segunda-feira, agosto 22, 2011

O descalabro alimentar...

Uma semana em Cantelães é um albergue minhoto, cabe lá tudo: os amigos, as crianças, os cães, os matrecos, a feira na Vila, os garranos, a águia, aquele céu... Consequência mais palpável e angustiante? Engordo:(. Depois chego ao Porto e tasquinho saladas até as calças deixarem de sufocar o pneu... Mas quem resiste ao canto de sereia do Guilherme, sozinho na cidade, a trabalhar como um negro, faminto de mimo paterno? Ninguém, decreto eu! E lá se foi a dieta:).

71 comentários:

andorinha disse...

:)

Não faz mal, é por uma boa causa:)
E pode sempre recomeçar a dieta, amanhã, ou depois, ou depois...

Tá giro o post, levezinho...:)))))))))

Caidê disse...

Gulodices de férias - tantas?! É caso para dizer "Bom proveito!".

Quando os meninos e a amigalhada me enchem a casa ( e o coração) também passo por esse sufoco dos Kilitos. Mas é tudo tão mais apetitoso !... Cada vez que um se oferece para a cozinha - lá vem petisco!

Ontem mesmo não resisti ao almoço de aniversário que me prepararam. Quem podia?

Será que mães alimentadoras despoletam filhos iguamente alimentadores? Quem sai aos seus...:
Patê de frommage e salmão fumado (sem alcaparras :))/ Dourada na chapa, batatinha a murro, saladas. E petits gâteaux com gelado. Nespresso (sem Clooney, já agora!...)

Um filho sozinho na cidade a trabalhar clama uma parentalidade muito especial. E não sei se a sofreguidão dos mimos partirá de um lado se de outro. "Imagine"! :)))

Anfitrite disse...

Prof.

Agora já percebi a que se deve esse ar
tristonho. Falta de hidratos de carbono.
Mais vale um quilo a mais do que uma grama a menos de boa disposição. Ervas não alimentam carnívoros. Podem ajudar a encher o buraco, mas sozinhas não servem para nada.
Nas fotografias que vi do jantar, parece um recambiado do Biafra.
Se quiser reparar, até nos postais se notou a leveza e a boa disposição. Afinal o seu mal é fome. De comida também!:)))
E depois vem dizer que é para dar mimos ao filho!



Rain,

Tão mau que vc. nem faz ideia. Uma série magnifica, que passou na RTP2, da produtora HBO, a mesma dos "Sete palmos de Terra". Ganhou imensos prémios, é a não perder. Leia a sinopse.

http://www.dvdpt.com/a/anjos_na_america.php

Anfitrite disse...

Mais outro link
http://www.infopedia.pt/$anjos-na-america

Caidê disse...

Para carentes de gulodices e dado que os ouvidos também se alimentam:
http://www.youtube.com/watch?v=Xx3yXUunEq8&feature=related
Durmam depois.

andorinha disse...

Caidê,

Temos outra sádica por aqui?:)
Era mesmo necessário escarrapachares aqui todas essas iguarias?
Isso não se faz, miga:)

"E não sei se a sofreguidão dos mimos partirá de um lado se de outro. "Imagine"! :)))"

Aqui concordo contigo.

Bons sonhos.

Bartolomeu disse...

As fomes, quem as tiver,
Saciáveis, sem pecado,
Que as mate, como puder,
Se não, está tudo lixado

Se for fome de mulher,
Ou de outro prato molhado,
Pode a fome, se quiser,
Matar o homem parado.

Mas se for fome de saber
D'um saber acumulado
Pode o homem amanhecer
Com o cérebro atrofiado

Ah... a fome de comer.
A gula do bom panado.
Ou a fome de te ver...
Ou de te ter ao meu lado.

;)))

A Menina da Lua disse...

Oh Professor nao me diga nada!:( Acabo de chegar daí dos seus lados e foi uma desgraça... Desde sarrabulho, cabrito assado, bacalhau frito de cebolada com batatas fritas às rodelas, naco de novilho assado. Para não falar do maravilhoso leite creme queimado que só aí o sabem fazer. Enfim peca-se mas muito gustosamente...
Este país é uma luxúria de paladares; Agora vou direita ao Sul desta vez serão peixinhos os sacrificados e talvez assim se salve um pouco a dieta.:)

Boas férias para o Professor e todos os murcónicos.

Aqui vos deixo imagens fantásticas com música de Café del Mar! Lindo!
Aproveitem bem o Verão...:)

http://www.youtube.com/watch?v=_scrwAL5txw&feature=player_embedded

Manuel disse...

(Como não sei se vão aos comentários do Post anterior, aqui fica de novo, com desejo de boas férias e gula controlada)

Caríssimas (os) murcónicas (os):

Não tenho podido aparecer, mas sinto bastante a falta do vosso convívio.

Hoje vim de fugida dar uma espreitadela e, perante o interessante estado de êxtase em que me parece estar a nossa amiga Tangerina, não resisti a deixar-lhe esta música:

«Que amor não me engana»: José Afonso – CD Venham Mais Cinco
http://youtu.be/IAVkRT_h1wI

Ana b.:

Sua sortuda, quem me dera estar no seu Paraíso, numa ilha qualquer mais ou menos perto da sua S. Miguel, qualquer uma servia.
Estou a ver a coisa negra, problemas de saúde de um familiar estão a complicar a partida.

