quarta-feira, maio 04, 2011

No intervalo.

Eu sei que vocês são obscenamente jovens, mas talvez por um acaso de zapping possam compreender a minha associação livre. Quando escutava José Sócrates anunciar em campanha eleitoral tudo o que, graças a ele..., a troika não nos imporá e apreciei a solidariedade esfíngica de Teixeira dos Santos foi irresistível recordar o programa Museu do Cinema. Depois de o Primeiro Ministro nos comentar o filme, esperei ouvi-lo pedir/ordenar: " Ó Teixeira, diz boa noite". Não aconteceu, mas também é verdade que embora nos tenham dado música não havia piano. Houve Catroga a seguir, não menos comicieiro! Eu fugi para a chuva catalã e um gesto enternecedor - a festa dos jogadores do Barcelona ao companheiro e amigo que regressou aos relvados após ter sido operado, segundo creio, a um tumor hepático. Espero sinceramente que não tenha sido uma derradeira homenagem:(.

54 comentários:

JoZe disse...

É nos intervalos que nos tramam!

ana b. disse...

Prof:

Para além de obscenamente jovem ( era bom,era...) também sou obscenamente insular pelo que só tive acesso a televisão em 1975, tinha eu 12 anos. Não fazia ideia a que programa se referia, mas ao pesquisar na net, rapidamente tirei o retrato. Imagino que deveria ser qualquer coisa semelhante à dupla de ontem com o Teixeira dos Santos a entrar mudo e sair calado.
Não sei da eficácia do programa na explicação dos filmes. Mas estou convicta que o Socrates somou pontos. Hábil como é soube acalmar o eleitorado quanto à não redução de ordenados, e não pagamento dos 13ª e 14ª meses. Só que o dinheiro vai ter de vir de algum lado. Muito provavelmmente de um agravamento da carga fiscal. Feitas as contas, vai dar no mesmo.

Pior que ele, só mesmo o Catroga. Mas pelo menos, fiquei a perceber o motivo do chumbo do PEC4 pelo PSD: o pacote era demasiado brando, insuficiente para as necessidades:)))

Quanto ao jogador do Barça ( reparou no meu desembaraço em linguagem futebolistica?:))) ) não creio que seja nada maligno. Não me parece que uma situação grave seja compativel com o esforço exigido a um jogador profissional. Mas como eu estou por fora deste assunto escuso-me a comentá-lo.

Manuel Henrique Figueira disse...

Caro Prof.

Como sabe, o António Lopes Ribeiro, apesar de ideologicamente fascista, ou apenas fascistóide, esteve a estagiar na URSS com o comunista muito militante Serguei Eisenstein, que era quem na altura tinha maior competência cinematográfico-propagandística política no mundo. A Leni Riefenstahl ainda estava para vir.
O Sócrates não é menos eficaz, não sei que Eisenstein ou Riefenstahl estará por detrás dele, mas certamente que não é simplesmente o Luís.
O Teixeira dos Santos não é menos competente na economia do que o Melo a tocar piano, mas acontece que, tal como já acontecera (por ter sido obrigado a isso ─ a incompatibilização entre os dois prova-o), foi fazer, eventualmente, o seu último frete. O Melo não, aquela fácies esfíngica era-lhe genética.
Quanto à tristeza do Catroga, nem me merece uma notinha de pé de página.

Pegando no seu segundo assunto, mas mudando de cenário, aqui vai uma provocaçãozinha de compincha desiludido: prefere o «funeral» em Braga ou em Dublin. Ou o local para a morte nunca se deve escolher?

P. S. Ana, gostei da forma como arrumou o assunto no Post anterior. Directa, frontal, ponto final, acabou-se. Já tinha percebido que é uma mulher de armas, consigo, que for à guerra que se cuide.

