quinta-feira, agosto 03, 2006

Sem "motivos objectivos"...

Tribunal não encontrou razão do crime
José Carmo

Menores já estão internados nos centros educativos em regime semiaberto, apesar de dois recursos


Leonor Paiva Watson, e Nuno Miguel Maia

Três meses de investigação e 16 audiências no Tribunal de Menores do Porto não chegaram para encontrar as razões pelas quais 13 menores ligados às Oficinas de São José e ao Centro Juvenil de Campanhã agrediram o transexual Gisberta, vindo a causar-lhe a morte por afogamento no fundo de um poço de um prédio inacabado no Porto.

No texto da decisão final, o colectivo de juízes apenas dá como não provado que os rapazes tivessem actuado por "intolerância perante as opções sexuais do ofendido e perante as diferenças fisionómicas". E, em contrapartida, assume que as agressões aconteceram "por razões que não se conseguiram aqui apurar".

O próprio juiz-presidente, Carlos Portela, reconheceu, no final da leitura do acórdão, a sua perplexidade por não terem sido encontrados os motivos objectivos das agressões com paus, pedradas e ao pontapé - o que, aliás, foi assumindo ao longo das sessões iniciadas a 3 de Julho passado.

Funeral em grupo

Num processo em que a prova assentou sobretudo nas confissões e versões dos menores, estes, quando interrogados, apenas respondiam não saber enumerar razões que justifiquem os factos. O máximo que alguns assumiram foi o facto de estarem "em grupo".

Terá sido em grupo (pelo menos seis), também, que resolveram encenar um funeral para Gisberta, num momento em que a julgavam já morta. De acordo com a versão dos menores, o "funeral" propriamente dito era não deixar a vítima apodrecer naquele local. Atirá-la ao fundo do poço - três deles usaram luvas e sacos de plástico para transportar o "cadáver" ao longo de 100 metros - no prédio inacabado na Avenida Fernão de Magalhães, no Porto, foi uma alternativa a um enterro num cemitério, que serviria em simultâneo para a ocultar a responsabilidade do grupo no sucedido.

A ideia do fenómeno de grupo viria, aliás, a ser reforçada pelo depoimento de testemunhas com formação em psicologia e sociologia.

Elementos ligados à instituição "Qualificar para Incluir", que colaboravam com as Oficinas de São José, adiantaram ainda que este local de acolhimento da maioria dos jovens era palco de vários problemas.

Denunciaram a "existência de grupos organizados de outros jovens ali institucionalizados que exercem uma pressão e uma influência muito negativa sobre os mais novos, onde se incluem muitos dos que estão neste processo". E atribuíram a esta "cultura" da instituição a causa do sucedido nas agressões ao transexual. Cultura esta que, asseguraram, "nunca foi colocada em causa pelos responsáveis máximos da instituição".

O teor destes três depoimentos, conjugado com um outro que refere a existência de queixas, por parte dos menores - quanto à forma como são tratados pelos "mais velhos e pelos tutores" -, está na origem da extracção de uma certidão para o Departamento de Investigação e Acção Penal do Ministério Público do Porto, tal como noticiou ontem o JN. Tudo com vista a apurar a eventual responsabilidade penal dos responsáveis das Oficinas de São José, no Porto.

Durante o dia de ontem, o JN tentou contactar responsáveis da das Oficinas, mas foi informado de que todos os membros da Direcção se encontram "de férias" até ao final do mês.

Amizade e agressões

Outra interrogação do colectivo de juízes expressa no acórdão prende-se com a mudança de comportamento de três jovens que inicialmente mantinham relações de amizade e ajudavam o transexual, já debilitado em consequência de doenças como sida e tuberculose.

"Ainda nos intriga a razão pela qual numa primeira fase três deles [...], chegaram a levar-lhe [a Gisberto] géneros alimentares e a confeccionar-lhes refeições, nomeadamente arroz no local onde 'vivia', para, de um momento para o outro, passarem a ser também parte dos que o começaram a agredir", questionam-se os juízes, admitindo a mesma dúvida perante a "maior parte da sociedade". Apesar de considerarem não ter sido encontrada resposta cabal para as motivações do crime - cujas agressões, recorde-se, acabaram por não ser tidas como causa directa da morte da vítima, já em estado de grande fraqueza por causa da doença, tal como revelou o relatório da autópsia e o perito médico-legal -, o colectivo de juízes foi muito crítico para com o sistema de protecção de menores.

"A instituição ou instituições onde cada um deles estava protegido, pensava o comum dos cidadãos, não lhes soube transmitir os mais elevados valores morais e regras de vivência social que muito certamente teriam evitado este tipo de comportamento", consideram, censurando, depois, o facto de muitos jovens serem colocados em instituições a centenas de quilómetros das famílias, o que só se justifica nos casos em que as famílias os maltratam ou negligenciam. No caso deste processo, vários dos rapazes têm a família em Lisboa, ou outras zonas distantes do Porto, tal como explicado, nestas páginas, no perfil de cada um dos jovens.

80 comentários:

BLUESMILE disse...

Estou perplexa.

Fora-de-Lei disse...

De tudo isto, com realce para a dificuldade da Justiça em identificar as causas do crime, fica uma muito má imagem das Oficinas de São José...

CêTê disse...

"No texto da decisão final, o colectivo de juízes apenas dá como não provado que os rapazes tivessem actuado por "intolerância perante as opções sexuais do ofendido e perante as diferenças fisionómicas". " Inacreditável.

Quanto à influência do "grupo" no comportamento individual de cada um dos elementos que o constituem não tenho qualquer dúvida do seu elevado poder catalizador para o mal (tanto quanto para o bem). Que bom seria haver nas escolas e instituições diversas onde estão adolescentes (altura a identificação com um grupo é importante) mais psicologos e sociologos que ajudasem a identificar os líderes, as motivações dos grupos e a reorientá-los. Digo eu. ;[
Não pude ficar insensível ao facto de haver adolescentes entre os agressores que antes a ajudaram. Que conflitos internos devem atormentá-los?!.

A justiça é cega e parece ser aferida pelos valores pessoais de quem a decreta.

abraços

Fora-de-Lei disse...

Tudo conseguido a partir de um simples clip:

http://oneredpaperclip.blogspot.com/

Aspásia disse...

Continue-se alegremente a não torcer os pepinos em pequeninos... e chegaremos ao dia de ter de sair para a rua armados e com colete à prova de bala... vou já mandando reservar o meu... teria piada se essa malvadez gratuita de um grupo não fosse apenas a ponta do iceberg...