Especialmente para si:

«Saudade»: Carlos Alberto Moniz – CD Clássicos Açorianos
http://youtu.be/GSOkK0v_rIM

«Olhos Pretos»: Carlos Alberto Moniz – CD Clássicos Açorianos
http://youtu.be/5tUhZRNMNkA

«Lira»: Adriano Correia de Oliveira – CD Cantigas Portuguesas
http://youtu.be/3U3XjBXndKE

Para todos até breve, embora não saiba quando será.

Impio Blasfemo disse...

O Excesso de Peso (vulgo barriga)não se compreende; admite-se!Isto porque o belo resulta de um acidente de controlo das coisas boas que nos tentam...

Abraços

Ímpio

Cê_Tê ;) disse...

Bom dia!;)

As férias são dadas a pequenas transgressões. (Se assim não fosse que gostinho teriam?) E quando é por uma boa causa que se danem os sacrifícios ;P

(Quanto ao céu que fala.. essa tela merecia um tempo de costas no chão a identificar estrelas, constelações e astros.)

continuação de alegres boas férias para todos ou para quem as merece ;P

rainbow disse...

Bom dia:)

Ontem à noite estive a ver na tv "Os condenados de Shawshank" pela terceira ou quarta vez. Não me canso de ver este filme.

Prof,

Do post, sublinho uma palavra MUITO importante:) - matrecos. Adoro jogar matraquilhos.
E claro, os filhos também são para se mimar.
E agora para lhe fazer inveja: posso comer tudo que nunca engordo. Lazanhas, suculentas espetadas de carnes, crepes com bolas de gelado, bolinhos de amêndoa algarvios,enfim uma "Never Ending story" de delícias gastronómicas.
Mas que mal tem uns kilitos a mais? O que importa é andar bem disposto:)

Andorinha,

Bom dia:)
Esta é especialmente para ti:

http://www.youtube.com/watch?v=UA1VyQhoHyg

Deixei um comentário para ti no post anterior, com vários links de
canções que eu cantava, e que poderiam animar (ainda mais) a malta. É o que faz falta:)

Anfitrite,

Vi os links que deixou e fiquei deveras curiosa em ver a série, deve ser fantástica, com aquela história, aquele elenco, e ainda por cima dirigida pelo realizador de "Quem tem medo de Virgínia Woolf", "A primeira noite", "A difícil arte de amar" e "Closer"...
só podia.

Caidê,

Miminhos gastronómicos desses são um tesouro, mesmo com excesso de calorias.
Um abraço também para ti:)

Bartolomeu,

Você e as suas quadras.
Mui bien:)

Manuel,

Até breve:)

Deixo aqui o link da música e filme "NeverEnding story":

http://www.youtube.com/watch?v=C-NqcA7BnOU

andorinha disse...

Manuel,

Também sinto a tua falta por aqui...
Continuação de boas férias e já agora controlo aí...no pecado da gula e noutros...:)))))

Impio,

"Isto porque o belo resulta de um acidente de controlo das coisas boas que nos tentam..."

Não concordo muito. Há pessoas intrinsecamente belas que de pouco controlo precisam ou nenhum.
São umas felizardas:)


Cêtê,

"As férias são dadas a pequenas transgressões."

Até que enfim que dizes alguma coisa de jeito, cachopa:))))))))))))))

Continuação de boa curtição, malta:)

Cê_Tê ;) disse...

(@Andorinha, obrigadinha!!!! É sempre bom ter amigos como tu! ;)))))

andorinha disse...

Têzinha:)

Aproveita, que amigos como eu contam-se pelos dedos de uma mão:))))


Rainbow,

Obrigada pelo "Like a bird".
Sou um bocado assim, daí o meu nick:)
Liberdade, nada de amarras, não saber em que ramo vou pousar amanhã:) Looooooooooool

Nasci assim, para bem ou mal dos meus pecados:)

Vejo os outros links mais logo, obrigada de novo.

Podes comer tudo que nunca engordas???
Que imbeja!
Também já fui assim, e até pensava que isso seria uma caraterística vitalícia:), mas enganei-me...
Agora cometo excessos na mesma, mas depois há que controlar um bocado. Sem exageros, porque senão a vida teria muito pouca piada.

Inté...

Impio Blasfemo disse...

BART:- Rapaz, tens definitivamente a poesia dentro de ti. Escreve-la com a facilidade com que eu somo 2 com 2; cada um no seu mister!
Se um dia te perguntarem “O que quer dizer este poema” fica aqui a resposta do Mário Quintana.

“Mas o que quer dizer este poema? - perguntou-me alarmada a boa senhora.
E o que quer dizer uma nuvem? - respondi triunfante.
Uma nuvem - disse ela - umas vezes quer dizer chuva, outras vezes bom tempo...”
(Mário Quintana)

Mas esta quadra:

“Se for fome de mulher,
Ou de outro prato molhado,
Pode a fome, se quiser,
Matar o homem parado.”

Até um asno como eu a percebe.

ANDORINHA

O que escrevi foi uma “bocarra à Ímpio”, muito derivada das sistemáticas advertências sobre a minha pessoa e que se repetem naquela frase, muito repetitiva “Tens de emagrecer---”.Contudo....
As variações da nossa sensibilidade sob os desígnios da moda, moda esta que está muitas vezes ligada às modificações do meio ambiente, social etc, criam um espírito público que varia ao longo dos tempos, de geração em geração. Este espírito público é plástico e por sua vez, sendo dinâmico, condiciona o que denominamos MODA. Ela é uma verdadeira locomotiva de propagação da maior parte dos elementos da vida social, das nossas opiniões e das nossas crenças.
Dá uma olhada a estes nus femininos:
http://mol-tagge.blogspot.com/2009/10/nu-feminino-museu.html

E agora olha para este mito de beleza actual:

http://www.fabricmanequins.com.br/

E compara o que foi a variação do conceito de belo aplicado ao corpo.