Deixo-lhe mais umas coisinhas da Aldina:

«Não vou, não vou»: Aldina Duarte ─ CD Mulheres ao Espelho
http://youtu.be/lmA-p8Whk7o

«Uma amante»: Aldina Duarte ─ CD Mulheres ao Espelho
http://youtu.be/MCZWZjMHRhk

«Quadras do amor errante»: Aldina Duarte ─ CD Mulheres ao Espelho
http://youtu.be/Z_PMC2p_jEY

«Ai meu amor se bastasse»: Aldina Duarte ─ CD Apenas o amor
http://youtu.be/RvqCd4uLflA

«Estação das cerejas»: Aldina Duarte ─ CD Crua
http://youtu.be/Au6leZkBqgY

Julio Machado Vaz disse...

Ana,

Espero que tenha razão, mas vê-lo entrar aos 90 num jogo com esta carga simbólica e um mês e meio depois da operação deixou-me com a pulga atrás da orelha. Quanto ao programa, os participantes eram o António Lopes Ribeiro, irmão do Ribeirinho, e o maestro António Melo:).

Manuel Henrique Figueira disse...

Ana,

«quem for à guerra que se cuide»

Julio Machado Vaz disse...

Manuel,

Sabe que já me perguntei isso? E um diabozinho cá dentro sugere que um a zero em Braga é mais simples... Mas, que Diabo!, desejar a derrota do Benfica é uma heresia que não estou preparado para abraçar:).

Manuel Henrique Figueira disse...

Caro Prof.

Estamos empatados, eu também não consigo escolher.
Apesar de desiludido, cá no fundo, cá no fundo, nunca me esqueço de que 30% de possibilidades em Dublin sempre seriam 30%, que é o que temos. A repetição de uma estratégia eficaz, como a da Taça no Dragão, preenchia os 30%. Mas este Jesus não multiplica (o pão), subtrai-o.
A ver vamos, como dizia o outro.

ana b. disse...

Prof:

Assim explicado compreendo a dedução que fez. Não fazia a mínima ideia do timing da entrada em campo. Segundo sei um jogo tem 45+45 min. Entrar no ultimo minuto será um gesto simbólico, seguramente. Receio que possa ter razão.

Quanto ao programa, e embora o desconheça, consigo imaginá-lo. Basta-me fazer a associação livre, mas em sentido inverso:))

joão l.henrique disse...

Para a cena referida ser do Museu do Cinema apenas faltou o piano porque música tivemos nós.

Cumprimentos.

andorinha disse...

Looooooooooool

Lembra-se de cada coisa!:)
Tenho uma vaga ideia desse programa porque o cheguei a ver algumas vezes.
Estou-me a rir com a associação que fez, há mesmo algumas semelhanças:)

Concordo com a Ana quando diz que o Socrates talvez tenha somado pontos ao anunciar as benesses da troika.
Animal político é, sem dúvida!

Quanto a Catrogas e quejandos já nem gasto palavras...

Gostei de ouvir o Louçã, continuo a achar que sabe do que fala e que terá razão quando diz que existem outras alternativas e as aponta.

Quanto ao jogador é terrível se vier a acontecer o pior.
Os tumores hepáticos são incuráveis?
Não foi detectado a tempo?

andorinha disse...

Júlio e Manuel,

Que raio de benfiquistas sois?
Isso é lá coisa que se diga ou sequer se pense?:)

Se não formos nós a acreditar nos nossos quem será?
Eu sei que é uma tarefa muito, muito complicada, mas atirar já a toalha ao chão, sinceramente...

Os meus maiores receios residem no Roberto, o rapaz não há meio de atinar...:(
Esse poderá ser o problema e também o cansaço de alguns jogadores importantes.

E em Dublin espero que haja a superação dos grandes momentos.

Pronto, chamem-me optimista/irrealista se quiserem, mas é assim que eu sou:)

A Menina da Lua disse...

" Ó Teixeira diz boa noite":)))

Oh Professor ainda me estou a rir:))
Mas que bem apanhado! não é que parecem mesmo!...apesar da falta do piano:)))
Esse seu sentido humor...muito divertido.
Enfim! se não fosse um drama parecia uma comédia.
Fez muito bem ter fugido para o jogo do Barcelona que eu fugi para uma novela qualquer ou programa dos animais da Antena2, sei lá!