Uma das boas achegas que as crianças têm à mão e à vista são logo os desenhos animados e jogos de computador, por vezes de violência disfarçada, claro, a ver se não dão demasiado nas vistas, mas nalguns está lá tudo...:(

Quem sai sempre vencedor? Quem detem o poder sobre tudo?
O King Money, claro, como dizia o Chato! (aliás, Chato não te acho nada Chato, acho-te Consciente:))

Até logo e durmam a sesta para relaxar...

goncalo disse...

Vamos por partes:

O tribunal entendeu que não houve crime de homicídio, ou seja, considerou, perante a prova produzida no julgamento, que estes rapazes não tiveram intenção de matar. Sem conhecer o processo, é difícil ter uma posição definitiva sobre o ânimo dos autores do crime. Mas, uma coisa podemos ter como provável - como as agressões se efectuaram durante vários dias consecutivos, faz sentido pensar que, em dada altura, os menores admitiram poder matar a vítima. E se, como parece ter sido o caso, isso não os fez acabar com as agressões, conformados com essa hipótese, então temos a prática de um crime de homicídio, com dolo eventual - desculpem o jargão jurídico.

Mas, mesmo admitindo que não houve intenção de matar, há uma coisa que é inaceitável: considerar que a morte da vítima não foi provocada pelas agressões. Como consequência, o tribunal condenou-os apenas pelo crime de ofensa à integridade física, sem o agravamento devido pela morte da vítima, o que evitou a aplicação do regime mais duro de internamento. Inacreditável.

Em relação aos motivos que levaram os jovens a agredir a vítima, também parece difícil não estarem associados ao facto de a vítima ser transexual.

vareira disse...

É inacreditável que nos dias de hoje se deixe impune a maldade por maldade.Porque este caso é de pura maldade para com outra pessoa, seja trans/homos./bi/ou hetero! Mas preocupa-me ainda mais como a comunicação social, principalmente as televisões, tratam estes assuntos com um à vontade termendo.Quando ouvi a decisão do tribunal pela T.V. fiquei com a sensação que estavam a falar de mais uma noticia normal!!!Onde pára o aspecto pedagógico e verdadeiramente informativo?
Concordo com ASPÁSIA, continua-se a não torcer os pepinos em pequeninos...pois as novas teorias é de que tudo traumatiza!Eu, cá com os meus 2 descendentes não dou tréguas...e eles bem dizem que não são pepinos!

vareira disse...

um à vontade termendo? ou tremendo!!!
Olhe gonçalo,a partir de agora os putos que andam para aí a brincar nas férias(aqui perto de minha casa andam uns 6 com idades entre os 6 e os 11)se resolverem mandar uns estalos e umas pedradas a alguém deixando essa pessoa morrer...só ofenderam a integridade física.É só estrada!!!Vou mesmo para uma sesta para tentar não pensar.

Fora-de-Lei disse...

vareira 2:44 PM

"Quando ouvi a decisão do tribunal pela T.V. fiquei com a sensação que estavam a falar de mais uma noticia normal!!! Onde pára o aspecto pedagógico e verdadeiramente informativo?"

Não vá mais longe... Hoje de manhã, na TSF - rádio que eu oiço habitualmente enquanto conduzo - a locutora do serviço de noticiário dizia que "tinha sido revisto em baixa" o número de vítimas do ataque aéreo a Cannã, no Líbano. Ou seja, falam de mortos como se estivessem a falar de um indicador financeiro da bolsa ou de uma taxa de crescimento económico. Uma verdadeira aberração !

Se é este o país que temos, então é muito natural que seja esta a Informação que temos, que seja esta a Justiça que temos, etc, etc.

Julio Machado Vaz disse...

Maralhal,
Estou de acordo com os comentários. A crueldade com socialização da culpa - fomos todos, não foi nenhum -, por exemplo, é para mim um motivo bem objectivo. Quanto à revisão em baixa dos mortos, trata-se de uma verdadeira fórmula-ecrã numa sociedade capitalista de consumo, não acham?

noiseformind disse...

A coisa vai muito mais longe do que a mera moldura aplicável a este caso. Dou o exemplo do processo 06P2037 que foi objecto de apreciação pelo supremo à mês e meio:

O Tribunal Colectivo do 2.º Juízo Criminal de Vila Franca de Xira (proc n° 191 30.0 GBVFX), condenou, além do mais:

OJMS, como autor material de 1 crime de roubo agravado (actos de 26.4.2000) dos arts. 210°, n.ºs 1 e 2 , al. b) e 204°, n.º 2, al. f) do C. Penal, na pena de 4 anos de prisão, como autor material de 3 crimes de roubo (factos de 14.3.2000, 10.4.2000 e 28.5. 2000, do art. 210.º, n.º 1 do C. Penal, na pena de 2 anos de prisão por cada um deles e, em cúmulo jurídico das penas parcelares, na pena única de 6 anos de prisão.

AMM, como autor material de 1 crime de roubo agravado (factos de 26.4.2000) dos arts. 210°, n.ºs 1 e 2 , al. b) e 204°, n.º 2, al. f) do C. Penal, na pena de 4 anos de prisão, como autor material de 1 crime de roubo (factos de 10.4.2000), do art. 210°, n.º 1 do C. Penal, na pena de 2 anos de prisão, e, em cúmulo jurídico das penas parcelares na pena única de 4 anos e 8 meses de prisão.

CAMS, como autor material de 1 crime de roubo (factos de 28.5.2000) do art. 210°, n.º 1 do C. Penal, na pena de 2 anos de prisão


Posto isto, como é que pode haver qualquer dúvida em relação ao peso usado para julgar a Gisberta? Para os juízes era apenas um "resto de tudo" que mais tarde ou mais cedo acabaria por morrer. E ainda por cima paneleiro, pensaram eles. E ainda por cima, paneleiro com ganas de mudar a ordem determinada pela Natureza, que tb há uma Natureza laica, não é só aquela inspirada pelos crentes numa fé. Um gajo faz 3 roubos e leva com 10 anos de prisão. Vai uma aposta que o puto de 16 anos vai ser condenado a muito menos que isto? Pois... vi logo...



Mas já falei tanto deste tema durante o julgamento que vou entregar o debate aos restantes camaradas de caixa de comentários ; )))) incluindo o Boss, claro está

Fora-de-Lei disse...

Julio Machado Vaz 3:25 PM

Professor, agora já só falta um mau resultado em Viena e a consequente notícia de que estará para breve uma revisão em baixa do número de elementos da equipa técnica do Benfica... ;-))

noiseformind disse...

