domingo, agosto 27, 2006

Esclarecimento.

Lamento, não fui claro:(. O vazio educacional de que falava era ao nível da educação (sexual). Sou 200% a favor da pílula do dia seguinte, mas não como método contraceptivo "habitual", "normal", "inócuo". Acresce que sou psiquiatra: preocupam-me os mecanismos de defesa que permitem a negação da responsabilidade erótica. Esta não compromete o romantismo, a espontaneidade, o desejo. Limita-se a assumi-los, carago!:).

34 comentários:

deeper disse...

Boa, Prof.:))).

thorazine disse...

Por meias palavras já estava escrito: "Pelo que traduz de vazio educacional, de recusa em assumir o planeamento da vida erótica..."

Tive sorte. O meu prof de biologia falou na descarga hormonal da pilula do dia seguinte.

Alguém disse no outro post que alguém tomava a pílula do day after SEMPRE que se esquecia da diária. Isto sim, penso ser falta grave de informação.. :(((

noiseformind disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL,
E aindei eu a bater no ceguinho com este esclarecimento aqui à uma hora. É no que dá não recorrer amiudemente ao refresh do browser para seguir as evoluções do tasco ; )))))))))))))))))))))))))))) Mas pronto, ainda bem que as minhas suspeitas estão esclarecidas

andorinha disse...

Boa tarde.

Ora essa!!! Por quem nos toma?!:)))))
Nós percebemos.

"Esta não compromete o romantismo, a espontaneidade, o desejo. Limita-se a assumi-los, carago!"
Frase-chave. Quanto mais as pessoas interiorizarem que assim é, menos haverá necessidade de recorrer à pílula do dia seguinte; esta ficará então apenas para os inevitáveis imprevistos.

northforce disse...

Por falar em pilula do dia seginte.Como psiquiatra, e como "murcon", gostaria que, fizesse in loco uma analise de comportamento tendencial desviante,
en relação ao masoquismo de pessoas
como Sergio Godinho (Sporting)natural do Porto. Penso que também
está inserido neste rol o Prof. Julio Vaz!? -Não?. Entre muitos outros que imigraram por necessidade para o centralismo Lisboeta, e que por lá, por comodismo ou por covardia, perderam a sua identidade, as suas raízes. Pela lógica sei que tenho razão, mas sei que há coisas que a razão desconhece. Por esse motivo, e porque ainda não descobriram uma pilula do dia seguinta para a asneira, fico-me por aqui, na esperança que a psiquiatria me consiga acalmar da existencia de tanto "murcon".

Su disse...

foi entendido no post anterior...mas valeu o esclarecimento.....pois somos todos diferentes:)
jocas maradas

Julio Machado Vaz disse...

North,
Não posso falar pelo Sérgio, claro. Eu sou tripeiro ferrenho, mas não portista. Razões? Houve muitas: minha Mãe era lisboeta e benfiquista; todos os primos mais velhos também viviam hipnotizados pelo encarnado; (Naquele tempo não se podia dizer vermelho:)))); o Benfica ganhava quase sempre e era campeão europeu; o Eusébio... Mudar de clube mais tarde? Ó heresia!, isso não se faz:(. Mas deixe lá, fui castigado: o meu filho mais novo é portista e os netos também. Quanto ao meu amor pela cidade, quem me conhece não duvida dele, só a troco por Cantelães. E sobretudo nunca precisei de ir para Lisboa e esconder as minhas raízes para me sentir realizado, como alguns fazem:). Devo dizer que o caso dos artistas me parece particular, alguns dos que são meus amigos afiançam que longe da capital é quase impossível singrar. Acredito. Quando fiz televisão em Lisboa com regularidade, a primeira coisa que me perguntaram foi onde ia alugar casa! Eu respondi que já tinha uma e passei dois anos na auto-estrada...

thorazine disse...

Eu nunca percebi foi a visão em que a simpatia ou afinidade por um clube é uma característica da personalidade de uma pessoa.