Bartolomeu disse...

Calma lá com o andor!
Júlio; eu... já sou velho pa caráças e nem com zapping essa condição se altera. Note: eu já era nascido, quando se deu o 25 de Abril.
Hmmm?
Qual 25 de Abril?!
O de 1800, obviamente!
;))))
Mas, neste jogo de bilhar às 3 tabelas - 1º ministro/Catrogaq/PSD, acho um piadão ao facto de os 2 primeiros reclamarem o sucesso alcançado nas negociações, mas logo de seguida, o PSD, acusar o governo de não ter dito toda a verdade e que, o pior está para se saber, que até agora, so se conhecem as boas notícias. Mazentão o Catroga negociou bem, ou não negociou?
Ai o caráças... estes gajos andam todos bêbedos, ou acham que o maralhal é tão estúpido que não perceba as tangas que eles nos estão a contar?

ana b. disse...

Manuel:

Obrigada pelas musicas da Aldina. Gostei bastante. E o video gravado no Srº Vinho fez-me sentir saudades de uma noite de fados.Há já 5/6 anos que não vou a uma casa de fados. Vou tentar colmatar esta falha quanto antes.

Estou estupefacta. Acabei de ouvir o Passos Coelho dizer que a resolução da troika era completamente diferente do PEC4 e que não continha as medidas mais gravosas do PEC. Mas era capaz de jurar que ainda ontem ouvi o Catroga afirmar que o PEC4 pecava por ser insuficiente. Confesso que estou um bocado baralhada.
Enquanto isso, os partidos de esquerda, que também chumbaram o PEC4, dizem que o acordo é um PEC4 mas muito mais penalizante.
Então em que é que ficamos?
Confesso que tinha uma réstia de esperança que as reações dos partidos ao acordo me iluminassem e orientassem na minha intenção de voto. Mas parece-me que ainda não foi desta:))

Manuel Henrique Figueira disse...

Oh Ana,

isso é ingenuidade ou quê?
Então a Ana queria ser esclarecida pelos partidos?
Francamente, isso talvez seja noutros países europeus, talvez nórdicos, digo eu.

Lá para a noitinha vou dedicar umas musiquinhas para adormecer às meninas e meninos murcónicos.
Bem, musica instrumental de estalos, digo eu!

Caidê disse...

O Manuel Alegre ainda há dias criticava Sócrates por não se mostrar mais solidário com Teixeira dos Santos e elogiava a dedicação deste Ministro . E Sócrates respondeu-lhe. ...

Teixeira dos Santos "sempre" esteve!... E parece que Sócrates não se queixa da sua fidelidade, pois Teixeira dos Santos falou muitas vezes a rogo do Primeiro. E o Primeiro não quer passar uma imagem de ingrato (que não seria verdadeira!, ....?)

Agora, parece a altura não de fazer desaparecer a imagem de Teixeira a ponto de levantar suspeita, basta que se esbata qb para lavar a política financeira que "unha e carne" com o Mestre por cá se cozinhou.Mas Sócrates não é ingrato, basta ver Teixeira ao lado :-))))

É preciso lata - então vão agora aprovar as imposições do FMI e sendo elas as mesmas não as aprovaram quando o governo apresentou o PEC IV? Como vêem a oposição é responsável por durante uns anos não termos outra escolha senão a política do FMI.

Que lata! E eu a pensar que tinham sido as políticas dos últimos anos que nos haviam condenado a mais esta ingerência do FMI...

A minha associação livre é esta: "Tenho duas coisas para vos dizer. Querem primeiro as boas ou as más?".

Hoje ouvimos, se não as boas, pelo menos, as menos más. Primeiro propagandeou-se que íamos ficar sem 13º nem 14º mês, para prepararem poderem agora dizer que não. Isso são as boas notícias.

E pronto amanhã dizemos as más. Agora vão descansar!

