquelas imagens de San Francisco.
Escolhi esta para si:

http://www.youtube.com/watch?v=GWrxs2RDNRU&feature=related

Especialmente para a malta do Norte:

http://www.youtube.com/watch?v=xpFASRclZpc&feature=related

Impio Blasfemo disse...

Bom dia a Todos

Para quem gosta de poesia:

leo ferre - J'adore, je hais

http://www.youtube.com/watch?v=tn02uDlrgKM&feature=related

Saravá

Ímpio

andorinha disse...

Bom dia:)


Bea,

Ai, ai...S. Francisco...e o tempo em que todos os sonhos ainda eram possíveis...
Depois uma tipa cresce e apercebe-se de que não é bem assim...
Vou começar o dia já nostálgica:)))

Lost in translation é um belo filme, sem dúvida.


Malta, não tenho tempo para aceder a todos os links que aqui deixam. Agradeço na mesma, mas a minha saudável galderice é lá fora:)

Inté...

bea disse...

Beeeemmmm...a gente ausenta-se e já tem a volta a Portugal marcada, com o patrocínio do Murcon.A minha bicicleta´não é minha, é muito normal e antiga, ando sempre na mesma mudança porque me chateia o barulho dos carretos; mas como em tudo ando sempre atrás,alinho. Ah! não pode ser BTT, pedalar em terra é muito cansativo; nas subidas íngremes vou com a bicicleta à mão e vocês esperam lá em cima, ou vão pedalando devagarinho. Senão...será melhor que siga de carro a esticar o braço e dar-vos água :)

Vi o filme "Feios, porcos e maus" quando estreou. Ainda hoje não sei se é um bom filme. Mas sei que a nenhum outro concedo maior adequação entre título e conteúdo.

Rain
"Lost in translation", tb gostei. gosto da sofia parece-me uma visão feminina, com marca. que não é lamecha. mulheres a chorar de tudo e nada, deixam-nos mal. Gostei muito da canção do Sérgio, não conhecia. Tanta coisa que não sei

Andorinha
não precisas de sorriso. Entendo-te. E sim se te referes ao blogue, estou na tua, sem autocensura que aparece demais no resto do tempo que por nós passa.

Interessada disse...

Bea:

Como não sabe se "Feios, porcos e maus" é um bom filme?
Ettore Scola é um realizador extraordinário.
Não reconhece o retrato daquele extracto social ?
Aquilo é realismo puro e duro.
Já agora, e porque não sei se viu um outro filme, também extraordinário, do mesmo realizador, deixo-lhe aqui um link.

MALTA, A NÂO PERDER (é uma verdadeira preciosidade)

http://www.youtube.com/watch?v=5tw2jft6e14

Bartolomeu disse...

É mesmo, Interessada, uma verdadeira preciosidade.
Será que Ettor se inspirou nos bailes da Ribeira?
Não interessa!
O que interessa é que encontrei com facilidade o "modelo" com o qual me identifico; aquele caramelo que passava o tempo a trincar pistácios e não esteve com merdas, estalou os dedos e a gaja veio logo de fininho.
É assim mêmo... gajo que é gajo, marca logo o território com uns afalfansos e cascas de pistácio.
Só não percebi... onde raio é que o tipo guardava o abastecimento de frutos... sêcos.
;)))

Impio Blasfemo disse...

A Todos:-Frase Solta Aqui:
“Por mim começava-mos a escrever aqui em (deixa lá ver)... alemão! ;) “

Sobre a proposta de escrita em alemão, não sei se a entendi bem. Se fosse um tipo cheio de certezas diria “há frases assassinas” mas a dúvida ou a incerteza são “o meu negócio”. Daí que pergunto:- O que se quer dizer com isto? Será a formação de um subgrupo germanófilo dentro do murcon? Ou, algo inverso, será a apologética de “tudo em português”? Confesso que não percebi…Sou novo aqui e ainda não “adquiri a codificação da comunicação murcónica”. Leva o seu tempo e, confesso o meu pecado, tenho sinceras dúvidas se estou para aí virado… Poderá ou poderão dizer, e aceito á partida com inteira justiça e propriedade:- “Então baza daqui…..” . Se assim for, pois “bazarei….”, paciência!
Chinês é que não! Por amor de Deus…e do Diabo mais a Santíssima Trindade! Chinês definitivamente não….! Obrigava-me a comprar um teclado e um dicionário de correspondência de símbolos---!
E com respeito pelos que detestam textos longos deixo duas “fábulas” cujos links saquei da Net; a da Convivência e a da Comunicação.
Se acharem que estou a ser BURRO (reparem que escrevi com maiúsculas) e que não enxergo um boi á frente do nariz pois estejam à vontade para o dizer, mas para mim, o termo “alemão” traz-me sobressaltos desastrosos… E não me venham com as piadolas do “falou a voz do PCP” pois enganam-se redondamente. Aliás se a força do PCP fosse igual à minha, o PCP estava bem lixado…..