CêTê disse...

"Sou 200% a favor da pílula do dia seguinte, mas não como método contraceptivo "habitual", "normal", "inócuo".

mas não como método contraceptivo "habitual", "normal", "inócuo"- 200% de acordo.

thora,
"Tive sorte. O meu prof de biologia falou na descarga hormonal da pilula do dia seguinte."
obviamente!

thorazine disse...

Isso quer dizer que se eu tomar as duas com 12 horas de fiferença no dia seguinte tenho maminhas? :))))))))))))))

Su disse...

por falar em pilula do dia seguinte....

gostei de ler a resposta/analise apesar de não ser necessária.

existe mui boa gente a apostrofar (amei:) a decadencia do sentimento de inferioridade....

por falar em pilula do dia seguinte....

eu gosto de encarnado, mas sou toda eu azul:) pq? pq todos são verdes....na ilha:)

jocas maradas

Su disse...

opsss lembrei ..é por ser domingo ..q tanto odeio....q há tantos esclarecimentos??? sei lá....pensei.....:))))))))))

Su disse...

aii tenho de descarregar em algum lado....nada melhor q aqui....isto é mar....cheio de marés....
estou chateada com os planetas..pois tudo isto por causa da pilula do dia seguinte, plutão já não é o que era.........ops isso não se faz. eu que gostava dele e que queimei bytes a decorar os planetas em criança.......se assim for plutão é na realidade filho da pluta....tudo isto por causa ... de si...não é....:)
jocas de marar

prof já sabe catarse comigo é aqui, nem sei pq??? é uma tentação:)))))

Lusco_Fusco disse...

Boa noite!
É bom "vê-los" assim "prafrentex". Carago não, carago! Lol Mahatma.
Dou-lhe razão Prof. a pílula do dia seguinte só mesmo em caso de necessidade. Há outros métodos, porque não usá-los? Quem anda à chuva....
Não é melhor usar guarda-chuva? As constipações são sempre mais difíceis de combater e há que recorrer aos antibióticos com os malefícios associados...
Nada de espirros e tosses
Muita saúde para todos,
Um abraço
MJ

thorazine disse...

Em relação a um tópico anterior: a ética de trabalhar com células estaminais. A ciência já descobriu "oficialmente" apartir de que ponto se pode chamar vida a um complexo orgânico? Não percebo o porquê de a ciência ter que respeitar opiniões não ciêntificas (como por exemplo da religião católica) para prosseguir as suas proprias investigações. Faz-me confusão...

Nem os mais avançados estudos da neurociência conseguem detectar com exactidão o momento t em que a consciência surge. Porquê é que a sociedade, em geral, ainda se guia por filosofias gnosticas para fundamentar o seu não-conhecimento?

O não saber ou o não questionar sempre foi uma das directrizes da religião (não das religiões, pois o budismo (ou pelo menos o líder) tenta ao máximo a procura da verdade). Não percebo como no séc XXI muita gente assume ainda como certeza ou verdade coisas que a religião e a ciência diz. Para mim, daqui a 1000 ou 10^9 anos ainda iremos estar a apalpar terreno nas questões mais básicas do ser humano. Porquê este impedimento todo na procura do saber? Penso ser comparavel (a pequena escala) à lenha que iria queimas galileu, se ele fosse verdadeiro...

:((

thorazine disse...

Su,
o único problema é que sempre lhe ensinaram as coisas como certeza....penso eu..

Ciências Naturais não é a mesma coisa que matemática. Os números são humanos, a natureza já não.. :))

j.b.mendes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Su disse...

thorazine.....ops eu estva a brincar....ok...pin..okk
eu sei q as verdades só são verdades enquanto duram....e já agora nem na mat....há verdades irrefutáveis.....deixam de ser qd aparecem outras

prof ..não duvido...hoje é domingo... que não gosto e dia de esclarecimentos...q nem faz meu genero......pq há partida e há chegada..espero falar e ser entendida:)))))))) feitio ou defeito...sei lá.....

j.b.mendes disse...