Mais tarde, vocês hão-de descobrir as subliminares.

ana b. disse...

Caidê:

Gostei da sua associação livre:)))
È que foi mesmo isso!:)

Manuel:

Eu ainda acredito no Pai Natal:)))

Cê_Tê ;) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cê_Tê ;) disse...

Não sei se o quadro dá para rir. O fulano é um exímio sedutor- um contador de histórias. Acho que só um AVC que o deformasse ou uma patologia fonética como a que afecta o PR poderia quebrar o encanto sobre quem consome "serviços noticiosos" acriticamente entre telenovelas. Mas o quadro foi pitoresco, de facto! ;P (pelos visto nem se quer original na encenação ;)))))

andorinha disse...

Cum caraças!
Então ninguém me responde?
Ana, Júlio e Manuel...ninguém me passa cartão, está visto.

:)

ana b. disse...

Andorinha:

Não sei que lhe diga, mulher!
Eu nem sei quem é o Roberto:)))
Acredita que quando o Prof. me respondeu dizendo "...mas vê-lo entrar aos 90 num jogo...", a primeira coisa que me surgiu foi que o jogador tinha 90 anos:))) Claro que imediatamente caí em mim e vi que só podiam ser 90 min.
Como vê, a minha cultura futebolistica é quase tão vasta como a informática:)))
Sugiro-lhe por isso que vá bater a outra porta:)))
Mas para que não diga que é falta de vontade, envio-lhe ao menos um sugestivo video que, estou certa, irá apreciar:)

ana b. disse...

Andorinha:

O link não entrou. Aqui vai, portanto:

http://youtu.be/BGodjAd4bMY

ana b. disse...

Andorinha:

Afinal já sei quem é o Roberto:)))
Ora veja:

http://youtu.be/ecVtDK2CzgQ

Quer-me parecer que estou aqui, estou despedida:)))

andorinha disse...

Ana,

Como é evidente não te perguntei pelo Roberto:))))))))))))))))))))))

Como és médica fiz-te a pergunta em relação aos tumores.

Os futebóis é que deixei para os dois malandros que não me ligaram nenhuma.
Vês o preconceito?
Como sou mulher acham que não vale a pena responderem, que vá mas é arrumar a cozinha:) Looooool

Vou ver o video daqui a uns minutos, estou só a acabar um trabalho.

andorinha disse...

O primeiro video está engraçado, tadinho do leãozinho:)

Pelo segundo estarias efectivamente despedida se o blogue fosse meu.

:))))))))

Tangerina disse...

Sócrates: há gente que cai sempre de pé. Isto não é sequer um PEC IV mais qualquer coisinha. Ora vejam: http://downloads.expresso.pt/expressoonline/PDF/memo_troika.pdf

Catroga e PSD: cada vez mais emaranhados uns nos outros. Sem conserto.

BE: estou a gostar do que ouço e leio. Cá vai:

http://www.youtube.com/watch?v=Hr9FN1MWcq8&feature=player_embedded

http://www.facebook.com/notes/miguel-portas/os-mitos-sobre-a-troika/10150169476505940


Barça (Ana, adorei a sua provocaçãozinha sobre o seu desembaraço futebolístico ;-)): apesar de, aparentemente, pairar alguma desconfiança sobre a forma como o jogo decorreu, saúdo a vitória. Quanto ao jogador (já tinha lido sobre ele), só espero que se sinta sereno e em paz. Assim o desejo a todos nós.

Benfica: descansem. O Braga ganha. ;-)

T.

Caidê disse...

