segunda-feira, agosto 29, 2011

Nos últimos dias...

... jantei com os meus dois filhos separadamente. E por razões que me pertencem vi-os partir com a ternura grata devida a quem dá ao pai o melhor dos presentes - a possibilidade de um envelhecimento tranquilo quanto ao futuro da tribo.

144 comentários:

andorinha disse...

:)

Sem palavras, Júlio, já sabe...

andorinha disse...

Voltei...

Não foi só nos últimos dias que soube isso, pois não, Júlio?
"Apenas" teve mais uma confirmação...

Cê_Tê ;) disse...

Que inbeja, carago!!!!;D
A "bêlhice" é um posto.

snif!;( Eu ainda só mãe tipo adolescente com filhos adolescentes. E este estado não é NADA FÁCIL- ando baralhada de todo;)))

"Belhices" dessas é que eu desejo para mim mas não sei não! Estes jovens vão ter que "esgravatar muito" e julgo que fora da pátria.

- Sonhar
- Identificar o/os Dons e dar o melhor
- Não desistir porque não há nada melhor (fora aquelas muitas coisas) do que ganhar dinheiro sem dar por ela- fazer o que se gosta.

(- Ter padrinhos...;/)

bea disse...

Professor

Não é verdade que sempre se colham os frutos do semeado. Aconteceu consigo. É mútua a gratidão :).quem me dera que os meus filhos tenham projetos e os persigam, e que,mesmo que não consigam o que desejam, cultivem a esperança e saibam que não é quieta. Que não baixem os braços às injustiças, não se calem a quem não os merece,e possam olhar de frente todos os homens. Interessa-me o que sejam. E ainda que nada realizem, é neles a minha eternidade.
Boa noite

Cê_Tê ;) disse...

Professor nem sabe o que lhe estava preparado se não houvesse hoje um post novo! ;))))) Ia-mos trespassar isto ao chinocas. Amanhã era só "pokemones" aqui a postarem.;D

Anfitrite disse...

Professor,

Se estava neura, pior fiquei. Confesso que não entendi. Porque aquilo que pensa ser uma possibilidade, é a maior incerteza de todos nós. O que me preocupa são as razões que confessa lhe pertecerem.

E porque a rain me fez encontrar, aqui tem o que se chama entrosamento(será esta a palavra?) Veja até ao fim.

http://www.youtube.com/watch?v=PpU2jTnP_Gk&feature=related

(Será que lhe aconteceria o mesmo que ao primeiro comentador do vídeo?!):)

Bartolomeu disse...

E vê-los crescer, sãos de corpo e de alma.
Enlevo dos sentidos, nossa calma.
Espelhos do que fomos e que sonhámos.
Herdeiros desse reino que formámos.
;))

bea disse...

Bart
tão bonito. Mesmo que nem sempre "sãos de corpo e alma". Mesmo quando o corpo os atraiçoa. mesmo que a alma lhes fuja às vezes. Mas atenção, não são espelho do que fomos ou sonhámos concedo:são um pouco.
BOM DIA

andorinha disse...

Bom dia:)


Bea,

Lindo o que escreveste!


Bart,

Gostei. Tenho que dizer assim, já que não "posso" utilizar adjetivos...:)

Fiquem bem:)

Cê_Tê ;) disse...

Só agora estou a ouvir os programas de rádio do "Amor é..." e estou deprimidíssssssssima! ;)

Não tinha ideia que era postdependente?!?!?! Bolas! ;/

(E quem é aqui o dealer, hein?;D Ah pois é!!!!;)

VOU-ME DESLIGAR! VOU MATAR A "BESTA" À FOME! (tirá-lo da fonte e desligar o rooter - vulgo "cão").

E vou processar o meu ministério que é um aliciador- para trabalhar tenho-me de drogar....

Agora sou/somos toxicodependente de bites????? Sinto-me estigmatidissima!!!!!!

Bartolomeu disse...

As meninas estragam-me com mimos.
;)
Olha lá, Andorinha... foste proibida de te expressar da forma que entendes?

Impio Blasfemo disse...

Schwalbe:

Tásse meinss! Ein trockenes, mans; mein chavalo bringt nicht voran, weder kuma pita, noch kum chavalito für kotas ruinieren kum mimus von kamadu. Es Fosga, ganda noia der Trockenheit. Yah! Und atão, q macht sich von hier? Tásse? Yoo tu das td? Dd Tc?

Inté Saravá Impio

PS Andu hier d' mit Merkel sprechen zu lernen. Ich habe glasses iin den Trombas gestellt haben, Ich habe bereits kumprado die Bücher Ich gehe à esmifrar brains bis esfumaçar; ich gehe zu Kurtir. Das ist eine Sprache schwieriges bué. Kum eskafandro Ich habe genügend Bemühung von carretos

ANDORINHA:-Tásse, Tásse, Pá! Foi o melhor que o mecas conseguiu. Tásse. Germas,bué dafiche, pá!
Tásse minha! Seca, mans; o meu chavalo num s'avança nem kuma pita nem kum chavalito pro kotas estragar kum mimus do kamadu. Fosga-se, ganda noia de seca.
Yah! E atão, q se faz por aqui? Tásse? Yoo, tá td? Dd tc?
Inté

Saravá

Impio

rainbow disse...

Boa tarde a todos:)

Prof,
É muito gratificante ver um filho seguir o seu rumo, com determinação e esperança.

Andorinha,
Ontem fizeste-me rir, logo pela manhã, quando te dirigiste a mim e me chamaste Bea. Devias estar ainda a dormir:)
Fui eu que te deixei a música "S.Francisco" e falei do "Lost in translation":)

Manuel,
Obrigada pelas músicas do Yves Montand.
Viu um filme com o Yves Montand e a Irene Papas, "Z, a orgia do poder"? Vi-o há muitos anos, mas nunca me esqueci.

Interessada,
Não, não fiquei admirada por não gostar do Bolero de Ravel. Eu gosto muito, mas gostos não se discutem.
Obrigada pela música que deixou.

Bea,
Gostei muito do que escreveu sobre este post.
Voltando atrás, andar de bicicleta requer, de facto, uma boa provisão de água. A minha bike tem um cesto à frente, onde levo a água.
A canção "A noite passada" do Sérgio Godinho é já antiga. Sempre tive um fascínio por esta canção. Ainda bem que gostou.

Anfy,
Se contribuí, de algum modo, para se encontrar, creio que com as músicas do Burt Bacharach, fico feliz.

Bartolomeu,
Muito bonito o que escreveu.

Pamina,

Ettore Scola não faz parte das minhas preferências, mas o Woody Allen já é outra história.
A cançao da Elis Regina é difícil de cantar como quase todas as músicas brasileiras (não parece mas é verdade, têm muitos acordes e variações, pelo menos as que eu gosto), mas com trabalho, chego lá:)

rainbow disse...

Anfy,

Agora que li melhor, se calhar interpretei mal o que escreveu. Encontrar O VÍDEO em sequência das músicas do Burt Bacharach que aqui deixei. E eu que estava tão filosófica!:)

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Quasi que aposto que a tribo, toda junta, se deliciou com um arroz de cabidela, talvez um Alvarinho, melhor seria se tivesse sido um Dão tinto, depois uma trouxa de ovos e, finalmente, um charuto dos fiáveis, tudo isto servido pela a amena cavaqueira entre ambos. Assim, sim, a tribo partiu e o envelhecimento até agradeceu a eloquência da vida que se vive.

Impio Blasfemo disse...

ANDORINHA:

Antes que interpretes mal vou tentar explicar o que escrevi. Devia-te uma explicação. Resolvi dá-la em jeito de parábola, admito mal construída. Mas também admito que os humores das pessoas sejam variáveis e que possas ler o meu texto pelo “lado errado”.
O texto do “micas” (eu) é um texto difícil escrito num hipotético acordo ortográfico de 2079; contudo, este “som” já anda na rua e se não andasse eu não teria conseguido “macaqueá-lo”. O “micas” quis deixar no blog a sua “mensagem”. Tem um “chavalo” que é filho dele e que não há meio de lhe dar descendência. O “micas” tem uma enorme pena disso e gostava de ter uma neta ou um neto para poder estragar com mimos. E o “micas” não quis dizer mais nada.
O desgraçado do “micas” tem a “panca” de comunicar; deu-lhe para ali! Fez as suas amizades no blog, Trolaró, trolaró e foi blogando. Um belo dia o “micas” vê uma “proposta” de se passar a falar em alemão. O “micas” fica assustado e como tem más memórias da língua, manda um post que resumidinho dizia “Eh pá, vocês estão-me a criar dificuldades, pá; assim já não brinco”. Mas como lhe ensinaram que era feio apontar o dedo e tratava-se de uma proposta, o “micas” em vez de perguntar ao autor fez um “alerta” e “sugeriu” que a língua lusa era suficiente, pois para dificuldade já basta.

Mas o “micas” gosta de falar contigo, tens-lhe dado troco e ele não é ingrato! Por isso, encheu-se de paciência e foi tentar aprender alemão. Enfiou as cangalhas nas orelhas, comprou uns books e queimou as pestanas nas malditas declinações e inclinações. Alemão de skate, sempre a rolar, e na brasa!
O “micas” mandou-te apenas um post a mostrar que se estava a esforçar.....mas não mostres à professora do "micas" porque ela tem a mania de lhe por orelhas de burro. O "micas" já anda traumatizado com essa cena...



Um abraço do Micas Ímpio

Alexandra disse...

Ana B.

Li A Humilhação e Divórcio em Buda de uma assentada só e devo dizer-lhe que embora diferentes me interessaram muito e considero terem sido boas referências. Serão autores a seguir atentamente.

bea disse...

Ímpio
estão demais os teus comentários. De certeza que a andorinha entendeu à primeira, mas faltavam as achegas do Micas. Quero não me esquecer de ser avó :) tenho uns sobrinhitos que são, como diria o professor, "uma delícia". O mais novo, ano e meio em pessoa, é uma ternura branca e loira, sorriso cerelac. Nunca o tinha tido no colo, como é possível deixar que tais coisas aconteçam? um dedo na seda do rosto e um sorriso rasgado. E tão pouco o tempo de retêr-lhe a infância.

bea disse...

CÊ_Tê

também estou deprimidissima, mesmo sem ter ouvido nada do "Amor é..." Vícios é que não. Senhor professor veja lá como fala, cuidadinho que a gente melindra-se

Impio Blasfemo disse...

BEA:-

Ando cheio de vontade de ter um "impiozinho" ou uma "impiozinha" para estragar com mimos e ouvir os "ralhos" do pai a dizer-me que estou cada vez mais "gágá" e que "lhe estrago as maneiras ao rebento". Uma espécie de ser pai outra vez mas por via da nossa descendência. Vejo a vida a avançar e ainda gostava de ter forças para fazer "umas saudáveis maluquices" com um neto ou uma neta. Doçuras Ímpias.

Já Tá

Abraços

Ímpio

Pamina disse...

Não sei se a minha leitura do post está correcta, mas interpretei no sentido de que em ocasiões diferentes, e independentemente um do outro, ambos os filhos manifestaram o empenho em manter viva a tribo, no seu conjunto. Interpretei assim, porque ao ler "o futuro da tribo" acrescentei mentalmente, e automaticamente, a "futuro" a palavra "unido", ou seja (dito por alguém que era toda poesia) que irão continuar:

"…as noites e os poentes
Que escorreram na casa e no jardim…"

Rainbow,
No filme "Vinicius" há uma versão muito simples e bonita da canção, com a Adriana Calcanhotto apenas acompanhada por um violão.
Encontrei um vídeo, onde ela a interpreta da mesma maneira, num espectáculo na Holanda. Como irá ver, por vezes o público faz coro. Deve ser muito gratificante para um artista ter um público assim tão afectuoso e participativo. Quanto aos pormenores técnicos, depois falará com o pianista.