Sr. Professor peço-lhe imensa desculpa, já que o tema não é bairrismo. Mas conceda-me o direito de resposta na sequencia das explicações que deu.
Acho que há sempre tempo para mudanças, desde que para melhor.Ou no minimo não façam manifestações a favor do rival da vossa cidade. Porque quer queira quer não, as rivalidades dão sempre fruto a tropelias verbais contra as gentes e a própria cidade a que o Sr pertence. Senão repare...Está o Sr Prof.julio Vaz conceituado psiquiatra nortenho da cidade do Porto a defender em lisboa no Estádio do benfica as cores locais e na sua frente, parangonas contra a sua gente e contra a sua cidade.
relembro-lhe "ANTIMURCÕES" "PORTO É MERDA" Etc, Etc.
Mas... o seu principio básico da explicação, não tem alicerces que possam suportar qualquer lógica. E o principio da moralidade tem que ter suporte na lógica do principio da sanidade mental. Em relação á Selecção Nacional, o Prof. como cidadão Europeu de pleno direito não foi na finta de apoiar outra selecção só porque era campeão Europeu e campeão do Mundo?
-Pois não? Porque será? Não serão as raizes a resposta a esta pergunta? - Pois então Sr. Prof.
2 pesos diferentes para a mesma medida?!
-Não pode ser! Seja coerente. Seja bairrista a 100% e não a retalho, porque isso só o engrandecerá.
-Sem medos, Sr. Prof. Julio Vaz.
Veja o exemplo do Dr. Miguel Sousa Tavares. Exemplar. Uma pedrada no charco constante contra a bovinidade centralista (Um autentico Polvo)
Assina: Northforce
Nota: o login é que manda. Nada a fazer.

marakoka disse...

opsssssssssss eu não acredito no vejo...recuso.me a acreditar q a gripe das aves, tenha chegado efectivamente ao rectangulo.....e atacado algumas aves..........ops sorte a minha

eu não disse esclarcer qi de 2 digitos dá nisto....eu sei , eu sou já antiga:)))))))))))))
mas onde anda o miudo do noise que vem tipo homem bomba e ataca logo pelos t..............

andorinha disse...

Voltámos aos regionalismos bacocos?
Eu bem queria ficar calada, mas não consigo.:(
Porquê tanta raiva em relação à capital?
Porquê tantos complexos de inferioridade? Tanto provincianismo?
E onde é que mudar do Benfica para o FCP é mudar para melhor????!!!!!
E a comparação com a Selecção???
Valha-me Deus:), tanto disparate junto.

j.b.mendes, northforce ou seja o que for, veja se atina, são muitos disparates para um dia só.
Amanhã também é dia. Looooooooool

noiseformind disse...

"O vazio educacional de que falava era ao nível da educação (sexual)."

E agora alguém me explique no meio do palavreado do texto que se segue onde é que está o compromisso sério para acabar com esse vazio...

"Ensino Secundário - Competências Transversais
O currículo, entendido quer em sentido estrito quer em sentido lato, deve proporcionar a todos os alunos do Ensino Secundário o desenvolvimento das seguintes competências:

