terça-feira, maio 24, 2011

A escolha...

As camionetas, as merendas, o passeio a Évora. Do outro lado, média de uma gaffe por dia. E ainda faltam catorze...

23 comentários:

João pedro fonseca da Rocha Barbosa disse...

<É um bom Sinal»

peacock disse...

Pois, 14 dias para a maior gaffe de sempre. Desta vez dos eleitores que apesar de se sentirem encurralados ainda não aprenderam a mostrar as garras ou simplesmente varrer a poeira que nos cega.
E assim vai o planeta terra ...

andorinha disse...

Não critique, o povinho gosta de passear e merendar:)

Quanto a gaffes não sei do que fala já que tenho tentado não ler, não ver nem ouvir nada.

Vi só uma sondagem e já bastou para ficar irritada.
Estou em greve às notícias até ao dia 5:)))

Anfitrite disse...

Já vi que está na mesma frequência que os media. Estas gaffes sempre se cometeram, só que não era para aí que apontavam os microfones e as câmaras. Mesmo assim continuam a pensar no povo, fazem os almoços mais baratos,só 10€, enquanto que os elitistas do BE levaram 15€ para quem quisesse almoçar. Aguardo pelo fim para ver qual é a média ponderada.

João pedro fonseca da Rocha Barbosa disse...

Peacock,

Cheio de ironia: gostei do titulo da musica...

http://youtu.be/k2CFDsG_oxg

João pedro fonseca da Rocha Barbosa disse...

Penso estar a falar do titulo do Album. Aparece no fim.

Boa Terça Feira.

Anfitrite disse...

Quem tem amigos não morre na prisão.

http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=1856855&especial=Revistas%20de%20Imprensa&seccao=TV%20e%20MEDIA

Manuel disse...

Quanto às «gaffes», sempre existiram, de facto, mas agora as pequenas «gaffes», sem importância, estão contidas noutra maior em que o povinho, ou povão, parece querer alegremente reincidir. É ver o entusiasmo de tanta gente para com tanto pechisbeque colorido de várias cores.
É altura de um novo «acordo ortográfico eleitoral», que elimine as consoantes mudas, as redundâncias e que crie um «novo dicionário político» que fixe «novas regras gramaticais», pois com este vocabulário e esta gramática não nos entenderemos nesta «babilónia» política.
Quanto ao vídeo da Anfi sobre os amigos na justiça (com j pequeno), só confirma o estado comatoso da mesma. É assim parecido com o estado do nosso sistema político-partidário. Os «artistas» de ambos parecem retirados de uma opereta bufa.

ana b. disse...

Prof:

Acho que as pessoas ainda não se aperceberam da traulitada que as espera. Só assim se justifica o êxito de tantas festarolas:)

Anfi:

Não se esqueça que a ementa do BE tinha caviar:)))

Bartolomeu disse...

Mas "eles" sabem, que apesar de tudo, o povo vota e, com mais ou menos gaffe, acaba por votar nos mesmos.
Isto deixa-me a pensar se, em vez de investir nos discursos, os líderes políticos, não ganhariam mais se investissem nas gaffes.
Afinal o pobõe gosta é de folclore e de concursos de mentiragem. Ah... e da bifana e do tintoli!

andorinha disse...

Bart, amigo meu, subscrevo o teu palavreado:)))

Uma tipa acorda, vem aqui tomar o café e fica logo indisposta ao pensar em tanto folclore...
Vale mais pensar em bifanas e tintol, está quase na hora!:)

ana b. disse...

Bart:

Eu prefiro branco:)
E o voto é a condizer:)))

Bartolomeu disse...

Andorinha... olha que mais vale ser uma tipa acorda, que uma tipa gorda. Apesar do velho rifão popular «gordura é formusura»!
;)))
Então e o belo do coiratinho?
Hmmm?
;)))

Bartolomeu disse...

Ah, eu também gosto do branco, dependendo da ocasião, ana. E, apesar de não seguir a regra, o momento político e social que vivemos, merece um bom e significativo branco, apesar de, em minha opinião não ir mudar grande coisa ao resultado.

Fora-de-Lei disse...

Como nos restaurantes de Massamá a muamba está em alta, em Évora a merenda do PS até meteu chamuças e tudo... ;-)

ana b. disse...

Este blogue está com problemas ou é azelhice minha?

Manuel disse...

Em vez das «gaffes» e da música pimba dos comícios eleitorais, deixo-vos estas preciosidades (uma por cada partido):

«Granada»: Connie Francis
http://youtu.be/IInctsU_7dM

«Besame Mucho»: Connie Francis
http://youtu.be/O3fM_mYMhxE

«Arrivederci Roma»: Connie Francis
http://youtu.be/8guG06ur3Kw


«Chitarra Romana»: Connie Francis
http://youtu.be/9Bsj-hpVtZk

«La Paloma»: Connie Francis
http://youtu.be/IQQIJQZoLsY

Manuel disse...

Ana b.

já descobri o truque.
Cole o comentário na caixa, clique em publicar comentário e, depois, clique em Iniciar sessão no canto superior direito do ecrã do blogue do Murcon.

ana b. disse...

Manuel,

Foi assim que eu fiz:)
Ele há dias em que estou inspirada:)))
Até eu fico espantada com a minha esperteza informática:)))

Não sei a que partido pertence mas escolhi o Besame Mucho:)
Para a troca, aqui vai:

http://youtu.be/lNpHBpNTazo

Caidê disse...

Manuel

Ah, chitarra romana! (Ouço-a com qualquer estado de espírito...)

Outra "versionne"

http://www.youtube.com/watch?v=wJ_oGVHQsLo

Nesta contagem decrescente: "Vemos, ouvimos e lemos" - alguma coisa que não soubéssemos já? Para lá do lixo...creio que os números de trapézio já não têm como nos surpreender.

Sondagens para quê???? São artistas portugueses.

Já só quero saber do final da história: venham os resultados. E depois? Arregaçar as mangas e ver o trabalho político que se pode fazer para que a desigualdade social seja menos gritante, a legislação seja mais humanizada/humanizante, a política que por aqui se faça seja mais séria, mais competente e menos corrupta.

Anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.