quinta-feira, fevereiro 12, 2015

Only for murconics.

Carta (Esboço)

Lembro-me agora que tenho de marcar um 
encontro contigo, num sítio em que ambos 
nos possamos falar, de facto, sem que nenhuma 
das ocorrências da vida venha 
interferir no que temos para nos dizer. Muitas 
vezes me lembrei de que esse sítio podia 
ser, até, um lugar sem nada de especial, 
como um canto de café, em frente de um espelho 
que poderia servir de pretexto 
para reflectir a alma, a impressão da tarde, 
o último estertor do dia antes de nos despedirmos, 
quando é preciso encontrar uma fórmula que 
disfarce o que, afinal, não conseguimos dizer. É 
que o amor nem sempre é uma palavra de uso, 
aquela que permite a passagem à comunicação ; 
mais exacta de dois seres, a não ser que nos fale, 
de súbito, o sentido da despedida, e que cada um de nós 
leve, consigo, o outro, deixando atrás de si o próprio 
ser, como se uma troca de almas fosse possível 
neste mundo. Então, é natural que voltes atrás e 
me peças: «Vem comigo!», e devo dizer-te que muitas 
vezes pensei em fazer isso mesmo, mas era tarde, 
isto é, a porta tinha-se fechado até outro 
dia, que é aquele que acaba por nunca chegar, e então 
as palavras caem no vazio, como se nunca tivessem 
sido pensadas. No entanto, ao escrever-te para marcar 
um encontro contigo, sei que é irremediável o que temos 
para dizer um ao outro: a confissão mais exacta, que 
é também a mais absurda, de um sentimento; e, por 
trás disso, a certeza de que o mundo há-de ser outro no dia 
seguinte, como se o amor, de facto, pudesse mudar as cores 
do céu, do mar, da terra, e do próprio dia em que nos vamos 
encontrar, que há-de ser um dia azul, de verão, em que 
o vento poderá soprar do norte, como se fosse daí 
que viessem, nesta altura, as coisas mais precisas, 
que são as nossas: o verde das folhas e o amarelo 
das pétalas, o vermelho do sol e o branco dos muros. 

Nuno Júdice, in “Poesia Reunida” 

42 comentários:

rainbow disse...


Este poema podia muito bem "casar" com esta canção:

https://www.youtube.com/watch?v=pjACOG_loM0

:)

andorinha disse...

Não conhecia o poema.

É FABULOSO! Um dos melhores poemas que alguma vez li ou pelo menos dos que mais me tocaram.

Estou como que hipnotizada, absolutamente fascinada.
Obrigada:)

We are the special ones, aren't we?:)))))))

Pode sim ser um lugar sem nada de especial

"...e que cada um de nós
leve, consigo, o outro, deixando atrás de si o próprio
ser, como se uma troca de almas fosse possível
neste mundo."

Há-de ser sim um dia azul de Verão, com o verde das folhas, o amarelo das pétalas, o vermelho do sol e o branco dos muros.

Deus meu! Amo os poetas. Mais uma vez, obrigada, Júlio. Pela partilha tão especial!

Fiquei tão fascinada que vai comigo para o meu canto:)


Bons sonhos


?

Moon disse...

Uf...
<3

bea disse...

Uma das coisas que nos prende à poesia julgo que seja a novidade que envolve os bons poemas. Como se um tema novo e palavras novas. Acho tão bonito!O que será que sente Nuno Júdice quando relê o poema acabado.

A verdade é que muitos criativos parecem sugerir que as coisas melhores que fazem lhes chegam de algum lugar oculto, não lhes pertencem; são escolhidos por elas.
Mas a nós leitores interessa o produto, a ligação que tem connosco e que nos seja dedicado. Pronto.

BFS a todos os murcónicos
Desculpem qualquer coisinha, vou ali começar o mundo.

Muito obrigada:)

andorinha disse...


Vais ali começar o mundo, mas agora vê lá o tempo que demoras, Bea:)))))))))




BFS prolongadooooooooooooooooo:)

Moon disse...

By the way...
Bora lá marcar um encontro?!
Não fui eu que dei o mote...
:)

Moon disse...

O pior que pode acontecer é descobrir que somos cada vez menos Murcónicos e estamos cada vez mais Murcões... :)))))))))

bea disse...

...em frente de um espelho não; só quando o espelho é o outro é que vale. Se não, dá dor de cabeça. Digo eu a quem o Nuno Júdice não liga meia.