Mas ainda há exemplos mais graves. Como esta sentença em que mesmo sem ninguém ter visto o agressor a agredir o Tribunal da Relação do Porto manteve a sentença para uma Ofensa Corporal:

"1- O tribunal “a quo” na audiência de julgamento deu como provado que o arguido munido de um objecto, aparentando ser um chicote ou actuando como tal, desferiu diversos golpes no pescoço, costas, membros e nádegas do ofendido com o objectivo de o molestar fisicamente;
2 - Fundamentou a sua convicção no depoimento do arguido que negou que tivesse agredido o ofendido e, ainda, no depoimento do ofendido e da testemunha C.....;
3 - A qual, com um depoimento claro, sereno e totalmente desapaixonado, admitiu que não presenciou qualquer agressão, não obstante estar acompanhado do arguido, deixando apenas de o ver durante um ou dois minutos. Referindo, no entanto, que nesse espaço de tempo não ouviu qualquer sinal de agressão ou de queixume, muito embora se encontrasse muito perto;
4 - De todas as testemunhas que depuseram na audiência de julgamento, nenhuma presenciou qualquer agressão praticada pelo arguido;
5 - Na apreciação da prova produzida em audiência de julgamento, verifica-se desconformidade com o que realmente se provou e o que foi dado como provado;
6 - Sendo violado o art.º 410º, n.º 2 al. b) do Cód. Processo Penal;
7 - Da prova produzida em audiência de julgamento, resultaram fundadas dúvidas quanto à prática do crime por parte do arguido;
8 - Violando-se, assim, o princípio “in dubio pro reo” constitucionalmente consagrado, designadamente no art. 32º da Constituição da República Portuguesa."

(...)
(...)
(...)
(...)

"3. Decisão
Face ao exposto, os juízes da 1ª Secção Criminal do Tribunal da Relação do Porto acordam em negar provimento ao recurso e, consequentemente, confirmar inteiramente a sentença recorrida.
Custas pelo recorrente, fixando a taxa de justiça em 3 UC."

Portanto, QUEM é agredido não é um factor displicente em relação à sentença proferida. Se um agredido é um menor, mesmo que não haja provas da agressão, nem sequer físicas, basta a palavra do menor para uma pena de prisão efectiva. Se o agredido é uma pessoa que tem uma determinada identidade sexual fora dos cânones da sociedade, que não viva integrada numa classe média e padeça de SIDA mesmo com a confissão das agressões, variadas e perpetradas ao longo de vários dias... fica-se por uma pena de agressão...

Dar uma chicotadas é agressão, enfiar objectos no recto, espancar com canos de aço, tijolos, tentar incendiar e por fim ao fim de 2 dias deste tratamento arremessar de uma altura de 15 metros para um poço tb é agressão. Estámos informados.

blogico disse...

Pergunta de ignorante: não se pode acusar (e quem sabe, condenar) juízes de negligência profissional?
Como cidadão, sinto-me lesado com esta decisão e presumo que haja muito mais gente que concorda comigo. E ainda por cima estamos todos a pagar-lhes para isto...

thorazine disse...

"Ainda nos intriga a razão pela qual numa primeira fase três deles [...], chegaram a levar-lhe [a Gisberto] géneros alimentares e a confeccionar-lhes refeições, nomeadamente arroz no local onde 'vivia', para, de um momento para o outro, passarem a ser também parte dos que o começaram a agredir"

Não sou psicólogo, mas já fui (e ainda sou) puto. E sei, como voces devem saber, que quem se "corta" é o zequinha do grupo. Quando se está em grupo, como diz no texto, tudo é permitido. Com a agravante da adrenalina de estar a quebrar "barreiras".

Para mim, voltarem para uma instituição ou mesmo serem condenados como adultos é estar a pagar-lhes a escolhina de criminoso. Acho que deveriam ter severo acompanhamento para realmente terem consciência do impacto dos seus actos nas outras pessoas, (porque eu não acredito que quem cometa atrocidades destas consiga deixar a culpa romper dentro de si).

thorazine disse...

*escolinha

vareira disse...

Onde está aquele juíz que manda os putos para actividades de recuperação social?Penso que nos açores!Estes putos, e concordo com thorazine, vão ficar com a escola toda...

chato disse...

Quem foi que perguntou um dia (frase referida numa obra de ficção): "Quem guarda os guardas?"
Quem julga os juizes?
Quem mata os que matam?
Quem rouba os ladrões?
Quem viola os violadores?
Quem morde os cães?
Ninguém.
Nada nem ninguém.
Nem a Sociedade.
Cabe-nos em face de todos estes casos chocantes, enfiarmos a cabeça num carapuço por vergonha porque a culpa é toda nossa, de cada um de nós.
Eu sei que tudo isto é muito chato, diria mesmo uma chatice. Mas, que devemos fazer?
Seguir o exemplo (ainda ontem deu o Bowling for Columbine) do Banco que oferece uma arma a quem abrir uma conta?
Vamos todos voltar ao farwest?
Estes miúdos hoje são isso mesmo: os Billy The Kid do antigamente.
Já não existem Wyat Earps nem Tim Tins nem Milús nem Cavaleiros Andantes.
Os Homens Aranhas e os Batmans de hoje são oa mass media a debitarem bytes e neons e freons de violência.
Já não existem Sítios de Picapaus Amarelos nem Belas Adormecidas (com que adormeceram os nossos sonhos antigos e moldaram os nossos ideais à maneira deles).
Hoje são as "Gilbertas" desta Sociedade decadente que são julgadas como a escória da mesma enquanto aqueles que lhe fazem o funeral, seja ele qual for, não o fazem com intenção de matar, apenas o fazem porque o "Grupo" assim o ordena.
Make love, not war (a maior lenda de todas as lendas - ainda que verdadeira!)

amartejo disse...

Como é que neste milénio ainda se conhece tão mal a natureza humana?
Estou de férias já li «O Tempo dos Espelhos», adorei e sobretudo grande empatia com as reacções à morte e fim de vida dos pais,parabéns pela honestidade.

PAH, nã sei! disse...

um dia destes já só falta o DR publicar algo que desculpe "mortes" aos pekeninos...