Andorinha
Cá venho dizer que também lhe quero passar todos os cartões e nunca amarelos nem vermelhos. Fique em campo. Ajude-nos ( nós, a sua equipa) a marcar uns golitos contra o adversário - o tal do animal político serve.
Eu até gosto de dar ouvidos ao Louçã e tudo. Ah, mas isso era um segredo que eu guardava. Lá me escapou essa simpatia política. Mas já sei que à Ana esse também não convence. A Anfi está na bancada do animal político, é ou não (?), minha cara e insubstituível "blue"?
O Pedro ainda não nos disse que cartazes eram aqueles que eu o vi a colar uma noite destas numa avenida da invicta...
O Manuel é de esquerda - tá no visor! Grande Manuel!
O Prof. diz que ninguém lhe arranca o voto antes de o pôr na urna!...Que secretismos, caraças!...Como se isso pudesse levar a algum lugar. E se levasse? Se levasse eu ia até à Catalunha, para ver o Barcelona ( e não só!).

Hoje quero "un coup de tendresse" para dormir. Olhem só onde fui parar:
http://www.youtube.com/watch?v=9NA_-Xxhmqc&feature=related

Manuel Henrique Figueira disse...

Andorinha,

eu sou um benfiquista desiludido (o último jogo que vi no estádio foi a final da Taça de Portugal entre o Benfica e o Belenenses, em 1989, em que perdemos por 2-1. Agora só na TV, um jogo ou outro, poucos).
Sou também muito realista, nada há pior do que alimentar ilusões com pés de barro. O poder da mente pode ter muita influência no próprio, mas sobre os outros duvido; porquê acreditar no que «tem poucas pernas para andar» se esse nosso acreditar fica apenas connosco?
Além de que, como já deve ter percebido, atribuo boa parte do insucesso desta época (e até algum da anterior) a Jesus, um «pavão» mais ou menos incompetente, isto é, um pequeno grande treinador.

Murcónicas e murcónicos (só os deste Post, e os mais assíduos dos anteriores, para não complicar muito as coisas), aqui vão umas musiquinhas para o serão, e para adormecer:

Para o Prof. (em triplicado, merece, só a paciência de nos aturar):

«Meu mundo é hoje»: Eliete Negreiros
http://www.youtube.com/watch?v=QQupiQ7nfzQ

«As pastorinhas»: Eliete Negreiros
http://www.youtube.com/watch?v=UBj7gMiWPRs

«Sonora Garoa»: Eliete Negreiros
http://www.youtube.com/watch?v=nHACzr0-jI4

Para a Andorinha:
«Belonging»: Keith Jarret & Jan Garbarek
http://youtu.be/rJ_RcVU0IDk

Para a Ana b.:
«Country»: Keith Jarret & Jan Garbarek
http://youtu.be/5kfmFDnF1bM

Para a Caidê:
«My Song»: Keith Jarret & Jan Garbarek
http://youtu.be/Tn5r6KscagM

Para a Anfi:
«Body and Soul»: Keith Jarret & Charlie Haden ─ CD Jasmin
http://youtu.be/PHm35v1akLI

Para a Cê_Tê:
«Somewhere Over the Rainbow»: Keith Jarret
http://youtu.be/eq0EWNuR1H8

Para a Menina da Lua:
«Summertime»: Keith Jarret
http://youtu.be/L9CjfpWq3M8

Para o Bartolomeu:
«Blues»: Keith Jarret
http://youtu.be/nE04y0PAhxs

Para a João I. Henrique:
«No moon at all»: Keith Jarret & Charlie Haden ─ CD Jasmin
http://youtu.be/aZBoY8teLO0

Para o Pedro:
«One Day I'll Fly Away »: Keith Jarret & Charlie Haden ─ CD Jasmin
http://youtu.be/p3WLHkP3wIk

Para o JoZé:
«O Meu Amor»: Maria Bethânia/Alcione – CD Álibi
http://www.youtube.com/watch?v=CrUcOEB26jY

Manuel Henrique Figueira disse...

Tangerina,

desculpe-me, foi mesmo um problema informático, perdi a sua parte e só agora me apercebi, espero que me acredite.

Aqui vai:

«Georgia on My Mind - part 1»: Keith Jarret
http://youtu.be/GHWw0g9zwv0

JFR disse...

Tem sido deficiente a informação dos partidos e da comunicação social em relação à semelhança do PEC4 e das medidas a anunciar pela troika.