Andorinha, andorinha...olha que até Deus levou 6 dias pa fazer o mundo. Imagina o tempo que levo a começá-lo:) capaz de ser a vida toda.mas foi um bom começo ontem:)

E fiquem bem que hoje vou dar um banho de amizade ao meu coração. Por me apetecer.

E pronto. Beijinhos e até ao meu regresso. biépi

rainbow disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rainbow disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rainbow disse...


Bom dia:)

Bea

Vou ali começar o mundo
Dar um banho de amizade ao meu coração.
Por me apetecer.
Por ter uma avidez de ar renovado nos meus pulmões,
avenidas de esperança caleidoscópica.
Vou ali começar o mundo,
não esse mundo com o céu pintado de negro
onde nos escravizaram e humilharam
mas um outro, livre e poético,
que tem a urgência dum início qualquer.

Bea/Rainbow:)

Bom fim de semana per tutti

rainbow disse...


Merci pela inspiração Bea:)
Beijinhos.

andorinha disse...



"E fiquem bem que hoje vou dar um banho de amizade ao meu coração. Por me apetecer."

Também vou porque também me apetece:)


Rainbow,

Gostei:)

Beijinhos, meninas. Incluindo a lua, of course!:))))


rainbow disse...


Tudo a sambar ou a dormir desde ontem à tarde???

Hoje faço aninhos:)
Vou ali, não começar o mundo, mas vê-lo e escutá-lo. Neste momento ouço o canto dos pássaros. É um bom começo.

Beijinhos a tutti

bea disse...

Oh! Começar o dia com o canto dos pássaros é que é.

Parabéns, Rain. Que as cores te acompanhem sempre e continues a vir aqui trazer-nos um pouco da vida que te rodeia (sei, é uma perspectiva egoísta, mas que queres, gostamos de ti:)). Com palavras. Com música. Com o bom senso e amizade que te caracteriza.

E que fora do murcon tenhas amigos do peito, amores de ajudar a viver e dar luz ao mundo nos dias escuros.

E quando faltem ou estejam ofuscados, estamos aqui sempre. Enquanto formos vivos. quero dizer.

E um beijinho pati

e a música de aniversário que mais gosto (pois, devia ser ao teu gosto, mas como desconheço o que preferes, vai ao meu:))

www.youtube.com/watch?v=aJ6ZFd-6ZN8

andorinha disse...



PARABÉNS, amiga!
Tem um bom dia, aproveita-o bem:)

Beijinho com muita saudade.

<3 <3 <3


rainbow disse...


Ainda venho a tempo de agradecer?:)

Bea

Que dizer sobre as tuas palavras tão bonitas?
Obrigada pelos Beatles e um grande beijinho para ti:)

Andorinha

Obrigada, as saudades são recíprocas.
Um grande xi:)

andorinha disse...


Rainbow,

Não sei se ainda vens a tempo...:)))))))))))

Outro beijinho para juntares ao de ontem:)




Poética

Estou farto do lirismo comedido
Do lirismo bem comportado
Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente
protocolo e manifestações de apreço ao sr. diretor.
Estou farto do lirismo que para e vai averiguar no dicionário
o cunho vernáculo de um vocábulo.
Abaixo os puristas
Todas as palavras sobretudo os barbarismos universais
Todas as construções sobretudo as sintaxes de exceção
Todos os ritmos sobretudo os inumeráveis
Estou farto do lirismo namorador
Político
Raquítico
Sifilítico
De todo lirismo que capitula ao que quer que seja
fora de si mesmo
De resto não é lirismo
Será contabilidade tabela de co-senos secretário do amante
exemplar com cem modelos de cartas e as diferentes
maneiras de agradar às mulheres, etc
Quero antes o lirismo dos loucos
O lirismo dos bêbedos
O lirismo difícil e pungente dos bêbedos
O lirismo dos clowns de Shakespeare
— Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.
Manuel Bandeira.


Trouxe do outro lado...

E agora até mais logo, vou-me mascarar...não sei ainda bem de quê, talvez de andorinha lol

:)

andorinha disse...



Fui ver The theory of everything.
Um bom filme, com um excelente argumento e excelente interpretação de Eddie Redmayne.
A vida do físico Stephen Hawking em pinceladas que nos prendem do princípio ao fim.

Aconselho vivamente.

andorinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bea disse...

Andorinha

também gostei do filme sobre Stephen Hawking. A interpretação do actor é primorosa. O único senão que encontrei foi que me pareceu uma história vista do lado feminino, até mais que do masculino. mas pode ser patetice minha.

e boa semana:)

andorinha disse...