/desculpem... sarcasmo de prof de biologia zangada/

Diário da República, 2.a série—N.o 148—2 de Agosto de 2006; Despacho n.o 16 078-A/2006

"Considerando que os exames de Química (código 642) e de Física
(código 615), integrados na 1.a fase dos exames nacionais do ensino
secundário do presente ano lectivo, se referem a disciplinas com
programas novos que introduziram rupturas com a experiência
anterior;
Considerando que tais programas foram tardiamente aprovados,
implicando dificuldades significativas na adaptação dos manuais escolares
e dos próprios docentes às novas exigências;
Considerando que aquelas duas disciplinas, sendo anuais, foram
sujeitas a um procedimento de exames inicialmente não previsto, que
não pôde beneficiar de experiência anterior e para o qual não foi
assegurada adequada preparação;
Considerando que os resultados nos exames de Química
(código 642) e Física (código 615) apresentaram valores médios muito
inferiores aos verificados em anos anteriores nas mesmas disciplinas;
Considerando que tais resultados, ao contrário do que habitualmente
sucede, implicariam este ano excluir liminarmente 80% dos
alunos de Química e 67% dos alunos de Física da possibilidade de
concorrerem a cursos do ensino superior em que os exames dessas
disciplinas constituem provas de ingresso;
Considerando que, não tendo sido apurados erros técnicos ou
científicos nas provas, nem irregularidades no procedimento respectivo,
há fortes motivos para atribuir ao excepcional conjunto
de circunstâncias acima descrito a principal responsabilidade pelos
resultados anormalmente baixos que se verificaram este ano naquelas
disciplinas;
Considerando, assim, que os resultados verificados no processo de
avaliação comprovam que as referidas circunstâncias excepcionais
implicaram, efectivamente, um grave prejuízo para os alunos, com
reflexo nas condições de sucesso das suas candidaturas ao ensino
superior;
Considerando, em particular, que o circunstancialismo excepcional
causador desta situação não é, de modo algum, da responsabilidade
dos alunos que se apresentaram a exame;
(...)"

andorinha disse...

Boa tarde.

"...o colectivo de juízes foi muito crítico para com o sistema de protecção de menores."
Estou de acordo, estas instituições nunca me mereceram muita confiança. Haverá excepções que confirmarão a regra.
De resto estou de acordo com os comentários feitos.

FDL (11.54) (3.01)
Vês que quando queres até fazes comentários pertinentes?:)

Chato (6.47)
É cahto, custa-me dar-te razão:), mas tem que ser:)

Pamina disse...

Boa noite.

Infelizmente, já verificámos aqui anteriormente não só que um determinado acórdão é escandaloso/tem uma lógica incompreensível, como que há muitos outros iguais ou piores (relat. à violência doméstica, por ex.), pois é habitual o Noise fazer um estudo comparativo (julgo que a Angie também uma vez citou vários). Aqui, a comparação mostra uma diferença de tratamento realmente flagrante. Dir-se-ia até que o tribunal de Vila Franca estava a julgar adultos.
Se fosse possível efectuar um inquérito sobre qual é o "crime pior", gostaria de saber qual a percentagem que teriam esses roubos julgados em Vila Franca versus este homicídio oficioso. Penso que para grande parte da população a integridade do património é capaz de ser mais importante do que a integridade física dum marginal e que a mentalidade dos juízes reflectirá isto, mas posso estar enganada.

Também me chamou a atenção a parte que o Thorazine destacou (4.14) e concordo evidentemente com a sua análise. Posso perfeitamente imaginar um dos miúdos que inicialmente levava comida a ouvir dos outros um "É pá não me digas que também és maricas".
Aqui há uns anos um grupo de cerca de 8 miúdos, alunos do Viktor, com apenas 10/11 anos assaltaram o Carrefour de Telheiras. Claro que cada um deles sozinho não o teria feito.
Também concordo com a última parte do comentário do Thorazine relativamente à necessidade de os fazer compreender "o impacto dos seus actos nas outras pessoas", como ele diz. Não sei se é utópico ou se há condições para isso. A tarefa não me parece fácil, julgando pelo gesto do dedo espetado que fizeram à saída do tribunal. Pode ter sido por um género de bravata, mas penso que neste momento se sentem revoltados com a condenação.

Anatta disse...

(teste)...estou aprender a postar :)

Anatta disse...

Depois do que li, veio-me à memória o poema que está nas páginas iniciais do seu livro "O tempo dos espelhos"...

CêTê disse...

Thora,
" (porque eu não acredito que quem cometa atrocidades destas consiga deixar a culpa romper dentro de si). "
Olha que sim, olha que sim. Todos os grupos têm elementos "arrebanhados" pelo medo. E são normalmente elementos frágeis, tímidos e até com sentido de justiça. Lembram-se, foi um dos miúdos que procurou a ajuda de um professor relatando os pesadelos que tinha- uma clara forma de pedido de ajuda e de culpa. Nem todos os garotos que estão em instituições ou que me grupo praticam crimes têm "vocação" de deliquentes.

CêTê disse...

pah, isso é muita areia! ;]]]]]
Eu sei de uma Secretaria de Estado que aceita qualquer "merda" (desculpem) que para lá mandem e que defende de unhancas de fora os Encarregados de Educação. Portanto, minha amiga, se tens reclamações a fazer procura saber quem são os amigos da/do dita cuja e faz-te passar por uma Encarregada de Educação. (Por professora só mesmo se fores "tu cá, tu lá".)
Não sei de ´«e só experiência minha mas quem protege cegamente alguém ou alguma coisa acaba por se dar mal- criam escudos de impunidade tão grande em volta da "coisa" protegida que a "coisa" agride o próprio protector. Metafórico e complexo? Tem mesmo de ser.

PAH, nã sei! disse...

cêtê - eu quero uma secretaria de estado dessas !!! buáááá!!!

:'(

:,(

:,(

:,(

zamy disse...

Não se espantem... não conseguiram descobrir a motivação porque são grandes angliopes .... e de facto para eles são brincadeiras de mau gosto.... Mas... onde fica o Estado e a instituição de acolhimento. Não podemos dar cabo da obra social da igreja

noiseformind disse...

Fdl, Andorinha, Boss e quejandos interessados,

LFV acaba de dizer na SIC NOTÍCIAS, em directo penso eu,

"Não quero ser avaliado pelos resultados do futebol."

Boss, cumpre o teu devir tal como o Rui Costa e regressa ás lides do ténis de mesa para ajudar o Benfica a concentrar-se, finalmente e por fim, no seu core-business : )))))))))))))))))

Aspásia disse...

Thorazine

(ainda sobre o Post anterior)
Que bom o teu bisavô ter atingido tão magnífica idade. É verdade que com o tempo conhecemos também melhor o próprio corpo.
Outra mezinha muito boa é um dente de alho cru(na comida) por dia... sempre que me lembro faço, meu pai também.
Não convém é dar beijocas logo a seguir...;)))

Uma para ti (já gargarejei) e só espero que também chegues, pelo menos, à idade desse bisavô...:=)>

andorinha disse...