Se os primeiros o fazem na defesa dos seus interesses, apesar de nessas circunstâncias, ilegítimos, os segundos fazem-no por incompetência ou desonestidade.

Digo isto, porque nunca se refere uma enorme diferença entre os resultados do PEC4 e do acordo com a troika. O acordo permite que o País possa dispor de 78 mil milhões de euros a prazo alargado e a taxas de juro suportáveis; o PEC4 não obtinha nada!

Ora esta é uma verdade que qualquer português atento consegue vislumbrar. Os desatentos bem deveriam ser auxiliados a ver isso pela comunicação social. Só que esta está podre. Provavelmente, ainda mais do que a classe política. Talvez porque já não sejam jornalistas e comentadores políticos mas sim, políticos jornalistas e comentadores.

José Rocha

ana b. disse...

Manuel:

Obrigada pela sua excelente música. Acertou, como sempre:)

Como eu sou muito cusca abri os links todos, mesmo os que não me eram dirigidos. Pelo facto, as minhas desculpas:)
Tenho que admitir as suas magníficas escolhas. Surpreendeu-me, contudo, o video que escolheu para o JoZe. Confesso que me divertiu imenso. Chorei a rir, juro! Há muito tempo que não ria assim. Surprendeu-me e divertiu-me, não tanto pelo video em si, mas por não o imaginar a mandá-lo. Logo você, sempre tão sério e contido:) Foi uma grata surpresa embora suspeite que tenha sido involuntária:)))
Não leve a mal este reparo. Esteja certo que foi com imenso carinho que me ri.

andorinha disse...

Caidê,

Em campo, sempre. Não deserto:)


Manuel,

Obrigada. Gostei imenso mais uma vez:)


Deixo esta:

Joan Baez - "Where have all the flowers gone?"
http://www.youtube.com/watch?v=sKvdPsnkPC0


When will we ever learn?


Quanto ao Benfica entendo a tua posição, mas para mim o Benfica é uma paixão, logo como todas, irracional:)


Bons sonhos, malta:)

Bartolomeu disse...

Ó Manuel, peço desculpa pela distração; só agora notei que no meio das musicas dedicadas está uma para mim, fico-te grato.
Mas, é claro que fico também com a pulga atrás da orelha.
Não, não se trata de ser pobre e mal agradecido...
;)
Sim, claro que explico.
Fico com a pulga atrás da orelha, porque construo o seguinte raciocínio: quando escolhemos uma musica para oferecer a alguém, fazêmo-lo segundo um critério que tem a ver com o nosso gosto pessoal ou, com o gosto que sabemos ser, ou que julgamos ser o da pessoa a quem a oferecemos, certo?
Ora bem, quando a escolha é feita pelo gosto que julgamos ser o da pessoa, é porque já elaborámos um prefil dessa pessoa, certo?
E tu consideras-me um apreciador de blues, é isso Manuel?!
;))))
Tá bem, tá muitíssimo bem.
;)
Aqui só entre nós, Manuel. Se a escolha tivesse sido feita pela ana (que me considera um perfeito tarado sexual) a música que me seria dedicada sería sem dúvida esta:
http://www.youtube.com/watch?v=k3Fa4lOQfbA

Nem imaginas quantas calças foram parar à lavandaria, por dançar (vestido) ao som desta canção...
;)))

Tangerina disse...

Manuel,


Muito obrigada pela lembrança. Aqui vai uma que estará sempre na minha playlist: Stairway to Heaven - http://www.youtube.com/watch?v=w9TGj2jrJk8

Desejos de um bom dia.

T.

A Menina da Lua disse...

Obrigada Manuel:)

Para a troca aqui deixo esta mas para todos:)

http://www.youtube.com/watch?v=IZwfInylSrM&feature=related

Trés émouvant!:)

Fora-de-Lei disse...

«Estudo polémico indica esperma como cura para depressão

Um artigo publicado na revista norte-americana 'Popular Science' veio reanimar o debate sobre as propriedades anti-depressivas do esperma, que já levou ao afastamento de um investigador por ter sublinhado que esse poderia ser "um presente melhor do que chocolates" no Dia dos Namorados.