Não tinha pensado nisso, Bea, numa história vista do lado feminino. Pareceram-me visões equilibradas, mas admito que o "defeito" seja meu.

De qualquer forma o filme foi baseado no livro "Travelling to Infinity" escrito por Jane Hawking, talvez tenhas razão.
Mas não me parece que isso menorize o filme.


Boa semana tb pati:)

bea disse...

Terminei Contos vagabundos de Mário de Carvalho. São bem dispostos e bastante bons sobretudo os da primeira metade (Mais de) composta de contos antes dispersos e escritos para publicações diversas. E depois tempera o bom humor com aqueles termos que vai buscar aos confins do vocabulário esquecido e lhe são marca. Brinca com as palavras e o os leitores, este senhor. Sorrindo.

Quem queira um bocadinho de diversão para o espírito...é de tomar; não requer copo de água e mão se mastiga; também não custa a engolir. E é de digestão leve.

andorinha disse...



Bea, vou pensar no teu caso...:))))

bea disse...

Andorinha

é só uma sugestão que tentei sugestiva:) a seguir, se calha, vou parar ao Mário Cláudio, andam por aí uns livritos não lidos. Talvez até regresse à Leonor de Maria Teresa Horta e que deixei para quando. Capaz de agora ser quando.

Bons voos. Com pausas.

Au revoir.

andorinha disse...


Beazita:)

Eu também tenho alguns livros(e outras coisas) que vou deixar para quando. Mas ainda não é quando...:)
Aproveita o teu quando!


P.S. Isto parece uma conversa de doidos, mas não é:))))))


Merci. Au revoir:)

bea disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rafeiro disse...

Estes comentários , aliás este blog é vibrante e participativo , diria mesmo estimulante....
é a beazita pra andorinhazita dos looooooool e desta que é a admnistradora geral para a rainbowzita e no meio disto tudo com a linguagem infantil de pati , lolol , nhinhi beijinhos e o tempo tá de chuvinha , mas agora vamos pro solinho nhenhéu. vamos debetendo , construindo e comentando coisas belas e importantes. Este blog é realmente vosso e bom proveito , continuem a usar este espaço como vosso mail ou facebook. As vossas trocas de impressões são um tédio e anódinas, o dono deste espaço merecia melhor.....
Cumprimenta Rafeiro

andorinha disse...




"Este blog é realmente vosso e bom proveito.."

Obrigada, rafeiro pela gentileza do reconhecimento:)

Abraço

Anfitrite disse...


Como têm muito tempo livre, aqui fica um pouco de história para se entreterem: Por António Vaz Vaz

"De que se orgulha o Governo, Bruxelas e a Troika.
O Resultado está à vista de todos.
Descemos 3 posições no Índice de Desenvolvimento Humano da ONU.
1,4 milhoes de desempregados (real).
Défice sem baixar, na proporção dos cortes e impostos.
Dívida a chegar aos 220 mil milhões, 135% do PIB.
Adiamento do pagamento de dívida através da troca por juros mais elevados.
PIB ao nível de 2001.
Em 3 anos já emigraram 350 mil. Corresponde a 3 cidades como Coimbra.
2 milhões de pobres, em 2011. E em 2013, 2,7 milhões.
Em 2013, 660 mil famílias não conseguiram pagar empréstimos a bancos.
500 mil pessoas com salários penhorados em 2013, record.
Mais de 14 mil presos nas cadeias portuguesas em 2013, record. Aumento de 23% das vendas de automóveis de luxo, em 2013.
Justiça bloqueada apesar do governo saber que o sistema não iria aguentar.
Maior desorganização na colocação dos professores nas escolas.
Porra que é preciso ser tendencioso para negar estes FACTOS.
Ao fim de 3 anos já é tempo de assumir responsabilidades e deixar de se desculpar com Sócrates.
Vir dizer que as taxas de juro desceram? Sim é verdade mas não é trabalho do governo é da politica europeia! Não chega... foi mau demais.
Com 90% do PIB de dívida em 2011 era a bancarrota. Com 135% o que é? A recuperação? Se isto é sucesso alguém explique o que é o insucesso. http://viriatoapedrada.blogspot.pt/…/pobreza-ultrapassa-de-…


rafeiro

ainda bem que alguém me entende. Sabe, é que esta gente é professora e só está habituada a lidar com criancinhas. Mas foi o porteiro pitbull e lobista do professor, que contribuiu para o estertor, depois do professor achar que era melhor estar no facebook, porque tem muitos mais "gosto" e uma audiência muito maior, para fazer publicidade aos seus livros e programas e dos comentários lhe enobrecerem o ego, enquanto se limita a reproduzir artigos de jornal, sem manifestar a sua opinião, e que qualquer pessoa, minimamente esclarecida já devia conhecer. Ás vezes até confundem os textos como se fossem dele. Fora isso, deixa uma música para quem não tem youtube, que é para adormecerem com sonhos voluptuosos, quiçá com algumas sombras pelo meio.
Aqui, vem de vez em quando, deixar-nos um osso para irmos roendo.

biépi®

rafeiro disse...