Para além desta, deixo-lhe ainda mais alguns exemplos de canções que eventualmente também poderão ensaiar:

Jane Monheit - More than you know
http://youtu.be/sHjxMdTRui0

Jane Monheit - Dindi em inglês
http://youtu.be/TXm0cREVKXk

Jane Monheit - Águas de Março em inglês
http://youtu.be/jafTEkeejEU

Elis Regina - Águas de Março
http://youtu.be/srfP2JlH6ls

Adriana Calcanhotto - Eu sei que vou te amar
http://youtu.be/5yQsU67wNKQ

Claro que estas propostas musicais, embora especificamente dirigidas à Rainbow, se estendem a todos. Espero que gostem.

Tangerina,
Respondo-lhe aqui, para não descer ao andar de baixo. Estou a ver que os músicos têm muita saída:). Pois também se arranjam violoncelistas, o problema é a idade. Como foram colegas do meu filho são todos muito novos. Mais velhinhos só conheço o violinista, e esse já está prometido à Ana:).

andorinha disse...

Tá tudo maluco por aqui.
Ainda bem, porque ter muito juízo não tem piada nenhuma:))))))))))


Bart,

Fui... e eu sou uma moçoila muito obediente:))))

Rainbow,

Desculpa, eu sei que foste tu, mas realmente deve ter sido o sono a provocar a troca de nomes:)


Impio,

Loooooooooooooooooooooooool

Ainda bem que te explicaste porque, ao contrário do que a Bea pensou, eu não tinha entendido nadica de nada:)))

E é claro que gosto de falar com o "micas", porque não havia de gostar?

Toma lá uma bicada meiga:)

Impio Blasfemo disse...

Andorinha/Bea

LOL ( laughing out loud) e ROFLOL ( Rolling On Floor, Laughing Out Loud). Fixe
A redundância ajuda sempre!

Prontes. Numa nice

Ímpio, o Micas

Saravá

Interessada disse...

Julio:

Claro que "a possibilidade de um envelhecimento tranquilo quanto ao futuro da tribo" pode ser interpretado de várias formas. Porém a minha interpretação foi idêntica à da Pamina, correspondendo essa eventualidade à manutenção de um conjunto de elementos familiares como um só tronco.
Contudo não pude deixar de reter a minha atenção no facto de amiúde se referir à velhice.
Embora eu já o tenha ouvido afirmar "eu estou muito velho", acrescentando de imediato que não tinha problemas em dizê-lo, permita-me que alguma dúvida balance na minha mente.
Porque não fazer uma vizitinha a um colega de profissão?
Não, não estou a ser sarcástica.
Com a maior honestidade, é a sugestão de uma pessoa que gosta de si.

Interessada disse...

Bea:

Tenho gostado bastante da sua facilidade na escrita.
Porém, talvez nunca tanto quanto hoje, porque descobri que não é de aptidão que se trata, mas de carácter.
Tenho uma filha, e digo-lhe que subscrevo, na íntegra, o que acima deixou escrito àcerca do post de hoje.

Bart:

Para fujir à regra, não vou tecer elogios ao que escreveu. ;)
Aprenda a amá-los como são. Não exija que sejam espelhos.

andorinha disse...

Impio,

Numa nice?
Numa "muitanice":)))))

É bom chegar aqui e encontrar este ambiente descontraído.
Andam bons fluídos no ar...

Inté...

Moon disse...

:))

Julio Machado Vaz disse...

Anfi,

O homem encheu de música a minha casa desde cedo, a Mãe admirava-o imenso. E foi também ela a chamar-me para ouvir uma "desconhecida" cantar People:).

Interessada,

De vez em quando visito o meu psicanalista e fazemos o ponto da situação:).

Cê_Tê ;) disse...

Boa noite!
Venho tomar a minha metabite.

E lembrar que a sorte pode não estar sempre do vosso/ nosso lado:

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1965301
:))))


@Bea;)))! És uma menina muuuuuuito perspicaz alertando o nosso dealer! ;)))) Obrigada pela solidariedade que aqui no café JÁ VAI FALTANDO! ;P

Inté à próxima toma.

Interessada disse...

Julio:

Deixou-me mais descansada.:)
Se fôr o prof Coimbra de Matos, é favor de me arranjar uma consulta com ele.

Caidê disse...

Se algo na vida me deixou sempre (e me deixará para sempre) feliz é ter o filho que tenho. Nunca lhe exigi que não errasse, nem ele nunca mo exigiu a mim. É um adulto-jovem, tem valores morais e éticos bem delineados!E não vou querer mudar nem sequer o facto de ser um benfiquista exacerbado. :)))

andorinha disse...

Têzinha:)


Ouvi agora o Amor é...e não fiquei com a mesma má impressão que tu.
Tu é que és uma alma maldosa!!!

Tu lá sabes se és dependente...
Eu sou!!!
Se estou aqui todos os dias...mais do que uma vez por dia...
Se isto não é dependência é o quê?:)
E se por uma eventualidade qualquer ficar sem acesso à net começo a ressacar...isso é o quê?

Portanto quem diz a verdade não merece castigo.
Mainada...

Além do mais, o Júlio também se assumiu como dependente, ressacando forte e feio:), portanto é um dos nossos.

E aqui não há solidariedades...cada um/a diz o que pensa...

Interessada disse...

Caidê:

Pois se nunca lhe exigiu que não errasse..:)

Acabei de encontrar esta, a que achei alguma piada para entreter:

http://1.bp.blogspot.com/-0YX_8V1z-ds/Td54N3YdxgI/AAAAAAAAApk/36xWoh004Ic/s1600/Beijo2.jpg

Cê_Tê ;) disse...

Andorinha, é pá.... nem sei se te responda................;)))

Fora-de-Lei disse...

"... a possibilidade de um envelhecimento tranquilo quanto ao futuro da tribo. "

Professor, permita-me que fique feliz por si. No entanto, gostava de saber de que premissas é que parte para dar isso por garantido. Não é por nada... é só porque gostava de saber como se chega a esse tipo de "antecipação".

(em termos de lógica, uma premissa é uma fórmula considerada hipoteticamente verdadeira, dentro de uma dada inferência.)

ana b. disse...

Prof:

O futuro da minha cria ainda está tão indefinido...Mas pelo menos, bem encarreirado está. Já é alguma coisa...:)

Pamina:

Obrigada por me defender o património:)))

Alexandra:

Ainda bem que gostou dos livros. Fico sempre feliz quando gostam dos livros que eu sugiro.
Aproveito então, para lhe recomendar o que tenho em mãos, quase, quase, a acabar: "O Acidente" do albanês Ismail Kadaré. A partir de um acidente de carro, onde morre um casal que viajava no banco traseiro de um táxi, o autor faz uma reconstituição da vida daquele casal, baseado nos testemunhos de amigos, conhecidos dos personagens. Claro que o interessante do romance é a profunda reflexão que ele faz, sobre o amor. Garanto-lhe que vai adorar.

Murcons:

De volta ao meu aconchego...:)

http://youtu.be/iQNFBO9eOp0

andorinha disse...

Cêtê,

:))))


Ana,

Vou aproveitar também a sugestão que fizeste à Alexandra.
Aguçou-me o apetite.

Aconchega-te, então:)))

Bons sonhos, malta.

ana b. disse...

Andorinha:

O livro é fantástico!
E agora tenho que o ir acabar:)

Interessada disse...

Ana:

De volta e ao que ouço, em grande ;D

bea disse...

Lars Von Trier e as ondas de paixão: não sei que diga. Talvez como Almada, deve haver outras maneiras de salvar uma pessoa.

Andorinha
desculparás-me, mas essa de não haver solidariedades, não tem piada. Tal não tá a mania, dantes eras uma habitué agora és viciada? vais ver a calmaria depois de amanhã (tu e tal não vais trabalhar).
Boa noite

Tangerina disse...

Andorita,

"Andam bons fluídos no ar..."

Desta vez juro que não fui eu. ;-))


Pamina,

Vamos lá pôr um bocadinho de objectividade nisso: os mocinhos estão acima dos 30 e abaixo dos 50? ;-))

andorinha disse...

Bea,

Não entendi nada.
Mania? Habitué? Viciada?
Tu e tal não vais trabalhar?

De que raio estás tu a falar???

Solidariedade? Para com os amigos toda...sempre...incondicional.


Tangerita,

Claro que não, tu só trazes tempestades:))))

E agora vou mesmo...:)

Princesa Isabel disse...

E apesar de a ter comigo um mês e meio por ano porque escolheu para seu cantinho de vida um lugar bem longe e, apesar de sentir que se está de bem com a vida, o futuro é sempre algo que se afigura como o desconhecido e incerto, logo o melhor é viver com o que sentimos hoje, amanhã logo se verá...

Cê_Tê ;) disse...

Bea e Andorinha,
Só fiquei "melindrada" porque enfiei o carapuço até aos tornozelos! ;))))

Alexandra disse...

Ana B.

Começo a ficar "também" viciada nas suas sugestões. Acho que vou aproveitar mais esta e logo lhe darei feedback. Fantástico pensar que ainda não me conhecendo,(até porque sou participante recente e esporádica nos comentários, consegue sugerir algo que me interesse e sabe que vou gostar. Este blog é mesmo um "aconchego" muito especial no meu dia-a-dia...

andorinha disse...

Cêtê,

Isso percebi eu:))))))))
Mas ser-se dependente deste café não é mau, há dependências muito piores.

E atenção! Nós assumimo-nos como dependentes sim, mas ainda numa fase moderada:)
Quando começarem as aulas, não faltamos só para estarmos aqui:) Looooooooooool

Impio Blasfemo disse...

ANDORINHA:-

O Ímpio foi resolver abacaxis no Instituto. Vim pra Net blogar. Ligo o cantante e zás; fiquei cabreiro, o Steps Rabbit quer mandar 10.000/ano da Galera do Públicos pro kamandu, os irmãos do Micas, pá. Tudo da lista dos apertos pro Sol da Lua....Tamos Ferrados. Fiquei bravo!
Fosga-se pro gajo! Biruta do kamandu....!Estou pirado dos carretos, pá! Só à pazada...!Ando com os brains abrazados. Ontem mandei o dicc. alemão pela janela, acertou na tola dum bófia, fui parar à pildra por atentado ao intelect. do gajo, pá! Tás a ver; só merdas destas -----! O Ímpio foi lá sacar-me; ganda Ímpio, tipo cool, cabeça-dura mas muito mano. Pá desculpa mas Ich spreche Deutsch não vai ser desta ..Fosga-se...Dááássseee! A prof. Era cheia de bosta de galinha....1
Continuando o lero lero, tou grilado com a cena do bico ke tenho pra trampar a apanhar troços na mata; tás aver ke vou fora na boa! Ainda por cima era a papeis greens que recebia as bills ao fim do mês pra pagar as invoices.
Chiça qq dia nada tenho para rangar e por os morfantes a bater. Esta life nã é manteiga derretida...!
E depois queremos que os nossos chavalos e chavalas contribuam pra prole; fosga-se pá...! Só se tiverem com os faróis dos brains fundidos. Os gajos tão ferrados como o Micas pá! Não tão aí nem...! Brega cafona de dirigentes dos Tugas, pá...!Xiça...tantos anos a pão duro pra isto...!Xiça....!
Enchi o saco!
Vou tirar uma água do joelho, em cima de um graveto da mata de Belém...!