Noise,
Essa frase fora do contexto não significa nada.........

E não sabias mandar-me uma sms a avisar que o LFV ia estar na SIC Notícias?
Assim, só vi os últimos cinco minutos:(
Já sabes que eu sem horários ando sempre meia "despassarada".:)))))

Aspásia disse...

Uma grande perda hoje para os amantes da música.
Elizabeth Schwarzkopf, a "Callas" do Lied (Canção Clássica), deixou-nos aos 90 anos de idade.

Um "Brava!" para a diva.

noiseformind disse...

Andorinha,
Perguntaram-lhe se os benfiquistas deveriam esperar o título este ano e ele respondeu tal e qual :)


Até pq, quanto meto aspas é mesmo aspas, não há versão nro 2...


Aspásia,
Agora é que podias dar aqui uma ajudinha, braço amigo a amigo manco e com dúvida gramatical: qual o substantivo de estar entre aspas? Asparizado? Asparido? Asparsado? Confesso que nenhum dicionário, online ou em papel até ao de 1845 (o famoso Unniversitário) ajudou ; (((((((((((
E o passamento Schwarzkopf (pelas notícias de doença prolongada) não me surpreendeu. O que me chocou foi a velocidade com que todo o seu texto na Wiki foi refeito quando fui ver que obras é que tinham lá destacadas, vivemos tempos muito rápidos mesmo. O texto é muito rico biograficamente e muito pobre musicalmente, e até mais, indigno. Aí tens uma boa missão, se tiveres ânimo para isso ; ))))

thorazine disse...

cête,
há os putos "arrebanhados" pelo medo, ou pelo descontentamento de serem o "lixo" social. Mas isso não é desculpa. Há os zequinhas, que optam por não dilacerarem o seu ego perante os seus comparsas e não serem "maricas". Não têm desculpa. Todo o ser humano têm hipótese de fazer escolhas, pode é muitas vezes esses caminhos ou opções estarem ofuscados por valores maiores (ou a ausência destes), não sei.

Lembro-me agora das crianças selvagens, que ganiam como um cão e comiam e bebiam do chão com a própria lingua. Nenhuma da programação do que é "ser humano" lhe foi incutida. Receio que com estes rapazolas aconteça o mesmo..e realmente e estavam a reagir, em vez de agir. Talvez nunca tenham aprendido a agir. Talvez o que eles precisem é de aprender a sentir..

Aspácia,
eu como alho, mas não consigo comer inteiro. Só mesmo cortadinho ou passado no almofariz. Mas como. Água fervida logo ao acordar também "ouvi dizer" (como a típica mézinha) que "lava" os rins. :))
Mas nem alho nem cebola são aconselhados aos beijoqueiros..hehe

Gostava de viver também até essa nobre idade, se não ficasse senil ou imovel. Quero acima de tudo não morrer com dignidade mas sim morrer com ela. Sou menino para quando chegar à horinha me virar para o cloreto de potássio! Tenho a experiência do meu avô paterno, que morreu com dois "cancaros". Custou-me ouvi-lo dizer que nem forças tinha para se matar. Não quero passar por isso, quero viver com vontade.

Mas se lá chegar com saúde, venha ela. :))))))))))

thorazine disse...

*onde se lê "morrer" pela segunda vez deverá lêr-se "viver".

Estar vivo é o contrário de estar morto! :)))

thorazine disse...

ASPÁCIA? LOL

Desculpa, saiu-me mesmo ao lado esta! :)))))))))))))))))))

thorazine disse...

Bem, não mando uma ao lado. Lembrei-me que queria dizer "cianeto de hidrogénio" em vez de "cloreto de potássio". Em vez de pensar em HCN pensei em KCL, que por sinal nada têm a ver. Falta de fosforo, é o que é! Sorry! :))

Aspásia disse...

Thora

Aspácia fica giríssimo e aliás é honroso pois lembra a famosa sábia Hipácia, matemática, filósofa e bibliotecária da Biblioteca de Alexandria que defendeu até à morte aquando do incêndio da mesma. Já se mandava queimar a sabedoria nesses tempos, parece...

Quanto ao alho também não como inteiro, mas fatiado na comida... e essa da água fervida tem graça eu costumo beber meio litro em jejum mas sem ser fervida, só morna, porque ajuda os intestinos a trabalharem e de preferência com 2 ou 3 ameixas secas que ficaram de molho na véspera...

Ó Professor, isto está a ficar um consultório menos de Psiquiatria e mais de Naturopatia...:)))

Aspásia disse...

Thora

Para acalmares quanto a esses pensamentos sorumbáticos, também podes tomar Lítio (Li)...

Aspásia disse...

Noise

Quanto ao adjectivo significante de "estar entre aspas"... será "aspásio"? Talvez "aspasiado"?
Estou com preguiça de ir ver... mas fico extasiada com a ideia de ficar entre aspas... mas não "nas aspas" que era um instrumento de tortura...:(

Quanto à correcção do repertório da E. Scharwzkopf parece-me que mais indicados que eu são o Viktor e a Pamina...

Porta-te bem e não te deites tarde...;))

Aspásia disse...

Schwarzkopf...

Aspásia disse...

Noise

Não resisti e fui ao Houaiss, afinal é bem simples: "aspado", que também pode ser crucificado na aspa.

Bem e com esta me r"aspo"...;)

noiseformind disse...

Imagino os benfiquíticos convivas desta caixa de comentários a sorrir diante desta conversa nossa sobre aspas. Imaginam já a frase

FERNANDO SANTOS, TREINADOR DO BENFICA

com aspas na palavra treinador

loooooooooooooool loooooooooooooool loooooooooooooooool looooooooooooooooooool

OBrigado pela tua celeridade em tratar-me desta insolvível dúvida ; )

noiseformind disse...

Andorinha,
Só agora é que reflecti bem na coisa... despassarada???????????????????????????????????????????????????????? E isso doi?????????????????????????????? E é legal??????????????????????????? Não eram só os árabes sub-sarianos que alinhavam nisso????????????????????????????????? ; )))))))))))

thorazine disse...

"Não mando uma ao lado" - disse eu! ERSS

Aspácia :) ,
acho que nem com Lítio vai lá, só mesmo com terapia de choques como antigamente (ou não, pelo que dizem ainda há quem os faça).

Isto aqui é só cultura. Aspásia, Hipácia, Pamina, só nomes de mulheres que não sabia da sua existência até então. Para mim o mundo era feito de homens, excluindo "a virgem"! :)))))

chato disse...