É evidente que há quem “tudo coma e tudo triture”. Há metabolismos assim, mas cuidado com essa “felicidade”......!

Abraços

Ímpio

Bartolomeu disse...

Sabes Ímpio?!
Tenho em casa uma cadela descaracterizada... filha de uma Labradora e de um que estava no sítio certo, no momento exacto, na altura mais conveniente.
Ou seja, saltou-lhe para a espinha um dia em que a Labradora saiu à rua e estava com o cio.
Mas o que te quero contar, é algo que os meus amigos consideram insólito quando vão a minha casa e ao dirigir-me à cadela, em verso, ela obdece naturalmente.
;)))))
Fica assim provado que a poesia conduz à obediência?!
;)))))))))))

Impio Blasfemo disse...

BART.- Tens assim a felicidade para ti, para alguns menos inspirados, um verdadeiro tormento de chamamento, de teres um cadela PoetoPavloviana; sai quadra e ela volta a casa com a cauda a dar a dar...cheia de saudades do lar, doce lar....

Um abração
Impio

Princesa Isabel disse...

Nada como os mimos paternos ou maternos, mesmo quando já somos grandes! ;)

Fios de Seda disse...

Adorei a espressão "faminto de mimo paterno"!

Por estes lados,a expressão é mesmo: faminta de poder dar mimos maternos a 3 Marias que ja não vejo faz quase um mês.

E todos os dias coloco na mala mais um miminho que parte ja na sexta-feira, rumo a eles e a tudo o que faz de mim gente.

Tenho saudades de mimar e de ser mimada...e sem mimos os dias passam bem mais devagarinho.

By the way: conhece a musica do Caetano Veloso, "Mimar você"?

ana b. disse...

Prof:

Proibido falar em desgraças!:)))

andorinha disse...

Impio,

Não estava a colocar a questão tanto em termos de moda. Claro que o conceito de beleza física evoluiu ao longo dos tempos. Das anafadinhas de outrora às anoréticas de hoje:)))
Mas estava mais a pensar em termos de saúde, devemos ter cuidado nesse sentido. Já há tantas doenças que não é necessário termos também aquelas associadas à obesidade...

No meu caso, vou controlando o peso sem demasiada obsessão. Cometo os meus excessos até porque sempre fui um "bom garfo" e não tenciono deixar de ser:)
Não me privo de nada que me apeteça.
Depois uns dias compensam os outros, só isso.

Impio Blasfemo disse...

ANDORINHA

Percebi que estavas a falar em termos de saúde. Mas hoje em dia "fala-se" também em "dieta" não em termos de saúde mas sim em termos de MODA e isso é bastante perigoso conforme salientaste.
Fala-se muito na barriga (homem/mulher) porque é inestético e pouco porque faz mal à saúde. Ora segundo o "estado da arte" da medicina, a gordura abdominal aumenta o risco de morte, mesmo nos casos onde o índice de massa corporal é considerado normal. A obesidade abdominal pode estar ligada ao desenvolvimento de vários factores de risco para o coração, como níveis de colesterol, resistência à insulina, diabetes, hipertensão e trombose. Além disso, as gorduras abdominais podem contribuir para aumentar também o risco de cancro – em especial da mama, útero, cólon, intestino grosso e rins.

Isto é o que oiço dizer os meus amigos(as) médicos(as)....

No meu caso, consigo perder facilmente 2 kg apenas por parar de beber álcool. Pois é meus caros, o "tal copinho à refeição que dá pão a um milhão" se for à vida corresponde a uma perda em peso, na minha pessoa, de 2 kg entre 7 a 10 dias. O Whisky, o Gin, a Cuba Livre, e o Conhaque pós refeição, estão incluídos no "jejum alcoólico"; mas vale a pena o sacrifício!
Os 3 Kg seguintes custam mais, terrivelmente mais. Uma caminhada na mata de 1 hora por dia e as tais saladas com tudo menos hidratos de carbono. Bolos e doces, nem vê-los...Enfim, uma grande sensaboria em nome da saúde física. Uma enorme sensaboria....Pior que isto só voto de castidade!
Daqui para frente...nem quero pensar....5 kg a menos é muito bom!

Abraços

Ímpio

andorinha disse...

Impio,

Mas tu foste aconselhado pelo médico a reduzir o peso, é isso?
Se achares a pergunta abusiva, não respondas, claro:)
Digo isto por afirmares: "daqui para a frente...nem quero pensar..."
Se estabeleceres objetivos atingíveis, e os fores alcançando, isso dar-te-á ânimo para prosseguires.
Isso e o facto de te sentires melhor fisicamente.

Mas olha, falo de cor e se calhar não é nada disso:)))

Se eu não pudesse comer bolos, doces, gelados, tudo isso, não sei como seria. De verão, então, abuso de gelados, bebidas, por aí fora...
Em setembro retomo o ginásio e em pouco tempo vai tudo ao sítio:)

Bons sonhos, malta:)

andorinha disse...

Ainda voltei...


A Procuradoria de Nova Iorque decidiu retirar as queixas contra o político francês Dominique Strauss-Kahn, acusado de violação por uma funcionária do hotel Sofitel. As provas recolhidas correspondem "a encontro sexual apressado”, indica o gabinete do procurador Cyrus Vance, mas não há provas que permitim estabelecer que esse acto sexual fora forçado ou não consentido, conforme alega a camareira.