Inté

Micas

bea disse...

Princesa
sim. Hoje. Mas existem coisas que podiam ser hoje mais vezes :)

Andorinha
posso ter trocado os nicks, vocês são muitas, mas parece-me que te li em kk lugar a dizer que só trabalhavas na 2ª. Se não foste tu...mea culpa. E tu tb te enganaste andorinha, chamaste Bea a não me lembro quem.
Pensava que eramos todos habitués, a dependência não me veio à ideia. Deixa-te de tretas, o caso do professor é outra coisa.

Cê_Tê
até aos tornozelos? Bolas. Então só eu é que julgo estar à percefície?

Tangerina
só traz tempestades? Há chuvas que vêm por bem :) Por acaso a imagem inicial que deixou é bem agradável. Se acreditarmos que a primeira é a mais verdadeira...

bea disse...

Bom Pessoal, hoje já estou numa de meio trabalho. Para que conste, e tb para poder fugir-lhes, deixo a minha carta de intenções que sei que não cumpro. Mas vou tentar. Com muita força. A sério :)

trabalho

1.ficar mais calada nos meetings e aguentar até à 10ª asneira (talvez tenha de aumentar o número). Não olhar nos olhos a pessoa em frente, os duetos já chateiam.
2. entusiasmar-me menos com o trabalho, estes entusiasmos adolescentes matam-me - mas eu gosto (esta se calhar não cumpro)

Lazer
1. frequentar a hidroginástica nem que a vaca tussa.
2. faltar menos às aulas de pilates e tentar não desaparecer a partir de Março/abril (setembro está pago)
5. não me esquecer de vocês.

Gerais
6. não tomar decisões numa de tristeza, esperar que passe a nuvem.

E o resto logo se vê

bea disse...

Ímpio
é pá não percebi o que é tirar uma água do joelho em cima de um graveto da mata de Belém; quer dizer, entendi - penso - a do graveto, o que é "tirar uma água do joelho"? alguma expressão idiomática? um regionalismo? ou inventaste agorinha? ou é fazer um xixizinho?
Micas, como tens razão!

Impio Blasfemo disse...

BEA.-

Cheguei a casa.Também não sabia. Falei para o telemóvel do Micas e ele disse-me que "tirar uma água do joelho significa" = "fazer uma mijinha" e também disse que "apanhar gravetos pra fogueira" é expressão algarvia que cá por Lisboa equivale a "apanhar cavacos pra fogueira".

Tá explicado

Ímpio

andorinha disse...

Bea,

Sendo eu professora, tenho que me apresentar na escola amanhã.
Trabalho propriamente dito sei que tenho na segunda, a vigilância de um exame. Sei-o porque esse serviço já estava afixado em Julho.
Quanto ao resto só amanhã saberei.

Em relação a rótulos não ligo muito, aliás detesto a maior parte deles:)
Portanto, habitués, dependentes ou outras designações passam-me um bocado ao lado.

Agora eu própria reconheço que sou um bocado dependente da net. Se estou sem acesso durante algum tempo, começo a ressacar. E não é só em relação ao blog, é a mails, notícias, por aí fora...
Sei que sou, não adianta enfeitar a realidade com outra palavra:)))


"Deixa-te de tretas, o caso do professor é outra coisa."

Essa agora!!! Isso queria ele!:)))))))


Quanto à Tangerita, brinco, e como já disse, só brinco com quem.....
:)


Quanto à tua carta de intenções, parece-me bem:)
Mas o ponto 5 deixou-me triste. Precisas de apontar isso para não te esqueceres de nós?:(


Impio,

Esse Micas é um bacano do caraças!:)
Mas ainda bem que depois traduzes algumas coisas, facilita a comunicação:)))))

Inté...

rainbow disse...

Boa tarde a todos:)

Hoje é o último dia de férias, há que o aproveitar bem.
A partir de amanhã, será diferente...

Andorinha,
Estás desculpada:)))

Caidê,
Que bom ver-te:)
"Nunca lhes exigi que não errassem..."
Concordo plenamente.

Anfy,
Bom dia:)

Bea,
Dicas muito úteis...

Pamina,´

Obrigada pelas canções:)
São boas sugestões, embora eu não tenha a pretensão de cantar como a Jane Monheit. Ela é uma profissional de jazz, com uma voz poderosa.
O meu timbre é mais parecido ao da Elis Regina ou da Adriana Calcanhotto.
E a canção "Eu sei que eu vou te amar" já entrou:) Mesmo a versão mais trabalhada, que é a da Elis Regina.
Deixo-lhe aqui algumas canções que eu cantava nos bares, e que domino bem, não sei se o pianista as conhece:

Elis Regina - Upa neguinho
http://www.youtube.com/watch?v=oFZutmYrunc

Caetano Veloso - Leãozinho
http://www.youtube.com/watch?v=Wd-HXMvnIYo&feature=related

Gilberto Gil - Toda a menina bahiana
http://www.youtube.com/watch?v=XgQLOSpG4EM

Gal Costa - Baby
http://www.youtube.com/watch?v=RQRfDN6I3_M

Tom Jobim e Vinicius de Moraes - garota de Ipanema
http://www.youtube.com/watch?v=KJzBxJ8ExRk

Ella Fitzgerald - summertime
http://www.youtube.com/watch?v=m31P9rPSAHQ

Existem outras, mas depois se verá.
Gostei muito do vídeo da Adriana Calcanhotto.

bea disse...

Ímpio
thank's pela explicação :)

Andorinha
pronto, desculpa enganei-me na data :)
uma amiga gosta de nos chamar meu estupor. Não encontro kk graça, mas diz a rir, "ó pá não sejas parva, só chamo nomes às pessoas de que gosto". Não amofines, número cinco não é número cinco, devia ser três (porque será que escrevi cinco?) e, rigorosamente falando, é um: as outras duas atividades são pré datadas, como os cheques, e esta não. Preciso de não me esquecer sim, tenho o mau hábito de pôr de lado o lazer

bea disse...

Rain e Caidê
mas alguém exige aos filhos ou a quem quer que seja que não erre? seria o mesmo que proibi-los de aprender.

Rain
a adriana tb faz o meu gosto. O doce da voz. a simplicidade de e como diz. o ser fácil cantá-la :)
a versão bicicleta com cestinho à frente não combina muito comigo :)
Pois...estive a ouvir o caderno de intenções do governo e não sei bem que dizer delas; interfere demais nas nossas. E não estou tão certa do expectável pelo ministro.
Boa tarde de chuva. Para terminar em beleza um verão que quase não foi :))

andorinha disse...

Bea,

Se te enganaste na data, estás desculpada:) Looooool
Mas essa tua amiga deve ter razão, deves ser um estuporzinho, deves:)))

Para ti, que és uma amiga que não conheço.

http://www.youtube.com/watch?v=BAitfSu6Dr4

andorinha disse...

"mas alguém exige aos filhos ou a quem quer que seja que não erre?"

Então não há? Às vezes ouço falar colegas e pasmo...
Coitadas das crianças! Com tantas exigências e tanta pressão em cima delas...

Também ouvi o caderno de intenções do governo. Não "quero" ouvir, tenho receio de ficar doente...:(


Rainbow,

:)

Elis Regina e Adriana Calcanhotto parecem-me boas opções:)

Alexandra disse...

Na música brasileira Maria Bethânia e Adriana Calcanhoto são caso à parte de sensibilidade, expressividade e qualidade. Em Portugal a minha preferência vai para Jorge Palma, cuja música é fantástica. As letras verdadeira poesia. Deixo uns links. Espero que apreciem.

http://youtu.be/o24ZnHcVnnw
http://youtu.be/z4h_Atjw43Q

"Todos náo pagamos por tudo o que usamos
o sistema é antigo e não poupa ninguém
somos todos escravos do que precisamos
reduz as necessidades se queres passar bem
que a dependência é uma besta
que dá cabo do desejo
a liberdade é uma maluca
que sabe quanto vale um beijo"


Fiquem bem...

andorinha disse...

Alexandra,

Concordo, Jorge Palma é um caso à parte no meio musical português. As letras e as músicas são fenomenais.

Deixo aqui esta. Pode estar mais "batida", mas acho uma canção lindíssima.

http://www.youtube.com/watch?v=Tu9HPz__3ys


"A dependência é uma besta..."
Qual? A da net?

Estou a brincar:)

"A liberdade é uma maluca que sabe quanto vale um beijo"

Lindo!

BRANCAMAR disse...

Parabéns professor, tão bom poder ter essa tranquilidade, essa "certeza", que nos tempos de hoje é tão difícil.
Eu percebo o que quer dizer...porque não se trata de algo palpável, eu tenho um casal de filhos e essa tranquilidade em relação a ele e não se trata de uma estabilidade material, trata-se de termos a certeza de que estão preparados para tudo e serenamente serão capazes de sobreviver, que têm um sentido da vida humanitário, mas também uma capacidade enorme de mantendo os ideais se adaptarem às circunstâncias..., de serem felizes na relação consigo mesmos, já em relação a ela não consigo ter essa tranquilidade, porque apesar de princípios nobres e humanitários vive ainda num radicalismo e intolerância capaz de lhe roubar a tranquilidade e alguma afectividade, embora o seu cepticismo seja a maior parte das vezes muito lúcido, mas cresce-se e acredito que um dia destes eu possa vir a ter esse envelhecimento tranquilo.

Fico feliz por si.
Beijos

Interessada disse...

Andorita:

Esta é a minha oferta-resposta à que deixaste à Bea.
Espero que gostes.

Alexandra:

Não sei se sabe, mas o Jorge Palma tem pelo menos um livro, com as poesias dele.

Aqui em Lisboa estamos com uma trampa de tempo e parece que se vai agravar.
A previsão é de aguaceiros, por vezes fortes, podendo ser de granizo e acompanhados
de trovoada.
Bueno, no? :(

Caidê disse...

Bea
Existe sim quem queira modelar in extremis os seus filhos, como também existe quem não lhes mostre que há limites.
Deixá-los ser, não lhes exigindo perfeições implica dar-lhes grande suporte subjacente.
Só em liberdade e apoio incondicional (subjacente estando eixos para um projeto de vida)se podem formar indivíduos mentalmente sãos e orientados na vida pessoal e social, parece-me.

Alexandra disse...

Interessada:

Por acaso não sabia do livro do Jorge Palma.

A norte o tempo não está melhor. Depois de umas férias, até o clima pretende "forçar-nos" ao choque com a realidade :(

andorinha disse...

Interessada,

Que goste do quê????

ana b. disse...

Murcons:

Boa noite!
Desculpem a pressa mas estou a ter uma barrigada de "Mad Man". E o Don Draper está à minha espera. Era bom, era...:))))

Impio:

É preciso tirar um curso para perceber o que você diz:)

Interessada disse...

Looooooooooooooooooooooool
Ficou no bolso.

Andorita:

Aqui fica o meu presente

http://www.youtube.com/watch?v=z_JJRN_GFd4&feature=related

rainbow disse...

Boa noite a todos!

Estava a adormecer no sofá...

Bea,

O caderno de intenções do governo... vi-o por alto aqui na net. Amanhã recomeço tudo, hoje ainda não estou para pensar muito senão não durmo.

O cestinho à frente, na bicicleta, é um acessório muito útil:)

Andorinha,

A Adriana tem, como a Bea diz, uma voz doce. E a Elis Regina foi e será sempre a Elis Regina. São boas opções:)
Também gosto muito do Jorge Palma. Essa canção é tão linda! Já me tinha esquecido dela.
A ideal para terminar as férias.

Bons sonhos:)

Interessada disse...