Quésse dizer: de uma discussão sobre a douta sentença de um Juizo sobre um crime, passa-se para uma discussão sobre gerontologia e alimentação.
Bem: um remédio santo para a boa forma física de qualquer corpo humano: 3 litros de água por dia
2 copinhos de vinho maduro tinto ao almoço
Fruta quanto se consiga comer
Mel
Fibras (feijão, grão, ervilhas, legumes, etc.)
Pouca carne vermelha
Muito peixe
Azeite
Depois: uma vez por semana, comer do que se gostar à vontade nem que seja uma ranchada ou um bom cozido à portuguesa.
Principal: Drogas, nem uma (tabaco incluido)
Boa semana e já sei que isto tudo é uma grande chatice (nem eu cumpro com isto)

Fora-de-Lei disse...

Se procuram emprego, fiquem com algumas dicas para melhorarem o vosso Curriculum Vitae no que respeita a empregos anteriores:

- Especialista em Marketing Impresso (empregado da fotocopiadora)
- Supervisor Geral de Bem-Estar, Higiene e Saúde (empregado de limpeza)
- Oficial Coordenador de Movimentação Interna (porteiro)
- Oficial Coordenador de Movimentação Nocturna (segurança)
- Distribuidor de Recursos Humanos (motorista de autocarro)
- Distribuidor de Recursos Humanos VIP (motorista de táxi)
- Distribuidor Interno de Recursos Humanos (ascensorista)
- Directora de Fluxos e Saneamento de Áreas (a senhora que limpa as casas de banho)
- Especialista em Logística de Energia Combustível (gasolineiro)
- Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil (pedreiro)
- Segundo Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil (servente de pedreiro)
- Especialista em Logística de Documentos (paquete)
- Especialista Avançado em Logística de Documentos (estafeta)
- Consultor de Assuntos Gerais e Não Específicos (vidente)
- Técnico de Marketing Direccionado (distribuidor de publicidade nas caixas de correio)
- Especialista em Logística de Alimentos (empregado de mesa)
- Coordenador de Fluxo de Artigos Desportivos (apanha-bolas)
- Distribuidora de Produtos Alternativos de Alta Rotatividade (stripper, table-dancer)
- Técnico Especialista em Saneamento de Vias Publicas (almeida da câmara)

andorinha disse...

Bom dia.

Isto é que foi tertuliar até às tantas!
Já tirei daqui algumas dicas para o meu regime alimentar, já não preciso de consultar um nutricionista:)

Noise(3.30)
Não percebi, o que têm os árabes sub-saarianos a ver com o meu "despassaramento"?
Tens que ver que acordei agora e ainda não tomei café...:)


Fora de lei(11.01)
Loooooooooooooooooooooool

thorazine disse...

andorinha,
acordar só agora? Não se aproveita a praiazinha pela manhã? Ahh pois, esquece...és de Guimarães! :)))))))))

FDL,
:))))))))))))))))

Klatuu o embuçado disse...

Com tanta inconsciência dos réus e insubstância da prova e genuflexão de quem julga... tenho que chegar à conclusão de que: eram 13 animais!
Pois bem... os animais abatem-se, ou devolvem-se à selva ou fecham-se numa jaula para gáudio do burguês domingueiro!
E o que se faz a quem deveria tomar conta das alimárias???
???

Klatuu o embuçado disse...

P. S. Vou ver se perco umas semanas e lhe programo uma I.A. tipo «grupo-analista-on-line-para-caixa-de-comentários»!

Aspásia disse...

FDL

Maravilha de upgrade de categorias profissionais!!!

Faltou:

Funcionário especialista do ramo criminal - Fora-da-Lei.

Sugiro-te consulta do meu último Post no Jardim de Aspásia para veres algumas, mas em Latim moderno... e não só profissões...

;)

angelic fruitcake disse...

a minha alma está parva...há coisas que me fazem rir, outras chorar e outras sem saber o que fazer.isto é uma delas...fico,apenas,com a alma aparvalhada.como estava o juiz e restante gangue de ajudantes quando deram a sentença...quem é pior,afinal?quem matou uma pessoa ou quem deixou os assassinos à solta?venha o diabo e escolha e mesmo ele vai ter muita dificuldade me escolher...e não fica com a alma aparvalhada porque já não a tem...fica apenas com o cabelo despenteado.

andorinha disse...

Thora,
Sou muito dorminhoca, aproveito a praiazinha de tarde.
E digo-te que estava óptima:)

fiury disse...

se há coisas de que o direito portugues se pode orgulhar é da influencia de correntes ideológicas positivas no direito penal- nomeadamente ao que se refere a jovens- (em tão pucos anos de democracia)que muitas vezes os juízes tão bem aplicam. este será seguramente um bom exemplo. a lei obriga a procurar motivos objectivos e neste caso não há simplesmente, ou seja, por exemplo nenhum dos jovens é doente mental.
desejo sinseramente que ainda se salvem e que um dia façam coisas positivas que chamem a atenção dos adultos (o que às vezes é muito complicado) e que sejam recordados para que se olhe sem cobardia para a prevenção,( quanto mais não seja por motivos económicos!), já que os outros parecem não nos parecem tocar.

fiury disse...

"já que os outros parecem não nos tocar"

moon disse...

Hello!

Internam-se então os "putos" em instituições 'próprias' para o efeito e, de preferência, longe dos olhares dos demais...
Na prática poucos sabem o que se lá passa e a maioria tão pouco quer saber.
Li há tempos um artigo sobre números e pelo que constatei as verbas atribuídas à recuperação (?) destes jovens em risco até não eram nada más. Os resultados é que não aparecem e também não há muito quem peça contas... Se existem meios (e eu julgava que existiam muito menos) então porque tardam os resultados?
Estas instituições parecem funcionar um pouco à semelhança do modelo dos antigos bairros sociais para onde eram "despejados" aqueles que não tinham mais para onde ir e os 'incómodos',acabando por se gerarem, na maioria dos casos, bairros muito problemáticos e autênticas escolas do crime.
Torna-se, assim, difícil reabilitar o que quer que seja...
É claro que não defendo que estes jovens devam passar impunes. Apesar de tudo, acho que eles têm noção do que é certo ou errado e precisam de saber, com clareza, que há limites.
E mesmo que se diga que eles são um produto desta sociedade e blá, blá... a decisão foi deles e a escolha que fizeram foi muito errada. Vamos esperar então que esta mesma sociedade lhes dê a hipótese de se tornarem pessoas com consciência de cidadania. Porque se assim não for, não foi só a vida de Gisberta que se perdeu mas também a destes jovens.