....só para deixar este alerta: atenção, muita atenção a encontros sexuais apressados.
Vejam bem nas que se metem:))))))))))))))))))))

Caidê disse...

Tenham uma madrugada belamente adormecida:
http://www.youtube.com/watch?v=5gbezPE0hb4&feature=related

Impio Blasfemo disse...

Andorinha;. Quando era "elegante", pesava 75 kg. A idade veio e passei para os 78 (50 anos). Agora estou nos 85 kg com 61 anos. Acho que disse tudo.....
Se baixar para os 80 kg já é bastante razoável, não é suficiente, mas é razoável....mas dá cá uma fominha dos diabos.
Fazer dieta foi a pior invenção humana...acredita!

Abraços

Ímpio

rainbow disse...

Bom dia:)

Ando a reler "Uma barragem contra o Pacífico", de Marguerite Duras. Apaixonei-me por este livro, logo nas primeiras páginas. Há livros que tenho que revisitar, este é um deles. Outro é o "Estrangeiro" de Camus, o meu preferido de sempre.

Andorinha,

Bom dia:)
É verdade que tenho um metabolismo que faz com que não engorde, mas também é verdade que me preocupo com a minha saúde.
Daqui ninguém sai vivo, mas enquanto cá estiver, e desde que as condições sociais e políticas o permitam (mas isso é outra história), farei por ter qualidade de vida.
Tenho uma vida profissional activa, equilibro a alimentação, faço exercício físico, faço um check-up anual, e encaro a vida com optimismo.

Caidê,

Bom dia:)
Da minha parte obrigada pela música.

E aqui deixo um link para voar:

http://www.youtube.com/watch?v=_ETG3OAWv2k

Impio Blasfemo disse...

CARÍSSIMOS:

Deixe-mo-nos de tristezas sobre gorduras e magrezas pois essas, lá diz o ditado, não pagam o Deficit.

Apetecia-me uma boa gargalhada. Fui ver "Bem-Vindo ao Sul" e ri-me a bom rir. Não risinho contido, mas sim gargalhadas sonoras, profundas, das que só de rir fazem tremer a cadeira; uma verdadeira incontinência de gargalhadas, e foi do princípio ao fim.
Deixo o link:
http://www.ucicinemas.pt/cartelera/cartelera_ficha.aspx?id=3346

Abraços

Ímpio

rainbow disse...

Impio,

Gostei mesmo de ver o link que deixou, pena o filme não estar em exibição por aqui, senão ia a correr ao cinema. Também adoro uma boa gargalhada:)

Andorinha,

Ainda a dormir?:))
Deixo-te aqui duas das músicas que eu cantava nos bares, só para teres uma ideia, já que me desafiaste para fazer a animação musical num jantar do Murcon:)

http://www.youtube.com/watch?v=XgQLOSpG4EM

http://www.youtube.com/watch?v=fVWBeUqBrz8

bea disse...

Tão que é isto? Toda a gente a entremear dietas com coisas boas e o professor a matar saudades diferentes. As férias são férias, não estraguemos, o que engorda são os hábitos alimentares e não o que se excede num mês. E quando as rotinas do trabalho nos caem em cima, o furo a mais no cinto, fica isso: a mais.
Quanto à beleza...revejo todas as pessoas de que gosto e nenhuma sobe pontos por ser linda. Só por ser ela. E continuar sendo. As outras belezas são de revista e não tenho muita pachorra. Depois há a beleza que o homem é capaz de criar, perante a qual ajoelho e embasbaco. as belezas naturais não me falam do esforço da criação, não dizem um pensamento que se encontra com o meu, são-me menos próximas.
Boa continuação :)

Andorinha

As andorinhas não pousam em qualquer lugar:) homens/mulheres de todos os ramos, não existem. Se existirem, pior para eles. Não sei o que seja a liberdade, mas não será isso.

Bart
Imagino o que deves ter lido de poesia à cadela, para que te obedeça se lhe falas em verso:) Sessão de treino:"anda lá aqui para este cantinho ouvir os lusíadas, queres o canto terceiro ou tanto te dá?".
Hummm, acho que é de ser arraçada.


Ímpio
tens que tornar-te abstémio? :) um colega afirma que o meu antídoto devia ser beber uns copos (não é emborrachar-me). Mas é que não me dá gozo nenhum.

Manuel
Gosto por inteiro do Adriano e do Zeca de voz uma; e dos olhos pretos que conheci nas aulas de canto coral e uma amiga me canta, matiz profundo de ninguém mais, os dedos em casa nas cordas da guitarra.

Impio Blasfemo disse...

BEA:- Vou responder telegraficamente deixando, talvez, coisas úteis.

(1) --> A tabela de calorias por alimento e quanto necessitamos ingerir em calorias consoante o género (como agora se diz sexo) e a idade -->(ver link) --> http://www.chi.pt/extras/tabela_calorias.htm

(2) --> Felizmente não sou alcoólico nem tenho restrições em termos de órgãos nesta matéria (insuficiência renal, cirroses ou coisas piores).