Ainda não existe logotipo universal para os direitos humanos.
Foram apresentados 15.369 e um júri escolheu os 10 que considerou melhores.
Se quizeres escolher o teu favorito e apoiar esta iniciativa à escala global segue este link:

http://humanrightslogo.net/

andorinha disse...

Interessada,

Gostei. Jacques Brel é um monstro sagrado! E a canção é linda!


Rainbow,

A ideal para terminar as férias não sei...haverá alguma?:))))))
Gosto imenso da canção. Ainda por cima associo-a a alguém que me é muito querido, por aí já vês:)

Bons sonhos...e bons recomeços.

Impio Blasfemo disse...

Amanhã há aulas

Ando a ver THE BLUES


A colectânea é de 7 CD http://www.fnac.pt/Coleccao-The-Blues-Uma-Viagem-ao-Mundo-Dos-Blues-sem-especificar/a176356

Vi o PIANO Blues e gostei
http://www.pbs.org/theblues/aboutfilms/eastwood.html

Algumas faixas que lá estão

Pete Jolly from Piano Blues
http://www.youtube.com/watch?v=lH_lD9nMFFk

Dave Brubeck from Piano Blues
http://www.youtube.com/watch?v=lULbSm-BNpI&NR=1

Marcia Ball (with Clint Eastwood) - Red Beans
http://www.youtube.com/watch?v=AhXXWLBb1Xo&feature=related

Jay McShann - Hootie Blues (with Clint Eastwood)
http://www.youtube.com/watch?v=RPcMqwyiKFA&feature=related

big chief
http://www.youtube.com/watch?v=NcadYJb4gek

Para quem gosta de Blues se calhar vale o empate de capital

Abraços

Ímpio

Tangerina disse...

http://youtu.be/uwSJk0O-7Gk

Andorita,

Tu não te metas mais comigo, pá! ;-)) :-P

---

E porque estamos numa de Jorge Palma, aqui vai uma das minhas preferidas: http://youtu.be/EszBbArwZqg

Tangerina disse...

I wish it would rain - http://youtu.be/Z-es4Q8AJaU

I Wish It Would Rain Down - http://youtu.be/42i5rDIcyCs

Rain Drops keep falling on my head - http://youtu.be/VILWkqlQLWk

Singing In The Rain - http://youtu.be/D1ZYhVpdXbQ

It's Raining Men - http://youtu.be/hGLZqDXau98

Let it rain - http://youtu.be/ifff5NbKQZI

;-)) :-P

Anfitrite disse...

"Quero em primeiro lugar começar por pedir desculpa aos portugueses por ter hoje dado o meu apoio ao Governo nas medidas hoje aprovadas em Conselho de Ministros."

Passos Coelho em 13.05.2010

E afinal o desvio colossal estava na Madeira, mas ninguém quis assumi-lo. Todos têm medo do BoKassa. Só um lhe fez frente!


P.S.- Peço desculpa mas, não li ainda nada, só vi aqui ao pé a tangerina a pedir chuva, mas é melhor ter cuidado, senão temos mais umas enxurradas e uns peditórios, para encher os bolsos de mais alguns.

Impio Blasfemo disse...

ANFI:-

Estou nessa e acrescento:

Letras gordas 1ª Pagina do Público de hoje

1)46,5% para 49% do escalão mais elevado do IRS
2)Taxa de 3% para empresas com lucros superiores a 1,5 milhões
3)Receitas extraordinárias e novos impostos garantem 2,5 milhões de euros
4)Governo quer reduzir em 205 empresas participadas pelo Estado
5)Cortes nos hospitais em 2012 vão ser o dobro do previsto
6)Congelamento dos salários confirmado
7)Redução de funcionários mais acelerada
8)Novas medidas de IRS e IRC sobre os ricos pouco pagam do esforço fiscal para 2012
9)Quase 37 mil professores não conseguiram lugar no concurso de colocação
10)Creches passam a ter 18 miúdos dos 2 aos 3 anos em 34 m2

Não quero ser irónico nem grosseiramente irreverente mas temo que no futuro, o tema sobre o qual bloguemos, sem qualquer doçura, mas com total amargura seja.

“ jantei com os meus dois filhos separadamente porque não havia dinheiro para jantarmos todos de uma só vez. E por razões que todos conhecemos vi-os partir com a tristeza de quem só conseguiu dar ao pai o melhor que conseguiu poupar.....”

Abraços

Ímpio

Fora-de-Lei disse...

«Vendo bem, o Homem até poderia fazer a sua própria História. Só ainda não o fez porque a tradição das gerações dos mortos tem sido um pesadelo para o "capacete" daqueles que integram a geração dos vivos.»

John Fodewell

Tangerina disse...

Anfitrite,

Hmmmm... eu estava a tentar espicaçar a Andorinha, mas ela não me ligou nenhuma. ;-))

A verdade é que as alterações climáticas dos últimos anos (em que o calor de Verão se tornou macilento, sem ponta de brisa) aliadas ao fumo constante dos incêndios, deixam o ar pesado para o corpo e para a alma. Ar e céu limpos como o de hoje só depois de uma bela chuvada.

Quanto às medidas de Passos Coelho, olhe, sabe o que lhe digo? Eu não votei nele e fiz tudo o que estava ao meu alcance para que ele não ganhasse nem por acção nem por omissão. Ganhou pelas duas vias e todos os dias o lamento. Nem é por estas medidas, que já só me atingem em parte, é pela evidência cada vez maior de que não há um caminho traçado, um rumo, um vislumbre de direcção. E também pela evidência cada vez maior de que a máquina partidária e os interesses privados dos boys (destes ou dos outros) estão sempre, sempre, sempre, à frente dos interesses do país e das suas gentes.

Cê_Tê ;) disse...

Bom dia.
Deixo-vos aqui uma entrevista de um homem que gostaria de conhecer melhor
(tenho uma lista ;)))) deles- felizmente personalidades interessantes não faltam por aí).

http://www.youtube.com/watch?v=rfbmf9OHJo8

É um tanto maluco mas desta maluqueira eu gosto e muito.


;*

Cê_Tê ;) disse...

(Ia fazer uma provocação usando uma entrevista do MST mas é melhor não ;P)

Impio Blasfemo disse...

O QUE SERÁ ISSO DE SER PRECISO TER MEDIDAS DURAS E MAU-FEITIO?

http://vodpod.com/watch/8556609-miguel-sousa-tavares-entrevista-dilma-roussef

Saravá

Ímpio

bea disse...

porquê não, Cê_Tê? mesmo sem ter visto tudo, a do Miguel Esteves C está óptima e tem graça; boa para ver quando nos apetece mandar tudo pra um certo lugar.Coincidência, por épocas, há assim uns fulanos(as) que me interessa conhecer. Já passei pelo esteves cardoso, faz tempo. E devo ter começado praí no Lech Valesa, com quem, então, até era capaz de ir à missa :) Miguel Sousa Tavares não é de ditos com piada. Mas já escreveu coisas interessantes, que não as últimas.
Em minha casa estão na maior. E mal sabem qual é vizinho de qual :). Para que não haja atritos por excesso de confiança, sempre que limpo o pó, troco-os.

Bolas! Trabalhar cansa.

Tangerina
a falta de direção já se fazia sentir no governo anterior e agora não tem bons prenuncios; alienou-se a realidade, logo, o que se exige que cumpras, não tem objetivo. Ainda que te canse duplamente cumprir, não sei se podemos chamar trabalho ao esforço desenvolvido.
E é isto para quê, sem ser para o mesmo de sempre?

Interessada disse...

Hoje, por acaso, até me apetecia mais ficar debaixo dos lençois do que enfrentar a vida.
Consegui contrariar esta tendência mórbida e fiz a minha viagem pelos blogues que mais me cativam.
Encontrei esta doçura que quero partilhar convosco.
Trata-se de "Alma-Teaser", uma 1ª curta metragem de Rodrigo Blaas.
Parece que promete, no futuro, uma longa metragem:

http://vimeo.com/5177552

Impio Blasfemo disse...

BEA:

A entrevista do MEC é muito louca. Diz coisas engraçadas. Achei piada quando ele diz qq sobre o orçamento qq coisa do estilo "Ah isso quanto é que vai dar no final; pois não sei...."
Seria óptimo que a Merkel fosse nesta onda. Aqui o MEC, pedisse o que pedisse (admito que o fizesse de borla até) podia ser um Conselheiro do Passos Coelho nas conversas que ele tem com a dita chanceler. Tenho uma grande suspeita e simultaneamente uma profunda tristeza que a Merkel não se deixe embalar por este humor brincalhão do MEC.
Mas já agora dá uma vista no link que deixei sobre a entrevista do MST à Dilma Roussef; prometo que te vais rir e olha que o video é muito curtinho (gastas pouco do teu tempo.

Abraços

Ímpio

Interessada disse...

ah, também encontrei isto no blogue detesto sapatos, que achei muito interessante, e que me parece que deve dizer bastante a muitos de vós (porque eu até sou de Lx :( ):

"As férias toldaram-me as memórias

Ou isso, ou quem cresce numa vilazinha do interior, por muitos banhos de cidade que leve, continua a ter dificuldades em fazer uma adaptação rápida à hostilidade urbana.

Só para dizer que não me lembrava que 90% do meus colegas não responde a um cumprimento.

Observação: não foram considerados para esta estatística sons semelhantes a grunhidos, nem as respostas obtidas após uma abordagem muito, mesmo muito, directa."

bea disse...

Ímpio
já tinha decidido ver o resto :) a gente tem que se rir. Ainda é a melhor maneira. Bigada.

Interessada
Em tudo o problema é que as pessoas, sejam do interior ou não, continuam si mesmo: pouco flexíveis. e a intolerancia, mais que triste, irrita. Não aprecio ver sofrer, logo de entrada. O poder é uma arma. Podes crer. Oxalá se torne um boomerang :)

rainbow disse...

Boa tarde a todos:)

Muita chuva por aqui, e também já trovejou.
Os deuses devem estar zangados com o governo e com a chanceler alemã a interferir sempre nos nossos assuntos.

Andorinha,
És capaz de ter razão, não há uma canção ideal para o final das férias. Mas há uma ideal para o recomeço do trabalho. E ouvi-a logo pela manhã na rádio, o "Imagine", imagina:)

Bea,
Um dos pontos do seu caderno de intenções, que dizia que podia falhar, tentar entusiasmar-se menos com o trabalho, já aconteceu comigo hoje logo no primeiro dia. Porquê que tenho que me entusiasmar logo no primeiro dia? É desesperante:)

Tangerina,
Gostei muito das músicas sobre a chuva.

Cê_Tê,
Achei piada à entrevista com o MEC.
Nunca mais me esqueci dum artigo dele com uma teoria optimista sobre a idade.
Segundo ele, quando uma pessoa tem 20, é uma vintinha, mas aos 29 já é uma vintona. Então deve ficar contente por passar a ser uma trintinha, que depois passa a trintona, e que depois se torna uma quarentinha. E assim sucessivamente.

E porque o Peter Frampton vai actuar em Lisboa em Novembro, aqui fica o mocinho na década de 70:

http://www.youtube.com/watch?v=zLgeTtYwQ7o

Interessada disse...

Bea:

Já reparaste que ao dizeres que a intolerância te errita, também estás a ser intolerante?:)
É verdade que a mim também. Por vezes, se pudesse, dava com algo na cabeça de determinadas pessoas. Mas não me parece o caminho mais indicado.

De qq forma eu associei mais o post à ideia de egocentrismo, falta de interesse pelo outro, e também ausência de afectividade.