Em causa, como lembrou a articulista Jennifer Abbasi, está um estudo conduzido em 2002 na Universidade Estadual de Nova Iorque, em Albany, segundo o qual as mulheres que faziam sexo sem preservativo tinham menor propensão para sofrerem depressões.

Um total de 293 universitárias respondeu a questionários sobre as suas vidas sexuais, tendo as respostas indicado uma grande diferença na incidência de depressões entre as mulheres que faziam sexo desprotegido e todas as outras.

Pelo contrário, eram poucas as diferenças entre as que usavam preservativo e aquelas que simplesmente não tinham relações sexuais, indiciando que a abstinência sexual não chegava para explicar o fenómeno.

Segundo os investigadores, estarão em causa substâncias existentes no líquido seminal, como o estrogénio e prostaglandinas, as quais têm propriedades antidepressivas.

De igual modo, as mulheres que não usavam preservativo ficavam mais devastadas quando chegava ao fim uma relação amorosa e tinham muito maior apetência para encontrar rapidamente um novo parceiro sexual.

Estas conclusões têm vindo a ser consideradas sexistas - e, no limite, perigosas, visto que podem induzir mulheres a dispensar métodos de protecção das doenças sexualmente transmissíveis.

Quando o presidente da Associação Americana de Cirurgiões, Lazar Greenfeld, escreveu um artigo a realçar os resultados do estudo realizado em 2002 na revista 'Surgery News', a reacção foi tão forte que este acabou por demitir-se dos cargos que ocupava.»


NOTA DA REDACÇÃO: façam uns bicos valentes e vão ver que não há depressão que resista…!

roc disse...

bela interpretação....maravilhoso..

Bartolomeu disse...

Fora-de-Lei,
tive uma namorada que não fazia, por ser intolerante à lactose.
A seguir, arranjei outra que era insaciável à lactose. Até tive de comprar uma máquina de ordenha automática...
(Cala-te Bartolomeu, chega de tanta parvoice!)

disse...

Tangerina
E esta? O que eu a dancei!...
http://www.youtube.com/watch?v=vVHMrO-z0Og&feature=related

Fora-de-Lei disse...

Bartolomeu 5:34 PM

"A seguir, arranjei outra que era insaciável à lactose. Até tive de comprar uma máquina de ordenha automática..."

Va lá, vá lá. Se a lactose lhe subisse à cabeça é que era o bom e o bonito... ;-)

Bartolomeu disse...

porque é que achas que ha tantas jóvens com cabelo branco?

andorinha disse...

Pronto, chegaram os dois "malucos" e começaram logo a ajavardar.

Bós num sabeides cumpurtarbos decentemente?:)

andorinha disse...

FDL,

Esse estudo é do teu amigo sexólogo John Fodewell?
Tem pinta de ser...

ana b. disse...

Fora-da-Lei:

Mesmo não sabendo da credibilidade do estudo, ocorreu-me saber quantas destas mulheres que não usaram preservativo ficaram deprimidas em consequência da aquisição de doenças sexualmente transmissiveis, particularmente o HIV. Seria interessante comparar também estes números.

ana b. disse...

Andorinha:

Infelizmente não é:(

disse...

Está-vos a dar...? De vez em qd saltam a cerca! É, não é, andorinha?

disse...

Porquê Bé? Não entendo nadinha desta informática que não deu sintomas e é o que se vê! O meu nick é Caidê! Bé é nick de outras andanças...Que coisa! :-))))

Bartolomeu disse...

Andorinha, o F-d-L, citou a parte teorica eu, que não sou médico (talvez seja louco q.b.) limito-me à demonstração prática.
Toda a teoria para que possa passar a ser efectivamente uma ciência, necessita de demonstração prática.
Achas que a todo este denodo pela causa científica, se pode chamar ajavardanço?

Bartolomeu disse...