(3) --> Não tenho também, felizmente, comportamentos aditivos. Explicando, não é por ter a ideia que o álcool me engorda que vou a correr vomitar, ou tomar laxantes a correr, ou fazer 10.000 metros a seguir a ter comido ou bebido. Tenho, por experiência,
verificado que se deixar de beber álcool por uns tempos, não só não me custa, como passo a beber muito mais água, como a água me passa a saber bem, e, sem qualquer sacrifício, em pouco tempo emagreço 2 kg, o que me sabe bem, pois largo a "sensação de inchado", e tudo numa boa;

(4) --> A parte mais difícil, é continuar a perder peso, ou seja, passar à fase seguinte em que tento perder + 3 kg. Aqui sim é preciso controlar a comidinha que se ingere e fazer exercício, algum e sem exageros, para ajudar a tarefa de perder peso;

(5) --> Explicaram-me que quando começamos a fazer dieta, o corpo vai buscar "alimento" não aonde devia (massa gorda) mas sim à massa muscular, e que o exercício serve para converter a massa gorda em massa muscular compensando assim essa perda pelo efeito da dieta. "Venderam-me" esta mas acho-a "algo irracional" em termos de "ciência do corpo humano" pois custa-me a acreditar que o corpo, tendo ali a "gordorinha apetitosa à mão de semear" vá "petiscar" a massa muscular; cheira-me a tanga de pessoal do ginásio, mas pode ser verdade....Até porque, tanto quanto sei, as células gordas são diferentes das células musculares e não estou a ver o corpo humano a meter-se em processo complicados quando os mais simples (esvaziar o armazém de gordura) para ele, devem equivaler, ao que para nós corresponde a irmos à bomba da gasolina e atestar o depósito.


Abraços

Ímpio

Bartolomeu disse...

Podes crer, bea... aquilo é uma cadela verdadeiramente erudita.
E quando lhe dá para se levantar às 3 da matina, e ir para o jardim recitar os poemas do Tomás... o Wyatt à Bolena?!
É de ir às lágrimas...

bea disse...

Ímpio

tens a certeza de que não és mulher? as minhas colegas sabem o mesmo que tu, andam com uma garrafa de água atrás para todo o lado, contam as calorias e frequentam o ginásio de uma forma sagrada. Vou ao ginásio porque quero dar uma ajuda ao professor que vi crescer e sou mais de pagar que de ir :), mando umas bocas durante a função e faço só o que me custa menos; a companhia faz-me bem, mas são muito mais novos e têm outra pedalada. A minha bebida é mesmo água :)
Bart
pensei que tu é que recitavas à cadela...
Fiquemos por aqui, tás a desconversar.

Bartolomeu disse...

E pensaste muitíssimo bem, bea.
Eu recito para ela, mas ela não recita para mim... ela senta-se no relvado, levanta o ficinho na direcção do firmamento e recita, quem sabe, para uma entidade abstracta, ou de outra galáxia...
Vá-se lá entender o que vai na cachimónia dos cães...

Impio Blasfemo disse...

BEA

Com a devida vénia, informo V.Exa que, sem ter, por enquanto de fazer vénias para ultrapassar a proeminência da barriga, consigo ver o "instrumento distintivo" e esse, tanto quanto me têm informado, ainda está qualificado como pertencendo ao Grupo Masculino.
Passando a brincadeira, não ando com a garrafa de água no bolso ou às costas; não me tornei "H2O dependente"; uso o "estratagema" para na fotografia eu não ser um "quadrado" dentro de um "rectângulo". A Forma sempre fez bem ao ego e afinal a Moda alguma coisa me afectou, tanto bate a água na rocha que um dia ela parte.....

Abraços

Ímpio

bea disse...

Ímpio

Quem é a V. Exª? Não tá aqui...ok,brincava. Não quis magoar. A sério:)
Na verdade acho que me vou pesar, tou a ficar envergonhada. Nos 30 pesava entre 48 e 52, nos 40 entre 52 e 55; nos 50, entre 55 e 58 - há 1 ano +-. Comparando com a tua média, é o mesmo :) A vantagem? deixei de ser lingrinhas. às vezes visto-me à mulher e não pareço a olívia palito. o que nunca me lembro de ter pensado é se era elegante. penso noutras coisas :)

Não vamos falar mais de pêso, tá? quando não é doença ou causa dela não tem importância nenhuma. Salvo se causa problemas ao próprio :) atenção à cadela do Bart.

Bart

a tua cadela vai entrar em órbita. Podes recitar-lhe os versos da Bolena. Aproveitas e colocas aqui para o pessoal. Se os conheço não sei que são para ela.

Bartolomeu disse...

Pertencem ao exclusivo conhecimento da cadela, bea.
Eu é que entro em órbita, quando lhe dá para a poesia...

bea disse...

Bart
gostava de ter uma cadela poeta e arraçada. Só não há graça quando se lembram de uivar noite dentro. Uma tristeza demais. por quem chamam ou em que nome se lamentam.talvez interpretem os tantos sem voz, ou os que alegremente caminham para o abismo, como os primeiros judeus iam para os campos de concentração: a julgar que nada podia ser pior que os comboios onde os levavam.
De vez em quando dá-me uma veneta dramática. sorry

Podes sempre usar uns fones.

andorinha disse...

Rainbow,

Gilberto Gil e Joan Baez da minha parte estão aprovadíssimos:)))



Bea,

Ao contrário de ti, as belezas maturais encantam-me. Consigo ficar extasiada com autênticas maravilhas que nos rodeiam.


"...homens/mulheres de todos os ramos, não existem. Se existirem, pior para eles. Não sei o que seja a liberdade, mas não será isso."

Não sei se te entendi...
Não pouso em todos os ramos, mas apenas eu decido aqueles em que pouso.
Sem amarras,sem grilhetas, sempre. Para mim é isso a liberdade.