Estive quase para desistir do MEC, porque era longo, mas acabei por ouvi-lo até ao fim.
O tipo tem alguma piada e é um pensador, o que me agrada porque me obriga a confrontar as minhas ideias com as dele.
Mas por vezes também o considero um pouco arrogante, e cheio de contradições. Mas eu até tenho um certo fraquinho pelas pessoas com contradições; não são supersumos, percebes?, são humanas.
Duas de que me lembro:
"Os portugueses têm que ter sempre uma receita" - ele indicou quantas?:)
"..?.não estar sempre a julgar" - que fez ele, do princípio ao fim?:)

Impio:

Também visionei o vídeo do MST, mas para ter alguma piada, deveria ter sido colocado noutra ocasião.
Depois do MEC, acabou por perder um pouco a já de si pouca piada que tinha.
Valeu a boa vontade.
O meu agradecimento.

Interessada disse...

Já que ninguém mais participa, vou continuar em cena :)
Amanhã há futebol, e será a vez de outros.
Deixo a extraordinária Elis, com uma música actualíssima, e que estranhamente eu não conhecia.

http://www.youtube.com/watch?v=aV7vD9X_uYM&feature=related

Pamina disse...

Interessada,
Ainda mexo:).

Rainbow e Tangerina,
Ontem tive um dia dos diabos, com um trabalho inesperado e dentista à mistura (poupo-vos os detalhes), por isso vou aproveitar agora para pôr em dia correspondência atrasada. Assim:

Rainbow,
Vi as suas ultimas sugestões. Summertime é uma boa opção, pois ele conhece essa e outras do Gershwin de cor e salteado, visto que chegou a dar uns concertos (na altura, com uma colega muito novinha), no bar do Centro Cultural de Belém, cuja segunda parte foi inteiramente dedicada a esse compositor. Mais tarde também as tocou em festas, desta vez com uma cantora um pouco mais velha.
Música brasileira também é sempre uma boa escolha. O piano, para além da "voz" de piano, tem outras funções que resultam muito bem com ritmos brasileiros.

Tangerina,
Achei graça à sua provocação (no comentário das 12.50) e, embora atrasado, aqui deixo o meu contributo, muito anos 60 e muito piroso:).
http://youtu.be/j_JWku2yHqc

A aritmética (no comentário anterior das 1.15) está correctíssima. Foi bom ter aclarado o ponto, pois, como a Ana achou os mocinhos demasiado novos, eu extrapolei que eram inadequados para toda a gente, o que poderá não ser necessariamente verdade:).

Falando agora muito a sério, e porque reparei que se interessa pelas questões sociais, digo-lhe que grande parte destes músicos trabalha como professor do 2º ciclo (nem todos efectivos e vários com perspectivas muito negras para o futuro), uns poucos conseguiram entrar para a Metropolitana (não sei como estão as coisas por lá) e ainda outros, pelo menos até há pouco tempo, passavam o ano lectivo, percorrendo o país de conservatório em conservatório, para fazer umas horas aqui e outras acoli, com todos os custos que isso envolve. Este é, ou era, o caso da tal mocinha que referi na resposta à Rainbow. Uma voz de ouro, diplomada pela prestigiada LAMDA (London Academy of Music and Dramatic Art) e nicles de concertos. Pelo menos que vá tendo emprego como professora, mas é uma pena desperdiçar uma voz daquelas:(.

Esta minha preocupação é capaz de parecer fútil, numa altura em que vai haver fortes cortes em sectores tão essenciais como o da saúde, mas não considero a arte e a cultura coisas supérfluas e a este propósito, gostava muito que ouvissem um magnífico discurso do actor inglês Sam West. A mãe dele é conhecida em Portugal, talvez menos pelo nome do que pelo papel: é a actriz que fazia de mulher do John Cleese dos Monty Phyton, na série Fawlty Towers (aquela do hotel em Torquay, devem-se lembrar).

"I do not want art for a few, more than I want education for a few or freedom for a few. William Morris said that…", assim começa o discurso.
Aqui fica estão, para a Tangerina e não só: http://youtu.be/RYbQMDJShyI

Para todos, bom resto de noite e de férias, se for caso disso. Eu passarei por aqui sempre que o trabalho o permita.

Interessada disse...

Cara Pamina:

Mesmo antes de ouvir a sua sugestão, lhe digo que, para mim,a arte e a cultura não só não são coisas surpéfluas, como são mesmo essenciais à vida.

Claro que fico radiante por ainda mexer :D*

Interessada disse...

Uma boa noite com esta sugestão

http://www.youtube.com/watch?v=KDbPYoaAiyc&feature=player_embedded

bea disse...

Pamina
Como é que pode haver educação sem arte? Educar já é uma arte. Na importância dada à arte se vê o grau de educação de um povo. Ou não?

Interessada
se este motivo deixar de me irritar, garanto, estarei morta. ou passada. O problema não é a minha verdadeira e intolerante neura, é não saber o que fazer,conhecendo que há um limite fora do qual o sofrimento humano causa danos sérios.

Rain
não precisa entusiasmar-se no primeiro dia. Mas estou à espera de sim. agora é só uma chatice do caraças. O princípio vem depois :)

durmam bem.

Cê_Tê ;) disse...

Gosto muito do MEC!;) E fico contente por não se ter perdido.
Quanto ao MST foi charme que virou tóxico! Gosto dos livros dele mas já nem o oiço - já nem gosto de o ouvir mesmo quando partilho a mesma opinião. O fundamentalismo é uma manifestação australopiteca que eu pensava que a idade atenuava mas nele tem-se acentuado de forma gravosa. Mas há outras figuras públicas assim cuja presunção e vaidade me faz às vezes desejar que rebentem sem estragos de maior como nos desenhos animados. O que me espanta é que outros homens inteligentes e sensíveis sintam empatia por eles- é que as mulheres inteligentes têm picos de LH que nos estupidificam às vezes (todas as mulheres inteligentes que conheço já acharam em alguma fase das suas vidas o MST interessante) mas os homens?!?!?!
Mistérios!!!
Mistérios mais complexos do que o da Santíssima Trindade (depois de saber o que são os POkemones, a ST é canja).

Bemmmmm
passem bem. ;*


(A andorinha está nalguma clínica de desintoxicação de Bites? ;D)

Pamina disse...

Interessada e Bea,

Exactamente! Pena é nem todos pensarem assim, cá e no estrangeiro.
Vejam no discurso do Sam West os cortes feitos pelo governo conservador inglês relativamente a bibliotecas, por exemplo. Diz ele no fim: "...art is essential for dealing with the tricky condition we call human, access to it is not a luxury, it's a right worth fighting for."

Princesa Isabel disse...

E depois de um desabafo tão simples e sincero como o seu, tanta água turva e revolta rolou por aqui... às vezes bem difícil de entender!!!
Tantas meias palavras e trocadilhos!
Ainda bem que continua fiel ao seu discurso simples e sincero, de sempre.
Professor..., bem haja! :)

ana b. disse...

Cêtê:

:))))))

Eu já lá estive e resultou:)))
Compreendo o que disse sobre o MST. Também o acho arrogante e sempre zangado. Detesto pessoas mal encaradas e que parecem que carregam o mundo às costas. Para além, que o acho fundamentalista em relação a certos assuntos. Recordo-me particularmente do ódio que ele manifesta às redes sociais e em especial ao facebook. Acho despreporcional tamanha aversão. Os ódios de estimação deixam-me sempre de pé atrás.
Ah, mas lá bonito é ele...:)))

Impio:

Gostei do seu vídeo do MST.:)
Quer-me parecer que vamos ter de arranjar, também, um acordo lingístico:)))
Para si, que sei irá gostar, recomendo-lhe o filme que fui ver hoje. Adorei!
Ora espreite:

http://youtu.be/nnvI04E5-2U

andorinha disse...

Vim só ler-vos, não tive tempo para ver nenhum video, mas não consigo ir-me deitar sem passar por aqui:)

Cêtê,

"(A andorinha está nalguma clínica de desintoxicação de Bites? ;D)"

Looooooooooooooooooool

Não, pá, isto já não vai lá com desintoxicações:)))
Saí e só cheguei agora...
Eu disse que ia aproveitar as férias até ao fim...

Bons sonhos:)

Anfitrite disse...

Continuo sem poder ler tudo o que se passa aqui.
Dei uma visita no final e na diagonal e é só para dizer à CETE que os nossos ídolos têm todos pés de barro.

Eu não quero falar mal, mas o MEC, só tem cabeça e espírito crítico, mas a falar é uma desgraça, e como pessoa agora está um barril.
O MST gostava de tirar uma fotografia ao lado dele, mas também fala com a boca cheia de favas, um bocadinho melhor que o pai. Só saiu um pouco louro, como a mãe, e tem também um pouco da sensibilidade dela, mas não a mostra, ao vivo e a cores. Mas mesmo assim prefiro este ao outro. O outro só para ler. É que há pessoas que conseguem ser bonitas, sendo feias, mas há algumas que só de longe!
Por isso acho melhor que faça uma triagem mais ao pormenor, para não apanhar muitas deceppppções. Embora haja gostos para tudo.

Anfitrite disse...

E como estou atravessada tenho de embirrar com alguém. Já que ninguém se incomoda, pois pelos vistos sois daqueles, como disse hoje o PPereira, que andam na transumância, e a quem um aspirador sugou toda a inteligência e capacidade critica.

Sendo assim, pergunto à interessada se para ela a pirâmide de Maslow, está invertida, e se estivesse num campo de concentração, preferia um dvd, ou uma sande de presunto pe porco preto?

bea disse...

Anfitrite
não sejas má e não nos chames nomes por interposta pessoa, ok? Bem sabes que nesses casos a sandes, seja ela do que for, se prefere (e é uma escolha?).
Vou fingir que o teu último parágrafo não é só uma provocação :), se os governos existirem para satisfazer apenas as necessidades básicas, digo-te que podem, com vantagem, substituir os políticos por robots. O que nos ficou da idade antiga, para além das inevitáveis ossadas, foi a arte. Como é que se pode falar do homem integral e do humanismo e outros palavrões bonitos, sem a considerar base de todo o trabalho e pensamento, não sei. Se até o riso revela uma estética de vida! E quase tudo se aprende. Criamos homens que não se situam por não lhes darmos a possibilidade de; o que nos assemelha demais ao desumano. É mundial? ok, mas a nós cabe resolver aqui, no lugar onde estamos.

Interessada
peço desculpa :), roubei um bocadinho do teu assunto, mas há ainda muito por dizer. Fica à vontade.

MEC E MST: qd dizem ou escrevem kk coisa de interesse, valem a pena. Se não...é deixá-los com as suas idiossincrasias. A que tb têm direito.

Anfitrite disse...

Eu vou ter um AVC. Até tu Brutus!
Agora até todos os media se venderam ao poder. Acabei de ouvir na sic N uma an
álise económica "quantificada", aonde se chegava à brilhante conclusão que as pessoas do último escalão do irs, ficavam beneficiadas e vão pagar menos imposto, do que este ano, porque vão lhes tirar 50% do 13º.mês. Se não perceberam digam-me que eu explico. Mas primeiro quero que me expliquem como é que eu fico beneficiada por me roubarem 50% do 13º. mês.
Professor, agora sou eu que lhe peço, por favor, para me arranjar uma consulta com o professor Mota (?), que esteve no "Serralves fora de Horas" a falar da depressão, que é para eu ser internada em Rilhafoles. Acho que mereço essa atençao, só pelo trabalho que tive em ir procurar a cassete, onde está gravado o programa, e até vi o Prof. a ler um excerto do livro "Blood Magic", noutro programa, aonde disse que ainda era do tempo em que as raparigas pensavam que engravidavam só com um beijo na boca. Por toda esta dedicação mereço essa atenção. Já agora, permita que lhe diga, que fica muito melhor com a barba feita, e com uns quilinhos mais.
Obrigada

Anfitrite disse...