A FÁBULA DA CONVIVÊNCIA
http://www.f9.felipex.com.br/f9/an_a_fabula_da_convi.htm
A MAGIA DA COMUNICAÇÃO
http://www.f9.felipex.com.br/f9/an_a_magia_comu.htm

Abraços
Ímpio
PS – Brincando com o meu próprio post , admito que me falte ainda a arte de escrever o “letreiro certo”

ana b. disse...

Impio:

Aqui tem a versão em video da magia da comunicação:)

http://youtu.be/l0jax02IqBU

A Menina da Lua disse...

Interessada:)

Está o máximo!

Claro que os vários perfis/tiques correspondem a uma determinada época, naturalmente hoje tudo é bem diferente em termos comportamentais mas está muito bem apanhado... Diverti-me imenso a ver:)

A Menina da Lua disse...

Ana:)

Já conhecia e está giríssimo! Contudo penso que a magia da comunicação para alem das palavras tambem se lê nos olhos, nos gestos, nos sorrisos...etc.

Boa semana para todos!

Impio Blasfemo disse...

ANA.B:- Obrigadíssimo!É isto mesmo...é isto mesmo. E uma imagem vale por 1000 palavras...!
O segredo de mudar as palavras para o mesmo discurso...

Um abraço
Ímpio

bea disse...

Ana
gostei mesmo. Muito mais que do baile :) pronto, não me venham com essa que é de não sei de quem e tal.

Professor
a Cê_Tê tem razão, não quer mudar o post? Em hindi sff

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Cá estou eu com mais uma provocaçãozinha: com dietas nada se salva, nem o coração que é um prefácio de musicalidades, nem a figadola que adora viver ensopada pelas benditas gorduras que nos lavam o sangue, nem a barbucha do Senhor Álvaro Pacheco Pereira que vive em ânsias doces no verbo destilado pelas amarguras do seu ideário nevoento, nem, finalmente, aqueles comentaristas que por aqui andam que já se esqueceram do é a doçura da vida. Palmas para o Woody Allen que a sabe toda.

bea disse...

Jorge

quem é que num final de tarde se quer salvar? isso é obra; não se pode começar a esta hora.

Espero que alguém te responda à dos comentaristas que já se esqueceram...e tal. A doçura da vida...e eu a fazer uma tarte de leite condensado e ele nisto.a doçura da vida...

Palmas para woody que não a sabe toda. Se soubesse não faria filmes daqueles :) e perdíamos nós.

Passa bem

andorinha disse...

Impio,

O que raio é isso: Frase solta aqui
?

Alguém a escreveu, não?
Se tens essas dúvidas todas, porque não perguntas a quem a escreveu?
Não achas que seria a atitude mais sensata?


Ana,

Já conhecia o video e já na altura o achei espetacular.
Enviei-o a alguns amigos, um dos quais me disse que não tinha gostado porque tinha achado uma lamechice!

Calcula como fiquei...


Bea,

Enganas-te, pode-se começar a qualquer hora.

Não fales em tartes de leite condensado.
Também queres que a Cêtê nunca mais aqui ponha os pés?:)))
E também tu a insistires para mudar o post? Porquê?
Não podemos conversar na mesma? E o post não pode estar sossegado?:))))

Que gente impaciente!!!!!

Pamina disse...

Rainbow,
Obrigada pelo dueto:).

Ana,
Sou capaz de conhecer alguém mais adequado para as lições de música. É um amigo meu, cinquentão, por acaso médico, e que toca violino. Se estiver interessada, diga:).
Tenho é que a avisar que, apesar de já ter começado a tocar há uns bons anos, ainda produz uns sons lancinantes, que mais parecem um pobre gato a miar desalmadamente. Não estou a inventar, ele existe mesmo e quando tem oportunidade pratica com o meu filho a acompanhá-lo ao piano, o que melhora um tanto a coisa… enfim, não muito… :)

Interessada,
Está aqui mais uma para o lobby pró Ettore Scola. "Una giornata particolare" foi o primeiro filme que gravei (da televisão holandesa) no meu primeiro aparelho de vídeo.