• Comportamentos e atitudes no âmbito da promoção da sua saúde, da dos seus pares e dos mais novos, tornando-se um agente responsável e activo na promoção da saúde da comunidade onde está inserido;
• Hábitos de vida saudáveis, que favoreçam a robustez física e o equilíbrio psico-emocional,
nomeadamente, uma alimentação adequada e a prática de actividades físicas, desportivas, artísticas, e de recreação e lazer, de acordo com os interesses, capacidades e necessidades dos alunos;
• Capacidades de auto-crítica que contribuam para melhorar os comportamentos;
• Capacidade para intervir na melhoria dos espaços e dos serviços escolares, contribuindo para os tornar mais seguros, higiénicos, limpos, confortáveis e agradáveis;
• Capacidades de adaptação à mudança;
• Capacidade de expressar respeito e compreensão pelos outros,
• Capacidade de resistir à pressão que outros possam exercer para a adopção de práticas prejudiciais e autodestrutivas (por exemplo. fumar, consumir drogas. alimentação desajustada e ter um comportamento sexual de risco);
• Capacidade de trabalhar em equipa, partilhando com os outros conceitos e competências,
defendendo as suas posições com assertividade e respeito;
• Capacidade de gerir o stress e de lidar com a frustração;
• Capacidade de construir a sua identidade através da reflexão sobre os seus próprios ideais,
motivações e acções;

Capacidade de compreender, negociar, agir e interagir face a comportamentos de risco que possam
colocar em causa o seu equilíbrio emocional, físico e social e do grupo de pertença"

Cá está, a droga ao lado da sexualidade. Meter o preservativo e pouco mais, já se adivinha, com risinhos risíveis da miudagem pelo meio ; (((((((((

noiseformind disse...

Já agora, a tão "urgente" disciplina caminha alegremente para "definiçao de currículos" com o objectivo de "termos escolas piloto em 2008/2009" (entrevista de Daniel Sampaio ao Público, da qual aqui transcrevi alguns excertos). Sem dúvida que a urgência é grande...

j.b.mendes disse...

Cara andorinha, eu até percebo que queiram defender a posição indefensável do professor, mas veja bem, confundir bairrismo com provincianismo demonstra desde já ignorancia. Depois dar tiros para o ar só por dar é caracteristica de quem não tem argumentos para debater o que quer que seja. Até porque não conseguiu dizer nada em defesa dos argumentos que apresentei. Dep+ois cada caso é um caso, o tema só veio á baila porque o Prof. é do Porto e adepto do Benfica! No minimo é masoquismo ou aqui sim, sindrome de inferioridade. O caso da selecção é apenas um exemplo dessa lógica, pena é que não tenha capacidade para entender.A vida tem que ser orientada pela lógica, e contra isso não há argumentos. Digo-lhe mais ainda, que os termos que utilizou, já eles todos gastos, pelo tempo, salazarentos, e a cheirar a môfo.Percebo que tentou defender a honra do prof. mas penso que ele não precisa que o defendam assim tão mal, sem argumentos válidos.Como disse cada caso é um caso, até pode ser que o seu não encaixe aqui, como parece ser o caso.

andorinha disse...

j.b.mendes/northforce,

Vejo que seguiu o meu conselho e que continua a disparatar.:)))
Eu bem lhe disse que hoje era outro dia...
Se isso lhe dá gozo, continue, por mim, tenho mais que fazer.

Defesain_loco disse...