Sonhos doces!

Aspásia disse...

Se não fosse trágico seria para rir... só cá nesta terra, mesmo!
O mistério do quarto 311 do Hospital D. Pedro em Aveiro (facto
verídico).
Durante alguns meses acreditou-se que o quarto 311, do
hospital Dom
Pedro em Aveiro, tinha uma maldição.
Todas as sextas-feiras de manhã, os enfermeiros descobriam um
paciente morto neste quarto da unidade de cuidados intensivos.
Claro que os pacientes tinham sido alvo de tratamentos de
risco mas,
no entanto, já se não encontravam em perigo de morte.
A equipa médica, perplexa, pensou que existisse alguma
contaminação
bacteriológica no ar do quarto. Alertadas pelos familiares das vítimas, as
autoridades conduziram um inquérito.
Os utentes do 311 continuaram, no entanto, a morrer a um ritmo
semanal e sempre à sexta-feira.
Por fim, foi colocada uma câmara no quarto e o mistério
resolveu-se:
todas as sextas-feiras de manhã, pelas 6 horas, a mulher da
limpeza
desligava o ventilador do doente para ligar o aspirador!!!"

Aspásia disse...

Se de facto é verdade... no comments...

Su disse...

não há comentários pq é simplesmente vergonhoso...

jocas maradas

noiseformind disse...

?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

http://anedotas.aeiou.pt/aleph/ficha?pesquisa_piada+34161

http://www.iol.pt/centros/gargalhadas/artigo.php?art_id=7233&cat_id=20&seccao=1

http://www.snopes.com/horrors/freakish/cleaner.asp


Malta,
Mas isso é uma anedota!!!!!!!!!!!! Já existe há anos. Já a recebi dezenas de vezes em várias línguas. Descansa Aspásia, e confia nas mulheres de limpeza deste Portugal ; ))))))))


"Summer 1996 saw this hilarious yet chilling account take the Internet by storm. In an article purportedly from the 13 June 1996 Cape Times ("Cleaner Polishes Off Patients"), it quickly became the story of the moment. Various publications picked it up and ran it as a news item, further adding to the legend's credibility."

noiseformind disse...

E isto é importante,
"An additional thread that ties all of these stories together. It's no accident these legends are told about janitors and secretaries — they are considered lesser beings in the world of labor, and are often presumed to be of lower intelligence. In each of these tales, someone from the bottom rungs of the corporate ladder who has access to key equipment but lacks so much as a basic understanding of its function and importance screws the pooch. Such tales confirm the commonly-held stereotypes of those who hold those jobs."

Aspásia disse...

Noise

Ainda bem que viste e esclareceste este bad taste joke tão depressa.
Pois olha que, dado as anedotas reais que todos os dias por cá se passam, quase acreditei, mas ainda tinha posto um "se". Também ir-se aspirar às 6 da manhã, fazendo barulho, o quarto de um doente grave... além disso então por que não se aspirava todos os dias? Também me parece que é costume é lavar-se o chão dos quartos que á mais silencioso e higiénico...

Claro que é um insulto a essas profissões, chamadas menores, mas bem duras, muito merecedoras de respeito e necessárias...

Vivam os/as porteiros/as, jardineiros/as, empregados/as da limpeza, serventes de pedreiro, almeidas e afins!

Vivam o Sousa e a Gertrudes!!! (que tal vai isso aí pelo "Cas(n)telão" ? Os Patrões estão numa boa e vocês têm tido menos trabalho?)

Como não tenho mordomo, vou aquecer o almoço no microondas... sem desligar a tomada da ventoinha, claro...;)))

Aspásia disse...

"o costume é lavar-se o chão dos quartos que é mais silencioso..."

Aspásia disse...

Entretanto recebi esta... pode fazer-se rir sem ofender...

Dois padres resolveram fazer férias no Algarve.
No entanto decidiram que estas deveriam ser mesmo férias e portanto nada
deveria identificá-los como membros do clero.
Logo que o avião aterrou dirigiram-se a uma loja de surfistas e
compraram o último grito em calções, sandálias, t-shirts, óculos de sol,
etc.
Na manhã seguinte, foram até à praia vestidos como verdadeiros turistas.
Estavam sentados nas suas cadeiras de praia a tomar uma caipirinha,
enquanto gozavam o calor do sol, quando uma loura em topless, de fazer
qualquer um perder a cabeça, se dirigiu na sua direcção.
Os dois padres não conseguiram evitar segui-la com o olhar.
Quando a jovem passou por eles, sorriu e individualmente
cumprimentou-os:
-'Bom dia Senhor Padre', 'Bom dia Senhor Padre, com um ligeiro aceno de
cabeça e continuando no seu caminho.
Ficaram os dois siderados, como era possível que ela os reconhecesse
como padres?
No dia seguinte dirigiram-se de novo à loja de surfistas e compraram
roupas ainda mais berrantes.
De novo os dois padres se dirigiram para a praia para gozar o sol, as
vistas e uma caipirinha.
Eis senão quando, a mesma loura de fazer perder a cabeça, desta vez numa
tanguinha ultra reveladora, se aproximou deles e os cumprimentou:
-'Bom dia Senhor Padre', Bom dia Senhor Padre', após o que se dispunha
seguir o seu caminho.
O padre mais velho não se conteve e chamou-a:
- 'Um momento menina'...
- 'Sim?' respondeu ela, com um sorriso nos lábios bem definidos e
sensuais.
- 'Nós de facto somos padres e temos orgulho em sê-lo, mas como
conseguiu descobrir isso?
- 'Senhor Padre, sou eu, a Irmã Amélia!...

thorazine disse...

Aspácia,
por acaso essa já era antiguinha.

Mas no Hospital de Aveiro há a anedota (ou não, pelo menos já vi fotos e videos mas se são lá não sei,) das violações feitas pelos maqueiros às pessoas (mulheres) com anestesia geral ou em coma. Se no Kill Bill caiu mal, imagina na realidade.. :((((

Aspásia disse...

Thora

Pelos vistos não foste para a praia ou estás à sombra do guarda-sol com o Wireless... sim porque ninguém deve estar hoje ao sol antes das 4 e meia, cinco...
Pois essa dos maqueiros faz-me lembrar o "Fale com Ela" do Almodôvar, um dos poucos filmes que vi no cinema e revi em vídeo nos últimos 10 anos por causa dos meus problemas oculares. (Não vi esse Kill Bill).
No caso do filme, um dos melhores que vi até hoje, de facto o Benigno fazia aquilo por amor, mas não concordo, por muito amor que houvesse. Claro que só no filme é que deu para a moça sair do coma... e não me parece que esses violadores o façam com alguma esperança de que as vítimas saiam de coma... serão da mesma laia dos que mataram a Gisberta, atacam os indefesos e com a agravante de serem adultos(?)... mas náo seres humanos nem do reino animal com certeza... devem pertencer a algum universo de anti-matéria, talvez...:((

Aspásia disse...