Anfitrite boa tarde.
Isso mesmo , são ossos senhor.
E depois já chegam roídos e a guardiã do templo aqui reencarna com a voz possuída expressões dos espiritos infantis, papis e mamis reubeubéus pardais ao ninho .Quando não chega osso nenhum, arranja meio de ser meteorologista e siga o aqui na terra vão jogando futebol, um dia chove e noutro bate muito sol....
Esta condição humana é bem retratada por Eça. No conforto dos sofás e aquecidinhos quartos e tome bitaites sobre o desconforto do que se passa lá fora onda a chuva bate e molha de verdade...Pensando melhor se calhar o dono e criador deste "espaço" não quer mais do que atirar ossos. Por mim, caiu na jaula errada estou muito ao lado. Bons ossos e bom proveito)))))))))))))))lol

rafeiro disse...

Ah , perdão foi esquecimento meu
no post anterior.....

https://www.youtube.com/watch?v=Q9svw61DEM4.

Abraços. Adeus.

andorinha disse...

O MURCON faz hoje dez anos!
Por isso, HAPPY BIRTHDAY!:)


Dez anos, gente, não é brincadeira!

Muita gente por aqui passou, houve alegrias, tristezas, zangas, amuos, insultos, cumplicidade, enfim...tudo ingredientes da vida.

Há dez anos que aqui estou porque apesar de alguns dissabores, sente-se aqui o bafo humano. Porque só quem é de afectos entende gente de afectos.

Grata, Júlio. Porque este cantinho é único!


The Penguin Song Happy Birthday

https://www.youtube.com/watch?v=a3MgQqT3uHY



Fiquem bem:)

Impio Blasfemo disse...

Andava um cagalhoto fedorento a falar sobre coisas e loiças gregas quando alguém, olhando para a sanita disse:- que faz esta trampa aqui? Quem foi o badalhoco que se esqueceu de puxar o autoclismo? Alguém lhe respondeu:- “Foi alguém que tem uma fixação pela porcaria”. Ah, percebo, não só tem as narinas avariadas quanto a vista enublada, ou se calhar é cego. Enfim é muita maleita para uma pessoa, que desgraça……Ou se calhar, ou se calhar, nunca conseguiu ser sensível ao ar puro, a uma madrugada de ar fresco, ou à brisa do mar. E daí que o cheiro a porcaria não o aflija. Enfim, há gente infeliz, gente que como diziam os anarquistas, logo no pós 25 de Abril, “quando pensa só diz merda e quando caga, só caga sentenças”. Enfim , e eu a julgar que isto já ia longe….!

Saravá
IMPIO

rainbow disse...


Bom dia:)

Parabéns ao Murcon!
E a todos os murcónicos presentes e ausentes.
Por mim, ando com vontade de tirar umas férias do mundo virtual. Há tanta vida para além da Internet!

E opiniões obviamente discutíveis. Mas viva a liberdade de expressão!
Por isso mesmo, aqui a "rainbowzita" vai continuar a ser ela própria e o resto que se dane.

Boa semana, bom fim de semana
Curtam a vida:)
Abraços

andorinha disse...


Bom diaaaaaa)


Impio,

Continuo a gostar das tuas "escrituras", pá!:)

Abração


Rainbow,

Claro que há muita vida para além da net, mas nós não passamos aqui a vida...:)

O resto? Que resto? Ó miúda, manda-os àquela parte...lol


Bom fds:)

Impio Blasfemo disse...