Sr.J. B. Mendes
“Acho que há sempre tempo para mudanças, desde que para melhor.”
Li por acaso o que o senhor j.b. Mendes escreveu em defesa do seu próprio deslize e desrespeito pelo espaço alheio (dado que é um convidado do Professor e quem não gosta, não vem cá).
E, sinceramente, pôs-me a pensar “Acho que há sempre tempo para mudanças, desde que para melhor.” “o melhor” não é padrão, graças a Deus somos indivíduos livres e com direito cada um de nós a escolher o seu “melhor”. Talvez um dia…. Quem sabe, sejamos obrigados a escolher um “melhor” tipo padrão… Vai ser a acrescer a outras infelicidades já impostas.
O senhor parece-me um “liberal”, até dá duas hipóteses, se o Professor não escolher o SEU melhor terá de ficar mesmo murcão de castigo ehehehehehe
Fala também de rivalidades, sou nortenha e orgulhosa de sê-lo (para que conste), mas não sou carneirinha (fique registado) e vi partir do norte esta separação de “sulistas” Feio, incorrecto e pouco dado à paz.
Ser de um clube não é o mesmo que ser de um partido onde se vai ao sabor de “aéreos”. Voa-se, sim! Mas de alegria e prazer pelo clube que nos alimenta a alma, para nós o melhor, que interessa o amor dos outros?!!! Sejamos democratas e respeitemo-nos até nestas diferenças.
Há excessos?! Claro que há! De ambos os lados.
Também me parece o dono da lógica. Uma lógica fumegante e destruidora. Quem é o senhor para dar lições de moralidade, vestindo-a tão mal? A vida é realmente muito stressante e pode levar a estados mentais pouco recomendáveis. Já pensou em consultar um psi?
Ser bairrista pode ser bom, casos há em que realmente é. Mas em excesso é defeito. Nada em excesso é recomendável e são.
Quanto a isto: “Veja o exemplo do Dr. Miguel Sousa Tavares. Exemplar. “
O Professor que me perdoe o Dr. Miguel Sousa Tavares é um charme, aqui ele falou bem )))) Queriam-se muitas estampas dessas , mas só mesmo no “Equador”. Deve ser o centro a que o senhor se refere )))
Polvo, para mim, é comida que agrada às papilas gostativas. Mas perceber do paladar desse molusco é mesmo o senhor que sabe o sabor de lamber cinzeiros….ihihihih
Deixe-se de tão azedo paladar, senhor, e cavaqueie sem agressões baratas ou lógicas pessoais que só a si dizem respeito e só para si têm valor. Portugal é uma nação, não se esqueça disso. Pense na origem de “tripeiros” e terá a resposta. A união vence.
Que triste seria gostarem todos da mesma mulher….

lobices disse...

...já agora:
Sr. J.B.Mendes: (a cujo blog ou identificação não se consegue chegar...)
...afirma, peremptoriamente que:
(e cito:)
"...A vida tem que ser orientada pela lógica, e contra isso não há argumentos..."
...explique-me, por favor, como é que a vida tem de ser orientada pela lógica se ela, a vida, não está nas nossas mãos?
...ou será que para si, pelo simples facto de eu ser do Porto, pela lógica, tenho de ser do FCP... é isso? Não posso ser do Boavista? Nem do Sporting? Nem do Belenenses? Nem do Beira Mar?
...por acaso sou do FCP mas não pelo facto de viver no Porto; sou do FCP porque gosto do FCP... e, já agora, se fosse morar para Lisboa, por causa da lógica, teria de mudar de clube?...
...a lógica é uma batata, meu amigo e o Professor é do Benfica e eu respeito-o por isso, mesmo0 que possa brincar com ele e gozar quando o benfica perde mas ele também pode brincar e gozar quando o Porto perde
...outra coisa:
...diz a anterior cometadora que estamos no espaço do Professor, logo somos convidados dele e não donos do seu espaço e só por isso nos merece respeito, o que quer dizer que, por "educação" eu não entro em sua casa sr. Mendes para o desrespeitar ou dizer-lhe que deve ser do FCP em vez de ser do SLB

PAH, nã sei! disse...

Ah valentes!

Tenho mesmo que conseguir arranjar mais tempo para aqui vir :)

Já não "lia" tanto fundamentalismo desde sábado... ("voo 93" conseguiu superar todo e qualquer fundamentalismo a que estava habituada... não pelo filme em si, mas pelas "palas" da audiencia).

Perdão se me desvio do assunto... mas, cada vez que cá "ponho os olhos", é notório que o campo de batalha tem aumentado (ou será das minhas vistas?)

Quanto ao "post" permita-me, caro Doutor, gozar até ao final as "mais ou menos" merecidas férias.
Afinal aproxima-se, a passos demasiado largos, um novo ano lectivo. Momento em que, novamente se levantam questões sobre como: Educar para a sexualidade VS Educar para os afectos....

Ameninadalua disse...

Caros murcónicos

Não será que se está a "bater" demasiado no Senhor J. B. Mendes?

A interpolação dele parece-me relativamente razoável de ser feita, o próprio professor deu-se ao trabalho de lhe responder.