Para conheceres mais> mulheres sábias:Elas estavam era escondidas!

Segue os links que lá estão, além de Aspásia de Mileto e Hipatia de Alexandria, poderás conhecer Tróctula de Salerno!!!

Se eu tivesse sabido antes, em vez de Aspásia, tinha escolhido Tróctula para nick...LOOOOOL... mas pode ser que ainda alguém aproveite a ideia...

Aspásia disse...

Entretanto, aproveitaram-se do meu nome para erigir este antro de perdição!!!

Que perjúria!!!

Pamina, reclama para o governo da Holanda!!!

Mas estou a ver que o Noise vai aproveitar...;)

Aspásia disse...

Valha-me Zeus!!! E mostram-se lá quartos em vistas de 360º, começando logo com uma banheira - ou será um bidé? - cheio de leite de burra...
Bem vou deixar esta prática de Obscena Observandi Cupida
e vou para as Termas de Salerno onde há mais respeito...

yulunga disse...

Dr. Murcon
Com a forma como a justiça anda a ser (mal) aplicada quando soube da notícia fiquei 50% surpreendida; os outros 50% vão para o: já esperava algo do género.
as agressões aconteceram "por razões que não se conseguiram aqui apurar", neste tipo de gente pode existir uma: Sei lá. Porque sim!

Essas desculpas das actuações em grupo nunca me convenceram, mas começo a ficar convencida que isso afinal é mesmo assim. Não falo das atitudes em grupo desse tipo de delinquentes; falo das nossas: todos em fila bem ordenada metemos a cabeça na areia.

CêTê disse...

thora,
LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL isso explica muita coisa! Diferentes memórias pósanestésicas. LOOOOOOOL
É cada uma! Isso deve ser fantasia tua, pá!

amnhã vou estar de olho nos maqueiros. LOOOL

CêTê disse...

"amanhã" é força de expressão- até porque fui dispensada do serviço de limpezas dos quartos-dava azar.

ò pessoal, o nosso "patrono" estará a abocanhar uma francesinha e a sorver uns finitos? Livra! Isto aqui está a pedir um motim! LOL

thorazine disse...

Cête,
para essas fantasias tenho sempre o novo produto erótico, "buceta em lata". E ainda para mais quem tiver jeito pó "bricolage" sempre fazer em casa --> http://www.youtube.com/watch?v=sXGbZQ5z9oQ (Como diz o outro, é preciso é não confundir com outras latas e beber o conteudo!! [Foi mt má?]) :)))))))))))))))

Tróctula,
se é Benigno só poderia ser por amor!!! :))))

Mui bien las mujeres sabias!! Mulheres que viveram recentemente do género da Marie Curie (há uns tempos que ando para ler o seu livro biográfico) e Virginia Woolf obviamente conhecia. Mas não fazia ideia que tinha "sido gasto papel" a preservar a memória das sábias de antigamente! Obviamente que existiram! Lembro-me de mais uma: A padeira de aljubarrtoa!! ;)))))))))))

Em relação ao Kill Bill é filme que prima pela estória, fotografia e violência. É Tarantínico. Não é para todos, penso eu. Mas estes dias os filmes recomendados pelo Aquiles: "A queda do império Americano" e "Invasões bárbaras". Excelentes os dois. No último a minha namorada chorou baba e ranho, realmente com uma força emocional excelente. :))) Só não percebi, penso no primeiro filme, se eles falavam ironicamente ou não dos "rabinhos dos meninos de 12 anos". Não sou o melhor para detectar ironias. Obrigado Aquiles! ;)))

E já que falamos de cultura, ninguém têm um album (passa de vinil) de "Alex Experience Oriental" que queira fazer um torrent? Ando à procura disso e não arranjo.. :(((

CêTê disse...

Essa de ter de comer enlatadas deve ser triste, digo eu!<;] Deve ser como o atum, não? Tipo "remedeio" para alguns, "desenrasca" de outros, preferência de outros. Mas´até se compreende são dispensadas energias e gastos na preparação.
lol

thorazine disse...

cêtê,
a bricolage é um processo criativo onde o resultado final pesa pouco na satisfação pessoal! :))))))))

Mas já faltava sitio para arrumar os vibradores!! hahaha :))))))))))

Aspásia,
infelizmente não fui pra praia. Aquela hora ainda estava a tomar o pequeno-almoço, mas..o motivo é que hoje o Porto acordou (pelo menos à minha hora) com uma espécie de "smog"! Devido ao incêndio em Paredes a luz estava amarelo torrado e o céu preto, um dia feio. A praia devia estar óptima na mesma, mas outras coisas preencheram o dia. Amanha pode ser o o S.Pedro ligue o exaustor e esteja mais bonito..e me puxe. Se existisse justiça divina eu já teria sido despejado do meu nobre lar já que basta eu precorrer uns rápidos dois quilometros para estar na praia, enquanto que o pessoal do centro se roi todo para ver o mar. Mas pronto, Ele percebe, tem de haver dias para tudo.. :)))

andorinha disse...

Thorazine,
Tens uma imaginação mirabolante, miúdo.
Isso cabe lá na cabeça de alguém???????

"Não sou o melhor para detectar ironias."
Estás aqui para aprender, né?:)
Com o tempo chegas lá.
E deixa-te de ironias.:))))))))))))))

Sabes mais do que aquilo que eu te ensinei. Looooooooooooooooool

thorazine disse...

andorinha,
PASH! Ainda me vens dizer que és tu que tens de ter cuidado com o que dizes. Apanhas tudo.. LOL

Mas ando aqui para aprender sim senhor. Mas ironias sempre foi um problema maior.. hehehehe :)))))))))9

andorinha disse...

Thora,
Tento só...estar atenta.:)))))
E dá gosto conseguirmos ultrapassar os nossos maiores problemas/dificuldades, portanto...daqui a uns tempos a ironia já não te mete medo.
Eu percebo onde queres chegar, miúdo, devo ter uma capacidade fora do comum para entender os jovens. Loooooooooooooooooooooooool

Cleopatra disse...

A sério, não comento. Se comentasse era um BOOM!!!!!
É melhor ficar calada...............
Será que consigo?