E agora vou voltar ao futebol...
Chiça! Será que vou ter que sofrer até ao fim?:)

ana b. disse...

Impio:

Não vi este fime por ser uma cópia descarada de um recente sucesso do cinema francês "Benvindo ao Norte".

http://youtu.be/ly2v62gY1jA

Nada tenho contra os remakes. Desde que se justifiquem. O que não me parece o caso. Limitaram-se a transpor a ação para Itália e trocar o norte pelo sul. No resto, limitaram-se a copiar descaradamente o filme original que tem 2 ou 3 anos. É sempre mais fácil copiar, do que ser-se criativo. Não contém é com o meu patrocínio.

Cê_Tê ;) disse...

@andorinha, tu tens acções do Benfica, pá!?!?!?!?!
Tststs!;/

andorinha disse...

Ganda jogo!!!

Viva o Benfica!

O FDL não está, tenho que gritar eu:)))))

Agora venha quem vier, carago...



Cêtê,

Tenho. Porquê? Não posso?:))))

Impio Blasfemo disse...

ANA.B.:- já me soou essa história aos ouvidos.
Independentemente do processo cópia, se o é, direi que é uma cópia bem feita.....

E agora, perdoa-me esta e perguntaria docemente e sem qualquer tipo de arrogância da minha parte, com total e absoluta humildade. "O que isso da originalidade?"
Isto porque um dos meus grandes amigos a quem eu perguntei várias vezes "se tinha jeito para escrever", ele, crítico de literatura, dizia-me, alto e bom som, que, quando lia um livro sobre o qual ia fazer uma crítica, se lhe encontrasse uma página de originalidade,apenas pedia uma, já dava por bem gasto o tempo de leitura...
A propósito, ele foi bastante impiedoso comigo. Mas é nos amigos assim que recebemos sempre a "maior impiedade", e por isso têm o estatuto de amigos...
Aconselhou-me ele a escrever, no mínimo, 100 contos, que no fim, talvez no conto 101, eu conseguisse despir-me das minhas pequenas histórias e olhar o mundo numa perspectiva menos centrada no meu pequeno umbigo...

Um abraço

Ímpio

pedro ^_^ disse...

Bea

Ontem vi um programa sobre os sobreviventes dos campos de concentração na segunda guerra mundial.

CêTê,

Hoje vi um programa sobre tartarugas de Bobo.

Andorinha,

O Benfica está de parabéns pelo que vi e o jogo 300 do Luisão que ultrapassou o numero de jogos; por um estranjeiro em Portugal. Pertencia ao Aloisio. Um exemplo do futebol esta glória do porto que desarmava exemplarmente.

Tudo isto me faz pensar!
O dificil é mesmo não pensar!

Vou-me deitar e venham jogos de primeira divisão!

Para resumir (parabéns Jesus . como a Cêtê já disse "nunca é tarde para aprender")

Dia 28 há mais.

Professor falando de dietas "Não como tartaruga" mas penso que se protegermos algumas especies estamos também a proteger outras.

Ana, boa estadia. Rodeada de mar. E que Mar!

Be Cool!

pedro ^_^ disse...

Enganei-me: queria dizer Caidê.

Boa Noite!

:)

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha, isso não é considerado jogo ilegal?!?!?!?!!? Os moços são alguns cavalos ou quê?
;D

O dinheiro que rola nos estádios não me cheira muito bem... nem o do totoloto!

Cê_Tê ;) disse...

(@Pedro, eu já tinha os neurónios em stress a descortinar associações...;P)

andorinha disse...

Pedro,


Parece que foi há uma eternidade....:)
Concordo contigo, merece os parabéns, sem dúvida.
O Luisão ultrapassou o Aloísio?
Fixe! Não sabia...
Por ele ter sido do FCP mais fixe ainda!:)))))

Se não pensássemos, faziamos o quê durante esse tempo?:)

andorinha disse...

Eu é que tenho os neurónios em stress para entender o que tu dizes:)))))

Os moços são cavalos????
Alguns assumem-se como valentes garanhões:) Looooool

Não falo de dinheiros, pá!

E não é bom termos duas equipas na Champions? Ou querias que fosse só o teu FCP, egoísta?:))))))))))))))))))))

Cê_Tê ;) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ana b. disse...

Impio:

Não é se o é. É uma cópia!!

Respondendo à sua pergunta, originalidade é o que teve o Dany Boon ao escrever e dirigir o Benvindo ao Norte. Precisamente o oposto do que fez o realizador /autor (??) italiano que se limitou a copiar. Para mim, isso não é um remake, é simplesmente, plágio!
Como já aqui disse uma vez, está tudo mais que inventado. E tudo se resume a uma verdade básica e comum a toda a humanidade: To love and be loved! Só que há inúmeras maneiras da abordar o tema. E é isso que distingue oa autores: a capacidade e o talento de o fazer diferente. Decididamente que não é o caso de Luca Miniero.

Quanto ao resto, não me espanta que a frase tenha sido proferida por um crítico literário... Acho que não preciso explicar mais. Para bom entendedor, meia palavra basta.

pedro ^_^ disse...

Andorinha amanhã há sortei. Na verdade não vou estar particularmente atento. Mas na Champions; quanto mais tarde nos encontrarmos melhor.

Beijinhos...

Inté

pedro ^_^ disse...

Acho que vou começar a usar o Murcon como caixa de Correio!

Boa Noite a todos!