De facto como figura de proa da cidade do Porto, à partida fazia todo o sentido o professor ser dum club do Norte.
Acontece, e nisso acho que o senhor J. B. Mendes, não terá conseguido alcançar, a decisão na escolha do club que temos nem sempre tem a nossa total responsabilidade; existem normalmente factores ora familiares ,ora do âmbito de aproximidade e amizade que muitas vezes determinam a enorme carga afectiva e emocional que está na base do clubismo e que me parece ser das lealdades mais estáveis que existem na esfera dos afectos...

Apartir do momento que temos um club de estimação, têmo-lo para o resto da vida e não há nada a fazer...:)

A prepósito,apesar de não entender nada de Bola, eu sou do Sporting apenas e sómente porque os meus imensos irmãos, filhos, sobrinhos são todos do mesmo e excelentíssimo club:))

AQUILES disse...

Eu não tenho paixão clubista. Realço paixão. E sou feliz assim.
Sr. Mendes sou obrigado a aderir a alguma paixão clubista? E qual a lógica da adesão? Onde nasci, onde vivi, por onde passei?

a disse...

sem clube, sem partido, sem religião, sem lógica, sem sentido, sem objectivos, sem terra.. sem nada.

óbvio que estou a exagerar, mas para quê tantas muletas na vida, não basta vivê-la?

quanto ao tema... venha a educação sexual, venha o planeamento familiar, mas venha mesmo!

thorazine disse...

Dá para confundir. Cada um defende a sua ideia ou a ideia do professor? :)))

O Sr. Mendes tem a sua opinião, há que respeitar. E não acho que não é por ter uma opinião diferente que "não é considerado convidado do professor". Penso eu, ou talvez não.. :)))

Em relação aos clubes de futebol também nunca percebi o que se leva a aderir ou a simpatizar por um. Deverá ser com certeza devido a uma espécie de "sentimento" pois se for por "ser o melhor" ou "ser o mais forte" isso varia de momento para momento, consoante os joagadores e a equipa técnica. Logo, o "sermos do clube da nossa região" é a conclusão mais básica.Pelo menos é o que mais probabilidade têm de nós criarmos laços com. E há sempre a deixa, inconsciênte talvez, do "é melhor porque é meu". É por isso que adorei um reclamo antigo (a quê não me lembro), em que mostrava uma claque de futebol e dizia frases do género: "Darwin estava certo..nós realmente descedemos do macaco". Isto porque acho que é nestas opções que nós nos reduzimos ao selvagem que há em nós. Aliás, era uma pergunta boa: em que áreas do cérebro se processa as escolhas e a experiência dos clubes de futebol? Não sei se alguém sabe..quiça o Dr. António Damásio. :)))

Isto é..eu também sou do Benfica e moro no Porto! Melhor, sou do "valadares". LOLOL

thorazine disse...

*e acho que não é por ter...

LOADING... :)

andorinha disse...

Aquiles,

Boas perguntas, mas palpita-me que o Sr. Mendes não saberá as respostas...a lógica dele não chegará a tanto.Loooool

Thorazine,
Cada um defende a sua ideia ou a do professor??????????????
Que raio de pergunta...
Aliás este senhor Mendes já está a ter mais tempo de antena do que aquilo que merece.

Claro que o Sr Mendes tem todo o direito a ter a sua opinião e a expressá-la ( não me "apanhas" aqui...), não é isso que está em causa.
O que está em causa são os argumentos que usa que não têm lógica nenhuma (numa pessoa tão preocupada com a lógica), sendo alguns deles completamente ridículos.
Já no primeiro post dele me apeteceu responder, mas dei-lhe o benefício da dúvida; no segundo não resisti uma vez que os disparates continuaram e até se intensificaram.

Mas vou-me calar, antes que seja novamente acusada de "estar a defender a posição indefensável do professor."
Looooooooooooooooooooooooool