Viva Andorinha
Para quem não tenha entendido a minha anterior “alegoria”, o “cagalhoto fedorento” era a Troika que o Sr Junker, sendo obrigado a cheirá-lo, pelo desenrolar do processo da Grécia, terá sido obrigado a dizer.-“Quem foi que deixou isto aqui?. Nesta sanita que se transformou o Conselho Europeu?” Ele sabe que foi o Durão Barroso que deixou o cagalhoto Troikiano na sanita mas a política tem destas ironias. E vai daí puxa o autoclismo, o tal autoclismo que já devia ter sido puxado há mais tempo. Mas enfim, os autoclismos (todos eles) levam algum tempo a encher o reservatório. Quanto ao homem a que me refiro que o refrão anarquista agora se adapta que nem uma luva é fácil adivinhar quem é, basta ouvir os debates quinzenais da AR e facilmente se identifica o sujeito em causa. Mas sublinho que a frase era injustamente aplicada ao Álvaro Cunhal, alguém que do ponto de vista ideológico eu tenho e tive profundas divergências mas que respeito pelo passado político que teve, ao passo que, quem actualmente nos dirige, em termos de passado, andou por onde?....Ah por ……pois….por aí, já percebi que isso é um grande CV!
Já deu para perceber que sou um ser político, que pouco sei falar sobre questões intimistas, mas para isso, vocês são excelentes, batem-me aos pontos, e assim o murcon fica mais ecléctico, pois haja alguém que fala sobre política. Esquecia-me da Anfy e de ti, quando está virada para lá!. Este é o meu modesto contributo.

Abração
IMPIO

andorinha disse...

Impio,

Tinha entendido mais ou menos, mas agora ficou mais claro.

Sei de quem falas embora não oiça os debates quinzenais. Também não é complicado saber..

Álvaro Cunhal é uma pessoa por quem tenho um enorme respeito e admiração. Pela coerência e exemplo de vida. Poucos homens há assim hoje em dia.
Nunca mais me esqueci do dia em que troquei breves palavras com ele na 1ª ou 2ª Festa do Avante.
Bem...da minha parte foi mais gaguejar, tal foi a emoção:)))
Não navego inteiramente nas mesmas águas do PCP mas AC sempre foi para mim um ser à parte.
O dia da sua morte foi um dos dias tristes da minha vida. Tive imensa pena de não ter podido estar em Lisboa no funeral. Gostava muito de ter estado com ele na partida...

Sempre aqui se falou de política. Nem de outra forma poderia ser, somos seres pensantes e interventivos.

Não digas que não sabes falar de questões intimistas. Já aqui falaste de ti, de familiares e amigos teus, expuseste o que te ia na alma de uma forma tocante que faria logo adivinhar ( para quem não te conhece, o que não é o meu caso) o ser humano sensível que és.

E pronto, acho que era isto que te queria dizer.

Abração, amigo. Saudades...

:)

bea disse...

Puxa, andorinha! O bafo humano! Copiaste do prof? Ou foi mesmo in loco da autora?

Pois...Rainbow, há sempre muita opinião e só respondemos se nos apetece. Não há um perfil de comentador:) nem de comentário:).

Leio sempre os teus comments com prazer. Mas entendo-te.

Ímpio

Cortei relações com a comunidade europeia. Desrisquei-me.
E a política faz parte da vida de todos os cidadãos, devia tratar do bem comum. Sendo normal que os assuntos que te são interessantes sejam trazidos para aqui. Não aprecio conversas de mau cheiro, mas há muita coisa que não aprecio e nem tudo existe para ser apreciado.

Nós somos intimistas...nós mulheres?

Murcon,

tens dez anos, já fizeste a quarta classe, mesmo que sejas burrinho e tenhas chumbado um ano. Hás-de compreender que nunca te vi a caderneta escolar e aqui toda a gente escreve escreve mas ninguém se perguntou se já sabias ler. Não copies tudo que aqui se diz nem leves à letra senão ainda te acontece alguma coisinha má. Agora que vais entrar noutro ciclo, enjoy it e be happy (para o caso de não teres tido inglês na primária: diverte-te e sê feliz)

andorinha disse...


Bea,

Tontinha!:)))

O bafo humano copiei do prof. Sou uma copiona, mas copiar bem é uma arte, assim digo aos meus alunos....(brinco) :)


O Murcon não é burrinho, nunca chumbou. Por isso entende perfeitamente o "enjoy it and be happy!"

:))))))

Boa semana

João Pedro Barbosa disse...

A Geração Dos Trinta Tem Acumulado O Saber Da Politica Do Professor Aníbal Cavaco Silva Como A Geração Dos Sessenta A Visão Do Chefe De Governo Da Segunda Republica E Os Noventa A Memória De À Cem Anos Que Aos 120 A História Ainda Era Muito Recente

João Pedro Barbosa disse...

Rafeiro, estão cá para nos ensinar que nós somos intelectualmente vazios para aprendermos qualquer coisa...