Esta musica está boa demais para desligar mas vai ter que ser!

andorinha disse...

Tu não me fales nesse PAPA, se queres continuar a ter uma relação cordial comigo:) Looooooooool



Pedro,

Tens razão, quanto mais tarde nos encontrarmos melhor. Falo a sério.

Beijinhos.

andorinha disse...

Pedro,

Sabes que podes usar o Murcon como entenderes...

Bons sonhos:)

pedro ^_^ disse...

Bons Sonhos(:

Interessada disse...

Angustiante, amigo Júlio? Não lhe parece exagerado?
Só percebo que engordar seja uma experiência angustiante, se acompanhada da consciência da fome que existe no mundo.

Gostei de vos rever a todos, mas tocou-me em especial o que a bea escreveu.
Penso que nunca a tinha apanhado por estas bandas, mas valeu! :)

Ana, já tinha saudades de si apesar de nem eu saber bem porquê.
Tenho uma vaga ideia de que ía de férias. Espero que estejam a ser agradáveis.

Sim Andorinha, também gosto de coisas leves. Mas apetece-me evocar dois acontecimentos importantes que não vi por aqui referidos.
1. Loooool A Finlândia e a Grécia negociaram um acordo bilateral,facto que irritou Angela Merkel, que criticou "as vias travessas individuais no quadro de um problema coletivo".
2. As 77 vítimas de Utoya
http://www.youtube.com/watch?v=d7_rMXwJXe4&feature=player_embedded

Caidê disse...

Tristinha mas linda:
http://www.youtube.com/watch?v=vhjSoXnndr0&feature=related

Até no lamento de uma noite de Agosto se podem projetar as auroras dos nossos sonhos.

bea disse...

Estou parva com os vossos serões, eu sou mais madrugadas.

Interessada
não sei que tenha dito de diferente, mas obrigada na mesma; como alguém afirmou acima, a originalidade é coisa pouca em cada um de nós.Não existem assuntos novos, a humanidade não mudou assim tanto e talvez a Ana tenha razão, é mais da forma como se misturam os ingredientes, que deles mesmos. Para quem se queira dedicar à escrita,terá que despir o natural egocentrismo, facto que não me parece necessário seja extensivo a um blogue. Mas pode ser suficiente :) Ainda que o lema "aqui, cada um é o que escreve" seja perigoso; e ainda assim, verdadeiro.

Andorinha
tb já foi minha a ideia de decidir. A vida provou-me que decidi muito pouco e por vezes muito mal. E nunca no fundamental. Hoje concordo com quem diz que se decide o como e não o que.

maravilhas naturais:
emocionam-me menos, queres o quê? encontro beleza sim, mas os meus extases são outros. A natureza só me interessa se vista de uma perspetiva animada. É assim que a admiro, quieta, imóvel, aberta tudo que vier. E esse tocante estar de séculos faz-me gostá-la, protegê-la quanto posso.

Pedro
e...?

pedro ^_^ disse...

Bea,

E... faz que pensar. A forma como se sobrevive. No documentário mostrava que as pessoas iam de mentira em mentira muitas vezes com uma esperança. E só o acaso salvava algumas e impressionou-me a forma como recordavam e contavam o que se tinha passado naquele momento. Secalhar é preciso passar algum tempo para copreender detrminadas coisas. Talvez a idade nos separe. Julgava-te mais jovem sem te ver como velhinha. A cominicação tem destas coisas e quanto mais apertado é o buraco da fechadura mais lapsos têm que haver. Parecias-me muito mais nova mesmo adolescente. A água também é a minha bebida como o é para todos. Tem pinta porque será abusivo tratar por tu alguém, com o estofo que o passar do tempo dá. A idade não deixa passar na escrita o que parece corresponder a um bom prenuncio. E...? Só um ou mais Deuses sabem.

pedro ^_^ disse...

Chego que a conclusão que se escreve sem se perceber patavina. Ou como diz a Anfy é preciso fazer um esforço para ler oque não está escrito.

Impio Blasfemo disse...

ANA. B.

Falhei o "Bem vindo ao Norte" do Danny Boon. "Bienvenue chez les Ch'tis" no original. Vi um pequeno trailer http://www.best-cine.com/bem-vindo-ao-norte/) e reconheci copia total na cena no caso do Bem-Vindo ao Sul.
Vergílio Ferreira dizia que "A grande originalidade não é dizer coisas novas mas ser novo diante das coisas velhas". Aqui a "originalidade" do "Bem Vindo ao Sul" será ter pegado no Bem-Vindo Ao Norte e ter transposto o filme para o Sul da Itália (Nápoles) com o dialecto natural dos italianos do Sul. Para si isto é plágio, para mim poderá ser "aceitável".
No final, ficou-me a curiosidade de ver o original (Bem Vindo ao Norte) que vou tentar arranjar. Já valeu a pena, para o meu caso termos trocado comentários...
Quanto ao mais, não sou escritor, como é fácil perceber, não sou critico literário, como ainda é mais fácil perceber e os meus devaneios artísticos estão na linha da "pincelada com brocha larga", ou, "da pazada de tinta sobre a tela".
Mas atrevo-me a estabelecer uma analogia entre escritores, críticos e leitores com o "2001 Odisseia no Espaço". A cena é a inicial onde aparece um enorme paralelepípedo preto. Há um macaco que se arrisca a tocar no paralelepípedo, e depois disso todos os restantes se lhe seguem. Assim, para mim, o escritor é quem faz o paralelepípedo, o crítico é aquele que é o primeiro que arrisca tocar-lhe e os leitores são quem se lhe segue....