Agora percebi porque é que o Professor está mais magro. É que voltei a ver o programa e o professor resolveu seguir o conselho do Prof. S. Simões, que disse: "no limite se nós deixássemos completamente de comer seríamos imortais". E falando dos seus amores
e da doença aguda disse:

"Palavras...

Onde um só grito bastaria,
há a gordura das palavras."

Impio Blasfemo disse...

ANA B. e ANFI

Não comer, não respirar,não beber, sexo e homeostase népias, e nem sequer ter a excreção a funcionar era uma “cena” com morte certa. Ou era por secura, disfunção ou entupimento que íamos certinhos fazer tijolo; cuidado com as “sugestões” sobre as inversões da Piramide de Maslow. Digo isto, não vá alguém “do exterior” ter ideias geniais ao ler o blog, e lembrar-se de nos por a todos a “fazer o pino”.

O MEC a dar palpites sobre Portugal, mal comparado, funciona como o meu GPS com os mapas desactualizados. Manda-me sempre por caminhos que são um verdadeiro desatino e eu nunca lhe faço a vontade (ao GPS), sigo por aqueles onde a estrada me parece mais larga, e deixo que o tipo (o GPS) redefina a rota e me reoriente em função da coordenada geográfica do meu destino que previamente lhe introduzi. Também há aquelas situações em que eu estou numa bela estrada, novinha, que o tipo (o GPS) desconhece, e ele está sempre a mandar-me para trás, por caminhos estranhíssimos, e eu continuo na estrada novinha, porque sei que coitado do GPS, erra e diz disparates porque não está actualizado e segue um “algoritmo simplista do caminho mais curto e não do mais fácil”!
Concluindo, acho piada ao GPS, acho-lhe piada e às vezes até é útil, quando tenho tempo até o sigo, porque passo por sítios que desconhecia e até acho giros; mas é quando há tempo e disposição....!

Quanto ao IRS, ANFI, tenho a esclarecer que, no limite, se não tiveres nenhum ordenado, pagas zero de imposto porque uma taxa, qualquer que seja, multiplicada por zero dá zero. Esta é dirigida aos “que nos governam”. No limite, quase surrealisticamente falando, imagino um “hipotético ministro das finanças de um hipotético País PIG” olhando para uma extensa, quase infinita, fila de desempregados a escrever um “paper científico para apresentar no BCE” sobre uma nova taxa de IRS aplicável a desempregados, para poder aumentar as “receitas do Estado”.
Desculpa mas escrevi isto depois da minha aula de manutenção no Ginásio Cinosarge

Já Tá

Ímpio

ana b. disse...

Anfi:

Rilhafotes já fechou:)
E também sou da sua oponião: o Prof. fica muito melhor sem barba:) E um bocadinho mais cheinho, já agora:)

andorinha disse...

Bom dia:)

Tangerita,

Não te ignorei nada, apenas não tive tempo de aqui estar:)


Bea (9.12)

Subscrevo tim tim por tim tim:)
Se não se valorizar devidamente tudo o que tem a ver com a cultura, não sei que tipo de pessoas nos tornaremos e que mundo deixaremos aos outros.

Quanto a MEC e MST não aprecio particularmente nem um nem outro, de modo que não existem:)


Impio,

"Não comer, não respirar,não beber, sexo e homeostase népias, e nem sequer ter a excreção a funcionar era uma “cena” com morte certa."

Pois, esse dia chegará, mas vamos adiá-lo o mais possível, não?
Vamos já deixar de viver?
Chiça!:)))


Ana,

A mim é-me indiferente que o Júlio tenha ou não barba, que tenha uns quilinhos a mais ou a menos.
Quanto gosto das pessoas, esses pormenores são irrelevantes.
Eu também espero que nas alturas em que estou com uns quilinhos a mais os amigos me vejam da mesma maneira, portanto...:))))

E agora vou curtir mais um dia de chuva.
Abençoada Tangerita!:)

Cê_Tê ;) disse...

@Andorinha,;))))
Começo a ficar (outra vez lool) preocupada ;))) revela a tua lista pá!
(Ainda estou de férias mais uns dias- achei que ficarias feliz por mim em sabê-lo ;D)

Txauzeco

Anfitrite disse...

Ana,
Que chatice! Nem aí me safo. Em Lisboa, já fecharam ou estão para fechar, pelo menos os médicos bons já saíram todos de lá, porque não querem criar guetos, ou seja, especialização na mesma doença, porque se não perde-se a noção do conjunto...
Pois eu se visse o Mec e não o conhecesse, com as orelhas de abano, a língua de fora e a olhar meio de esguelha até fugia, como fugiu a mãe das filhas gémeas dele. Quem não se importa com barba de 3 dias é porque não sabe o estrago que ela faz.
Hoje se alguém se meter comigo, não sei o que lhe faço. O pior são os meus probremas: LER e TAG.

ÌMPIO,
Sexo tântrico é porreiro! Porque é que os homens aqui querem parecer tão bem educados. Porra! digam o que lhes vai na alma. Daqui a pouco digo como a Natália Correia disse quando caíu no bar: "Não há um Homem que me levante?!"
O servil marido lá foi, mas ela disse:"EU DISSE UM HOMEM"

Anfitrite disse...

Ìmpio,
desculpe mas não tinha lido o parágrafo que me dirigiu. Mesmo assim é um bocado insultuoso. Pensar que eu não sei multiplicar por zero. Já agora quanto é zeroxzero e 0/0?
Explique-me como é que eu me safava com zero de rendimento? É que há tanta gente que vive à grande sem nada, mas eu não sou capaz. Podia doar tudo, mas já nem isso nos ajuda porque tinha de explicar a origem. Eu tenho uma amiga que dá aulas de inglês de borla numa dessas universidades seniores. Passaram-lhe um papel em que ela tinha doado um certo montante. Eu disse-lhe se vais pôr a doação tens de pÔR A ORIGEM(ISTO DEVIDO À MANEIRA EM QUE A DECLaRAÇÃO ESTAVA PASSADA). Ela disse, não! O meu Toc disse q não. Passado tempo uma carta das finanças, em q teve de substituir a declaração, pagar 50€ de multa e pagar o restante de irs, em x de receber reembolso como esperesva.
Os nossos ministros não são hipotéticos, são patéticos. Prepare-se para ouvir o Gasparoika, às 15H anunciar o extenso corte de despesas como nunca se viu desde há 50 anos. não fui eu q disse isto.

rainbow disse...

Boa tarde a todos:)

Bea,

Pois, mas já me entusiasmei:), até porque trabalho com uma equipa fantástica, o que faz com que o trabalho, que pode até às vezes ser uma dor de cabeça, corra melhor por esse motivo.

Pamina,

Na sequência da conversa de ontem, também gosto muito de cantar "Don't know why" da Norah Jones.
Em relação à conversa que teve com a Tangerina, também me preocupam as questões sociais. E concordo que a cultura é um bem precioso, que deveria ser apoiada e incentivada.
Mas se a saúde e a educação, áreas essenciais, são negligenciadas, a cultura ainda o é mais.
Preocupa-me tanta coisa, preocupa-me o facto de 37 mil professores ficarem sem emprego, preocupa-me o futuro dos jovens.
O meu descendente:) até é previlegiado, porque apesar de ser ainda estudante, de design, tem um familiar muito ´próximo que o apoia, e em cuja empresa vai aplicando os conhecimentos que aprende na universidade.E já realizou alguns trabalhos.
Da minha parte tem o apoio incondicional e o incentivo constante para que realize os seus sonhos e projectos.
Mas o futuro é incerto para todos, jovens e menos jovens. E é pena, pois a vida é tão curta, que deveria ser vivida, por todos, e em qualquer parte do mundo, com dignidade e alegria.

Até logo.

andorinha disse...

Cêtê,


A lista de quê, pá? Juro-te, bloquei....:)

"Ainda estou de férias mais uns dias- achei que ficarias feliz por mim em sabê-lo""

Feliz??????
Imbejosa, sim:)

Inté...

Impio Blasfemo disse...

ANFI;-

Oh MULHER....! Não ando a falar de "sexo tântrico" desde o inicio. Será preciso dizê-lo com todas as letras? Ando a falar do PRESUNTO (pata negra ou vulgaríssimo) E DO PÃO!
PAPAROCA, BAGULHO, PILIM, CHETA, ORDENADOS, VENCIMENTOS, DESEMPREGADOS, TRABALHO...!
Queres mais letras? É preciso ser mais explícito? IRRA....! Será que tenho estado a escrever em CHINÊS ????? Com mil diabos....!

Lê as coisas até ao fim...!

Aí, Aí, Aí , Aí...moça marafada!

Saravá e porta-te bem!

Ímpio

Anfitrite disse...

Ímpio,
ainda não li tudo, mas vou dizer-lhe o que penso por causa da nossa língua e do que prá qui se disse.

A primeira vez que eu embirrei com o professor foi por ter escrito um postal em inglês. Nós nem nisso temos orgulho. Reparem nos Espanhóis, nas suas diversas vertentes. Eles têm orgulho na sua língua. Eles não usam homepage, usam portada. Nós preferimos seguir a pior raça que há no mundo, como já disse aqui várias vezes. A LÍNGUA é como um rio. Quando não tem margens desaparece. Não sejamos trogloditas. E isto digo eu, que nem tenho capacidades para isso, mas também não tenho obrigação de ensinar a ninguém. Nunca me hei-de esquecer. Na escola primária dei um único erro num ditado que foi simplesmente escrever cajado com g. No secundário, uma vez escrevi, num ponto, parapeito à algarvia (parapeto), e não era na disciplina de português, mas a professora não deixou passar. Aqui já fui gozada pelos erros que dou, mas isso não me interessa, porque eu nem vejo o que estou a escrever num quadrado tão pequeno. E também nunca fui dactilógrafa, nem precisei de o ser.
Fazia rascunhos, que mais pareciam hieróglifos, mas tinha quem os entendesse.
Portanto faça cada um de nós o que deve e isto há-de melhorar um dia. E a pior coisa é vermos os outros fazerem mal e não chamar a atenção, pensando que não é nada connosco. Se fosse à Suiça, Áustria, e muiros outros, se jogasse um papel para o chão, qualquer cidadão lhe chamava a atenção. Lembra-me de uma vez em Lausana andar centenas de metros para deitar uma beata. Infelizmente, na altura, fumava.

ana b. disse...

Andorinha:

Tens toda a razão! O Prof. é bonito de qualquer maneira. Mas bem escanhoado é...AINDA MAIS BONITO!!:)))

Anfi:

Pois é! O Rilhafoles dava-me um jeito do caraças para estacionar o carro:))

ana b. disse...

Anfi:

Ia-me esquecendo:você tanto fica bem de frente como de perfil:)) Se bem que de frente fica com um ar mais fofinho.

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Memórias de tempo
no passado do presente,
colhidas, em consciência,
pelas palavras da eternidade
que, juntas, são imagens
de efeitos especiais
no prazer da vida
que se vive, vivendo,
sem que os lábios da Razão
se despeçam, esquecidos,
dos momentos colegiais
que acordam, sangrando,
os sinais vitais do prazer
que nunca morrem.

Impio Blasfemo disse...