Ana,
o HIV só é transmissível via oral, se a mocinha tiver extraído um dente 5 minutos antes do felattio?´
olha, agora não sei porquê, lembrei-me do anúncio da nespresso...
ah não... pera lá tou equivocado... não é felattio que o John Malkoviche diz ao George Clooney preferir... é velluto, carágos!
ai... carágos nã, caragos!

João Pedro Fonseca da Rocha Barbosa disse...

Obrigada,

Manuel, fiquei muito comovido...

Caidê disse...

Menina da Lua
Que proposta maravilhosa!Escolho-a para o berço desta noite!
Muito linda!
Manuel
Também gostei da sua proposta - para cada um de nós, diga-se. Que toda a cusquice fosse esta. Desta música não está o Inferno cheio, não senhor.
Anfi
Tudo bem????

Manuel Henrique Figueira disse...

Caro Prof.

Depois da catástrofe bracarense de há bocado, que o Prof. de algum modo previu (e desejava?), pois achava 0-1 uma boa escapatória contra a previsível humilhação em Dublin, proponho-lhe uma interpretação magistral de «While My Guitar Gently», do seu predilecto George Harrison:

«While My Guitar Gently»: Carlos Santana & India Arie
http://youtu.be/a57WdxEPrzM

(Os restantes murcónicos podem ir «cuscar» o Harrison)

Bart,

A Andorinha já me fez a mesma pergunta, vou repetir a resposta que lhe dei:

«A curiosidade às vezes pode ser a morte do artista.
Servindo-me do raciocínio do Prof. (e como nem sequer sou psi), não me atrevo a ser omnipotente ao ponto de querer traçar os perfis das vossas personalidades virtuais (nem dos vossos gostos musicais).
Fiz uma primeira selecção que me pareceu óbvia, Tony Carreira (enjoo), Emanuel (náusea), Quim Barreiros (vómito). Parecendo que não, isto facilita muito. Depois, escolhendo do outro lado, distribui mais ou menos à sorte. Se calhar não foi bem assim, mas isso é o segredo da receita, e esse o cozinheiro nunca o divulga. Que grande explicação, não foi?»

Satisfaz esta explicação?
Eu já te tinha deixado outra música há tempos, mas nem te deves ter apercebido, pois não fizeste qualquer referência. Era esta:

«Atlantis»: Donovan
http://youtu.be/leI7sfmipuI

O que prova que a escolha é mais ou menos à balda.

Pedro,

Eu não deixo as coisas para me agradecerem, é mais como um modo de partilha nesta comunidade de que voluntariamente fazemos parte.
As dedicatórias são uma maneira de distribuir afectos, pois qualquer um pode (e deve) ir «cuscar» as músicas dos outros.

Bartolomeu disse...

Mea culpa, Manuel.
De facto não topei essa música do Donovan que me dedicaste.
Prafraseando Saramago « mesmo tarde, é sempre a tempo para agradecer».
;)
Curti este tema do Donovan. Faz parte do meu acervo, assim como o mítico "Aquarius"
http://www.youtube.com/watch?v=YwxRRByI1hw
e o Neil Diamond o Bob Dilan e o John Denver e o ... vê lá se te recordas desta;
http://www.youtube.com/watch?v=rp2Jn5ttlac&feature=related
ou ainda, aquele bacano com quem me identificava bués, o Gato Esteves, que deu de froskes para os montes golan para integrar as brigadas do Bin Laden e passou a chamar-se Yusuf, só para impressionar as virgens que esperavam por ele lá no paraíso, foi quando deu este concerto numa das cavernas onde os gajos se escondiam, queres ver?!
http://www.youtube.com/watch?v=Q7iLPnDCQ1g
fónix, tou velho pa car... amba!
;))))
Bom, penso que já chega de parvoice por hoje...
Ah! É verdade... a explicação não me satisfez, vê lá se arranjas outra.
;)

Alice disse...

Curiosamente, Dr.,cá em casa, ocorreu precisamente o mesmo cenário: Museu do Cinema. Inevitável, claro!