Julgo que ainda temos parte da conversa para pôr em dia. O pianista que eu conheço é magro e tem efectivamente mãos elegantes, mas não sei se todos eles possuem essas características, é capaz de ser demasiada generalização:).
Em segundo lugar, esqueci-me de dizer que achei o video da catatua muito engraçado. Já pensou, se as catatuas musicais começarem a proliferar e vierem a substituir os professores de música humanos, poderemos ter o que se chamará literalmente "working for peanuts".

ana b. disse...

Pamina:

E logo eu que adoro violino:)
E pensando melhor, sempre é mais fácil comprar um violino do que um piano...É mais maneirinho:)))
Quanto ao desafinanço, se se restringir ao violino, está perdoado:)))

Interessada disse...

Bea:

Soube-me tão bem a tarte de leite condensado :)))))))

Pamina:

Realmente nunca vi este filme do Scola, mas visionei agora varios excertos no youtube.
Além do Scola, tudo o que tenha Mastroianni me derrete ;)
Essa do "working for peanuts" foi bem apanhada.

Ana:

Está com sorte. Parece que os professores de instrumentos de cordas não sofrem do mesmo atavismo que os de piano.:)))))))))))) Depois confidencie-me

Interessada disse...

Júlio:
Em sâncrito, mas sem ilustrações ;)

Cê_Tê ;) disse...

Durch den Rand des Wassers aktualisiert öfter! Sheesh Töpfchen!
;P

Cê_Tê ;) disse...

En voorwaar, Ik zeg je nooit dacht dat je die naar Cusco om naar de moeite van het vertalen it !!!!!!!!
Als het een artikel voor een baan die ik zou willen weten of ze zouden gaan op die snelheid ... Dit is wat is dit!
Ahhhh ik ben niet verantwoordelijk voor foutieve vertalingen. (Niet te verwarren met de erogene en dat is wat ik kwam uit);)))))

andorinha disse...

Cêtê,


Loooooooooooooooool

Ich habe gar nichts verstanden!

Was ist "Sheesh"?:))))))))))))

andorinha disse...

Tu tás bem, cachopa?:))))

Cê_Tê ;) disse...

当然,我的人!


而你后天(当你的小团体)被发现你将在英国广播公司新闻封面! :D

LOOOOOOL
我开玩笑的人!

Tangerina disse...

Pamina,

Não conhece um violoncelista? Gosto imenso de violoncelo e também, como a Ana, perdôo certos desafinanços. ;-))

Beijos beijos.

Tangerina disse...

Meu muy estimado Senhor D. Manuel,

Saiba vossa senhoria que acabei de ler O Fio do Tempo. Muito vos agradeço a belíssima sugestão.

Inicialmente, vinda de ler Sôbolos Rios que Vão, tive alguma dificuldade em me adaptar a um estilo menos intrincado que o de ALA. É essa a consequência de ler ALA: nada se nos afigura como resultando no mesmo prazer de dedicação. Contudo, depois fui começando a apreciar a história e, posteriormente, a trama e o estilo. Vou, com certeza, ler o Império dos Pardais.

Pois é... ausentei-me em paz para praia certa (sem sol, Andorita!!! ;-)) e aí descansei, passeei, li e, principalmente, relaxei bastante porque desligada de tudo e de todos.

Agradeço a lembrança da música do Zeca. A si também a provocação, Ana :-).

http://www.youtube.com/watch?v=fBEmzEWiyLU

andorinha disse...

Tangerita:)

Senti a tua falta por aqui...
Mas entendo, por vezes também sinto a necessidade de desligar de tudo e de todos. E isso revigora-nos.

Pensando bem, nem devia estar a dirigir-te a palavra, já que desconfio que foi por tua causa que apanhei dois dias de praia péssimos, ou seja, sem sol...mas pronto, por vezes também sei perdoar:) Loooool

Fica bem:)

Tangerina disse...

ehehehe, Andorita, desconfias? :-))

Então não sabes que eu tenho uma ligação directa ao Altíssimo? ;-)

E vê lá se te portas bem, porque eu sou mesmo menina para pedir mais chuva... ;-)) :-P

Impio Blasfemo disse...

ANDORINHA:- Se não levares a mal, preferia não responder. E não fiques a pensar que é falta de consideração.
Não estou com disposição!
Fechei a loja!

Abraços

Ímpio

andorinha disse...

Tamgerita,

Eu porto-me sempre bem...dependendo do que entendes por isso:)


Impio,

Não levo...
:)