ANFI:- Moça Marafada
Temos em comum a pitosguice e a falta de paciência para rever o que escrevemos. Pelo meu lado estou nas 9 dioptrias de hipermetropia e estigmatismo; binóculos para escrever!
De comum com o prof. JMV temos a idade, o darmos aulas em Institutos e uma matriz judaico-cristã de educação, provavelmente mais cristã do lado dele e se calhar mais judaica do meu. Não me arrisco a tentar encontrar mais coisas em comum. É-me mais fácil irritar comigo próprio do que com ele. Se um dia ele se irritasse comigo eu desmanchava-me a rir e das duas uma, ou eu levava um “pero” dele por presumida e não suportada insolência (podia acontecer) ou ele se ria comigo também. Em qualquer das situações a “suposta briga” morria ali, pois no limite eu ficava KO, estendido no chão!
Quanto à nossa língua, também abordei no tema passado a questão, e levei nas orelhas, se bem que a “suposta chibatada” foi dada com elegância e indirectamente. Mas não sendo desprovido de todo do sentido de compreensão, dei 7 voltas à língua, aguentei os cavalos, e respondi através do humor, que, na minha opinião, porque estamos num blog, é talvez a melhor forma de conseguirmos comunicar uns com os outros. Inventei um “MICAS” e pus o desgraçado a tentar aprender a falar alemão e a tentar comunicar em alemão. O MICAS é um bacano trapalhão....Mas conseguiu passar a mensagem que a nossa língua já é suficientemente difícil para o processo de comunicação e não é preciso “ir buscar mas areia para a camioneta”. Reforcei a ideia com o vídeo do MST onde ele falava em mal-feitio à Dilma Roussef e ela ficava atrapalhada pois para ela, mal-feitio, significava “roupa mal feita” e pensou que o MST lhe estava a perguntar se ela achava que ela estava mal vestida. Esta situação é deliciosa e evidencia de forma clara que a língua lusa “já trás uma enorme areia para a camioneta”; não precisamos de complicações adicionais.

Quanto ao mais, o prof. JMV, tal como eu, já é adulto e não me compete dar-lhe conselhos, até porque admito, brincando também, que contrariamente ao MEC, não tenho assim tantas opiniões sobre o futuro de Portugal

E prontos, Já Tá

Um grande abraço para ti

Ímpio

Fora-de-Lei disse...

Anfitrite 1:49 PM

"Nós preferimos seguir a pior raça que há no mundo, como já disse aqui várias vezes."

Essa também é uma forma de racismo, não é ?! Ou só o é, de facto, quando o alvo são os nossos irmãos negros ou ciganos ?!

Interessada disse...

Quero dizer que achei piada ao ver como as senhoras (ou meninas, se preferirem) hoje dedicaram o seu tempo à avaliação de alguns dos machos que por aqui pululavam.
E só a partir daí, talvez porque o pudor não lhes tinha permitido manifestarem-se antes, se pronunciaram sobre a figura do nosso amigo Júlio.
Até houve quem se referisse ao efeito desagradável de uma barba por escanhoar, creio que ao fim de três dias.
Santo deus! Será que elas sabem da necessidade que alguns homens têm, de descansar ao 6º dia, tal como tu?
E que algumas mulheres gostam de sentir o arranhar de um queixo?

Estou com alguma curiosidade em saber se JMV vai retaliar :)))))))

Anfitrite:

Sei que não posso responder porque, felizmente, nunca estive num campo de concentração.
Mas quando a minha vida parece desabar por aí, perco a vontade de comer, e busco desalmadamente a beleza, única forma de me salvar.

Gostei do perfil de leão, mas prefiro enfrentá-los de frente ;)

Jorge Mesquita:

Gostei das letras que desenharam o prazer da vida.

A minha proposta musical de hoje, é esta:

“Cais” por Elis Regina -magistral, ainda que a preto e branco :)
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=YL-TSspMl1o

Anfitrite disse...

FDL,
Estou profundamente espantada. Eu sei que é um profundo anglófano, mas isso não o impede de escrever português, e bem. Esperei tudo na minha vida menos que chamasse IRMãos aos nossos irmãos negros ou ciganos. Será que levou alguma lavagem ao cérebro? Ou está a falar pelo John Fodwell? Foi VC que sempre insinuou aqui, que preferia apertar o pescoço a um negro, em vez de lhe apertar a mão. Não, eu nunca fui racista. Andam lá por baixo uns ciganos que até vão colher os frutos das minhas árvores, já que eu não o posso fazer. Eu não sou racista em relação à raça que falei. Só nã gosto deles, porque como já disse aqui, os considero culpados, das maiores desgraças que têm havido no mundo,(não estou a falar das guerras mundiais, estou a falar do que eles fizeram desde os piratas, aos roubos nos países colonizados e até na canga que ainda mantém na Commonwealth), até de terem criado a américa, que dizimaram todas as raças autóctones. Sei que tem havido outros loucos no mundo, mas não se trata duma cambada de cínicos, que matam, roubam e fogem e os outros é que pagam as favas. Mas esta conversa não tem nexo nenhum, aqui. Eu apenas defendo a língua portuguesa, ponto final. E foi porque o ímpio disse que como era relativamente novo aqui, não conhecia ainda todas as regras.
Mas ainda bem que mudou de ideias!

Anfitrite disse...

Ímpio,
escusa de dar conselhos ao professor, porque ele é matreiro e só faz o que quer. Diz que lhe doem as costas e senta-se sempre como se fosse um parafuso. Aos 62 anos já fala de velhice e deixa a barba grisalha por fazer, para que tenham mil atenções com ele. E pode ter a certeza que nunca chegaria a vias de facto com ele, a não ser que lhe entrasse porta dentro a falar mal do Benfica. Ao resto ele sabe dar bem a volta. E tenho a certeza que ele nunca bateu em ninguém.

Não se sinta mal por tentar falar alemão. Eu acho bem que as pessoas falem todas as línguas possíveis. Não gosto é de misturas aldrabadas. Eu ainda andei um ano em alemão, mum furo que tinha. Mas fiquei com a garganta irritada.

Interessada,
Eu só de pensar em estar qutro horas sem comer, quando preciso fazer algum exame, fico doente.
Por-me bonita não é possível, porque qualquer coisa mais só vinha estragar.
Quem é que falou em arranhar o queixo?!

Já confude um leopardo com um leão? Eu tenho uma leoa par pôr, mas está com um ar muito pachorrento.


Ana,
A minha figura está de acordo com o meu estado de espírito hoje, ainda por cima estou, ao mesmo tempo, a ouvir este novo estilo de perguntas e respostas, à volta de uma mesa. Por isto estou em posição de ataque para que a presa não possa escapar. Adoro felinos.
(Neste momento está tudo a gozar com o ministro que há 3 horas está a falar no seu tom monocórdico, e não deu uma resposta sequer, limitou-se a projectar os gráficos e ler o que foi tornado público há dias. É demais.
O outro era caixeiro viajante para ver se arranjava mercados para os nossos produtos. Este agora foi para Espanha e a Allemanha para pedir aos estrangeiros que comprem as nossas firmas. Imagine o que vai ser. Andaram os senhores a pedir dinheiro emprestado aos bancos, para comprarem acções a 4.50€ do BCP, quando foi do aumento de capital, e agora estão a 45 cêntimos. Já estão todos prontos para lhe saltarem em cima.

Bea,

pode crer q o Mec é realmente petulante e faz questão de falar que a sua mâe é inglesa e que teve um excelente educação, e cínico estilo de humor. Ou serei eu que já estou de pé atrás com a raça.
Claro que ninguém pode imaginar um campo de concentração. Lembrei-me disso por causa duma reportagem que deram esta semana, e duma senhora, na altura miuda, que falou num rapaz que às escondidas lhe deu 3 batatas cruas que trazia na algibeira. Um rapaz que já a conhecia e que foi lá montar as camaratas.

bea disse...

O que para aqui vai!... Têm a certeza que estão todos bem? Sim?

um dia um colega de trabalho interrompeu uma reunião para perguntar a alguém presente se não queria orientar-lhe um trabalho sobre sexo tântrico. A gente à volta calou-se toda e a colega ficou de boca aberta. Mas ele continuou imperturbável, na porta entreaberta à espera da resposta. Depois foi-se embora e parece que não voltou ao assunto. Agora que pensei nisto, acho até engraçado. Há cada maluco...

Malta (pareço o Thora)
Há uma coisa que ainda não entendi. vocês vêem o professor em algum lugar? sabem tudo. Se tem barba, ou se não. Se está gordo, se magro. Bolas! uma vez, e já o disse aqui, entrei no café e a TV mostrava-o e achei que estava bem cansado. E depois tecem considerações acerca de se fica melhor ou pior. Tché...andorinha, estou contigo :) se bem que tu és de uma fidelidade canina que não quadra muito bem com o teu perfil independente :) e não te zangues agora que andamos numa de sintonia. Faz-me esse favor. o desamor trucida-me.

bea disse...

Ana
desculpe mas o perfil da anphy está muito bem. Parece um gato a farejar o rato. para tigre, temos de convir, é razoávelmente pouco assustador

Ímpio
como sou mais dada às letras que às imagens, obrigada ao Micas e a ti. Fiquei a saber a da Dilma com Miguel Sousa Tavares. Simpatizo com os dois (tu e o Micas), já sabes. Se precisares de coentros ou isso, dizes, tá? Também tenho alecrim, rosmaninho, jasmim e uma erva que não me lembro, mas não é droga de certeza (ai, estou a lembrar-me doutro caso, mas não conto porque senão vem a Tangerina e diz que bons fluidos e assim).

Jorge
desculpa, mas o teu verso livre que quer dizer? assim trocado por miúdos, se não te importas.

Rain
não conheço nada fantástico. É uma palavra grande demais para mim. Trabalho com pessoas normais que nem têm muita vontade de o fazer. Arranjo estratagemas do mais palerma para as levar a mexer-se. faço o trabalho de cada um elevado à décima potência, mas uni-los em alguma coisa (aquilo que chama trabalho de equipa) é uma vitória. Se nada disto lhe é necessário, parabéns. Porque a sorte está do seu lado. Aproveite.

Anfitrite disse...

Errata: não é 45 são 25cêntimos. Foi erro de simpatia. Quem tiver dinheiro invista agora e espere.

ana b. disse...

Interessada:

Desculpe lá! não foi a primeira vez que eu me referi ao seu bom ar do Prof:)))
E quando insinuei que ele era um bocado velhote e que o Machadinho saia à mãe, era só para disfarçar. Não conhece a expressão que quem muito desdenha quer comprar?:)))
Até lhe já lhe disse pessoalmente, que a minha chefe acha que ele tem uma voz muito envolvente. Opinião, aliás, que eu partilho totalmente:)))
Nota: Estes smiles também são para disfarçar. Nada é por acaso, minha car...:))

Anfi:

Você nem consegue imaginar como eu gosto de a ouvir falar assim. Adoro quando fala de rajada, com o coração na boca. Farto-me de rir:)

Tangerina disse...

(vocês são muito profícuos. Não dá para ler tudo. :-) )


Pamina,

Achei a a sua resposta e o seu vídeo deliciosos :-).

Eu sei o que essa gente passa porque também os conheço. Este é o mesmo país que aqui há uns anos viu, deslumbrado, estrangeiros diplomados a imigrarem e fazerem o papel de pedreiros e guarda-nocturnos. Este mesmo país de parolos que se gabavam que tinham um jardineiro que era médico. O que se há-de fazer? Tenho esperança que a educação e bom-senso acabem por ir alterando o modo de pensar e analisar a realidade e, na sequência disso, o modo de agir. E está a mudar, de facto. Se fizermos o exercício de recuar 30 anos, vemos que, apesar de tudo, estamos muito melhor. Muito melhor!