Abraços

Ímpio

ana b. disse...

Impio:

O busilis da questão está, quando o crítico desejaria muito ter sido o primeiro a tocar no paralelepípedo...

E tal como dizia o Vergilio Ferreira, ser-se novo diante de coisas velhas, não é decididamente copiar. É inovar perante uma realidade.
A mim, tanto se me dá, que ele copie outros filmes. Não consigo, porém, reconhecer-lhe mérito. Por maior boa vontade que tenha.

Impio Blasfemo disse...

Ana.B.

Não estou em desacordo. Há aquela máxima muito batida que diz:- "se não consegues ser escritor então sê crítico literário....".
Mas sobre esta matéria estou um pouco como a ANFI dizia há uns posts atrás "Sou do tipo vive e deixa viver..."(citei).
Sobre o plágio há de certeza entidades que regulam isso sobretudo no que toca a direitos de autor...e um filme não é propriamente uma tese de doutoramento, uma coisa que apenas é vista por uns tantos, que, com alguma sorte, não detectam "as partes copiadas". E mesmo aqui, com os actuais meios, é difícil copiar sem ser detectado...

Mas não quero eternizar esta troca de impressões. O seu "crivo" se calhar, é mais estreito do que o meu...apenas isso.

Por outro lado, um "crítico profissional" deve ter lido toneladas de páginas e a alturas tantas, admito eu, que esteja saturado de tanta ideia dita e redita de maneira diferente. Daí que quando lhe apareça algo que o surpreenda, para ele crítico, seja como uma espécie de "mudança no menu diário", algo que o vai desenjoar....
E por aqui fico. O próximo tema é sobre a "turma do SLB", não vou sobre este tema nada dizer, pois "ando pela concorrência"(SCP).

Revemos-nos noutro tema que não o agora lançado.

Abraços

Ímpio

andorinha disse...

Bea,

"tb já foi minha a ideia de decidir. A vida provou-me que decidi muito pouco e por vezes muito mal. E nunca no fundamental. Hoje concordo com quem diz que se decide o como e não o que."

Estou em desacordo.
Decidi muita coisa na minha vida, não tudo, claro. Seria impossível, ter-me-ia tornado marginal:)
Decidi muitas vezes mal? Seguramente!
Mas raramente permiti que decidissem por mim. Não concebo sequer a ideia de seguir trilhos predeterminados. Não porque queira ser "diferente", mas porque me está no sangue.
Há condicionantes que fazem com que as nossas decisões não sejam totalmente livres? Claro.
Mas analiso-as e decido em função delas com o mínimo de pressões exteriores.



Pedro,

"Secalhar é preciso passar algum tempo para copreender detrminadas coisas. Talvez a idade nos separe. Julgava-te mais jovem sem te ver como velhinha. A cominicação tem destas coisas e quanto mais apertado é o buraco da fechadura mais lapsos têm que haver. Parecias-me muito mais nova mesmo adolescente."

A idade separa porquê?
Já há tantas discriminações, vamos ainda ter mais essa, a da idade?

Quanto a adolescentes, aqui só houve o Thora( que eu saiba, note-se!) :)
E isso porque sempre foi super maduro.
Os adolescentes não são atraídos por este tipo de blogue.

Felizmente, diria eu:))))))
Mas aí já estava a discriminar pela idade e nesse erro não caio:)

pedro ^_^ disse...

Andorinha,

O melhor era aos 5, aos 25, aos 50 e aos 100; não sentirmos a idade passar. Ver como um conceito que tem muito de abstrato. Acho que já tinhamos falado nisto e estávamos de acordo. Há muitos conceitos que funcionam bem no abstrato mas no dia a dia não têm aplicação e o que há bastante são exemplos que o demonstram. Depois de tantos anos aprender não me importava de desaprender algumas e penso ser possivel. Utopia; acho que não somente algum romantismo.

pedro ^_^ disse...

Sempre gostei de falar com quem sabe. Mesmo aos 5 e 25 os 50 despertavam conversas mais interessantes. Não sei se é própriamente a diferença de idade e pensando bem não é concerteza. Talvez o despertar de uma converssa venha pela diferença e na procura de algo comum. Mas o impulso inicial vem da diferença e acaba-se por descubrir que na essência há muito em comum. Me intiendes?

http://youtu.be/XF5fa4bWr-E

andorinha disse...

Pedro,


"Depois de tantos anos aprender não me importava de desaprender algumas e penso ser possivel. Utopia; acho que não somente algum romantismo."

Podes "desaprender" alguns, os que não te interessam. O que ninguém pode é voltar a ser "virgem", nem tu nem ninguém. Também já falámos sobre isso. Há sempre algo que fica do que já se viveu, do que se gostou ou não e isso marca sempre de alguma forma. Mas isso é sinal de que somos humanos e não máquinas:)
E serve também como aprendizagem...



"Talvez o despertar de uma converssa venha pela diferença e na procura de algo comum. Mas o impulso inicial vem da diferença e acaba-se por descubrir que na essência há muito em comum. Me intiendes?"

Não só te entendo como concordo em grande medida.
Mas o impulso inicial também pode vir da semelhança pressentida. Esta pode depois ser confirmada ou não.
Penso é que não deve haver condicionantes à partida, sejam elas quais forem.

pedro ^_^ disse...

Andorinha,

Tens uma lucidez muito particular e digo isto a sério. Gosto!

andorinha disse...

Obrigada, Pedro.
Fico contente:)