Andorita,

A verdade é que eu não gosto nada de chuva, mas gosto ainda menos do ar carregado que este Agosto nos ofereceu. :-) Assim sendo, olha, do mal o menos: aproveita para respirar. :-))


http://youtu.be/co6WMzDOh1o


Meninas,

Gosto muito mais de ver o JMV com barba! :-) Gostos.

rainbow disse...

Passei aqui e...

Anfi,
Para que suavize a fúria e não lhe dê um AVC, aqui ficam duas músicas dos Fairground Attraction:

http://www.youtube.com/watch?v=txapREGWHp0&ob=av2e

http://www.youtube.com/watch?v=1J8kjO5c42I

Anfitrite disse...

Rain,

Fui injusta para consigo. mas eu ainda ando de carroça, enquanto vocês já andam de bicicleta.
Como já descarreguei toda a revolta que tinha dentro de mim, comecei a recuar nos comentários e vi que se tinha dirigido a mim algumas vezes. Não ligue mas eu sou mesmo mal educada. Ou seja, só faço o que me apetece. No outro dia, quando me dedicou o Piano, começei a responder-lhe, mas como já reparou eu não sou de escrever três letras, e então fui entrelaçando oa assuntos. No final achei que era muito grande, guardei e não enviei. Vou voltar ao assunto.

Obrigada pela música. Sabe que no anterior link do Piano estive para lhe responder com um do "Lost in Translation", porque as mulheres quando se pôem a fazer uma coisa, fazem-no com garra, e afinal acabaram por lá ir ter. Um filme que eu também gostei muito.

Mais um trabalho de mulher, que apesar de não ser do mesmo nível também achei interessante.

http://www.youtube.com/watch?v=lH_YVG1iuak&feature=related

Como fico sempre na dúvida aqui fica outro vídeo.

http://www.youtube.com/watch?v=tgjgWZFpIrY&feature=related

aqui vai uma orquestra de que ninguém se lembra.

http://www.youtube.com/watch?v=RVFgxHovRTI&feature=related

Embora isto já esteja desactualizado, em relação ao rumo dos comentários, não quis deixar de enviar. E até foi depois disto que dediquei a música ao professor.

Também tinha escrito isto para a

Bea,

Como também não gosto de peias, deixe-me dizer-lhe que "Os Feios, Porcos e Maus", faz parte da minha lista de Os melhores filmes. De facto, retrata uma realidade atroz, talvez por isso o considere o melhor no género. Agora vendem um pacote juntamente com "Um dia Inesquecível". Do Baile só se gosta quem o viu no cinema e por inteiro, porque sendo um filme sem dialogo, tem de se apreender a história pelas expressões, pela música, pelos gestos,...enfim, é também um grande filme do Scola.
Já agora:
http://www.youtube.com/watch?v=4rZrr-uEYbE
para que as pessoas se lembrem do que são as guerras.

Cê_Tê ;) disse...

Boas!;)

O prof. não se discute. (Para mim é como as batatinhas fritas: ;))))
Aliás acho incompreensível como se preocupa com a sua idade... Tsts.

Inté!

(Pensei que o prof andasse de barba ultimamente...;/)

Anfitrite disse...

Rain,
Obrigada.
Música alegre que eu não conhecia.
Já vi que andamos sobrepostas. Eu abro o blogue e enquanto vou escrevendo as pessoas fartam-se de pôr comentários.

Agora vai uma para sonhar:

http://www.youtube.com/watch?v=9muzyOd4Lh8&feature=related

Interessada disse...

Anfi:

“Por-me bonita não é possível, porque qualquer coisa mais só vinha estragar.”
:)))))) gostei bastante!

“Quem é que falou em arranhar o queixo?!”
Eu queria dizer “arranhar com o queixo”.
Por vezes já tenho gostado ;)

Não me comprendeu.
Eu não tento por-me bonita. Eu parto em busca da beleza, seja onde for que ela esteja.

Ana:

Eu já aprendi a lê-la nas entrelinhas.
Que mais poderia ser esse excesso de smiles? Carências....;)

Julio:

Estou em crer que um dia teremos um post sobre estes assédios no Murcon ;)

Tangerina disse...

(já li tudo)

Ouça lá, ó Anfitrite, moça marafada ;-), e porque você está atravessada tem que pegar com alguém??? ;-)

Credo, que mulher torta!!! :-/ A Natália Correia era capaz de ser uma boa parceira para si, era... ;-))

"Palavras...

Onde um só grito bastaria,
há a gordura das palavras."

Que bonito! Pronto, está perdoada só por o ter citado. :-)



Ímpio,

Você está cada vez mais solto e engraçado. :-) Fica-lhe bem. Olhe que, ao contrário dos do MEC, os mapas do seu GPS podem ser actualizados. Além disso pode configurá-lo para seguir não o caminho mais curto mas, por exemplo, o mais rápido.

Eu adoro o meu GPS porque não resmunga comigo quando me engano. Podia dizer "não era para aí, palerma! Não te mandei virar à direita?". Mas não. Aceita os meus enganos, recalcula e prossegue. E eu, grata, sorrio e penso que é uma excelente companhia de viagem. :-))

E não se admire que estas cabecinhas pensadoras ainda consigam ir buscar dinheiro aos desempregados (pelo património vão de certeza). Por falar nisso, vejam este vídeo: http://youtu.be/ybb1909eh8Q

Gostei do vídeo do MST e da Dilma. Achei um piadão.


Bea,

"ai, estou a lembrar-me doutro caso, mas não conto porque senão vem a Tangerina e diz que bons fluidos e assim"

Eu?? Quem falou nos bons fluídos foi a andorinha. Euzizizizinha só disse que prefiro chuva ao fumo dos incêndios... :-). E até já há quem me apelide de abençoada.... ;-)

Conte lá o outro caso que eu prometo que não faço a dança da chuva... :-)


Ladies (Anfitrite ;-)),

Também não sou muito fã do MEC (é-me quase indiferente - acho que diz muito asneira) mas sou ainda menos fã do MST. Não gosto da agressividade dele e acho que ele não precisa dela. Ana, pode contar-me então como a primeira mulher que conhece que nunca achou o MST interessante. Gosto da faceta de aventureiro dele, mas nem os livros me cativam. Pode ser que mude.

Esta é especial para a Anfitrite: http://youtu.be/RDBpJOIuQ30

andorinha disse...

FDL (3.36)

Essa foi forte, amigo e companheiro:)


Bea,

"vocês vêem o professor em algum lugar? sabem tudo. Se tem barba, ou se não...."

Looooooooooooooooooooool



"...se bem que tu és de uma fidelidade canina que não quadra muito bem com o teu perfil independente :)"

Ora essa! Não quadra porquê?
Em relação aos amigos sou, mas não vejo em que é que isso contraria o meu perfil independente.
Queres-me puxar pela língua, é?:))))

Não me zango, claro. Também não vou em desamores, são uma perda de tempo. Mas olha que demorei tempo a chegar a esta conclusão...
Mais vale tarde do que nunca:)



Cêtê,

Não me respondeste e não percebi patavina:))))))))


Tangerita,

"Ana, pode contar-me então como a primeira mulher que conhece que nunca achou o MST interessante."

Então eu sou a segunda:)
Volto daqui a pouco.

andorinha disse...

Tangerita,

Respirei melhor, sem dúvida....:)

rainbow disse...

Boa noite,

Bea,

Esclarecendo um ponto: eu disse que trabalhava com uma equipa fantástica, faço parte da equipa, mas não a chefio, são coisas diferentes. Aliás, tenho uma chefe.
E fantásticas, não quer dizer que não sejam normais, são pessoas muito normais.
Mas houve uma conjugação de factores, que fez com que gostássemos de trabalhar em conjunto.E naquele tipo de trabalho seria muito difícil se isso não acontecesse.
Às vezes é bom saber ver o que de melhor há nos outros.

Anfi,

"O Piano" foi um filme que eu adorei, mesmo.
Não adorei, mas gostei muito do "Lost e translation" e do "Príncipe das Marés",presente nos vídeos que enviou. Vi esse filme já há muito tempo.
Obrigada pelo "Night in white satin" e para sonhar, aqui vai outra:

http://www.youtube.com/watch?v=RaekgRtsTiQ

Bons sonhos

rainbow disse...

Bom dia:)

Ontem fui a última e hoje sou a primeira? Estou a ficar pior que a Andorinha:))

Para começar bem o dia,comecei por ouvir este "sunrise". Ouçam que vale a pena:

http://www.youtube.com/watch?v=ss3148ZXwuc

Inté...

andorinha disse...

Bom dia:)


Rainbow,

"Ontem fui a última e hoje sou a primeira? Estou a ficar pior que a Andorinha:))"


Looooooooooooooooooooooooool

Bela maneira de começar o dia com uma valente risada:)
Achei um piadão, a sério.

Mas como já te/vos disse, venho aqui tomar o meu café matinal e dar duas de treta com a malta que estiver por aqui.
A partir de segunda passo a tomar o café no bar da escola, por isso estou a aproveitar os últimos cartuchos:)


Inté...

andorinha disse...

Para além da risada, esse "sunrise" foi também uma bela forma de começar o dia...

...deixa-me aproveitar antes que venha a Tangerita com as suas imensas chuvadas:)))))))))

Cê_Tê ;) disse...

Rainbow e Andorinha LOOOOOOL

Eu acho que vamos todos ressacar a partir da próxima semana (que piorará) nas próximas.;))))

Aproveitem o dia lá fora.
;*

Alexandra disse...

É verdade, para a semana vamos estranhar a ausência uns dos outros. O que diga-se de passagem é bom. É sinal que mesmo à distância e sem nos conhecermos fisicamente (pelo menos a maioria), estamos "ligados". Unem-nos laços já fortes.
Deixo a sugestão de uma série que descobri. "Mental". Passa-se num hospital e lida com o tema da psiquiatria. Interessante...

Fiquem bem

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

A Poesia é o mistério da Hermenêutica.

Interessada disse...

Jorge:

Há poesia bem mais explícita que textos de outra natureza.

andorinha disse...

Cêtê e Alexandra,

Assino por baixo:)

Impio Blasfemo disse...

Olá pessoal. Vim de um casamento em Fátima. Os tempos mudaram definitivamente; nem deram que um Ímpio estava lá num casamento, ou se deram e me esconjuraram, Deus não os ouviu. Anda mais permissivo.Estou bem...!

ANFI:- Sou pitosga mas não sou totalmente distraído; falar mal do Benfica ao prof JMV era "blasfemar". A minha "impiedade" não abrange "futebois". Quanto ao alemão, nada contra; atrapalho-me apenas com as malditas declinações.

BEA:- O MICAS e eu agradecemos a simpatia. ERVA dá sempre muito jeito para "chu(a)rrar" um belo peixe no churrasco.

TANGERINA:- Os mapas do TomTom estão teoricamente actualizados. Teoricamente, tenho a última versão. As novas estradas na Galiza não estão lá, por exemplo. Na zona de Arganil/Coimbra também é um bom desatino.
Quanto ao vídeo do Miguel Portas ( http://youtu.be/ybb1909eh8Q) Tal como ele diz "De vez em quando também se podia ir às cigarras....". A história do empréstimo do BPN (o tal banco que nós pagámos) ao Américo Amorim, que o MP relata neste vídeo, é um bom exemplo de um "mau exemplo" . Acho que vale a pena ouvir.....quem se interessar em ouvir.....

E prontos, cada vez mais Ímpio!
Já Tá

Saravá

Pamina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lua disse...

lindo